Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes"

Transcrição

1 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes ANEXO ESTATÍSTICO Crescimento anual do VTI e VTI per capita, , (em %, em U$ constante 2010). VTI total VTI per capita % anual Índice: 2010=100 % anual Valor Países US$ Mundo 2,4 2, ,2 1, Economias Industrializadas -0,3 1, ,0 0, União Europeia -1,2 0, ,7 0, Áustria 0,5 1, ,1 1, Bélgica -0,6 1, ,3 0, Rep. Tcheca 4,9 2, ,3 2, Dinamarca -2,0 2, ,4 1, Estônia -1,9 4, ,6 4, Finlândia -1,9-2, ,4-3, França -1,0 0, ,5 0, Alemanha -0,9 1, ,7 1, Hungria -1,2 1, ,1 1, Irlanda -1,4 4, ,2 3,8 - Itália -2,7-1, ,0-1, Lituânia 0,2 5, ,6 6, Luxemburgo -7,9 2, ,8 0, Malta 0,0-2, ,8-2, Holanda -0,9 0, ,2 0, Portugal -1,6-0, ,8-0, Eslováquia 5,6 4, ,6 4, Eslovênia -0,1 1, ,7 1, Espanha -2,4-2, ,6-1, Suécia -0,8-0, ,5-0, Reino Unido -1,8 0, ,7-0, Outros Europa 0,2 1, ,2 1, Andorra -3,2-4, ,0-0,3 - Islândia 2,2 3, ,8 2, Liechtenstein 0,5 0, ,3 0,2 - Noruega 0,3 2, ,8 1, Rússia -0,4 1, ,3 1, San Marino -4,9-3, ,8-4, Suíça 1,4 1, ,3 0, Leste da Ásia 1,4 1, ,0 0, China, Hong Kong -3,2-1, ,7-1,8 505 China, Macau - 13, ,4 496 China, Taiwan 0,8-0, ,4-0, Japão 0,3 0, ,2 0, Malásia 1,4 4, ,3 3, Coreia 5,7 3, ,1 3, Singapura 4,7 2, ,2 0, Oeste da Ásia 3,3 5, ,4 2, Bahrain 6,1 3, ,7 2, Kuwait 0,4 4, ,6-0, Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 1

2 VTI total VTI per capita % anual Índice: 2010=100 % anual Valor Países US$ Qatar 12,6 6, ,3 2, Emirados Arabesos Árabes Unidos 0,9 4, ,1 2, América do Norte -0,8 1, ,7 0, Bermuda -2,6-9, ,3-8,8 - Canada -4,2 1, ,3 0, Groelândia -12,1 5, ,9 5,3 - EUA -0,4 1, ,3 0, Outros -0,1 0, ,7-0, Aruba -0,6 2, ,8 1,6. Austrália -0,2 0, ,9-0, Ilhas virgens britânicas 1,5-2, ,8-4,1. Ilhas Cayman 0,5 0, ,1-1,1. Polinésia francesa -2,5-2, ,4-3,1. Israel 4,6 0, ,2-0, Nova Zelândia -3,9 1, ,0 0, Porto Rico -1,3 0, ,0 0, Economias industriais emergentes e em 7,7 5, ,3 4,1 862 Desenvolvimento Economias industriais emergentes 3,4 2, ,2 1,6 766 Argentina 5,2 1, ,2 0, Bielorrússia 8,5 1, ,8 0, Brasil 1,6-1, ,5-2, Brunei -2,0-1, ,6-3, Bulgária 1,8 3, ,5 3,7 980 Chile 1,1 2, ,0 1, Colômbia 2,0 1, ,8 0,1 813 Costa 1,7 3, ,4 2, Croácia -1,2-1, ,9-0, Chipre -0,9-6, ,3-7,3 843 Grécia -3,6-4, ,8-4, Índia 9,3 6, ,7 5,3 298 Indonésia 3,8 5, ,4 3,7 830 Cazaquistão 3,2 2, ,1 0, Latvia -4,8 1, ,6 2, Maurícios 2,4 2, ,9 2, México -0,2 3, ,8 1, Omã 9,2 1, ,9-6, Polônia 8,9 4, ,8 4, Romênia 2,9 1, ,0 1, Arábia Arabia Sauditata 6,6 5, ,0 3, Sérvia 2,1 1, ,4 1,9 644 África do Sul 0,9 1, ,4 0,0 952 Suriname 1,8-5, ,7-6, Tailândia 3,8 1, ,6 1, Macedônia -1,1 6, ,3 6,7 629 Tunísia 3,0 1, ,9 0,3 683 Turquia 2,5 4, ,3 2, Ucrânia -2,9-3, ,4-2,8 342 Uruguai 6,2 0, ,9 0, Venezuela 0,2-0, ,4-2, China 13,1 7, ,5 7, Outras Economias em desenvolvimento 5,0 4, ,1 2,3 345 Países menos desenvolvidos 9,0 6, ,5 4,4 92 Fonte: UNIDO, International Statistical Yearbook Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 2

3 Crescimento anual do valor adicionado, por grupos de países, 2000 a 2015, US$ constantes Economias industrializadas Mundo EIE Outras em desenvolvimento Países menos desenvolvidos Alimentos 0,1 0,7 2,8 3,2 4,2 7,3 9,4 6,4 2,0 2,8 11 Bebidas 0,2 1,3 3,6 1,8 3,9 7 2,6 3,1 10,3 8,9 12 Produtos de tabaco -5,2-3,6 2,7 1,5-0, ,2 9,9 6,6 13 Têxteis -8,4-0,8-0,7 0,1 1,6 3,7-0,6 3,4 11,9 9,4 14 Vestuário -7,6-3,4-3,5 1-0,1 4-1,3 2,7 11,5 12,4 15 Couro, produtos do couro e calçados -6,5-1,4-2,9 0,3 6,2 6,9-0,6 2,7 1,4 4,4 16 Produtos de madeira (exceto móveis) -7,1 0,7-4,4 1,6-0,4 4,3-4,8 2,4 11,8 8,1 17 Papéis e produtos do papel -2,5-0,1 3 2,1 3,6 3,6 0,2 1,8 1,6 2,1 18 Impressão e publicação -2,6-1,9 2,2 1,7 3,3 5,3-1,3-0,3 13,0 7,9 19 Coque, refino e combustíveis 0,3 1,1 0,9 2,2 1,5-4,5 1,2 1,6 1,3-0,2 20 Químicos e produtos químicos -1,7 0,3 4,1 3 4,8 10,2 1,1 3-2, Farmaceuticos 0,9 0,8 3, ,2 2,3 2,8 8, Borracha e produtos plásticos -3,4 1,3 2,5 1,8 3,2 3,1-1,0 2,4 5,4 3,8 23 Produtos minerais nãometálicos -5,2 0,3 1,9 2,1 7,5 4,6-0,3 3,2 7,1 4,9 24 Metais básicos -3 0,1-0,1 2 2,3 1 1,7 4,2 1, Produtos de metal -3,6 1,2 0,4 1,6 7,4 5,2-1,7 2,5 6,1 4,6 26 Equipamentos de escritório, contabilidade e computação 2,4 1,6 2,6-1,4 3,6 8,4 4 3,6 5,8 5,9 27 Equipamentos elétricos -2,6-0,1 5,6 3,6 2,7 1,8 0,9 2,5-9,4-4,9 28 Máquinas e equipamentos -3,5 1,5 3-0,3 2 3,7-0,7 2,6 12, Veículos automotores, caminhões e carrocerias -4,8 3,7 3,9 2,9 5,5 1,6-1,6 4,3 11,7 10,6 30 Outros equipamentos de transporte 2,8 2,3 2,8 0,5 3,7 7,6 3,7 2,7 3,1 10,4 31 Móveis, -6,7 0,3 0,5 2,1 4,7 9,9-4,2 2 5,3 6,7 32 Outros manufaturas 0 1,2 1,1 1,5 4,9 5,5 17,9 11,4 1 2,2 Fonte: UNIDO, International Statistical Yearbook Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 3

4 Estrutura do VTI por divisão, por grupos de países, 2005 a 2015, US$ constantes Europa Divisao ISIC Ano UE outros 10. Alimentos 11. Bebidas 12. Produtos do tabaco 13. Texteis 14. Vestuario 15. pordutos do couro 16. Pordutos de madeira 17. Produtos do papel 18. Impressao e publicacao 19. Coque, petroleo refinado 20. produtos quimicos 21. Farmaceuticos 22. Brracha e plastico 23.outros. Minerais naometalicos 24. metais basicos 25. produtos do metal 26. computed., eletronicos, prods. Oticos 27. equipamentos eletricos Economias Industrializadas Leste Asia Oeste Asia America Norte Outros Total Economias em desenvolvimento e emergentes outras menos em desenvolvidas desenvol. Econ. Industriais emergentes ,8 11,5 8,9 8, ,4 10,2 15,1 20,7 17,4 13, ,6 12,1 8,7 7,8 12,1 14,9 10,8 15,5 20,9 18,9 12, ,4 12,4 8,7 7,8 11,2 15,6 10,5 16, ,6 12, ,2 1,4 1,9 2,1 2,1 3,4 2,1 3,6 5,3 4,2 3, ,3 1,5 2, ,3 3,2 2,2 3,8 5,3 4,3 3, ,3 1, ,4 3,2 2,3 3,8 5,9 4,5 3, ,5 0,9 0, ,8 1,2 0,9 1, ,5 2, ,4 0,8 0, ,4 1,1 0,8 1,5 2,5 6,4 2, ,3 0,6 0, , ,7 1,4 2, , , ,4 0,1 1,9 1,6 1,7 3,6 5,4 12,7 4, ,4 0,8 1,1 0,1 1,2 1,1 1,2 3,2 4,9 15,8 4, ,3 0, ,1 1,1 0,8 1,1 2,8 4,6 16,9 4, ,5 0,8 1,1 1,3 0,7 4,5 1,2 3,2 3,5 15,2 3, ,2 0,7 0,8 1,3 0, ,9 2,6 2,9 18,4 3, ,5 0,6 1,3 0,3 3,9 0,7 2,4 2,8 22, ,2 0,4 0,1 0,2 0,9 0,5 1,3 0,9 1,4 1, ,8 0,2 0,3 0,1 0,1 0,7 0, ,1 1, ,8 0,2 0, ,7 0,4 0,9 1,2 0,9 1, ,3 3,4 1,2 1,4 2,3 3,6 2,1 2,1 1,3 0,9 1, ,9 0,9 1,3 1,6 2,6 1,7 1, ,1 1, ,8 2,6 0,9 1,3 1,8 2,5 1,7 1, , , ,4 0,7 4,3 2,1 3,1 2,9 1,6 1,5 2, ,7 1,9 2,3 0, ,3 2,9 2,9 1,6 1,1 2, ,5 1,9 2,2 0,8 3,6 2,1 2,8 2,9 1,6 0,8 2, ,4 2,8 2,3 4,6 2,6 3,7 2,5 1,4 1,2 1,2 1, ,2 2,3 2,5 4,4 2, ,3 1,3 1,1 1, ,8 1,9 2,2 4,5 1,9 2, ,3 1,1 1, ,5 11,7 2,5 16, ,9 3,2 7,7 12,1 0,4 7, ,4 12,4 2,4 19,2 4,4 3,9 3,4 7,1 12,2 0,3 5, ,3 13,1 2,5 17,9 4, , ,9 0,2 4, ,9 7,5 12,2 9,6 4,7 8, ,3 4,9 8, ,4 8,3 7,5 12,6 9,9 4,3 8,2 8,8 6,4 3,1 8, ,1 8,9 7,5 14, ,6 7,9 9, ,1 8, , ,3 0,1 5,7 6,5 4,5 3,2 3,6 1, , ,9 0,1 5,6 7,4 5,1 3,4 4,2 1, ,5 7,9 4,1 0,1 4,7 7, ,6 5,9 1,7 3, ,2 5,5 4,4 4,9 4,9 4,9 4,7 2,6 2, ,7 5,2 4,2 4,3 4,3 4,7 4,8 2, , ,9 5,2 4,1 4,4 4,1 4,7 4,8 2,4 1,5 3, , , ,1 3, ,1 7,4 8,2 5, ,3 3,4 11,7 2,5 4,2 3,4 5,2 8,7 8,1 5, ,6 3,3 3,4 11,4 2,5 4,5 3,3 5,2 8, , ,2 12,4 5, ,2 3,9 4,9 8,1 6,9 12,7 9, ,8 5,5 10,1 4,2 5,3 4,9 7,4 6,6 8,2 10, ,8 10,2 5,3 10,3 3,9 4,9 4,6 7,4 5,3 8,9 10, ,5 5,5 6,6 17, ,6 8,5 5,3 2,3 2,4 4, ,9 5,7 5, ,5 8,7 7, ,6 2,2 4, ,9 5,2 5,7 16,5 7, ,1 2,7 1,8 4, ,8 7,6 13,2 0,3 5,9 11,3 7, ,1 0,4 5, ,2 7,6 16,4 0, ,2 9,5 3,1 3,1 0,3 5, ,1 8,1 16,2 0,5 10,4 12,2 9,8 2,6 3,6 0,4 6, ,6 3, ,1 2,7 3,4 4,3 3,1 2,6 3,9 3, ,7 3,6 4,9 1,1 2,5 3,4 4,3 3,6 2,3 1, ,3 3,1 4,9 1,1 2,5 3, , ,1 total Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 4

5 Europa Divisao ISIC Ano UE outros 28. maquinas e equip. 29. veiculos auto-motores, carrocerias 30. outros equipamentos de transporte 31. moveis 32. outros manufaturas Total Economias Industrializadas Leste Asia Oeste Asia America Norte Outros Total Economias em desenvolvimento e emergentes outras menos em desenvolvidas desenvol. Econ. Industriais emergentes ,6 8,8 11,3 1,1 7,2 4,4 9,7 4, ,5 4, ,8 8,7 9,7 1,1 7,3 4,8 9,4 4,6 1,7 0,6 5, ,3 7, ,1 7,6 4,6 9,8 4,1 1,6 0,5 5, ,7 1,6 11,2 1,1 6, ,5 7,9 4,1 0,6 6, ,5 1,6 11,2 1,1 5,7 3, ,9 4,4 0,7 6, ,1 1,6 11,3 1,1 7, ,1 9,4 3,9 0,8 6, ,5 2,2 2,5 0,3 4,9 2,2 3,3 2,4 1, , ,4 2,8 0,5 6,3 2,5 3,9 2,3 1,6 0,8 2, ,3 2,8 2,2 0,4 6,7 2,6 4,1 2,1 1,9 0,9 1, ,1 1,3 0,8 2,7 2,2 1,9 1,8 1,3 1,6 0,9 1, ,9 1,2 0,5 2,7 1,5 1,8 1,4 1,2 1,6 0, ,7 1,1 0,5 2,6 1,6 1,9 1,4 1, , ,5 1,5 1,3 0,3 3,8 1,1 2,5 1,4 0,8 0,5 1, ,7 1,5 1,6 0,3 4, ,7 1,3 0,9 0,7 1, ,8 1,5 1,8 0,2 3, ,7 1,3 0,9 0,8 1, Fonte: UNIDO, International Statistical Yearbook total Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 5

6 Distribuição do valor adicionado mundial por setor, , 2015 a US$ constantes 2010, em % Divisões Economias industrializadas EIE e em desenvolvimento Ano Europa Leste Oeste América Em Menos Mundo Total Outros Total EIE EU Outros Ásia Ásia do Norte desenvolv. desenv. Alimentos e bebidas Produtos de tabaco Têxteis Vestuário Couro e calçados Prod. madeira (exceto móveis) Papéis e prod. do papel Impressão e publicação Coque, refino e combustíveis Químicos e prod. químicos Borracha e prod. plásticos Prod. minerais não-metálicos Metais básicos Produtos de metal Máquinas e equipamentos Eq. escritório, contábiliade e computação Equipamentos elétricos Eq. de rádio, televisão e comunicações Instrumentos médicos, óticos e de precisão Veículos autos, caminhões e carrocerias Outros equipamentos de transporte MóveiS outros ind. de transformação Fonte: UNIDO, International Statistical Yearbook Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 6

7 Principais produtores, divisões selecionadas, 2010 e 2015, US$ Mundo Alimentos (ISIC 10) EUA 19,7 EUA 17,6 Brasil 14,7 Indonesia 12,9 Japao 10,3 China 12,8 Indonesia 10,0 Brasil 11,7 China 8,8 Japao 9,0 Mexico 9,0 Mexico 8,0 Brasil 4,5 Indonesia 4,2 Tailandia 5,5 Nigeria 7,2 Alemanha 4,1 Brasil 3,8 India 5,3 Tailandia 5,4 França 3,3 Alemanha 3,6 Nigeria 4,5 Argentina 5,3 Indonesia 3,1 França 2,9 Turquia 4,5 India 5,0 Mexico 2,8 Mexico 2,6 Argentina 4,3 Turquia 4,5 Reino Unido 2,7 Reino Unido 2,5 Venezuela 4,3 Polonia 3,4 Italia 2,7 Russia 2,4 Polonia 3,5 Venezuela 3,3 Russia 2,4 Italia 2,3 Colombia 2,7 Colombia 2,7 Espanha 2,3 Nigeria 2,3 Africa do Sul 2,6 Africa do Sul 2,5 Canada 2,0 Espanha 2,1 Filipinas 2,1 Chile 1,9 Filipinas 1,7 Canada 1,8 Chile 1,9 Paquistao 1,8 India 1,6 Tailandia 1,8 Grecia 1,7 Ira 1,6 Soma 72,0 Soma 71,7 Soma 76,6 Soma 77,2 Bebidas (ISIC 11) EUA 16,2 EUA 16,0 Mexico 14,1 Mexico 14,4 Japao 11,2 China 14,6 Brasil 13,8 Brasil 11,2 China 10,0 Japao 9,3 Venezuela 7,3 Venezuela 5,9 Mexico 4,8 Mexico 4,9 Colombia 4,5 Argentina 5,5 Brasil 4,7 Reino Unido 3,9 Reino Unido 4,3 Colombia 4,9 Reino Unido 3,7 Brasil 3,9 Brasil 4,0 Nigeria 4,6 Espanha 3,0 França 2,7 Africa do Sul 4,0 Tailandia 4,1 Alemanha 3,0 Espanha 2,5 India 3,5 Filipinas 4,0 França 2,8 Alemanha 2,5 Chile 3,2 Africa do Sul 3,8 Venezuela 2,5 Canada 2,2 Filipinas 3,2 India 3,5 Canada 2,4 Venezuela 2,0 Venezuela 3,2 Chile 3,1 Italia 2,3 Italia 1,9 Nigeria 2,8 Polonia 2,8 Australia 2,0 Argentina 1,9 Turquia 2,2 Turquia 2,1 Colombia 1,6 Colombia 1,7 Dominican 1,9 Republic 1,7 Argentina 1,5 Australia 1,6 Romenia 1,9 Peru 1,7 Soma 71,7 Soma 71,6 Soma 73,9 Soma 73,3 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 7

8 Têxteis (ISIC 13) China 32,7 China 42,0 India 21,0 India 23,0 EUA 8,4 EUA 7,1 Turquia 14,0 Turquia 14,3 India 7,0 India 6,9 Indonesia 11,7 Paquistao 8,8 Japao 4,8 Turquia 4,3 Brasil 8,6 Indonesia 8,0 Turquia 4,7 Japao 4,2 Paquistao 8,2 Nigeria 6,5 Italia 4,2 Italia 3,1 Tailandia 4,6 Bangladesh 5,6 Indonesia 3,9 Paquistao 2,7 Nigeria 3,5 Brasil 5,2 Brasil 2,9 Indonesia 2,4 Bangladesh 3,5 Argentina 4,5 Paquistao 2,7 Alemanha 2,1 Mexico 3,2 Mexico 3,3 Alemanha 2,5 Canada 2,0 Argentina 3,1 Tailandia 3,3 Canada 2,4 Nigeria 2,0 Ira 1,8 Polonia 2,1 Filipinas 1,5 Bangladesh 1,7 Egito 1,6 Ira 1,9 Reino Unido 1,4 Brasil 1,6 Polonia 1,5 Siria 1,3 França 1,3 Argentina 1,3 Siria 1,4 Egito 1,1 Coreia 1,2 França 1,1 Peru 1,2 Vietna 1,0 Soma 81,6 Soma 84,5 Soma 88,9 Soma 89,9 Vestuário (ISIC 14) China 28,1 China 36,6 Turquia 13,3 Bangladesh 17,2 Italia 6,8 Bangladesh 6,6 Brasil 12,4 Turquia 12,8 Turquia 5,0 Turquia 4,9 Indonesia 11,2 Indonesia 11,6 Brasil 4,7 Italia 4,5 Bangladesh 10,8 India 9,6 Japao 4,3 Indonesia 4,4 India 8,2 Brasil 8,1 Indonesia 4,2 India 3,7 Tailandia 5,3 Mexico 4,6 Bangladesh 4,1 Porto Rico 3,3 Mexico 4,9 Sri Lanka 3,5 Porto Rico 3,8 Brasil 3,1 Romenia 3,0 Tailandia 3,4 EUA 3,5 Japao 2,9 Tuinisia 2,7 Vietna 3,2 India 3,1 EUA 2,5 Vieta 2,4 Romenia 2,6 Coreia 2,1 Mexico 1,7 Sri Lanka 2,3 Tunisia 2,3 Alemanha 2,0 Coreia 1,6 Colombia 2,3 Colombia 2,2 Filipinas 2,0 Alemanha 1,6 Polonia 2,2 Polonia 2,2 Mexico 1,9 Sri Lanka 1,3 Peru 2,1 Paquistao 1,5 Espanha 1,8 Filipinas 1,3 Paquistao 1,4 Peru 1,5 Soma 77,4 Soma 80,0 Soma 84,5 Soma 86,3 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 8

9 Couro (ISIC 15) China 30,7 China 39,3 Brasil 26,5 Indonesia 20,2 Italia 13,9 Italia 11,1 Indonesia 16,0 Brasil 19,4 Brasil 8,5 Indonesia 6,1 India 7,9 India 9,3 Indonesia 5,2 Brasil 5,9 Mexico 5,6 Vietna 9,0 Japao 3,0 India 2,8 Tailandia 5,5 Mexico 5,2 França 2,9 Vietna 2,7 Turquia 4,9 Tailandia 4,2 EUA 2,9 França 2,5 Vietna 4,8 Turquia 3,7 India 2,6 Espanha 2,1 Romenia 3,4 Romenia 3,1 Espanha 2,5 EUA 2,1 Tunisia 2,3 Polonia 2,5 Mexico 1,8 Japao 2,0 Polonia 2,0 Nicaragua 2,1 Tailandia 1,8 Alemanha 1,7 Nicaragua 1,8 Tunisia 2,0 Alemanha 1,6 Mexico 1,6 Colombia 1,6 Africa do Sul 1,6 Turquia 1,6 Portugal 1,3 Africa do Sul 1,6 Colombia 1,6 Vietna 1,6 Tailandia 1,3 Bangladesh 1,2 Bangladesh 1,4 Portugal 1,5 Porto Rico 1,2 Rep. Dominicana 1,2 Nigeria 1,4 Soma 82,1 Soma 83,7 Soma 86,3 Soma 86,7 Produtos da madeira (ISIC 16) EUA 16,3 China 16,9 Brasil 12,4 Argentina 13,0 China 10,8 EUA 16,7 Argentina 11,7 Brasil 11,6 Japao 7,4 Canada 6,5 Indonesia 10,7 Polonia 10,6 Alemanha 6,1 Japao 6,2 Polonia 9,2 Africa do Sul 7,9 Canada 5,9 Alemanha 6,0 Africa do Sul 7,6 Indonesia 7,5 Italia 4,4 Russia 2,9 Turquia 6,2 Turquia 7,0 Russia 3,1 Italia 2,8 Tailandia 4,7 Romenia 4,7 França 2,7 Argentina 2,5 Chile 4,4 Chile 3,9 Australia 2,7 Australia 2,2 Romenia 4,0 Nigeria 3,8 Reino Unido 2,4 Brasil 2,2 Latvia 2,6 Latvia 3,4 Brasil 2,4 França 2,1 Nigeria 2,1 Tailandia 3,1 Espanha 2,3 Polonia 2,0 Tunisia 1,9 Tunisia 2,0 Argentina 2,3 Reino Unido 2,0 Grecia 1,7 Vietna 1,7 Suica 2,3 Austria 1,9 India 1,7 India 1,5 Indonesia 2,1 Suica 1,8 Vietna 1,2 Bielorussia 1,3 Soma 73,2 Soma 74,7 Soma 82,1 Soma 83,0 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 9

10 Papel e Produtos do papel (ISIC 17) EUA 23,9 EUA 22,0 Brasil 19,1 Brasil 17,1 China 14,0 China 19,3 Indonesia 16,8 Indonesia 14,1 Japao 10,5 Japao 9,4 Mexico 8,4 Mexico 8,4 Alemanha 5,1 Alemanha 4,5 India 6,5 India 6,5 Canada 4,5 Canada 4,0 Chile 5,6 Chile 6,0 Brasil 3,9 Brasil 3,6 Polonia 4,8 Polonia 5,7 Indonesia 3,4 Indonesia 3,0 Turquia 4,4 Turquia 5,4 Italia 2,6 Italia 2,4 Africa do Sul 4,4 Argentina 4,7 Espanha 2,0 Espanha 1,9 Tailandia 3,9 Africa do Sul 4,0 França 1,9 Mexico 1,8 Argentina 3,8 Venezuela 3,9 Suecia 1,9 Suecia 1,7 Venezuela 2,8 Tailandia 3,5 Reino Unido 1,8 Russia 1,7 Colombia 2,0 Arabia Sauditat Finlandia 1,7 Reino Unido 1,6 Peru 1,6 Peru 1,7 Mexico 1,7 França 1,4 Arabia Saudita 1,5 Colombia 1,6 Russia 1,5 Finlandia 1,4 PAquistao 1,2 Uruguai 1,6 Soma 80,4 Soma 79,7 Soma 86,8 Soma 86,0 Coque, refino e combustíveis derivados do petróleo (ISIC 19) EUA 18,9 EUA 18,7 Brasil 20,4 Brasil 21,5 China 10,4 China 13,4 India 17,4 India 21,5 Russia 9,4 Russia 10,1 Mexico 14,3 Mexico 12,3 Brasil 8,0 Brasil 8,0 Egito 6,7 Arabia Saudita 5,0 India 6,8 India 7,9 Filipinas 5,4 Filipinas 4,2 Mexico 5,6 Mexico 4,6 Arabia Saudita 3,8 Venezuela 3,2 Japao 3,6 Japao 3,0 Colombia 3,6 Colombia 3,1 Malasia 2,7 Malasia 2,8 Venezuela 3,4 Ira 2,7 Egito 2,6 Alemanha 2,0 Ira 2,7 Vietna 2,7 Alemanha 2,2 Arabia Saudita 1,9 Africa do Sul 2,4 Africa do Sul 2,3 Filipinas 2,1 Canada 1,8 Vietna 1,8 Tailandia 2,2 Canada 2,1 Filipinas 1,5 Equador 1,6 Equador 2,1 Arabia Saudita 1,5 Coreia 1,5 Grecia 1,6 Egito 2,0 Colombia 1,4 Qatar 1,4 Tailandia 1,6 Grecia 1,9 Coreia 1,4 Venezuela 1,2 Oma 1,5 Turquia 1,6 Soma 78,7 Soma 79,8 Soma 88,2 Soma 88,3 1,8 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 10

11 Químicos e Produtos químicos (ISIC 20) EUA 22,9 China 21,4 Arabia Saudita 17,3 Arabia Saudita 19,1 China 14,6 EUA 19,6 Brasil 15,7 India 12,9 Japao 10,3 Japao 8,4 India 13,4 Brasil 12,6 Alemanha 7,0 Alemanha 5,8 Indonesia 10,3 Indonesia 11,2 Arabia Saudita 3,7 Arabia Saudita 4,3 Mexico 3,9 Ira 4,2 Brasil 3,4 India 2,9 Tailandia 3,5 Filipinas 3,5 India 2,9 Brasil 2,8 Turquia 3,3 Turquia 3,3 França 2,5 Indonesia 2,5 Africa do Sul 3,0 Mexico 3,3 Russia 2,3 Russia 2,5 Polonia 2,7 Tailandia 2,9 Indonesia 2,2 França 2,4 Argentina 2,6 Africa do Sul 2,9 Reino Unido 2,0 Reino Unido 2,0 Ira 2,3 Argentina 2,8 Italia 1,8 Canada 1,6 Colombia 2,3 Polonia 2,6 Canada 1,6 Italia 1,4 Egito 2,0 Colombia 2,0 Holanda 1,6 Coreia 1,4 Chile 2,0 Egito 1,7 Espanha 1,5 Espanha 1,3 Venezuela 1,8 Chile 1,6 Soma 80,3 Soma 80,3 Soma 86,1 Soma 86,6 Farmacêuticos (ISIC 21) EUA 26,4 EUA 20,8 Mexico 20,0 India 17,5 Japao 12,3 China 12,4 India 19,4 Indonesia 15,0 China 7,7 Japao 10,6 Indonesia 11,5 Ira 14,1 Alemanha 5,6 Irlanda 6,1 Brasil 11,0 Mexico 14,1 Irlanda 4,6 Alemanha 5,7 Ira 8,4 Brasil 7,9 Suica 4,5 Suica 4,7 Turquia 5,2 Turquia 6,6 Mexico 3,5 India 3,4 Argentina 3,0 Filipinas 3,2 Reino Unido 3,5 Italia 3,1 Polonia 3,0 Argentina 2,9 India 3,4 Indonesia 2,9 Egito 2,4 Egito 2,7 Italia 3,3 França 2,8 Colombia 2,1 Polonia 2,2 França 2,9 Ira 2,7 Paquistao 1,4 Colombia 1,8 Porto Rico 2,1 Mexico 2,7 Filipinas 1,3 Paquistao 1,3 Indonesia 2,0 Reino Unido 2,3 Peru 1,3 Romenia 0,9 Brasil 1,9 Singapura 2,2 Romenia 0,9 Peru 0,8 Singapura 1,8 Porto Rico 1,8 Tailandia 0,7 Bangladesch 0,7 Soma 85,5 Soma 84,2 Soma 91,6 Soma 91,7 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 11

12 Borracha e produtos de plástico (ISIC 22) EUA 17,7 EUA 17,9 Brasil 13,6 Indonesia 12,1 Japao 15,5 China 14,0 India 11,8 India 10,9 China 9,8 Japao 13,1 Indonesia 11,7 Brasil 10,5 Alemanha 7,9 Alemanha 7,5 Tailandia 11,2 Tailandia 10,0 Italia 3,7 Italia 3,3 Turquia 7,9 Turquia 8,6 França 3,4 França 2,9 Mexico 7,0 Polonia 8,1 Brasil 3,0 Indonesia 2,6 Polonia 6,6 Mexico 8,0 Reino Unido 2,6 Reino Unido 2,4 Argentina 4,7 Argentina 4,9 India 2,6 Canada 2,4 Africa do Sul 2,2 Venezuela 2,3 Indonesia 2,5 India 2,3 Venezuela 1,9 Arabia Saudita 2,2 Tailandia 2,4 Brasil 2,2 Arabia Saudita 1,8 Romenia 2,2 Canada 2,2 Tailandia 2,1 Colombia 1,7 Africa do Sul 2,1 Espanha 2,1 Espanha 1,9 Romenia 1,7 Colombia 1,5 Turquia 1,7 Turquia 1,8 Ira 1,4 Ira 1,2 Coreia 1,6 Polonia 1,7 Grecia 1,2 Chile 1,1 Soma 78,7 Soma 78,1 Soma 86,4 Soma 85,7 Minerais não-metálicos (ISIC 23) China 17,2 China 24,6 India 11,4 India 11,0 EUA 10,3 EUA 10,1 Brasil 10,3 Brasil 8,4 Japao 9,7 Japao 8,2 Turquia 7,6 Ira 8,1 Alemanha 5,1 Alemanha 4,5 Mexico 6,3 Indonesia 7,4 Italia 4,1 India 3,3 Indonesia 5,9 Turquia 7,3 India 3,4 Italia 2,7 Arabia Saudita 5,2 Arabia Saudita 6,0 Brasil 3,1 Brasil 2,5 Polonia 4,7 Mexico 6,0 Espanha 2,8 Ira 2,4 Ira 4,5 Polonia 5,0 França 2,6 Indonesia 2,2 Tailandia 3,8 Argentina 3,9 Turquia 2,3 Turquia 2,2 Argentina 3,6 Tailandia 3,1 Russia 2,3 Russia 2,1 Egito 3,5 Colombia 2,4 Canada 2,1 França 2,0 Colombia 2,5 Romenia 2,3 Mexico 1,9 Espanha 1,8 Peru 2,0 Egito 2,0 Indonesia 1,8 Arabia Saudita 1,8 Paquistao 1,7 Peru 2,0 Reino Unido 1,7 Mexico 1,8 Africa do Sul 1,6 Paquistao 1,7 Soma 70,4 Soma 72,2 Soma 74,6 Soma 76,6 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 12

13 Metais básicos (ISIC 24) China 30,2 China 40,8 India 21,5 India 24,6 EUA 10,8 EUA 8,9 Brasil 12,9 Mexico 9,4 Japao 9,7 Japao 7,5 Mexico 9,0 Brasil 9,4 India 5,0 India 5,2 Casquistao 5,4 Casaquistao 5,7 Russia 4,6 Russia 4,0 Ira 5,1 Turquia 5,1 Alemanha 4,1 Alemanha 3,5 Turquia 4,6 Indonesia 5,0 Brasil 3,0 Mexico 2,0 Indonesia 4,5 Ira 4,7 Mexico 2,1 Brasil 2,0 Venezuela 4,5 Venezuela 4,0 Canada 2,1 Canada 1,7 Argentina 3,6 Argentina 3,9 Italia 2,0 Coreia 1,6 Tailandia 3,6 Arabia saudita 3,9 Coreia 1,8 Italia 1,5 Arabia Saudita 3,2 Tailandia 3,6 Australia 1,4 Casaquistao 1,2 Africa do Sul 2,2 Bangladesch 2,5 Casaquistao 1,2 Turquia 1,1 Polonia 1,8 Polonia 1,8 França 1,2 Indonesia 1,1 Ucrania 1,7 Africa do Sul 1,8 Espanha 1,2 Australia 1,0 Bangladesh 1,7 Filipinas 1,5 Soma 80,4 Soma 83,1 Soma 85,3 Soma 86,9 Produtos de metais fabricados (ISIC 25) EUA 20,2 EUA 20,3 Brasil 14,6 Polonia 10,6 Japao 10,7 China 14,9 India 11,9 India 10,5 Alemanha 9,8 Alemanha 9,9 Argentina 8,8 Brasil 10,1 China 9,7 Japao 8,8 Polonia 8,2 Turquia 9,4 Italia 6,0 Italia 4,9 Turquia 7,7 Indonesia 8,6 França 3,6 França 3,0 Mexico 6,7 Argentina 7,6 Espanha 2,9 Canada 2,8 Indonesia 6,3 Mexico 7,2 Reino Unido 2,8 Reino Unido 2,6 Tailandia 5,9 Tailandia 6,5 Canada 2,7 Espanha 2,1 Africa do Sul 3,3 Africa do Sul 3,1 Brasil 2,2 Polonia 1,5 Grecia 2,7 Ira 2,3 India 1,8 India 1,5 Chile 1,9 Arabia Saudita 2,2 Australia 1,6 Brasil 1,5 Arabia Saudita 1,8 Romenia 1,9 Suica 1,4 Australia 1,4 Romenia 1,8 Chile 1,8 Coreia 1,4 Turquia 1,4 Venezuela 1,7 Grecia 1,8 Holanda 1,3 Coreia 1,4 Ira 1,7 Peru 1,7 Soma 78,1 Soma 78,0 Soma 85,0 Soma 85,3 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 13

14 Equipamentos de escritório, contabilidade e computação (Isic 26) EUA 21,1 China 25,7 Tailandia 30,7 Tailandia 27,4 China 17,9 EUA 22,9 Brasil 13,4 Filipinas 17,9 Japao 16,7 Japao 12,3 Filipinas 12,9 Indonesia 9,7 China, 6,0 Taiwan 5,6 India 11,1 Brasil 8,4 Coreia 5,2 Coreia 4,9 Indonesia 8,5 India 6,1 Alemanha 4,4 Alemanha 4,4 Argentina 4,5 Argentina 5,9 Tailandia 2,5 Suica 2,3 Turquia 3,8 Turquia 5,6 Suica 2,4 Malasia 1,9 Polonia 3,7 Polonia 3,5 Singapura 2,3 Tailandia 1,9 Romenia 1,4 Vietna 3,0 EUA 1,8 Singapura 1,5 Mexico 1,3 Romenia 2,2 França 1,6 Reino Unido 1,5 Africa do Sul 1,1 Mexico 1,7 Porto Rico 1,6 França 1,4 Vietna 1,1 Africa do Sul 1,3 Malasia 1,6 Porto Rico 1,3 Bielorussia 1,0 Bielorrusia 1,3 Italia 1,4 Filipinas 1,2 Ucrania 0,7 Ira 0,8 Canada 1,2 Italia 1,1 Grecia 0,6 Grecia 0,8 Soma 87,7 Soma 89,9 Soma 95,8 Soma 95,6 Equipamentos elétricos (ISIC 27) China 26,5 China 23,7 India 16,9 India 14,2 Japao 15,6 Japao 13,9 Brasil 13,4 Turquia 13,2 Alemanha 13,8 Alemanha 12,6 Turquia 11,8 Indonesia 12,0 EUA 11,4 EUA 11,0 Mexico 10,7 Mexico 10,7 Italia 4,0 Italia 2,7 Indonesia 8,9 Brasil 9,6 India 3,0 India 2,5 Tailandia 7,0 Tailandia 8,4 França 2,7 Turquia 2,3 Polonia 5,7 Polonia 7,4 Brasil 2,4 Indonesia 2,1 Ira 2,4 Flipinas 2,5 Turquia 2,1 França 2,1 Filipinas 2,3 Romenia 2,4 Mexico 1,9 Mexico 1,9 Argentina 1,9 Ira 2,1 Espanha 1,9 Brasil 1,7 Egito 1,7 Argentina 1,9 Coreia 1,8 Reino Unido 1,5 Romenia 1,6 Arabia Saudita 1,8 Reino Unido 1,7 Tailandia 1,5 Arabia Saudita 1,5 Vietna 1,4 Indonesia 1,6 Coreia 1,5 Ucrania 1,3 Africa do Sul 1,2 Austria 1,5 Espanha 1,5 Africa do Sul 1,2 Ucrania 1,1 Soma 81,9 Soma 82,5 Soma 88,3 Soma 89,9 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 14

15 Maquinas e Equipamentos (ISIC 28) EUA 16,6 China 19,9 Brasil 20,4 India 17,2 Japao 15,9 EUA 16,2 India 19,1 Brasil 16,0 China 14,9 Japao 15,7 Turquia 7,1 Turquia 9,9 Alemanha 13,6 Alemanha 13,4 Mexico 6,9 Mexico 8,4 Italia 5,7 Italia 4,9 Polonia 5,9 Polonia 6,4 Reino Unido 2,4 Canada 1,9 Argentina 5,9 Tailandia 5,7 Brasil 2,2 Reino Unido 1,8 Tailandia 5,3 Argentina 4,8 India 2,1 França 1,8 Africa do Sul 4,0 Africa do Sul 4,0 França 2,0 India 1,6 Indonesia 3,0 Indonesia 3,8 Canada 1,9 Brasil 1,5 Ucrania 2,7 Arabia Saudita 3,0 Russia 1,6 Coreia 1,3 Ira 2,5 Ira 2,5 Coreia 1,5 Holanda 1,3 Arabia Saudita 2,3 Romenia 2,4 Suica 1,4 Russia 1,2 Romenia 1,8 Algeria 2,2 Holanda 1,3 Espanha 1,1 Venezuela 1,7 Ucrania 2,1 Espanha 1,3 Austria 1,1 Bielorrusia 1,7 Bielorrusia 1,6 Soma 84,4 Soma 84,7 Soma 90,3 Soma 90,0 Veículos automotores, caminhões e carrocerias (ISIC 29) Japao 20,4 EUA 16,8 Brasil 21,3 Mexico 24,0 EUA 14,0 Japao 16,4 Mexico 17,0 Indonesia 18,4 Alemanha 13,8 Alemanha 13,3 Indonesia 14,1 Brasil 10,9 China 9,7 China 12,9 Tailandia 9,3 India 8,4 Brasil 4,9 Mexico 5,2 India 9,3 Tailandia 8,3 Mexico 3,9 Indonesia 4,0 Turquia 5,6 Turquia 6,7 Indonesia 3,2 Reino Unido 2,5 Ira 4,9 Polonia 4,8 França 2,5 Brasil 2,4 Polonia 4,3 Ira 4,2 Italia 2,2 Coreia 2,0 Venezuela 2,6 Romenia 2,6 Tailandia 2,1 Italia 1,9 Argentina 2,2 Venezuela 2,1 India 2,1 França 1,9 Romenia 2,0 Argentina 1,8 Reino Unido 2,1 India 1,8 Africa do Sul 1,8 Africa do Sul 1,8 Coreia 2,1 Espanha 1,8 Filipinas 1,6 Filipinas 1,4 Espanha 1,8 Tailandia 1,8 Paquistao 0,7 Paquistao 0,8 Turquia 1,3 Turquia 1,4 Colombia 0,5 Vietna 0,6 Soma 86,1 Soma 86,1 Soma 97,2 Soma 96,8 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 15

16 Outros equipamentos de transporte (ISIC 30) EUA 39,4 EUA 41,0 Indonesia 22,4 India 20,4 China 8,3 China 10,8 India 17,3 Indonesia 14,7 Japao 7,3 Alemanha 5,3 Brasil 12,2 Brasil 12,2 Alemanha 4,5 França 4,7 Argentina 7,0 Turquia 7,3 França 4,4 Reino Unido 4,5 Turquia 5,7 Filipinas 6,8 Reino Unido 4,1 Japao 3,9 Filipinas 5,3 Polonia 6,4 Coreia 3,6 India 2,8 Ucrania 5,0 Mexico 4,8 Indonesia 3,2 Coreia 2,6 Polonia 3,9 Romenia 3,5 Italia 2,8 Italia 2,4 Tailandia 3,8 Argentina 3,2 India 2,5 Indonesia 2,0 Romenia 2,4 Tailandia 3,0 Espanha 1,8 Brasil 1,7 Vietna 2,2 Vietna 2,7 Brasil 1,7 Singapore 1,5 Mexico 2,0 Ucrania 2,0 Singapura 1,7 Espanha 1,2 Africa do Sul 1,4 Egito 1,8 Noruega 1,1 Noruega 1,1 Croacia 1,2 Africa do Sul 1,3 Argentina 1,0 Russia 1,1 Ira 0,9 Angola 1,1 Soma 87,4 Soma 86,6 Soma 92,7 Soma 91,2 Moveis (ISIC 31) EUA 21,2 EUA 21,8 Brasil 16,3 Polonia 14,5 Alemanha 8,3 China 10,8 Polonia 12,1 Brasil 11,6 China 7,4 Alemanha 7,5 Turquia 10,0 Turquia 11,0 Italia 6,5 Japao 4,7 Indonesia 8,2 Nigeria 8,2 Japao 5,3 Italia 4,7 Tailandia 5,5 Indonesia 7,6 Brasil 3,6 EUA 3,5 Nigeria 5,2 Filipinas 5,0 Reino Unido 3,6 Polonia 3,5 Mexico 3,8 Argentina 3,7 Espanha 3,3 Canada 3,0 Rep. Dominicana 3,5 Tailandia 3,6 Canada 3,1 Brasil 2,8 Argentina 3,2 India 3,5 Polonia 2,7 Turquia 2,7 Romenia 3,1 Rep. Dominicana França 2,6 França 2,1 India 3,1 Romenia 3,3 Turquia 2,2 Nigeria 2,0 Vietna 2,9 Mexico 3,1 Indonesia 1,8 Espanha 2,0 Grecia 2,3 Vietna 2,1 Russia 1,5 Indonesia 1,8 Africa do Sul 2,0 Africa do Sul 1,8 Austria 1,4 Russia 1,3 Colombia 1,4 Colombia 1,5 Soma 74,5 Soma 74,2 Soma 82,6 Soma 83,9 3,4 Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 16

17 Outros ind. de transformação (ISIC 32) EUA 38,3 EUA 33,9 Brasil 14,3 Mexico 13,6 Japao 9,2 China 12,8 Mexico 13,3 India 12,9 China 8,9 Alemanha 9,5 India 11,7 Brasil 11,6 Alemanha 8,8 Japao 9,2 Tailandia 10,4 Tailandia 10,0 Italia 3,7 Italia 3,3 Turquia 7,1 Turquia 7,0 França 2,9 França 2,5 Indonesia 6,6 Polonia 5,7 Reino Unido 2,7 Irlanda 2,4 Africa do Sul 5,1 Argentina 5,4 Irlanda 2,3 Reino Unido 2,3 Argentina 4,5 Indonesia 5,1 Brasil 1,7 Mexico 1,6 Polonia 4,3 Nigeria 4,8 Mexico 1,6 India 1,5 Nigeria 2,8 Africa do Sul 3,8 India 1,4 Brasil 1,4 Arabia Saudita 2,7 Arabia Saudita 3,2 Tailandia 1,2 Dinamarca 1,3 Peru 1,8 Peru 1,6 Espanha 1,2 Suica 1,2 Colombia 1,7 Vietna 1,6 Suica 1,2 Espanha 1,2 Bielorrussia 1,4 Colombia 1,4 Russia 0,9 Tailandia 1,2 Grecia 1,4 Bielorrusia 1,4 Soma 86,0 Soma 85,3 Soma 89,1 Soma 89,1 Fonte: UNIDO, International Statistical Yearbook Carta IEDI nº 809 Indústria Mundial: O Brasil na contramão dos emergentes - Anexo 17

mensário estatístico - exportação Janeiro 2011 CAFÉ EM GRÃOS

mensário estatístico - exportação Janeiro 2011 CAFÉ EM GRÃOS mensário estatístico - CAFÉ EM GRÃOS CONDIÇÕES Este relatório foi preparado pela Linus Galena Consultoria Econômica exclusivamente para uso de seus clientes e não poderá ser circulado, reproduzido, distribuído

Leia mais

IX-5 Lista de Consulado Geral e Embaixadas em Kansai

IX-5 Lista de Consulado Geral e Embaixadas em Kansai IX-5 Lista de Consulado Geral e s em Kansai 1. Consulado Geral, e consulado em Kansai Consulado Geral Endereço Telefone Australia Ed. Twin 21 MID Tower 16º andar, 06-6941-9271 Consulado Geral da Austrália

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

BRASIL CASSETES PLASTICOS PARA HISTOPATOLOGIA PARA BIOPSIAS (NCM 3926.90.90) INFORMACIÓN DE MERCADO

BRASIL CASSETES PLASTICOS PARA HISTOPATOLOGIA PARA BIOPSIAS (NCM 3926.90.90) INFORMACIÓN DE MERCADO This document has been created with a DEMO version of BRASIL CASSETES PLASTICOS PARA HISTOPATOLOGIA PARA BIOPSIAS (NCM 3926.90.90) INFORMACIÓN DE MERCADO IMPORTADORES BRSAILEÑOS -- Produto = 39269090 OUTRAS

Leia mais

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro ASSUNTO: CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES, BANCOS MULTILATERAIS DE DESENVOLVIMENTO E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS Havendo necessidade de se estabelecerem critérios de classificação

Leia mais

Necessidade de visto para. Não

Necessidade de visto para. Não País Necessidade de visto para Turismo Negócios Afeganistão África do Sul Albânia, Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia. Argentina Ingresso permitido com Cédula de Identidade

Leia mais

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: CONDUCTORES ELÉCTRICOS UNIPOLARES N.C.M.: 8544.49.00

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: CONDUCTORES ELÉCTRICOS UNIPOLARES N.C.M.: 8544.49.00 PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: CONDUCTORES ELÉCTRICOS UNIPOLARES N.C.M.: 8544.49.00 Perfil elaborado en octubre de 2008 TRATAMIENTO ARANCELARIO E IMPOSITIVO 1) MERCADO BRASILEÑO DE MATERIALES ELÉCTRICOS EN

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Como não organizar todos os países do mundo?

Como não organizar todos os países do mundo? Como não organizar todos os países do mundo? A FIFA tem federações de 186 países independentes, de 19 regiões não independentes e das 4 regiões do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (abreviado

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS)

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) NACIONALIDADES Cód. Afeganistão 101 África do Sul 102 Albânia 103 Alemanha 104 Ando ra 105 Angola 106 Angui la 107 Antigua e Barbuda 108 Antilhas Holandesas

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil País Afeganistão África do Sul Albânia Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Austrália

Leia mais

Tarifário 2016 Em vigor a partir de 1/1/2016

Tarifário 2016 Em vigor a partir de 1/1/2016 Uzo Original Destino Preço por Minuto/SMS/MMS Voz Todas as redes nacionais 0,193 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,145 SMS Todas as redes nacionais 0,098 SMS (tarifa reduzida) Todas as redes

Leia mais

Prefixos dos destinos internacionais incluídos nos pacotes MEO

Prefixos dos destinos internacionais incluídos nos pacotes MEO País Tipo Destino ALASCA e Móvel ALEMANHA ANDORRA AUSTRÁLIA ÁUSTRIA BÉLGICA CANADA e Móvel CHILE CHINA e Móvel COREIA DO SUL CROÁCIA DINAMARCA ESLOVÉNIA ESPANHA EUA e Móvel FEDERAÇÃO RUSSA FINLÂNDIA FRANÇA

Leia mais

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Problemas relacionados ao sequestro de crianças (Sistema jurídico de cada país e a Convenção de Haia) Ministério dos Negócios

Leia mais

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA 1. Canadá 2. Comunidade da Austrália 3. Estado da Líbia 4. Estados Unidos da América 5. Federação Russa 6. Japão 7. Reino da Arábia Saudita 8. Reino

Leia mais

mídiakit www.tvgazeta.com.br

mídiakit www.tvgazeta.com.br mídiakit www.tvgazeta.com.br JUNHO / 2015 #HISTÓRIA Fundada no aniversário da cidade de São Paulo, a TV Gazeta fala com uma metrópole globalizada com a intimidade de quem esteve presente na vida e no coração

Leia mais

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010

Exportação Brasileira de Tangerinas por País de Destino 2010 Exportação Brasileira de Laranjas por País de Destino 2010 ESPANHA 5.293.450 12.795.098 PAISES BAIXOS (HOLANDA) 4.669.412 10.464.800 REINO UNIDO 2.015.486 5.479.520 PORTUGAL 1.723.603 3.763.800 ARABIA

Leia mais

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 1 PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 2 17. TABELA DE VISTOS Apresentamos a seguir uma tabela

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais

Tarifário 2015 Em vigor a partir de 1/1/2015

Tarifário 2015 Em vigor a partir de 1/1/2015 Uzo Sempre 8 Destino Preço por Minuto/SMS/MMS Voz Todas as redes nacionais 0,085 SMS Todas as redes nacionais 0,085 MMS Todas as redes nacionais 0,590 Todas as redes nacionais - Video 0,790 Dados Internet

Leia mais

Tarifário 2014 em vigor a partir de 1/1/2014

Tarifário 2014 em vigor a partir de 1/1/2014 Uzo Original Destino Preço por Minuto/SMS/MMS/Internet Voz Todas as redes nacionais 0,186 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,140 SMS Todas as redes nacionais 0,095 SMS (tarifa reduzida) Todas

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

2015 Global Feed Survey

2015 Global Feed Survey 2015 Global Feed Survey 2015 RESULTADOS DA PESQUISA RESUMO EXECUTIVO 2015 é o quarto ano consecutivo que a Alltech realiza a pesquisa global sobre rações. Este empreendimento exige uma quantidade significativa

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Março/2013 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População ocupada 06. PIB Mundial 07. PIB per capita Mundial 08. Exportação Mundial

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

Leia mais

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 Caro Participante, Seja bem-vindo ao Programa de intercâmbio de estágio oferecido mundialmente pela IAESTE! Leia atentamente este manual. Ele contém todas as

Leia mais

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil PAÍS Visto de Turismo Visto de Negócios Observação Afeganistão Visto exigido Visto exigido África do Sul Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias Albânia Dispensa de visto,

Leia mais

Central de Atos TJMG. Manual Técnico de Informática Versão 1.1

Central de Atos TJMG. Manual Técnico de Informática Versão 1.1 Central de Atos TJMG Manual Técnico de Informática Versão 1.1 Sumário 1 Introdução... 3 2 O modelo de arquivo... 3 3 Tabelas... 5 3.1 PAPEIS DA PARTE... 5 3.2 TIPO DE ATO... 5 3.3 PAÍSES... 6 1 Introdução

Leia mais

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Econômico Como o Compliance das empresas

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/07/11 02/08/11 30/08/11 27/09/11 25/10/11 22/11/11 20/12/11 17/01/12 14/02/12 13/03/12 10/04/12 08/05/12 05/06/12 03/07/12 31/07/12 28/08/12 25/09/12

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

PERFIL DE MERCADO. PRODUCTO: Bombas para aceite lubricantes, para motores de encendido por chispa o compresión N.C.M.: 8413.30.30

PERFIL DE MERCADO. PRODUCTO: Bombas para aceite lubricantes, para motores de encendido por chispa o compresión N.C.M.: 8413.30.30 PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: Bombas para aceite lubricantes, para motores de encendido por chispa o compresión N.C.M.: 8413.30.30 TRATAMIENTO ARANCELARIO ( BOMBAS PARA ACEITE LUBRICANTE, PARA MOTORES DE

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/11/10 05/12/10 05/01/11 05/02/11 05/03/11 05/04/11 05/05/11 05/06/11 05/07/11 05/08/11 05/09/11 05/10/11 05/11/11 05/12/11 05/01/12 05/02/12 05/03/12

Leia mais

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 Perfil elaborado en octubre de 2008 TRATAMIENTO ARANCELARIO E IMPOSITIVO 1) IMPUESTOS Y TASAS: 1.1) ARANCELES DE IMPORTACIÓN

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

Relação Econômica Bilateral Japão e Brasil

Relação Econômica Bilateral Japão e Brasil Relação Econômica Bilateral e Ⅰ.Comércio Exterior e Os principais parceiros de intercâmbio comercial brasileiro são os, a e a. A presença do não é significativa comparando a esses países. As exportações

Leia mais

DIRETRIZES PARA PAGAMENTO (POR PAÍS)

DIRETRIZES PARA PAGAMENTO (POR PAÍS) PT (115) DIRETRIZES PARA PAGAMENTO (POR PAÍS) Este documento tem o propósito de informar rotarianos sobre opções de pagamento e dados necessários para recebimento de fundos do Rotary. Consulte a lista

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes,

Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes, Notas: Este tarifário é taxado de 30 em 30 segundos após o primeiro minuto. Após os 1500 SMS's tmn-tmn grátis ou após os 250 SMS s para outras redes, passa a pagar 0,080. Notas: Este tarifário é taxado

Leia mais

Compaq Computer Corporation

Compaq Computer Corporation Compaq Computer Corporation 1. Principais Características Matriz: Compaq Computer Corporation Localização: Houston, Texas, Estados Unidos Ano de fundação: 1982 Internet: www.compaq.com Faturamento (2000):

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais,

o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais, Deliberação 01 de 23 de fevereiro de 2015. o Diretor Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento - FAPED, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO o que dispõe a Lei n." 8.958, de

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

Administração de recursos de terceiros no Brasil e no mundo: evolução e perspectivas

Administração de recursos de terceiros no Brasil e no mundo: evolução e perspectivas Robert John van Dijk Diretor Superintendente Administração de recursos de terceiros no Brasil e no mundo: evolução e perspectivas Agosto de 2008 Agenda - Administração de recursos de terceiros: no Brasil

Leia mais

Tributação Internacional Junho 2014

Tributação Internacional Junho 2014 www.pwc.pt/tax Tributação Internacional Junho 2014 Perante a aldeia global em que vivemos, atuar apenas no mercado doméstico não é suficiente. De facto, a internacionalização é um requisito obrigatório

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS 1 LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA ÁFRICA DO SUL ARÁBIA SAUDITA BRASIL CANADÁ COREIA DO SUL EGITO EQUADOR HOLANDA ITÁLIA JORDÂNIA NÍGER SUÉCIA ALEMANHA ARGENTINA

Leia mais

Cisco Systems Incorporation

Cisco Systems Incorporation Cisco Systems Incorporation 1. Principais Características Matriz: Cisco Systems Inc. Localização: São José, Califórnia, Estados Unidos Ano de fundação: 1984 Internet: www.cisco.com Faturamento (2000):

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE 2013)

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE 2013) Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

Motorola Incorporation

Motorola Incorporation Motorola Incorporation 1. Principais Características Matriz: Motorola Incorporation Localização: Illinois, Estados Unidos Ano de fundação: 1928 Internet: www.motorola.com Faturamento (2000): US$ 37.580

Leia mais

1.a. Atividades principais processamento de alimentos. São cinco as suas divisões, com seus respectivos produtos:

1.a. Atividades principais processamento de alimentos. São cinco as suas divisões, com seus respectivos produtos: Nestlé S.A. 1. Principais Características Matriz: Nestlé S.A. Localização: Vevey, Suíça Ano de fundação: 1866 Internet: www.nestle.com Faturamento (2000): US$ 47.092 mi Empregados (1999): 230.929 1.a.

Leia mais

L A E R T E J. S I L V A

L A E R T E J. S I L V A MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz Serviços Adicionais 12400 - Portal de Voz Descrição Totoloto, Totobola, Lotarias e Euro Milhões Pode conhecer os números do Euro Milhões meia hora antes do sorteio na TV. Saiba os resultados e o valor

Leia mais

"Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein)

Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade. (Adaptado livremente de A. Einstein) Fácil assim. 12345 "Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein) 12345 Tudo é mais fácil com Lenze. O forte dinamismo dos tempos atuais o coloca em confronto

Leia mais

Planos Voipten Ilimitados

Planos Voipten Ilimitados Planos Voipten Ilimitados Todos os Planos Voipten Ilimitados incluem: - Ligações gratuitas a outros telefones Voipten, bem como de outras operadoras VoIP credenciadas. - Encaminhar Chamadas Encaminhe suas

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA. Across Mundovip Quadrante Soltrópico TUNÍSIA. Club Med Grantur Mundovip Soltrópico. Travelers Travelplan U GANDA.

SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA. Across Mundovip Quadrante Soltrópico TUNÍSIA. Club Med Grantur Mundovip Soltrópico. Travelers Travelplan U GANDA. Quem programa o quê? ÁFRICA ÁFRICA DO SUL ANGOLA BOTSWANA CABO VERDE EGIPTO GUINÉ-BISSAU LÍBIA MARROCOS MAURÍCIAS MOÇAMBIQUE NAMÍBIA QUÉNIA SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE SENEGAL SEYCHELLES SWAZILÂNDIA E TANZÂNIA

Leia mais

Federação Nacional dos Portuários. Boletim Econômico. (Agosto 2015)

Federação Nacional dos Portuários. Boletim Econômico. (Agosto 2015) Boletim Econômico (Agosto 2015) I. Movimentação Portuária As estatísticas de movimentação portuária, publicada pela ANTAQ, referente ao primeiro trimestre de 2015 mostram que os portos organizados e os

Leia mais

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão 4Pro A oferta mais competitiva, desenhada para empresas e profissionais que lhe garante os melhores resultados 2 cartões de telemóvel com comunicações ilimitadas para todas as redes nacionais, para uma

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA June 2002 Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA No início de 2002, a International Planning and Research Corporation (IPR)

Leia mais

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS.

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Soluções de Telecomunicações para Empresas LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Permanência mínima para todos os serviços de 24 meses. IVA não incluido. Válido até Outubro de 2012 ZON Office ZON

Leia mais

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 )

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Legend # Entrance allowed by presenting Civil Identity Card * - Maximum stay of 90 days every 180 days For more informations: Phone: +55 11 2090-0970

Leia mais

Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello

Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello Elaboração: Maurício Tadeu Barros Morais Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello Agenda 1. Mercado Brasileiro principais

Leia mais

GLOBALIZAÇÃO E CONFLITOS NO NOVO SÉCULO 1 A GLOBALIZAÇÃO: ACTORES, & FLUXOS -UMA VISITA A PARTIR DO PACÍFICO

GLOBALIZAÇÃO E CONFLITOS NO NOVO SÉCULO 1 A GLOBALIZAÇÃO: ACTORES, & FLUXOS -UMA VISITA A PARTIR DO PACÍFICO MUDANDO DE MUNDO GLOBALIZAÇÃO E CONFLITOS NO NOVO SÉCULO 1 A GLOBALIZAÇÃO: ACTORES, & FLUXOS -UMA VISITA A PARTIR DO PACÍFICO José Manuel Félix Ribeiro 10 de Janeiro de 2012 Programa das Conferências 1O

Leia mais

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio.

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio. SISTEMAS DE TV MUNDIAIS Países diferentes usam sistemas de TV diferentes. A diferença entre estes sistemas reside em parte na forma como a informação do sinal de cor é modulada com a informação de luminosidade

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

UNWTO. World Tourism Barometer January August 2015. Análise e resultados estatísticos Turismo Mundial

UNWTO. World Tourism Barometer January August 2015. Análise e resultados estatísticos Turismo Mundial UNWTO World Tourism Barometer January August 2015 Análise e resultados estatísticos Turismo Mundial ÍNDICE Chegada de Turistas Internacionais ao Mundo e às Macro-regiões TOP 50 Chegadas de Turistas por

Leia mais

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PENITENCIÁRIAS ESTÁTÍSTICA SUSEPE - SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS

Leia mais

Mercados. informação regulamentar. Portugal Acordos Bilaterais Celebrados

Mercados. informação regulamentar. Portugal Acordos Bilaterais Celebrados Mercados informação regulamentar Portugal Acordos Bilaterais Celebrados Janeiro 2013 Índice 5 NOTA DE PRÉVIA 6 ENQUADRAMENTO GERAL A 7 ÁFRICA DO SUL 7 ALBÂNIA 7 ALEMANHA 8 ANDORRA 8 ANGOLA 9 ANGUILLA 10

Leia mais

Internacionalização da Economia Portuguesa e a Transformação da Indústria Portuguesa. Coimbra, 19 de Novembro de 2010

Internacionalização da Economia Portuguesa e a Transformação da Indústria Portuguesa. Coimbra, 19 de Novembro de 2010 Internacionalização da Economia Portuguesa e a Transformação da Indústria Portuguesa Coimbra, 19 de Novembro de 2010 Enquadramento Enquadramento A importância da Internacionalização na vertente das exportações

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva de Carne Bovina Feicorte 2007 Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria Médica Veterinária Andréa Veríssimo M. Appl. Sc. Farm Management Lincoln

Leia mais

7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil PRIMEIRO ANÚNCIO. www.hivamericas.org

7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil PRIMEIRO ANÚNCIO. www.hivamericas.org 7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil PRIMEIRO ANÚNCIO www.hivamericas.org Datas chave para a sua agenda Data limite para inscrição pela taxa antecipada sexta-feira, 31 de janeiro

Leia mais

Números Significativos: Certificados emitidos

Números Significativos: Certificados emitidos Números Significativos: Certificados emitidos Qualidade: 24.672 ISO 9000 523 ISO/TS 16949 86 EN 9100 MEIO AMBIENTE: 5.923 ISO 14000 99 Cadeia de Custodia madeira 553 EMAS 1.069.038,29 Ha Gestão Florestal

Leia mais

Inscrição de. Peregrinos. Jornada Mundial da Juventude

Inscrição de. Peregrinos. Jornada Mundial da Juventude Inscrição de Peregrinos Jornada Mundial da Juventude Bem-vindos à JMJ Rio2013 Em breve serão abertas as inscrições para a JMJ Rio2013. Organize seu grupo! A pouco menos de um ano para o início da JMJ Rio2013

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio AGENDA HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. em vigor a partir de 1/2/2013 1. preço por minuto / Destino. sms / mms

Benfica Telecom. Serviço Internet. Serviço Internacional. em vigor a partir de 1/2/2013 1. preço por minuto / Destino. sms / mms em vigor a partir de 1/2/2013 1 / Benfica Telecom sms / mms Voz Todas as redes nacionais 0,185 Voz (tarifa reduzida) Todas as redes nacionais 0,082 SMS Todas as redes nacionais 0,093 SMS (tarifa reduzida)

Leia mais

Priorização de Mercados Potenciais ABEXA

Priorização de Mercados Potenciais ABEXA Priorização de Mercados Potenciais ABEXA Associação Brasileira de Exportação de Artesanato Biênio 2014/2015 Elaborado pela: Unidade de Inteligência Comercial - ic@apexbrasil.com.br Apex-Brasil Tel: +55

Leia mais

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil

Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil Um puro sangue da raça Quarto de Milha custa entre R$ 6 mil e R$ 20 mil e uma simples cobertura de um reprodutor de elite pode valer R$ 20 mil 18_Animal Business-Brasil O Brasil e as biotecnologias reprodutivas

Leia mais

Preço das Chamadas e Telefone

Preço das Chamadas e Telefone Preço das Chamadas e Telefone Preços incluem IVA a 23% Pacotes com Telefone Chamadas para Redes Fixas Nacionais - M5O em Fibra, ADSL ou Satélite - M4O, M4O Light em Fibra, ADSL ou Satélite - M3O Light

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão CHAVES DE FIM DE CURSO Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão Índice Importância das Normas Técnicas página 3 Produtos Especiais página 4 Chaves de Emergência Linha 500 página 5 Chaves de

Leia mais

Desses países, Portugal, Angola e Filipinas estabeleceram consulados-gerais na RAEM.

Desses países, Portugal, Angola e Filipinas estabeleceram consulados-gerais na RAEM. Relações Externas Como entidade não soberana, a Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) mantém contactos e relações estreitas com os países e regiões de todo o mundo. Desde sempre mantém relações

Leia mais

Descubra um mundo de sensações O maior evento de exportação dos produtos agro-alimentares em Portugal. 22/23/24 Fevereiro 2010

Descubra um mundo de sensações O maior evento de exportação dos produtos agro-alimentares em Portugal. 22/23/24 Fevereiro 2010 Lisboa. Portugal International Trade Fair for Portuguese Food and Beverage Salão Internacional do Sector Alimentar e Bebidas 22/23/24 Fevereiro 2010 EDITION EDIÇÃO #1 Descubra um mundo de sensações O maior

Leia mais

PRIMEIRO ANÚNCIO. www.hivamericas.org. 7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil

PRIMEIRO ANÚNCIO. www.hivamericas.org. 7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil 7 10 de maio, 2014 Hotel Royal Tulip Rio de Janeiro, Brasil PRIMEIRO ANÚNCIO www.hivamericas.org CONLATAM14 First An_Portuguese_Email_v1b.indd 1 14/10/2013 13:29 Convite dos Presidentes do congresso Em

Leia mais

Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia. País Visto obrigatório/não obrigatório Nota *

Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia. País Visto obrigatório/não obrigatório Nota * Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia País Visto obrigatório/não obrigatório Nota * 1. Áustria Não é obrigatório o Visto para estadia 2. Afganistão PD possuidores de passaporte

Leia mais