Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Primeira lista de física para o segundo ano 1)"

Transcrição

1 Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2 c) 3 d) nenhuma. e) infinitas. 2) A figura adiante mostra uma vista superior de dois espelhos planos posicionados verticalmente, um perpendicular ao outro. Sobre o espelho OA incide um raio de luz horizontal, no plano do papel, mostrado na figura. Após reflexão nos dois espelhos, o raio emerge formando um ângulo com a normal ao espelho OB. O ângulo vale: (ver imagem) a) 0 o b) 10 o c) 20 o d) 30 o e) 40 o 3) Um lápis encontra-se na frente de um pequeno espelho plano E, como mostra a figura. O lápis e a imagem estão corretamente representados por:

2 4) Um raio de luz r incide sucessivamente em dois espelhos planos E 1 e E 2, que formam entre si um ângulo de 60, conforme representado no esquema a seguir. Nesse esquema o ângulo é igual a: a) 80 b) 70 c) 60 d) 50 e) 40 5) Observe a figura. Nessa figura, dois espelhos planos estão dispostos de modo a formar um ângulo de 30 entre eles. Um raio luminoso incide sobre um dos espelhos, formando um ângulo de 70 com a sua superfície. Esse raio, depois de se refletir nos dois espelhos, cruza o raio incidente formando um ângulo de: a) 90 b) 100 c) 110 d) 120 e) 140 6) A figura a seguir representa um espelho plano, um objeto, 0, sua imagem, I, e cinco observadores em posições distintas, A, B, C, D e E.

3 Entre as posições indicadas, a única da qual o observador poderá ver a imagem I é a posição: a) A. b) B. c) C. d) D. e) E. 7) Num espelho plano, ângulo entre o raio refletido e o raio incidente é 72. O ângulo de incidência é: a) 18 b) 24 c) 36 d) 72 e) 144 8) Na figura, estão representados um prisma retangular, cujos ângulos da base são iguais a 45, um objeto AB e o olho de um observador. Devido ao fenômeno da reflexão total, os raios de luz provenientes do objeto são refletidos na base do prisma, que funciona como um espelho plano. Assinale a alternativa que o melhor representa a imagem A'B', vista pelo observador.

4 9) Você está em uma sala de forma quadrática de lado 3m e altura 2,20m, em frente a um espelho plano de 1m de comprimento e 2,20m de altura, fixo em uma das paredes, concêntrico à parede. Você pode deslocar-se sobre a mediatriz do comprimento do espelho e, por reflexão, visualizará. a) metade da parede, se estiver encostado na parede oposta. b) toda a parede oposta, estando no centro da sala. c) toda a parede oposta, independente da posição. d) metade da parede, estando no centro da sala. e) somente 1m do comprimento da parede, independentemente de sua posição. 10) Maria, localizada no ponto M, observa a imagem de Joana, que está em J, através de um espelho plano vertical E fixo a uma parede. O esquema indica as dimensões do ambiente e a largura do espelho. Maria vai se locomover em um só sentido, paralelamente ao espelho, sem perder a imagem de Joana. Pelas dimensões indicadas no esquema, o maior deslocamento que Maria pode realizar, em metros, é igual a: a) 5,0 b) 4,0 c) 3,5 d) 3,0 e) 2,0 11) Um menino, parado em relação ao solo, vê sua imagem em um espelho plano E colocado à parede traseira de um ônibus. Se o ônibus se afasta do menino com velocidade de 2m/s, o módulo da velocidade da imagem, em relação ao solo, é: a) 4 m/s b) 3 m/s c) 2 m/s d) 1 m/s 12) Uma criança aproxima-se de um espelho plano com velocidade V, na direção da normal ao espelho. Podemos afirmar que sua imagem: a) Afasta-se do espelho com velocidade V; b) Aproxima-se do espelho com velocidade V; c) Afasta-se do espelho com velocidade 2V;

5 d) Aproxima-se do espelho com velocidade 2V; e) Afasta-se do espelho com velocidade V/2. 13) Um observador, a 1,0m de um espelho plano, vê a imagem de um objeto que está a 6,0m do espelho. Quando o observador se aproxima 0,5m do espelho, a quantos metros do espelho estará a imagem do objeto? 14) Uma modelo aproxima-se de um espelho plano e depois dele se afasta sempre andando muito charmosamente. Qual dos gráficos a seguir representa o tamanho real h de sua imagem em função do tempo? 15) Assinale a alternativa correta. a) Quando alguém se vê diante de um espelho plano, a imagem que observa é real e direita. b) A imagem formada sobre o filme, nas máquinas fotográficas, é virtual e invertida. c) A imagem que se vê quando se usa uma lente convergente como "lente de aumento" (lupa) é virtual e direita. d) A imagem projetada sobre uma tela por um projetor de slides é virtual e direita. e) A imagem de uma vela formada na retina de um olho humano é virtual e invertida. 16) Uma superfície refletora esférica côncava, cujo raio de curvatura é 30 cm, é usada para formar a imagem de um pequeno objeto localizado a 60 cm da superfície, conforme o esquema. A imagem se forma a uma distância da superfície que vale, em cm: a) 15 b) 20 c) 30 d) 45

6 e) 60 17) A imagem de um objeto forma-se a 40cm de um espelho côncavo com distância focal de 30cm. A imagem formada situa-se sobre o eixo principal do espelho, é real, invertida e tem 3cm de altura. a) Determine a posição do objeto. b) Construa o esquema referente a questão representando objeto, imagem, espelho e raios utilizados e indicando as distâncias envolvidas. 18) Um estudante colocou uma caneta a uma distância relativamente grande de uma colher bem polida e observou o tipo de imagem que aparecia na parte interna da colher. A imagem que ele viu, comparada com a caneta, era: a) maior, direta e virtual. b) maior, invertida e real. c) menor, invertida e virtual. d) menor, direta e real. e) menor, invertida e real. 19) A vigilância de uma loja utiliza um espelho convexo de modo a poder ter uma ampla visão do seu interior. A imagem do interior dessa loja, vista através desse espelho, será: a) real e situada entre o foco e o centro da curvatura do espelho. b) real e situada entre o foco e o espelho. c) real e situada entre o centro e o espelho. d) virtual e situada entre o foco e o espelho. e) virtual e situada entre o foco e o centro de curvatura do espelho. 20) O espelho retrovisor da motocicleta é convexo porque: a) reduz o tamanho das imagens e aumenta o campo visual. b) aumenta o tamanho das imagens e aumenta o campo visual. c) reduz o tamanho das imagens e diminui o campo visual. d) aumenta o tamanho das imagens e diminui o campo visual. e) mantém o tamanho das imagens e aumenta o campo visual. 21) Um objeto real é colocado sobre o eixo principal de um espelho esférico côncavo a 4cm de seu vértice. A imagem conjugada desse objeto é real e está situada a 12cm do vértice do espelho, cujo raio de curvatura é: a) 2 cm. b) 3 cm. c) 4 cm. d) 5 cm. e) 6 cm. 22) Um objeto é colocado a 15cm à esquerda de uma lente convergente de distância focal igual a 10cm. A uma distância de 15cm à direita da lente, encontra-se um espelho côncavo de distância focal igual a 5cm. Determine, em cm, a posição da imagem final. 23) Um objeto real é colocado sobre o eixo principal de um espelho esférico côncavo a 4cm de seu vértice. A imagem conjugada desse objeto é real e está situada a 12cm do vértice do espelho. Calcule: a) a distância focal deste espelho;

7 b) o raio de curvatura do espelho. c) o aumento linear (A); 24) Em frente a um espelho esférico côncavo, de centro de curvatura C e foco principal F, são colocados dois objetos, A e B, conforme a ilustração a seguir. A distância entre as respectivas imagens conjugadas de A e B é: a) 10 cm b) 20 cm c) 30 cm d) 40 cm e) 50 cm 25) Um objeto é colocado sobre o eixo principal de um espelho esférico côncavo, a 20 cm do vértice. Sendo 30 cm a distância focal do espelho, pode-se afirmar que a imagem do objeto é: a) virtual, distante 60 cm do vértice. b) real, distante 20 cm do vértice. c) virtual, distante 20 cm do vértice. d) real, distante 30 cm do vértice. e) virtual e está sobre o foco. 26) Um objeto real O encontra-se diante de um espelho esférico côncavo, que obedece as condições de Gauss, conforme o esquema adiante. Calcule a distância x entre o objeto e o vértice do espelho. 27) O campo gerado por uma carga puntiforme em repouso tem, nos pontos A e B, as direções e sentidos indicados pelas flechas na figura a seguir. O módulo do campo elétrico no ponto B vale 24V/m. O módulo do campo elétrico no ponto P da figura vale, em volt por metro:

8 a) 3. b) 4. c) 3 2 d) 6. e) 12 28) Um ponto P está situado à mesma distância de duas cargas, uma positiva e outra negativa, de mesmo módulo. A opção que representa corretamente a direção e o sentido do campo elétrico criado por essas cargas, no ponto P, é: 29) Duas cargas elétricas +Q e -9Q estão localizadas, respectivamente, nos pontos M e N indicados no esquema a seguir. Considerando os pontos 1, 2, 3 e 4 marcados no esquema, o campo elétrico resultante da ação dessas cargas elétricas é nulo:

9 a) somente no ponto 1. b) somente no ponto 2. c) somente nos pontos 1 e 2. d) somente nos pontos 3 e 4. e) nos pontos 1, 2, 3 e 4. 30) Qual dos diagramas a seguir, melhor representa a variação espacial do módulo do campo elétrico com relação ao centro de uma esfera condutora de raio R, carregada e em equilíbrio eletrostático? 31) Suponha uma esfera metálica de raio 0,10m com uma carga Q uniformemente distribuída em sua superfície. Uma partícula com a carga q = + 4, C, ao ser colocada num ponto P a uma distância de 0,30m do centro da esfera, experimenta uma força atrativa de módulo 2,0 x 10-2 N. Considere K = 9,0 x 10 9 (N.m 2 /C 2 ). a) Determine, no ponto P, o campo elétrico (módulo, direção e sentido) produzido pela esfera. b) Determine Q. c) Calcule o potencial elétrico na superfície da esfera. d) Qual a intensidade do campo elétrico no interior da esfera? Justifique.

10 32) Uma carga elétrica puntiforme com carga de 4,0 C é colocada em um ponto P do vácuo, e fica sujeita a uma força elétrica de intensidade 1,2N. O campo elétrico nesse ponto P tem intensidade de: a) 3, N/C b) 2, N/C c) 1, N/C d) 4, N/C e) 4, N/C 33) A figura a seguir mostra duas cargas pontuais, Q 1 e Q 2. Elas estão fixas nas suas posições e a uma distância de 1,00 m entre si. No ponto P, que está a uma distância de 0,50m da carga Q 2, o campo elétrico é nulo. Sendo Q 2 = +1, C, o valor da carga Q 1 (em coulombs) é: a) -9,0 x 10-6 b) +9,0 x 10-6 c) +1,0 x 10-6 d) -1,0 x 10-6 e) -3,0 x ) Devido à presença das cargas elétricas Q 1 e Q 2, o vetor campo elétrico resultante no ponto P da figura a seguir é melhor representada pela alternativa:

11 35) As cargas puntiformes q 1 = 20 C e q 2 = 64 C estão fixas no vácuo (k 0 = N.m 2 /C 2 ), respectivamente nos pontos A e B. O campo elétrico resultante no ponto P tem intensidade de: a) 3, N/C b) 3, N/C c) 4, N/C d) 4, N/C e) 5, N/C 36) Num determinado ponto P do ponto elétrico criado por uma carga puntiforme, o potencial é V p = 200 V e a intensidade do vetor campo elétrico é E p = 0,8 V/m. Pergunta-se: qual a distância do ponto P à carga criadora do campo elétrico? a) 2,5 x 10-3 m b) 1,5 m c) 2,5 x 10 3 m d) 250 m e) 2,5 m 37) Um elétron é acelerado, a partir do repouso, ao longo de 8,8 mm, por um campo elétrico constante e uniforme de módulo E = 1, V/m. Sabendo-se que a razão carga / massa do elétron vale e / m = 1, C/kg, calcule: a) a aceleração do elétron. b) a velocidade final do elétron. Ao abandonar o campo elétrico, elétron penetra perpendicularmente a um campo magnético constante e uniforme de módulo B = 1, T. c) Qual o raio da órbita descrita pelo elétron? 38) Considere o campo elétrico criado por:

12 I. Duas placas metálicas planas e paralelas, distanciadas de 1,0 cm, sujeitas a uma d.d.p de 100V. II. Uma esfera metálica oca de raio 2,0cm carregada com 2,5 C de carga positiva. Quais as características básicas dos dois campos elétricos? A que distância do centro da esfera, um elétron sofreria a ação de uma força elétrica de módulo igual à que agiria sobre ele entre as placas paralelas? Dados: carga do elétron: e = 1, C constante do Coulomb para o ar e o vácuo: k 0 = Nm 2 /C 2 Para cada alternativa, as informações dos itens 1, 2 e 3, respectivamente, refere-se a: 1. Campo entre as placas. 2. Campo da esfera. 3. Distância do centro da esfera. a) 1. uniforme (longe das extremidades) 2. radial (dentro e fora da esfera) 3. 15m b) 1. não há 2. só há campo no interior da esfera m c) 1. uniforme 2. uniforme (dentro e fora da esfera) 3. 1,5m d) 1. uniforme (longe das extremidades) 2. -radial (fora da esfera), -nulo (dentro da esfera) 3. 1,5m e) 1. nulo 2. -nulo (dentro da esfera), -radial (fora da esfera) 3. 1,5 39) A diferença de potencial entre as duas placas condutoras paralelas indicadas no esquema é 500V. Dado: carga do elétron = 1, C. Quando um elétron é transportado de P 1 a P 2, o trabalho realizado pelo campo elétrico é, em joules, igual a:

13 a) 1, b) 6, c) 6, d) 8, e) 8, ) Uma gota de óleo de massa 1mg e carga q = C, é solta em uma região de campo elétrico uniforme E, conforme mostra a figura a seguir. Mesmo sob o efeito da gravidade, a gota move-se para cima, com uma aceleração de 1m/s 2. Determine o módulo do campo elétrico, em V/m. (Considere g = 10 m/s 2 ). 41) Numa região em que existe um campo eletrostático uniforme, uma pequena esfera condutora descarregada é introduzida. Das configurações, a que melhor representa a distribuição de cargas que aparecerá na superfície da esfera, é: 42) Num ponto A do universo, constata-se a existência de um campo elétrico E de intensidade 9, N/C, devido exclusivamente a uma carga puntiforme Q situada a 10 cm dele. Num outro ponto B, distante 30 cm da mesma carga, o vetor campo elétrico tem intensidade 1, N/C. A d.d.p. entre A e B é: a) 1, V b) 2, V c) 6, V d) 6, V

14 e) 8, V 43) No vácuo (k 0 = N.m 2 / C 2 ), colocam-se as cargas Q A = C e QB = C, respectivamente nos pontos A e B representados abaixo. O campo elétrico no ponto C tem módulo igual a: a) N/C b) N/C c) N/C d) N/C e) N/C 44) Considerando uma partícula com carga elétrica Q, fixa num ponto, e uma carga de prova q, é correto afirmar: (01) A força elétrica entre essas cargas tem módulo diretamente proporcional à distância que as separa. (02) Quando a carga q é colocada próxima à Q, ela sofre a ação de uma força elétrica de módulo proporcional à intensidade do campo elétrico criado pela carga Q. (04) Se Q for positiva e q negativa a força elétrica entre elas será de atração. (08) A unidade de intensidade de campo elétrico no Sistema Internacional (SI) é o coulomb/metro. (16) O campo elétrico devido à carga Q é um campo elétrico uniforme. Marque como resposta a soma dos itens corretos. 45) Uma casca esférica metálica de raio R encontra-se eletrizada com uma carga positiva igual a Q, que gera um campo elétrico E, cujas linhas de campo estão indicadas na figura a seguir. A esfera está localizada no vácuo, cuja constante eletrostática pode ser representada por k 0. Numa situação como essa, o campo elétrico em um ponto situado a uma distância D do centro da esfera, sendo D < R, e o potencial desta em sua superfície são, respectivamente, iguais a: a) zero e k 0 Q / R b) zero e k 0 Q/(R - D) c) k 0 Q / R 2 e zero d) k 0 Q / R 2 e k 0 Q / D e) k 0 Q / D 2 e k 0 Q / R

15 46) Nos pontos A e B da figura são colocadas, respectivamente, as cargas elétricas puntiformes - 3Q e +Q. No ponto P o vetor campo elétrico resultante tem intensidade: a) b) c) d) e) 5Q k 12d 2Q k 2 9d Q k 12d 4Q k 2 3d 7Q k 18d ) O campo elétrico criado por um dipolo elétrico tem intensidade 4, N/C no ponto médio da reta que une as cargas. Sabendo-se que a constante eletrostática do meio é 9, Nm 2 /C 2, a distância entre as cargas é igual a 20cm e o módulo de cada uma das cargas que constituem o dipolo é X 10-5 C, determine o valor de X. 48) Nos vértices A e C do quadrado abaixo colocam-se cargas elétricas de valor +q. Para que no vértice D do quadrado o campo elétrico tenha intensidade nula, a carga elétrica que deve ser colocado no vértice B deve ter o valor: a) b) c) d) e) 2q 2q q q 2q

16 49) A intensidade do vetor campo elétrico gerado por uma carga Q puntiforme, positiva e fixa em um ponto do vácuo, em função da distância (d) em relação a ela, varia conforme o gráfico dado. A intensidade do vetor campo elétrico, no ponto situado a 6m da carga, é: a) N/C b) N/C c) N/C d) N/C e) N/C 50) Seis cargas elétricas puntiformes se encontram no vácuo fixas nos vértices de um hexágono regular de lado L. As cargas têm mesmo módulo, Q, e seus sinais estão indicados na figura. Dados: Constante eletrostática do vácuo = k 0 = 9, N m 2 /C 2 L = 3, cm; Q = 5, C No centro do hexágono, o módulo e o sentido do vetor campo elétrico resultante são, respectivamente, a) 5, N/C; de E para B. b) 5, N/C; de B para E. c) 5, N/C; de A para D. d) 1, N/C; de B para E. e) 1, N/C; de E para B.

Exercícios sobre Espelhos Esféricos

Exercícios sobre Espelhos Esféricos Exercícios sobre Espelhos Esféricos 1-Quando colocamos um pequeno objeto real entre o foco principal e o centro de curvatura de um espelho esférico côncavo de Gauss, sua respectiva imagem conjugada será:

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015. ALUNO(a): LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA 4BI L1

GOIÂNIA, / / 2015. ALUNO(a): LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA 4BI L1 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Fabrízio Gentil Bueno DISCIPLINA: FÍSICA SÉRIE: 2 o ALUNO(a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA 4BI L1 01 - (UDESC) João e Maria estão a 3m de

Leia mais

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE Lista de Eletrostática da UFPE e UPE 1. (Ufpe 1996) Duas pequenas esferas carregadas repelem-se mutuamente com uma força de 1 N quando separadas por 40 cm. Qual o valor em Newtons da força elétrica repulsiva

Leia mais

EXERCÍCIOS 1ª SÉRIE ESPELHOS ESFÉRICOS

EXERCÍCIOS 1ª SÉRIE ESPELHOS ESFÉRICOS EXERCÍCIOS 1ª SÉRIE ESPELHOS ESFÉRICOS 1. (Uel 2011) Considere a figura a seguir. Com base no esquema da figura, assinale a alternativa que representa corretamente o gráfico da imagem do objeto AB, colocado

Leia mais

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07

FÍSICA 3ª Série LISTA DE EXERCÍCIOS/ELETROSTÁTICA Data: 20/03/07 1. O campo elétrico de uma carga puntiforme em repouso tem, nos pontos A e B, as direções e sentidos indicados pelas flechas na figura a seguir. O módulo do campo elétrico no ponto B vale 24V/m. O módulo

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática

Prof. Rogério Porto. Assunto: Eletrostática Questões COVEST Física Elétrica Prof. Rogério Porto Assunto: Eletrostática 1. Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma carga Q. Uma terceira esfera C, inicialmente descarregada e idêntica às esferas

Leia mais

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais:

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: A COR DE UM CORPO MÓDULO 9 A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: luz branca vermelho alaranjado amarelo verde azul anil violeta A cor que um corpo iluminado

Leia mais

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r

1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r Exercícios Potencial Elétrico 01. O gráfico que melhor descreve a relação entre potencial elétrico V, originado por uma carga elétrica Q < 0, e a distância d de um ponto qualquer à carga, é: 05. Duas cargas

Leia mais

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos Construção Geométrica com Espelhos Esféricos 1. (Ufsm 2012) A figura de Escher, Mão com uma esfera espelhada, apresentada a seguir, foi usada para revisar propriedades dos espelhos esféricos. Então, preencha

Leia mais

Colégio Paula Frassinetti Atividade de Física 3º ano do Ensino Médio - / /2012 Prof. Luciano Soares Pedroso

Colégio Paula Frassinetti Atividade de Física 3º ano do Ensino Médio - / /2012 Prof. Luciano Soares Pedroso 1. (Ufrj) Uma criança segura uma bandeira do Brasil como ilustrado na figura 1. A criança está diante de dois espelhos planos verticais A e B que fazem entre si um ângulo de 60. A figura 2 indica seis

Leia mais

Lista de Eletrostática - Mackenzie

Lista de Eletrostática - Mackenzie Lista de Eletrostática - Mackenzie 1. (Mackenzie 1996) Uma esfera eletrizada com carga de + mc e massa 100 g é lançada horizontalmente com velocidade 4 m/s num campo elétrico vertical, orientado para cima

Leia mais

Lista de Revisão Óptica na UECE e na Unifor Professor Vasco Vasconcelos

Lista de Revisão Óptica na UECE e na Unifor Professor Vasco Vasconcelos Lista de Revisão Óptica na UECE e na Unifor Professor Vasco Vasconcelos 0. (Unifor-998. CE) Um objeto luminoso está inicialmente parado a uma distância d de um espelho plano fixo. O objeto inicia um movimento

Leia mais

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120 Colégio Jesus Adolescente Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor B Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral Aulas 6 a 8 1) A figura a seguir representa um raio de luz incidindo

Leia mais

Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 2ª Ano. Questão 1. Questão 4

Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 2ª Ano. Questão 1. Questão 4 Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 2ª Ano Questão 1 Um raio luminoso emitido por um laser de um ponto F incide em um ponto I de um espelho plano. O ponto F está a uma distância b do

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ----

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Física II PROFESSOR(A) Fernando ANO SEMESTRE DATA 2º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Considere a figura ao lado. Com base no

Leia mais

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO Professor: XERXES DATA: 22 / 11 / 2015 RECUPERAÇÃO FINAL FORÇA ELÉTRICA (LEI DE COULOMB) FÍSICA Para todas as questões, considere a constante eletrostática no vácuo igual a 9.10

Leia mais

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico

TURMA: 3º ANO: Campo Elétrico DISCIPLINA: FÍSICA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO

Leia mais

Reflexão. A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas.

Reflexão. A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas. Ótica Reflexão A reflexão ocorre quando a luz incide sobre a superfície de separação entre dois meios com propriedades distintas. A reflexibilidade é a tendência dos raios de voltarem para o mesmo meio

Leia mais

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE

ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE 1. (Pucrj 013) Duas cargas pontuais q1 3,0 μc e q 6,0 μc são colocadas a uma distância de 1,0 m entre si. Calcule a distância, em metros, entre a carga q 1 e a posição, situada entre

Leia mais

Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro

Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro Nome do aluno: nº série/turma 9 Curso: Ensino Fundamental II Disciplina: MATEMÁTICA Professor: Álvaro / Leandro Data: De 17 a 21/08/2009 Bimestre: 3º Tipo de atividade: Lista de Exercícios A REFLEXÃO DA

Leia mais

Curso Wellington Física Óptica Espelhos Esféricos Prof Hilton Franco. 1. Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem:

Curso Wellington Física Óptica Espelhos Esféricos Prof Hilton Franco. 1. Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem: 1. Em relação aos espelhos esféricos, analise as proposições que se seguem: (1) A reta definida pelo centro de curvatura e pelo vértice do espelho é denominada de eixo secundário. (3) O ponto de encontro

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Óptica

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Óptica Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Óptica 01 - (PUC SP) Um objeto é inicialmente posicionado entre o foco

Leia mais

TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa

TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa Reflexão da luz TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa LEIS DA REFLEXÃO RI = raio de luz incidente i normal r RR = raio de luz refletido i = ângulo de incidência (é formado entre RI e N) r = ângulo de reflexão

Leia mais

Espelhos Esféricos Gauss 2013

Espelhos Esféricos Gauss 2013 Espelhos Esféricos Gauss 2013 1. (Unesp 2012) Observe o adesivo plástico apresentado no espelho côncavo de raio de curvatura igual a 1,0 m, na figura 1. Essa informação indica que o espelho produz imagens

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA

POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E FORÇA ELÉTRICA 1. No movimento de A para B (figura) ao longo de uma linha de campo elétrico, o campo realiza 3,94 x 10-19 J de trabalho sobre um elétron. Quais são as diferenças de

Leia mais

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos F.02 Espelhos Planos e Esféricos 2º Série do Ensino Médio Turma: Turno: Vespertino Lista 03 Lista 04 Questão 01) Obedecendo às condições de Gauss, um espelho esférico fornece, de um objeto retilíneo de

Leia mais

Apostila 2 Capítulo 8. Página 305. Reflexões. Gnomo

Apostila 2 Capítulo 8. Página 305. Reflexões. Gnomo Apostila 2 Capítulo 8 Página 305 Reflexões Fenômenos Ópticos Reflexão Refração Absorção Tipos de Reflexão Reflexão Especular Reflexão Difusa Na reflexão especular os raios de luz que entram paralelos são

Leia mais

Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS. João Paulo I

Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS. João Paulo I Lista de Óptica ESPELHOS ESFÉRICOS 1) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. Para que os seguranças possam controlar o movimento dos

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP)

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática. Pré Universitário Uni-Anhanguera 01 - (MACK SP) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Eletrostática 01 - (MACK SP) Fixam-se as cargas puntiformes q 1 e q 2, de

Leia mais

)tvlfd,, 0,(QJ4XtPLFD. ²ž6HPHVWUH ÐSWLFD

)tvlfd,, 0,(QJ4XtPLFD. ²ž6HPHVWUH ÐSWLFD )tvlfd,, 0,(QJ4XtPLFD Óptica Geométrica ²ž6HPHVWUH ÐSWLFD Exercício 1: Um feixe de luz cujo comprimento de onda é 650 nm propaga-se no vazio. a) Qual é a velocidade da luz desse feixe ao propagar-se num

Leia mais

TD DE FÍSICA 2 Questões de Potencial elétrico e Trabalho da Força Elétrica PROF.: João Vitor

TD DE FÍSICA 2 Questões de Potencial elétrico e Trabalho da Força Elétrica PROF.: João Vitor 1. (Ita) Considere as afirmações a seguir: I. Em equilíbrio eletrostático, uma superfície metálica é equipotencial. II. Um objeto eletrostaticamente carregado induz uma carga uniformemente distribuída

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO LENTES ESFÉRICAS. LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO LENTES ESFÉRICAS. LENTES CONVERGENTES Elementos LENTES ESFÉRICAS ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

Exercícios de Óptica

Exercícios de Óptica Exercícios de Óptica PROFESSOR WALESCKO 22 de dezembro de 2005 Sumário 1 Exercícios 1 2 UFRGS 11 3 Gabarito 24 1 Exercícios 1. A figura abaixo representa um raio de luz que incide no espelho plano E e

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss. (Unicamp 203) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados com a letra F. Pode-se afirmar

Leia mais

Lentes. Parte I. www.soexatas.com Página 1

Lentes. Parte I. www.soexatas.com Página 1 Parte I Lentes a) é real, invertida e mede cm. b) é virtual, direta e fica a 6 cm da lente. c) é real, direta e mede cm. d) é real, invertida e fica a 3 cm da lente. 1. (Ufg 013) Uma lente convergente

Leia mais

08/12/2014 APLICAÇÕES DE ESPELHOS ESFERICOS TEORIA INTRODUÇÃO. Departamento de Física, Campus de Ji-Paraná Semestre2014-2

08/12/2014 APLICAÇÕES DE ESPELHOS ESFERICOS TEORIA INTRODUÇÃO. Departamento de Física, Campus de Ji-Paraná Semestre2014-2 Departamento de Física, Campus de Ji-Paraná Semestre2014-2 Aula: Espelhos Esféricos 1 S ESFERICOS Um espelho esférico é formado por uma calota esférica refletora, com raio de curvatura definido. Se a superfície

Leia mais

Série 3ª SÉRIE ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2013

Série 3ª SÉRIE ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2013 Disciplina FÍSICA Curso ENSINO MÉDIO Professor ANDRÉ ITO Série 3ª SÉRIE ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2013 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Espelhos esféricos e lentes; 2 -

Leia mais

a) côncavo. b) convexo. c) plano. d) anatômico. e) epidérmico.

a) côncavo. b) convexo. c) plano. d) anatômico. e) epidérmico. ESPELHOS ESFÉRICOS 1. (Unioeste - ADAPTADO) Sob influência de seu pai Armando se tornou um ótimo fabricante de espelhos esféricos. A figura abaixo representa um espelho esférico côncavo montado por Arnaldo

Leia mais

Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010

Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010 Óptica Geométrica Ocular Séries de Exercícios 2009/2010 2 de Junho de 2010 Série n.1 Propagação da luz 1. A velocidade da luz amarela de sódio num determinado líquido é 1, 92 10 8 m/s. Qual o índice de

Leia mais

Problemas de eletricidade

Problemas de eletricidade Problemas de eletricidade 1 - Um corpo condutor está eletrizado positivamente. Podemos afirmar que: a) o número de elétrons é igual ao número de prótons. b) o número de elétrons é maior que o número de

Leia mais

18 a QUESTÃO Valor: 0,25

18 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a A 0 a QUESTÃO FÍSICA 8 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a QUESTÃO Valor: 0,25 Entre as grandezas abaixo, a única conservada nas colisões elásticas, mas não nas inelásticas é o(a): 2Ω 2 V 8Ω 8Ω 2 Ω S R 0 V energia

Leia mais

Imagens ópticas (1)ë - Dióptros

Imagens ópticas (1)ë - Dióptros Imagens ópticas (1)ë - Dióptros Dióptros Dióptro : sistema óptico constituído por dois meios transparentes homogéneos, separados por uma superfície bem definida. Se a superfície de separação é plana, chama-se-lhe

Leia mais

2. (UFAL) O esquema a seguir representa o eixo principal (r) de um espelho esférico, um objeto real O e sua imagem i conjugada pelo espelho.

2. (UFAL) O esquema a seguir representa o eixo principal (r) de um espelho esférico, um objeto real O e sua imagem i conjugada pelo espelho. 1. (UNESP) Isaac Newton foi o criador do telescópio refletor. O mais caro desses instrumentos até hoje fabricado pelo homem, o telescópio espacial Hubble (1,6 bilhão de dólares), colocado em órbita terrestre

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 1º ANO ACADÊMICO PROF. FELIPE KELLER TURMAS: 1C01 a 1C10 Lista para a prova da 1UL

LISTA DE EXERCÍCIOS 1º ANO ACADÊMICO PROF. FELIPE KELLER TURMAS: 1C01 a 1C10 Lista para a prova da 1UL LISTA DE EXERCÍCIOS 1º ANO ACADÊMICO PROF. FELIPE KELLER TURMAS: 1C01 a 1C10 Lista para a prova da 1UL 1 (Unirio) Durante a final da Copa do Mundo, um cinegrafista, desejando alguns efeitos especiais,

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS)

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) 1. Um objeto real é colocado perpendicularmente ao eixo principal de uma lente convergente, de distância focal f. Se o objeto está a uma distância 3 f da lente, a distância

Leia mais

Óptica. Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm).

Óptica. Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm). Óptica Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm). Fenômenos ópticos Professor: Éder (Boto) Sobre a Luz O que emite Luz?

Leia mais

REFLEXÃO DA LUZ: ESPELHOS 412EE TEORIA

REFLEXÃO DA LUZ: ESPELHOS 412EE TEORIA 1 TEORIA 1 DEFININDO ESPELHOS PLANOS Podemos definir espelhos planos como toda superfície plana e polida, portanto, regular, capaz de refletir a luz nela incidente (Figura 1). Figura 1: Reflexão regular

Leia mais

Ciências da Natureza I Ensino Médio Oficina Espelhos Material do aluno

Ciências da Natureza I Ensino Médio Oficina Espelhos Material do aluno Caro aluno, Este material foi produzido objetivando que você aprofunde seus conhecimentos sobre os espelhos planos e os espelhos esféricos côncavos e convexos. Antes de iniciar as atividades desta oficina

Leia mais

Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente.

Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente. 01 Como n lente = n meioa, não há refração. Ou seja, o sistema óptico não funciona como lente. Como n lente < n meiob, a lente de bordas finas opera como lente divergente. Resposta: A 1 02 A gota de água

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FÍSICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FÍSICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FÍSICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA Mestrando Patrese Coelho Vieira Porto Alegre, maio de 2012 O presente material é uma coletânea

Leia mais

Física II Eng. Química + Eng. Materiais

Física II Eng. Química + Eng. Materiais Física II Eng. Química + Eng. Materiais Carga Eléctrica e Campo Eléctrico Lei de Gauss Potencial Eléctrico Condensadores 1. Nos vértices de um quadrado ABCD, com 10 cm de lado, estão colocadas cargas pontuais

Leia mais

Prova 3 Física QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Física QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado FÍSICA 01 O diagrama abaixo mostra um brinquedo

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA Física II 2º ANO ENSINO MÉDIO MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 01- A figura representa um feixe de raios paralelos incidentes numa superfície S e os correspondentes

Leia mais

Física. Óptica Geométrica parte 2. Prof. César Bastos. Óptica Geométrica prof. César Bastos 1

Física. Óptica Geométrica parte 2. Prof. César Bastos. Óptica Geométrica prof. César Bastos 1 Física Óptica Geométrica parte 2 Prof. César Bastos Óptica Geométrica prof. César Bastos 1 Óptica Geométrica Reflexão em superfícies curvas Antes de estudar a formação de imagens em espelhos esféricos

Leia mais

Lista de Exercícios de Física - Óptica Espelhos Esféricos. Prof. Gustavo Dúvidas : gpappetti@yahoo.com.br ou gpappetti@gmail.com

Lista de Exercícios de Física - Óptica Espelhos Esféricos. Prof. Gustavo Dúvidas : gpappetti@yahoo.com.br ou gpappetti@gmail.com 1. (G1) O raio de curvatura de um espelho esférico é de 40cm. Qual o valor da distância focal? 2. (G1) A imagem de um objeto conjugada por um espelho esférico é real, menor e invertida. O espelho é côncavo

Leia mais

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS

ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS ELETROSTÁTICA: EXERCÍCIOS 1. (Uerj) Duas partículas de cargas +4Q e -Q coulombs estão localizadas sobre uma linha, dividida em três regiões I, II e III, conforme a figura abaixo. Observe que as distâncias

Leia mais

LENTES E ESPELHOS. O tipo e a posição da imagem de um objeto, formada por um espelho esférico de pequena abertura, é determinada pela equação

LENTES E ESPELHOS. O tipo e a posição da imagem de um objeto, formada por um espelho esférico de pequena abertura, é determinada pela equação LENTES E ESPELHOS INTRODUÇÃO A luz é uma onda eletromagnética e interage com a matéria por meio de seus campos elétrico e magnético. Nessa interação, podem ocorrer alterações na velocidade, na direção

Leia mais

Espelhos Esféricos. Definições e Elementos:

Espelhos Esféricos. Definições e Elementos: Definições e Elementos: Calota Esférica. Espelho Esférico é uma calota esférica na qual uma das faces é refletora. Espelho Côncavo Superfície refletora interna. Espelho Convexo Superfície refletora externa.

Leia mais

FÍSICA. Prof. Luis Campos AULA 1

FÍSICA. Prof. Luis Campos AULA 1 FÍSICA Prof. Luis Campos AULA 1 1. Do fundo de um poço, um observador de altura desprezível contempla um avião, que está 500 m acima de seus olhos. No instante em que a aeronave passa sobre a abertura

Leia mais

FÍSICA ÓPTICA GEOMÉTRICA FÍSICA 1

FÍSICA ÓPTICA GEOMÉTRICA FÍSICA 1 2014_Física_2 ano FÍSICA Prof. Bruno ÓPTICA GEOMÉTRICA FÍSICA 1 1. (Uftm 2012) Uma câmara escura de orifício reproduz uma imagem de 10 cm de altura de uma árvore observada. Se reduzirmos em 15 m a distância

Leia mais

II- Quanto mais próximo está um objeto de um espelho plano, mais distante está sua imagem do espelho.

II- Quanto mais próximo está um objeto de um espelho plano, mais distante está sua imagem do espelho. Professor: DUDU (óptica geométrica e espelhos planos) 1ºLista de exercícios física 1-Considere a figura a seguir que representa uma caixa cúbica que tem, em uma de suas faces, um espelho plano com a face

Leia mais

Considerando que = 9,0

Considerando que = 9,0 LISTA 4 POTENIAL ELÉTRIO 01 - (FEPES DF) onsidere uma carga puntiforme positiva q fixa num ponto do espaço. Verifica-se que o campo elétrico em um ponto P 1, a uma distância R dessa carga, tem módulo E

Leia mais

1- LENTES ESFÉRICAS. a) INTRODUÇÃO. d) RAIOS NOTÁVEIS. b) NOMENCLATURA. c) VERGÊNCIA DE UMA LENTE AULA 04 LENTES ESFÉRICAS ÓPTICA DA VISÃO

1- LENTES ESFÉRICAS. a) INTRODUÇÃO. d) RAIOS NOTÁVEIS. b) NOMENCLATURA. c) VERGÊNCIA DE UMA LENTE AULA 04 LENTES ESFÉRICAS ÓPTICA DA VISÃO - LENTES ESFÉRICAS a) INTRODUÇÃO AULA 04 LENTES ESFÉRICAS ÓPTICA DA VISÃO extremidades finas serão divergentes e as extremidades grossas Lentes de extremidades finas Lentes de extremidades grossas n Lente

Leia mais

FORÇA MAGNÉTICA. Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme

FORÇA MAGNÉTICA. Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme FORÇA MAGNÉTICA Força magnética sobre cargas em um campo magnético uniforme Em eletrostática vimos que quando uma carga penetra em uma região onde existe um campo elétrico, fica sujeita a ação de uma força

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio Prof. Rogério Porto

3º Ano do Ensino Médio Prof. Rogério Porto Questões COVEST Óptica Geométrica 3º Ano do Ensino Médio Prof. Rogério Porto Assunto: Óptica Geométrica 1. Considere um objeto iluminado, um anteparo com um pequeno orifício circular e um segundo anteparo,

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - Magnetismo 01 - (PUC SP) Na figura abaixo temos a representação de dois

Leia mais

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ Exercícios Lentes Esféricas 1- Analise as afirmações a seguir e assinale a correta. A) É impossível obter uma imagem maior que o objeto com uma lente divergente. B) Quando um objeto está localizado a uma

Leia mais

Formação de imagens por superfícies esféricas

Formação de imagens por superfícies esféricas UNIVESIDADE FEDEAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPATAMENTO DE FÍSICA Laboratório de Física Geral IV Formação de imagens por superfícies esféricas.. Objetivos:. Primeira parte: Espelho Côncavo

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo - Lista de Exercícios I CEFET-BA / UE - VITÓRIA DA CONQUISTA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

Eletricidade e Magnetismo - Lista de Exercícios I CEFET-BA / UE - VITÓRIA DA CONQUISTA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Eletricidade e Magnetismo - Lista de Exercícios I CEFET-BA / UE - VITÓRIA DA CONQUISTA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Carga Elétrica e Lei de Coulomb 1. Consideremos o ponto P no centro de um quadrado

Leia mais

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Prova Escrita de Física III A Professor: Jorge Pedraza Arpasi, SALA 325 - UNIPAMPA Alegrete Nome: 1 Algumas instruções Na primeira questão marque com caneta com

Leia mais

REFLEXÃO. Leis da reflexão Os fenômenos em que acontecem as reflexões, tanto regular quanto difusa, obedecem a duas leis fundamentais que são:

REFLEXÃO. Leis da reflexão Os fenômenos em que acontecem as reflexões, tanto regular quanto difusa, obedecem a duas leis fundamentais que são: REFLEXÃO Como já foi dito anteriormente, reflexão é o fenômeno pelo qual, a luz incide sobre uma superfície e retorna ao meio de incidência. Iremos agora, estudar a reflexão da luz em espelhos planos e

Leia mais

Óptica Geométrica. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Dr. Edalmy Oliveira de Almeida

Óptica Geométrica. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Dr. Edalmy Oliveira de Almeida Universidade do Estado do Rio Grande do Norte Rua Almino Afonso, 478 - Centro Mossoró / RN CEP: 59.610-210 www.uern.br email: reitoria@uern.br ou Fone: (84) 3315-2145 3342-4802 Óptica Geométrica Dr. Edalmy

Leia mais

www.fisicanaveia.com.br

www.fisicanaveia.com.br www.fisicanaveia.com.br Lentes Esféricas Lentes Esféricas: construção Biconvexa Lentes Esféricas: construção PLANO-CONVEXA Lentes Esféricas: construção CÔNCAVO-CONVEXA Lentes Esféricas: construção BICÔNCAVA

Leia mais

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO Ao incidir em uma lente convergente, um feixe paralelo de luz, depois de passar pela lente, é concentrado em um ponto denominado foco (representado por

Leia mais

Exercícios de Física Eletromagnetismo

Exercícios de Física Eletromagnetismo Exercícios de Física Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte

Leia mais

Exercícios de Física Eletromagnetismo

Exercícios de Física Eletromagnetismo Exercícios de Física Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte

Leia mais

Exercícios Eletromagnetismo

Exercícios Eletromagnetismo Exercícios Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte e norte, ou

Leia mais

REFLEXÃO E ESPELHOS PLANOS e ESFÉRICOS

REFLEXÃO E ESPELHOS PLANOS e ESFÉRICOS REFLEXÃO E ESPELHOS PLANOS e ESFÉRICOS Leis da Reflexão: 1º- O raio refletido, a normal e o raio incidente pertencem ao mesmo plano. 2º- A medida do ângulo de reflexão é igual à medida do ângulo de incidência.

Leia mais

LISTA 3 - LEI DE COULOMB

LISTA 3 - LEI DE COULOMB LISTA 3 - LEI DE COULOMB 1. Duas cargas puntiformes eletrizadas estão fixadas a 3,0 mm uma da outra. Suas cargas elétricas são idênticas e iguais a 2,0 nc, positivas. Determine a intensidade da força eletrostática

Leia mais

RESUMO 2 - FÍSICA III

RESUMO 2 - FÍSICA III RESUMO 2 - FÍSICA III CAMPO ELÉTRICO Assim como a Terra tem um campo gravitacional, uma carga Q também tem um campo que pode influenciar as cargas de prova q nele colocadas. E usando esta analogia, podemos

Leia mais

Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb

Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb Introdução à Eletricidade e Lei de Coulomb Introdução à Eletricidade Eletricidade é uma palavra derivada do grego élektron, que significa âmbar. Resina vegetal fossilizada Ao ser atritado com um pedaço

Leia mais

Física: Óptica. c) preto. d) violeta. e) vermelho. Resp.: c. Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof.

Física: Óptica. c) preto. d) violeta. e) vermelho. Resp.: c. Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Física: Óptica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Questão 01 Com relação às afirmações: I. A luz amarelada e a luz verde têm a mesma freqüência. II. No interior

Leia mais

DEFIJI Semestre2014-1 10:07:19 1 INTRODUÇÃO

DEFIJI Semestre2014-1 10:07:19 1 INTRODUÇÃO 1 DEFIJI Semestre2014-1 Ótica Lentes Esféricos Prof. Robinson 10:07:19 1 O ÍNDICE DE REFRAÇÃO INTRODUÇÃO Quando a luz passa de um meio para outro, sua velocidade aumenta ou diminui devido as diferenças

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada COLÉGIO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ALUNO(A): Nº PROF.: André Harada DISCIPLINA: Física II SÉRIE: 2ª Ensino Médio TURMA: DATA: 1. (Uerj 2000) Duas partículas de cargas +4Q e -Q coulombs estão localizadas sobre

Leia mais

Aula do Curso Noic de Física, feito pela parceria do Noic com o Além do Horizonte

Aula do Curso Noic de Física, feito pela parceria do Noic com o Além do Horizonte Espelhos esféricos são superfícies refletoras muito comuns e interessantes de se estudar. Eles são capazes de formar imagens maiores ou menores, inversas ou direitas, dependendo do tipo de espelho, suas

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E FÍSICA Professor: Renato Medeiros EXERCÍCIOS NOTA DE AULA IV Goiânia - 2014 EXERCÍCIOS 1. Uma partícula eletrizada positivamente é

Leia mais

Aulas 09 a 12. Lentes Esféricas

Aulas 09 a 12. Lentes Esféricas Aulas 09 a 12 Lentes Esféricas Associação de dois meios com refringências diferentes separados por duas superfícies curvas ou uma plana e outra curva. 24/03/2013 Lentes Esféricas 2 Lentes Esféricas e Delgadas

Leia mais

ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 9. OS A/B/C PROF. A GRAZIELA

ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 9. OS A/B/C PROF. A GRAZIELA ATIVIDADE DE FÍSICA PARA AS FÉRIAS 9. OS A/B/C PROF. A GRAZIELA QUESTÃO 1) Atente para a ilustração e os fragmentos de texto abaixo. Utilize-os para responder aos itens da questão 1. [ 1 ] Em muitos parques

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Física Potencial Elétrico e Energia Potencial Elétrica

Exercícios com Gabarito de Física Potencial Elétrico e Energia Potencial Elétrica Exercícios com Gabarito de Física Potencial Elétrico e Energia Potencial Elétrica 1) (Fuvest-1995) Um sistema formado por três cargas puntiformes iguais, colocadas em repouso nos vértices de um triângulo

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

Cap. 28. Espelho esférico

Cap. 28. Espelho esférico Cap. 28 Espelho Esférico Convexo UERJ 2001-2 a Fase - Discursiva - 02 As questões dessa prova relacionam-se ao ambiente de um circo Na entrada do circo existe um espelho convexo. Uma menina de 1,0 m de

Leia mais

Instrumentos Ópticos

Instrumentos Ópticos Instrumentos Ópticos Associação de Lentes. Lentes Justapostas: Lentes Justapostas Separação Nula. A lente equivalente à associação de duas lentes justapostas, apresenta vergência dada por: C res = C 1

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Upe 2013) Considere a Terra como uma esfera condutora, carregada uniformemente, cuja carga total é 6,0 μ C, e a distância entre o centro da Terra e um ponto P na superfície da Lua é de aproximadamente

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA. Lista de Problemas

ÓPTICA GEOMÉTRICA. Lista de Problemas Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Física FIS01044 UNIDADE II ÓPTICA GEOMÉTRICA Lista de Problemas Problemas extraídos de HALLIDAY, D., RESNICK, R., WALKER, J.

Leia mais

Lei de Coulomb. Charles Augustin de Coulomb

Lei de Coulomb. Charles Augustin de Coulomb Lei de Coulomb Charles Augustin de Coulomb A Lei de Coulomb foi descoberta pelo físico francês Charles Augustin de Coulomb, trata do princípio fundamental da eletricidade. Em particular, diz-nos que o

Leia mais

V = 0,30. 0,20. 0,50 (m 3 ) = 0,030m 3. b) A pressão exercida pelo bloco sobre a superfície da mesa é dada por: P 75. 10 p = = (N/m 2 ) A 0,20.

V = 0,30. 0,20. 0,50 (m 3 ) = 0,030m 3. b) A pressão exercida pelo bloco sobre a superfície da mesa é dada por: P 75. 10 p = = (N/m 2 ) A 0,20. 11 FÍSICA Um bloco de granito com formato de um paralelepípedo retângulo, com altura de 30 cm e base de 20 cm de largura por 50 cm de comprimento, encontra-se em repouso sobre uma superfície plana horizontal.

Leia mais

Como representar uma lente convergente e uma lente divergente.

Como representar uma lente convergente e uma lente divergente. Lentes Esféricas Lente é todo meio transparente limitado por duas superfícies curvas ou uma curva e uma plana. São encontradas em lupas, microscópios, telescópios, máquinas fotográficas, projetores, filmadoras,

Leia mais

Departamento de Ciências da Natureza Física Prof. Rafael

Departamento de Ciências da Natureza Física Prof. Rafael 1. (FCC-Londrina-PR) Uma carga elétrica pontual de +1, x 1-6 C situa-se num dos vértices de um triângulo equilátero de,3m de lado. Com centro no segundo vértice, se localiza uma esfera isolante com diâmetro

Leia mais

Lista de Eletromagnetismo - Tubarão. amostra em relação à localização dos. 1. Num laboratório de biofísica, um. lagos de onde vieram.

Lista de Eletromagnetismo - Tubarão. amostra em relação à localização dos. 1. Num laboratório de biofísica, um. lagos de onde vieram. 1. Num laboratório de biofísica, um pesquisador realiza uma experiência com "bactérias magnéticas", bactérias que tem pequenos ímãs no seu interior. Com auxílio desses imãs, amostra em relação à localização

Leia mais

LISTÃO DE MAGNETISMO PARA REVISÃO

LISTÃO DE MAGNETISMO PARA REVISÃO LISTÃO DE MAGNETISMO PARA REVISÃO 1. Favip-PE Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmarque seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte

Leia mais