LIMPEZA DE VESTIÁRIOS E SANITÁRIOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LIMPEZA DE VESTIÁRIOS E SANITÁRIOS"

Transcrição

1 IT 002/01 SUMÁRIO 1. Objtivo Abrangência Documntos Complmntars Dfiniçõs/Siglas Dscrição dos Procdimntos Rgistros Histórico d Rvisõs Fluxograma Anxos... 7 Página 1 d 7

2 1. Objtivo Est documnto tm como objtivo dscrvr a rotina d limpza higinização dos vstiários sanitários. 2. Abrangência Est documnto é aplicávl a todos os procssos d limpza d vstiários sanitários das áras/stors subordinados à grência d opraçõs da SOGIPA. 3. Documntos Complmntars Chck list d limpza d vstiários sanitários. 4. Dfiniçõs/Siglas Não aplicávl. 5. Dscrição dos Procdimntos 5.1 PROCEDIMENTOS: Ordm Atividad Rfrência Padrão Excução 01 Limpar abastcr as papliras sabontiras. Livr d rsíduos, imprssõs marcas. Papliras sabontiras limpas abastcidas. Usar sponja (lado amarlo) ou pano limpo dtrgnt para limpza; Limpar abastcr paplira sabontira. 02 Rcolhr trocar sacos d lixo. Lixira vazia, saco limpo, saco prto, sm rasgos furos. Rcolhr o lixo das lixiras; Dspjar o lixo rcolhido num saco maior, d cor prta; Trocar todos os sacos d lixo das lixiras quando stivrm sujos, rasgados /ou furados. A borda do saco dv ficar sob a tampa da lixira. Vdar os sacos contndo rsíduos. Página 2 d 7

3 03 Limpar borda das lixiras Livr d rsíduos. Usar sponja (lado amarlo) ou pano limpo dtrgnt para limpza; Scar com papl toalha. 04 Limpar piso. Livr d rsíduos. Varrr rsíduos; Aplicar a mistura d dtrgnt m bald ou rcipint no piso sfrgar com vassoura puxar com rodo; Enxaguar scar com bruxa; Aplicar dsinftant na ára utilizar bruxa; Rtirar rstos d rsíduos pó; Enxaguar scar com pano sco. Obs: Para o piso do banhiro da musculação, xcutar limpza úmida Produto aplicado dirtamnt no pano ou bruxa. 05 Limpar janlas, splhos portas. vidros, Livr imprssõs marcas. d Borrifar o produto d limpa vidros até cobrir a ára do splho janlas; Utilizar rodo combinado com tcido rmovndo a grossa camada d rsíduo; Usar a part d borracha do rodo rmovndo o rsto dos rsíduos o produto aplicado; Passar pano alvjado para dar acabamnto à limpza. Página 3 d 7

4 06 Limpar pia. Livr d rsíduos; Pia sca. Usar dsinftant pano limpo; Espalhar dsinftant sobr a suprfíci sfrgar com sponja; Lavar pia cuba; Lavar as torniras ncanamnto sob o lavatório; Enxaguar a suprfíci scar com um pano sco. Utilizar um pano xclusivo para limpza das pias. 07 Limpar sanitários mictórios. Livr d rsíduos; Livr d manchas. Dar dscarga; Colocar dtrgnt clorado sfrgar com fibra vrd ou scova; Dar dscarga novamnt; Borrifar dsinftant sfrgar com fibra vrd; Enxaguar scar com pano sco. Utilizar um pano xclusivo para limpza dos vasos sanitários. 08 Limpar pards. Livr manchas, rabiscos rsíduos. d Utilizar vassoura, panos limpos, sponja, dtrgnt balds; Aplicar dtrgnt adquadamnt nas pards; Esfrgar as pards rjunts com vassoura, scova ou sponja (d acordo com o grau d sujira), rtirando rsíduos limo; Mrgulhar um pano na solução nrolálo ao rodo; Esfrgar na pard rtirando manchas rsíduos mais grossos; Enxaguar o pano m água limpa; Enrolar no rodo sfrgar a pard rtirando xcssos d produto rsíduos. 09 Vrificar odor. Banhiro livr d odor. Insrir duas pastilhas adsivas nos vasos sanitários, conform imagm. Nos mictórios insrir uma pastilha no lado intrno. 10 Limpar difusors dos chuviros Livr d rsíduos dsntupidos. Rtirar os difusors, fazr limpza intrna rcolocá-los. Página 4 d 7

5 11 Limpar molhada ára Sco, livr d rsíduos. Varrr rsíduos; Aplicar a mistura d dtrgnt m bald ou rcipint no piso sfrgar com vassoura puxar com rodo; Enxaguar scar com bruxa; Aplicar dsinftant na ára utilizar bruxa; Rtirar rstos d rsíduos pó; Enxaguar scar com pano sco. 12 infra- Vrificar strutura. Sanitários m prfito stado d consrvação. Vrificar iluminação possívis vazamntos; Vrificar s os mictórios torniras stão funcionando adquadamnt; Vrificar pintura, portas, janlas. Qualqur não conformidad dv sr rgistrada no formulário d rgistros abrir OS junto à ára d manutnção. 13 Rgistrar Formulário. m Prnchr quadros, canta. os à O formulário dv sr fixado m local visívl no banhiro dntro d acrílicos; Ao final do formulário o funcionário rsponsávl pla ára ou prnchimnto dv solicitar nova via do formulário ao lídr imdiato. Obsrvação: 1. As atividads dvm sr xcutadas diariamnt conform priodicidad stablcida no itm 5.2 Rotiro d limpza, pla quip d higinização d banhiros, rptidas smpr qu ncssário, xcto para: Itm 08 - Limpza d pards/azuljos: Esta atividad dv sr ralizada d 10 m 10 dias; Itm 10 - Limpza dos difusors dos chuviros: Esta atividad dv sr ralizada smanalmnt. 2. Para ralização d qualqur atividad dvm-s utilizar os EPIs adquadamnt, forncidos plo lídr imdiato. Página 5 d 7

6 5.2 Rotiro d limpza: CÓD. ÁREA TIPO CENTRO DE ESPORTES FEMININO 8 9 FEMININO 10 ATLETISMO 11 VETERANOS 12 FEMININO 13 ESTACIONAMENTO 14 UNISSEX 15 FEMININO TÊNIS FEMININO 20 PISCINAS FEMININO MIRANTE FEMININO VESTIÁRIO FUNCIONÁRIOS FEMININO ADMINISTRAÇÃO FEMININO ESPORTIVA FEMININO 34 BOCHA FUTEBOL 7 UNISSEX 37 RECEPÇÃO AMÉRICO UNISSEX 38 BÁVAROS UNISSEX 39 FEMININO 40 ESCOTEIROS PERIODICIDADE REALIZADA A CADA 1 HORA, OU SEMPRE QUE SOLICITADO PELO LÍDER IMEDIATO. REALIZADA A CADA 2 HORAS, OU SEMPRE QUE SOLICITADO PELO LÍDER IMEDIATO. REALIZADA A CADA 3 HORAS, OU SEMPRE QUE SOLICITADO PELO LÍDER IMEDIATO. REALIZADA SEMPRE QUE SOLICITADO PELO LÍDER IMEDIATO. 6. Rgistros Chck list d limpza d vstiários sanitários. Página 6 d 7

7 7. Histórico d Rvisõs Vrsão Data Autoria Colaboração Aprovador(s) Dscrição Distribuição 00 10/05/2013 Davi Alvs Douglas, Carlos Bnfica, Daian Rafal Silvira Criação Eltrônica Física 01 17/12/2013 Davi Alvs Rafal Silvira Altrado a quantidad d banhiros no itm 5.2. Eltrônica Física Cópias Físicas Rsponsávl(is) Local Quantidad José Macdo Vstiários Atltismo 2 Isral Romano Sanitários do Parqu 2 8. Fluxograma Não aplicávl. 9. Anxos Chck list d limpza d vstiários sanitários. Página 7 d 7

INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS

INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS 3 - LIMPEZA E MANUTENÇÃO Informamos abaixo a forma correta de como proceder à limpeza profunda. Os equipamentos utilizados estão dimensionados de acordo com o tamanho do

Leia mais

Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Título do Procedimento: Limpeza concorrente e terminal da CME

Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Título do Procedimento: Limpeza concorrente e terminal da CME Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Freqüência em que é realizado: Diário/semanal/quinzenal/mensal Profissional que realiza: Auxiliar ou Técnico de Enfermagem e servidor da empresa terceirizada de

Leia mais

Data de Vigência: Página 1 de 8. 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores.

Data de Vigência: Página 1 de 8. 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores. Data de Vigência: Página 1 de 8 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores. 2- Aplicação: 3- Procedimentos: Este procedimento aplica-se a cozinha e refeitório. 3.1-

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010 [Digit txto] 1 IDENTIFICAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dzmbro/2010 Programa: Opraçõs Coltivas Contrato CAIXA nº: 0233.389.09/2007 Ação/Modalidad: Construção d unidad habitacional

Leia mais

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro.

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro. INEC AUDITRIA Prof. CLAUDECIR PATN ESPECIALIZAÇÃ EM : GERÊNCIA CNTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITRIA TURMA III 1 Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 utubro. CNTRLE - Concitos; - Auditoria Control Intrno; - Importância

Leia mais

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho

II Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco Normas para envio de trabalho II Sminário NEPPAS: Caminhos olhars da agrocologia nos srtõs d Prnambuco Normas para nvio d trabalho Srra Talhada, 26,27 28 d abril d 2012 Espaço Roda Mundo - Rodas d convrsas, rlatos trocas d xpriência

Leia mais

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014 F i n a l i d a d O r i n t a r o u s u á r i o p a r a q u s t o b t PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Vrsão: 27/08/2014 Atualizado m: 27/08/2014

Leia mais

Pisos de Madeira. Pisos de Cerâmica. Equipamentos. Equipamentos. Segurança. Vassoura Esfregão (se necessário) Pá de lixo Cesto de lixo

Pisos de Madeira. Pisos de Cerâmica. Equipamentos. Equipamentos. Segurança. Vassoura Esfregão (se necessário) Pá de lixo Cesto de lixo Pisos de Madeira 1. Varra bordas, cantos e atrás das portas. 2. Varra o restante do piso, começando de um lado da sala até o outro. Para pisos amplos, use um esfregão, sacudindo-o quando terminar. 3. Junte

Leia mais

Melhoria contínua da qualidade do ensino

Melhoria contínua da qualidade do ensino 1. OBJETIVO Est procdimnto visa normalizar as ativis snvolvis no âmbito mlhoria contínua quali do nsino dos cursos ministrados na Escola Naval (EN). 2. CAMPO DE APLICAÇÃO O prsnt procdimnto é aplicávl

Leia mais

LIMPEZA MANUAL MOLHADA

LIMPEZA MANUAL MOLHADA GLOSSÁRIO LIMPEZA MANUAL ÚMIDA - Realizada com a utilização de rodos, mops ou esfregões, panos ou esponjas umedecidas em solução detergente, com enxágue posterior com pano umedecido em água limpa. No caso

Leia mais

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NAIR FORTES ABU-MERHY TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO DO PARQUE TECNOLÓGICO 2011-2013 Tcnologia d Informação - FEAP 1 - Rlação

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.6 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Discipli: Qualida Softwar Profa. : Kátia Lops Silva Slis adpatados do Prof. Ricardo Almida Falbo Tópicos Espciais Qualida Softwar 007/ Dpartamnto

Leia mais

Procedimentos Operacionais NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR

Procedimentos Operacionais NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Versão: 1 Pg: 1/9 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Mônica Regina Viera Coordenadora 05/09/2009 DE ACORDO Ivo Fernandes Sobreiro Gerente da Qualidade 08/09/2009 APROVADO POR Dr. Renato de Lacerda

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência ATA DE ABERTURA DA CONCORRÊNCIA Nº 2015/5030004-01 Ata d abrtura do nvlop 01 (documntação) rfrnt à Concorrência n.º 2015/5030004-01, do tipo mnor prço unitário, sgundo spcificado no itm 02 do Edital REGISTRO

Leia mais

MÓDULO 4 4.8.1 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE ÁGUA, ESGOTO E OUTROS LÍQUIDOS

MÓDULO 4 4.8.1 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE ÁGUA, ESGOTO E OUTROS LÍQUIDOS MÓDULO 4 4.8.1 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE ÁGUA, ESGOTO E OUTROS LÍQUIDOS Normas Aplicávis - NBR 15.950 Sistmas para Distribuição d Água Esgoto sob prssão Tubos d politilno

Leia mais

Ofertas para dias Especiais

Ofertas para dias Especiais Dsignação P. Unitário Imagm mlhor brilhants nnt. cors tcidos Papl gns Transparnt, Laranja, (Rolo até d Rsistnts com Clofan 60º. - 50x65cm) Amarlo, Vrmlho, tinta Para Vrd prma- têxtil a cors fixar para

Leia mais

CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS

CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS DISA: DATA: UNIDADE: RECURSOS HUMANOS ÍTEM AVALIAÇÃO FORMA DE VERIFICAÇÃO EM CONFORMI DADE NÃO CONFORMI DADE OBSERVAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PICADA CAFÉ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PICADA CAFÉ PRFITURA MUNICIPAL D PICADA CAFÉ STADO DO RIO GRAND DO SUL AV. FRIDOLINO RITTR, 379 CNTRO CP: 95175- FON/FAX: (54) 3285.13 www.picadacafe.rs.gov.br -mail: administracao@picadacafe.rs.gov.br O Município

Leia mais

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita:

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita: Máquinas Térmicas Para qu um dado sistma raliz um procsso cíclico no qual rtira crta quantidad d nrgia, por calor, d um rsrvatório térmico cd, por trabalho, outra quantidad d nrgia à vizinhança, são ncssários

Leia mais

PLANTA DE ARQUITETURA LEGÍTIMO VILA FORMOSA OPÇÃO 3 DORM E COZINHA FECHADA FINAIS 2 e 3

PLANTA DE ARQUITETURA LEGÍTIMO VILA FORMOSA OPÇÃO 3 DORM E COZINHA FECHADA FINAIS 2 e 3 PLANTA D ARQUITTURA OPÇÃO 3 DORM COZINHA FCHADA DTALH PILAR APTO. FINAL 3 COZINHA COZINHA TRRAÇO SRVIÇO BANHO 2 DORMITÓRIO 2 SALA D JANTAR SALA D JANTAR CIRCULAÇÃO BANHO 1 SALA D STAR DORMITÓRIO 1 SUÍT

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA ESTADO DE SÃO PAULO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA ESTADO DE SÃO PAULO ADM. 30/2011 nº 01/2012 247/2012 3.1.32.48 Prstação d srviços gráficos para o forncimnto, imprssão acabamnto gráfico do matrial mprgado no Plito Elitoral d 2012 do CRMV-SP. SP-GRAF Ind. Gráfica Editora

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFRÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFRÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFRÊNCIA 1- INTRODUÇÃO E BASE LEGAL A elaboração deste Termo de Referência rege-se pelas disposições do Decreto nº 5.450, de 31/05/2005, subsidiariamente pela Lei nº 8.666/93, de 21/06/93

Leia mais

No N r o m r a m s a?

No N r o m r a m s a? Normas? EM ALGUMA CERÂMICA... NORMAS? O qu tnho a vr com isso? VENDAS NORMAS??? O qu é isso?...um clint dixou d fchar o pdido porqu o bloco não stava dntro das NORMAS... Grnt Produção...Uma carga d Blocos

Leia mais

Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza

Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza Univale Universidade Vale do Rio Doce DEC Departamento de Campo/Biossegurança Curso de Enfermagem Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza Elaborado por: Enf Arilza Patrício Enf

Leia mais

Relação de Materiais de Consumo Estimativo Mensal

Relação de Materiais de Consumo Estimativo Mensal AEROPORTO DE JACAREPAGUÁ ROBERTO MARINHO SBJR Relação de Materiais de Consumo Estimativo Mensal Anexo I Junho/12 Relação de Materiais de Consumo Estimativo Mensal Item Unid. Material Iniciar Reposição

Leia mais

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 5/6.- Exploração d ambints computacionais Criação d um produto original d forma colaborativa

Leia mais

ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO

ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO 1.1. Tarefa: Limpeza de MÓVEIS E EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA - limpar com pano úmido e remover pó e manchas das mesas, armários,

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE ÁREA 1 - HIGIENE E ANTISSEPSIA PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Número: POP 001 ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE EXECUTANTE: Todos os profissionais da equipe de saúde. ÁREA:

Leia mais

Plano de Aula - Outlook 2013 - cód. 5518 16 Horas/Aula

Plano de Aula - Outlook 2013 - cód. 5518 16 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Outlook 2013 Aula 2 Continuação do Capítulo 1 - Introdução ao Outlook 2013 Aula 3 Capítulo 2 - Emails Plano d Aula - Outlook 2013 - cód. 5518 16 Horas/Aula 1.1. Novidads

Leia mais

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2 ] Univrsidad Fdral da Paraíba Cntro d Ciências Exatas da Naturza Dpartamnto d Matmática Univrsidad Fdral d Campina Grand Cntro d Ciências Tcnologia Unidad Acadêmica d Matmática Programa Associado d Pós-Graduação

Leia mais

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 7.º Ano :: 15/16 1.- A Informação, o conhcimnto o mundo das tcnologias A volução das tcnologias d informação

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO Objto Prgão 005/2013 Prços forncimnto d placas, ltriros, porta folha m acrílico, tótns intrna xtrna. Procsso Vigência Itm Rgistrado Unidad Valor Unitário Quantidad 800 (oitocntas) unidads Placa d intrna

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P P O P DEFINIÇÃO É uma descrição detalhada de todas as operações necessárias para a realização de uma atividade. É um roteiro padronizado para realizar uma atividade.

Leia mais

Limpando a Caixa D'água

Limpando a Caixa D'água Limpando a Caixa D'água É muito importante que se faça a limpeza no mínimo 2 (duas) vezes ao ano. Caixas mal fechadas/tampadas permitem a entrada de pequenos animais e insetos que propiciam sua contaminação.

Leia mais

Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA

Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA 1. OBJETO 1.1. Prestação de Serviços de Conservação e limpeza, higiene e desinfecção e Jardinagem com fornecimento de materiais e equipamentos, para

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR

ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR I- Introdução: A higiene e a ordem são elementos que concorrem decisivamente para a sensação de bem-estar, segurança e conforto dos profissionais, pacientes

Leia mais

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD. Edital Internacional nº 27681/2015

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD. Edital Internacional nº 27681/2015 Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD Edital Internacional nº 27681/2015 Brasília/DF, 26 de fevereiro de 2015. Prezados, ASSUNTO: ERRATA II Favor considerar as seguintes informações para

Leia mais

Encontro na casa de Dona Altina

Encontro na casa de Dona Altina Ano 1 Lagdo, Domingo, 29 d junho d 2014 N o 2 Encontro na casa d Dona Altina Na última visita dos studants da UFMG não foi possívl fazr a runião sobr a água. Houv um ncontro com a Associação Quilombola,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA

TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA 1. OBJETO 1.1. Prestação de Serviços de Conservação e limpeza, higienização, desinfecção e limpeza de reservatórios de água e controle de pragas em geral, com

Leia mais

Experiência n 2 1. Levantamento da Curva Característica da Bomba Centrífuga Radial HERO

Experiência n 2 1. Levantamento da Curva Característica da Bomba Centrífuga Radial HERO 8 Expriência n 1 Lvantamnto da Curva Caractrística da Bomba Cntrífuga Radial HERO 1. Objtivo: A prsnt xpriência tm por objtivo a familiarização do aluno com o lvantamnto d uma CCB (Curva Caractrística

Leia mais

MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA

MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA Classificação das Áreas: Critica Semicrítica Não critica Tipos de Limpeza: Limpeza concorrente Limpeza terminal Métodos e Equipamentos de Limpeza de superfície: Limpeza

Leia mais

POLÍTICA DA QUALIDADE

POLÍTICA DA QUALIDADE TUBOS E CONEXÕES PD N BR 1 5561 POLI ERG POL GP10 0BK PEA IERG D NB PE 1 00 D R 15 PEA 561 D NB R 15 E 45 0 PN GP10 561 0BK GP1 10 Á GUA PE 1 00B 00 D K PE E 45 100 0 PN DE 4 10 E 50 P SGOT O N 10 ÁGU

Leia mais

LISTAGEM DE MATERIAIS ANPAVA

LISTAGEM DE MATERIAIS ANPAVA LISTAGEM DE MATERIAIS ANPAVA ACIDO MURIAX LT ACIDO MURIAX CAIXA CX ACUCAR Und ADOCANTE AGUA SANITARIA BB AGUA SANITARIA BRILUX AGUA SANITARIA CLORAL AGUA SANITARIA MANIA 1 LITRO ALGICIDA DE CHOQUE 2LT

Leia mais

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5. Manual de Limpeza

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5. Manual de Limpeza Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5 Manual de Limpeza 1. INTRODUÇÃO 2. NOÇÔES BÀSICAS DE HIGIENE E DEFINIÇÕES DE NECESSIDADES 3. DEFINIÇÕES E CONCEITOS

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO ANA LUÍZA 21289 LUCAS - 23122 ARTTENALPY 21500 MARCELINA - 25723 CLECIANE - 25456 NAYARA - 21402

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD A Pró-Ritoria d Graduação Educação Profissional (PROGRAD)

Leia mais

NR-35 TRABALHO EM ALTURA

NR-35 TRABALHO EM ALTURA Sgurança Saúd do Trabalho ao su alcanc! NR-35 TRABALHO EM ALTURA PREVENÇÃO Esta é a palavra do dia. TODOS OS DIAS! PRECAUÇÃO: Ato ou fito d prvnir ou d s prvnir; A ação d vitar ou diminuir os riscos através

Leia mais

1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO 1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO 4.1 APRESENTAÇÃO O presente MEMORIAL DESCRITIVO tem por finalidade determinar os detalhes de acabamento, tipo e a qualidade dos materiais a serem utilizados

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 015/2013 REGISTRO DE PREÇOS

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 015/2013 REGISTRO DE PREÇOS Fundo Municipal Sd cr Saúd ta- Comissão ria dprmannt Sa d RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 015/2013 REGISTRO DE PREÇOS OBJETO: Aquisição d Kit HIV Hpatit (Rgistro d Prços). RETIFICA-SE através

Leia mais

Uso Eficiente da Água no setor doméstico. Aproveitamento de águas pluviais e de águas cinzentas. http://www.all-aqua.pt/ 1/

Uso Eficiente da Água no setor doméstico. Aproveitamento de águas pluviais e de águas cinzentas. http://www.all-aqua.pt/ 1/ Uso Eficint da Água no stor doméstico Aprovitamnto d águas pluviais 1/ Aprovitamnto d águas pluviais Águas cinzntas águas rsiduais domésticas não fcais. Ex: águas d banhiras, duchs, lavatórios. 2/ Aprovitamnto

Leia mais

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio 1 Case de Treinamento de Empregada em Domicílio Treinamento de mensalista 2 Cenário: O empregador tem uma mensalista de muita confiança e amorosa, a empregada toma conta do bebê de 9 meses até início da

Leia mais

Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves. Centro de Treinamento ELFEN

Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves. Centro de Treinamento ELFEN Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves Centro de Treinamento ELFEN ÍNDICE 1) SEGURANÇA 2) PRODUTOS PARA O PROCESSO DE HIGIENIZAÇÃO EM ABATEDOUROS 3) EQUIPAMENTOS 4) 5) DEMAIS PRODUTOS PARA

Leia mais

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade.

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade. Informação - Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Duração da prova: 120 minutos / 24.06.2013 12º Ano Escolarida Curso Tcnológico

Leia mais

- Limpar o piso com detergente neutro seguindo as recomendações para a limpeza e conservação manual;

- Limpar o piso com detergente neutro seguindo as recomendações para a limpeza e conservação manual; ESPECIFICAÇÕES TÉCNICA PISO VINILICO PAVIFLEX SIXTY MANUTENÇÃO LIMPEZA RECOMENDAÇÕES GERAIS - A frequência e o sistema de limpeza e conservação depende da intensidade do tráfego na área. Este processo

Leia mais

INSTRUÇÕES MANUAL DE. Conheça nossos outros produtos. FOGÕES A GÁS Modelos: 600.200 / 432.200 / 420 TV / 205 CT / 205 ST / 226 TV / 226 CT

INSTRUÇÕES MANUAL DE. Conheça nossos outros produtos. FOGÕES A GÁS Modelos: 600.200 / 432.200 / 420 TV / 205 CT / 205 ST / 226 TV / 226 CT Conhça nossos outros produtos * Fogõs a gás * Fogõs a lnha * Fogõs industriais * Cooktops * Fornos létricos * Fornos d mbutir * Frigobars * Frzrs * Climatizadoras d vinho * Epositora d crvjas bbidas *

Leia mais

Limpeza e Sustentabilidade. Osmar Viviani Consultor Técnico 1

Limpeza e Sustentabilidade. Osmar Viviani Consultor Técnico 1 Limpeza e Sustentabilidade Osmar Viviani Consultor Técnico 1 ANTIGAMENTE > conceito primário de aproveitamento Trapos (sobras), sabão caseiro, balde, vassoura, rodo, escovão... Era só o que se usava na

Leia mais

Ref. 002 Vassoura Piaçava. Ref. 003 Vassoura Piaçava Nº 3 Nº 2. Ref. 001 Vassoura Piaçava. Ref. 000. Ref. 000 Vassoura Piaçava Nº 0.

Ref. 002 Vassoura Piaçava. Ref. 003 Vassoura Piaçava Nº 3 Nº 2. Ref. 001 Vassoura Piaçava. Ref. 000. Ref. 000 Vassoura Piaçava Nº 0. Ref. 002 Vassoura Piaçava Nº 2 Ref. 003 Vassoura Piaçava Nº 3 Vass o uras Domesticas Ref. 000 Vassoura Piaçava Nº 0 Ref. 001 Vassoura Piaçava Nº 1 Ref. 000 Vassoura Nylon Nº 0 Ref. 005 Vassoura Nylon Nº

Leia mais

Manual do Usuário KP1510

Manual do Usuário KP1510 Manual do Usuário KP1510 Kypass Tcnologia Ltda. www.kypass.com.br 2 ÍNDICE 1. Primiros passos... 4 1.1 Considraçõs iniciais... 4 1.2 Espcificaçõs técnicas... 5 1.3 Utilização do snsor biométrico... 6 1.4

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS DE CURSOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS ESTRANGEIROS DE ENSINO, PELO INSITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA- IFB. 1. DA ABERTURA 1.1

Leia mais

Lista de Material Escolar 2015 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Material de Uso Individual Obrigatório

Lista de Material Escolar 2015 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Material de Uso Individual Obrigatório Lista d Matrial Escolar 205 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Matrial d Uso Individual Obrigatório Itm Imagm Dscrição Quant. Sugrida LIVROS CASA DE LIVROS OU LIVRE ESCOLHA Custo Formato MATEMÁTICA - DANTE Colção Projto

Leia mais

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO SISTEMA CONSTRUTIVO PAREDES DE CONCRETO NBR60 PAREDES DE CONCRETO Sistma construtivo m qu as lajs as pards são moldadas m conjunto, formando um lmnto monolítico.

Leia mais

MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM MAPA DE PESSOAL - 2013 ANEXO I Caracterização do posto de trabalho. Página 1 de 77

MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM MAPA DE PESSOAL - 2013 ANEXO I Caracterização do posto de trabalho. Página 1 de 77 MAPA DE PESSOAL - 203 Caractrização do posto d trabalho Gabint d Apoio à Prsidência. Carrira - Assistnt Técnico Contúdo funcional Dscrição da função GAP - AT0 Funçõs d naturza xcutiva, d aplicação d métodos

Leia mais

ANEXO III CATÁLOGO DE DESCRIÇÃO DE CARGOS

ANEXO III CATÁLOGO DE DESCRIÇÃO DE CARGOS ANEXO III CATÁLOGO DE S Tndo m vista a ncssidad do Plano d Cargos, Carriras Salários - PCCS prvr os cargos xistnts dntro do CREA- TO, aprsnta st Catálogo d Dscrição d Cargos quais srão as atribuiçõs qu

Leia mais

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças.

Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Soninho Mantenha as portas e as janelas abertas, inclusive nos dias frios, para evitar o aumento de germes no ar, o que facilita a transmissão de doenças. Garanta que entre os colchonetes haja meio metro

Leia mais

Prefeitura Municipal de Rio Verde - Goiás Comissão Permanente de Licitação

Prefeitura Municipal de Rio Verde - Goiás Comissão Permanente de Licitação 1 PROCSSO Nº 2013004204 Prefeitura Municipal de Rio Verde - PRGÃO PRSNCI Nº 030/2013, Aquisição de materiais educativos (brinquedos e outros), visando atender as necessidades das Unidades scolares Municipais

Leia mais

INSTRUÇÕES MANUAL DE. Conheça nossos outros produtos. AQUECEDOR A GÁS Modelos: Scaldare

INSTRUÇÕES MANUAL DE. Conheça nossos outros produtos. AQUECEDOR A GÁS Modelos: Scaldare Conhça nossos outros produtos * Fogõs a gás * Fogõs a lnha * Fogõs industriais * Cooktops * Fornos létricos * Fornos d mbutir * Frigobars * Frzrs * Climatizadoras d vinho * Expositora d crvjas bbidas *

Leia mais

Ministério da Justiça

Ministério da Justiça Nº 193, quinta-fira, 8 d outubro d 2015 1 ISSN 1677-7042 31 I - fatos rlacionados às atividads das socidads sguradoras d capitalização; ntidads abrtas d prvidência complmntar; socidads cooprativas, nas

Leia mais

A Certificação de Qualidade na Área dos Seguros. Sandra Santos - ADQ-Ok! TeleSeguro Certificação de Qualidade na Área de Seguros

A Certificação de Qualidade na Área dos Seguros. Sandra Santos - ADQ-Ok! TeleSeguro Certificação de Qualidade na Área de Seguros A Crtificação d Qualidad na Ára d Sgur Importância da difrnciação pla Qualidad do Srviço/ Produto Principal Canal Canal d d Distribuição Tlfon Intrnt Má Má imagm d d Call Call Cntrs Dificuldad m m difrnciar

Leia mais

Manual de instruções

Manual de instruções Manual d instruçõs RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES Ao usar um ltrodoméstico, prcauçõs básicas d sgurança dvm sr smpr sguidas, incluindo o sguint: Esta máuina d costura foi projtada fabricada para

Leia mais

VISTORIA REALIZADA EM 28/5/2010 Data atual: 16/06/2010 Vistoriado por: SERGIO. Informações do Imóvel

VISTORIA REALIZADA EM 28/5/2010 Data atual: 16/06/2010 Vistoriado por: SERGIO. Informações do Imóvel VISTORIA REALIZADA EM 28/5/2010 Data atual: 16/06/2010 Vistoriado por: SERGIO Informações do Imóvel Imóvel: RUA MACEDO TELES COUTINHO 28 AP 67 Tipo: APARTAMENTO Descrição: VISTORIA DE ENTRADA Relatório

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena

ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Marcelo Sucena ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO Marclo Sucna http://www.sucna.ng.br msucna@cntral.rj.gov.br / marclo@sucna.ng.br ABR/2008 MÓDULO 1 A VISÃO SISTÊMICA DO TRANSPORTE s A anális dos subsistmas sus componnts é tão

Leia mais

E X A M E ª FASE, V E R S Ã O 1 P R O P O S T A D E R E S O L U Ç Ã O

E X A M E ª FASE, V E R S Ã O 1 P R O P O S T A D E R E S O L U Ç Ã O Prparar o Eam 05 Matmática A E X A M E 0.ª FASE, V E R S Ã O P R O P O S T A D E R E S O L U Ç Ã O. Tm-s qu P A P A P A GRUPO I ITENS DE ESCOLHA MÚLTIPLA 0, 0, 0,. Assim: P B A PB A 0,8 0,8 PB A 0,8 0,

Leia mais

OFICINA 9-2ºSementre / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Professores: Edu Vicente / Gabriela / Ulício

OFICINA 9-2ºSementre / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Professores: Edu Vicente / Gabriela / Ulício OFICINA 9-2ºSmntr / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Profssors: Edu Vicnt / Gabrila / Ulício 1. (Enm 2012) As curvas d ofrta d dmanda d um produto rprsntam, rspctivamnt, as quantidads qu vnddors

Leia mais

EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015

EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015 EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015 ÁS 11:00H, NA PREFEITURA d TURUÇU RS, à BR 116 KM 482 s/n TURUÇU- RS. PLANILHA DE BENS PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU RS. AO FINAL ESTÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA 002/2016

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA 002/2016 TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA 002/2016 A Socidad Brasilira d Física, m atndimnto ao disposto no Convênio nº. 96219/2013, clbrado ntr a CAPES a Socidad Brasilira d Física, torna público o

Leia mais

As Abordagens do Lean Seis Sigma

As Abordagens do Lean Seis Sigma As Abordagns do Lan Sis Julho/2010 Por: Márcio Abraham (mabraham@stcnt..br) Dirtor Prsidnt Doutor m Engnharia d Produção pla Escola Politécnica da Univrsidad d São Paulo, ond lcionou por 10 anos. Mastr

Leia mais

Introdução. uniformização de cargas. uniformização de cargas. uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO.

Introdução. uniformização de cargas. uniformização de cargas. uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO. ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO - Estrutura - Engnhiro Civil - Ph.D. (85)3244-3939 (85)9982-4969 luisalbrto1@trra.com.br Introdução projto xcução basados m normas técnicas, psquisa prática

Leia mais

DELIBERAÇÃO N.º 793/2012

DELIBERAÇÃO N.º 793/2012 DELIBERAÇÃO N.º 793/2012 Parágrafo único Nos casos m qu o afastamnto s stndr por tmpo suprior ao prvisto, dsd qu autorizada sua prorrogação, fará jus, às diárias corrspondnts ao príodo prorrogado. Art.

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

COTAÇÃO Nº 010/2015 I. JUSTIFICATIVA

COTAÇÃO Nº 010/2015 I. JUSTIFICATIVA COTAÇÃO Nº 010/2015 A Associação Pinacoteca Arte e Cultura - APAC, associação civil sem fins lucrativos, com sede na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, na Praça da Luz, nº 2, Bom Retiro, CEP 01120-010,

Leia mais

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO I. PRINCÍPIOS: 1. Suprmacia do Intrss Público sobr o Particular Em sndo a finalidad única do Estado o bm comum, m um vntual confronto ntr um intrss individual o intrss coltivo dv prvalcr o sgundo. 2. Indisponibilidad

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO HALL SOCIAL DO TÉRREO Portas corta-fogo Placas de e cerâmica Forro de gesso com pintura PVA sobre massas Ferro c/pintura esmalte sintético acetinado vermelha HALL

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil

MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil ÍNDICE DO MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROJETO 2. CONSTRUÇÃO 3. INSTALAÇÕES 4. COBERTURA 5. DISPOSIÇÕES FINAIS 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014 CARGO E UNIDADES: Auxiliar de Serviços Gerais (Macaíba) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 2 (duas) horas.

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

ESCOPO DE CONTRATAÇÃO PARA SERVIÇOS TERCEIRIZADOS A ASSOCIAÇÃO TAMBORÉ 11

ESCOPO DE CONTRATAÇÃO PARA SERVIÇOS TERCEIRIZADOS A ASSOCIAÇÃO TAMBORÉ 11 ESCOPO DE CONTRATAÇÃO PARA SERVIÇOS TERCEIRIZADOS A ASSOCIAÇÃO TAMBORÉ 11 HIGIENE, LIMPEZA, CONSERVAÇÃO, VIGILÂNCIA, CONTROLADORES DE ACESSOS JARDINAGEM E MANUTENÇÃO 1 Avenida Honório Álvares Penteado,

Leia mais

Manual de Colagem Silicone Glazing

Manual de Colagem Silicone Glazing Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Tipos de Selante Estrutural... 3 2.1. Selante estrutural monocomponente... 3 2.2. Selante estrutural bi componente... 3 3. Antes de Começar a Colar... 4 4. Procedimento

Leia mais

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h Condições Gerais para Apresentação de Proposta Comercial para Compras com Recursos Fundacionais

Leia mais

Que ele é,, com anos de estado civil nacionalidade profissão idade. filho de e de. Que ela é,, com anos de estado civil nacionalidade profissão idade

Que ele é,, com anos de estado civil nacionalidade profissão idade. filho de e de. Que ela é,, com anos de estado civil nacionalidade profissão idade FORMULÁRIO DE DECLARAÇÃO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE ESTADO CIVIL E DE MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES AUSÊNCIA DE IMPEDIMENTO AO CASAMENTO NÓS abaixo assinados, atstamos qu conhcmos: nom complto

Leia mais

PLANO DE HIGIENE ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO

PLANO DE HIGIENE ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO 6 REFEITÓRIO / CAFÉ 7 COPA 8 VESTUÁRIOS e / ou CASAS DE BANHO Elaborado: Aprovado:

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: (Alimentício e Limpeza) 001 000047-3 AGUA, sanitaria, uso domestico, a base de hipoclorito de sodio, com teor de cloro ativo entre 2,0 a 2,5 % p/p. Embalagem plastica de 01 litro, com

Leia mais

LIMPEZA E HIGIENIZAÇÃO GERAL

LIMPEZA E HIGIENIZAÇÃO GERAL R LIMPEZA E HIGIENIZAÇÃO GERAL R DIAGNÓSTICO SOLUÇÕES Produtos Serviços Equipamentos PÓS VENDA Assistência Técnica Novas Soluções MODELO DE GESTÃO BECKPLATER PLUS - Poderoso detergente e desengordurante

Leia mais

Dimensões mm. Nº de Filtros. Código Modelo Bitola # CMC-I 20 0 M². Dimensões mm. Nº de Filtros. Código Modelo Bitola # CMC-G 20 0 M²

Dimensões mm. Nº de Filtros. Código Modelo Bitola # CMC-I 20 0 M². Dimensões mm. Nº de Filtros. Código Modelo Bitola # CMC-G 20 0 M² t SISTEMA DE EXAUSTÃO Equipamntos Profissionais létricos Séris: Caixa/Água/MDlta/Dlta/Clan-air 1 COIFA MODELO CAIXA Construção m aço inoxidávl AISI Austnítico; Calha coltora com drno para scoamnto da gordura;

Leia mais

Para verificar a atualização desta norma, como revogações ou alterações, acesse o Visalegis.

Para verificar a atualização desta norma, como revogações ou alterações, acesse o Visalegis. 18/05/12 Anvisa - Lgislação - Portarias Lgislação Para vrificar a atualização dsta norma, como rvogaçõs ou altraçõs, acss o Visalgis. Portaria n º 27, d 13 d janiro d 1998 A Scrtária d Vigilância Sanitária,

Leia mais

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Dispositivos suportados

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Dispositivos suportados Índic Introdução Pré-rquisitos Rquisitos Dispositivos suportados Listas d vrificação do rgistro Componnts Utilizados Passos d configuração Vrificação Cisco rlacionado apoia discussõs da comunidad Introdução

Leia mais

Pisos Esportivos. - Material. Material. - Metodologia. Metodologia. - Produtos. Produtos

Pisos Esportivos. - Material. Material. - Metodologia. Metodologia. - Produtos. Produtos - Material Material - Metodologia Metodologia - Produtos Pisos Esportivos Produtos Vocabulário Autolavadora Monoescova Aspirador à água Rodo Rodo com pano Manual Vassoura Vassoura tesoura Para varrer a

Leia mais

L R ECOLÓGICO. Conheça os produtos AMWAY HOME e faça parte de um Lar Ecológico.

L R ECOLÓGICO. Conheça os produtos AMWAY HOME e faça parte de um Lar Ecológico. Conheça os produtos AMWAY HOME e faça parte de um Lar Ecológico. Eles lhe permitirão cuidar da sua família e do meio ambiente, já que contêm Bioquest Formula, que é biodegradável, concentrada, dermatologicamente

Leia mais

Lavagem à Detalhe 2ª Parte

Lavagem à Detalhe 2ª Parte Lavagem à Detalhe 2ª Parte No seguimento da 1ª parte do artigo sobre as lavagens à Detalhe, depois de termos visto tudo o que precisamos, vamos agora ver quais são as técnicas correctas do processo.» Técnicas

Leia mais

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS O Brasil vive uma crise hídrica e energética que está afetando a distribuição de ambos os recursos no país todo, em maior ou menor intensidade. O Estado de São Paulo, em especial a capital, vem sofrendo

Leia mais