É o resultado da execução do seguinte comando.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "É o resultado da execução do seguinte comando."

Transcrição

1 Rotinas RRN Causa da Ativação da Mensagem É o resultado da execução do seguinte comando. CRN HANDLE-RESTORE-DATA O informe de resultados também é exibido como um informe não solicitado, se a proteção contra escrita da partição de carga do sistema não pode ser ativada de novo depois que o arquivo de segurança atual foi copiado no SLP. Formato do Informe de Saída PERIPHERAL SERVICE ROUTINES (A)... (B) (1)... SRCDEV = (3)... DESTDEV = (4)... (5) SLPIDF = (6)... DLPIDF = (7)... THRDLPS = (8) (9)... FILETYPE = (10)... VOLIDF = (54).. OWNIDF = (55)... (56)... DOCC: MMCC: BXQJWN05 BLX4WN BWNA TS Ed / 8

2 RRN Rotinas STATUS AT ABORTION: (58)... (59)... ERROR REASON: (61)... (62)... LAST TREATED FILE = (63). IOS-MAINCODE = (64)... IOS-SUBCODE = (65)... DB CPL-CODE = (66)... CAUTION: THE ALARM HANDLING FOR THE SYSTEM ALARM DLPOVWRT HAS BEEN SWITCHED OFF!!! AT THE NEXT AUTOMATIC BACKUP GENERATION THE OLDEST DATA LOAD PARTITION WILL BE OVERWRITTEN WITHOUT THAT A FURTHER ALARM IS SENT(67) THE ALARM HANDLING FOR THE SYSTEM ALARM DLPOVWRT HAS BEEN SWITCHED ON! THE ALARM IS REPEATED EACH TIME WHEN A DATA LOAD PARTITION WILL BE OVERWRITTEN AT AUTOMATIC BACKUP GENERATION(68) AS LONG AS THE SYSTEM ALARM OF TYPE DLPOVWRT IS NOT ACTIVE (ALARM STATE = ON) THE ALARM HANDLING CANNOT BE SWITCHED OFF FOR THIS ALARM(69) THRESHOLD FOR NUMBER OF DLP S =(70) ACTUAL NUMBER OF DLP S =(71) ALARM INFORMATION: ALARM TYPE = (72)... 2 / BWNA TS Ed. 01

3 Rotinas RRN ALARM STATE = (73) ALARM HANDLING = (74)... REPORT REFERENCE NUMBER = 5194 Identificação de Parâmetros Nº. Par. Significado Comentários (A) (B) Nome de comando Principal resultado da execução (1) Requisição do operador, se é um informe solicitado; estado atual, se é um informe não solicitado. ACT ACTION : BACKUP GENERATION INTO DATA LOAD PARTITION ACTION : COPY ACTUAL SECURITY FILE INTO SYSTEM LOAD PARTITION DEACT (3) Dispositivo de origem ver SI 069 (4) Dispositivo de destino ver SI 069 (5) Indica que, depois da ativação do Backup de Dados Contínuo, uma cópia de segurança da parte de carga do sistema é (foi) gerada primeiro. ativar Backup de Dados Contínuo ação corrente executada ação corrente executada (6) Identificador da partição de carga do sistema até 24 caracteres (7) Identificador da partição de carga dos dados até 24 caracteres (8) Limiar para o número mínimo esperado de partições de carga de dados que deveriam poder ser armazenadas no disco ótico. (9) Exclui da cópia certos tipos de arquivos (10) até (53) Tipo de arquivo lógico desativar Backup de Dados Contínuo Se a última partição de carga de dados livre foi escrita e este limiar ainda não foi alcançado, um alarme é emitido (tipo de alarme = DLPOVWRT) para indicar que a geração de cópia de segurança seguinte sobreescreverá a partição de carga de dados mais antiga enquanto o número esperado de DLP s ainda não tiver sido alcançado BWNA TS Ed / 8

4 RRN Rotinas Nº. Par. Significado Comentários (54) Identificador de volume até 6 caracteres (55) Identificador do proprietário até 14 caracteres (56) Resultado do Backup de Dados Contínuo ver a Tomar (58) Estado do Backup de Dados Contínuo no momento do cancelamento (59) Estado da generação da cópia de segurança no momento do cancelamento (61) Motivo do erro ver a Tomar (62) Motivo do erro relativo à geração da cópia de segurança (63) Identidade de arquivo lógico do último arquivo tratado (64) Código principal de E/S (65) Subcódigo de E/S ver a Tomar (66) Resultado da base de dados ver a Tomar Só exibido, se uma cópia de segurança estava sendo processada no momento do cancelamento Só exibido, se uma cópia de segurança estava sendo processada no momento do cancelamento (67) Parâmetro para exibir o texto anterior Só exibido, quando o alarme DLPOVWRT está desativado (68) Parâmetro para exibir o texto anterior Só exibido, quando o alarme DLPOVWRT está ativado (69) Parâmetro para exibir o texto anterior ver a Tomar; só exibido, quando não é permitido desativar o alarme DLPOVWRT (70) Limiar para o número mínimo esperado de partições de carga de dados que deveriam poder ser armazenadas no disco ótico. (71) Número real das partições de carga de dados geradas atualmente ver Nº. Par. (8) se o estado de alarme = ON para o tipo de alarme DLPOVWRT, este valor proporciona o número máximo de DLP s que se pode armazenar no disco ótico. (72) Tipo de alarme DLPOVWRT ou DATABUAB (73) Estado de alarme ON ou OFF (74) Tratamento de alarmes SWITCHED ON ou SWITCHED OFF. Só se pode modificar o tratamento de alarmes para o alarme DLPOVWRT. 4 / BWNA TS Ed. 01

5 Rotinas RRN a Tomar Parâmetro Chave (B) (B) NOT SUCCESSFUL (1) ALARMHDL = OFF Conteúdo / Significado (61) GET TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED L (61) MODIFY TUPLE IN R-DBU-CMD FAILED L (1) ALARMHDL = ON (61) GET TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED L (61) MODIFY TUPLE IN R-DBU-CMD FAILED L (69). Z WARNING (1) ALARMHDL = OFF Z (1) ALARMHDL = ON Z (1) STATUS (56) CONTINUOUS DATA BACKUP ABORTED BY DATABASE SECURITY SYSTEM (56) CONTINUOUS DATA BACKUP INTERNALLY ABORTED Z (61) SET WRITE PROTECTION FOR SYSTEM LOAD PARTITION FAILED P (56) ACTIVATION OF CONTINUOUS DATA BACKUP FAILED (61) COMMUNICATION FAILURE WITH MATE/REMOTE PLCE E (61) DESTINATION DEVICE IS UNAVAILABLE C (61) GET TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED O (61) MODIFY TUPLE IN R-DBU-STAT FAILED O (61) NO PHYSICAL DEVICE INFORMATION AVAILABLE N (61) READ PARTITION DIRECTORY FAILED N (61) READ VOLUME CHARACTERISTICS FAILED N (61) SOURCE DEVICE IS UNAVAILABLE I (61) STORE TUPLE INTO R-DBU-CMD FAILED O (61) SYSTEM LOAD PARTITION IS EMPTY K (61) SYSTEM LOAD PARTITION IS WRITE PROTECTED M (61) WHOLE OPTICAL DISK IS WRITE PROTECTED J (65) HARDWARE FAILURE F (65) I/O OFFSET MAP DESTROYED G (65) I/O VOLUME UNFORMATTED H Z BWNA TS Ed / 8

6 RRN Rotinas Parâmetro Chave Conteúdo / Significado (65) ILLEGAL ACCESS ATTEMPT G (65) ILLEGAL DEVICE IDENTITY A (65) LOGICAL DEVICE NOT PRESENT A (65) OVERLOAD D (65) PROCESSOR-INITIALISATION IN PROGRESS F (65) SOFTWARE FAILURE G (65) TIME OUT D (65) VOLUME NOT MOUNTED B (65) VOLUME NOT PRESENT B (66) DISK BACKED UP INCONSISTENCY G (66) ERROR IN MODIFICATION G (66) ERROR IN QUALIFICATION G (66) ERROR REPORTED FROM I/O SYSTEM D (66) INTERPROCESSOR COMMUNICATION FAILURE E (66) NO SPACE AVAILABLE FOR STORAGE G (66) OVERFLOW IN BUILT-IN-FUNCTION G (66) WRONG GET IN SEQUENCE G (56) CONTINUOUS DATA BACKUP HAS BEEN ACTIVATED Z (56) CONTINUOUS DATA BACKUP HAS BEEN DEACTIVATED Z (56) CONTINUOUS DATA BACKUP IS ACTIVE Z (56) CONTINUOUS DATA BACKUP IS ALREADY ACTIVATED Z (56) CONTINUOUS DATA BACKUP IS ALREADY DEACTIVATED Z (56) CONTINUOUS DATA BACKUP IS NOT ACTIVE Z (56) DEACTIVATION OF CONTINUOUS DATA BACKUP FAILED (61) COMMUNICATION FAILURE WITH MATE/REMOTE PLCE E (61) DELETE TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED O (61) GET TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED O (66) DISK BACKED UP INCONSISTENCY G (66) ERROR IN QUALIFICATION G (66) ERROR REPORTED FROM I/O SYSTEM D (66) INTERPROCESSOR COMMUNICATION FAILURE E (66) WRONG GET IN SEQUENCE G 6 / BWNA TS Ed. 01

7 Rotinas RRN Parâmetro Chave Conteúdo / Significado (56) STATUS OF CONTINUOUS DATA BACKUP CANNOT BE DISPLAYED (61) COMMUNICATION FAILURE WITH MATE/REMOTE PLCE E (61) GET TUPLE FROM R-DBU-CMD FAILED L (56) SWITCH OFF/SWITCH ON ALARM HANDLING FAILED (61) COMMUNICATION FAILURE WITH MATE/REMOTE PLCE E Descrição de Ações A B C D E F G H I J K L Significado Verificar os dados de entrada. Se necessário, corrigir os dados de entrada e voltar a lançar a tarefa. Se necessário, inserir o volume e montá-lo. Voltar a ativar o Backup de Dados Contínuo. Iniciar o disco ótico afetado (SBL = UDSC) ou, se necessário, qualquer SBL mais alto e voltar a lançar a tarefa. Voltar a lançar a tarefa depois de esperar um tempo O elemento de controle afetado se encontra no estado de reinício ou recarga. Prestar atenção às mensagens de erro e, uma vez conseguida uma iniciação satisfatória, voltar a lançar a tarefa depois de um tempo. Prestar atenção à mensagem de erro. Se necessário voltar a lançar a tarefa ou provocar uma eliminação de falhas. Uma vez realizada a eliminação de falhas com sucesso, voltar a lançar a tarefa. Se necessário, obrigar uma eliminação de falhas especial pelo especialista do sistema. Obrigar um processo de eliminação de falhas especial pelo especialista do sistema. Utilizar outro disco ótico formatado ou formatar este disco ótico. Voltar a lançar o Backup de Dados Contínuo. Iniciar o disco magnético afetado (SBL = DISC) ou, se necessário, qualquer SBL mais alto e voltar a lançar a tarefa. Se permitido, desmontar o disco ótico, retirá-lo do dispositivo e desativar a proteção contra escrita do hardware. Inserir e montar o disco ótico ou utilizar outro disco ótico e voltar a lançar o Backup de Dados Contínuo. Nota: Um disco ótico de 600 MB (capacidade de 2*300 MB) em um drive de 2.6 GB é sempre protegido contra escrita. Não há cópia de segurança do software de sistema no disco ótico. Voltar a lançar a tarefa com o parâmetro extra SLP e o parâmetro SLPIDF. Voltar a lançar a tarefa. Se o erro voltar a aparecer, fazer com que um especialista do sistema provoque um processo de eliminação de falhas especial BWNA TS Ed / 8

8 RRN Rotinas M N O P Z Significado Desativar a proteção contra escrita da partição de carga do sistema e voltar a lançar a tarefa. Prestar atenção ao parâmetro 65 (Subcódigo E/S). Prestar atenção ao parâmetro 66 (Informe de erro da base de dados). Estabelecer a proteção contra escrita da partição de carga do sistema com o comando PROTECT-PARTIT. Não é necessária nenhuma ação. 8 / BWNA TS Ed. 01

ALARM REPORT ALARM TYPE = (A)... ALARM-NUMBER = 1 (1)... STATUS AT ABORTION: (3)... (4)... ERROR REASON: (6)... (7)...

ALARM REPORT ALARM TYPE = (A)... ALARM-NUMBER = 1 (1)... STATUS AT ABORTION: (3)... (4)... ERROR REASON: (6)... (7)... Informe de Alarme RRN 05835 Causa de Ativação da Mensagem Informe de alarme gerado nas seguintes condições: D algum erro ocorreu durante o Backup Contínuo de Dados o que leva a um cancelamento dessa função

Leia mais

Este informe será ativado como resposta à execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes

Este informe será ativado como resposta à execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes Terminação RRN 01187 Causa de Ativação da Mensagem Este informe será ativado como resposta à execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes comandos CHM: CRN 01342 CRN 06405 CRN 07209 TRANSFER-FILE

Leia mais

Resposta em caso de resultado com ou sem êxito da execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes comandos-chm:

Resposta em caso de resultado com ou sem êxito da execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes comandos-chm: Controle de Alarmes: Informe de Execução RRN 00012 Causa de Ativação da Mensagem Resposta em caso de resultado com ou sem êxito da execução, por solicitação de operador, de um dos seguintes comandos-chm:

Leia mais

Este informe será gerado quando houver uma falha ou cancelamento na execução de um dos seguintes comandos:

Este informe será gerado quando houver uma falha ou cancelamento na execução de um dos seguintes comandos: Causa Ativação da Mensagem Este informe será gerado quando houver uma falha ou cancelamento na execução um dos seguintes comandos: CRN 00136 CRN 00117 CRN 00118 CRN 00119 CRN 00120 CRN 00135 CRN 01561

Leia mais

Resposta em caso de resultado com /sem êxito da execução, sob pedido do operador, do seguinte (A)... (B)... (C)... (D) (E)

Resposta em caso de resultado com /sem êxito da execução, sob pedido do operador, do seguinte (A)... (B)... (C)... (D) (E) Verificar RRN 00158 ll rights reserved. Passing on and copying of this not permitted without written authorization from lcatel. Causa de tivação da Mensagem Resposta em caso de resultado com /sem êxito

Leia mais

DEVTYP : (6).. DEVTYP : (7).. NETADDR : (8)... NETADDR : (9)... DEVNBR : (10). DEVNBR : (11). STATE(1) : (13)... STATE(2) : (14)...

DEVTYP : (6).. DEVTYP : (7).. NETADDR : (8)... NETADDR : (9)... DEVNBR : (10). DEVNBR : (11). STATE(1) : (13)... STATE(2) : (14)... Rotinas RRN 00229 Causa de Ativação da Mensagem Resultado da execução dos seguintes comandos: CRN 0272 CRN 0273 BUILD-REMOTE-DISK Formato do Informe de Saída CONTROL-REMOTE-DISK PERIPHERAL SERVICE ROUTINES

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Software Sistema de Entrada/Saída Princípios de Software Tratadores (Manipuladores) de Interrupções Acionadores de Dispositivos (Device Drivers)

Leia mais

Alarmes e Erros CNC Proteo

Alarmes e Erros CNC Proteo Alarmes e Erros CNC 1 Códigos de Erro 1.1 Erro ( 0 ) : NO ERROR Texto: "Código de erro inválido" "Invalid Error Code" 1.2 Erro ( 1 ) : ERROR_BP_WAS_UNABLE_TO_OPEN_INPUT_FILE Texto: "Não foi possível abrir

Leia mais

Gerência de Entrada/Saída

Gerência de Entrada/Saída Gerência de Entrada/Saída Prof Clodoaldo Ap Moraes Lima 1 Princípios básicos de hardware Periférico é um dispositivo conectado a um computador de forma a possibilitar sua interação com o mundo externo

Leia mais

Implementando e gerenciando dispositivos de hardware

Implementando e gerenciando dispositivos de hardware 3 Implementando e gerenciando dispositivos de hardware Uma boa parte das questões do exame está concentrada nessa área. Saber implementar e, principalmente, solucionar problemas relacionados a dispositivos

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Hardware Sistema de Entrada/Saída Visão Geral Princípios de Hardware Dispositivos de E/S Estrutura Típica do Barramento de um PC Interrupções

Leia mais

Restauração do Exchange Server.

Restauração do Exchange Server. Restauração do Exchange Server. Considerações Iniciais Como visto anteriormente, não há maiores dificuldades na configuração de backups de um banco Exchange. Reservam-se à restauração as operações mais

Leia mais

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade IV Sistema de arquivos. Prof. Valeria M. Bastos Prof. Antonio Carlos Gay Thomé 13/06/2012 1

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade IV Sistema de arquivos. Prof. Valeria M. Bastos Prof. Antonio Carlos Gay Thomé 13/06/2012 1 UFRJ IM - DCC Sistemas Operacionais I Unidade IV Sistema de arquivos Prof. Valeria M. Bastos Prof. Antonio Carlos Gay Thomé 13/06/2012 1 ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE Sistema de Arquivos Gerenciamento de E/S

Leia mais

Rua António Pedro de Carvalho, N.º 3 Tel.: 21 9447265 Fax: 21 9446637 Moscavide 1885-005 LISBOA Site: www.cesi.pt E-mail: cursos@cesi.

Rua António Pedro de Carvalho, N.º 3 Tel.: 21 9447265 Fax: 21 9446637 Moscavide 1885-005 LISBOA Site: www.cesi.pt E-mail: cursos@cesi. Índice Índice... 2 O que é o Ontrack Disk Manager... 3 Drive de instalação da Ontrack (DDO)... 4 Ecrã principal... 4 Menus... 5 Easy Installation... 6 Advanced Installation... 6 Criando as partições....

Leia mais

Programação de Sistemas

Programação de Sistemas Logical Volume Manager LVM : 1/13 Introdução O sistema de partições montadas na hierarquia de directórios do Linux, revela uma rigidez excessiva: Obriga administradores a prever antecipadamente a dimensão

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em disco totalmente

Leia mais

D um temporizador diário (absoluto).

D um temporizador diário (absoluto). Função Este coman permite ao usuário alterar os das s temporizares que controlam a gravação da tarifação sobre uma fita magnética ou um disco, ou seja, os temporizares associas a função de Gestão de Registro

Leia mais

Sistema para o Controlo e Gestão de Fechaduras de Hotel. Manual de Instruções

Sistema para o Controlo e Gestão de Fechaduras de Hotel. Manual de Instruções Sistema para o Controlo e Gestão de Fechaduras de Hotel BRF 500 Índice Capítulo 1: Descrição geral do produto... 2 Capítulo 2: Instalação e características do software... 3 Guia para a instalação do software...

Leia mais

CURSO MS-DOS 6.2 VOLUME 3

CURSO MS-DOS 6.2 VOLUME 3 Instituto Denver - Caixa Postal 37.791 - CEP 22.642-970 Rio de Janeiro RJ www.institutodenver.com.br idenver@institutodenver.com.br Central de Atendimento: (21) 2447-1705 CURSO DE MS-DOS 6.2 VOLUME 3 Curso

Leia mais

(A)... (B)... (C)... (D) (E) PREVIOUS DATA ============= (1) NOPLSDB (SEND/NOT SEND PULSES ON DETAILED BILLING FOR HOMEMETERS)

(A)... (B)... (C)... (D) (E) PREVIOUS DATA ============= (1) NOPLSDB (SEND/NOT SEND PULSES ON DETAILED BILLING FOR HOMEMETERS) Causa de Ativação da Mensagem Resultado da execução de um dos seguintes comandos: CRN 04210 MODIFY CDE CHIN DATA CRN 04211 DISPLAY CDE CHIN DATA Formato do Informe de Saída SWA-CHARGING GENERATION (A)...

Leia mais

O Acer erecovery Management

O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management constitui uma forma rápida, fiável e segura de restaurar o seu computador para as predefinições de fábrica ou para a configuração do sistema definida

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger

Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger O controle da entrada e saída (E/S ou I/O, input/output) de dados dos dispositivos é uma das funções principais de um sistema operacional.

Leia mais

Funções de um SO. Gerência de processos Gerência de memória Gerência de Arquivos Gerência de I/O Sistema de Proteção

Funções de um SO. Gerência de processos Gerência de memória Gerência de Arquivos Gerência de I/O Sistema de Proteção Sistemas de Arquivos Funções de um SO Gerência de processos Gerência de memória Gerência de Arquivos Gerência de I/O Sistema de Proteção 2 Sistemas Operacionais Necessidade de Armazenamento Grandes quantidades

Leia mais

CHEKLIST PARA SERVIDORES

CHEKLIST PARA SERVIDORES CHEKLIST PARA SERVIDORES SERVIDOR (FUNÇÃO ) SETOR NETNAME ENDEREÇO DE RDE HARDWARE 1. HD do Sistema Operacional com Capacidade adequada (acima 30% livre) 2. HD da Partição de Dados com Capacidade adequada

Leia mais

Capítulo Sistemas de Memória Memória Virtual. Ch7b 1

Capítulo Sistemas de Memória Memória Virtual. Ch7b 1 Capítulo Sistemas de Memória Memória Virtual Ch7b Memória Virtual Memória principal funciona como uma cache para o armazenamento secundário (disco) Virtual addresses Physical addresses Address translation

Leia mais

HOW TO. Instalação do Firewall 6.1 Software

HOW TO. Instalação do Firewall 6.1 Software Introdução HOW TO Página: 1 de 14 Para fazer a migração/instalação do 6.1 Software, é necessária a instalação do Sistema Operacional Linux Fedora Core 8. Explicaremos passo a passo como formatar a máquina,

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período Sistemas de Informação Sistemas Operacionais 4º Período SISTEMA DE ARQUIVOS SUMÁRIO 7. SISTEMA DE ARQUIVOS: 7.1 Introdução; 7.2 s; 7.3 Diretórios; 7.4 Gerência de Espaço Livre em Disco; 7.5 Gerência de

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores. 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts)

Gerência de Redes de Computadores. 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts) Gerência de Redes de Computadores 05 Gerência de Hospedeiros (Hosts) UFCG / DSC / JPS * 05 GERÊNCIA DE HOSPEDEIROS 1 TIPOS DE HOSPEDEIROS DOIS TIPOS DE HOSPEDEIROS o Servidores o Estações Clientes HÁ GRANDE

Leia mais

Como montar o quebra-cabeças do backup? Ricardo Costa e Bruno Lobo Backup, Recovery & Archiving Solutions

Como montar o quebra-cabeças do backup? Ricardo Costa e Bruno Lobo Backup, Recovery & Archiving Solutions Como montar o quebra-cabeças do backup? Ricardo Costa e Bruno Lobo Backup, Recovery & Archiving Solutions Desafios do Backup Tradicional PERFORMANCE Falha em atender janelas Falha em prover nível adequado

Leia mais

Acer erecovery Management

Acer erecovery Management 1 Acer erecovery Management Desenvolvido pela equipa de software da Acer, o Acer erecovery Management é uma ferramenta que lhe permite de forma fácil, fiável e segura restaurar o seu computador para o

Leia mais

Sistema Operativo Cliente Servidor

Sistema Operativo Cliente Servidor Sistema Operativo Cliente Servidor Windows Server 2003 Luis Garcia 1. Preparação do Ambiente Antes de implementarmos o Windows Server 2003 é importante termos os seguintes prérequisitos: Cd do produto

Leia mais

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para LENOVO RESCUE AND RECOVERY. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

Novidades da versão 7.2.0

Novidades da versão 7.2.0 Enterprise backup & recovery Latinoware 2015 - II Baculatino Novidades da versão 7.2.0 2010-2015, Bacula Systems SA Modelo de desenvolvimento do Bacula Contribuições feitas pela comunidade Requisições

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Matemática e Computação Bacharelado em Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação Aula 05 Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br)

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

SW DE E/S INDEPENDENTE DE DISPOSITIVO

SW DE E/S INDEPENDENTE DE DISPOSITIVO SOFTWARE AO NÍVEL DO USUÁRIO SOFTWARE INDEPENDENTE DE DISPOSITIVOS ACIONADORES DE DISPOSITIVOS (DRIVERS) TRATAMENTO DE INTERRUPÇÕES HARDWARE FUNÇÕES: INTERFACE UNIFORME PARA OS DRIVERS USO DE BUFFERS INFORMAÇÃO

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS. Sistemas de Arquivos Apostila 09

SISTEMAS OPERACIONAIS. Sistemas de Arquivos Apostila 09 SISTEMAS OPERACIONAIS Sistemas de Arquivos Apostila 09 1.0 INTRODUÇÃO Sistema de Arquivos: conceito de arquivo, métodos de acesso, estrutura de diretório, estrutura do sistema de arquivos, métodos de alocação

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE Guardar o registo de impressão na rede Versão 0 POR Definições de notas Ao longo do Manual do utilizador, é utilizado o seguinte ícone: Notas sobre como enfrentar situações

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Estruturas de Sistemas Operacionais Um sistema operacional fornece o ambiente no qual os programas são executados. Internamente,

Leia mais

Documentação de Integração ao Human Gateway

Documentação de Integração ao Human Gateway Documentação de Integração ao Human Gateway Documentação de Integração v1.20 10 de Agosto de 2009 Índice 1 Sobre este documento... 3 2 Uso Geral da Interface... 4 3 Dicas Gerais Sobre a Integração... 5

Leia mais

Instruções de atualização do mapa

Instruções de atualização do mapa Instruções de atualização do mapa Antes da atualização... 1 I. No período de atualização gratuito... 5 II. Fora do período de atualização gratuito... 6 III. Atualize o Mapa para o Sistema de Navegação...

Leia mais

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 OBJETIVO Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando o sistema operacional Windows 7 e trabalhando em algumas ferramentas nativas

Leia mais

Capítulo 6. Gerenciamento de Arquivos. 6.1 Arquivos 6.2 Diretórios 6.3 Implementação (6.3.1 a 6.3.6) 6.4 Exemplos

Capítulo 6. Gerenciamento de Arquivos. 6.1 Arquivos 6.2 Diretórios 6.3 Implementação (6.3.1 a 6.3.6) 6.4 Exemplos Capítulo 6 Gerenciamento de Arquivos 6.1 Arquivos 6.2 Diretórios 6.3 Implementação (6.3.1 a 6.3.6) 6.4 Exemplos 1 Armazenamento de longo prazo 1. Deve guardar grandes volumes de dados. 2. Informação armazenada

Leia mais

Small Computer Systems Interface (SCSI)

Small Computer Systems Interface (SCSI) Small Computer Systems Interface (SCSI) ASPI Rômulo Silva de Oliveira www.das.ufsc.br/~romulo DAS - UFSC www.hochfeiler.it/alvise/aspi_1.htm www.cdrlabs.com/articles/index.php?articleid=3&page=1 scsifaq.org:9080/scsi_faq/

Leia mais

CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404

CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404 MANUAL DE INSTRUÇÕES CONVERSOR IP DE VÍDEO HCS-V404 Conteúdo IMPORTANTE!!!... 3 GERAL:... 3 INSTALAÇÃO:... 3 Menu Network Setup... 7 Menu Media Setup... 9 Menu Record and Replay... 9 IMPORTANTE!!!... 10

Leia mais

LD302 - AssetView IHM

LD302 - AssetView IHM MANUAL DO USUÁRIO LD302 - AssetView IHM AssetView IHM A S V L D 3 0 2 M P www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 Obrigado por escolher o DVR USB ST-104 DIMY S. Por favor, certifique-se que a operação do produto esta de acordo com este manual para garantir a estabilidade do sistema

Leia mais

Periféricos e Interfaces Ano lectivo 2003/2004 Docente: Ana Paula Costa. Aula Teórica 11

Periféricos e Interfaces Ano lectivo 2003/2004 Docente: Ana Paula Costa. Aula Teórica 11 Sumário: O disco rígido e a disquete estrutura física. Como os dados são armazenados fisicamente. Como o MS-DOS organiza o disco. O registo de boot. Aula Teórica 11 Leitura Recomendada: Capítulos 28 e

Leia mais

3 Noções de Sistemas Operacionais

3 Noções de Sistemas Operacionais 3 Noções de Sistemas Operacionais Para que o hardware ou parte física de um computador possa funcionar faz-se necessário um conjunto de regras e ordens que coordenem todos os processos realizados. Tal

Leia mais

ModusOne. ModusOne Setup. Version: 5.2

ModusOne. ModusOne Setup. Version: 5.2 ModusOne ModusOne Setup Version: 5.2 Written by: Product Documentation, R&D Date: February 2013 2012 Perceptive Software. All rights reserved ModusOne é uma marca registrada da Lexmark International Technology

Leia mais

Programa de aplicação de segurança LOCK Manual do usuário V2.22-T05

Programa de aplicação de segurança LOCK Manual do usuário V2.22-T05 Programa de aplicação de segurança LOCK Manual do usuário V2.22-T05 Índice A. Introdução...2 B. Descrição Geral...2 C. Recursos...3 D. Antes de usar o programa de aplicação de segurança Flashlock...4 E.

Leia mais

FundamentosemInformática

FundamentosemInformática FundamentosemInformática 04 Software Conteúdo Conceito de Software Classificação de Softwares Conceito de Sistema Operacional(S.O.) FunçõesBásicasdeumS.O. um Arquivos Atributos Diretórios 1 -Conceitos

Leia mais

MSc Eliton Smith elitonsmith@gmail.com. Gerenciamento e Administração de Redes

MSc Eliton Smith elitonsmith@gmail.com. Gerenciamento e Administração de Redes MSc Eliton Smith elitonsmith@gmail.com Gerenciamento e Administração de Redes 2 Gerência de Redes ou Gerenciamento de Redes É o controle de qualquer objeto passível de ser monitorado numa estrutura de

Leia mais

Introdução. INF1005 Programação I 33K Prof. Gustavo Moreira gmoreira@inf.puc-rio.br

Introdução. INF1005 Programação I 33K Prof. Gustavo Moreira gmoreira@inf.puc-rio.br Introdução INF1005 Programação I 33K Prof. Gustavo Moreira gmoreira@inf.puc-rio.br introdução Tópicos conceitos básicos o que é um programa um programa na memória decifrando um código referência Capítulo

Leia mais

Projeto: Camada Independente de Dispositivo

Projeto: Camada Independente de Dispositivo Projeto: Camada Independente de Dispositivo Introdução Esse documento tem como finalidade demonstrar como será implementada a Camada Independente de Software. Estrutura A camada independente de software

Leia mais

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP)

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) teste 1 Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) Rafael Fernando Diorio www.diorio.com.br Tópicos - Atualizações e segurança do sistema - Gerenciamento do computador -

Leia mais

Instrução para Exportação de Certificados Digitais de Servidor Web IIS 6 e IIS 7

Instrução para Exportação de Certificados Digitais de Servidor Web IIS 6 e IIS 7 Instrução para Exportação de Certificados Digitais de Servidor Web IIS 6 e IIS 7 Gerar backup do certificado Gerar arquivo.pfx Certificado Digital do tipo A1 Sistemas Operacionais: Windows 2000 Server

Leia mais

SATA HDD/SSD Eraser TP Eraser Series TP400-G EN v2.3

SATA HDD/SSD Eraser TP Eraser Series TP400-G EN v2.3 SATA HDD/SSD Eraser TP Eraser Series TP400-G EN v2.3 Expert em equipamentos de dados Duplicação/Inspeção/Sanitization* www.ureach-inc.com Índice Índice... 2 Isenções de Responsabilidade... 3 Avisos gerais...

Leia mais

Software de Gerência de Dados de Música. Data Manager para Windows. Guia do Usuário

Software de Gerência de Dados de Música. Data Manager para Windows. Guia do Usuário P Software de Gerência de Dados de Música Data Manager para Windows Guia do Usuário Use este manual em combinação com o guia do usuário que acompanha o instrumento. DATAMANAGERP1C Sumário Introdução...3

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO. Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET. Programação Básica. IHM ATIVA Xpanel. Software Xpanel Designer

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO. Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET. Programação Básica. IHM ATIVA Xpanel. Software Xpanel Designer Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET Programação Básica IHM ATIVA Xpanel Software Xpanel Designer 1 1. Conectividade IHM Xpanel MANUAL DE PROGRAMAÇÃO (1) USB Client Upload and Download project.

Leia mais

Sistemas Operativos I

Sistemas Operativos I Componentes de um Sistema Operativo Maria João Viamonte / Luis Lino Ferreira Fevereiro de 2006 Sistema Operativo Um Sistema Operativo pode ser visto como um programa de grande complexidade, responsável

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido SATA 3.5 hd:basic hdd enclosure caixa externa para disco rígido hd:basic USER S GUIDE SPECIFICATIONS HDD support: SATA 3.5 Material: Aluminium Input connections: SATA HDD Output connections: USB 2.0

Leia mais

www.coldfusionbrasil.com.br

www.coldfusionbrasil.com.br www.coldfusionbrasil.com.br 2000 VARIÁVEIS CGI 3 CGI.NOME_DA_VARIÁVEL 3 VARIÁVEIS CGI SERVIDOR 3 VARIÁVEIS CGI CLIENTE 3 USANDO AS VARIÁVEIS CGI 4 REDIRECIONANDO APLICAÇÕES 4 INTERAGINDO COM ARQUIVOS 5

Leia mais

6 - Gerência de Dispositivos

6 - Gerência de Dispositivos 1 6 - Gerência de Dispositivos 6.1 Introdução A gerência de dispositivos de entrada/saída é uma das principais e mais complexas funções do sistema operacional. Sua implementação é estruturada através de

Leia mais

Versão. Propósito. Forma de operação. Este manual se refere a isboletos v0.1.4

Versão. Propósito. Forma de operação. Este manual se refere a isboletos v0.1.4 ###### # #### # # #### # ###### ##### #### #### # # # # # # # # # # # # # #### ###### # # # ##### # # # #### # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # #### ###### #### ###### ###### # ####

Leia mais

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Conceito O Microsoft Exchange Server 2007 fornece um sistema de mensagens confiável com proteção interna contra spam e vírus. Usando o Exchange 2007, usuários

Leia mais

IPBrick Backups na IPBrick. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda.

IPBrick Backups na IPBrick. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. IPBrick Backups na IPBrick iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. Junho 2006 2 Copyright c iportalmais Todos os direitos reservados. Junho 2006. A informação contida neste documento está sujeita

Leia mais

Gerência de Redes Áreas Funcionais ISO. Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com

Gerência de Redes Áreas Funcionais ISO. Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com Gerência de Redes Áreas Funcionais ISO Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com Áreas funcionais da ISO Gerenciamento de Configuração: Backup de dados para recuperações futuras Gerenciamento de inventário

Leia mais

Entradas/Saídas. 1. Princípios de hardware/software de E/S 2. Camadas de software de E/S 3. Relógios (Temporizadores) 4. Gestão de consumo de potência

Entradas/Saídas. 1. Princípios de hardware/software de E/S 2. Camadas de software de E/S 3. Relógios (Temporizadores) 4. Gestão de consumo de potência Entradas/Saídas 1. Princípios de hardware/software de E/S 2. Camadas de software de E/S 3. Relógios (Temporizadores) 4. Gestão de consumo de potência Organização de um Sistema Operativo System Call Handler

Leia mais

BlackBerry Enterprise Server

BlackBerry Enterprise Server BlackBerry Enterprise Server Versão: 5.0 Service pack: 3 Guia de monitoramento Publicado: 2011-04-02 SWD-1398426-0402045748-012 Conteúdo 1 Solução de monitoramento do BlackBerry Enterprise Server... 5

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA SANTA COORDENAÇÃO DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS CEP 33400-000 - ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA SANTA COORDENAÇÃO DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS CEP 33400-000 - ESTADO DE MINAS GERAIS Questionamento referente ao Pregão Presencial n 013/2015 Processo Licitatório n 023/2015: Objeto: REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURAS CONTRATAÇÕES DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO DA

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Entrada e Saída Drivers e s Norton Trevisan Roman Marcelo Morandini Jó Ueyama Apostila baseada nos trabalhos de Kalinka Castelo Branco, Antônio Carlos Sementille, Luciana A. F. Martimiano

Leia mais

Sistemas Operacionais Entrada / Saída. Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br)

Sistemas Operacionais Entrada / Saída. Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br) Sistemas Operacionais Entrada / Saída Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br) Tópicos Princípios do hardware de E/S Princípios do software de E/S Camadas do software

Leia mais

Infraestrutura de Hardware. Memória Virtual

Infraestrutura de Hardware. Memória Virtual Infraestrutura de Hardware Memória Virtual Perguntas que Devem ser Respondidas ao Final do Curso Como um programa escrito em uma linguagem de alto nível é entendido e executado pelo HW? Qual é a interface

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Gerência de Arquivos Edson Moreno edson.moreno@pucrs.br http://www.inf.pucrs.br/~emoreno Sumário Conceituação de arquivos Implementação do sistemas de arquivo Introdução Sistema de

Leia mais

Programação Básica em STEP 7 Documentando, Salvando, Arquivando. SITRAIN Training for Automation and Drives. Página 12-1

Programação Básica em STEP 7 Documentando, Salvando, Arquivando. SITRAIN Training for Automation and Drives. Página 12-1 Conteúdo Página Panorâmica das Possibilidades de Documentação... 2 Documentação de Bloco... 3 Configuração de Página... 4 Visualizar Impressão... 5 Outras Possibilidades de Documentação... 6 Trabalhando

Leia mais

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página Manual de instalação do Zada 5 MA001 Responsável Revisão Q de 26/06/2015 FL Página 01 de 28 Página 1 de 33 Revisão Q de 26/06/2015 MA001 Responsável: FL Manual de instalação do Zada 5 Este manual consiste

Leia mais

Programando e Gerenciando Relatórios no Modo Batch

Programando e Gerenciando Relatórios no Modo Batch Programando e Gerenciando Relatórios no Modo Batch Objetivos Ao concluir esta lição, você será capaz de: Programar relatórios no modo batch Usar o Scheduling Manager para gerenciar relatórios no modo batch

Leia mais

Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva

Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva Studio 5000 Logix Designer Automação Produtiva PUBLIC INFORMATION Rev 5058-CO900E Copyright 2014 Rockwell Automation, Inc. All Rights Reserved. Projetando para Automação Produtiva Ambiente de Projeto Completo

Leia mais

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Sistema de Arquivos Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Introdução É com o sistema de arquivos que o usuário mais nota a presença do sistema operacional.

Leia mais

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador)

TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) Protocolos de Aplicação (Telnet, FTP, SMTP, POP, HTTP) TCP/IP - NÍVEL APLICAÇÃO (utilizador) TCP UDP ICMP IP ARP Acesso à rede Secção de Redes de Comunicação de Dados Redes de Computadores Correio Electrónico

Leia mais

Prof. Engº esp Luiz Antonio Vargas Pinto www.vargasp.com

Prof. Engº esp Luiz Antonio Vargas Pinto www.vargasp.com Prof. Engº esp Luiz Antonio Vargas Pinto www.vargasp.com Confiabilidade Performance Duplicação das áreas efetivas de disco em RAM e DISCO não só para acelerar o processo de acesso mas para aumentar a

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01. Cursos de Computação

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01. Cursos de Computação Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 01 Referência: MACHADO, F.B. ; MAIA, L.P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4.ed.

Leia mais

Instructions. Instruções

Instructions. Instruções Instructions ENGLISH Instruções PORTUGUÊS This document is to help consumers in understanding basic functionality in their own language. Should you have any difficulty using any of the functions please

Leia mais

Gerenciamento de ES e Sistema de Arquivos do Windows 2000

Gerenciamento de ES e Sistema de Arquivos do Windows 2000 1 Gerenciamento de ES e Sistema de Arquivos do Windows 2000 Gerenciador de E/S Objetivo é fornecer uma estrutura de modo eficiente para lidar com a grande variedade de dispositivos Bastante relacionado

Leia mais

Breve introdução a BACKUP Uma abordagem prática (aka crash course on BACKUP :)) Prof. Rossano Pablo Pinto Novembro/2012 Versão 0.

Breve introdução a BACKUP Uma abordagem prática (aka crash course on BACKUP :)) Prof. Rossano Pablo Pinto Novembro/2012 Versão 0. Breve introdução a BACKUP Uma abordagem prática (aka crash course on BACKUP :)) Prof. Rossano Pablo Pinto Novembro/2012 Versão 0.2 (em construção) Prof. Rossano Pablo Pinto - http://rossano.pro.br 1 Agenda

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE REDE

MANUAL DO USUÁRIO DE REDE MANUAL DO USUÁRIO DE REDE Armazenar registro de impressão na rede Versão 0 BRA-POR Definições de observações Utilizamos o seguinte ícone neste Manual do Usuário: Observações indicam como você deve reagir

Leia mais

Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais

Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais 1. Software de Entrada e Saída: Visão Geral Uma das tarefas do Sistema Operacional é simplificar o acesso aos dispositivos de hardware pelos processos

Leia mais

implementação Nuno Ferreira Neves Faculdade de Ciências de Universidade de Lisboa Fernando Ramos, Nuno Neves, Sistemas Operativos, 2014 2015

implementação Nuno Ferreira Neves Faculdade de Ciências de Universidade de Lisboa Fernando Ramos, Nuno Neves, Sistemas Operativos, 2014 2015 Sistemas de ficheiros: implementação Nuno Ferreira Neves Faculdade de Ciências de Universidade de Lisboa Objetivos da aula Descrever algunsdetalhes daimplementação deumsistema de ficheiros Discutir algoritmos

Leia mais

Samsung Drive Manager Manual do usuário

Samsung Drive Manager Manual do usuário Samsung Drive Manager Manual do usuário O conteúdo deste manual está sujeitos a alteração sem aviso. Empresas, nomes e dados usados nos exemplos não são empresas, nomes e dados reais, exceto se observado

Leia mais

Profibus View - Software de Parametrização de Equipamentos Profibus PA

Profibus View - Software de Parametrização de Equipamentos Profibus PA MANUAL DO USUÁRIO Profibus View - Software de Parametrização de Equipamentos Profibus PA Profibus View P R V I E W P A M P www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Aula 5 Estrutura de Sistemas de Computação Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Baseado no material disponibilizado por: SO - Prof. Edilberto Silva Prof. José Juan Espantoso

Leia mais

Conteúdo BIOTRONIC PLUS

Conteúdo BIOTRONIC PLUS 0 Conteúdo Manual de Instalação...3 RECURSOS DESTE RELÓGIO...5 1 - REGISTRANDO O ACESSO...7 1.1 Acesso através do sensor biométrico:...7 1.2 Acesso através de cartão de código de barras:...7 1.3 Acesso

Leia mais

RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA. Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios

RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA. Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios RASTREAMENTO VEICULAR SEGURANÇA & LOGÍSTICA Funcionalidade Gerenciamento Equipamentos Comunicação Benefícios Soluções ICS A ICS desenvolve soluções que utilizam hardware com tecnologia de ponta. Os softwares

Leia mais

FsBank. Manual do Usuário

FsBank. Manual do Usuário FsBank Manual do Usuário Manual do Usuário Copyright Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução 2 ÍNDICE 1. COMENTÁRIOS... 1.1. Apresentação do Sistema (uso, benefícios, características)...7 1.2.

Leia mais

DESMISTIFICANDO A FSTAB

DESMISTIFICANDO A FSTAB DESMISTIFICANDO A FSTAB Ricardo José Maraschini Graduado em Ciência da Computação LPIC-1 INICIANTE OBJETIVOS. Série LPI. Particionamento do Linux X Windows;. Entender a fstab(o que é);. Conceitos;. Principais

Leia mais

Antes de usar ferramenta de sincronização, vamos precisar de um computador equipado com:

Antes de usar ferramenta de sincronização, vamos precisar de um computador equipado com: Introdução Sync Tool A ferramenta de sincronização é um aplicativo para download que permite que você atualize o Software de navegação, mapas e outros conteúdos. Ele deve ser usado em combinação com o

Leia mais