1º Ano - Técnico em Informática Integrado. Sistemas Operacionais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1º Ano - Técnico em Informática Integrado. Sistemas Operacionais"

Transcrição

1 1º Ano - Técnico em Informática Integrado Sistemas Operacionais

2 Navegação entre diretórios Antes de começar a trabalhar diretamente com os comandos do Linux, é necessário navegarmos entre os diretórios criados após a instalação e entender qual a função de cada um e o seu conteúdo. Como inicialmente não trabalharemos com o modo gráfico ativo, toda essa navegação será feita através de comandos executados via terminal. Obs.: O sistema Linux é case sensitive, ou seja, existem diferenças entre letras maiúsculas e minúsculas para a execução de comandos e acesso a arquivos e diretórios

3 cd O comando cd é utilizado para navegação entre diretórios e sub-diretórios. Sua sintaxe é bem simples: cd [caminho] Obs.: caso o comando seja executado sem parâmetros nenhum, você será redirecionado ao seu diretório home (diretório do usuário) Exemplos de utilização cd / retorna ao diretório raiz cd retorna ao diretório anteriormente acessado cd.. sobe um diretório na hierarquia

4 ls O comando ls é utilizado para listarmos arquivos e sub-diretórios do diretório corrente. Pode ser utilizado diretamente ou seguido de parâmetros que irão moldar a forma de exibição do comando. Sintaxe: ls [parâmetros] [arquivos] Parâmetros: -a, --all: lista todos os arquivos nos diretórios, incluindo todos os arquivos começados com. -h: formata a exibição do tamanho do arquivos utilizando letras: (k kbyte), (m mbyte) -l: exibe uma série de informações sobre o arquivo, como: tamanho, permissões, data de modificação, hora, etc -A, --almost-all: lista todos os arquivos, inclusive os ocultos --color: diferencia os diversos tipos de arquivos através de cores

5 ls Cores da opção --color azul escuro diretório verde executável (script) azul claro link simbólico Exemplo de utilização do comando ls ls ls l / ls -a /bin ls la

6 Comando mais importante do Linux Antes de darmos continuidade aos comando de navegação de diretórios do Linux, iremos aprender agora o comando mais importante do shell. A execução desse comando independe de localização dentro dos subdiretórios e serve de apoio tanto para usuários iniciantes como para usuários avançados.

7 man O comando man é um manual de utilização do sistema. É dividido em diversas páginas e cada página dá explicações sobre um utilitário, programa ou função. A maioria dos comandos possuem um manual, podendo em alguns casos, esse não ser localizado. Sua sintaxe básica é muito simples, bastando colocar antes do comando, a palavra man. Exemplo: man ls man cd Para sairmos de uma página do man, basta pressionar as teclas :q

8 pwd O comando pwd é utilizado para mostrar o path atual, ou seja, a sua localização atual dentro da árvore de diretórios. Sintaxe: pwd

9 mkdir O comando mkdir é utilizado para criar diretórios. Sintaxe: mkdir [opções] [caminho1]/[nome do diretório] Opções: --verbose: mostra uma mensagem após a execução do comando Exemplo: mkdir teste verbose mkdir /home/aluno1/aula2

10 rmdir O comando rmdir é utilizado para remover diretórios. O diretório a ser removido preferencialmente deve estar vazio, e além disso, o usuário corrente do sistema deve possuir permissões para removê-lo. Sintaxe: rmdir [caminho]/[diretorio]

11 cat / tac Os comandos cat e tac são utilizados para exibir o conteúdo de um arquivo binário ou texto. A diferença entre os dois comandos é que o cat exibe na ordem em que as linhas encontram-se no arquivo, e o comando tac exibe na ordem contrária, ou seja, de traz para frente. Sintaxe: cat [opções] [arquivo] tac [opções] [arquivo]

12 cat / tac Opções cat -n, --number: mostra o número das linhas enquanto o conteúdo do arquivo é mostrado -s, --squeeze-blank: Não mostra mais que uma linha em branco entre um parágrafo e outros. Exemplos de utilização: cat /etc/network/interfaces tac /etc/network/interfaces

13 rm O comando rm é utilizado para remover arquivos, diretórios e sub-diretórios (vazios ou que contenham arquivos) Sintaxe: rm [opções] [caminho] Opções: -i, --interactive: Pergunta antes de remover, esta é ativada por padrão. -v, --verbose: Mostra os arquivos na medida que são removidos. -r, --recursive: Usado para remover arquivos em sub-diretórios. Esta opção também pode ser usada para remover subdiretórios. -f, --force: Remove os arquivos sem perguntar.

14 cp Utilizado para copiar arquivos de um local para outro. Pode ser usado também para gerar uma cópia de backup de um arquivo mantendo-o no mesmo local, porém, alterando seu nome. Sintaxe: cp [opções] [origem] [destino] Opções: -i, --interactive: Pergunta antes de substituir um arquivo existente. -f, --force: Não pergunta, substitui todos os arquivos caso já exista. -R, --recursive: Copia arquivos e sub-diretórios -v, --verbose: Mostra os arquivos enquanto estão sendo copiados. Exemplo: cp /etc/network/interfaces /home/alunos cp interfaces interfaces.bkp

15 mv O comando mv pode ser utilizado para mover arquivos ou renomear. O processo é semelhante ao do comando cp, mas o arquivo de origem é apagado após o término da operação. Sintaxe: mv [opções] [origem] [destino] Opções: -f, --force: Substitui o arquivo de destino sem perguntar. -i, --interactive: Pergunta antes de substituir. É o padrão. -v, --verbose: Mostra os arquivos que estão sendo movidos. -u, --update: Move somente arquivos antigos, ou novos arquivos. Exemplo: mv /home/aluno/interfaces /tmp mv /tmp/interfaces /tmp/placasrede

16 clear O comando clear possui a finalidade de limpar a tela do terminal. Pode ser substituído pela combinação de telcas CTRL+L.

17 uname O comando uname fornece informações sobre o sistema. Quando utilizado sem parâmetros, exibirá o nome do kernel em uso. Sintaxe: uname [opções] Opções: -a, -all: exibe todas as informações -s, --kernel-name: exibe o nome kernel -n, --nodename: exibe o nome da máquina -r, --kernel-release: exibe a versão de liberação do kernel -v, --kernel-version: exibe a data em que o kernel foi criado -m, --machine: exibe a arquitetura da máquina -o, --operating-system: exite o sistema operacional

18 df Utilizado para exibir informações sobre as partições. Sintaxe df [opções] Opções -h, --human-readable: Mostra o espaço livre/ocupado em _MB, KB, GB_ ao invés de blocos. -H: Idêntico a `-h' mas usa 1000 ao invés de 1024 como unidade de cálculo. -k: Lista em Kbytes. -l: Somente lista sistema de arquivos locais. -T: Lista o tipo de sistema de arquivos de cada partição

19 du Exibe o espaço ocupado por arquivos e sub-diretórios do diretório atual Sintaxe du [opções] Opções -a, --all: Mostra o espaço ocupado por todos os arquivos. -b, --bytes: Mostra o espaço ocupado em bytes. -c, --total: Faz uma totalização de todo espaço listado. -h, --human: Mostra o espaço ocupado em formato legível por humanos (Kb, Mb) ao invés de usar blocos. -H: Como o anterior mas usa 1000 e não 1024 como unidade de cálculo. -k: Mostra o espaço ocupado em Kbytes.

20 find Utilizado para procurar arquivos/diretórios no sistema de arquivos. Sintaxe: find [diretório] [opções/expressao] Opções: -name [expressão]: Procura pelo nome [expressão] nos nomes de arquivos e diretórios processados. -amin [num]: Procura por arquivos que foram acessados [num] minutos atrás. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que foram acessados entre [num] minutos atrás até agora. -atime [num]: Procura por arquivos que foram acessados [num] dias atrás. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que foram acessados entre [num] dias atrás e a data atual. Exemplo find / -name grep

21 free Exibe detalhes sobre a utilização da memória RAM do sistema Sintaxe free [opções] Opções -b: Mostra o resultado em bytes. -k: Mostra o resultado em Kbytes. -m: Mostra o resultado em Mbytes. -t: Mostra uma linha contendo o total. -s [num]: Mostra a utilização da memória a cada [num] segundos.

22 uptime Utilizado para exibir o tempo de execução do sistema desde que o computador foi ligado Sintaxe uptime

23 Direcionando saídas No Linux, podemos direcionar todas as saídas de execução de comandos para um arquivo. Isto é útil quando analisar mensagens de erro. Para direcionarmos saídas para um arquivo, basta colocarmos ao final do comando o sinal de >, seguido do nome do arquivo que será criado. Podemos também acrescentar linhas a um arquivo já criado, para isso, utilizamos >>.

Realizar o gerenciamento básico de arquivos

Realizar o gerenciamento básico de arquivos Realizar o gerenciamento básico de arquivos - 2 Sumário Capítulo 1 Realizar o gerenciamento básico de arquivos...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1. Objetivos...

Leia mais

Aula 02. Introdução ao Linux

Aula 02. Introdução ao Linux Aula 02 Introdução ao Linux Arquivos Central de Programas do Ubuntu A Central de Programas do Ubuntu é uma loja de aplicativos integrada ao sistema que permite-lhe instalar e desinstalar programas com

Leia mais

Comandos Básicos do Linux/Unix

Comandos Básicos do Linux/Unix Comandos Básicos do Linux/Unix Vou partir do pressuposto que você sabe o básico de um sistema Linux/Unix. É importante para qualquer usuário de sistemas baseados em Unix aprender a trabalhar no modo texto

Leia mais

Introdução a Administração de Sistemas GNU/Linux

Introdução a Administração de Sistemas GNU/Linux Curso de extensão da Faculdade Ruy Barbosa Introdução a Administração de Sistemas GNU/Linux Dedicasse especial a Rogério Bastos e ao GRACO (Gestores da Rede Acadêmica de Computação) do DCC UFBA Paul Regnier

Leia mais

Entendendo o Sistema Operacinal. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Entendendo o Sistema Operacinal. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Entendendo o Sistema Operacinal Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Criando um Snapshot da Máquina Padrão Page 2 Criando um Snapshot da Máquina Padrão Page 3 Criando um

Leia mais

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 Comandos para manipulação de diretório 1. ls Lista os arquivos de um diretório. 2. cd Entra em um diretório. Você precisa ter a permissão de execução para entrar no diretório.

Leia mais

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação.

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. 1.Todo software livre deve ser desenvolvido para uso por pessoa física em ambiente com sistema

Leia mais

Gestão de Sistemas Operacionais I

Gestão de Sistemas Operacionais I Gestão de Sistemas Operacionais I Professor: Wellington Fábio de Oliveira Martins MSDOS Comandos mais utilizados Para usar o MS-DOS no Windows 98 va no menu iniciar -> executar -> digita: command No Windows

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OPERANDO EM MODO TEXTO... 3 Abrindo o terminal... 3 Sobre o aplicativo Terminal... 3 AS CORES

Leia mais

Introdução ao Linux: Parte I

Introdução ao Linux: Parte I Data: Introdução ao Linux: Parte I Marcelo Ribeiro Xavier da Silva marceloo@inf.ufsc.br Histórico 3 Origem do GNU Linux Em 1983, Richard Stallman fundou a Free Software Foundation, com o intuito de criar

Leia mais

Sistema de Arquivos do Windows

Sistema de Arquivos do Windows Registro mestre de inicialização (MBR) A trilha zero do HD, onde ficam guardadas as informações sobre o(s) sistema(s) operacionais instalados. Onde começa o processo de inicialização do Sistema Operacional.

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais. GNU / Linux. Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009. Unidade 04-002 GNU / Linux

Fundamentos de Sistemas Operacionais. GNU / Linux. Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009. Unidade 04-002 GNU / Linux GNU / Linux Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009 Conceitos Básico O S.O. é case sensitive, ou seja, sensível à caixa; Exemplo: o arquivo apple.txt é diferente do arquivo Apple.txt e podem conviver juntos

Leia mais

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Objetivos Detalhar conceitos sobre o sistema operacional Linux; Operar comandos básicos de sistemas Linux em modo Texto; Realizar a manutenção de arquivos

Leia mais

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Sistema de Arquivos Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Introdução É com o sistema de arquivos que o usuário mais nota a presença do sistema operacional.

Leia mais

Aula 4 Comandos Básicos Linux. Prof.: Roberto Franciscatto

Aula 4 Comandos Básicos Linux. Prof.: Roberto Franciscatto Sistemas Operacionais Aula 4 Comandos Básicos Linux Prof.: Roberto Franciscatto Prompt Ao iniciar o GNU/Linux, a primeira tarefa a ser executada é o login no sistema, o qual deve ser feito respondendo

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos

Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos Conteúdo Programático Login e Logout Iniciando e Desligando o Sistema Tipos de arquivo Texto Binário Arquivos e Diretório Manipulação de

Leia mais

Introdução a. Shell Script. Clésio Matos clesior.matos@gmail.com

Introdução a. Shell Script. Clésio Matos clesior.matos@gmail.com Introdução a Shell Script Clésio Matos clesior.matos@gmail.com 1 Plano de apresentação O que são shell scripts Comandos básicos Estruturas básicas do BASH - Comandos condicionais - Comandos de repetição

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Objetivo: Instalar e configurar o sistema operacional Linux CentOS e efetuar suas configurações iniciais. 1- Abra o Virtuabox e clique em novo, e configure conforme

Leia mais

Planejamento e Implantação de Servidores

Planejamento e Implantação de Servidores Planejamento e Implantação de Servidores Professor Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Aula 01 - Servidores Abordagem geral Teoria e práticas Servidores Linux Comandos Linux 2 Bibliografias da apoio

Leia mais

Treinamento para Manutenção dos Telecentros

Treinamento para Manutenção dos Telecentros Treinamento para Manutenção dos Telecentros Módulo II :: Utilizando o Linux Básico do Sistema Manoel Campos da Silva Filho Professor do IFTO/Palmas 1 2 Código Aberto/Open Source Programas (softwares/aplicativos)

Leia mais

Comandos Básicos no Linux

Comandos Básicos no Linux Comandos Básicos no Linux Material desenvolvido por Rafael Fernando Diorio Última revisão em 04/08/2013 www.diorio.com.br rafael@diorio.com.br Tópicos Primeiros comandos Metacaracteres Paginação e filtros

Leia mais

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record)

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record). Master Boot Record Primeiro setor de um HD (disco rígido) Dividido em duas áreas: Boot loader

Leia mais

A linha de comando do Unix e GNU/Linux

A linha de comando do Unix e GNU/Linux A linha de comando do Unix e GNU/Linux A linha de comando do Unix e GNU/Linux Michael Opdenacker Free Electrons http://free-electrons.com Traduzido por Klayson Sesana Bonatto Criado com OpenOffice.org

Leia mais

Labgrad. Usúario: <matricula> Senha: senha

Labgrad. Usúario: <matricula> Senha: senha Suporte A equipe do Suporte é responsável pela gerência da rede do Departamento de Informática, bem como da manutenção dos servidores da mesma, e também é responsável pela monitoria do LabGrad e do LAR.

Leia mais

Pratique o seu conhecimento

Pratique o seu conhecimento Pratique o seu conhecimento QUESTÕES DO CAPÍTULO 1 (A HISTÓRIA ) 1) Explique com suas palavras qual a importância de Richard Stallman para o software livre e o que é o projeto GNU. R.: Richard Stallman

Leia mais

Sistema Operacional LINUX

Sistema Operacional LINUX SISTEMA OPERACIONAL Sistema Operacional LINUX Para que o computador funcione e possibilite a execução de programas é necessária a existência de um sistema operacional. O sistema operacional é uma camada

Leia mais

Manipulação de Arquivos Ubuntu. Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira

Manipulação de Arquivos Ubuntu. Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira Manipulação de Arquivos Ubuntu Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira Veremos nesta aula Visão geral do ambiente Ubuntu Arquivos e Diretórios Manipulação de arquivos Exercício Visão geral do

Leia mais

Treinamento Linux. Aula 4-04/04/12

Treinamento Linux. Aula 4-04/04/12 Treinamento Linux Aula 4-04/04/12 Objetivos Colméia Book Maquina virtual Gravação de CD/DVD Programas de audio/video Iniciação no terminal linux ColméiaBook Guia introdutório de GNU/LINUX do Colméia Confiram!

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Servidores Linux. Conceitos Básicos do Linux. Instalando Servidor Linux.

Leia mais

Comandos básicos do Linux

Comandos básicos do Linux Comandos básicos do Linux Comandos básicos do Linux Introdução Alguns comandos que você verá nesta página, equivalem aos utilizados no DOS. No entanto, saiba que conhecendo ou não o DOS, você poderá estranhar

Leia mais

http://introcomp.pet.inf.ufes.br

http://introcomp.pet.inf.ufes.br O SITE http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br O MOODLE http://introcomp.pet.inf.ufes.br/moodle http://introcomp.pet.inf.ufes.br/moodle

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial

Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial Eng. Paulo José De Fazzio Junior NOME As marcas citadas são de seus respectivos proprietários. Sumário Conceitos do OpenProj... 3 Iniciando um projeto...

Leia mais

1.0 Informações de hardware

1.0 Informações de hardware 1.0 Informações de hardware 1.1 Botões e ligações 6 1 7 2 8 3 9 4 5 6 10 1 Ligar / Desligar 2 Conetor Micro USB 3 Botão Voltar 4 Conetor Mini HDMI 5 Microfone 6 Webcam 7 Entrada para fone de ouvido 8 Botão

Leia mais

Objetivos Instalação Gerência de Pacotes UNIX Shell. Curso UNIX. Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira

Objetivos Instalação Gerência de Pacotes UNIX Shell. Curso UNIX. Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira Curso UNIX Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira Universidade Federal de Santa Catarina 25 de Setembro de 2010 CHAMADA Objetivos Instalação do sistema Ubuntu 10.04 Conhecer a origem do sistema

Leia mais

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 3 SENAC TI Fernando Costa

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 3 SENAC TI Fernando Costa Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1 Aula 3 SENAC TI Fernando Costa Agenda Manipulação de arquivos Comandos: cat, cut, expand,fmt, head, join, nl, od, paste, pr, split, tac, tail, tr,

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Configuração de Redes www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O Linux foi criado por Linus Torvalds em 1991, na época em

Leia mais

Principais Comandos do Terminal no LINUX

Principais Comandos do Terminal no LINUX Principais Comandos do Terminal no LINUX Estes comandos não visam ser um compêndio completo de operação, haja vista que se possui mais comandos que esses aqui que serão listados, logo os comandos são:

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 17/01/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

SEMANA 3 INFORMÁTICA BÁSICA

SEMANA 3 INFORMÁTICA BÁSICA SEMANA 3 INFORMÁTICA BÁSICA Semana 3 Unidade 6 - Sistema Operacional Linux Ubunto Unidade 7 - Editor de Texto Writer Unidade 8 - Navegador Mozilla Firefox SÍNTESE DAS UNIDADES Equipe de Formação: Fernanda

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA INTERNET E E-MAIL

APOSTILA DE INFORMÁTICA INTERNET E E-MAIL APOSTILA DE INFORMÁTICA INTERNET E E-MAIL Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri Colaboração Empresa Júnior da Fatec Jales Monitora: Ângela Lopes Manente SUMÁRIO 1. INTERNET... 3 2. ACESSANDO A

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS. 3ª. Lista de Exercícios

SISTEMAS OPERACIONAIS. 3ª. Lista de Exercícios SISTEMAS OPERACIONAIS INF09344 - Sistemas Operacionais / INF02780 - Sistemas Operacionais / INF02828 - Sistemas de Programação II Prof a. Roberta Lima Gomes (soufes@gmail.com) 3ª. Lista de Exercícios Data

Leia mais

a) O Word é um editor de TEXTOS. Com ele é possível digitar cartas, currículos e trabalhos escolares.

a) O Word é um editor de TEXTOS. Com ele é possível digitar cartas, currículos e trabalhos escolares. START - WORD Respostas dos Exercícios CAPÍ TULO 1 1. Complete as frases usando as palavras do quadro: JANELA TEXTOS TÍTULO ZOOM a) O Word é um editor de TEXTOS. Com ele é possível digitar cartas, currículos

Leia mais

Unidade 1: O Computador

Unidade 1: O Computador Unidade : O Computador.3 Arquitetura básica de um computador O computador é uma máquina que processa informações. É formado por um conjunto de componentes físicos (dispositivos mecânicos, magnéticos, elétricos

Leia mais

Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX. Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis

Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX. Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis Cronologia 1. 1969 Univ Berkeley, Califórnia, cria-se o SO UNIX para uso geral em grandes computadores 1. Década de 70

Leia mais

INTRODUÇÃO A LINUX. Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais 26/11/2013

INTRODUÇÃO A LINUX. Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais 26/11/2013 1 2 INTRODUÇÃO A LINUX ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais Kernel núcleo do

Leia mais

Simulador de Sistemas de Arquivos

Simulador de Sistemas de Arquivos Simulador de Sistemas de Arquivos Trabalho Prático 1 Disciplina: Sistemas Operacionais 2009/1 Professor Humberto César Brandão de Oliveira O trabalho possui dois requisitos fundamentais: a. Entrega do

Leia mais

aplicação arquivo Condições Gerais de Utilização

aplicação arquivo Condições Gerais de Utilização aplicação arquivo Condições Gerais de Utilização Manual das condições gerais que regulam a utilização dos serviços disponibilizados pela aplicação Arquivo, plataforma de gestão de informação, do Municipio

Leia mais

Introdução a Sistemas Abertos Gerência de Pacotes

Introdução a Sistemas Abertos Gerência de Pacotes Introdução a Sistemas Abertos Gerência de Pacotes filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução Existem diversas formas de instalarmos softwares em distribuições Linux. A mais utilizada é através da utilização

Leia mais

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas ,QVWDODomR 5HTXLVLWRV0tQLPRV Para a instalação do software 0RQLWXV, é necessário: - Processador 333 MHz ou superior (700 MHz Recomendado); - 128 MB ou mais de Memória RAM; - 150 MB de espaço disponível

Leia mais

SISTEMAS OPERATIVOS I

SISTEMAS OPERATIVOS I Instituto Superior de Engenharia do Porto Departamento de Engenharia Informática SISTEMAS OPERATIVOS I Texto de Apoio às Aulas Práticas Ficheiros e Directórios baseado no livro UNIX For Application Developers

Leia mais

Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos

Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos Roteiro 12: Gerenciando Compartilhamentos Objetivos: Ativar e gerenciar compartilhamentos locais e remotos; Ativar e gerenciar o sistema de arquivos distribuídos (DFs); Gerenciar compartilhamentos ocultos;

Leia mais

Welcome the programmation Linux with shell script!!! Seja bem vindo a programação Linux com shell script!!!

Welcome the programmation Linux with shell script!!! Seja bem vindo a programação Linux com shell script!!! Exemplos de shell scripts Esses exemplos são para você testar seu conhecimento geral em shell script. Após ver os exemplos, aconselho que você mesmo tentar escrever seus próprios scripts shell, assim que

Leia mais

Simulado LPI 101. 5. Qual o comando que exibe a última vez em que o sistema de arquivos foi verificado. dumpe2fs

Simulado LPI 101. 5. Qual o comando que exibe a última vez em que o sistema de arquivos foi verificado. dumpe2fs Simulado LPI 101 1. Quais comandos exibem os processos no Linux? Escolha uma. a. ls e df b. ps e top c. ps e df d. df e top e. du e df 2. O que representa o dispositivo /dev/hdb6? Escolha uma. a. Um partição

Leia mais

Manual de Comando Linux

Manual de Comando Linux Manual de Comando Linux 1 Índice Índice... 2 Introdução... 3 Comandos Simples Linux... 3 Gerir Directórios e Ficheiros... 4 Gerir processos... 6 Estrutura de Diretórios do LINUX... 6 Executar comandos

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX Procure no MENU INICIAR PROGRAMAS o ícone do VirtualBox e execute-o. Em seguida clique

Leia mais

Introdução ao Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre

Introdução ao Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre Introdução ao Linux Comandos Ubuntu/Linux Michelle Nery Agenda Comandos do Sistema Comandos para Processos

Leia mais

CESPE - 2012 - FNDE - Técnico em Financiamento e Execução de Programas e Projetos Educacionais

CESPE - 2012 - FNDE - Técnico em Financiamento e Execução de Programas e Projetos Educacionais CESPE - 2012 - FNDE - Técnico em Financiamento e Execução de Programas e Projetos Educacionais De modo semelhante ao Linux, o Windows é considerado um software microbásico. Uma característica desse tipo

Leia mais

GNU/Linux/Bash. Aula 2

GNU/Linux/Bash. Aula 2 GNU/Linux/Bash Aula 2 O que é? Ubuntu GNU Linux Ubuntu 12.04 Ubuntu é um sistema operacional baseado em Linux desenvolvido pela comunidade e é perfeito para notebooks, desktops e servidores. Ele contém

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba. Eu defendo!!! Mini Curso. Linux

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba. Eu defendo!!! Mini Curso. Linux INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba Mini Curso Linux Eu defendo!!! Apresentação Rafael Arlindo Dias Técnico em Informática CEFET Rio Pomba/MG Cursos

Leia mais

Conhecendo o Delphi 2010

Conhecendo o Delphi 2010 2ª Aula 11 de fevereiro de 2011 Conhecendo o Delphi 2010 Inicie o Delphi clicando no ícone Delphi 2010 que se encontra no menu Iniciar / Todos os Programas / Embarcadero RAD Studio 2010 / Delphi 2010.

Leia mais

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Software Livre Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) - A liberdade de executar

Leia mais

Manual de backup do banco de dados PostgreSQL - Versão 2. Setembro-2011

Manual de backup do banco de dados PostgreSQL - Versão 2. Setembro-2011 Manual de backup do banco de dados PostgreSQL - Versão 2 Setembro-2011 E-Sales Oobj Tecnologia da Informação Av. D, n. 246, Qd. A-04, Lt.02, Ap. 02, Jardim Goiás Goiânia/GO, CEP: 74805-090 Fone: (62) 3086-5750

Leia mais

Sumário. CEAD - FACEL Manual do Aluno, 02

Sumário. CEAD - FACEL Manual do Aluno, 02 Manual CEAD - FACEL Sumário 03... Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem Atualizando seu perfil Esqueceu sua senha de acesso 09... O meu AVA Conhecendo meu AVA Navegando na disciplina Barra de navegação

Leia mais

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1 Informática I Aula 19 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Aula 03. Processadores. Prof. Ricardo Palma

Aula 03. Processadores. Prof. Ricardo Palma Aula 03 Processadores Prof. Ricardo Palma Definição O processador é a parte mais fundamental para o funcionamento de um computador. Processadores são circuitos digitais que realizam operações como: cópia

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES COMANDOS E FORMATOS DE ENTRADA E SAÍDA 1 COMANDOS E FORMATOS DE ENTRADA E SAÍDA Os comandos de entrada e saída, na sua forma mais simplificada, possuem a seguinte estrutura:

Leia mais

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL COMO ACESSAR O APLICATIVO SAFE DOC CAPTURE Acesse o aplicativo SAFE-DOC CAPTURE clicando no ícone na sua área de trabalho: SAFE-DOC Capture Digite o endereço do portal que é

Leia mais

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS Esse guia considera que o catálogo já esteja atualizado, caso haja dúvidas de como atualizar o catálogo favor consultar o Guia de Atualização do Catálogo. Abra o programa e clique no botão Clique aqui

Leia mais

https://help.ubuntu.com/6.10/ubuntu/ about-ubuntu/pt_br/

https://help.ubuntu.com/6.10/ubuntu/ about-ubuntu/pt_br/ ! 1 LINUX Sistema operacional de livre distribuição, semelhante ao UNIX, constituído por um kernel, ferramentas de sistema, aplicativos e completo ambiente de desenvolvimento. Nos anos 90 com o crescimento

Leia mais

Linux para iniciantes: Desbravando o pingüim! Parte 2

Linux para iniciantes: Desbravando o pingüim! Parte 2 Linux para iniciantes: Desbravando o pingüim! Parte 2 Renê de Souza Pinto 2 de Outubro de 2007 Índice - Parte 2 1 Primeiro contato Window Manager KDE Algumas Ferramentas 2 3 4 5 Primeiro contato Window

Leia mais

Usando o email e a Internet

Usando o email e a Internet Usando o email e a Internet Novo no Windows 7? Mesmo que ele tenha muito em comum com a versão do Windows que você usava antes, você ainda pode precisar de uma ajuda para fazer tudo direitinho. Este guia

Leia mais

Estrutura de Diretórios Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com

Estrutura de Diretórios Linux. Rodrigo Gentini gentini@msn.com Linux Rodrigo Gentini gentini@msn.com /bin - Ficam armazenados os comandos básicos que todos os usuários podem usar, como o : ls, cat, cd entre outros. /boot - Ficam todos os arquivos que a máquina precisa

Leia mais

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Tecgraf/PUC Rio infogrid@tecgraf.puc rio.br 1.Introdução O objetivo deste documento é podermos registrar em um único local todas as informações necessárias

Leia mais

Linux. Wagner de Oliveira

Linux. Wagner de Oliveira Linux Wagner de Oliveira Um computador, uma mesa, um usuário. Duas pessoas não podem trabalhar em paralelo, executando o Microsoft Word na mesma máquina, simultaneamente. Windows 2003 Advanced Server +

Leia mais

Laboratório de Sistemas Operacionais

Laboratório de Sistemas Operacionais Laboratório de Sistemas Operacionais Módulo 1 Gerência de Memória e de Processos Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda Comandos para gerenciamento de processos: top, htop, ps, kill,

Leia mais

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede.

Experiência 04: Comandos para testes e identificação do computador na rede. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

www.sysdevsolutions.com Driver Next Versão 1.0 de 07-03-2011 Português

www.sysdevsolutions.com Driver Next Versão 1.0 de 07-03-2011 Português Driver Next Versão 1.0 de 07-03-2011 Português Índice Configuração dos documentos no Backofficce... 3 O Driver ERP Next... 6 Configurações principais... 6 Configurações do vendedor... 7 Configurações do

Leia mais

OPERAÇÕES COM FRAÇÕES

OPERAÇÕES COM FRAÇÕES OPERAÇÕES COM FRAÇÕES Adição A soma ou adição de frações requer que todas as frações envolvidas possuam o mesmo denominador. Se inicialmente todas as frações já possuírem um denominador comum, basta que

Leia mais

Faculdades Senac Pelotas

Faculdades Senac Pelotas Faculdades Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Introdução a informática Alunos Daniel Ferreira, Ícaro T. Vieira, Licurgo Nunes Atividade 4 Tipos de Arquivos Sumário 1 Tipos

Leia mais

Formas de Pagamento Resumida... 34 Vendas Vendedor... 34 Vendas Vendedor Resumido... 35 Vendas Vendedor Caixa... 35 Vendas por Artigos...

Formas de Pagamento Resumida... 34 Vendas Vendedor... 34 Vendas Vendedor Resumido... 35 Vendas Vendedor Caixa... 35 Vendas por Artigos... Manual POS Conteúdo Configuração no Servidor... 3 Gestão de Stocks... 3 Manutenção de Artigos... 3 Gestão de Clientes... 4 Gestão de Fornecedores... 5 Sistema POS... 6 Manutenção de Series de Armazéns...

Leia mais

Backup e Recuperação Guia do Usuário

Backup e Recuperação Guia do Usuário Backup e Recuperação Guia do Usuário Copyright 2008 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos. As informações contidas neste documento

Leia mais

Gestão Documental. Gestão Documental

Gestão Documental. Gestão Documental Alcides Marques, 2007 Actualizado por Ricardo Matos em Junho de 2009 Neste capítulo pretende-se analisar a temática da, começando por apresentar um breve resumo dos conceitos subjacentes e apresentando

Leia mais

Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo. Comandos LINUX. principais vi ifconfig.

Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo. Comandos LINUX. principais vi ifconfig. Comandos LINUX Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo Comandos LINUX principais vi ifconfig Comando Descrição Exemplo cd Muda o diretório corrente cd

Leia mais

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Portal de Sistemas Integrados Manual do Usuário Versão: 1.0 Página: 1/33 Índice 1. Apresentação... 3 2. Descrição do Sistema... 3 3. Orientações Gerais ao Usuário...4 3.1. Senhas de Acesso... 4 4. Funcionalidades

Leia mais

Transferindo licenças

Transferindo licenças Transferindo licenças Introdução As licenças podem ser transferidas de um dispositivo para outro. Este processo de transferencia de licença pode ser dividido em quatro etapas: Criar um novo arquivo de

Leia mais

MC102 - Laboratório. Algoritmos e Programação de Computadores Luis Mendes Rodrigo Lazo. Prof. Dr. Luiz E. Buzato

MC102 - Laboratório. Algoritmos e Programação de Computadores Luis Mendes Rodrigo Lazo. Prof. Dr. Luiz E. Buzato MC102 - Laboratório Algoritmos e Programação de Computadores Luis Mendes Rodrigo Lazo Prof. Dr. Luiz E. Buzato Quem somos? PED Rodrigo E. Lazo Paz PAD Luis Henrique

Leia mais

Disponibilizada a rotina Vale Presente (LOJA830) no módulo Controle de Lojas (SIGALOJA), assim como já é utilizada no módulo Front Loja (SIGAFRT).

Disponibilizada a rotina Vale Presente (LOJA830) no módulo Controle de Lojas (SIGALOJA), assim como já é utilizada no módulo Front Loja (SIGAFRT). Vale Presente para Controle de Lojas Produto : Microsiga Protheus - Controle de Lojas - Versão 10 Chamado : TFDI16 Data da publicação : 12/07/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria

Leia mais

1. REFERÊNCIA DE MACROS DO MICROSOFT ACCESS AÇÕES DE MACRO E OS PARÂMETROS DE CADA UMA :

1. REFERÊNCIA DE MACROS DO MICROSOFT ACCESS AÇÕES DE MACRO E OS PARÂMETROS DE CADA UMA : REFERÊNCIA DE MACROS DO AÇÕES DE MACRO E OS PARÂMETROS DE CADA UMA : Ação Descrição Parâmetros AbrirConsulta É possível utilizar a ação AbrirConsulta para abrir uma consulta seleção ou de tabela de referência

Leia mais

OI CLOUD SEJA BEM-VINDO!

OI CLOUD SEJA BEM-VINDO! OI CLOUD SEJA BEM-VINDO! O QUE É O OI CLOUD? O Oi Cloud é um serviço de armazenamento, compartilhamento e sincronização de arquivos. Esses arquivos ficarão acessíveis a partir de qualquer dispositivo,

Leia mais

e Autorizador Odontológico

e Autorizador Odontológico 1 CONTROLE DE DOCUMENTO Revisor Versão Data Publicação Diego Ortiz Costa 1.0 08/08/2010 Diego Ortiz Costa 1.1 09/06/2011 Diego Ortiz Costa 1.2 07/07/2011 2 Sumário CONTROLE DE DOCUMENTO... 2 1. Informações

Leia mais

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO Sistema Operacional Conteúdo retirado do livro Sistemas Operacionais Marcos Aurélio Pchek Laureano Diogo Roberto Olsen

Leia mais

Dicas de Informática para concursos

Dicas de Informática para concursos Dicas de Informática para concursos Apresentação Olá amigos concurseiros, este livro foi criado com o intuito de fornecer-lhes dicas, sugestões, resoluções de questões e muito mais acerca de informática

Leia mais

1 Objetivos da Oficina

1 Objetivos da Oficina Oficina Linux Aula : Operações com Diretórios e Arquivos / / Professor: Eraldo Silveira e Silva eraldo@ifsc.edu.br 1 Objetivos da Oficina iniciar e encerrar uma sessão no Linux; se familizarizar com a

Leia mais

ATuLCo. Manual de Instruções. Gestor de Agência de Viagens. ATuLCo Gestor de Agencia de Viagens. Horário Abreu Nr. 53792. António Felgueiras Nr.

ATuLCo. Manual de Instruções. Gestor de Agência de Viagens. ATuLCo Gestor de Agencia de Viagens. Horário Abreu Nr. 53792. António Felgueiras Nr. Manual de Instruções ATuLCo Gestor de Agência de Viagens António Felgueiras Nr. 43481 Horário Abreu Nr. 53792 Ricardo Pinto Nr. 51835 1 Índice O que é o ATuLCo? ------------------------------------- 3

Leia mais