AberdeenGroup. O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo. Agosto de 2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AberdeenGroup. O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo. Agosto de 2004"

Transcrição

1 AberdeenGroup O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo Agosto de 2004 Aberdeen Group, Inc. 260 Franklin Street Boston, Massachusetts USA Telefone: Fax:

2 O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo O que é um ERP na actualidade? Quando hoje em dia se fala em ERP (Enterprise Resource Planning - planeamento de recursos empresariais), o contexto só raramente é o planeamento da forma como serão aplicados os recursos. ERP refere-se actualmente à forma como uma empresa encara o negócio, ou seja, uma perspectiva de uma empresa e de todas as suas partes como uma entidade completa e interligada em vez de pequenos silos de actividade. O ERP, por um lado, relaciona-se com a infra-estrutura de software que une toda a empresa a nível interno, suportando, por outro lado, os processos de negócio externos da empresa. Todas as soluções ERP têm também algumas características em comum: As aplicações ERP aplicam-se aos processos de negócio. As aplicações ERP são modulares. As aplicações ERP são integradas. As aplicações ERP incluem o alcance da empresa para além dos seus limites físicos, abrangendo os seus fornecedores, clientes e parceiros. Todo o sistema ERP referir-se-á a todas, ou quase todas, as áreas das funções de negócio de uma empresa. Entre as perguntas mais comuns que se podem pôr sobre um ERP, temos: 1. Um processo de negócio é a função de um departamento ou é uma função em particular? Um processo de negócio abrange várias funções numa empresa. Por exemplo, poderá haver um departamento chamado contabilidade, ou poderá também haver uma função chamada salários. Embora cada função envolva processos de negócio, estas funções em si não se baseiam em processos. Um processo de negócio é mais abrangente, por exemplo, da encomenda ao dinheiro engloba tudo no processo desde a encomenda do cliente até ao momento em que o dinheiro entra no banco. É uma forma mais eficiente de perspectivar as interdependências existentes na sua organização. 2. Uma aplicação ERP modular difere das minhas aplicações autónomas actuais? A grande vantagem de uma aplicação ERP é que se trata de um pacote que funciona como um todo, sem essa capacidade, não é possível haver processos de negócio devidamente integrados. A modularidade é fundamental nomeadamente na forma como um sistema ERP é adquirido e implementado. Poderá não ter necessidade de possuir ou utilizar o conjunto de todas as aplicações, ou então poderá preferir implementar uma aplicação de cada vez. Um pacote ERP difere das aplicações individuais porque, ao implementar mais do que uma aplicação, essas aplicações funcionam, de forma automática, em conjunto como blocos de Lego.

3 O ABC dos ERPs: Um Sumário Executivo 2 3. Qual o interesse das minhas aplicações estarem integradas? As aplicações autónomas, por vezes chamadas de silos, não conseguem comunicar entre si de uma forma simples. Um conjunto de silos não forma um celeiro. Os estudos da Aberdeen mostram que as PME passam uma boa parte do seu tempo a repetir as mesmas tarefas vezes sem fim, introduzindo os mesmos dados em diferentes programas. Isto resulta em problemas claramente identificáveis: Introduzir dados repetidamente é uma perda de tempo. Acontece com facilidade que os dados são introduzidos incorrectamente. Os dados poderão ser apresentados de uma forma diferente em outros programas (Porque é que tenho duas empresas na minha lista de fornecedores, quando uma delas é a International Business Machines e outra a IBM? Porque é que tenho duas versões do mesmo cliente, Helena Ferreira e Helena Cruz Ferreira, com a mesma morada?) As aplicações não ligadas e muito diferentes entre si resultam em dados inconsistentes, e como tal qualquer tentativa de análise a esses dados resulta nos proverbiais alhos e bugalhos, ou seja, numa confusão tremenda quando se trata de tomar decisões informadas. Com um pacote ERP integrado, existe apenas uma única versão da verdade que é introduzida apenas uma única vez para depois se propagar a todos os intervenientes do processo que dela necessitem. Todos os processos de negócio, todos os intervenientes que interajam com a aplicação e todos os executivos que tomem decisões pela empresa vêem a mesma versão da realidade, em tempo real, e em qualquer momento. 4. Porque é que o meu pacote de aplicações ERP deve ir para além das minhas operações internas? A sua área de intervenção estende-se, de facto, para além das operações internas: para ter sucesso, terá de ter uma forma eficiente de gerir as suas aquisições de bens, serviços e matérias-primas; manter e controlar as relações com os seus fornecedores e parceiros; e criar, gerir e reter a sua clientela. A gestão de todas estas relações torna-se mais eficiente e económica com aplicações implementadas a nível de toda a empresa. Tomando como exemplo do processo desde a encomenda à recepção do dinheiro, existem muitos passos que envolvem o cliente, serviços de entrega externos e o banco, e todos estes passos são externos à sua organização.

4 O ABC dos ERPs: Um Sumário Executivo 3 5. Há alguma vantagem em ter um pacote ERP feito para todas as minhas áreas de intervenção? Para além de evitar os problemas causados pelas soluções dispersas e não integradas (o terceiro problema referido antes), a abordagem de pacote à gestão traz grandes benefícios: Escalabilidade - as soluções ERP são desenvolvidas para acompanhar o crescimento da sua empresa. Ao contrário de determinadas aplicações autónomas, a evolução das soluções ERP não chega a um beco sem saída com continuação para outras soluções e não obriga a recomeçar do nada com uma aplicação nova e diferente. Gestão dos fornecedores - Gerir uma panóplia de fornecedores com vários números de assistência 808 é, de facto, uma tarefa extremamente complicada. Com um pacote integrado, trabalha-se com um único fornecedor de soluções. Funcionalidade - Acesso à funcionalidade necessária a toda a actividade ao longo do tempo, a um preço acessível. Inicialmente poderá não parecer a opção mais económica, mas normalmente acabará por sê-la a longo prazo, à medida que as necessidades do seu negócio crescerem e mudarem. Assistência e suporte fiáveis - A possibilidade de ter acesso a uma assistência e suporte é fundamental. É mais fácil dar assistência a um ambiente ERP integrado do que a uma miscelânea de diferentes aplicações. Desafios para as PME modernas As empresas mais pequenas não aderiram à onda do ERP nos anos 90 e evitaram as estruturas económicas e os riscos assumidos nessa área pelas empresas de grande porte. Consequentemente, muitas destas empresas possuem actualmente aplicações desactualizadas ou sobrecarregadas e vêem-se obrigadas a investir em nova tecnologia para alcançar ou manter a competitividade nos seus mercados, necessitando de tempos muito reduzidos para a implementação de qualquer aplicação de software, e exigem um retorno rápido sobre os investimentos que efectuarem em software. Actualmente, muitas PME necessitam de actualizações de software, um número maior de ou outras aplicações de software, tecnologia mais actualizada ou robusta e frequentemente soluções de negócio mais sofisticadas. É a altura para Reavaliar o ERP Os estudos da Aberdeen mostram que as pequenas e médias empresas sofrem actualmente fortes pressões em termos de custos operacionais, afirmando que os consideram como o maior desafio, e que o maior travão às suas estratégias é a falta de fundos 1. Mas essas 1 ERP in Small and Midsize Business: The 2004 Benchmark Report (Boston: Aberdeen Group, Julho de 2004). Disponível em

5 O ABC dos ERPs: Um Sumário Executivo 4 empresas preocupam-se também com o crescimento e a retenção dos seus clientes, ou seja, adquirir e fidelizar uma clientela. Para além disso, estas empresas mais pequenas afirmam que se preocupam com a potencial comoditização dos seus produtos ou serviços. Conhecendo então os principais desafios paras as PMEs, vejamos agora o que relaciona esses desafios com as soluções ERP modernas: Falta de fundos para estratégias e iniciativas institucionais Falta de visão e objectivos institucionais claramente definidos Falta de comunicação das estratégias e iniciativas institucionais Métricas que não incentivam suficientemente os colaboradores para apoiar/alcançar os objectivos institucionais Recursos humanos insuficientemente qualificados para alcançar os objectivos de negócio Incapacidade de determinar e planear, de forma concisa, a procura pelos clientes Actuais estratégias das PME: Melhorar os métodos existentes para a aquisição e retenção de clientes Aumentar as capacidades de investigação e desenvolvimento (I&D) Aumentar a capacidade de recrutar e reter recursos humanos qualificados. Para além da questão da falta de fundos, as questões da definição de objectivos e a comunicação desses objectivos dentro da organização implicam melhoramentos na área do ERM (Employee Relationship Management), que pode ser facilitada através de tecnologias como os portais e as soluções self-service para os colaboradores. Para além disso, as questões da propagação de incentivos baseada em metas pode ser mitigada através de técnicas de EIM (Employee Incentive Management); as soluções para a aquisição melhorada de recursos humanos qualificados através do recrutamento electrónico; e a gestão da procura através de soluções de procura e previsão electrónicas. A PMEs têm vindo a adoptar essas soluções a um ritmo mais lento do que as empresas de grandes dimensões; contudo, já começam a definir as suas necessidades de uma forma concisa e integrada de forma a procurar uma solução de ERP.

6 O ABC dos ERPs: Um Sumário Executivo 5 Conclusões da Aberdeen As PMEs consideram as tecnologias como elementos facilitadores das suas estratégias, referindo especificamente a maior disponibilidade de ferramentas avançadas de análise, suporte a decisões e criação de relatórios, bem como a disponibilidade de aplicações de negócio para processos específicos. Para além disso, as PMEs expressaram um pedido claro aos fornecedores de soluções ERP: melhorar a funcionalidade de negócio dentro das aplicações de ERP. O CRM (Customer Relationship Management) é a maior área prevista para novas despesas. A imensa variabilidade das formas como as PME realizam a sua actividade continua a predominar. A redução dos custos operacionais é a questão mais importante de todas, e embora o investimento global seja cauteloso, as PMEs irão recorrer às tecnologias para dar resposta ao crescimento do negócio e da contenção das despesas. Recomendações A Aberdeen Group recomenda: Avalie os seus objectivos e requisitos de negócio ainda hoje Avalie potenciais soluções, fornecedores e parceiros VAR de forma ponderada Planeie para o futuro, e não apenas para o presente 2 Pode fornecer-nos informações adicionais sobre este estudo em Aberdeen Group, Inc. 260 Franklin Street, Suite 1700 Boston, Massachusetts USA Telephone: Fax: Aberdeen Group, Inc. Todos os direitos reservados Agosto de 2004 Fundada em 1988, a Aberdeen Group é conselheira das Global 5000 para assuntos de estratégias e tecnologias da cadeia de valor. Através dos seus testes e análise de práticas de cadeia de valor, a Aberdeen oferece uma combinação exclusiva de pesquisa, ferramentas e serviços que ajudam os executivos das G5000 a avaliar o seu desempenho na cadeia de valor, desenvolver estratégias de melhoramento e seleccionar parceiros de soluções de cadeia de valor. O presente documento é o resultado de um estudo realizado pela Aberdeen Group e subscrito pela Microsoft Corp. A Aberdeen Group acredita que os resultados encontrados são objectivos e representem a melhor análise disponível à altura da publicação. 2 Para mais informações sobre a selecção de soluções consulte Buyer s Guide for Middle Market Enterprises: Criteria for Vendor Selection.

Sistemas Integrados ASI - II

Sistemas Integrados ASI - II Sistemas Integrados ASI - II SISTEMAS INTEGRADOS Uma organização de grande porte tem muitos tipos diferentes de Sistemas de Informação que apóiam diferentes funções, níveis organizacionais e processos

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Candidatar-se como Microsoft Certified ou Gold Certified Partner Guia de inscrição passo-a-passo

Candidatar-se como Microsoft Certified ou Gold Certified Partner Guia de inscrição passo-a-passo Candidatar-se como Microsoft Certified ou Gold Certified Partner Guia de inscrição passo-a-passo O Microsoft Partner Program oferece três níveis de programa Registered Member, Microsoft Certified Partner

Leia mais

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto Os Sistemas de Informação nas PME s José Pinto José Ângelo Costa Pinto Licenciado em Gestão Empresas Pós-Graduação em Sistemas de Informação (PM) Pós Graduação em Economia e Gestão Mestre em Sistemas de

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF GESTÃO Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) Informação e Decisões Gerir envolve tomar muitas e frequentes decisões Para decidir com eficácia

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

Tecnologias de Informação

Tecnologias de Informação Sistemas Empresariais Enterprise Resource Planning (ERP): Sistema que armazena, processa e organiza todos os dados e processos da empresa de um forma integrada e automatizada Os ERP tem progressivamente

Leia mais

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem:

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem: Descrição de Serviços Serviços de Planeamento e Empresarial Os Serviços de Planeamento e Empresarial fornecem serviços de consultoria e prototipagem para facilitar a agenda do Licenciado relativa à inovação

Leia mais

PALAVRAS CHAVE RESUMO

PALAVRAS CHAVE RESUMO ESIG2001 SPATIAL INTELLIGENCE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA COMO MEIO DE SUPORTE À DECISÃO João Machado Costa, Rui Marques Ferreira Novabase www.novabase.pt joao.machado@novabase.pt PALAVRAS CHAVE Spatial Information

Leia mais

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação Janniele Aparecida Como uma empresa consegue administrar toda a informação presente nesses sistemas? Não fica caro manter tantos sistemas diferentes? Como os

Leia mais

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Fonte: Tipos de Sistemas de Informação (Laudon, 2003). Fonte: Tipos de Sistemas

Leia mais

A PHC atingiu recentemente os 400 clientes Licença Garantida. No mercado há pouco mais de um ano, a modalidade que permite os clientes PHC renovarem a licença do seu software por três anos já representa

Leia mais

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento

FERRAMENTAS? a alterar, em muitas organizações, um. instrumento tão abrangente como um orçamento O QUE É IMPRESCINDÍVEL NUMA SOLUÇÃO DE ORÇAMENTAÇÃO E PREVISÃO? Flexibilidade para acomodar mudanças rápidas; Usabilidade; Capacidade de integração com as aplicações a montante e a jusante; Garantir acesso

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

Sistemas de Informação no sector da Construção. João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1

Sistemas de Informação no sector da Construção. João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1 Sistemas de Informação no sector da Construção João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1 Sistemas de Informação no sector da Construção 1. SI na Construção. Introdução 2. ERP 3. BIM 4. Outras aplicações

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011.

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011. O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, António Trigo 2, João Barroso 1 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 2 Instituto

Leia mais

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa Neste artigo clarifica-se os objectivos do ILM (Information Life Cycle Management) e mostra-se como estes estão dependentes da realização e manutenção

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Dar exemplos de como a Internet e outras tecnologias da informação apoiam os processos de negócio nas seguintes funções empresariais: ƒ contabilidade; ƒ gestão financeira;

Leia mais

1/7 *UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR* (A classificação desta prova será publicada neste site)

1/7 *UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR* (A classificação desta prova será publicada neste site) Classificação: Valores *UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR* Dep. de Gestão e Economia Exame de 1.ª Chamada de Gestão da Informação Ano lectivo 2007-2008 Licenciatura em: Data: 2008-07-26 Gestão Docente: Francisco

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema ERP; Processos de Desenvolvimento, Seleção, Aquisição, Implantação de ERP; Aderência e divergência

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Software Corporativo ERP ProdelExpress Diante da nossa ampla experiência como fornecedor de tecnologia, a PRODEL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO oferece aos seus clientes

Leia mais

Alteração da taxa de IVA

Alteração da taxa de IVA Manual do Utilizador Alteração da taxa de IVA Software Sisgarbe Data última versão: 24-06-2010 Data última versão Base de Dados: Data criação: 01-06-2010 Versão: 1.00 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDOC Sistema de Gestão Documental Dossier de Produto DP10.02 02.01.2009 www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDoc Sistema de Gestão Documental A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais,

Leia mais

Plataforma de Gestão de Actualizações de Software Descrição do Problema

Plataforma de Gestão de Actualizações de Software Descrição do Problema Plataforma de Gestão de Actualizações de Software Descrição do Problema Pedro Miguel Barros Morgado Índice Introdução... 3 Ponto.C... 4 Descrição do Problema... 5 Bibliografia... 7 2 Introdução No mundo

Leia mais

A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação

A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação O funcionamento dos sistemas e tecnologias de informação e comunicação têm nas organizações um papel cada vez mais crítico na medida em que

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI 19/04 Recursos e Tecnologias dos Sistemas de Informação Turma: 01º semestre

Leia mais

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados 1 Secção I ƒ Sistemas empresariais cruzados Aplicações empresariais cruzadas 2 ƒ Combinações integradas de subsistemas de informação, que partilham recursos informativos e apoiam processos de negócio de

Leia mais

Nuno Fernandes Mara Ferreira & João Grilo. HR BPO Desafios nos próximos anos. 14 de Março 2012 Centro Congressos do Estoril

Nuno Fernandes Mara Ferreira & João Grilo. HR BPO Desafios nos próximos anos. 14 de Março 2012 Centro Congressos do Estoril Nuno Fernandes Mara Ferreira & João Grilo HR BPO Desafios nos próximos anos Agenda Enquadramento Serviços HR BPO Selecção de parceiros Implementação e operação do HR BPO Exemplo prático Meta4 Agenda Enquadramento

Leia mais

RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO WESLLEYMOURA@GMAIL.COM RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ANÁLISE DE SISTEMAS ERP (Enterprise Resource Planning) Em sua essência, ERP é um sistema de gestão empresarial. Imagine que você tenha

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas Informática Aula 3 Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução aos Sistemas A Teoria dos Sistemas proporciona um meio poderoso

Leia mais

Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6. André Jun Nishizawa

Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6. André Jun Nishizawa Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6 Introdução Há 50 anos, as cadeias eram gerenciadas por lápis, papel e calculadora. Hoje existem softwares. Esta parte da aula fará um tour pelos tipos de softwares

Leia mais

Gestão de Empresas de Contabilidade

Gestão de Empresas de Contabilidade Gestão de Empresas de Contabilidade Pensada especificamente para as Empresas de Contabilidade, esta solução ARTSOFT permite-lhe o controlo total da gestão, a dois níveis: o trabalho da sua empresa e a

Leia mais

2 - Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação

2 - Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão/ FMH - Instituto de Motricidade Humana 2 - Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação Conceitos SI II - 1 Agenda O Impacto do Computador na Sociedade

Leia mais

A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal.

A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal. A plataforma de software modular ud121 E-Business, oferece uma das mais sofisticadas ferramentas para comunicações integradas multi-canal. Adoptada por diversas empresas líderes de mercado em vários sectores

Leia mais

A gestão completa dos seus recursos humanos

A gestão completa dos seus recursos humanos PHC Recursos Humanos CS DESCRITIVO Optimize a selecção e recrutamento, proceda à correcta descrição de funções, execute as avaliações de desempenho e avalie as acções de formação. PHC Recursos Humanos

Leia mais

MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION

MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION MICROSOFT BUSINESS SOLUTIONS NAVISION O Microsoft Business Solutions Navision dá-lhe a liberdade para se concentrar no seu negócio ao fornecer uma forma eficaz de

Leia mais

Negócios à Sua dimensão

Negócios à Sua dimensão Negócios à Sua dimensão O seu Software de Gestão acompanha-o? O ArtSOFT pode ser a solução de gestão da sua empresa. O ArtSOFT Profissional permite o controlo total sobre a gestão da sua empresa, assegura

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Os sistemas ERP são divididos em módulos, tanto comercial quanto didaticamente, dentre os quais os mais clássicos são: financeiro, materiais, vendas, controladoria, qualidade,

Leia mais

Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado

Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado Louis Albert Araujo Springer Luis Augusto de Freitas Macedo Oliveira Atualmente vem crescendo

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Os SIs têm o objetivo de automatizar os diversos processos empresariais, visando aumentar o controle e a produtividade, bem

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

GUIA DEFINITIVO DE ERP PARA COMÉRCIO VAREJISTA

GUIA DEFINITIVO DE ERP PARA COMÉRCIO VAREJISTA GUIA DEFINITIVO DE ERP PARA COMÉRCIO VAREJISTA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> Como saber o momento certo para investir em um ERP?... 6 >> Como um sistema ERP pode me ajudar na prática?... 11 >> O que preciso

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Gestão e tecnologia para PME s

Gestão e tecnologia para PME s www.sage.pt Gestão e tecnologia para PME s Sage Porto Sage Lisboa Sage Portugal A longa experiência que temos vindo a acumular no desenvolvimento de soluções integradas de software de gestão para as pequenas

Leia mais

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Sistemas de Apoio Prof.: Luiz Mandelli Neto Sistemas de Apoio ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Mapa de TI da cadeia de suprimentos Estratégia Planejamento Operação

Leia mais

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM Trabalho realizado por: Ana Luisa Veiga Filipa Ramalho Doutora Maria Manuela Pinto GSI 2007 AGENDA:

Leia mais

Sobre a PNMsoft. Fundada em 1996 - Especialista em BPM e Workflow. Sede em Inglaterra, com escritórios e parceiros em todo o mundo

Sobre a PNMsoft. Fundada em 1996 - Especialista em BPM e Workflow. Sede em Inglaterra, com escritórios e parceiros em todo o mundo Sobre a PNMsoft Fundada em 1996 - Especialista em BPM e Workflow Sede em Inglaterra, com escritórios e parceiros em todo o mundo Escritório em Portugal. Reditus como principal Parceiro SEQUENCE: Plataforma

Leia mais

Sistemas de Informação na Organização

Sistemas de Informação na Organização Sistemas de Informação na Organização Tipos de Sistemas de Informação TPS, KMS, MIS, DSS, ESS Perspectiva funcional dos SI Exemplos Perspectiva dos processos de negócio CRM SCM ERP Sistemas de Informação

Leia mais

PHC Recursos Humanos CS

PHC Recursos Humanos CS PHC Recursos Humanos CS A gestão total dos Recursos Humanos A solução que permite a optimização da selecção e recrutamento, a correcta descrição de funções, a execução das avaliações de desempenho e a

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Copyright mypartner HealthCare Software Solutions 2007. v1.0. 13 de Dezembro de 2007 Hotel Tivoli - Coimbra

Copyright mypartner HealthCare Software Solutions 2007. v1.0. 13 de Dezembro de 2007 Hotel Tivoli - Coimbra Copyright mypartner HealthCare Software Solutions 2007 v1.0 1 13 de Dezembro de 2007 Hotel Tivoli - Coimbra Agenda Simplificação Hospitalar. Para uma Saúde melhor. Agenda Soluções de gestão empresarial

Leia mais

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias.

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. GoldMine QuickStart Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. O GoldMine é uma ferramenta de gestão da relação com os clientes (CRM-Costumer Relationship

Leia mais

Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto

Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto 2010, Marco Porto Resumo No presente documento são analisadas as várias caracteristicas da informação e sua importância

Leia mais

SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING

SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCEES PLANNING O ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) consiste num sistema interfuncional que tem por missão integrar e automatizar

Leia mais

Soluções para o Negócio Back-Office e Front-Office.

Soluções para o Negócio Back-Office e Front-Office. Soluções para o Negócio Back-Office e Front-Office. 1 Back-Office e Front-Office. Soluções para o Negócio Back-Office e Front-Office. ESTRATÉGIA DO NEGÓCIO ANÁLISE ESTRATÉGICA Visão, missão, objectivos

Leia mais

O projecto de sistemas de informação para as empresas de "Facility Services" e sua rede de parceiros

O projecto de sistemas de informação para as empresas de Facility Services e sua rede de parceiros PREMIVALOR O projecto de sistemas de informação para as empresas de "Facility Services" e sua rede de parceiros Rita Oliveira SEIDOR roliveira@seidor.es Telef.: +351 210 001 686 Lisboa, 6 Dezembro 2007

Leia mais

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes O que é ERP? ERP é a sigla de Enterprise Resourse Planning (Planejamento dos Recursos Empresariais). Trata-se de uma técnica moderna de gestão empresarial pela qual todas as informações de todas as áreas

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Componentes de uma empresa Objetivos Organizacionais X Processos de negócios Gerenciamento integrado

Leia mais

Capítulo. Sistemas empresariais

Capítulo. Sistemas empresariais Capítulo 8 1 Sistemas empresariais 2 Objectivos de aprendizagem Identificar e exemplificar os seguintes aspectos da gestão do relacionamento com os clientes, da gestão de recursos empresariais e dos sistemas

Leia mais

Organizações. Pedro Sousa

Organizações. Pedro Sousa Organizações Índice Introdução aos Tipos de Organizações Industriais Grossistas/Armazenistas Distribuição e Retalho Logística Serviços. Áreas das Organizações Financeira Recursos Humanos Produção Marketing

Leia mais

1. Introdução. 1.1. A história do ERP

1. Introdução. 1.1. A história do ERP 1. Introdução Podemos definir os sistemas ERP como sistemas de informação integrados na forma de um pacote de software que tem a finalidade de dar suporte à maioria das operações de uma organização. A

Leia mais

Master Data Management. Resumo

Master Data Management. Resumo Master Data Management Luis Torres 1, Helena Galhardas 2, João Damásio 3. 1) Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal luis.torres@tagus.ist.utl.pt 2) Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal helena.galhardas@tagus.ist.utl.pt

Leia mais

Ficha de Caracterização de Trabalho

Ficha de Caracterização de Trabalho Ficha de Caracterização de Trabalho Título: ERPs nas Organizações Empresariais Resumo: Pretende-se mostrar com este artigo o conceito de ERP, as suas caracteristicas, as vantagens e desvantagens assim

Leia mais

Empresa. Breve descrição do Projeto. Breve descrição da Empresa: TNMC SOLUÇÕES DE INFORMÁTICA, LDA. Secções desde documento:

Empresa. Breve descrição do Projeto. Breve descrição da Empresa: TNMC SOLUÇÕES DE INFORMÁTICA, LDA. Secções desde documento: DataConnector Ferramenta de Importação e Exportação de dados Secções desde documento: Breve descrição do Projeto Breve descrição da Empresa Descrição do funcionamento do DataConnector Descrição de como

Leia mais

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO O Microsoft Business Solutions for Supply Chain Management Navision Business Notification ajudao a gerir a sua empresa mais facilmente e eficazmente. Pode identificar qualquer problema

Leia mais

essencial para VARs, integradores e resellers Suplemento do Jornal Channel Partner n.º 60 ESPECIAL PMEs

essencial para VARs, integradores e resellers Suplemento do Jornal Channel Partner n.º 60 ESPECIAL PMEs essencial para VARs, integradores e resellers Suplemento do Jornal Channel Partner n.º 60 ESPECIAL PMEs ESPECIAL PMEs setembro 2009 Renting Uma decisão inteligente Num ambiente extremamente competitivo

Leia mais

A Internet nas nossas vidas

A Internet nas nossas vidas Economia Digital A Internet nas nossas vidas Nos últimos anos a internet revolucionou a forma como trabalhamos, comunicamos e até escolhemos produtos e serviços Economia Digital Consumidores e a Internet

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Gestão do conhecimento

Gestão do conhecimento 1 Gestão do conhecimento Inteligência empresarial Aproveitar o saber-fazer organizacional Apoio ao desempenho Interacção com as bases de dados operacionais Construção de redes periciais Criação, partilha

Leia mais

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study Espírito Santo Private Banking Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Sumário País Portugal Sector

Leia mais

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL Estudo Infosistema 4º trimestre de 2014 OBJECTIVO DO ESTUDO Objectivo: Analisar as tendências de projectos de IT em Portugal Período em análise: 4º Trimestre de

Leia mais

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais produtivos de modo a garantir uma maior qualidade dos produtos sujeitos a fabrico, ao menor

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Inovar para Ganhar Paulo Nordeste Portugal tem apresentado nos últimos anos casos de sucesso em inovação; como novos produtos, serviços e modelos de

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP Financeira Recursos Humanos Operações & Logística Comercial & CRM Analytics & Reporting

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

METRAGEST. Apresentação do Software SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO

METRAGEST. Apresentação do Software SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO METRAGEST Apresentação do Software SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO Junho de 2010 0 O Software MeTraGest foi desenvolvido para colmatar as necessidades operacionais nas áreas da Medicina do Trabalho

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Guia de Renovação do Software Assurance

Guia de Renovação do Software Assurance Guia de Renovação do Software Microsoft Software para Licenciamento em Volume é mais do que uma oferta de manutenção tradicional. O Software é uma solução completa que disponibiliza software e serviços

Leia mais

A gestão comercial e financeira através da Internet

A gestão comercial e financeira através da Internet PHC dgestão A gestão comercial e financeira através da Internet A solução de mobilidade que permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos, documentos de facturação, encomendas, compras,

Leia mais

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo Consortia e-market da Fileira Moda para o Mercado Externo O que é? Consórcio entre empresas da Fileira Moda e a Exponor Digital destinado a criar e explorar uma ou mais lojas online, orientada(s) para

Leia mais

Open source como estratégia

Open source como estratégia Open source como estratégia Introdução Objectivo Discussão do Open Source como estratégia no mundo empresarial; Diferentes abordagens; Exemplos; Introdução Introdução O que entendem sobre o uso de Open

Leia mais

Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio

Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio Microsoft Dynamics CRM Cliente Referência: PALBIT Palbit Palbit investe no Microsoft Dynamics CRM para suportar crescimento do negócio Sumário País Portugal Sector Produção Industrial Perfil do Cliente

Leia mais

OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO.

OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO. OS BENEFÍCIOS DO RENTING NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO. ÍNDICE INTRODUÇÃO OS BENEFÍCIOS DO RENTING VANTAGENS FISCAIS O RENTING REDUZ CUSTOS PERMITE MANTER A LIQUIDEZ E AS LINHAS DE CRÉDITO INTACTAS FINANCIAMENTO

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES]

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Módulo de CRM Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Um software com cada vez mais funcionalidades a pensar no seu negócio! A quem se destina As empresas que pretendem

Leia mais