Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio."

Transcrição

1 Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio. Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a rotina para calcular Rescisão Complementar com o tipo de complemento Dissídio. 1- RESCISÃO NORMAL DEVE ESTAR CALCULADA 1.1- Para calcular uma rescisão complementar é necessário que exista uma rescisão individual ou em grupo calculada para o empregado, no menu PROCESSOS, opção INDIVIDUAL ou EM GRUPO. Neste exemplo a data da rescisão normal é 31/03/ CADASTRAR CONVENÇÃO COLETIVA - DISSÍDIO Acesse o menu ARQUIVOS, opção SINDICATOS, opção EMPREGADOS, clique na guia CONVENÇÃO COLETIVA para cadastrar o tipo de acordo DISSÍDIO Clique no botão [Novo] para cadastrar um novo acordo do sindicato; 2.3- No grupo DADOS DA CONVENÇÃO COLETIVA preencha os campos conforme a convenção coletiva em questão: No campo DESCRIÇÃO informe uma descrição para o acordo realizado; No campo TIPO DE ACORDO, selecione a opção Dissídio ; No campo NÚMERO DO PROCESSO, informe o número do processo da Convenção Coletiva;

2 No campo VIGÊNCIA, informe a vigência inicial e final da Convenção Coletiva; No campo DATA DO REGISTRO, informe a data do registro da Convenção Coletiva; No campo TIPO PERCENTUAL DE REAJUSTE, selecione a opção de acordo com o tipo de reajuste da convenção coletiva; No campo PERCENTUAL, informe o percentual de reajuste da Convenção Coletiva; 2.4- Na guia ALTERAÇÃO RETROATIVA, você preencherá os dados da alteração retroativa: Selecione a opção [x] Alteração salarial retroativa para habilitar os demais campos; No campo DATA DA ALTERAÇÃO, informe a data que ocorreu a alteração salarial; No campo COMPETÊNCIA RETROATIVA, informe a competência retroativa correspondente; No campo FORMA DO AJUSTE, selecione a opção desejada para que seja calculada a diferença de salário. OBS: A opção GERAR FOLHAS COMPLEMENTARES ESPECÍFICAS PARA ESSA ALTERAÇÃO, somente ficará habilitada quando no campo FORMA DO AJUSTE, estiver selecionada a opção Complementar mês a mês ou Em folha complementar do mês do aumento Selecione a opção [x] Gerar folhas complementares específicas para essa alteração salarial, caso deseje que sejam geradas folhas complementares específicas para essa alteração salarial. Neste exemplo a alteração será em 04/2016 retroativa à 01/2016.

3 2.5- Na guia DADOS DO REAJUSTE, você poderá informar os dados do reajuste, caso percentual do reajuste informado no campo PERCENTUAL seja proporcional aos meses trabalhados Na guia DADOS DO REAJUSTE será habilita uma das guias: FIXO, CONFORME CARGO ou VARIÁVEL conforme informação selecionada no campo TIPO PERCENTUAL DE REAJUSTE do grupo DADOS DA CONVENÇÃO COLETIVA. Caso desejar pressione F1 para obter ajuda. 3- ALTERAÇÃO SALARIAL 3.1- Acesse o menu PROCESSOS, opção ALTERAÇÃO SALARIAL, opção INDIVIDUAL ou EM GRUPO para realizar a alteração salarial correspondente: 3.2- No grupo DADOS DA ALTERAÇÃO, no campo: DATA informe a data em que ocorreu a alteração; MOTIVO digite o motivo da alteração; 3.3- No grupo OPÇÕES selecione a opção: [x] Alteração retroativa para que a alteração salarial seja retroativa; [x] Alteração conforme Convenção Coletiva de Trabalho para que a alteração salarial seja realizada conforme convenção coletiva de trabalho; [x] Gerar GFIP 650 caso deseje que seja gerada a GFIP 650 conforme convenção coletiva de trabalho. Caso esta opção esteja selecionada o grupo PAGAMENTO/ALTERAÇÃO RETROATIVA será

4 preenchida automaticamente conforme cadastro da CONVENÇÃO COLETIVA na tela de cadastro do sindicato. OBS: Caso esta opção estiver selecionada deverá ser gerada a GFIP No grupo PAGAMENTO/ALTERAÇÃO RETROATIVA preencha os dados conforme desejar Demais campos selecionar conforme necessidade. Neste exemplo está sendo realizada alteração salarial em 04/2016 retroativa á 01/2016 conforme CCT e selecionado para gerar GFIP Na guia SALÁRIOS, será preenchido o campo VALOR conforme cadastro da CONVENÇÃO COLETIVA na tela de cadastro do sindicato. Caso desejar este valor poderá ser alterado.

5 4- RESCISÃO COMPLEMENTAR 4.1- Acesse o menu PROCESSOS, opção RESCISÕES e clique em COMPLEMENTARES No grupo DADOS DO COLABORADOR, no campo CÓDIGO, informe o código do colaborador que deseja realizar o cálculo; 4.3- Clique no botão [Novo]; 4.4- No campo DEMITIDO EM, será preenchido automaticamente com a data de demissão do colaborador calculada na rescisão; 4.5- No campo DATA COMPLEMENTO, informe a data complemento da rescisão complementar; 4.6- No grupo TIPO DO COMPLEMENTO, selecione a opção [x] Dissídio, para informar que o valor da rescisão complementar conforme dissídio. No campo DATA DA HOMOLOGAÇÃO, informe a data em que foi homologado o dissídio; 4.7- Preencha as guias GERAL e MÉDIAS conforme desejar Clique no botão [Calcular].

6 4.9- Ao calcular a rescisão será aplicado o percentual/valor informado na alteração salarial. Observe exemplo abaixo: OBS: Para visualizar o relatório de memória de calculo de diferença salarial clique no ícone da calculadora.

Recursos Humanos Rescisão Complementar

Recursos Humanos Rescisão Complementar Recursos Humanos Rescisão Complementar 1/18 Índice 1. RESCISÃO COMPLEMENTAR... 3 2. RESCISÃO COMPLEMENTAR POR ACORDO/CONVENÇÃO/DISSIDIO... 4 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. 1.6. PARÂMETROS... 4 SALÁRIOS RETROATIVOS

Leia mais

Antes de iniciarmos a discussão do reajuste salarial abordaremos alguns pontos básicos e impactantes neste assunto.

Antes de iniciarmos a discussão do reajuste salarial abordaremos alguns pontos básicos e impactantes neste assunto. Reajuste Salarial As alterações na ficha do empregado são freqüentes e uma das vantagens é que se tenha os históricos para consulta. O reajuste salarial é uma alteração na ficha do empregado e, podendo

Leia mais

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento

Versão 8.2C-09. Domínio Atendimento Versão 8.2C-09 Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso,

Leia mais

A primeira configuração que deve ser conferida está na parte cadastral da empresa.

A primeira configuração que deve ser conferida está na parte cadastral da empresa. 13º Salário O objetivo deste manual é orientar ao usuário quanto à geração da folha de 13º Salário, bem como Adiantamento de 13º Salário e Complemento de 13º. Clique nos links abaixo para navegar entre

Leia mais

Manual do Visual Practice

Manual do Visual Practice Manual do Visual Practice Cálculo de Rescisão Para efetuar cálculo de rescisão, acessar o menu Cálculos / Folha normal / rescisão. Informar Empresa e Funcionário e clicar no ícone Rescisão ou (ALT+R),

Leia mais

A jornada de trabalho por hora ou por dia tem se tornado cada vez mais frequente no dia-aentre

A jornada de trabalho por hora ou por dia tem se tornado cada vez mais frequente no dia-aentre Faixa Salarial Folha de Pagamento Faixa Salarial A jornada de trabalho por hora ou por dia tem se tornado cada vez mais frequente no dia-aentre outros. dia das empresas. Ela está presente em escolas, indústrias,

Leia mais

CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS

CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS CONCEITO DE TOMADOR DE SERVIÇOS CADASTRO DE EMPRESAS PALETA 2.COMPLEMENTO: deverá constar o código de recolhimento da GFIP 150 (Recolhimento ao FGTS e informações a Previdência Social de empresa prestadora

Leia mais

Cadastro de produto. Supermercados

Cadastro de produto. Supermercados Cadastro de produto Supermercados 1 Objetivo: Cadastrar todos produtos do estabelecimento que serão comercializados no estabelecimento. Para que serve? Os produtos cadastrados serão utilizados nas movimentações

Leia mais

Manual do CENSEC para a equipe do Suporte.

Manual do CENSEC para a equipe do Suporte. Manual do CENSEC para a equipe do Suporte. Verificar se o sistema está atualizado: A partir das versões Módulo Tabelionato: 2.2.0.25 e Módulo Administração: 2.2.0.42. Os recursos do CENSEC estarão no sistema.

Leia mais

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL)

DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) DESONERAÇÃO FOLHA (INSS PATRONAL) Para que o cálculo do INSS Patronal seja realizado, favor seguir os procedimentos abaixo: 1 - No Módulo de Contabilidade, deverão ser associadas as contas Operacionais

Leia mais

Cálculo de Hora Extra:

Cálculo de Hora Extra: Cálculo de Hora Extra: Confira como resolver, em poucos passos, um cálculo com o aplicativo Debit Trabalhista. Este cálculo contém: Horas Extras (hora + adicional) 13º salário Férias Aviso prévio Multa

Leia mais

MANUAL DO MÓDULO BAPM

MANUAL DO MÓDULO BAPM MANUAL DO MÓDULO BAPM TUTORIAL MODULO BAPM O Sistema Integrado de Gestão Policial SIGPOL -, oferece aos seus usuários um mecanismo de registro dos atendimentos realizados pelos policiais militares, desde

Leia mais

SIGRH Módulo Férias - Procedimentos para servidores e chefias.

SIGRH Módulo Férias - Procedimentos para servidores e chefias. SIGRH Módulo Férias - Procedimentos para servidores e chefias. 1- Procedimentos e Prazos Marcação de Férias: Podem ser marcadas a qualquer tempo no SIG, desde de que tenha se comprido o período aquisitivo,

Leia mais

Criar Usuário no sistema e-cidade

Criar Usuário no sistema e-cidade PROCEDIMENTO Código do Projeto Criar Usuário no Sistema e-cidade Cliente DTSMUNI-0001 Projeto: e-cidade Municípios Baianos Criar Usuário no sistema e-cidade Gestor do documento: Célula e-cidade 1/23 Sumário:

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Notas Fiscais Produtor/Avulsa. Módulo NFPA - e

Manual do Usuário. Sistema de Notas Fiscais Produtor/Avulsa. Módulo NFPA - e Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso Superintendência do Sistema Administrativo Fazendário Superintendência Adjunta de Gerenciamento de Tecnologia da Informação Manual do Usuário Sistema de Notas

Leia mais

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA SAÚDE CONNECT 3.010 FATURAMENTO ODONTOLOGIA FATURAMENTO ODONTOLOGIA... 3 1. DIGITAR GUIAS... 3 1.1 GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 4 1.2 CONSULTAR OU ALTERAR GUIA... 5 2. LOTE DE GUIAS... 7 2.1 ENVIAR

Leia mais

BEMATECH LOJA PRACTICO PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO AMBIENTE DE CADASTROS

BEMATECH LOJA PRACTICO PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO AMBIENTE DE CADASTROS BEMATECH LOJA PRACTICO PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO AMBIENTE DE CADASTROS Acesse o programa pelo ícone indicado pelo suporte como padrão para manutenção de cadastros. Geralmente esse aplicativo estará

Leia mais

Liberação de Atualização

Liberação de Atualização Liberação de Atualização Cordilheira Recursos Humanos 2.149h Criado tratamento para controle de pagamento das guias de desconto sindical: sindical patronal e sindicais diversos (contribuição assistencial,

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

CONSULTAS E EXAMES. Executante Consultas

CONSULTAS E EXAMES. Executante Consultas CONSULTAS E EXAMES Executante Consultas SUMÁRIO 1. EXECUTANTE CONSULTAS... 3 2. TELA DE ACESSO AO SISTEMA... 3 3. REGISTRO DE ATENDIMENTO... 5 4. SOLICITAÇÃO DE RETORNO E/OU ENCAMINHAMENTO... 6 Dezembro/2015

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação 10/Abril/2011 Aplicado

Leia mais

Agendando um Horário

Agendando um Horário Agendando um Horário Ao acessar a Agenda, escolha primeiramente o médico. Por padrão abrirá a agenda do Médico vinculado ao cadastro do usuário com os horários do dia. Para agendar um horário clique duas

Leia mais

C d a as a t s r t o r o d e p ro r d o uto t s o s por o r re r f e e f rê r ncia

C d a as a t s r t o r o d e p ro r d o uto t s o s por o r re r f e e f rê r ncia Cadastro de produtos por referência Varejo - Vestuário 1 Cadastro de produtos por referência Objetivo: Cadastrar, alterar e excluir produtos que pertencem a uma mesma grade (referência), isto é, diferenciam-se

Leia mais

S N FI SPED PIS/CO 0

S N FI SPED PIS/CO 0 0SPED PIS/COFINS Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 31/03/2011 Edilson J. Martins 2 Natureza de operação, CST PIS Cofins por empresa 30/05/2011 Edilson J. Martins Página

Leia mais

Cadastro de Assistentes GUIA CADASTRO DE ASSISTENTES DOS REPRESENTANTES PROCESSUAIS

Cadastro de Assistentes GUIA CADASTRO DE ASSISTENTES DOS REPRESENTANTES PROCESSUAIS GUIA CADASTRO DE ASSISTENTES DOS REPRESENTANTES PROCESSUAIS Natal/RN, junho de 2016 Bem vindo ao PJe O Processo Judicial Eletrônico (PJe) projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é um sistema de informação

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO APURAÇÃO DE TRIBUTOS RETIDOS: EMISSÃO DE DARF POR EMITENTE OU POR NOTA EMISSÃO DE DARF DE TRIBUTOS RETIDOS POR FORNECEDOR/NOTA FISCAL Para facilitar o controle dos tributos

Leia mais

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Cargos

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Cargos C A R T I L H A - Recursos Humanos Cargos Elaborada por: DIRPD Diretoria de Processamento de Dados Universidade Federal de Uberlândia Maio/2009 Apresentação Esta cartilha foi elaborada para auxiliar os

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle Sage CND SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CND... 2 1.1. 1.2. Cadastro CND... 2 Painel de Controle... 6 3. CND PORTAL DE RELACIONAMENTO.... 10 1. Apresentação A Plataforma Sage visa dinamizar os negócios

Leia mais

GRERJ Judicial. GRERJ Eletrônica

GRERJ Judicial. GRERJ Eletrônica Manual do Usuário GRERJ Judicial GRERJ Eletrônica Template Versão 1.2 SUMÁRIO Como acessar... 3 GRERJ Eletrônica Judicial... 4 Histórico de Versões... 12 GRERJ Judicial Página 2 de 12 GRERJ Judicial Como

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão da Educação GUIA DE REFERÊNCIA. CRIAÇÃO DE TURMAS - SIGEDUC

Sistema Integrado de Gestão da Educação  GUIA DE REFERÊNCIA. CRIAÇÃO DE TURMAS - SIGEDUC http://sigeduc.rn.gov.br GUIA DE REFERÊNCIA CRIAÇÃO DE TURMAS - SIGEDUC http://sigeduc.rn.gov.br Resumo Este documento apresenta instruções de como realizar a criação de turmas e alocação de estudantes

Leia mais

TUTORIAL VALOR APROXIMADO DOS TRIBUTOS

TUTORIAL VALOR APROXIMADO DOS TRIBUTOS Apresentação A opção de informar percentual de tributos incidentes na nota fiscal, bem como o resultado da aplicação deste percentual sobre o preço de venda, será selecionada e gravada na movimentação

Leia mais

Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante

Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante Introdução O sistema possibilita diversas opções de recálculo de preços de venda, o Reajuste de Preço de Venda pelo Preço do Fabricante utiliza o preço

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

Carta Frete & Cheque Troco. Posto Moura. Definição do que é carta frete e cheque troco. Configurações e modo de funcionamento no sistema.

Carta Frete & Cheque Troco. Posto Moura. Definição do que é carta frete e cheque troco. Configurações e modo de funcionamento no sistema. Carta Frete & Cheque Troco Posto Moura Definição do que é carta frete e cheque troco. Configurações e modo de funcionamento no sistema. 02/08/2013 Objetivo O que é carta frete? A carta frete é um documento

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Aplicativo Controle de Bens

Aplicativo Controle de Bens Aplicativo Controle de Bens Tenha total controle da situação, localização e posse de equipamentos, mobiliário e bens de sua empresa. Com o aplicativo Controle de Bens você gerencia em detalhes todos os

Leia mais

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar

-Entre no menu Cadastros / Terceiros/Optantes -Insira os dados do Empregado ou Fornecedor / clique em Gravar Acesso ao Sistema -Dê dois cliques no ícone do programa -Digite o Usuário: -Digite a Senha: -Clique em Acessar 1 o. Passo Cadastrar os Empregados ou Fornecedores CADASTRAR SEMPRE A CONTA SALÁRIO (OPERAÇÃO

Leia mais

Manual Gestão Garantias

Manual Gestão Garantias Manual Gestão Garantias OUTUBRO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 3 3. Navegação no Sistema... 3 4. Configuração... 6 4.1. Garantias... 6 4.1.1. Cadastrar... 7 4.1.2. Validar...

Leia mais

O cenário hoje é que o sistema Folha Windows trata por completo o Regime Previdenciário do INSS desde relatórios às guias exigidas neste regime.

O cenário hoje é que o sistema Folha Windows trata por completo o Regime Previdenciário do INSS desde relatórios às guias exigidas neste regime. 1 Regime Previdenciário Visão Geral Escopo do produto Muitas empresas sejam elas privadas, estatais ou mistas trabalham com mais de um regime previdenciário. Por exemplo, os empregados celetistas normalmente

Leia mais

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06

Patrimônio ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples Implantação Automática 06 1 2 Patrimônio ÍNDICE ERP ( Controle de Frotas ) 1- Implantação bens móveis simples 04 1.1- Implantação Automática 06 1.2- Implantação via Nota de Compra 07 2- Transferência de Bens 08 3- Transferência

Leia mais

Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias

Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias 1 Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias Maceió, setembro de 2012. 2 Histório de versões Versão 1.0-14/09/2012 Descrição: Versão inicial 3 Conteúdo 1.Conhecendo

Leia mais

Orientações ao Administrador Regional

Orientações ao Administrador Regional Orientações ao Administrador Regional Antes de iniciarmos a Formação do Administrador Regional é importante lembrarmos que o mesmo deverá ser cadastrado por um Administrador Geral (SEDUC). Para realizar

Leia mais

GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais

GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais as verbas que compõe o seu cálculo, lembrando que deve

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS MANUAL PARA O PROCESSO DE RETENÇÃO DE SERVIÇO O processo de retenção de serviço ocorre quando o tomador de serviço é o responsável pelo recolhimento do ISS. O tomador deverá escriturar a nota recebida

Leia mais

SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DA RESERVA TÉCNICA INSTITUCIONAL FAPESP

SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DA RESERVA TÉCNICA INSTITUCIONAL FAPESP SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DA RESERVA TÉCNICA INSTITUCIONAL FAPESP http://www.propg.unifesp.br/fapesp 1 Sumário Solicitação de Compra... 3 Orientações Complementares SINTEGRA e Receita Federal... 8 1 Consulta

Leia mais

e-procurement TERMOMECANICA/FSA

e-procurement TERMOMECANICA/FSA e-procurement TERMOMECANICA/FSA MANUAL DO FORNECEDOR Página 1 1 Objetivo 3 2 Pré Requisitos 3 3 Definição de Solicitação de Cotação e Pedido de Compra 3 4 Procedimentos 3 4.1 Acompanhar Solicitação de

Leia mais

Sistema e-mec. Manual para Alterações de Menor Relevância. Ministério da Educação - MEC

Sistema e-mec. Manual para Alterações de Menor Relevância. Ministério da Educação - MEC Ministério da Educação - MEC Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior - SERES Sistema e-mec Manual para Alterações de Menor Relevância Elaborado pelo grupo de PIs participante da CCT Aprimoramento

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRO DE FUNÇÕES DO CAIXA

MANUAL PARA CADASTRO DE FUNÇÕES DO CAIXA MANUAL PARA CADASTRO DE FUNÇÕES DO CAIXA Este manual tem o objetivo de orientar o procedimento de Funções do Caixa. Sempre que se fizer um destes procedimentos, os passos abaixo devem ser seguidos. AS

Leia mais

Como lançar uma Nota Fiscal(NF) de Compra. Como lançar a Nota Fiscal de Compra Como atualizar os preços dos produtos de meia nota

Como lançar uma Nota Fiscal(NF) de Compra. Como lançar a Nota Fiscal de Compra Como atualizar os preços dos produtos de meia nota Como lançar uma Nota Fiscal(NF) de Compra Como lançar a Nota Fiscal de Compra Como atualizar os preços dos produtos de meia nota Abra a tela de Entrada de Produto Abra o módulo Compras, clique no Menu

Leia mais

CONVERJ Execução Folha de Pagamento

CONVERJ Execução Folha de Pagamento 1 CONVERJ Execução Folha de Pagamento Proponente Versão 1.4 Maio/2016 2 Sumário 1 Inclusão de Folha de Pagamento Via Remessa Eletrônica... 3 1.1 Gerenciar Processo de Compra de Folha de Pagamento... 3

Leia mais

1. Selecione a linha que deseja excluir a declaração na coluna Ação, do painel Declarações. Após isso, clique sobre o botão "Excluir".

1. Selecione a linha que deseja excluir a declaração na coluna Ação, do painel Declarações. Após isso, clique sobre o botão Excluir. Declarações O que é isto? O que isto faz? Esta página tem por objetivo auxiliá-lo na localização de declarações já cadastradas, bem como na criação de novas declarações. Saiba que, uma vez localizada,

Leia mais

Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema. Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração

Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema. Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração 2 Cali LAB View Web SUMÁRIO CALI LAB VIEW WEB... 3 LOGIN...

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento.

Faturamento. Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos. de Faturamento. Faturamento Dependendo do seu tipo de negócio, para remeter à empresa contábil os dados das notas fiscais emitidas para cálculo dos tributos, etc, você deverá usar as opções de Faturamento. Notas Fiscais

Leia mais

Consulta e Pesquisa. PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Diretoria Geral de Tecnologia da Informação Departamento de Suporte e Atendimento

Consulta e Pesquisa. PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Diretoria Geral de Tecnologia da Informação Departamento de Suporte e Atendimento Manual do Usuário Consulta e Pesquisa e-prot Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Menu Consulta... 3 Submenu por Número... 3 Submenu Pesquisa... 5 Submenu Processo não Cadastrado no e-prot... 12 Submenu por

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 CORDILHEIRA GERENCIADOR DE SISTEMAS - 2.48A 1 - Alterada a rotina de Backup do Sistema, em Utilitários, para que seja possível

Leia mais

SAÚDE CONNECT AUTORIZAÇÃO ODONTOLOGIA

SAÚDE CONNECT AUTORIZAÇÃO ODONTOLOGIA SAÚDE CONNECT 3.010 AUTORIZAÇÃO ODONTOLOGIA AUTORIZAÇÃO ODONTOLOGIA... 2 1. GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 2 2. ENCERRAMENTO DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 7 3. PLANO DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 9

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL ESTUDANTE PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL ESTUDANTE PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS Origem: Data de Criação: 01/07/2010 Ultima alteração: Versão: 1.2 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano Padovani Colaborador:

Leia mais

MANUAL EPROC / TJTO. Endereço eletrônico:

MANUAL EPROC / TJTO. Endereço eletrônico: MANUAL EPROC / TJTO Endereço eletrônico: processoeletronico@tjto.jus.br As seguintes funcionalidades serão abordadas neste tutorial. Consulta Processual Consultar Processos Movimentação Processual Movimentação

Leia mais

SISTEMA THEMIS PG MANUAL DO USUÁRIO CADASTRO DE DOCUMENTOS

SISTEMA THEMIS PG MANUAL DO USUÁRIO CADASTRO DE DOCUMENTOS ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DIRETORIA DE INFORMÁTICA E AUTOMAÇÃO COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO NÚCLEO DE SUPORTE A SISTEMAS SISTEMA THEMIS PG MANUAL DO USUÁRIO CADASTRO

Leia mais

SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN

SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS SUPERINTENDÊNCIA DE NAVEGAÇÃO INTERIOR Gerência de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior SISTEMA DE DESEMPENHO DA NAVEGAÇÃO - SDN MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 Versão 1.04 Março de 2010. Sumário As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem prévio aviso e não representam compromisso por parte do fabricante. As imagens aqui reproduzidas

Leia mais

MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples

MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples ÍNDICE Compras 1- CONTROLE PATRIMONIAL: Implantação bens móveis simples MENU DO USUÁRIO - CONTROLE PATRIMONIAL ATENDIMENTO DIRETO Bens Móveis Simples Clicar em novo, informar os dados do bem: Para localizar

Leia mais

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota 1. Como emitir Notas Fiscais no Fly e-nota Para emissão de NFS-e, é necessário que o prestador esteja devidamente autorizado a realizar este processo. Após acessar o módulo

Leia mais

Informamos que o Calendário Acadêmico encontra-se disponível no site da EMESP, na página do aluno. O início das aulas será em 09/02/2015.

Informamos que o Calendário Acadêmico encontra-se disponível no site da EMESP, na página do aluno. O início das aulas será em 09/02/2015. SECRETARIA PEDAGÓGICA COMUNICADO 03/2015 ALUNO@NET - REQUERIMENTOS Prezado(a) aluno(a), Informamos que o Calendário Acadêmico encontra-se disponível no site da EMESP, na página do aluno. O início das aulas

Leia mais

Benner RH Processo do 13º Salário

Benner RH Processo do 13º Salário Processo do 13º Salário www.benner.com.br Atualizado em 29/10/2015 Processo do 13º Salário Copyright 2015 Benner Software de Gestão de Negócios Todos os direitos reservados. É proibido qualquer tipo de

Leia mais

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145

Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Como Fazer Renegociação de Parcelas (Contas a Pagar)? FS145 Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Pagar>Renegociação de Parcelas Referência: FS145 Versão: 2016.03.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

CERINFO. Manual Sistema de Protesto. Versão 2.0

CERINFO. Manual Sistema de Protesto. Versão 2.0 CERINFO Manual Sistema de Protesto Versão 2.0 Última atualização em: 21/03/2016 Conteúdo Conteúdo... 2 Introdução... 4 Acessando o Sistema de Protesto (CERINFO)... 4 Sistema de Protesto... 6 Barra de Menu...

Leia mais

Menu Pesquisador. o Inscrição em Novo Projeto. Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto. A seguinte tela aparecerá:

Menu Pesquisador. o Inscrição em Novo Projeto. Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto. A seguinte tela aparecerá: Menu Pesquisador o Inscrição em Novo Projeto Para Iniciar um novo projeto clique em Inscrição em novo Projeto A seguinte tela aparecerá: Clique no botão Criar novo Projeto obs: cada pesquisador só poderá

Leia mais

Nota Técnica 232/2015

Nota Técnica 232/2015 Nota Técnica 232/2015 Notas da Release 2015.09.02 Grupo/Conjunto: Desenvolvimento Web/Gestão de Pessoal Versão: 1.0 Autor: Hauana Andrade Negherbon Criado em: 16/09/2015 Público Alvo: Usuários e Consultores

Leia mais

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS SADP Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS 2015 FAQ 82 Facilitando seu dia a dia FAQ82 Geração de DIRF e RAIS Prezado cliente, Esta FAQ 82 tem como objetivo orientá-lo sobre a geração da DIRF 2016

Leia mais

Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo:

Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: Manual da Turma Virtual: NOTÍCIAS e TWITTER Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: MENU TURMA Notícias Esta funcionalidade permite ao docente, realizar o cadastro

Leia mais

Games Controle de Locação

Games Controle de Locação Games Controle de Locação Objetivo : Cadastrar Títulos de filmes, jogos, etc ; Cadastrar Tabelas de Preços ; Realizar a Locação e a Devolução de filmes, jogos, etc ; Configurar campos para o Cadastro de

Leia mais

TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO CADASTRO DO TRABALHADOR

TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO CADASTRO DO TRABALHADOR TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO CADASTRO DO TRABALHADOR Para se cadastrar no Portal Mais Emprego e verificar as vagas de emprego você deve seguir os seguintes passos: 1. Clique no Menu Trabalhador>Vagas de

Leia mais

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal Na 4ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, os textos selecionados pela Comissão Julgadora Municipal deverão ser enviados para a etapa estadual

Leia mais

CAND Manual do Usuário

CAND Manual do Usuário CAND Manual do Usuário Manual_Usuario_CAND CAND 1 de 86 ÍNDICE ANALÍTICO 1 INTRODUÇÃO... 4 2 DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 4 3 CONDIÇÕES DE ACESSO AO SISTEMA... 4 4 TELA INICIAL - HOME... 5 5 MENU PRINCIPAL...

Leia mais

MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU

MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA 1º GRAU PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO MANUAL OFICIAL DE JUSTIÇA ATRIBUIÇÕES DO OFICIAL DE JUSTIÇA OFICIAL DE JUSTIÇA Sumário 1 Acesso ao Sistema...4 1.1 Configurações do Sistema...5

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Apresentação Este manual foi elaborado para auxiliá-lo no uso da plataforma SGU WEB, onde todas as movimentações cadastrais de sua empresa devem ser operacionalizadas

Leia mais

Manual Professor Internet

Manual Professor Internet Sumário 1. Acesso ao Sistema Aula. 2. Da Identificação do Módulo Professores e respectivos programas. 3. Conteúdo Lecionado. 4. Emissão do Conteúdo Lecionado. 5. Alterar Senha. 6. Dados Cadastrais 7. Definição

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016 MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016 ÍNDICE 1. SIGEC HOC APRESENTAÇÃO... 3 2. PRÉ-CADASTRO... 3 2.1. Gerar usuário e senha... 3 3. LOGIN NO SISTEMA PRÉ CADASTRO... 4 3.1. Recuperar

Leia mais

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1 Manual de Instruções Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e 1 1. Cadastro de Novo Prestador de Serviço. Quando o usuário acessar o sistema de NFS-e Sapitur ISSQN, vai

Leia mais

Solicitação de Cadastro de Instituição

Solicitação de Cadastro de Instituição Solicitação de Cadastro de Instituição Versão 1.2 Versão Autor Data Descrição 1.0 Equipe suporte 13/10/2011 Criação do Plataforma Brasil documento 1.1 Equipe suporte Plataforma Brasil 1.2 Equipe suporte

Leia mais

Clique na pergunta para ver a resposta. 7. Como tenho acesso às informações do(s) meu(s) contrato(s) de Financiamento?

Clique na pergunta para ver a resposta. 7. Como tenho acesso às informações do(s) meu(s) contrato(s) de Financiamento? 1. Como Solicito meu acesso? 1. Acesse bancovolvoonline.com.br; 2. Clique em Solicitar Acesso ; 3. Preencha os dados solicitados; 4. Receba seu login e senha por e-mail; 5. Pronto! Seu cadastro foi finalizado.

Leia mais

Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida

Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida Dúvidas ou Sugestões: netconta@polimed.com.br Índice Como entrar no sistema NetConta 1?... 3 1. TRABALHANDO COM UMA REMESSA... 3 1.1.Como criar uma nova remessa?...

Leia mais

Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++

Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++ Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++ 1. Baixa de Parcelas Acesse o Módulo CONDOMÍNIO CÁLCULOS DA EMISSÃO BAIXA DE PARCELAS. Este programa efetua a baixa das parcelas dos eventos lançados nas unidades,

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO Efetuadas alterações no Cordilheira Escrita Fiscal, para que seja possível cadastrar as unidades de medida dos itens, bem como os fatores

Leia mais

MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL

MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL Página1 ÍNDICE 1. Integração de Movimentos (Folha, Férias, Adiantamento de Folha, Adiantamento de 13º, 13º Salário e Rescisão) Passo 1.1... pág. 3 Passo

Leia mais

Sistema de Controle de Correspondências

Sistema de Controle de Correspondências Manual do Usuário Sistema de Controle de Correspondências SISCOR Juizados Especiais Template Versão 1.2 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso... 4 3. Atualização de Correspondências... 5 4. Atualização

Leia mais

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR Parâmetros *O campo Limite para compensação de prejuízos anteriores, é utilizado pelas empresas que em um determinado período de apuração, obtiveram prejuízo, e sobre esse

Leia mais

Manual do Tabelionato de Notas

Manual do Tabelionato de Notas Manual do Tabelionato de Notas para emissão de guias de recolhimento ao FUNREJUS 1 Manual do Tabelionato de Notas PARA EMISSÃO DE GUIAS DE RECOLHIMENTO AO FUNREJUS Versão 01.15 1. Emissão de guias de recolhimento

Leia mais

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça 2016 Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DOS AUXILIARES DA JUSTIÇA PÚBLICO EXTERNO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO STI

Leia mais

Texto. Cadastro da Procuradoria. 1 de 20

Texto. Cadastro da Procuradoria. 1 de 20 Cadastro da Procuradoria 1 de 20 Atividades Propostas a) Acessar a funcionalidade através do menu de opções para cadastrar as Procuradorias; b) Cadastrar uma Procuradoria; c) Verificar como alterar uma

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO PORTAL WEBSERVICETISS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO PORTAL WEBSERVICETISS INTRODUÇÃO O possibilita aos prestadores de saúde o envio de arquivos eletrônicos XML no padrão TISS, assim como visualizar os demonstrativos de pagamentos e análise de contas médicas. Seguem abaixo, as

Leia mais

Guia de Consulta Rápida

Guia de Consulta Rápida Guia de Consulta Rápida Exportação de dados Modelo de Preenchimento Importar Planilha Modelo de Planilha de Importação Exportação de dados: Relatório Pessoa Planilha de Endereçamento: Na seção Mala Direta,

Leia mais

Sobre a nova minha UFOP

Sobre a nova minha UFOP Sobre a nova minha UFOP A minha UFOP está com um novo visual. Foi criada uma nova interface, mais bonita, ágil e intuitiva para facilitar a utilização de nossos usuários. Esse tutorial visa mostrar as

Leia mais

Boletim de Atualização Notas CE Versão 2.374

Boletim de Atualização Notas CE Versão 2.374 Release 1 Boletim de Atualização Melhoria O que há de novo e o que foi alterado? Foram realizadas alterações para adaptar o sistema para envio das informações ao E-Selo CE. Foi criada a preferência Habilitar

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 22 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Procedimento para Gerar Pedido de Devolução

Procedimento para Gerar Pedido de Devolução Procedimento para Gerar Pedido de Devolução O procedimento a seguir irá demonstrar como gerar um pedido a partir de uma devolução do cliente e assim gerar também uma nota de crédito para o cliente. 1º

Leia mais

Manual do Sistema Certidão CNJ

Manual do Sistema Certidão CNJ Manual do Usuário Manual do Sistema Certidão CNJ Certidão CNJ Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Acesso ao sistema... 3 2. Emissão da Certidão... 5 3. Validação da Certidão CNJ... 8 Por Numeração da Certidão...

Leia mais