Placas Adaptadoras e montagem de Redes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Placas Adaptadoras e montagem de Redes"

Transcrição

1 Placas Adaptadoras e montagem de Redes Objetivos da aula: 1 - Descrever a função da placa adaptadora de rede em uma rede. 2 - Descrever as opções de configuração para placas adaptadoras de rede. 3 - Listar as principais considerações para a seleção de uma placa adaptadora de rede. 4 - Demonstrar a montagem passo a passo de uma rede no Windows 9x. Placas de Rede: São instaladas em um Slot de expansão (menos on-board) Atuam como uma interface entre o computador da rede e o cabeamento: Computador p/ o cabo: antes dos dados serem enviados através da rede, a placa converte a forma que o computador entende para forma que possa ser transportada através de um cabo de rede (forma serial). Cabo p/ o computador: recebe dados do cabo e os traduz para bytes que a CPU do computador entende. Controlar o fluxo de dados entre o computador e o sistema de cabeamento. Dotada com hardware e firmware (rotinas de software armazenadas em ROMs). Os dados trafegam em um computador ao longo de caminhos chamados barramentos (mais comuns 16 ou 32bits), podendo este trafego ser em grupos em vez de um a um. No cabo da rede, os dados devem trafegar em um único fluxo de bits, pois em uma transmissão serial porque um bit segue o outro. A placa adaptadora de rede capta os dados que trafegam em paralelo como um grupo e os reestrutura para fluírem pelo caminho serial de um bit de largura. Para isso, os sinais digitais do computador são traduzidos para sinais elétricos e ópticos que podem trafegar nos cabos da rede. O componente responsável por esse processo é o transceptor (transmissor/receptor). Endereço de Rede: A placa adaptadora de rede deve indicar sua localização, ou endereço, para o restante da rede, a fim de distingui-la de todas as outras placas da rede. Os endereços de rede são determinados pelo comitê do Instituto de Engenharia Elétrica e Eletrônica (IEEE). O comitê atribuiu blocos de endereços a cada fabricante de placa adaptadora de rede. Os fabricantes fazem a ligação física desses endereços com os chips da placa por um processo conhecido como queima de endereço na placa. Com esse processo, cada placa e, portanto, cada computador, possui um endereço exclusivo em uma rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

2 Os dados geralmente podem mover-se mais rápido do que a placa adaptadora de rede pode manipulá-los, assim, os dados são enviados para o buffer da placa (RAM), onde são mantidos temporariamente durante a transmissão e recepção de dados. Antes da transmissão, a placa adaptadora de rede conduz um diálogo eletrônico com a placa receptora para que ambas concordem sobre: - O tamanho máximo dos grupos de dados a serem enviados - A quantidade de dados a serem enviados antes da confirmação - Os intervalos de tempo entre envios de blocos de dados - O período de tempo a esperar antes de a confirmação ser enviada - Quantos dados cada placa pode reter antes de haver transbordamento - A velocidade da transmissão de dados Montagem de Redes com o Windows 9.x (par a par) (Cliente-Servidor Windows NT ) Passo 1-Materiais necessários para instalação com cabo coaxial: (para a instalação com par trançado os passos são basicamente os mesmos, porém utilizando Hub, ou cabo cross-over para duas estações) Placas de rede NE2000 compatível com conector BNC Conectores BNC "T" (vem junto com as placas de rede) Disquete de configuração da placa de rede (vem junto com as placas de rede) 2 terminadores resistivos de 50 ohms Cabo coaxial fino, de acordo com a quantidade de trechos da rede Importante: Em redes ponto a ponto, o comprimento mínimo de cada trecho de cabo coaxial é, obrigatoriamente, de 3 metros. Passo 2 - Instalação física da rede: 1. Com os micros desligados, instale a placa de rede em cada micro. 2. Instale o conector BNC "T" em cada placa de rede. 3. Realize a conexão do cabeamento da rede 4. Instale os terminadores nos conectores "T" dos micros da ponta do cabeamento. 5. Ligar a(s) máquina(s). Dar boot com um disquete e execute o utilitário de configuração da placa, presente no disquete. Prof. Sérgio Furgeri 2

3 6. Verifique qual é a configuração da placa de rede. A configuração default é endereço de I/O 300h e IRQ3. Como a porta serial COM2 utiliza a mesma interrupção configure a placa de rede para utilizar outra interrupção. Esta configuração é feita através do programa de configuração da placa (em placas antigas a configuração era feita através de jumpers de configuração). É Sugerido a interrupção IRQ11 ou IRQ12. Dica: Faça com que todas as placas de rede utilizem a mesma configuração, para facilitar a manutenção. 7. No setup do micro, altere a opção "HARD DISK TYPE 47 RAM AREA" ou "EXTENDED BIOS RAM AREA" ou "EXTENDED ROM RAM AREA" ou "SCRATCH RAM OPTION" de "0:300" para "DOS 1KB", caso esta opção exista. 8. A maioria dos programas de configuração de placa de rede possui uma opção de diagnóstico. Você poderá usar esta opção para verificar se a parte física da rede está corretamente instalada. Passo 3 - Configurando a placa de rede: Painel de controle - Rede Se o windows não detectar a placa, clique em adicionar e depois adaptador Se você não possuir o disquete da placa de rede ou no disquete não existir o driver da placa de rede para Windows 9x, escolha a placa "NE2000 compatível" da Novell/Anthem Passo 4 - Configurando o driver da placa: Selecione a placa e clique em propriedades Prof. Sérgio Furgeri 3

4 Passo 5 - Instalação de protocolos: Painel de controle - Redes - Adicionar - Protocolos Tipicamente são adicionados os protocolos da Microsoft TCP-IP, NetBEUI. **** Importante que todas as máquinas tenham os mesmos protocolos *** Passo 6 - Instalação de serviços: Painel de controle - Redes - Adicionar - Serviços Compartilhamento de arquivos e impressoras para redes Microsoft" Passo 7 - Identificação das Máquinas: Na guia "Identificação", preencha corretamente os campos existentes. É importante que você dê um nome para a sua rede ("Grupo de Trabalho") e use esse mesmo nome em todos os micros Se tudo foi realizado com sucesso, a rede já deve estar funcionando. Basta iniciar o processo de compartilhamento de recursos e mapeamento da rede. Prof. Sérgio Furgeri 4

5 Questões sobre placas de rede: Coloque Verdadeiro ou Falso nas seguintes sentenças conforme o caso: ( ) A placa adaptadora de rede converte dados seriais do computador em dados paralelos, para transmissão ao longo do cabo da rede. ( ) Atualmente, as larguras de barramento de 16 bits e 32 bits são as duas larguras mais comuns. ( ) Para mover os dados para o cabo da rede, o computador atribui toda a sua memória à placa adaptadora de rede. ( ) Os dados são retidos temporariamente no transceptor da placa adaptadora de rede, que funciona como um buffer. ( ) As placas adaptadoras de rede de transmissão e recepção devem concordar sobre as velocidades de transmissão. Prof. Sérgio Furgeri 5

Instalando a placa de rede

Instalando a placa de rede Instalando a placa de rede A instalação dos drivers e a configuração de uma placa de rede no Windows 98 independe do tipo de cabo utilizado. Este tipo de instalação não é muito diferente da instalação

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Capítulo1 - Introdução à Redes 1 Requisitos para Conexão à Internet Para disponibilizar o acesso de um computador à rede, devem ser levados em consideração 03 parâmetros:

Leia mais

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos.

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. REDES DE COMPUTADORES CABO COAXIAL É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. Topologias de rede A topologia de uma rede é um diagrama que descreve como

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas das Tecnologias

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Correcção da ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014.

Manual de Instalação. Windows XP. Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. Manual de Instalação Windows XP Desenvolvedores: Patrick Duarte, Rodrigo dos Santos. Setembro de 2014. 1 SUMÁRIO OBJETIVO DO MANUAL:...03 REQUISITOS MÍNIMOS:...03 PROCESSO DE INSTALAÇÃO:...04 3.1 Documentos

Leia mais

W A Y T E C H. http://sites.uol.com.br/waytech Sua Oficina Virtual. FREEWARE - Versão 1.0

W A Y T E C H. http://sites.uol.com.br/waytech Sua Oficina Virtual. FREEWARE - Versão 1.0 W A Y T E C H http://sites.uol.com.br/waytech Sua Oficina Virtual FREEWARE - Versão 1.0 1 Montando pequenas redes Qualquer usuário que tenha mais de um micro em casa ou no escritório já deve ter pensando

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 2.1 CONCEITO DE BIT O computador só pode identificar a informação através de sua elementar e restrita capacidade de distinguir entre dois estados: 0

Leia mais

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch.

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

PLACA ADICIONAL PCI EM SÉRIE/PARALELO I/O COM 2/1-PORT

PLACA ADICIONAL PCI EM SÉRIE/PARALELO I/O COM 2/1-PORT PLACA ADICIONAL PCI EM SÉRIE/PARALELO I/O COM 2/1-PORT Manual de instruções DS-33040-1 Funções e benefícios Em conformidade com as especificações de Bus Local PCI, Revisão 2.3 Suporta 2x portas UART em

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394)

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) histórico Tudo começou em 1980 quando a IBM estava desenvolvendo seu primeiro micro PC. Já haviam definido que o barramento ISA seria usado para permitir que o IBM

Leia mais

Introdução à Informática. Alexandre Meslin

Introdução à Informática. Alexandre Meslin Introdução à Informática Alexandre Meslin (meslin@nce.ufrj.br) Módulo 4 Objetivos Aula 1 Componentes principais em um computador pessoal Fluxo de informações em um computador idealizado Componentes do

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

Guia de Instalação rápida

Guia de Instalação rápida Guia de Instalação rápida Este guia cobre os procedimentos de instalação e configuração básica do AXIS 150/152. Caso precise instruções mais detalhadas, consulte o Manual do Usuário do AXIS 150/152. Descrição

Leia mais

Windows 98 e Windows Me

Windows 98 e Windows Me Windows 98 e Windows Me "Etapas preliminares" na página 3-27 "Etapas de instalação rápida em CD-ROM" na página 3-28 "Outros métodos de instalação" na página 3-28 "Solução de problemas do Windows 98 e Windows

Leia mais

Solucionando Problemas

Solucionando Problemas Solucionando Problemas Por favor leia as sugestões abaixo quando a digitalização não está a processarse como esperava ou se encontrar qualquer problema no funcionamento do scanner. Se as soluções abaixo

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III 1 REDE DE COMPUTADORES III 1. Introdução MODELO OSI ISO (International Organization for Standardization) foi uma das primeiras organizações a definir formalmente

Leia mais

Guia de Instalação Modem ADSL Intel PRO/DSL 2200

Guia de Instalação Modem ADSL Intel PRO/DSL 2200 Guia de Instalação Modem ADSL Intel PRO/DSL 2200 Confiável, Acesso à Internet de Alta Velocidade Intel 2001, Intel Corporation. Todos os direitos reservados. 0401/OC/DW/PT/ Antes de Começar Guia de Instalação

Leia mais

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Introdução à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Estrutura básica de um sistema informático Componentes de um sistema informático O interior de um PC A placa principal ou motherboard O

Leia mais

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LEIA O MANUAL ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO! Considerações importantes, leia antes de usar o produto: A diferença entre a interface Lumikit PRO X4 e Lumikit PRO

Leia mais

MANUTENÇÃO DE MICRO. Mário Gomes de Oliveira

MANUTENÇÃO DE MICRO. Mário Gomes de Oliveira MANUTENÇÃO DE MICRO Mário Gomes de Oliveira 1 IRQ Pedido de atenção e de serviço feito à CPU, para notificar a CPU sobre a necessidade de tempo de processamento. 2 IRQ (Interrupt Request line ou Linha

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Configurando e Implantando o Windows Server 2003 Fabricio Breve Requisitos de Hardware de Sistema Processador Mínimo: 266 MHz Mínimo ideal:

Leia mais

Seu manual do usuário HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP http://pt.yourpdfguides.com/dref/870005

Seu manual do usuário HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP http://pt.yourpdfguides.com/dref/870005 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP)

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP) "Visão geral da configuração da rede" na página 3-2 "Escolhendo um método de conexão" na página 3-3 "Conectando via Ethernet (recomendado)" na página 3-3 "Conectando via USB" na página 3-4 "Configurando

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

Como instalar uma impressora?

Como instalar uma impressora? Como instalar uma impressora? Antes de utilizar uma impressora para imprimir seus documentos, arquivos, fotos, etc. é necessário instalá-la e configurá-la no computador. Na instalação o computador se prepara

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO 28 CAPÍTULO 5 INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO Interfaces para periféricos de armazenamento: Periféricos de armazenamento,

Leia mais

Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores.

Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores. Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores. http://www.btinformatica.com.br http://www.btinf.hpg.ig.com.br Esta apostila foi escrita em Março/04 Todas

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

MEMÓRIA. MEMÓRIA RAM (Randon acess memory) Memória de acesso aleatório

MEMÓRIA. MEMÓRIA RAM (Randon acess memory) Memória de acesso aleatório O papel do processador é apenas um, pegar os dados e processa-los não importando de onde vem ou para onde vão estes dados. Como os processadores não possuem uma área de armazenamento grande, ele buscas

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Arquitetura de Entrada e Saída Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Barramento Meio de transmissão de dados entre a CPU, a memória principal e os dispositivos de entrada e saída.

Leia mais

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Modulo I INTRODUÇÃO AO EQUIPAMENTO INFORMÁTICO Respostas as perguntas do modulo I Aula 1 1. Qual dos seguintes itens faz parte do kit

Leia mais

Como montar sua Rede Doméstica

Como montar sua Rede Doméstica Como montar sua Rede Doméstica Você está indo para casa, no final do expediente, pensando em terminar ainda hoje aquela planilha de custos do seu setor. Esta tarefa se torna ainda mais empolgante, porque

Leia mais

CONEXÃO DE PLC FX COM MÓDULO FX3U-ENET COM GX WORKS2. No. DAP-PLCFX-03. rev. 0

CONEXÃO DE PLC FX COM MÓDULO FX3U-ENET COM GX WORKS2. No. DAP-PLCFX-03. rev. 0 CONEXÃO DE PLC FX COM MÓDULO FX3U-ENET COM GX WORKS2 No. DAP-PLCFX-03 rev. 0 Revisões Data da Nome do Arquivo Revisão Revisão Set/2012 DAP-PLCFX-03-1209_GXWEthFX Primeira edição 1. OBJETIVO O objetivo

Leia mais

Introdução. Arquitetura de Rede de Computadores. Prof. Pedro Neto

Introdução. Arquitetura de Rede de Computadores. Prof. Pedro Neto Introdução Arquitetura de Rede de Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Ementa da Disciplina 1. Introdução i. Conceitos e Definições ii. Tipos de Rede a. Peer To Peer b. Client/Server iii. Topologias

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br

Eletrônica Industria e Comércio Ltda www.amcp.com.br Ligação a Microcomputador Ver. 2.0 de 07/11/2011 O DIM4 pode ser muito mais facilmente programado através de um programa em microcomputador. Para tanto é necessário uma interface USB-TTL como a figura

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Hardware de Computadores 1 O disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Placas e Ferramentas de Rede. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Placas e Ferramentas de Rede. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Placas e Ferramentas de Rede Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução Dada a necessidade de comunicação entre os computadores em uma mesma rede para troca de arquivos, ou ainda para facilitar em processos

Leia mais

Introdução. Placas e Ferramentas de Rede. Exemplos. Surgimento. Estrutura Física - Placas

Introdução. Placas e Ferramentas de Rede. Exemplos. Surgimento. Estrutura Física - Placas Introdução Placas e Ferramentas de Rede Prof. Alexandre Beletti Ferreira Dada a necessidade de comunicação entre os computadores em uma mesma rede para troca de arquivos, ou ainda para facilitar em processos

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação do Min200E Conexão USB

STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação do Min200E Conexão USB STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação do Min200E Conexão USB Esse STK ensinará como você deve instalar o driver conversor do Modem MIN200E USB em ambiente que utiliza o sistema operacional

Leia mais

Impressora HP DeskJet 720C Series. Sete passos simples para configurar a sua impressora

Impressora HP DeskJet 720C Series. Sete passos simples para configurar a sua impressora Impressora HP DeskJet 720C Series Sete passos simples para configurar a sua impressora Parabéns pela aquisição de sua impressora HP DeskJet 720C Series! Aqui está uma lista dos componentes da caixa. Se

Leia mais

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM Manual SRM 1 Índice 1. Requerimentos Técnicos para Utilização do Sistema... 4 1.1 Hardware... 4 1.2 Software... 5 1.3 Conexão à Internet... 9 2. Desabilitação do Bloqueio Automático de Pop-ups...10 3.

Leia mais

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 FileMaker Pro 13 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 2007-2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Identificação das partes constituintes de um PC

Identificação das partes constituintes de um PC Identificação das partes constituintes de um PC Durante este exercício deverá identificar e localizar as partes constituintes de um Computador Pessoal (PC), nomeadamente: Placa Principal (Mother Board)

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

Fundamentos de Hardware. 1. Placa Mãe

Fundamentos de Hardware. 1. Placa Mãe Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Eletrônica e Computação - DELC Fundamentos de Informática Prof. Cesar Tadeu Pozzer Julho de 2006 Fundamentos de Hardware Os seguintes links representam

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PLACA DE REDE. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PLACA DE REDE. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE Placa de Rede Uma placa de rede (também chamada adaptador de rede ou NIC, do acrônimo inglês Network Interface Card) é um dispositivo de hardware responsável pela comunicação entre

Leia mais

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Texto Técnico 005/2013 TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Parte 05 0 Vamos finalizar o tema Trabalho com Grandes Montagens apresentando os melhores recursos e configurações de hardware para otimizar a abertura

Leia mais

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence).

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence). 1 - Instalando o Windows Server 2003 Enterprise Edition R1 e R2. 2 - Criando um nome para o Servidor. 3 - Adicionando IP fixo ao servidor. 1 - Insira o CD do Windows Server 2003 no drive de CD ROM e siga

Leia mais

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO AULA PRÁTICA DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO Objetivo: Apresentar o modo de operação Ad Hoc de uma rede padrão IEEE 802.11g/b e implementá-la em laboratório. Verificar os fundamentos de associação/registro

Leia mais

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Multiplexadores Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Transmissor 1 Receptor 1 Transmissor 2 Multiplexador Multiplexador Receptor 2 Transmissor 3 Receptor 3 Economia

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Sobre a arquitetura Ethernet Camadas da arquitetura Ethernet Topologias para redes Ethernet IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É a arquitetura mais comum em redes locais

Leia mais

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA 8 CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA A porta paralela, também conhecida por printer port ou Centronics e a porta serial (RS-232) são interfaces bastante comuns que, apesar de estarem praticamente

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

- BIOS - Ligando o PC pela primeira vez - Configurando o BIOS pelo Setup

- BIOS - Ligando o PC pela primeira vez - Configurando o BIOS pelo Setup - BIOS - Ligando o PC pela primeira vez - Configurando o BIOS pelo Setup 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes BIOS Contém dados do Fabricante / Modelo da MotherBoard. Testa a MotherBoard

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Fabricio Breve Onde estão as redes? Caixa Eletrônico Terminais conectados a um computador central Supermercados, farmácias, etc... Vendas Caixa Estoque Etc... Por que Redes?

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Instalação de Impressora

Instalação de Impressora 1 Instalação de Impressora Daruma (Modelo DR700M) Windows 7 Você vai precisar de: Procedimentos: 1. Impressora Térmica Daruma (DR700M); 2. Fonte de alimentação (obs.: se as tomadas disponíveis no local

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com 2/16 Nível Físico Tem a função de transmitir uma seqüência de bits através de um canal e comunicação. Este nível trabalha basicamente

Leia mais

Memória da impressora

Memória da impressora Memória da impressora Gerenciando a memória 1 Sua impressora vem com, pelo menos, 32 MB de memória. Para determinar a quantidade de memória instalada atualmente em sua impressora, selecione Imprimir Menus

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

5 Entrada e Saída de Dados:

5 Entrada e Saída de Dados: 5 Entrada e Saída de Dados: 5.1 - Arquitetura de Entrada e Saída: O sistema de entrada e saída de dados é o responsável pela ligação do sistema computacional com o mundo externo. Através de dispositivos

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN

TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN Rev 9.2-12/2013 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre Wake-on-LAN... 3 2 Requisitos... 4 3 Configuração do Windows... 5 3.1

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação da FS700/MACH Conexão USB

STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação da FS700/MACH Conexão USB STK (Start Kit DARUMA) Procedimento de Instalação da FS700/MACH Conexão USB Esse STK ensinará como você deve instalar o driver conversor das Impressoras Fiscais FS700/MACH USB em ambiente que utiliza o

Leia mais

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 As redes de computadores possibilitam que indivíduos possam trabalhar em equipes, compartilhando informações,

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES REDE DE COMPUTADORES Tipos de classificação das redes de acordo com sua topologia Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Ao longo da historia das redes, varias topologias foram

Leia mais

Capítulo 33. Neste capítulo abordaremos vários recursos de rede presentes no Windows, incluindo a instalação e utilização de:

Capítulo 33. Neste capítulo abordaremos vários recursos de rede presentes no Windows, incluindo a instalação e utilização de: Redes Capítulo 33 Mostraremos neste capítulo como fazer a instalação de uma rede de PCs. Abordaremos as etapas de hardware, que são universais para qualquer tipo de rede. Veremos também como utilizar a

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry REDES DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Fundamentos em Informática Mundo Globalizado Acelerado desenvolvimento tecnológico

Leia mais