Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas"

Transcrição

1 Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas Christiane Suemy

2 EXCELÊNCIA EM INFRAESTRUTURA DE REDE DE ACESSO PARA PROVEDORES DE INTERNET SPLITTER DE 1 er NÍVEL SPLITTER DE 2º NÍVEL CENTRAL DA OPERADORA

3 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS O QUE SERIA UM CABO ÓPTICO TOTALMENTE SECO? TS Totalmente Seco Sem geléia dentro dos tubos loose! Sem geléia dentro do núcleo do cabo!

4 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS CABOS ÓPTICOS COM TUBOS LOOSE Geléia Tixotrópica Cabos Totalmente Secos: Eliminam a geléia dos tubos loose, substituída por fios waterblocking! Fios Waterblocking

5 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS FIOS WATERBLOCKING IMPREGNADOS COM SAP Polímero na forma de pó super-absorvente de umidade Exemplo de como o polímero SAP absorve e bloqueia a umidade

6 VANTAGENS / BENEFÍCIOS A TOTAL ELIMINAÇÃO DA GELÉIA REDUZ EM ATÉ 40% O PESO LINEAR DO CABO, E COM DIÂMETRO EXTERNO ATÉ 20% MENOR. Bobinas com menor peso e dimensão reduzem custos e facilitam o transporte e manuseio do cabo durante instalação. Reduz tempo de preparação das pontas do cabo em até 80% para realização das emendas ópticas. Elimina necessidade de solventes orgânicos (desengraxantes) e panos de limpeza para remoção da geléia. Previne contaminação da máquina de fusão, ferramentas e OTDR. Reduz tempo durante manutenções da rede óptica instalada. ATENDE PLENAMENTE AOS REQUISITOS DE PERFORMANCE DAS NORMAS ABNT, REQUISITOS DE CERTIFICAÇÃO ANATEL, E INTERNACIONAIS COMO TELCORDIA GR-20 E ICEA. AJUDA A REDUZIR ASPECTOS DE SEGURANÇA E AMBIENTAIS. Disponível para aplicações em redes aéreas, subterrâneas em dutos, diretamente enterradas e cabos de terminação indoor/outdoor.

7 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS TEMPO DE PREPARAÇÃO ENTRE OS CABOS Totalmente Seco Geleado 00:03:06:07 00:07:03:25 PROCESSO DE LIMPEZA E PREPARAÇÃO DO CABO TOTALMENTE SECO: NO MÍNIMO 2 VEZES MAIS RÁPIDO

8 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS

9 CABOS ÓPTICOS TOTALMENTE SECOS

10 SOLUÇÃO CONECTORIZADA MAIOR AGILIDADE MAIOR FACILIDADE DISPENSA MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA

11 SOLUÇÃO Drop Fig.8 Low Friction

12 CTO CAIXA DE TERMINAÇÃO ÓPTICA FUSÃO SOMENTE NA INSTALAÇÃO FUSÃO E CONECTORES EM AMBIENTES SEPARADOS NÃO OFERECE RISCO AOS DEMAIS ASSINANTES OTIMIZA TEMPO DE ATIVAÇÃO DE CLIENTES SEM NECESSIDADE DE BAIXAR A CAIXA SEM NECESSIDADE DE SOBRAS DE CABOS DROPS SAÍDAS DO SPLITTER CONECTORIZADAS MODULARIDADE ATÉ 16 ASSINANTES CERTIFICADA ANATEL

13 CTO CAIXA DE TERMINAÇÃO ÓPTICA DIMENSIONAL REDUZIDO: 22 X 30 X 10 CM OCUPA ESPAÇO PEQUENO NO POSTE RESISTÊNCIA A UV E CORROSÃO PORTA OVAL: SANGRIA NOVA PORTA OVAL PARA ATÉ 4 CABOS GROMMETS E ANCORAGEM PARA CABO DROP FIG.8 LF] FÁCIL INSTALAÇÃO VEDAÇÃO MECÂNICA ISOLAMENTO MECÂNICO CERTIFICADA ANATEL

14 CABO ÓPTICO DROP FIG.8 LOW FRICTION DIMENSÕES COMPACTAS: 2 X 5 MM NÚCLEO ÓPTICO: 2 X 3 MM REVESTIMENTO DE BAIXO ATRITO (LOW FRICTION) EMPURRADO EM DUTOS CONGESTIONADOS E DE DIFÍCIL ACESSO SEM CABO GUIA SEM MATERIAL LUBRIFICANTE RETARDANTE À CHAMA E LSZH (LOW SMOKE ZERO HALOGEN) RESISTENTE A INTEMPÉRIES E RAIOS UV APLICAÇÃO EXTERNA (AÉREA AS OU EM DUTOS) E INTERNA NÃO HÁ NECESSIDADE DE TRANSIÇÃO DE CABOS FIBRAS ÓPTICAS ESPECIAIS MELHOR PERFORMANCE PARA ATENDER O USUÁRIO EM QUALQUER AMBIENTE CERTIFICADA PRETO OU CINZA ANATEL

15 CABO ÓPTICO DROP FIG.8 LOW FRICTION 1 ELEMENTO DE SUSTENTAÇÃO FIO DE AÇO DE 1,2 MM 2 ELEMENTOS DE TRAÇÃO FIOS DE AÇO OU ARAMIDA 0,4 MM FÁCIL ABERTURA CONSTRUÇÃO BIPARTIDA INSTALAÇÃO AÉREA SIMPLES ALÇA PLÁSTICA TIPO ESTICADOR NTT (NIPPON TELEGRAPH AND TELEPHONE CORPORATION) OPERADORA JAPONESA CERTIFICADA ANATEL

16 CABO ÓPTICO DROP FIG.8 LOW FRICTION MONTAGEM FÁCIL E RÁPIDA DISPENSA MÁQUINA DE FUSÃO DISPENSA FERRAMENTAS ESPECIAIS, EPÓXI OU POLIMENTO EM CAMPO À PROVA DE ERROS ALTA CONFIABILIDADE GUIA E GABARITO PERFORMANCE ÓPTICA PERDA DE INSERÇÃO TÍPICA: 0,3 DB CERTIFICADA ANATEL

17 AVALIAÇÃO DOS CABOS DROPS LOCAL E TEMPO DE INSTALAÇÃO COMPATIBILIDADE COM A REDE GARANTIA DE PERFORMANCE FINAL SEGURANÇA DO USUÁRIO Capa baixo atrito Facilidade de Instalação PADRONIZAÇÃO E ATENDIMENTO ÀS NORMAS APLICÁVEIS Segurança Capa LSZH Anatel Certificações e Normas QUALIDADE E REQUISITOS APLICÁVEIS

18 DIFICULDADES AO IMPLANTAR REDES FTTH EDIFÍCIOS SEM INFRAESTRUTURA ADEQUADA ATIVAÇÃO DE CLIENTES NO POSTE OU POR DUTOS

19 REQUISITOS TÉCNICOS AVALIADOS Segurança Capa LSZH Capa baixo atrito Anatel Facilidade de Instalação Certificações e Normas ANÁLISE CONSTRUTIVA CERTIFICAÇÃO ANATEL ANÁLISE DO FIO DE AÇO ADERÊNCIA DO REVESTIMENTO DESEMPENHO COM CONECTOR DE CAMPO COEFICIENTE DE ATRITO DINÂMICO COMPORTAMENTO FRENTE A CHAMA EMBALAGEM

20 ANÁLISE CONSTRUTIVA DROP EXTERNO Fibra óptica 3,1 Problemas comuns... de mm certificação Problemas em cabos sem garantia

21 FIO DE AÇO - CAMADA DE ZINCO (ZN) ELEMENTO SUSTENTAÇÃO DO DROP EXTERNO ASTM B SPECIFICATION FOR ZINC-COATED (GALVANIZED) STEEL CORE WIRE FOR ALUMINUM CONDUCTORS, STEEL REINFORCED (ACSR) Diameter (mm) 1,30 Toleranc e (mm) -0,030/ +0,030 Zinc coating weight (g/m 2 ) Tensile strength (MPa) Elongatio n at break (%) Number of immersions (Preece) Min.80 Min Min. 2,0 Min.1 Zinc coating adherence No galvanized damage removed by rubbing with the bare fingers Table 2 Dimensional and physical properties, according to the ASTM B498

22 COEFICIENTE DE ATRITO DINÂMICO Limites Máximos para os cabos Drop: Drop Interno: 0,150 Drop Externo: 0,250

23 COEFICIENTE DE ATRITO DINÂMICO OUTROS

24 EMBALAGEM

25 FTTx Soluções Rede de acesso

26

27 COM PPB E TECNOLOGIA NACIONAL Empresas com reconhecimento de bens desenvolvidos no país Tecnologia Nacional : produtos com tecnologia desenvolvida no país, de acordo com a Portaria MCT n. 950 (2006) Lei nº 8.248, de e no Decreto nº 5.906,de IPI REDUZIDO ATÉ 0%

28 HOMOLOGAÇÕES ANATEL Janeiro 2013 Janeiro 2013 versão metálica CTO (Caixa de Terminação Óptica) Novembro 2013 versão dielétrica Cabo Óptico Drop Fig.8 Low Friction Maio 2013 Conector de Campo EZ! Connector

29 O VALOR DA REDE QUANTO VALE A SUA REDE? QUANTO TEMPO DEVE DURAR A SUA REDE? SUA REDE É SEU PATRIMÔNIO!

30 Rede óptica de transporte de comunicação de alto desempenho para dados, voz e imagem a escolha ideal para acesso de ultra banda larga Menor custo de implantação: Otimização de uso de fibra óptica: sistema com divisores ópticos passivos para dividir o sinal entre diversos usuários Baixo custo de operação: Rede externa totalmente passiva, dispensando sistemas de alimentação, fontes de energia backup, aterramento, reduzindo custos de operação e principalmente de manutenção SOLUÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE ACESSO PARA PROVEDORES DE INTERNET

31 TREINAMENTOS CTA Data Cabling System 28h Objetivo: Capacitar profissionais nos conceitos e instalação de redes de cabeamento estruturado, criando competência para enfrentar a concorrência. Inclui a certificação MCT Fluke. FCP Fibras Ópticas 24h Objetivo: Abordar as soluções e tecnologias em fibras ópticas para aplicações em 1 e 10Gbps, capacitando profissionais a definir o tipo de fibra, cabo e acessórios para instalação de um sistema óptico e analisar os testes do link óptico. FCP FO Módulo Prática em Rede Externa 16 horas (4h teóricas e 12h práticas) Conceitos básicos de rede óptica; Segurança no trabalho EPIs e normas de segurança; Instalação de rede aérea Cabos espinados e auto-suportados; Instalação de rede subterrânea; Montagem de caixa de emenda óptica; Terminação de cabo interno em DIO. FCP FO Módulo Prático Medições Ópticas 8 horas (6h teóricas e 6h práticas) Conceitos básicos de rede óptica; Especificações de redes ópticas; Inspeção e limpeza de conectores ópticos; Medições com Powermeter e DTX; Medições com OTDR.

32

33 BENEFÍCIOS FACILIDADE DE EXPANSÃO OU IMPLANTAÇÃO DE NOVAS REDES - SOLUÇÃO ABERTA/ NÃO PROPRIETÁRIA MAIOR AGILIDADE MAIOR FACILIDADE DISPENSA MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA PRODUTOS COM CARACTERÍSTICA DE DESIGN QUE GARANTEM COMPATIBILIDADE PRODUTOS CERTIFICADOS ANATEL SOLUÇÃO COM GARANTIA DE LONGA VIDA ÚTIL E ALTA CONFIABILIDADE DOS PRODUTOS REDUÇÃO DE CUSTOS COM TEMPO DE INSTALAÇÃO, MELHORIA DA GESTÃO LOGÍSTICA DE CABOS E ACESSÓRIOS E SIMPLIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO DA REDE

34 TECNOLOGIA DIFERENCIADA REDE DE ALTO DESEMPENHO COM ULTRA BANDA LARGA E PERFORMANCE DOS MELHORES PADRÕES INTERNACIONAIS. REDES PASSIVAS ECONOMIA DE ENERGIA REDUÇÃO COM CUSTOS COM A OPERAÇÃO E PRINCIPALMENTE DE MANUTENÇÃO SOLUÇÃO TROPICALIZADA FACILIDADE DE EXPANSÃO OU IMPLANTAÇÃO DE NOVAS REDES INSTALAÇÃO SIMPLES E RÁPIDA FACILIDADE OPERAÇÃO BAIXO CUSTO DE INSTALAÇÃO PRODUTOS CERTIFICADOS ANATEL PRODUTOS DE ALTA CONFIABILIDADE GARANTIA DE LONGA VIDA ÚTIL E GARANTIA DE COMPATIBILIDADE - CARACTERÍSTICAS DE DESIGN CONFIÁVEIS CERTIFICADA ANATEL

35 OBRIGADO! Visite nosso site:

Totalmente Secos. Apresentação

Totalmente Secos. Apresentação Cabos Ópticos Totalmente Secos Cabos Título Ópticos da Totalmente Secos MAIS UMA INOVAÇÃO FURUKAWA Hernani Szymanski / GTC TS Totalmente Seco TECNOLOGIA FUNDAMENTAL PARA ACELERAR E IMPLEMENTAR NOVOS DESENVOLVIMENTOS

Leia mais

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC)

Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Os cabos ópticos TELCON contam com uma excelente proteção e transmissão óptica para conectar longas distancias e outros serviços como Multimedia, Internet

Leia mais

CFOT-MF/UB. Interno / Externo

CFOT-MF/UB. Interno / Externo CFOT-MF/UB Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Núcleo Seco Tubo Loose (UB) ou Cordão Monofibra (MF) SM ou MM Descrição Conjunto constituído por cordões ópticos ("tight buffer") ou tubos

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

Splitter Óptico 1xN Balanceado

Splitter Óptico 1xN Balanceado Splitter Óptico 1xN Balanceado Tipo do Produto Família do Produto Descrição Splitter óptico FBS - Furukawa Broadband System Splitters Ópticos são componentes passivos que realizam a divisão do sinal óptico

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

Fibra Óptica. Por que escolher a 3M? O futuro é FTTB / FTTA FTTP. Soluções inovadoras, a 3M é um fornecedor completo para

Fibra Óptica. Por que escolher a 3M? O futuro é FTTB / FTTA FTTP. Soluções inovadoras, a 3M é um fornecedor completo para Celular Fiber-tothe-Antenna FTTH FTTB / FTTA Planta Externa subterrânea FTTP Por que escolher a 3M? Soluções inovadoras, a 3M é um fornecedor completo para implementações de projetos FTTH em MDUs. A 3M

Leia mais

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão. Este cabo tem como diferencial ser constituído por um único tubo loose, protegidos por termoplástico preto retardante a chama

Leia mais

Como ofertar e projetar uma solução compacta Laserway PABLO DE CNOP GRANADO LOPES

Como ofertar e projetar uma solução compacta Laserway PABLO DE CNOP GRANADO LOPES Como ofertar e projetar uma solução compacta Laserway PABLO DE CNOP GRANADO LOPES CONCEITOS BÁSICOS A solução Laserway é baseada em uma rede multiserviços que utiliza o método de transmissão GPON, amplamente

Leia mais

Conquistas e Novos Desafios

Conquistas e Novos Desafios Conquistas e Novos Desafios Segmento ISPs e Integradores FTTx Marcos Kazushi Futikami - VSB Mercado - Cenario CRESCIMENTO CONTÍNUO AO LONGO DOS ANOS Brasil: 100% dos municípios do Brasil são cobertos pelos

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos Índice Nomenclatura... 2 Fibras Ópticas... 3 Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos CFOA-SM-ASY-G / CFOA-NZD-ASY-G CFOA-SM-ASY-RA-G / CFOA-NZD-ASY-RA-G... 4 e 5 CFOA-SM-ASY-S / CFOA-NZD-ASY-S... 6 e 7 CFOA-SM-LV-AS-Y-S

Leia mais

índice CENTRAL DE EQUIPAMENTOS REDE DE DISTRIBUIÇÃO REDE DE ACESSO REDE DE TERMINAÇÃO PARA RESIDÊNCIAS REDE DE TERMINAÇÃO PARA PRÉDIOS VANTAGENS

índice CENTRAL DE EQUIPAMENTOS REDE DE DISTRIBUIÇÃO REDE DE ACESSO REDE DE TERMINAÇÃO PARA RESIDÊNCIAS REDE DE TERMINAÇÃO PARA PRÉDIOS VANTAGENS índice 5 12 18 22 26 33 CENTRAL DE EQUIPAMENTOS REDE DE DISTRIBUIÇÃO REDE DE ACESSO REDE DE TERMINAÇÃO PARA RESIDÊNCIAS REDE DE TERMINAÇÃO PARA PRÉDIOS VANTAGENS 34 FACILIDADE DE COMPRA VIA CANAL DIRETO

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Construção Cabos Ópticos Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Família do Produto Construção TeraLan Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário: 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 3 5. Medições

Leia mais

A Solução Furukawa Broadband System. FTTH e FTTA

A Solução Furukawa Broadband System. FTTH e FTTA A Solução Furukawa Broadband System FTTH e FTTA A linha Furukawa Broadband System oferece diversas opções de cabos, divisores (Splitters), equipamentos e acessórios de infraestrutura óptica. Uma linha

Leia mais

Cidades Digitais. Convergência - Banda Larga Melhorando a vida do cidadão. José C. Alcântara Jr alcantara@furukawa.com.br

Cidades Digitais. Convergência - Banda Larga Melhorando a vida do cidadão. José C. Alcântara Jr alcantara@furukawa.com.br Cidades Digitais Convergência - Banda Larga Melhorando a vida do cidadão José C. Alcântara Jr alcantara@furukawa.com.br Sociedade Conectada A todo instante - Em qualquer lugar Sociedade Conectada A todo

Leia mais

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON Rede Óptica Passiva GigabitG Leonardo F. Oliveira Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON O que égpon? Utilização da fibra óptica para interligar pontos distantes

Leia mais

DISPONIBILIDADE DE ACESSO AO USUÁRIO FINAL DOS SERVIÇOS MULTIMÍDIA DE MANEIRA RÁPIDA, PRÁTICA E FUTURE PROOF.

DISPONIBILIDADE DE ACESSO AO USUÁRIO FINAL DOS SERVIÇOS MULTIMÍDIA DE MANEIRA RÁPIDA, PRÁTICA E FUTURE PROOF. DISPONIBILIDADE DE ACESSO AO USUÁRIO FINAL DOS SERVIÇOS MULTIMÍDIA DE MANEIRA RÁPIDA, PRÁTICA E FUTURE PROOF. Furukawa Broadband System A linha Furukawa Broadband System tem produtos voltados ao segmento

Leia mais

Caixa de emenda óptica (FOSC) DGJC-102A. Especificação Técnica

Caixa de emenda óptica (FOSC) DGJC-102A. Especificação Técnica Caixa de emenda óptica (FOSC) DGJC-102A Especificação Técnica ÍNDICE 1. Especificações Gerais 1.1 Objetivo 1.2 Aplicação 1.3 Qualidade 1.4 Confiabilidade 1.5 Referência 2. Especificações Técnicas 2.1 Características

Leia mais

CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120

CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 Manual de Instalação CEIP 120F CAIXA DE EMENDA INTERNA DE PAREDE 120 APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada em soluções

Leia mais

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior 3. Cabos de Fibra Óptica >Objectivo Este módulo tem como objectivo, a introdução às questões relacionadas como desenho de cabos de fibras ópticas, com o sua aplicação em ambientes diversos e com o estudo

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 4 5. Medições

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Roteiro Fibras ópticas Cuidados com cabos ópticos Elementos do Cabeamento Estruturado Fibras Ópticas Desde seu desenvolvimento, as fibras ópticas representaram um

Leia mais

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Estes cabos são formados

Leia mais

Redes FTTx Oportunidades & Desafios

Redes FTTx Oportunidades & Desafios Redes FTTx Oportunidades & Desafios Curitiba 25/Nov/2011 A Empresa Presente no mercado desde 1987 JV com Grupo Draka em 2000 Fundação Draktel Fibras Ópticas Presença comercial em toda América do Sul Elevadas

Leia mais

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD 2 Manual de Instalação DIO HDMOD Manual de Instalação DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada

Leia mais

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação.

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação. Universidade Católica do Salvador Disciplina: Teleprocessamento e Redes Professor: Marco Antônio Aluna: Monaliza Ayres Data: 27/09/1999 A Fibra Ótica como Meio de Transmissão de Dados em Ambientes Agressivos

Leia mais

REDE DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE FIBRA ÓPTICA REDE DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Emendas ópticas... 3 3. Interfaces ópticas... 4 4. Distribuidor geral óptico... 5 5. Cordões Ópticos... 5 6. Práticas

Leia mais

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho s Ópticas (TIA/EIA-) Características, Emendas e Testes de Desempenho Edson dos Santos Moreira Professor do Dep. de Sistemas de Computação Dagoberto Carvalio Junior Seção Técnica de Informática ICMC CCNA-CCAI-CCNP-FCP

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3

Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3 Cabeamento Metálico: Tudo o que você precisa saber Parte 3 Conteúdo Cabos Ópticos Aplicação LAN Cabos Ópticos Aplicação Lan - Linha FCS Acessórios Ópticos - Aplicação Lan - Linha FCS Recomendação De Instalação

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO HISTÓRICO DE VERSÕES

INSTRUÇÃO DE TRABALHO HISTÓRICO DE VERSÕES HISTÓRICO DE VERSÕES 1/25 Versão Data Elaborado por Motivo da Revisão Revisado por Aprovado por 01 03 14/10/2013 09/04/2014 28/07/2014 Lucival B. R. Rocha Marco Antonio F. da Silva Inclusão montagem conector

Leia mais

Cabo Óptico DROP DROP F8 X YF COG. Cabo Óptico Externo UTD CFOA X UTD G YF COG. Cordão Óptico COA COA X MF Y - COG

Cabo Óptico DROP DROP F8 X YF COG. Cabo Óptico Externo UTD CFOA X UTD G YF COG. Cordão Óptico COA COA X MF Y - COG Linha Óptica Linha de produtos que tem como principal função proporcionar o tráfego de dados, voz e imagem através de cordões e cabos de fibra óptica com o auxílio de acessórios para garantir a infraestrutura

Leia mais

Cabeamento Óptico 14/03/2014. Vantagens de utilização. Noções Ópticas. Vantagens de utilização. Sistema de comunicação Fibra. Funcionamento da Fibra

Cabeamento Óptico 14/03/2014. Vantagens de utilização. Noções Ópticas. Vantagens de utilização. Sistema de comunicação Fibra. Funcionamento da Fibra Cabeamento Óptico Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Vantagens de utilização Total imunidade às interferências eletromagnéticas; Dimensões reduzidas; Maior segurança no tráfego

Leia mais

Controllan Telecomunicações, Segurança Eletrônica e Elétrica. PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS

Controllan Telecomunicações, Segurança Eletrônica e Elétrica. PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS A Controllan comercializa produtos e serviços voltados à tecnologia integrada em Telecom, Segurança Eletrônica e Elétrica. Utilizamos a tecnologia compatível às necessidades do cliente,

Leia mais

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F.

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Cabos Ópticos Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Bueno Marcílio 1 Cabos Ópticos Estruturas de encapsulamento e empacotamento de

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb X AL X PExb.

Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb X AL X PExb. Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb AL PExb. MEMBRO Sistema de tubulações multicamadas para instalações de gases combustíveis Conforme com as Normas 1. Após cortar

Leia mais

LINHA ÓPTICA. Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit

LINHA ÓPTICA. Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit Distribuidor Interno Óptico Gaveta Módulo montado. Estrutura padrão 19 com gaveta metálica deslizante, frente em acrílico. Fornecido com módulos que fazem a reserva técnica de cabos, acomodação das emendas

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit

Distribuidor Interno Óptico Gaveta. Distribuidor Interno Óptico Fit Linha Óptica Família de produtos que tem como principal função proporcionar o tráfego de dados, voz e imagem através de cordões e cabos de fibra óptica com o auxílio de acessórios para garantir a infraestrutura

Leia mais

"TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS "TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS I - OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em serviços de Infraestrutura com manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalações, desinstalações,

Leia mais

PTTMETRO. 5º PTTForum

PTTMETRO. 5º PTTForum PTTMETRO AVALIAÇÃO DE REDES ÓPTICAS METROPOLITANAS 5º PTTForum 29 de Novembro de 2011 Salvador Rodrigues Equipe de Engenharia PTT.br AGENDA: - COMPONENTES DE REDE ÓPTICA

Leia mais

Fios e cordoalhas de aço zincados para Eletrificação e Telefonia

Fios e cordoalhas de aço zincados para Eletrificação e Telefonia Fios e cordoalhas de aço zincados para Eletrificação e Telefonia Fios e cordoalhas de aço 1 Qualidade que faz a diferença. Conhecer a qualidade das coisas é saber diferenciá-las. E, assim, poder escolher

Leia mais

A N E X O V I I I M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E L I N H A S E R E D E S D E D I S T R I B U I Ç Ã O S U B M E R S A S

A N E X O V I I I M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E L I N H A S E R E D E S D E D I S T R I B U I Ç Ã O S U B M E R S A S A N E X O V I I I M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E L I N H A S E R E D E S D E D I S T R I B U I Ç Ã O S U B M E R S A S C A T Á L O G O R E F E R E N C I A L DE M Ó D U L O S P A D R Õ E S D

Leia mais

Conexão Automática WAGO

Conexão Automática WAGO Conexão Automática WAGO Tudo o que você precisa para fazer uma emenda elétrica perfeita. Linha 222 Linha 224 Linha 773 Linha 243 Mais de anos de história Líder em tecnologia de conexão por mola. Presente

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos

Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos 51 3337 9318-3076 3800 Comercial@inforteltelecom.com.br Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos Operadoras

Leia mais

Redes Ópticas Passivas. Rodovias Sistemas de ITS

Redes Ópticas Passivas. Rodovias Sistemas de ITS Redes Ópticas Passivas Rodovias Sistemas de ITS Fibra Óptica Meio Ideal para Backbones e Redes de Acesso Arquitetura Rede de Acesso PON para Operadoras & ISP TECNOLOGIA PON Padronização ITU & IEEE ITU-T

Leia mais

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas.

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas. 1 Marca Em uma constante evolução, com um time formado por equipe interna, consultores, engenheiros dentro e fora do país e fornecedores de matéria prima globais, com uma moderna e completa planta fabril

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabeamento Estruturado Cabos Montados Conectores DIO Racks FTTx Acessórios Conteúdo Geral A família

Leia mais

CABOS TIPO: Tight-Buffer.

CABOS TIPO: Tight-Buffer. CABOS TIPO: Tight-Buffer. Manual de Instalação CABOS TIPO: Tight-Buffer APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Empresa especializada em soluções completas de alta performance para comunicação de dados e

Leia mais

Série P3000. Testadores pneumáticos de peso morto - modelo P3000. Dados técnicos. Recursos

Série P3000. Testadores pneumáticos de peso morto - modelo P3000. Dados técnicos. Recursos Série P3000 Testadores pneumáticos de peso morto - modelo P3000 Dados técnicos Recursos A pressão varia de Vácuo até 2.000 psi (140 bar) Precisão superior a 0,015 % de leitura. (Opção de precisão aumentada

Leia mais

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada é composta, (1) normalmente, por dois itens principais : Extensão Óptica:

Leia mais

CATÁLOGO INSTITUCIONAL SET. 2008 CATÁLOGO INSTITUCIONAL MEGAFORT INDUSTRIAL HIDRÁULICA LTDA. CILINDROS HIDRÁULICOS

CATÁLOGO INSTITUCIONAL SET. 2008 CATÁLOGO INSTITUCIONAL MEGAFORT INDUSTRIAL HIDRÁULICA LTDA. CILINDROS HIDRÁULICOS CATÁLOGO INSTITUCIONAL SET. 2008 CATÁLOGO INSTITUCIONAL MEGAFORT INDUSTRIAL HIDRÁULICA LTDA. CILINDROS HIDRÁULICOS Em processo de certificação ISO-9001/2000 A EMPRESA Estamos apresentando a MEGAFORT INDUSTRIAL

Leia mais

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida CAIXA DE PISO FLEXIBILIDADE DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO acabamento diferenciado instalação rápida ii LEGRAND SOLUÇÕES INTEGRADAS Comprometida com a melhoria

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado Infra-estrutura de cabeamento metálico ou óptico, capaz de atender a diversas aplicações proporcionando flexibilidade de layout, facilidade de gerenciamento, administração e manutenção

Leia mais

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto FASTLAN Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto Padrão TeraLan RoHS Compliant Descrição Os kits de adaptadores ópticos são compostos por adaptadores ópticos, monofibra ou duplex,

Leia mais

PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

PRODUTOS AGROPECUÁRIOS PRODUTOS AGROPECUÁRIOS A Gerdau pesquisou e desenvolveu, junto aos cerqueiros, o Arame Ovalado Gerdau - sucesso de vendas em todo o Brasil. E sabe por quê? Porque, para começar, o rolo não fica nervoso

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

QUALIDADE - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO

QUALIDADE - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO PLUG TERMINAL COM CAPA (PTC) 600 A 8,7 / 15 KV OPERAÇÃO SEM CARGA SUMÁRIO ITEM CONTEÚDO PG. 1. OBJIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 03 5.1. Condições

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 03 Cabeamento

Leia mais

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva Com a linha Geafol, obteve-se um transformador com excelentes características elétricas, mecânicas e térmicas que, adicionalmente, ainda é ecológico. São produzidos sob certificação DQS, ISO 9001 e ISO

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 04 Isolamento térmico AQUECIMENTO DE TUBULAÇÕES Motivos Manter em condições de escoamento líquidos de alta viscosidade ou materiais que sejam sólidos

Leia mais

Cabos ópticos internos compactos para redes FTTx: metodologia para avaliação do coeficiente de atrito dinâmico

Cabos ópticos internos compactos para redes FTTx: metodologia para avaliação do coeficiente de atrito dinâmico Cabos ópticos internos compactos para res FTTx: metodologia para avaliação do coeficiente atrito Ana Flávia Nascimento *, João Guilherme Dias Aguiar, Luís Guilherme Tomba Silveira Leite Com o senvolvimento

Leia mais

Sistema de tubos em polipropileno de alta resistência para esgoto e águas pluviais. Maior segurança. Máxima resistência.

Sistema de tubos em polipropileno de alta resistência para esgoto e águas pluviais. Maior segurança. Máxima resistência. Sistema de tubos em polipropileno de alta resistência para esgoto e águas pluviais. Maior segurança. Máxima resistência. União deslizante de duplo lábio: maior segurança e facilidade de trabalho. O anel

Leia mais

tecfix EP quartzolit Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi Boletim Técnico tecfix EP quartzolit Pág. 1 de 7

tecfix EP quartzolit Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi Boletim Técnico tecfix EP quartzolit Pág. 1 de 7 Pág. 1 de 7 Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi 1. Descrição: Produto bicomponente, pré-dosado, à base de epóxi, isento de estireno e não retrátil, disposto em bisnaga com câmaras independentes,

Leia mais

TAR 3M - Terminal de Acesso de Rede

TAR 3M - Terminal de Acesso de Rede 1. Objetivo Este boletim técnico apresenta as características e requisitos técnicos relativos ao Terminal de Acesso de Rede 3M sem possibilidade de proteção com capacidade para 10/20 pares. TAR-10 TAR-20

Leia mais

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS 1 INDICE CAPÍTULO 1 - AÇOS ESTRUTURAIS...1 1 INTRODUÇÃO - HISTÓRICO... 1 2 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DAS ESTRUTURAS DE AÇO... 2 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS...

Leia mais

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos:

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos: 1/7 1. OBJETIVO: 1.1. Esta Especificação Técnica tem por objetivo definir as características e estabelecer os critérios para a fabricação e aceitação do Sistema para Cabeamento Interno Aparente em Ambiente

Leia mais

Qualidade que faz a diferença.

Qualidade que faz a diferença. GO O L Á CAT Qualidade que faz a diferença. A Belgo Bekaert Arames, uma parceria entre a ArcelorMittal e a N. V. Bekaert, é uma das maiores fabricantes de arames do mundo. E, para conhecer a sua qualidade,

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004.

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004. ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004. NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS COAXIAIS FLEXÍVEIS DE 75 OHMS COM MALHA DE FIOS DE ALUMÍNIO 1. Objetivo Esta norma estabelece os requisitos

Leia mais

DIO A270 DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO A270

DIO A270 DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO A270 DIO A270 DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO A270 Manual de Instalação DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO A270 APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada em soluções completas

Leia mais

História da Fibra Óptica

História da Fibra Óptica História da Fibra Óptica Em 1870, o físico inglês Jonh Tyndall, demonstrou o princípio de guiamento da luz através de uma experiência muito simples, utilizando um recipiente furado com água, um balde e

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 00-13/07/2009 13/07/2009 APROVADO POR José Rubens Macedo Junior SUMÁRIO 1. RESUMO...3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...3 3.

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

CONEXÃO AUTOMÁTICA. Tudo o que você precisa para fazer uma emenda elétrica rápida e perfeita.

CONEXÃO AUTOMÁTICA. Tudo o que você precisa para fazer uma emenda elétrica rápida e perfeita. CONEXÃO AUTOMÁTICA Tudo o que você precisa para fazer uma emenda elétrica rápida e perfeita. WAGO Tradição em Inovar Inovação é a base de tudo o que a WAGO faz e, há mais de 60 anos, temos nos empenhado

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 53

COMUNICADO TÉCNICO Nº 53 Página 1 de 8 COMUNICADO TÉCNICO Nº 53 FIBRA ÓPTICA COMO MEIO DE COMUNICAÇÃO PADRÃO DE EQUIPAMENTOS APLICADOS NA PROTEÇÃO Diretoria de Engenharia e Serviços Gerência de Automação ELABORADO POR: COLABORADORES:

Leia mais

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes Invólucros Metálicos. Cajas Salientes ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Caixa metálica para instalação

Leia mais

www.ferca.pt Pré-esforço Aderente

www.ferca.pt Pré-esforço Aderente www.ferca.pt Pré-esforço Aderente Princípios O sistema T TM tension technology foi desenvolvido no âmbito da criação de um conceito integrado de soluções na área do pré-esforço com aplicação em obras de

Leia mais

Linha para Piso Elevado

Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Linha para Piso Elevado Calha para piso elevado... 53 Derivações... Caixa para piso elevado... 54 Metálico... 54 Nylon... 56 Latão... 58 54 Sistemas para

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00 DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE REDE /2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA /2015 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Especificação Técnica define os requisitos

Leia mais

DISTRIBUIDORES PARA TELEFONIA 1

DISTRIBUIDORES PARA TELEFONIA 1 DISTRIBUIDORES PARA TELEFONIA 1 Tiago Ribeiro Sapia 2 Resumo: Este artigo apresenta a estrutura básica dos distribuidores de telefonia fixa comutada, desde 1. INTRODUÇÃO sua origem até o assinante comum.

Leia mais

Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - Cordões Gaveta de Sobra - Tubo Loose

Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - Cordões Gaveta de Sobra - Tubo Loose s Painel slim Mini TOA 12 TOA 48 Compact P12 P24 Fix Flex Vision Protect Intercon 1 Intercon 2 Intercon Ultra Office Double Atlas Pentamax Fit Painel Guia Cabo Painel Cego 19 Gaveta de Sobra - dões Gaveta

Leia mais

Torres Luminosas Compactas e Modulares

Torres Luminosas Compactas e Modulares Torres Luminosas Compactas e Modulares Safe solutions for your industry Índice TLC-60 Torre Luminosa Compacta Página 4 TLM-70 Torre Luminosa Modular Página 10 3 TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ELETRICA

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ELETRICA ELETRICA A ME Engenharia tem como aliados profissionais altamente qualificados com anos de experiência em Engenharia de Eletricidade. Garantindo nossos projetos e manutenção com toda a proteção adequada

Leia mais

Construção Civil Linha PVC

Construção Civil Linha PVC Construção Civil Linha PVC Correr Abertura de 2 a 6 folhas que se movimentam mediante deslizamento horizontal. De fácil manuseio, podendo ser utilizada com persiana e tela mosquiteira. Permite ventilação

Leia mais

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de Maio de 2011 Nº de identificação: 04.002 Versão nº 1 Sika CarboShear L Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203

Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 Anexo 3 - MEMORIAL DESCRITIVO DA AMPLIAÇÃO DO ALMOXARIFADO - TI ET 07-02-203 1 REDE ESTRUTURADA DE TELECOMUNICAÇÕES Introdução O sistema de Telecomunicações constará alimentação dos pontos de comunicação

Leia mais

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa especializada para realizar a atualização tecnológica do backbone óptico da rede lógica para o padrão 10 Gigabit Ethernet, integrante do SISTEMA ELETRÔNICO/TELEMÁTICA

Leia mais

Agenda WWW.PARKS.COM.BR

Agenda WWW.PARKS.COM.BR Agenda Localização de aplicações GPON no espectro eletromagnético; Principio Fibra Óptica ; Ângulos de inserção; Relação Comprimento de onda e atenuação; Vantagens de aplicação de fibra e GPON; Cuidados;

Leia mais