CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ"

Transcrição

1 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL ACTA N º 06/ 2010 Ao primeiro dia do mês de Março de dois mil e dez, nesta Vila de Nazaré, no Edifício dos Paços do Concelho e Salão Nobre, realizou-se a reunião extraordinária da Câmara Municipal sob a Presidência do Senhor Eng.º Jorge Codinha Antunes Barroso, Presidente da Câmara, estando presentes os Senhores Vereadores Dr. Vítor Manuel Estrelinha Esgaio, Arq.º António Duarte Salvador, António Gordinho Trindade, Dra. Mafalda Vigia Tavares, Dr. Belmiro José Eusébio Pais da Fonte e Dra. Maria João Fernandes Ramos A reunião foi secretariada pela Chefe de Divisão Administrativa Dra. Olinda Amélia David Lourenço Pelas dezoito horas e cinco minutos, o Senhor Presidente declarou aberta a reunião PREÇOS PARA OS TARIFÁRIOS DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS: 107/ PROPOSTA DE TARIFÁRIO (PREÇOS) DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E DE SANEAMENTO Presente a informação n.º 07/SEC/36/10 de 24 de Fevereiro de 2010 participando que em cumprimento da deliberação camarária tomada em reunião do Executivo Municipal de 30 de Dezembro passado, foram submetidos a discussão pública os tarifários que entrarão em vigor em 2010 de Resíduos Sólidos Urbanos e de Saneamento, nos termos do nº.1 do artigo 118º do Decreto-Lei nº.442/91, de 15 de Novembro, com a redacção que lhe foi introduzida pelo Decreto- Lei nº.6/96, de 31 de Janeiro Mais refere que não tendo sido dirigidas ao Órgão com competência regulamentar, dentro do prazo estabelecido, (até 15 de Fevereiro) quaisquer sugestões ou contestações por parte de eventuais interessados, deverá a Ex.ma Câmara efectuar a respectiva aprovação definitiva, para que se tornem efectivos, nos termos da alínea a) do nº. 7 do artigo 64, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na sua versão actualizada (Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro) Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

2 Deliberado, por maioria, aprovar nos termos legais, com os votos contra dos Senhores Vereadores Vítor Esgaio, António Trindade e Maria João Ramos e os votos favoráveis do Senhores Presidente da Câmara e Vereadores António Salvador, Mafalda Tavares e Belmiro Pais da Fonte Os membros do Partido Socialista apresentaram a seguinte declaração de voto: Os Vereadores do Partido Socialista vêm, no âmbito das suas competências e nos termos da Lei nº. 169/99 de 18/09, com a nova redacção introduzida na Lei nº. 5 A/2002 de 11/O1/2002, apresentar declaração de voto contra, em relação às 4 propostas que abaixo se transcrevem, relativamente aos aumentos/revisão de preços para os tarifários dos Serviços Municipais, da iniciativa e responsabilidade do P.S.D Proposta de Tarifários de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Saneamento; Proposta de Revisão do tarifário de Venda de água; Proposta de Alteração do Tarifário do Ascensor e Urbanas e Criação de Novas Tarifas; Proposta de Tarifas para a Secção de Águas Fundamentação: Manter os mesmos critérios de opinião sobre as propostas supra citadas, já manifestados em declaração de voto na reunião de Câmara de 30/12/2009, ou seja: A) Aumentos percentuais elevadíssimos que, em alguns tarifários, atingem mais de 1200%; B) A grave crise económica e social existente no Concelho, aconselharia a todos os políticos com responsabilidades a meditação e ver os sinais da crise e analisá-los à luz da realidade das famílias e nunca proceder a ajustamentos de tarifário em tais circunstâncias; C) Propostas desta natureza deveriam ser agendadas para Reuniões Ordinárias, para discussão pública, e não para Reuniões Extraordinárias onde a informação é limitada

3 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL Os membros do Partido Social-Democrata apresentaram igualmente declaração de voto que se transcreve: Durante vários anos os preços agora revistos não sofreram alterações, o que se traduzia num efectivo prejuízo para o Município, e numa aparente vantagem para os Munícipes Digo aparente vantagem, porque nestes preços até agora praticados pagava igualmente valores muito baixos o Munícipe que podia pagar o valor justo como o que tinha maiores dificuldades em fazê-lo Não é socialmente correcto tratamento igual para situações que são diferentes, a igualdade é um conceito que nos leva à diferença a igualdade é tratar igual o que é igual e diferente o que é diferente A aparente vantagem que existia para o Munícipe é aparente porque ao descapitalizar o Município fica a comunidade mais frágil e a sua capacidade de resposta a investimentos necessários afectada Não é novidade que durante a campanha eleitoral foi várias vezes defendido pelo PSD e por mim, a necessidade de repor esta justiça e estes princípios defendidos pela Lei das Finanças Locais. --- O facto de haver aumentos percentuais elevados é verdade, mas os preços absolutos continuam abaixo dos praticados pela grande maioria dos Municípios, o que é de salientar Por fim quero continuar a manifestar a completa disponibilidade para discutir outra qualquer proposta que faça melhor que esta o cumprimento legal da Lei das Finanças Locais e o compromisso de tratamento equalitário e social dos Munícipes Não tendo aparecido e considerando que esta é uma boa proposta, se bem que não desejável, voto favoravelmente após a mesma ter sido submetida, como teria de ser, a apreciação pública e não ter havido qualquer reclamação / PROPOSTA DE REVISÃO DO TARIFÁRIO DE VENDA DE ÁGUA Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

4 Presente a informação n.º 07/SEC/36/10 de 24 de Fevereiro de 2010 participando que em cumprimento da deliberação camarária tomada em reunião do Executivo Municipal de 30 de Dezembro passado, foram submetidos a discussão pública os tarifários que entrarão em vigor em 2010 da Venda de Água, nos termos do nº.1 do artigo 118º do Decreto-Lei nº.442/91, de 15 de Novembro, com a redacção que lhe foi introduzida pelo Decreto-Lei nº.6/96, de 31 de Janeiro Mais refere que não tendo sido dirigidas ao Órgão com competência regulamentar, dentro do prazo estabelecido, (até 15 de Fevereiro) quaisquer sugestões ou contestações por parte de eventuais interessados, deverá a Ex.ma Câmara efectuar a respectiva aprovação definitiva, para que se tornem efectivos, nos termos da alínea a) do nº. 7 do artigo 64, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na sua versão actualizada (Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro) Deliberado, por maioria, aprovar nos termos legais, com os votos contra dos Senhores Vereadores Vítor Esgaio, António Trindade e Maria João Ramos e os votos favoráveis do Senhores Presidente da Câmara e Vereadores António Salvador, Mafalda Tavares e Belmiro Pais da Fonte Os membros do Partido Socialista apresentaram a seguinte declaração de voto: Os Vereadores do Partido Socialista vêm, no âmbito das suas competências e nos termos da Lei nº. 169/99 de 18/09, com a nova redacção introduzida na Lei nº. 5 A/2002 de 11/O1/2002, apresentar declaração de voto contra, em relação às 4 propostas que abaixo se transcrevem, relativamente aos aumentos/revisão de preços para os tarifários dos Serviços Municipais, da iniciativa e responsabilidade do P.S.D Proposta de Tarifários de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Saneamento; Proposta de Revisão do tarifário de Venda de água; Proposta de Alteração do Tarifário do Ascensor e Urbanas e Criação de Novas Tarifas; Proposta de Tarifas para a Secção de Águas

5 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL Fundamentação: Manter os mesmos critérios de opinião sobre as propostas supra citadas, já manifestados em declaração de voto na reunião de Câmara de 30/12/2009, ou seja: A) Aumentos percentuais elevadíssimos que, em alguns tarifários, atingem mais de 1200%; B) A grave crise económica e social existente no Concelho, aconselharia a todos os políticos com responsabilidades a meditação e ver os sinais da crise e analisá-los à luz da realidade das famílias e nunca proceder a ajustamentos de tarifário em tais circunstâncias; C) Propostas desta natureza deveriam ser agendadas para Reuniões Ordinárias, para discussão pública, e não para Reuniões Extraordinárias onde a informação é limitada Os membros do Partido Social-Democrata apresentaram igualmente declaração de voto que se transcreve: Durante vários anos os preços agora revistos não sofreram alterações, o que se traduzia num efectivo prejuízo para o Município, e numa aparente vantagem para os Munícipes Digo aparente vantagem, porque nestes preços até agora praticados pagava igualmente valores muito baixos o Munícipe que podia pagar o valor justo como o que tinha maiores dificuldades em fazê-lo Não é socialmente correcto tratamento igual para situações que são diferentes, a igualdade é um conceito que nos leva à diferença a igualdade é tratar igual o que é igual e diferente o que é diferente A aparente vantagem que existia para o Munícipe é aparente porque ao descapitalizar o Município fica a comunidade mais frágil e a sua capacidade de resposta a investimentos necessários afectada Não é novidade que durante a campanha eleitoral foi várias vezes defendido pelo PSD e por mim, a necessidade de repor esta justiça e estes princípios defendidos pela Lei das Finanças Locais. --- Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

6 O facto de haver aumentos percentuais elevados é verdade, mas os preços absolutos continuam abaixo dos praticados pela grande maioria dos Municípios, o que é de salientar Por fim quero continuar a manifestar a completa disponibilidade para discutir outra qualquer proposta que faça melhor que esta o cumprimento legal da Lei das Finanças Locais e o compromisso de tratamento equalitário e social dos Munícipes Não tendo aparecido e considerando que esta é uma boa proposta, se bem que não desejável, voto favoravelmente após a mesma ter sido submetida, como teria de ser, a apreciação pública e não ter havido qualquer reclamação / PROPOSTA DA ALTERAÇÃO DO TARIFÁRIO DO ASCENSOR E URBANAS E CRIAÇÃO DE NOVAS TARIFAS Presente a informação n.º 07/SEC/36/10 de 24 de Fevereiro de 2010 participando que em cumprimento da deliberação camarária tomada em reunião do Executivo Municipal de 30 de Dezembro passado, foram submetidos a discussão pública os tarifários que entrarão em vigor em 2010 do Ascensor, Urbanas e criação de novas tarifas, nos termos do nº.1 do artigo 118º do Decreto-Lei nº.442/91, de 15 de Novembro, com a redacção que lhe foi introduzida pelo Decreto- Lei nº.6/96, de 31 de Janeiro Mais refere que não tendo sido dirigidas ao Órgão com competência regulamentar, dentro do prazo estabelecido, (até 15 de Fevereiro) quaisquer sugestões ou contestações por parte de eventuais interessados, deverá a Ex.ma Câmara efectuar a respectiva aprovação definitiva, para que se tornem efectivos, nos termos da alínea a) do nº. 7 do artigo 64, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na sua versão actualizada (Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro) Deliberado, por maioria, aprovar nos termos legais, com os votos contra dos Senhores Vereadores Vítor Esgaio, António Trindade e Maria João Ramos e os votos favoráveis do Senhores Presidente da Câmara e Vereadores António Salvador, Mafalda Tavares e Belmiro Pais

7 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL da Fonte Os membros do Partido Socialista apresentaram a seguinte declaração de voto: Os Vereadores do Partido Socialista vêm, no âmbito das suas competências e nos termos da Lei nº. 169/99 de 18/09, com a nova redacção introduzida na Lei nº. 5 A/2002 de 11/O1/2002, apresentar declaração de voto contra, em relação às 4 propostas que abaixo se transcrevem, relativamente aos aumentos/revisão de preços para os tarifários dos Serviços Municipais, da iniciativa e responsabilidade do P.S.D Proposta de Tarifários de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Saneamento; Proposta de Revisão do tarifário de Venda de água; Proposta de Alteração do Tarifário do Ascensor e Urbanas e Criação de Novas Tarifas; Proposta de Tarifas para a Secção de Águas Fundamentação: Manter os mesmos critérios de opinião sobre as propostas supra citadas, já manifestados em declaração de voto na reunião de Câmara de 30/12/2009, ou seja: A) Aumentos percentuais elevadíssimos que, em alguns tarifários, atingem mais de 1200%; B) A grave crise económica e social existente no Concelho, aconselharia a todos os políticos com responsabilidades a meditação e ver os sinais da crise e analisá-los à luz da realidade das famílias e nunca proceder a ajustamentos de tarifário em tais circunstâncias; C) Propostas desta natureza deveriam ser agendadas para Reuniões Ordinárias, para discussão pública, e não para Reuniões Extraordinárias onde a informação é limitada Os membros do Partido Social-Democrata apresentaram igualmente declaração de voto que se transcreve: Durante vários anos os preços agora revistos não sofreram alterações, o que se traduzia num efectivo prejuízo para o Município, e numa aparente vantagem para os Munícipes Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

8 Digo aparente vantagem, porque nestes preços até agora praticados pagava igualmente valores muito baixos o Munícipe que podia pagar o valor justo como o que tinha maiores dificuldades em fazê-lo Não é socialmente correcto tratamento igual para situações que são diferentes, a igualdade é um conceito que nos leva à diferença a igualdade é tratar igual o que é igual e diferente o que é diferente A aparente vantagem que existia para o Munícipe é aparente porque ao descapitalizar o Município fica a comunidade mais frágil e a sua capacidade de resposta a investimentos necessários afectada Não é novidade que durante a campanha eleitoral foi várias vezes defendido pelo PSD e por mim, a necessidade de repor esta justiça e estes princípios defendidos pela Lei das Finanças Locais. --- O facto de haver aumentos percentuais elevados é verdade, mas os preços absolutos continuam abaixo dos praticados pela grande maioria dos Municípios, o que é de salientar Por fim quero continuar a manifestar a completa disponibilidade para discutir outra qualquer proposta que faça melhor que esta o cumprimento legal da Lei das Finanças Locais e o compromisso de tratamento equalitário e social dos Munícipes Não tendo aparecido e considerando que esta é uma boa proposta, se bem que não desejável, voto favoravelmente após a mesma ter sido submetida, como teria de ser, a apreciação pública e não ter havido qualquer reclamação / PROPOSTA DE TARIFAS PARA A SECÇÃO DE ÁGUAS Presente a informação n.º 07/SEC/36/10 de 24 de Fevereiro de 2010 participando que em cumprimento da deliberação camarária tomada em reunião do Executivo Municipal de 30 de Dezembro passado, foram submetidos a discussão pública os tarifários que entrarão em vigor em 2010 da Secção de Águas, nos termos do nº.1 do artigo 118º do Decreto-Lei nº.442/91, de 15 de

9 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL Novembro, com a redacção que lhe foi introduzida pelo Decreto-Lei nº.6/96, de 31 de Janeiro Mais refere que não tendo sido dirigidas ao Órgão com competência regulamentar, dentro do prazo estabelecido, (até 15 de Fevereiro) quaisquer sugestões ou contestações por parte de eventuais interessados, deverá a Ex.ma Câmara efectuar a respectiva aprovação definitiva, para que se tornem efectivos, nos termos da alínea a) do nº. 7 do artigo 64, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na sua versão actualizada (Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro) Deliberado, por maioria, aprovar nos termos legais, com os votos contra dos Senhores Vereadores Vítor Esgaio, António Trindade e Maria João Ramos e os votos favoráveis do Senhores Presidente da Câmara e Vereadores António Salvador, Mafalda Tavares e Belmiro Pais da Fonte Os membros do Partido Socialista apresentaram a seguinte declaração de voto: Os Vereadores do Partido Socialista vêm, no âmbito das suas competências e nos termos da Lei nº. 169/99 de 18/09, com a nova redacção introduzida na Lei nº. 5 A/2002 de 11/O1/2002, apresentar declaração de voto contra, em relação às 4 propostas que abaixo se transcrevem, relativamente aos aumentos/revisão de preços para os tarifários dos Serviços Municipais, da iniciativa e responsabilidade do P.S.D Proposta de Tarifários de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Saneamento; Proposta de Revisão do tarifário de Venda de água; Proposta de Alteração do Tarifário do Ascensor e Urbanas e Criação de Novas Tarifas; Proposta de Tarifas para a Secção de Águas Fundamentação: Manter os mesmos critérios de opinião sobre as propostas supra citadas, já manifestados em declaração de voto na reunião de Câmara de 30/12/2009, ou seja: A) Aumentos percentuais elevadíssimos que, em alguns tarifários, atingem mais de 1200%; Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

10 B) A grave crise económica e social existente no Concelho, aconselharia a todos os políticos com responsabilidades a meditação e ver os sinais da crise e analisá-los à luz da realidade das famílias e nunca proceder a ajustamentos de tarifário em tais circunstâncias; C) Propostas desta natureza deveriam ser agendadas para Reuniões Ordinárias, para discussão pública, e não para Reuniões Extraordinárias onde a informação é limitada Os membros do Partido Social-Democrata apresentaram igualmente declaração de voto que se transcreve: Durante vários anos os preços agora revistos não sofreram alterações, o que se traduzia num efectivo prejuízo para o Município, e numa aparente vantagem para os Munícipes Digo aparente vantagem, porque nestes preços até agora praticados pagava igualmente valores muito baixos o Munícipe que podia pagar o valor justo como o que tinha maiores dificuldades em fazê-lo Não é socialmente correcto tratamento igual para situações que são diferentes, a igualdade é um conceito que nos leva à diferença a igualdade é tratar igual o que é igual e diferente o que é diferente A aparente vantagem que existia para o Munícipe é aparente porque ao descapitalizar o Município fica a comunidade mais frágil e a sua capacidade de resposta a investimentos necessários afectada Não é novidade que durante a campanha eleitoral foi várias vezes defendido pelo PSD e por mim, a necessidade de repor esta justiça e estes princípios defendidos pela Lei das Finanças Locais. --- O facto de haver aumentos percentuais elevados é verdade, mas os preços absolutos continuam abaixo dos praticados pela grande maioria dos Municípios, o que é de salientar Por fim quero continuar a manifestar a completa disponibilidade para discutir outra qualquer

11 CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL proposta que faça melhor que esta o cumprimento legal da Lei das Finanças Locais e o compromisso de tratamento equalitário e social dos Munícipes Não tendo aparecido e considerando que esta é uma boa proposta, se bem que não desejável, voto favoravelmente após a mesma ter sido submetida, como teria de ser, a apreciação pública e não ter havido qualquer reclamação ENCERRAMENTO Não havendo outros assuntos a tratar nesta reunião o Exmo. Presidente declarou encerrada a ordem de trabalhos, eram dezanove horas e quinze minutos, pelo que de tudo, para constar, se lavrou a presente acta, que vai ser assinada pelo próprio e pela Secretária, que a leu em voz alta, tendo a respectiva minuta sido aprovada e rubricada por todos os presentes. Acta n.º 06/10 Reunião de Câmara de 2010/03/01

12

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL ACTA N º 30/ 2010 Aos vinte e nove dias do mês de Novembro de dois mil e dez, nesta Vila de Nazaré, no Edifício dos Paços do Concelho e Salão Nobre, realizou-se a reunião

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL ATA N º 38 / 2012 Aos dezoito dias do mês de dezembro de dois mil e doze, nesta Vila de Nazaré, no Edifício dos Paços do Concelho e Salão Nobre, realizou-se a reunião extraordinária

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL COVILHÃ

CÂMARA MUNICIPAL COVILHÃ CÂMARA MUNICIPAL DA COVILHÃ TEXTO DEFINITIVO DA ACTA Nº 3-A/0 Da reunião extraordinária realizada no dia 2 de Novembro de 200, iniciada às 09:20 horas e concluída às 09:2 horas. Sumário: Abertura Aprovação

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA NOVE DE DEZEMBRO

ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA NOVE DE DEZEMBRO Acta n.º 27 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA NOVE DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE. ------------------ ------- Aos nove dias de mês de Dezembro do ano de dois mil e catorze, na Sala de

Leia mais

CÂMARA MU ICIPAL COVILHÃ

CÂMARA MU ICIPAL COVILHÃ CÂMARA MU ICIPAL DA COVILHÃ TEXTO DEFINITIVO DA ACTA Nº 18/07 Da reunião extraordinária realizada no dia 27 de Novembro de 2007, iniciada às 09:10 horas e concluída às 09:30 horas. Sumário: Abertura Aprovação

Leia mais

ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA. 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião

ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA. 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião 3 ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião extraordinária do dia 2007-12-19. 1.2 Ofício do Presidente da Junta de Freguesia

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL ACTA N º 19/ 2008 Aos dois dias do mês de Junho do ano dois mil e oito, nesta Vila de Nazaré, no Edifício dos Paços do Concelho e Salão Nobre, realizou-se a reunião ordinária

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL COVILHÃ

CÂMARA MUNICIPAL COVILHÃ CÂMARA MUNICIPAL DA COVILHÃ TEXTO DEFINITIVO DA ATA Nº 25/ 2016 Da reunião extraordinária realizada, por força da aplicação do preceito contido no artigo 51.º do Regime Jurídico das Autarquias Locais,

Leia mais

2. ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PROPOSTA N.º 04/2010. (Ponto 3 da Ordem do Dia)

2. ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PROPOSTA N.º 04/2010. (Ponto 3 da Ordem do Dia) ---------------------ACTA N..º 10--------------------- REUNIÃO ORDINÁRIA PÚBLICA DA CÂMARA MUNICIPAL DE 4 DE MARÇO DE 2010: ------------------------------------------------ ---------- No dia quatro de

Leia mais

---- SESSÃO EXTRAORDINÁRIA NÚMERO CINCO ACTA NÚMERO DOZE

---- SESSÃO EXTRAORDINÁRIA NÚMERO CINCO ACTA NÚMERO DOZE ---- SESSÃO EXTRAORDINÁRIA NÚMERO CINCO.--------- ---- ACTA NÚMERO DOZE.--------------------------- ---- Aos trinta dias do mês de Novembro do ano de dois mil e quatro, nesta Vila de Estarreja e Salão

Leia mais

Acta n.º 18/ Minuta. Reunião Ordinária, realizada em 29 de Setembro de 2008, pelas 16,30 horas.

Acta n.º 18/ Minuta. Reunião Ordinária, realizada em 29 de Setembro de 2008, pelas 16,30 horas. A Câmara Municipal de Soure deliberou, nos termos do artigo 92.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, aprovar em minuta o texto das seguintes deliberações Ponto 3.. Apreciação da Proposta de Acta de 27.09.2007

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CÂMARA DE LOBOS

CÂMARA MUNICIPAL DE CÂMARA DE LOBOS ---------------------------- ACTA NÚMERO 24/2004---------------------------- Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, realizada em vinte e cinco de Novembro de dois mil e quatro. --- Aos

Leia mais

Câmara Municipal de Mondim de Basto

Câmara Municipal de Mondim de Basto ACTA DA DÉCIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 25 DE MARÇO DE 2010. ------------------------------------------------------------- Aos Vinte e Cinco dias do mês

Leia mais

ACTA Nº.28/2005 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BORBA REALIZADA NO DIA 12 DE DEZEMBRO DE 2005

ACTA Nº.28/2005 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BORBA REALIZADA NO DIA 12 DE DEZEMBRO DE 2005 ACTA Nº.28/2005 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BORBA REALIZADA NO DIA 12 DE DEZEMBRO DE 2005 Aos doze dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e cinco, no Salão Nobre dos Paços do Município,

Leia mais

Reunião de 28/10/2009

Reunião de 28/10/2009 ACTA DA PRIMEIRA REUNIÃO DO EXECUTIVO MUNICIPAL DE VILA DO PORTO, REALIZADA NO DIA 28 DE OUTUBRO DE 2009, APÓS A TOMADA DE POSSE OCORRIDA A 23 DE OUTUBRO E COM A COMPOSIÇÃO RESULTANTE DAS ELEIÇÕES DE 11

Leia mais

Ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia cinco de janeiro de dois mil e quinze.

Ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia cinco de janeiro de dois mil e quinze. Ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia cinco de janeiro de dois mil e quinze. ------ Aos cinco dias do mês de janeiro do ano de dois mil

Leia mais

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016 Assembleia Municipal de Fronteira Fl. 33 Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016 ------------------------------------------ ATA Nº. 2/2016 ----------------------------------------- ---Aos vinte e nove

Leia mais

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia sete de Abril de dois mil e oito.

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia sete de Abril de dois mil e oito. Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia sete de Abril de dois mil e oito. ------ Aos sete dias do mês de Abril do ano de dois mil e oito, pelas quinze

Leia mais

Mandato ACTA Nº Aos quatro dias do mês de Janeiro do ano

Mandato ACTA Nº Aos quatro dias do mês de Janeiro do ano ACTA Nº 3 ACTA DA REUNIÃ O DA Com issã o perm anente DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL REALIZADA NO DIA 4 DE JANEIRO DE 2006: - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - Aos quatro

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO

CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO ATA N.º 27/2013 DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA VINTE E NOVE DE OUTUBRO DE DOIS MIL E TREZE (Contém 7 folhas) MEMBROS PRESENTES: PRESIDENTE José Gabriel do Álamo de Meneses-------------

Leia mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DAS LAJES DO PICO

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DAS LAJES DO PICO Parte da ata em minuta da Sessão Ordinária da Assembleia Municipal das Lajes do Pico, realizada aos trinta dias do mês de setembro do ano de dois mil e catorze, no Auditório Municipal das Lajes do Pico.

Leia mais

PROPOSTA N.º 46/P/2011

PROPOSTA N.º 46/P/2011 Fls. 253 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 12 DE SETEMBRO DE 2011 ACTA N.º 18 Aos doze dias do mês de Setembro do ano de dois mil e onze, nesta Vila de Ourique, no Salão Nobre, no Edifício dos Paços

Leia mais

- - - Aos vinte e um dias do mês de Dezembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de

- - - Aos vinte e um dias do mês de Dezembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de - - - Aos vinte e um dias do mês de Dezembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de Santiago da Barra desta cidade de Viana do Castelo, realizou-se uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de

Leia mais

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Artigo 1º. Reuniões ordinárias

REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL. Artigo 1º. Reuniões ordinárias REGIMENTO DAS REUNIÕES DA CÂMARA MUNICIPAL Artigo 1º Reuniões ordinárias 1-A Câmara Municipal reunirá ordinariamente, às 1ªs e 3ªs sextas-feiras de cada mês: a)- A primeira reunião será privada e iniciar-se-á

Leia mais

ACTA Nº REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR, REALIZADA EM 2 DE MARÇO DE 2011.

ACTA Nº REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR, REALIZADA EM 2 DE MARÇO DE 2011. 1 ACTA Nº 5 --------------------------------- REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR, REALIZADA EM 2 DE MARÇO DE 2011. --------------------------------------- ----- Aos dois dias do mês de

Leia mais

cnt COMISSÃO NACIONAL DE ELEiÇÕES ATA N.o 137/XIV Teve lugar no dia onze de março de dois mil e catorze, a reunião número cento

cnt COMISSÃO NACIONAL DE ELEiÇÕES ATA N.o 137/XIV Teve lugar no dia onze de março de dois mil e catorze, a reunião número cento cnt ATA N.o 137/XIV Teve lugar no dia onze de março de dois mil e catorze, a reunião número cento e trinta e sete da Comissão Nacional de Eleições, na sala de reuniões sita na Avenida D. Carlos I, n.o

Leia mais

MUNICÍPIO DAS VELAS. Rua de São João Velas (Açores) Telefs. (295) / (295) / Fax (295) Contribuinte n.

MUNICÍPIO DAS VELAS. Rua de São João Velas (Açores) Telefs. (295) / (295) / Fax (295) Contribuinte n. 1 A C T A Nº 1/11 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal das Velas, realizada no dia 03 de Janeiro do ano 2011:--------------------------------------------------------------------------------- -------Aos

Leia mais

ATA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO DIA

ATA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO DIA ATA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO DIA 25-07-2012 Presidente - António Fernando Raposo Cordeiro Vereadores - Helga Margarida Soares Costa - Nina Márcia Pacheco Rodrigues Pinto - Rui António Dias Carvalho

Leia mais

REUNIÃO DE 6 DE JANEIRO DE 2017 Fl - 1

REUNIÃO DE 6 DE JANEIRO DE 2017 Fl - 1 REUNIÃO DE 6 DE JANEIRO DE 2017 Fl - 1 ATA N.º 1 /2017 (Contém 7 páginas) ---------- Aos seis dias do mês de janeiro do ano de dois mil e dezassete, pelas 09:30h, nesta Cidade de Miranda do Douro no edifício

Leia mais

MUNICÍPIO DE CADAVAL Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE CADAVAL Câmara Municipal 1 AUSÊNCIA INFERIOR A TRINTA DIAS Foi presente comunicação da Senhora Vereadora, Amélia Maria Miguel Coelho, datada de 18 de outubro de 2016, cujo teor seguidamente se Boa noite, informo que por motivos

Leia mais

- - - Aos vinte e nove dias do mês de Setembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de

- - - Aos vinte e nove dias do mês de Setembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de - Aos vinte e nove dias do mês de Setembro do ano dois mil, no Auditório do Castelo de Santiago da Barra desta cidade de Viana do Castelo, realizou-se uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Viana

Leia mais

Sessão ordinária da Assembleia Municipal

Sessão ordinária da Assembleia Municipal Sessão ordinária da Assembleia Municipal Data: 30 de junho de 2014 Hora: 14.30 horas Local: Salão Nobre dos Paços do Município DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA I PERÍODO DA ORDEM DO DIA PONTO 1: DISCUSSÃO

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA. Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA. Câmara Municipal Ata Nº1/2016 Reunião Ordinária do dia 06-01-2016 (Reunião Ordinária de 06-01-2016) Página 2 de 9 ORDEM DO DIA REUNIÃO DO ÓRGÃO EXECUTIVO De acordo com a alínea o), do número 1, do artigo 35º e número 2,

Leia mais

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE (R.2009.12.11) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM --------ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE--------- --------Aos onze dias do mês de Novembro do ano de dois mil e nove, pelas dezanove horas,

Leia mais

se tinha chegado ao valor proposto O membro Luis Costa questionou os técnicos que como a avaliação tinha tido

se tinha chegado ao valor proposto O membro Luis Costa questionou os técnicos que como a avaliação tinha tido Livro n.º 2 FL _097 ---------Acta da Sessão Extraordinária da Assembleia Municipal de Vila Velha de Ródão levada a efeito aos vinte e um dias do mês de Novembro de dois mil e onze ---------Aos vinte e

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA SETE DE

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA SETE DE Ata n.º 16 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA SETE DE AGOSTO DE DOIS MIL E TREZE. ------- Aos sete dias do mês de Agosto do ano dois mil e treze, na Sala de Sessões da Câmara Municipal de Mora,

Leia mais

ACTA N.º 21/2002 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 15 / 10 / 2002 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 14 / 10 / 2002

ACTA N.º 21/2002 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 15 / 10 / 2002 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 14 / 10 / 2002 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 21/2002 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 15 / 10 / 2002 PRESENÇAS PRESIDENTE : ESTÊVÃO MANUEL MACHADO PEREIRA VEREADORES : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA MANUEL

Leia mais

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 17 DE FEVEREIRO DE 2016

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 17 DE FEVEREIRO DE 2016 EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 17 DE FEVEREIRO DE 2016 JOSÉ GABRIEL CALIXTO, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, em

Leia mais

C Â M A R A M U N I C I P A L D E G R Â N D O L A EDITAL N.º 83 PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES

C Â M A R A M U N I C I P A L D E G R Â N D O L A EDITAL N.º 83 PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES Carlos Vicente Morais Beato, Presidente da Câmara Municipal de Grândola, no uso da competência que lhe confere a alínea v) do nº 1 do artº 68º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Coimbra. Regimento

Conselho Municipal de Educação de Coimbra. Regimento de Coimbra Regimento A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19, n. 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais de educação. A Lei 169/99, de 18 de

Leia mais

REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DO DESPORTO PREÂMBULO

REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DO DESPORTO PREÂMBULO REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DO DESPORTO PREÂMBULO As Autarquias, devido à sua proximidade com a população, são os órgãos de poder que mais facilmente poderão desenvolver condições

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO

CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DO HEROÍSMO ACTA N.º 23/2010 DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO DIA 7 DE OUTUBRO DE 2010 (Contém X folhas) MEMBROS PRESENTES: PRESIDENTE Andreia Martins Cardoso da Costa---------------------------

Leia mais

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS (Nos termos do nº3 do artº 92º do Decreto-Lei nº 169/99, de 18/09) ------- Reunião de 21 de Fevereiro de 2007 ------- ---- TAXAS DEVIDAS POR OCUPAÇÃO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA n.º 23/20 2016 --------------Aos vinte e oito dias do mês de outubro do ano de dois mil e dezasseis, nesta Vila do Bispo, no Edifício dos Paços do Concelho

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA DE MANGUALDE

CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA DE MANGUALDE REGULAMENTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo l.º Noção A Lei n.º 33/98, de 18/7, alterada pela Lei n.º 106/2015, de 25/8, criou os Conselhos Municipais de Segurança, sendo estes entidades de âmbito

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE PRAIA DA VITÓRIA

REGULAMENTO DA COMISSÃO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE PRAIA DA VITÓRIA REGULAMENTO DA COMISSÃO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE PRAIA DA VITÓRIA NOTA JUSTIFICATIVA Atendendo que compete aos Órgãos Municipais, de acordo com a Lei nº 159/99, de 15 de setembro, o planeamento

Leia mais

Acta da reunião extraordinária de 25 de Junho de 2009 ACTA N.º 15/2009

Acta da reunião extraordinária de 25 de Junho de 2009 ACTA N.º 15/2009 ACTA N.º 15/2009 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ESTREMOZ REALIZADA NO DIA VINTE E CINCO DE JUNHO DE DOIS MIL E NOVE ------ No dia 25 do mês de Junho do ano de 2009, nesta cidade

Leia mais

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 4 de dezembro de 2015

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 4 de dezembro de 2015 Assembleia Municipal de Fronteira Fl.27 Reunião Ordinária de 4 de dezembro de 2015 ------------------------------------------ ATA Nº. 5/2015 ----------------------------------------- ---Aos quatro dias

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Oito de maio de dois mil e doze

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Oito de maio de dois mil e doze REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA AT A N º 13/2012 - M AI O --- DATA DA REUNIÃO: Oito de maio de dois mil e doze. ----------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM 09/10/2014 PRESIDENTE DA CÂMARA: Raul Jorge Fernandes da Cunha, Dr VEREADORES PRESENTES: Pompeu Miguel Noval da Rocha Martins, Dr. Helena Marta de Oliveira

Leia mais

REGULAMENTO PROVISÓRIO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA

REGULAMENTO PROVISÓRIO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA REGULAMENTO PROVISÓRIO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA PREÂMBULO A Lei nº. 33/98, de 18 de Julho, veio criar os Conselhos Municipais de Segurança, qualificando-os de entidades de natureza consultiva,

Leia mais

ACTA N.º

ACTA N.º -------------------------------------------------- ACTA N.º 1 ---------------------------------------------------- -----Aos dezanove dias do mês de Janeiro do ano de dois mil e seis, pelas quinze horas,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA n.º 20/20 2016 --------------Aos dezasseis dias do mês de setembro do ano de dois mil e dezasseis, nesta Vila do Bispo, no Edifício dos Paços do Concelho

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo. Acta nº 21/ 2009 Reunião de

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo. Acta nº 21/ 2009 Reunião de Fl.124 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO EXECUTIVO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DO OESTE, REALIZADA NO DIA DEZ DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E NOVE -----Aos dez dias do mês de Dezembro de dois mil e nove,

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 08-04-2015 Presidente - Ricardo Manuel de Amaral Rodrigues Vereadores - Carlos Manuel de Melo Pimentel - Conceição de Jesus Pinheiro Botelho Quental - Arnaldo Branco Raposo

Leia mais

ACTA Nº 04/

ACTA Nº 04/ 1/5 ACTA Nº 04/2009-2013 ACTA DA TERCEIRA REUNIÃO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO MÊS DE NOVEMBRO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE ÍLHAVO, REALIZADA NO DIA ONZE DE DEZEMBRO DO ANO DOIS MIL E NOVE. ------ ----- Aos três

Leia mais

RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016

RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016 RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016 ------ Em cumprimento do disposto nos n.ºs. 1 e 2, do art.º 56.º, do anexo I, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, que estabelece

Leia mais

MINUTA DA ACTA Nº 02/2009 SESSÃO ORDINÁRIA

MINUTA DA ACTA Nº 02/2009 SESSÃO ORDINÁRIA MINUTA DA ACTA Nº 02/2009 SESSÃO ORDINÁRIA INICIO: 21:00 Horas. Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e nove, nesta vila de Salvaterra de Magos, e após convocatórias individuais e edital afixado

Leia mais

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 18 de Janeiro de /6

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 18 de Janeiro de /6 MINUTA DA ATA Nº 02 - REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA EM DEZOITO DE JANEIRO DE DOIS MIL E DOZE Aos dezoito dias do mês de janeiro, do ano dois mil e doze, nesta Vila de Vieira do Minho, no Edifício dos Paços

Leia mais

MUNICÍPIO DE MARVÃO ASSEMBLEIA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE MARVÃO ASSEMBLEIA MUNICIPAL ACTA N.º 06/00 ACTA DA SEXTA SESSÃO ORDINÁRIA, REALIZADA EM: 28 DE DEZEMBRO DE 2000. ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

MUNICÍPIO DE CADAVAL Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE CADAVAL Câmara Municipal Fls. 1 Neste sentido no dia 26 de Junho de 2009, na vila do Cadaval, no Edifício dos Paços do Concelho, reuniu a com a presença dos seguintes membros: Presidente da Câmara: Sr. Aristides Lourenço Sécio

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES

REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES REGULAMENTO DA ASSEMBLEIA DE REPRESENTANTES Aprovado na Assembleia de Representantes de 25 de Março de 2000 CAPÍTULO I Natureza e composição Artigo 1.º Natureza

Leia mais

HYPERMARCAS S.A. Companhia Aberta. NIRE CNPJ nº /

HYPERMARCAS S.A. Companhia Aberta. NIRE CNPJ nº / HYPERMARCAS S.A. Companhia Aberta NIRE 35.300.353.251 CNPJ nº. 02.932.074/0001-91 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 14 DE MARÇO DE 2016 1. DATA, HORÁRIO E LOCAL: Realizada em 14

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 04 DE FEVEREIRO DE 2013

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 04 DE FEVEREIRO DE 2013 ATA N.º 03/13 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 04 DE FEVEREIRO DE 2013 Aos quatro dias do mês de Fevereiro de dois mil e treze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões

Leia mais

ACTA N.º 45/ ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CHAMUSCA REALIZADA NO DIA 02 DE NOVEMBRO DE 2009.

ACTA N.º 45/ ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CHAMUSCA REALIZADA NO DIA 02 DE NOVEMBRO DE 2009. ACTA N.º 45/2009 ------ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CHAMUSCA REALIZADA NO DIA 02 DE NOVEMBRO DE 2009.-------------- ------Aos dois dias do mês de Novembro do ano dois mil e nove, nesta

Leia mais

M U N I C Í P I O D E C Â M A R A D E L O B O S C Â M A R A M U N I C I P A L

M U N I C Í P I O D E C Â M A R A D E L O B O S C Â M A R A M U N I C I P A L 75 54 M U N I C Í P I O D E C Â M A R A D E L O B O S ---------------------------- ACTA NÚMERO 24/2011 --------------------------- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CÂMARA DE LOBOS REALIZADA

Leia mais

REGULAMENTO DO PREÂMBULO

REGULAMENTO DO PREÂMBULO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA DA PÓVOA DE VARZIM PREÂMBULO A Lei n.º 33/98 de 18 de Julho institui os Conselhos Municipais de Segurança, os quais deverão ser criados no âmbito dos Municípios

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 19/2002 - JULHO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte e três de Julho de dois mil e dois.----------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO DE ESCOLA DA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA

REGIMENTO DO CONSELHO DE ESCOLA DA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA REGIMENTO DO CONSELHO DE ESCOLA DA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA Artigo 1º (Definição, objectivos e composição do Conselho de Escola) 1. O Conselho de Escola da FMH é o órgão de decisão estratégica e

Leia mais

AS S E M B L E I A M U N I C I P AL D E ESPINHO

AS S E M B L E I A M U N I C I P AL D E ESPINHO ACTA Nº 20/2009 ----- No dia 24 de Novembro do ano dois mil e nove, reuniu em Sessão Extraordinária a Assembleia Municipal, na sua sala de reuniões, pelas 21.30 horas, com a seguinte Ordem de Trabalhos:---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS (Nos termos do nº3 do artº 92º do Decreto-Lei nº 169/99, de 18/09) ------- Reunião de 2 de Dezembro de 2003 -------- ---- ARREMATAÇÃO DE BANCAS,

Leia mais

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA do DIA 10 de Setembro de 2008, Realizada no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho do Cadaval ÍNDICE ORDEM DO DIA

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA do DIA 10 de Setembro de 2008, Realizada no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho do Cadaval ÍNDICE ORDEM DO DIA S.E.G.A.O.A. Secção de Expediente Geral e Apoio aos Órgãos Autárquicos REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA do DIA 10 de Setembro de 2008, Realizada no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho do Cadaval ÍNDICE ORDEM

Leia mais

INÍCIO : 14H40 - TERMO : 15H40 LOCAL : NISA - PRAÇA DA REPÚBLICA / BIBLIOTECA MUNICIPAL

INÍCIO : 14H40 - TERMO : 15H40 LOCAL : NISA - PRAÇA DA REPÚBLICA / BIBLIOTECA MUNICIPAL REUNIÃO ORDINÁRIA DE 17 DE DEZEMBRO DE 214 INÍCIO : 14H4 - TERMO : 15H4 LOCAL : NISA - PRAÇA DA REPÚBLICA / BIBLIOTECA MUNICIPAL MINUTA Nº 3/214 Executivo: Presenças - Vice-Presidente da Câmara (Engº Francisco

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL. Deliberação nº8/vi/01 de 31 de Maio da Mesa da Assembleia Nacional. Artº. 1º (Aprovação) Artº. 2º (Entrada em vigor)

ASSEMBLEIA NACIONAL. Deliberação nº8/vi/01 de 31 de Maio da Mesa da Assembleia Nacional. Artº. 1º (Aprovação) Artº. 2º (Entrada em vigor) ASSEMBLEIA NACIONAL Deliberação nº8/vi/01 de 31 de Maio da Mesa da Assembleia Nacional Artº. 1º (Aprovação) É aprovado ao abrigo da alínea c) do nº 1 do artº. 30º do Regimento da Assembleia Nacional o

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA, REALIZADA NO DIA 28 DE OUTUBRO DE 2016 Pág. 1/ 6

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA, REALIZADA NO DIA 28 DE OUTUBRO DE 2016 Pág. 1/ 6 ATA n.º 20/2016 - REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA REALIZADA NO DIA 28 DE OUTUBRO DE 2016. ----------------------------------------------------------------------------------------- Aos

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 9/2006 - ABRIL --- DATA DA REUNIÃO: Vinte e um de Abril de dois mil e seis. ------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Departamento Municipal Jurídico e de Contencioso Divisão Municipal de Estudos e Assessoria Jurídica

Departamento Municipal Jurídico e de Contencioso Divisão Municipal de Estudos e Assessoria Jurídica Despacho: Despacho: Despacho: Concordo. Remeta-se a presente Informação ao Sr. Director da DMFP, Dr. José Branco. Cristina Guimarães Chefe da Divisão de Estudos e Assessoria Jurídica 2010.03.01 N/Inf.:

Leia mais

Reunião Ordinária Pública de

Reunião Ordinária Pública de -- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA PÚBLICA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO PORTO REALIZADA A 29 DE DEZEMBRO DE 2014-------------------------------------- -- ATA NÚMERO VINTE E SEIS DE DOIS MIL E CATORZE----------------------------------

Leia mais

EXTRACTO DA ACTA Nº 21. Aos trinta dias do mês de Maio de dois mil e oito, pelas dezoito horas e trinta

EXTRACTO DA ACTA Nº 21. Aos trinta dias do mês de Maio de dois mil e oito, pelas dezoito horas e trinta EXTRACTO DA ACTA Nº 21 Aos trinta dias do mês de Maio de dois mil e oito, pelas dezoito horas e trinta minutos, reuniu em Assembleia Geral, no Auditório do Estádio José Alvalade, na Rua Professor Fernando

Leia mais

ACTA DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO CONCELHO DE ALIJÓ DO DIA DEZASSEIS DE NOVEMBRO DE DOIS MIL E NOVE

ACTA DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO CONCELHO DE ALIJÓ DO DIA DEZASSEIS DE NOVEMBRO DE DOIS MIL E NOVE 1 ACTA DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO CONCELHO DE ALIJÓ DO DIA DEZASSEIS DE NOVEMBRO DE DOIS MIL E NOVE --------Aos dezasseis dias do mês de Novembro de dois mil e nove, pelas nove

Leia mais

ELEIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS (ESTGF) ACTA n.º 2 ACTA DE APURAMENTO

ELEIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS (ESTGF) ACTA n.º 2 ACTA DE APURAMENTO ELEIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS (ESTGF) ACTA n.º 2 ACTA DE APURAMENTO Aos catorze dias do mês de abril do ano de dois mil e catorze, entre as

Leia mais

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 23 de Novembro de /13

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 23 de Novembro de /13 ATA N.º 22 - REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA EM VINTE E TRÊS DE NOVEMBRO DE DOIS MIL E ONZE Aos vinte e três dias do mês de Novembro, do ano dois mil e onze, nesta Vila de Vieira do Minho, no Edifício dos

Leia mais

ATA Nº Estiveram presentes os seguintes membros:

ATA Nº Estiveram presentes os seguintes membros: ATA Nº 42 ----- Aos vinte e oito dias do mês de abril do ano de dois mil e dezasseis, pelas 15 horas, realizou-se na Câmara Municipal da Covilhã a quadragésima segunda reunião da Comissão de Defesa da

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo. Ata nº 20/ 2012 Reunião de

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo. Ata nº 20/ 2012 Reunião de Fl 147 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO EXECUTIVO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DO OESTE, REALIZADA NO DIA VINTE E SETE DE SETEMBRO DE DOIS MIL E DOZE -----Aos vinte e sete dias do mês de setembro de

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DA EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A.

REGULAMENTO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DA EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A. REGULAMENTO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO DA EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A. Fevereiro 2012 REGULAMENTO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVO EDP Energias de Portugal, S.A. ARTIGO 1.º (Âmbito)

Leia mais

Regimento da Câmara Municipal de Olhão

Regimento da Câmara Municipal de Olhão Regimento da Câmara Municipal de Olhão Artigo 1º Reuniões 1. As reuniões da Câmara realizam-se habitualmente nos Paços, do Concelho podendo realizar-se noutros locais quando assim for deliberado. 2. As

Leia mais

Matosinhos. Regulamento da Comissão Paritária da Câmara Municipal de Matosinhos. Preâmbulo

Matosinhos. Regulamento da Comissão Paritária da Câmara Municipal de Matosinhos. Preâmbulo Regulamento da Comissão Paritária da de Matosinhos Preâmbulo O Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de Setembro, adapta à administração local o sistema integrado de avaliação de desempenho na Administração

Leia mais

Câmara Municipal de Alvito. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito

Câmara Municipal de Alvito. Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito Câmara Municipal de Alvito Regimento do Conselho Municipal de Educação de Alvito PREÂMBULO A lei de bases do sistema educativo assume que o sistema se organiza de forma a descentralizar, desconcentrar

Leia mais

J U N T A D E F R E G U E S I A D E S I N E S ACTA Nº06/2011

J U N T A D E F R E G U E S I A D E S I N E S ACTA Nº06/2011 ACTA Nº06/2011 Aos vinte e dois dias do mês de Março do ano de dois mil e onze, nesta Cidade de Sines e sala de reuniões da Freguesia de Sines, sito no Largo Ramos da Costa nº 21 B, teve lugar a reunião

Leia mais

ocâmara Municipal do Nordeste

ocâmara Municipal do Nordeste ocâmara Municipal do Nordeste ATA N. 17 ---Aos onze dias do mês de junho do ano de dois mil e catorze, nesta Vila de Nordeste, edifício dos Paços do Município e Salão Nobre da Câmara Municipal, pelas dez

Leia mais

Capítulo I. Composição/eleição do Delegado. Artº 1º. Definição

Capítulo I. Composição/eleição do Delegado. Artº 1º. Definição Regimento do Grupo de Recrutamento 530 Secretariado Capítulo I Composição/eleição do Delegado Artº 1º Definição O Grupo de Recrutamento 530 é uma estrutura pertencente ao Departamento Curricular de Ciências

Leia mais

2.1- Resumo do diário da tesouraria referente ao dia 2006/02/07. 2006-02-03, relativa à constituição do fundo de maneio.

2.1- Resumo do diário da tesouraria referente ao dia 2006/02/07. 2006-02-03, relativa à constituição do fundo de maneio. 41 ORDEM DE TRABALHOS 1. ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 1.1- Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2006/01/25. 2. DIVISÃO FINANCEIRA 2.1- Resumo do diário da tesouraria referente ao dia 2006/02/07. 2.2-

Leia mais

Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009.

Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009. Acta da Primeira Reunião da Assembleia de Freguesia de Enxames, realizada no dia 30 de Outubro de 2009. ACTA DA PRIMEIRA REUNIÃO DE FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES MANDATO DE 2009/2013

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO Minuta da ATA n.º 11/20 2016 --------------Aos vinte e sete dias do mês de maio do ano de dois mil e dezasseis, nesta Vila do Bispo, no Edifício dos Paços do Concelho

Leia mais

ATA Nº 18 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 30 DE AGOSTO DE PRESIDÊNCIA: Roberto Lúcio Silva Pereira Monteiro

ATA Nº 18 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 30 DE AGOSTO DE PRESIDÊNCIA: Roberto Lúcio Silva Pereira Monteiro ATA Nº 18 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 30 DE AGOSTO DE 2011 PRESIDÊNCIA: Roberto Lúcio Silva Pereira Monteiro. -------------------------------------- VEREADORES PRESENTES: Paulo Manuel Ávila Messias, Paulo Alexandre

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VILA FLOR PREÂMBULO A Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, diploma que estabelece, entre outros, o regime jurídico das autarquias locais, veio atribuir, no

Leia mais

ATA NUMERO DEZ ASSEMBLEIA DA FREGUESIA DE SEIXAS DE

ATA NUMERO DEZ ASSEMBLEIA DA FREGUESIA DE SEIXAS DE ATA NUMERO DEZ ASSEMBLEIA DA FREGUESIA DE SEIXAS DE 17-09-2015 Aos dezassete dias do mês de Setembro de dois mil e quinze, pelas vinte e uma horas e trinta minutos, reuniu a Assembleia de Freguesia de

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA REALIZADA EM 20 DE DEZEMBRO DE NÚMERO VINTE SEIS: Aos vinte dias do mês

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA REALIZADA EM 20 DE DEZEMBRO DE NÚMERO VINTE SEIS: Aos vinte dias do mês ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA REALIZADA EM 20 DE DEZEMBRO DE 2002 NÚMERO VINTE SEIS: Aos vinte dias do mês de Dezembro ano de dois mil e dois, nesta vila de Alpiarça, Edifício

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ

CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ CÂMARA MUNICIPAL DA NAZARÉ FL ACTA N º 04 / 2011 Aos vinte e um dias do mês de Fevereiro de dois mil e onze, nesta Vila de Nazaré, no Edifício dos Paços do Concelho e Salão Nobre, realizou-se a reunião

Leia mais

ATA DA DÉCIMA SEGUNDA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 13 DE MAIO DE 2014.

ATA DA DÉCIMA SEGUNDA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 13 DE MAIO DE 2014. ATA DA DÉCIMA SEGUNDA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 13 DE MAIO DE 2014. ------------------------------------------------- Aos treze dias do mês de maio de dois

Leia mais