SEGURO MULTIRISCO ITAÚ Versão 01/11/2010

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SEGURO MULTIRISCO ITAÚ Versão 01/11/2010"

Transcrição

1 SEGURO MULTIRISCO ITAÚ Versão 01/11/2010 EMPRESARIAL MULTIRISCO ITAÚ - PROCESSO SUSEP Nº / LUCROS CESSANTES - PROCESSO SUSEP Nº / RESPONSABILIDADE CIVIL - PROCESSO SUSEP Nº /

2 I CONDIÇÕES GERAIS INFORMAÇÕES PRELIMINARES APRESENTAÇÃO ESTRUTURA DESTE CONTRATO DE SEGURO GLOSSÁRIO OBJETIVO DO SEGURO ÂMBITO GEOGRÁFICO DOCUMENTOS DO SEGURO BENS COBERTOS PELO SEGURO BENS NÃO COMPREENDIDOS NO SEGURO PREJUÍZOS INDENIZÁVEIS PREJUÍZOS NÃO INDENIZÁVEIS LIMITE MÁXIMO DE RESPONSABILIDADE REDUÇÃO E REINTEGRAÇÃO DO LIMITE MÁXIMO DE RESPONSABILIDADE FORMA DE CONTRATAÇÃO ACEITAÇÃO VIGÊNCIA RENOVAÇÃO PAGAMENTO DO PRÊMIO COMUNICAÇÕES APURAÇÃO DOS PREJUÍZOS E INDENIZAÇÕES PAGAMENTO DA INDENIZAÇÃO SALVADOS SUB ROGAÇÃO RESCISÃO E CANCELAMENTO ALTERAÇÕES PERDA DE DIREITOS ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA DA INDENIZAÇÃO DO PAGAMENTO DE ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA E JUROS FORO PRESCRIÇÃO COMO PROCEDER EM CASO DE SINISTRO II - CONDIÇÕES ESPECIAIS INCÊNDIO, QUEDA DE RAIO E EXPLOSÃO ALAGAMENTO E/OU INUNDAÇÃO ALL-RISKS ANÚNCIOS/LETREIROS LUMINOSOS DANO ELÉTRICO DANOS AS MERCADORIAS EM PROCESSO DE FABRICAÇÃO (WORK DAMAGE) DERRAME ACIDENTAL DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS DE COMBATE A INCÊNDIO (SPRINKLER) E HIDRANTES DERRAME E/OU VAZAMENTO DE TUBULAÇÃO HIDRÁULICA DESMORONAMENTO DESPESAS FIXAS DECORRENTE DE DANOS ELÉTRICOS DESPESAS FIXAS DECORRENTE DE INCÊNDIO, QUEDA DE RAIO E EXPLOSÃO DESPESAS FIXAS DECORRENTE DE TUMULTOS, GREVES, SAQUES E ATOS DOLOSOS DESPESAS FIXAS DECORRENTE DE VENDAVAL, FURACÃO, CICLONE, TORNADO, GRANIZO E FUMAÇA DESPESAS FIXAS DECORRENTE DE VENDAVAL ATÉ FUMAÇA (COM IMPACTO) DETERIORAÇÃO DE MERCADORIAS EM AMBIENTES FRIGORIFICADOS EQUIPAMENTOS ARRENDADOS E/OU CEDIDOS A TERCEIROS

3 17. EQUIPAMENTOS CINEMATOGRÁFICOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS EQUIPAMENTOS EM EXPOSIÇÃO EQUIPAMENTOS ESTACIONÁRIOS (SEM TRAÇÃO PRÓPRIA) EQUIPAMENTOS MÓVEIS (COM TRAÇÃO PRÓPRIA) EXTRAVASAMENTO DE MATERIAIS EM ESTADO DE FUSÃO FERMENTAÇÃO PRÓPRIA OU AQUECIMENTO ESPONTÂNEO FIDELIDADE IMPACTO DE VEÍCULOS TERRESTRES E AÉREOS INSTALAÇÃO EM NOVO LOCAL PERDA DE LUCRO BRUTO DECORRENTE DE DANOS ELÉTRICOS PERDA DE LUCRO BRUTO DECORRENTE DE INCÊNDIO, QUEDA DE RAIO E EXPLOSÃO PERDA DE LUCRO BRUTO DECORRENTE DE TUMULTOS, GREVES, SAQUES E ATOS DOLOSOS PERDA DE LUCRO BRUTO DECORRENTE DE VENDAVAL ATÉ FUMAÇA (COM IMPACTO) PERDA DE LUCRO BRUTO DECORRENTE DE VENDAVAL ATÉ FUMAÇA (SEM IMPACTO) PERDA DE LUCRO LÍQUIDO DECORRENTE DE DANOS ELÉTRICOS PERDA DE LUCRO LÍQUIDO DECORRENTE DE INCÊNDIO, QUEDA DE RAIO E EXPLOSÃO PERDA DE LUCRO LÍQUIDO DECORRENTE DE TUMULTOS, GREVES, SAQUES E ATOS DOLOSOS PERDA DE LUCRO LÍQUIDO DECORRENTE DE VENDAVAL ATÉ FUMAÇA (COM IMPACTO) PERDA DE LUCRO LÍQUIDO DECORRENTE DE VENDAVAL ATÉ FUMAÇA (SEM IMPACTO) PERDA OU PAGAMENTO DE ALUGUEL QUEBRA DE MÁQUINAS QUEBRA DE VIDROS, ESPELHOS E MÁRMORES QUEDA DE AERONAVES QUEIMADAS EM ZONAS RURAIS RECOMPOSIÇÃO DE REGISTROS / DOCUMENTOS RESPONSABILIDADE CIVIL CONTINGÊNCIA DE VEÍCULOS RESPONSABILIDADE CIVIL EMPREGADOR RESPONSABILIDADE CIVIL ESTABELECIMENTO DE ENSINO RESPONSABILIDADE CIVIL - ESTABELECIMENTO DE HOSPEDAGEM, RESTAURANTES, BARES E SIMILARES RESPONSABILIDADE CIVIL - GUARDA DE VEÍCULOS DE TERCEIROS - COMPREENSIVA RESPONSABILIDADE CIVIL - GUARDA DE VEÍCULOS DE TERCEIROS - INCÊNDIO E ROUBO RESPONSABILIDADE CIVIL OPERAÇÕES RESPONSABILIDADE CIVIL OPERAÇÕES DE CONCESSIONÁRIA RISCOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÃO E MONTAGEM RISCOS DE ENGENHARIA OBRAS CIVIS EM CONSTRUÇÃO RISCOS DIVERSOS CONCESSIONÁRIA ROUBO E/OU FURTO QUALIFICADO DE BENS DOS HÓSPEDES ROUBO E/OU FURTO QUALIFICADO DE BENS E MERCADORIAS ROUBO E/OU FURTO QUALIFICADO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS DE USO EXCLUSIVO DO SEGURADO

4 57. ROUBO/FURTO QUALIFICADO DE VALORES DOS HÓSPEDES ROUBO/FURTO QUALIFICADO DE VALORES NO INTERIOR DO ESTABELECIMENTO ROUBO DE VALORES EM TRÂNSITO FORA DO ESTABELECIMENTO TUMULTOS, GREVES OU LOCK-OUT, SAQUES E ATOS DOLOSOS VAZAMENTO ACIDENTAL DE TANQUE VEÍCULOS DE TERCEIROS EM ESTACIONAMENTO VENDAVAL, FURACÃO, CICLONE, TORNADO, GRANIZO E FUMAÇA VENDAVAL, FURACÃO, CICLONE, TORNADO, GRANIZO, FUMAÇA, IMPACTO DE VEÍCULO TERRESTRE, QUEDA DE AERONAVE OU QUALQUER OUTRO ENGENHO AÉREO OU ESPACIAL

5 Agora você já pode contar com toda a tranqüilidade proporcionada SEGURO MULTIRISCO ITAÚ. Este seguro é destinado às pequenas e médias empresas, cujas atividades estejam relacionadas com os segmentos de Prestação de Serviços, Comércio e Indústria. Procuramos simplificar a operação em todos os seus estágios, desde a compreensão das condições até a contratação do seguro e a liquidação do sinistro. I CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES 1.1 A aceitação deste Seguro estará sujeita à análise do risco. 1.2 O registro deste plano na SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. 1.3 O Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu Corretor de Seguros, no site por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF. 2. APRESENTAÇÃO 2.1 Apresentamos a seguir as Condições Contratuais do seu Seguro Multirisco Itaú, que estabelecem as normas de funcionamento das garantias contratadas. 2.2 Para os devidos fins e efeitos, serão consideradas em cada caso somente as condições correspondentes às garantias aqui previstas e discriminadas, desprezando-se quaisquer outras. 2.3 Mediante a contratação do seguro, o Segurado aceita explicitamente as cláusulas limitativas que se encontram no texto destas Condições Gerais. 5

6 2.4 Salientamos que, para os casos não previstos nestas Condições Contratuais, serão aplicadas as leis que regulamentam os Seguros no Brasil. 3. ESTRUTURA DESTE CONTRATO DE SEGURO 3.1 Este contrato de Seguro está subdividido em duas partes assim denominadas: Condições Gerais e Condições Especiais, as quais em conjunto recebem o nome de Condições Contratuais. 3.2 Condições Gerais são as cláusulas comuns a todas as garantias e/ou modalidades desta apólice de Seguro, que estabelecem as obrigações e os direitos do Segurado e da Seguradora. 3.3 Denominamos Condições Especiais o conjunto de cláusulas relativas às garantias deste plano de Seguro, onde são descritos quais são os riscos cobertos e os riscos não cobertos em cada garantia. 4. GLOSSÁRIO 4.1 Para facilitar a compreensão da linguagem utilizada, incluímos uma relação com os principais termos técnicos empregados, a qual passa a fazer parte integrante das Condições Contratuais. ACEITAÇÃO: Ato de aprovação, pelo Segurador, de proposta efetuada pelo Segurado para a cobertura de seguro de determinado(s) risco(s) e que servirá de base para a emissão da apólice. ADITIVO: Condição suplementar incluída no contrato de seguro. O termo aditivo também é empregado no mesmo sentido de endosso. AGRAVAÇÃO DE RISCO: São circunstâncias que aumentam a intensidade (dimensão) ou a probabilidade (freqüência) de um sinistro, independentes ou não da vontade do Segurado e que, dessa forma, indicam um aumento de taxa e/ou alteração das condições normais do seguro. APÓLICE: É o instrumento representativo do contrato de seguro. É o ato escrito que constitui a prova formal desse contrato. É nela que estão obrigatoriamente descritos todos os dados referentes ao seguro e ao risco 6

7 assumido pela seguradora. Por isso o que não constar, não estiver incluído ou não fizer parte integrante da apólice não está coberto pelo seguro. ATO DOLOSO: Trata-se de ato fraudulento praticado pelo Segurado para obrigar a Seguradora a honrar algo que não assumiu. É a vontade deliberada de produzir o dano. Assim como a culpa grave é risco excluído de qualquer contrato de Seguro. Se caracterizado, cancela automaticamente o Seguro, sem direito à restituição do prêmio, impedindo qualquer direito à indenização. AVISO DE SINISTRO: É a comunicação específica de um sinistro, que o Segurado, estipulante ou beneficiário é obrigado a fazer à Seguradora, com a finalidade de dar conhecimento imediato a esta da ocorrência do sinistro, e também evitar ou minimizar a extensão dos prejuízos. Esta comunicação deverá ser feita imediatamente após a ocorrência do sinistro, informando (sempre que possível) a estimativa dos prejuízos. BENEFICIÁRIO: É a pessoa física ou jurídica em favor da qual é devida a indenização em caso de sinistro. Pode ser o segurado ou outra pessoa indicada na apólice ou com legitimidade legal para isto. BOA FÉ: É o princípio básico de qualquer contrato, pois é indispensável que haja confiança mútua entre todas as partes envolvidas. Este princípio obriga as partes a agirem com a máxima honestidade e em fiel cumprimento às leis e ao contrato de Seguro. BÔNUS: Termo que define o desconto a ser concedido ao Segurado, na renovação de certo e determinado seguro, por não ter reclamado indenização ao Segurador durante o período de vigência do seguro. É um direito intransferível, sendo o desconto progressivamente maior quando ocorrem sucessivas renovações sem reclamação de sinistro. CADUCIDADE: É a perda de um direito, unicamente pela extinção do prazo previsto em Lei. CAPITAL SEGURADO: É a importância máxima estabelecida para cada garantia deste seguro, e correspondente à importância máxima a ser paga ao Segurado ou a seus(s) beneficiário (s), na ocorrência de evento coberto pela apólice. COBERTURA: É a designação genérica utilizada para indicar as responsabilidades pelos riscos assumidos pelo segurador ou ressegurador. Pode ser empregada como sinônimo de garantia. 7

8 CONDIÇÕES ESPECIAIS: conjunto das disposições específicas relativas a cada modalidade e/ou cobertura de um plano de seguro, que eventualmente alteram as Condições Gerais. CONSTRUÇÃO SUPERIOR: É aquela que possui paredes externas inteiramente constituídas por alvenaria, isto é, em cuja construção não sejam empregados outros materiais além de cimento, pedra, areia, ferro, tijolos ou argamassa, cobertura de material incombustível, sem fiação aparente. CONSTRUÇÃO SÓLIDA: É aquela que possui paredes externas inteiramente constituídas por alvenaria, isto é, em cuja construção não sejam empregados outros materiais além de cimento, pedra, areia, ferro, tijolos ou argamassa, cobertura de material incombustível, sem fiação aparente, permitindo-se o assentamento sobre travejamento constituído de madeira. CONSTRUÇÃO INFERIOR: É aquela que apresenta algum tipo de material combustível em sua construção, seja em estruturas, fechamentos laterais ou coberturas. CONTEÚDO DO IMÓVEL: São bens e mercadorias de propriedade do estabelecimento Segurado e/ou de terceiros, colocados formal e comprovadamente sob a sua responsabilidade e inerentes à sua atividadefim. CORRETOR DE SEGUROS: É a pessoa física ou jurídica, legalmente autorizada a angariar e promover contratos de seguro entre as Seguradoras e as pessoas físicas ou jurídicas de Direito Privado. O Corretor de seguros responderá civilmente perante os estipulantes, Segurados e as Seguradoras pelos prejuízos que causar por omissão, imperícia ou negligência no exercício da profissão. O Corretor é responsável por dar ciência ao estipulante/segurado de qualquer informação relativa ao Seguro e/ ou comunicação efetuada pela Seguradora. DANO: Prejuízo sofrido pelo Segurado e indenizável de acordo com as condições da apólice. DANO CORPORAL: Trata-se de qualquer dano à capacidade física ou mental (doença, lesão física, invalidez ou morte), inclusive a conseqüente perda de uso de tal capacidade, excluindo-se dessa definição os danos estéticos. 8

9 DANO MATERIAL: É a destruição total ou parcial dos bens Segurados. DANO MORAL: É todo aquele que traz como conseqüência ofensa à honra, ao afeto, à liberdade, à profissão, ao respeito aos mortos, à psique, à saúde, ao nome, ao crédito, ao bem estar, à vida e imagem, sem que necessariamente haja prejuízo econômico. DESMORONAMENTO: É a queda de paredes ou de elementos estruturais, aqui entendidos como: vigas, muros, cercas, portas, portões, janelas, telhados, travejamentos, vidros externos, instalações hidráulicas e elétricas e demais partes integrantes de sua construção, exceto terreno, fundação e/ou alicerces, jardins, árvores e plantações. DESPESAS FIXAS: Entende-se por despesas fixas os honorários, salários, encargos sociais e trabalhistas, aluguéis, impostos, contas de água, luz, telefone, gás e condomínio que tenham caráter fixo e perdurem mesmo após uma paralisação decorrente de sinistro coberto e que por força legal ou de contrato o Segurado tenha que arcar. DOLO: Má-fé. Qualquer ato consciente por meio do qual alguém induz, mantém ou confirma outrem em erro; vontade conscientemente dirigida com a finalidade de obter um resultado criminoso. EMPREGADO: Pessoa física que presta serviço de natureza não eventual ao Segurado, sob a dependência dele e mediante salário, na forma estabelecida pela CLT. ENDOSSO: É o documento através do qual se formaliza qualquer eventual alteração na apólice, negociado entre Segurado e Seguradora ESTIPULANTE: É a pessoa física ou jurídica que contrata apólice coletiva de seguros, ficando investida dos poderes de representação dos Segurados perante a Seguradora. EVENTO: É toda e qualquer ocorrência passível de ser indenizada pelas garantias contempladas nestas Condições Gerais e Especiais. EQUIPAMENTOS MÓVEIS (COM TRAÇÃO PRÓPRIA): máquinas e equipamentos industriais, e comerciais do tipo móvel, dotados de autopropulsão ou movidos por outro equipamento ou que, em razão de sua própria operação, não permaneçam estacionários, tais como: equipamentos de nivelamento, escavação e compactação de terra, concretagem e asfaltamento, estaqueamento, britagem, solda, sucção e recalque, 9

10 compressores, geradores, guinchos, guindastes, empilhadeiras, "veículos dart" (caminhão basculante especial, tipo pesado, para serviços fora de estrada e transporte de terra e rocha) e outros de características semelhantes. EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS: Entendem-se como equipamentos eletrônicos: micros, computadores de maior porte, impressoras, scanners, plotters, modems e outros periféricos de hardware. Máquinas eletrônicas, copiadoras, relógios de ponto, caixas registradoras. Câmeras de circuito interno e centros de controle monitorados. Aparelhos telefônicos, centrais telefônicas e fax, e equipamentos de diagnóstico médico. EQUIPAMENTOS ESTACIONÁRIOS (SEM TRAÇÃO PRÓPRIA):São máquinas e/ou equipamentos industriais e comerciais, não dotados de autopropulsão, instalados para operação permanente no local Segurado pela apólice e que sejam de propriedade ou estejam sob o controle exclusivo do Segurado. FATO GERADOR: É a causa próxima do dano ocorrido. É a causa que predomina e efetivamente produz o evento danoso. FORÇA MAIOR: Acontecimento inevitável e irresistível. FORMULÁRIO DE AVISO DE SINISTRO: É o formulário utilizado para registrar as principais informações sobre o sinistro. FRANQUIA: Entende-se por franquia o valor ou percentual definido no contrato de seguro, representando a participação obrigatória do Segurado nos prejuízos indenizáveis conseqüentes de cada sinistro. FRAUDE: É a obtenção, para si ou para outrem, de vantagem ilícita, financeira ou material, em prejuízo alheio, mantendo ou até induzindo alguém em erro, mediante ardil, artifício ou qualquer outro meio que possa enganar. Nos termos da legislação penal brasileira, é uma das formas de estelionato. FURTO QUALIFICADO: É a subtração para si, ou para outrem, de coisa alheia móvel, caracterizado quando o crime é cometido: Com destruição ou rompimento de obstáculo, à subtração da coisa; Com abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza; Com emprego de chave falsa; Com o concurso de duas ou mais pessoas 10

11 FURTO SIMPLES: É a subtração para si, ou para outrem, de coisa alheia móvel, sem emprego de violência, e sem vestígios que comprovem claramente a sua ocorrência. ATENÇÃO: Evento não garantido por qualquer das garantias previstas neste contrato de seguro, ou seja, trata-se de um risco excluído. GARANTIA: É a designação genérica utilizada para indicar as responsabilidades pelos riscos assumidos pelo segurador ou ressegurador. Pode ser empregada como sinônimo de cobertura. LIMITE MÁXIMO DE COBERTURA DA APÓLICE: É o valor máximo a ser pago pela Seguradora, resultante de determinado evento ou série de eventos ocorridos na vigência da apólice, abrangendo uma ou mais garantias contratadas. Esse limite não representa, em qualquer hipótese, pré-avaliação do(s) objeto(s) ou do(s) interesse(s) Segurado(s). O valor da indenização a que o Segurado terá direito não poderá ultrapassar o valor do(s) objeto(s) ou do(s) interesse(s) Segurado(s) no momento do sinistro. LOCKOUT: A suspensão voluntária da atividade do estabelecimento segurado pelo empregador. LUCRO LÍQUIDO: É o resultado das atividades do Segurado nos locais mencionados na apólice, após a dedução de todas as despesas, inclusive as de depreciações e amortizações, não computadas as rendas do capital e as despesas a ele atribuíveis. LUCROS CESSANTES: São lucros constituídos pela soma do Lucro Líquido e Despesas Fixas que deixam de ser auferidos pelo Segurado, devido à paralisação de suas atividades e do movimento de negócios em decorrência da cobertura específica. MOLHADURA: Estado da coisa molhada por substância líquida. PORTADORES: Pessoas às quais são confiáveis valores para missões externas de remessas ou para cobranças e pagamentos, entendendo-se, como tais, sócios, diretores e empregados do Segurado. NÃO SERÃO CONSIDERADOS PORTADORES, AINDA QUE ENQUADRADOS NAS CONDIÇÕES ACIMA: - MENORES DE 18 ANOS; - MENORES DE 21 ANOS, SEMPRE QUE SE TRATAR DE SEGURO DE PORTADORES DE VALORES DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS; 11

12 - PESSOAS SEM VINCULO EMPREGATÍCIOS COM O SEGURADO, AINDA QUE COM ELE RELACIONADOS POR CONTA DE PRESTAÇÃO OU LOCAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECÍFICOS DE REMESSAS, COBRANÇAS OU PAGAMENTOS. PREJUÍZO: É o dano material e/ou corporal sofrido pelo Segurado em decorrência dos eventos cobertos pelo contrato de seguro. PRÊMIO: É o preço do Seguro. Ou seja, é o valor pago à Seguradora para que esta assuma os riscos cobertos pelo Seguro. PROPONENTE: É a pessoa física que propõe sua adesão ao seguro e que passará a condição de Segurado somente após a aceitação formal pela Seguradora. PROPOSTA DE SEGURO: É o documento no qual o proponente, por si ou por seu Corretor de Seguros define as condições de contratação da apólice e manifesta pleno conhecimento e entendimentos de suas condições. PRÓ-RATA TEMPORIS : É o método de se calcular o prêmio do seguro com base nos dias de vigência do contrato quando este for realizado por período inferior a um ano. REGULAÇÃO DO SINISTRO: Trata-se do processo de avaliação das causas, conseqüências, circunstâncias e apuração dos prejuízos devidos ao Segurado ou beneficiário e do direito destes à indenização. REMESSAS: Valores em mãos de portadores e procedentes do local de origem expressamente discriminados na apólice. REINTEGRAÇÃO: É a recomposição do valor do seguro após eventual indenização, nas garantias em que este tipo de operação seja permitido, com o respectivo pagamento do prêmio adicional. RISCO: É a possibilidade de um acontecimento acidental ou inesperado, gerar um prejuízo ou necessidade econômica. As características que definem o RISCO são: incerto e aleatório, possível, concreto, lícito e fortuito, devendo ocorrer todas elas sem exceção. RISCO COBERTO: É o risco amparado em uma apólice em vigor e em consonância com todas as suas cláusulas. 12

13 ROUBO: É a ação cometida para subtração de coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante ameaça ou emprego de violência contra pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência. SALVADOS: São os restos de bens materiais atingidos por um sinistro, que tenham sido indenizados, e que possuam valor comercial. SAQUE: É o depredamento e pilhagem de bens alheios praticado por um grupo de pessoas, ou por um bando, organizado ou não. SEGURADO: É a pessoa física ou jurídica que, tendo interesse segurável, contrata o seguro, em seu benefício pessoal ou de terceiros. SEGURADORA: É a companhia de seguros, devidamente constituída e autorizada a funcionar no País. SINISTRO: É a ocorrência de acontecimento previsto pelo contrato de seguro, de natureza súbita, involuntária e imprevista, que cause prejuízo pecuniário ao Segurado. SUB-ROGAÇÃO: É a prerrogativa, conferida por Lei à Seguradora, de assumir os direitos do Segurado ante terceiros responsáveis por prejuízos indenizados. TERCEIRO: Qualquer pessoa física ou jurídica, EXCETO: SEGURADO, SEU CÔNJUGE, ASCENDENTES, DESCENDENTES OU PESSOAS DELE DEPENDENTES ECONOMICAMENTE; SÓCIO, DIRETOR OU ADMINISTRADOR DA EMPRESA SEGURADA; FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA SEGURADA, DEVIDAMENTE REGISTRADOS; A PESSOA FÍSICA OU JURÍDICA CONTROLADA OU CONTROLADORA DA EMPRESA SEGURADA, BEM COMO OS SEUS SÓCIOS, DIRETORES OU ADMINISTRADORES. TUMULTO: É a ação de pessoas, com característica de aglomeração, que perturbe a ordem pública através da pratica de atos predatórios para cuja repressão não haja necessidade de intervenção das forças armadas. VALOR ATUAL: É o custo de reposição ao preço corrente, no dia e local do sinistro, menos o valor correspondente à sua depreciação pelo uso, idade e estado de conservação e obsolescência. 13

14 VALOR DE NOVO: É o preço de construção ou aquisição de um bem, igual ou similar, sem uso prévio, no dia e local do sinistro. VALOR EM RISCO: Representa o valor integral do objeto ou do interesse sobre o qual se contrata o seguro. VALOR EM RISCO APURADO (VRA): Termo utilizado pela Seguradora para definir a importância em dinheiro que corresponde ao valor total (Valor Atual) dos bens do Segurado, existentes no local do seguro, no momento da ocorrência de eventual sinistro apurado pela Seguradora. VALOR EM RISCO DECLARADO (VRD): Termo utilizado pela Seguradora para definir a importância em dinheiro que corresponde ao valor total (Valor Atual) dos bens pelo Segurado, existentes no local do seguro, no momento da contratação do seguro e declarado pelo Segurado. VALORES: Trata-se de dinheiro, certificados de títulos, ações, cheques, ordem de pagamento em moeda nacional, vales refeição, alimentação ou transporte selos e metais preciosos não destinados a ornamentos, decoração e uso pessoal,, desde que, pertencentes a empresa segurada. Consideram-se, também, como valores moedas estrangeiras, exclusivamente quando o Segurado possuir documentos legais comprobatórios da origem destes valores desde que, também, pertençam a empresa segurada. VEÍCULOS: Quaisquer dos meios para transportar ou conduzir pessoas, animais ou objetos, desde que autorizados pelo Código de Trânsito. VENDAVAL: Vento com velocidade igual ou superior a 15 (quinze) metros por segundo equivalente a 54 (cinquenta e quatro) quilômetros por hora. A velocidade do vento deve ser comprovada por laudo meteorológico ou, na impossibilidade deste, por divulgação generalizada da ocorrência através dos veículos de comunicação (jornal, rádio e televisão) VIGÊNCIA: É o período pelo qual está contratado o seguro. VISTORIA PRÉVIA: É a inspeção feita por peritos habilitados para avaliar as condições do risco a ser Segurado. 5. OBJETIVO DO SEGURO 14

15 5.1 O presente contrato tem por objetivo indenizar os prejuízos causados a estabelecimentos comerciais, industriais ou de prestação de serviços decorrentes de eventos amparados pelas coberturas contratadas até o Limite Máximo de Indenização (LMI) de cada cobertura definido pelo Segurado, consoante às Condições Gerais, e de acordo com as Condições Especiais, enquanto permanecerem inalteradas as informações prestadas na proposta e/ou no questionário ou ficha de informações que serviram de base para emissão desta apólice ou lhe tenham sido comunicadas posteriormente. 5.2 Salvo disposto em contrário nas Condições Especiais de qualquer garantia, os eventos restringem-se àqueles ocorridos no(s) local(is) Segurado(s) expressamente mencionado(s) na apólice de seguro, ocorridos durante a sua vigência. 6. ÂMBITO GEOGRÁFICO 6.1 As disposições deste Seguro aplicam-se, exclusivamente, às perdas, reembolsos, prejuízos e danos ocorridos e reclamados em território nacional, salvo disposições em contrário. 7. DOCUMENTOS DO SEGURO 7.1 São documentos do presente seguro a proposta e a apólice com os seus anexos. 7.2 Nenhuma alteração nesses documentos será válida se não for feita por escrito, mediante proposta assinada pelo proponente, seu representante ou por corretor de seguros habilitado e receber concordância de ambas as partes contratantes. 7.3 A Seguradora deverá fornecer, obrigatoriamente, o protocolo que identifique a proposta por ela recepcionada, com indicação da data e hora de seu recebimento. 7.4 Não é válida a presunção de que a Seguradora tenha conhecimento de circunstâncias que não constem dos documentos citados nesta Cláusula, e daquelas que não lhe tenham sido comunicadas posteriormente na forma estabelecida nestas condições. 15

16 8. BENS COBERTOS PELO SEGURO 8.1 Este Seguro, de acordo com as Condições Gerais e Condições Especiais deste contrato, em suas diversas garantias, oferece cobertura para os seguintes bens e objetos: IMÓVEL Aqui entendido como o conjunto de construções destinado ao desenvolvimento da atividade do Segurado especificada na Apólice, incluindo as instalações fixas de água, gás, eletricidade, calefação, refrigeração e energia solar, excluindo-se o terreno, fundações e alicerces BENFEITORIAS São os elementos funcionais ou decorativos que não pertençam à construção original do imóvel, tais como divisórias, forros falsos, carpetes, persianas e toldos, mas que foram incorporados a ela MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS, MOBILIÁRIOS E UTENSÍLIOS São as máquinas, equipamentos e móveis instalados exclusivamente no local do risco indicado na apólice, de propriedade do Segurado (comprovados através de Notas Fiscais ou Livros Contábeis) ou colocados formalmente sob a sua responsabilidade, e que se destinem ao desenvolvimento de suas atividades. São considerados utensílios os materiais de uso (material de escritório, peças de reposição das máquinas e equipamentos) MERCADORIAS É o conjunto de matérias-primas, produtos auxiliares, bens em processos de elaboração e produtos acabados que se encontram no local Segurado em razão de sua atividade. 9. BENS NÃO COMPREENDIDOS NO SEGURO 9.1 Além dos bens não compreendidos especificamente em cada cobertura, e salvo contratação de cobertura específica, este Seguro não abrange: a) Bens não inerentes à atividade fim da empresa; b) Bens de terceiros, exceto quando tais bens encontrarem-se sob a responsabilidade do Segurado para reparos, manutenção ou armazenagem, desde que existam registros (documentos) comprovando através de Notas Fiscais ou Ordem de Serviço a sua 16

17 entrada e existência no local de risco e desde que não seja um bem constante neste item Bens Não Compreendidos no Seguro; c) Bens do Segurado quando se encontrarem sob a responsabilidade e em locais de terceiros, para guarda, custódia, beneficiamento, usinagem e outros trabalhos; d) Automóveis, motocicletas e qualquer outro veículo, salvo quando se tratar de mercadorias próprias ou em consignação inerentes à atividade do segurado, devidamente comprovado através de notas fiscais ou contratos específicos; e) Acessórios, peças e componentes de veículos, exceto quando se tratar de mercadorias próprias destinados exclusivamente à venda e cuja venda seja atividade inerente ao ramo de negócios do segurado, devidamente comprovado através de notas fiscais; f) Raridades e antiguidades, coleções, selos, jóias, pedras e metais preciosos ou semi-preciosos, relógios de mesa, parede, pulso e bolso, quadros, quaisquer objetos raros ou preciosos ou de valor estimativo, objetos de arte, livros, tapetes orientais e similares, títulos e outros papeis que tenham ou represente valor; g) Animais de qualquer espécie; h) Documentos de qualquer espécie, salvo quando contratada a garantia de Recomposição de Documentos; i) Imóveis desabitados e/ou desocupados, em construção e/ou montagem, reforma, reconstrução, demolição ou qualquer outra alteração estrutural; j) Mercadorias; Matérias-Primas e Equipamentos ao ar Livre, exceto quando, para seu funcionamento, o equipamento exija instalação ao ar livre; k) Jardins, Árvores ou qualquer tipo de plantação; l) Moldes, plantas, projetos, manuscritos, modelos, debuxos, quadros de estamparia, desenhos, croquis, clichês, formas, livros de contabilidade, certidões e registros; m) Dinheiro, cheques, vale refeição, vale alimentação ou vale combustível, salvo quando contratadas as coberturas de Roubo ou Furto Qualificado de Valores no Interior do Estabelecimento ou Valores em Trânsito; n) Terrenos, fundações e alicerces; o) Quaisquer objetos de uso pessoal do Segurado, sócios, funcionários e clientes; p) Bens e Mercadorias não comprovados através de Notas Fiscais ou Livros Contábeis em nome e endereço do Segurado; q) Bens fora de uso e/ou sucata; r) Ampolas de raios x, válvulas e similares com vida útil; 17

18 s) Imóveis que estejam sendo utilizados para fins distintos daqueles informados na proposta de Seguro, bem como os seus respectivos conteúdos; t) Máquinas e Implementos Agrícolas; u) Construções tipo galpão de vinilona, madeira e assemelhados, inclusive seus respectivos conteúdos; v) Anúncios e Letreiros Luminosos e não luminosos, salvo se contratada a cobertura específica; w) Equipamentos portáteis tais como Notebooks, Laptops, Palmtops, Hand held e Aparelhos Celulares. IMPORTANTE: Estarão cobertos Notebooks e Laptops, desde que estejam dentro das seguintes situações: a) Estejam instalados ou que se encontram exclusivamente no local de risco especificado na apólice no momento do sinistro; b) Tenham no máximo até 5 (cinco) anos de uso, sendo a idade do equipamento comprovada pela nota fiscal de aquisição emitida exclusivamente em nome do Segurado. 10. PREJUÍZOS INDENIZÁVEIS 10.1 Serão indenizáveis, até o limite máximo da garantia fixado no contrato, os danos, as perdas e os prejuízos decorrentes dos riscos cobertos previstos e expressamente incluídos nesta apólice, bem como os prejuízos e as despesas efetuadas pelo Segurado ou quem fizer a sua vez em razão de: a) Salvamento e proteção dos bens segurados; b) Evitar o sinistro ou minorar o dano; c) Impossibilidade de remoção ou proteção dos salvados por motivos de força maior; d) As demais disposições desta apólice, que tenham sido atendidas integralmente Serão também indenizáveis, nas garantias de Responsabilidade Civil, as quantias devidas e as despendidas, pelo Segurado, para reparar, evitar e/ou minorar danos causados a terceiros, desde que: a) Os danos decorram de riscos previstos e expressamente incluídos nesta apólice; 18

19 b) O Segurado tenha sido responsabilizado pelos mesmos, por sentença judicial transitada em julgado ou por acordo expressamente autorizado pela Seguradora; e, c) Tenham sido atendidas, integralmente, as demais disposições desta apólice. 11. PREJUÍZOS NÃO INDENIZÁVEIS 11.1 Este seguro não cobre perdas ou danos causados direta ou indiretamente por: a) Alagamento e/ou Inundação, salvo quando comercializado e for contratado a cobertura específica; b) Furacões, ciclones, terremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões da natureza; c) Atos de sabotagem, insurreição, hostilidade ou de guerra, rebelião, revolução, confisco, nacionalização, destruição ou requisição decorrente ou conseqüente de qualquer ato de autoridade de fato ou de direito, civil ou militar, nacional ou estrangeira, salvo prestação de serviço militar, ou atos de humanidade em auxílio de outrem; d) Radiações ionizantes, contaminação por radioatividade de qualquer tipo; inclusive combustível ou resíduo nuclear resultante de combustão de material, ou de armas nucleares. Entende-se por "combustão" qualquer processo auto-sustentador de fissão nuclear; e) Prejuízos decorrentes da ação de radiação ocasionadas por evento de erupção solar; f) Cessação da atividade por ato ou fato do empregador (LOCK- OUT); g) Não obstante o que em contrário possam dispor as condições gerais, especiais e/ou particulares do presente seguro, fica entendido e concordado que, para efeito indenitário, não estarão cobertos danos e perdas causados direta ou indiretamente por ato terrorista, cabendo a Seguradora comprovar com documentação hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito, e desde que este tenha sido devidamente reconhecido como atentatório a ordem pública pela autoridade pública competente. h) Má-fé, fraude, simulação ou atos ilícitos dolosos ou culpa grave equiparável ao dolo praticado pelo Segurado, pelo beneficiário ou pelo representante legal, de um ou de outro. Esta exclusão aplica- 19

20 se aos sócios controladores, aos seus dirigentes e administradores legais, aos beneficiários e aos seus respectivos representantes legais. i) Qualquer prejuízo causado ao Segurado em decorrência de uso de entorpecentes, estado de embriaguez e insanidade mental praticado por seus sócios, controladores, dirigentes e administradores legais, pelos beneficiários ou por seus representantes legais. j) Atos de Vandalismo, saques, inclusive os ocorridos durante ou após o sinistro; 11.2 Fica entendido e acordado que este seguro não cobre qualquer prejuízo, dano, destruição, perda e/ou reclamação de responsabilidade, de qualquer espécie, natureza ou interesse, desde que devidamente comprovado pela Seguradora, que possa ser, direta ou indiretamente, originado de, ou consistir em: a) Falha ou mau funcionamento de qualquer equipamento e/ou programa de computador e/ou sistema de computação eletrônica de dados em reconhecer e/ou corretamente interpretar e/ou processar e/ou distinguir e/ou salvar qualquer data como a real e correta data de calendário, ainda que continue a funcionar corretamente após aquela data. b) Para todos os efeitos, entende-se como equipamento ou programa de computador os circuitos eletrônicos, microchips, circuitos integrados, microprocessadores, sistemas embutidos, hardwares (equipamentos computadorizados), softwares (programas utilizados em equipamentos computadorizados) firmwares (programas residentes em equipamentos computadorizados), programas, computadores, equipamentos de processamentos de dados, sistemas ou equipamento de telecomunicações, ou qualquer outro equipamento similar, sejam eles de propriedade do Segurado ou não. c) Qualquer ato, falha, inadequação, incapacidade, inabilidade ou decisão do Segurado ou de terceiro, relacionado com a não utilização ou não disponibilidade de qualquer propriedade ou equipamento de qualquer tipo, espécie ou qualidade, em virtude do risco de reconhecimento, interpretação ou processamento de datas de calendário. 20

21 d) A presente cláusula é abrangente e derroga inteiramente qualquer dispositivo de contrato de seguro que com ela conflite ou que dela divirja. 12. GARANTIAS 12.1 A garantia de Incêndio, Raio e Explosão é obrigatória e o seu Limite Máximo de Indenização por Garantia Contratada é de livre escolha do Segurado. Todas as outras Coberturas oferecidas são opcionais, observados os limites estabelecidos para contratação. 13. LIMITE MÁXIMO DE RESPONSABILIDADE 13.1 O Limite Máximo de Responsabilidade ou Importância Segurada fixada nesta apólice, para cada uma das garantias contratadas, representa o Limite Máximo de Indenização (LMI) pagável por conta dos prejuízos devidamente comprovados e decorrentes de um ou mais sinistros ocorridos na vigência do presente contrato Os limites máximos de indenização por garantias contratadas são específicos, não sendo admissível, em hipótese alguma, a transferência de valores ou saldos de uma para outra A fixação do valor do limite máximo por cobertura contratada é feita por determinação do segurado, que por ele assume inteira e exclusiva responsabilidade, declarando estar ciente de que não cabe à seguradora qualquer responsabilidade pela determinação dos valores em risco e dos limites máximos por cobertura contratada O Segurado, a qualquer tempo, poderá solicitar emissão de endosso, para alteração do limite da garantia contratualmente previsto, ficando a critério da Seguradora sua aceitação e alteração de prêmio, quando for o caso. 14. REDUÇÃO E REINTEGRAÇÃO DO LIMITE MÁXIMO DE RESPONSABILIDADE 14.1 Redução 21

22 As importâncias seguradas das coberturas sinistradas, assim como o(s) limite(s) máximo(s) de indenização do local Segurado, ficarão reduzidos dos valores correspondentes às indenizações devidas, a partir da data do pagamento da indenização Reintegração A reintegração do Limite Máximo de Responsabilidade (reduzida após o sinistro) NÃO É AUTOMÁTICA. Estará sujeita a solicitação do Segurado e análise prévia por parte da Seguradora A reintegração deve ser feita através de solicitação e pagamento de prêmio adicional. Este pagamento será proporcional ao período compreendido entre a data de solicitação da reintegração e o vencimento do seguro Durante a vigência do contrato, a Seguradora somente poderá reintegrar uma única vez o Limite Máximo de Indenização por garantia contratada. 15. FORMA DE CONTRATAÇÃO Cobertura básica (Incêndio, Raio e Explosão) e de Lucros Cessantes: Serão contratadas a Primeiro Risco Relativo quando o Valor em Risco de cada cobertura for superior a R$ ,00 (cinco milhões de reais). Isto quer dizer que, em caso de sinistro amparado pelas coberturas, se o Valor em Risco Declarado (VRD), referente ao local sinistrado, for inferior a 80% do Valor em Risco Apurado (VRA), o segurado participará proporcionalmente dos prejuízos, sendo as indenizações calculadas conforme abaixo: I = VRD x P VRA Onde: I = Indenização VRD = Valor em Risco Declarado 22

23 VRA = Valor em Risco Apurado P = Prejuízo Quando o Valor em Risco de cada cobertura for igual ou inferior a R$ ,00 (cinco milhões de reais) a cobertura Básica e de Lucros Cessantes serão contratadas a Primeiro Risco Absoluto. Isto quer dizer que, em caso de sinistro amparado pelas coberturas, a Seguradora responderá pelos prejuízos cobertos, até o Limite Máximo de Indenização contratado, observadas as demais cláusulas e condições da apólice. Demais coberturas adicionais: Todas as demais coberturas adicionais serão contratadas a Primeiro Risco Absoluto. Isto quer dizer que, em caso de sinistro amparado pelas coberturas, a Seguradora responderá pelos prejuízos cobertos, até o Limite Máximo de Indenização contratado, observadas as demais cláusulas e condições da apólice. 16. ACEITAÇÃO 16.1 A Seguradora terá o prazo máximo de 15 dias corridos para aceitar ou recusar o risco, seja para seguros novos ou renovações, bem como para alterações que impliquem em modificação do risco O prazo de 15 dias é contado a partir do recebimento da proposta pela Seguradora, e será suspenso quando a Seguradora solicitar a apresentação de documentos complementares para análise e aceitação dos riscos, ou alteração da proposta, voltando a correr somente após a entrega de todos os documentos exigidos A aceitação será automática, caso não haja manifestação por escrito, em contrário ao prazo estabelecido Caso o seguro venha a ser recusado, dentro do prazo estipulado, a Seguradora enviará correspondência comunicando e justificando a recusa, e na hipótese da proposta ter sido recepcionada com adiantamento do prêmio, a cobertura do seguro prevalecerá por mais 2 (dois) dias úteis contados a partir da data em que o proponente, seu representante ou o corretor de seguros tiver conhecimento formal da recusa, devendo ser restituído ao 23

24 proponente no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos, os valores pagos, descontada a parcela pro rata temporis relativa ao período em que prevaleceu a cobertura. Caso a data de devolução ultrapasse os 10 (dez) dias os valores deverão ser atualizados pelo índice IPCA/IBGE a partir da formalização da recusa até a data efetiva da restituição pela Seguradora. 17. VIGÊNCIA 17.1 Este seguro possui vigência anual, sendo que, quando não houver adiantamento do prêmio, seu início será a partir das 24 horas do dia da aceitação da proposta, ou outra data distinta, desde que acordado expressamente pelas partes Na hipótese de recepção da proposta com adiantamento parcial ou total do prêmio, seu início será a partir das 24 horas do dia de recebimento da proposta pela Seguradora, e o término de vigência também às 24 horas O Segurado pode optar pela contratação do seguro por prazo inferior a um ano, com limite mínimo de 30 dias. Neste caso, o prêmio será calculado com base na Tabela de Prazo Curto (ver Item 19.4). 18. RENOVAÇÃO 18.1 Para renovação da apólice de seguro, o Segurado deverá encaminhar, através do seu Corretor de Seguros, proposta de renovação para novo período de vigência À Seguradora se reserva o direito de aceitar o não o pedido de renovação do seguro No caso de seguros contratados na forma de Renovação Automática, a renovação ocorrerá automaticamente, uma única vez, ao fim da vigência, caso não haja expressa manifestação contrária do Segurado ou da Seguradora, até 30 (trinta) dias antes do seu aniversário No caso de Renovação Automática, para as renovações efetivadas, a forma de cobrança relativa ao prêmio do seguro será oferecida na mesma forma de pagamento indicada na contratação do seguro no ano anterior Ao Segurado reserva-se o direito de, a qualquer tempo, antes da renovação, mediante solicitação expressa, pedir o cancelamento do seguro. 24

25 19. PAGAMENTO DO PRÊMIO 19.1 O prazo limite para o pagamento do prêmio é a data de vencimento estipulada no documento de cobrança. Se esta data limite cair em dia em que não haja expediente bancário, o pagamento do prêmio poderá ser efetuado no primeiro dia útil em que houver expediente. O respectivo documento de cobrança será encaminhado ao Segurado ou ao seu representante legal, com antecedência mínima de 5 dias úteis em relação à data do respectivo vencimento. Se o sinistro ocorrer dentro do prazo de pagamento do prêmio, sem que ele se ache efetuado, o direito a indenização não ficará prejudicado O não pagamento do prêmio em parcela única ou da primeira parcela no caso de apólices fracionadas, até a data do vencimento, implicará o cancelamento automático do contrato de seguro Fica entendido e ajustado que nos seguros pagos em parcela única ou no caso da primeira parcela nas apólices fracionadas, qualquer indenização por força do presente contrato somente passa a ser devida depois que o pagamento do prêmio houver sido realizado pelo Segurado, o que deve ser feito, no máximo, até a data limite prevista para este fim, na nota de seguro No caso de fracionamento do prêmio e configurado a falta de pagamento de qualquer uma das parcelas subseqüentes à primeira, o prazo de vigência da cobertura será ajustado em função do prêmio efetivamente pago, observada a fração prevista na tabela de prazo curto constante nesta cláusula, devendo o Segurado ou seu representante legal ser informado por meio de correspondência escrita sobre o novo prazo de vigência ajustado. Relação % entre a parcela de prêmio paga e o prêmio total da apólice TABELA DE PRAZO CURTO Fração a ser aplicada sobre a vigência original Relação % entre a parcela de prêmio paga e o prêmio total da apólice 13 15/ / / /365 Fração a ser aplicada sobre a vigência original 25

26 Relação % entre a parcela de prêmio paga e o prêmio total da apólice Fração a ser aplicada sobre a vigência original Relação % entre a parcela de prêmio paga e o prêmio total da apólice Fração a ser aplicada sobre a vigência original 27 45/ / / / / / / / / / / / / / / / / / / /365 Nota: Para percentuais não previstos na tabela acima deverão ser aplicados os percentuais imediatamente superiores Restabelecido o pagamento do prêmio das parcelas ajustadas, acrescidas da cobrança de juros de mora de 1% ao mês, dentro do novo prazo de vigência, ficará automaticamente restaurado o prazo de vigência original da apólice Na hipótese de sinistro durante o período em que o Segurado esteve em mora, porém beneficiado pelo prazo de vigência concedido conforme a Tabela de Prazo Curto, e sendo o sinistro indenizável, serão descontadas as parcelas pendentes Findo o novo prazo de vigência, sem que tenha sido retomado o pagamento do prêmio, ou no caso de fracionamento em que a aplicação da tabela de prazo curto não resulte em alteração do prazo de vigência da cobertura, se operará o cancelamento da apólice A Seguradora enviará comunicado, através de correspondência ao Segurado, até 10 (dez) dias antes do cancelamento, advertindo quando à necessidade de quitação das parcelas do prêmio em atraso, sob pena de cancelamento do contrato, que será efetuado ainda que o Segurado alegue o não recebimento da citada correspondência, que funciona apenas como um aviso de cancelamento O Segurado obriga-se a comunicar à Seguradora eventual mudança de endereço, de modo que esta possa manter o cadastro do Segurado permanentemente atualizado. O descumprimento desta obrigação 26

27 impossibilitará a Seguradora de expedir a correspondência citada no item anterior Quando o pagamento da indenização acarretar o cancelamento do contrato de seguro, as parcelas vincendas do prêmio deverão ser deduzidas do valor da indenização, excluído o adicional de fracionamento O pagamento do prêmio do seguro de forma parcelada não implicará na quitação total do mesmo, caso todas as parcelas não tenham sido pagas No caso de fracionamento de prêmio será garantida ao Segurado a possibilidade de antecipar o pagamento do prêmio fracionado total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros pactuados Fica vedado o cancelamento do contrato de seguro cujo prêmio tenha sido pago à vista, mediante financiamento obtido junto às instituições financeiras, no caso em que o Segurado deixar de pagar o financiamento. 20. COMUNICAÇÕES 20.1 As comunicações do Segurado à Seguradora somente serão válidas quando por escrito ou via Central de Atendimento As comunicações da Seguradora ao Segurado se consideram válidas quando dirigidas ao endereço de correspondência que figure na apólice As comunicações feitas à Seguradora por um Corretor de Seguros, em nome do Segurado, surtirão os mesmos efeitos que se realizadas por este, exceto expressa indicação em contrário da parte do Segurado. 21. APURAÇÃO DOS PREJUÍZOS E INDENIZAÇÕES São indenizáveis os danos materiais diretamente resultantes dos riscos cobertos e, também, os danos materiais e as despesas decorrentes de providências tomadas para a minimização dos prejuízos e para o salvamento e proteção dos bens Segurados nesta apólice, desde que devidamente comprovadas Correrão por conta da Seguradora, até o limite máximo da garantia fixado no contrato: 27

28 As despesas de salvamento comprovadamente efetuadas pelo Segurado durante e/ou após a ocorrência de um sinistro; Os valores referentes aos danos materiais comprovadamente causados pelo Segurado e/ou por terceiros na tentativa de evitar o sinistro, minorar o dano ou salvar a coisa Para apuração dos prejuízos indenizáveis, a Seguradora valer-se-á da contabilidade oficial mantida pelo estabelecimento Segurado, das Notas Fiscais de entrada e saída, dos controles de estoque, e da identificação física remanescente dos bens segurados Para determinação dos prejuízos indenizáveis, de acordo com as demais condições deste contrato, será adotado o seguinte critério: A) No caso de edifícios, maquinismos, móveis, utensílios, equipamentos e instalações, tomar-se-á por base o Valor Atual, isto é, o custo de reposição, aos preços correntes, no dia e local do sinistro, menos a depreciação pelo uso, idade e estado de conservação; A.1) Exclusivamente nos casos de danos parciais, ou seja, aqueles em que não ficar caracterizada a perda total dos bens sinistrados, serão indenizáveis o total dos prejuízos, correspondentes aos custos (material e mão-de-obra) para reparação dos respectivos danos sofridos pelos bens sinistrados, sem dedução de qualquer depreciação; A.2) No caso de equipamentos, será aplicada a seguinte tabela de depreciação: Tempo de Uso Equipamentos de Informática Demais Bens e e Telecomunicação Equipamentos Até 1 ano Sem depreciação Sem depreciação De 1 ano e 1 dia até 2 anos 15% 10% De 2 anos e 1 dia até 3 anos 30% 25% De 3 anos e 1 dia até 4 anos 45% 40% De 4 anos e 1 dia até 5 anos 60% 55% Acima de 5 anos 75% 70% A.3) Quando o Segurado iniciar os reparos ou repor os bens no prazo de 180 dias, a diferença antes deduzida, relativa a depreciação, servirá para garantir o valor de novo; 28

29 A.4) A indenização pelo valor de novo não poderá ser superior a duas vezes o valor atual e nem superior ao Limite Máximo de Indenização da cobertura contratada. B) No caso de mercadorias e matérias-primas, tomar-se-á como base o custo de reposição, no dia e local do sinistro, de acordo com os prazos e condições de notas fiscais, faturas ou orçamentos, ou pelo preço de venda, se este for menor Se, em virtude de determinação legal ou por qualquer outra razão, não se puder repor ou reparar o bem sinistrado, ou substituí-lo por outro semelhante ou equivalente, a Seguradora será responsável pela importância que seria devida se não houvesse tal impedimento; 21.6 Para fixação da indenização deverão ser deduzidos dos prejuízos, os valores da franquia de cada cobertura reclamada, assim como toda e qualquer parte danificada do bem sinistrado que tenha valor econômico e permaneça de posse do Segurado Os atos ou providências que a Seguradora praticar após o sinistro não importam, por si só, no reconhecimento da obrigação de pagar a indenização reclamada; 21.8 A Seguradora poderá exigir atestados ou certidões de autoridades competentes, bem como a instauração de inquéritos ou processos em virtude do fato que produziu o sinistro Para fins de indenização, mediante acordo entre as partes, o contrato pode admitir as hipóteses de pagamento em dinheiro, reposição ou reparo da coisa. Na impossibilidade de reposição da coisa, à época da liquidação, a indenização devida será paga em dinheiro. 22. CONCORRENCIA DE APÓLICES O Segurado que, na vigência do contrato, pretender obter novo seguro sobre os mesmos bens e contra os mesmos riscos, deverá comunicar sua intenção, previamente, por escrito, a todas as sociedades Seguradoras envolvidas, SOB PENA DE PERDA DE DIREITO. 29

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGUROS PATRIMONIAIS www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGUROS COMPREENSIVOS Nilso Gonçalves Membro Comissão Ramos Diversos PDES Seguros Compreensivos

Leia mais

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. OBJETIVO DO SEGURO... 3 5. DEFINIÇÕES... 3 6. FORMA DE CONTRATAÇÃO... 4

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES Estipulante: ATUAL TECNOLOGIA E ADMINISTRACAO DE CARTOES. CNPJ: 07.746.799/0001-09 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente contrato de seguro tem por objetivo

Leia mais

COBERTURAS ADICIONAIS AO PROCESSO SUSEP Nº 15414.004288/2007-81 SEGURO ZURICH RISCOS NOMEADOS

COBERTURAS ADICIONAIS AO PROCESSO SUSEP Nº 15414.004288/2007-81 SEGURO ZURICH RISCOS NOMEADOS LUCROS CESSANTES CONSEQÜENTES DE DANOS MATERIAIS CLÁUSULA 1ª - OBJETO DO SEGURO 1.1. O objeto deste seguro é garantir, de conformidade com o que estiver estipulado nas demais condições desta apólice, uma

Leia mais

Nº Processo SUSEP: 10.003014/01-10 CONDIÇÕES GERAIS

Nº Processo SUSEP: 10.003014/01-10 CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE RISCOS DIVERSOS CLÁUSULA 1ª - OBJETO DO SEGURO 1. O presente seguro tem por objetivo garantir, dentro dos limites da importância segurada, sob as "Condições

Leia mais

Seguro Compreensivo Residencial

Seguro Compreensivo Residencial Seguro Compreensivo Residencial Este seguro é destinado à moradias (casas e apartamentos) HABITUAIS de alvenaria, de uso exclusivamente residencial, contra diversos riscos, de maneira rápida e descomplicada,

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES

CONDIÇÕES PARTICULARES CONDIÇÕES PARTICULARES APÓLICE MULTIRISCO LOTÉRICOS 2015 Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de: a) Até R$ 4.000,00

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO ROUBO E FURTO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS ELETRÔNICOS

MANUAL DO SEGURADO SEGURO ROUBO E FURTO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS ELETRÔNICOS MANUAL DO SEGURADO SEGURO ROUBO E FURTO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS ELETRÔNICOS 1. MANUAL DO SEGURADO Consiste nas Condições Particulares e Gerais, que são o conjunto de cláusulas que regem um mesmo plano

Leia mais

Para uma maior agilidade no atendimento, tenha as seguintes informações em mãos:

Para uma maior agilidade no atendimento, tenha as seguintes informações em mãos: CARO SEGURADO, A MITSUI SUMITOMO SEGUROS oferece inúmeras facilidades, vantagens e serviços aos Segurados. Para usufruir das vantagens e serviços aqui relacionados, ligue para a Central de Atendimento.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO SEGURO DE EQUIPAMENTOS ELETRONICOS PORTÁTEIS SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL Cláusula 1 DEFINIÇÕES AVARIA OU DEFEITOS PREEXISTENTES Danos existentes antes da contratação

Leia mais

SEGURO RISCOS NOMEADOS

SEGURO RISCOS NOMEADOS SEGURO RISCOS NOMEADOS Condições Gerais Versão 1.9 CNPJ 61.074175/0001-38 Processo SUSEP 15414.004408/2005-89 Cond. Gerais Seguro Riscos Nomeados Proc. SUSEP nº 15414.004408/2005-89 versão 1.9 1 ÍNDICE

Leia mais

SEGURO EMPRESARIAL ITAÚ Versão Outubro/2012

SEGURO EMPRESARIAL ITAÚ Versão Outubro/2012 Versão Outubro/2012 Agora você já pode contar com toda a tranqüilidade proporcionada SEGURO EMPRESARIAL ITAÚ. Processo SUSEP: Empresarial Multirisco Itaú - Nº 15414.004639/2005-92; Lucros Cessantes - Nº

Leia mais

PARTE II - CONDIÇÕES ESPECIAIS

PARTE II - CONDIÇÕES ESPECIAIS PARTE II - CONDIÇÕES ESPECIAIS Apresentamos a seguir as Condições Especiais que em conjunto com as Condições Gerais, regem este seguro e estabelecem suas normas de funcionamento. LEMBRAMOS QUE SERÃO APLICÁVEIS

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS SEGURO DE TRANSPORTES

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS SEGURO DE TRANSPORTES GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS SEGURO DE TRANSPORTES Este glossário apresenta-se composto de palavras e expressões comumente usadas pelo mercado segurador e por vezes desconhecidas pelo grande público consumidor

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1.

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1. 1. OBJETO 1.1. Este contrato de seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Tomador perante o Segurado, conforme os termos da apólice e até o valor da garantia fixado nesta, e de acordo

Leia mais

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Nº 21 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1.0b 1

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Nº 21 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1.0b 1 Cobertura Básica Nº 21 PARA SEGUROS DE MERCADORIAS CONDUZIDAS POR PORTADORES Cláusula 1 Riscos Cobertos 1.1. A presente cobertura garante, ao Segurado, os prejuízos que venha a sofrer em conseqüência de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO IMPORTANTE Este Manual tem função meramente informativa, não substituindo, em hipótese alguma, as condições gerais e especiais da apólice. Da mesma

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

Riscos Diversos 01.2007 Processo SUSEP. 10.003217/01-99

Riscos Diversos 01.2007 Processo SUSEP. 10.003217/01-99 CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE RISCOS DIVERSOS CLÁUSULA 1ª - OBJETO DO SEGURO 1. O presente seguro tem por objetivo garantir, dentro dos limites da importância segurada, sob as "Condições Gerais" a seguir

Leia mais

Prezado(a) Segurado(a),

Prezado(a) Segurado(a), Prezado(a) Segurado(a), O nosso sentimento é de apreço e consideração ter a sua empresa integrando a secular família Generali Seguros. Obrigado pela escolha. A sua decisão de juntar-se a nós, só nos enche

Leia mais

SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO

SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS... 2 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO...... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. DEFINIÇÕES... 3 5. OBJETO... 3 6. RISCOS COBERTOS...

Leia mais

Manual de Usuário. Seguro para Igrejas

Manual de Usuário. Seguro para Igrejas Manual de Usuário Seguro para Igrejas Seguro para Igrejas Mensagem do Diretor A Adventist Risk Management Sul-Americana é uma parceira da Divisão Sul-Americana referente à administração de riscos. Nosso

Leia mais

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 SEGURADO DADOS DO SEGURADO N SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 CIDADE RIO DE JANEIRO UF RJ DADOS DA E-MAIL RAMO CONTRATO

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a seguir indicadas, nas condições

Leia mais

Assistência 24 Horas. Prezado segurado,

Assistência 24 Horas. Prezado segurado, Assistência 24 Horas Prezado segurado, Para você que contratou o Tokio Marine Empresa, apresentamos, a seguir, as disposições que regem a ASSISTÊNCIA 24 HORAS e estabelecem suas normas de funcionamento.

Leia mais

RISCOS DE ENGENHARIA CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL

RISCOS DE ENGENHARIA CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL As Coberturas Adicionais mencionadas nas Condições Especiais de Responsabilidade Civil serão aplicadas conjuntamente com as Condições Gerais e Especiais de Obras Civis em Construção, Instalação e Montagem

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000 CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos exclusivamente de Seguros de Automóvel ou dos

Leia mais

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação

PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO. b) Providenciar especificação detalhada de todos os prejuízos sofridos, além da comprovação PROCEDIMENTOS E DOCUMENTAÇÃO EM CASO DE SINISTRO 1. PROCEDIMENTO DO SEGURADO 1.1. SINISTRO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO Em caso de Incêndio e/ou Explosão, o Segurado deve atentar para as seguintes orientações:

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos exclusivamente

Leia mais

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012)

Nova Lista de Verificação Seguro de Auto Versão 01 (julho/2012) LISTA DE VERIFICAÇÃO CIRCULARES SUSEP N os 256 e 269/04 E OUTROS NORMATIVOS DESCRIÇÃO ATENÇÃO: No preenchimento da Lista de Verificação, para os itens informativos, a coluna Fls. deverá ser marcada com

Leia mais

A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA

A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA RESPONSABILIDADE CIVIL Principais Características ÍNDICE O que é RC Riscos Excluídos Forma de Contratação e Prescrição O que é a Responsabilidade Civil Responsabilidade

Leia mais

HDI SEGUROS S/A CONDIÇÕES GERAIS SEGURO HDI CARTA VERDE

HDI SEGUROS S/A CONDIÇÕES GERAIS SEGURO HDI CARTA VERDE HDI SEGUROS S/A CONDIÇÕES GERAIS SEGURO HDI CARTA VERDE Processo SUSEP Principal nº 15414.000861/2006-05 Sumário CONDIÇÕES GERAIS PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DO PROPRIETÁRIO E/OU CONDUTOR DE

Leia mais

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente,

MANUAL SAFE VIDROS. Prezado Cliente, MANUAL SAFE VIDROS Prezado Cliente, Você acaba de adquirir uma das melhores garantias de conserto e reposição de vidros, faróis, lanternas e retrovisores automotivos do mercado. Neste Manual você encontrará

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12 2 SIGA SEGURO MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O SIGA SEGURO é um seguro de acidente pessoal coletivo por prazo certo, garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A. Prevenir é sempre

Leia mais

SEGURO CARTA VERDE CONDIÇÕES GERAIS. HDI Seguros S/A.

SEGURO CARTA VERDE CONDIÇÕES GERAIS. HDI Seguros S/A. SEGURO CARTA VERDE CONDIÇÕES GERAIS HDI Seguros S/A. CONDIÇÕES GERAIS PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DO PROPIETÁRIO E/OU CONDUTOR DE VEÍCULOS TERRESTRES (AUTOMÓVEL DE PASSEIO PARTICULAR OU DE

Leia mais

www.baviniferreira.com.br

www.baviniferreira.com.br www.baviniferreira.com.br 1. Aspecto Legal e a Responsabilidade Civil O que é a Responsabilidade Civil? A responsabilidade civil nada mais é senão o dever de reparar o dano. Em princípio, surge a responsabilidade

Leia mais

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO PROPOSTA DE SEGURO EMPRESARIAL ORIGEM: 39 Nº PROPOSTA: RAZÃO SOCIAL ESTIPULANTE: CNPJ: ¹Pessoa Politicamente Exposta: Sim Não Relacionamento Próximo Nacionalidade: Reside no Brasil: Sim Não ¹Pessoa Politicamente

Leia mais

ANEXO B. Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas

ANEXO B. Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas ANEXO B Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas Central de Atendimento aos Clientes: 0800 729 7000 Cláusula 1ª - Objeto do Seguro Nº. Processo

Leia mais

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS REGULAMENTO E TERMO DE ADESÃO AO PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO,

Leia mais

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA Apólice: 024612013000107750002827 Processo SUSEP : 15414.004045/2010-49 Endosso: 0000000 Número de Controle Interno: 7202Ě CONDIÇÕES PARTICULARES A Austral Seguradora

Leia mais

I CONDIÇÕES GERAIS 1. APRESENTAÇÃO

I CONDIÇÕES GERAIS 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO I CONDIÇÕES GERAIS Apresentamos a seguir as Condições Gerais do seu seguro Perda e Roubo do Cartão de Crédito, que estabelecem as normas de funcionamento das garantias contratadas. Para

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 Página 1 de 7 CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. CNPJ: 33.425.075/0001-73 TC CASH 36 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

O Seguro garante o fiel cumprimento da construção, fornecimento e/ou prestação de serviços assumida pelo Tomador no contrato

O Seguro garante o fiel cumprimento da construção, fornecimento e/ou prestação de serviços assumida pelo Tomador no contrato G CNPJ 61.198.164/0001-60 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco. O registro deste plano na SUSEP não implica por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação

Leia mais

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. VIGÊNCIA... 5 5. GARANTIA... 5 6. EXCLUSÕES GERAIS... 5 7.

Leia mais

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. VIGÊNCIA... 5 5. GARANTIA... 5 6. EXCLUSÕES GERAIS... 5 7.

Leia mais

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGUROS PATRIMONIAIS www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGURO INCÊNDIO TRADICIONAL Valmor Venâncio Membro Comissão Ramos Diversos www.sindsegsc.org.br

Leia mais

SEGURO. Seguros dos Edifícios e dos Equipamentos

SEGURO. Seguros dos Edifícios e dos Equipamentos SEGURO Seguros dos Edifícios e dos Equipamentos A comissão da igreja local, por meio de sua tesouraria, tem a obrigação de cuidar de que a igreja ou a capela e seu equipamento sejam adequadamente cobertos

Leia mais

MULTIRRISCO ITAÚ Apólice de Seguro

MULTIRRISCO ITAÚ Apólice de Seguro MULTIRRISCO ITAÚ Apólice de Seguro Nº de Apólice: 1-18-4547338-0 Vigência: 18/09/2011 A 18/09/2012 Nº da Proposta: 92114084 Dados do CONCESSIONARIA DA ROD OSORIO S/A 1.654.604/0001-14 Segurado RUA GOMES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. I - Objeto do Seguro

CONDIÇÕES GERAIS. I - Objeto do Seguro CONDIÇÕES GERAIS I - Objeto do Seguro O objeto deste seguro é garantir ao Segurado, em conformidade com o estipulado nestas Condições Gerais e especiais desta apólice, seus aditivos e endossos, as indenizações

Leia mais

ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente:

ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente: ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS Proponente: Declaro que, caso venha a ser adjudicado com o objeto do Edital MS/CS 510-R02473, comprometo-me a efetuar a contratação de seguros para a

Leia mais

Manual do Estipulante / Segurado. Condições Particulares - Seguro Cartão MAIS! Protegido I CRED-SYSTEM

Manual do Estipulante / Segurado. Condições Particulares - Seguro Cartão MAIS! Protegido I CRED-SYSTEM Para facilitar o seu entendimento, resumimos as Condições Gerais para o SEGURO CARTÃO MAIS PROTEGIDO I CRED-SYSTEM Cartões MAIS e CO-BRANDED, procedimentos e a documentação necessária para liquidação de

Leia mais

CO-SEGURADO VIGÊNCIA DO SEGURO OBJETO DO SEGURO CONDIÇÕES DE COBERTURA DE RESPONSABILIDADE CIVIL

CO-SEGURADO VIGÊNCIA DO SEGURO OBJETO DO SEGURO CONDIÇÕES DE COBERTURA DE RESPONSABILIDADE CIVIL DADOS DO ESTIPULANTE/SEGURADO Nome CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AEROMODELISMO Atividade Principal Desenvolvida CPF / CNPJ 42.508.044/0001-77 Endereço RUA DO ARROZ CE 21011-070 Nome Bairro PENHA CIRCULAR

Leia mais

Condições do Seguro - Vivo Seguro Celular V

Condições do Seguro - Vivo Seguro Celular V Condições do Seguro - Vivo Seguro Celular V Este Seguro garante a reposição do seu aparelho celular, respeitado o Limite Máximo de Indenização(1), em caso de Roubo(2) ou Furto Qualificado(3) do bem incluído

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 Cobertura de Invalidez Permanente por Categoria de Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA

Leia mais

Gestão de Riscos. Glossário de seguros

Gestão de Riscos. Glossário de seguros Gestão de Riscos Glossário de seguros A ADESÃO - Termo utilizado para definir características do contrato de seguro; contrato de adesão; ato ou efeito de aderir. ADITIVO - Termo utilizado para definir

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

1.2.2 Os honorários dos advogados serão integralmente pagos pelas partes, Segurador e Segurado, quando cada qual designar seu próprio advogado.

1.2.2 Os honorários dos advogados serão integralmente pagos pelas partes, Segurador e Segurado, quando cada qual designar seu próprio advogado. CONDIÇÕES GERAIS PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL DO TRANSPORTADOR RODOVIÁRIO EM VIAGEM INTERNACIONAL (DANOS CAUSADOS A PESSOAS OU COISAS TRANSPORTADAS OU NÃO, À EXCEÇÃO DA CARGA TRANSPORTADA) 1.

Leia mais

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO Condições Particulares Processo SUSEP Nº 15414.003063/2009-70 0 ÍNDICES CONDIÇÕES PARTICULARES 1. OBJETO DO SEGURO 2 2. ESTIPULANTE 2 3. GRUPO SEGURÁVEL 2 4. GRUPO SEGURADO

Leia mais

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE 11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE CONDIÇÕES PARTICULARES DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS CONVEÇÃO COLETIVA DO SINDICATO DOS CONCESSIONÁRIOS E DISTRIBUIDORES DE VEÍCULOS

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem.

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Art.1º Dispor sobre as regras e os critérios para operação do seguro Viagem. MINUTA DE RESOLUÇÃO A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso XI, do Decreto nº 60.459, de 13 de março de l967, e considerando o inteiro teor

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS 1 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Conteúdo 1. Objetivo do seguro 2. Definições 3. Estipulante 4. Coberturas do seguro 5. Riscos excluídos 6. Âmbito geográfico de cobertura

Leia mais

ASSISTÊNCIA FUNERAL 1. OBJETIVO

ASSISTÊNCIA FUNERAL 1. OBJETIVO ASSISTÊNCIA FUNERAL 1. OBJETIVO Garantir aos Usuários Assistidos os serviços de Assistência Funeral, 24 horas por dia, durante todo o ano, na ocorrência de sua morte natural ou acidental, conforme a presente

Leia mais

Zurich Imobiliário. Manual do Segurado

Zurich Imobiliário. Manual do Segurado Zurich Imobiliário Manual do Segurado Prezado Segurado, Parabéns! Você acaba de contratar a proteção de uma das maiores seguradoras do país e do mundo. Este manual contém informações sobre o seguro Imobiliário

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original

CONDIÇÕES GERAIS. Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original CONDIÇÕES GERAIS Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original São Paulo SP 24 de março de 2014 CONDIÇÕES GERAIS ÍNDICE INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 3 DEFINIÇÃO DE TERMOS TÉCNICOS... 3 1. OBJETIVO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A aceitação de seguro estará sujeita à analise do risco. O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da

Leia mais

Certifique-se de que o ramo de atividade de sua empresa não está entre as atividades não cobertas pelo seguro abaixo:

Certifique-se de que o ramo de atividade de sua empresa não está entre as atividades não cobertas pelo seguro abaixo: Certifique-se de que o ramo de atividade de sua empresa não está entre as atividades não cobertas pelo seguro abaixo: Atividades não cobertas pelo seguro: Bancas de jornal. Bingos. Plantações. Edifícios

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N o 477, DE 30 DE SETEMBRO DE 2013. Dispõe sobre o Seguro Garantia, divulga Condições Padronizadas e dá outras providências. O SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

Coberturas Opção 03 Palestras, Reuniões, Seminários e Cursos Similares.

Coberturas Opção 03 Palestras, Reuniões, Seminários e Cursos Similares. COBERTURA BÁSICA N.º 115 - PROMOÇÃO DE EVENTOS ARTÍSTICOS, ESPORTIVOS E SIMILARES CONDIÇÕES ESPECIAIS 1 - RISCO COBERTO 1.1 - O risco coberto é a responsabilização civil do Segurado por DANOS CORPORAIS

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA SEGURADO SETOR PÚBLICO

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA SEGURADO SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS 1. OBJETO 1.1 Este contrato de seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice e até o valor

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente:

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente: ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS Proponente: Declaro que, caso venha a ser adjudicado com o objeto do Edital MS/CS 510- R02474, comprometo-me a efetuar a contratação de seguros para

Leia mais

ficha de produto multirriscos habitação

ficha de produto multirriscos habitação ficha de produto multirriscos habitação O que é? O Seguro de multirriscos habitação é um seguro que visa garantir os edifícios ou fracções de edifícios destinados à habitação permanente do Segurado e construídos

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS

COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS Forma de Contratação do Limite Máximo de Responsabilidade 1. SEGURO A PRIMEIRO RISCO RELATIVO A seguradora responderá pelos prejuízos de sua

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976

CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP Nº 030, de 04 de junho de 1976 Aprova Condições Especiais do Seguro de Garantia para Cobertura das Operações de Empréstimos Hipotecários. O SUPERINTENDENTE

Leia mais

1.2 - São indenizáveis até o limite máximo indicado na especificação de seguro aeronáutico, os seguintes prejuízos:

1.2 - São indenizáveis até o limite máximo indicado na especificação de seguro aeronáutico, os seguintes prejuízos: CONDIÇÕES ESPECIAIS ADITIVO A GARANTIA CASCOS 1 - Objeto do seguro 1.1. Perda ou avaria da aeronave Respeitados os limites indicados na especificação de seguro aeronáutico a Seguradora, com base nas condições

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS

CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco. 1.2. O registro deste plano na SUSEP não implica, por

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS

CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS CONDIÇÕES GERAIS PLANO DE SEGURO DE EQUIPAMENTOS PORTÁTEIS 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. A aceitação do seguro estará sujeita à análise do

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC CONDIÇÕES GERAIS DO PIC I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CIA ITAÚ DE CAPITALIZAÇÃO CNPJ: 23.025.711/0001-16 PIC - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005217/2012-63 WEB-SITE:

Leia mais

Seguro de Garantia Estendida Original

Seguro de Garantia Estendida Original Seguro de Garantia Estendida Original 2 Agradecemos por ter adquirido um Seguro de Garantia Estendida Original! Este folheto traz para você as principais informações e como você pode aproveitar melhor

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO Página 1 de 7 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO ET DO BRASIL LTDA., empresa com sede à Rua Federação Paulista de Futebol, 777, Barra Funda, São Paulo/SP, CEP: 01141-040, inscrita no

Leia mais

Condições Gerais. Versão 2.1. CNPJ 01.378.407/0001-10 Processo SUSEP 15414.004726/2004-69

Condições Gerais. Versão 2.1. CNPJ 01.378.407/0001-10 Processo SUSEP 15414.004726/2004-69 SEGURO Ouro Empresarial Condições Gerais Versão 2.1 CNPJ 01.378.407/0001-10 Processo SUSEP 15414.004726/2004-69 Cond. Gerais Ouro Empresarial Proc. SUSEP nº 15414.004726/2004-69 versão 2.1 1 ÍNDICE Informações

Leia mais

EMPRESARIAL MANUAL DE ASSISTÊNCIA

EMPRESARIAL MANUAL DE ASSISTÊNCIA Prezado Segurado, Obrigado por contratar o seguro Empresarial. Ficamos honrados pela sua escolha. Nossa principal motivação é garantir a segurança e tranquilidade aos seus negócios, por isso disponibilizamos

Leia mais

SEGURO PROTEÇÃO CELULAR. Condições Gerais

SEGURO PROTEÇÃO CELULAR. Condições Gerais SEGURO PROTEÇÃO CELULAR Condições Gerais Versão 1.2 CNPJ 61.074.175/0001-38 Processo SUSEP nº 15414.004193/2004-15 ÍNDICE Cláusula 1 OBJETIVO DO SEGURO... 5 Cláusula 2 DEFINIÇÕES... 5 Cláusula 3 BENS COBERTOS

Leia mais

Adegas & Lagares é uma solução integrada, especificamente dirigida à atividade de produção de vinho, azeite e outras bebidas.

Adegas & Lagares é uma solução integrada, especificamente dirigida à atividade de produção de vinho, azeite e outras bebidas. Adegas & Lagares O prazer de provar! Adegas & Lagares é uma solução integrada, especificamente dirigida à atividade de produção de vinho, azeite e outras bebidas. Garante os riscos que dão origem a perdas

Leia mais

DANOS ELÉTRICOS. Riscos Cobertos:

DANOS ELÉTRICOS. Riscos Cobertos: DANOS ELÉTRICOS Danos materiais diretamente causados aos bens cobertos por variações anormais de tensão, curto-circuito, arco voltaico, calor gerado acidentalmente por eletricidade, descargas elétricas,

Leia mais

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015

Regulamento do Plano de Empréstimo. Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 Regulamento do Plano de Empréstimo 2015 Aprovado em 01 de Janeiro de 2015 1. Dos Objetivos a) Estabelecer os direitos e obrigações da Previplan - Sociedade de Previdência Privada (aqui designada como Sociedade

Leia mais

SEGUROS. Manual de Seguros. Banco Mercedes-Benz do Brasil S/A

SEGUROS. Manual de Seguros. Banco Mercedes-Benz do Brasil S/A SEGUROS Manual de Seguros Banco Mercedes-Benz do Brasil S/A 2013 SUMÁRIO 1. CONCEITOS... 3 1.1. Objeto do Seguro... 3 1.2. Tipos de Seguro... 3 1.3. Vigência... 3 2. COBERTURAS ADICIONAIS... 4 2.1. Responsabilidade

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES. Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de:

CONDIÇÕES PARTICULARES. Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de: APÓLICE MULTIRISCO LOTÉRICOS 2012 CONDIÇÕES PARTICULARES Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de: a) Até R$ 4.000,00

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

Liberty Marine. Apólice

Liberty Marine. Apólice N Endosso N Contrato N Vigência do Seguro CONDIÇÕES PARTICULARES DADOS DO(A) SEGURADO(A) Nome do(a) Segurado(a) CNPJ/CPF TEMPO TRANSPORTES SERV COS E LOG ST CA LTDA M 002.715.637/0001-90 Endereço AVENIDA

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

RESIDENCIAL MANUAL DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR

RESIDENCIAL MANUAL DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR Prezado Segurado, Obrigado por contratar o seguro Residencial. Ficamos honrados pela sua escolha. Como você é nossa principal motivação e a sua segurança e tranquilidade é o nosso maior objetivo, disponibilizamos

Leia mais

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador.

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador. SEGURO-GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, firmado com o segurado, conforme os termos da apólice. I. Seguro-Garantia:

Leia mais

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 BILHETEPREMIÁVEL Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 2 BILHETE PREMIÁVEL CAPEMISA MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O Bilhete Premiável Capemisa é um Seguro de Acidentes

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP MULTISORTE PM24P - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais