CONCESSÃO DE AEROPORTOS NO BRASIL: O CASO DO AEROPORTO INTERNACIONAL TANCREDO NEVES- CONFINS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCESSÃO DE AEROPORTOS NO BRASIL: O CASO DO AEROPORTO INTERNACIONAL TANCREDO NEVES- CONFINS"

Transcrição

1 CONCESSÃO DE AEROPORTOS NO BRASIL: O CASO DO AEROPORTO INTERNACIONAL TANCREDO NEVES- CONFINS Izabela Davanzo de Paiva Wesllay Carlos Ribeiro

2 CONCESSÃO DE AEROPORTOS NO BRASIL: O CASO DO AEROPORTO INTERNACIONAL TANCREDO NEVES-CONFINS Izabela Davanzo de Paiva Wesllay Carlos Ribeiro Universidade Federal de Alfenas Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública e Sociedade RESUMO Este trabalho aborda a infraestrutura aeroportuária no Brasil e o regime de concessões de aeroportos no país, analisando principalmente o processo de concessão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves- Confins. Será desenvolvida uma pesquisa descritiva, através da técnica de análise documental, aliada à pesquisa bibliográfica, para desenvolver um estudo de caso. O estudo contará com três partes principais. A primeira parte abordará a infraestrutura aeroportuária brasileira, suas formas de gestão e suas limitações. A segunda tratará da participação da iniciativa privada na gestão de aeroportos, analisando modelos internacionais, o modelo brasileiro e sua efetivação por meio da concessão de seis aeroportos. A terceira parte será a descrição do processo de concessão do Aeroporto de Confins com um estudo baseado primordialmente nos documentos referentes ao leilão e ao contrato firmado entre o Poder Público e a concessionária. 1.PROPOSTA DE PESQUISA O transporte aéreo é fundamental para um país com as dimensões do Brasil, possibilitando o deslocamento de pessoas e o transporte de cargas de diversos setores econômicos. Esse modal de transporte é um elemento de integração do território nacional e se constitui em um setor estratégico para desenvolvimento do país (IPEA, 2010). No Brasil, a infraestrutura aeroportuária tem a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Infraero como uma das principais gestoras. Até o ano de 2010, a Infraero era a administradora de todos os principais aeroportos, sendo esses responsáveis por 97% do movimento de passageiros transportados no Brasil (INFRAERO, 2013). Entretanto, grande parte desses aeroportos encontrava-se ou ainda se encontra com problemas de saturação, limitações e gargalos. As dificuldades existentes na infraestrutura aeroportuária, não trazem transtornos apenas à indústria da aviação. Elas possuem impactos negativos na sociedade, em que os indivíduos têm seu processo de deslocamento comprometido; e em setores econômicos, como serviços e indústria que dependem do transporte de passageiros e cargas realizados por intermédio do modal aéreo. Assim, a necessidade de reestruturação e desenvolvimento demandou do poder público uma alternativa de gestão de aeroportos, que envolve a participação da iniciativa privada através do regime de concessão em alguns aeroportos brasileiros. Destarte, o objetivo primário deste trabalho consiste em analisar a infraestrutura aeroportuária brasileira e descrever o processo de parceria entre o setor público e o privado para a gestão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves- Confins. Para que tal objetivo seja alcançado, será necessário estudar a infraestrutura aeroportuária brasileira; analisar o modelo brasileiro de concessão de aeroportos; descrever as etapas das concessões dos aeroportos no 1

3 país e contextualizar o Aeroporto Internacional Tancredo Neves- Confins na infraestrutura aeroportuária existente no Brasil. Para atingir a esses objetivos a dissertação consistirá em um estudo descritivo, que utilizará a estratégia de pesquisa denominada estudo de caso. A técnica de pesquisa utilizada será a documentação indireta, através de pesquisa bibliográfica e pesquisa documental. Os documentos serão analisados pelo processo de triangulação, em que diversas fontes de evidências são exploradas para melhor compreensão do processo (MARTINS E THEÓPHILO, 2009). As principais fontes serão os dados e documentos disponibilizados pela literatura correlata pela União, a Agência Nacional de Aviação Civil- ANAC, a Empresa Brasileira de Estrutura Aeroportuária- INFRAERO, a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, o Consórcio Aero Brasil- concessionária que arrematou o Aeroporto de Confins, e a gestão administrativa do próprio Aeroporto. 2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Os aeroportos no Brasil são de acordo com o Código Brasileiro de Aeronáutica-CBA aeródromos públicos, não pela sua forma de propriedade, e sim conforme seus propósitos.na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 CRFB/88, segundo o art. 21, XII é competência da União explorar diretamente ou por meio de autorização, concessão ou permissão, entre outros serviços, a navegação aérea, aeroespacial e a infraestrutura aeroportuária. O CBA (1986) contempla de maneira mais específica as formas de construção e gestão de aeroportos, sendo elas: a) diretamente pela União: aeródromos públicos administrados pelo Comando da Aeronáutica-COMAER; b) por empresas especializadas da Administração Federal Indireta ou suas subsidiárias, vinculadas ao Ministério da Aeronáutica: aeroportos administrados pela Infraero; c) por convênios com estados e municípios: aeródromos públicos delegados aos outros entes da federação; d) através de concessão: aeroportos delegados à iniciativa privada por meio de leilão público e;e) mediante autorização: aeródromos públicos administrados pela iniciativa privada, autorizado por meio de ato do poder público. Até o ano de 2012 os 66 principais aeroportos do país eram geridos pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária- Infraero, empresa pública vinculada à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República-SAC/PR. Contudo, esse modelo se mostrou ineficiente em diversos aspectos (FIUZA, 2008). Assim, diversos estudos apontavam a participação da iniciativa privada na gestão dos aeroportos como alternativa para minimizar os problemas de infraestrutura(oliveira, 2007, SALGADO, 2009; IPEA, 2010; MCKINSEY & COMPANY, 2010). O modelo de participação adotado pelo governo brasileiro foi o regime de concessão, que já estava previsto na CRFB/88 e no CBA conforme demonstrado anteriormente. A concessão é um instituto em que um serviço público é delegado pelo Estado à iniciativa privada, com a garantia contratual de equilíbrio econômico-financeiro e remuneração da empresa privada principalmente por tarifas cobradas diretamente dos usuários (BANDEIRA DE MELLO, 2010). Diferente de outros países, no caso do Brasil, por esse tipo de parceria é transferida para a iniciativa privada a execução do serviço, mantida, entretanto, a titularidade do Estado (GROTTI, 2011). 2

4 A primeira concessão de aeroportos ocorreu em agosto de 2011, com o leilão para a concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante no Rio Grande do Norte. Atualmente, outros cinco aeroportos pertencentes à Infraero foram concedidos à iniciativa privada. São eles: Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro (Guarulhos), Aeroporto Internacional de Viracopos (Campinas), Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek (Brasília), Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim- Galeão (Rio de Janeiro) e Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) (ANAC, 2014). O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, também conhecido como Aeroporto de Confins, foi objeto de concessão no leilão mais recente, em Esse aeroporto está localizado nos municípios de Confins e Lagoa Santa, em Minas Gerais, a aproximadamente 40 km de distância do centro de Belo Horizonte- capital do estado. O Estudo de Viabilidade do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, apresentado pela ANAC (2013) apresenta algumas características desse aeródromo público tais como: possui localização geográfica central; é o principal aeroporto comercial na região de Belo Horizonte, maior cidade do estado de Minas Gerais e terceira maior região metropolitana do país; é um hub (ponto de conexão) emergente para as companhias aéreas domésticas; possui grande base de origem e destino (O&D) de passageiros com um forte mercado de partidas; e em 2012 foi o quinto aeroporto em termos de serviço comercial no Brasil e o décimo primeiro de maior tráfego na América Latina. A concessão do Aeroporto de Confins iniciou-se pela instituição do Decreto em 1º fevereiro de 2013, que incluiu a concessão desse Aeroporto e do Aeroporto do Galeão no Programa Nacional de Desestatização- PND. O leilão ocorreu em 22 de novembro de 2013 na BM&FBovespa e o grupo vencedor foi o Consórcio Aerobrasil, constituído pelas empresas Companhia de Participações em Concessões CPC, ZurichAirport Internacional AG e MunichAirport Internacional Beteiligungs GMBH. (BM&FBOVESPA, 2013). O valor da oferta foi de R$ 1,82 bilhão, 66% a mais do que o valor proposto pelo governo que era de R$ 1,096 bilhão. O contrato, assinado em 07 de abril de 2014, foi firmado entre a ANAC, como Poder Concedente e a Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins S.A. com interveniência da Sociedade de Participação no Aeroporto de Confins S.A. e da Infraero. A Infraero é acionista da Concessionária com 49% do capital social (INFRAERO, 2014). O prazo de vigência desse contrato é de 30 anos, podendo ser prorrogado por até cinco anos. 3.CONSIDERAÇÕES FINAIS Conforme descrito anteriormente, um dos passos metodológicos da dissertação consiste em pesquisa bibliográfica. O primeiro capítulo formulado com base nessa técnica é sobre a infraestrutura aeroportuária brasileira, elucidando suas formas de gestão e suas limitações. O capítulo seguinte fará uma revisão bibliográfica sobre os modelos de participação da iniciativa privada na gestão de aeroportos internacionais, o modelo brasileiro de participação e a efetivação das concessões de aeroportos. O terceiro capítulo tratará sobre a concessão do Aeroporto de Confins, também por meio da técnica de análise documental. Os principais 3

5 documentos utilizados são legislações referentes à concessão, o edital do leilão e o contrato de concessão. Todo o processo de instituição da concessão do Aeroporto de Confins, principalmente o leilão e o contrato, já está sendo analisado na dissertação em elaboração. Os principais pontos estudados são: o formato do leilão, o valor da outorga, o modelo de concessão adotado em comparação com aquele já vigente em outros países, a remuneração da concessionária e a participação da Infraero como acionista da Concessionária com 49% do capital social. Essas são questões controversas, que serão examinadas detalhadamente no trabalho. REFERÊNCIAS AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL- ANAC. Contrato para a Ampliação, Manutenção e Exploração do Aeroporto Internacional Tancredo NevesConfins. Brasília, DF Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/concessoes/concessoes_vigentes/cnf/arquivos/contrato_de_concessao_cnf.p df> Acesso em: 17 de maio de Edital do Leilão Nº 01/2013 Concessão para Ampliação, Manutenção e Exploração dos Aeroportos Internacionais- Rio de Janeiro/Galeão Tancredo Neves/Confins. Brasília, DF, Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/concessoes/galeao_confins/>. Acesso em: 15 dez Estudos de Viabilidade do Aeroporto Internacional Tancredo Neves- Confins: Relatórios. Brasília, DF Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/concessoes/galeao_confins/>. Acesso em: 5 dez BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo. 27ª ed. São Paulo, Malheiros Editores, 2010 BM&F BOVESPA. Sítio da internet. Disponível em: <http://www.bmfbovespa.com.br/pt- br/noticias/2013/anac-realiza-leilao-de-concessao-dos-aeroportos-internacionais-galeao-e-confins aspx?tipoNoticia=1&idioma=pt-br>. Acesso em: 08 jan BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, Lei nº de dezenove de dezembro de Dispõe sobre o Código Brasileiro de Aeronáutica. Brasília, DF, 19 dez Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7565.htm> Acesso em: 19 maio INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA IPEA. Comunicados do IPEA: Panorama e perspectivas para o transporte aéreo no Brasil e no mundo. Série Eixos do Desenvolvimento Brasileiro, n. 54. Brasília, EMPRESA BRASILEIRA DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA- INFRAERO. Sítio da Internet. Disponível em: <http://www.infraero.gov.br>. Acesso em: nov GROTTI, Dinorá Adelaide Musetti. A experiência brasileira nas concessões de serviços públicos. In: Carlos Ari Sundfeld (Org.). Parcerias público-privadas. São Paulo: Malheiros, p MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, MCKINSEY & COMPANY. Estudo do Setor de Transporte Aéreo do Brasil: Relatório Consolidado. Rio de Janeiro: McKinsey&Company, Disponível em: <http://www.bndes.gov.br/sitebndes/export/sites/default/bndes_pt/galerias/arquivos/empresa/pesquisa /chamada3/relatorio_consolidado.pdf>. Acesso em: 15 mar OLIVEIRA, Alessandro Vinícius Marques de. Regulação da oferta no transporte aéreo: do comportamento de operadoras em mercados liberalizados aos atritos que emergem da interface público-privado. Journal of Transport Literature, v. 1, n. 2, 2007.Disponível em: <http://www.pesquisaemtransportes.net.br/relit/index.php/relit/article/viewarticle/jv1n2p2> Acesso em: 03 maio SALGADO, Lúcia Helena. Caos Aéreo e Tragédia dos Comuns: Falhas de mercado e de Governo. Texto para discussão, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada -IPEA. fev Disponível em:<http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1566>. Acesso em: 26 fev

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Sumário 1. Dados da SAC sobre o Setor Aeroportuário 2. Plano Geral de Outorgas

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS AEROPORTOS INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS 6 concessões de aeroportos Investimentos de R$ 26 Bilhões São Gonçalo do Amarante RN Brasília DF Guarulhos SP Confins MG Viracopos SP Galeão RJ 5 operadores aeroportuários

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015. Dispõe sobre os procedimentos e as taxas de desconto dos fluxos de caixa marginais a serem adotados nos processos de Revisão Extraordinária nos Contratos de Concessão

Leia mais

Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária. ria. Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil

Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária. ria. Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária ria Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil 1. Contexto institucional 2. Determinação legal 3. Política Nacional de Aviação Civil e a concessão

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO

ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO Processo nº: 00058.024009/2014-54 Unidade Responsável GCON/SRE (Sigla): Assunto do normativo: Regulamentar a aferição dos Indicadores de Qualidade

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11 Introdução Nos trabalhos sobre aeroportos e transporte aéreo predominam análises específicas que tratam, por exemplo, do interior do sítio aeroportuário, da arquitetura de aeroportos, da segurança aeroportuária,

Leia mais

A QUESTÃO DA MODERNIZAÇÃO REGULATÓRIA Por Comandante Francisco Lyra, Presidente da C>FLY Aviation

A QUESTÃO DA MODERNIZAÇÃO REGULATÓRIA Por Comandante Francisco Lyra, Presidente da C>FLY Aviation SENADO FEDERAL SECRETARIA-GERAL DA MESA SECRETARIA DE COMISSÕES SUBSECRETARIA DE APOIO ÀS COMISSÕES PERMANENTES 2ª SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA DA 54ª LEGISLATURA Em 08 de agosto de 2012 (quarta-feira)

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 10 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 10 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 10 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA PANORAMA Passageiros- quilômetros transportados no Brasil,

Leia mais

Concessão de Aeroportos Aspectos Econômico Financeiros

Concessão de Aeroportos Aspectos Econômico Financeiros Concessão de Aeroportos Aspectos Econômico Financeiros Marcelo Pacheco dos Guaranys Diretor Competência da ANAC Art. 3 o A ANAC, no exercício de suas competências, deverá observar e implementar orientações,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2015. RESOLUÇÃO Nº, DE DE DE 2015. Estabelece as informações contábeis e societárias a serem apresentadas pelas Concessionárias de Serviço Público de Infraestrutura Aeroportuária e pelos administradores dos

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária I Simpósio Infra-Estrutura e Logística no Brasil: DESAFIOS PARA UM PAÍS EMERGENTE 5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária Novembro 2008 Constituição Federal Aeródromos Públicos - Responsabilidades

Leia mais

Universidade de Brasília UnB Faculdade de Tecnologia FT Departamento de Engenharia Civil e Ambiental ENC Programa de Pós-Graduação em Transportes PPGT Análise de Modelos de Previsão de Demanda do Transporte

Leia mais

Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios

Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios Aeroporto de Salvador. PAC 2. Divulgação Dezembro/2013 Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios 30 de junho de 2014 2014 Ano 1, nº 6 Setor Aeroportuário Aeroporto de Brasília.

Leia mais

3 Privatização dos Aeroportos

3 Privatização dos Aeroportos 27 3 Privatização dos Aeroportos Este capítulo discorre sobre a experiência internacional com a privatização dos aeroportos, a eficiência entre as diversas formas de capital e a estrutura escolhida pelo

Leia mais

Aspectos Relevantes da Assessoria Técnica Prestada ao Projeto do Aeroporto Internacional de Pouso Alegre Francisco Humberto Vignoli

Aspectos Relevantes da Assessoria Técnica Prestada ao Projeto do Aeroporto Internacional de Pouso Alegre Francisco Humberto Vignoli Aspectos Relevantes da Assessoria Técnica Prestada ao Projeto do Aeroporto Internacional de Pouso Alegre Francisco Humberto Vignoli Coordenador de Projetos Data: 21 de outubro de 2015 AGENTES ENVOLVIDOS

Leia mais

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV Encontro Econômico Brasil - Alemanha 2009 Cooperação para o Crescimento e Emprego Idéias e Resultados TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV Secretaria de Política Nacional de Transportes / MT - Engº Marcelo Perrupato

Leia mais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais Belo Horizonte, 6 de junho, 2011 Infraestrutura Aeroportuária de Belo Horizonte Região metropolitana: Aeroporto Carlos Prates Aeroporto da Pampulha Aeroporto Internacional Tancredo Neves Movimento operacional

Leia mais

A Atuação do TCU no acompanhamento do setor de aviação civil: Desestatização e Regulação

A Atuação do TCU no acompanhamento do setor de aviação civil: Desestatização e Regulação A Atuação do TCU no acompanhamento do setor de aviação civil: Desestatização e Regulação 1ª Secretaria de Fiscalização de Desestatização e Regulação Carlos Modena Brasília, 4 de julho de 2012 Estrutura

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA RESOLUÇÃO Nº 57, DE 10 DE OUTUBRO DE 2008: Regulamenta o processo de alocação de freqüências internacionais e de designação de empresas aéreas regulares brasileiras.

Leia mais

TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12

TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12 EDIÇÃO RIO EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12 LOPES / DEZEMBRO 2012 DE 2012 TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 Mudanças do Porto Seco de São Cristóvão (EADI-DAP) Aeroporto do Galeão é arrematado RIO LOPES

Leia mais

Concessões. Galeão e Confins

Concessões. Galeão e Confins Concessões Galeão e Confins Galeão: 17,5 milhões de passageiros 13,7 milhões m² 958 empregados Confins: 10,4 milhões de passageiros 15,1 milhões m² 344 empregados Objetivos das Concessões EXPANDIR A INFRAESTRUTURA

Leia mais

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias O que ainda há por fazer Conteúdo A Agenda da Indústria do Transporte Aéreo Resultados Já Alcançados Os Próximos Candidatos As Necessidades de Cada Um Congonhas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 302, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 302, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 302, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2014. Estabelece critérios e procedimentos para a alocação e remuneração de áreas aeroportuárias. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício

Leia mais

Concessão de Aeroportos Definição do Marco Regulatório

Concessão de Aeroportos Definição do Marco Regulatório Concessão de Aeroportos Definição do Marco Regulatório Rogério Teixeira Coimbra Gerente de Acompanhamento de Mercado Superintendência de Serviços Aéreos Competência da ANAC Estabelecer o modelo de concessão

Leia mais

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 Dispõe sobre o Regime Especial da Copa do Mundo FIFA 2014 e dá outras providências. A DIRETORIA DA

Leia mais

ATUAÇÃO DO TCU CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA

ATUAÇÃO DO TCU CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA SEMINÁRIO INTERNACIONAL CONCESSÃO DE AEROPORTOS ATUAÇÃO DO TCU NO ACOMPANHAMENTO DE CONCESSÕES DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE INFRA ESTRUTURA Francisco Giusepe Donato Martins Secretaria de Fiscalização de Desestatização

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 89.121, DE 6 DE DEZEMBRO DE 1983. Regulamenta a Lei nº 6.009, de 26 de dezembro de 1973, alterada pelo Decreto-lei nº 2.060,

Leia mais

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Bernardo Figueiredo Julho/2013 TRENS DE ALTA VELOCIDADE Segurança: Trem de Alta Velocidade é mais seguro. AVIÃO Número de mortes por bilhão de passageiro/km RODOVIA

Leia mais

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014)

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Programa 2017 - Aviação Civil Número de Ações 26 Tipo: Operações Especiais 00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Olá, pessoal! Trago hoje uma pequena aula sobre a prestação de serviços públicos, abordando diversos aspectos que podem ser cobrados sobre o assunto. Espero que gostem. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS O

Leia mais

TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS)

TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS) TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS) 11 Ligação Rio São Paulo - Antecedentes No final da década de 90 o Governo Brasileiro com a cooperação do Governo Alemão realizou estudo de alternativas para

Leia mais

Concessão. Aeroporto do Galeão PRESS KIT

Concessão. Aeroporto do Galeão PRESS KIT PRESS KIT Assinatura do contrato do (RJ) Abril/2014 SUMÁRIO Governo assina contrato de concessão (RJ) 3 Obras e melhorias em andamento no (RJ) - INFRAERO 5 Resultado do Leilão de Galeão e Confins: ágio

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Delmo Pinho - março, 2009 Cenário Atual da Aviação Mundial 1.167 aeronaves imobilizadas; Número total de jatos

Leia mais

Concessionária BH Airport assina contrato de concessão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais

Concessionária BH Airport assina contrato de concessão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais Press Release Concessionária BH Airport assina contrato de concessão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais São Paulo, 7 de abril 2014 A concessionária BH Airport assinou, nesta

Leia mais

Concessão. Aeroporto de Confins PRESS KIT

Concessão. Aeroporto de Confins PRESS KIT PRESS KIT Assinatura do contrato do (MG) Abril/2014 SUMÁRIO Governo assina contrato de concessão (MG) 3 Fases da Concessão 5 Obras e melhorias em andamento no (MG) - INFRAERO 6 Resultado do Leilão de Galeão

Leia mais

Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil

Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil 40ª RAPv Reunião Anual de Pavimentação Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil INFRAERO Superintendência de Obras Ricardo Ferreira ricardof@infraero.gov.br 26 Outubro

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010. (Texto compilado) Estabelece os procedimentos para o registro das tarifas aéreas comercializadas correspondentes aos serviços

Leia mais

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias e ATAERO Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias - legislação Criação de Tarifas Aeroportuárias

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009. Estabelece critérios e procedimentos para a alocação de áreas aeroportuárias. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

Leia mais

Atuação do BNDES na Estruturação e Financiamento de concessões/ppps. Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2015

Atuação do BNDES na Estruturação e Financiamento de concessões/ppps. Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2015 Atuação do BNDES na Estruturação e Financiamento de concessões/ppps Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2015 Roteiro 1. Área de Estruturação de Projeto do BNDES - AEP 2. Financiamento de PPPs pela Área Social

Leia mais

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações

Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações Carlos Campos Neto carlos.campos@ipea.gov.br Frederico Hartmann de Souza frederico.souza@ipea.com.br Abril de 2011 Objetivos Avaliar

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas.

LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999. Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas. LEI COMPLEMENTAR Nº 97, DE 9 DE JUNHO DE 1999 Dispõe sobre as normas gerais para a organização, o preparo e o emprego das Forças Armadas. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

Panorama do setor aeroportuário no Brasil

Panorama do setor aeroportuário no Brasil Panorama do setor aeroportuário no Brasil Migalhas, 22 de outubro de 2010 Os aeroportos brasileiros, com poucas exceções, são considerados patrimônios públicos da União Federal, ou universalidades, definidos

Leia mais

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Anderson Ribeiro Correia. Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária Helipontos em São Paulo: Segurança, Irregularidades e Caminhos para Regularização Anderson Ribeiro Correia Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Conceitos Verificações 1 VISÃO GERAL... 112 1.1 O QUE É O ARRENDAMENTO PORTUÁRIO?... 112 2 VERIFICAÇÕES INICIAIS... 113 3 ANÁLISE DOS ESTUDOS DE VIABILIDADE... 114 4 ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA... 117 5

Leia mais

Agencias De Fomento e Garantias em Contratos de Parcerias Público Privadas: perspectivas e possibilidades

Agencias De Fomento e Garantias em Contratos de Parcerias Público Privadas: perspectivas e possibilidades Agencias De Fomento e Garantias em Contratos de Parcerias Público Privadas: perspectivas e Marcus Vinicius Macedo Pessanha Sócio Coordenador de Direito Regulatório Escritório Nelson Wilians e Advogados

Leia mais

O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro

O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro Bernardo Figueiredo Presidente da Empresa Brasileira de Planejamento e Logística Logística e Desenvolvimento Econômico

Leia mais

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 1 INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 2 Organização 9 Superintendências Regionais Superintendência Regional do Noroeste; Superintendência Regional

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA Conferência Internacional sobre Capital Privado em Aeroportos FIESP / CIESP 23/Abril/2009 A Costa da Sol Operadora Aeroportuária S.A. é uma

Leia mais

ABERTURA DO MERCADO BRASILEIRO DE AVIAÇÃO: A QUESTÃO DA CABOTAGEM E DA PARTICIPAÇÃO DO CAPITAL ESTRANGEIRO NAS COMPANHIAS AÉREAS BRASILEIRAS

ABERTURA DO MERCADO BRASILEIRO DE AVIAÇÃO: A QUESTÃO DA CABOTAGEM E DA PARTICIPAÇÃO DO CAPITAL ESTRANGEIRO NAS COMPANHIAS AÉREAS BRASILEIRAS ABERTURA DO MERCADO BRASILEIRO DE AVIAÇÃO: A QUESTÃO DA CABOTAGEM E DA PARTICIPAÇÃO DO CAPITAL ESTRANGEIRO NAS COMPANHIAS AÉREAS BRASILEIRAS por Victor Carvalho Pinto 1. Conceituação Os parâmetros básicos

Leia mais

Aéreas terão subsídios para operar rotas já existentes

Aéreas terão subsídios para operar rotas já existentes Fonte: Dr. Renato Kloss Seção: Economia Versão: Online Data: 28/07 Aéreas terão subsídios para operar rotas já existentes Medida do governo deve beneficiar cem linhas rentáveis. Subvenção pode somar R$

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980

Leia mais

PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Maria Sylvia Zanella Di Pietro PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Concessão, Permissão, Franquia, Terceirização, Parceria Público-Privada e outras Formas loª Edição SÃO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015

Leia mais

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32 There are no translations available. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão A concessão Por que o governo resolveu fazer a concessão? Nos

Leia mais

SP-C.01 ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA. Matriz de Responsabilidades São Paulo São Paulo SÃO PAULO SÃO PAULO. Governo Federal (Infraero)

SP-C.01 ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA. Matriz de Responsabilidades São Paulo São Paulo SÃO PAULO SÃO PAULO. Governo Federal (Infraero) Matriz de s SÃO PAULO SÃO PAULO ANEXO C INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos Governador André Franco Montoro Total dos Projetos: R$ 1.219,4 milhões Construção do

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA ANAC Nº 804/SRE, DE 21 DE MAIO DE 2010. Estabelece os procedimentos para o registro das tarifas aéreas comercializadas correspondentes aos serviços de transporte

Leia mais

Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária

Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República Sr. WAGNER BITTENCOURT 2 5 d e J u n h o d e 2 0

Leia mais

desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais

desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais Subsecretaria de Regulação de Transportes maio / 2015 Secretaria de Desenvolvimento Econômico Secretaria de Desenvolvimento Urbano

Leia mais

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A.

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA -CAMPINAS- GUARULHOS

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA -CAMPINAS- GUARULHOS LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS GOVERNADOR ANDRÉ FRANCO MONTORO, NA CIDADE DE GUARULHOS/SP, VIRACOPOS, NA CIDADE DE CAMPINAS/SP E PRESIDENTE

Leia mais

Sistema Aeroportoviário no Brasil

Sistema Aeroportoviário no Brasil Sistema Aeroportoviário no Brasil FERNANDA MINUZZI LUCIANO DOMINGUES RÉGIS GOMES FLORES VINÍCIOS Transportes Introdução O transporte aéreo no Brasil vem acompanhando o desenvolvimento do País.Hoje, o transporte

Leia mais

Leilões de Linhas de Transmissão e o Modelo de Parceria Estratégica Pública Privada. (*)

Leilões de Linhas de Transmissão e o Modelo de Parceria Estratégica Pública Privada. (*) Leilões de Linhas de Transmissão e o Modelo de Parceria Estratégica Pública Privada. (*) Nivalde J. de Castro (**) Daniel Bueno (***) As mudanças na estrutura do Setor Elétrico Brasileiro (SEB), iniciadas

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS

BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS BRASIL CERTIFICAÇÃO DE AERÓDROMOS ROTEIRO SITUAÇÃO DA REDE AEROPORTUÁRIA. PROVISÕES DO CÓDIGO BRASILEIRO DE AERONÁUTICA E NORMAS. SISTEMA DE AVIAÇÃO CIVIL. DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVL. PASSOS DA HOMOLOGAÇÃO

Leia mais

Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) Parceria Público Privada

Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) Parceria Público Privada Outubro 2014 Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) Parceria Público Privada Secretaria de Desenvolvimento Econômico Unidade Central PPP www.ppp.mg.gov.br 1 Aerotrópole de Belo Horizonte e o CTCA

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

DIREITO REAL DE USO DE INSTALAÇÕES AEROPORTUÁRIAS

DIREITO REAL DE USO DE INSTALAÇÕES AEROPORTUÁRIAS DIREITO REAL DE USO DE INSTALAÇÕES AEROPORTUÁRIAS Instrumentos jurídicos de utilização dos bens públicos instalações aeroportuárias Concessão de Uso - Pessoal Concessão de Direito Real de Uso Concessão

Leia mais

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS Sumário 1 - Panorama Mundial da Aviação Civil 2- Situação Atual dos Aeroportos Brasileiros 3 - O Futuros dos Aeroportos

Leia mais

INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF nº 17.314.329/0001-20 NIRE 31.300.109.631 Companhia de Capital Aberto

INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF nº 17.314.329/0001-20 NIRE 31.300.109.631 Companhia de Capital Aberto INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF nº 17.314.329/0001-20 NIRE 31.300.109.631 Companhia de Capital Aberto COMUNICADO AO MERCADO - PEDIDO PÚBLICO DE PROCURAÇÃO A administração da INTERNATIONAL

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME]

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] LOCALIZADO

Leia mais

"Sua marca vista por mais de 46 milhões de passageiros."

Sua marca vista por mais de 46 milhões de passageiros. O Público O segmento mundial de mídia out of home cresce quatro vezes mais do que o mercado de mídia tradicional. A Mídia Aeroportuária é extremamente segmentada, permitindo anunciar de forma criativa

Leia mais

Desenvolvimento da Infraestrutura Aeroportuária

Desenvolvimento da Infraestrutura Aeroportuária Desenvolvimento da Infraestrutura Aeroportuária Reiterando o compromisso com a sociedade brasileira para o atendimento das crescentes demandas e necessidades do sistema aeroportuário nacional, a Secretaria

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI)

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Executiva Diretoria de Projetos Internacionais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Executiva Diretoria de Projetos Internacionais MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Executiva Diretoria de Projetos Internacionais CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto TERMO DE REFERÊNCIA Nº. /2011 CAPA Projeto Agência:

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 13.079 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014 (publicada no DOU de 31/02/2014, Seção 1, página 23) Abre ao Orçamento Fiscal da União, em

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

Privadas O Projeto de Lei em tramitação

Privadas O Projeto de Lei em tramitação BNDES BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Parcerias Público-Privadas Privadas O Projeto de Lei em tramitação MAURÍCIO PORTUGAL RIBEIRO CONSULTOR JURÍDICO DA UNIDADE DE PPP DO MINISTÉRIO

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2008 O Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, Prof. Tarcísio

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

POR QUE INTERIORIZAR O TRANSPORTE AÉREO?

POR QUE INTERIORIZAR O TRANSPORTE AÉREO? CONECTANDO O BRASIL CONECTANDO O BRASIL POR QUE INTERIORIZAR O TRANSPORTE AÉREO? O Brasil é um país de 8 milhões de quilômetros quadrados de área. Esse imenso território demanda ser integrado por uma

Leia mais

PROGRAMA: 2017 - Aviação Civil

PROGRAMA: 2017 - Aviação Civil Filtro selecionado Período: Monitoramento Temático Ano 2014-1º Semestre Listagem por: Programa - Aviação Civil Órgão: 62000 - Secretaria de Aviação Civil Elementos a serem exibidos: Objetivos; Metas; Regionalização

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 141, DE 9 DE MARÇO DE 2010.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 141, DE 9 DE MARÇO DE 2010. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 141, DE 9 DE MARÇO DE 2010. Dispõe sobre as Condições Gerais de Transporte aplicáveis aos atrasos e cancelamentos de voos e às hipóteses de preterição de

Leia mais

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero

Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Formação e Capacitação de Pessoas na Infraero Desafios, Necessidades e Perspectivas da Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica (Senado Federal Comissão de Serviços de Infraestrutura)

Leia mais

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 David Barioni Neto Mar/10 a Jun/11: Presidente Executivo (CEO) da Facility Group S.A. Nov/07 a Out/09: Presidente Executivo (CEO) da TAM Linhas Aéreas

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO Capítulo I As transformações do Estado e a organização administrativa moderna 1.1. Estado Liberal, Estado

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO TÉCNICA OCPC 08

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO TÉCNICA OCPC 08 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO TÉCNICA OCPC 08 Reconhecimento de Determinados Ativos ou Passivos nos relatórios Contábil-Financeiros de Propósito Geral das Distribuidoras de Energia Elétrica

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Proposta de resolução que revoga as limitações e proibições operacionais impostas à Área de Controle Terminal (TMA) do Rio de Janeiro, estabelecidas

Leia mais

GesANTT PLANO DO PROJETO EPP.PP.01 1.1. ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros

GesANTT PLANO DO PROJETO EPP.PP.01 1.1. ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros 1 Nome do Projeto ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros 2 Chefe do Projeto Maria Ângela Cavalcanti Oliveira 3 Gestor do Projeto Sonia

Leia mais

A Egis no Brasil. Perfil

A Egis no Brasil. Perfil A Egis no Brasil Perfil A EGIS NO BRASIL O Grupo Egis, no Brasil, participa ativamente do mercado de engenharia de projetos e consultoria na área de infraestrutura de transportes. Essa participação se

Leia mais

PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos

PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos 2015 PPP em saneamento e outras alternativas para investimentos Coordenador: Frederico Turolla Organização: Pezco Microanalysis Dias 21 e 22 de maio de 2015 Justificativa Os investimentos anuais em abastecimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 342, DE 9 DE SETEMBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 342, DE 9 DE SETEMBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 342, DE 9 DE SETEMBRO DE 2014. Regulamenta os documentos e as demonstrações contábeis padronizadas a serem apresentados pelas empresas brasileiras que exploram os serviços aéreos públicos,

Leia mais

FÓRUM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTE Ministro Nelson Barbosa

FÓRUM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTE Ministro Nelson Barbosa FÓRUM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTE Ministro Nelson Barbosa Para mais informações, acesse: www.logisticabrasil.gov.br investimentosbrasil@planejamento.gov.br 1 INVESTIMENTO TOTAL Investimentos projetados*

Leia mais

INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO

INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO INFORMATIVO : TRANSPORTE AÉREO DIREITO À INFORMAÇÃO: INFORMAÇÃO CLARA E PRECISA: CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Art. 6º São direitos básicos do consumidor: III - a informação adequada e clara sobre os

Leia mais

Com 10º maior fluxo de passageiros, Viracopos terá 2º maior investimento para a Copa

Com 10º maior fluxo de passageiros, Viracopos terá 2º maior investimento para a Copa Com 10º maior fluxo de passageiros, Viracopos terá 2º maior investimento para a Copa 44Hanrrikson de Andrade Do UOL, no Rio 21/05/201310h00 Michel Filho/Agência O Globo Viracopos, em Campinas, recebe investimentos

Leia mais

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA

PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO JUSTIFICATIVA PROPOSTA DE EDIÇÃO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL (RBAC) 140 CERTIFICAÇÃO E REQUISITOS OPERACIONAIS: ESCOLAS DE VOO 1. APRESENTAÇÃO JUSTIFICATIVA 1.1 A presente Justificativa expõe as razões

Leia mais