QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) (continuação) Nome: Endereço:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) (continuação) Nome: Endereço:"

Transcrição

1 CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO (CCB) ABERTURA DE CRÉDITO ROTATIVO QUADRO I - QUALIFICAÇÃO DO EMITENTE E DO CO-EMITENTE Nome do Emitente: Endereço do Emitente: CEP do Emitente: CPF/CNPJ do Emitente: Nome do Co-Emitente: Endereço do Co-Emitente: CEP do Co-Emitente: CPF do Co-Emitente: Nº da CCB QUADRO II - QUALIFICAÇÃO DO CREDOR Banco Mercantil do Brasil S.A CNPJ: / Rua Rio de Janeiro, n.º 654, Centro, Belo Horizonte/MG Nº/Nome da Agência Nº da Conta Corrente Taxa de Juros (% ao mês) Data de Emissão Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB Dia do Pagamento dos Encargos Lugar de Emissão Lugar de Pagamento QUADRO III - DADOS DA CCB Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) Taxa de Juros (% ao ano) Data de Pagamento/Vencimento do Crédito Vencimento desta CCB A VISTA QUADRO IV - PAGAMENTOS AUTORIZADOS Despesas vinculadas à concessão do crédito Valor % em relação ao valor total devido Tributos (A) Seguros (B) Tarifas (C) Registros (D) Pagamentos Autorizados (E = A + B + C + D) Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB Valor total devido Custo Efetivo Total (CET) (O valor total devido, o percentual do CET e o valor do IOF indicados neste Quadro foram calculados considerando % ao mês % ao ano como parâmetro o prazo de 30 (trinta) dias e o valor máximo do limite de crédito pactuado, na forma das normas e regulamentações em vigor) QUADRO V - GARANTIAS ADICIONAIS X QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) Opção pela contratação de Seguro Prestamista, válida somente para o Emitente, para garantia de pagamento do saldo devedor decorrente desta operação e declaração de ciência de suas Condições Gerais: Sim Não MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 1/7

2 QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) (continuação) Na data da apresentação, pagarei(emos) por esta CCB ao CREDOR, ou à sua ordem, na praça de Belo Horizonte/MG, em moeda corrente nacional, o valor líquido, certo e exigível descrito no campo Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB do Quadro III, relativo ao valor total do crédito utilizado, acrescido dos encargos previstos nesta CCB, deduzidas as amortizações, eventualmente realizadas, conforme extrato de conta corrente. Local e Data Emitente Co-Emitente Cláusulas e Condições 1 - O CREDOR, a pedido do EMITENTE e do CO-EMITENTE, doravante denominados conjuntamente como EMITENTE(S), abre um crédito rotativo em conta corrente, com limite e prazo estabelecidos, destinado a constituir provisão de fundos na conta de depósitos mantida pelo(s) EMITENTE(S) junto ao CREDOR, possibilitando, assim, dentro do limite disponível, saques através de cartões magnéticos, transferências e/ou pagamento de cheques que, na sua apresentação, estejam com insuficiente provisão de fundos na citada conta de depósitos O saldo devedor em conta corrente não poderá, em nenhuma hipótese, exceder o limite máximo de crédito desta CCB, compreendidos o limite utilizado, juros e demais encargos e despesas Se, por qualquer motivo e/ou liberalidade, o saldo devedor em conta corrente exceder o limite máximo de crédito indicado nesta CCB, incidirá além dos juros de mora, uma tarifa de excesso de limite, que serão debitados em conta corrente do(s) EMITENTE(S) e cujo valor estará disponível para consulta em tabela de tarifas afixada nas agências do CREDOR. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 2/7 CONFERÊNCIA DE ASSINATURAS:

3 2 - Com relação ao crédito aberto, será observado o seguinte: O limite máximo de crédito encontra-se descrito no campo "Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB e poderá ser utilizado de uma só vez ou em parcelas, obedecendo às normas do Banco Central do Brasil (Bacen). O(s) EMITENTE(s) será(ão) previamente comunicado(s), em caso de alterações nas normas em vigor, que acarretem modificações na forma de pagamento das obrigações desta CCB, podendo manifestar sua discordância e pretensão quanto ao vencimento antecipado desta CCB, por escrito, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, após o recebimento do comunicado O limite de crédito será recomposto, automaticamente durante o prazo de vigência desta CCB, sempre que o(s) EMITENTE(S), não estando em mora ou inadimplente, amortizar ou liquidar a dívida Pela concessão do limite de crédito incidirá uma tarifa de "abertura de crédito", cujo valor cobrado está indicado no Quadro III desta CCB e tem como parâmetro a Tabela de Tarifas em vigor, divulgada em todas as suas agências, permitida pelo Bacen. A referida tarifa será devida a cada renovação e será cobrada conforme o valor vigente à época da renovação. O(s) EMITENTE(S) autoriza(m) o débito, pelo CREDOR, na conta corrente indicada no Quadro III, dos valores cobrados a título de tarifa de abertura de crédito Sobre o saldo devedor diário que a conta de depósitos apresentar incidirá a taxa de juros indicada no Quadro III, calculada de forma capitalizada por dia útil e cobrada na forma prevista no mencionado Quadro, considerando-se os dias úteis decorridos no período de utilização dos recursos e/ou no vencimento, bem como na prorrogação ou liquidação da CCB Para fins de apuração dos juros devidos, será utilizada a seguinte fórmula de cálculo, descapitalizando-se e transformando-se a taxa mensal em diária que será aplicada sobre o saldo devedor do dia útil anterior: TDU = {[(Taxa / ) (1/DU) ] -1} x 100 Sendo: TDU: Taxa efetiva por dia útil;taxa: Taxa efetiva ao mês; DU.: Número de dias úteis no mês Estipula-se como saldo devedor do dia útil anterior a soma das parcelas do saldo principal e dos juros acumulados diariamente São considerados como dias não úteis somente os sábados, domingos e feriados nacionais O IOF, de responsabilidade do(s) EMITENTE(S) será calculado e cobrado de acordo com as normas em vigor Fica estipulado expressamente e aceito pelo(s) EMITENTE(S) que o CREDOR poderá, a qualquer tempo de vigência desta CCB, inclusive no curso do período de prorrogação, alterar o limite de crédito aberto, bem como a taxa de juros, definida de acordo com os parâmetros utilizados para operações desta natureza, em adequação aos níveis de taxas praticadas pelo mercado financeiro. A mencionada alteração será informada por meio dos extratos mensais de conta corrente, que serão partes integrantes e inseparáveis desta CCB ou nos terminais de autoatendimento ou no Internet Banking, cabendo ao(s) EMITENTE(S) efetuar periodicamente a consulta do limite de crédito em vigor. 3 - O Custo Efetivo Total (CET), indicado no Quadro IV é o custo total desta operação de crédito para o(s) EMITENTE(s) e é calculado considerando os fluxos referentes às liberações e aos pagamentos previstos, incluindo a taxa efetiva de juros anual bem como os custos de seguros, tributos, tarifas, registros e demais despesas, a teor das normas e regulamentações em vigor. 4 - O CREDOR disponibilizará, mensalmente, extratos de conta corrente e demonstrativos da evolução do saldo devedor, que integrarão a presente CCB O(S) EMITENTE(S) terá(ão) o prazo de 15 (quinze) dias, contados da data de cada lançamento, para deles reclamar e o mesmo prazo para notificar a não disponibilização dos extratos, importando o seu silêncio no reconhecimento da regular recepção e de sua inteira conformidade. 5 - O pagamento, pelo(s) EMITENTE(S), do saldo devedor desta CCB, acrescido dos encargos devidos, deverá ser efetuado de acordo com o previsto no Quadro III, mediante débito em conta corrente. O débito dos valores deste empréstimo prefere a qualquer outro débito que tenha que ser efetuado. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 3/7

4 5.1 - O(S) EMITENTE(S) obriga(m)-se a manter saldo disponível em conta corrente, suficiente para o débito dos valores das obrigações desta CCB. 6 - Em garantia adicional do integral pagamento de todas e quaisquer obrigações representadas nesta CCB e seus acessórios é(são) constituída(s) em favor do CREDOR a(s) garantia(s) descritas no Quadro V, formalizada(s) por meio de instrumento(s) próprio(s) que passará(ao) a integrar a presente CCB como um só todo único e indivisível Na hipótese da presente operação ser garantida, também, por CDB (Certificado de Depósito Bancário) e/ou cheques e/ou duplicatas e/ou recebíveis de cobrança, o limite de crédito aberto será variável, vinculado ao valor das referidas garantias e apurado diariamente, correspondendo ao resultado da divisão do valor das aplicações financeiras e/ou títulos de crédito e/ou recebíveis de cobrança ofertados em garantia, pelo percentual indicado no Quadro V O valor diário do limite de crédito aberto estará disponível para consulta na agência em que o(s) EMITENTE(S) mantém(nham) o seu crédito rotativo, bem como nos terminais de autoatendimento e no Internet Banking Fica facultado ao CREDOR o direito de recusar cheques ou lançamentos a débito do(s) EMITENTE(S) na conta corrente indicada nesta CCB, na hipótese das garantias mostrarem-se insuficientes em relação ao valor do limite máximo de crédito desta CCB, sem prejuízo do disposto nas cláusulas seguintes Os cheques pré-datados ofertados em garantia da presente operação serão encaminhados pelo(s) EMITENTE(S) ao CREDOR através de "Carta(s)-Remessa(s) de Cheques" e as duplicatas e os demais títulos ou recebíveis de cobrança vinculada, através de borderôs específicos, que farão parte integrante e complementar desta CCB O CREDOR efetuará a cobrança dos títulos e/ou duplicatas e/ou recebíveis de cobrança vinculada através de sua carteira, correndo os encargos da cobrança a débito do(s) EMITENTE(S). O CREDOR não se obriga a protestar os cheques pré-datados e/ou duplicatas e/ou títulos ou recebíveis de cobrança vinculada que não forem pagos, os quais, após substituídos, serão devolvidos ao(s) EMITENTE(S). 7 - Esta CCB tem seu vencimento inicial previsto no Quadro III, ocasião em que o saldo devedor apresentado na conta de depósitos à vista do(s) EMITENTE(S) será exigido de imediato com os respectivos encargos e IOF Seja no curso da vigência originária ou de suas renovações, poderá ser declarado, pelo CREDOR ou pelo(s) EMITENTE(S), independente de qualquer notificação judicial, extrajudicial ou motivação, o seu vencimento antecipado, que produzirá efeito mediante simples comunicação do CREDOR ao(s) EMITENTE(S) ou vice-versa, tornando-se imediatamente exigível o valor total do crédito efetivamente utilizado pelo(s) EMITENTE(S), acrescido dos encargos e do IOF e de quaisquer outras importâncias devidas por força desta CCB Para liquidação de qualquer obrigação decorrente desta CCB, o CREDOR fica desde já autorizado pelo(s) EMITENTE(S) e seu(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) a efetuar os lançamentos respectivos na conta corrente, promovendo os débitos correspondentes. 8 - Fica estipulado expressamente e aceito pelo(s) EMITENTE(S) que, a critério do CREDOR, quando do vencimento desta CCB, a mesma poderá ser renovada automaticamente pelo mesmo prazo de validade, permanecendo todas as cláusulas e condições não alteradas como válidas para o novo prazo e limite concedido, passando a vigorar a partir do primeiro dia após o seu vencimento imediatamente anterior. 9 - O(s) EMITENTE(S) reconhecerá(ão), como prova de seu(s) débito(s) e da utilização do limite disponibilizado pelo CREDOR, os saques, tarifas, requisições, recibos, autorizações, cheques, documentos de ordens de crédito (DOC), Transferências Eletrônicas Disponíveis (TED) e ordens de pagamentos que emitir(em) ou assinar(em), bem como qualquer lançamento ou transferência que o CREDOR vier a fazer com base nesta CCB O(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) nomeado(s) e qualificado(s) nesta CCB firma(m) a presente, anuindo aos seus termos e obrigando-se cambial e solidariamente por todos os débitos principais e acessórios assumidos pelo(s) EMITENTE(S) no presente título, MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 4/7

5 inclusive quanto ao principal, aos encargos, multas, impostos, juros e correção monetária, declarando-se, ainda, de pleno acordo com eventual prorrogação da presente CCB e responsabilizando-se, desde já, pelas obrigações decorrentes deste ato Além das hipóteses de lei e das demais previstas nesta CCB, é facultado ao CREDOR considerar antecipadamente vencida a presente CCB e imediatamente exigível o pagamento da dívida, independentemente de qualquer aviso, notificação ou interpelação prévia, se o(s) EMITENTE(S) e/ou seu(s) avalista(s) e devedor(es) solidário(s): deixarem de cumprir quaisquer cláusulas desta CCB ou disposições legais, no tempo e pelo modo aqui estipulados, inclusive se ocorrer atraso nos pagamentos; se vier a ocorrer algum dos casos ou circunstâncias previstos nos artigos 333 e/ou do Código Civil; requerer(em) sua recuperação judicial ou tiver(em) sua falência requerida ou decretada; sofrer(em) protesto de título e/ou pedido de insolvência; tiver(em) seu(s) nome(s) figurando no Cadastro de Emitentes de Cheques Sem Fundos; tiver(em) cheque(s) devolvido(s) por insuficiência de fundos; figurar(em) como devedor principal ou coobrigado em ação de execução; tiver(em) seu(s) nome(s) figurando no cadastro de devedores de qualquer outro órgão encarregado de cadastrar atrasos nos pagamentos; tiver(em) sua(s) conta(s) corrente(s) bloqueada(s) ou penhorada(s) por determinação judicial Vencida a dívida e não liquidada ou, na ocorrência do vencimento antecipado desta CCB, o(s) EMITENTE(S) e o(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) autorizam, desde já, o CREDOR a utilizar o saldo de quaisquer espécies de contas que mantenha(m), junto a qualquer agência, inclusive aplicações financeiras e aquelas decorrentes de excesso de garantias de outros ajustes por eles firmados com o CREDOR, em valor suficiente para a liquidação do saldo devedor da dívida resultante desta CCB No caso de inadimplemento serão devidos, além dos encargos previstos nesta CCB: juros moratórios de 2% (dois por cento) ao mês; juros remuneratórios à taxa máxima do mercado do dia do pagamento, nunca inferior à taxa prevista nesta CCB e; multa de 2% (dois por cento) sobre o saldo devedor Na hipótese de cobrança judicial, o CREDOR poderá optar, quanto aos juros remuneratórios, pela correção monetária segundo os índices oficiais regularmente divulgados e que reflitam a desvalorização da moeda, além dos juros de mora de 2% (dois por cento) ao mês e multa de 2% (dois por cento) sobre o valor devido Na hipótese do descumprimento de qualquer obrigação pelo EMITENTE poderá o CREDOR comunicar o fato à SERASA, ao SPC ou a órgãos similares A tolerância por parte do CREDOR pelo não cumprimento de qualquer cláusula ou condição cedular por outra parte, não se constituirá em renúncia ao direito de exigir o cumprimento da obrigação O(s) EMITENTE(S) e o(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) declaram não ter dúvidas sobre quaisquer cláusulas e condições desta CCB e que receberam uma via não negociável da presente CCB O CREDOR poderá, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, endossar, ceder, empenhar ou transferir, total ou parcialmente, os direitos, ações e garantias decorrentes desta CCB, independentemente de qualquer aviso, comunicação, notificação ou autorização de qualquer espécie, podendo, inclusive, emitir e negociar Certificados de CCB relativos ao presente título Os avisos, interpelações, cartas e notificações relativos a esta operação serão considerados válidos e eficazes quando enviados para os endereços indicados na Ficha Proposta de Abertura de Conta. Qualquer alteração do endereço deverá ser comunicada ao CREDOR por escrito, sob responsabilidade do(s) EMITENTE(S) A(s) pessoa(s) que assina(m) o campo "Autorização para prestar aval" desta CCB, autoriza(m) seu(s) cônjuge/companheiro a prestar aval relativamente à presente CCB, na forma da legislação civil O EMITENTE declara-se ciente de que: a) o Sistema de Informações de Crédito (SCR) tem por finalidades fornecer informações ao Banco Central do Brasil (BACEN) para fins de supervisão do risco de crédito a que estão expostas as instituições financeiras e propiciar o intercâmbio de informações entre essas sobre o montante de débitos e de responsabilidades MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 5/7

6 de clientes em operações de crédito e de câmbio; b) poderá ter acesso aos seus dados registrados no SCR por meio da Central de Atendimento ao Público do BACEN; c) qualquer correção, exclusão, discordância ou registro de medidas judiciais quanto às informações constantes do SCR deverá ser formalizada, fundamentadamente, por escrito dirigido ao BACEN ou à instituição credora; d) a consulta sobre qualquer informação ao SCR depende de sua prévia autorização O EMITENTE concorda e autoriza o CREDOR, mesmo após o vencimento desta CCB, a consultar e registrar no SCR ou em qualquer sistema de proteção ao crédito eventuais informações existentes a seu respeito, inclusive sobre operações de crédito e aquelas realizadas no mercado de câmbio. O EMITENTE declara que as consultas do CREDOR àqueles sistemas, antes desta operação, contaram com a sua autorização, ainda que verbal. 21. Todas as declarações e autorizações feitas pelo EMITENTE na presente CCB são feitas em caráter irrevogável e irretratável e por prazo indeterminado, notadamente em relação aos débitos em conta corrente. SÚMULA DAS DISPOSIÇÕES RELATIVAS À CONTRATAÇÃO DO SEGURO PRESTAMISTA Na eventualidade da contratação do seguro prestamista, o valor do prêmio será calculado de acordo com o saldo devedor médio mensal, observadas as disposições abaixo, além daquelas contidas nas Condições Gerais do seguro: a - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e concorda(m), desde já, que o seguro prestamista ora contratado possui como cobertura o saldo devedor da operação de crédito rotativo no momento do sinistro, na hipótese de óbito ou de invalidez permanente total por acidente apenas do EMITENTE, único segurado desta operação. b - Caso a operação de crédito rotativo possua saldo devedor médio em determinado mês de até R$ 1.000,00 (hum mil reais), serão cobrados R$1,90 (um real e noventa centavos), para segurados até 75 anos. c - Caso a operação de crédito rotativo possua saldo devedor médio superior a R$1.000,00 (hum mil reais), incidirá o percentual de 0,38% (trinta e oito centésimos por cento) a ser calculado sobre o saldo devedor médio do respectivo mês, para segurados até 75 anos. d - Para segurados com 76 anos ou mais, incidirá o percentual de 4,65% (quatro virgula sessenta e cinco por cento) a ser calculado sobre o valor do saldo devedor médio do respectivo mês. e - O saldo devedor médio mensal será calculado somando-se os saldos devedores diários no mês respectivo, divididos pelo número de dias do mês correspondente. f - O valor do prêmio será debitado na conta corrente do(s) EMITENTE(S), vinculada ao crédito aberto, observada a mesma data de pagamento dos encargos conforme previsto no campo correspondente do Quadro III (Fl. 1/7), para o que o(s) EMITENTE(S) autoriza(m) o CREDOR, em caráter irrevogável e irretratável e por prazo indeterminado, a efetuar o débito mensal do valor do prêmio respectivo na mencionada conta corrente. g - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e concorda(m), desde já, com a contratação do seguro prestamista para esta operação de crédito, sendo que o prêmio do seguro será repassado integralmente à Seguradora, pelo CREDOR, na qualidade de Estipulante, por conta e ordem do(s) EMITENTE(S). MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 6/7

7 h - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) de que esta operação de crédito está garantida por uma apólice de seguro, contratada junto à Zurich Minas Brasil Seguros S.A., CNPJ / , cujas condições estão registradas na SUSEP através do processo número / , não implicando, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. i - O Estipulante da apólice e beneficiário da indenização será o CREDOR, sendo a finalidade do seguro garantir a quitação do saldo devedor apurado às 00 (zero) horas da data do sinistro. j - Respeitado o disposto no item k abaixo, o valor máximo da indenização é limitado a R$ ,00 (cem mil reais), que também é o limite máximo de cobertura para o somatório de todas as operações de crédito rotativo vigentes do EMITENTE, único segurado, junto ao CREDOR, na hipótese de seu óbito ou de invalidez permanente total por acidente, nos termos das condições contratuais do seguro, cujo inteiro teor, o(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e em pleno acordo. k - Na adesão ao seguro, o limite do capital segurado individual é o valor disponível de crédito rotativo, limitado ao valor estabelecido no item j acima. A cada aumento do limite de crédito rotativo, fica expressamente facultado à Seguradora a aceitação do aumento do capital segurado para fins do seguro contratado, o que será comunicado pelo Estipulante à Seguradora. A Seguradora terá o prazo de 15 dias a partir do recebimento da informação, para se manifestar quanto à aceitação ou não do aumento do capital segurado. l - O seguro vigerá a partir do dia seguinte ao da emissão desta Cédula de Crédito Bancário até a sua data de vencimento e será renovado automaticamente, caso ocorra a renovação automática desta operação de crédito rotativo, respeitado o término de vigência da apólice coletiva e desde que a apólice seja renovada entre o estipulante e a seguradora. m - Em caso de sinistro por morte ou invalidez permanente total por acidente do EMITENTE, único segurado, deverá ser realizada a comunicação formal e imediata ao CREDOR. n - O(s) EMITENTE(S) autoriza(m) que o CREDOR dê ciência da presente operação à Zurich Minas Brasil Seguros S.A. e/ou a qualquer órgão regulador. o - O EMITENTE, único segurado, declara, ainda, para fins de contratação do seguro prestamista, ter entre 16 e 75 anos e estar em perfeitas condições de saúde, ciente de que a declaração inexata implicará a perda de direito da cobertura do seguro ora contratado. p - A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco. O segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros, no site por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 7/7 OUVIDORIA MB SAC

8 CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO (CCB) ABERTURA DE CRÉDITO ROTATIVO QUADRO I - QUALIFICAÇÃO DO EMITENTE E DO CO-EMITENTE Nome do Emitente: Endereço do Emitente: CEP do Emitente: CPF/CNPJ do Emitente: Nome do Co-Emitente: Endereço do Co-Emitente: CEP do Co-Emitente: CPF do Co-Emitente: Nº da CCB QUADRO II - QUALIFICAÇÃO DO CREDOR Banco Mercantil do Brasil S.A CNPJ: / Rua Rio de Janeiro, n.º 654, Centro, Belo Horizonte/MG Nº/Nome da Agência Nº da Conta Corrente Taxa de Juros (% ao mês) Data de Emissão Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB Dia do Pagamento dos Encargos Lugar de Emissão Lugar de Pagamento QUADRO III - DADOS DA CCB Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) Taxa de Juros (% ao ano) Data de Pagamento/Vencimento do Crédito Vencimento desta CCB A VISTA QUADRO IV - PAGAMENTOS AUTORIZADOS Despesas vinculadas à concessão do crédito Valor % em relação ao valor total devido Tributos (A) Seguros (B) Tarifas (C) Registros (D) Pagamentos Autorizados (E = A + B + C + D) Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB Valor total devido Custo Efetivo Total (CET) (O valor total devido, o percentual do CET e o valor do IOF indicados neste Quadro foram calculados considerando % ao mês % ao ano como parâmetro o prazo de 30 (trinta) dias e o valor máximo do limite de crédito pactuado, na forma das normas e regulamentações em vigor) QUADRO V - GARANTIAS ADICIONAIS X QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) Opção pela contratação de Seguro Prestamista, válida somente para o Emitente, para garantia de pagamento do saldo devedor decorrente desta operação e declaração de ciência de suas Condições Gerais: Sim Não MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 1/7

9 QUADRO VI - QUALIFICAÇÃO DO(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) (continuação) Na data da apresentação, pagarei(emos) por esta CCB ao CREDOR, ou à sua ordem, na praça de Belo Horizonte/MG, em moeda corrente nacional, o valor líquido, certo e exigível descrito no campo Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB do Quadro III, relativo ao valor total do crédito utilizado, acrescido dos encargos previstos nesta CCB, deduzidas as amortizações, eventualmente realizadas, conforme extrato de conta corrente. Local e Data Emitente Co-Emitente Cláusulas e Condições 1 - O CREDOR, a pedido do EMITENTE e do CO-EMITENTE, doravante denominados conjuntamente como EMITENTE(S), abre um crédito rotativo em conta corrente, com limite e prazo estabelecidos, destinado a constituir provisão de fundos na conta de depósitos mantida pelo(s) EMITENTE(S) junto ao CREDOR, possibilitando, assim, dentro do limite disponível, saques através de cartões magnéticos, transferências e/ou pagamento de cheques que, na sua apresentação, estejam com insuficiente provisão de fundos na citada conta de depósitos O saldo devedor em conta corrente não poderá, em nenhuma hipótese, exceder o limite máximo de crédito desta CCB, compreendidos o limite utilizado, juros e demais encargos e despesas Se, por qualquer motivo e/ou liberalidade, o saldo devedor em conta corrente exceder o limite máximo de crédito indicado nesta CCB, incidirá além dos juros de mora, uma tarifa de excesso de limite, que serão debitados em conta corrente do(s) EMITENTE(S) e cujo valor estará disponível para consulta em tabela de tarifas afixada nas agências do CREDOR. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 2/7 CONFERÊNCIA DE ASSINATURAS:

10 2 - Com relação ao crédito aberto, será observado o seguinte: O limite máximo de crédito encontra-se descrito no campo "Limite Máximo de Crédito/Valor da CCB e poderá ser utilizado de uma só vez ou em parcelas, obedecendo às normas do Banco Central do Brasil (Bacen). O(s) EMITENTE(s) será(ão) previamente comunicado(s), em caso de alterações nas normas em vigor, que acarretem modificações na forma de pagamento das obrigações desta CCB, podendo manifestar sua discordância e pretensão quanto ao vencimento antecipado desta CCB, por escrito, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, após o recebimento do comunicado O limite de crédito será recomposto, automaticamente durante o prazo de vigência desta CCB, sempre que o(s) EMITENTE(S), não estando em mora ou inadimplente, amortizar ou liquidar a dívida Pela concessão do limite de crédito incidirá uma tarifa de "abertura de crédito", cujo valor cobrado está indicado no Quadro III desta CCB e tem como parâmetro a Tabela de Tarifas em vigor, divulgada em todas as suas agências, permitida pelo Bacen. A referida tarifa será devida a cada renovação e será cobrada conforme o valor vigente à época da renovação. O(s) EMITENTE(S) autoriza(m) o débito, pelo CREDOR, na conta corrente indicada no Quadro III, dos valores cobrados a título de tarifa de abertura de crédito Sobre o saldo devedor diário que a conta de depósitos apresentar incidirá a taxa de juros indicada no Quadro III, calculada de forma capitalizada por dia útil e cobrada na forma prevista no mencionado Quadro, considerando-se os dias úteis decorridos no período de utilização dos recursos e/ou no vencimento, bem como na prorrogação ou liquidação da CCB Para fins de apuração dos juros devidos, será utilizada a seguinte fórmula de cálculo, descapitalizando-se e transformando-se a taxa mensal em diária que será aplicada sobre o saldo devedor do dia útil anterior: TDU = {[(Taxa / ) (1/DU) ] -1} x 100 Sendo: TDU: Taxa efetiva por dia útil;taxa: Taxa efetiva ao mês; DU.: Número de dias úteis no mês Estipula-se como saldo devedor do dia útil anterior a soma das parcelas do saldo principal e dos juros acumulados diariamente São considerados como dias não úteis somente os sábados, domingos e feriados nacionais O IOF, de responsabilidade do(s) EMITENTE(S) será calculado e cobrado de acordo com as normas em vigor Fica estipulado expressamente e aceito pelo(s) EMITENTE(S) que o CREDOR poderá, a qualquer tempo de vigência desta CCB, inclusive no curso do período de prorrogação, alterar o limite de crédito aberto, bem como a taxa de juros, definida de acordo com os parâmetros utilizados para operações desta natureza, em adequação aos níveis de taxas praticadas pelo mercado financeiro. A mencionada alteração será informada por meio dos extratos mensais de conta corrente, que serão partes integrantes e inseparáveis desta CCB ou nos terminais de autoatendimento ou no Internet Banking, cabendo ao(s) EMITENTE(S) efetuar periodicamente a consulta do limite de crédito em vigor. 3 - O Custo Efetivo Total (CET), indicado no Quadro IV é o custo total desta operação de crédito para o(s) EMITENTE(s) e é calculado considerando os fluxos referentes às liberações e aos pagamentos previstos, incluindo a taxa efetiva de juros anual bem como os custos de seguros, tributos, tarifas, registros e demais despesas, a teor das normas e regulamentações em vigor. 4 - O CREDOR disponibilizará, mensalmente, extratos de conta corrente e demonstrativos da evolução do saldo devedor, que integrarão a presente CCB O(S) EMITENTE(S) terá(ão) o prazo de 15 (quinze) dias, contados da data de cada lançamento, para deles reclamar e o mesmo prazo para notificar a não disponibilização dos extratos, importando o seu silêncio no reconhecimento da regular recepção e de sua inteira conformidade. 5 - O pagamento, pelo(s) EMITENTE(S), do saldo devedor desta CCB, acrescido dos encargos devidos, deverá ser efetuado de acordo com o previsto no Quadro III, mediante débito em conta corrente. O débito dos valores deste empréstimo prefere a qualquer outro débito que tenha que ser efetuado. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 3/7

11 5.1 - O(S) EMITENTE(S) obriga(m)-se a manter saldo disponível em conta corrente, suficiente para o débito dos valores das obrigações desta CCB. 6 - Em garantia adicional do integral pagamento de todas e quaisquer obrigações representadas nesta CCB e seus acessórios é(são) constituída(s) em favor do CREDOR a(s) garantia(s) descritas no Quadro V, formalizada(s) por meio de instrumento(s) próprio(s) que passará(ao) a integrar a presente CCB como um só todo único e indivisível Na hipótese da presente operação ser garantida, também, por CDB (Certificado de Depósito Bancário) e/ou cheques e/ou duplicatas e/ou recebíveis de cobrança, o limite de crédito aberto será variável, vinculado ao valor das referidas garantias e apurado diariamente, correspondendo ao resultado da divisão do valor das aplicações financeiras e/ou títulos de crédito e/ou recebíveis de cobrança ofertados em garantia, pelo percentual indicado no Quadro V O valor diário do limite de crédito aberto estará disponível para consulta na agência em que o(s) EMITENTE(S) mantém(nham) o seu crédito rotativo, bem como nos terminais de autoatendimento e no Internet Banking Fica facultado ao CREDOR o direito de recusar cheques ou lançamentos a débito do(s) EMITENTE(S) na conta corrente indicada nesta CCB, na hipótese das garantias mostrarem-se insuficientes em relação ao valor do limite máximo de crédito desta CCB, sem prejuízo do disposto nas cláusulas seguintes Os cheques pré-datados ofertados em garantia da presente operação serão encaminhados pelo(s) EMITENTE(S) ao CREDOR através de "Carta(s)-Remessa(s) de Cheques" e as duplicatas e os demais títulos ou recebíveis de cobrança vinculada, através de borderôs específicos, que farão parte integrante e complementar desta CCB O CREDOR efetuará a cobrança dos títulos e/ou duplicatas e/ou recebíveis de cobrança vinculada através de sua carteira, correndo os encargos da cobrança a débito do(s) EMITENTE(S). O CREDOR não se obriga a protestar os cheques pré-datados e/ou duplicatas e/ou títulos ou recebíveis de cobrança vinculada que não forem pagos, os quais, após substituídos, serão devolvidos ao(s) EMITENTE(S). 7 - Esta CCB tem seu vencimento inicial previsto no Quadro III, ocasião em que o saldo devedor apresentado na conta de depósitos à vista do(s) EMITENTE(S) será exigido de imediato com os respectivos encargos e IOF Seja no curso da vigência originária ou de suas renovações, poderá ser declarado, pelo CREDOR ou pelo(s) EMITENTE(S), independente de qualquer notificação judicial, extrajudicial ou motivação, o seu vencimento antecipado, que produzirá efeito mediante simples comunicação do CREDOR ao(s) EMITENTE(S) ou vice-versa, tornando-se imediatamente exigível o valor total do crédito efetivamente utilizado pelo(s) EMITENTE(S), acrescido dos encargos e do IOF e de quaisquer outras importâncias devidas por força desta CCB Para liquidação de qualquer obrigação decorrente desta CCB, o CREDOR fica desde já autorizado pelo(s) EMITENTE(S) e seu(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) a efetuar os lançamentos respectivos na conta corrente, promovendo os débitos correspondentes. 8 - Fica estipulado expressamente e aceito pelo(s) EMITENTE(S) que, a critério do CREDOR, quando do vencimento desta CCB, a mesma poderá ser renovada automaticamente pelo mesmo prazo de validade, permanecendo todas as cláusulas e condições não alteradas como válidas para o novo prazo e limite concedido, passando a vigorar a partir do primeiro dia após o seu vencimento imediatamente anterior. 9 - O(s) EMITENTE(S) reconhecerá(ão), como prova de seu(s) débito(s) e da utilização do limite disponibilizado pelo CREDOR, os saques, tarifas, requisições, recibos, autorizações, cheques, documentos de ordens de crédito (DOC), Transferências Eletrônicas Disponíveis (TED) e ordens de pagamentos que emitir(em) ou assinar(em), bem como qualquer lançamento ou transferência que o CREDOR vier a fazer com base nesta CCB O(S) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) nomeado(s) e qualificado(s) nesta CCB firma(m) a presente, anuindo aos seus termos e obrigando-se cambial e solidariamente por todos os débitos principais e acessórios assumidos pelo(s) EMITENTE(S) no presente título, MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 4/7

12 inclusive quanto ao principal, aos encargos, multas, impostos, juros e correção monetária, declarando-se, ainda, de pleno acordo com eventual prorrogação da presente CCB e responsabilizando-se, desde já, pelas obrigações decorrentes deste ato Além das hipóteses de lei e das demais previstas nesta CCB, é facultado ao CREDOR considerar antecipadamente vencida a presente CCB e imediatamente exigível o pagamento da dívida, independentemente de qualquer aviso, notificação ou interpelação prévia, se o(s) EMITENTE(S) e/ou seu(s) avalista(s) e devedor(es) solidário(s): deixarem de cumprir quaisquer cláusulas desta CCB ou disposições legais, no tempo e pelo modo aqui estipulados, inclusive se ocorrer atraso nos pagamentos; se vier a ocorrer algum dos casos ou circunstâncias previstos nos artigos 333 e/ou do Código Civil; requerer(em) sua recuperação judicial ou tiver(em) sua falência requerida ou decretada; sofrer(em) protesto de título e/ou pedido de insolvência; tiver(em) seu(s) nome(s) figurando no Cadastro de Emitentes de Cheques Sem Fundos; tiver(em) cheque(s) devolvido(s) por insuficiência de fundos; figurar(em) como devedor principal ou coobrigado em ação de execução; tiver(em) seu(s) nome(s) figurando no cadastro de devedores de qualquer outro órgão encarregado de cadastrar atrasos nos pagamentos; tiver(em) sua(s) conta(s) corrente(s) bloqueada(s) ou penhorada(s) por determinação judicial Vencida a dívida e não liquidada ou, na ocorrência do vencimento antecipado desta CCB, o(s) EMITENTE(S) e o(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) autorizam, desde já, o CREDOR a utilizar o saldo de quaisquer espécies de contas que mantenha(m), junto a qualquer agência, inclusive aplicações financeiras e aquelas decorrentes de excesso de garantias de outros ajustes por eles firmados com o CREDOR, em valor suficiente para a liquidação do saldo devedor da dívida resultante desta CCB No caso de inadimplemento serão devidos, além dos encargos previstos nesta CCB: juros moratórios de 2% (dois por cento) ao mês; juros remuneratórios à taxa máxima do mercado do dia do pagamento, nunca inferior à taxa prevista nesta CCB e; multa de 2% (dois por cento) sobre o saldo devedor Na hipótese de cobrança judicial, o CREDOR poderá optar, quanto aos juros remuneratórios, pela correção monetária segundo os índices oficiais regularmente divulgados e que reflitam a desvalorização da moeda, além dos juros de mora de 2% (dois por cento) ao mês e multa de 2% (dois por cento) sobre o valor devido Na hipótese do descumprimento de qualquer obrigação pelo EMITENTE poderá o CREDOR comunicar o fato à SERASA, ao SPC ou a órgãos similares A tolerância por parte do CREDOR pelo não cumprimento de qualquer cláusula ou condição cedular por outra parte, não se constituirá em renúncia ao direito de exigir o cumprimento da obrigação O(s) EMITENTE(S) e o(s) AVALISTA(S) E DEVEDOR(ES) SOLIDÁRIO(S) declaram não ter dúvidas sobre quaisquer cláusulas e condições desta CCB e que receberam uma via não negociável da presente CCB O CREDOR poderá, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, endossar, ceder, empenhar ou transferir, total ou parcialmente, os direitos, ações e garantias decorrentes desta CCB, independentemente de qualquer aviso, comunicação, notificação ou autorização de qualquer espécie, podendo, inclusive, emitir e negociar Certificados de CCB relativos ao presente título Os avisos, interpelações, cartas e notificações relativos a esta operação serão considerados válidos e eficazes quando enviados para os endereços indicados na Ficha Proposta de Abertura de Conta. Qualquer alteração do endereço deverá ser comunicada ao CREDOR por escrito, sob responsabilidade do(s) EMITENTE(S) A(s) pessoa(s) que assina(m) o campo "Autorização para prestar aval" desta CCB, autoriza(m) seu(s) cônjuge/companheiro a prestar aval relativamente à presente CCB, na forma da legislação civil O EMITENTE declara-se ciente de que: a) o Sistema de Informações de Crédito (SCR) tem por finalidades fornecer informações ao Banco Central do Brasil (BACEN) para fins de supervisão do risco de crédito a que estão expostas as instituições financeiras e propiciar o intercâmbio de informações entre essas sobre o montante de débitos e de responsabilidades MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 5/7

13 de clientes em operações de crédito e de câmbio; b) poderá ter acesso aos seus dados registrados no SCR por meio da Central de Atendimento ao Público do BACEN; c) qualquer correção, exclusão, discordância ou registro de medidas judiciais quanto às informações constantes do SCR deverá ser formalizada, fundamentadamente, por escrito dirigido ao BACEN ou à instituição credora; d) a consulta sobre qualquer informação ao SCR depende de sua prévia autorização O EMITENTE concorda e autoriza o CREDOR, mesmo após o vencimento desta CCB, a consultar e registrar no SCR ou em qualquer sistema de proteção ao crédito eventuais informações existentes a seu respeito, inclusive sobre operações de crédito e aquelas realizadas no mercado de câmbio. O EMITENTE declara que as consultas do CREDOR àqueles sistemas, antes desta operação, contaram com a sua autorização, ainda que verbal. 21. Todas as declarações e autorizações feitas pelo EMITENTE na presente CCB são feitas em caráter irrevogável e irretratável e por prazo indeterminado, notadamente em relação aos débitos em conta corrente. SÚMULA DAS DISPOSIÇÕES RELATIVAS À CONTRATAÇÃO DO SEGURO PRESTAMISTA Na eventualidade da contratação do seguro prestamista, o valor do prêmio será calculado de acordo com o saldo devedor médio mensal, observadas as disposições abaixo, além daquelas contidas nas Condições Gerais do seguro: a - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e concorda(m), desde já, que o seguro prestamista ora contratado possui como cobertura o saldo devedor da operação de crédito rotativo no momento do sinistro, na hipótese de óbito ou de invalidez permanente total por acidente apenas do EMITENTE, único segurado desta operação. b - Caso a operação de crédito rotativo possua saldo devedor médio em determinado mês de até R$ 1.000,00 (hum mil reais), serão cobrados R$1,90 (um real e noventa centavos), para segurados até 75 anos. c - Caso a operação de crédito rotativo possua saldo devedor médio superior a R$1.000,00 (hum mil reais), incidirá o percentual de 0,38% (trinta e oito centésimos por cento) a ser calculado sobre o saldo devedor médio do respectivo mês, para segurados até 75 anos. d - Para segurados com 76 anos ou mais, incidirá o percentual de 4,65% (quatro virgula sessenta e cinco por cento) a ser calculado sobre o valor do saldo devedor médio do respectivo mês. e - O saldo devedor médio mensal será calculado somando-se os saldos devedores diários no mês respectivo, divididos pelo número de dias do mês correspondente. f - O valor do prêmio será debitado na conta corrente do(s) EMITENTE(S), vinculada ao crédito aberto, observada a mesma data de pagamento dos encargos conforme previsto no campo correspondente do Quadro III (Fl. 1/7), para o que o(s) EMITENTE(S) autoriza(m) o CREDOR, em caráter irrevogável e irretratável e por prazo indeterminado, a efetuar o débito mensal do valor do prêmio respectivo na mencionada conta corrente. g - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e concorda(m), desde já, com a contratação do seguro prestamista para esta operação de crédito, sendo que o prêmio do seguro será repassado integralmente à Seguradora, pelo CREDOR, na qualidade de Estipulante, por conta e ordem do(s) EMITENTE(S). MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 6/7

14 h - O(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) de que esta operação de crédito está garantida por uma apólice de seguro, contratada junto à Zurich Minas Brasil Seguros S.A., CNPJ / , cujas condições estão registradas na SUSEP através do processo número / , não implicando, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. i - O Estipulante da apólice e beneficiário da indenização será o CREDOR, sendo a finalidade do seguro garantir a quitação do saldo devedor apurado às 00 (zero) horas da data do sinistro. j - Respeitado o disposto no item k abaixo, o valor máximo da indenização é limitado a R$ ,00 (cem mil reais), que também é o limite máximo de cobertura para o somatório de todas as operações de crédito rotativo vigentes do EMITENTE, único segurado, junto ao CREDOR, na hipótese de seu óbito ou de invalidez permanente total por acidente, nos termos das condições contratuais do seguro, cujo inteiro teor, o(s) EMITENTE(S) declara(m)-se ciente(s) e em pleno acordo. k - Na adesão ao seguro, o limite do capital segurado individual é o valor disponível de crédito rotativo, limitado ao valor estabelecido no item j acima. A cada aumento do limite de crédito rotativo, fica expressamente facultado à Seguradora a aceitação do aumento do capital segurado para fins do seguro contratado, o que será comunicado pelo Estipulante à Seguradora. A Seguradora terá o prazo de 15 dias a partir do recebimento da informação, para se manifestar quanto à aceitação ou não do aumento do capital segurado. l - O seguro vigerá a partir do dia seguinte ao da emissão desta Cédula de Crédito Bancário até a sua data de vencimento e será renovado automaticamente, caso ocorra a renovação automática desta operação de crédito rotativo, respeitado o término de vigência da apólice coletiva e desde que a apólice seja renovada entre o estipulante e a seguradora. m - Em caso de sinistro por morte ou invalidez permanente total por acidente do EMITENTE, único segurado, deverá ser realizada a comunicação formal e imediata ao CREDOR. n - O(s) EMITENTE(S) autoriza(m) que o CREDOR dê ciência da presente operação à Zurich Minas Brasil Seguros S.A. e/ou a qualquer órgão regulador. o - O EMITENTE, único segurado, declara, ainda, para fins de contratação do seguro prestamista, ter entre 16 e 75 anos e estar em perfeitas condições de saúde, ciente de que a declaração inexata implicará a perda de direito da cobertura do seguro ora contratado. p - A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco. O segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros, no site por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF. MOD. R /04/ Biblioteca Virtual FOLHA 7/7 OUVIDORIA MB SAC

SÉTIMO TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL, COMO SEGUE:

SÉTIMO TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL, COMO SEGUE: CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL SÉTIMO TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL, COMO SEGUE: Partes - BANCO MERCANTIL DO BRASIL S.A., com sede na Rua Rio de Janeiro, nº 654, Centro,

Leia mais

MODELO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL

MODELO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2.235 São Paulo/SP, inscrito no

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu Estatuto

Leia mais

Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF

Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF Condições Gerais Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente de Depósito CEP Plus PF 1. Partes 1.1. Cliente - é o cliente do Personnalité e solicitante da abertura de crédito em conta corrente de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Estas são as condições gerais do Empréstimo, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições gerais, que serão aplicáveis durante todo o período

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Rua Amador Bueno, nº 474, São Paulo/SP,

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Rua Amador Bueno, nº 474, São Paulo/SP,

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Pres. Juscelino Kubitschek,

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Pres Juscelino Kubitschek, 2041/2235A,

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES CRÉDITO PESSOAL PREVENTIVO E CRÉDITO PESSOAL GERENCIADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES CRÉDITO PESSOAL PREVENTIVO E CRÉDITO PESSOAL GERENCIADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES CRÉDITO PESSOAL PREVENTIVO E CRÉDITO PESSOAL GERENCIADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2041,

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL FLEXÍVEL Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2041, São Paulo/SP, inscrito no

Leia mais

V AL R Qualificação do Microempreendedor

V AL R Qualificação do Microempreendedor V AL R Qualificação do Microempreendedor Data: Nome Completo: CPF/CNPJ: Nº Identidade: Órgão Emissor : Sexo: Data de Nascimento: Estado Civil: Naturalidade: Nome do Pai: Nome da Mãe: Endereço: Bairro:

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO PARA USO DA COOPERATIVA CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO Contrato nº Sist./Regional: Percentual de Capitalização % Conta Capital R$ Data do Crédito do Emp.: / / Valor da Prim. Parcela R$ Venc.da

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2041, São Paulo/SP, inscrito

Leia mais

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo mediante Consignação em Benefícios de Aposentadoria e Pensão do INSS ESTAS CONDIÇÕES GERAIS REGEM O CONTRATO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO MEDIANTE

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL ELETRÔNICO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041/2235A, São Paulo/SP,

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitscheck, 2041, São Paulo/SP, inscrito no CNPJ/MF

Leia mais

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento

Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento Condições Gerais do Contrato de Concessão de Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento ESTAS CONDIÇÕES GERAIS REGEM O CONTRATO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO,

Leia mais

Regulamento de Utilização do Limite de Crédito Pessoal Contratado por Meios Eletrônicos - Aplicável ao Cliente Pessoa Física.

Regulamento de Utilização do Limite de Crédito Pessoal Contratado por Meios Eletrônicos - Aplicável ao Cliente Pessoa Física. O presente Eletrônicos Aplicável ao Cliente Pessoa Física ( Regulamento ), tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre o Banco Bradesco S.A., instituição financeira privada, inscrita no CNPJ

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM

CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM O presente instrumento, doravante denominado de CONTRATO, define as condições e relações entre a MERCANTIL DO BRASIL MB CORRETORA

Leia mais

Condições Gerais do Aditamento para Parcelamento

Condições Gerais do Aditamento para Parcelamento Condições Gerais do Aditamento para Parcelamento (Versão 05/2014) Estas são as Condições Gerais do Aditamento para Parcelamento, solicitado por você e contratado por meio de digitação de senha ou ligação

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONVÊNIO DESCONTO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONVÊNIO DESCONTO CCB CONV DESC VJ 04/2011 (540) CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB Nº VIA: Negociável (CREDOR) Não Negociável (EMITENTE) I - EMITENTE Nome/Razão Social CPF /CNPJ Banco Agência Conta Corrente nº II TERCEIROS

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2041 São Paulo/SP, inscrito no

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOA FÍSICA CONDIÇÕES GERAIS

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOA FÍSICA CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOA FÍSICA CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS DO CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOA FÍSICA CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOA FÍSICA Condições Gerais Abaixo estão as Condições Gerais do

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO CRÉDITO PESSOAL RENOVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitschek, 2041 São Paulo/SP, inscrito no

Leia mais

Regulamento de Utilização do Limite de Crédito Pessoal Contratado por Meios Eletrônicos - Aplicável ao Cliente Pessoa Física.

Regulamento de Utilização do Limite de Crédito Pessoal Contratado por Meios Eletrônicos - Aplicável ao Cliente Pessoa Física. O presente Regulamento de Utilização do Limite de Crédito Pessoal Contratado por Meios Eletrônicos Aplicável ao Cliente Pessoa Física ( Regulamento ), tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido Conceito e Características do Cartão de Crédito O cartão de crédito Private Label Híbrido, de uso doméstico

Leia mais

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas.

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas. São Paulo, 30 de JANEIRO de 2014 Prezado(a) JEFERSON BATISTA DA SILVA, temos uma ótima oportunidade para você. Pague à vista Pague 48 Parcelas de R$ 82,60 R$ 2.223,95 Ou (*) cada. (*) Este é o valor para

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 24170-3 (FL. 1/4) SF 06/11 Via única CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Estas são as condições gerais do Empréstimo Pessoal, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitscheck, 2041, São Paulo/SP, inscrito no CNPJ/MF

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

Regulamento de Abertura de Limite de Cheque Especial - PF

Regulamento de Abertura de Limite de Cheque Especial - PF O Regulamento de Abertura de Limite de Cheque Especial - PF (Cheque Especial) por Meios Eletrônicos Aplicável ao Cliente Pessoa Física ( Regulamento ), tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre

Leia mais

CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS

CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS CCB Cédula de Crédito Bancário Consignação INSS Pela presente CÉDULA DE CRÉDITO BANCARIO, doravante designada como CÉDULA, pagarei ao Banco Ibi S.A. Banco Múltiplo, com sede na Alameda Rio Negro, 585,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS Quadro Resumo BANCO CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco, Estado de

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV.

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. Sumário Capítulo I Da finalidade...1 Capítulo II - Dos contratantes...1 Capítulo III - Dos limites individuais...2 Capítulo IV -

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS AO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO DESTINADO À RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS O BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A., com sede na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 e 2235, Bloco A, Vila Olímpia, São Paulo/SP, CEP 04543-011, CNPJ/MF sob n.º 90.400.888/0001-42, disponibiliza

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer as condições, critérios e normas de concessão de Empréstimo Pessoal aos participantes da PREVICEL Previdência Privada da CELEPAR, obedecendo as disposições legais vigentes sobre

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 24170-3 (FL. 1/5) SF 12/14 Via única CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Estas são as condições gerais do Empréstimo Pessoal, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições

Leia mais

Regulamento de Abertura de Limite de Cheque Especial - PF

Regulamento de Abertura de Limite de Cheque Especial - PF O (Cheque Especial) por Meios Eletrônicos Aplicável ao Cliente Pessoa Física ( Regulamento ), tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre o Banco Bradesco S.A., instituição financeira privada,

Leia mais

Credfaz Servidor Federal

Credfaz Servidor Federal COOPERATIVA DE CRÉDITO DO SERVIDOR FEDERAL LTDA. SICOOB CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL Credfaz Servidor Federal Edifício CREDFAZ - SCS - Quadra 05 Bloco C - Ent. 165/9 - CEP 70305-921 - Brasília - Fone: 61 3035

Leia mais

2.3.3 Vencimento das parcelas. X2 2.4 Taxa de juros remuneratórios 2.5 IOF (R$) 2.6 Tarifa de 2.4.1 Ao mês 2.4.2 Ao ano 2.4.

2.3.3 Vencimento das parcelas. X2 2.4 Taxa de juros remuneratórios 2.5 IOF (R$) 2.6 Tarifa de 2.4.1 Ao mês 2.4.2 Ao ano 2.4. Saldo Parcelado Itaú Aditamento a Cédula de Crédito Bancário/Contrato - Abertura de crédito em conta corrente e financiamento de encargos Nr. XXXXXXXX10 Cliente XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX30 E os co-emitentes,

Leia mais

Atendimento das 08:00 hs. às 15:00 hs. CNPJ 01.530.136/0001-76 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO. Cooperado. Matrícula R.G. CPF

Atendimento das 08:00 hs. às 15:00 hs. CNPJ 01.530.136/0001-76 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO. Cooperado. Matrícula R.G. CPF COOPERARATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DA CPTM Rua Zuma de Sá Fernandes, 360 - Térreo - Presidente Altino - Osasco - SP - CEP 06213-040 Telefones: 3689-9166 / 3652-2600 - Ramais 2771

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARA DESCONTO DE CHEQUES - PESSOAS JURÍDICAS

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARA DESCONTO DE CHEQUES - PESSOAS JURÍDICAS CLÁUSULAS GERAIS que regem o Contrato de Abertura de Crédito para Desconto de Cheques Pessoas Jurídicas, tendo de um lado o BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A., com sede em Brasília, Capital Federal, inscrito

Leia mais

Condições Gerais do Limite de Crédito para Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento ou benefício do INSS

Condições Gerais do Limite de Crédito para Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento ou benefício do INSS Condições Gerais do Limite de Crédito para Empréstimo Mediante Consignação em Folha de Pagamento ou benefício do INSS Estas são as condições gerais do Limite de Crédito para Empréstimo Mediante Consignação

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CRÉDITO CERTO TRIBANCO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CRÉDITO CERTO TRIBANCO CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CRÉDITO CERTO TRIBANCO CCB Nº Via Negociável Via Não Negociável Emitente CNPJ / Terceiro Garantidor 1, também denominado DEVEDOR/GARANTIDOR SOLIDARIO Terceiro Garantidor 2, também

Leia mais

Regulamento de Abertura de Limite de Crédito Global Bradesco - PF

Regulamento de Abertura de Limite de Crédito Global Bradesco - PF O presente Regulamento de Abertura de Limite de Crédito Global Bradesco, aplicável ao cliente pessoa física ( Regulamento ), tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre o Banco Bradesco S/A,

Leia mais

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA.

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. Índice Capítulo I Da Carteira de Empréstimo Simples... 3 Capítulo II Dos Recursos

Leia mais

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO

BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO BB SEGURO CRÉDITO PROTEGIDO Condições Particulares Processo SUSEP Nº 15414.003063/2009-70 0 ÍNDICES CONDIÇÕES PARTICULARES 1. OBJETO DO SEGURO 2 2. ESTIPULANTE 2 3. GRUPO SEGURÁVEL 2 4. GRUPO SEGURADO

Leia mais

Sumário Executivo 7 1 430

Sumário Executivo 7 1 430 43017 Sumário Executivo SUMÁRIO EXECUTIVO CARTÃO DE CRÉDITO BANDEIRA VISA INTERNACIONAL: Este documento contém as informações essenciais e resumidas relacionadas ao seu cartão extraídas das Condições Gerais

Leia mais

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL, entidade fechada de previdência complementar, com sede na Praia de Botafogo, nº

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO PARA CAPITAL DE GIRO PESSOAS JURÍDICAS

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO PARA CAPITAL DE GIRO PESSOAS JURÍDICAS CLÁUSULAS GERAIS que regem o Contrato de Abertura de Crédito Parcelado para Capital de Giro Pessoas Jurídicas, tendo de um lado o BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A., com sede em Brasília, Capital Federal, inscrito

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA CLÁUSULAS GERAIS, que regem o Contrato de Abertura de Credi-Rápido, que são

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS As Condições Gerais aqui estabelecidas são parte integrante e indissociável da Proposta

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO PARA FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS

CONDIÇÕES GERAIS DA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO PARA FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS CONDIÇÕES GERAIS DA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO PARA FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS As Condições Gerais abaixo se aplicam à operação de Financiamento de Veículos, contratada pelo EMITENTE junto ao BANCO TOYOTA,

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

Valor do crédito concedido: R$ ( )

Valor do crédito concedido: R$ ( ) Cédula nº: Valor do crédito concedido: R$ ( ) Data da emissão: / / Data do vencimento: / / 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - 1.4 Nome Segundo Titular: 1.5 RG Segundo Titular: 1.6 CPF/MF Segundo

Leia mais

Regulamento Abertura de Crédito Flex Bradesco - PF

Regulamento Abertura de Crédito Flex Bradesco - PF O presente Regulamento de Abertura de Limite de Crédito Flex Bradesco ( Regulamento ), aplicável ao Devedor ( Regulamento ) pessoa(s) física tem por objetivo disciplinar a relação jurídica entre o Banco

Leia mais

Contrato de Crédito Direto CAIXA - Pessoa Física

Contrato de Crédito Direto CAIXA - Pessoa Física CLÁUSULAS GERAIS CLÁUSULA PRIMEIRA - A CAIXA disponibiliza e o(s) CREDITADO(S) aceita(m) os valores de referência, sujeitos a confirmação até a data da efetivação da operação, observadas as normas operacionais

Leia mais

1) PARTES CONTRATANTES

1) PARTES CONTRATANTES CNPJ 61.198.164/0001-60 1) PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE CONTRA GARANTIA CONDIÇÕES CONTRATUAIS GERAIS PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS, inscrita no CNPJ sob o n.º 61.198.164/0001-60, com sede na Cidade

Leia mais

(ii) É necessária a estipulação de condições gerais para que a obtenção do crédito pelo CLIENTE se efetive de modo ágil e desburocratizado;

(ii) É necessária a estipulação de condições gerais para que a obtenção do crédito pelo CLIENTE se efetive de modo ágil e desburocratizado; HSBC Bank Brasil S.A. Banco Múltiplo, com sede na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Travessa Oliveira BeIlo, n 34, 4 andar, inscrito no CNPJ/MF sob o n. 01.701.201/0001-89 (doravante denominado

Leia mais

CONTRATO UNIFICADO MERCANTIL DO BRASIL PESSOA FÍSICA

CONTRATO UNIFICADO MERCANTIL DO BRASIL PESSOA FÍSICA O BANCO MERCANTIL DO BRASIL S.A, com sede na cidade de Belo Horizonte, estado de Minas Gerais, inscrito no CNPJ sob n.º 17.184.037/0001-10 e as pessoas nomeadas e qualificadas neste instrumento, doravante

Leia mais

a) a Conta Eletrônica poderá ser individual ou conjunta não solidária ou conjunta solidária;

a) a Conta Eletrônica poderá ser individual ou conjunta não solidária ou conjunta solidária; BANCO DAYCOVAL S/A, com sede em São Paulo/SP, na Avenida Paulista nº 1.793, inscrito no CNPJ sob nº 62.232.889/0001-90, doravante denominado DAYCOVAL e a(s) pessoa(s) nomeada(s) e qualificada(s) na Proposta

Leia mais

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo.

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo. Folha 1 DE 6 Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus participantes na forma do seu Regulamento Básico. Fundação

Leia mais

Condições Gerais Para Abertura de Conta

Condições Gerais Para Abertura de Conta O Cliente, devidamente qualificado no Cadastro, doravante designado simplesmente Cliente, toma conhecimento dos termos definidos pelo Banco BTG Pactual S.A. para a abertura de conta corrente de depósitos

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONFISSÃO DE DÍVIDA E REPACTUAÇÃO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CONFISSÃO DE DÍVIDA E REPACTUAÇÃO CÉDULA Nº VIA: Negociável (CREDOR) Não Negociável (EMITENTE) I EMITENTE Nome/Razão Social CPF /CNPJ Banco Agência nº Conta corrente nº II TERCEIROS GARANTIDORES também denominados DEVEDORES/GARANTIDORES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA

CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA BANCO DAYCOVAL S/A, com sede em São Paulo/SP, na Avenida Paulista nº 1.793, inscrito no CNPJ sob nº 62.232.889/0001-90, doravante

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO CLÁUSULAS GERAIS que regem o Contrato de Abertura de Crédito Parcelado, tendo de um lado o BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A., com sede em Brasília, Capital Federal, inscrito no CNPJ/MF sob o número 00.000.208/0001-00,

Leia mais

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA FINALIDADE...3 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS...3 CAPÍTULO III - DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÕES...4 CAPÍTULO IV - DOS

Leia mais

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem:

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE CREDINÂMICO FUNCEF 13º SALÁRIO QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: A FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS

Leia mais

Contrato de Financiamento de Bens e/ou Serviços com Garantia de Alienação Fiduciária de Bens Móveis

Contrato de Financiamento de Bens e/ou Serviços com Garantia de Alienação Fiduciária de Bens Móveis Contrato de Financiamento de Bens e/ou Serviços com Garantia de Alienação Fiduciária de Bens Móveis Pelo presente Contrato de Financiamento de Bens e/ou Serviços com Garantia de Alienação Fiduciária de

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ROTATIVO EM CONTA CORRENTE PESSOA JURÍDICA

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ROTATIVO EM CONTA CORRENTE PESSOA JURÍDICA CLÁUSULAS GERAIS que regem o Contrato de Abertura de Crédito Rotativo em Conta Corrente, tendo de um lado o BRB Banco de Brasília S.A., com sede em Brasília, Distrito Federal, inscrito no CNPJ sob o número

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO OPERAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE BENS

CONDIÇÕES GERAIS DA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO OPERAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE BENS As Condições Gerais abaixo se aplicam à operação de financiamento de bens contratada pelo EMITENTE junto ao BANCO, ambos indicados e qualificados conforme as Condições Específicas desta Cédula. Estas Condições

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

Contrato de Empréstimo para Cliente Pré- Selecionado - Crédito Citibank

Contrato de Empréstimo para Cliente Pré- Selecionado - Crédito Citibank Contrato de Empréstimo para Cliente Pré- Selecionado - Crédito Citibank CONSIDERANDO QUE: i) A empresa para a qual o MUTUÁRIO trabalha ( EMPREGADOR ) celebrou com o MUTUANTE (BANCO CITIBANK S.A.) Convênio

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB CRÉDITO PROPOSTA CONSIGNADO DE CRÉDITO - CONSIGNADO ASSOCIADO: Nome: Conta Corrente Nº: CPF/CNPJ: Sigla: Matrícula na empresa: Carteira de Identidade: Órgão emissor: Endereço: CEP: Cidade: UF: E-mail:

Leia mais

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA TENDENCIA COD CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA Pelo presente instrumento particular, de um lado TENDÊNCIA INFORMAÇÕES E SISTEMAS LTDA., com sede na Rua São Jorge, 103,

Leia mais

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO PROPOSTA DE SEGURO EMPRESARIAL ORIGEM: 39 Nº PROPOSTA: RAZÃO SOCIAL ESTIPULANTE: CNPJ: ¹Pessoa Politicamente Exposta: Sim Não Relacionamento Próximo Nacionalidade: Reside no Brasil: Sim Não ¹Pessoa Politicamente

Leia mais

CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS

CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS 1 - OBJETIVO CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS 1.1 Estabelecer normas para concessão de empréstimos aos participantes ativos e assistidos. 2 - QUALIFICAÇÃO PARA O EMPRÉSTIMO 2.1 Ser

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO

REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO BANCO CRUZEIRO DO SUL S.A., instituição financeira com sede na Cidade e Estado de São Paulo, na Rua Funchal, nº 418, 7º a 9º andares, Vila Olímpia,

Leia mais

Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente

Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente Contrato de Abertura de Crédito em Conta Corrente Por este instrumento a Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Lagoa da Prata e Região Ltda. SICOOB Lagoacred Gerais, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº:

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM102T7 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: II GLOSSÁRIO

Leia mais

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E,

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, NAS MODALIDAES PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DOS TRABALHADORES E/OU PRÊMIO - PREMIAÇÃO E INCENTIVO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS ÀS CONTRATAÇÕES DE CRÉDITO PESSOAL RENOVADO

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS ÀS CONTRATAÇÕES DE CRÉDITO PESSOAL RENOVADO CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS ÀS CONTRATAÇÕES DE CRÉDITO PESSOAL RENOVADO O Banco Santander S.A., CNPJ 90.400.888/0001-42, com sede na Rua Amador Bueno, 474, São Paulo, Capital, doravante referenciado como

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB CRÉDITO PROPOSTA PESSOAL DE CRÉDITO - PESSOAL ASSOCIADO: Nome: Conta Corrente Nº: CPF/CNPJ: Sigla: Matrícula na empresa: Carteira de Identidade: Órgão emissor: Endereço: CEP: Cidade: UF: E-mail: Tel. Comercial:

Leia mais

AUTORIZAÇÃO DE DESCONTO

AUTORIZAÇÃO DE DESCONTO AUTORIZAÇÃO DE DESCONTO INTERVENIENTE ANUENTE: Governo do Estado de São Paulo / Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo ENDEREÇO: DADOS DO SERVIDOR NOME: MATRÍCULA: RG: DATA ADMISSÃO: DADOS DA CONSIGNAÇÃO

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Resgatável Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Resgatável Versão Mai./12 2 VIP RESGATÁVEL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar o funcionamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual,

Leia mais

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip CONTA CORRENTE (uso exclusivo do banco) Razão Social do Titular Endereço

Leia mais

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES.

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS PAN+ 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. Este Regulamento estabelece as regras de participação dos clientes pessoa física Titulares e Adicionais ("CLIENTES" ou "CLIENTE")

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC.

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC. Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Business Card do HSBC. Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu Cartão

Leia mais

Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte

Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte Anexo I - Regulamento Seu Cartão Dá Sorte CREDZ ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO Endereço: AVENIDA BRIGADEIRO FARIA LIMA, Nº 1309 11º ANDAR JARDIM PAULISTANO, SÃO PAULO - SP CNPJ 12.109.247/0001-20

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 Página 1 de 7 CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. CNPJ: 33.425.075/0001-73 TC CASH 36 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

Bairro Cidade CEP UF. Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito. Bairro Cidade CEP UF. Bairro Cidade CEP UF

Bairro Cidade CEP UF. Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito. Bairro Cidade CEP UF. Bairro Cidade CEP UF SACADO ELETRÔNICO ADESÃO EXCLUSÃO Nome ou Razão Social Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito AGREGADOS Nome ou Razão Social (I) Nome ou Razão Social (II) 1 Pelo presente instrumento, a CAIXA ECONÔMICA

Leia mais

*ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973.

*ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973. *ESTE CONTRATO ESTÁ REGISTRADO NO 9O. OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE SÃO PAULO SOBRE O NÚMERO 793973. CONTRATO DE LOCAÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE BEM MÓVEL Contrato

Leia mais