REUNIÃO CIESP. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Escola SENAI Félix Guisard Taubaté/SP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REUNIÃO CIESP. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Escola SENAI Félix Guisard Taubaté/SP"

Transcrição

1 REUNIÃO CIESP Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Escola SENAI Félix Guisard Taubaté/SP 14/05/2009

2 CNI Confederação Nacional da Indústria FIESP Federação das Indústrias do Estado de São Paulo

3 Escola SENAI Félix Guisard Taubaté/SP Centro de Formação Profissional 3.01

4 APRESENTAÇÃO - SENAI - Fernando Manoel Gonçalves 1981 a Aprendiz em Mec. Geral 1988 a Instrutor/servidor - Taubaté 1989 a Instr.de Autom. e Treinam. - C.T. de Pinda Ag. de Treinamento - C.T. de Botucatu 1997 a Agente de Treinamento - SENAI - SP 1999 a Ag. de Treinamento e Resp. Direção - C.T.de Pinda 2001 a Diretor da Escola SENAI Gaspar Ricardo Júnior - Sorocaba 2006 a mar/10- Diretor da Escola SENAI Santos Dumont - SJC abril/2010 a maio/ Diretor dos Centros de Treinamentos Mogi Guaçu e de São João da Boa Vista Jun/ Diretor da Escola SENAI Félix Guisard - TAUBATÉ

5 Região de Atuação do SENAI de Taubaté Caçapava Campos do Jordão Monteiro Lobato Natividade da Serra Redenção da Serra Santo Antonio do Pinhal São Bento do Sapucaí São Luiz do Paraitinga Tremembé Taubaté Total de 10 Cidades

6 Linhas de Serviços Educacionais - SENAI Taubaté CAI Curso de Aprendizagem Industrial CT Curso Técnico CST Curso Superior de Tecnologia FIC Formação Inicial e Continuada Escola FIC Formação Inicial e Continuada Empresa/Entidade

7 Curso de Aprendizagem Industrial ( CAI ) Formas de atuação - GRATUITOS Regular (desenvolvido na Escola); Dual (desenvolvido em parceria com empresas); EVT Escola de Vida e Trabalho (Desenvolvido em parceria com Entidades e Prefeituras). Ocupações dos Cursos de Aprendizagem Industrial (CAI) em Taubaté: Eletricista de Manutenção 100 % com contrato de aprendiz; Mecânico de Usinagem - 98 % com contrato de aprendiz; Ferramenteiro de Corte, Dobra e Repuxo - 55 % com contrato de aprendiz; Mecânico Automobilístico - 41 % com contrato de aprendiz; Caldeiraria 40 % com contrato de aprendiz; Mecânico Automobilístico 100 % com contrato de aprendiz FIBRIA; Caldeiraria % com contrato de aprendiz CONFAB; Inspetor de Análise da Qualidade 100% com contrato de aprendiz Volkwagen; Auxiliar Administrativo 100 % com contrato de aprendiz Correio (Sist. DUAL). Requisitos de acesso aos cursos: Ter idade de 14 a 24 anos. Responsável na Unidade de Taubaté Flávio Máximo

8 Curso Técnico (CT) Formas de atuação: Regulares - Gratuitos Desenvolvido na Escola. Habilitações na unidade SENAI de Taubaté: Mecatrônica; Mecânica. Projetos Especiais - Ressarcidos Desenvolvidos em parcerias com empresas. As habilitações serão definidas conforme necessidades das empresas (Rede SENAI). Requisitos de acesso aos cursos: Ensino Médio concluído (noturno) ou cursando a 2ª série (matutino e/ou vespertino) Responsável na Unidade de Taubaté Flávio Máximo

9 Curso Superior de Tecnologia (CST) Habilitação: Tecnólogo em Fabricação Mecânica. Perfil Profissional de Conclusão: Gerenciar e implementar a instalação, a produção e a manutenção de processos de produção e usinagem, coordenando equipes de acordo com normas técnicas, de qualidade, ambientais, de saúde e segurança no trabalho. Organização Curricular: Curso desenvolvido na Escola, no período noturno, com duração de 6 semestres horas. Estágio Supervisionado 400 horas. Requisitos de acesso ao curso: Comprovem a conclusão do ensino médio ou equivalente e aprovação em processo seletivo. Responsável na Unidade de Taubaté Antonio Peixoto

10 Formação Inicial e Continuada (FIC Escola) Formas de atuação: São cursos de: São cursos desenvolvidos na Escola. Iniciação, Qualificação, Aperfeiçoamento e Especialização Profissional. Cursos GRATUITOS: Gratuidade Regimental FIESP: para todas as áreas tecnológicas. PRONATEC, VIA RÁPIDO, entre outros; Para empresas (contribuintes) com até 99 funcionários: nos cursos oferecidos pela Escola (limitado em 05 matrículas durante o ano). Cursos Ressarcidos. Cursos oferecidos nas seguintes áreas tecnológicas: Automação, Automobilística, Eletroeletrônica, Gestão, Logística, Manutenção Mecânica, Metalmecânica, Plástico, Segurança no Trabalho e Tecnologia da Informação. Requisitos de acesso aos cursos: Cumprir os pré-requisitos exigidos conforme plano de curso. Responsável na Unidade de Taubaté Régis Carlo

11 Formação Continuada Empresa/Entidade (FIC Empresa) Formas de atuação: Soluções educacionais em: Cursos em seus variados níveis de exigência; Poderão ser desenvolvido nas Empresas, na Escola ou em Escolas Móveis; Consultorias; Ensaios laboratoriais; STT - Serviços Técnicos e Tecnológicos. Atendimento em parceria com o SEBRAE: Oficinas SEBRAETEC; Diagnósticos empresariais. Núcleos de Apoio Tecnológico: Gestão da Qualidade e Recursos Humanos: resp. Profª. Juscelina. Responsável na Unidade de Taubaté Eduardo Bonatti

12 Formação Continuada Empresa/Entidade (FIC Empresa) Parcerias com Prefeituras, Entidades, Empresas e Sindicatos: Programa Comunitário de Formação Profissional (PCFP); Novo Telecurso: Ensino Profissionalizante. Projetos especiais: Projetos de Formação Profissional para Pessoas Com Deficiências (PcD s). Requisitos de acesso aos cursos: Cumprir os pré-requisitos exigidos conforme plano de curso. Responsável na Unidade de Taubaté Sabrina

13 Escola SENAI Félix Guisard Taubaté/SP Atendimento aos Clientes Clientes Regionais SENAI Taubaté SENAI São Paulo SENAI Brasil

14 Formação Continuada Empresa/Entidade (FIC Empresa) Parcerias com Prefeituras e Entidades Cursos Gratuitos Programa Comunitário de Formação Profissional (PCFP) ; Parcerias consolidadas Prefeitura Municipal de Taubaté Esc. Municipal do Trabalho e AMETRA; SOAPRO Sociedade de Amparo e Proteção Taubaté; Associação Criança Feliz Taubaté; Missão Sede Santos Taubaté. Prefeitura Municipal de Caçapava; Prefeitura Municipal de São Luiz do Paraitinga; Prefeitura Municipal de Natividade da Serra; Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí;

15 Laboratório de Ensaios Mecânicos e Metalográficos A análise metalográfica e ensaios mecânicos tem como objetivo determinar qualitativamente e quantitativamente a morfologia e propriedades de diversos materiais para fabricação de produtos das indústrias siderúrgicas, metalúrgicas e aeroespacial. Ensaios acreditados pelo INMETRO: Ensaio de tração plana e cilíndrica em temperatura ambiente; Ensaio de tração em parafusos em temperatura ambiente; Ensaios metalográficos em metais ferrosos, não ferrosos e suas ligas; Ensaio de embutimento em chapa de espessura de 0,3 a 3 mm; Ensaio de dureza Brinell, Rockwell e Vickers.

16 Faça do seu trabalho o seu divertimento Félix Guisard

17 Escola SENAI Félix Guisard Av. Independência, 846 Taubaté/SP Telefone: (12) / Diretor: Fernando Manoel Gonçalves Site:

SENAI-SP NÚMEROS QUE F NÚMER

SENAI-SP NÚMEROS QUE F NÚMER SENAI-SP NÚMEROS QUE FAZEM PARTE DA VIDA DOS BRASILEIROS A história de milhares de jovens passa por um dos 88 Centros de Formação Profissional e 71 Escolas Móveis. Foi assim que o SENAI-SP, em 67 anos,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FELIX GUISARD. Curso Superior de Tecnologia em Fabricação Mecânica CATÁLOGO. - Informações Acadêmicas - Taubaté - SP

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FELIX GUISARD. Curso Superior de Tecnologia em Fabricação Mecânica CATÁLOGO. - Informações Acadêmicas - Taubaté - SP FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FELIX GUISARD Curso Superior de Tecnologia em Fabricação Mecânica CATÁLOGO - Informações Acadêmicas - Taubaté - SP SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Escola

Leia mais

AUD. Audiência Pública: PRONATEC

AUD. Audiência Pública: PRONATEC AUD Audiência Pública: PRONATEC SENAI Missão Promover a educação profissional i e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria

Leia mais

Capacitação profissional para o segmento gráfico

Capacitação profissional para o segmento gráfico Capacitação profissional para o segmento gráfico Aprendizagem industrial Cursos regulares Técnico Superior Pós-graduação Cursos de formação continuada Comunidade Local: Escola Empresa Local: escola e/ou

Leia mais

Escola SENAI Gaspar Ricardo Júnior. CFP 4.02 - Sorocaba. Elaboração Data Versão Atual Data Versão Aprovação Data Grupo de trabalho conforme

Escola SENAI Gaspar Ricardo Júnior. CFP 4.02 - Sorocaba. Elaboração Data Versão Atual Data Versão Aprovação Data Grupo de trabalho conforme Escola SENAI Gaspar Ricardo Júnior PROPOSTA PEDAGÓGICA CFP 4.02 - Sorocaba Elaboração Data Versão Atual Data Versão Aprovação Data Grupo de trabalho conforme Jocilei Oliveira 24/10/2011 v.6 30/11/2011

Leia mais

Câmara Municipal de Caçapava Cidade Simpatia - Estado de São Paulo

Câmara Municipal de Caçapava Cidade Simpatia - Estado de São Paulo Câmara Municipal de Caçapava Oficie-se conforme requerido. / /2015 Presidente MOÇÃO DE REPÚDIO Nº /2015 MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA A PROPOSTA DO GOVERNO DE REDUÇÃO DOS RECURSOS DO SISTEMA S. Excelentíssimo

Leia mais

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI SENADO FEDERAL COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE AUDIÊNCIA PÚBLICA: IDÉIAS E PROPOSTAS PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO SESI

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/2

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/2 APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/2 1. Apresentação O SENAI/SC torna pública a abertura do período para

Leia mais

Dúvidas frequentes. 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar?

Dúvidas frequentes. 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar? Dúvidas frequentes 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar? Todos os processos são indicados depende da aplicação: - MAG -destinado

Leia mais

Departamento Nacional do SENAI

Departamento Nacional do SENAI Departamento Nacional do SENAI Rede SENAI Ferramentaria Luiz Eduardo Leão Inovação e Tendências Moldes ABM 0º Encontro da Cadeia de Ferramentas, Moldes e Matrizes São Paulo 09 de agosto de 202 Desafio

Leia mais

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Missão Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. Políticas de Gestão do

Leia mais

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014.

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014. CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas

Leia mais

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore CCPGE 28 de maio de 2014 Atuação FIERGS CCPGE

Leia mais

Aprendizes Disponíveis para Contratação - Fonte: SENAI-DTI - 4.368 alunos sem emprego em Maio de 2014

Aprendizes Disponíveis para Contratação - Fonte: SENAI-DTI - 4.368 alunos sem emprego em Maio de 2014 Americana Prof. João Baptista Salles da Silva Americana Eletricista de Manutenção 1.600 1 3 Americana Prof. João Baptista Salles da Silva Americana Eletricista de Manutenção 1.600 3 1 Americana Prof. João

Leia mais

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC

Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG - Campus CETEC Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC O Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG Campus CETEC, compõe-se por um conjunto de institutos de inovação e institutos de tecnologia capazes

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 01 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica Qualificação: Assistente

Leia mais

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Políticas de Inovação para o Crescimento Inclusivo: Tendências, Políticas e Avaliação PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Rafael Lucchesi Confederação Nacional da Indústria Rio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE 2009 SUMÁRIO 1. JUSTIFICATICA... 3 2. OBJETIVO... 3 3. REQUISITOS

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a

MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a 2014 MISSÃO Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. São 165 unidades

Leia mais

SENAI. Historia Criado em 1942, para apoiar o lançamento da indústria brasileira. Necessidade de mão-de-obra qualificada.

SENAI. Historia Criado em 1942, para apoiar o lançamento da indústria brasileira. Necessidade de mão-de-obra qualificada. SENAI Missão Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. Historia Criado

Leia mais

PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional

PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional Martha Cassiolato e Ronaldo Coutinho Garcia Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, Instituições e Democracia - Diest/

Leia mais

USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS

USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS PARA A FORMAÇÃO UNIDADE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA -UNIEP Crescimento de Matrículas Educação Profissional Crescimento de Matrículas - PRONATEC Evolução de

Leia mais

Projeto. Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e. Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da

Projeto. Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e. Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da Projeto Proposta de novo texto para o termo Engenharia de Controle e ( pt ) Automação na Wikipédia Autoria: Estudantes do primeiro período do curso de Eng Ctrl Aut da ( 2009 UFLA (II Professores: Roberto

Leia mais

Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais

Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais Apoio Institucional Apoio Financeiro Nossos Desafios 2011 Cadeia Produtiva Complexa Setores Industriais Construção e Engenharia Aero-espacial

Leia mais

Conheça o Sistema Fiep

Conheça o Sistema Fiep sistemafiep.com.br Conheça o Sistema Fiep sistema fiep. nosso i é de indústria. SISTEMA S Já ouviu falar? AGRICULTURA INDÚSTRIA COMÉRCIO O SISTEMA S EMPREENDEDORISMO COOPERATIVISMO TRANSPORTE AGRICULTURA

Leia mais

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC

Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia SENAI-BA / CIMATEC Profª. Maria do Carmo Oliveira Ribeiro, MSc. Coord. Núcleo de Inovação Tecnológica NIT SENAI-BA

Leia mais

FIC FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CURSO DE ASSISTENTE DE CONTROLE DE QUALIDADE

FIC FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CURSO DE ASSISTENTE DE CONTROLE DE QUALIDADE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS JARAGUÁ DO SUL FIC FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CURSO DE ASSISTENTE DE CONTROLE DE QUALIDADE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.1

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.1 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.1 O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional da Bahia- SENAI/DR/BA,

Leia mais

Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais

Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais Centro Operacional do Inmetro Xerém/RJ, 31 de julho de 2009 SENAI Grandes Números

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede

Leia mais

Escola SENAI Félix Guisard - Taubaté. Proposta Pedagógica. 2011 a 2013. Versão 08 04/07/2011 CFP 3.01

Escola SENAI Félix Guisard - Taubaté. Proposta Pedagógica. 2011 a 2013. Versão 08 04/07/2011 CFP 3.01 Escola SENAI Félix Guisard - Taubaté Proposta Pedagógica 2011 a 2013 Versão 08 04/07/2011 CFP 3.01 Escola "Félix Guisard" PRP-301 2/28 APRESENTAÇÃO A Proposta Pedagógica apresentada neste documento é o

Leia mais

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS Aprovado no CONGRAD de: 24.09.2013 Retificado no CONGRAD de: 13.05.2014 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/1 CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 CÓD.

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP SUMÁRIO OBJETIVO... 2 1. DAS PROPOSTAS... 2 2. PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO, PARTICIPAÇÃO E SELEÇÃO DE PROPOSTAS E PROJETOS... 4 3. CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E PROJETOS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO...

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP

EDITAL E REGULAMENTO DE CHAMADA PÚBLICA ITFETEP SUMÁRIO OBJETIVO... 2 1. DAS PROPOSTAS... 2 2. PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO, PARTICIPAÇÃO E SELEÇÃO DE PROPOSTAS E PROJETOS... 4 3. CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS E PROJETOS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO...

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI

SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2011 PERFIL: Consultoria Técnica para o Programa de Apoio

Leia mais

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730 Informe Técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial APRESENTAÇÃO DESEMPENHO & OFERTA v.2, n.1, março de 25 Criado com o propósito de divulgar o comportamento do desempenho institucional no curto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA A ENGENHARIA ELÉTRICA NA UFSCar O Curso de Engenharia Elétrica iniciou no ano de 2009, com o objetivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO DE RESULTADO DA AULA TESTE E CLASSIFICAÇÃO FINAL

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO DE RESULTADO DA AULA TESTE E CLASSIFICAÇÃO FINAL ETEC DONA ESCOLÁSTICA ROSA - SANTOS PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO N 122/03/2015 de 29/04/2015. Processo n 2926/2015 AVISO DE RESULTADO

Leia mais

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são:

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são: 1) Formas de participação do Corpo Discente: O Colegiado do Curso é um órgão consultivo, deliberativo e normativo, onde é possível a participação do corpo discente nas decisões que competem a exposição

Leia mais

26 JANEIRO/FEVEREIRO 2005 diga lá nº 41

26 JANEIRO/FEVEREIRO 2005 diga lá nº 41 26 JANEIRO/FEVEREIRO 2005 diga lá nº 41 Profissional com SELO DE QUALIDADE Certificar os conhecimentos e as habilidades do trabalhador em sua área de atuação torna-se uma receita para garantir a competitividade

Leia mais

11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A educação profissional no Brasil já assumiu diferentes funções no decorrer de toda a história educacional brasileira. Até a promulgação da atual LDBEN, a educação profissional

Leia mais

As questões relativas à problemática da certificação profissional vêm sendo discutidas no país há mais de quinze anos.

As questões relativas à problemática da certificação profissional vêm sendo discutidas no país há mais de quinze anos. As questões relativas à problemática da certificação profissional vêm sendo discutidas no país há mais de quinze anos. Contudo, em âmbito nacional, não existem diretrizes e regulações que articulem e integrem

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO DE 2012 Índice da Apresentação EMPRESA... 3 Missão... 3 Áreas de atuação... 3 Infraestrutura Fabril... 4 ESCOPO DE SERVIÇOS... 4 Serviços de Fabricação e Manutenção... 4 Engenharia de Soldagem...

Leia mais

PROCESSO N 559/13 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14

PROCESSO N 559/13 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14 PROTOCOLO Nº 11.649.573-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 230/14 APROVADO EM 05/05/14 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA TUPY MUNICÍPIO:

Leia mais

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA. Prof. José Ricardo Tóffoli

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA. Prof. José Ricardo Tóffoli PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA Prof. José Ricardo Tóffoli DEFINIÇÃO Lei Geral da MPE Micro Empresa Faturamento de até R$ 240.000 mil/ano Pequena Empresa De R$ 240.000 mil até

Leia mais

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás Dezembro 2013 Tópicos Cenário P&G Rede de Núcleos de P&G - CNI e Federações Desenvolvimento de APLs

Leia mais

Objetivo do Programa

Objetivo do Programa Objetivo do Programa O Programa Futuros Engenheiros visa favorecer o desenvolvimento de competências técnicas e habilidades comportamentais de universitários dos cursos de Engenharia para atuar na indústria.

Leia mais

Bem-Vindos NAGI P&G Campinas

Bem-Vindos NAGI P&G Campinas Bem-Vindos NAGI P&G Campinas Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação da Cadeia de Petróleo e Gás do Estado de São Paulo 2013-2014 Edital Pro-Inova FINEP/2010 Há oportunidades para participação de empresas

Leia mais

Programação 1º Semestre 2016 Salto. Cursos de Formação Inicial e Continuada VAGAS LIMITADAS. Inscrições abertas

Programação 1º Semestre 2016 Salto. Cursos de Formação Inicial e Continuada VAGAS LIMITADAS. Inscrições abertas 1º Semestre 2016 Salto Cursos de Formação Inicial e Continuada Inscrições abertas VAGAS LIMITADAS 1º Sem 2016 - v0.1 Out 16 Salto Escola SENAI Ítalo Bologna Tradicional em sua história e dentro de uma

Leia mais

Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES

Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação da Cadeia de Petróleo e Gás do Estado de São Paulo 2013-2014 Edital Pro-Inova FINEP/2010 SETOR DE PETRÓLEO E GÁS NO BRASIL TIPOS

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O

RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O RESOLUÇÃO CONSEPE 5/2006 APROVA O REGULAMENTO PARA O COMPONENTE CURRICULAR ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente

Leia mais

Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação

Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação UFSC Universidade Federal de Santa Catarina DAS Departamento de Automação e Sistemas Curso de Graduação em Engenharia de Controle e Automação Prof. Max Hering de Queiroz Coordenador de Curso Agenda 1.

Leia mais

Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do SENAI 2015.2

Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do SENAI 2015.2 Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do 2015.2 A Diretora Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial da Paraíba / PB, Sra. Patrícia Gonçalves

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional da Bahia-

Leia mais

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 Ministério da Educação POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 ATIVIDADE ECONÔMICA (organizações empresariais e comunitárias) IMPACTOS: PD&I Aumento da competitividade industrial

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 1. Controle e Automação Industrial (Instrumentação) Engenharia de Computação Engenharia de Produção Mecânica Engenharia de Sistemas - Modalidade

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudo e Pesquisa em Eletrônica Profissional e Informática Ltda. - CEPEP EMENTA: Credencia a sede do Centro de Estudo e Pesquisa em Eletrônica Profissional e Informática Ltda. -

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/1 APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/1 APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015/1 APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CANDIDATOS FORMALMENTE ENCAMINHADOS POR INDÚSTRIAS CONTRIBUINTES DO SENAI/SC 1. Apresentação O SENAI/SC torna pública a abertura do período para

Leia mais

EDITAL N.º 06/2009. Dispõe sobre o processo seletivo classificatório para os Cursos Técnicos em:

EDITAL N.º 06/2009. Dispõe sobre o processo seletivo classificatório para os Cursos Técnicos em: 1 EDITAL N.º 06/2009 Dispõe sobre o processo seletivo classificatório para os Cursos Técnicos em: Administração Agropecuária Comércio Comércio Exterior Contabilidade Design de Moda Eletrônica com ênfase

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE DESIGN, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente documento

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Gaspar Ricardo Júnior. Curso Superior de Tecnologia de Fabricação Mecânica. - Informações Acadêmicas -

Faculdade de Tecnologia SENAI Gaspar Ricardo Júnior. Curso Superior de Tecnologia de Fabricação Mecânica. - Informações Acadêmicas - Faculdade de Tecnologia SENAI Gaspar Ricardo Júnior Curso Superior de Tecnologia de Fabricação Mecânica CATÁLOGO - Informações Acadêmicas - Sorocaba- SP SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL COMO INDUTORA DE: PRODUTIVIDADE NA INDÚSTRIA ; COMPETITIVIDADE NO COMEX E INOVAÇÃO DE BENS E PRODUTOS. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria

Leia mais

José Ricardo Rezende Técnico da Secretaria de Esporte SEMES Prefeitura de Sorocaba 09/11/2011 CIESP / REGIONAL SOROCABA

José Ricardo Rezende Técnico da Secretaria de Esporte SEMES Prefeitura de Sorocaba 09/11/2011 CIESP / REGIONAL SOROCABA José Ricardo Rezende Técnico da Secretaria de Esporte SEMES Prefeitura de Sorocaba 09/11/2011 CIESP / REGIONAL SOROCABA LEI FEDERAL Nº 11.438/06 PROPONENTE (Entidade desportiva) PROJETO DESPORTIVO APOIADOR

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Conde José Vicente de Azevedo

Faculdade de Tecnologia SENAI Conde José Vicente de Azevedo Faculdade de Tecnologia SENAI Conde José Vicente de Azevedo Curso Superior de Tecnologia em Sistemas Automotivos CATÁLOGO - Informações Acadêmicas - SÃO PAULO - SP SENAI Serviço Nacional De Aprendizagem

Leia mais

A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Rede SENAI de Educação Profissional e Tecnológica UNIGEPLAN O SENAI Ceará foi criado em 27 de novembro de 1943, organizado e administrado pela Federação das

Leia mais

SENAI abre mais de 18 mil vagas em cursos técnicos

SENAI abre mais de 18 mil vagas em cursos técnicos http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/ 04 FEV 2013 SENAI abre mais de 18 mil vagas em cursos técnicos None Inscrições estão abertas em nove estados com prazos variados até o fim de março. Maior parte

Leia mais

Darlan Dallacosta, M. Eng. Diretor

Darlan Dallacosta, M. Eng. Diretor Escopo de Serviços I- Sumário Executivo (Laboratório de Ensaios Mecânicos) A SCiTec aparece como uma empresa de base tecnológica apta para prestar serviços de forma integrada com o setor empresarial. Constituída

Leia mais

CENTRO TECNOLÓGICO DE MECATRÔNICA SENAI. Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI

CENTRO TECNOLÓGICO DE MECATRÔNICA SENAI. Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI CENTRO TECNOLÓGICO DE MECATRÔNICA SENAI Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI Data de Fundação: 16 de novembro de 1992 Inaugurada em Caxias do Sul para dar suporte a formação de recursos humanos e tecnológicos

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CAMPUS SÃO LUÍS CENTRO HISTÓRICO SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - O Diretor

Leia mais

1º passo 2º passo 3º passo

1º passo 2º passo 3º passo 1º passo 2º passo 3º passo Planejamento Estratégico: Missão e Visão Aplicação do Programa 5S Elaboração do Mapa de Processos 4º passo 5º passo Definição da Política da Qualidade e Escopo Grupos de Trabalho

Leia mais

NOVA ESTRUTURAÇÃO E ATUAÇÃO DO SINPROCIM/ES INICIATIVAS E RESULTADOS UM CASE DE SUCESSO NO BRASIL Houberdam Pessotti Presidente SINPROCIM/Espírito

NOVA ESTRUTURAÇÃO E ATUAÇÃO DO SINPROCIM/ES INICIATIVAS E RESULTADOS UM CASE DE SUCESSO NO BRASIL Houberdam Pessotti Presidente SINPROCIM/Espírito NOVA ESTRUTURAÇÃO E ATUAÇÃO DO SINPROCIM/ES INICIATIVAS E RESULTADOS UM CASE DE SUCESSO NO BRASIL Houberdam Pessotti Presidente SINPROCIM/Espírito Santo LIMACOL PREMOLDADOS EMPRESA FAMILIAR Ano de fundação:

Leia mais

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho Perfil do Curso É o gerenciamento dos recursos humanos, materiais e financeiros de uma organização. O administrador é o profissional responsável pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento do

Leia mais

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA, DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA COM REOPÇÃO, ACEITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS REGULARES PARA CURSOS AFINS, REOPÇÃO DE CURSO, OBTENÇÃO DE NOVO

Leia mais

Plano de Aula Estruturada

Plano de Aula Estruturada Plano de Aula Estruturada Curso: Engenharia Mecânica Disciplina: Ensaios e Conformação Mecânica Semestre: 8º semestre Corpo Docente: Hélder Alves de Almeida Júnior Coordenador(a): Edmar Aderson Mendes

Leia mais

PPI PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL Política Pedagógica Institucional Faculdade Eniac Ver. 02 (2010 / 2011) APRESENTAÇÃO

PPI PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL Política Pedagógica Institucional Faculdade Eniac Ver. 02 (2010 / 2011) APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O presente documento tem por finalidade apresentar o PPI que é o Projeto Pedagógico Institucional do ENIAC, conjunto das melhores práticas pedagógicas, tecnológicas, administrativas e de gestão

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA Coronel Fabriciano 2012 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1 2. OBJETIVOS 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL 2 4. ATRIBUIÇÕES 2 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E AGENTES DE INTEGRAÇÃO

Leia mais

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA?

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O IEL O Instituto Euvaldo Lodi é uma entidade vinculada à CNI - Confederação Nacional da Indústria. Com 101 unidades em 26 estados e no Distrito

Leia mais

Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau

Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau Composição do Conselho Guarulhense do Movimento Degrau O Conselho Guarulhense do Movimento Degrau foi fundado no dia 27 de julho de 2006 e, segundo seu Regimento Interno, tem os seguintes objetivos: I

Leia mais

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados Sistema Indústria CNI 27 Federações de Indústrias 1.136 Sindicatos Associados 622.874 Indústrias SENAI SESI IEL 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Universidade de Cuiabá CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo Calvo Galindo Base legal

Leia mais

ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Alexandre Martins Reis amreis@ufv.br

ENGENHARIA MECÂNICA. COORDENADOR Alexandre Martins Reis amreis@ufv.br ENGENHARIA MECÂNICA COORDENADOR Alexandre Martins Reis amreis@ufv.br 222 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Mecânico ATUAÇÃO O curso de Engenharia Mecânica da UFV visa fornecer a seus estudantes

Leia mais

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 ESTAGIÁRIOS Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo disponibilizar informações sobre práticas e valores aplicados a Bolsa Estágio. A base de dados da pesquisa

Leia mais

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013 META NACIONAL 11 - Educação Profissional- Triplicar as matrículas da Educação Profissional Técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% da expansão no segmento público. Contexto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE Considerando o significado e a importância do Estágio como parte fundamental da formação profissional, define-se

Leia mais

METROLOGIA SENAI / SP

METROLOGIA SENAI / SP METROLOGIA SENAI / SP Rede de Laboratórios de Serviços Senai / SP Eduardo Ferreira Garcia GIT Metrologia Definição : Metrologia : Ciência da medição e suas aplicações Nota : A metrologia engloba todos

Leia mais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais SENAI Missão: Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da Indústria Brasileira. Linhas de atuação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O estágio

Leia mais

Faculdades Integradas de Taquara

Faculdades Integradas de Taquara CONSELHO SUPERIOR ACADÊMICO E ADMINISTRATIVO RESOLUÇÃO CSAA N 04/2015 Regulamenta as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação das Faculdades Integradas de Taquara. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 O Programa O SEBRAE, em parceria com o CNPq, desenvolveu o

Leia mais

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Pronatec Resultados e Perspectivas Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Resultados 2011-2012 Iniciativas CURSOS TÉCNICOS Vagas Previstas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO Administração LFE em Administração de Empresas Lajeado 4811 Administração LFE em Administração

Leia mais

1 OFERTA DE VAGAS POR CIDADE CAMPINA GRANDE. 1.1 HABILITAÇÃO TÉCNICA Entrada: Fevereiro/2016 1.2 Total de Vagas: 304 Nº DE VAGAS CARGA HORÁRIA TURNO

1 OFERTA DE VAGAS POR CIDADE CAMPINA GRANDE. 1.1 HABILITAÇÃO TÉCNICA Entrada: Fevereiro/2016 1.2 Total de Vagas: 304 Nº DE VAGAS CARGA HORÁRIA TURNO A Diretora Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial da Paraíba SENAI / PB, Sra. Patrícia Gonçalves de Oliveira, no uso de suas atribuições, torna público que, no período de 09/11/2015 a

Leia mais

(http://www.portaldaindustria.com.br/agenciacni/)

(http://www.portaldaindustria.com.br/agenciacni/) (http://www.portaldaindustria.com.br/agenciacni/) Menu NOTÍCIAS 19 NOV 2013 Cursos técnicos do SENAI estão com matrículas abertas em sete estados Há mais de 19,4 mil vagas com inscrições que terminam ainda

Leia mais