CADERNO DE QUESTÕES A T E N Ç Ã O

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CADERNO DE QUESTÕES A T E N Ç Ã O"

Transcrição

1 CADERNO DE QUESTÕES PROVA VERSÃO PERÍODO CARGOS 07 - SENAR-AR / MT - CONTADOR 08 - SENAR-AR / MT - ADMINISTRADOR DE RECURSOS HUMANOS 10 - SENAR-AR / MT - ADMINISTRADOR DE REDES 1 A MANHÃ 11 - SENAR-AR / MT - PROGRAMADOR 12 - SENAR-AR / MT - PEDAGOGO 13 - SENAR-AR / MT - JORNALISTA PLENO 14 - SENAR-AR / MT - ADVOGADO 15 - SENAR-AR / MT - COMPRADOR A T E N Ç Ã O 1. O Caderno de Questões contém questões de múltipla-escolha, cada uma com 5 opções: A, B, C, D e E; 2. Ao receber o material, verifique no Cartão de Respostas seu nome, data de nascimento, cargo e prova. Qualquer irregularidade comunique imediatamente ao fiscal de sala. Não serão aceitas reclamações posteriores. 3. Leia atentamente cada questão e assinale no Cartão de Respostas a opção que julgar que responde corretamente a cada uma delas. O Cartão de Respostas será o único documento válido para a correção. O preenchimento do Cartão de Respostas e a respectiva assinatura serão de inteira responsabilidade do candidato. Não haverá substituição do Cartão de Respostas, por erro do candidato. 4. Observe as seguintes recomendações relativas ao Cartão de Respostas: - A maneira correta de marcação das respostas é cobrir, fortemente, com esferográfica de tinta azul ou preta, o espaço correspondente à letra a ser assinalada. - Outras formas de marcação diferentes implicarão a rejeição do Cartão de Respostas. - Será atribuída nota zero às questões não assinaladas ou com falta de nitidez, ou com marcação de mais de uma opção, e as emendadas ou rasuradas. 5. As questões relativas aos conhecimentos específicos de cada cargo encontram-se a partir da questão 33. Você deverá identificar qual o grupo de questões relativo ao cargo a que você está concorrendo, devendo responder somente a estas 5 questões e deixando de responder as que são relativas aos outros cargos. Atenção: identifique cuidadosamente quais são as questões relativas ao seu cargo. 6. O fiscal de sala não está autorizado a alterar qualquer destas instruções. Em caso de dúvida, solicite a presença do coordenador local. 7. Você só poderá retirar-se definitivamente do recinto de realização da prova após 1 hora contada do seu efetivo início, sem levar o Caderno de Questões. 8. Você só poderá levar o próprio Caderno de Questões caso permaneça na sala até 3 horas e 45 minutos após o início da prova. 9. Após identificado e instalado na sala, você não poderá consultar qualquer material, enquanto aguarda o horário de início da prova. 10. Você poderá utilizar as folhas em branco dos versos das folhas do Caderno de Questões para rascunho e cálculos; 11. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala até que o último candidato entregue o Cartão de Respostas. 12. Ao terminar a prova, é de sua responsabilidade entregar ao fiscal o Cartão de Respostas. Não esqueça seus pertences. 13. O Gabarito Oficial da Prova Objetiva será disponibilizado no site conforme estabelecido no Edital. B O A P R O V A

2 LÍNGUA PORTUGUESA 01 Assinale a afirmativa em que se aplica a mesma regra de acentuação. a) tevê - pôde - vê b) únicas - histórias - saudáveis c) indivíduo - séria - noticiários d) diário - máximo - satélite e) dó - pé - revólver 02 As opções seguintes apresentam trechos adaptados do editorial do Jornal Zero Hora (RS) de 20/4/2010. Assinale a opção em que o texto foi transcrito de forma gramaticalmente correta. a) O Tribunal Superior Eleitoral regulamentou o uso da Internet na campanha eleitoral, permitindo a propaganda de candidatos a partir de 6 de julho. Promover as candidaturas, por mais assirrada que seja a disputa, não significa nem baixar o nível, nem faltar com a verdade. b) A campanha eleitoral que se aproxima estará marcada definitivamente pelo uso das facilidades de comunicação que a Internet põem à disposição de partidos, candidatos e eleitores. Haverá a difícil e desafiadora obrigação de manter todo o processo dentro de padrões civilizados, impedindo que os radicais e irresponsáveis contaminem a disputa. c) A capacidade de atingir milhões de pessoas em apenas alguns segundos significa uma ferramenta de valor inestimavel, que já mostrou toda sua eficiência na eleição norte-americana que levou Barack Obama a Casa Branca, em um processo que foi visto como uma revolução na maneira de fazer campanha. d) Esta ferramenta está disponível a custo mínimo para partidos candidatos cabos eleitorais e cidadões comuns. A eleição de 2010 será também um teste para a qualidade dos eleitores, para a obediência às leis do país e para o uso adequado das novas tecnologias em favor da democracia. e) Pelas características da Internet, cuja fiscalização efetiva é impossível, a qualidade das campanhas terá de ser em primeiro lugar uma decisão dos comandos partidários e dos próprios candidatos. 03 Abaixo estão grafados pares de palavras relacionadas. A grafia está correta nos dois casos em: a) queremos - quizer. b) excesso - exceção. c) equilibra - disequilíbrio. d) monja - monje. e) japonesa - japonez. 04 Assinale a alternativa que apresenta o sinônimo da palavra sublinhada na oração: "A mudança de diretrizes dos bancos de investimento é digna de encômios". a) alegrias b) elogios c) tristezas d) cuidados e) reprovação 05 A retirada da vírgula só não modifica o sentido de uma das sentenças abaixo. Qual? a) O jornal entrevistou cientistas, políticos e agricultores. b) Os profetas recebem apelidos pitorescos, de acordo com o método de observação. c) Ontem conhecemos aquele profeta da chuva, que nasceu em Quixadá. d) Erasmo, diz se vai chover no próximo mês. e) Existem profetas dos animais, das águas e das estrelas. 06 Saindo da serra de madrugada, Manoel desceu à cidade vizinha e chegou cedo à casa paterna, porém ficou à distância de dez metros, sem se aproximar, desconfiado. O acento grave observado na palavra "à" anterior a "cidade", "casa" e "distância" justificase, entre outras coisas, pelo fato: a) de os três nomes virem acompanhados de adjuntos adverbiais. 2

3 b) de os três nomes serem, pelo contexto, transformados em substantivos sem gênero. c) de o texto ser uma expressão com a palavra "à" repetida três vezes. d) de o verbo "sair", quando colocado antes de outros verbos, exigir que eles tenham preposição. e) de os três nomes virem acompanhados de adjuntos adnominais. 07 Orientação espiritual... todas as pessoas é um dos propósitos... que escritores e pensadores vêm se dedicando, porque a perplexidade e a dúvida são inevitáveis... condição humana. a) à - a - à b) à à a c) a a à d) a à à e) a a - a 08 No Estatuto Social de uma determinada Cooperativa, figura o seguinte artigo: Artigo XX. O mandato da Diretoria será de 4 (quatro) anos, contados da data da Assembléia que os elegeu. Analise o segmento sublinhado e marque com V para assertiva verdadeira e com F para falsa. Assinale, a seguir, a seqüência correta. ( ) As normas gramaticais de concordância do padrão culto da língua portuguesa permitem que se empregue o pronome pessoal no feminino singular. ( ) A concordância do pronome pessoal, no caso, é dita ideológica, isto é, faz-se com a idéia de "diretoria" e não com a forma da palavra, que está no singular. ( ) Ficam mantidas as mesmas relações de referência do texto original se o pronome pessoal for flexionado no masculino singular. a) V, F, V b) V, V, F c) F, F, V d) F, V, F e) V, V, V 09 Fizeram uma reunião animada e produtiva. Ao passarmos o verbo sublinhado para o tempo pretérito mais-que-perfeito composto do modo indicativo, mantendo a mesma pessoa, teremos: a) Tinham feito uma reunião animada e produtiva. b) Tiveram feito uma reunião animada e produtiva. c) Teriam feito uma reunião animada e produtiva. d) Tivessem feito uma reunião animada e produtiva. e) Têm feito uma reunião animada e produtiva. 10 Marque a alternativa que apresenta um termo pertencente à área semântica de CHUVA. a) plúmbeo b) plurifloro c) plúteo d) pluvial e) plumado MATEMÁTICA 11 Um agente administrativo foi incumbido de tirar cópias das 255 páginas de um texto. Para tal ele só dispõe de uma impressora que apresenta o seguinte defeito: apenas nas páginas de números 8, 16, 24, 32,... (múltiplos de 8) o cartucho de tinta vermelha falha. Considerando que em todas as páginas do texto aparecem destaques na cor vermelha, então, ao tirar uma única cópia do texto, o número de páginas que serão impressas sem essa falha é: a) 226 b) 225 c) 224 d) 223 e) Uma cidade, no ano de 2001, tinha uma população de 1,5 milhões de habitantes. Essa mesma cidade, no ano 2011, apresentou uma população de 6,0 milhões. A taxa de crescimento dessa população, no período de 2001 a 2011, em termos percentuais, foi 3

4 a) 400% b) 300% c) 200% d) 25% e) 4% 13 Sustentada pelo avanço da construção civil, a venda de cimento vem aumentando nos últimos meses. Certa loja de material de construção vendeu 5,2 toneladas de cimento em fevereiro, 0,7 tonelada a mais do que em janeiro. Ao todo, quantas toneladas de cimento essa loja vendeu nesses dois meses? a) 9,1 b) 9,4 c) 9,7 d) 10,2 e) 11,1 14 Uma pessoa abriu uma caderneta de poupança com um primeiro depósito de R$ 200,00 e, a partir dessa data, fez depósitos mensais nessa conta. Se a cada mês depositou R$ 20,00 a mais do que no mês anterior, ao efetuar o 15o depósito, o total depositado por ela era: a) R$ 4 700,00 b) R$ 4 800,00 c) R$ 4 900,00 d) R$ 5 000,00 e) R$ 5 100,00 15 A tabela abaixo apresenta o preço em reais da bandeirada (taxa fixa paga pelo passageiro) e do quilômetro rodado em quatro capitais brasileiras. Capital Bandeirada km rodado Boa Vista 2,50 2,86 Natal 3,40 1,85 Cuiabá 3,88 2,02 Rio de Janeiro 4,40 1,60 A quantia gasta por um passageiro, em Boa Vista, ao percorrer 10 km de táxi, permite pagar, no Rio de Janeiro, uma corrida máxima de X quilômetros. O valor de X está entre: a) 13 e 14 b) 14 e 15 c) 15 e 16 d) 16 e 17 e) 17 e Sueli emprestou R$ 1.200,00 para sua irmã, à taxa de juros simples de 3% a.m. e combinou com ela a seguinte forma de pagamento, considerando todos os prazos a contar do dia do empréstimo: metade do capital mais os juros ao final de 2 meses, somente os juros ao final de 4 meses e o restante do capital mais os juros ao final de 6 meses. Que valores Sueli recebeu de sua irmã, ao final de 2, 4 e 6 meses, respectivamente? a) R$ 600,00; R$ 160,00; R$ 600,00 b) R$ 672,00; R$ 60,00; R$ 636,00 c) R$ 672,00; R$ 18,00; R$ 600,00 d) R$ 672,00; R$ 36,00; R$ 636,00 e) R$ 600,00; R$ 36,00; R$ 600,00 INFORMÁTICA 17 A seleção de um parágrafo completo, utilizando-se o mouse em um documento MS Word 2007, é realizada por meio de a) três cliques sobre o texto. b) dois cliques sobre o texto. c) dois cliques sobre o texto, pressionando-se a tecla Shift simultaneamente. d) um clique sobre o texto. e) um clique sobre o texto, pressionando-se a tecla Shift simultaneamente. 18 No MS Word 2007, para colocar uma lista em ordem alfabética, é necessário, na guia: a) Início, no grupo Parágrafo, selecionar o botão referente a Marcadores. b) Início, no grupo Parágrafo, selecionar o botão referente a Classificar. 4

5 c) Inserir, no grupo Texto, clicar em Letra Capitular. d) Não é possível colocar uma lista em ordem alfabética no Word, devendo, para isso, utilizar o recurso copiar e colar para o Excel e depois retornar para o Word. e) Revisão, no grupo Alterações, selecionar Aceitar e, em seguida, clicar em Aceitar Todas as Alterações do Documento. 19 Sandra arrematou um lote de tecidos em um leilão, sendo 40 bobinas de 30m cada uma do tecido A, mais 12 bobinas de 16Kg cada uma do tecido B, sendo que cada Kg desse tecido tem 3 metros, mais 18 metros do tecido C, pelo valor único de R$ 8,50/metro, acrescido de 15% de comissão do leiloeiro, num total de R$ ,35. A fórmula que permite, no MS Excel 2007, calcular esse total é a) =((40*30+12*3*16+18)*8,5)*1,153*16+18)*8,5)*1,15 b) =(((40*30)+(12*3+16)+18)*8,5)*1,15 c) =(40*30)+(12*3*16)+18*8,5*1,15 d) =(((40*30)+(12*3*16)+18)*8,5)*0,15 e) =(((40*30)+(12*3+16)+18)*8,5)*15% 20 Se sabemos que um feirante vende bananas ao valor fixo de R$ 3,50/kg e precisa faturar, ao final do dia, R$ 2.100,00, qual recurso ele poderia utilizar no MS Excel 2007, para calcular quantos Kg de banana precisa vender naquele dia? a) Dados>Validação de Dados>Atingir meta, alternando a célula com o preço b) Dados>Teste de Hipóteses>Atingir meta, alternando a célula com o preço c) Dados>Teste de Hipóteses>Atingir meta, alternando a célula com a quantidade d) Dados>Teste de Hipóteses>Atingir meta, alternando a célula com o valor total do faturamento e) Dados> Validação de Dados>Atingir meta, alternando a célula com a quantidade 21 Acerca das ferramentas de navegação na Internet, assinale a opção correta. a) O Internet Explorer é uma ferramenta utilizada para navegar na Internet que também disponibiliza opções de edição de arquivos e tratamento de imagens no formato HTML. b) Os pop-ups são janelas adicionais abertas automática e obrigatoriamente pelo browser para apresentar ao usuário recursos como confirmar senha, imprimir ou enviar uma página por . c) O Outlook Express é um software de webmail do sistema Windows que pode ser usado para gerenciar caixas de correio eletrônico e acessar páginas HTML e que também permite o envio destas a destinatários incluídos no catálogo de endereços do usuário. d) É possível configurar qual será o navegador padrão usado para navegação na Web, caso haja mais de um software com essa finalidade instalado no computador. e) O Internet Explorer é o único browser que permite visualizar sítios de órgãos públicos, como o da Receita Federal, por exemplo. 22 Cookies utilizados pelos navegadores Web (Internet Explorer/Mozilla Firefox) são: a) listas com endereços de sites com conteúdos impróprios e inadequados para permitir o controle de navegação por parte dos pais de crianças e adolescentes. b) pequenas listas contendo os sites e endereços visitados anteriormente. c) arquivos temporários como páginas, imagens, vídeos e outras mídias baixados pelo usuário em sua navegação. d) pequenos arquivos de texto que os sites gravam no computador do usuário e que são utilizados, geralmente, para guardar sua preferências de navegação. e) listas dos downloads efetuados pelo usuário para possibilitar a retomada destes em caso de falha na conexão. CONHECIMENTOS GERAIS 23 Em fevereiro de 2011, manifestações contra o governo de Muammar Khaddafi provocaram a morte de centenas de civis. A comunicação por 5

6 telefone era difícil e o país cortou por completo o acesso dos computadores à internet. Em recente episódio os meios de comunicação informaram que os insurgentes haviam capturado um dos filhos de Muammar Khaddafi. A informação foi desmentida no dia seguinte com a aparição de Saif em público. No dia 20 de outubro de 2011, o ditator foi morto em um combate em Sirte, sendo seu corpo levado a Misrata. (Texto da Wikipédia, com adaptações) O texto acima trata de recentes episódios vividos por um País de língua oficial Árabe. Assinale a alternativa que corresponda, respectivamente, à qual País é este e em qual continente está localizado: a) Líbia, África b) Líbia, Oriente Médio c) Líbano, Oriente Médio d) Libéria, África e) Libéria, Oriente Médio 24 Nascido em São Francisco, Califórnia, em 24 de fevereiro de 1955 foi um inventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Notabilizou-se como cofundador, presidente e diretor executivo da Apple Inc. e por revolucionar seis indústrias: computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicação digital. (Texto da Wikipédia, com adaptações) O texto acima refere-se à: a) Paul Allen b) Bill Gates c) Steve Jobs d) Steve Wozniak e) Ronald Wayne 25 O Projeto Ficha Limpa, que impede a candidatura de políticos condenados pela Justiça, teve iniciativa: a) da Câmara dos Deputados. b) do Ministério Público. c) do Senado Federal. d) popular. e) do Supremo Tribunal Federal. 26 País africano, localizado na borda leste do continente, entrando pelo Golfo de Áden, uma das rotas de navegação mais movimentadas do mundo, chama a atenção pela pirataria. Mais de 20 mil navios mercantes passam pelo Golfo a cada ano, tornando-se alvos atrativos para os piratas. O Escritório Marítimo Internacional contou cerca de 40 sequestros bem-sucedidos em 2008 e outros 31 na primeira metade de Navios de guerra da União Europeia, dos Estados Unidos e de outras potências patrulham as águas agora. O país africano em foco é: a) Nigéria. b) Sudão. c) Eritreia. d) Angola. e) Somália. 27 Analise as afirmações abaixo relativas à missão do SENAR/AR-MT e assinale a opção correta: I Faz parte da missão do SENAR desenvolver ações de formação profissional rural; II As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR são voltadas a todas as pessoas da sociedade; III - As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR visam, dentre outros objetivos, contribuir para a melhoria da qualidade de vidas das pessoas ligadas ao meio rural. a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Estão corretas apenas as afirmações II e III; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Todas as afirmações estão corretas; e) Todas as afirmações estão incorretas; 28 Analise as afirmações abaixo relativas aos princípios da Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS) e assinale a opção correta: 6

7 I - A Formação Profissional Rural e a Promoção Social são processos educativos; II - A Formação Profissional Rural e a Promoção Social são processos democráticos; III - A Formação Profissional Rural e a Promoção Social consideram o mundo em permanente processo de mudança. a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Estão corretas apenas as afirmações II e III; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Todas as afirmações estão corretas; e) Todas as afirmações estão incorretas; 29 Em relação aos princípios da Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS), não é correto afirmar que: a) A Formação Profissional tem identidade e características próprias, objetivos profissionalizantes e conteúdos ocupacionais centrados no processo de trabalho; b) A Formação Profissional Rural e a Promoção Social resultam em ganhos para o trabalhador; c) A Formação Profissional Rural visa ao aumento da produtividade no trabalho; d) A Formação Profissional Rural está centrada na produção; e) A Formação Profissional Rural está associada à informação e à orientação profissionais. 30 Analise as afirmações abaixo relativas às Diretrizes do SENAR e assinale a opção correta: I - As atividades da Promoção Social desenvolvidas pelo SENAR serão centradas nos colaboradores das empresas produtoras e prestadoras de serviços ligadas às atividades rurais; II - As Atividades da Promoção Social desenvolvidas pelo SENAR são desvinculadas das ações da Formação Profissional Rural; III - A clientela do SENAR para ações de Formação Profissional Rural referentes à qualificação, à especialização, ao aperfeiçoamento e à atualização será composta por pessoas com, no mínimo, 18 anos de idade, que exerçam ou pretendam exercer atividades profissionais no meio rural. a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Estão corretas apenas as afirmações II e III; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Todas as afirmações estão corretas; e) Todas as afirmações estão incorretas. 31 Em relação às Diretrizes do SENAR, é correto afirmar que: a) O SENAR divulgará seus eventos a fim de democratizar o acesso da clientela às ações da formação profissional rural e às atividades da promoção social; b) O SENAR efetuará processos de certificação obedecendo a padrões internacionais; c) O SENAR não manterá qualquer sistema de documentação e informação relativo à Formação Profissional Rural e à Promoção Social; d) O SENAR prestará assessoria em Formação Profissional Rural exclusivamente a entidades privadas; e) As ações da Formação Profissional Rural e as atividades de Promoção Social serão desenvolvidas pelo SENAR, de forma centralizada, não considerando as características regionais e locais. 32 Em relação à Lei n , de 23 de dezembro de 1991, que dispõe sobre a criação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural SENAR, não é correto afirmar que: a) O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural SENAR foi criado com o objetivo de organizar, administrar e executar em todo o Território Nacional o ensino da formação profissional rural e a promoção social do trabalhador rural, em centros instalados e mantidos pela instituição ou sob forma de cooperação, dirigida aos trabalhadores rurais; b) A renda do SENAR constitui-se, dentre outras, da contribuição mensal compulsória, a ser recolhida à Previdência Social, de 2,5% (dois e meio por cento) sobre o montante da remuneração paga a todos os empregados pelas pessoas jurídicas de direito privado, ou a elas equiparadas, que exerçam atividades agroindustriais, agropecuárias, extrativistas 7

8 vegetais e animais, cooperativistas rurais e sindicais patronais rurais. c) O colegiado que dirige o SENAR será presidido pelo Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura CONTAG; d) Um representante do Ministério da Educação compõe o colegiado que dirige o SENAR; e) A renda do SENAR constitui-se, se, dentre outras, das subvenções da União, Estados e Municípios; CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONTADOR 33 Analise as afirmações abaixo e assinale a opção correta: I. O objeto da contabilidade é a entidade que possui um patrimônio. II. O principal objetivo da contabilidade é informar a seus usuários os fatos e seus reflexos na situação patrimonial. III. Os economistas encarregados de análises globais ou setoriais de nossa economia interessam-se se pelos dados contábeis das diversas unidades microeconômicas, icas, os quais, convenientemente agregados e tratados estatisticamente, podem fornecer bases adequadas para as análises econômicas. a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Está correta apenas a afirmação II; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Estão corretas apenas as afirmações II e III; e) Todas as afirmações estão corretas. 34 A Cia. Alfa possui participação na coligada Cia. Beta. A coligada apurou lucro no exercício e os dividendos na forma do estatuto. Este evento ocasiona, respectivamente, na Cia. Alfa e na Cia. Beta: a) redução do capital social e redução no resultado operacional. b) redução dos lucros acumulados e redução do capital social. c) redução das receitas não operacionais e redução dos lucros acumulados. d) redução do valor dos investimentos e redução dos lucros acumulados. e) redução do capital social e aumento das obrigações passivas. 35 Assinale a opção correta: a) As despesas incorridas e não pagas geram débitos em contas do Passivo; b) Depreciação Acumulada, Adiantamentos de Clientes, Ações em Tesouraria e Ações de Coligadas são contas devedoras; c) A conta Encargos Sociais não representa um débito da empresa; d) Todo acréscimo no valor total do Ativo gera, obrigatoriamente, um acréscimo no Patrimônio Líquido; e) Um decréscimo no valor do Ativo, obrigatoriamente, corresponde a um acréscimo em contas do Passivo. 36 Assinale a alternativa que apresenta o lançamento correspondente à contabilização da folha de pagamento de salários, quando o desembolso ocorre no mês seguinte ao de competência. a) Crédito de despesa de salário e despesas com encargos sociais e débito de salários a pagar e encargos sociais a recolher. b) Débito de despesa de salário e de encargos sociais a recolher e crédito de salários a pagar e despesa com encargos sociais. c) Crédito de salários a pagar e débito de encargos sociais a recolher. d) Débito de despesa de salário e despesas com encargos sociais e crédito de salários a pagar e encargos sociais a recolher. e) Crédito de salários a pagar e débito de encargos sociais a recolher. 37 O patrimônio de uma empresa possui a seguinte formação (valores em reais): Ativo Circulante Ativo Não Circulante Continua na próxima página

9 Passivo Circulante Passivo Não Circulante Patrimônio Líquido Se essa empresa não possuir estoque inicial ou final, o índice de liquidez a) geral é igual a 2. b) seca será igual ao de liquidez corrente. c) geral será 0,5. d) seca é igual a 1,8. e) corrente será igual ao de liquidez geral CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ADMINISTRADOR DE RH 33 A entrevista de avaliação de desempenho de um funcionário é uma etapa formal do que deve se constituir em um processo contínuo de acompanhamento. Deve ser uma oportunidade de fazer um balanço geral de um período e o momento para estabelecer novas metas. O clima em que a entrevista acontece é determinante para o seu bom andamento. Sobre esse aspecto é incorreto afirmar que a(o) a) proximidade física inibe os participantes, dificultando que a entrevista transcorra de forma aberta e sem constrangimentos. b) participação bilateral, em que avaliador e avaliado têm espaço para expressar o que pensam e dar sugestões sem receio, gera maior comprometimento. c) adoção de uma atitude de superproteção prejudica o avaliado, pois não dá a ele a real dimensão de seu desempenho nem das questões a serem revistas para o seu crescimento. d) foco na resolução de problemas e na definição de novos objetivos gera facilidade para estabelecer um clima orientado para uma relação profícua entre líder e subordinado. e) incentivo ao avaliado para análise de seu desempenho, no que se refere a pontos fortes, propicia a autorreflexão e o consequente amadurecimento pessoal/profissional. 34 As competências de uma organização devem ser do conhecimento de seus profissionais, para que estes possam defini-las e descrevê-las, bem como identificar as habilidades a elas incorporadas. Nessa perspectiva, analise as afirmativas a seguir: I - As competências básicas são suficientes para garantir o diferencial competitivo. II - As competências essenciais são a alma da empresa e, como tal, precisam ser partes integrantes do processo administrativo como um todo. III - As competências funcionais são suficientes para garantir o diferencial competitivo. IV - As competências básicas são aquelas características as pessoais que favorecem o desempenho da atividade. V - Quando um funcionário possui um elevado perfil de competências, demonstra as qualidades requeridas para levar adiante determinadas missões. Está correto APENAS o que se afirma em a) I e II; b) II e V; c) IV e V; d) I, II e III; e) II, IV e V. 35 A condição fundamental para a implementação de um sistema de remuneração variável em uma empresa é a(o) a) consideração de que as características remuneradas do ocupante do cargo reflitam aquilo que o ocupante é ou sabe; b) existência de uma estrutura de cargos e salários, na empresa, que possa servir de base para o sistema; c) existência de um processo complexo de quantificação subjetiva do desempenho da empresa, das unidades e dos funcionários; d) orientação do planejamento estratégico para uma administração por objetivos (APO) eminentemente hermética; e) enquadramento formal dos critérios de premiação desenvolvidos de cima para baixo. 9

10 36 No que se refere ao planejamento de carreiras, vários termos são utilizados para definir processos e procedimentos. Dentre os termos a seguir, qual está associado a uma definição incorreta? a) Trajetória de carreira-linha de especialização sucessão de cargos de uma mesma família, que exigem requisitos decrescentes, formando a carreira individual; b) Trajetória de carreira em linha generalista sucessão de cargos selecionados não pertencentes a uma mesma família, formando a carreira individual; c) Plano de carreiras - instrumento que define as trajetórias de carreiras as existentes na empresa, com planejamento que estabelece as metas e a trajetória de carreira dos colaboradores; d) Segmento de carreiras - agrupamento de atividades correlatas, de mesma natureza, fazendo com que o cargo seja visto de forma mais ampla; e) Metas individuais de carreira - objetivos futuros quanto aos cargos a serem ocupados por um indivíduo, envolvendo a sucessão de cargos ocupados durante a vida profissional. 37 César propôs ao seu chefe algumas medidas para que o processo de avaliação de desempenho da sua organização possa ser significativamente melhorado. Qual das medidas deve ser implementada para que se alcance o objetivo organizacional? a) Concentrar a avaliação no comportamento e desempenho durante os 30 dias que a antecedem e conduzi-la de forma mais ampla possível, sobre o processo de trabalho inteiro do funcionário. b) Treinar os avaliadores e esclarecer os padrões de desempenho que serão utilizados para avaliar as pessoas. c) Utilizar apenas a visão de um avaliador, de preferência o supervisor imediato do avaliado, que tem uma percepção singular do funcionário. d) Utilizar inventários de habilidades que forneçam indicações das habilidades dos funcionários, bem como de seus interesses e experiências e ajudem os líderes a prestar mais atenção às suas necessidades de desenvolvimento. e) Evitar fazer observações e registros sistemáticos de pontos importantes observados sobre a performance para viabilizar a comparação do desempenho realizado com aquilo que foi estabelecido na fase de prédesempenho. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ADMINISTRADOR DE REDES 33 O TCP (Transmission Control Protocol) disponibiliza os serviços de rede identificados por meio de Ports padronizados. O serviço de transferência de páginas Web (HTTP) utiliza, por padrão, o Port de número a) 22; b) 25; c) 44; d) 61; e) O padrão TIA/EIA 568, para Cabeamento Estruturado, define a pinagem no conector RJ- 45. As versões A e B do padrão diferem pela troca entre os pares de cabos de cores a) azul e laranja; b) azul e verde; c) laranja e verde; d) laranja e marrom; e) verde e marrom. 35 Deseja-se criar um plano de backup para um servidor que é o controlador do domínio na rede e que também possui o papel de servidor de certificados para o domínio. Considerando que o backup deve incluir a mínima quantidade de dados necessários para restaurar o Active Directory e o servidor de certificados, o mais adequado é realizar o backup a) da pasta c\:windows\ntds; ntds; b) da pasta c:\windows\sysvol; sysvol; c) da pasta c:\windows\system32\certsrv; d) dos dados do System State ; 10

11 e) dos dados da pasta c:\windows\serviceprofiles. 36 Um computador com nome SENAR05, pertencente ao AD da rede, possui uma pasta compartilhada chamada instaladores. Essa pasta não deve ser visível vel quando os usuários forem navegar na lista de pastas compartilhadas do servidor. Contudo, existem usuários que enxergam essa pasta ao navegar no servidor por meio do Windows Explorer. Assinale a alternativa que apresenta uma possível solução para o problema. a) Alterar o nome do compartilhamento para instaladores# ; b) Alterar o nome do compartilhamento para instaladores$ ; c) Modificar as permissões do compartilhamento para remover a permissão All Read do grupo Users ; d) Modificar as permissões NTFS da pasta para remover a permissão Allow Read do grupo Users ; e) Modificar as permissões NTFS da pasta para remover a permissão List do grupo Users. 37 O firewall iptables permite filtrar os protocolos: a) UDP/TCP/IP; b) UDP/SNAT/ARP; c) SLIP/TCP/UDP; d) TTL/IP/ICMP; e) TCP/UDP/ICMP. CONHECIMENTOS PROGRAMADOR ESPECÍFICOS 33 Em relação às estruturas de controle, considere abaixo o trecho inicial do algoritmo que exibe o conceito de um aluno, dada a sua nota. Levando-se em conta somente notas inteiras, o critério para conceitos é: notas menor que 3, conceito E; notas de 3 a 5, conceito D; notas 6 e 7, conceito C; notas 8 e 9, conceito B; nota 10, conceito A. var nota: inteiro inicio escreva("informe a nota: ")... leia(nota) fimalgoritmo Continuando a construção do algoritmo acima, a estrutura de controle ole SE-ENTAO-SENAO-FIMSE será utilizada a) 3 vezes. b) 4 vezes. c) 5 vezes. d) 6 vezes. e) 7 vezes. 34 Em relação às estruturas de dados, considere: I. Um tipo abstrato de dados está desvinculado de sua implementação, ou seja, a sua definição visa a preocupação com o que ele faz e não como ele faz; II. A lista duplamente encadeada além de saber o próximo nó, cada elemento também conhece o nó anterior a ele na lista, o que facilita a remoção de um elemento e a exibição dos elementos na ordem inversa; III. A implementação dinâmica de pilhas possui as mesmas vantagens que as listas dinâmicas, ou seja, não é necessário saber a quantidade máxima de elementos que serão armazenados; IV. Lista, pilha, fila e array são casos típicos de estruturas lineares, enquanto árvore, grafo e heap são casos típicos de estruturas não lineares. É correto o que se afirma em: a) I e IV, apenas; b) I, II e III, apenas; c) II, III e IV, apenas; d) I, II, III e IV; e) II e III, apenas. 11

12 35 Na aritmética de complementos, o número decimal 17 é representado como um número de 8 bits em complemento de 2 por a) ; b) ; c) ; d) ; e) Sobre a criação de tabelas em bancos de dados relacionais através da linguagem SQL, é correto afirmar: a) uma nova tabela pode ser definida a partir de atributos e de tuplas de outras tabelas. b) toda nova tabela deve definir uma chave primária. c) chaves estrangeiras não podem conter valores nulos. Portanto, devem ser definidas como NOT NULL. d) um atributo Ax de uma tabela Tx definido como UNIQUE significa que as tuplas de Tx terão um valor padrão (default) único para Ax. e) a cláusula CHECK, quando declarada, deve estar associada à definição de um atributo Ax, e descreve uma restrição de integridade sobre Ax. 37 Qual dos seguintes procedimentos pode ser efetuado em uma página HTML com um script escrito na linguagem JavaScript, para executar o tratamento de erros ocorridos na execução do script? a) Colocar a expressão throws Exception na declaração do método principal do script. b) Executar o comando: if(exception()) {} no final do script, e colocar entre as chaves o código de tratamento do erro. c) Efetuar a seguinte atribuição no código do script: onerror = errorhandler, onde errorhandler é uma função que efetua o tratamento de erro. d) Definir uma função chamada onerror() no script, que deve executar o tratamento apropriado para o erro ocorrido. e) Iniciar o código do script com a seguinte tag: <script type= text/javascript onerror= handler() >, onde handler() é uma função que efetua o tratamento do erro ocorrido. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PEDAGOGO 33 Dentre os princípios que, segundo a LDB, devem dar base ao ensino no Brasil podemos citar: a) A igualdade de condições para o acesso e a diferença de condições para a permanência na escola; b) A gestão democrática em todas as escolas; c) A desvinculação entre a educação escolar e o mundo do trabalho; d) A valorização da experiência extra-escolar; e) A preponderância das instituições públicas sobre as privadas. 34 Na escola de hoje, a abordagem de questões éticas pelos professores e demais agentes escolares é vista como fundamental para o desenvolvimento da consciência crítica e cidadã dos alunos e como trabalho complementar à veiculação dos conteúdos específicos das diferentes disciplinas. A alternativa que NÃO condiz com esses aspectos é: a) Cultivar o respeito às diferenças étnicas, sócioeconômicas, culturais e religiosas; b) Incentivar o diálogo e a solidariedade entre professores, alunos e funcionários; c) Prescrever princípios morais para prevenir a ocorrência de ações desrespeitosas; d) Desenvolver ações voltadas para o convívio democrático dentro e fora da escola; e) Envolver os alunos e os professores em projetos sociais e comunitários. 35 A busca primordial pela melhoria da qualidade do ensino faz da construção do projeto político-pedagógico pedagógico um espaço privilegiado onde os envolvidos podem experimentar ser atores do processo educativo. 12

13 Essa construção do projeto político-pedagógico pode ser caracterizada pela: a) Busca do autoconhecimento, independente da dinâmica da realidade que rege o espaço escolar; b) Construção e reconstrução da relação interpessoal estabelecida no campo pedagógico; c) Redefinição do processo pedagógico e não a reorientação dos espaços pedagógicos; d) Realização concreta das formas de aprimoramento do acesso à educação; e) Forma objetiva da escola dar sentido ao seu saber-fazer enquanto instituição escolar. 36 Segundo a LDB, os diferentes sistemas de ensino deverão promover a valorização dos profissionais da educação, assegurando-lhes, inclusive, nos termos dos estatutos e dos planos de carreira do magistério público: a) Férias de pelo menos dois meses e meio ao ano; b) Ingresso preferencialmente por concurso público de provas e títulos; c) Aperfeiçoamento profissional continuado, sem licenciamento periódico remunerado para esse fim; d) Período reservado ervado a estudos, planejamento e avaliação, incluído na carga de trabalho; e) Progressão funcional baseada preferencialmente na titulação. 37 Educação especial, para a LDB, é a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos portadores de necessidades especiais. Pode-se afirmar, frente à educação especial, que: a) é vedado a qualquer aluno, inclusive aos superdotados, aceleração do processo de ensino para concluírem em menor tempo o programa escolar; b) é assegurada terminalidade específica para aqueles que não puderem atingir o nível exigido para a conclusão do ensino fundamental, em virtude de suas deficiências; c) devem ser oferecidos métodos, técnicas, recursos educativos e organização específicos para atender às necessidades dos alunos com deficiência, desde que garantido o currículo único; d) sua oferta, dever constitucional do Estado, tem início aos quatro anos de idade, a partir da pré-escola até o ensino médio; e) é assegurada a oferta de professores do ensino regular capacitados para a integração dos educandos portadores de necessidades especiais nas classes comuns, abandonando qualquer tipo de atendimento especializado. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS JORNALISTA 33 Uma das formas de se medir o potencial noticiável de um fato ou seja, definir o que é ou não notícia é o que chamamos de valoresnotícia. Acerca destes, é incorreto afirmar que: a) Os valores-notícia estão relacionados ao conteúdo da notícia, à disponibilidade dos materiais que possibilitem a produção da notícia, ao público ao qual ela se dirige e à concorrência; b) o grau e o nível hierárquico dos indivíduos envolvidos no acontecimento noticiável constituem importantes elementos na definição daquilo que é ou não é notícia; c) um acontecimento que envolve um grande número de pessoas é sempre mais noticiável que um acontecimento que envolve um número pequeno de indivíduos; d) a competição entre os veículos faz que uma notícia seja selecionada porque se espera que todos os outros veículos concorrentes façam o mesmo; e) a composição equilibrada do noticiário em seu conjunto é um dos critérios importantes relacionados ao produto jornalístico. 34 A criação da imprensa de massa foi, sem dúvida, um dos mais importantes eventos já ocorridos na história da humanidade. Assinale a alternativa correta em relação ao desenvolvimento da imprensa de massa. 13

14 a) A imprensa de massa surgiu no século XV, a partir da invenção da prensa tipográfica, de Gutemberg. b) O grande desenvolvimento da imprensa de massa se deu a partir da criação do jornal de um dólar em Nova Jersey, Estados Unidos, em c) O primeiro jornal a aliar preço baixo e atingir um grande número de leitores urbanos foi New York Sun, vendido por um penny (tostão), na primeira metade do século XIX. d) A imprensa de massa foi criada por Gutemberg, 30 anos após a invenção de sua prensa tipográfica, quando a impressão, enfim, se tornou popular. e) A imprensa de massa se desenvolveu, de fato, ao final do século XIX, quando os países começaram a investir em propaganda política disfarçada sob a forma de notícia, a newspropaganda. 35 A linguagem jornalística pressupõe algumas regras que padronizam o texto e evitam confusão na recepção da mensagem. As regras podem variar de um veículo jornalístico para outro; contudo, algumas são invariáveis. Assinale a alternativa que apresenta a regra variável em veículos jornalísticos. a) Títulos e sutiãs não contêm ponto; b) Fontes devem ser identificadas por nome e sobrenome, exceto quando tiverem seu nome omitido em função de segurança ou privacidade; c) Fotos não devem ter legendas que reproduzam o que o leitor vê na imagem; d) O lead perfeito deve ser composto por um parágrafo e um único ponto; e) Deve-se evitar começar o lead com um advérbio. 36 Acerca dos gêneros jornalísticos, é correto afirmar que: a) O editorial é o gênero jornalístico que apresenta a visão particular do jornalista diante dos fatos de maior repercussão do momento; b) Como gênero específico, o artigo diz respeito à matéria jornalística na qual alguém (jornalista ou não) desenvolve uma idéia e apresenta sua opinião; c) O termo coluna não pode ser utilizado para designar toda seção fixa de um jornal, dizendo respeito, na verdade, ao colunismo social; d) A crônica é um gênero pouco desenvolvido no Brasil, país carente de grandes representantes neste tipo de gênero; e) A resenha jornalística limita-se a realizar pequenas sinopses de obras literárias. A crítica, por outro lado, insere a opinião do jornalista no texto. 37 A padronização gráfica é um elemento importante na definição da identidade visual de um jornal. Ela permeia toda a diagramação de um jornal, que passa a ser facilmente reconhecido pelo estilo de apresentação visual e seus elementos gráficos. Acerca da diagramação, é correto afirmar que: a) Ela define apenas a composição das imagens na página, enquanto a padronização define a tipografia referente a cada página; b) A intenção é criar, no estilo de diagramação assimétrico, um estilo não padronizado e desarmônico; c) O estilo de diagramação simétrico utiliza coordenadas mistas, produzindo grandes efeitos estéticos; d) O uso de tipos sem serifas é o mais adequado para a composição de textos, enquanto tipos serifados são mais adequados para a composição de títulos; e) Há dois estilos básicos de diagramação: o simétrico e o assimétrico. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ADVOGADO 33 A empresa X, ao pagar as férias proporcionais ao Sr. Mário, alegou que não pagaria o acréscimo do terço constituicional porque o mesmo não havia concluído o período aquisitivo de um ano de trabalho contínuo. Analisando o caso, de acordo com a orientação do T.S.T., deve-se considerar que: 14

15 a) Somente as férias gozadas, na vigência da CF/1988, sujeitam-se se ao acréscimo do terço previsto no art. 7, XVII; b) somente as férias integrais e gozadas, na vigência da CF/1988, sujeitam-se se ao acréscimo do terço previsto no art. 7, XVII; c) somente o pagamento das férias integrais, gozadas ou não, na vigência da CF/1988, sujeitase ao acréscimo do terço previsto no art. 7, XVII; d) o pagamento das férias, integrais ou proporcionais, gozadas ou não, mesmo antes da vigência da CF/1988, sujeita-se se ao acréscimo do terço previsto no art. 7, XVII; e) o pagamento das férias, integrais ou proporcionais, gozadas ou não, na vigência da CF/1988, sujeita-se se ao acréscimo do terço previsto no art. 7, XVII. 34 Marcos propõe ação condenatória, pelo procedimento ordinário, em face de Pedro, apresentando rol de testemunhas e quesitos para perícia. Regularmente citado, o réu apresenta contestação e reconvenção. O processo segue seus trâmites normais, sendo designada audiência de instrução e julgamento, presidida pelo magistrado Matheus, que substituiu o titular do órgão judiciário onde o processo tramitava. Em audiência, Pedro apresenta exceção de suspeição do magistrado, por amizade íntima com o autor da ação, sendo a mesma rejeitada sumariamente, sendo proferida sentença, julgando procedente o pedido formulado. Aplicando-se o instituto de exceção no caso acima, pode-se afirmar que: I - no procedimento da exceção de suspeição, após sua arguição, o processo deveria ser suspenso; II - a exceção de suspeição transforma o magistrado, exceto, em parte no incidente; III - o magistrado pode rejeitar, liminarmente, a exceção de suspeição; IV - a amizade íntima caracteriza suspeição e indica que o magistrado deve se afastar do processo; V - no procedimento ordinário, não é permitida a exceção de suspeição. São corretas apenas as afirmações: a) I e II; b) III e IV; c) III e V; d) I, II e IV; e) II, III e V. 35 Sílvio, dezesseis anos completos, juntamente com dois amigos, maiores de dezoito anos, estabelece sociedade empresária responsável pela administração de lojas de informática, com aluguel de equipamentos, prestação de serviços e venda de peças de reposição. Em decorrência de tal atividade, Pedro adquire um automóvel ano 2009 bem como um apartamento sediado na Tijuca/RJ, passando a custear suas próprias despesas, sem o apoio dos seus pais. Observada tal situação, à luz das normas do Código Civil, afirma-se que: a) a regularização da situação demanda prazo prescricional; b) a incapacidade do menor cessa; c) as dívidas foram assumidas sem aquiescência dos pais; d) os atos praticados são nulos; e) os negócios devem ser ratificados com a presença dos pais. 36 Nos termos da Lei n 9.605/98, a autoridade competente para a aplicação de penalidade por infração à legislação ambiental deverá observar, para fins de imposição e gradação da penalidade, os seguintes aspectos: I - A situação econômica do infrator, no caso de multa; II - A nacionalidade do infrator (nacional ou estrangeiro), na hipótese de infração cometida por pessoa jurídica; III - Os antecedentes do infrator quanto ao cumprimento da legislação de interesse ambiental; IV - A gravidade do fato, tendo em vista os motivos da infração e suas conseqüências para a saúde pública e para o meio ambiente. Estão corretos os aspectos: a) I, II e III, apenas; 15

16 b) I, II e IV, apenas; c) I, III e IV, apenas; d) II, III e IV, apenas; e) I, II, III e IV. 37 Jorge propôs ação, com pedido indenizatório, em face de Empresa Alfa S.A., aduzindo danos causados por ato de preposto da ré, que lhe ocasionaram danos, ocorridos no ano de Regularmente citada, a ré apresenta defesa de mérito, sem preliminares ou prejudiciais. A sentença julgou o pedido procedente, havendo recurso de apelação indicando a existência de prescrição, nos moldes do Código Civil. Diante dos fatos narrados, pode- se deduzir que: a) O Código Civil permite a alegação de prescrição em qualquer grau de Jurisdição; b) A prescrição da pretensão do autor não pode ser alegada somente em apelação; c) A prescrição contra absolutamente incapazes corre segundo as regras do Código Civil; d) Prescrição e decadência são institutos sem qualquer distinção; e) Ação com pretensão indenizatória não é atingida pela prescrição. CONHECIMENTOS COMPRADOR ESPECÍFICOS 33 Com relação à licitação, é correto afirmar o seguinte: a) A Constituição Federal determina que, ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes; b) A Constituição Federal determina que, até um valor a ser fixado pela legislação, todas as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes; c) A Constituição Federal determina que, ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação privada que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes; d) A Constituição Federal determina que, ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública, sem entretanto etanto assegurar a igualdade de condições a todos os concorrentes; e) A Constituição Federal faculta a realização de licitação para a contratação de obras, serviços, compras e alienações, desde que o processo escolhido assegure igualdade de condições a todos os fornecedores. 34 Com relação ao pregão, na forma como determinado em legislação federal, é correto afirmar o seguinte: a) O pregão não poderá ser adotado aquisição de bens e serviços comuns; b) O pregão poderá ser adotado para aquisição de bens e serviços comuns; c) O pregão poderá ser adotado para a investidura de servidor de nível intermediário; d) O pregão poderá ser adotado para a contratação de servidor temporário; e) O pregão não poderá ser adotado aquisição de bens e será permitido para a prestação de serviços comuns. 35 Os contratos administrativos diferenciam-se dos contratos de direito privado porque: a) Regem-se exclusivamente pelas disposições de direito público, não se lhes aplicando, supletivamente, os princípios da teoria geral dos contratos nem as disposições de direito privado; b) Nos contratos administrativos não se aplica a teoria da exceção do contrato não cumprido, de modo que mesmo que a Administração descumpra suas obrigações o particular contratado tem sempre que cumprir a sua obrigação; c) São celebrados tendo em vista o princípio da supremacia do interesse público sobre o interesse privado, o que justifica a existência das chamadas cláusulas exorbitantes; 16

17 d) Nos contratos de direito privado não é possível fiscalizar sua execução; e) Não admitem prorrogação. 36 Para habilitação nas licitações, é correto afirmar-se que: a) As exigências de qualificação técnica e econômica devem ser somente aquelas indispensáveis para garantir o cumprimento das obrigações; b) Nas licitações, não é lícito exigir-se, a título de qualificação técnica, atestado que comprove experiência anterior do licitante em objeto semelhante, sob pena de comprometimento do princípio da competitividade; c) Não atende às exigências de regularidade fiscal a empresa que esteja em débito para com a Previdência Social, ainda que beneficiária de parcelamento, porque, no caso, não obterá certidão negativa que a habilite na licitação; d) O edital de licitação pode estipular que os atestados fornecidos para fins de comprovação de aptidão, quanto à qualificação técnica, sejam emitidos exclusivamente por pessoas jurídicas de direito público; e) Na avaliação da qualificação econômica dos licitantes não se pode exigir relação dos compromissos assumidos pelo licitante, ainda que importem diminuição de sua capacidade operacional ou absorção de sua disponibilidade financeira, sob pena de indevida intromissão na vida da empresa. 37 Com relação ao que trata a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, em relação ao acesso aos mercados por parte das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, no Capítulo V, não é correto afirmar que: a) As microempresas e empresas de pequeno porte, por ocasião da participação em certames licitatórios, deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição; b) Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 5 (cinco) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor do certame, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração Pública, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões es negativas ou positivas com efeito de certidão negativa; c) Nas licitações será assegurada, como critério de desempate, preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte; d) No caso de pregão, a microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada será convocada para apresentar nova proposta no prazo máximo de 5 (cinco) minutos após o encerramento dos lances, sob pena de preclusão; e) A microempresa e a empresa de pequeno porte titular de direitos creditórios decorrentes de empenhos liquidados por órgãos e entidades da União, Estados, Distrito Federal e Município não pagos em até 30 (trinta) dias contados da data de liquidação poderão emitir cédula de crédito microempresarial. REDAÇÃO Observações gerais: 1. Nesta prova, que vale 20 (vinte) pontos, faça o que se pede, usando o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DE REDAÇÃO no verso do seu Cartão-Respostas; 2. Escreva o texto definitivo no local apropriado, pois não será avaliado fragmento de texto escrito em local indevido; 3. Seu texto deve conter, obrigatoriamente, mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas. 4. Em caso de fuga total do tema, de não haver texto e/ou de identificação em local indevido, o candidato receberá a nota zero. Elabore um texto dissertativo relacionado ao tema: 17

18 A relação entre a atual crise econômica mundial e o desenvolvimento da produção agropecuária no Estado de Mato Grosso. 18

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO REMUNERADO EM CIÊNCIAS

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S25 - Médico Veterinário AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 40 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Estes são os termos que determinarão o nosso relacionamento Este contrato refere-se ao sistema Diário de Obras Online, abrangendo qualquer uma de suas versões

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 018 /2011/CSCI Versão: 01 Aprovação em: 17 de novembro de 2011 Ato de Aprovação: 018/2011 Unidades Responsáveis: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Como aplicar os avanços da Lei Complementar 123/2006 na área de Compras Governamentais Tema: Compras Governamentais

Como aplicar os avanços da Lei Complementar 123/2006 na área de Compras Governamentais Tema: Compras Governamentais Como aplicar os avanços da Lei Complementar 123/2006 na área de Compras Governamentais Tema: Compras Governamentais Análise realizada em 25/08/2014. Consultores: Maurício Zanin, Maria Aparecida e Mauro

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

www.concursovirtual.com.br

www.concursovirtual.com.br ESTUDO DE CASO Instruções Gerais: Conforme Edital publicado, Capítulo IX, item 5, será atribuída nota ZERO à Prova Estudo de Caso nos seguintes casos: a. for assinada fora do local apropriado; b. apresentar

Leia mais

2. Acerca do conteúdo das Demonstrações Contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

2. Acerca do conteúdo das Demonstrações Contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA. 1. Considerando os conceitos de passivos e provisões, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e, em seguida, assinale a opção CORRETA. I. Provisões são passivos com prazo ou valor incertos.

Leia mais

www.concursovirtual.com.br

www.concursovirtual.com.br ESTUDO DE CASO Instruções Gerais: Conforme Edital publicado, Capítulo IX, item 5, será atribuída nota ZERO à Prova Estudo de Caso nos seguintes casos: a. for assinada fora do local apropriado; b. apresentar

Leia mais

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO

REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO REGULAMENTO DO AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO O presente instrumento estabelece as normas regulamentares do AUTO-ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO, destinado ao atendimento de Pessoas Jurídicas de direito público,

Leia mais

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE

ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE ANEXO III TRANSAÇÕES SEM CARTÃO PRESENTE O presente Anexo III faz parte integrante do Contrato de Credenciamento ao Sistema Elavon ( CONTRATO ) registrado no 5º Oficial de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo de crase Sintaxe da oração e

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

As principais alterações trazidas pela Instrução CVM 571 encontram-se resumidas abaixo.

As principais alterações trazidas pela Instrução CVM 571 encontram-se resumidas abaixo. MERCADO DE CAPITAIS 01/12/2015 CVM ALTERA INSTRUÇÃO QUE DISPÕE SOBRE A CONSTITUIÇÃO, A ADMINISTRAÇÃO, O FUNCIONAMENTO, A OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO E A DIVULGAÇÃO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL Portal do Servidor Publico Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL 1 Indice Apresentação do Portal... 03 Acesso ao Portal do Servidor Publico... 04 Solicitar Senha... 04 Disponibilidade do Portal... 06

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO BALANÇO PATRIMONIAL 02 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO PERÍODO 03 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 04 DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 254/2011 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp - FUNCAMP

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 006/2014 GESTÃO DA PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008 PROCESSO SELETIVO FUNCAMP Nº 267/2008 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA A FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA UNICAMP - FUNCAMP A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp - FUNCAMP

Leia mais

CURSO de CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Gabarito

CURSO de CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2006 e 1 o semestre letivo de 2007 CURSO de CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Verifique se este caderno contém:

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 9/2013

ANEXO I - EDITAL Nº 9/2013 Página 1 de 5 ANEXO I - EDITAL Nº 9/2013 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/RN, representado por sua Administração Regional no Estado do Rio Grande do Norte, torna público, para o conhecimento de quantos

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO OBJETO O Instituto Elo, associação privada sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada pelo

Leia mais

INTRODUÇÃO. Apresentação

INTRODUÇÃO. Apresentação ANEXO ÚNICO DA RESOLUÇÃO ATRICON 09/2014 DIRETRIZES DE CONTROLE EXTERNO ATRICON 3207/2014: OS TRIBUNAIS DE CONTAS E O DESENVOLVIMENTO LOCAL: CONTROLE DO TRATAMENTO DIFERENCIADO E FAVORECIDO ÀS MICROEMPRESAS

Leia mais

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública.

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública. PROVA DE LEGISLAÇÃO 1 São admitidas como garantias contratuais para as contratações de obras, serviços e compras efetuados pela Administração Pública: I Hipoteca de imóveis. II Seguro-garantia. III Fiança

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ Nº. : 11.467.788/0001-67 PRODUTO: PR_PU_POPULAR1_S100_1S_CS0834 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

Word e Excel. Marque Certo ou Errado

Word e Excel. Marque Certo ou Errado A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão União Européia é o único trecho formatado como negrito e a palavra continente está selecionada.

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

PATRONAGE - ADMINISTRAÇÃO DE BOLSAS E AUXÍLIOS FAPEMA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO Rua

PATRONAGE - ADMINISTRAÇÃO DE BOLSAS E AUXÍLIOS FAPEMA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO Rua 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 1 COMO ACESSAR O PATRONAGE... 4 2 INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO... 5 3 PRESTAÇÃO DE CONTAS... 8 3.1 Execução do projeto... 8 3.2 Autorização de recursos (remanejamento de recurso,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 A Comissão de Seleção do Consulado-Geral em Miami, no uso de suas atribuições delegadas pela Ordem

Leia mais

EDITAL DE PRODUÇÃO DE VÍDEO DA JUSTIÇA RESTAURATIVA

EDITAL DE PRODUÇÃO DE VÍDEO DA JUSTIÇA RESTAURATIVA Instituto Cultural São Francisco de Assis Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis Estrada João de Oliveira Remião, 4444 Lomba do Pinheiro - Porto Alegre RS www.franciscanos-rs.org.br

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ MANUAL DO CANDIDATO Concurso Público n.º 01/2015 Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ Orientações e Instruções para a Realização das Provas 1. Do horário de comparecimento para a realização das

Leia mais

NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA. Controle Judicial. Manual de Instruções. Versão 8.32

NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA. Controle Judicial. Manual de Instruções. Versão 8.32 NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA Controle Judicial Manual de Instruções Versão 8.32 1 Sumário 1 CONTROLE DE COBRANÇA JUDICIAL... 4 1.1 ARQUIVO... 4 1.1.1 Processos...4 1.1.1.1 Réus Principais do Processo...13

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais;

O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais; LEI Nº 2451 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o estágio de estudantes junto ao poder público Municipal, suas autarquias e fundações e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS PROJETO BÁSICO PS/TGE/009/2005. CONTRAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO. 1 - Objeto Contratação de empresa especializada em realização de concurso público destinado ao preenchimento

Leia mais

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE Ao finalizar o cadastro no formulário do site imazon.com.br o usuário

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 478, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2012. Dispõe sobre concessão de incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte.

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! Agora você encontra o SICREDI em casa, no trabalho ou onde você estiver. É o SICREDI Total Internet, cooperando

Leia mais

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 Considerando a janela do Word 2003 ilustrada acima, que contém um documento em processo de edição no qual o título está selecionado, assinale a opção correta. A O parágrafo

Leia mais

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento.

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento. C A P Í T U L O I I I - C O M P E N S A Ç Ã O E L I Q U I D A Ç Ã O 1. A SPECTOS G ERAIS A CBLC é responsável pela Compensação e Liquidação das Operações com Ativos realizadas nos Sistemas de Negociação

Leia mais

Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações

Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações Versão 2 Objetivo do Manual Orientar sobre os procedimentos necessários para comunicação à SEFA da ocorrência de infrações à legislação do Programa

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 Escreva seu Número de Inscrição neste retângulo: 2 3 4 5 6 7 8 9 Este Caderno contém 40 questões de múltipla escolha, assim distribuídas: 01 a 30 Conhecimentos Específicos; 31

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 O Diretor da NOVA FACULDADE, Pablo Fernandes Bittencourt, faz saber aos interessados que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do 1º Semestre

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL. 1 Primeiro passo.

SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL. 1 Primeiro passo. SOLICITAÇÃO DO REGISTRO SINDICAL 1 Primeiro passo. Antes de qualquer coisa, é indispensável que o Sindicato solicitante do Registro Sindical possua Certificado Digital. O certificado, na prática, equivale

Leia mais

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA

Suporte Técnico. A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Suporte Técnico A ZRCR Informática presta suporte técnico, via telefone, e-mail ou Skype diretamente aos usuários do E-GESTAOBELEZA Horário de Atendimento De segunda-feira à sexta-feira das 09:00 ás 19:00

Leia mais

Consignação Manual do Correspondente Consignação

Consignação Manual do Correspondente Consignação Manual do Correspondente Consignação Banestes S.A. - Banco do Estado do Espírito Santo GCONS - Gerência de Consignação SUMÁRIO 1. Conceito...3 2. Apresentação...3 3. Informações Gerais...3 3.1. Condições

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 03 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 44 (61) 2025 76 / 114 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 11, DE 0 DE JULHO DE

Leia mais

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS - OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS Índice 1. INTRODUÇÃO...5 2. MÓDULO DE GESTÃO DE

Leia mais

TEF Transferência Eletrônica de Fundos

TEF Transferência Eletrônica de Fundos 1. VISÃO GERAL 1.1 OBJETIVOS: O TEF é uma solução eficiente e robusta para atender as necessidades do dia a dia de empresas que buscam maior comodidade e segurança nas transações com cartões, adequação

Leia mais

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania

Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania Perguntas freqüentes Projeto Serviços e Cidadania 1. Sobre o Projeto 1.1. O que é o Projeto Serviços e Cidadania? É um canal de serviços gratuitos que oferece apoio nas áreas de gestão, jurídica e comunicação

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «21. A respeito das funções da Contabilidade, tem-se a administrativa e a econômica. Qual das alternativas abaixo apresenta uma função econômica? a) Evitar erros

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (PFRH) MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO Versão 04/02/2011 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 MODALIDADES DE

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO FOLHABV DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA

REGULAMENTO PRÊMIO FOLHABV DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA REGULAMENTO PRÊMIO FOLHABV DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA A EDITORA BOA VISTA LTDA, pessoa jurídica de direito privado, com sede na Rua Lobo D almada, 43, na cidade Boa Vista, Estado de Roraima, inscrita no CNPJ

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014 DADOS DA EMPRESA PROMOTORA DA PROMOÇÃO FS VAS PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS

Leia mais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais PRERELEASE 03/07/2011 Avisos legais Avisos legais Para consultar avisos legais, acesse o site http://help.adobe.com/pt_br/legalnotices/index.html.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 04/14 CREMEB 1 - DO OBJETO Constitui objeto da presente licitação a aquisição de: 1.1-08 (oito) LICENÇAS modalidade MICROSOFT OPEN, sendo: 01

Leia mais

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Comitê de Agências Gestão 2008 ÍNDICE OBJETIVO DO DOCUMENTO... 3 DEFINIÇÕES... 4 PONTOS PARA A ELABORAÇÃO DE UMA CONCORRÊNCIA... 5 RFI: Quando

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Para o ajuizamento de ação no JEF e encaminhamento de manifestações/documentos para os JEFs, sem advogado, via internet. O mesmo atendimento que é feito no setor

Leia mais

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle Domínio Registro O Domínio Registro foi desenvolvido para gerenciar todos os processos referentes à abertura e fechamento de empresas, permite a confecção de contratos, alterações e distratos sociais,

Leia mais

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8.

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8. Nota Fiscal Eletrônica Este módulo permite a integração do Shop Control 8 com o site da Secretaria da Fazenda dos Estados e Receita Federal para emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) : Este módulo é exclusivo

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS

REGULAMENTO DE COMPRAS REGULAMENTO DE COMPRAS A SPDM /PAIS Associação Paulista Para O Desenvolvimento da Medicina, vem por meio deste dar publicidade ao Regulamento Próprio utilizado contendo os procedimentos que adotará para

Leia mais

Sistema para Administração de Condomínio www.condominiomais.com.br SUMÁRIO

Sistema para Administração de Condomínio www.condominiomais.com.br SUMÁRIO SUMÁRIO I. MENU... 2 II. CONSULTA / ALTERAÇÃO / ESTORNO... 4 III. MENSAGEM... 5 IV. MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA... 6 CONSULTA... 6 LANÇAMENTO... 7 V. BOLETO... 8 VI. RELATÓRIO... 10 VII. RESERVA... 11 VIII.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico Guia do Fornecedor WBC Public Pregão eletrônico As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas a mudança sem aviso prévio.

Leia mais

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) 1.2.1 Tipos

Leia mais

SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO

SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO Macaé, Outubro de 2010 SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO Página 1 de 38 Controle de Revisões Data Comentário Responsável 01/10/2010 Revisão e correção de texto Marcos Lemos 01/10/2010 Correção

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP TORCIDA BRASIL MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Edição Número 18 de 27/01/2010 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Institui e regulamenta o Sistema de Seleção Unificada, sistema informatizado

Leia mais

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200 MANUAL DE CANDIDATURA da Abril de 2012 Versão 2.0 A Federação Brasileira de Bancos FEBRABAN vem, neste Manual de Candidatura, divulgar as regras e informações necessárias para a realização dos exames pertinentes

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais