ANÁLISE DE DEZ ANOS DO CRÉDITO NO PAÍS.

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DE DEZ ANOS DO CRÉDITO NO PAÍS."

Transcrição

1 ANÁLISE DE DEZ ANOS DO CRÉDITO NO PAÍS. A ANEFAC realizou um balanço dos últimos dez anos do crédito no Brasil cujo objetivo foi apurar como se comportaram os principais indicadores praticados pelo sistema financeiro neste período. Este estudo compreendeu no levantamento no período dos cinco principais indicadores de crédito, dados estes, compilados do relatório de Política Monetária do Banco Central. O estudo teve a coordenação de nosso diretor executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas, Miguel José Ribeiro de Oliveira, e os resultados listamos em anexo. Este estudo foi realizado em 07 partes sendo: Parte I Volume de crédito Levantamento do volume de crédito total (estoque) concedido pelo conjunto total do sistema financeiro em junho/2004 e junho/2014 e respectivas variações percentuais. Parte II Taxas de juros Levantamento das taxas de juros médias anuais para pessoa física, para pessoa jurídica e geral em junho/2004 e em junho/2014 e respectiva variação percentual. Parte III Spreads Levantamento dos spreads anuais praticados para pessoa física, pessoa jurídica e geral em junho/2004 e em junho/2014 e respectiva variação. Parte IV Prazo médio dos financiamentos Levantamento dos prazos médios dos financiamentos para pessoa física, pessoa jurídica e geral em junho/2004 e em junho/2014 e respectiva variação. Parte V Inadimplência Levantamento da inadimplência na pessoa física, pessoa jurídica e geral em junho/2004 e em julho/2014 e respectiva variação.

2 Parte VI Tabelas e Gráficos Parte VII Análise dos dados do estudo. Parte I - VOLUME DE CRÉDITO A) Recursos Livres e Recursos Direcionados O volume total de crédito do sistema financeiro (recursos livres e recursos direcionados) atingiu em junho/2014 R$ milhões contra R$ milhões em junho/2004 um crescimento de 539,7% no período. Vale destacar que a inflação no período medida pelo IPCA/IBGE foi de 72,8%. Este volume representa hoje 56,3% do PIB contra 26,1% em junho/2004 um crescimento de 30,2 pontos percentuais. B) Operações de Crédito com recursos livres O volume de crédito no segmento de recursos livres (que as instituições financeiras emprestam livremente) atingiu R$ milhões em junho/2014 contra R$ milhões em junho/2004, um crescimento de 504,6% no período. C) Pessoa Jurídica Na pessoa jurídica este volume atingiu R$ milhões em junho/2014 contra R$ milhões em junho/2004 um crescimento de 403,4% no período. D) Pessoa Física Na pessoa física este volume atingiu R$ milhões em junho/2014 contra R$ milhões em junho/2004, um crescimento de 658,5% no período. Parte II TAXAS DE JUROS A) Geral - Pessoa Física e Pessoa Jurídica Com recursos livres As taxas de juros das operações de crédito com recursos livres estavam em junho/2014 em 32,0% ao ano contra 44,0% ao ano em junho/2004, uma redução de 12,0 pontos percentuais no período. B) Pessoa Jurídica Na pessoa jurídica as taxas atingiram na média 22,6% ao ano em junho/2014 contra 29,7% ao ano

3 em junho/2004, uma redução de 7,1 pontos percentuais no período. C) Pessoa Física Na pessoa física as taxas de juros atingiram na média 43,0% ao ano em junho/2014, contra 62,4% ao ano em junho/2004 uma redução de 19,4 pontos percentuais no período. Parte III - SPREAD a) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica Com recursos livres O spread bancário (diferença entre o custo de captação dos bancos e as taxas de juros cobradas dos clientes) estava em junho/2014 em 20,9% ao ano contra 27,0% ao ano em junho/2004, uma redução de 6,1 pontos percentuais no período. b) Pessoa Jurídica Na pessoa jurídica o spread atingiu em junho/ ,9% ao ano contra 12,9% ao ano em junho/2004, uma redução de 1,0 ponto percentual no período. c) Pessoa Física Na pessoa física o spread atingiu em junho/ ,3% ao ano contra 45,0% ao ano em junho/2004, uma redução de 13,7 pontos percentuais no período. Parte IV PRAZO MÉDIO DOS FINANCIAMENTOS Com Recursos Livres a) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica O prazo médio dos financiamentos apresentaram em junho/ ,0 meses contra 7,6 meses em junho/2004, uma elevação de 28,4 meses correspondente a uma elevação de 373,7% no período. b) Pessoa jurídica

4 Na pessoa jurídica o prazo médio atingiu 26,0 meses em junho/2014 contra 6,5 meses em junho/2004, uma elevação de 19,5 meses correspondente a uma elevação de 300,0% no período. c) Pessoa física Na pessoa física o prazo médio atingiu 47,7 meses em junho/2014, contra 9,3 meses em junho/2004, uma elevação de 38,4 meses correspondente a uma elevação de 412,9% no período. Parte V INADIMPLÊNCIA Com Recursos Livres a) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica (*) A inadimplência geral considerando-se (tudo que está vencido a mais de 90 dias) atingiu em junho/2014 4,8% do total de empréstimo contra 7,2% em junho/2004 uma redução de 2,4 pontos percentuais no período. b) Pessoa Jurídica Na pessoa jurídica a inadimplência total (perda) atingiu 3,4% do total da carteira em junho/2014 contra 3,4% em junho/2004, uma redução de 0 ponto percentual no período. c) Pessoa Física Na pessoa física a inadimplência total (perda) atingiu 6,5% do total da carteira em junho/2014 contra 13,0% em junho/2004, uma redução de 6,5 pontos percentuais no período. (*) Obs. O Banco Central alterou a partir de novembro/2005 a metodologia de calculo da inadimplência uma vez que antes desta data o mesmo considerava a inadimplência tudo que estava vencido e a partir de então considerou tão somente inadimplência os compromissos vencidos acima de 90 dias.

5 Parte VI Tabelas e Gráficos Parte I Volume de Crédito A) Recursos Livres e Recursos Direcionados Período R$ milhões Variação % junho junho ,7% B) Operações de Crédito com recursos livres Período R$ milhões Variação % junho junho ,6%

6 C) Pessoa Jurídica Período R$ milhões Variação % junho junho ,4% D) Pessoa Física Período R$ milhões Variação % junho junho ,5%

7 Parte II TAXAS DE JUROS A) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica Período % ao ano Variação P.P junho-04 44,0 junho-14 32,0-12,0 B) Pessoa Jurídica Período % ao ano Variação P.P junho-04 29,7 junho-14 22,6-7,1

8 C) Pessoa Física Período % ao ano Variação P.P junho-04 62,4 junho-14 43,0-19,4 Parte III - SPREAD A) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica Período % ao ano Variação P.P junho-04 27,0 junho-14 20,9-6,1 B) Pessoa Jurídica Período % ao ano Variação P.P junho-04 12,9 junho-14 11,9-1,0

9 C) Pessoa Física Período % ao ano Variação P.P junho-04 45,0 junho-14 31,3-13,7

10 Parte IV PRAZO MÉDIO DOS FINANCIAMENTOS A) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica Período Prazo/Meses Variação % junho-04 7,6 junho-14 36,0 373,7% B) Pessoa Jurídica Período Prazo/Meses Variação % junho-04 6,5 junho-14 26,0 300,0%

11 C) Pessoa Física Período Prazo/Meses Variação % junho-04 9,3 junho-14 47,7 412,9% PARTE V - INADIMPLÊNCIA A) Geral Pessoa Física e Pessoa Jurídica Período % Variação pp junho-04 7,2 junho-14 4,8-2,4 B) Pessoa Jurídica Período % Variação pp junho-04 3,4 junho-14 3,4-0,0

12 C) Pessoa Física Período % Variação pp junho-04 13,0 junho-14 6,5-6,5

13 Parte VII Análise dos dados do estudo A análise de dez anos das condições de crédito no país demonstra que efetivamente as condições de crédito apresentaram substancial melhora com forte expansão do volume emprestado, redução das taxas de juros, redução dos Spreads bancários, aumento dos prazos médios de financiamento e redução da inadimplência mesmo com todo este crescimento no crédito. Com referência ao volume de crédito tivemos no período de dez anos uma forte expansão, crescendo mais de 500%, passando de 26,1% do PIB em 2004 para 55,3% em Não obstante esta expansão é fato que o volume total do crédito do país ainda é baixo quando comparado ás principais economias aonde este número atinge mais de 100% do PIB destas economias o que demonstra que temos ainda um ambiente favorável à expansão de crédito. Com referência ás taxas de juros das operações de crédito e respectivos Spreads bancários é importante destacar que apresentaram uma melhora no período com redução tanto das taxas de juros como dos spreads bancários, entretanto os mesmos ainda se encontram em patamares elevados o que abre margem para que as mesmas continuem sendo reduzidas sendo pela redução da Taxa Básica de Juros (SELIC) seja por uma maior competição no sistema financeiro ou por outras eventuais medidas que poderão ser tomadas pelo governo como redução de impostos e compulsórios, além da queda dos índices de inadimplência que vão igualmente contribuir para a queda dos juros e spreads no país. Outro item que apresentou igualmente substancial melhora foi a elevação do prazo médio dos financiamentos que tiveram no período um crescimento superior a 300%. Com referência á inadimplência a mesma apresentou uma redução de 2,4 pontos percentuais no período mesmo aqui tendo o crédito sido elevado em mais de 500%. Vale destacar, entretanto, que por conta do cenário econômico atual com inflação alta, elevação das taxas de juros e baixo crescimento econômico o que afeta a renda do consumidor, poderemos ter elevação nos índices de inadimplência não obstante o fato de tanto os consumidores como os bancos estarem mais cautelosos na tomada e concessão de crédito. Miguel José Ribeiro de Oliveira Diretor Executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas Fone: (11) /

Volume Total de Crédito

Volume Total de Crédito Parte I Volume de Crédito A) Recursos Livres e Recursos Direcionados Período R$ milhões Variação % Junho2005 535.594 Junho2015 3.102.172 490,2% Volume Total de Crédito 4.000.000 2.000.000 R$ milhões B)

Leia mais

Aceleração relativizada

Aceleração relativizada jan/11 jan/11 Aceleração relativizada Em outubro, o crescimento do saldo do crédito total mostrou recuperação pela segunda vez consecutiva, avançando para 12,2% em 12 meses ante 11,7% em setembro. O movimento

Leia mais

Juros ainda não refletem a queda da Selic

Juros ainda não refletem a queda da Selic Juros ainda não refletem a queda da Selic Carteira de Crédito no SFN Em março, o volume de crédito total do SFN cresceu 0,2% em relação ao mês anterior e registrou um ritmo de redução de 2,7%, com queda

Leia mais

Maior desaceleração e alerta para inadimplência

Maior desaceleração e alerta para inadimplência jan/11 jul/11 jan/11 jul/11 Maior desaceleração e alerta para inadimplência O crescimento do crédito total do SFN em 12 meses desacelerou 0,7 p.p. em abril, fechando em 10,, totalizando R$ 3,1 trilhões,

Leia mais

Nota de Crédito PF. Dezembro Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014

Nota de Crédito PF. Dezembro Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014 Nota de Crédito PF Dezembro 2014 Fonte: BACEN Base: Outubro de 2014 ago/11 fev/12 ago/12 jan/11 jan/11 Desaceleração e comprometimento de renda Os efeitos da elevação da taxa de juros e as incertezas quanto

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Março Fonte: BACEN Base: Janeiro de 2015

Nota de Crédito PJ. Março Fonte: BACEN Base: Janeiro de 2015 Nota de Crédito PJ Março 2015 Fonte: BACEN Base: Janeiro de 2015 Recursos livres: recuperação? O Banco Central apresentou uma revisão metodológica que teve efeito nos dados de suas séries temporais. Entre

Leia mais

IDEIES Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo

IDEIES Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo IDEIES Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo 19 de abril de 218 Marcelo Barbosa Saintive Diretor executivo do IDEIES Crédito Brasil Concessões de Crédito Pessoa Física

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JULHO/ 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JULHO/ 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JULHO/ 2009 Fonte: Bacen 26/08/2009 DESTAQUES DE JULHO/ 2009 O total de operações de crédito no sistema financeiro nacional totalizou R$ 1,3 trilhões, representando um aumento

Leia mais

Spread: riscos prevalecem à queda na Selic

Spread: riscos prevalecem à queda na Selic Spread: riscos prevalecem à queda na Selic Carteira de Crédito no SFN Apesar de uma leve perda de intensidade, o estoque de crédito permaneceu em retração no mês de fevereiro. Os número apontam quedas

Leia mais

Nota de Crédito PF. Outubro Fonte: BACEN

Nota de Crédito PF. Outubro Fonte: BACEN Nota de Crédito PF Outubro 2014 Fonte: BACEN fev/11 fev/11 Recursos livres mostram desaceleração para : é necessário aguardar os efeitos das medidas... Carteira de Crédito PF Como reflexo do cenário macroeconômico,

Leia mais

Crédito Total no SFN (% PIB)

Crédito Total no SFN (% PIB) Crédito Total no SFN (% PIB) 45,0 44,9 O estoque de crédito no sistema financeiro nacional expandiu 0,8% na comparação com o mês anterior, acelerando a alta para 16,8% no horizonte de 12 meses, totalizando

Leia mais

PESQUISA DE JUROS PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES

PESQUISA DE JUROS PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES 1 PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em maio/2018,

Leia mais

Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência?

Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência? 24 de abril de 2018 Por que os juros para financiamento de veículos não estão acompanhando a queda da SELIC, apesar da diminuição da inadimplência? Dados levantados pela Associação Nacional das Empresas

Leia mais

Evolução Recente do Spread Bancário no Brasil

Evolução Recente do Spread Bancário no Brasil 1 ASSESSORIA EM FINANÇAS PÚBLICAS E ECONOMIA PSDB/ITV NOTA PARA DEBATE INTERNO (não reflete necessariamente a posição das instituições) N : 189/2009 Data: 12.03.09 Versão: 1 Tema: Título: Mercado de Crédito

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CRÉDITO E JUROS EM 2002

EVOLUÇÃO DO CRÉDITO E JUROS EM 2002 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO E JUROS EM 02 Ao longo de 02, o financiamento doméstico da economia brasileira foi marcado pelo conservadorismo das instituições financeiras na concessão de crédito, o que se traduziu

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES

PERSPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS MESES 1 PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em junho/2018,

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva. 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em abril/2018, sendo esta a segunda redução consecutiva. Aqui as taxas de juros vinham em um longo período de reduções

Leia mais

Banco Central reduz projeção de crescimento para 2015

Banco Central reduz projeção de crescimento para 2015 fev/11 mai/11 ago/11 nov/11 fev/11 mai/11 ago/11 nov/11 Banco Central reduz projeção de crescimento para 2015 Em maio, com total de R$ 3,1 trilhões, a carteira de crédito do SFN apresentou crescimento

Leia mais

a.a. 19% 14% Crédito/PIB -1% a.a. 12% Pessoa Jurídica Pessoa Física Total 5,3% -1,8% -4% -9,6% -8%

a.a. 19% 14% Crédito/PIB -1% a.a. 12% Pessoa Jurídica Pessoa Física Total 5,3% -1,8% -4% -9,6% -8% Estoque de crédito SFN Evolução por tipo de instituição 11,7% 51,4% 7,4% 53,1% Variação do Crédito em 12 meses 3,6% -2, -1,2% Crédito/PIB 50, 46,9% 46,8% 19% 14% 9% 4% -1% Públicas Privadas 11,7% -1,6%

Leia mais

Selic e Cartão Rotativo reduzem taxa de juros

Selic e Cartão Rotativo reduzem taxa de juros Selic e Cartão Rotativo reduzem taxa de juros Em abril, o saldo das operações do mercado de crédito voltou a mostrar retração na comparação mensal (0,2%). Entretanto, em termos anuais, novamente desacelerou-se

Leia mais

Nota de Crédito PF. Fevereiro Fonte: BACEN Base: Dezembro de 2014

Nota de Crédito PF. Fevereiro Fonte: BACEN Base: Dezembro de 2014 Nota de Crédito PF Fevereiro 2015 Fonte: BACEN Base: Dezembro de 2014 Incertezas para renda e inadimplência Em 2014, o aumento próximo de 2,7% da renda real e a redução do desemprego em dezembro para 4,8%,

Leia mais

No paralelo com fevereiro de 2010, os fluxos através do cdc veículos (R$ 417 milhões/dia) e do crédito pessoal (incluso o consignado) (R$ 705

No paralelo com fevereiro de 2010, os fluxos através do cdc veículos (R$ 417 milhões/dia) e do crédito pessoal (incluso o consignado) (R$ 705 O volume total de crédito no sistema financeiro nacional avançou 1,3% na comparação mensal totalizando R$ 1,74 trilhão em fevereiro, ou 46,5% do PIB. No paralelo com o mesmo mês de 2010, esse estoque representou

Leia mais

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira de Crédito no SFN Em 2016, o mercado de crédito fechou com retração de 3,5%. Esta performance frustrante reflete o processo de desalavancagem das famílias e

Leia mais

Política Monetária CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA. Consultoria Desenvolvendo soluções, alavancando resultados!

Política Monetária CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA. Consultoria Desenvolvendo soluções, alavancando resultados! Política Monetária 2 CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA Consultoria Desenvolvendo soluções, alavancando resultados! Trajetória crescente do endividamento familiar com o sistema financeiro O aumento do volume

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito tiveram em março/2012 comportamentos distintos. De um lado por conta da nova redução da taxa

Leia mais

a.a. 19% 3,9% 14% -1% a.a. 12% Pessoa Física Total -2,0% -4% -9,2% -8%

a.a. 19% 3,9% 14% -1% a.a. 12% Pessoa Física Total -2,0% -4% -9,2% -8% Estoque de Crédito SFN Evolução por tipo de instituição 15,7% 11,5% 9,2% Variação do Crédito em 12 meses 3,9% 19% Públicas Privadas 14% -1,7% -1,9% Crédito/PIB 50, 51, 53,2% 50,3% 47, 46,6% 9% 4% 10,8%

Leia mais

Elevação na taxa de juros média

Elevação na taxa de juros média Elevação na taxa de juros média Carteira de Crédito no SFN Apesar da projeção de um crescimento nominal de 2,0% em 2017 pelo Banco Central, o ritmo de queda do estoque de crédito intensificou-se em janeiro.

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em agosto/2018,

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS Mesmo o Banco Central ter mantida inalterada a taxa básica de juros (Selic) em sua ultima reunião do COPOM as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em setembro/2018,

Leia mais

Relatório de Economia Bancária e Crédito. Fonte: Banco Central - Dados de 2013

Relatório de Economia Bancária e Crédito. Fonte: Banco Central - Dados de 2013 Relatório de Economia Bancária e Crédito Fonte: Banco Central - Dados de 21 abr/5 ago/5 dez/5 abr/6 ago/6 dez/6 abr/7 ago/7 dez/7 abr/8 ago/8 dez/8 abr/9 ago/9 dez/9 abr/1 ago/1 dez/1 abr/11 ago/11 dez/11

Leia mais

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002 CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 22 Os últimos dados sobre a evolução do crédito no Brasil mostram que o crédito no país continua caro, escasso e de prazo reduzido.

Leia mais

Nota de Crédito. Setembro Fonte: BACEN - 26/10/2012

Nota de Crédito. Setembro Fonte: BACEN - 26/10/2012 Nota de Crédito Setembro 2012 Fonte: BACEN - 26/10/2012 A carteira de crédito totalizou R$ 2,24 trilhões, equivalendo a 51,5% do PIB. O volume de crédito no sistema financeiro nacional totalizou R$ 2,24

Leia mais

Taxas praticadas no Cartão de Crédito Modalidades: Rotativo e Parcelado. Maio 2015

Taxas praticadas no Cartão de Crédito Modalidades: Rotativo e Parcelado. Maio 2015 Taxas praticadas no Cartão de Crédito Modalidades: Rotativo e Parcelado Maio 2015 1 Observações Levantamento realizado com base nas informações do Banco Central Divulgação destas informações começou em

Leia mais

a.a. 18% 15% 5,0% 12% 9% 6% 3% Pessoa Jurídica Pessoa Física Total 16% 5,3% -1,0% -4% -8,3% -8%

a.a. 18% 15% 5,0% 12% 9% 6% 3% Pessoa Jurídica Pessoa Física Total 16% 5,3% -1,0% -4% -8,3% -8% Estoque de crédito SFN 11, 52, 53,3% 6,1% 48,8% -3,8% Recursos Direcionados 3-0,1% 46,8% 46,8% Crédito/PIB Variação do Crédito em 12 meses 5, - 5,3% -1, -8,3% Evolução por tipo de instituição 18% Públicas

Leia mais

Os recursos livres totalizaram R$ 953,1 bilhões em Dezembro, terminando o ano com uma alta de 9,4% ante 2008.

Os recursos livres totalizaram R$ 953,1 bilhões em Dezembro, terminando o ano com uma alta de 9,4% ante 2008. O volume de crédito no sistema financeiro nacional fechou o ano em R$ 1,41 trilhão, representando 45% PIB. Esse resultado correspondeu a mais uma alta, agora de 1,6%, ante o mês anterior levando a um crescimento

Leia mais

Reunião do Conselho Nacional de Previdência Social. 05 de Agosto/2015

Reunião do Conselho Nacional de Previdência Social. 05 de Agosto/2015 Reunião do Conselho Nacional de Previdência Social 05 de Agosto/2015 Contexto Teto do INSS de 2,14% a.m. fixado em 22/05/2012, SELIC de 8,89% a.a. (0,71% a.m.) Forte elevação da SELIC nos últimos 2 anos,

Leia mais

a.a. 15,0% 20% 15% 10,0% 10% 5,0% 1,3% 0,0% -5% -10% -5,0% a.a. Pessoa Física 9% 7% Pessoa Jurídica 3% 1% -1% -3% 4,6% -5% -3,5% -7% -9% -11,7%

a.a. 15,0% 20% 15% 10,0% 10% 5,0% 1,3% 0,0% -5% -10% -5,0% a.a. Pessoa Física 9% 7% Pessoa Jurídica 3% 1% -1% -3% 4,6% -5% -3,5% -7% -9% -11,7% 53, 52, 51, 50, 49, 48, 47, 46, 45, 44, 43, 15, 10, 5, 0, -5, Estoque de Crédito SFN 12, Crédito/PIB Variação do crédito em 12 meses 10,2% 52, 51,8% 50,4% 2,1% Recursos Direcionados 47,9% 46,6% -2,6% 1,3%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro 22.06.2010 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Abr Mai Jun Total de Endividados 58,0% 58,7% 54,0% Dívidas ou Contas em Atrasos 24,4% 25,1% 23,5% Não

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN MAIO/ 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN MAIO/ 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN MAIO/ 2009 Fonte: Bacen 25/06/2009 DESTAQUES DE MAIO/ 2009 O volume de crédito no sistema financeiro nacional, totalizou em Maio, R$ 1,259 trilhão, equivalendo a um aumento

Leia mais

Nota de Crédito. Setembro 2016 Fonte: BACEN Base: Julho de 2016

Nota de Crédito. Setembro 2016 Fonte: BACEN Base: Julho de 2016 Nota de Crédito Setembro 2016 Fonte: BACEN Base: Julho de 2016 Sumário Executivo Índices de confiança menos desfavoráveis para o empresariado e para as famílias ainda não são refletidos na atividade real

Leia mais

Ambos os segmentos apresentaram aceleração nas taxas de 12 meses (Mar./11 PF: 12,1% e PJ: 12,6%).

Ambos os segmentos apresentaram aceleração nas taxas de 12 meses (Mar./11 PF: 12,1% e PJ: 12,6%). A carteira total de crédito no sistema financeiro nacional avançou em abril 1,3%, encerrando em mais de R$ 1,776 trilhão, o que correspondeu a uma alta de 21% no paralelo com igual mês do ano anterior.

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em junho/2017, sendo esta a sétima redução consecutiva e oitava redução

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em janeiro/2018, sendo esta a décima quarta redução consecutiva e

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS Após quatorze meses de reduções consecutivas as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas. Estas elevações foram

Leia mais

Nota de Crédito. Julho Fonte: BACEN - 30/08/2012

Nota de Crédito. Julho Fonte: BACEN - 30/08/2012 Nota de Crédito Julho 2012 Fonte: BACEN - 30/08/2012 A carteira de crédito totalizou R$ 2,18 trilhões em julho, equivalendo a 50,7% do PIB. A carteira de crédito aumentou 0,7% em julho, encerrando na casa

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JANEIRO / 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JANEIRO / 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN JANEIRO / 2009 Fonte: Bacen 26/02/2009 DESTAQUES DE JANEIRO / 2009 O estoque total de crédito contratado, no sistema financeiro nacional, iniciou o ano praticamente estável,

Leia mais

Crise X Oportunidades: Quais oportunidades o Brasil está tendo com a crise? Qual a previsão para o mercado de crédito, nos próximos anos?

Crise X Oportunidades: Quais oportunidades o Brasil está tendo com a crise? Qual a previsão para o mercado de crédito, nos próximos anos? Crise X Oportunidades: Quais oportunidades o Brasil está tendo com a crise? Qual a previsão para o mercado de crédito, nos próximos anos? Andrew Frank Storfer Vice Presidente da ANEFAC out 2009 CONJUNTURA

Leia mais

(série iniciada em 2000)*

(série iniciada em 2000)* A carteira total de crédito no sistema financeiro nacional (SFN), avançou 0,4% em fevereiro ultrapassando os R$ 2,03 trilhões e equivalendo a 48,8% do PIB. No paralelo com igual mês de 2011, a taxa de

Leia mais

A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o r

A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o r A carteira de crédito no SFN (sistema financeiro nacional) totalizou pouco mais de R$ 2 trilhões em janeiro, equivalendo a 48,8% do PIB. Mesmo com o recuo de -0,2% registrado no mês, o volume continuou

Leia mais

a.a. 25% 20% 15,0% 15% 10,0% 10% 5,0% 0,0% -5,0% *Estrangeiras+Nacionais

a.a. 25% 20% 15,0% 15% 10,0% 10% 5,0% 0,0% -5,0% *Estrangeiras+Nacionais Recuperação avança Dados de janeiro exibiram retração anual do saldo total de crédito de 0,3%. Por causa da gradual melhora do ambiente econômico e da baixa base de comparação o menor montante desde abr/15

Leia mais

Nota de Crédito. Março Fonte: BACEN - 25/04/2012

Nota de Crédito. Março Fonte: BACEN - 25/04/2012 Nota de Crédito Março 2012 Fonte: BACEN - 25/04/2012 A carteira de crédito no sistema financeiro nacional equivaleu a 49,3% do PIB em março de 2012. A carteira total de crédito no sistema financeiro nacional

Leia mais

ANÁLISE DE BANCOS - 1º TRIMESTRE DE 2009

ANÁLISE DE BANCOS - 1º TRIMESTRE DE 2009 ANÁLISE DE BANCOS - 1º TRIMESTRE DE 2009 Bancos analisados: - Banco do Brasil - Banco Itaú-Unibanco - Bradesco - Santander RESULTADO DO ACIONISTA Os bancos privados nacionais (Itaú/Unibanco e Bradesco)

Leia mais

a.a. Pessoa Física Pessoa Jurídica 18% 13% 8% 3% 10% -2% -5% -10% -15% a.a. 10% 5,3% -5% -3,3% -10%

a.a. Pessoa Física Pessoa Jurídica 18% 13% 8% 3% 10% -2% -5% -10% -15% a.a. 10% 5,3% -5% -3,3% -10% 55, 53, 51, 49, 47, 45, Informativo Assessoria Econômica Estoque de Crédito SFN Crédito/PIB 13,4% Variação do crédito em 12 meses 11,2% 3,2% 0,1% 52,4% 52,4% 50,3% -2,6% 48, 46,6% Recursos Direcionados

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2004 I. A EMPRESA O BNDES foi criado em 20 de junho de 1952, pela Lei n.º 1.628, como Autarquia

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em outubro/2013, sendo esta a sexta elevação no ano. Esta elevação

Leia mais

TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA

TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA TAXA DE JUROS PARA PESSOA FÍSICA LINHA DE CRÉDITO JUNHO/2018 JULHO/2018 VARIAÇÃO VARIAÇÃO TAXA MÊS TAXA ANO TAXA MÊS TAXA ANO % PONTOS PERCENTUAIS Juros comércio 5,28% 85,42% 5,24% 84,57% -0,76% -0,04

Leia mais

fechamento do ano RESUMO

fechamento do ano RESUMO Boletim de Conjuntura Econômica Boletim n.6, Agosto, 21 1 POLÍÍTIICA MONETÁRIIA Análise do quarto trimestre/214 e fechamento do ano Arthur Gualberto Bacelar da Cruz Urpia Professor da Universidade Estadual

Leia mais

Nota de Crédito PJ-PF. Abril 2016 Fonte: BACEN Base: Fevereiro de 2016

Nota de Crédito PJ-PF. Abril 2016 Fonte: BACEN Base: Fevereiro de 2016 Nota de Crédito PJ-PF Abril 2016 Fonte: BACEN Base: Fevereiro de 2016 Sumário Executivo A equipe da Assessoria Econômica da ABBC prepara este relatório com base nas informações divulgadas pelo Banco Central

Leia mais

.Expectativa de novas reduções da Selic frente à redução da inflação.

.Expectativa de novas reduções da Selic frente à redução da inflação. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em março/2017, sendo esta a quarta redução consecutiva e quinta redução

Leia mais

a.a. 24% 14% a.a. 12% 5,7% -0,6% -4% -7,7% -12%

a.a. 24% 14% a.a. 12% 5,7% -0,6% -4% -7,7% -12% Estoque de crédito SFN Evolução por tipo de instituição 11,3% 6,7% Variação do Crédito em 12 meses 5,5% -3,5% -0,5% 24% 14% Públicas Privadas 12,4% 53,7% 52,2% 49,6% Recursos Direcionados Crédito/PIB 47,2%

Leia mais

a.a. Pessoa Física Pessoa Jurídica 20% 15% 10% 5% 0% 15,0% 10,0% 5,0% -5% 0,0% a.a. 10% 5,4% -5% -3,1% -10% -11,3%

a.a. Pessoa Física Pessoa Jurídica 20% 15% 10% 5% 0% 15,0% 10,0% 5,0% -5% 0,0% a.a. 10% 5,4% -5% -3,1% -10% -11,3% 60, 50, 40, 30, 20, 10, 0, 15, 10, 5, 0, -5, Estoque de Crédito SFN Evolução por tipo de tomador 14,4% 11, Crédito/PIB Variação do crédito em 12 meses 5,2% 50,2% 52,1% 52,8% 48,6% 46,4% -0,3% -3, Recursos

Leia mais

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG

Março/2012. NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Análise de Conjuntura Março/2012 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Isadora Figueiredo Guilherme Leite Rafael Byrro Raphael

Leia mais

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 24 de julho e 28 de julho Crédito O estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) registrou variação

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 4T16

RELEASE DE RESULTADOS 4T16 RELEASE DE RESULTADOS BANCO SEMEAR O Banco Semear S.A. é um banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo território brasileiro, focado nos segmentos de Crédito Pessoa Física, destinado a financiamentos

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC NOVEMBRO 2013

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC NOVEMBRO 2013 4 de dezembro de 2013 Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC NOVEMBRO 2013 A PEIC é uma pesquisa realizada pela CNC e divulgada regionalmente pela Fecomércio-RS. Apesar de, muitas

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 2T17

RELEASE DE RESULTADOS 2T17 RELEASE DE RESULTADOS BANCO SEMEAR O Banco Semear S.A. é um banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo território brasileiro, focado nos segmentos de Crédito Pessoa Física, destinado a financiamentos

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS Após vinte e quatro elevações consecutivas as taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas para a pessoa física em

Leia mais

Rua 7 de abril conj CEP República - São Paulo-SP - Telefone: PESQUISA DE JUROS

Rua 7 de abril conj CEP República - São Paulo-SP - Telefone: PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2014, sendo esta a nona elevação seguida, segunda elevação no ano. Esta elevação pode ser atribuída a elevação

Leia mais

Nota de Crédito PJ-PF

Nota de Crédito PJ-PF Nota de Crédito PJ-PF Abril 2015 Fonte: BACEN Base: Fevereiro de 2015 Sumário Executivo A nota de crédito com dados das operações de crédito relativos ao mês de fevereiro apresenta maior abertura, tanto

Leia mais

SPREAD BANCÁRIO no Brasil: avaliação e propostas

SPREAD BANCÁRIO no Brasil: avaliação e propostas SPREAD BANCÁRIO no Brasil: avaliação e propostas Reunião de Diretoria Plenária da ABINEE Flávio Castelo Branco Gerente-Executivo de Política Econômica Confederação Nacional da Indústria São Paulo, Outubro

Leia mais

PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO

PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO Realizada de 11 a 16 de setembro/2015 Analistas consultados: 25 PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Pesquisa de Projeções Macroeconômicas

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em fevereiro/2013 frente a janeiro/2013. Pessoa Física Das seis

Leia mais

a.a. 19% 3,4% 14% -1% 4,3% -2,2% -9,0% -8% -20% ago/14 ago/15 ago/16 ago/17 ago/18

a.a. 19% 3,4% 14% -1% 4,3% -2,2% -9,0% -8% -20% ago/14 ago/15 ago/16 ago/17 ago/18 54, 53, 52, 51, 50, 49, 48, 47, 46, 45, 44, 43, Estoque de Crédito SFN Evolução por tipo de instituição 16,1% 10,9% 9,7% Variação do Crédito em 12 meses -0,6% 3,4% -2, 19% 14% 9% Públicas Privadas 10,2%

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 1T17

RELEASE DE RESULTADOS 1T17 RELEASE DE RESULTADOS BANCO SEMEAR O Banco Semear S.A. é um banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo território brasileiro, focado nos segmentos de Crédito Pessoa Física, destinado a financiamentos

Leia mais

Economia Brasileira em Perspectiva

Economia Brasileira em Perspectiva 13 de agosto - 2010 O relatório é publicado bimestralmente pelo Ministério da Fazenda Essa versão do Relatório correspondente ao bimestre junho/julho foi divulgada no dia 10/08. Seu objetivo é apresentar

Leia mais

NOVAS MEDIDAS DE COMBATE À CRISE E ESTÍMULO AO CRESCIMENTO

NOVAS MEDIDAS DE COMBATE À CRISE E ESTÍMULO AO CRESCIMENTO NOVAS MEDIDAS DE COMBATE À CRISE E ESTÍMULO AO CRESCIMENTO 29 de junho de 2009 1 CRISE FINANCEIRA COLOCOU A PROVA A ECONOMIA BRASILEIRA Demonstrou solidez do País: teste de estresse Capacidade de fazer

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC FEVEREIRO 2014

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC FEVEREIRO 2014 28 de fevereiro de 2014 Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC FEVEREIRO 2014 A PEIC é uma pesquisa realizada pela CNC e divulgada regionalmente pela Fecomércio-RS. Apesar de, muitas

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U L H O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 25 de agosto de 2016 Crédito imobiliário somou R$ 3,8 bilhões em julho

Leia mais

1. Atividade Econômica

1. Atividade Econômica Janeiro / 213 O Núcleo de Pesquisa da FECAPapresenta no seu Boletim Econômicouma compilação dos principais indicadores macroeconômicos nacionais que foram publicados ao longo do mês de referência deste

Leia mais

Rede de Atendimento e Market Share

Rede de Atendimento e Market Share Rede de Atendimento e Market Share Posicionamento Nacional Indicadores Dez/06 Dez/07 Dez/08 Dez/09 Dez/10 Set/11 Ativo Total 14º 14º 12º 10º 11º 11º Patrimônio Líquido 18º 14º 13º 11º 12º 11º Depósitos

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P S E T E M B R O, 2 0 1 5 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 5,38 bilhões Saldo: R$ 498,7 bilhões

Leia mais

31 de Março de Sumário Executivo. Banco Itaú 1 Análise Gerencial da Operação

31 de Março de Sumário Executivo. Banco Itaú 1 Análise Gerencial da Operação 31 de Março de 2002 Sumário Executivo Banco Itaú 1 Análise Gerencial da Operação Highlights * JCP ( Juros sobre o Capital Próprio ) * * Para o cálculo do Índice de Eficiência, foi utilizado somente o resultado

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P O U T U B R O, 2 0 1 7 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 26 de outubro de 2017 Crédito imobiliário atinge R$ 3,41 bilhões

Leia mais

Análise de Conjuntura Outubro/2011

Análise de Conjuntura Outubro/2011 Análise de Conjuntura Outubro/2011 NEPOM Núcleo de Estudos de Política Monetária do IBMEC/MG Coordenação: Prof. Dr. Cláudio D. Shikida Alunos Integrantes Camila Silva Camila Linhares Caterina D Ippolito

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em dezembro de 2017, sendo esta a décima terceira redução consecutiva

Leia mais

ECONOMIA 25 de junho de 2015 Relatório de Crédito (dados de maio)

ECONOMIA 25 de junho de 2015 Relatório de Crédito (dados de maio) 11 12 13 14 15 16 jan/02 ago/02 mar/03 out/03 mai/04 dez/04 jul/05 fev/06 set/06 abr/07 nov/07 jun/08 jan/09 ago/09 mar/ out/ mai/11 dez/11 jul/12 fev/13 set/13 abr/14 nov/14 ECONOMIA 25 de junho de 15

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Das seis linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês.

PESQUISA DE JUROS. Das seis linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em julho/2017, sendo esta a oitava redução consecutiva e nona redução

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2014.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2014. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/201. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes fatores: Elevação da taxa básica de juros (Selic)

Leia mais

.Expectativa de novas reduções da Selic frente à redução da inflação.

.Expectativa de novas reduções da Selic frente à redução da inflação. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em fevereiro/2017, sendo esta a terceira redução consecutiva e quarta

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em setembro de 2017, sendo esta a décima redução consecutiva e décima

Leia mais

Nota para Imprensa do Banco Central Setembro/08. Everton P.S. Gonçalves 22/10/08

Nota para Imprensa do Banco Central Setembro/08. Everton P.S. Gonçalves 22/10/08 Nota para Imprensa do Banco Central Setembro/08 Everton P.S. Gonçalves 22/10/08 Sumário 1. Crédito Total 2. Recursos Livres 3. Recursos Direcionados 4. Referencial p/taxa de Juros - Pessoa Física 5. Crédito

Leia mais

Nota de Crédito PJ-PF

Nota de Crédito PJ-PF Nota de Crédito PJ-PF Maio 2015 Fonte: BACEN Base: Março de 2015 Sumário Executivo A Nota de Crédito com dados das operações relativas ao mês de março apresenta maior abertura das operações, tanto para

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Aumento das taxas de juros futuros por conta da turbulência política e econômica;

PESQUISA DE JUROS. Aumento das taxas de juros futuros por conta da turbulência política e econômica; PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2016, sendo esta a segunda elevação no ano e decima sétima elevação consecutiva. Estas elevações podem

Leia mais

Sumário Executivo. Banco Itaú Holding Financeira S.A. Highlights R$ Milhões (exceto onde indicado) Análise Gerencial da Operação 1. Short Term Deposit

Sumário Executivo. Banco Itaú Holding Financeira S.A. Highlights R$ Milhões (exceto onde indicado) Análise Gerencial da Operação 1. Short Term Deposit Highlights (exceto onde indicado) Short Term Deposit Moeda Nacional - Curto Prazo - br.a-1 (1) JCP ( Juros sobre o Capital Próprio ) Análise Gerencial da Operação 1 Balanço Patrimonial Consolidado 103.519

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Das três linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês.

PESQUISA DE JUROS. Das três linhas de crédito pesquisadas, todas reduziram suas taxas de juros no mês. ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em agosto de 2017, sendo esta a nona redução consecutiva e décima

Leia mais

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 1S17

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 1S17 BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 1S17 Brasília, 14 de agosto de 2017 O BRB - Banco de Brasília S.A., sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo de Brasília, anuncia seus resultados do

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN AGOSTO / 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN AGOSTO / 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN AGOSTO / 2009 Fonte: Bacen 29/09/2009 DESTAQUES DE AGOSTO/ 2009 A carteira de crédito em Agosto, apresentou crescimento de 1,5% ante Julho, totalizando R$ 1,326 trilhões. No

Leia mais

Earnings Release 1T14

Earnings Release 1T14 Belo Horizonte, 20 de maio de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro nos segmentos de empréstimos

Leia mais