PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES PROVA ESCRITA. Instruções para realização da prova

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES PROVA ESCRITA. Instruções para realização da prova"

Transcrição

1 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE RIO DO SUL SC PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES PROVA ESCRITA Instruções para realização da prova 1. Esta prova contem: instruções para realização da prova, caderno de prova e gabarito. 2. O gabarito deve ser preenchida com caneta de cor azul ou preta. 3. O caderno de prova contem 10 questões objetivas. 4. Cada questão objetiva possui 04 (quatro) alternativas de múltipla escolha (A-B- C-D). 5. Caso apresente defeito de impressão ou falta de questão, solicite ao fiscal outra prova. 6. Não é permitido destacar quaisquer das folhas que componham o caderno de prova. 7. O candidato deverá assinalar apenas uma alternativa como resposta no gabarito. 8. As questões que estiverem rasuradas ou que possuírem mais do que uma alternativa assinaladas no gabarito serão automaticamente consideradas como incorretas. 9. O gabarito apresenta uma linha para cada questão onde o candidato deverá assinalar com um X a coluna correspondente a alternativa escolhida como correta. 10. O tempo de duração da prova é de 1 (uma) hora e 30 (trinta) minutos. 11. O candidato só poderá deixar a sala após 15 (quinze) minutos do início da prova. 12. O candidato não poderá levar o caderno de prova. 13. Saídas da sala com retorno somente serão permitidas para idas ao banheiro acompanhadas de um fiscal. 14. Na última folha da prova encontra-se uma folha de resposta em que o candidato pode utilizar e destacar com os dados preenchidos no gabarito para sua própria conferência. 15. Ao término da prova entregue ao fiscal o gabarito devidamente preenchido e assinado juntamente com o caderno de prova. 16. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala até que todos tenham terminado a prova ou o prazo para execução desta seja esgotado. 17. Será eliminado do processo de avaliação, o candidato que utilizar máquinas ou relógios de calcular, aparelhos de reprodução de som ou imagem, com ou sem fones de ouvido, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie. Será também eliminado o candidato que se ausentar da sala de prova levando consigo este caderno ou o gabarito. 18. O gabarito oficial, o caderno de prova e a lista dos aprovados será publicada no site da Prefeitura de Rio do Sul em 28/08/ Serão aceitos recursos devidamente fundamentados de 28/08/15 a 04/09/ A publicação final da classificação dos candidatos aprovados na prova escrita será no site da Prefeitura de Rio do Sul em 15/09/15.

2 CADERNO DE PROVA Questão 1. A respeito do Capítulo III, subseção II, Da Guarda, Artigos 33 a 35, é correto afirmar: a) A guarda confere à criança ou adolescente a condição de independente, e ele passa a responder civilmente sobre si. b) É impossível deferir a guarda fora dos casos de tutela e adoção. c) A guarda poderá ser revogada a qualquer tempo, mediante ato judicial fundamentado, ouvido o Ministério Público. d) O deferimento da guarda de criança ou adolescente a terceiros, impede o exercício do direito de visitas pelos pais, em quaisquer circunstâncias. Questão 2. Analise as questões abaixo e assinale a alternativa correta: I O Conselho Tutelar é órgão permanente e subordinado ao Serviço Social do município em que faz parte, jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, definidos no Estatuto da Criança e do Adolescente. II Lei estadual disporá sobre local, dia e horário de funcionamento do Conselho Tutelar, inclusive quanto a eventual remuneração de seus membros. a) Todas as alternativas estão incorretas. b) Somente a alternativa II está correta. c) Somente a alternativa I está correta. d) Todas as alternativas estão corretas. Questão 3. São atribuições do Conselho Tutelar: I Encaminhar à autoridade judiciária os casos de sua competência. II Requisitar certidões de nascimento e óbito de criança ou adolescente quando necessário. III Expedir notificações. IV Assessorar o poder judiciário na elaboração da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança e do adolescente. V Realizar atendimento psicológico ou de outra natureza conforme a formação acadêmica do conselheiro. a) Estão corretas III, IV e V. b) Estão corretas I, II e III. c) Todas alternativas estão incorretas. d) Todas alternativas estão corretas. Questão 4. Os dirigentes de estabelecimentos de ensino fundamental comunicarão os casos ao Conselho Tutelar, exceto em relação a: a) Maus-tratos envolvendo seus alunos. b) Reiteração de faltas injustificadas e de evasão escolar, esgotados os recursos escolares.

3 c) Elevados níveis de repetência. d) Notas abaixo da média. Questão 5. A competência para atuação do Conselho Tutelar é definida: I Pelo domicílio dos pais ou responsável. II Pelo lugar onde se encontre a criança ou adolescente, à falta dos pais ou responsável. III Pela estrutura física do Conselho Tutelar. IV Por portaria expedida pela autoridade judicial. V Pela lei municipal que criou o Conselho Tutelar. a) As opções I e II estão corretas; b) As opções I e IV estão corretas; c) As opções III e IV estão corretas; d) As opções I e V estão corretas. Questão 6. É proibido a venda à criança ou adolescente de: a) Bilhetes lotéricos e equivalentes. b) Revistas em quadrinhos sem autorização dos pais ou responsáveis. c) Produtos cujos componentes possam causar alergia. d) Bebidas gaseificadas. Questão 7. São impedidos de servir no mesmo Conselho Tutelar: I Marido e mulher; II Sogro e genro ou nora; III Vizinhos; IV Padrinho e afilhado; V Tio e sobrinho. a) Somente a I está correta. b) I, II e V estão corretas. c) Somente III e IV estão corretas. d) Todas as alternativas estão incorretas. Questão 8. A respeito dos Artigos 83, 84 e 85, analise as questões abaixo e assinale a alternativa correta: I A autorização judicial para que a criança possa viajar para fora da Comarca onde reside será exigida mesmo quando a criança estiver acompanhada dos pais ou responsáveis. II Quando se tratar de viagem ao exterior a autorização judicial é dispensável se a criança ou adolescente viajar na companhia de um dos pais, autorizado expressamente pelo outro através de documento com firma reconhecida. III A autoridade judiciária poderá, a pedido dos pais ou responsável, conceder autorização válida por cinco anos.

4 IV Sem prévia e expressa autorização judicial, nenhuma criança ou adolescente nascido em território nacional poderá sair do país em companhia de estrangeiro residente ou domiciliado no exterior. a) Estão corretas as alternativas I, II, III, IV. b) Estão corretas as alternativas II e IV. c) Estão corretas as alternativas III e IV. d) Estão corretas as alternativas II, III e IV. Questão 9. Verificada a prática de ato infracional, a autoridade competente poderá aplicar ao adolescente as seguintes medidas: I Advertência; II Obrigação de reparo ao dano; III Prestação de serviços à comunidade; IV Inserção em regime prisional; V Liberdade assistida; VI Internação em estabelecimentos privados. a) Estão corretas as alternativas I, II, III e V. b) Estão corretas as alternativas I, II, III e VI c) Estão corretas as alternativas II, III, IV e V. d) Estão corretas as alternativas III, IV, V e VI. Questão 10. Art. 4º É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. A garantia de prioridade compreende: I Primazia de receber proteção e socorro em quaisquer circunstâncias; II A precedência de atendimento no serviço público, quando avaliada pelo atendente de acordo com a situação; III Preferência na formulação e na execução das políticas sociais públicas; IV Destinação privilegiada de recursos públicos nas áreas relacionadas com a proteção à infância e a juventude. a) Estão corretas as alternativas I, II e III. b) Estão corretas as alternativas I, II e IV. c) Estão corretas as alternativas I, III e IV. d) Todas as alternativas estão incorretas.

5 GABARITO Assinale com um X no local correspondente a alternativa escolhida como correta. Será desconsiderada questões com rasura ou mais de uma marcação. Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9 Questão 10 A B C D Nome do candidato (legível): Local e Data: Assinatura:

6 FOLHA DE RESPOSTA DESTACÁVEL Esta folha pode ser preenchida e destacada, caso você tenha interesse em ter uma cópia de seu gabarito para conferência posterior. A B C D Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9 Questão 10

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 2015 Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 Junta de Freguesia de Fermentelos Índice NOTA JUSTIFICATIVA... 2 CAPÍTULO I... 3 Missão... 3 Artigo 1º... 3 CAPÍTULO II... 3 Objeto... 3 Artigo 2º...

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 1 SEMESTRE DE 2016 FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM COMISSÃO ORGANIZADORA Solange Fonseca Marquione Gomes Raquel Munis Suelen Gomes 2 SUMÁRIO 1 - CURSOS OFERECIDOS 04 2 - AGENDA

Leia mais

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN

Faculdade de Paraíso do Norte - FAPAN EDITAL N 004/2015 DAC O Diretor Acadêmico da Faculdade de Agronegócio Paraíso do Norte - FAPAN, no uso de suas atribuições regimentais, considerando o disposto no Inciso II do Artigo 44 da Lei n 9.394,

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Mangaratiba Gabinete do Prefeito

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Mangaratiba Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 3442, DE 07 OUTUBRO DE 2015. ESTABELECE NORMAS PARA O REQUERIMENTO DE LICENÇA TEMPORÁRIA PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS EM GERAL, NO MUNICÍPIO DE MANGARATIBA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO (ISCA)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO (ISCA) Aprovado em reunião do Conselho Directivo de 13 de Setembro de 2007, com alterações introduzidas em reunião do Conselho Directivo de 28-11-2007. Artigo 1.º (Âmbito de aplicação) O presente Regulamento

Leia mais

PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ÁGUA DOCE - SC

PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ÁGUA DOCE - SC PROCESSO DE ESCOLHA UNIFICADO DOS CONSELHEIROS TUTELARES DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ÁGUA DOCE - SC EDITAL N. 002/2015 - CMDCA CADERNO DE PROVAS ASSINATURA DO CANDIDATO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

CANDIDATURA A BOLSA DE MÉ RITO PARA ESTUDOS PÓ S-GRADUADOS DO ANO ACADÉ MICO DE

CANDIDATURA A BOLSA DE MÉ RITO PARA ESTUDOS PÓ S-GRADUADOS DO ANO ACADÉ MICO DE 2016/2017 學 年 研 究 生 獎 學 金 申 請 申 請 人 可 於 研 究 生 資 助 發 放 技 術 委 員 會 的 網 上 系 統 直 接 填 寫 申 請 表 後, 列 印 及 簽 署, 並 連 同 其 他 申 請 文 件 交 到 大 學 生 中 心 ( 地 址 : 澳 門 荷 蘭 園 大 馬 路 68-B 號 華 昌 大 廈 地 下 B 座 ) CANDIDATURA A BOLSA

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO EDITAL Nº 01 / 2014 - DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DO CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO. REGULAMENTO O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas do município de Santos convida os universitários

Leia mais

FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da FACULDADE SOGIPA DE EDUCAÇÃO FÍSICA- é um canal de diálogo com a comunidade acadêmica ou

Leia mais

EDITAL UFU/DRII /18/2011 PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A)

EDITAL UFU/DRII /18/2011 PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA D I R E T O R I A D E R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S E I N T E R I N S T I T U C I O N A I S Av. João Naves de Ávila, 22 CEP 38.408-00 Uberlândia-MG Campus

Leia mais

TERMO DE ADESÃO E RESPONSABILIDADE:

TERMO DE ADESÃO E RESPONSABILIDADE: TERMO DE ADESÃO E RESPONSABILIDADE: A ASSOCIAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ESPIGÃO DO OESTE, associação privada, inscrita no CNPJ sob o n.º 05.383.191/0001-31, com sede social à Av. Sete de Setembro, n.º 2743,

Leia mais

Criança ou adolescente com indícios de. exploração sexual. Se é flagrante

Criança ou adolescente com indícios de. exploração sexual. Se é flagrante s nas rodovias estaduais e O cidadão ou profissional que deixar de prestar assistência à criança ou ao em situação de exploração sexual, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, responderá pelo crime

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MARKETING UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 2011 VERSÃO

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

a) Primeira Fase, com duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório:

a) Primeira Fase, com duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório: EDITAL PGM - PRODESP 01/2013 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO CURSO DE DIREITO 1 A PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO, tendo em vista o disposto no art. 101, e parágrafo único da Lei Complementar Municipal

Leia mais

I DA INSCRIÇÃO Serão aceitas inscrição de médicos ou formandos de quaisquer escolas médicas reconhecidas.

I DA INSCRIÇÃO Serão aceitas inscrição de médicos ou formandos de quaisquer escolas médicas reconhecidas. São Paulo, 17 novembro de 2014. Hospital São Camilo - Pompeia - São Paulo / SP. Edital 01/14 O Hospital São Camilo Pompeia - São Paulo / SP, torna público que no período de 17/11 a 03/12 de 2014, através

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO V.WEISS & CIA LTDA PROCEDIMENTO PADRÃO PARA VIAGEM A SERVIÇO ATUALIZADO: JULHO/2015 V.WEISS & CIA LTDA

MANUAL DE PROCEDIMENTO V.WEISS & CIA LTDA PROCEDIMENTO PADRÃO PARA VIAGEM A SERVIÇO ATUALIZADO: JULHO/2015 V.WEISS & CIA LTDA Julho/2015 Índice Sumário 1. Envolvidos... 3 2. Formulários Envolvidos... 3 2.1. Relatório de Solicitação de Viagem (anexo 02).... 3 2.2. Relatório de Prestação de Contas (anexo 03).... 3 3. Procedimentos...

Leia mais

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato:

Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: Processo Seletivo Para o Estágio Acadêmico em Medicina Intensiva do Hospital SOCOR 2016: Edital/ Manual do Candidato: 1 - APRESENTAÇÃO O Hospital SOCOR é uma instituição privada de saúde fundada em 1968.

Leia mais

Política de uso. AR SSL Corporativa. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços. Versão 1.0

Política de uso. AR SSL Corporativa. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços. Versão 1.0 Política de uso AR SSL Corporativa DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Versão 1.0 Outubro de 2014 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Definições... 3 3. Público alvo... 4 4. Credenciamento... 4

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital O grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Formação Docente, Tecnologias e Inclusão (NEFTI) torna

Leia mais

PROCESSO DE ESCOLHA DOS NOVOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR PALMEIRA/SC

PROCESSO DE ESCOLHA DOS NOVOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR PALMEIRA/SC PROCESSO DE ESCOLHA DOS NOVOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR PALMEIRA/SC 26/07/2015 Nome do Candidato: CADERNO DE PROVA INSTRUÇÕES GERAIS: Caro (a) Candidato (a): Leia com o máximo de atenção e siga as seguintes

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA CENTRAL

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA CENTRAL REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA CENTRAL ESTHER AUGUSTA CALMON Linhares LINHARES 2016 SUMÁRIO I. DA APRESENTAÇÃO...03 II. III. IV. DAS FINALIDADES...03 DO FUNCIONAMENTO...03 DOS USUÁRIOS...03 V. DOS DIREITOS

Leia mais

Pedido de revalidação académica dum diploma estrangeiro do ensino superior

Pedido de revalidação académica dum diploma estrangeiro do ensino superior Pedido de revalidação académica dum diploma estrangeiro do ensino superior Agência para o Controlo da Qualidade de Ensino e Formação Departamento de Serviços EVC NARIC-Flandres Koning Albert II-laan 15,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL CMDCA N 01/2015 PROVA OBJETIVA: 09 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: CONSELHEIRO TUTELAR

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL CMDCA N 01/2015 PROVA OBJETIVA: 09 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: CONSELHEIRO TUTELAR CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL CMDCA N 01/2015 PROVA OBJETIVA: 09 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: CONSELHEIRO TUTELAR Nome do Candidato (A) Assinatura INSTRUÇÕES AO CANDIDATO

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO TOCANTINS. EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011

FUNDAÇÃO DE APOIO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO TOCANTINS. EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011 EDITAL Bolsas FAPTO/TE-PNCA - Nº 001/2011 EDITAL PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROJETO PESQUISA: TRANSPORTE ESCOLAR - PESQUISA NACIONAL CUSTO ALUNO PERÍODO: 2011/2012 A Fundação de Apoio

Leia mais

Eu brasileiro(a), estado civil: , Profissão:, Portador(a) da Carteira de Identidade. nº e do CPF nº.. - Residente e domiciliado (a) nº Bairro,

Eu brasileiro(a), estado civil: , Profissão:, Portador(a) da Carteira de Identidade. nº e do CPF nº.. - Residente e domiciliado (a) nº Bairro, ANEXO V REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Ilustríssimo Sr. Presidente da COMISSÃO ELEITORAL para o processo de escolha de Conselheiros(as) Tutelares de Foz do Iguaçu Gestão 2016/2020. Eu brasileiro(a), estado

Leia mais

Regulamento Interno. Centro Ocupacional de São Brás. Capítulo I. Objectivos do Regulamento

Regulamento Interno. Centro Ocupacional de São Brás. Capítulo I. Objectivos do Regulamento Regulamento Interno Centro Ocupacional de São Brás Capítulo I Objectivos do Regulamento 1) O presente regulamento visa definir as regras de organização e funcionamento do Espaço Educacional de São Brás,

Leia mais

3. Rol de Lojas Aderentes: vide no balcão de trocas, justo com este Regulamento.

3. Rol de Lojas Aderentes: vide no balcão de trocas, justo com este Regulamento. REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Natal no Boulevard Brasília. Trata-se de DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE PRÊMIOS denominada Natal no Boulevard Brasília, operação do tipo assemelhada a concurso, que é realizada pelo Fundo

Leia mais

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011.

EDITAL Nº 48/2011. Para inscrever-se nesse curso o candidato deve ter concluído o ensino médio até julho de 2011. EDITAL Nº 48/2011 O Instituto Federal do Paraná - IFPR torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo para ingresso no curso Técnico Subsequente (pós-médio) em Aquicultura do Campus Foz

Leia mais

CALHETA D ESPERANÇAS

CALHETA D ESPERANÇAS CÂMARA MUNICIPAL DA CALHETA MADEIRA REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO À FAMILIA E INCENTIVO À NATALIDADE CALHETA D ESPERANÇAS Página 1 de 5 Nota Justificativa Considerando a crescente intervenção deste Município

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Dia das Mães Carioca Shopping 15 anos Trata-se de DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE PRÊMIOS denominada Dia das Mães Carioca Shopping

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Dia das Mães Carioca Shopping 15 anos Trata-se de DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE PRÊMIOS denominada Dia das Mães Carioca Shopping REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Dia das Mães Carioca Shopping 15 anos Trata-se de DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE PRÊMIOS denominada Dia das Mães Carioca Shopping 15 anos, operação do tipo assemelhada a concurso, que

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em

Leia mais

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA A Superintendência de Cultura (SECULT), no uso de suas atribuições, torna público o Regulamento da 2ª Exposição Fotográfica Coletiva de Imbituba,

Leia mais

Modalidades de apoio. A Câmara Municipal de Oeiras concretiza os auxílios económicos através das seguintes modalidades:

Modalidades de apoio. A Câmara Municipal de Oeiras concretiza os auxílios económicos através das seguintes modalidades: 6 Modalidades de apoio A Câmara Municipal de Oeiras concretiza os auxílios económicos através das seguintes modalidades: 1. Transportes escolares; 2. 2. Livros e material escolar; 3. 3. Refeições escolares;

Leia mais

Regulamento para a utilização do Laboratório de. Anatomia

Regulamento para a utilização do Laboratório de. Anatomia Regulamento para a utilização do Laboratório de Anatomia 1 REGULAMENTO PARA A UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DE ANATOMIA HUMANA I. DOS OBJETIVOS DO LABORATÓRIO DE ANATOMIA HUMANA 1. Auxiliar o aluno na introdução

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA

CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA GABINETE DO VEREADOR EULÓGIO NETO PROJETO DE LEI N 0062/2013 "Torna obrigatória a identificação de crianças e adolescentes nos meios de hospedagem localizados no Município". Art. 1. Ficam os meios de hospedagem,

Leia mais

Conhecimentos específicos e gerais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente

Conhecimentos específicos e gerais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente Conhecimentos específicos e gerais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente QUESTÃO 1) Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a criança é aquela pessoa que se encontra com: A) Até 14 anos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE PAULO FRONTIN/PR CADERNO DE PROVA CONTADOR

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE PAULO FRONTIN/PR CADERNO DE PROVA CONTADOR CADERNO DE PROVA CONTADOR Nº. DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) Domingo, 03 de junho de 2012. N.º DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

Leia mais

EDITAL N. 03/2014 - CE, de 04 de setembro de 2014. Processo Seletivo para Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil

EDITAL N. 03/2014 - CE, de 04 de setembro de 2014. Processo Seletivo para Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO EDITAL N. 03/2014

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 A Diretora da Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas - FADILESTE, em conformidade com a Lei nº 9.394/96, em conformidade com o

Leia mais

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE FRONTEIRA Preâmbulo No processamento da política de reorganização dos serviços municipais e no caso particular do Arquivo do Município de Fronteira, pretende-se com

Leia mais

PROVA OBJETIVA CONSELHO TUTELAR DOS DIRETOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE TOCOS DO MOJI PARA A O QUATRIÊNIO 2016/2020 JANEIRO 2016 / JANEIRO 2020

PROVA OBJETIVA CONSELHO TUTELAR DOS DIRETOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE TOCOS DO MOJI PARA A O QUATRIÊNIO 2016/2020 JANEIRO 2016 / JANEIRO 2020 PROVA OBJETIVA CONSELHO TUTELAR DOS DIRETOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PARA A O QUATRIÊNIO 2016/2020 JANEIRO 2016 / JANEIRO 2020 INSTRUCOES: 01) Não é permitido durante a realização da prova a utilização

Leia mais

Despacho n.º /2015. Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)

Despacho n.º /2015. Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) Despacho n.º /2015 Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto (IPLeiria) Preâmbulo Nos termos do n.º 1 do artigo 15.º da Lei n.º 46/86, de 14.10 1,

Leia mais

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral REGULAMENTO III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO Geral Estimular a reflexão sobre o exercício da cidadania em crianças e jovens, alunos de escolas públicas dos lugares discriminados no item

Leia mais

EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL)

EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL) EDITAL Nº 16/2015 INGRESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR (MATRÍCULA ESPECIAL) A Direção Acadêmica e Administrativada Faculdade Guanambi, no uso de suas atribuições legais, em atendimento ao

Leia mais

REGULAMENTO Pontuação 2 pontos Multiplus a cada R$ 1 em compras na Fast Shop

REGULAMENTO Pontuação 2 pontos Multiplus a cada R$ 1 em compras na Fast Shop REGULAMENTO Pontuação 2 pontos Multiplus a cada R$ 1 em compras na Fast Shop Ao realizar as compras na loja virtual da Fast Shop, em www.fastshop.com.br/multiplus ( hotsite ), você aceita e concorda com

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - O que são os FUNDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? São recursos públicos mantidos em contas bancárias específicas. Essas contas têm a finalidade de receber repasses orçamentários e depósitos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO. Inscrição do Registro Definitivo

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO. Inscrição do Registro Definitivo Inscrição do Registro Definitivo Documentos: Requerimento (modelo CRB-8) Ficha de inscrição (modelo CRB-8) Termo de Compromisso (modelo CRB-8) Declaração de não exercício (modelo CRB-8) Cópia da certidão

Leia mais

4. Rol de Lojas Não Participantes: vide no balcão de trocas, junto com este Regulamento, o rol de eventuais lojas não participantes.

4. Rol de Lojas Não Participantes: vide no balcão de trocas, junto com este Regulamento, o rol de eventuais lojas não participantes. REGULAMENTO DA Promoção de Mães Shopping Sul. Trata-se de DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE PRÊMIOS denominada Promoção de Mães Shopping Sul, operação do tipo assemelhada a concurso, que é realizada pela ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED

Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CAMED 1 Guia de Utilização para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS EDITAL Nº 001/2015 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS EDITAL Nº 001/2015 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS EDITAL Nº 001/2015 PROCURADOR GRUPO III 13/05/2015 Direito Financeiro PROVAS Direito Tributário Direito Previdenciário Peça jurídica SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA DAA Nº 4/2007 ANEXO III

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA DAA Nº 4/2007 ANEXO III 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA Nº 4/2007 ANEXO III CRITÉRIOS DE ELABORAÇÃO E JULGAMENTO DA PROPOSTA TÉCNICA - CONTENCIOSO JUDICIAL CÍVEL 2

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJINHA ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJINHA ESTADO DE MINAS GERAIS À Comissão Especial do da Prefeitura Municipal de Lajinha / Minas Gerais Prezados Senhores, Ref.: Recursos Administrativos. Foram protocolados/enviados os seguintes recursos contra as questões de prova

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE MÚSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE MÚSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE MÚSICA Edital Nº 002 / 2012 Edital de Seleção ao Curso de Pós-Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA

EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA O Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus Direitos iguais e inalienáveis é o fundamento

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016 SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016 EDITAL DE ELEIÇÃO DOS MEMBROS DA SOCIEDADE CIVIL DO CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DOS DIREITOS DA PESSOA COM

Leia mais

JULGAMENTO DO RECURSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAGIMIRIM - BA : REVISÃO PROVA MÚLTIPLA ESCOLHA

JULGAMENTO DO RECURSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAGIMIRIM - BA : REVISÃO PROVA MÚLTIPLA ESCOLHA Nº DE INSCRIÇÃO : 00635 : PROFESSOR EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª a 4ª SÉRIE O gabarito da candidata foi revisto, a pontuação está correta e será mantida conforme o Pontuação obtida pela Candidata Conhecimento

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE SEXOLOGIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - 2011

EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE SEXOLOGIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - 2011 EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE SEXOLOGIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - 2011 1. DAS INSCRIÇÕES: 1.1. A inscrição do candidato automaticamente subentende que o mesmo

Leia mais

INSTRUMENTOS DA APLICAÇÃO

INSTRUMENTOS DA APLICAÇÃO INSTRUMENTOS DA APLICAÇÃO FORMULÁRIO DE RASTREAMENTO DE UNIDADE 913000001-7 5º ano Ana Maria COORDENADOR DE AVALIAÇÃO 000.000.000-00 Ana Maria Ana Maria DIRETOR DA UNIDADE ESCOLAR Pacote:913000001-7 913000001-7

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PARA O ANO 2016 HOSPITAL ORTOPÉDICO DE GOIÂNIA LTDA.

EDITAL SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PARA O ANO 2016 HOSPITAL ORTOPÉDICO DE GOIÂNIA LTDA. Avenida L, nº 470 - Setor Aeroporto - CEP: 74.075-030 - Goiânia - Goiás Fone: (62) 3212-8855 - Fax: (62) 3225-1984 EDITAL SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PARA O ANO 2016 HOSPITAL ORTOPÉDICO DE GOIÂNIA LTDA.

Leia mais

ATENÇÃO: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO SÓ ABRA O CADERNO DE QUESTÕES APÓS AUTORIZADO.

ATENÇÃO: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO SÓ ABRA O CADERNO DE QUESTÕES APÓS AUTORIZADO. ATENÇÃO: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO SÓ ABRA O CADERNO DE QUESTÕES APÓS AUTORIZADO. 01 - O candidato recebeu do fiscal o seguinte material: a) Este caderno de prova, com 20 (vinte) questões de

Leia mais

MODELO DE DECLARAÇÃO DE RECEITAS E DESPESAS

MODELO DE DECLARAÇÃO DE RECEITAS E DESPESAS APÊNDICE 2 MODELO DE DECLARAÇÃO DE RECEITAS E DESPESAS (nota de primeira página) Projecto n :... Título do projecto:...... Nome completo do Beneficiário:... Morada:...... Formulário financeiro apresentado

Leia mais

PROCESSO DE ELEIÇÃO DE ESCOLHA DOS CONSELHEIROS TUTELARES Edital n 04 de 22 de outubro de 2012. CADERNO DE QUESTÕES. Instruções

PROCESSO DE ELEIÇÃO DE ESCOLHA DOS CONSELHEIROS TUTELARES Edital n 04 de 22 de outubro de 2012. CADERNO DE QUESTÕES. Instruções PROCESSO DE ELEIÇÃO DE ESCOLHA DOS CONSELHEIROS TUTELARES Edital n 04 de 22 de outubro de 2012. CADERNO DE QUESTÕES Instruções Esta prova consta de 21 (vinte) questões, sendo 20 (vinte) questões objetivas

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 14. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 14. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 14 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua MECANISMOS LEGAIS E INSTITUCIONAIS : CRIANÇAS E ADOLESCENTES O Estatuto da Criança e do Adolescente- ECA, pela Lei nº 8.069/1990, dispôs sobre

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PROGRAMA DE PROCEDIMENTO ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURAS DA AdCA PROGRAMA DE PROCEDIMENTO Página 1 de 11 ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 15 DE ABRIL DE 2003

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 15 DE ABRIL DE 2003 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 15 DE ABRIL DE 2003 As importações de vegetais, seus produtos, derivados e partes, subprodutos,

Leia mais

CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG INSTRUÇÕES:

CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG INSTRUÇÕES: PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR NOME: DATA: / / INSCRIÇÃO Nº: CPF ou RG: INSTRUÇÕES: 1. Você recebeu sua folha

Leia mais

Estatuto da Corte Interamericana de Direitos Humanos UNISIM 2015

Estatuto da Corte Interamericana de Direitos Humanos UNISIM 2015 Estatuto da Corte Interamericana de Direitos Humanos UNISIM 2015 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1. Natureza e regime jurídico A Corte Interamericana de Direitos humanos é uma instituição judiciária

Leia mais

FAQ MasterCard Gold. 2. Depois de quanto tempo a partir da data da compra, posso receber o reembolso, se eu achar um produto mais barato?

FAQ MasterCard Gold. 2. Depois de quanto tempo a partir da data da compra, posso receber o reembolso, se eu achar um produto mais barato? Proteção de Preço FAQ MasterCard Gold 1. O que é a cobertura Proteção de Preços? A cobertura de Proteção de Preços, garante a segurança de comprar e pagar o melhor preço. Fazendo suas compras com MasterCard

Leia mais

PROCEDIMENTO GERENCIAL PARA PG 012/04 GESTÃO DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS Página 2 de 7

PROCEDIMENTO GERENCIAL PARA PG 012/04 GESTÃO DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS Página 2 de 7 EQUIPAMENTOS Página 2 de 7 1 OBJETIVO Este procedimento estabelece os critérios básicos de suprimento e logística de materiais assim como as diretrizes para a armazenagem, preservação e manuseio de materiais

Leia mais

Edital Concurso Cultural de Pintura em Tela 7º Festival Regional do Umbu

Edital Concurso Cultural de Pintura em Tela 7º Festival Regional do Umbu Edital Concurso Cultural de Pintura em Tela 7º Festival Regional do Umbu 1. PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO 1.1 A Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (COOPERCUC), promove durante o 7º Festival

Leia mais

Regulamento das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do Curso de Licenciatura em Enfermagem da ESEL dos

Regulamento das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do Curso de Licenciatura em Enfermagem da ESEL dos Regulamento das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do Curso de Licenciatura em Enfermagem da ESEL dos maiores de 23 anos e do Concurso Especial dos Estudantes

Leia mais

Curso de. Direito. Núcleo de Prática Jurídica. Direito de Família. www.faesa.br

Curso de. Direito. Núcleo de Prática Jurídica. Direito de Família. www.faesa.br Curso de Direito Núcleo de Prática Jurídica Direito de Família www.faesa.br mportante: Contatos de Cartórios em Vitória Cartório Sarlo: Av. Nossa Senhora da Penha, 549, Ed. Wilma, Santa Lúcia, Vitória-ES.

Leia mais

Estágio/Especialização em Medicina Nuclear. Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2012

Estágio/Especialização em Medicina Nuclear. Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2012 Estágio/Especialização em Medicina Nuclear Processo Seletivo 2012 O IMEB torna público, para conhecimento dos interessados, que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Residência

Leia mais

1- FORMAÇÃO MÍNIMA 2 - EXIGÊNCIAS. 2.1. Médico Veterinário

1- FORMAÇÃO MÍNIMA 2 - EXIGÊNCIAS. 2.1. Médico Veterinário EDITAL Nº 019/2013 SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICO VETERINÁRIO E TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL O Instituto Agropolos do Ceará, CNPJ 04.867.567/0001-10,

Leia mais

48 horas contados a partir do 1º dia útil após publicação RESULTADO FINAL Até 09/05/2016

48 horas contados a partir do 1º dia útil após publicação RESULTADO FINAL Até 09/05/2016 ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE EDITAL Nº.05/2016/CEFOR-RH/SES/PB A Secretaria de Estado da Saúde (SES/PB), com apoio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SEGETS)

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 16/2016

RECOMENDAÇÃO nº 16/2016 Autos nº 1.14.012.000020/2012-42 Espécie: Inquérito Civil Público ICP Assunto: Recomenda ao Município de Irecê a adoção de medidas e a instalação de instrumentos que permitam o controle social do horário

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015. 2B EDITAL Nº 03

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015. 2B EDITAL Nº 03 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015. 2B EDITAL Nº 03 Recife,2015 Sumário Edital nº 03 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Devry João Pessoa, estabelecimento de ensino superior,

Leia mais

GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda

GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda GTMMI, Lda. Condições Gerais de Venda Estas Condições Gerais de Venda anulam automaticamente todas as anteriores. EXCEPTO QUANDO EXPRESSAMENTE ACORDADO EM CONTRÁRIO POR ESCRITO, TODAS AS VENDAS ESTÃO SUJEITAS

Leia mais

Tunísia Atualizado em: 12-11-2015

Tunísia Atualizado em: 12-11-2015 Tunísia Atualizado em: 12-11-2015 Esta informação destina-se a que cidadãos SEGURANÇA SOCIAL Trabalhadores que sejam nacionais de Portugal ou da Tunísia, que estejam ou tenham estado sujeitos à legislação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor EDITAL Nº 309/UFFS/2012 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EPISTEMOLOGIA E METAFÍSICA

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1B EDITAL Nº 05

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1B EDITAL Nº 05 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1B EDITAL Nº 05 João Pessoa, 2016 Sumário Edital nº 04 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Devry João Pessoa, estabelecimento de ensino

Leia mais

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação OBJETIVO O Prêmio mantra Brasil Design de Interiores tem por objetivo oferecer aos participantes o reconhecimento aos seus trabalhos e destaque no mercado. Com esta iniciativa queremos divulgar a diversidade

Leia mais

Procedimento Operacional FUNDO FIXO DE CAIXA. Este procedimento estabelece as diretrizes que regulamentam a utilização e prestação de contas do

Procedimento Operacional FUNDO FIXO DE CAIXA. Este procedimento estabelece as diretrizes que regulamentam a utilização e prestação de contas do Companhia de Informática de Jundiaí CIJUN Procedimento Operacional FUNDO FIXO DE CAIXA Responsável: Diretoria Administrativa Financeira 1. OBJETIVO Este procedimento estabelece as diretrizes que regulamentam

Leia mais

Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU. Regulamento de Atribuição da. Bolsa para Estudos sobre Macau. Artigo 1.º. Objecto

Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU. Regulamento de Atribuição da. Bolsa para Estudos sobre Macau. Artigo 1.º. Objecto Anexo 1 FUNDAÇÃO MACAU Regulamento de Atribuição da Bolsa para Estudos sobre Macau Artigo 1.º Objecto O presente Regulamento define as regras de atribuição da Bolsa para Estudos sobre Macau, adiante designada

Leia mais

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE REFERÊNCIA E LEITURA

REGULAMENTO DO SERVIÇO DE REFERÊNCIA E LEITURA REGULAMENTO DO SERVIÇO DE REFERÊNCIA E LEITURA 2014 I Informação Geral Sobre Disponibilidade dos Serviços 1.1 Horário do serviço de referência e leitura: 2.ª a 6.ª feira das 9.00h às 13.00h e das 14.00h

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DO ESTAGIÁRIO JULHO 2015 abatista@fatecbt.edu.br 03 a 14/08/2015 Matrícula de Estágio Supervisionado para os alunos que não constam no SIGA. 03 a 14/08/2015 Confirmação da

Leia mais

EDITAL - CONCURSO DE PINTURA

EDITAL - CONCURSO DE PINTURA EDITAL - CONCURSO DE PINTURA Dispõe sobre concurso de pintura em Tela Objetivo: Promover a cultura local, valorizar a arte visual e incentivar a criatividade e novos talentos de São Borja e região, divulgando

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO Av. João Naves de Ávila, 2121 = Campus Santa Mônica = Sala 1G156 = CEP:38.408-100 = Uberlândia/MG

Leia mais

(4) Não efetuamos alterações nem adaptações de qualquer natureza no software visando adaptar ao uso específico dos usuários.

(4) Não efetuamos alterações nem adaptações de qualquer natureza no software visando adaptar ao uso específico dos usuários. LEIA COM ATENÇÃO: (1) Os TERMOS DE USO dos SOFTWARES disponibilizados no SITE, são regidos pelo CONTRATO DE ADESÃO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE, exibido abaixo. Caso não aceite os termos de uso, não utilize

Leia mais

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS 2014 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação), através de concurso, vai conceder apoio à organização

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES DO EXAME SUPLETIVO 2009

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES DO EXAME SUPLETIVO 2009 Governo de Pernambuco Secretaria de Educação SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS CENTRO EXECUTIVO DE EXAMES SUPLETIVOS GOVERNADOR

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade,

Leia mais

1. DO OBJETO: Aquisição de Capachos Personalizados com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para utilização no Prédio Sede da SEFAZ.

1. DO OBJETO: Aquisição de Capachos Personalizados com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para utilização no Prédio Sede da SEFAZ. Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: Aquisição de Capachos Personalizados com ENTREGA ÚNICA conforme especificação abaixo para utilização no Prédio Sede da SEFAZ. 2. DA

Leia mais

2. ATOS DO DIRETOR-GERAL

2. ATOS DO DIRETOR-GERAL 2.1. INSTRUÇÃO NORMATIVA 2. ATOS DO DIRETOR-GERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA DE 7 DE MARÇO DE 2010 O DIRETOR-GERAL DA SECRETARIA DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo

Leia mais

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária.

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. - Planejar, programar, executar, avaliar, capacitar, orientar e fiscalizar as atividades relacionadas à análise, avaliação e aprovação

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À FORMAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA EM TI PRO TI INGRESSO EM 2014/2 REGULAMENTO

PROGRAMA DE INCENTIVO À FORMAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA EM TI PRO TI INGRESSO EM 2014/2 REGULAMENTO PROGRAMA DE INCENTIVO À FORMAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA EM TI PRO TI INGRESSO EM 2014/2 REGULAMENTO Com a carência de mão-de-obra e a baixa procura dos jovens na carreira de TI, a FAMUR busca criar um programa

Leia mais