Agricultura Familiar e Quintais Agroflorestais em São Félix do Xingu-PA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agricultura Familiar e Quintais Agroflorestais em São Félix do Xingu-PA"

Transcrição

1 Agricultura Familiar e Quintais Agroflorestais em São Félix do Xingu-PA Por Daniel Braga 1 A agricultura familiar e seus de meios de vida vêm sendo estudados pela tese de doutorado do engenheiro florestal Daniel Palma P. Braga (ESALQ/USP) em parceria com o IMAFLORA, em São Félix do Xingu - PA. Durante as pesquisas, os quintais agroflorestais foram ganhando destaque em função de suas múltiplas utilidades para as famílias. De modo geral, os quintais são áreas ao redor da casa, de tamanho e forma variados, cercados ou não, cujo espaço é cuidado para utilização dos próprios moradores, podendo gerar alguma renda, mas sem fins comerciais predominantes. Também chamados de terreiro por alguns agricultores, foram definidos como: onde tem as criações, frutas Figura 1 - horta cercada em quintal agroflorestal FOTO: Daniel Braga. e sombra..., o lugar cercado das plantas, pra descanso Engenheiro Florestal. A tese em andamento é intitulada Aspectos ambientais e socioeconômicos dos meios de vida da agricultura familiar na Amazônia Oriental: pecuária e sistemas agroflorestais com cacau, tem como orientador o Prof. Dr. Edson José Vidal da Silva e coorientador o Prof. Dr. Flávio B. Gandara Mendes, ambos da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - ESALQ/USP.

2 De modo geral, a pesquisa levantou que os quintais possuem tempo de uso de 12 anos e área de m 2 em média, sendo possível encontrar quintais de 1 ha ou mais. A abundância variou de 53 a 450 indivíduos por quintal, incluindo cultivares anuais como mandioca, milho e cana-de-açúcar, por exemplo. A riqueza variou de 9 a 41 espécies cultivadas, sem incluir as plantas em hortas e girais. Entre elas encontram-se tanto espécies nativas quanto exóticas, como o jambo, cacau, cupuaçu, manga, abacate, banana, bacaba, acerola, araçá, açaí, mamão, inajá, jaca e etc.. Constatou-se que menos de 40% das famílias possuem gatos ou porcos e mais de 80% possuem cães ou galinhas nesse espaço. Figura 2 - Cães descansam durante o dia e protegem as casas durante a noite. FOTO: Daniel Braga.

3 Figura 3 - Quintal agroflorestal com diversas espécies para o consumo da família. A importância dessas áreas é de grande relevância, tanto para segurança alimentar e econômica dos moradores locais quanto para banco genético de cultivares agrícolas para a humanidade. Não se pode deixar de notar o conforto térmico gerado pelo quintal agroflorestal, que contribui para regular o microclima ao redor da casa. As mulheres, principais responsáveis pela manutenção, costumam agregar uma beleza única em cada quintal, por meio de plantas ornamentais com diversas variedades de flores e cores. Os quintais servem para atividades domésticas, como lavar louça ou roupa, mas também para descanso, lazer e entretenimento. É nele onde as crianças brincam durante o dia e as visitas são recebidas e as pessoas se reúnem para as conversas cotidianas.

4 Figura 4 - Girau para cultivo de hortaliças e medicinais em vasos. FOTO: Daniel Braga. Além disso, também é possível falar na conservação da fauna silvestre, seja pelo alimento fornecido às aves, por exemplo (Figura 6) ou mesmo pela redução da necessidade de caça em função da criação de animais para consumo como fonte de proteína. Apesar dos benefícios, as plantas dos quintais também podem causar conflitos se forem mal planejadas e manejadas. Alguns agricultores relatam problemas com certas espécies de palmeiras que juntam muita palha e fezes de animais, servindo de abrigo para animais peçonhentos e que podem transmitir doenças, como cobras e ratos. Árvores que produzem muitos frutos e perdem muitas folhas demandam mais trabalho para limpeza do quintal e devem ser plantadas um pouco mais afastadas das moradias, assim como árvores muito grandes e de madeira leve ( quebradeiras ), que oferecem risco de queda. Figura 5 - Plantas ornamentais realçam a beleza das moradias na roça. FOTO: Daniel Braga.

5 Figura 6 - Araras alimentam-se diariamente nos pés de mamão do quintal. FOTO: Daniel Braga.

6 Por fim, o autor relata que é notável a melhoria da qualidade de vida das famílias relacionada com a estrutura e diversidade de plantas nos quintais agroflorestais, que propiciam o fornecimento de múltiplos produtos e serviços próximos à moradia. As atividades do Imaflora em São Felix do Xingu fazem parte do Programa Florestas de Valor: Novos Modelos de Negócio para Amazônia, é financiado pelo Fundo Amazônia, BNDES. Para mais informações: Apoio financeiro:

Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA

Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA Por: Daniel Braga 1 Como principais estratégias econômicas do meio rural, em São Félix do Xingu - PA, o cacau e a pecuária

Leia mais

COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E MANEJO DE QUINTAIS AGROFLORESTAIS EM ÁREA DE TERRA FIRME NA TERRA INDÍGENA KWATÁ-LARANJAL, AMAZONAS

COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E MANEJO DE QUINTAIS AGROFLORESTAIS EM ÁREA DE TERRA FIRME NA TERRA INDÍGENA KWATÁ-LARANJAL, AMAZONAS COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E MANEJO DE QUINTAIS AGROFLORESTAIS EM ÁREA DE TERRA FIRME NA TERRA INDÍGENA KWATÁ-LARANJAL, AMAZONAS Mateus V. C. Salim 1, Robert P. Miller 2, Sonia S. Alfaia 1,3 1- Instituto Nacional

Leia mais

FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA

FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA Especialização Latu Sensu em Agroecologia 2017-1 FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA Professor: Roberto Akitoshi Komatsu roberto.komatsu@ifsc.edu.br (49) 9.9152-9081 FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA - Transferência

Leia mais

QUE NOS INSPIRA! ESSE É O IDEAL

QUE NOS INSPIRA! ESSE É O IDEAL Promover a sustentabilidade na produção do cacau, a melhoria na renda da comunidade local e a conservação dos recursos naturais. ESSE É O IDEAL QUE NOS INSPIRA! Flickr.com/outdoorPDK PROJETO Produção e

Leia mais

Nº 06. sistema agroflorestal

Nº 06. sistema agroflorestal EMEIO AMBIENT Nº 06 sistema agroflorestal Em uma sala de aula na zona rural... Bom dia! Bom dia, professor! Hoje vamos falar sobre o futuro do planeta! O senhor disse que iríamos estudar agricultura e

Leia mais

5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS

5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS GEOGRAFIA 5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS 1. Observe os mapas: Mapa 1 Fonte: IBGE. Atlas geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro, 2012. Adaptação. Parte integrante do livro didático

Leia mais

Você já viu essa marca?

Você já viu essa marca? e as florestas Você já viu essa marca? Sabe o que ela significa? A partir de agora, fique ligado no FSC! FSC é a sigla de Forest Stewardship Council (em português, Conselho de Manejo Florestal). É uma

Leia mais

05/05/2013. O que perdemos quando perdemos diversidade biológica? O VALOR DA BIODIVERSIDADE Quem notou que hoje há 150 espécies menos que ontem?

05/05/2013. O que perdemos quando perdemos diversidade biológica? O VALOR DA BIODIVERSIDADE Quem notou que hoje há 150 espécies menos que ontem? O VALOR DA BIODIVERSIDADE Quem notou que hoje há 150 espécies menos que ontem? O que perdemos quando perdemos diversidade biológica? - O valor da Biodiversidade Valor instrumental ou utilitário Valor intrínseco

Leia mais

Dia da ÁRVORE ACEROLA. Onde plantar. Em quintais de residências, calçadas, Sítios, alcança de 3,0 a 6,0 m de altura.

Dia da ÁRVORE ACEROLA. Onde plantar. Em quintais de residências, calçadas, Sítios, alcança de 3,0 a 6,0 m de altura. ACEROLA Malpighia punicifolia L. Curiosida Árvore Frutífera, pois sua espécie é uso comercial principalmente na agroindústria polpa fruta congelada. em covas abertas 40 x 40 cm, encher as covas com uma

Leia mais

RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO

RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO RUI MANGIERI A AGROPECUÁRIA NO MUNDO A agropecuária na América Anglo- Saxônica I- Os norte-americanos são os principais representantes da agropecuária comercial no mundo,com cultivos e criações intensamente

Leia mais

Experiências Agroflorestais na Comunidade de Boqueirão. Renato Ribeiro Mendes Eng. Florestal, Msc

Experiências Agroflorestais na Comunidade de Boqueirão. Renato Ribeiro Mendes Eng. Florestal, Msc Experiências Agroflorestais na Comunidade de Boqueirão Renato Ribeiro Mendes Eng. Florestal, Msc Localização da área de estudo Dados Climáticos da Região Clima Tropical semi-úmido, com 4 a 5 meses de seca

Leia mais

Importância e objetivos do melhoramento de plantas

Importância e objetivos do melhoramento de plantas Universidade Federal de Rondônia Curso de Eng. Florestal Melhoramento genético Florestal Importância e objetivos do melhoramento de plantas Emanuel Maia emanuel@unir.br www.lahorta.acagea.net Introdução

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Anual 1 Fazenda

Leia mais

DESPOLPAMENTO E ARMAZENAMENTO DE SEMENTES DE AÇAÍ E JUSSARA

DESPOLPAMENTO E ARMAZENAMENTO DE SEMENTES DE AÇAÍ E JUSSARA DESPOLPAMENTO E ARMAZENAMENTO DE SEMENTES DE AÇAÍ E JUSSARA Profa. Dra. Cibele Chalita Martins Produção e Tecnologia de Sementes Departamento de Produção Vegetal - Prédio Fitotecnia FCAV - UNESP Jaboticabal

Leia mais

Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos...

Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos... Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos......para facilitar a comunicação sobre o Código Florestal Brasileiro!!! por Renata Evangelista de Oliveira FCA-UNESP- Doutorado em Ciência Florestal

Leia mais

Programa para Crianças

Programa para Crianças Programa para Crianças Escolas e outras Instituições 2016 Quinta Pedagógica da Caria Rua do Pinhal Redondo 30, Casal da Barreirinha, 2560-095 Maceira, Torres Vedras CRECHE ATIVIDADES A DESENVOLVER CUSTO

Leia mais

Geléia de Cupuaçu. Joana Maria Leite de Souza Fabiana Silva Reis Felícia Maria Nogueira Leite Dorila Silva de Oliveira Mota Gonzaga

Geléia de Cupuaçu. Joana Maria Leite de Souza Fabiana Silva Reis Felícia Maria Nogueira Leite Dorila Silva de Oliveira Mota Gonzaga Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Acre Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Geléia de Cupuaçu Joana Maria Leite de Souza Fabiana Silva Reis Felícia Maria Nogueira Leite

Leia mais

GRUPOS DE PLANTAS ORNAMENTAIS UTILIZADAS NO PAISAGISMO NOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS DA CIDADE DE LAVRAS-MG.

GRUPOS DE PLANTAS ORNAMENTAIS UTILIZADAS NO PAISAGISMO NOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS DA CIDADE DE LAVRAS-MG. GRUPOS DE PLANTAS ORNAMENTAIS UTILIZADAS NO PAISAGISMO NOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS DA CIDADE DE LAVRAS-MG. PATRÍCIA DUARTE DE OLIVEIRA PAIVA 1 ; PAULO ROBERTO CORRÊA LANDGRAF 2 ; PETTERSON BAPTISTA DA

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Belém, PA 2014 CARACTERIZAÇÃO FENOLÓGICA DA ESPÉCIE Catharanthus roseus

Leia mais

Cadeia Produtiva da Silvicultura

Cadeia Produtiva da Silvicultura Cadeia Produtiva da Silvicultura Silvicultura É a atividade que se ocupa do estabelecimento, do desenvolvimento e da reprodução de florestas, visando a múltiplas aplicações, tais como: a produção de madeira,

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

ESTUDO DOS CONHECIMENTOS TÉCNICOS A SEREM APLICADOS NO CENSO AGROPECUÁRIO 2017

ESTUDO DOS CONHECIMENTOS TÉCNICOS A SEREM APLICADOS NO CENSO AGROPECUÁRIO 2017 ESTUDO DOS CONHECIMENTOS TÉCNICOS A SEREM APLICADOS NO CENSO AGROPECUÁRIO 2017 MISSÃO: Retratar o Brasil com informações necessárias ao conhecimento de sua realidade e ao exercício da cidadania. O IBGE

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. MÁRCIO NOME Nº 7º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

Atividades produtivas nacionais

Atividades produtivas nacionais Atividades produtivas nacionais Atividades produtivas O trabalho que cada um desenvolve na sua profissão é muito importante, pois contribui não só para a riqueza do país, mas também para o seu bem-estar.

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

A cultura do maracujá: Informações básicas para o produtor

A cultura do maracujá: Informações básicas para o produtor A cultura do maracujá: Informações básicas para o produtor Fábio Gelape Faleiro Cerrados Home-page do minicurso www.cpac.embrapa.br/minicursomaracuja A cultura do maracujá: Informações básicas para o produtor

Leia mais

BIODIVERSIDADE ALIMENTAR

BIODIVERSIDADE ALIMENTAR BIODIVERSIDADE ALIMENTAR O uso das Plantas Alimentícias Não Convencionais CAJAN Comercialização justa e Cultura alimentar NÚCLEO DE AGROECOLOGIA Monotonia alimentar & Monoculturas, como chegamos nesta

Leia mais

Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 /

Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 / Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 / 2 0 1 5 Sistemas Agrícolas Intensivo: Maior importância à mecanização e/ou trabalho Altos índices de produtividade Natureza deixada em segundo plano Extensivo: Elementos

Leia mais

AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO. Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva

AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO. Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva AGRONEGÓCIO RIO DE JANEIRO Coordenação Cepea: Ph.D Geraldo Barros Dr. Arlei Luiz Fachinello Dra. Adriana Ferreira Silva PIB AGRONEGÓCIO RJ em 28 R$ 12,2 BILHÕES 6. 4.5 5.616 4.589 3. 1.5 1.688-261 Insumos

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual 1 Alto Cafezal Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola. Estrada Chico

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL DO XINGU

PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL DO XINGU PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL DO XINGU CT 03 - Fomento às atividades produtivas sustentáveis JUNHO/2016 Status Geral Projetos de 2011-2016 Cenário geral Critérios de Seleção Projetos de

Leia mais

Construindo pontes entre saberes

Construindo pontes entre saberes Construindo pontes entre saberes Características do enfoque científico convencional Reducionismo Mecanicismo Universalismo Agroecossistema como objeto de organização do conhecimento na pesquisa em

Leia mais

Disciplina: Ciências 8º ano Turma: CONHECENDO OS CARBOIDRATOS

Disciplina: Ciências 8º ano Turma: CONHECENDO OS CARBOIDRATOS Disciplina: Ciências Ficha nº 8º ano Turma: CONHECENDO OS CARBOIDRATOS Nesta ficha você conhecerá: O que são os carboidratos; Onde encontrar os carboidratos; A diferença entre carboidratos de alto e baixo

Leia mais

Projeto Ciclo Verde 2011 LANXESS DO BRASIL

Projeto Ciclo Verde 2011 LANXESS DO BRASIL 1. Nome do projeto Cultivando a terra 2. Local onde o projeto será instalado/executado O local de execução do projeto corresponde a uma área de aproximadamente 1300 m 2 pertencente à Congregação Franciscana

Leia mais

Programa de Educação. O que é uma área degradada? Recuperação de Áreas Degradadas: Viabilidade Econômica 02/06/2015

Programa de Educação. O que é uma área degradada? Recuperação de Áreas Degradadas: Viabilidade Econômica 02/06/2015 Recuperação de Áreas Degradadas: Viabilidade Econômica Programa de Educação Ambiental O que é uma área degradada? A degradação de uma área ocorre quando a vegetação nativa e a fauna forem destruídas, removidas

Leia mais

1. Propriedade da Família FRITSCH

1. Propriedade da Família FRITSCH HOSPEDAGENS I Seminário de Turismo Rural Pedagógico VENHA DESFRUTAR DAS BELEZAS RURAIS DE PICADA CAFÉ CASAS RURAIS, NATUREZA ABUNDANTE, TRANQUILIDADE E CONFORTO, MATA NATIVA, PÁSSAROS NA JANELA, FRUTAS

Leia mais

Guarapari, Espírito Santo 15 de setembro de 2011

Guarapari, Espírito Santo 15 de setembro de 2011 Guarapari, Espírito Santo 15 de setembro de 2011 SEMPRE UM BOM CAMINHO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO HEVEICULTURA COMO ALTERNATIVA AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Adonias de Castro

Leia mais

Especificidades da soberania alimentar na Amazônia e o papel da pesquisa

Especificidades da soberania alimentar na Amazônia e o papel da pesquisa Plenária do Consea sobre Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional na Amazonia, 6 e 7 de agosto de 2013 Especificidades da soberania alimentar na Amazônia e o papel da pesquisa Tatiana Deane de Abreu

Leia mais

Aspectos Práticos da Micropropagação de Plantas

Aspectos Práticos da Micropropagação de Plantas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Aspectos Práticos da Micropropagação de Plantas Tatiana Góes Junghans Antônio da Silva Souza Editores Técnicos

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação Santa Colomba Cafés Ltda. Fazenda Canguçu V Imaflora Instituto de Manejo e Certificação

Leia mais

Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico

Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Cgomes TE Descobrindo os seres vivos Luísa Andrade & Sofia Mourato Trabalho

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Não Programada Fazenda Capetinga e Sassafrás Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal

Leia mais

Custo de Vida em São Paulo aumentou 0,37%

Custo de Vida em São Paulo aumentou 0,37% 1 São Paulo, 08 de novembro de 2016 NOTA À IMPRENSA Custo de Vida em São Paulo aumentou 0,37% Entre setembro e outubro, o Índice do Custo de Vida do município de São Paulo aumentou 0,37%, segundo cálculo

Leia mais

Edson Vidal Prof. Manejo de Florestas Tropicais ESALQ/USP

Edson Vidal Prof. Manejo de Florestas Tropicais ESALQ/USP Edson Vidal Prof. Manejo de Florestas Tropicais ESALQ/USP PRINCIPAIS ECOSSISTEMAS CAATINGA 844 Mil Km 2 (9,9%) Território Brasileiro = 9,9% Nordeste = 55,6% Cobertura Atual 30% Fonte: IBAMA 2002 Elaboração:

Leia mais

S.R. DA AGRICULTURA E FLORESTAS Despacho Normativo n.º 11/2012 de 3 de Fevereiro de 2012

S.R. DA AGRICULTURA E FLORESTAS Despacho Normativo n.º 11/2012 de 3 de Fevereiro de 2012 S.R. DA AGRICULTURA E FLORESTAS Despacho Normativo n.º 11/2012 de 3 de Fevereiro de 2012 Considerando o Regulamento (CE) n.º 247/2006, do Conselho, de 30 de janeiro, que estabelece medidas específicas

Leia mais

Em dezembro de 2006, o Governo do Estado

Em dezembro de 2006, o Governo do Estado Janeiro a Agosto de 2011 Boletim da Histórico de criação e gestão das Unidades de Conservação da Pará Em dezembro de 2006, o Governo do Estado do Pará criou na região conhecida como (do rio Amazonas no

Leia mais

ATUAÇÃO DO PROJETO DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL CULTIVANDO ESPERANÇA NO ASSENTAMENTO ROSA EM GUARAPUAVA-PR

ATUAÇÃO DO PROJETO DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL CULTIVANDO ESPERANÇA NO ASSENTAMENTO ROSA EM GUARAPUAVA-PR ATUAÇÃO DO PROJETO DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL CULTIVANDO ESPERANÇA NO ASSENTAMENTO ROSA EM GUARAPUAVA-PR Lais Martinkoski (UNICENTRO) martinkoskilais@hotmail.com Patrikk John Martins (Fundação RURECO) patrikk_martins@yahoo.com.br

Leia mais

Prof. Clésio Farrapo

Prof. Clésio Farrapo Prof. Clésio Farrapo Podemos dividir a área agrícola em dois tipos de Iavoura: cultura permanente e cultura temporária. No primeiro caso, as culturas Ievam mais de um ano para produzir; podem ser retiradas

Leia mais

PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS NOS QUINTAIS NA COMUNIDADE QUATRO ESTRADAS, AMÉLIA RODRIGUES, BAHIA

PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS NOS QUINTAIS NA COMUNIDADE QUATRO ESTRADAS, AMÉLIA RODRIGUES, BAHIA PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS NOS QUINTAIS NA COMUNIDADE QUATRO ESTRADAS, AMÉLIA RODRIGUES, BAHIA Maicon de Lima Carvalho²,4 ; Daillane Rosa Oliveira 1 ; Iasmin Laiane de Castro Oliveira¹; Synara Mattos Leal³,4

Leia mais

170 mil motivos para comemorar. 27 de maio dia da Mata Atlântica.

170 mil motivos para comemorar. 27 de maio dia da Mata Atlântica. 170 mil motivos para comemorar 27 de maio dia da Mata Atlântica. 170.000 mudas plantadas conheça a história Sumário Anterior Próximo No dia da Mata Atlântica, 170 mil motivos para comemorar No dia 27 de

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM CIÊNCIAS AGRÍCOLAS

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM CIÊNCIAS AGRÍCOLAS Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 19/06/2012-17:19:38 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

Quadro resumo do crédito do Pronaf

Quadro resumo do crédito do Pronaf Pronaf custeio Quadro resumo do crédito do Pronaf 2016-2017 Linha Finalidade/empreendimento Condições Encargos (taxa de juros) Para financiamentos destinados ao cultivo de arroz, feijão, mandioca, feijão

Leia mais

Desmatamento no Brasil

Desmatamento no Brasil Desmatamento no Brasil Novembro 2016 O The Forest Trust - TFT é uma organização global sem fins lucrativos que ajuda as empresas a compreender e transformar a história dos seus produtos a partir de suas

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Labareda Agropecuária

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Labareda Agropecuária Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Labareda Agropecuária Cultivo(s): Café (Coffeea arábica L.) Data do Resumo Público: 23 de Julho de 2012 Data de Entrega do Relatório:

Leia mais

2.2 - Estrutura detalhada da CNAE 2.0: Códigos e denominações

2.2 - Estrutura detalhada da CNAE 2.0: Códigos e denominações (continua) A AGRICULTURA, PECUÁRIA, PRODUÇÃO FLORESTAL, PESCA E AQÜICULTURA 01 AGRICULTURA, PECUÁRIA E SERVIÇOS RELACIONADOS 01.1 Produção de lavouras temporárias 01.11-3 Cultivo de cereais 0111-3/01 Cultivo

Leia mais

Programa Plante Árvore. Instituto Brasileiro de Florestas - IBF

Programa Plante Árvore. Instituto Brasileiro de Florestas - IBF Programa Plante Árvore Instituto Brasileiro de Florestas - IBF O que é? O Programa Plante Árvore é uma ação voluntária do Instituto Brasileiro de Florestas IBF que consiste no cadastro de proprietários

Leia mais

MUDANÇAS NO PRONAF. 1. Enquadramento no Pronaf. - assentados da Reforma Agrária e beneficiários do Crédito Fundiário que

MUDANÇAS NO PRONAF. 1. Enquadramento no Pronaf. - assentados da Reforma Agrária e beneficiários do Crédito Fundiário que MUDANÇAS NO PRONAF O Banco Central publicou, em 28 de março de 2008, a Resolução No. 3.559 promovendo alterações no Capítulo 10 do MCR Manual de Crédito Rural, que trata do PRONAF Programa Nacional de

Leia mais

HORTAS URBANAS E OS MODOS DE MORAR: A PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NOS QUINTAIS DAS CIDADES

HORTAS URBANAS E OS MODOS DE MORAR: A PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NOS QUINTAIS DAS CIDADES XIX ENCONTRO NACIONAL DE GEOPGRAFIA AGRÁRIA, São Paulo, 2009, pp. 1-12 HORTAS URBANAS E OS MODOS DE MORAR: A PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NOS QUINTAIS DAS CIDADES Tatiana Schor Núcleo de Estudos e pesquisas

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Publico de Auditoria Anual

Leia mais

Diagnóstico Socioeconômico da Comunidade Indígena Três Corações. Monaliza Nayara*

Diagnóstico Socioeconômico da Comunidade Indígena Três Corações. Monaliza Nayara* Diagnóstico Socioeconômico da Comunidade Indígena Três Corações. Monaliza Nayara* Resumo O presente trabalho é resultado de um diagnóstico socioeconômico da comunidade indígena Três Corações, na TI Araçá,

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Sítio Agroecológico: um sistema em conversão na Embrapa Agropecuária Oeste

Sítio Agroecológico: um sistema em conversão na Embrapa Agropecuária Oeste Sítio Agroecológico: um sistema em conversão na Embrapa Agropecuária Oeste PADOVAN, Milton Parron; MOTTA, Ivo de Sá; HERNANI, Luís Carlos; COMUNELLO, Eder; MERCANTE, Fábio Martins; URCHEI, Mário Artemio;

Leia mais

4 Núcleos de Trabalho. 26 Colaboradores. Entidade civil sem fins lucrativos de caráter socioambiental, fundada em 1996, sediada na cidade de São Paulo

4 Núcleos de Trabalho. 26 Colaboradores. Entidade civil sem fins lucrativos de caráter socioambiental, fundada em 1996, sediada na cidade de São Paulo Entidade civil sem fins lucrativos de caráter socioambiental, fundada em 1996, sediada na cidade de São Paulo 4 Núcleos de Trabalho São Paulo Porto Feliz Pilar do Sul Capão Bonito 26 Colaboradores eng.

Leia mais

Atividades para trabalhar o Dia da Árvore

Atividades para trabalhar o Dia da Árvore Atividades para trabalhar o Dia da Árvore Atividades para trabalhar o Dia da Árvore Não deixe de ver também: SEQUÊNCIA DIDÁTICA A ÁRVORE GENEROSA Atividades para trabalhar o dia da árvore (21 de setembro)

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Deputado Félix Mendonça Júnior) Cria o Selo Verde Cacau Cabruca. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Fica criado o Selo Verde Cacau Cabruca, com

Leia mais

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios 47º Café com Sustentabilidade - Febraban Pecuária Sustentável: Agentes financeiros como indutores de boas práticas Modelos de financiamento e investimento: incentivos à adoção de boas práticas socioambientais

Leia mais

Preços dos alimentos e dos combustíveis diminuem em São Paulo

Preços dos alimentos e dos combustíveis diminuem em São Paulo 1 São Paulo, 07 de julho de 2017 NOTA À IMPRENSA Preços dos alimentos e dos combustíveis diminuem em São Paulo O Índice do Custo de Vida do município de São Paulo registrou queda de -0,31% de maio para

Leia mais

O Impacto da Política Agrária em Moçambique

O Impacto da Política Agrária em Moçambique O Impacto da Política Agrária em Moçambique Dezembro de 2010 ORAM e ROSA Pesquisa realizada: Centro de Estudos Moçambicanos e Internacionais CEMO António Álvaro Francisco Hortêncio Sunde Manuel Lopes e

Leia mais

Agricultura na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, Acre

Agricultura na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, Acre Agricultura na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, Acre Agriculture on Extractivist Reserve Cazumbá-Iracema, Acre, Amazon. SIVIERO, Amauri. Embrapa Acre, asiviero@cpafac.embrapa.br; HAVERROTH, Moacir.

Leia mais

PLANO SAFRA AMAZÔNIA

PLANO SAFRA AMAZÔNIA Ministério do Desenvolvimento Agrário Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária Incra PLANO SAFRA AMAZÔNIA Janeiro 2014 AMAZÔNIA LEGAL 771 MUNICÍPIOS 9 ESTADOS 61% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO 5.217.423

Leia mais

Produção integrada de alimento, meio ambiente e energia. Miqueli Sturbelle Schiavon

Produção integrada de alimento, meio ambiente e energia. Miqueli Sturbelle Schiavon Produção integrada de alimento, meio ambiente e energia Miqueli Sturbelle Schiavon A energia e a Humanidade Recursos e Consumo e de Energia na Terra Reservas mundiais de gás natural Reservas mundiais

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação Fazenda São Paulo Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola.

Leia mais

Processo de Elaboração do Termo de Uso das Farinheiras Comunitárias de Açungui e Potinga, Guaraqueçaba - PR

Processo de Elaboração do Termo de Uso das Farinheiras Comunitárias de Açungui e Potinga, Guaraqueçaba - PR Processo de Elaboração do Termo de Uso das Farinheiras Comunitárias de Açungui e Potinga, Guaraqueçaba - PR Área temática: Tecnologia e produção Valdir Frigo Denardin¹ Bruno Mathias Paifer², Nathalia de

Leia mais

EJA 3ª FASE PROF.ª CHRISTIANE MELLO PROF.ª QUEILA PATRÍCIA

EJA 3ª FASE PROF.ª CHRISTIANE MELLO PROF.ª QUEILA PATRÍCIA EJA 3ª FASE PROF.ª CHRISTIANE MELLO PROF.ª QUEILA PATRÍCIA REVISÃO DE CONTEÚDOS 2º Bimestre Aula 77 Revisão e Avaliação de Ciências da Natureza 2 REVISÃO 1 Sistema genital feminino e masculino O sistema

Leia mais

CAPÍTULO 3 CORTE DE CIPÓS

CAPÍTULO 3 CORTE DE CIPÓS CAPÍTULO 3 CORTE DE CIPÓS Corte de Cipós 37 APRESENTAÇÃO Os cipós são plantas trepadeiras que se desenvolvem sobre os troncos e copas de outras árvores. Os cipós ocorrem em toda a Floresta Amazônica, sendo

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Pinhal e Santo Antonio. Resumo Público 08/02/ /01/ /12/ /12/2016

Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria. Fazenda Pinhal e Santo Antonio. Resumo Público 08/02/ /01/ /12/ /12/2016 Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Resumo Público Fazenda Pinhal e Santo Antonio Produto(s) da fazenda: Café Arábica Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

maracujazeiro Guia de plantas e propágulos de

maracujazeiro Guia de plantas e propágulos de Guia de plantas e propágulos de maracujazeiro No Brasil, o maracujá-amarelo, também chamado de maracujáazedo, ocupa posição de destaque na fruticultura tropical, sobretudo na agricultura de pequeno porte.

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Semana da Alimentação

Semana da Alimentação Agrupamento de Escolas André Soares Bibliotecas Escolares do Agrupamento Projeto de Promoção e Educação para a Saúde PES Semana da Alimentação Alimentação e Saúde Investe em ti Alimentação saudável, o

Leia mais

Custo de vida em São Paulo segue aumentando mais para as famílias de menor renda

Custo de vida em São Paulo segue aumentando mais para as famílias de menor renda 1 São Paulo, 7 de julho de 2016. NOTA À IMPRENSA Custo de vida em São Paulo segue aumentando mais para as famílias de menor renda Em junho, o Índice do Custo de Vida no município de São Paulo aumentou

Leia mais

O ESTUDO DA HISTÓRIA DA AGRICULTURA COMO MEIO DE CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS GENÉTICOS

O ESTUDO DA HISTÓRIA DA AGRICULTURA COMO MEIO DE CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS GENÉTICOS 91 O ESTUDO DA HISTÓRIA DA AGRICULTURA COMO MEIO DE CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS GENÉTICOS Fabiciana da Hora de Cristo¹; Iara Cândido Crepaldi²; Roberto Lisboa Romão 3 e Willian Moura de Aguiar 4. 1. Bolsista

Leia mais

DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DAS HORTAS COMUNITÁRIAS DA CIDADE DE PALMAS- TOCANTINS

DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DAS HORTAS COMUNITÁRIAS DA CIDADE DE PALMAS- TOCANTINS DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DAS HORTAS COMUNITÁRIAS DA CIDADE DE PALMAS- TOCANTINS Geshica Soares Souza 1 ; Guilherme Nobre L. do Nascimento 2 ; 1 Aluna do Curso de Enfermagem; Campus de Palmas; e-mail: geshicasoares@gmail.com

Leia mais

Biodiversidade e Composição dos Alimentos

Biodiversidade e Composição dos Alimentos Biodiversidade e Composição dos Alimentos FAO, Rome, Italy Os slides foram traduzidos para o Português pela Unidade de Tradução da FAO e revisados/revistos por Deborah Markowicz Bastos, Luisa Oliveira

Leia mais

IV Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 dezembro de 2011

IV Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí IV Jornada Científica 06 a 09 dezembro de 2011 MANUTENÇÃO DE COLEÇÕES DE HORTALIÇAS NÃO- CONVENCIONAIS E PLANTAS MEDICINAIS VISANDO RESGATAR COSTUMES ALIMENTARES, MELHORAMENTO GENÉTICO E ALTERNATIVA DE RENDA NA REGIÃO DE BAMBUÍ-MG. Maurício Silva MIRANDA

Leia mais

Restauração Florestal de Áreas Degradadas

Restauração Florestal de Áreas Degradadas Restauração Florestal de Áreas Degradadas Seminário Paisagem, conservação e sustentabilidade financeira: a contribuição das RPPNs para a biodiversidade paulista 11/11/ 2016 Espírito Santo do Pinhal (SP)

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Anual 1 Sucocítrico

Leia mais

AGRICULTURA FAMILAR E SUA IMPORTÂNCIA PARA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS

AGRICULTURA FAMILAR E SUA IMPORTÂNCIA PARA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS AGRICULTURA FAMILAR E SUA IMPORTÂNCIA PARA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS RESUTADOS E EXPERIÊNCIAS DO PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE FABIANA B. GOMES CES RIOTERRA RECURSOS NATURAIS ENERGIA SOLAR

Leia mais

370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE. 123 Administração de Propriedade em Regime de Economia Familiar

370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE. 123 Administração de Propriedade em Regime de Economia Familiar 1 de 5 121 Administração de Empresa Rural 360 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA CAPRICORTE 369 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA CABRAUNE 370 Administração de Empresa Rural - PROGRAMA GERALEITE

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Sectores da Economia. Sector Primário Sector Secundário Sector Terciário Sector Quaternário

Sectores da Economia. Sector Primário Sector Secundário Sector Terciário Sector Quaternário Sectores da Economia Sector Primário Sector Secundário Sector Terciário Sector Quaternário Sector Primário O sector primário está relacionado com a produção através da exploração de recursos da natureza.

Leia mais

FOLHA DE PROVA. b) Como poderá ser feito o processo de anamnese para plantas?

FOLHA DE PROVA. b) Como poderá ser feito o processo de anamnese para plantas? Tema 01: USO DA HOMEOPATIA NO MANEJO DE DOENÇAS DE PLANTAS a) Diante do histórico da Homeopatia, explique, detalhadamente, baseando-se, ainda, nos princípios de Hahnemam, como podem ser desenvolvidos preparados

Leia mais

Palma de Óleo. Pronaf Eco Dendê

Palma de Óleo. Pronaf Eco Dendê Palma de Óleo Pronaf Eco Dendê 1 A Archer Daniels Midland Company (ADM) O que fazemos: Líder no processamento e transformação de produtos agrícolas; Uma das empresas mais admiradas no ramo de produção

Leia mais

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE.

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE. O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE TOMATE NO NORDESTE Ano 4 2010 Nº 21 O nosso negócio é o desenvolvimento

Leia mais

A dinâmica agrária no espaço fronteira Brasil/Uruguai

A dinâmica agrária no espaço fronteira Brasil/Uruguai A dinâmica agrária no espaço fronteira Brasil/Uruguai Tatiane Almeida Netto Doutoranda PPGGEO-UFSM Orientadora- Ana Domínguez (UDELAR-UFSM) Introdução O pampa é historicamente utilizado para a atividade

Leia mais

1 Biodiversidade espécies brasileiras ameaçadas de extinção, sobreexplotadas exploração

1 Biodiversidade espécies brasileiras ameaçadas de extinção, sobreexplotadas exploração Sumário 1Biodiversidade...2 1.1Estados Unidos Também é Rico em Biodiversidade...3 2 Principais Animais em Extinção no Mundo...5 3Principais Animais em Extinção no Brasil...5 3.1.1Tabela com nível desmatamento

Leia mais

POTENCIALIDADES DA CAATINGA

POTENCIALIDADES DA CAATINGA POTENCIALIDADES DA CAATINGA João Luiz da Silva* A caatinga ocupa uma área de mais de 800.000km², atingindo todos os estados do Nordeste incluindo também parte do norte de Minas Gerais. A vegetação da caatinga

Leia mais

INFORMATIVO PRODUÇÃO VEGETAL

INFORMATIVO PRODUÇÃO VEGETAL Vegetal, com base na Pesquisa Pecuária Municipal, IBGE (2014) INFORMATIVO PRODUÇÃO VEGETAL N o 02-2015 Página 1 Vegetal, com base na Pesquisa Pecuária Municipal, IBGE (2014) Lavoura Temporária Abrange

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais