ARTS AND CRAFTS. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ARTS AND CRAFTS. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III"

Transcrição

1 TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III ARTS AND CRAFTS Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Artes e Arquitetura Curso de Arquitetura e Urbanismo Prof. Ana Paula Zimmermann

2 Arts and Crafts (Artes e Ofícios) Inglaterra 1850/1900 Movimento precursor da Art Nouveau Governo britânico incentivava colaboração entre as artes e a indústria artesanal havia uma preocupação com a qualidade artística dos produtos manufaturados 1835: criação das escolas de desenho, com o objetivo de aprimorar o design para compatibilizar a arte com a industrialização Mesmo com a indústria ainda nascente alguns artistas e críticos pregavam a volta da tradição artesanal. 08

3 Fundadores 1819 John Ruskin Crítico, teórico e historiador da arte. Creditava à revolução industrial todos os problemas sociais e econômicos da época. Dizia que projeto não se podia ensinar, era inspiração. William Morris arquiteto e sociólogo acreditava na renovação artesanal para melhorar o design. Sofre influência das ideias de Ruskin e cria a Morris & Co (1862), para produzir em maior escala mas com rigor e acabamento artesanal. 1834

4 William Morris e Philip Webb - Projetam a Red House: buscava resgatar o vernacular doméstico medieval. Todos os móveis e detalhes foram planejados e executados artesanalmente. Suas ideias consagraram a prática de os artistas desenharem objetos para produção em série pela indústria. Gráfica, tecido, papel de parede 09

5

6 10

7 1888 Arts and Crafts Exhibition Society Objetivo: divulgar o desenvolvimento do mobiliário Tendência é a funcionalidade Nestas exposições aparecem participantes que realizam pesquisas formais e começam a trabalhar com formas mais fluidas, curvilineas. Esse movimento dá origem ao Art Nouveau. Outras influências: gravuras e arte japonesa. 11

8 Arquitetura: Artes e Ofícios Arquitetos de destaque: Richard Norman Shaw, Charles Francis A. Voysey e Herman Muthesius Edifícios racionais Uso de materiais modernos (concreto, ferro, vidro) aliados aos materiais tradicionais (pedra, tijolo) Amplas janelas Detalhes com aparência artesanal Móveis no estilo Arts & Crafts Decoração integrada ao projeto, papéis de parede 17

9 Richard Shaw nasceu em Edimburgo. Enquanto esteve em Londres frequentou a Academia Real Inglesa. De 1854 a 1856 viajou por diversos lugares graças à Academia Real Inglesa, tempo no qual desenvolveu vários esboços arquitetonicos. Desenhou grandes casas e vários edifícios comerciais, cada um deles com o um estilo próprio. Em 1877 Shaw ingressou nas fileiras da Academia Real Inglesa, e juntamente com Sir Thomas Jackson co-editou a coleção de ensaios de 1892 "Arquitectura, uma profissão ou uma arte?". Richard Shaw acreditava veemente que era uma arte. Anos mais tarde, Shaw começou a trabalhar com o estilo clássico mais pesado do início do século XX. Shaw morreu em Londres, cidade onde desenhou inúmeros edifícios em áreas como Pont Street, e edifícios públicos, sendo um dos mais famosos o New Scotland Yard. 18

10 Prédios da New Scotland Yard original, agora chamados Norman Shaw Buildings, em Westminster, construídos pelo arquiteto Richard Norman Shaw, entre 1887 e

11 New Zealand Chambers, Londres, Shaw se inspirou nos séculos XVII e XVIII e criou o estilo Rainha Ana para edificações urbanas. As características incluem tijolo vermelho, caixilhos brancos e ornamentos cuidadosamente controlados. 20

12 Charles Francis A. Voysey, nascido em Yorkshire, 1857, trabalhou como designer gráfico de papeis de parede e tecidos no início da carreira. Rejeitava o ecletismo na arquitetura e, por influencia do Arts & Crafts, utilizou materiais modernos em seus projetos. Utilizava elementos que remetiam ao artesanal: materiais naturais, painéis de carvalho rústico. Pelas linhas simples dos seus projetos e os interiores de paredes brancas, Voysey foi considerado por muitos como um precursor do movimento modernista. Seus edifícios de maior destaque foram: Tower House, em Bedford Park; Orchard (pomar), em Chorleywood; Cabana Branca, em Wandsworth Common e outras mais de 50 residências. The a 21

13 23

ECLETISMO, ARTS AND CRAFTS ART NOUVEAU

ECLETISMO, ARTS AND CRAFTS ART NOUVEAU TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III ECLETISMO, ARTS AND CRAFTS ART NOUVEAU Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Artes e Arquitetura Curso de Arquitetura e

Leia mais

ART NOUVEAU. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III

ART NOUVEAU. TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III TH3 Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo III ART NOUVEAU Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Artes e Arquitetura Curso de Arquitetura e Urbanismo Prof. Ana Paula

Leia mais

Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900.

Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900. Art Nouveau significa arte nova; Rompimento com as tradições; Surgiu em 1895, mas teve seu apogeu em 1900. O nome do movimento artístico deriva do nome da loja parisiense, L'art Nouveau, de artigos mobiliários.

Leia mais

EVOLUÇÃO DO DESIGN DE INTERIORES DO EGITO ANTIGO AO MODERNISMO. Prof. Ana Paula Zimmermann

EVOLUÇÃO DO DESIGN DE INTERIORES DO EGITO ANTIGO AO MODERNISMO. Prof. Ana Paula Zimmermann EVOLUÇÃO DO DESIGN DE INTERIORES DO EGITO ANTIGO AO MODERNISMO Prof. Ana Paula Zimmermann NEOCLASSICISMO Elegância, conforto e bom gosto. Volta da pureza das formas do período clássico. O ART NOUVEAU

Leia mais

Centro Universitário Estácio/FIC Curso de Arquitetura e Urbanismo Unidade Via Corpvs

Centro Universitário Estácio/FIC Curso de Arquitetura e Urbanismo Unidade Via Corpvs Centro Universitário Estácio/FIC Curso de Arquitetura e Urbanismo Unidade Via Corpvs Disciplina: HISTÓRIA DA ARTE E DA ARQUITETURA III - CCE0894 Carga horária: 40h/a Semestre/ano: 2016.2 Profa.: Larissa

Leia mais

História da Habitação e Mobiliário. Antonio Castelnou AULA 01

História da Habitação e Mobiliário. Antonio Castelnou AULA 01 História da Habitação e Mobiliário Antonio Castelnou AULA 01 CASTELNOU Introdução Historicamente, o estudo da MORADIA e de sua ambientação interna sempre foi alvo de interesse, pois envolve tanto aspectos

Leia mais

Art Nouveau/ Secessão de Viena

Art Nouveau/ Secessão de Viena 1760 Revolução Francesa 1789 Revolução Industrial 1819 Rainha Vitória 1840 1901 1874 Arts and Crafts 1880 1890 Primeira Guerra Mundial 1914 1918 1924 Art Déco Impressionismo 1925 Art Nouveau/ Secessão

Leia mais

A ARQUITETURA MODERNA NO BRASIL E SEUS PRINCIPAIS REPRESENTANTES

A ARQUITETURA MODERNA NO BRASIL E SEUS PRINCIPAIS REPRESENTANTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO Curso: Técnico em Edificações Disciplina: ICCC I Introdução à Construção Civil I Professora:

Leia mais

Ícones do Ecletismo ao Art Déco

Ícones do Ecletismo ao Art Déco Ícones do Ecletismo ao Art Déco Resumo Através da disciplina Análise da Forma, foi analisado qual o intuito da utilização de ícones na Arquitetura e quais as mensagens estéticas que eles transmitem. Tomando

Leia mais

Universidade Presbiteriana Mackenzie Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. História da Arquitetura IV Roteiro do Vídeo

Universidade Presbiteriana Mackenzie Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. História da Arquitetura IV Roteiro do Vídeo Universidade Presbiteriana Mackenzie Faculdade de Arquitetura e Urbanismo História da Arquitetura IV Roteiro do Vídeo Turma E12 André Dutra Bruna Coutinho Marcela Tozzato Data: 21/05/2013 Gordon Bunshaft

Leia mais

A Gênese do Urbanismo Moderno

A Gênese do Urbanismo Moderno Teorias Urbanas Pontifícia Universidade Católica de Goiás Curso de Arquitetura e Urbanismo Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo III TH3 Profa. Ana Paula de Oliveira Zimmermann A Gênese do Urbanismo

Leia mais

INDUSTRIALIZAÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS

INDUSTRIALIZAÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS INDUSTRIALIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS E TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS INDUSTRIALIZAÇÃO CONCEITOS É um método produtivo baseado na mecanização e num processo organizado de caráter repetitivo que requer continuidade.

Leia mais

André Derain

André Derain - 029 - André Derain 1880-1954 André Derain, nascido em Chatou, comunidade a 20 km a Leste de Paris, no dia 10 de julho de 1880 e falecido em Garches (15 km a Oeste de Paris) foi um pintor, escultor, impressor

Leia mais

The Charles Rennie Mackintosh Society

The Charles Rennie Mackintosh Society Biografia Charles Rennie Mackintosh nasceu dia 7 de Junho de 1868, em Glasgow. No período em que frequentou a escola pública Reid e a Allan Glen s School, demonstrou pouco domínio sobre o estudo mas se

Leia mais

A Empresa Fundada em 1978, a Castro Lighting é hoje uma referência internacional no mercado de iluminação. A Castro Lighting desenvolve e cria peças elegantes que são o resultado da combinação da mais

Leia mais

ENCANTO GLOBAL ATMOSFERA ENÉRGICA. Moradas internacionais exalam sofisticação com muita personalidade SWEET DREAMS ESPETÁCULO VISUAL

ENCANTO GLOBAL ATMOSFERA ENÉRGICA. Moradas internacionais exalam sofisticação com muita personalidade SWEET DREAMS ESPETÁCULO VISUAL ENCANTO GLOBAL Moradas internacionais exalam sofisticação com muita personalidade SWEET DREAMS DORMITÓRIOS INFANTIS EVIDENCIAM A DELICADEZA E OS ELEMENTOS LÚDICOS ESPETÁCULO VISUAL BELAS PAISAGENS TRANSFORMAM

Leia mais

A VIDA E A OBRA DE LUDWIG MIES VAN DER ROHE

A VIDA E A OBRA DE LUDWIG MIES VAN DER ROHE A VIDA E A OBRA DE LUDWIG MIES VAN DER ROHE Fabricio Faria Cruvinel Julio César da Trindade Prof. Fernando Eugênio Cabral de Paula Machado História da Arquitetura Moderna Centro Universitáro do Planalto

Leia mais

ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004

ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004 ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004 Prof. Aline Cancela anc.estacio@gmail.com A.01 APRESENTAÇÃO EMENTA Introdução à arquitetura: projeto e pesquisa; Conceitos fundamentais do projeto arquitetônico; Elaboração

Leia mais

ARQUITETURA PÓS MODERNA

ARQUITETURA PÓS MODERNA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA F A C U L D A D E D E E N G E N H A R I A DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO E n g e n h a r i a C i v i l Disciplina: Fundamentos da Arquitetura Profª. Raquel

Leia mais

período anterior ao aparecimento da escrita

período anterior ao aparecimento da escrita período anterior ao aparecimento da escrita Portocarrero, 2010. Surgimento da Escrita +/- 4000 a.c à Queda do Império Romano do Ocidente, em 476 d.c Templo de Luxor - Egito Antigo A Esfinge de Gizé Templo

Leia mais

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Art Nouveau Art Nouveau Profª Adalgiza

aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Art Nouveau Art Nouveau Profª Adalgiza aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaaa aaa Art Nouveau Movimento das Artes e Ofícios Movimento nascido na Inglaterra, na segunda metade do século XIX; Conhecido como Movimento

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: TÉCNICAS RETROSPECTIVAS CÓDIGO: TAU079 CLASSIFICAÇÃO: Obrigatória PRÉ-REQUISITO: CARGA HORÁRIA: TEÓRICA: 45 horas PROFESSOR: Marco Antônio

Leia mais

Peter Behrens REVISTA DIGITAL UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN

Peter Behrens REVISTA DIGITAL UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN REVISTA DIGITAL Peter Behrens UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN Conheça a história de Peter Behrens e a sua importância na criação do conceito design 1 2 Trabalho feito pelos alunos de

Leia mais

ARQUITETURA SUSTENTÁVEL. Professora: Eliete de Pinho Araujo e alunas: Ana Paula, Carla, Carol Maurício, Karoline e Sandra (Uniceub, 2004).

ARQUITETURA SUSTENTÁVEL. Professora: Eliete de Pinho Araujo e alunas: Ana Paula, Carla, Carol Maurício, Karoline e Sandra (Uniceub, 2004). ARQUITETURA SUSTENTÁVEL Professora: Eliete de Pinho Araujo e alunas: Ana Paula, Carla, Carol Maurício, Karoline e Sandra (Uniceub, 2004). É uma forma de promover a busca pela igualdade social, valorização

Leia mais

ARTE GÓTICA Inicialmente, o estilo gótico era aplicado exclusivamente na construção de edifícios religiosos. As características mais importantes

ARTE GÓTICA Inicialmente, o estilo gótico era aplicado exclusivamente na construção de edifícios religiosos. As características mais importantes ARTE GÓTICA Inicialmente, o estilo gótico era aplicado exclusivamente na construção de edifícios religiosos. As características mais importantes desse estilo são os arcos visíveis da estrutura da abóbada;

Leia mais

ROTEIRO DE VÍDEO THOM MAYNE

ROTEIRO DE VÍDEO THOM MAYNE ROTEIRO DE VÍDEO THOM MAYNE A Gênese da forma O Processo criativo no pensar arquitetônico HISTÓRIA DA ARQUITETURA IV Ádamo Rafael Audoeme Araújo Carol Trelesse Turma F I. Introdução Tempo de Duração: 0min59s

Leia mais

A Redução de São Miguel Arcanjo

A Redução de São Miguel Arcanjo 1 Leia o texto a seguir, observe a imagem e responda às questões. A Redução de São Miguel Arcanjo A Redução de São Miguel Arcanjo foi fundada em 1632 na região do Tape. Porém, devido aos ataques de paulistas

Leia mais

ARQUITECTURA EXERCÍCIO 2. Uma Forma Um Contexto: Construir um Mapa de Análise Arquitectónica

ARQUITECTURA EXERCÍCIO 2. Uma Forma Um Contexto: Construir um Mapa de Análise Arquitectónica ARQUITECTURA EXERCÍCIO 2 Uma Forma Um Contexto: Construir um Mapa de Análise Arquitectónica EXERCÍCIO 2 - Enunciado Analisar os tipos arquitectónicos - fazer o elenco de diferentes tipologias de edifícios

Leia mais

provence À LA special

provence À LA special provence À LA O estilo mais romântico de todos busca suas origens na bucólica Provença e serve de inspiração para ambientes com muita delicadeza e charme A arquiteta Ana Prévide apostou em materiais como

Leia mais

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa!

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa! I N F O R M A T I V O S T E E L F R A M E Guia Rápido Sumário Bem-vindo ao Informativo da Empresa! NESTE DOCUMENTO: Introdução Metodologia Vantagens & Benefícios Dúvidas Frequentes dos Clientes Introdução

Leia mais

Palácio de Buckingham Londres, Grã-Bretanha

Palácio de Buckingham Londres, Grã-Bretanha Palácio de Buckingham Londres, Grã-Bretanha Palácio de Buckingham Palácio de Buckingham a residência oficial da Rainha Elizabeth II e também uma importante atração turística em Londres é um dos edifícios

Leia mais

Projeto de reforma valoriza integração, mas garante usos pontuais para ambientes

Projeto de reforma valoriza integração, mas garante usos pontuais para ambientes Uol - SP 09/03/2015-07:41 Projeto de reforma valoriza integração, mas garante usos pontuais para ambientes Da Redação O canto preferido do cliente acomoda a coleção de discos num nicho de marcenaria laqueada

Leia mais

FICHA TÉCNICA GRENOS INDA Equipamento Sanitário

FICHA TÉCNICA GRENOS INDA Equipamento Sanitário FICHA TÉCNICA GRENOS INDA Equipamento Sanitário Nº Pág.s: 5 nº 01 23. Outubro. 2006 nº GRENOS INDA Mobiliário, cabinas de duche, painéis de banheira, acessórios e toalheiros. 01 Referência internacional

Leia mais

Conteúdo 5 - Design Gráfico Brasileiro O design antes do design ( ) professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 5 - Design Gráfico Brasileiro O design antes do design ( ) professor Rafael Hoffmann Conteúdo 5 - Design Gráfico Brasileiro O design antes do design (1808-1950) professor Rafael Hoffmann (...) uma cultura visual distintamente brasileira entrelaçada com os estilos internacionais do final

Leia mais

Da década de 30 em diante, além da atividade docente, a artista estaria engajada nos movimentos de classe dos artistas plásticos, ajudando a fundar a

Da década de 30 em diante, além da atividade docente, a artista estaria engajada nos movimentos de classe dos artistas plásticos, ajudando a fundar a . Anita Catarina Malfatti nasceu em São Paulo, dia 2 de dezembro de 1889 e faleceu em São Paulo, no dia 6 de novembro de 1964, foi pintora, desenhista, gravadora e professora brasileira. Filha do engenheiro

Leia mais

Arte no Brasil Colonial. Arquitetura e urbanismo. 8º ano

Arte no Brasil Colonial. Arquitetura e urbanismo. 8º ano Arte no Brasil Colonial Arquitetura e urbanismo 8º ano - 2013 A arte no Brasil colonial (1500 a 1808) foi marcada pela forte influência européia. O principal estilo que surge neste período é o BARROCO,

Leia mais

Estudo dirigido artes Milton Gomes Segundo ano Ensino Médio. Capítulo 14. A arte no Barroco Europeu. 01 Como foi criado o termo Barroco? R. na p.

Estudo dirigido artes Milton Gomes Segundo ano Ensino Médio. Capítulo 14. A arte no Barroco Europeu. 01 Como foi criado o termo Barroco? R. na p. Estudo dirigido artes Milton Gomes Segundo ano Ensino Médio Capítulo 14 A arte no Barroco Europeu 01 Como foi criado o termo Barroco? R. na p.141 02 No livro, encontramos duas explicações para o surgimento

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DA PALMÉIA Antiga Estação Moçambo Da Cia. Mogyana De Estradas De Ferro.

ESCOLA MUNICIPAL DA PALMÉIA Antiga Estação Moçambo Da Cia. Mogyana De Estradas De Ferro. ESCOLA MUNICIPAL DA PALMÉIA Antiga Estação Moçambo Da Cia. Mogyana De Estradas De Ferro. O que hoje é um bairro da zona rural de Muzambinho, já foi uma importante estação ferroviária no início do Século

Leia mais

Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de:

Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de: 1 Introdução 1.1 Objetivos: Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de: Definir o modelo de Turing de um computador; Definir o modelo de von Neumann do computador; Descreve os três

Leia mais

xposição raul lino cem anos depois e colóquio internacional arts & crafts repercussões em portugal e no brasil

xposição raul lino cem anos depois e colóquio internacional arts & crafts repercussões em portugal e no brasil Maria Lucia Bressan Pinheiro e xposição raul lino cem anos depois e colóquio internacional arts & crafts repercussões em portugal e no brasil 250 Entre os dias 02 de abril e 30 de maio de 2014, a Vila

Leia mais

pira A vida precisa de inspiração todos os dias. E não é apenas aquela inspiração dos artistas e dos poetas. É inspiração cotidiana.

pira A vida precisa de inspiração todos os dias. E não é apenas aquela inspiração dos artistas e dos poetas. É inspiração cotidiana. A V I D A C O M M A I S I N S P I R A Ç Ã O ns pira A vida precisa de inspiração todos os dias. E não é apenas aquela inspiração dos artistas e dos poetas. É inspiração cotidiana. Inspiração para começar

Leia mais

Galeria Melissa. Primeira concept store da marca inova na iluminação. c a s e. Da Redação Fotos de Rômulo Fialdini

Galeria Melissa. Primeira concept store da marca inova na iluminação. c a s e. Da Redação Fotos de Rômulo Fialdini c a s e Criada pelo designer multimídia Muti Randolph, a loja-conceito de 445m 2 é um espaço onde diferentes universos como arquitetura, arte, design e moda irão conviver lado a lado. Galeria Melissa Da

Leia mais

p r o j e t o A R Q U I T E T U R A

p r o j e t o A R Q U I T E T U R A m e u p r o j e t o Vista da loja, a partir da entrada: ao fundo, luz colorida, transmitida por fibra ótica, contribui com a iluminação geral e decora o ambiente. 46 Joalheria Andréa Brilho Fibra ótica

Leia mais

LE CORBUSIER Conceitos, importância e principais obras

LE CORBUSIER Conceitos, importância e principais obras LE CORBUSIER Conceitos, importância e principais obras Foto de Le Corbusier SUMÁRIO 1-Dados pessoais 2-Conceitos do arquiteto 3-Importância Cinco pontos da nova arquitetura 4- Principais obras 5-Conclusão

Leia mais

UFT/COPESE Vestibular

UFT/COPESE Vestibular QUESTÃO 01 João Filgueiras Lima (1932-2014), apelidado Lelé, foi um arquiteto que participou como protagonista no movimento moderno da arquitetura brasileira. Atuou em diversos projetos, em diferentes

Leia mais

APLICAÇÃO DO ARCO DE OGIVA LANCEOLADA NA ARQUITETURA DE JUIZ DE FORA: IGREJA METODISTA CENTRAL 1

APLICAÇÃO DO ARCO DE OGIVA LANCEOLADA NA ARQUITETURA DE JUIZ DE FORA: IGREJA METODISTA CENTRAL 1 APLICAÇÃO DO ARCO DE OGIVA LANCEOLADA NA ARQUITETURA DE JUIZ DE FORA: IGREJA METODISTA CENTRAL 1 Ana Paula Silva Lemos Natalia Cristina Dias Richarles Jesus dos Santos Tais C. Gonçalves Palmieri Thiago

Leia mais

ESTUDO PARA PLANO DE INTERVENÇÃO EM MONUMENTOS E SÍTIOS HISTÓRICOS: o caso do Mercado de Farinha de Caruaru

ESTUDO PARA PLANO DE INTERVENÇÃO EM MONUMENTOS E SÍTIOS HISTÓRICOS: o caso do Mercado de Farinha de Caruaru ESTUDO PARA PLANO DE INTERVENÇÃO EM MONUMENTOS E SÍTIOS HISTÓRICOS: o caso do Mercado de Farinha de Caruaru TENÓRIO, LUCIENE LVF EMPREENDIMENTOS; Departamento de Projetos Av Agamenon Magalhães, 444, Mauricio

Leia mais

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro.

O Centro da Indústria, Arte e Cidade inscreve-se na nova Praça da Liberdade como um instrumento potencializador desse abrangente projeto de futuro. O Circuito Cultural é parte de um grande projeto de reestruturação de Belo Horizonte, visando adequá-la aos requisitos dos grandes centros metropolitanos do séc. XXI. O Centro da Indústria, Arte e Cidade

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 97, DE 2015 (Nº 4.692/2012, NA CASA DE ORIGEM)

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 97, DE 2015 (Nº 4.692/2012, NA CASA DE ORIGEM) SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 97, DE 2015 (Nº 4.692/2012, NA CASA DE ORIGEM) Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de designer de interiores e ambientes e dá outras providências.

Leia mais

ikaza Projecto: Sala Cliente: Exemplo Refª: PO Nov-07

ikaza Projecto: Sala Cliente: Exemplo Refª: PO Nov-07 ikaza Projecto: Sala Cliente: Exemplo Refª: PO00345-0807 Nov-07 Programa O objectivo principal da proposta foi assistir o cliente na tomada de decisões acerca da decoração da sua sala e instalação sanitária.

Leia mais

Toda revolução lingüística nasce de uma rejeição do código dominante. 1

Toda revolução lingüística nasce de uma rejeição do código dominante. 1 6 Conclusão A arquitetura moderna foi o cenário das utopias sociais dos primeiros 30 anos do século XX, uma vez que suas propostas e ideais foram inseparáveis do contexto histórico da época. O modo de

Leia mais

CONCURSO A BOLSAS PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA OFICINAS DO CONVENTO

CONCURSO A BOLSAS PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA OFICINAS DO CONVENTO CONCURSO A BOLSAS PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA OFICINAS DO CONVENTO APRESENTAÇÃO Está aberto o Concurso a Bolsas para Residências Artísticas na Oficinas do Convento Associação Cultural de Arte e Comunicação

Leia mais

A R Q U I T E T U R A

A R Q U I T E T U R A 40 L U M E A R Q U I T E T U R A c a s e Na sala de reuniões, LEDs destacam a textura do revestimento das paredes. Mesma tecnologia é utilizada nas circulações. Fotos: Guinter Parschalk Edifício corporativo

Leia mais

com curadoria da designer Marisa Ota, a Paralela Gift é uma 21ª PARALELA GIFT feiras

com curadoria da designer Marisa Ota, a Paralela Gift é uma 21ª PARALELA GIFT feiras feiras 21ª PARALELA GIFT Uma das principais feiras de design e objetos contemporâneos do país, a Paralela Gift deste ano contou com a participação de diversos profissionais da área, que trouxeram novidades

Leia mais

Engenharia e Arquitetura no século XIX

Engenharia e Arquitetura no século XIX AUH0154 História e Teorias da Arquitetura III Engenharia e Arquitetura no século XIX Camilla Bernal P. L. Mendes - 6817461 Fernanda Adams Domingos - 6816870 Fernanda Nogueira Ribeiro - 6816932 Guilherme

Leia mais

Vescom: um primeiro encontro. wallcovering upholstery curtain

Vescom: um primeiro encontro. wallcovering upholstery curtain Vescom: um primeiro encontro wallcovering upholstery curtain por isso existe a Vescom adequado para projetos diferentes padrões funcional duradouro resistente ao fogo e seguro aplicação fácil e rápida

Leia mais

ARTE BRASILEIRA DO SÉCULO XIX

ARTE BRASILEIRA DO SÉCULO XIX ARTE BRASILEIRA DO SÉCULO XIX Pintura Brasileira século XIX Assim como a arquitetura, a pintura irá assimilar as mudanças sociais e políticas. Criaram-se neste período, no Brasil, empresas de mineração,

Leia mais

Caveiras, Casas, Pedras e Uma Figueira Serviço Educativo Outubro de 2013 a Fevereiro de 2014

Caveiras, Casas, Pedras e Uma Figueira Serviço Educativo Outubro de 2013 a Fevereiro de 2014 ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR Caveiras, Casas, Pedras e Uma Figueira Serviço Educativo Outubro de 2013 a Fevereiro de 2014 coordenação / documentação Teresa Santos A propósito da exposição Caveiras, casas,

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira Antecedentes Históricos da Administração Professor Maurício Teixeira Abordagens Mostrar a história Incipiente preocupação com a Administração na antiguidade Influencias da Administração Filosóficas Da

Leia mais

METODOLOGIA DE PROJETO

METODOLOGIA DE PROJETO METODOLOGIA DE PROJETO DE INTERIORES AULA 11: DIMENSÕES DO MOBILIÁRIO. CARÁTER, ATMOSFERA E ESTILO NA COMPOSIÇÃO. Disciplina do Curso Superior em Design de Interiores da UNAES/Anhanguera Educacional Arq.

Leia mais

Dicas para fazer esboços da natureza. adriaans.com/on- painting/

Dicas para fazer esboços da natureza.  adriaans.com/on- painting/ Dicas para fazer esboços da natureza. http://www.pieter- adriaans.com/on- painting/ geral Sempre Obrigue- se a trabalhar para e na natureza. Nunca copiar imagens, especialmente desenhos de outros. Estudá-

Leia mais

Para dormir como reis: veja quartos e uma seleção de camas com dossel

Para dormir como reis: veja quartos e uma seleção de camas com dossel Uol - SP 14/02/2015-09:40 Para dormir como reis: veja quartos e uma seleção de camas com dossel Da Redação Neste quarto de adolescente, a cama com dossel é recoberta por tecido jacquard com estampa estilo

Leia mais

ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring

ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring ARQUITETURA BRITÂNICA ARQUITETURA DESENVOLVIMENTO DO BRUTALISMO URBANISMO REVISÃO E

Leia mais

Temos um produto que supera o tijolo

Temos um produto que supera o tijolo Temos um produto que supera o tijolo Em entrevista, o empresário Charles Gutemberg conta detalhes sobre o revolucionário sistema de construção BLOK, que dispensa materiais tradicionais e reduz gastos com

Leia mais

Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto

Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto Expressionismo abstrato. Clique para adicionar texto Conceito Foi um movimento artístico com origem nos Estados Unidos da América, muito popular no pós-guerra. Ele foi o primeiro movimento especificamente

Leia mais

Técnico Design Interior

Técnico Design Interior Técnico Design Interior ARTE GÓTICA Professora Alba Baroni Arquiteta ARTE GÓTICA (1100 1300) No século XII a economia é fundamentada no comércio. O centro da vida social volta a ser a cidade. No inicio

Leia mais

RIF Ensaio Fotográfico

RIF Ensaio Fotográfico RIF Ensaio Fotográfico Mirim Santos: o artista de Ouro Preto Elaine Schmitt 1 As fotografias que compõem esse ensaio fotográfico foram feitas na cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, em frente à Igreja Católica

Leia mais

TOME NOTA: PRÓS E CONTRAS DE MORAR EM IMÓVEL COM PLANTA LIVRE

TOME NOTA: PRÓS E CONTRAS DE MORAR EM IMÓVEL COM PLANTA LIVRE MEDIA KIT 2015 MEDIA KIT 2015 1 SOBRE NÓS Nasceu da ideia de adriana borelli, filha de pai italiano e mãe carioca e expandiu-se para um projeto que conta alguns colaboradores à volta do mundo. 2012 foi

Leia mais

SER REPORTS BY WGSN #22 FASHION TO FURNITURE

SER REPORTS BY WGSN #22 FASHION TO FURNITURE SER REPORTS BY WGSN #22 FASHION TO FURNITURE SER REPORTS BY WGSN #22 Como pensar nisso com os produtos Portobello: FA S H I O N TO F U R N I T U R E C O L A B O R AÇ Õ E S D E L U X O Para os designers

Leia mais

textos de José Manuel Russo Deutscher Werkbund - os pioneiros do Design

textos de José Manuel Russo Deutscher Werkbund - os pioneiros do Design textos de José Manuel Russo Deutscher Werkbund - os pioneiros do Design DEUTSCHER WERKBUND Introdução A Alemanha, que até agora tivera um papel relativamente modesto no âmbito da Revolução Industrial,

Leia mais

Mormu pioneiro. e da habitação em. social

Mormu pioneiro. e da habitação em. social ID: 62771243 21-01-2016 Tiragem: 12402 País: Portugal Period.: Diária Âmbito: Economia, Negócios e. Pág: 20 Cores: Cor Área: 4,54 x 30,73 cm² Corte: 1 de 1 o arquitecto Nuno Teotónio Pereira bateu-se pelos

Leia mais

DESIGN ESCANDINAVO: VANGUARDA ATRAVÉS DO TEMPO

DESIGN ESCANDINAVO: VANGUARDA ATRAVÉS DO TEMPO DESIGN ESCANDINAVO: VANGUARDA ATRAVÉS DO TEMPO Hans Wegner, Arne Jacobsen, Verner Panton, Eero Saarinen, Nanna Ditzel e Louise Campbell. O que esses grandes nomes do design têm em comum? São todos representantes

Leia mais

VII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO. Título Do Trabalho

VII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO. Título Do Trabalho ASSEMAE VII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO Título Do Trabalho INCENTIVO À PESQUISA, REFLEXÃO E DEBATE DE TEMAS AMBIENTAIS: ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DE PROJETO ARQUITETÔNICO E VISUAL DIFERENCIADO

Leia mais

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França 1. O tempo do grande comércio oceânico Criação/crescimento de grandes companhias de comércio europeias: - Companhia das Índias Ocidentais (1600 Londres) - Companhia Inglesa das Índias Orientais (Londres

Leia mais

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017 CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER ABERTURA HISTÓRIA E RELEVÂNCIA 08/02/2017 Mausoléu nacional - 17 reis estão enterrados ali - + 3.000 túmulos de figuras britânicas: - Isaac Newton - Lawrence Olivier -

Leia mais

Ambientes externos. área externa. se transformam em áreas sociais

Ambientes externos. área externa. se transformam em áreas sociais área externa Fran Parente Projeto luxuoso do arquiteto Rogério Perez Ambientes externos Fran Parente se transformam em áreas sociais Dicas de especialistas ajudam a deixar lindos os jardins, varandas e

Leia mais

Igreja Nossa Senhora da Candelária de Itu (SP) passará por restaurações

Igreja Nossa Senhora da Candelária de Itu (SP) passará por restaurações Igreja Nossa Senhora da Candelária de Itu (SP) passará por restaurações Local é considerado um dos maiores símbolos do barroco no Estado. Obras vão custar quase R$ 7 milhões e serão acompanhadas pelos

Leia mais

ATELIÊ DE PROJETO 1 SEMINÁRIO 2 DIMENSIONAMENTO

ATELIÊ DE PROJETO 1 SEMINÁRIO 2 DIMENSIONAMENTO SEMINÁRIO 2 DIMENSIONAMENTO Existe uma bibliografia completa com dimensões médias das necessidades humanas. Um dos autores mais importantes é Ernst Neufert, que fez um estudo detalhado sobre estas dimensões

Leia mais

Personalidade sim. Harmonia também Apartamento aposta em peças fortes e no neutro

Personalidade sim. Harmonia também Apartamento aposta em peças fortes e no neutro g1 ge gshow famosos vídeos ENTRE moda beleza gente saúde amor e sexo casa comida diversão atualidades trabalho e dinheiro filhos Follow Notícias Fotos Colunas Promocasavogue Vogue Revista digital HOME

Leia mais

Lista de Produtos EXPORTHOME 2009 APLIQUES ARTIGOS DE DECORAÇÃO CAMAS CANDEEIROS DE MESA CANDEEIROS DE PÉ. pág. 1 de 6 mod. 093a.

Lista de Produtos EXPORTHOME 2009 APLIQUES ARTIGOS DE DECORAÇÃO CAMAS CANDEEIROS DE MESA CANDEEIROS DE PÉ. pág. 1 de 6 mod. 093a. APLIQUES 10001 ABAT-JOURS 10494 APLIQUES EM CERÂMICA 10495 APLIQUES EM CRISTAL 10496 APLIQUES EM FERRO FORJADO 10497 APLIQUES EM MADEIRA 10498 APLIQUES EM MATÉRIA PLÁSTICA 10499 APLIQUES EM METAL 10500

Leia mais

ORGANOGRAMAS E FLUXOGRAMAS NA ARQUITETURA

ORGANOGRAMAS E FLUXOGRAMAS NA ARQUITETURA DEPARTAMENTO DE TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA - THA DISCIPLINA ARQ&URB NO BRASIL CONTEMPORÂNEO PROFª DRª. ANA PAULA GURGEL ORGANOGRAMAS E FLUXOGRAMAS NA ARQUITETURA 1. Programa de necessidades Não

Leia mais

EMENTA. Estudo da arquitetura e da cidade nos séculos XVI, XVII e XVIII na Europa com particular atenção a Portugal e no Brasil.

EMENTA. Estudo da arquitetura e da cidade nos séculos XVI, XVII e XVIII na Europa com particular atenção a Portugal e no Brasil. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PUC-GOIÁS ESCOLA DE ARTES E ARQUITETURA Curso de Arquitetura e Urbanismo PLANO DE ENSINO 2016/1 PLANO DE CURSO Ramo: Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Paisagista. "Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas"

Paisagista. Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas Paisagista "Profissional que trabalha com projetos de paisagens naturais e urbanas" Fonte: Dicionário Michaelis O que é ser um paisagista? Paisagista, ou arquiteto paisagista é o profissional que trabalha

Leia mais

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX.

História 4B: Aula 10. Europa no Século XIX. História 4B: Aula 10 Europa no Século XIX. Alemanha e Itália Até 1870 eram dois amontoados de pequenas monarquias e principados independentes. ESTADOS DO NORTE: Industrializados. Piemonte-Sardenha. Lombardia.

Leia mais

ANEXO V DESCRIÇÃO DO PADRÃO DAS EDIFICAÇÕES Padrão Baixo

ANEXO V DESCRIÇÃO DO PADRÃO DAS EDIFICAÇÕES Padrão Baixo ANEXO V DESCRIÇÃO DO PADRÃO DAS EDIFICAÇÕES Padrão Baixo Edificações térreas ou assobradadas, podendo ser geminadas, inclusive em ambos os lados, satisfazendo a projeto arquitetônico simples, geralmente

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Interiores. Antonio Castelnou

Introdução à Arquitetura de Interiores. Antonio Castelnou Introdução à Arquitetura de Interiores Antonio Castelnou CASTELNOU Apresentação Ao se observar a vida humana, verifica-se que, na maior parte de seu tempo, esta ocorre em espaços interiores ou fechados,

Leia mais

Cidades, urbanismo e lazer

Cidades, urbanismo e lazer Curso: Tecnologia em Gestão Desportiva e do Lazer Disciplina: Planejamento de equipamentos e espaços de lazer Professora: Andréa Costa Cidades, urbanismo e lazer Como são as nossas cidades hoje? Elas sempre

Leia mais

Ele usa e. abusa do vidro. Material inspira projetos de arquiteto baiano e se faz presente com arrojo e sofisticação.

Ele usa e. abusa do vidro. Material inspira projetos de arquiteto baiano e se faz presente com arrojo e sofisticação. Vidro em obra Ele usa e abusa do vidro Material inspira projetos de arquiteto baiano e se faz presente com arrojo e sofisticação Fotos: divulgação Sidney Quintela: Existem vidros para praticamente todo

Leia mais

Estabelecida desde 2011 no município sergipano de Aracajú, acabamento que atende a todos os estilos de decoração, o produto é facilmente

Estabelecida desde 2011 no município sergipano de Aracajú, acabamento que atende a todos os estilos de decoração, o produto é facilmente EMPrESA Fundada em 2002, estabelecendo-se como geradora de inovações tecnológicas no setor madereiro, a Kit Inteligente surgiu da necessidade de articular soluções para as dificuldades encontradas no eixo

Leia mais

O gênio de El Greco (por Renato José de Moraes)

O gênio de El Greco (por Renato José de Moraes) O gênio de El Greco (por Renato José de Moraes) Qualquer pessoa que tenha ido a Toledo, na Espanha, concordará que é uma cidade maravilhosa. Somente a Catedral seria suficiente para tornar o local obrigatório

Leia mais

A Evolução da Mídia Exterior. Dados Demográficos BLUMENAU TOTAL

A Evolução da Mídia Exterior. Dados Demográficos BLUMENAU TOTAL A Evolução da Mídia Exterior Dados Demográficos BLUMENAU TOTAL BLUMENAU Blumenau destaca-se pelas fortes tradições germânicas, pela arquitetura de suas construções e pela excelente qualidade de vida de

Leia mais

Com a tomada de Roma pelos povos bárbaros, em 476, inicia-se a Idade Média. A arte da Idade Média tem suas raízes na época conhecida como

Com a tomada de Roma pelos povos bárbaros, em 476, inicia-se a Idade Média. A arte da Idade Média tem suas raízes na época conhecida como ARTE ROMÂNICA Nome dado ao estilo artístico vigente na Europa entre os séculos XI e XIII, durante o período da história da arte conhecido como românico. Visto principalmente nas igrejas católicas construídas

Leia mais

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB CATEGORIA Cartografia OBJETO 15 pranchas:implantação; Térreo, primeiro pavimento e subsolo; Terceiro pavimento, segundo pavimento

Leia mais

DuPont Corian COLEçãO DE CORES CUBAS E LAVATóRIOS

DuPont Corian COLEçãO DE CORES CUBAS E LAVATóRIOS DuPont Corian Coleção de cores Cubas e lavatórios Essencialmente Design DURABILIDADE, VERSATILIDADE, RESISTÊNCIA E, ACIMA DE TUDO, BELEZA. CONTATO TÉRMICO SUAVE, SUPERFÍCIE UNIFORME E CORES HOMOGÊNEAS.

Leia mais

Mestre Consolus. Um milagre de São Pedro. Segunda metade do século XIII. A caverna confere sensação de profundidade.

Mestre Consolus. Um milagre de São Pedro. Segunda metade do século XIII. A caverna confere sensação de profundidade. Proposta de Leitura: GOMBRICH, 1999, pp. 133-141; 185-195; 201-205. A arte na Idade Média transmite uma verdadeira integração da pintura, escultura e arquitetura marcados pela arte românica no final do

Leia mais

Arte Medieval. Arte Românica. Profª Mariana Kaadi

Arte Medieval. Arte Românica. Profª Mariana Kaadi Arte Medieval Arte Românica Profª Mariana Kaadi Arte românica É o nome dado ao estilo artístico vigente na Europa entre os séculos XI e XIII. O estilo é visto principalmente nas igrejas católicas construídas

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO GABARITO DISCURSIVA- COMPONENTE ESPECÍFICO ARQUITETURA E URBANISMO QUESTÃO 28 O edifício administrativo da Larkin, projetado por Frank Lloyd Wright em 1904, e o edifício administrativo da Seagram, projetado

Leia mais

nelson felix série árabe

nelson felix série árabe nelson felix série árabe nelson felix série árabe fms as «I tet L^VC^\ IMA UMfKi y If ^ -I l-------- FÆaepe zïtw w m o r v \ A n M C R t ft r ^ q - Z Z ^ ïæ ç o f k*w ûvnvpflflrpo a m * j ^ K V í t á t

Leia mais

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA. G12 Humberto Carta Jaime Júnior João Ferreira Mariana Andrade Marta Amorim Rafael Duarte

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA. G12 Humberto Carta Jaime Júnior João Ferreira Mariana Andrade Marta Amorim Rafael Duarte MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CERÂMICA G12 Humberto Carta Jaime Júnior João Ferreira Mariana Andrade Marta Amorim Rafael Duarte CERÂMICA Do grego Keramos (argila) 01 Enquadramento Histórico, Origem e Cronologia

Leia mais

CASAS VERDES Bioarquitetura alia charme e sustentabilidade

CASAS VERDES Bioarquitetura alia charme e sustentabilidade 72 // GALERIA # 44//2011 POR PAULA IGNÁCIO CASAS VERDES Bioarquitetura alia charme e sustentabilidade BENEFÍCIOS DO HIPISMO Prática favorece a postura e dá força aos músculos RENOVAÇÃO Golfe Clube apresenta

Leia mais