MATEMÁTICA FINANCEIRA. Prof. Mário Leitão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATEMÁTICA FINANCEIRA. Prof. Mário Leitão"

Transcrição

1 MATEMÁTICA FINANCEIRA Prof. Mário Leitão

2 DISCIPLINA Matemática Financeira Carga Horária: 60H Disciplina Eletiva Professor: Mário Leitão

3 Mário Leitão Perfil Profissional Administrador(2009) Especialista em Gestão Financeira(2010) Mestre em Administração(2014) Atuação Profissional Corretor de Bolsa de Valores( ) Proprietário - Corretora de Câmbio.

4 CONTATOS Mário Leitão

5 EMENTA Operações com frações; proporções e operações algébricas. Conceitos financeiros. Juros Simples: Equivalência de Capitais; Operações de Descontos; e Proporcionalidade de Taxas. Juros Compostos: Equivalência de Capitais; Equivalência de Taxas de Juros; Métodos e Critérios de Avaliação de Investimentos de Capital e Custo de Capital; Séries Periódicas Uniformes, Séries Variáveis e Planos de Amortização.

6 Competências Esperadas Saber determinar o melhor meio de se empregar os esforços, através da análise e comparação de valores em fluxos financeiros em linha temporal; Otimizar resultados, minimizar riscos e efeitos da inflação em operações de empréstimos e/ou investimentos; Saber tomar decisões acertadas e saber implementá-las, avaliando o custo de oportunidade das opções, como elemento de referência e orientação.

7 OBJETIVOS Apontar as principais etapas que envolvem os cálculos financeiros, através da demonstração e desenvolvimentos de fórmulas matemáticas, possibilitando o uso de calculadoras financeiras e planilhas eletrônicas, para proporcionar ao aluno uma visão geral da ação do tempo em relação ao dinheiro, contemplando os aspectos conceituais e operacionais capazes de influenciar no risco e retorno de investimentos.

8 CONTEÚDO Nivelamento Juros Simples 2.1.Juros, taxa, período, valor presente e valor futuro. Diagrama do fluxo de caixa, data focal e horizonte temporal; 2.2. Equivalência de Capitais; 2.3. Desconto Racional; 2.4. Desconto Comercial; 2.5. Taxas de juros nominal e proporcional.

9 CONTEÚDO Juros Compostos 3.1.Taxas de Juros equivalente, efetiva, real e over; 3.2.Operações de Curto Prazo; 3.3.Desconto Racional e Comercial; 3.4.Equivalência de Capitais; 3.5. Séries Variáveis; 3.6. Métodos de Avaliação de Investimentos de Capital e Custo de Capital; 3.7. Séries Periódicas Uniformes; 3.8. Planos de Amortização.

10 METODOLOGIA Aulas teóricas apresentadas através de exposições dialógicas apoiadas (eventualmente) em apresentações de slides, emuladores de calculadoras financeiras (HP-12C) ou planilhas eletrônicas (Excel) com utilização do quadro branco para demonstrações de fórmulas matemáticas e resolução de exercícios.

11 AVALIAÇÃO Avaliações AP1a Prova AP1b Trabalhos AP2a Prova AP2b Trabalhos Média (AP1a + AP1b) / 2 + (AP2a + AP2b) / 2 Média = 2 Aprovação: média aritmética das avaliações parciais igual ou superior a 7,0 (sete) e atingir o mínimo de 75% de frequência. Reprovado: média aritmética das avaliações parciais inferior a 4,0 (quatro) e não atingir o mínimo de 75% de frequência. Avaliação Final: média aritmética das avaliações parciais inferior a 7,0 (sete) e igual ou superior a 4,0 (quatro) e atingir o mínimo de 75% de frequência (RESOLUÇÃO Nº 013/2010 CEPEX Artigos 9º, 10º e 11º).

12 BIBLIOGRAFIA BÁSICA ASSAF Neto, Alexandre. Matemática financeira e suas aplicações. 11.ed. São Paulo: Atlas, BRANCO, Anísio Costa Castelo. Matemática financeira aplicada: método algébrico, HP-12C, Microsoft Excel. 3. ed. São Paulo: Cengage Learning, PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática financeira: objetiva e aplicada. 8. ed. São Paulo: Saraiva, 2009

13 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ARAÚJO, Carlos Roberto Vieira. Matemática financeira: uso das minicalculadoras HP-12C e HP-19BII: mais de 500 exercícios propostos. São Paulo: Atlas, BASTOS, Rafael Rabelo. Matemática financeira: essencial com utilização da calculadora HP-12 e do Excel. Fortaleza: Edições Livro Técnico, BAUER, Udibert Reinoldo. Matemática financeira fundamental. São Paulo: Atlas, FARIA, Rogério Gomes de. Matemática comercial e financeira. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, p. Português. FORTES, José Carlos. Matemática financeira: teoria e prática. Fortaleza: Editora Fortes, MATHIAS, Washington Franco; GOMES, José Maria. Matematica financeira. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

14 Nivelamento Funçõ Frações es se Potência Raízes Porcen t agens Regra de 3

15 c Operações com frações Adição e Subtração(Mesmo Denominador)

16 Frações Operações com frações Adição e Subtração(Denominador Diferente)

17 Frações Multiplicação

18 Frações Divisão

19 Exercícios

20

21 Potências e Raízes Potenciação

22 Regras

23 Potências e Raízes Radiciação

24 Regras

25 Exercícios

26 Funções e Equações do 1

27 Funções e Equações do 2

28 Exercícioa

29 Porcentagem

30 Observações A porcentagem depende da referência % = % = 99

31

32 Você quer adquirir um carro no final do ano. Para isso está contando com R$ ,00, dinheiro que foi aplicado, no início do ano, da seguinte maneira: 45% em caderneta de poupança 25 % foi emprestado a uma taxa simples de 1% ao mês para seu irmão. 30% você aplicou na bolsa de valores. No final do ano, você verificou que: A caderneta de poupança rendeu 6% ao final de um ano de aplicação. Seu irmão devolveu o dinheiro mais os juros. A bolsa teve uma queda de 5%. Qual o valor que você conseguiu resgatar para a compra de seu carro?

33 Regra de 3 Grandezas Proporcionais Grandeza é tudo aquilo que pode ser medido ou contado. n Diretamente Proporcionais n Ex: Um trem a 60km/h demora duas horas para percorrer 120 km. Qual a distancia percorrida em 4 horas? n Inversamente Proporcionais n Ex: Um trem a 60km/h demora duas horas para percorrer 120 km. A 90km/h quanto tempo será necessário para percorrer 120km?

34 Exercícios

PLANO DE ENSINO. O curso está organizado em sete unidades, cujas respectivas seções estão abaixo apresentadas.

PLANO DE ENSINO. O curso está organizado em sete unidades, cujas respectivas seções estão abaixo apresentadas. EMENTA PLANO DE ENSINO Juros simples e descontos simples. Juros compostos e descontos compostos. Rendas. Série de pagamentos. Empréstimos e amortizações. Métodos de depreciação. OBJETIVO Apresentar aos

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA PARFOR PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM I IDENTIFICAÇÃO: PROFESSOR (A)

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: MATEMÁTICA FINANCEIRA

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Matemática Financeira I Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 4 1 - Ementa (sumário, resumo) Introdução ao estudo de matemática

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 6ª Semestre: 2º Ano: 2011

PLANO DE ENSINO. Período/ Fase: 6ª Semestre: 2º Ano: 2011 PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Matemática Professores: Eda Drehmer edadrehmer@uniarp.edu.br Período/ Fase: 6ª Semestre: 2º Ano: 2011

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA NÍVEL DE ENSINO: Graduação CARGA HORÁRIA: 80h PROFESSORES-AUTORES: Agnaldo Rolim de Moura Gislene Garcia Nora de Oliveira MATEMÁTICA FINANCEIRA APRESENTAÇÃO Após apresentar uma discussão introdutória,

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Razão 1. Introdução... 01 2. Conceito... 02 2.1. Razões inversas... 02 3. Exercícios propostos... 07

Sumário. Capítulo 1 Razão 1. Introdução... 01 2. Conceito... 02 2.1. Razões inversas... 02 3. Exercícios propostos... 07 Sumário Capítulo 1 Razão 1. Introdução... 01 2. Conceito... 02 2.1. Razões inversas... 02 3. Exercícios propostos... 07 Capítulo 2 Proporção 1. Introdução... 13 2. Conceito... 14 2.1. Propriedade fundamental

Leia mais

Faculdade Alves Faria

Faculdade Alves Faria Apresentação Discente e Docente. Aula expositiva dialogada Apresentação e Entrega do Plano de Ensino 1 2 3 4 1. Introdução à Matemática Financeira, tipos de taxa e apresentação do diagrama de Fluxo de

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: MATEMÁTICA FINANCEIRA Código: Série: 3º ANO Obrigatória ( X ) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 80H/A Período Letivo: 2015 Obs: Objetivos O discente, futuro profissional

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: MATEMÁTICA FINANCEIRA Código: Série: 3º ANO Obrigatória ( X ) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 80H/A Período Letivo: 2015 Obs: Objetivos O discente, futuro profissional

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( )

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Ciências Contábeis

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Empresariais Licenciatura Contabilidade / Ciências Económicas e Empresariais Unidade Curricular Cálculo Comercial e Financeiro Semestre: 3 Nº ECTS: 6,0

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Administração Disciplina

Leia mais

Código Créditos Período Pré-requisitos CSA 1404 4 3º CSA 1011

Código Créditos Período Pré-requisitos CSA 1404 4 3º CSA 1011 EMENTA Taxa interna de retorno; cálculo do valor líquido presente; pay back; taxa média de juros de mercado; método de amortização a juros simples MAJS; vida econômica de ativos; analise linear do equilíbrio;

Leia mais

Empréstimos e Financiamentos. Matemática Financeira. Empréstimos e Financiamentos. Empréstimos e Financiamentos. Empréstimos e Financiamentos

Empréstimos e Financiamentos. Matemática Financeira. Empréstimos e Financiamentos. Empréstimos e Financiamentos. Empréstimos e Financiamentos Matemática Financeira Resumo Prof. Adriana C. Ferrazza Semana Acadêmica Curso de matemática O que são juros? Porque cobrar juros? O que significa Amortizar? Quais os sistemas de amortização? Quando os

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004106A - Matemática Financeira

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004106A - Matemática Financeira Curso 1503 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0004106A - Matemática Financeira Docente(s) Alexandre Fructuoso da Costa Unidade Faculdade de Engenharia Departamento Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: MATEMÁTICA FINANCEIRA

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA E ANÁLISE DE INVESTIMENTOS - RP

MATEMÁTICA FINANCEIRA E ANÁLISE DE INVESTIMENTOS - RP UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA/PNAP 1 GUIA DE ESTUDOS Disciplina: MATEMÁTICA FINANCEIRA

Leia mais

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE ECONOMIA. CARGA HORÁRIA TOTAL: 54 hs TEORIA: 54 hs PRÁTICA:

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE ECONOMIA. CARGA HORÁRIA TOTAL: 54 hs TEORIA: 54 hs PRÁTICA: UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: DESA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE ECONOMIA SIGLA:

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Ete c Prof Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO

PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE: PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO NOME: CARLOS ARMANDO ROCHA FILHO CPF: 0496567015-34 RG: 04015522-68 Cidade/Estado: Ilhéus-BA TELEFONE: (73) 8821-3061 FAX: E-mail: carmandofilho@uol.com.br

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Ete c Prof Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação:

Leia mais

NOTAS DE AULA. Introdução à Matemática Financeira. Prof. Dr. Silvio Alexandre de Araujo

NOTAS DE AULA. Introdução à Matemática Financeira. Prof. Dr. Silvio Alexandre de Araujo NOTAS DE AULA Introdução à Matemática Financeira Prof. Dr. Silvio Alexandre de Araujo 2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Juros simples 2. Juros compostos 3. Séries periódicas uniformes 4. Planos de amortização

Leia mais

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.1 DISCIPLINA. CÓDIGO DA DISCIPLINA Matemática Financeira.

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.1 DISCIPLINA. CÓDIGO DA DISCIPLINA Matemática Financeira. Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008

PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008 PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008 Curso: Administração Disciplina: Matemática Financeira I Turma: Aulas/Semana: 02 Termo Letivo: 3 1. Ementa (sumário, resumo) Conceitos básicos sobre Administração

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA E ANÁLISE DE INVESTIMENTO AULA 02: CAPITALIZAÇÃO, DESCONTO E FLUXO DE CAIXA TÓPICO 03: FLUXO DE CAIXA (UNIFORME E IRREGULAR) FLUXO DE CAIXA Denomina-se fluxo de caixa, a sequência

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: Gino Rezaghi Código: 191 Município: Cajamar Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação: AUXILIAR

Leia mais

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.2. Administração Financeira I. 5º semestre

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.2. Administração Financeira I. 5º semestre Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira Evanivaldo Castro Silva Júnior 1 Matemática Financeira 2. Regime de Juros Simples 2 Conceitos fundamentais em capitalização simples Regime de Juros onde os juros são calculados sempre

Leia mais

04/08/2013. Custo. são os gastos com a obtenção de bens e serviços aplicados na produção ou na comercialização. Despesa

04/08/2013. Custo. são os gastos com a obtenção de bens e serviços aplicados na produção ou na comercialização. Despesa DECISÕES DE INVESTIMENTOS E ORÇAMENTO DE CAPITAL Orçamento de capital Métodos e técnicas de avaliação de investimentos Análise de investimentos Leia o Capítulo 8 do livro HOJI, Masakazu. Administração

Leia mais

Matemática Financeira Aplicada a Análise de Investimentos.

Matemática Financeira Aplicada a Análise de Investimentos. Matemática Financeira Aplicada a Análise de Investimentos. Professora: Michele Jackeline Andressa Rosa Disciplina: Avaliação e Análise de Investimentos 6 semestre de Economia Conceito de investimento Sacrificiozinho

Leia mais

CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA EM PERÍCIAS JUDICIAIS.

CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA EM PERÍCIAS JUDICIAIS. CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA EM PERÍCIAS JUDICIAIS. APRESENTAÇÃO DO CURSO O Curso de Matemática Financeira Aplicada em Perícias Judiciais do Instituto Caetano Andrade foi elaborado com o propósito

Leia mais

Matemática Financeira Módulo 2

Matemática Financeira Módulo 2 Fundamentos da Matemática O objetivo deste módulo consiste em apresentar breve revisão das regras e conceitos principais de matemática. Embora planilhas e calculadoras financeiras tenham facilitado grandemente

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02 Prof. Mário Leitão Conceitos. A matemática financeira é um ramo da matemática que estuda as variações do dinheiro ao longo de tempo. Dinheiro e tempo... Se seu amigo lhe pedisse

Leia mais

% de usuários. essa resposta

% de usuários. essa resposta PROVA DE MATEMÁTICA E FINANCEIRA BANCO DO BRASIL 007 - A numeração segue a ordem do caderno YANQUE. ENUNCIADO PRINCIPAL Segurança: de que forma você cuida da segurança da informação de sua empresa? Resultado

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO EXTENSÃO E. E. INDIA VANUÍRE Código: 9136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica

Leia mais

Código Créditos Período Pré-requisitos CSA 1019 4 6º PLANO DE CURSO E PROGRAMA DA DISCIPLINA

Código Créditos Período Pré-requisitos CSA 1019 4 6º PLANO DE CURSO E PROGRAMA DA DISCIPLINA Código Créditos Período Pré-requisitos CSA 1019 4 6º PLANO DE CURSO E PROGRAMA DA DISCIPLINA EMENTA A moeda e a intermediação financeira; Mercados Financeiros; Bolsa de Valores e Bolsa de Mercadorias e

Leia mais

PROGRAMA BÁSICO BANCO DO BRASIL

PROGRAMA BÁSICO BANCO DO BRASIL LÍNGUA PORTUGUESA PROGRAMA BÁSICO BANCO DO BRASIL Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Administração Financeira Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceitos gerais e uso atual

Leia mais

07/02/2015. Matemática Financeira 3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira. Matemática Financeira 3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira

07/02/2015. Matemática Financeira 3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira. Matemática Financeira 3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira 3º ADMINISTRAÇÃO Oliveira 3º ADMINISTRAÇÃO Oliveira PROGRAMA DA DISCIPLINA 1 Inflação e Preços 2 Variação Média e Variação Ponta a Ponta 3 Número Índice e Valor Base/Reajustado 4 Regra de Três Simples/Compostas

Leia mais

Microsoft Excel. Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO

Microsoft Excel. Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO Microsoft Excel Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO 1-) Funções financeiras no Excel... 2 1.1-) Função = VF( )... 2 1.2-) Função =VP( )... 3 1.3-) Função = PGTO ( )... 3 1.4-) Valor Presente Utilizando

Leia mais

C U R S O T É C N I C O E M S E G U R A N Ç A D O T R A B A L H O. matemática. Juros Compostos. Elizabete Alves de Freitas

C U R S O T É C N I C O E M S E G U R A N Ç A D O T R A B A L H O. matemática. Juros Compostos. Elizabete Alves de Freitas C U R S O T É C N I C O E M S E G U R A N Ç A D O T R A B A L H O 10 matemática Juros Compostos Elizabete Alves de Freitas Governo Federal Ministério da Educação Projeto Gráfico Secretaria de Educação

Leia mais

PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008

PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008 PLANO DE ENSINO Projeto Pedagógico: 2008 Curso: Administração Disciplina: Economia I Turma: Aulas/Semana: 02 Termo Letivo: 3 1. Ementa (sumário, resumo) Conceitos de Economia. Papel do Governo. Fundamentos

Leia mais

Matemática Financeira Capitalização

Matemática Financeira Capitalização FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA FATEC-SO Disciplina: ECONOMIA E FINANÇAS Curso: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS NOTURNO Professor: FRANCISCO RIBEIRO Matemática Financeira Figura 1 Matemática

Leia mais

AEP FISCAL CURSO DE ESTATÍSTICA

AEP FISCAL CURSO DE ESTATÍSTICA AEP FISCAL CURSO DE ESTATÍSTICA Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil, Analista Tributário da Receita Federal do Brasil e Auditor Fiscal do Trabalho. Prof. Weber Campos webercampos@gmail.com AUDITOR-FISCAL

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: AMBIENTE E SAÚDE Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Gerência de Saúde FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I 1 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I 2 CELSO ABREU DE ARAUJO Administrador - FACIG MBA Gestão Empresarial - FGV Mestrando Adm. Empresas - UDELMAR Telefone: 33-8432-3939 e- mail: celsoaaraujo@gmail.com

Leia mais

Podemos representar em fluxo de caixa através do seguinte diagrama: (+) (+) (+) (+) 0 1 2 3 4 5... n tempo

Podemos representar em fluxo de caixa através do seguinte diagrama: (+) (+) (+) (+) 0 1 2 3 4 5... n tempo FLUXO DE CAIXA O estudo da matemática financeira é desenvolvido, basicamente, através do seguinte raciocínio: ao longo do tempo existem entradas de dinheiro (receitas) e saídas de dinheiro (desembolsos)

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA Í N D I C E

MATEMÁTICA FINANCEIRA Í N D I C E MATEMÁTICA FINANCEIRA Í N D I C E Introdução... 01 JUROS (J)... 02 Regimes de Capitalização... 02 JUROS SIMPLES... 02 Capital (C) ou Valor Presente (VP)... 02 Taxa (i)... 02 Cálculo do Juro Simples...

Leia mais

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O :

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O : ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA Razão, Proporção,Regra de, Porcentagem e Juros PROF. CARLINHOS NOME: N O : 1 RAZÃO, PROPORÇÃO E GRANDEZAS Razão é o quociente entre dois números não nulos

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira elearning Informações do curso Apresentação do Curso De forma simples e descomplicada, esse curso apresenta os conceitos de matemá4ca financeira, aplicando- os na análise das principais

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Prof Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível médio Técnico em Contabilidade

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

Matemática. Elementar II Caderno de Atividades

Matemática. Elementar II Caderno de Atividades Matemática Elementar II Caderno de Atividades Autor Leonardo Brodbeck Chaves 2009 2008 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores

Leia mais

Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS

Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS 1 Matemática Financeira RECORDANDO CONCEITOS Propriedades da matemática Prioridades: É importante relembrar e entender alguns conceitos da matemática, que serão muito úteis quando trabalharmos com taxas.

Leia mais

JUROS COMPOSTOS. Desta forma o cálculo dos juros compostos não será efetuado da mesma forma que foi feita para os juros simples.

JUROS COMPOSTOS. Desta forma o cálculo dos juros compostos não será efetuado da mesma forma que foi feita para os juros simples. UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE - FAC-CG CURSO: Graduação Tecnológica em Gestão Comercial Disciplina: Matemática Comercial e Financeira Prof: Rosemberg Trindade JUROS

Leia mais

1. Avaliação de impacto de programas sociais: por que, para que e quando fazer? (Cap. 1 do livro) 2. Estatística e Planilhas Eletrônicas 3.

1. Avaliação de impacto de programas sociais: por que, para que e quando fazer? (Cap. 1 do livro) 2. Estatística e Planilhas Eletrônicas 3. 1 1. Avaliação de impacto de programas sociais: por que, para que e quando fazer? (Cap. 1 do livro) 2. Estatística e Planilhas Eletrônicas 3. Modelo de Resultados Potenciais e Aleatorização (Cap. 2 e 3

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2015-1

PLANO DE ENSINO 2015-1 Mercado Financeiro de Capitais Módulo B Ementa da disciplina: Conteúdo Programático: PLANO DE ENSINO 2015-1 Carga Horária: 50 h Estudar os principais conceitos que fundamentam o funcionamento do mercado

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Fábio Maia. AULA 1 - Juros Simples. Formulário: Juros Simples: j = C.i.n e Montante: M = C. (1 + i.

MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Fábio Maia. AULA 1 - Juros Simples. Formulário: Juros Simples: j = C.i.n e Montante: M = C. (1 + i. MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Fábio Maia AULA 1 - Juros Simples Juros Simples é o processo financeiro onde apenas o principal rende juros, isto é, os juros são diretamente proporcionais ao capital empregado.

Leia mais

MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA

MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA Amanda de Campos Diniz 1, Pedro José Raymundo 2

Leia mais

Plano de Ensino MERCADO FINANCEIRO

Plano de Ensino MERCADO FINANCEIRO Plano de Ensino MERCADO FINANCEIRO Título GST0187 - MERCADO FINANCEIRO Código da disciplina SIA GST0187 22 Número de semanas de aula 2 Número de créditos 36 Quantidade total de horas 36 Quantidade de horas

Leia mais

Apostila de Matemática Financeira Parte 01

Apostila de Matemática Financeira Parte 01 Apostila de Matemática Financeira Parte 01 Autor: Guilherme Yoshida Facebook: facebook.com/guilhermeyoshida90 Google+: https://plus.google.com/108564693752650171653 Blog: Como Calcular Curta a Página do

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA 216 questões com gabarito

MATEMÁTICA FINANCEIRA 216 questões com gabarito 216 questões com gabarito FICHA CATALOGRÁFICA (Catalogado na fonte pela Biblioteca da BM&F BOVESPA Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros) MATEMÁTICA FINANCEIRA: 216 questões com gabarito. São Paulo:

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira Professor conteudista: Dalton Millan Marsola Sumário Matemática Financeira Unidade I 1 CONCEITOS FUNDAMENTAIS...1 1.1 Taxa de juros...2 1.2 Taxa percentual...4 1.3 Taxa unitária...4

Leia mais

MS 777 Projeto Supervisionado Professor: Laércio Luis Vendite Ieda Maria Antunes dos Santos RA: 033337

MS 777 Projeto Supervisionado Professor: Laércio Luis Vendite Ieda Maria Antunes dos Santos RA: 033337 1 Análise de Investimentos MS 777 Projeto Supervisionado Professor: Laércio Luis Vendite Ieda Maria Antunes dos Santos RA: 033337 2 Sumário 1- Juros------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Introdução. Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br -

Introdução. Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br - Curso de Matemática financeira Introdução Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br - AULA 1: Definições O que são juros? Por que variam tanto? Risco. Inflação - ilusão de remuneração.

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Juros Compostos Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Juros Compostos Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Juros Compostos Juros Compostos Os juros formados em cada período são acrescidos ao capital formando o montante (capital mais juros) do período. Este montante passará a

Leia mais

Lista de Exercícios 1

Lista de Exercícios 1 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Elétrica Disciplina de Engenharia Econômica TE142 2º Semestre de 2011 Professor James Alexandre Baraniuk Lista de Exercícios 1 1. Um jovem de 20 anos

Leia mais

capitalização Prof. Marcus V. Americano da Costa F o Departamento de Engenharia Química Universidade Federal da Bahia

capitalização Prof. Marcus V. Americano da Costa F o Departamento de Engenharia Química Universidade Federal da Bahia Prof. Marcus V. Americano da Costa F o Departamento de Química Universidade Federal da Bahia Salvador-BA, 3 de setembro de 2014 Sumário estudo que compreende os métodos, as técnicas e os princípios necessários

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma breve revisão, de caráter mais teórico, sobre o conceito de porcentagem e juros. Na segunda parte, os alunos

Leia mais

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 16. Após a finalização de um concurso de conhecimentos gerais, os dados foram organizados e apresentados em um infográfico, conforme abaixo. Sabe-se que,

Leia mais

INTRODUÇÃO: JURO FATOR DE FORMAÇÃO DE JURO. VJ = VA x j. *Taxa de juro na forma unitária j=10% => j= 10/100 => j= 0,1

INTRODUÇÃO: JURO FATOR DE FORMAÇÃO DE JURO. VJ = VA x j. *Taxa de juro na forma unitária j=10% => j= 10/100 => j= 0,1 2 INTRODUÇÃO: O principal conceito que orientará todo o nosso raciocínio ao longo deste curso é o conceito do valor do dinheiro no tempo. Empréstimos ou investimentos realizados no presente terão seu valor

Leia mais

CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1

CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1 CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1 COMO INSTRUMENTO AUXILIAR EM NOSSOS CÁLCULOS, UTILIZAREMOS PREFERÊNCIALMENTE A CALCULADORA FINANCEIRA HP12-C INTRODUÇÃO A Matemática Financeira visa basicamente estudar

Leia mais

O EFEITO DE DIFERENTES CRITÉRIOS DE DEPRECIAÇÃO DE ATIVOS OPERACIONAIS NA ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA GERADO POR UM PROJETO

O EFEITO DE DIFERENTES CRITÉRIOS DE DEPRECIAÇÃO DE ATIVOS OPERACIONAIS NA ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA GERADO POR UM PROJETO O EFEITO DE DIFERENTES CRITÉRIOS DE DEPRECIAÇÃO DE ATIVOS OPERACIONAIS NA ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA GERADO POR UM PROJETO Ricardo Zerinto Martins 1, Paulo César Ribeiro Quintairos 2 1 Mestrando em Gestão

Leia mais

O ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NA ESCOLA BÁSICA

O ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NA ESCOLA BÁSICA O ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NA ESCOLA BÁSICA Lilian Nasser Projeto Fundão (UFRJ) e CETIQT/SENAI lnasser@im.ufrj.br Resumo: A inclusão da Matemática Financeira na grade do Ensino Médio deve ser um

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA 1 UNIDADE VII Continuando... Juros Compostos! Taxas Equivalentes São aquelas que, referindo-se a períodos de tempo diferentes, fazem com que um capital produza o mesmo montante (M ou FV) num mesmo tempo.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Comunicado Técnico 03

Comunicado Técnico 03 Comunicado Técnico 03 Análise Financeira Instruções Técnicas Responsável: José Henrique Bizinoto Engenheiro Civil; Especialista em Ensino da Matemática jhbizinoto@fazu.br CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA A capitalização

Leia mais

Os conteúdos estão apresentados de forma didática e por meio de exemplos. Sugerese, como complemento, a utilização de outras bibliografias.

Os conteúdos estão apresentados de forma didática e por meio de exemplos. Sugerese, como complemento, a utilização de outras bibliografias. MATEMÁTICA COMERCIAL APRESENTAÇÃO Caro aluno, A partir de agora, iremos começar os estudos de matemática comercial. O objetivo deste curso é propiciar uma introdução dinâmica sobre o assunto, de maneira

Leia mais

Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Análise e Resolução da prova do ISS-Cuiabá Neste artigo, farei a análise das questões de cobradas na prova do ISS-Cuiabá, pois é uma de minhas

Leia mais

CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN).

CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN). A Matemática Financeira tem como objetivo estudar o valor do dinheiro no tempo. CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN).

Leia mais

FINANÇAS CORPORATIVAS 2a. Aula 09/04/2011 3a. Aula 30/04/2011

FINANÇAS CORPORATIVAS 2a. Aula 09/04/2011 3a. Aula 30/04/2011 FINANÇAS CORPORATIVAS 2a. Aula 09/04/2011 3a. Aula 30/04/2011 Prof. Ms. Wagner Ismanhoto Economista M.B.A. em Engenharia Econômica Universidade São Judas São Paulo-SP Mestrado em Economia Rural UNESP Botucatu-SP

Leia mais

I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA TAXAS DE JUROS. Taxas Proporcionais

I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA TAXAS DE JUROS. Taxas Proporcionais 1º BLOCO...2 I. Matemática Financeira - André Arruda...2 2º BLOCO...6 I. Matemática - Daniel Lustosa...6 3º BLOCO... 10 I. Tabela de Acumulação de Capital... 10 I. MATEMÁTICA FINANCEIRA - ANDRÉ ARRUDA

Leia mais

www.estrategiaconcursos.com.br

www.estrategiaconcursos.com.br CONCURSO CARGOS EDITAL TRT/11ª Região (AM) RACIOCÍNIO LÓGICO: Esta prova visa avaliar a habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO

MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Curso de Especialização em Matemática para Professores do Ensino Básico MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO Gleison Silva Vilefort Costa Belo Horizonte 2015

Leia mais

Princípios de Finanças. Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br

Princípios de Finanças. Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br Princípios de Finanças Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br Material didático e acesso Site da disciplina http://frega.net Login: UFPRPRINCFIN 2 Prof. José Roberto Frega, Dr. Graduado em Engenharia

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira http://www.oportunity.ubbihp.com.br 1 CONCEITOS BÁSICOS DA MATEMÁTICA FINANCEIRA A consideração explicita do fator tempo em qualquer processo de transferência de recursos financeiros

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Roberto César Faria e Silva MATEMÁTICA FINANCEIRA Aluno: SUMÁRIO 1. CONCEITOS 2 2. JUROS SIMPLES 3 Taxa Efetiva e Proporcional 10 Desconto Simples 12 Desconto Comercial, Bancário ou Por Fora 13 Desconto

Leia mais

UNIDADE Capitalização composta

UNIDADE Capitalização composta UNIDADE 2 Capitalização composta Capitalização composta Curso de Graduação em Administração a Distância Objetivo Nesta Unidade, você vai ser levado a: calcular o montante, taxas equivalentes, nominal e

Leia mais

Prof. Dr. João Muccillo Netto

Prof. Dr. João Muccillo Netto Prof. Dr. João Muccillo Netto INTRODUÇÃO 1. Juros Segundo a Teoria Econômica, o homem combina Terra Trabalho Capital Aluguel Salário Juro para produzir os bens de que necessita. Juro é a remuneração do

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Neste artigo, faremos a análise das questões de cobradas na prova

Leia mais

Março/2012 Parte 2. Pag.1. Prof. Alvaro Augusto

Março/2012 Parte 2. Pag.1. Prof. Alvaro Augusto Pag.1 Pag.2 Pag.3 Descontos Desconto é a liquidação de uma operação antes de seu vencimento, envolvendo um prêmio ou recompensa. Valor Nominal, Valor de Resgate ou Valor de Face é o valor de um título

Leia mais

PORTARIA FEA-2, 18 de março de 2013.

PORTARIA FEA-2, 18 de março de 2013. PORTARIA FEA-2, 18 de março de 2013. Estabelece normas e dispõe sobre as disciplinas e respectivos programas para a segunda etapa do processo seletivo para transferência externa para 2013, referente aos

Leia mais

3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira

3º ADMINISTRAÇÃO. Prof. José Luiz Oliveira 3º ADMINISTRAÇÃO Oliveira 3º ADMINISTRAÇÃO Oliveira 1 PROGRAMA DA DISCIPLINA 1 Inflação e Preços 2 Variação Média e Variação Ponta a Ponta 3 Número Índice e Valor Base/Reajustado 4 Regra de Três Simples/Compostas

Leia mais

Regra de Três simples e composta

Regra de Três simples e composta Faculdade Tecnológica de Carapicuíba Tecnologia em Logística Ênfase em Transportes Notas da Disciplina de Matemática Financeira (versão 2.0) Regra de Três simples e composta Grandezas Proporcionais Definição:

Leia mais

VAGAS PARA GRADUADOS

VAGAS PARA GRADUADOS VAGAS PARA GRADUADOS ESTARÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA GRADUADOS NOS DIAS 11 e 12/01/2011 CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PERÍODO DIURNO - 11 vagas E CIÊNCIAS ATUARIAIS, PERIODO NOTURNO 4 vagas PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

Tabelas. Curva Normal Padronizada área entre a média e o valor de Z. Observação importante: Valores gerados no Excel com a Função DIST.NORMP().

Tabelas. Curva Normal Padronizada área entre a média e o valor de Z. Observação importante: Valores gerados no Excel com a Função DIST.NORMP(). Anexo 373 Tabelas Curva Normal Padronizada área entre a média e o valor de Z Z 0,00 0,01 0,02 0,03 0,04 0,05 0,06 0,07 0,08 0,09 0,00 (0,0000) 0,0040 0,0080 0,0120 0,0160 0,0199 0,0239 0,0279 0,0319 0,0359

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA

UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA DENILSON NOGUEIRA DA SILVA Universidade Gama Filho UGF / RJ FAETEC / RJ denilson@abeunet.com.br LUIZ MARCOS CAVALCANTI PEREIRA Colégio PedroII /

Leia mais

MBA EM FINANÇAS UNOCHAPECÓ. Disciplina: Cálculos Financeiros

MBA EM FINANÇAS UNOCHAPECÓ. Disciplina: Cálculos Financeiros 1 MBA EM FINANÇAS UNOCHAPECÓ Disciplina: Cálculos Financeiros Material de Apoio ao Livro Texto: A Matemática das Finanças: com aplicações na HP 12C e Excel Autores: Adriano Leal Bruni e Rubens Famá 3 a.

Leia mais