Estatuto remuneratório fixado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estatuto remuneratório fixado"

Transcrição

1 Estatuto remuneratório fixado De acordo com o estabelecido pela Comissão de Vencimentos em 14 de abril de 2004, os membros dos Órgãos Sociais podem auferir as seguintes remunerações principais brutas: 1. Mesa Assembleia Geral Presidente Senha de presença no valor de 918 euros; Vice-Presidente Senha de presença no valor de 688 euros; Secretário Senha de presença no valor 573 euros. 2. Conselho Administração Administradores Executivos Presidente Remuneração de euros, 14 vezes por ano; Vogais Remuneração de euros, 14 vezes por ano. Administradores Não Executivos Vogais Remuneração de 798 euros, 14 vezes por ano. A título de remunerações acessórias os membros do Conselho de Administração Executivos podem receber subsídio de refeição e beneficiar de seguro de saúde e de acidentes pessoais, em condições idênticas às aplicadas a todos os trabalhadores da sociedade, estando ainda autorizados a utilizar viatura da empresa. 3. Conselho Fiscal Presidente: Remuneração mensal de 975 euros, a abonar 14 vezes por ano, em qualquer caso nunca inferior aos valores mínimos que resultarem da aplicação do regime legal dos ROC. Vogais: Remuneração mensal de 803 euros, a abonar 14 vezes por ano O valor das remunerações principais brutas não é atualizado desde outubro de Sobre os valores indicados, a Sociedade procedeu desde junho de 2010 à aplicação da redução em 5% dos vencimentos do Conselho de Administração, nos termos da Lei n.º 12-A/2010 e deu integral cumprimento às disposições sobre reduções e suspensões remuneratórias, constantes das Leis n.º 55-A/2010, n.º 64-B/2011, n.º 66-B/2012 e n.º 75/2014.

2 Remunerações e outras regalias (valores anuais) REMUNERAÇÕES AUFERIDAS EM Mesa Assembleia Geral Mandato (Início - Fim) Cargo Valor da Senha Fixado ( ) Bruto (1) Remuneração Anual 2014 ( ) Remuneratórias (2) Valor após (3)=(1)-(2) Presidente IAPMEI / Miguel Jorge de Campos Cruz (3) Secretário DGTF / Mário José Alveirinho Carrega (1) Valor da Senha de presença fixada (2) Antes de reduções remuneratórias (3) - O Prof. Miguel Jorge de Campos Cruz foi indicado para o cargo em 11.dez.14, em subsituição do Dr. Luís Filipe Costa 2. Conselho Administração Remunerações Mandato (Início - Fim) Cargo Designação OPRLO Forma (1) Data Entidade Pagadora [O/D] Presidente AG n.a Vice-Presidente Carlos António Monteiro de Castro AG n.a. - (1) Indicar Resolução (R) / AG / DUE / Despacho (D) OPRLO - Opção pela Remuneração do Lugar de Origem; O/D: Origem / Destino Fixado [S/N] EGP Classificação [A/B/C] Valores mensais Bruto Remuneração Base Despesas de Representação N Carlos António Monteiro de Castro N EGP - Estatuto do Gestor Público Variável Fixa (**) Bruto (1) Remuneratórias (2) Valor após (3)=(1)-(2) Carlos António Monteiro de Castro Redução de anos anteriores: refere a remunerações regularizadas no ano em referência pertecentes a anos anteriores (*)Indicar os motivos subjacentes a este procedimento (**)Incluir a remuneração + despesas de representação Benefícios Sociais Beneficíos Sociais ( ) Subsídio de Refeição Regime de Proteção Social Outros Seguro de Seguro de Seguro de Montante pago Acidentes Valor / Dia Identificar Valor Saúde Vida Identificar Valor Ano Pessoais Carlos António Monteiro de Castro 10, Segurança Social

3 Acumulação de Funções Acumulação de Funções Entidade Função Regime Carlos António Monteiro de Castro Gastos com Comunicações Móveis Gastos com Comunicações Móveis ( ) Plafond Mensal Valor Anual Observações Definido O Presidente do CA não aufere quaisquer remunerações, regalias ou compensações suportadas pela Sociedade Carlos António Monteiro de Castro Encargos com Viaturas Viatura atribuída Celebração de contrato Valor de Modalidade referência da (1) viatura Encargos com Viaturas Ano Início Ano Termo Valor da Renda Mensal Gasto Anual com Rendas Nº Prestações Contratuais Remanescentes [S/N] [S/N] [ ] [Identificar] [ ] [ ] Carlos António Monteiro de Castro S N Aquisição (1) Aquisição; ALD; Leasing ou Outra Gastos Anuais Associados com Viaturas Plafond Mensal definido para combustível Combustível Gastos anuais associados a Viatura ( ) Portagens Outras Reparações Seguro Observações Carlos António Monteiro de Castro Gastos Anuais Associados a Deslocações em Serviço Deslocações em Serviço Gastos anuais associados a Deslocações em Serviço Custo com Alojamento Ajudas de Custo Outras Gasto total com viagens [ ] [ ] [ ] [Identificar] Valor [ ] [ ] Carlos António Monteiro de Castro n.a

4 3. Conselho Fiscal Estatuto Remuneratório Designação Mandato Cargo Fixado (mensal) (Início - Fim) Forma (1) Data [ ] Presidente e ROC Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados, SROC AG , Vogal Mário Rui do Carmo Matos AG , Vogal Maria João Dias Pessoa Araújo AG ,00 (1) Indicar AG / DUE / Despacho Bruto (1) Remuneratórias (2) Valor após (3)=(1)-(2) Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados, SROC Mário Rui do Carmo Matos Maria João Dias Pessoa Araújo Auditor Externo Identificação do Auditor Externo (SROC/ROC) Data de contratação Nº de inscrição na OROC Nº Registo na CMVM Data Período Valor da Prestação de Serviços Remuneratórias Contratada Valor após BDO & Associados, SROC ,00 510, ,00

5 REMUNERAÇÕES AUFERIDAS EM Mesa Assembleia Geral Mandato (Início - Fim) Cargo Estatuto Remuneratório Fixado ( ) (1) Bruta (2) (Lei OE) Bruta após Presidente IAPMEI / Luís Filipe dos Santos Costa (3) Secretário DGTF / Mário José Alveirinho Carrega (1) Valor da Senha de presença fixada (2) Antes de reduções remuneratórias (3) - O Presidente da Mesa renunciou à remuneração correspondente ao cargo desempenhado, sendo a mesma liquidada ao IAPMEI 5. Conselho Administração Remunerações Variável Fixa Outra Redução Lei 12-A/2010 Redução (Lei OE) Redução anos Bruta após Carlos António Monteiro de Castro João Carlos de Magalhães Correia de Matos Redução de anos anteriores: refere a remunerações regularizadas no ano em referência pertecentes a anos anteriores Benefícios Sociais Beneficíos Sociais ( ) Subsídio de Regime de Proteção Social Seguro de Outros Refeição Seguro de Seguro de Acidentes Identificar Valor Saúde Vida Pessoais Identificar Valor Carlos António Monteiro de Castro Segurança Social João Carlos de Magalhães Correia de Matos 226 Segurança Social Acumulação de Funções Acumulação de Funções - valores anuais ( ) Entidade Função Regime Bruta Redução (Lei OE) Bruta após [Identificar] [Identificar] [Público/Privado] [ ] [ ] [ ] Carlos António Monteiro de Castro João Carlos de Magalhães Correia de Matos Gastos com Comunicações Móveis Gastos com Comunicações Móveis ( ) Plafond Mensal Definido Valor Anual Observações O Presidente do CA não aufere quaisquer remunerações, regalias ou compensações suportadas pela Sociedade Carlos António Monteiro de Castro João Carlos de Magalhães Correia de Matos Encargos com Viaturas Viatura atribuída Celebração de contrato Encargos com Viaturas Valor de referência Modalidade Ano Início Ano Termo da viatura Nº Prestações Valor da Renda Mensal Valor Anual [S/N] [S/N] [ ] [ ] [ ] Carlos António Monteiro de Castro S N Aquisição João Carlos de Magalhães Correia de Matos S N n.a. Comodato n.a

6 Gastos Anuais Associados com Viaturas Plafond Mensal definido Combustível Gastos anuais associados a Viatura ( ) Portagens Outras Reparações Seguro Observações Carlos António Monteiro de Castro João Carlos de Magalhães Correia de Matos Gastos Anuais Associados a Deslocações em Serviço Deslocações em Serviço Gastos anuais associados a Deslocações em Serviço Custo com Alojamento Ajudas de Custo Outras Gasto total com viagens [ ] [ ] [ ] [Identificar] Valor [ ] [ ] Carlos António Monteiro de Castro n.a João Carlos de Magalhães Correia de Matos n.a Conselho Fiscal Bruta Redução (Lei OE) Bruta após Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados, SROC Mário Rui do Carmo Matos Maria João Dias Pessoa Araújo

7 REMUNERAÇÕES AUFERIDAS EM Mesa Assembleia Geral MESA DA ASSEMBLEIA GERAL unid.: 2012 Presidente Secretário Secretário Secretário IAPMEI / Luis Filipe Costa (1) Mário Carrega Ana Abrantes (2) Júlio André Mandato I / II I / II I I Remuneração anual fixa Redução decorrente da Lei 64-B/ Remuneração anual efectiva (1) - O Presidente da Mesa renunciou à remuneração, sendo a mesma liquidada ao IAPMEI (2) - A Dra. Ana Francisca Gomes Ferreira Abrantes renunciou à remuneração correspondente ao cargo desempenhado 2.Conselho Administração CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Remunerações e Encargos Vice-Presidente Vogal Vogal Vogal Vogal Vogal João Pereira João Miguel Pelicano da Luís João Correia Carlos de Castro Nune s Caeiro Cunha Lopes de Matos Mandato I / II I I I II II Adaptado ao EGP (Sim/Não) Não Não Não Não Não Não Remuneração Total ( ) OPRLO n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. Entidade de Origem (identificar) Entidade pagadora (origem/destino) Remuneração Anual Despesas de Representação (Anual) Senha de presença (Valor Anual) Redução decorrente da Lei 12-A/ Redução decorrente da Lei 64-B/ Suspensão do pagamento dos subsidios de férias e natal de anos anteriores Remuneração Anual Efetiva Líquida ( ) Remuneração variável Isenção de Horário de Trabalho (IHT) Outras (identificar) Subsídio de deslocação Subsídio de refeição Encargos com benefícios sociais Regime de Proteção Social - Identificar Regime (ADSE/Seg.Social/Outros) Seg.Social Seg.Social Seg.Social Seg.Social Seg.Social Seg.Social - Valor Seguros de saúde (*) Seguros de vida (*) Seguro de Acidentes Pessoais Outros (indicar) Acumulação de Funções de Gestão (S/N) N N N N N N Entidade (identificar) Remuneração Anual O Presidente do Conselho de Administração não aufere quaisquer remunerações, regalias ou compensações suportadas pela Sociedade (*) - Em condições idênticas às praticadas para os colaboradores da Sociedade O Dr. Luís Filipe Carvalho Lopes esteve em exercício de funções desde 10 de fevereiro até 15 de junho O Dr. João Carlos Correia de Matos iniciou funções em 15 de junho

8 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Parque Automóvel Vice-Presidente Vogal Vogal Vogal Vogal Vogal João Pereira João Miguel Pelicano da Luís João Correia Carlos de Castro Nune s Caeiro Cunha Lopes de Matos Mandato I / II I I I II II Modalidade de Utilização Aquisição Aquisição Aquisição Aquisição Aquisição Comodato Valor de referência da viatura nova n.a. Ano Inicio (aquisição) n.a. Ano Termo N.º prestações (se aplicável) Valor Residual Valor de renda/prestação anual da viatura de serviço Combustível gasto com a viatura Plafond anual Combustivel atribuído Outros (Portagens / Reparações / Seguro) Limite definido conforme Art.º 33 do EGP (Sim/Não) (*) (*) (*) (*) (*) (*) (*) (*) Aguarda-se fixação dos limites por parte da Comissão de Vencimentos CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Outras Regalias e Compensações Vice-Presidente Vogal Vogal Vogal Vogal Vogal João Pereira João Miguel Pelicano da Luís João Correia Carlos de Castro Nune s Caeiro Cunha Lopes de Matos Mandato I / II I I I II II Plafond mensal atribuido em comunicações móveis Gastos anuais com comunicações móveis Outras (indicar) Limite definido conforme Art.º 32 do EGP (Sim/Não) (*) (*) Aguarda-se fixação dos limites por parte da Comissão de Vencimentos CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Gastos com Deslocações (*) (*) (*) (*) (*) (*) Vice-Presidente Vogal Vogal Vogal Vogal Vogal João Pereira João Miguel Pelicano da Luís João Correia Carlos de Castro Nune s Caeiro Cunha Lopes de Matos Mandato I / II I I I II II Custo total anual c/ viagens Custos anuais com alojamento Ajudas de custo n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. n.a. Outras (indicar) Conselho Fiscal CONSELHO FISCAL Presidente e ROC Pedro Matos Silva, G.J. e P.C., SROC Presidente e ROC Isabel Paiva, Miguel Galvão, SROC Vogal Vogal Vogal Mário Rui Matos Mª Isabel Ressureição unid.: Mª João Araújo Mandato I II I / II I II Remuneração anual fixa Redução decorrente da Lei 64-B/ Remuneração anual efectiva

Estatuto remuneratório fixado

Estatuto remuneratório fixado Estatuto remuneratório fixado O estatuto remuneratório dos órgãos sociais para o mandato 2015-2017, fixado por deliberação social unânime por escrito de 1 de julho de 2015, estabelece: 1. Mesa Assembleia

Leia mais

1. Estatuto remuneratório fixado para os Membros do Conselho de Administração

1. Estatuto remuneratório fixado para os Membros do Conselho de Administração Órgãos Sociais 1. Estatuto remuneratório fixado para os Membros do Conselho de Administração A. Competência para a Determinação Compete à Assembleia Geral a aprovação da política de remunerações dos membros

Leia mais

Remunerações e outras regalias

Remunerações e outras regalias Remunerações e outras regalias 1. Mesa Assembleia Geral Não se aplica 2. Conselho de Administração Exercício de 2012 Adaptado ao EGP (Sim/Não) sim sim sim sim sim sim Remuneração Total (1.+2.+3.+4.) 69,863.78

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. Fiscal Único

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. Fiscal Único Modelo de Governo II 2014-2016 Cargo Órgãos Sociais Eleição Conselho de Administração Presidente Vogal (1) Vogal (2) Francisca Passo Valente Carneiro Fernandes José Manuel Matos da Silva Sandra Bela de

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral Prof. Dr. Miguel Jorge de Campos Cruz

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral Prof. Dr. Miguel Jorge de Campos Cruz Modelo de Governo Mandato I Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Secretário Presidente não Executivo Vogal Vogal Presidente Vogal Efetivo - ROC Vogal Efetivo Vogal Suplente - ROC Mesa da Assembleia

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral IAPMEI, representado por Prof. Dr. Miguel Jorge de Campos Cruz

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral IAPMEI, representado por Prof. Dr. Miguel Jorge de Campos Cruz Modelo de Governo Mandato I Em exercício de funções Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Secretário Presidente Executivo (*) Vogal Vogal (**) Presidente (***) Mesa da Assembleia Geral IAPMEI,

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Dra. Maria Fernanda Joanaz Silva Martins. Dra. Luísa Maria do Rosário Roque

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Dra. Maria Fernanda Joanaz Silva Martins. Dra. Luísa Maria do Rosário Roque Modelo de Governo Mandato (2014-2016) Quadro III Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Mesa da Assembleia Geral Presidente Secretário Dra. Maria Fernanda Joanaz Silva Martins Dra. Luísa Maria do Rosário

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia-geral. Não Aplicável. Conselho de Administração

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia-geral. Não Aplicável. Conselho de Administração Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Vice-Presidente Secretário Mesa da Assembleia-geral Não Aplicável Presidente Conselho de Administração Izabel Maria Nunes Rodrigues Daniel

Leia mais

Modelo de Governo. Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Presidente 2015-2017. Resolução 12/2015, de 12.

Modelo de Governo. Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Presidente 2015-2017. Resolução 12/2015, de 12. Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato Conselho de Administração Presidente João Manuel Alves da Silveira Ribeiro 12/2015, de 12.02(*) 2015-2017 Vogal (1 Mário de Figueiredo Bernardes

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Mesa da Assembleia Geral Vice- Secretário Dra. Sara Alexandra Pereira Simões Duarte Ambrósio Dra. Rita Maria Pereira Silva Dr. Cláudio José Sarmento

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Henrique Manuel Gil Martins Rogério Pereira Rodrigues Artur Manuel Trindade Mimoso.

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Henrique Manuel Gil Martins Rogério Pereira Rodrigues Artur Manuel Trindade Mimoso. Modelo de Governo Mandato III Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Vogal (1) Vogal (2) Henrique Manuel Gil Martins Rogério Pereira Rodrigues Artur Manuel Trindade Mimoso RCM nº8/2014 de 25.02

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. Fiscal Único. Fiscal Único. Conselho Consultivo

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. Fiscal Único. Fiscal Único. Conselho Consultivo Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Conselho de Administração (1) (2) Director Clínico (3) Enf. Director (4) Eng. Joaquim Nabais Esperancinha Dr. António José Horta Lérias Eng. João

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE O GOVERNO DA SOCIEDADE

RELATÓRIO SOBRE O GOVERNO DA SOCIEDADE RELATÓRIO SOBRE O GOVERNO DA SOCIEDADE Relatório sobre o Governo da Sociedade 1. Missão, objectivos e políticas da empresa a) A Companhia das Lezírias (CL) na sua qualidade de maior empresa agrícola portuguesa

Leia mais

2013/2015 2010/2012. 2. Fiscal Único 2013/2015

2013/2015 2010/2012. 2. Fiscal Único 2013/2015 Modelo de Governo O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, E. P. E, reveste a natureza de entidade pública Empresarial, e foi criado através do Decreto-Lei n.º 50-A/2007 de 28 de Fevereiro,

Leia mais

NOTAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS INDIVIDUAIS DO PERÍODO 2015

NOTAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS INDIVIDUAIS DO PERÍODO 2015 INIVIUAIS O PERÍOO 215 tes de transações efetuadas com entidades associadas são como se segue: Saldos devedores TIP Transportes Interm. Porto, ACE Metro do Porto Consultoria, Lda. Transpublicidade, S.A.

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Carlos José Cadavez Fernando Miguel P. Oliveira Pereira. José Joaquim Costa

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Carlos José Cadavez Fernando Miguel P. Oliveira Pereira. José Joaquim Costa Modelo de Governo O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, E. P. E, reveste a natureza de entidade pública Empresarial, e foi criado através do Decreto-Lei n.º 50-A/2007 de 28 de Fevereiro,

Leia mais

Mesa da Assembleia Geral. Dr. Paulo Manuel Marques Fernandes Dr. Paulo Miguel Garcês Ventura Dra. Maria Fernanda Joanaz Silva Martins.

Mesa da Assembleia Geral. Dr. Paulo Manuel Marques Fernandes Dr. Paulo Miguel Garcês Ventura Dra. Maria Fernanda Joanaz Silva Martins. Modelo de Governo MANDATO ATUAL (*) Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Vice- Conselho de Administração Dr. António Manuel Palma Ramalho Dr. José Serrano Gordo Eng.º José Luis Ribeiro dos Santos Dr. Alberto

Leia mais

Mesa da Assembleia Geral

Mesa da Assembleia Geral Mesa da Assembleia Geral Remuneração Anual ( ) Cargo (Início Fim) Fixada (1) Bruto Pago 2009-2011 (*) Presidente da Mesa Paulo Marques Fernandes 640 1.280 (2) 2009-2011 (*) Vice-Presidente António Lorena

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Modelo do Governo Mandato I - 2013-2015 Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Conselho de Administração Presidente: Fernando Manuel Marques Vogal Executivo: Diretora Clínica: Enfermeiro Diretor: Augusta

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Mesa da Assembleia Geral Presidente Secretário Secretário Professora Doutora Maria Helena Vaz de Carvalho Nazaré Dr. José Carlos Moreira Amaral (cessou

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 10.45 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 10.45 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA ALTRI, SGPS, S.A. DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO RELATIVA AO PONTO SEGUNDO DA ORDEM DOS TRABALHOS O Conselho de Administração da ALTRI, SGPS, S.A. propõe à Assembleia Geral

Leia mais

Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS

Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS Lei n.º 29/87, de 30 de Junho ESTATUTO DOS ELEITOS LOCAIS A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 164.º, alínea d), 167.º, alínea g), e 169.º, n.º 2, da Constituição, o seguinte: Artigo

Leia mais

Perspectiva Fiscal SAMUEL FERNANDES DE ALMEIDA. de 2012. de 2012

Perspectiva Fiscal SAMUEL FERNANDES DE ALMEIDA. de 2012. de 2012 Perspectiva Fiscal SAMUEL FERNANDES DE ALMEIDA de de 2012 ÍNDICE SUJEIÇÃO CONCEITO DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO ACESSÓRIA EXEMPLOS DE REMUNERAÇÕES SUJEITAS BREVE ANÁLISE DO CONCEITO DE REMUNERAÇÃO DO CÓDIGO

Leia mais

ESTATUTO REMUNERATÓRIO. Conselho de Administração remunerações globais mensais ilíquidas:

ESTATUTO REMUNERATÓRIO. Conselho de Administração remunerações globais mensais ilíquidas: ESTATUTO REMUNERATÓRIO Ao abrigo do artigo 8.º dos Estatutos da CP, aprovados pelo Decreto-Lei n.º 137- A/2009, de 12 de junho, conjugado com o n.º 2 do artigo 28.º do EGP, com a aplicação das regras constantes

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Margarida Fernanda Coelho Murta Rebelo da Silveira. José Gaspar Monteiro Rodrigues

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração. Margarida Fernanda Coelho Murta Rebelo da Silveira. José Gaspar Monteiro Rodrigues Modelo de Governo Mandato 2015 2017 Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato Conselho de Administração Presidente Vogal (1) Vogal (2) Vogal (3) Vogal (4) Margarida Fernanda Coelho Murta Rebelo da Silveira

Leia mais

Finantia SGFTC, S.A. Relatório e Contas 2012

Finantia SGFTC, S.A. Relatório e Contas 2012 Finantia SGFTC, S.A. Relatório e Contas 2012 Finantia S.G.F.T.C., S.A. Rua General Firmino Miguel, nº 5 1º 1600-100 Lisboa Matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa e Pessoa Colectiva nº

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC)

SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 01.REV/SIAC/2012 SISTEMA DE APOIO A ACÇÕES COLECTIVAS (SIAC) METODOLOGIA DE CÁLCULO DAS DESPESAS COM O PESSOAL TÉCNICO DO BENEFICIÁRIO E LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS Nos termos

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Francisco Torres Sampaio Inês Alexandra Gomes da Costa. Conselho de Administração

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Francisco Torres Sampaio Inês Alexandra Gomes da Costa. Conselho de Administração Modelo de Governo O modelo de governo adoptado pela Polis Litoral Norte é o modelo clássico, composto pelo Conselho de Administração, Assembleia Geral e Fiscal Único, constituindo estes os seus órgão sociais

Leia mais

Nota Informativa Nº 8 / GGF / 2012. ASSUNTO: SUBSÍDIO DE FÉRIAS E DE NATAL Artigo 21º da Lei 64-B/2011, de 30 de Dezembro

Nota Informativa Nº 8 / GGF / 2012. ASSUNTO: SUBSÍDIO DE FÉRIAS E DE NATAL Artigo 21º da Lei 64-B/2011, de 30 de Dezembro Nota Informativa Nº 8 / GGF / 2012 ASSUNTO: SUBSÍDIO DE FÉRIAS E DE NATAL Artigo 21º da Lei 64-B/2011, de 30 de Dezembro Tendo em atenção algumas dúvidas que têm vindo a ser colocadas pelas escolas sobre

Leia mais

5.INDICAÇÃO DO MODELO DE GOVERNO E IDENTIFICAÇÃO DOS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS

5.INDICAÇÃO DO MODELO DE GOVERNO E IDENTIFICAÇÃO DOS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS 5.INDICAÇÃO DO MODELO DE GOVERNO E IDENTIFICAÇÃO DOS MEMBROS DOS ÓRGÃOS SOCIAIS O capital estatutário encontra-se definido no artigo 4.º dos Estatutos anexos ao Decreto-Lei nº. 318/2009, de 2 de Novembro.

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Não aplicável

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Não aplicável Modelo de Governo Mandato 2007/2009 Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Vice- Presidente Secretário Mesa da Assembleia Geral Não aplicável Presidente Vogal (1) Vogal (2) Vogal (3) Director

Leia mais

Acordo Especial de Cooperação no Domínio do Sector Eléctrico entre a República Popular de Moçambique e a República Portuguesa.

Acordo Especial de Cooperação no Domínio do Sector Eléctrico entre a República Popular de Moçambique e a República Portuguesa. Decreto n.º 87/79 de 20 de Agosto Acordo Especial de Cooperação no Domínio do Sector Eléctrico entre a República Portuguesa e a República Popular de Moçambique O Governo decreta, nos termos da alínea c)

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 12.00 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 12.00 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO PONTO SEGUN DA ORDEM S TRABALHOS O Conselho de Administração da COFINA, SGPS, S.A. propõe à Assembleia Geral que os resultados

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 CONTAS DE DEPÓSITO 17.1. Depósitos à ordem 19.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo 19.2. Depósitos a prazo

Leia mais

Portaria n.º 8-A/2014. de 15 de janeiro

Portaria n.º 8-A/2014. de 15 de janeiro Portaria n.º 8-A/2014 de 15 de janeiro O Regime do Contrato de Trabalho em Funções Públicas (RCTFP), aprovado pela Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 66/2012,

Leia mais

1: RELATÓRIO DE GESTÃO... 3 1.1: MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1.2: GOVERNO DA SOCIEDADE... 9 1.3: CUMPRIMENTO DAS ORIENTAÇÕES LEGAIS...

1: RELATÓRIO DE GESTÃO... 3 1.1: MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1.2: GOVERNO DA SOCIEDADE... 9 1.3: CUMPRIMENTO DAS ORIENTAÇÕES LEGAIS... 1: RELATÓRIO DE GESTÃO... 3 1.1: MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1.2: GOVERNO DA SOCIEDADE... 9 1.3: CUMPRIMENTO DAS ORIENTAÇÕES LEGAIS... 35 1.4: ATIVIDADE DESENVOLVIDA E PERSPETIVAS PARA 2012... 45 1.5:

Leia mais

AJUDAS DE CUSTO E SUBSÍDIOS DE REFEIÇÃO E VIAGEM (2013)

AJUDAS DE CUSTO E SUBSÍDIOS DE REFEIÇÃO E VIAGEM (2013) AJUDAS DE CUSTO E SUBSÍDIOS DE REFEIÇÃO E VIAGEM (2013) Com a entrada em vigor da Lei do Orçamento do Estado para 2013 (n.º 66 -B/2012, de 31 de Dezembro de 2012), procedeu -se à actualização da remuneração

Leia mais

CATEGORIA A TRABALHO DEPENDENTE

CATEGORIA A TRABALHO DEPENDENTE CATEGORIA A TRABALHO DEPENDENTE A tributação nesta Categoria de rendimentos é fundamentalmente baseada na existência de uma remuneração proveniente do trabalho por conta de outrém. A classificação como

Leia mais

OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2015

OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2015 OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2015 Às Escolas Básicas e Secundárias. Agrupamentos de Escolas Escolas Profissionais Públicas. X X X DATA: 2015/janeiro/07 ASSUNTO: Processamento de Remunerações em 2015

Leia mais

CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE

CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE Princípios do Bom Governo das Cumprir a missão e os objetivos que lhes tenham sido determinados, de forma económica, financeira, social e ambientalmente

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS)

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS) ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 1 (DESPESAS ELEGÍVEIS) SISTEMA DE APOIO ÀS TRANSFERÊNCIA DE CONHECIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AVISO NORTE - 46-2015 - 03 PROMOÇÃO DO ESPÍRITO EMPRESARIAL AVISO NORTE - 51-2015

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Regulamento de Formação Avançada e Qualificação de Recursos Humanos da Direção-Geral do Ensino Superior (Aprovado por despacho, de 15 de junho de 2012, do Presidente do Conselho Diretivo da Fundação para

Leia mais

Governo Mandato 2015 2017

Governo Mandato 2015 2017 Governo Mandato 2015 2017 Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato Conselho de Administração Presidente Vogal (1) Vogal (2) Vogal (3) Vogal (4) Margarida Fernanda Coelho Murta Rebelo da Silveira José Gaspar

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRECÇÃO DO CENTRO SOCIAL DE TOLOSA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRECÇÃO DO CENTRO SOCIAL DE TOLOSA REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRECÇÃO DO CENTRO SOCIAL DE TOLOSA 02/Dezembro/2014 ACTA N.º13/2014 Aos dois dias do mês de Novembro de dois mil e catorze, pelas vinte horas e trinta minutos, na Sede do Centro Social

Leia mais

Nota Informativa 2/2012 Maio 2012 DSAJAL/DAAL Setor Empresarial Local

Nota Informativa 2/2012 Maio 2012 DSAJAL/DAAL Setor Empresarial Local Nota Informativa 2/2012 Maio 2012 DSAJAL/DAAL Setor Empresarial Local Reduções remuneratórias I- Enquadramento ao Setor Empresarial Local O regime jurídico do setor empresarial local (SEL) 1 integra duas

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT

SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 13.REV1/2011 SISTEMA DE INCENTIVOS À I&DT LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS, CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE APLICAÇÃO DAS DESPESAS ELEGÍVEIS E METODOLOGIA DE CÁLCULO DAS DESPESAS COM

Leia mais

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Declaração de Remunerações (2016 V5.10) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração FISCAL ÚNICO. Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração

Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração FISCAL ÚNICO. Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato. Conselho de Administração Modelo de Governo Mandato 2015-2017 Cargo Órgãos Sociais Nomeação Mandato Conselho de Administração Presidente Vogal (1) Vogal (2) Vogal (3) Vogal (4) José Manuel de Araújo Cardoso Manuel Basto Carvalho

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Maria Teresa Vasconcelos Abreu Flor Morais Maria Manuela Marçal Batista Salvador

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia Geral. Maria Teresa Vasconcelos Abreu Flor Morais Maria Manuela Marçal Batista Salvador Modelo de Governo Mandato 2013-2015 Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Mesa da Assembleia Geral Secretária Maria Teresa Vasconcelos Abreu Flor Morais Maria Manuela Marçal Batista Salvador 19-07-2013

Leia mais

Relatório de Transparência

Relatório de Transparência Relatório de Transparência ISABEL PAIVA, MIGUEL GALVÃO & ASSOCIADOS - Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Lda Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2014 Índice: 1. Introdução 2. Estrutura Jurídica

Leia mais

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL CADERNO DE ENCARGOS PROCESSO Nº 3 RH-2015 Apoio Técnico na área de Gestão de Recursos Humanos - Prestação de Serviços Ajuste Direto 1 de 10 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Cláusula 1.ª - Objecto...

Leia mais

APOSENTAÇÃO, FÉRIAS, FALTAS E LICENÇAS

APOSENTAÇÃO, FÉRIAS, FALTAS E LICENÇAS ADENDA AO APOSENTAÇÃO, FÉRIAS, FALTAS E LICENÇAS Páginas 19 O artigo 1.º foi revogado pela Lei n.º 60/2005, de 29 de Dezembro: São revogados o artigo 1.º do Estatuto da Aposentação, aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

As alterações do OE 2015 e da Lei 82-E/2014 com impacto nas relações laborais

As alterações do OE 2015 e da Lei 82-E/2014 com impacto nas relações laborais COELHO RIBEIRO E ASSOCIADOS SOCIEDADE CIVIL DE ADVOGADOS As alterações do OE 2015 e da Lei 82-E/2014 com impacto nas relações laborais CRA Coelho Ribeiro e Associados, SCARL Portugal Janeiro 2015 No passado

Leia mais

A ação da Docapesca cinge-se, fundamentalmente, a duas atividades de negócio:

A ação da Docapesca cinge-se, fundamentalmente, a duas atividades de negócio: I - GOVERNO DA SOCIEDADE PRINCÍPIOS DE BOM GOVERNO 1. MISSÃO, OBJETIVOS E POLÍTICAS DA EMPRESA ENQUADRAMENTO A Docapesca Portos e Lotas, SA é a entidade que, nos termos do Decreto-Lei n.º 107/90, de 27

Leia mais

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Declaração de Remunerações (2016 V5.4) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Declaração de Remunerações (2016 V5.16) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

Balancete Geral (Acumulado até Regularizações) - 2012

Balancete Geral (Acumulado até Regularizações) - 2012 Pág. 1/5 Data b.: 31-13-2012 11 Caixa 2.628,04 2.297,40 330,64 0,00 111 Caixa 2.628,04 2.297,40 330,64 0,00 Soma Líquida 2.628,04 2.297,40 330,64 0,00 Soma Saldos 330,64 0,00 12 Depósitos à ordem 152.341,84

Leia mais

POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS MEMBROS DOS ORGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS MEMBROS DOS ORGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO E FISCALIZAÇÃO POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS MEMBROS DOS ORGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO E FISCALIZAÇÃO 1. Objectivos da Política de Remuneração dos órgãos de administração e fiscalização da Companhia de Seguros Açoreana, SA (

Leia mais

BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE

BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE ANEXO III DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE III. 1 - Definições FASE DE ENTRADA Para além das previstas no artigo II.1, aplicam-se à presente convenção de subvenção as

Leia mais

Remunerações dos Gestores Públicos em 2011

Remunerações dos Gestores Públicos em 2011 Remunerações dos Gestores Públicos em 2011 Relatório 2012 Julho 2012 Ministério das Finanças Relatório sobre as Remunerações dos Gestores Públicos em 2011 é uma publicação da Direção-Geral do Tesouro e

Leia mais

Tributações autónomas, gastos e encargos não fiscais

Tributações autónomas, gastos e encargos não fiscais Tributações autónomas, gastos e encargos não fiscais Este trabalho pode auxiliá-lo numa tarefa nem sempre clara nem sempre fácil: o apuramento das tributações autónomas. Para tal, são-lhe apresentadas

Leia mais

Estatutos da Caixa Geral de Depósitos

Estatutos da Caixa Geral de Depósitos Estatutos da Caixa Geral de Depósitos Conforme aprovado em Assembleia Geral de 22 de julho de 2011 e posterior alteração pela Deliberação Unânime por Escrito de 27 de junho de 2012. CAPÍTULO I Natureza,

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 2/UA1/2010

NOTA TÉCNICA Nº 2/UA1/2010 NOTA TÉCNICA Nº 2/UA1/2010 A presente Nota tem por objectivo auxiliar as entidades beneficiárias, conforme âmbito e condições estabelecidas no Aviso de Abertura nº 20/2010, na elaboração das candidaturas

Leia mais

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes [Empréstimos a taxa variável] Linha PME Crescimento 2015 Euribor a 6 meses + Spread 2,700% a 4,300% Entre 2,611% e 4,254% Prazo Máximo: 4 anos (inclui possibilidade

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Modelo de Governo O CHBA integra o SNS (Serviço Nacional de Saúde), estando sujeito ao modelo de governo definido pela tutela. O CHBA, EPE opera desde 31-12-2005, em resultado da extinção dos hospitais

Leia mais

Estatutos da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, S.A.

Estatutos da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, S.A. Estatutos da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, S.A. CAPÍTULO I Denominação, duração, sede e objecto Artigo 1º Denominação e duração 1 - A sociedade adopta a forma de sociedade anónima e a denominação

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO. Contrato para "Fornecimento de Gás Natural"

MUNICÍPIO DO CARTAXO. Contrato para Fornecimento de Gás Natural Contrato para "Fornecimento de Gás Natural" Entre. Município do Cartaxo, com sede na Praça 15 de Dezembro, no Cartaxo, NIPC 506 780 902, representada neste ato por Fernando Manuel da Silva Amorim, na qualidade

Leia mais

4: RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL... 139

4: RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL... 139 ÍNDICE 1: RELATÓRIO DE GESTÃO... 3 1.1: MENSAGEM DO PRESIDENTE... 5 1.2: GOVERNO DA SOCIEDADE... 9 1.3: OUTRAS DECLARAÇÕES OBRIGATÓRIAS... 33 1.4: ATIVIDADE DESENVOLVIDA E PERSPETIVAS PARA 2012... 43 1.5:

Leia mais

Curso de Pós-Graduação em Direito do Trabalho e de Processo de Trabalho 2010/2011

Curso de Pós-Graduação em Direito do Trabalho e de Processo de Trabalho 2010/2011 Curso de Pós-Graduação em Direito do Trabalho e de Processo de Trabalho 2010/2011 INICIO: 11 de Fevereiro de 2011 COORDENAÇÃO: Dr. Paulo Morgado de Carvalho / Prof. Doutor Júlio Vieira Gomes Com a participação

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO (MENORES COM 16 ANOS DE IDADE COMPLETOS) MODELO

CONTRATO DE TRABALHO (MENORES COM 16 ANOS DE IDADE COMPLETOS) MODELO CONTRATO DE TRABALHO (MENORES COM 16 ANOS DE IDADE COMPLETOS) MODELO Observações: 1. O presente modelo de contrato de trabalho destina-se apenas aos contratos de trabalho entre menores com 16 anos de idade

Leia mais

AJUDAS DE CUSTO E DE TRANSPORTE PARA 2013

AJUDAS DE CUSTO E DE TRANSPORTE PARA 2013 PLMJ AJUDAS DE CUSTO E DE TRANSPORTE PARA 2013 As ajudas de custo e de transporte atribuídas aos colaboradores das empresas que se desloquem ao seu serviço, até ao limite dos quantitativos estabelecidos

Leia mais

Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto *

Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto * Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto * Nos termos da Resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2002, de 26 de Julho, que aprovou o Programa para a Produtividade e o Crescimento da Economia, foi delineado

Leia mais

Preçário. Caixa Central de Crédito Agricola Mútuo e Caixas de Crédito Agrícola Mútuo

Preçário. Caixa Central de Crédito Agricola Mútuo e Caixas de Crédito Agrícola Mútuo Preçário CAIXA CENTRAL - CAIXA CENTRAL DE CRÉDITO AGRICOLA MÚTUO, CRL E CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DO SISTEMA INTEGRADO DO CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Caixa Central de Crédito Agricola Mútuo e Caixas

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. João Manuel Lopes de Oliveira. Maria Teresa Fernandes de Jesus de Sousa Carneir

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração. João Manuel Lopes de Oliveira. Maria Teresa Fernandes de Jesus de Sousa Carneir Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Conselho de Administração Presidente Vogal e Director Clínico Vogal e Enfermeira Directora Francisco Ventura Ramos João Manuel Lopes de Oliveira Maria

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Conselho de Administração Modelo de Governo Mandato 20152017 Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Conselho de Administração Presidente Vogal Executivo Diretora Clínica Enfermeira Diretora José Rianço Josué João Maria Roxo Vaz Rico

Leia mais

ACTA Nº 14 MARTIFER SGPS, S.A., Sociedade Aberta

ACTA Nº 14 MARTIFER SGPS, S.A., Sociedade Aberta ACTA Nº 14 Aos dez dias do mês de Abril do ano de dois mil e treze, pelas quinze horas, reuniu na sede social, sita na Zona Industrial de Oliveira de Frades, em Oliveira de Frades, a Assembleia Geral Anual

Leia mais

compra compta - ASSEMBLEIA GERAL EQUTPAMENTOS E SERV ços DE TNFORMÁilCA, S.A. COMISSAO DE VENGI MENTOS Algés, 7 de maio de 2015

compra compta - ASSEMBLEIA GERAL EQUTPAMENTOS E SERV ços DE TNFORMÁilCA, S.A. COMISSAO DE VENGI MENTOS Algés, 7 de maio de 2015 compra compta - EQUTPAMENTOS E SERV ços DE TNFORMÁilCA, S.A. Sociedade Aberta Sede: Avenida José Gomes Ferreira, 13, Miraflores, 1495-139 Algés CAPITAL SOCIAL: 14.775.000,00 CAPITAL PRÓPRIO: 1.159.754.

Leia mais

Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados

Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de agosto com as alterações introduzidas

Leia mais

PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06 (R1) Operações de Arrendamento Mercantil. CVM - Deliberação nº. 645/10; CFC - NBC TG 06 - Resolução nº. 1.

PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06 (R1) Operações de Arrendamento Mercantil. CVM - Deliberação nº. 645/10; CFC - NBC TG 06 - Resolução nº. 1. PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06 (R1) Operações de Arrendamento Mercantil CVM - Deliberação nº. 645/10; CFC - NBC TG 06 - Resolução nº. 1.304/10; 1 OBJETIVO O objetivo deste Pronunciamento é estabelecer,

Leia mais

Artigo A. Valorizações remuneratórias

Artigo A. Valorizações remuneratórias Artigo A Valorizações remuneratórias 1 - No período de vigência da presente lei está vedada a prática de quaisquer actos que consubstanciem valorizações remuneratórias do seguinte pessoal: a) Trabalhadores

Leia mais

Taxa Anual Nominal (TAN) Euribor 6 meses + Spread 1,750% a 4,250% Euribor 6 meses + Spread 3,750% a 6,250% 0,032% 0,596% Euribor 6 meses +

Taxa Anual Nominal (TAN) Euribor 6 meses + Spread 1,750% a 4,250% Euribor 6 meses + Spread 3,750% a 6,250% 0,032% 0,596% Euribor 6 meses + 18.1. Crédito à habitação e contratos conexos Empréstimos a taxa variável Taxa Anual Efectiva (TAE) Prestação Indexada; Prestação Mínima; Crédito Não Residentes; Spread 1,750% a 4,250% 4,939% Prazo máximo

Leia mais

-----------------------------------Extracto da Acta número quarenta e dois-------------------- No dia quatro de Maio de dois mil e dez pelas

-----------------------------------Extracto da Acta número quarenta e dois-------------------- No dia quatro de Maio de dois mil e dez pelas -----------------------------------Extracto da Acta número quarenta e dois-------------------- No dia quatro de Maio de dois mil e dez pelas dezassete horas e dez minutos, reuniu na sede social sita na

Leia mais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais 5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais Como se pode constatar na regra 3, a filosofia de imputação de despesas com deslocações e subsistência, está directamente relacionada

Leia mais

PASSAPORTE PARA ANGOLA

PASSAPORTE PARA ANGOLA PASSAPORTE PARA ANGOLA Ana Pinelas Pinto 17 e 18 de Fevereiro 2011 QUESTÕES FISCAIS NA EXPATRIAÇÃO 17 e 18 de Fevereiro 2011 Principais Dificuldades/ Riscos Criação de EE para a entidade empregadora não

Leia mais

Regime geral dos trabalhadores por conta de outrem

Regime geral dos trabalhadores por conta de outrem Gastos e operações com o pessoal Os recursos humanos implicam gastos: Remunerações fixas e/ou variáveis recebidas pelos trabalhadores vinculados à empresa por contrato individual de trabalho; Remunerações

Leia mais

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO

Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Glossário de Crédito Habitação do NOVO BANCO Tipo de Propriedade 1ª Habitação Residência habitual do agregado familiar (habitação própria permanente). 2ª Habitação Residência não habitual do agregado familiar

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 27 de dezembro de 2013. Série. Número 181

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 27 de dezembro de 2013. Série. Número 181 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Sexta-feira, 27 de dezembro de 2013 Série Suplemento Sumário ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA MADEIRA Decreto Legislativo Regional n.º 31/2013/M Segunda alteração ao

Leia mais

A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados?

A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados? CONTRATAÇÃO A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados? Conforme decorre do disposto no n.º 11 do artigo 9.º do Decreto lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação conferida

Leia mais

Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados

Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados Princípios Gerais de Atribuição de Despesas de Transporte e Alojamento e de Ajudas de Custo aos Deputados Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de Agosto com as alterações introduzidas

Leia mais

NEWSLETTER Fevereiro 2014 SEGURANÇA SOCIAL 2014

NEWSLETTER Fevereiro 2014 SEGURANÇA SOCIAL 2014 NEWSLETTER Fevereiro 2014 SEGURANÇA SOCIAL 2014 SEGURANÇA SOCIAL 2014 Índice 1. INTRODUÇÃO 3 2. ALTERAÇÕES SEGURANÇA SOCIAL 4 3. BASES DE INCIDÊNCIA 6 3 1. Introdução Com a entrada em vigor da Lei do Orçamento

Leia mais

REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS

REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS A MUTUALIDADE DA MOITA Associação Mutualista REGULAMENTO DE BENEFÍCIOS CAPITULO I ASSOCIADOS ARTIGO 1º São condições de inscrição: a) Ter idade até 45 anos (inclusive), salvo se a modalidade associativa

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 14 DE ABRIL DE 2015, PELAS 11.00 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 14 DE ABRIL DE 2015, PELAS 11.00 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO PONTO SEGUN DA ORDEM S TRABALHOS Nos termos legais e estatutários, o Conselho de Administração propõe que o Resultado Líquido

Leia mais

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação Fundo Especial de Investimento Aberto CAIXA FUNDO RENDIMENTO FIXO IV (em liquidação) RELATÓRIO & CONTAS Liquidação RELATÓRIO DE GESTÃO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DO AUDITOR EXTERNO CAIXAGEST Técnicas

Leia mais

Aprovado por Despacho do Senhor Secretário de Estado dos Transportes, de 25 de Maio de 2000 e Despacho do Senhor Secretário de Estado do Tesouro e

Aprovado por Despacho do Senhor Secretário de Estado dos Transportes, de 25 de Maio de 2000 e Despacho do Senhor Secretário de Estado do Tesouro e ESTATUTO DO PESSOAL Aprovado por Despacho do Senhor Secretário de Estado dos Transportes, de 25 de Maio de 2000 e Despacho do Senhor Secretário de Estado do Tesouro e das Finanças, de 6 de Julho de 2000.

Leia mais

A. E. / P T Comunicações PROPOSTA DE REVISÃO * 2009

A. E. / P T Comunicações PROPOSTA DE REVISÃO * 2009 STPT Sindicato dos Trabalhadores 1 do Grupo Portugal Telecom Fundamentação Económica A. E. / P T Comunicações PROPOSTA DE REVISÃO * 2009 A proposta de revisão do AE/PT-C que para efeitos de negociação

Leia mais

LEI N.º 10/91 ESTATUTO DOS MAGISTRADOS CAPÍTULO I ESTATUTO. Artigo l.º

LEI N.º 10/91 ESTATUTO DOS MAGISTRADOS CAPÍTULO I ESTATUTO. Artigo l.º LEI N.º 10/91 A Assembleia Nacional no uso das atribuições que lhe são conferidas ao abrigo da alínea d) do artigo 87º. Da Constituição, aprova a seguinte Lei: ESTATUTO DOS MAGISTRADOS CAPÍTULO I ESTATUTO

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA F. RAMADA INVESTIMENTOS, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 14 DE ABRIL DE 2015, PELAS 10:30 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA F. RAMADA INVESTIMENTOS, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 14 DE ABRIL DE 2015, PELAS 10:30 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA F. RAMADA INVESTIMENTOS, SGPS, S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO PONTO SEGUN DA ORDEM S TRABALHOS da F. RAMADA INVESTIMENTOS, SGPS, S.A. propõe à Assembleia Geral que o

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 187 28 de Setembro de 2011 38699 MINISTÉRIO PÚBLICO. Procuradoria-Geral da República

Diário da República, 2.ª série N.º 187 28 de Setembro de 2011 38699 MINISTÉRIO PÚBLICO. Procuradoria-Geral da República Diário da República, 2.ª série N.º 187 28 de Setembro de 2011 38699 MINISTÉRIO PÚBLICO Procuradoria-Geral da República Parecer n.º 10/2011 Titular de cargo político Aposentação Pensão de aposentação Remuneração

Leia mais