IV Encontro de Seguro Garantia Segurados Públicos Agências Reguladoras

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IV Encontro de Seguro Garantia Segurados Públicos Agências Reguladoras"

Transcrição

1 IV Encontro de Seguro Garantia Segurados Públicos Agências Reguladoras Brasília Novembro/2014 Painel 3 Alterações do Clausulado da Circular SUSEP 477/13 por cláusulas criadas pelos Segurados

2 Agenda Problemática Produtos de Seguro Seguro Garantia Alterações nos Produtos Próximos Passos

3 Problemática RISCO NECESSIDADE MITIGADOR

4 Problemática Risco a ser coberto Produto de Seguro Aderência? Adaptação pelo Segurado Desequilíbrio Outras formas de caução Onerosidade para o Contrato

5 Produtos de Seguro Fluxo simplificado da criação de Produtos: Necessidade do Segurado Desenvolvimento do Produto pela Seguradora (*) Nota Técnica e Condições Contratuais Aprovação SUSEP Comercialização A Nota Técnica é o documento da Seguradora que contêm a descrição e o equacionamento técnico do plano de seguro, mantendo perfeita relação com as Condições Contratuais, e que deverá ser aprovado na SUSEP. As Condições Contratuais são as Condições Gerais, Especiais e Particulares de um mesmo plano de seguro, ou seja, é o clausulado da apólice, submetidas igualmente à SUSEP.

6 Produtos de Seguro O Desenvolvimento de um Produto implica principalmente em: Coberturas, Condições Técnicas e Nota Técnica Atuarial Condições Contratuais (Clausulado da Apólice) Precificação Política de Aceitação Planos de Resseguro

7 Produtos de Seguro Condições Contratuais: Seguradoras desenvolvem seus próprios produtos SUSEP estipula elementos e regras mínimas que devem ser seguidos pelas seguradoras na concepção de seus produtos e consequentes Condições Contratuais Plano Padronizado:plano de seguro cujas condições contratuais são idênticas àquelas: a) constantes das normas publicadas pela SUSEP ou CNSP b) aprovadas pelo Conselho Diretor da SUSEP e disponibilizadas em seu site Plano Não-Padronizado:Plano de seguro cujas condições contratuais e nota técnica atuarial são elaboradas pela própria sociedade seguradora.

8 Produtos de Seguro Condições Contratuais: A apólice se divide em três condições que se complementam: Condições Gerais, Especiais e Particulares: Condições Particulares Conjunto de cláusulas que alteram as Condições Gerais e/ou Especiais de um plano de seguro, modificando ou cancelando disposições já existentes, ou, ainda, introduzindo novas disposições e eventualmente ampliando ou restringindo a cobertura Condições Especiais Conjunto das disposições específicas relativas a cada modalidade/ cobertura de um plano de seguro, que eventualmente alteram as Condições Gerais Condições Gerais Conjunto das cláusulas, comuns a todas as modalidades/ coberturas de um plano de seguro, que estabelecem as obrigações e os direitos das partes contratantes

9 Produtos de Seguro Operação dos Produtos: Necessário autorização da SUSEP (início e modificações) Seguradoras devem operar em conformidade com sua Nota Técnica e respectivas Condições Contratuais Mudanças nas coberturas Subscrição Resseguro Mutualismo Solvência

10 Seguro Garantia Produtos: Seguro Garantia - Seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Contratado (Tomador) perante o Contratante (Segurado), obrigações estas relacionadas em Contrato (ou outro) assinado entre as partes (Contrato Principal / Contrato Garantido) Para cada tipo de contrato ou risco garantido, está relacionada uma modalidadede Seguro Garantia distinta. Cada modalidade pode ser considerada um Produto (Condições Especiais). Licitação do Empreendimento: Garantia de Licitação Durante a Execução da Obra Garantia de Executante Construtor

11 Seguro Garantia Produtos Padronizados: Circular SUSEP nº 477 de 30 de setembro de 2013: Dispõe sobre o Seguro Garantia, divulga Condições Padronizadas e dá outras providências Divide o Seguro Garantia nos seguintes ramos (diferentes Condições Gerais e diferentes Produtos ou Condições Especiais): I Seguro Garantia: Segurado Setor Público II Seguro Garantia: Segurado Setor Privado

12 Seguro Garantia Produtos Padronizados Circular Susep 477: Licitante Construção, Fornecimento ou Prestação de Serviços (e Concessão) Construção, Fornecimento ou Prestação de Serviços Setor Público Retenção de Pagamentos Adiantamento de Pagamentos Manutenção Corretiva Judicial Judicial para Execução Fiscal Parcelamento Administrativo Fiscal Setor Privado Retenção de Pagamentos Adiantamento de Pagamentos Manutenção Corretiva Imobiliário Aduaneiro Cobertura Adicional: Ações Trabalhistas e Previdenciárias Administrativo de Créditos Tributários Cobertura Adicional: Ações Trabalhistas e Previdenciárias

13 Alterações nos Produtos Modificações introduzidas pelos Segurados CONCESSÕES: Modelos constantes em Edital, para o clausulado das apólices, trazendo muitas vezes modificações inclusive de Condições Gerais Modelos constantes em Edital, com exigências sobre a nomenclatura dos produtos e informações de frontispício Edital solicita inclusão nas apólices de cláusula contendo declarações da seguradora - conteúdo das mesmas muitas vezes já é contemplado nas Condições Contratuais Solicitação, constante em Edital, de inclusão na apólice de cláusulas específicas ou cláusulas que são cópias de textos de Resoluções ou Normativas dos Segurados, cujo conteúdo difere muitas vezes do objetivo da modalidade

14 Alterações nos Produtos Modificações introduzidas pelos Segurados CONCESSÕES: Edital especifica os valores dos prejuízos, em caso de sinistro (pré-determinados) Edital indica que a garantia não poderá conter clausula excludente de quaisquer responsabilidades contraídas pelo tomador (Circular Riscos Excluídos e a Perda de Direitos) Edital solicita inclusão no clausulado da apólice de condições específicas para a execução da garantia, diferentes muitas vezes do objetivo da modalidade

15 Alterações nos Produtos Modificações introduzidas pelos Segurados INFRAESTRUTURA e SERVIÇOS: Normativas dos Segurados sobre condições para garantias aceitáveis, contudo não aderentes aos produtos de seguro existentes no mercado Solicitação de coberturas e de condições diferentes daquelas que determinado produto pode oferecer (ex: Trabalhista e Previdenciária) Solicitação de que a apólice de seguro Garantia cubra riscos decorrentes de outros ramos de seguro (ex: danos à terceiros)

16 Alterações nos Produtos Modificações introduzidas pelos Segurados GARANTIA JUDICIAL: Condições para garantias aceitáveis exigidas por normativas (ex: Portaria PGFN 1153/09 Substituída pela Portaria PGFN 164/14, tendo em vista a Circular SUSEP 477/13) Portarias Estaduais ainda não sofreram a adaptação necessária (Circular SUSEP 477) Produto de seguro adaptou-se às necessidades dos Segurados, contudo ainda enfrenta resistências na sua aceitação

17 Próximos Passos Como solucionar? Atuação conjunta SEGURADOS MERCADO SEGURADOR Mercado Segurador tem total interesse em oferecer produtos aderentes às necessidades dos Segurados Necessária a atuação conjunta com antecedência Garantir produtos bem estruturados e liquidez para pagamento dos sinistros Normativas precisam estar aderentes aos produtos Seguro Garantia Continuidade dos projetos e proteção financeira contra o risco de default do Tomador

18 Obrigada!!

Guia FenSeg de Produtos Seguro Garantia

Guia FenSeg de Produtos Seguro Garantia Guia FenSeg de Produtos Seguro Garantia Definição Seguro Garantia É o seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice. Partes

Leia mais

SEGUROS PARA RISCOS AMBIENTAIS

SEGUROS PARA RISCOS AMBIENTAIS SEGUROS PARA RISCOS AMBIENTAIS O Seguro Garantia para a Lei SP 13.577 Sua Importância para o Mercado Segurador Rogério Vergara 12/11/2015 Seguro Garantia O que é o produto Os conceitos básicos do produto

Leia mais

NOVA PORTARIA PGF Nº 440 DISCIPLINA AS CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO DE SEGURO GARANTIA

NOVA PORTARIA PGF Nº 440 DISCIPLINA AS CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO DE SEGURO GARANTIA NOVA PORTARIA PGF Nº 440 DISCIPLINA AS CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO DE SEGURO GARANTIA Foi publicada no Diário Oficial da União, do dia 27.10.2016, a Portaria PGF nº 440, de 21.06.2016 ( Portaria PGF ), que

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 214, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2002 ANEXO I

CIRCULAR SUSEP Nº 214, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2002 ANEXO I Fls. 3 da CIRCULAR SUSEP Nº 214, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2002. CIRCULAR SUSEP Nº 214, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2002 ANEXO I SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações

Leia mais

Legislação Aplicável aos Ativos Orientações da Susep ao Mercado

Legislação Aplicável aos Ativos Orientações da Susep ao Mercado Legislação Aplicável aos Ativos Orientações da Susep ao Mercado Julho/2015 Conteúdo 1. BASE LEGAL... 2 1.1. NORMAS... 2 1.2. OUTRAS NORMAS RELACIONADAS... 4 2. NORMAS ADMINISTRATIVAS APLICÁVEIS... 5 1.

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 89, de ANEXO.

RESOLUÇÃO CNSP N o 89, de ANEXO. Fls. 2 da RESOLUÇÃO CNSP N o 89, de 2002. RESOLUÇÃO CNSP N o 89, de 2002 - ANEXO. NORMAS PARA CONSTITUIÇÃO DAS PROVISÕES TÉCNICAS DAS SOCIEDADES SEGURADORAS, ENTIDADES ABERTAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

Leia mais

FenSeg Guia de Boas Práticas

FenSeg Guia de Boas Práticas FenSeg Guia de Boas Práticas SEGURO GARANTIA 2 Sumário 1. Objetivo 2. O Seguro Garantia 2.1. Produtos Padronizados - Modalidades 2.1.1. Seguro Garantia do Licitante 2.1.2. Seguro Garantia para Construção,

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre escritório de representação, no País, de ressegurador admitido, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto Prestação de serviços de seguro, para o imóvel locado para a Subseção do Conselho Regional de Enfermagem Coren/MS, localizado em Dourados/MS, bem como o acervo de bens, compreendidos

Leia mais

ANEXO C INSTRUÇÕES PARA CONSTITUIÇÃO DAS GARANTIAS

ANEXO C INSTRUÇÕES PARA CONSTITUIÇÃO DAS GARANTIAS ANEXO C INSTRUÇÕES PARA CONSTITUIÇÃO DAS GARANTIAS 1 INTRODUÇÃO Nos termos do Edital de Chamamento Público nº 02/2017, inclui-se, entre as obrigações das Proponentes, a apresentação da Garantia de Proposta

Leia mais

TEORIA GERAL DE SEGURO

TEORIA GERAL DE SEGURO TEORIA GERAL DE SEGURO Finalidade do Seguro A finalidade específica do seguro é o restabelecimento do equilíbrio econômico perturbado, quando ocorre um evento (sinistro) que cause: O Código Civil Brasileiro

Leia mais

ANEXO IV MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL

ANEXO IV MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL ANEXO IV MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL ANEXO IV MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL p. 1 / 13 ANEXO IV MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS

Leia mais

2.2.1 Para efeito de data do sinistro, será considerada a data do falecimento do segurado.

2.2.1 Para efeito de data do sinistro, será considerada a data do falecimento do segurado. A Zurich Santander Brasil Seguros e Previdência S.A., designada Seguradora, e o proponente, aqui designado segurado, contratam o Seguro Prestamista Cheque Empresa Protegido, cujo estipulante é o Banco

Leia mais

Seguro Garantia - Seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice.

Seguro Garantia - Seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice. GUIA DE SEGURO GARANTIA PARA CONSULTA FENSEG QUEM SÃO AS PARTES Seguro Garantia - Seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice.

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 248, de 13 de fevereiro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 248, de 13 de fevereiro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 248, de 13 de fevereiro de 2004. Dispõe sobre o seguro de cédula de produto rural - CPR e dá outras providências. O SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, na

Leia mais

Seguro Garantia É o seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice.

Seguro Garantia É o seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice. 2 Definição Seguro Garantia É o seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos da apólice. Partes Seguradora - Sociedade de seguros garantidora,

Leia mais

Contratos inominados III. Seguro. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2008, p. 27.

Contratos inominados III. Seguro. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2008, p. 27. CONTROLE DA EXECUÇÃO CONTRATUAL COMO REQUISITO PARA A EXECUÇÃO DE SEGURO GARANTIA José Anacleto Abduch Santos, Advogado, Procurador do Estado, Doutor e Mestre em Direito Administrativo pela UFPR, Prof.

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO nº 18/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC

BOLETIM INFORMATIVO nº 18/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC BOLETIM INFORMATIVO nº 18/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE OBRAS Parte III GARANTIA E SEGURO DE RISCO DE ENGENHARIA A GARANTIA CONTRATUAL DEVERÁ SER VÁLIDA POR TODO O

Leia mais

O SEGURO NA VIDA DO CIDADÃO

O SEGURO NA VIDA DO CIDADÃO O SEGURO NA VIDA DO CIDADÃO O que é o seguro? Dá-se o nome de seguro a todo contrato pelo qual uma das partes (segurador) se obriga a indemnizar a outra (segurado) em caso de ocorrência de determinado

Leia mais

Contratos Administrativos

Contratos Administrativos Contratos Administrativos Principais Características do Contrato Administrativo Cláusulas Exorbitantes Duração dos Contratos Extinção do Contrato Rescisão e Anulação RAD 2601 Direito Administrativo Professora

Leia mais

RESOLUÇÃO IBA Nº 03/2016. O INSTITUTO BRASILEIRO DE ATUÁRIA - IBA, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

RESOLUÇÃO IBA Nº 03/2016. O INSTITUTO BRASILEIRO DE ATUÁRIA - IBA, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Página1 RESOLUÇÃO IBA Nº 03/2016 Publicada em 21 de março de 2016 Dispõe sobre a criação do Pronunciamento Atuarial CPA 004 PROVISÃO DE EXCEDENTE TÉCNICO - SUPERVISIONADAS SUSEP O INSTITUTO BRASILEIRO

Leia mais

Como consultar a rede credenciada do Seguro Odontológico?

Como consultar a rede credenciada do Seguro Odontológico? Perguntas Frequentes Como consultar a rede credenciada do Seguro Odontológico? Acessando o link abaixo: http://www.portoseguro.com.br/seguros/saude- e- odonto/seguradora/odontologico Com consular a rede

Leia mais

Projetos de Lei. para o Setor de Transportes. se aprovados, afetarão, diretamente, a Área de Seguros de Transportes.

Projetos de Lei. para o Setor de Transportes. se aprovados, afetarão, diretamente, a Área de Seguros de Transportes. DATA E LOCAL Projetos de Lei para o Setor de Transportes se aprovados, afetarão, diretamente, a Área de Seguros de Transportes. Obrigatoriedade dos Seguros I - Embarcadores/Consignatários (Proprietários

Leia mais

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA

Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I - TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE PNEUS PARA USO NA FROTA DE VEÍCULOS PERTENCENTES À DE PRIMEIRO GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO I - Objeto Registro de preço para eventual aquisição de

Leia mais

Nome da Construtora Nome do Empreendimento. Nome do Empreendimento: Unidade: Nº de vagas:

Nome da Construtora Nome do Empreendimento. Nome do Empreendimento: Unidade: Nº de vagas: Aditivo ao Instrumento Particular de Promessa de Compra e Venda de Bem Imóvel e Outras Avenças Inserção de Cláusulas Relativas a Seguro Garantia de Entrega de Obra Preâmbulo : Unidade: Nº de vagas: Promitente

Leia mais

MARGEM DE SOLVÊNCIA. Conceito e composição contábil/legal

MARGEM DE SOLVÊNCIA. Conceito e composição contábil/legal MARGEM DE SOLVÊNCIA Conceito e composição contábil/legal CONCEITO DE MARGEM DE SOLVÊNCIA Em termos contábeis solvência é quando os ativos são superiores ao passivo da entidade. A Margem de Solvência é

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Nesta aula tema, serão estudados os regimes previdenciários vigentes no Brasil. Para tanto, cumpre, inicialmente, retomar

Leia mais

CLASSE 12: PLANOS DE SEGUROS DAS CONCESSIONÁRIAS DO STFC

CLASSE 12: PLANOS DE SEGUROS DAS CONCESSIONÁRIAS DO STFC TÍTULO DO DOCUMENTO Nº DO DOCUMENTO METODOLOGIA PARA ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DAS OBRIGAÇÕES DAS SRF.MT. 012 PRESTADORAS DO SERVIÇO TELEFÔNICO VERSÃO VIGÊNCIA FIXO COMUTADO - STFC 1 17/04/2006 CLASSE

Leia mais

SEGURO GARANTIA - SEGURADO SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS. III - parcelamentos administrativos de créditos fiscais, inscritos ou não, em dívida ativa;

SEGURO GARANTIA - SEGURADO SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS. III - parcelamentos administrativos de créditos fiscais, inscritos ou não, em dívida ativa; SEGURO GARANTIA - SEGURADO SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS 1. Objeto 1.1. Este contrato de seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador perante o segurado, conforme os termos

Leia mais

CIRCULAR SUSEP 477/2013

CIRCULAR SUSEP 477/2013 CIRCULAR SUSEP 477/2013 Alterações e seus impactos sobre os agentes do mercado Roque Jr. de Holanda Melo Diretor de Sinistro e Jurídico AGENDA I. O QUE MUDOU? 1.1. Cobertura de Multas 1.2. Endosso Obrigatório

Leia mais

III ENCONTRO DE SEGURO GARANTIA 12/11/2013

III ENCONTRO DE SEGURO GARANTIA 12/11/2013 III ENCONTRO DE SEGURO GARANTIA 12/11/2013 Seguro Garantia Judicial Nova Circular Susep nº477 de 1º de Outubro de 2013; dados de mercado e novas oportunidades. João Alfredo Di Girolamo Filho Advogado -

Leia mais

SEGUROS DE RISCOS DE ENGENHARIA. Os Seguros de Riscos de Engenharia possuem uma cobertura denominada internacionalmente como "All Risks", ou seja:

SEGUROS DE RISCOS DE ENGENHARIA. Os Seguros de Riscos de Engenharia possuem uma cobertura denominada internacionalmente como All Risks, ou seja: Data: 17/07/2017 Prova: DEMAIS RAMOS - REG - MÓD. 3 TIPO A Tipo: A SEGUROS DE RISCOS DE ENGENHARIA 1) MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA Os Seguros de Riscos de Engenharia possuem uma cobertura denominada internacionalmente

Leia mais

SEGUROS DE RISCOS E RAMOS DIVERSOS

SEGUROS DE RISCOS E RAMOS DIVERSOS Data: 17/07/2017 Prova: DEMAIS RAMOS - REG - MÓD. 3 TIPO B Tipo: B SEGUROS DE RISCOS E RAMOS DIVERSOS 1) MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA Uma das partes contratantes do Seguro de Fiança Locatícia, o locatário,

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA PRODUTOR RURAL Condições Gerais e Particulares Processo SUSEP Nº. 10.005221/99-41 1 ÍNDICES CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES 1. Objetivo do Seguro...3 2. Garantia do

Leia mais

Booster. Participação Dobrada na Alta

Booster. Participação Dobrada na Alta Perfil: Moderado Agressivo e Agressivo Booster Participação Dobrada na Alta O Booster é uma estrutura utilizada para dobrar a participação na alta de um ativo, porém com um limitador de lucro máximo. Na

Leia mais

Seguro Garantia. Liliana Márquez Superintendente de Garantia. SINCOR São Paulo, 13 de dezembro de 2007

Seguro Garantia. Liliana Márquez Superintendente de Garantia. SINCOR São Paulo, 13 de dezembro de 2007 Seguro Garantia Liliana Márquez Superintendente de Garantia SINCOR São Paulo, 13 de dezembro de 2007 1 1 SEGURO GARANTIA Mercado Brasileiro Fonte: Site SUSEP 1 2 SEGURO GARANTIA Mercado Brasileiro Fonte:

Leia mais

INTRODUÇÃO AO RESSEGURO FACULTATIVO

INTRODUÇÃO AO RESSEGURO FACULTATIVO INTRODUÇÃO AO RESSEGURO FACULTATIVO Principais Cláusulas 14.03.2013 Fábio Galli Di Matteo reinsurance@dimatteo.com Principais Cláusulas 1 Princípio da Liberdade Contratual 2 - Best Practice 3 - Cláusulas

Leia mais

Provisões Técnicas (obrigações com segurados) geram Ativos Garantidores (bens para cobrir provisões) Teste de Adequação de Passivos (TAP)

Provisões Técnicas (obrigações com segurados) geram Ativos Garantidores (bens para cobrir provisões) Teste de Adequação de Passivos (TAP) FEA- USP-EAC Curso de Graduação em Ciências Contábeis Disciplina: EAC0550 - Contabilidade e Análise de Balanços de Seguradoras TEMA 2: Outros Eventos e Transações de uma seguradora Parte 4 Normas prudenciais

Leia mais

Licitações e Gestão de Contratos Administrativos

Licitações e Gestão de Contratos Administrativos Licitações e Gestão de Contratos Administrativos Por: José Luiz Lima Abreu 1 A RESPONSABILIDADE DO GESTOR NA EXECUÇÃO CONTRATUAL LEI 8.666 Art. 67 A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada

Leia mais

Atualmente as seguradoras que operam na modalidade são classificadas pelo IRB (instituto de Resseguros do Brasil) em duas situações distintas:

Atualmente as seguradoras que operam na modalidade são classificadas pelo IRB (instituto de Resseguros do Brasil) em duas situações distintas: 1- Introdução: Antes de analisar os números da modalidade Garantia é importante que conheçamos os principais conceitos que a regem, uma vez que alguns profissionais e poucas seguradoras se dedicam de fato

Leia mais

COORDENAÇÃO DA SECRETARIA DO CONSELHO DIRETOR E CNSP

COORDENAÇÃO DA SECRETARIA DO CONSELHO DIRETOR E CNSP Nasce, oficialmente, o Seguro Popular de Automóvel SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS S E C R E TA R I A - G E R A L COORDENAÇÃO DA SECRETARIA DO CONSELHO DIRETOR E CNSP RESOLUÇÃO No-336, DE 31 DE MARÇO

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS ATUARIAIS (CPA) CPA 004 Provisão de Excedente Técnico (PET) SUPERVISIONADAS SUSEP

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS ATUARIAIS (CPA) CPA 004 Provisão de Excedente Técnico (PET) SUPERVISIONADAS SUSEP Página1 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS ATUARIAIS (CPA) CPA 004 Provisão de Excedente Técnico (PET) SUPERVISIONADAS SUSEP (versão 26/08/2015) Página2 SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO...3 II. OBJETIVO...3 III. ALCANCE E

Leia mais

Copyright AIDA Seção Brasileira - Todos os Direitos Reservados Proibida a Distribuição

Copyright AIDA Seção Brasileira - Todos os Direitos Reservados Proibida a Distribuição Copyright AIDA Seção Brasileira - Todos os Direitos Reservados Proibida a Distribuição Copyright AIDA Seção Brasileira - Todos os Direitos Reservados Proibida a Distribuição Sociedade SOCIEDADE DE de RISCO

Leia mais

Step-up. Proteção com ganho mínimo

Step-up. Proteção com ganho mínimo Perfil: Moderado-Agressivo e Agressivo Step-up Proteção com ganho mínimo A Step-up é uma estrutura semelhante à fence, utilizada como proteção parcial para o investidor que já possui um ativo ou deseja

Leia mais

CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016

CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016 CIRCULAR Nº 02/2016 CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016 OBJETO: Contratação de empresa especializada para a execução, sob o regime de empreitada por preço global, dos serviços de engenharia necessários

Leia mais

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 1. Sociedades Seguradoras Nacionais, Sociedades de Capitalização e Sociedades de Previdência Privada Aberta com fins lucrativos. 1.1- ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - AGE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 3. OBJETIVO 3.1. O material a ser adquirido é necessário para arquivar documentações de alunos do câmpus.

TERMO DE REFERÊNCIA. 3. OBJETIVO 3.1. O material a ser adquirido é necessário para arquivar documentações de alunos do câmpus. TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Aquisição de Pastas Suspensas para o Câmpus Presidente Epitácio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo IFSP. 2. JUSTIFICATIVA 2.1. A presente

Leia mais

Sistema de Registro de Garantias sobre Veículos Automotores

Sistema de Registro de Garantias sobre Veículos Automotores Sistema de Registro de Garantias sobre Veículos Automotores Sumário CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Seção I - Objetivos... 3 CAPÍTULO II DA INCLUSÃO DE INFORMAÇÕES... 4 Seção I - Informações Objeto

Leia mais

CAPITALIZAÇÃO. As operações suspeitas deverão ser comunicadas à SUSEP no prazo de: (a) 24 horas. (b) 48 horas. (c) 72 horas. (d) 10 dias. (e) 15 dias.

CAPITALIZAÇÃO. As operações suspeitas deverão ser comunicadas à SUSEP no prazo de: (a) 24 horas. (b) 48 horas. (c) 72 horas. (d) 10 dias. (e) 15 dias. Data: 11/09/2017 Prova: PROVA REGULAR DE CAPITALIZAÇÃO - TIPO B Tipo: B CAPITALIZAÇÃO 1) MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA As operações suspeitas deverão ser comunicadas à SUSEP no prazo de: (a) 24 horas. (b)

Leia mais

Fence. Participação na alta com Proteção Parcial

Fence. Participação na alta com Proteção Parcial Perfil: Moderado Agressivo e Agressivo Fence Participação na alta com Proteção Parcial A Fence é uma estrutura utilizada como proteção para o investidor que já possui um ativo, ou deseja comprá-lo com

Leia mais

A reestruturação do Seguro Garantia aplicado em Infraestrutura: impactos e desafios. Andre Dabus AD Corretora de Seguros

A reestruturação do Seguro Garantia aplicado em Infraestrutura: impactos e desafios. Andre Dabus AD Corretora de Seguros A reestruturação do Seguro Garantia aplicado em Infraestrutura: impactos e desafios Andre Dabus AD Corretora de Seguros Agenda Cenário atual - Infraestrutura no Brasil; Licitações : Aspectos Jurídicos;

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES:

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES: Cotação Prévia de Preço n 28/2016 Convênio nº 792864/2012 MTE/CAMP. Projeto: Fortalecimento e Expansão das Iniciativas de Fundos Solidários na Região Sul Critério: Menor Preço e Melhor Técnica. Cotação

Leia mais

ESCLARECIMENTO 1. Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012 as seguintes solicitações de esclarecimentos realizados por

ESCLARECIMENTO 1. Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012 as seguintes solicitações de esclarecimentos realizados por Página 1 de 5 ESCLARECIMENTO 1 Local: Porto Alegre Data: 01/08/2012 Ref. PREGÃO PRESENCIAL 031/2012 DE: Comissão de Licitação PARA: Os Licitantes Informamos a todos os licitantes interessados no PR 031/2012

Leia mais

SEGURO GARANTIA VERSÃO 2.4. Condições Gerais. CNPJ / Processo SUSEP nº /

SEGURO GARANTIA VERSÃO 2.4. Condições Gerais. CNPJ / Processo SUSEP nº / SEGURO GARANTIA VERSÃO 2.4 Condições Gerais CNPJ 61.074.175/0001-38 Processo SUSEP nº 15414.002151/2003-69 Condições Gerais Garantia Padronizado versão 2.4 / Processo SUSEP nº 15414.002151/2003-69 1 Condições

Leia mais

VOTO. INTERESSADO: Ministério de Minas e Energia e Agentes do Setor Elétrico.

VOTO. INTERESSADO: Ministério de Minas e Energia e Agentes do Setor Elétrico. VOTO PROCESSO: 48500.002827/2013-76. INTERESSADO: Ministério de Minas e Energia e Agentes do Setor Elétrico. RELATOR: Diretor Romeu Donizete Rufino. RESPONSÁVEL: Comissão Especial de Licitação - CEL e

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

CENTRAL DE RELACIONAMENTO CAPEMISA

CENTRAL DE RELACIONAMENTO CAPEMISA 2 INGRESSO PREMIÁVEL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O Ingresso Premiável Capemisa/UltraFan é um Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo por Prazo Certo, garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida

Leia mais

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS a EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS I) Dados cadastrais a) Razão Social: b) CNPJ: c) Inscrição Estadual: d) Inscrição Municipal: e) Endereço: f) Cidade:

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

4 Vínculo com a Unifesp Juntar matrícula constante na Intranet. 9 Autorização da Magnífica Reitora Para valores acima de R$

4 Vínculo com a Unifesp Juntar matrícula constante na Intranet. 9 Autorização da Magnífica Reitora Para valores acima de R$ INSCRIÇÃO EM EVENTO/CURSO/CONGRESSO FUNDAMENTO LEGAL: INEXIGIBILIDADE - 25 II, COMBINADO COM 13-VI- LEI Nº.666/93 1 Solicitação de Compra/Inscrição - Recurso Tesouro- Capacitação (caso seja Técnco-Administrativo)

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 09/2014

TERMO DE REFERÊNCIA 09/2014 TERMO DE REFERÊNCIA Concessão de uso de áreas destinadas à exploração comercial de MÁQUINA PARA VENDA DE REFRIGERANTES, SALGADO E/OU SUCO e área para DEPÓSITO DE MERCADORIAS, localizadas no Terminal de

Leia mais

PROCEDIMENTO CADASTRAL

PROCEDIMENTO CADASTRAL PROCEDIMENTO CADASTRAL SERVIÇOS DE LIMPEZA CONTROLE DE PRAGAS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE PILHAS E BATERIAS COLETA, TRANSPORTE DESCONTAMINAÇÃO E DESTINAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Descrição Unid. BATERIA 12v 100 A/H RT 100 LE, para caminhão VOLKSWAGEM MODELO 13180, ano fabricação 2008.

TERMO DE REFERÊNCIA. Item Descrição Unid. BATERIA 12v 100 A/H RT 100 LE, para caminhão VOLKSWAGEM MODELO 13180, ano fabricação 2008. FUNDO NACION DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA. OBJETO. Aquisição de BATERIA 2v, 00 a/h RT 00 LE, para uso em veículo oficial pesado, de acordo com os critérios estabelecidos neste Termo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 4. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

TERMO DE REFERÊNCIA 4. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em recarga e manutenção de extintores de incêndio com fornecimento de material, teste hidrostático, destinadas ao Campus Guarulhos

Leia mais

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.491, DE 19 DE AGOSTO DE 2014 Dispõe sobre os débitos a

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. Estabelece procedimentos para obtenção de autorização prévia para instalação de escritório de representação, cadastramento,

Leia mais

CONCORRÊNCIA CONJUNTA Nº 07/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS

CONCORRÊNCIA CONJUNTA Nº 07/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA CONJUNTA Nº 07/2010 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1 O item 7.3.1 do Edital estabelece critérios de pontuação para a Equipe de Trabalho, sendo que a última classificação atribui 1 (um) ponto

Leia mais

Projeto Básico CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM RECARGA DE EXTINTORES DE INCÊNDIO

Projeto Básico CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM RECARGA DE EXTINTORES DE INCÊNDIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Campus Cubatão Projeto Básico CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM RECARGA DE EXTINTORES DE INCÊNDIO 1. OBJETO

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PREVIDÊNCIA PRIVADA

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PREVIDÊNCIA PRIVADA MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PREVIDÊNCIA PRIVADA JAN A DEZ - 2012 1 O Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência Privada encerrou o Exercício de 2012 apresentando um Lucro Líquido não consolidado tecnicamente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 003/2014

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 003/2014 GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 003/2014 TIPO: MENOR VALOR DA CONTRAPRESTAÇÃO OBJETO: PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA, NA MODALIDADE DE CONCESSÃO ADMINISTRATIVA, DA OPERAÇÃO

Leia mais

Programas de Seguros e Garantias para Empreendimentos de Engenharia (Imobiliários)

Programas de Seguros e Garantias para Empreendimentos de Engenharia (Imobiliários) Programas de Seguros e Garantias para Empreendimentos de Engenharia (Imobiliários) 11/02/2008 AGENDA Discutir a estrutura e momento atual do Mercado de Seguros e Resseguros; Avaliar a crescente demanda

Leia mais

CONCORRÊNCIA N 01/2015 CORREÇÃO NO ANEXO X:

CONCORRÊNCIA N 01/2015 CORREÇÃO NO ANEXO X: SEST SEST SEIIA1 Serviço Social do Transporte Serviço Nocional de Aprendizageio do Transporte ERRATA AO EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA N 01/2015 O SERVIÇO SOCIAL DO TRASPORTE - E O SERVIÇO NACIONAL DE

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 A Comissão de Licitação do Conselho Nacional do SESI vem por meio desta

Leia mais

Manual de Boas Práticas em Seguros para Organizações Varejistas

Manual de Boas Práticas em Seguros para Organizações Varejistas Manual de Boas Práticas em Seguros para Organizações Varejistas Válido a partir de março de 2014 139-0108 manual 5.indd 1 5/9/14 11:13 AM Índice 1. Introdução 3 2. Objetivo 4 3. Conceito e finalidade do

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 81, de 2002.

RESOLUÇÃO CNSP N o 81, de 2002. RESOLUÇÃO CNSP N o 81, de 2002. Dispõe sobre a atividade dos corretores de seguros de ramos elementares e dos corretores de seguros de vida, capitalização e previdência, bem como seus prepostos. A SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

j~åì~ä=çé=lêáéåí~ ç=~ç= `çåëìãáççê= = = =

j~åì~ä=çé=lêáéåí~ ç=~ç= `çåëìãáççê= = = = = = j~åì~ä=çé=lêáéåí~ ç=~ç= `çåëìãáççê= = = = = = MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONSUMIDOR Í N D I C E 1. Entenda melhor o seu contrato de seguros=kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk=p

Leia mais

ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas

Leia mais

ARTIGO 6º INCISO XX LEI 8.666/93

ARTIGO 6º INCISO XX LEI 8.666/93 Bom dia! ARTIGO 6º INCISO XX LEI 8.666/93 Art. 6 o Para os fins desta Lei, considera-se: XX - produtos para pesquisa e desenvolvimento - bens, insumos, serviços e obras necessários para atividade de pesquisa

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP Nº 041, de 21 de setembro de 1984 Aprova as Condições Especiais de Seguro de Quebra de Garantia para Consórcio Destinados à Aquisição de Veículos (ramo

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 16/2015 A Centrais Elétricas Brasileiras S.A. ELETROBRAS, por

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 304, DE 6 DE ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 304, DE 6 DE ABRIL DE 2005 Publicada no D.O.U. n.º 93, de 17/05/2005 Seção 1 Página 66 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 304, DE 6 DE ABRIL DE 2005 Cria o Acervo Técnico-Profissional de Pessoas Físicas e o Acervo Técnico- Cadastral de

Leia mais

Seguros Rurais Mais do que Apólices. Aline A. Milani 10/2015

Seguros Rurais Mais do que Apólices. Aline A. Milani 10/2015 Seguros Rurais Mais do que Apólices Aline A. Milani 10/2015 Grandezas do Agronegócio Brasileiro Cria aproximadamente 37% de todos os empregos do País Responde por aproximadamente 39% das exportações Cerca

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005462/99-17 0 ÍNDICES CLÁUSULA SUPLEMENTAR DE INCLUSÃO AUTOMÁTICA DE CÔNJUGE 1. Objetivo do Seguro 2. Definições 3. Garantias

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CONVITE CARTA CONVITE 41/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE PROJETORES MULTIMÍDIA PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CONVITE CARTA CONVITE 41/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE PROJETORES MULTIMÍDIA PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CONVITE CARTA CONVITE 41/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE PROJETORES MULTIMÍDIA PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO 1. PREÂMBULO 1.1 A Fundação Universidade do Contestado,

Leia mais

Mercado de Capitais. Sistema financeiro nacional. Professor: Msc. Roberto César

Mercado de Capitais. Sistema financeiro nacional. Professor: Msc. Roberto César Mercado de Capitais Sistema financeiro nacional Professor: Msc. Roberto César Sistema Financeiro Consumo Poupança Investimento Sistema Financeiro Nacional O Sistema Financeiro Nacional pode ser definido

Leia mais

1. INTRODUÇÃO ÁREA RESPONSÁVEL BASE LEGAL ABRANGÊNCIA DEFINIÇÃO DE FIE TIPOS DE FIE...

1. INTRODUÇÃO ÁREA RESPONSÁVEL BASE LEGAL ABRANGÊNCIA DEFINIÇÃO DE FIE TIPOS DE FIE... REQUISITOS RELATIVOS AOS REGULAMENTOS DOS FUNDOS ESPECIALMENTENTE CONSTITUÍDOS - FIEs Orientações da SUSEP ao Mercado Outubro/2016 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 1.1. ÁREA RESPONSÁVEL... 1 1.2. BASE LEGAL...

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PPP E DO CONSTRUÇÃO

OS DESAFIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PPP E DO CONSTRUÇÃO OS DESAFIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PPP E DO LTCAT NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO P P P (PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO) E LTCAT (LAUDO TÉCNICO DE CONDIÇÕES AMBIENTAIS DE TRABALHO) PPP E LTCAT FUNDAMENTAÇÃO

Leia mais

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial?

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES. 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1) Quando é decretada a liquidação extrajudicial? A liquidação extrajudicial é decretada quando uma seguradora se enquadrar nas hipóteses previstas no art. 96 do Decreto-Lei n 73/66

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES PREFEITURA MUNICIPAL DE OSÓRIO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SETOR DE LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 009/2011 Secretaria Municipal de Administração Processos: 100094/2011 ROMILDO BOLZAN

Leia mais

INTERRUPÇÃO DE VIAGEM AVISO DE SINISTRO

INTERRUPÇÃO DE VIAGEM AVISO DE SINISTRO INTERRUPÇÃO DE VIAGEM AVISO DE SINISTRO Prezado (a) Segurado (a), A partir de agora seu sinistro passará a ser analisado por uma equipe focada em atender suas necessidades. E para que tenha um melhor atendimento

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CONSIDERAÇÕES INICIAIS CONSIDERAÇÕES INICIAIS Iniciativa salutar em prol do aprimoramento do regime de licitações e contratos administrativos Mitiga o anacronismo da legislação vigente Incorpora elementos evolutivos da relação

Leia mais

Agenda ABGF FGE FGIE 2

Agenda ABGF FGE FGIE 2 1 Agenda ABGF FGE FGIE 2 Agenda ABGF FGE FGIE 3 ABGF Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias ABGF Breve histórico Lei 12.712, de 30 de agosto de 2012, entre outros atos, autoriza

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO EDITAL Nº 005/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA. De conformidade com o disposto no artigo 34 da Lei Federal nº 8666, de

Leia mais

Lei do Contrato de Seguro

Lei do Contrato de Seguro Lei do Contrato de Seguro DECRETO-LEI nº. 72/2008 de 16 de Abril (Com as declarações de rectificação nºs. 32-A/2008 e 39/2008) Revoga Articulado de seguros do Código Comercial, com excepção dos seguros

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO

DISPENSA DE LICITAÇÃO DISPENSA DE LICITAÇÃO Processo: Secretaria: Empresa: CNPJ: Objeto: LISTA DE VERIFICAÇÕES Justificativa - deverá ser elaborada pela Secretaria Requisitante, a qual identificará a necessidade administrativa

Leia mais

Migração. CGPro 14 de junho de 2013

Migração. CGPro 14 de junho de 2013 Registro Eletrônico de Produtos (REP) Migração CGPro 14 de junho de 2013 Registro Eletrônico de Produtos (REP) - Migração Migração: O procedimento de migração consistirá no envio eletrônico dos documentos

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: envio de 1 (uma) via do formulário devidamente preenchido

Leia mais

AGRONEGÓCIO. Agricultura Pecuária. Dentro da Porteira. Depois da Porteira. Antes da Porteira. Do Plantio à Colheita

AGRONEGÓCIO. Agricultura Pecuária. Dentro da Porteira. Depois da Porteira. Antes da Porteira. Do Plantio à Colheita SEGUROS RURAIS Antes da Porteira AGRONEGÓCIO Agricultura Pecuária Dentro da Porteira EVENTOS CLIMÁTICOS PREJUDICAM TODA A CADEIA Depois da Porteira Do Plantio à Colheita Safra Agrícola 2014 / 2015 VISÃO

Leia mais

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE DIVISÓRIAS EM EUCATEX.

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE DIVISÓRIAS EM EUCATEX. CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE DIVISÓRIAS EM EUCATEX. Contrato Nº: 133/2015 Vinculado À Dispensa De Licitação Nº 014/2015 Interessado: Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social Assunto: Aquisição de divisórias

Leia mais