UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL/MG. Projeto Institucional de Formação Continuada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL/MG. Projeto Institucional de Formação Continuada"

Transcrição

1 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL/MG Projeto Institucional de Formação Continuada Aprendizagem de Matemática Mediada por suas Aplicações 6 o Encontro: Matemática Financeira Professor José Carlos de Souza Júnior

2 2 Sumário 1 Introdução à HP-12C Separadores de Dígitos Número de Casas Decimais Teclas Principais Operações Básicas: Adição, Subtração, Multiplicação e Divisão Função Calendário Porcentagem Juros Compostos Cálculo do Prazo Cálculo da Taxa Problemas Anuidades Anuidades sem entrada Problemas Anuidades com entrada Problemas Anuidade Perpétua Problema

3 3 1 Introdução à HP-12C As teclas financeiras da HP-12C trabalham com Fluxos de Caixa, ou seja, com entradas e saídas de dinheiro. Convencionou-se atribuir às entradas de dinheiro o sinal positivo (+) e, às saídas, o sinal negativo ( ). A aplicação de um capital representa, para o investidor, uma saída de dinheiro no seu Fluxo de Caixa (a entrada ocorrerá no momento do resgate). 1.1 Separadores de Dígitos À medida que um número é introduzido, cada grupo de 3 dígitos à esquerda do ponto decimal é automaticamente separado no visor. Quando a calculadora é ligada pela primeira vez após sair da fábrica (ou quando a Memória Contínua é completamente apagada), o separador entre as partes inteira e decimal é um ponto, e o separador de cada grupo de 3 dígitos é a vírgula. Se você quiser, poderá fazer com que a calculadora use a vírgula para separar as partes inteira e decimal, e o ponto para separar os grupos de 3 dígitos. Para tanto, desligue a calculadora, pressione, e mantenha pressionada a tecla ( ), enquanto pressionar (ON). Se você repetir esta última operação, os separadores originais voltarão a ser usados. 1.2 Número de Casas Decimais Para estabelecer o número de casas decimais com o qual trabalharemos, basta seguir o exemplo: (a) 5 casas decimais (f) 5 (b) 4 casas decimais (f) 4 Em geral, como lidamos com dinheiro, usamos a calculadora com duas casas decimais: (f) 2 Desse modo, não corremos o risco de cometer erros de aproximação. OBS: A Calculadora utiliza todas as casas decimais em seus cálculos e não apenas as que você escolheu para aparecer no visor.

4 4 1.3 Teclas Principais A tecla (f) aciona as funções que estão em amarelo na calculadora. A tecla (g) aciona as funções que estão em azul na calculadora. As teclas mais usadas são: (f) (FIN) : apaga (zera) os registros financeiro. (CLX): apaga o número do visor. (f) (REG) : apaga (zera) os registros de armazenamento de dados (memória). (n): armazena o prazo. (i): armazena a taxa de juros (a taxa e o prazo precisam estar na mesma unidade de tempo). (PV): armazena o valor presente (valor da aplicação ou financiamento). (FV): armazena o valor futuro (valor do montante ou de resgate da aplicação). (CHS): altera o sinal o número que estiver no visor. (PMT): armazena o valor das parcelas ou prestações. 1.4 Operações Básicas: Adição, Subtração, Multiplicação e Divisão Para efetuar essas operações: 1. introduza o primeiro número na calculadora; 2. pressione (ENTER) [esta tecla informa à calculadora que o primeiro número foi completamente introduzido. Assim, ele fica separado do segundo número da operação]; 3. introduza o segundo número [não é necessário pressionar (ENTER), porque as teclas (+), ( ), ( ) e ( ) também encerram a introdução de dígitos]; 4. pressione a tecla da operação: (+), ( ), ( ) e ( ) Acompanhe os exemplos, efetuando as operações na HP-12C.

5 : (CLX) [limpa o visor] 2 (ENTER) 6 (+) 8, : (CLX) [limpa o visor] 21 (ENTER) 9 ( ) 12, : (CLX) [limpa o visor] 5 (CHS) (ENTER) 3 (+) 2, : (CLX) [limpa o visor] 32 (ENTER) 5 ( ) 160, ( 3): (CLX) [limpa o visor] 8 (ENTER) 3 (CHS) ( ) 2, (CLX) [limpa o visor] 36 (ENTER) 4 (ENTER) 2 ( ) ( ) 34, (36 4) 2 (CLX) [limpa o visor] 36 (ENTER) 4 (-) [resolvemos primeiro o parêntese] 2 ( ) 16, 00

6 6 1.5 Função Calendário (EUA) mês - dia - ano (g)(m.dy ) [não aparece nada no visor] (Brasil) dia - mês - ano (g)(d.my ) [aparece D.MY no visor, procure deixar a calculadora sempre neste modo!] 1 Segunda-feira 2 Terça-feira 3 Quarta-feira 4 Quinta-feira 5 Sexta-feira 6 Sábado 7 Domingo 1. Quantos dias viveu uma pessoa nascida em 20 de agosto de 1953 e que viveu até 25 de maio de 1992? 20 (.) (ENTER) 25 (.) (g) ( DYS) , Qual o vencimento de uma duplicata emitida em 15 de fevereiro de 1993, por 65 dias? 15 (.) (ENTER) 65 (g) (DATE) [Quarta-feira] 3. Qual dia da semana em que foi proclamada a República? 15 (.) (ENTER) 0 (g) (DATE) [Sexta-feira] 4. Em que dia da semana você nasceu? 1.6 Porcentagem 1. Quanto é 15, 46% de R$5.000,00? 5000 (ENTER) (%) 773,00 2. Quanto é R$50.000,00 mais 30%? (ENTER) 30 (%) (+) ,00 3. Quanto é R$60.000,00 menos 25%? (ENTER) 25 (%) (-) ,00

7 7 4. Um determinado bem foi adquirido por $450,00 e vendido por $530,00. Qual a taxa do lucro sobre o preço de compra? 450 (ENTER) 530 ( %) 17, 78% 5. Um determinado bem foi adquirido por $450,00 e vendido por $380,00. Qual a taxa de prejuízo sobre o preço de compra? 450 (ENTER) 380 ( %) 15, 56% 6. R$5.200,00 representa quantos por cento de R$27.000,00? (ENTER) 5200 (%T ) 19, 26% 2 Juros Compostos Exemplo 2.1. Se você deposita R$100,00 numa caderneta de poupança que paga 2% ao mês, quanto você terá após 3 meses? Note que no regime de juros compostos, os juros de cada período são calculados sobre o montante do período anterior. M 1 = C + C i = (0, 02) = 100(1, 02) = 102 [final do primeiro mês] M 2 = M 1 + M 1 i = (0, 02) = 102(1, 02) = 104, 04 [final do segundo mês] M 3 = M 2 + M 2 i = 104, , 04(0, 02) = 104, 04(1, 02) = 106, 12 [final do terceiro mês] Resumindo: M 3 = 100(1, 02) (1, 02) (1, 02) = 100(1, 02) 3 } {{ } 1 mês: 102 } {{ } 2 mês: 104,04 } {{ } 3 mês: 106,12 De um modo geral, se um certo capital C rende a taxa de juros compostos i em cada período, o montante ao final de n períodos é dado por: M n = C(1 + i) n. A partir de agora, denotaremos o montante apenas por M ao invés de M n, a fim de simplificar a notação. M = C(1 + i) n A fórmula acima é fundamental na equivalência de capitais, pois:

8 8 para obter o valor futuro, basta multiplicar o valor atual por (1 + i) n ; para obter o valor atual, basta dividir o valor futuro por (1 + i) n. Exemplo 2.2. Uma loja oferece duas opções de pagamento: à vista, com 10% de desconto, ou em duas prestações mensais iguais, sem desconto, a primeira sendo paga no ato da compra. Qual a taxa mensal de juros embutidos nas vendas a prazo? Solução: Sem perda de generalidade, podemos supor que o valor do produto seja de $100,00. Assim, temos as seguintes situações: Comparando o dinheiro na data zero, temos: Logo, i = 25% a.m. 90 = (1 + i) = (1 + i) 1 + i = i = 1, 25 i = 0, 25

9 9 Exemplo 2.3. Lembrando que não podemos comparar quantias em épocas distintas, indique a melhor opção em cada caso, considerando uma taxa de 1,5% ao mês: (a) Comprar um aparelho de som à vista por R$365,00 ou pagar R$370,00 daqui a 30 dias? Solução: Temos as seguintes situações Analisando o valor de $370 na data zero, temos que: 370 1,015 = 364, 53. Neste caso, é mais vantagem comprar daqui a 30 dias, pois $365 > $364, 53. (b) Comprar um refrigerador à vista por R$829,00 ou pagar R$868,00 daqui a 30 dias? Solução: Temos as seguintes situações Analisando o valor de $868 na data zero, temos que: 868 1,015 = 855, 17. Neste caso, é mais vantagem comprar à vista, pois $829 < $855, 17.

10 Cálculo do Prazo Da fórmula que relaciona o Montante e o Capital, podemos deduzir o valor do prazo n, como segue: 2.2 Cálculo da Taxa segue: M = C(1 + i) n (1 + i) n = M C ( ) M log(1 + i) n = log C ( ) M n log(1 + i) = log C n = log ( ) M C log(1 + i) Da fórmula que relaciona o Montante e o Capital, podemos deduzir o valor da taxa i, como M = C(1 + i) n (1 + i) n = M C n (1 + i) n M = n C M (1 + i) = n ( C ) n M i = 1 C Note que a taxa obtida pela fórmula acima estará na forma decimal, para passá-la para a forma percentual (%), basta multiplicar o resultado obtido por Problemas Observação 1. Antes de realizar os cálculos com a HP-12C, verifique se aparece um c (convenção exponencial) no visor da calculadora. Para colocá-lo, digite: (STO) (EEX). Deixe a calculadora sempre neste modo! A convenção exponencial garante que a calculadora usará tanto a parte inteira, quanto a parte decimal do prazo, no regime de juros compostos. Observação 2. Antes de aplicar qualquer fórmula, tome os seguintes cuidados: (a) Passe a taxa da forma percentual para a decimal ( 100). (b) Deixe a taxa e o prazo sempre nas mesmas unidades.

11 11 Observação 3. Antes de resolver cada problema usando a HP-12C, é recomendado que se limpe as memórias financeiras usando o comando (f)(fin). Isto evita que dados de um problema anterior interfiram no resultado do problema atual. M = C(1 + i) n, C = M (1 + i), n = log ( M ) ( ) C n log(1 + i), i = n M 1, J = M C C 1. Qual o montante produzido pelo capital de $5.000,00 em regime de juros compostos, aplicado durante 8 meses, à taxa de 3,5% ao mês? Solução: C = 5000, n = 8 meses, i = 3, 5% a.m. = 0,035 a.m., M =? Na HP-12C, temos: M = C(1 + i) n = 5000(1 + 0, 035) 8 = 5000(1, 035) 8 = 6584, (CHS) (PV) 8 (n) 3.5 (i) [não precisa converter para a forma decimal!] (FV) 6.584,05 2. Determine o capital aplicado a juros compostos de 4,3% ao mês, sabendo que após 8 meses rendeu um montante de $20.572,57. Solução: i = 4, 3% a.m. = 0,043 a.m., n = 8 meses, M = 20572, 57, C =? Na HP-12C, temos: C = M 20572, 57 = = , 74 (1 + i) n 1, (i) 8 (n) (FV) (PV) ,74

12 12 3. Em que prazo um empréstimo de $20.000,00 pode ser quitado por meio de um único pagamento de $24.310,12 se a taxa de juros compostos cobrada for de 5% ao mês? Solução: C = 20000, M = 24310, 12, i = 5% a.m. = 0,05 a.m., n =? n = log ( ) M C log(1 + i) = log ( 24310,12 ) = 4 log(1, 05) Portanto, n = 4 meses. Na HP-12C, temos: (CHS) (PV) (FV) 5 (i) (n) 4 [meses] 4. A que taxa de juros ao mês um capital de $13.200,00 pode transformar-se em $35.112,26, considerando um período de 7 meses? Solução: C = 13200, M = 35112, 26, n = 7, i =? ( ) ( ) n M , 26 i = 1 = 1 = 0, 15 C Logo, i = 0, 15 a.m. = 15% a.m. Na HP-12C, temos: (CHS) (PV) 35112,26 (FV) 7 (n) (i) 15 Logo, i = 15% a.m. 3 Anuidades Uma anuidade é uma sequência de pagamentos periódicos iguais.

13 Anuidades sem entrada Em problemas de anuidades sem entrada o valor atual (PV) pode ser obtido pela soma dos valores de cada uma das prestações (PMT) na data zero. Sendo PV o valor atual do bem (valor à vista), PMT o valor de cada prestação, n o número de prestações e i a taxa de juros, comparando na data zero, temos: (1 + i) + P MT (1 + i) + P MT 2 (1 + i) P MT P MT + 3 (1 + i) n 1 (1 + i) n Podemos reescrevê-la da seguinte forma: (1 + i) n + P MT (1 + i) (n 1) P MT (1 + i) 2 + P MT (1 + i) 1 Colocando P M T em evidência, obtemos: [ (1 + i) n + (1 + i) (n 1) (1 + i) 3 + (1 + i) 2 + (1 + i) 1] A expressão que se encontra dentro dos colchetes é a soma dos termos de uma P G, onde: a 1 = (1 + i) n a n = (1 + i) 1 q = (1 + i) Lembrando que a soma de n termos de uma P G é dada por: S n = a 1 ( [ ( )] (1 + i) (1 + i) n n 1 (1 + i) 1 [ ( )] (1 + i) (1 + i) n n 1 i [ ( )] 1 (1 + i) n 1 (1 + i) n i [ ] (1 + i) n 1 (1 + i) n i ) q n 1, temos: q 1

14 Problemas 1. Uma pessoa compra um objeto que irá pagar em 4 prestações mensais de $200,00 sem entrada. As prestações serão pagas a partir do final do mês da compra e o vendedor afirmou estar cobrando uma taxa de juros compostos de 5% ao mês. Qual o preço do objeto à vista? Solução: n = 4, P MT = 200, i = 5% a.m. = 0,05 a.m., P V =? Logo, P V = 709, 19. Na HP-12C, temos: [ ] [ ] (1 + i) n 1 (1, 05) 4 1 = 200 = 709, 19 (1 + i) n i (1, 05) 4 0, 05 4 (n) 200 (CHS) (PMT) 5 (i) (PV) 709,19 2. Determine o valor da prestação mensal para quitar, com 10 prestações sem entrada, um empréstimo de $15.000,00 a juros de 5% ao mês. Solução: n = 10, P V = 15000, i = 5% a.m. = 0,05 a.m., P MT =? Logo, P MT = 1942, 57. P MT = P V [ (1+i) n 1 (1+i) n i ] = [ ] = 1942, 57 (1,05) 10 1 (1,05) 10 0,05 Na HP-12C, temos: 10 (n) (PV) 5 (i) (PMT) -1942,57

15 15 3. Um financiamento no valor de $66.241,00 é feito em prestações anuais sem entrada, no valor de $9.000,00, à taxa de 6% ao ano. Calcule o número de prestações deste financiamento. Solução com a HP-12C: P V = 66241, P MT = 9000, i = 6% a.m., n =?, (PV) 9000 (CHS) (PMT) 6 (i) (n) 10 Logo, este financiamento consiste de 10 prestações anuais. 4. Uma motocicleta custa, à vista, $2737,60. Compro-a em 12 prestações mensais de $317,64, sem entrada. Calcule a taxa do financiamento. Solução com a HP-12C: P V = 2737, 60,n = 12, P MT = 317, 64, i =?. 2737,60 (PV) 12 (n) 317,64 (CHS) (PMT) (i) 5,50 Logo, a taxa do financiamento é de i = 5, 50% a.m. 3.2 Anuidades com entrada Sejam PV o valor atual de uma anuidade com entrada, n o número de prestações, PMT o valor de cada prestação e i a taxa de juros. Temos o seguinte fluxo de caixa que relaciona o valor atual com as prestações na data zero: Se desconsiderarmos por um momento a prestação da data zero, caímos na situação anterior, de obter o valor atual de uma anuidade sem entrada com n 1 prestações.

16 16 Assim, voltando para o nosso caso, temos que o P V será fornecido pela seguinte expressão: P V = [ ] (1 + i) n 1 1 P MT + P MT (1 + i) n 1 i } {{ } P V = {[ ] } (1 + i) n 1 1 P MT + 1 (1 + i) n 1 i data zero Observação 4. Para resolver os problemas com entrada usando a HP-12C, devemos digitar o comando (g)(beg). Feito isto, irá aparecer no visor da calculadora a palavra BEGIN. Para a calculadora voltar ao modo sem entrada, basta digitar o comando (g)(end) que o BEGIN irá desaparecer do visor Problemas 1. Uma pessoa compra um objeto que irá pagar em 4 prestações mensais de $200,00. As prestações serão pagas a partir do início do mês da compra e o vendedor afirmou cobrar uma taxa de juros compostos de 2% ao mês. Qual o preço do objeto à vista? Solução: n = 4, P MT = 200, i = 2% a.m. = 0,02 a.m., P V =? Logo, P V = 776, 78. Na HP-12C, temos: {[ ] } {[ ] } (1 + i) n 1 1 (1, 02) = = 776, 78 (1 + i) n 1 i (1, 02) 4 1 0, 02 (g) (BEG) [compra com entrada] 4 (n) 200 (CHS) (PMT) 2 (i) (PV)

17 17 776,78 2. Uma compra no valor de $6.500,00, com juros de 2,5% ao mês, foi efetuada em 6 prestações (com entrada). Determine o valor destas prestações? Solução: P V = 6500, i = 2, 5% a.m. = 0,25 a.m.,n = 6, P MT =? P MT = Logo, P MT = 1151, 29. Na HP-12C, temos: P V {[ (1+i) n 1 1 (1+i) n 1 i ] } = {[ ] } = 1151, 29 (1,025) (1,025) 6 1 0, (g) (BEG) [compra com entrada] 6500 (PV) 2.5 (i) 6 (n) (PMT) -1151,29 3. José comprou um imóvel no valor de $79.521,95 que deverá ser pago em 10 prestações anuais (com entrada) de $10.000,00. Qual a taxa de juros? Solução com a HP-12C: P V = 79521, 95, n = 10, P MT = 10000, i =?% a.a. (g) (BEG) [compra com entrada] 79521,95 (PV) 10 (n) (CHS) (PMT) (i) 5,50 % a.a. Logo, este financiamento uma taxa de 5,50 % a.a.. 4. Quantas prestações anuais (com entrada) no valor de $48.831,00 serão necessárias para pagar uma dívida de $ ,00 com uma taxa de juro de 40% ao ano? Solução com a HP-12C: P MT = 48831, P V = , i = 40% a.a., n =? (g) (BEG) [compra com entrada]

18 (CHS) (PMT) (PV) 40 (i) (n) 10 meses. 3.3 Anuidade Perpétua Quando se aluga um bem, como por exemplo um imóvel, cede-se a posse deste em troca de um aluguel, digamos mensal. Podemos imaginar que os aluguéis são prestações que devem ser pagas indefinidamente no final de cada período (neste caso, n ). Neste caso o valor atual será obtido da seguinte expressão: (1 + i) + P MT (1 + i) 2 + P MT (1 + i) P MT (1 + i) n +... Colocando a parcela P MT em evidência, temos: [ ] 1 (1 + i) + 1 (1 + i) (1 + i) +... n Observe que os termos dentro do colchetes correspondem a uma soma infinita de uma P G cujo a 1 = 1 = q, note que 0 < q < 1. (1+i) Lembrando que soma dos termos de uma P G infinita onde 0 < q < 1 é dada por S = a 1, 1 q segue que: [ 1 (1+i) 1 1 (1+i) [ ] i 1 (1+i) (1+i) 1 (1+i) [ 1 (1+i) i (1+i) ] ]

19 Problema 1. Se um apartamento está rendendo um aluguel de $600,00 ao mês e se a taxa da melhor aplicação no mercado financeiro é de 2% ao mês, qual seria uma primeira estimativa do valor do imóvel, considerando o recebimento do aluguel no final de cada mês? Solução: P MT = 600, i = 2% a.m. = 0,02 a.m., n, P V =? Logo, P V = , 00. Na HP-12C, temos: i = 600 0, 02 = (g) (END) [sem entrada] 600 (CHS) (PMT) 2 (i) (n) [tantos 9 s quantos couberem no visor] (PV) ,00

CALCULADORA HP 12C 1. OPERAÇÕES BÁSICAS. 1.1. LIGAR E DESLIGAR Pressione ON

CALCULADORA HP 12C 1. OPERAÇÕES BÁSICAS. 1.1. LIGAR E DESLIGAR Pressione ON CALCULADORA HP 12C 1. OPERAÇÕES BÁSICAS 1.1. LIGAR E DESLIGAR Pressione ON 1.2. NOTAÇÃO DECIMAL A máquina HP 12C possui duas formas de separar a parte fracionária da parte inteira de um número: utilizando

Leia mais

Prof. Me. João Alexandre Thomaz

Prof. Me. João Alexandre Thomaz Prof. Me. João Alexandre Thomaz 1.1 A Calculadora HP 12C Linha financeira Ligar e desligar Função Amarela e Azul Acesso à memória Entrada 1.2 Ligando e desligando a calculadora Para ligar a sua calculadora

Leia mais

- RESOLUÇÕES BÁSICAS NA HP 12C

- RESOLUÇÕES BÁSICAS NA HP 12C - RESOLUÇÕES BÁSICAS NA HP 12C 1. Juros compostos, operação única PV 0 n ou 0 n PV 1.1. Quanto devo receber ao aplicar R$ 1.000,00 por 6 meses, à taxa de 5% ao mês? f CLEAR FIN 1.000 CHS PV -1.000,00 6

Leia mais

CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA COM AUXÍLIO DA CALCULADORA HP 12-C E DA PLANILHA ELETRÔNICA DO MICROSOF EXCEL

CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA COM AUXÍLIO DA CALCULADORA HP 12-C E DA PLANILHA ELETRÔNICA DO MICROSOF EXCEL OPINE CONSULTORIA CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA COM AUXÍLIO DA CALCULADORA HP 12-C E DA PLANILHA ELETRÔNICA DO MICROSOF EXCEL CALCULADORA HP 12C: Operações Financeiras Básicas A calculadora HP 12C é uma

Leia mais

Matemática Financeira FN1200C

Matemática Financeira FN1200C Matemática Financeira FN1200C 0 Índice Introdução... 2 Principais Funções... 2 Juros... 8 Capitalização Simples ou Linear... 9 Capitalização Composta ou Exponencial... 12 Taxas Equivalentes... 16 Prestações

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA E ANÁLISE DE INVESTIMENTO AULA 02: CAPITALIZAÇÃO, DESCONTO E FLUXO DE CAIXA TÓPICO 01: CAPITALIZAÇÃO SIMPLES E COMPOSTA CAPITALIZAÇÃO SIMPLES CONCEITO Na capitalização simples, os

Leia mais

Matemática Financeira Aplicada. www.adrianoparanaiba.com.br

Matemática Financeira Aplicada. www.adrianoparanaiba.com.br Matemática Financeira Aplicada www.adrianoparanaiba.com.br Conceitos Básicos - Juros Simples - Juros Composto Juros Simples: J = C x i x n M = C + J Juros Compostos M = C x (1 + i) n J = M C Exemplo: Aplicação

Leia mais

HP 12C Conhecimentos Básicos

HP 12C Conhecimentos Básicos HP 12C Conhecimentos Básicos 1 HP 12C Conhecimentos Básicos Apresentação Caro Participante, Este material foi criado objetivando ser uma base de estudo com o propósito de servir de apoio ao treinamento

Leia mais

CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1

CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1 CÁLCULOS FINANCEIROS 1ª aula Parte 1 COMO INSTRUMENTO AUXILIAR EM NOSSOS CÁLCULOS, UTILIZAREMOS PREFERÊNCIALMENTE A CALCULADORA FINANCEIRA HP12-C INTRODUÇÃO A Matemática Financeira visa basicamente estudar

Leia mais

Introdução. Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br -

Introdução. Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br - Curso de Matemática financeira Introdução Este arquivo compõe a coletânea Mega Cursos - www.megacursos.com.br - AULA 1: Definições O que são juros? Por que variam tanto? Risco. Inflação - ilusão de remuneração.

Leia mais

CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN).

CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN). A Matemática Financeira tem como objetivo estudar o valor do dinheiro no tempo. CALCULADORA HP 12C A calculadora HP 12C usa o chamado sistema de pilha, também designado por Notação Polonesa Reversa (RPN).

Leia mais

Microsoft Excel. Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO

Microsoft Excel. Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO Microsoft Excel Funções Financeiras PARTE 7 SUMÁRIO 1-) Funções financeiras no Excel... 2 1.1-) Função = VF( )... 2 1.2-) Função =VP( )... 3 1.3-) Função = PGTO ( )... 3 1.4-) Valor Presente Utilizando

Leia mais

Curso Preparatório. Matemática Financeira

Curso Preparatório. Matemática Financeira Curso Preparatório Tel: 4004-0435 ramal 4505 Email: contato@ifb.net.br Matemática Financeira 1ª Edição CALCULADORA HP 12 C INTRODUÇÃO 2 Memorize o número de série da sua HP-12C, indicada no verso da mesma,

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA E ANÁLISE DE INVESTIMENTO AULA 02: CAPITALIZAÇÃO, DESCONTO E FLUXO DE CAIXA TÓPICO 03: FLUXO DE CAIXA (UNIFORME E IRREGULAR) FLUXO DE CAIXA Denomina-se fluxo de caixa, a sequência

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA. Prof. Ricardo Ferro Tavares. Prof. Ricardo Ferro Tavares Site: www.financetraining.com.br E-Mail rftavares@uol.com.

MATEMÁTICA FINANCEIRA. Prof. Ricardo Ferro Tavares. Prof. Ricardo Ferro Tavares Site: www.financetraining.com.br E-Mail rftavares@uol.com. MATEMÁTICA FINANCEIRA CONCEITOS MÁQUINA FUNDAMENTAIS FINANCEIRA HP12C Prof. Ricardo Ferro Tavares 1 SUMÁRIO 1. Máquina HP 12c. 2. Principais Teclas e Funções. 3. Cálculo do Montante ou Valor Futuro. 4.

Leia mais

JUROS SIMPLES. Onde: n é o número de períodos (number of periods) ou prazo em dias; i é o índice da taxa de juros (index) anual;

JUROS SIMPLES. Onde: n é o número de períodos (number of periods) ou prazo em dias; i é o índice da taxa de juros (index) anual; curso completo de CALCULADORA HP-12C - 3 JUROS SIMPLES Além dos registradores X (visor), Y, Z e W, discutidos no capítulo anterior, vimos também que a calculadora HP-12C apresenta os registradores financeiros,

Leia mais

Este é um guia prática com algumas teclas e funções da calculadora HP 12C

Este é um guia prática com algumas teclas e funções da calculadora HP 12C 1. Inicialização da HP 12C Este é um guia prática com algumas teclas e funções da calculadora HP 12C 2. AS TECLAS Função f corresponde à segunda função da citada tecla (gold) Função g corresponde à terceira

Leia mais

A HP-12C opera sob a forma de dois sistemas: O algébrico (como todas as outras convencionais) O RPN (Notação Polonesa Reversa)

A HP-12C opera sob a forma de dois sistemas: O algébrico (como todas as outras convencionais) O RPN (Notação Polonesa Reversa) Bertolo 1 A HP-12C opera sob a forma de dois sistemas: O algébrico (como todas as outras convencionais) O RPN (Notação Polonesa Reversa) A diferença entre eles está na forma de entrada dos dados. No algébrico

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA Princípios de Funcionamento da HP 12-C. Elaborado por : Profº Paulo Roberto Silva dos Santos

MATEMÁTICA FINANCEIRA Princípios de Funcionamento da HP 12-C. Elaborado por : Profº Paulo Roberto Silva dos Santos MATEMÁTICA FINANCEIRA Princípios de Funcionamento da HP 12-C Programa $ Pilha Operacional $ Testes preliminares $ Circuito interno, teclado e visor $ Conhecendo a HP 12 C $ Funções, casas, limpeza, memória

Leia mais

ÍNDICE. Descrição do Conteúdo

ÍNDICE. Descrição do Conteúdo Descrição do Conteúdo ÍNDICE Pág. Introdução ao Uso 03 Ligando e Desligando a Calculadora 03 Indicação de Bateria Fraca 03 O Teclado 03 Números Negativos 03 Funções das Teclas Matemáticas 04 Funções das

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DA HP 12C

CONCEITOS BÁSICOS DA HP 12C HP 12C, Um Curso Básico 2 1 CONCEITOS BÁSICOS DA HP 12C 1.1 Introdução A HP 12C difere das calculadoras convencionais na forma de entrada dos dados. As calculadoras convencionais executam cálculos na sequência

Leia mais

Aplicações de conceitos da

Aplicações de conceitos da Aplicações de conceitos da matemática financeira WERNKE, RODNEY. Gestão financeira: ênfase em aplicações e casos nacionais. Rio de Janeiro, Saraiva, 2008. Capítulo 2. Aula de Fernando Nogueira da Costa

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP-12C

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP-12C MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP-12C Prof. Msc. Osorio Moreira Couto Junior ÍNDICE 1. FUNÇÕES BÁSICAS DA HP-12C... 1.1 TECLA [ON]... 1.2 TECLA [. ]... 1.3 TESTES DE FUNCIONAMENTO... 1.3.1 TESTE Nº 1 (USANDO

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL SOLUÇÕES COMPLETAS DE QUESTÕES E EXERCÍCIOS ADRIANO LEAL BRUNI E RUBENS FAMÁ 5ª EDIÇÃO ATLAS 2010 1 APRESENTAÇÃO Este texto apresenta as respostas da questões e

Leia mais

Logaritmo natural LN [g] [%T] [tecla amarela] [2] Fluxo de caixa (cash Fluxo zero Cf 0 [g] [PV] [Cf j ] (logo após C ALL

Logaritmo natural LN [g] [%T] [tecla amarela] [2] Fluxo de caixa (cash Fluxo zero Cf 0 [g] [PV] [Cf j ] (logo após C ALL As tabelas a seguir, contendo fórmulas e instruções de uso de calculadora financeira, são apoio complementar ao material e exercícios vistos em aula, não devendo os subsitutir. Os modelos de cada fabricante

Leia mais

UNIDADE Capitalização composta

UNIDADE Capitalização composta UNIDADE 2 Capitalização composta Capitalização composta Curso de Graduação em Administração a Distância Objetivo Nesta Unidade, você vai ser levado a: calcular o montante, taxas equivalentes, nominal e

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA TODOS Por: Washington Conrado de Souza Orientador Prof.ª : Ana Cláudia Morrissy Rio de Janeiro 2011

Leia mais

Capítulo 6 Série Uniforme Prestações Iguais

Capítulo 6 Série Uniforme Prestações Iguais Capítulo 6 Série Uniforme Prestações Iguais Juros Compostos Fórmulas - 1 RELAÇÃO ENTRE PMT E FV FV = PMT [ ( 1 + i ) n-1 + ( 1 + i ) n-2 + + ( 1 + i ) + 1 ] (A) Multiplicando por (1+i): FV = PMT [(1 +

Leia mais

Disciplina de Matemática Financeira Curso Técnico em Finanças Profª Valéria Espíndola Lessa APOSTILA 1

Disciplina de Matemática Financeira Curso Técnico em Finanças Profª Valéria Espíndola Lessa APOSTILA 1 Disciplina de Matemática Financeira Curso Técnico em Finanças Profª Valéria Espíndola Lessa APOSTILA 1 Juros Simples Juros Compostos Desconto Simples Desconto Composto Erechim, 2014 INTRODUÇÃO A MATEMÁTICA

Leia mais

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo :

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo : Título : B2 Matemática Financeira Conteúdo : A maioria das questões financeiras é construída por algumas fórmulas padrão e estratégias de negócio. Por exemplo, os investimentos tendem a crescer quando

Leia mais

A.2 - TESTANDO SUA CALCULADORA Para verificar se sua calculadora se encontra em perfeito estado, proceda de acordo com a seqüência:

A.2 - TESTANDO SUA CALCULADORA Para verificar se sua calculadora se encontra em perfeito estado, proceda de acordo com a seqüência: INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA USO DA CALCULADORA HP-12C A.1 - LIGANDO E DESLIGANDO SUA CALCULADORA Para ligar ou desligar sua calculadora, pressione a tecla [ON]. Se deixar a calculadora ligada sem pressionar

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA

UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA UTILIZAÇÃO DO EXCEL E DA HP12C EM MATEMÁTICA FINANCEIRA DENILSON NOGUEIRA DA SILVA Universidade Gama Filho UGF / RJ FAETEC / RJ denilson@abeunet.com.br LUIZ MARCOS CAVALCANTI PEREIRA Colégio PedroII /

Leia mais

- CURSO DE CALCULADORA FINANCEIRA HP 12C -

- CURSO DE CALCULADORA FINANCEIRA HP 12C - - CURSO DE CALCULADORA FINANCEIRA HP 12C - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610).

Leia mais

PROFESSOR: SEBASTIÃO GERALDO BARBOSA

PROFESSOR: SEBASTIÃO GERALDO BARBOSA UNESPAR/PARANAVAÍ - Professor Sebastião Geraldo Barbosa - 0 - PROFESSOR: SEBASTIÃO GERALDO BARBOSA Setembro/204 UNESPAR/PARANAVAÍ - Professor Sebastião Geraldo Barbosa - -. RENDAS CERTAS OU ANUIDADES Nas

Leia mais

Gestão Financeira. Cálculos Financeiros. Matemática Financeira. HP12C on line 18/9/2012. Prof.: Marcelo dos Santos

Gestão Financeira. Cálculos Financeiros. Matemática Financeira. HP12C on line 18/9/2012. Prof.: Marcelo dos Santos Gestão Financeira Prof.: Marcelo dos Santos Cálculos Financeiros Matemática Financeira http://fazaconta.com/calculadora-hp-12c-online.htm http://us.geocities.com/univix/hp_12c.htm com/univix/hp htm Fonte:

Leia mais

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Curso de Economia 5º Período 8 AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Curso de Economia 5º Período 8 AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS 8 AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS Frequentemente, nas operações de médio e longo prazo, por razões metodológicas ou contábeis, as operações de empréstimos são analisadas período por período, no que diz respeito

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira através da HP-12C Leonel Estevam APRESENTAÇÃO Esta apostila foi elaborada com o objetivo de servir como material didático no curso básico de Matemática financeira utilizando a calculadora

Leia mais

GABARITO DOS EXERCÍCIOS

GABARITO DOS EXERCÍCIOS Bertolo 18/2/2006 MATEMÁTICA FINANCEIRA Gab_fin1 PAG.1 GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Juros Simples) 1.Calcule o montante de uma aplicação de R$ 50.000,00, à taxa de 2,5% ao mês, durante

Leia mais

3. JUROS SIMPLES. i 100

3. JUROS SIMPLES. i 100 Matemática Financeira com a Calculadora HP -12C 23 3. JUROS SIMPLES 3.1 INTRODUÇÃO 5 10 15 20 Como vimos no Capítulo 1, juros simples apresentam uma grande vantagem operacional sobre os compostos. Isso

Leia mais

Prof. Dr. João Muccillo Netto

Prof. Dr. João Muccillo Netto Prof. Dr. João Muccillo Netto INTRODUÇÃO 1. Juros Segundo a Teoria Econômica, o homem combina Terra Trabalho Capital Aluguel Salário Juro para produzir os bens de que necessita. Juro é a remuneração do

Leia mais

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento

Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium. Séries Uniformes de Pagamento Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Disciplina: Matemática Financeira I Prof.: Marcos José Ardenghi Séries Uniformes de Pagamento As séries uniformes de pagamentos, anuidades ou rendas são

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE CALCULADORA HP-12C E MICROSOFT EXCEL. RICARDO ARAUJO, M.Sc.

ORIENTAÇÕES SOBRE CALCULADORA HP-12C E MICROSOFT EXCEL. RICARDO ARAUJO, M.Sc. ORIENTAÇÕES SOBRE CALCULADORA HP-12C E MICROSOFT EXCEL RICARDO ARAUJO, M.Sc. Capítulo 01 Noções sobre a HP-12C Apesar de a calculadora HP-12C possuir inúmeras funções, nos deteremos basicamente sobre a

Leia mais

COMO UTILIZAR COEFICIENTES DE FINANCIAMENTO NO PARCELAMENTO DAS VENDAS

COMO UTILIZAR COEFICIENTES DE FINANCIAMENTO NO PARCELAMENTO DAS VENDAS UP-TO-DATE. ANO I. NÚMERO 6 COMO UTILIZAR COEFICIENTES DE FINANCIAMENTO NO PARCELAMENTO DAS VENDAS Adriano Blatt (adriano@blatt.com.br) Engenheiro formado pela Escola Politécnica da Universidade de São

Leia mais

Matemática Financeira - NOÇÕES SOBRE A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C

Matemática Financeira - NOÇÕES SOBRE A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C Matemática Financeira - NOÇÕES SOBRE A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C Matemática Financeira - Turma B Departamento de Matemática - ICE - UFJF 2009 Preparação para o uso FUNÇÃO NA COR LARANJA = TECLA LARANJA

Leia mais

SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO

SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO CONCEITOS BÁSICOS A amortização é uma operação financeira mediante a qual um empréstimo ou financiamento é pago de maneira progressiva, por meio de prestações, de modo que ao término

Leia mais

( C ou VP ) Capital ou Valor Presente é o valor aplicado através de alguma operação financeira.

( C ou VP ) Capital ou Valor Presente é o valor aplicado através de alguma operação financeira. Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno 1 3. Capital. Montante. 3.1 Capital ou Valor Presente. Taxa. Prazo. Montante. ( C ou VP ) Capital ou Valor Presente é o valor aplicado através de alguma operação financeira.

Leia mais

ANDERSON DIAS GONÇALVES. Calculadora HP 12C. Treinamento com ênfase em Matemática Financeira.

ANDERSON DIAS GONÇALVES. Calculadora HP 12C. Treinamento com ênfase em Matemática Financeira. ANDERSON DIAS GONÇALVES Calculadora HP 12C Treinamento com ênfase em Matemática Financeira. SUMÁRIO 1 Conhecendo a Calculadora HP12C... 5 Testando a calculadora... 5 O teclado... 5 Número de casas decimais...

Leia mais

Prof. Eugênio Carlos Stieler

Prof. Eugênio Carlos Stieler CAPÍULO I Conhecendo a calculadora HP-12C Depois de tantas contas feitas no braço, chegou a hora de resolvê-las usando a HP-12C. A diferença entre uma HP-12C e as calculadoras convencionais está na forma

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA HP E EXCEL. Prof. Gilberto de Castro Timotheo Página 1

MATEMÁTICA FINANCEIRA HP E EXCEL. Prof. Gilberto de Castro Timotheo Página 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA HP E EXCEL Prof. Gilberto de Castro Timotheo Página 1 Sumário Conceitos e Convenções...3 Conceitos...3 Convenções...3 Convenções aplicadas a HP e EXCEL...4 Conhecendo a HP...5 Princípio

Leia mais

Princípios de Finanças

Princípios de Finanças Princípios de Finanças Apostila 04 Uso da calculadora HP-12C Professora: Djessica Karoline Matte 1 SUMÁRIO Uso da Calculadora HP-12C... 3 1 Apresentação da Calculadora... 3 2 A memória da HP 12C... 4 2.1

Leia mais

GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples)

GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples) Bertolo MATEMÁTICA FINANCEIRA Gab_fin2 1 GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples) 1. Uma pessoa toma R$ 30.000,00 emprestados, a juros de 3% ao mês,

Leia mais

Os juros podem ser capitalizados segundo dois regimes: simples ou compostos.

Os juros podem ser capitalizados segundo dois regimes: simples ou compostos. 1/7 3. Modelos de capitalização simples 4. Modelos de capitalização composta Conceitos básicos A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Matemática Financeira http://www.oportunity.ubbihp.com.br 1 CONCEITOS BÁSICOS DA MATEMÁTICA FINANCEIRA A consideração explicita do fator tempo em qualquer processo de transferência de recursos financeiros

Leia mais

Matemática Financeira Funções da calculadora financeira HP-12C

Matemática Financeira Funções da calculadora financeira HP-12C Matemática Financeira Funções da calculadora financeira HP-12C Prof. Msc. Sergio Silva Braga Junior Consultor Financeiro Observações Gerais É indispensável o uso da calculadora financeira HP-12C O curso

Leia mais

Amilton Dalledone Filho Glower Lopes Kujew

Amilton Dalledone Filho Glower Lopes Kujew 1 Matemática Financeira Amilton Dalledone Filho Glower Lopes Kujew O mundo globalizado nos mostra cada vez mais a necessidade de informações e, para tanto, é necessário o conhecimento básico que possibilita

Leia mais

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Aprendendo a Usar Uma Calculadora Juros Compostos Tipos de Aplicação Conclusão Possui as teclas M+, M- e MRC para operações ligadas a memória; Porcentagem; As

Leia mais

JUROS SIMPLES - CONCEITO O QUE SÃO JUROS?

JUROS SIMPLES - CONCEITO O QUE SÃO JUROS? Juros Simples JUROS SIMPLES - CONCEITO O QUE SÃO JUROS? Os juros são a remuneração pelo empréstimo do dinheiro. Representam a remuneração do capital empregado em alguma atividade produtiva. Pode ser caracterizado

Leia mais

Primeiro, vamos explicar o fundo teórico do assunto, depois praticamos nossos conhecimentos seguindo as instruções dum pequeno tutorial.

Primeiro, vamos explicar o fundo teórico do assunto, depois praticamos nossos conhecimentos seguindo as instruções dum pequeno tutorial. 45 Capítulo 4 Juros, Taxas e tudo isso Neste livro não quero enfatizar as aplicações do Excel aos negócios, mas uma breve introdução ao uso das funções financeiras é indispensável, assim como, num capítulo

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Roberto César Faria e Silva MATEMÁTICA FINANCEIRA Aluno: SUMÁRIO 1. CONCEITOS 2 2. JUROS SIMPLES 3 Taxa Efetiva e Proporcional 10 Desconto Simples 12 Desconto Comercial, Bancário ou Por Fora 13 Desconto

Leia mais

HP-12C USO E APLICAÇÕES E MATEMÁTICA FINANCEIRA

HP-12C USO E APLICAÇÕES E MATEMÁTICA FINANCEIRA 1 HP-12C USO E APLICAÇÕES E MATEMÁTICA FINANCEIRA RENATO BECKER 2 HP-12C USO E APLICAÇÕES E MATEMÁTICA FINANCEIRA OBJETIVO Capacitar o participante a utilizar, de modo eficaz, a CALCULADORA HP-12C pelo

Leia mais

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 01. O gerente de uma loja de presentes está fazendo o fechamento das vendas de brinquedos no período de véspera de natal. No dia 06/11/2006 foram vendidos 14 brinquedos a

Leia mais

COMO USAR A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA. Professor Antonio Pertence Jr.

COMO USAR A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA. Professor Antonio Pertence Jr. COMO USAR A CALCULADORA FINANCEIRA HP-12C CURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA Professor Antonio Pertence Jr. DIAGNÓSTICOS PONTO E VÍRGULA DECIMAIS NÚMERO DE CASAS DEPOIS DA VÍRGULA TROCA DE SINAL LÓGICA

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Consiste em empregar procedimentos matemáticos para simplificar a

Leia mais

Para o cálculo dos juros siga corretamente este roteiro:

Para o cálculo dos juros siga corretamente este roteiro: Juro Simples Juro: é a remuneração do capital emprestado, podendo ser entendido, de forma simplificada, como sendo o aluguel pago pelo uso do dinheiro. Capital: qualquer valor expresso em moeda e disponível

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Aula 02 Matemática Financeira Prof. Ms. João Domiraci Paccez Aula 02 Conversão das taxas de juros 1. Conversão da taxa de juros 2. Equivalência das taxas de juros na capitalização simples e na composta

Leia mais

Cálculo de Juros Simples e Composto no Excel - Parte 1

Cálculo de Juros Simples e Composto no Excel - Parte 1 Cálculo de Juros Simples e Composto no Excel - Parte 1 Grau de Dificuldade: 5 Olá turma... Nos próximos artigos, estarei exemplificando diversas maneiras para trabalhar com Juros Simples e Composto no

Leia mais

Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital.

Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital. 2 Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital. Pode ser entendido também como o pagamento de um indivíduo pelo uso do capital de outro. O uso do capital pode ser realizado através de

Leia mais

Profª Adriana Ferrazza 1. Fonte: BMF&Bovespa. 1. Juro simples. FV= PV.[1+(i.n)]

Profª Adriana Ferrazza 1. Fonte: BMF&Bovespa. 1. Juro simples. FV= PV.[1+(i.n)] Profª Adriana Ferrazza 1 Fonte: BMF&Bovespa 1. Juro simples FV= PV.[1+(i.n)] Funções que Você já conhece: Capital CHS PV taxa em ano i Período em dias n f int(juro) Calculo do PV: O capital inicial pode

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira 1 Matemática Financeira Evanivaldo Castro Silva Júnior 21/05/2013 2 Matemática Financeira 1. Séries de Pagamento i. Séries Uniformes (Modelo PRICE) ii. Séries Não-Uniformes (Modelo SAC Sistema de Amortizações

Leia mais

Para acharmos as taxas equivalentes utilizamos a fórmula abaixo: Te = ( n Ö 1+i) 1

Para acharmos as taxas equivalentes utilizamos a fórmula abaixo: Te = ( n Ö 1+i) 1 Para acharmos as taxas equivalentes utilizamos a fórmula abaixo: Te = ( n Ö 1+i) 1 Onde: Te = Taxa equivalente de determinado período n = número do período i = percentual de juros do período em que você

Leia mais

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA SISTEMA MONETÁRIO É o conjunto de moedas que circulam num país e cuja aceitação no pagamento de mercadorias, débitos ou serviços é obrigatória por lei. Ele é constituído

Leia mais

Curso Básico de Matemática Financeira. Celso H. P. Andrade

Curso Básico de Matemática Financeira. Celso H. P. Andrade Curso Básico de Matemática Financeira Celso H. P. Andrade ÍNDICE JURO... 3 FATOR DE FORMAÇÃO DE JURO... 4 JURO SIMPLES... 6 JURO COMPOSTO... 7 Equivalência de Taxa de Juros... 9 DESCONTO... 10 FLUXO DE

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02 Prof. Mário Leitão Conceitos. A matemática financeira é um ramo da matemática que estuda as variações do dinheiro ao longo de tempo. Dinheiro e tempo... Se seu amigo lhe pedisse

Leia mais

Matemática Financeira II

Matemática Financeira II Módulo 3 Matemática Financeira II Para início de conversa... Notícias como essas são encontradas em jornais com bastante frequência atualmente. Essas situações de aumentos e outras como financiamentos

Leia mais

SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA

SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA Prof. Quilelli 1 ) Uma dívida contraída à taxa de juros simples de 10% ao mês, deverá ser paga em duas parcelas, respectivamente iguais a R$ 126,00, daqui a

Leia mais

RELEMBRANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA

RELEMBRANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA RELEMBRANDO A MATEMÁTICA FINANCEIRA 1) Definições O que são juros? Por que variam tanto? Risco. Inflação - ilusão de remuneração. Taxa de juros nominal, efetiva e real. O juro é a remuneração pelo empréstimo

Leia mais

6-ky -CALCULADORA HP 12C-

6-ky -CALCULADORA HP 12C- 1 INTRODUÇÃO A matemática financeira pode ser estudada com ênfase em seus aspectos teóricos, práticos e ou com o uso mecânico de calculadoras, micros, etc. Para entendê-la sob o ENFOQUE TEÓRICO é necessário

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV 01. (FGV) O preço de venda de um artigo foi diminuído em 20%. Em que porcentagem devemos aumentar o preço diminuído para que com o aumento o novo preço coincida com o original?

Leia mais

Matemática Financeira com a HP-12C

Matemática Financeira com a HP-12C Matemática Financeira com a HP-12C Ulysses Sodré Matemática - UEL - Londrina - Paraná - Brasil XXIV Semana da Matemática: 2008 Ulysses Sodré (Matemática: UEL) Matemática Financeira com a HP-12C XXIV Semana

Leia mais

CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES

CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES DEFINIÇÕES: CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATEMATICA FINANCEIRA JUROS SIMPLES Taxa de juros: o juro é determinado através de um coeficiente referido a um dado intervalo de tempo. Ele corresponde à remuneração da

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL MATEMÁTICA FINANCEIRA COM HP 12C E EXCEL SOLUÇÕES COMPLETAS DE QUESTÕES E EXERCÍCIOS ADRIANO LEAL BRUNI E RUBENS FAMÁ 4ª EDIÇÃO ATLAS 2007 1 APRESENTAÇÃO Este texto apresenta todas as respostas de todas

Leia mais

SÉRIES UNIFORMES. Fórmulas das séries antecipadas. Fórmulas das séries postecipadas ( ) [ ( ) ( ) ] ] ( ) ( ) ] [ ( ) ( ) ( ) [ ( )] ( )

SÉRIES UNIFORMES. Fórmulas das séries antecipadas. Fórmulas das séries postecipadas ( ) [ ( ) ( ) ] ] ( ) ( ) ] [ ( ) ( ) ( ) [ ( )] ( ) UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE - FAC-CG CURSO: Graduação Tecnológica em Gestão Comercial Disciplina: Matemática Comercial e Financeira Prof.: Rosemberg Trindade

Leia mais

Exercícios. Matemática Financeira

Exercícios. Matemática Financeira Exercícios de Matemática Financeira SUMÁRIO - Apresentação... 01-01 ª Série - Taxas Equivalentes...... 02-02 ª Série - Planos de Amortização...... 05-03 ª Série - Exercícios Extras...... 09-04 ª Série

Leia mais

Lista de Exercícios 1

Lista de Exercícios 1 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Elétrica Disciplina de Engenharia Econômica TE142 2º Semestre de 2011 Professor James Alexandre Baraniuk Lista de Exercícios 1 1. Um jovem de 20 anos

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Capítulo 7 Noções de Matemática Financeira 1 O valor do dinheiro no tempo A operação básica da matemática financeira é a operação de empréstimo. Alguém que dispõe de um capital C (chamado de principal),

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS Parte integrante do curso Conhecendo a Calculadora HP 12C Prof. Geraldo Peretti. Página 1 Cálculos aritméticos simples. A) (3

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA Para Usuário da HP-12C Professores: Adm. Ademir Antonio Saravalli e Ilson Fuzinatto Filho Loanda 2005 Sumário INTRODUÇÃO... 1 LIGANDO E DESLIGANDO A CALCULADORA... 1 INDICADOR DE

Leia mais

Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital.

Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital. Por juros entende-se toda e qualquer remuneração de um capital. Pode ser entendido também como o pagamento de um indivíduo pelo uso do capital de outro. O uso do capital pode ser realizado através de um

Leia mais

Matemática Régis Cortes. JURO composto

Matemática Régis Cortes. JURO composto JURO composto 1 O atual sistema financeiro utiliza o regime de juros compostos, pois ele oferece uma maior rentabilidade se comparado ao regime de juros simples, onde o valor dos rendimentos se torna fixo,

Leia mais

COMO CRIAR UM PLANO DE AMORTIZAÇÃO

COMO CRIAR UM PLANO DE AMORTIZAÇÃO COMO CRIAR UM PLANO DE AMORTIZAÇÃO! Sistemas de amortização de empréstimos! Sistema Price! SAC! Fórmulas do Excel! Planilha fornecida Autores: Francisco Cavalcante(cavalcante@netpoint.com.br) Administrador

Leia mais

MINICURSO ELEMENTOS BÁSICOS DA MATEMÁTICA FINANCEIRA COM UTILIZAÇÃO DA HP-12C. Prof. Francisco de Assis de Sousa Carvalho

MINICURSO ELEMENTOS BÁSICOS DA MATEMÁTICA FINANCEIRA COM UTILIZAÇÃO DA HP-12C. Prof. Francisco de Assis de Sousa Carvalho MINICURSO ELEMENTOS BÁSICOS DA MATEMÁTICA FINANCEIRA COM UTILIZAÇÃO DA HP-12C Prof. Francisco de Assis de Sousa Carvalho PRIMEIRA PARTE CONHECENDO A HP 12C 1 Ligar e Desligar: Tecla ON. No canto inferior

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO

MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO MATEMÁTICA FINANCEIRA - ADMINISTRAÇÃO DESCONTO 1) Determinar o desconto por fora sofrido por uma letra de R$ 5.000,00 à taxa de 5% aa, descontada 5 anos antes de seu vencimento. Resp: R$ 1.250,00 2) Uma

Leia mais

prestação. Resp. $93.750,00 e $5.625,00.

prestação. Resp. $93.750,00 e $5.625,00. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA DISCIPLINA MAT191 - MATEMÁTICA FINANCEIRA PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO LISTA 3 1) Um bem é vendido a vista por $318.000,00

Leia mais

Matemática III. IFRS Campus Rio Grande

Matemática III. IFRS Campus Rio Grande 1.31. Introdução à Matemática Financeira Uma das aplicações das sequências é a Matemática Financeira. odemos associar os dois sistemas monetários com nossas As e Gs! O sistema de juros simples é associado

Leia mais

Conceitos Básicos 09/10/2015. Módulo IV Capitalização Composta. CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA Montante e Juro Fórmulas Derivadas

Conceitos Básicos 09/10/2015. Módulo IV Capitalização Composta. CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA Montante e Juro Fórmulas Derivadas Módulo IV Capitalização Composta Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA Montante e Juro Fórmulas Derivadas Conceitos Básicos No sistema de juros compostos (regime de capitalização composta),

Leia mais

Apêndice. Funções financeiras do Excel

Apêndice. Funções financeiras do Excel Apêndice B Funções financeiras do Excel B.1. INTRODUÇÃO...2 B.2. CÁLCULOS FINANCEIROS BÁSICOS...3 B.2.1. NOMENCLATURA E CONVENÇÕES ADOTADAS...3 B.2.2. FUNÇÕES FINANCEIRAS BÁSICAS SIMULADOR DA HP 12 C..

Leia mais

Essas expressões envolvem uma razão especial denominada porcentagem ou percentagem.

Essas expressões envolvem uma razão especial denominada porcentagem ou percentagem. Faculdades Integradas do Tapajós Professor: Adm. Esp. Wladimir Melo Curso: Administração 2º ADN 1, Gestão Empresarial 2º GEN 1, Processos Gerenciais 2º TPN Disciplina: Matemática Financeira 1. Porcentagem

Leia mais

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br

Juros Simples. www.siteadministravel.com.br Juros Simples Juros simples é o acréscimo percentual que normalmente é cobrado quando uma dívida não foi pago na data do vencimento. Financiamento de casa própria A casa própria é o sonho de muitas famílias,

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO

MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Curso de Especialização em Matemática para Professores do Ensino Básico MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO BÁSICO Gleison Silva Vilefort Costa Belo Horizonte 2015

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Consiste em empregar procedimentos matemáticos

Leia mais