Domínios.tel. Uma nova forma de ver a web

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Domínios.tel. Uma nova forma de ver a web"

Transcrição

1 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web

2 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Índice Introdução... 3 Um único ponto de encontro... 3 Que são os domínios?... 3 Qual é a sua origem?... 3 Quantas partes compõem um domínio?... 4 Quais são os tipos de domínios que existem?... 4 O nascimento do domínio.tel... 5 Quem é quem no.tel?... 5 Quais as vantagens dos domínios.tel?... 6 Mais vantagens dos domínios.tel... 7 O domínio.tel é único... 7 Não é necessário subscrever um serviço de Alojamento Web para um domínio.tel... 7 Domínio revolucionário... 7 Posso ocultar os dados apresentados no meu domínio.tel?... 7 Que nomes se podem registar sob a extensão.tel?... 8 Sintaxe... 8 Diferenças entre os dados de registo de um domínio.tel e os dados de contacto mostrados no domínio.tel... 8 Lançamento dos domínios.tel... 9 Fases estabelecidas... 9 Calendário de lançamento do domínio.tel... 9 Fase Sunrise Fase de Registo Livre Premium Registo Livre portugal.arsys.tel: um exemplo prático... 16

3 3 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Introdução Um único ponto de encontro Até há pouco existiam, apenas, dois ou três meios para contactar com uma pessoa ou uma empresa: o endereço postal, o telefone e o fax. A irrupção das Tecnologias da Informação na Sociedade trouxe novas formas de comunicação. O correio electrónico é o exemplo mais visível, mas não é o único: mensagens instantâneas, VoIP, telemóveis, redes sociais, etc Da mesma forma, aumenta o número de dispositivos utilizados para que as pessoas possam entrar em contacto através da Rede. Perante esta realidade, o mercado demandava um ponto de contacto digital, acessível mundialmente, onde as pessoas e as empresas organizassem toda a sua informação de contacto. A ICANN, máxima autoridade em matéria de domínios, apresenta uma solução a estas necessidades na criação do domínio.tel, um endereço na Internet para criar um directório virtual multi-plataforma. Além disto, e graças à integração tecnológica, os dispositivos são capazes de seleccionar automaticamente o meio de comunicação mais eficaz para cada utilizador. Também se trata de um domínio revolucionário no aspecto técnico. Contrário a outras extensões, o domínio.tel armazena a informação no próprio Sistema de Nomes de Domínio, não sendo necessário, por tanto, ter associado um serviço de alojamento tradicional, nem desenvolver um Site. Os seus objectivos estão totalmente definidos: os domínios.tel são as páginas amarelas do século XXI. Que são os domínios? Qual é a sua origem? Nos inícios da Internet, e até a década de 80, os computadores ligados à Rede identificavam-se através de um endereço IP, uma série de números que os utilizadores tinham de lembrar por cada sítio de Internet que quisessem visitar. Em 1984, os norte-americanos Jon Postel, Paul Mockapetris e Craig Partrige criaram o Sistema de Nomes de Domínio DNS (iniciais em inglês de Domain Name System), que simplificou consideravelmente o uso da Internet, substituindo os endereços IP por nomes de domínio portugal.arsys.tel Actualmente, este sistema continua a ser utilizado, tendo os nomes de domínio adquirido um valor muito semelhante ao de uma marca para qualquer empresa.

4 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Quantas partes compõem um domínio? Os nomes de domínio estão compostos por vários níveis, separados por pontos, e lêem-se da direita para a esquerda. 3º nível 2º nível 1º nível www. arsys.tel WWW: iniciais de World Wide Web. Identifica o acesso a uma página web. Nome, marca ou denominação identificativa do titular Sector da actividade nos domínios genéricos (.com,.net..org ) ou localização nos territoriais (.pt,.us,.eu, etc...). Quais são os tipos de domínios que existem? Existem duas grandes categorias de nomes de domínio:» Os domínios territoriais ou cctld ( Country Code Top Level Domain ) são domínios associados a um país ou zona geográfica. Por exemplo, a extensões.pt para Portugal e.eu para Europa. Existem 243 domínios territoriais que identificam cada país segundo os códigos ISO Alguns domínios territoriais como o.tv ou.ws, ganharam outras funções na rede e têm sido utilizados para divulgar empresas cujas actividades estejam relacionadas com produções multimédia como é o caso do.tv, ou para representar web site no caso do.ws, etc.» Os domínios genéricos ou gtld ( Generic Top Level Domain ) se encontram organizados conforme o sector de actividade. Por exemplo, o domínio.com, para empresas comerciais e o domínio.org, para entidades sem ânimo de lucro. Estes domínios dividem-se em duas categorias: Domínios genéricos não patrocinados (Unsponsored gtld). São as extensões históricas, como o.com,.net,.org, etc.., regidas pelas políticas e procedimentos estabelecidos pela ICANN, autoridade máxima em nomes de domínio. Domínios genéricos patrocinados (Sponsored gtld). De recente criação, são domínios especializados e associados a uma determinada comunidade de utilizadores. Por exemplo, o domínio.mobi é destinado a dispositivos móveis. Entre outras funções, a entidade gestora da extensão, também chamado Sponsor, encarrega-se da regulamentação que garanta o funcionamento e acreditação dos registadores. Também, é o representante da comunidade que utiliza a dita extensão. O domínio.tel faz parte desta última categoria. É um domínio genérico patrocinado (Sponsored gtld) que agrupa todos os dados de contacto, quer físico ou electrónico, num único endereço web. O domínio.tel aglutina em um único endereço web todos os dados de contacto, quer físico como electrónico e de telecomunicações

5 5 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web O nascimento do domínio.tel A empresa britânica Telnic é o Sponsor do domínio.tel. Esta entidade nasceu com o único objectivo de actuar como entidade gestora para este novo domínio patrocinado. O nascimento do domínio.tel remonta a 2004, quando a Telnic apresentou a sua solicitude à ICANN, para a criação de um domínio que organizasse todas as formas de contacto na sociedade do século XXI, perante a convergência da Internet, a telefonia móvel e as outras ferramentas tecnológicas. O ICANN ratificou o nascimento desta nova extensão no dia 30 de Maio de Quem é quem no.tel? ICANN ICANN é o acrónimo de Internet Corporation for Assigned Names and Numbers. Trata-se de um organismo americano sem fins lucrativos, encarregue da gestão técnica do Sistema de Nomes de Domínio e dos chamados servidores raiz, as máquinas que associam os endereços IP com os nomes de domínio. Uma das competências da ICANN é determinar quais são as extensões utilizadas na Internet, quer tanto para domínios genéricos (.com,.net, etc...) como domínios territoriais (.pt,.eu, etc...). Telnic Telnic é uma empresa britânica, fundada para a criação e gestão técnica do novo domínio patrocinado.tel. Esta figura também é conhecida como Registry ou Sponsor de um domínio. Registador Acreditado Os Registadores Acreditados encarregam-se do registo e gestão de todos os aspectos administrativos referentes aos domínios.tel. São intermediários para que as pessoas singulares e colectivas possam registar um domínio.tel. Titular O titular de um nome de domínio é uma entidade ou pessoa que adquire direitos anuais e renováveis para a utilização de um nome de domínio na Internet. Os seus dados de contacto são acessíveis, através da base de dados Whois. O titular deverá tramitar qualquer alteração no domínio através de um Registador Acreditado.

6 6 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Quais as vantagens dos domínios.tel? O domínio.tel é uma nova extensão que permite às pessoas e às empresas gerir e publicar as suas informações de contacto (telefone, correio electrónico, localização geográfica, VoIP, etc...). Com um design simples e estruturado, a informação nestes domínios esta disponível para todos os dispositivos com acesso à Internet. Esta informação é gerida e consultada em tempo real desde o domínio.tel, sem a necessidade de criar um web site. Através de um simples painel de controlo e directamente no Sistema de Nomes de Domínio, o utilizador pode incluir e modificar, em qualquer altura, as informações de contacto publicadas no seu domínio.tel Trata-se de um novo standard na Internet, para informar sobre os meios disponíveis para contactar com o proprietário de um domínio. Simples e rápido, este é o conceito do.tel. Os dados de contacto também podem ser protegidos com palavra-passe. Assim, pessoas e empresas controlam de forma eficaz e segura os seus meios de comunicação, e será o proprietário de um domínio.tel a decidir quem o contacta mediante os diferentes meios que co-existem actualmente. Para as empresas, o domínio.tel, é particularmente útil, já que permite expandir as suas marcas, contactar com clientes que utilizam dispositivos móveis e administrar melhor as consultas dos seus clientes. Desta forma, não é necessário memorizar endereços ou números de telefone. No domínio.tel de uma empresa, podem consultar-se os diferentes meios de contacto da mesma (morada, fax, etc ), dos diversos departamentos internos (Recursos Humanos, Logística, etc ) e ainda relativos a empresas filiais. Também abre novas possibilidades na interacção de uma empresa ou instituição com os seus principais grupos de interesse, bem sejam clientes, fornecedores ou, até, os próprios colaboradores. Esta nova extensão está desenvolvida para permitir uma interacção entre os novos dispositivos e os domínios.tel e que o utilizador faça uso do meio de comunicação mais eficaz. O domínio.tel armazena a informação de contacto no próprio domínio, não sendo necessário subscrever um serviço de alojamento nem desenvolver um web site

7 7 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Mais vantagens dos domínios.tel O domínio.tel é único Em comparação com outras extensões de domínio, por um custo reduzido, o.tel fornece cobertura mundial, com actualizações em tempo real e um controlo total dos dados. A informação é acessível por computador ou qualquer outro dispositivo, sem a necessidade de um serviço de alojamento tradicional nem de desenvolver um site para o efeito. Outras extensões da Internet apontam para um endereço web, mediante um serviço de alojamento (hosting), onde deverá existir um web site com a informação. Em um endereço.tel, a informação de contacto visível está armazenada no próprio domínio, e encontra-se disponível para qualquer dispositivo com ligação à Internet. É desta forma que ao escrever um endereço.tel, acedemos a uma página web muito simples. No caso das empresas, o domínio.com encaminha o cliente para um web site corporativo com diversos conteúdos, promoções, sistemas de subscrição de serviços, etc... O domínio.mobi oferece uma adaptação deste conteúdo para os dispositivos móveis, que contam com um ecrã mais pequeno e outras limitações. No entanto, o domínio.tel apresenta os dados de contacto da empresa, e o utilizador escolhe qual o meio que deseja utilizar para contactar com a mesma (Internet, telefone, fax, etc...). Não é necessário subscrever um serviço de alojamento web para um domínio.tel Sendo que o domínio.tel alberga a informação de contacto no próprio domínio, não é necessário desenvolver um web site nem subscrever um serviço de alojamento. O domínio.tel encaminha o visitante directamente aos números de telefone, identificador VoIP, endereços de correio electrónico ou qualquer outro meio de contacto fornecido pelo titular do domínio. Domínio revolucionário O domínio.tel é o primeiro que utiliza os Registos DNS para apresentar directamente o conteúdo, de uma forma totalmente inovadora. Se o dispositivo utilizado para aceder ao domínio o permite, qualquer pessoa poderá entrar em contacto de forma imediata com o titular, através do meio de comunicação preferido em determinada altura (redes sociais, correio electrónico, VoIP, etc...). Posso ocultar os dados apresentados no meu domínio.tel? O sistema de configuração de um domínio.tel permite a protecção dos dados de contacto. Desta forma, o titular de um domínio decide quais dados são públicos, quais são privados e quais os utilizadores com acesso à informação restrita.

8 8 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Que nomes se podem registar sob a extensão.tel? Sintaxe Podem ser registados os domínios de 3 até 63 caracteres compostos por letras do alfabeto inglês, números do 0 ao 9 e o hífen (-). No entanto, os domínios.tel não podem ter um hífen no início ou no fim do domínio, nem conter este carácter em terceira ou quarta posição. Além disso, e contrariamente às outras extensões, não são permitidos nomes de domínio compostos unicamente por números. O domínio.tel deverá conter, no mínimo, uma letra. Domínio não permitido: tel 4 Domínio permitido: a tel Importante: Os domínios.tel não podem incluir caracteres especiais %,^, ou &) nem acentuações (á,ä,ñ,..). Se uma marca inclui algum destes caracteres, consulte a secção: O que acontece se a marca tiver espaços ou acentuações? Diferenças entre os dados de registo de um domínio.tel e os dados de contacto mostrados em um domínio.tel Os dados de registo de um domínio.tel correspondem com os dados de registo do domínio (titular, contacto administrativo e contacto técnico). Esta informação de titularidade somente pode ser consultada na base de dados pública Whois. Os dados visualizados de um domínio.tel correspondem com a informação de contacto que o titular do domínio decide publicar no domínio.tel, e que outros utilizadores possam entrar em contacto com ele. Estes dados são visíveis para qualquer utilizador que acede a um domínio.tel. Poderá iniciar o contacto de forma imediata através do meio de comunicação que prefira (redes sociais, correio electrónico, VoIP...)

9 9 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Lançamento dos domínios.tel Fases estabelecidas» Fase Sunrise A partir de 3 de Dezembro de 2008 até 2 de Fevereiro de Fase reservada para titulares de marcas nacionais ou comunitárias. O registo dos domínios será efectuado para um período de 3 anos.» Fase de Registo Livre Premium A partir de 3 de Fevereiro até 23 de Março de Período especial de solicitude de nomes de domínio.tel sem requisitos. Nesta fase segue-se o princípio First come, first served. O registo dos domínios será efectuado para um período de 3 anos.» Fase de Registo Livre A partir de 24 de Março de 2009 dá inicio a fase de Registo Livre de domínios com a extensão.tel. Os pedidos de domínio também seguem o princípio First come, first served. O registo dos domínios será efectuado por um período de um a dez anos. Calendário de lançamento do domínio.tel Para além da sua avançada plataforma de registo de domínios, a arsys.pt oferece o serviço de Reserva de domínios.tel, em cada uma das três fases estabelecidas (Sunrise.tel, Registo Livre Premium.tel e Registo Livre.tel). Com este serviço, o cliente escolhe a fase que prefere para o seu domínio.tel, e a arsys.pt encarrega-se de enviar a sua solicitude de registo na abertura de cada uma das fases. Fases Quando envia a arsys.pt a solicitude de registo? Quem pode solicitar um domínio.tel? Período e custo do Registo Sunrise Do 3 /12 /08 ao 2/02/2009 Registo Livre Premium Do 3/02/2009 ao 23/03/ de Dezembro Titulares de marcas com direito sobre o nome de domínio 3 de Fevereiro Titulares sem direitos reconhecidos sobre o nome do domínio 3 anos Preço: e 2 O custo de registo de domínio por ano seria de 116,66 euros 3 anos Preço: O custo de registo de domínio por ano seria de 100 euros Registo Livre A partir do 24/03/ de Março Registo Livre para todos 1 ano Preço: ) Valores sem IVA. 2) Os preços do Serviço de Sunrise é de 350 euros: 275 euros de taxas de gestão e 75 euros de registo. Se o domínio.tel não for atribuído pelo Registry após a sua validação, será reembolsado o valor correspondente ao registo, 75 euros.

10 10 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Fase Sunrise O que é a fase Sunrise e para que serve? Antes de permitir o registo de domínios.tel ao público em geral, a Telnic reservou um período prévio chamado Sunrise para que, no prazo de dois meses, os titulares de marcas nacionais possam proteger a sua denominação na extensão.tel. Poderá solicitar um domínio.tel através do seguinte endereço: Quando começa a Fase Sunrise? A fase Sunrise inicia às 15h00 GMT do dia 3 de Dezembro de 2008, e finaliza a 2 de Fevereiro de 2009, às 23h59 GMT. Durante o serviço Sunrise.tel da arsys.pt, é possível solicitar domínios.tel antes da abertura desta fase, sem ter de se preocupar com datas de lançamento. Estes pedidos serão armazenados em um sistema automatizado, para serem tramitados directamente perante a Telnic de forma automatizada e com todas as garantias de êxito, enquanto seja habilitado o registo. Por quantos anos é registado o domínio.tel na fase Sunrise? Nesta fase, os domínios.tel são registados por um período de três anos. As posteriores renovações podem ser anuais até um máximo de dez anos, a partir da data de expiração do domínio. Quem pode solicitar um domínio.tel na fase Sunrise? Os proprietários, representantes legais e cedentes de marcas registadas, com validade no território nacional. Que marcas registadas são aceites na fase Sunrise? São aceites todas aquelas marcas registadas pelas autoridades públicas competentes, ou entidades inter-governamentais, bem sejam marcas nacionais, comunitárias e Benelux, que tenham sido solicitadas antes de Maio de 2008 e com efeito antes de 3 de Dezembro de 2008, data de início da fase Sunrise. Qual é o nome de domínio que posso registar? O nome de domínio deve ser idêntico ao nome da marca. Por exemplo, para a marca arsys, o domínio permitido é arsys.tel. O que acontece se a marca tiver espaços ou caracteres multilingues?» Se a marca contiver espaços, os mesmos poderão ser eliminados ou substituídos por hífenes, para o nome do domínio.tel.» Se a marca contiver caracteres especiais %,^,, &...), o nome de domínio será aceite na sua eliminação, transcrição ou substituição pelo hífen.» Se a marca contiver caracteres multilingues (á, è, î, ü, ñ, etc ), o nome de domínio será aceite após a sua substituição pelos seus equivalentes no alfabeto inglês (a, e, i, u, n, etc ), ou por combinações reconhecidas.

11 11 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web A minha marca contém A minha marca é Exemplos de domínios.tel permitidos Espaços A minha loja a-minha-loja.tel aminhaloja.tel a-minhaloja.tel Caracteres especiais %,^,, &,..) Acentuações (á,è,î,ü,ñ,, ) Carros+Motos carrosplusmotos.tel carrosmaismotos.tel carrosandmotos.tel sapatos.tel spatos.tel s-patos.tel crianças criancas.tel E se for uma marca figurativa ou um logótipo? As marcas figurativas e os logótipos podem ser válidos se:» Os símbolos contêm exclusivamente um nome.» Palavras como elemento predominante. Devem distinguir-se claramente os restantes elementos. Todos os elementos alfanuméricos contidos na marca devem aparecer no nome de domínio na mesma ordem. A legibilidade da palavra deve ser clara, sem que possa levar a confusões. É necessário apresentar documentação? Com os dados facilitados na solicitude de registo é suficiente. Caso seja necessário apresentar documentação adicional, a arsys.pt solicitará, através de correio electrónico, a documentação a enviar. Preciso subscrever um serviço de Alojamento Web para o meu domínio.tel? Não. Devido às características da extensão.tel, não é necessário subscrever um serviço de alojamento para gerir o conteúdo de um domínio.tel. Quais são os dados requeridos para solicitar um domínio.tel na fase Sunrise? Além dos dados requeridos habitualmente para o registo de um domínio, é necessário verificar a marca para proceder com o registo de um domínio.tel na fase Sunrise. Para verificar a marca são precisos os seguintes dados:» Nome da marca, tal e como se encontra registada. Se esta inclui caracteres especiais, estes devem ser indicados.» Nome do país no qual foi registada a marca.» Data do registo da marca. Dia no qual a marca foi registada e obteve validade.» Número de registo. Corresponde ao número que permite identificar a marca perante o correspondente registante ou entidade de marcas. Não se corresponde com a solicitude de registo de marca. Para registar um domínio.tel são necessários os seguintes dados:» Titular: O nome do titular deve ser o mesmo que o titular da marca (Nome da pessoa ou representante do titular da marca). O resto dos dados solicitados ( , telefone, morada, etc...) podem diferir, conforme o seu critério. Na Fase Sunrise, todas as marcas nacionais, comunitárias e Benelux serão aceites, e o nome de domínio deverá ser idêntico ao nome da marca

12 12 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Exemplo com dados reais Por exemplo, os dados referentes à marca arsys;» Nome da marca: arsys» Nome do país: Espanha» Data de registo da marca: 28/11/2002» Número de registo: » Dados solicitados para ou registo do domínio arsys.tel: Titular: ARSYS INTERNET,S.L. Como são atribuídos os domínios.tel aos requerentes? A atribuição de um domínio.tel baseia-se no princípio First come, first served, utilizado para o registo das principais extensões de Internet. Seguindo este princípio, o primeiro em solicitar um domínio livre tem direito a registá-lo. No entanto, a Telnic verifica previamente o cumprimento do processo de validação para solicitudes de registo. Pode existir mais de um pedido para o mesmo nome de domínio? A arsys.pt permite unicamente um pedido para cada nome de domínio. A Telnic poderá receber vários pedidos para um mesmo domínio e verificará, por ordem de chegada, o cumprimento dos requisitos para o registo. Apelações Se um pedido for recusado, o requerente terá um prazo de dez dias para apresentar as alegações pertinentes. Se um pedido for aceite, terceiras partes têm prazo de dez dias para apelar a dita resolução. Quanto tempo demoram na atribuição de um domínio.tel? A validação dos pedidos recebidos é feita por ordem de chegada, e são revisados ao longo da fase Sunrise. Como saber se um domínio.tel está registado? Uma vez solicitado um domínio.tel, a arsys.pt consulta à Telnic sobre o estado do mesmo e informa ao cliente por . Esta informação pode demorar uns dias devido a que a fase Sunrise afecta a milhões de solicitantes de todo o mundo, e é preciso verificar os requisitos de cada registo de forma individual. No entanto, os utilizadores podem verificar o estado dos domínios.tel no acesso à base de dados pública Whois, mediante o seguinte endereço:

13 13 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Fase Registo Livre Premium O que é e para que serve a fase Registo Livre Premium? Prévio à abertura do registo de domínios.tel ao público geral, a fase de Registo Livre Premium permite proteger um domínio.tel mesmo sem dispor do registo da marca correspondente. Poderá registar qualquer domínio.tel que não tenha sido registado previamente na fase Sunrise. Quando começa a fase Registo Livre Premium? A fase de Registo Livre Premium começa a 3 de Fevereiro de 2009, pelas 15:00 GMT, e finaliza o dia 23 de Março de 2009, às 23:59 GMT. O Serviço de Registo Livre Premium.tel da arsys.pt permite solicitar domínios.tel antes da abertura desta fase, sem ter de se preocupar com datas de lançamento. Estes pedidos serão armazenados em um sistema automatizado, para serem tramitados directamente perante a Telnic de forma automatizada e com todas as garantias de êxito, enquanto seja habilitado o registo. Para quanto tempo é registado um domínio na fase de Registo Livre Premium? Nesta fase, os domínios.tel são registados por um período de três anos. As posteriores renovações podem ser anuais até um máximo de dez anos, a partir da data de expiração do domínio. Quem pode solicitar um domínio na fase Registo Livre Premium? Qualquer requerente pode subscrever um domínio.tel sem ter direitos prévios sobre o nome pretendido. O único requisito é que o domínio esteja disponível e que não tenha sido registado na fase Sunrise. Quais são os dados requeridos para solicitar um domínio.tel na fase Registo Livre Premium? Os dados solicitados no processo de subscrição da fase Registo Livre Premium são os mesmos que para um domínio genérico (dados de titularidade, contacto administrativo, etc ). Não é necessária informação adicional. Qual é o procedimento para solicitar um domínio.tel na fase Registo Livre Premium? O Serviço de Registo Livre Premium.tel da arsys.pt permite solicitar domínios.tel antes da abertura desta fase, sem ter de se preocupar com datas de lançamento. Estes pedidos serão armazenados em um sistema automatizado, para serem tramitados directamente perante a Telnic de forma automatizada e com todas as garantias de êxito, enquanto seja habilitado o registo. A partir do dia 3 de Fevereiro de 2009, as solicitudes serão tramitadas directamente perante a Telnic. Basta aceder ao seguinte endereço para solicitar um domínio.tel:

14 14 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web É necessário subscrever um serviço de Alojamento Web para o domínio.tel? Não. Devido às características da extensão.tel, no é necessário subscrever um serviço de alojamento para gerir o conteúdo de um domínio.tel. Quais serão os critérios para a atribuição de um registo na fase de Registo Livre Premium? A atribuição de um domínio.tel parte do princípio First come, first served, utilizado para o registo das principais extensões de Internet. Seguindo este princípio, o primeiro em solicitar um domínio livre terá direito a registá-lo. Como não requer validação por parte da Telnic, o primeiro em chegar será registado de forma automática. Quanto tempo demora-se em atribuir um domínio.tel na fase de Registo Livre Premium? O domínio.tel é registado automaticamente na altura do pedido, já que não requer validar nenhuma documentação. Existe algum tipo de prioridade na fase Registo Livre Premium? Nesta fase, o domínio livre que seja subscrito será registado de forma automática. Para os titulares de algum tipo de direito, como marcas, habilitou-se a fase prévia, Sunrise. Como saber se um domínio.tel está registado? Uma vez solicitado um domínio.tel nesta fase, a arsys.pt consulta à Telnic sobre o estado do mesmo e informa ao cliente por . Esta informação pode demorar uns dias já que esta fase afecta a milhões de solicitantes de todo o mundo. No entanto, os utilizadores podem verificar o estado dos domínios.tel no acesso à base de dados pública Whois, no seguinte endereço: Quais são os motivos para registar o meu domínio.tel antes do início da fase Registo Livre? A fase de Registo Livre Premium está reservada para titulares que queiram reservar um domínio.tel, sem terem registado a marca associada ao nome. Quais são as diferenças entre a fase de Registo Livre Premium e a fase de Registo Livre? Em ambas as fases, não existe nenhum requisito prévio. As fases diferem nos períodos e custos do registo. Ao longo da fase Registo Livre Premium, os domínios.tel são registados para um período três anos com um custo total de 300 euros (este valor não inclui IVA). No entanto, ao longo da fase de Registo Livre, os domínios são registados por um prazo mínimo de um ano, e têm um custo de 18 euros (este valor não inclui IVA).

15 15 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Registo Livre O que é o Registo livre? O Registo Livre é a fase de registo na qual os domínios livres podem ser registados por qualquer pessoa ou empresa que cumpra os requisitos de subscrição. Em termos gerais, os únicos requisitos são que o domínio não se encontre registado e ter efectuado o pagamento do valor correspondente ao registador. Quando começa o Registo livre? A fase de Registo Livre tem início a 24 de Março de 2009, pelas 15:00h GMT. O Serviço de Registo Livre.tel da arsys.pt permite solicitar o domínio antes do início da mesma, evitando ter que preocupar-se com a data de lançamento. Estes pedidos serão armazenados em um sistema automatizado e, uma vez que se permita o registo, passarão a ser tramitados directamente perante a Telnic, de forma automática e com todas as garantias de êxito. A partir de 24 de Março de 2009, as solicitudes serão tramitadas directamente com a Telnic. Para quantos anos é registado um domínio.tel no Registo Livre? Na fase de Registo Livre, um domínio.tel pode ser registado entre um e dez anos. Quem pode solicitar o registo de um domínio.tel nesta fase? Qualquer utilizador poderá registar um domínio.tel sempre que o mesmo se encontre livre. A atribuição de um domínio.tel parte do princípio First come, first served, utilizado para o registo das principais extensões da Internet. Seguindo este princípio, o primeiro em solicitar um domínio livre terá direito a registá-lo. Como solicitar um domínio.tel na fase Registo livre? Basta aceder ao seguinte endereço para solicitar um domínio.tel: A arsys.pt permite solicitar o domínio antes do início da mesma, evitando ter que preocupar-se com a data de lançamento. Estes pedidos serão armazenados em um sistema automatizado, e no dia 24 de Março de 2009 serão tramitadas directamente com a Telnic, de forma automática e com todas as garantias de êxito. É necessário subscrever um serviço de Alojamento Web para o domínio.tel? Não. Devido às características da extensão.tel, não é necessário subscrever um serviço de alojamento para gerir o conteúdo de um domínio.tel. Como saber se um domínio.tel está registado? Uma vez solicitado um domínio.tel, a arsys.pt consulta à Telnic sobre o estado do mesmo e informa ao cliente por . Esta informação poderá demorar uns dias. No entanto, os utilizadores podem verificar o estado dos domínios.tel no acesso à base de dados pública Whois, no seguinte endereço:

16 16 Domínios.tel Uma nova forma de ver a web portugal.arsys.tel: um exemplo prático Actualmente, uma pessoa pode entrar em contacto com a Arsys através de diversos meios: correio electrónico, correio postal, fax, telefone, , etc... Esta pessoa pode apontar na sua agenda todos estes dados de contacto, ou simplesmente lembrar o nome de um domínio: portugal.arsys.tel. Em portugal.arsys.tel e com qualquer dispositivo ligado à Internet, é apresentada uma página com todas as opções de contacto que Arsys disponibiliza. Além disso, e graças à integração tecnológica, está previsto que cada dispositivo seleccione automaticamente a forma de comunicação mais eficaz. Por exemplo, se utiliza um dispositivo compatível com um sistema de correio electrónico, será automaticamente apresentado um novo encaminhado para o endereço seleccionado. Esta proibida a reprodução, transmissão, transformação, distribuição ou o exercício de qualquer direito de autor deste documento, de forma total ou parcial sem a autorização prévia da Arsys Internet, S.L.

(JO L 113 de 30.4.2002, p. 1)

(JO L 113 de 30.4.2002, p. 1) 2002R0733 PT 11.12.2008 001.001 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições B REGULAMENTO (CE) N. o 733/2002 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 22 de Abril

Leia mais

Jornal Oficial das Comunidades Europeias. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade)

Jornal Oficial das Comunidades Europeias. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) L 113/1 I (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) REGULAMENTO (CE) N. o 733/2002 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 22 de Abril de 2002 relativo à implementação do domínio de topo.eu

Leia mais

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Pauta Visão geral sobre nomes de domínio, cronograma de gtld e o novo programa gtld Por que a ICANN está fazendo isso; impacto potencial desta iniciativa

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 Regras de Atribuição de DNS 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 O DNS em Portugal O nome de domínio.pt Como registar um nome de domínio em.pt As regras As novas possibilidades de registo

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 Definições : Activação do Serviço: A activação do Serviço inicia-se a partir da validação do pagamento do

Leia mais

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA Visão geral sobre os nomes de domínio; Novos gtld s - o papel do ICANN: Quem? Quando? O quê? Como? Quanto?

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Administrador do IBMSmartCloudEngageeIBM SmartCloud

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS A POP3 reuniu aqui as principais orientações para registro, renovação e transferência de domínios, entre outras questões que possam ajudar você a entender como funcionam

Leia mais

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores)

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) A cada computador integrado na rede é atribuído um número IP que o identifica

Leia mais

Nomes de domínio: conceito

Nomes de domínio: conceito Nomes de domínio: conceito! nome indicativo de um sítio na Internet onde um website pode ser acedido! combinação única de letras ou nomes perceptíveis à linguagem humana 1 Nomes de domínio: a base técnica!

Leia mais

Melhor Comunicação com o serviço UCoIP. Uma nova visão da Identidade Corporativa

Melhor Comunicação com o serviço UCoIP. Uma nova visão da Identidade Corporativa Melhor Comunicação com o serviço UCoIP Uma nova visão da Identidade Corporativa O que irá aprender A Importância do novo conceito UCoIP nas comunicações empresariais de amanhã. Um único endereço para todas

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES - SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS OFERTA CORPORATE Versão de 17/01/2012

CONDIÇÕES PARTICULARES - SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS OFERTA CORPORATE Versão de 17/01/2012 CONDIÇÕES PARTICULARES - SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS OFERTA CORPORATE Versão de 17/01/2012 Definições : Activação do Serviço: A activação do Serviço inicia-se a partir da validação do pagamento do

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Manual do Utilizador

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Manual do Utilizador BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Manual do Utilizador Publicado: 2014-01-09 SWD-20140109134740230 Conteúdos 1 Como começar... 7 Acerca dos planos de serviço de mensagens para o BlackBerry Internet

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet Tecnologias da Informação e Comunicação Principais tipos de serviços da Internet Introdução à Internet Serviços básicos Word Wide Web (WWW) Correio electrónico (e-mail) Transferência de ficheiros (FTP)

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços de Alojamento de Web Site e Registo de Domínio

Contrato de Prestação de Serviços de Alojamento de Web Site e Registo de Domínio Contrato de Prestação de Serviços de Alojamento de Web Site e Registo de Domínio Entre Olivertek, LDA, pessoa colectiva n.º 507827040, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Gondomar, sob

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud

Leia mais

Instruções para aceder ao correio electrónico via web

Instruções para aceder ao correio electrónico via web Caro utilizador(a) Tendo por objectivo a melhoria constante das soluções disponibilizadas a toda a comunidade do Instituto Politécnico de Santarém, tanto ao nível de serviços de rede como sistema de informação.

Leia mais

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2º Semestre, 2007/2008 Departamento Engenharia Informática Enunciado do projecto: Loja Virtual Fevereiro de 2008 Índice Índice...2 Índice de Figuras...3 1 Introdução...4

Leia mais

Mensagens instantâneas

Mensagens instantâneas 2007 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People, Nseries e N77 são marcas comerciais ou marcas registadas da Nokia Corporation. Os nomes de outros produtos e empresas mencionados

Leia mais

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu Política WHOIS do Nome de Domínio.eu 1/7 DEFINIÇÕES Os termos definidos nos Termos e Condições e/ou nas Normas de Resolução de Litígios do domínio.eu são utilizados no presente documento em maiúsculas.

Leia mais

Guia de Início Rápido Antivirus Pro 2009 Importante! Leia atentamente a secção Activação do produto neste guia. As informações contidas nesta secção são essenciais para manter o seu computador protegido.

Leia mais

Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu

Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu 1/18 ÍNDICE Índice...2 Definições...3 Objecto e Âmbito...6 Secção 1. Requisitos de Elegibilidade...6 Secção 2. Princípio do Atendimento por Ordem de

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 3 Tecnologias da Informação e Comunicação: Internet Aula nº 2º Período Escola EB 2,3 de Taíde Ano lectivo 2009/2010 SUMÁRIO Introdução à Internet: história

Leia mais

Manual do Utilizador do Norton 360

Manual do Utilizador do Norton 360 Manual do Utilizador Preocupa-se com o nosso Ambiente, É o que está certo fazer. A Symantec removeu a capa deste manual para reduzir as Pegadas Ambientais dos nossos produtos. Este manual é produzido com

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Plataforma de Comunicação Colaborativa. Programa Espaço Atlântico. Guia do utilizador da área Projectos

Plataforma de Comunicação Colaborativa. Programa Espaço Atlântico. Guia do utilizador da área Projectos Plataforma de Comunicação Colaborativa Programa Espaço Atlântico Guia do utilizador da área Projectos Versão Junho 2010 Investindo no nosso futuro comum Guia do utilizador da área Projectos Versão Junho

Leia mais

GESTIP. Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet.

GESTIP. Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet. GESTIP Web Hosting - Desenvolvimento e alojamento de sites e ligação à Internet. Maio de 2007 Gestip 2 Índice INTRODUÇÃO...3 CARACTERIZAÇÃO DA COLABORAÇÃO...4 CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO WEB SITE...4

Leia mais

Manual Internet. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt

Manual Internet. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Manual Internet Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Fevereiro de 2006 Índice Internet... 2 Correio electrónico... 2 Os endereços... 2 Lista de correio... 2 Grupos

Leia mais

Regulamento do Registo de Nomes de Domínio da Internet na Região Administrativa Especial de Macau

Regulamento do Registo de Nomes de Domínio da Internet na Região Administrativa Especial de Macau Regulamento do Registo de Nomes de Domínio da Internet na Região Administrativa Especial de Macau Artigo 1.º Requisitos gerais 1. Para os efeitos de registo dos nomes de domínio da Internet, adiante designados

Leia mais

Controlo de acessos em rede

Controlo de acessos em rede Manual do software Controlo de acessos em rede Access (Versão do software: 1.0.2) (Versão do documento: 1.0.9) Para mais informação, visite o nosso website: www.simonalert.com Página - 1 - Para mais informação,

Leia mais

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Webmail FEUP Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação Interacção Pessoa-Computador Junho 2013 Índice Índice 1. Introdução 2. Webmail FEUP

Leia mais

Gestor de ligações Manual do Utilizador

Gestor de ligações Manual do Utilizador Gestor de ligações Manual do Utilizador 1.0ª Edição PT 2010 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People e o logótipo Nokia Original Accessories são marcas comerciais ou marcas registadas

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2012/2013 IRC - Introdução às Redes de Computadores - LERC/LEE 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador

Leia mais

DNSSEC. Declaração de Política e Procedimentos

DNSSEC. Declaração de Política e Procedimentos Declaração de Política e Procedimentos Serviço de Registo de Domínios.PT Julho de 2009 Índice 1. INTRODUÇÃO... 6 1.1. ACERCA DO DNS.PT... 6 1.2. ÂMBITO... 7 1.3. CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA... 8 1.4. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Enunciados dos Trabalhos de Laboratório. Instituto Superior Técnico - 2005/2006. 1 Introdução. 2 Configuração de Redes

Enunciados dos Trabalhos de Laboratório. Instituto Superior Técnico - 2005/2006. 1 Introdução. 2 Configuração de Redes Enunciados dos Trabalhos de Laboratório Instituto Superior Técnico - 2005/2006 1 Introdução A empresa XPTO vende serviços de telecomunicações. O seu portfólio de serviço inclui: acesso à Internet; serviço

Leia mais

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Unidade de Ensino a Distância Equipa Guia

Leia mais

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto.

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto. Endereçamento IP Para que uma rede funcione, é necessário que os terminais dessa rede tenham uma forma de se identificar de forma única. Da mesma forma, a interligação de várias redes só pode existir se

Leia mais

1 Ajuda da Internet M vel Clix

1 Ajuda da Internet M vel Clix 1 Ajuda da Internet M vel Clix Descrição geral Esta aplicação permite Ligar/Desligar por intermédio de uma PC Card / Modem USB. Janela principal da Internet M vel Clix Indica o estado de roaming Minimizes

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BPstat manual do utilizador Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Seu manual do usuário NOKIA 6630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/381534

Seu manual do usuário NOKIA 6630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/381534 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System DNS 1 Objectivo / Motivação 2 'What's the use of their having names the Gnat said, 'if they won't answer to them?' Alice no País das Maravilhas Resolução de nomes

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Guia de Websites para a Administração Pública

Guia de Websites para a Administração Pública Guia de Websites para a Administração Pública Portugal precisa de um desafio de exigência e de conhecimento que nos eleve aos níveis de competência e de produtividade dos países mais desenvolvidos, de

Leia mais

Introdução à Internet

Introdução à Internet Internet Introdução à Internet A Internet é a maior rede de computadores do Mundo, abrangendo praticamente todos os países. Uma rede de computadores é um conjunto de dois ou mais computadores interligados,

Leia mais

RIQASNet. Instruções de utilização. Introdução. Registo para o RIQASNet

RIQASNet. Instruções de utilização. Introdução. Registo para o RIQASNet RIQASNet Instruções de utilização Introdução O RIQASNet é um sistema de entrada de dados utilizando a internet que permite aos utilizadores enviarem os resultados e alterações de método para o RIQAS, e

Leia mais

Sede - Lisboa: Rua Cesário Verde, nº 70 B 2790-494 Queijas, Portugal E-mail: kk@merkkuriodigital.pt

Sede - Lisboa: Rua Cesário Verde, nº 70 B 2790-494 Queijas, Portugal E-mail: kk@merkkuriodigital.pt Vantagens A Merkkurio Digital disponibiliza soluções de alojamento Web empresariais, em Data Centers portugueses com servidores dedicados que apresentam todas as características técnicas de ponta existentes.

Leia mais

NetOp Remote Control. Versão 7.65. Adenda ao Manual

NetOp Remote Control. Versão 7.65. Adenda ao Manual NetOp Remote Control Versão 7.65 Adenda ao Manual Mover a perícia - não as pessoas 2003 Danware Data A/S. Todos os direitos reservados Revisão do Documento: 2004009 Por favor, envie os seus comentários

Leia mais

Guia de Utilização. Acesso Universal

Guia de Utilização. Acesso Universal Guia de Utilização Índice PREÂMBULO...3 ACESSO À PLATAFORMA...3 ÁREA DE TRABALHO...4 APRESENTAR PROPOSTAS...9 RECEPÇÃO DE ADJUDICAÇÃO...18 PARAMETRIZAÇÃO DA EMPRESA...19 Acesso universal Proibida a reprodução.

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA O programa generic Top Level Domain (gtld) O papel do ICANN e o impacto potencial

Leia mais

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias.

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. GoldMine QuickStart Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. O GoldMine é uma ferramenta de gestão da relação com os clientes (CRM-Costumer Relationship

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

Perguntas frequentes. Gravador Philips para iphone

Perguntas frequentes. Gravador Philips para iphone Perguntas frequentes Gravador Philips para iphone Índice O que é necessário para criar um sistema de ditado profissional? 3 1. Software do servidor Web 2. Servidor Philips SpeechExec Mobile 3. Aplicação

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:267125-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125

Leia mais

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador Viva o momento 3 4 5 5 6 6 7 8 9 12 12 14 16 17 18 19 20 21 22 22 23 23 24 24 24 25 26 27 Ligar o Router LEDs Configuração do Router Aceder à ferramenta de configuração

Leia mais

Gescom isales. Aplicação Mobile Profissional para Vendedores

Gescom isales. Aplicação Mobile Profissional para Vendedores Aplicação Mobile Profissional para Vendedores Indíce Introdução... 3 Aplicação... 4 Produtos... 4 Categorias... 4 Produtos... 5 Carrinho de Vendas... 6 Encomendas... 7 Clientes... 10 Sincronização... 11

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Guia IPBrick Billing

Guia IPBrick Billing Guia IPBrick Billing iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 Introdução A crescente aceitação da facturação electrónica por parte dos consumidores e da comunidade empresarial tornou-nos conscientes da necessidade

Leia mais

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 O que é a ICANN? A ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (órgão mundial responsável

Leia mais

World Wide Web. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto. Disciplina de Informática, PEUS 2006 Universidade do Porto

World Wide Web. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto. Disciplina de Informática, PEUS 2006 Universidade do Porto World Wide Web Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Redes de Comunicação Nos anos 60 surgem as primeiras redes locais destinadas à partilha de recursos fisicamente próximos (discos, impressoras).

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 09-06-2010 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Sistema de Certificação de Competências TIC

Sistema de Certificação de Competências TIC Sistema de Certificação de Competências TIC Portal das Escolas Manual de Utilizador INDICE 1 Introdução... 5 1.1 Sistema de formação e certificação de competências TIC...6 1.1.1 Processo de certificação

Leia mais

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet...

internet http://www.uarte.mct.pt internet... abrir o programa... pag.. 6 ecrã do internet explorer... ligações... escrever um endereço de internet... internet 1 http://www.uarte.mct. internet...... pag.. 2 abrir o programa...... pag.. 3 ecrã do internet explorer... pag.. 4 ligações...... pag.. 5 escrever um endereço de internet... pag.. 6 voltar à página

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador VM Card Manuais do Utilizador Referência das Definições Web das Funções Avançadas 1 Introdução 2 Ecrãs 3 Definição de Arranque 4 Informações de Função Avançada 5 Instalar 6 Desinstalar 7 Ferramentas do

Leia mais

COMISSÃO. 1. Introdução

COMISSÃO. 1. Introdução COMISSÃO Convite à apresentação de candidaturas para a constituição de uma lista de peritos encarregados de avaliar as propostas recebidas no âmbito do programa eten, projectos de interesse comum no domínio

Leia mais

PDF SIGN & SEAL V5 MANUAL DE UTILIZAÇÃO 22/06/2010

PDF SIGN & SEAL V5 MANUAL DE UTILIZAÇÃO 22/06/2010 PDF SIGN & SEAL V5 MANUAL DE UTILIZAÇÃO 22/06/2010 A informação contida neste documento é confidencial, estando vedada a sua reprodução ou distribuição de qualquer espécie sem a prévia autorização escrita

Leia mais

Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais

Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais Manual de Comunicações de Rede e Internet Desktops empresariais Número de peça do documento: 312968-131 Fevereiro de 2003 Este manual fornece definições e instruções para utilização das funcionalidades

Leia mais

Guia IPBRICK Billing 2.0

Guia IPBRICK Billing 2.0 Guia IPBRICK Billing 2.0 iportalmais 4 de Janeiro de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 Características 3 2.1 Novas características no Billing 2.0................... 3 3 Procedimento Básico 4 4 Instalação

Leia mais

Manual do utilizador. Aplicação de agente

Manual do utilizador. Aplicação de agente Manual do utilizador Aplicação de agente Versão 8.0 - Otubro 2010 Aviso legal: A Alcatel, a Lucent, a Alcatel-Lucent e o logótipo Alcatel-Lucent são marcas comerciais da Alcatel-Lucent. Todas as outras

Leia mais

Workshop ANJE. Economia Digital O Valor da Sua Presença Online. 06 de Outubro, 2015. Rui Martins e Marlene Neves Amen Portugal

Workshop ANJE. Economia Digital O Valor da Sua Presença Online. 06 de Outubro, 2015. Rui Martins e Marlene Neves Amen Portugal Workshop ANJE Economia Digital O Valor da Sua Presença Online 06 de Outubro, 2015 Rui Martins e Marlene Neves Amen Portugal A sua presença é muito importante para nós. Esperamos que os assuntos abordados

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Plano E-commerce Guia de início rápido. Plano E-commerce. Guia de início rápido

Plano E-commerce Guia de início rápido. Plano E-commerce. Guia de início rápido Plano E-commerce 1 ÍNDICE 1 GUIA DE INÍCIO RÁPIDO... 3 2 WEB SITE DE ADMINISTRAÇÃO... 3 3 ASSISTENTE DE CONFIGURAÇÃO... 4 4 CRIAR CATEGORIAS... 7 5 CRIAR PRODUTOS... 9 6 VERIFICAR OPÇÕES IMPORTANTES DO

Leia mais

4 Serviços de Aplicação

4 Serviços de Aplicação 4 Serviços de Aplicação A existência de um suporte de comunicação permite a interligação de diversos dispositivos e também a disponibilização de diversas aplicações que adicionam funcionalidades ao sistema.

Leia mais

Guia de utilização. Acesso Universal

Guia de utilização. Acesso Universal Guia de utilização Março de 2009 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho... 5 Apresentar Propostas... 12 Classificar Documentos... 20 Submeter a Proposta... 21 Solicitação de Esclarecimentos/Comunicações...

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 1 CONFIGURAR PARÂMETROS DE REDE DO DVR Para maior fiabilidade do acesso remoto é recomendado que o DVR esteja configurado com IP fixo (também pode

Leia mais

Manual. Nero MediaHome. Nero AG

Manual. Nero MediaHome. Nero AG Manual Nero MediaHome Nero AG Informações sobre copyright e marcas comerciais O manual do Nero MediaHome e a totalidade do respectivo conteúdo estão protegidos por copyright e são propriedade da Nero AG.

Leia mais

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE A REDE on-line (PROJECTO DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE 2006) SUMÁRIO: I. INTRODUÇÃO; II. OBJECTIVOS DA REDE on-line

Leia mais

1. O DHCP Dynamic Host Configuration Protocol

1. O DHCP Dynamic Host Configuration Protocol CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TIPO 5 2º ANO TÉCNICO DE INFORMÁTICA/INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES 2008/2009 INSTALAÇÃO REDES CLIENTE SERVIDOR WINDOWS SERVER 2003 Após a instalação Instalação de serviços de

Leia mais

Sistemas Informáticos

Sistemas Informáticos Sistemas Informáticos Sistemas Distribuídos Eng.ª Sistemas de Informação Escola Superior de Tecnologia e Gestão - IPVC Ano Lectivo 2005-2006 1.º Semestre Gestão de Nomes 1 - Objectivos - Os nomes são fundamentais

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:279505-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505 Anúncio de concurso

Leia mais

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida.

Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Manual do Utilizador Consulte a contra-capa para uma instalação rápida. Protegemos mais pessoas das crescentes ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Preocupa-se com o nosso Ambiente,

Leia mais

Guia de Depósito Teses

Guia de Depósito Teses Guia de Depósito Teses Descreva o documento que está a depositar Página 1 Se seleccionar todas as opções nesta página, visualizará um formulário diferente, modificado com o intuito de capturar informações

Leia mais

Manual de instalação para PC Suite

Manual de instalação para PC Suite Manual de instalação para PC Suite Manual do utilizador de aparelho electrónico editado em conformidade com as normas Termos e Condições dos Manuais do Utilizador Nokia, 7 de Junho de 1998. ( Nokia User

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL Manual de Utilização - Gestão de Utilizador Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu

Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu Termos e Condições do Registo do Nome de Domínio.eu 1/19 ÍNDICE Índice... 2 Definições... 3 Objecto e Âmbito... 6 Secção 1. Requisitos de Elegibilidade... 6 Secção 2. Princípio do Atendimento por Ordem

Leia mais

Âmbito dos serviços de controlo de saúde da Compellent

Âmbito dos serviços de controlo de saúde da Compellent Descrição do serviço Controlo de Saúde de SAN Dell Compellent Visão geral do serviço A presente Descrição do Serviço ( Descrição do Serviço ) é celebrada entre si, o cliente ( você ou Cliente ), e a entidade

Leia mais