Polónia. Informação cultural

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Polónia. Informação cultural"

Transcrição

1 Informação cultural

2 Informação cultural Índice Índice Sobre o país 2 Factos-chave Gastronomia típica, hábitos e costumes Lugares a visitar Preparar a viagem 4 Viajar no Espaço Schengen e UE Seguros de saúde em geral e detalhes sobre o Cartão Europeu de Seguro de Doença Números importantes Nota importante Linha fixa Vistos de trabalho Custos médios diários Transportes 5 Chegar à Regras básicas de segurança aérea e direitos dos passageiros Viajar no país Transportes urbanos Factos-chave sobre viajar de carro no país Compras 7 No trabalho 8 Comportamento social 9 Não esquecer Comer fora 10 Bebidas pagas ao copo Menus Gorjetas Tempo de espera Bebidas e convívio Emergências 11 1 de 11

3 Informação cultural Sobre o país Sobre o país A encontra-se no centro da Europa, cujo centro geométrico se encontra perto de Varsóvia (a capital do país). Aí cruzam-se as linhas de contacto entre Nordkyn, Noruega, e Matapan, Grécia, por um lado, e Cabo da Roca, Portugal, e centro dos Urais, por outro. Os países vizinhos da são a Alemanha a leste, República Checa e Eslováquia a sul, Ucrânia e Bielorrússia a leste, e Lituânia e província russa de Caliningrado a nordeste. A é banhada, a norte, pelo Mar Báltico. As maiores cidades do país são Varsóvia, Cracóvia, Lodz, Wroclaw e Poznan. A capital, Varsóvia, é a 9.ª cidade da Europa mais populosa. Factos-chave Nome completo: República da População: 38,192,000 Capital: Área: Linha costeira: Língua oficial: Moeda: Locais onde fazer câmbio: Varsóvia km km Polaco 1 zloty = 0,23 Euro 1 Euro = 4.23 zloty Casas de câmbio (pequenas lojas nas ruas principais das cidades), bancos e estações de correios. Flickr Creative Commons: Rafael Oshiro 2 de 11

4 Informação cultural Sobre o país Gastronomia típica, hábitos e costumes Os artigos de culinária polacos de maior sucesso internacional são a carne e o pão. A carne é algo muito importante na dieta polaca, o porco sendo o tipo mais popular; o prato de carne mais consumido é costeleta de porco frita, acompanhada de pão, semelhante ao schnitzel vienense. Vaca, fiambre e salsicha são igualmente bastante consumidos; um guisado único chamado bigos é frequentemente tido como o prato nacional da. O povo polaco tem três refeições principais: pequeno-almoço (pão ou rolos com queijo, fiambre, tomate, pepino e café ou chá.); almoço, que é frequentemente comido em casa, depois do trabalho e geralmente constituído por carne com vegetais, sopa e peixe; e o jantar, que dependendo das regiões entre si, é frequentemente composto por saladas ou pão algo leve e saudável. Lugares a visitar As cidades polacas mais populares são Varsóvia, Cracóvia, Poznán, Wroclaw, Gdansk, Lublin, Torun e o sítio histórico de Auschwitz o antigo campo de concentração da Alemanha nazi de Oswieçim. Os melhores destinos recreativos incluem o Distrito do Lago da Masúria, as costas do Mar Báltico, as Montanhas Tatra (a maior serra dos Cárpatos), Sudetes e a Floresta de Bialowieza. Flickr Creative Commons: Ana Paula Hirama (Cracovia) 3 de 11

5 Informação cultural Preparar a viagem Preparar a viagem Viajar no Espaço Schengen e UE É constituido pelos seguintes países: Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega,, Portugal, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia e Suíça. O Espaço Schengen foi criado pelo Acordo Schengen e representa um espaço no qual é garantida a mobilidade livre dos cidadãos. O Espaço Schengen não é necessariamente mesmo da UE. Nem todos os Estados da UE estão incluidos no Espaço Schengen e nem todos os Estados que dele fazem parte são parte da UE. Quer isto dizer que ao entrar-se num Estado da UE excluído do Acordo Schengen, é-se sujeito aos sistemas de vistos separados, requisitos de entrada e controlo de passaportes de cada Estado. Exemplos de Estados-membros da UE excluidos do Acordo Schengen são o Reino Unido, a Bulgária, a Roménia e, mais recentemente, a Croácia. Seguros de saúde em geral e detalhes sobre o Cartão Europeu de Seguro de Doença A assistência médica na está disponível para todos os cidadãos do pais e residentes de longo termo registados. O Ministério da Saúde tem a completa tutela da configuração e regulamentação do sistema nacional de saúde, e o Fundo Nacional de Saúde (FNS), apoiado pelas suas delegações regionais, gere a configuração dos seguros de saúde. Os potenciais imigrantes na sem emprego devem provar gozar de seguro de saúde particular de modo a obterem a autorização de residência. Todos os outros cidadãos residentes no pais devem ser registados no correspondente local do FNS da sua área de residência.. Números importantes No telemóvel: deve ser sempre marcado o indicativo local primeiramente por exemplo, para contactar a polícia de Varsóvia. As chamadas de emergência a partir de cabinas telefónicas são gratuitas. Não sabendo o indicativo local, deve ser marcado o número geral de emergência: 112. Linha fixa Número geral de emergência: 112 Ambulâncias: 999 Brigada de incêndios: 998 Polícia: 997 Assistência na estrada: 981 Polícia Municipal: 986 Vistos de trabalho O critério em norma face aos cidadãos da UE, que define a extensão da liberdade na promoção de trabalho da, passa pela cidadania, ou seja, a relação entre um cidadão e um Estado. Por outro lado, os critérios para cidadãos de outros países são mais abrangentes; isto deve-se ao facto de as políticas de empregabilidade entre as diferentes áreas profissionais variarem entre si. Para certas profissões, a obtenção de um visto de trabalho não é, de todo, necessária. Custos médios diários O custo de vida diário da é menor do que os dos países ocidentais da União Europeia. Não obstante, há, claro, variações entre as diferentes regiões e cidades do país. Aproximadamente e em Euros, resume-se no seguinte: Custos rotineiros básicos por pessoa /mês Quarto num apartamento Residência de estudantes Subsistência Transportes Lazer (transporte público) 100 (coche particular) Nota importante Antes de partir do país-natal, deve-se assegurar da morada da respectiva embaixada ou consulado no país de destino. Seja escrevendo num caderno ou gravando a informação num telemóvel, deve-se fazer acompanhar tanto da morada como do número de telefone, correio electrónico e nome do embaixador. Flickr Creative Commons: Ben Salter 4 de 11

6 Informação cultural Transportes Transportes Chegar à O meio de transporte mais conveniente para chegar à, dentro da Europa, é o avião, sobretudo os voos low cost. A tem dez aeroportos, que asseguram ligação a todos os países do continente. Caso o destino final fique longe de um aeroporto, o segundo transporte a ser apanhado deve ser o comboio, pois as estradas polacas não são da melhor qualidade. Os horários dos comboios podem também ser consultados online em (www.pkp.pl). Há, igualmente, autocarros, que viajam entre as maiores cidades. São muito mais baratos, mas as viagens mais longas e desconfortáveis. Regras básicas de segurança aérea e direitos dos passageiros Requisitos de segurança para bagagem e embarque na UE* Líquidos. Bebidas, pasta de dentes, cremes ou géis de cosmética transportados na bagagem-de-mão devem sê-lo num saco de plástico transparente, cuja capacidade máxima total não poderá exceder 1 litro e a individual 100 ml. Recipientes de líquidos de conteúdo superior a esse devem se transportados na bagagem de porão. Esta restrição volumétrica não se aplica a medicamentos e comida de bebés. Objetos cortantes. Qualquer objecto cortante que possa ser utilizado como arma é totalmente proibido na cabina do avião. Estão contemplados nessa categoria objectos do dia-a-dia como corta-unhas, facas e tesouras mesmo que pequenas, que deverão ser transportados na bagagem de porão. Artigos explosivos e inflamáveis. Por exemplo, chamas de spray de latas de tinta e outras substâncias inflamáveis e tóxicas com ácidos, são artigos totalmente proibidos nos voos mesmo na bagagem de porão. Arma alguma se encontra permitida da circular a bordo de um avião. Limites de tamanho da bagagem-de-mão. O numero de artigos e tamanho da bagagem-de-mão permitidos por passageiro são determinados por cada operador aéreo, portanto o viajante deverá confirmar junto daquele o transporta. Verificar sempre as regras sobre artigos proibidos nos diferentes tipos de bagagem. Deve-se igualmente consultar o website do aeroporto local para aceder a uma lista detalhada de artigos proibidos; em alternativa, pode-se informar junto do operador aéreo. Para segurança geral, todos os artigos transportados são verificados pelas forças de segurança do aeroporto antes de transitarem para as zonas de segurança do mesmo. As portas do Cockpit são mantidas fechadas durante o voo de modo a prevenir a entrada de pessoas não autorizadas no espaço. *Fonte: Para informação adicional sobre assuntos importantes na segurança a bordo, ver o website da The International Air Transport Association. Viajar no país É difícil apresentar, de forma geral, o modelo de funcionamento do serviço de transportes públicos da, pois todas as vilas e cidades do país são dotadas de regulamentações próprias. O comboio é o meio de transporte de eleição, sobretudo para viagens longas são bons e quase sempre pontuais. À excepção dos picos dos períodos de férias em Julho e Agosto, não é difícil conseguir lugar. Os caminhos-de-ferro da são geridos pela Polskie Koleje Panstwowe («Caminhos-de-ferro da», em Polaco.). Estudantes estrangeiros menores de 26 anos de idade usufruem de um desconto de 33% nos comboios inter-cidades, mas tem de ser paga a reserva, de 25zl. Pessoas com mais de 60 anos de idade podem também reclamar um cartão sénior, por 75zl, que garante descontos de 50% nas viagens de comboio, nos lugares de 1.ª e 2.ª classes. Os horários dos comboios estão disponíveis nas estações, com as partidas em quadros amarelos e as chegadas em quadros brancos. Os comboios normais estão marcados a preto, os rápidos a vermelho; os que incluírem a inscrição «Ex» são comboios expressos. Os comboios inter-cidades estão identificados com as iniciais «IC»; os que incluírem a letra R num quadrado tratam-se de comboios de reserva de lugar obrigatória. Nos painéis electrónicos de informação, podem ser encontrados números ou letras ao lado da hora de partida devem sempre ser confirmados na chave abaixo. Habitualmente, servem para informar que determinado comboio viaja ou não em certos períodos ou dias. Nos horários encontra-se também a informação sobre as plataformas de partida de cada comboio. Flickr Creative Commons: Kuba Bożanowski 5 de 11

7 Informação cultural Transportes Transportes urbanos Para fazer uso dos transportes públicos urbanos, é necessário possuir os respectivos bilhetes válidos; viajar neles sem respeitar esta regra pode conduzir a multa. Existe um controlo severo sobre esta matéria, nas cidades maiores. Os bilhetes (normalmente semelhantes entre si para autocarros, eléctricos e metro) podem ser comprados em quiosques e supermercados. Em muitas das cidades, os bilhetes podem também ser comprados a bordo, aos motoristas dos autocarros e eléctricos. Ademais, também em muitas delas, podem ser comprados bilhetes com dias de antecedência. Pode-se escolher entre bilhetes de uma hora, 24 horas, 3 dias, uma semana um mês ou outras opções. Em muitas cidades, os turistas que se encontrarem na posse do «tourist card», podem usufruir gratuitamente de transportes públicos. Mais informações sobre isto podem ser encontradas em qualquer posto de turismo do país. Factos-chave sobre viajar de carro no país Na, a condução faz-se pelo lado direito. Nas localidades, o limite máximo de velocidade é de 50km/h entre as 05:00 e as 23:00 e 60km/h nas restantes horas; fora das localidades, 90 km/h; em estradas de dupla faixa de rodagem, 110 km/h; e nas auto-estradas, 130km/h. O nível de álcool no sangue máximo permitido é 0,2mg. As luzes médias devem estar ligadas ao longo de todo o ano. Os condutores estrangeiros podem circular usando a sua carta de condução do seu país de origem ou uma carta de condução internacional até um período máximo de 6 meses após entrada no país. As crianças com menos de 12 anos de idades devem, obrigatoriamente, viajar em cadeiras especiais para crianças que devem estar instaladas no bando traseiro. As viaturas devem encontrar-se equipadas de um extintor, um estojo de primeiros-socorros e o sinal de pré-sinalização de perigo (vulgarmente, o triangulo.). Viajar de táxi é relativamente barato, mas os estrangeiros no país devem solicitar ajuda ao requisitar um táxi, de modo a evitar mal-entendidos. Flickr Creative Commons: Jerzy Kociatkiewicz Flickr Creative Commons: Ben Salter 6 de 11

8 Informação cultural Compras Compras As horas de abertura do comércio variam e é difícil estabelecer regras. A maior parte dos supermercados abre às 07:00 e fecha às 19:00, de segunda a sexta-feira; mas encontram-se imensas excepções. Nos centros das cidades o horário mais frequente é 09:00-21:00; por outro lado, o pequeno comércio fecha mais cedo aos Sábados e não abre sequer aos domingos. Há também imensos supermercados de cadeias estrangeiras, que estão abertos ao longo de toda a semana e até tarde. Os modernos centros comerciais encontram-se em pleno florescimento um pouco por todas as grandes cidades do país, sobretudo em Varsóvia, onde esse boom ultrapassa o de qualquer outra cidade da Europa de Leste. Os bazary (mercados) são espaços particularmente apreciados e muitas vezes perto dos centros das cidades; além de vegetais e frua frescos, consegue-se encontrar quase tudo lá. Os centros históricos das maiores cidades encontram-se quase sempre repletos de galerias de arte com joalharia âmbar, artesanato polaco e antiguidades. Entre as recordações típicas, é impossível não recomendar ramos pascais de salgueiro decorados ou cerâmica tradicional de Boleslawiec. As especialidades das vilas e cidades polacas do sul são os artigos produzidos da madeira provinda mas montanhas do país (por exemplo, as bengalas.), o queijo oscypek das terras altas e a lã de carneiro. A melhor oferta desses produtos encontra-se no complexo dos tecidos de Cracóvia (Sukiennice, na grande Praça do Mercado.) e no Zakopane, no grande mercado ao fim da Rua Krupowski. Regatear os preços ( oficialmente, negociar os preços.) é bastante comum nos mercados polacos. Segundo a regulamentação oficial, os lojistas ou vendedores de banca são obrigados a exibir um preço para cada artigo, mas o mesmo é flexível e o comprador é livre de negociar os preços durante a compra de produtos ou serviços, o que seria estranho numa loja normal, onde não se encontrarão clientes a negociar o preço dum televisor ou do pão. Quando alguém, contudo, faz imensas compras (roupa ou electrodomésticos) num certo sítio, pode, por isso, pedir um desconto ou artigo extra, mesmo numa loja normal. Quem compra em bazares e mercados a céu aberto, recordações típicas nacionais em lojas turísticas, ou artesanato e ainda produtos agrícolas, deve tentar negociar. Aceitar o preço inicial não é uma boa ideia. Deve-se, contudo, ter em atenção que negociar os preços na não é exactamente o mesmo do que fazê-lo num país árabe, onde esse hábito se encontra fortemente enraizado como um indicador cultural. Com algum bom senso e humor consegue-se passar um bom bocado, especialmente quando fazendo compras em lojas de produtos regionais tradicionais em bazares. Na é utilizado o sistema métrico; a unidade de medida mais amplamente usada é o métrico: na medição de longas distâncias é utilizado o quilómetro (1000 metros); na de curtas, o centímetro (0,01 metros) e o milímetro (0,001 metros). A unidade de peso mais amplamente usada é o quilograma. Ao pesar-se porções muito grandes é usada a tonelada métrica (1,000 quilogramas); tratando-se de quantidades menores, a grama (0,01 quilogramas) e a miligrama (0,001 quilogramas. Flickr Creative Commons: Jose Javier Carte (Varsovia) 7 de 11

9 Informação cultural No trabalho No trabalho O horário de trabalho generalizado é de cinco dias úteis por semana. Todas as semanas são constituídas por sete dias, dois deles são de folga. Em primeiro lugar, o Domingo, pois a legislação polaca considera-o como tal (salvo algumas excepções, claro.); em segundo, o empregador, ao determinar uma escala de trabalho, deve considerar outro dia para descanso, entre todos os outros. O mais habitual é que ele seja no Sábado, porém. A carga horária de trabalho generalizada numa semana de cinco dias de trabalho é de 8 horas por dia e, em média, 40 por semana, num período de compensação que não exceda os quatro meses. A duração desse período é estabelecida pelo empregador; quer isto dizer que o número de horas de trabalho pode ser mais ou menos do que 40 numa semana particular, mas o somatório total do período não deve resultar numa média semanal superior a 40 horas de trabalho são reguladas pelo Código do Trabalho. Ao ser envolvido num contrato de trabalho com um empregador, um cidadão da UE é, em regra, sujeito à regulação do Código de Trabalho polaco. Este define as seguintes categorias de contratos de trabalho: contrato de trabalho para um período de experiência (semelhante contrato pode preceder qualquer outro, sem, porém, exceder um período superior a três meses); contratos de trabalho a termo certo (tratam-se de contratos de trabalho a longo termo. O Código do Trabalho limita o número destes contratos entre os mesmos trabalhador e empregador: ao terceiro consecutivo e segundo a lei, esse passa a constituir um contrato sem termo mesmo tendo sido assinado como sendo de a termo. Isto ocorre quando o intervalo entre o contrato anterior e o novo não é superior a um mês.); contratos de trabalho para uma tarefa especifica; e contratos de trabalho por tempo indeterminado. O vencimento bruto médio mensal na no segundo trimestre de 2012 era de 3 496,82 PLN. Os salários polacos são substancialmente baixos, mas variam entre regiões, cidades, etc. No entanto, em qualquer lugar do país, com o salário médio consegue-se viver confortavelmente. Além do horário de trabalho generalizado, o Código do Trabalho polaco consente diversos planos alternativos, sendo o fim de cada um a flexibilização dos horários de trabalho. Por exemplo, o trabalhador pode candidatar-se perante o seu empregador a um horário de trabalho personalizado ou uma semana laboral mais curta. Neste último caso, o trabalhador cumpre uma carga horária inferior a 5 dias numa semana mas superior a 8 horas num dia (mas inferior a 12), num período de compensação de um mês. Os trabalhadores gozam do direito ao descanso diário e semanal. O descanso diário é igual ou inferior a 11 horas; o descanso semanal corresponde a um período de 35 horas, incluindo pelo menos 11 seguidas em cada 24. Como regra, o Domingo deve ser dedicado ao descanso laboral. Os trabalhadores cuja carga horária de trabalho diária seja de pelo menos 6 horas gozam de direito a descanso de 15 minutos, que são incluídos no número de horas de trabalho. Nas reuniões, é o mais velho presente inaugura a sessão e estabelece as bases de trabalho de questões a debater; pode, além disso, recomendar uma agenda para a discussão das matérias. As conversas casuais fazem parte do arranque das reuniões; os procedimentos não devem ser apressados, pois aquelas fazem parte do processo de desenvolvimento das relações. As primeiras reuniões poderão mesmo parecer incluírem mais conversas casuais do que profissionais. Quando é esse o caso, pode isso significar que os mais velhos na empresa estão ainda a avaliar alguém novo, pois sentem ainda não o conhecerem suficientemente. Nesse caso, o elemento em causa pode aproveitar a oportunidade para assumir um registo perante os outros um registo mais pessoal e tentar cimentar relações. O processo das decisões em contexto negocial tende a desenvolver-se sob uma base hierárquica, pelo que muitas delas serão tomadas no topo da empresa. A forma de emprego básica na é constituída por um contrato de trabalho. Ao mesmo tempo, é a mais vantajosa desde que os respectivos direitos sejam respeitados, ou seja, os direitos do trabalhador. Questões relacionadas com os contratos. 8 de 11

10 Informação cultural Comportamento social Comportamento social Alguns estrangeiros tendem a encarar a como os norteamericanos encaram Las Vegas: um lugar para divertimento desregrado. É verdade que os Polacos conseguem bem aguentar uma bebida, mas nem por isso são apreciadores de desordem social e comportamentos rudes. A identidade cultural da é europeia, mas certamente diferente da sua variante ocidental, pois inclui uma forte reserva da privacidade e discrição. Os Polacos, como os Russos, não gostam de exibicionismos; para eles, tentar impressionar outros pelo auto-elogio é um indicador de arrogância e falta de contenção, o que contraria certos padrões de sociabilidade segundo a mentalidade polaca/eslava. Não esquecer Os Polacos saúdam-se diferentemente de alguns Europeus os homens, por vezes, beijam as mãos das senhoras (sobretudo, entre os mais velhos.) e quando se visita alguém deve-se oferecer flores à anfitriã e/ou uma garrafa de vinho ao anfitrião, sendo que a recepção será certamente a de uma mesa repleta de boa comida. Num encontro sentimental, um estrangeiro pode tomar como modelo o comportamento do homem polaco, caracterizável pelo cavalheirismo (por exemplo, a universal oferta da passagem em primeiro lugar à mulher, diante duma entrada.) em relação, por outro lado, ao cumprimento entre as pessoas (tanto homens como mulheres), a nível pessoal, é um beijo na face direita e outra na esquerda (não se deve fazê-lo desta forma, porém, ao primeiro contacto, pois isso pode ser entendido como um indicio de arrogância e abuso de confiança.) O típico homem polaco oferece-se para transportar bagagem pesada de uma senhora. Num restaurante, deve-se esforçar por ser elegante, tentando saber primeiro qual será o pedido da companhia, bem como esperar que ela se sente até fazê-lo igualmente, servir-lhe o seu copo também em primeiro, sem, contudo, a pressionar a que beba mais, nem, claro, fazê-lo a própria pessoa. Novamente em relação aos encontros sentimentais, é importante a primeira impressão que se provoca e, nesse sentido, não se deve expressar emoções cedo demais nem tampouco impressionar o outro pela vanglória, antes demonstrando interesse por ele, sentido de humor, inteligência e auto-confiança que não se confunda com soberba. É visto com bons olhos que se pague a despesa do restaurante ou cinema na totalidade pelo menos na primeira vez, pois na não se encontra enraizado o hábito da partilha da despesa num restaurante habitualmente, numa refeição de grupo, a conta total é paga por uma só pessoa, ou seja, quem convidou, muito mais frequentemente um homem do que mulher (no caso uma refeição em casa, um homem que seja convidado por uma mulher deve oferecer-lhe flores, elogiar a sua comida e, se possível, fazer acompanhar-se de um doce ou bebida. Flickr Creative Commons: Galio 9 de 11

11 Informação cultural Comer fora Comer fora Basicamente, existem três hipóteses para experimentar os sabores polacos. A mais barata é a do surpreendente extenso número de bares mleczny sobreviventes do comunismo polaco (tratavam-se de cafetarias populares e baratas subsidiadas pelo governo; ainda hoje existem, mas o executivo nacional começou a retirar-lhes os subsídios em 2011, o que provocou contestação popular, sob receio do fecho das cantinas.), sobre os quais se pode encontrar abundante informação em diferentes fontes. Em segundo lugar, as cadeias restaurante rurais o estilo casas de campo, que servem sopa de trigo polaca, bolinhos de massa recheados cozidos e enchidos de carne e vegetais. Finalmente, há uma via recente, pela qual jovens cozinheiros de reputação internacional canalizam os seus talentos para a modernização da gastronomia polaca, resgatando práticas antigas para a contemporaneidade do século XXI. A orgulha-se hoje de recomendar ao turista qualquer destas escolhas, conforme a ocasião. Deve-se atentar aos locais mencionados no guia e perceber a qual corresponde cada um dos métodos sugeridos anteriormente. Em muitos restaurantes polacos, o cliente não é convidado a ocupar um determinado lugar, antes a escolher ele próprio um; embora não seja necessariamente esta a regra, não encontrando um funcionário à entrada a providenciar um lugar específico, o cliente tem a liberdade de ocupar aquele que for da sua preferência. É realmente uma experiencia bastante mais agradável do que fazê-lo apressadamente; sobretudo estando numa esplanada a um anoitecer de Verão, com o sol pondo-se sob um património arquitectónico histórico. Bebidas pagas ao copo No caso de se desejar água, deve-se pedi-la engarrafada. A água mineral, com ou sem gás, encontra-se disponível frequentemente (de notar, porém, que a cerveja é, habitualmente, mais barata.). A água pode ou não ser servida fresca; costuma ser servida num copo, mas sem gelo. Menus Nos centros das cidades, os menus encontram-se com frequência redigidos, além de Polaco, em Inglês e outra língua estrangeira, dependendo se o tamanho da população turística o justifica. Por exemplo, em Danzigue, o Alemão será a outra língua em questão. Habitualmente, os menus encontram-se expostos no exterior dos restaurantes, de modo a que os clientes possam conhecer antecipadamente o menu e, assim, decidirem entrar ou não. Gorjetas A maior parte dos restaurantes polacos não inclui uma despesa relativa a gorjeta na conta total, pelo que os empregados que servirem bem agradecerão uma gorjeta pessoal a par do pagamento da refeição. Em média, a gorjeta costuma ser 10% da conta total. Dizer dziekuje («obrigado») depois de pagar indica que não se espera por algum troco, portanto deve-se ter atenção ao dinheiro utilizado para pagar o que se consumiu. Regra geral, os Polacos não atribuem gorjeta; apenas ocasionalmente, quando o serviço é excepcional. Tempo de espera O tempo de espera pelo menu, refeição e conta num restaurante polaco é, por vezes, relativamente superior comparativamente a outros países. Um cliente apressado não se deve inibir de solicitar a sua conta. Bebidas e convívio Nos restaurantes polacos, é costume demorar-se saboreando as refeições em companhia, conversando ao sabor de uma bebida. Ao invés de uma cultura de pressa e comida congelada, na maioria dos restaurantes polacos consome-se tranquilamente e em convívio, tomando diferentes bebidas. Flickr Creative Commons: Kuba Bożanowski Flickr Creative Commons: texx de 11

12 Informação cultural Emergências Emergências A é um país seguro. As estatísticas policiais apresentam a vida no país como sendo mais segura do que noutros países europeus. Os milhões de turistas que o visitam todos os anos podem confirmar que o povo polaco se orgulha de si próprio e com razão, da sua hospitalidade e afabilidade para com os seus visitantes estrangeiros. De modo a que estadia na seja desfrutada o melhor possível, é sempre prudente não esquecer as medidas de precaução habituais. Ao visitar uma cidade pela primeira vez, por razões de segurança, é aconselhável adoptar percursos mais ou menos turísticos, onde se encontrem mais transeuntes a quem solicitar indicações e assistência, se necessárias. Isto não deve ser motivo de inibição à exploração de espaços menos frequentados, mas nunca se devem ignorar os procedimentos de segurança habituais quando se exploram semelhantes áreas. Os bens valiosos devem sempre ser transportados o mais escondidos possível, sobretudo em transportes públicos nas horas de ponta; devem-se evitar ruas desertas em horas tardias; devem-se utilizar somente táxis registados. É sempre melhor estacionar o automóvel em parques de estacionamento públicos, supervisionados e, de qualquer modo, evitar deixar no seu interior objectos visíveis ao deixá-lo estacionado. A está livre de terrorismo doméstico e sob um risco muito baixo de ameaça de ataques de terrorismo externo. Na eventualidade de alvo de crime de pequeno delito ou em situação de emergência, deve ser contactada a polícia local através do 997 ou a Guarda Municipal (Straz Miejska) no 986. A Guarda Municipal trata-se de uma força de autoridade auxiliar, cujos agentes podem ser encontrados a patrulhar as ruas das maiores cidades nacionais. Flickr Creative Commons: Jose Javier Carte 11 de 11

13 ebridge2 VET Mobility ITURBROK S.L. (Spain) LHL / Lanbide Heziketaren Lagunak (Spain) MESCOMP S.A () Spāņu Kultūras Centrs Séneca (Latvia) ALETHEIA s.r.o. (Latvia) Centro Europeu de Línguas (Portugal) Projinal Education Consultancy (Turkey)

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE ECC-Net: Travel App Uma nova aplicação para telemóveis destinada aos consumidores europeus que se deslocam ao estrangeiro. Um projeto conjunto da Rede de Centros Europeus do Consumidor Nome da app: ECC-Net:

Leia mais

1. 2. 3. 4. PASSO A PASSO. Links para saber mais. A União Europeia. Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012?

1. 2. 3. 4. PASSO A PASSO. Links para saber mais. A União Europeia. Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012? junho 2012 PASSO A PASSO 1. 2. 3. 4. A União Europeia Ano Europeu: o que é? o que se comemora em 2012? Ano Europeu 2012: curiosidades iniciativas quiz Links para saber mais 1. A União Europeia 27 Estados-Membros

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP)

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) INFORMAÇÃO GERAL 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extracurricular) efectuada

Leia mais

Pode trazer um saco de plástico adequado de casa. Em alguns aeroportos são facultados sacos plásticos aos passageiros.

Pode trazer um saco de plástico adequado de casa. Em alguns aeroportos são facultados sacos plásticos aos passageiros. Alterações para os passageiros: novas regras para a bagagem de mão A 6 de Novembro de 2006 entraram em vigor novas regras, relativamente ao que é permitido transportar como bagagem de mão. Os líquidos,

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

MINIGUIA DA EUROPA 2011 Comunicar com os Europeus Línguas Na Europa fala-se muitas línguas, cujas principais famílias são a germânica, a românica, a eslava, a báltica e a céltica. As instituições da União

Leia mais

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 PT CONSILIUM Schengen A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 Índice INTRODUÇÃO 1 LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 2 COOPERAÇÃO POLICIAL E ADUANEIRA 2 Fronteiras internas 2 Fronteiras

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV DOCUMENTO 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DOS TITULARES DOS CARTÕES EUROPEUS DE SEGURO DE DOENÇA OU DE DOCUMENTOS EQUIVALENTES NA SEQUÊNCIA DAS ALTERAÇÕES DO PONTO I DA ALÍNEA A)

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Guernsey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A

Leia mais

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes Este folheto explica as regras que se aplicam ao Benefício de

Leia mais

Conheça os Seus Direitos de Passageiro

Conheça os Seus Direitos de Passageiro Conheça os Seus Direitos de Passageiro Índice Via Aérea... 2 Pessoas com deficiências e pessoas com mobilidade reduzida... 2 Embarque recusado... 2 Cancelamento... 2 Atrasos consideráveis... 2 Bagagem...

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Jersey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A JT

Leia mais

ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo Rua Cedofeita, 285 4050-180 Porto Tel.: 22 2053685 Fax: 22 2053744 E-Mail:

ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo Rua Cedofeita, 285 4050-180 Porto Tel.: 22 2053685 Fax: 22 2053744 E-Mail: Bem-vindo ao ISCET, ao Porto e a Portugal Informações Gerais Guia do estudante estrangeiro: O instituto ISCET dá-te as boas-vindas e deseja-te uma óptima estadia. Para te proporcionar uma melhor integração,

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC UNIÃO EUROPEIA Comércio Exterior Intercâmbio comercial com o Brasil

Leia mais

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015 Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS O Preçário completo da Agência de Câmbios Central, Lda., contém o Folheto de e Despesas (que incorpora

Leia mais

http://www.dgs.pt/wwwbase/raiz/mlkimprimir.aspx?codigoms=0

http://www.dgs.pt/wwwbase/raiz/mlkimprimir.aspx?codigoms=0 Página Web 1 de 5 Mobilidade de Doentes imprimir adicionar aos favoritos Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Aconselhamos vivamente que leve consigo o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Leia mais

A formação da União Europeia

A formação da União Europeia A formação da União Europeia A EUROPA DOS 28 Como tudo começou? 1926: 1º congresso da União Pan- Europeia em Viena (Áustria) 24 países aprovaram um manifesto para uma organização federativa na Europa O

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL

GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL Portugal já está a atribuir os Golden Residence Permit a cidadãos não- Europeus no caso de realização de determinados

Leia mais

Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo

Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo Conheça os seus direitos antes de partir: os seus direitos são o nosso objectivo Espera-se que cinco milhões de fãs viagem para assistir ao Euro 2008 este Verão. Sabemos que para alguns deles poderão surgir

Leia mais

Áustria, Dinamarca, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Liechtenstein, Noruega, Suécia, Reino Unido

Áustria, Dinamarca, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Liechtenstein, Noruega, Suécia, Reino Unido PROGRAMA ERASMUS+ AÇÃO 1 MOBILIDADE INDIVIDUAL PARA FINS DE APRENDIZAGEM ENSINO SUPERIOR 2015 TABELA DE BOLSAS DE MOBILIDADE ESTUDANTES PARA ESTUDOS E ESTÁGIOS TABELA 1 De Portugal Continental para: Valor

Leia mais

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit A solução para os seus problemas na Europa ec.europa.eu/solvit CONHEÇA OS SEUS DIREITOS Viver, trabalhar ou viajar em qualquer país da UE é um direito fundamental dos cidadãos europeus. As empresas também

Leia mais

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA?

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA? 1 NOTA INFORMATIVA 1. O que é a SEPA? Para harmonização dos sistemas de pagamento no espaço europeu no sentido de impulsionar o mercado único, foi criada uma Área Única de Pagamentos em Euro (denominada

Leia mais

2º e 3º Ciclos Ensino Profissional

2º e 3º Ciclos Ensino Profissional 2º e 3º Ciclos Ensino Profissional Índice 1. A União Europeia O caminho da UE 2. Os Anos Europeus 3. 2010 Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social (AECPES) 4. 2010 AECPES. Pobreza e Exclusão

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa Delegação Regional do Algarve do IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego III AGE - Albufeira,23-10-2014 EURES: encontrar um emprego na Europa Delegação Regional do Algarve

Leia mais

DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE

DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE DIREITOS DOS PASSAGEIROS DOS TRANSPORTES AÉREOS FORMULÁRIO DE RECLAMAÇÃO UE ESTE FORMULÁRIO PODE SER UTILIZADO PARA APRESENTAR UMA RECLAMAÇÃO JUNTO DE UMA TRANSPORTADORA AÉREA E/OU DE UM ORGANISMO NACIONAL

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda a Europa.

BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda a Europa. BMW Motorrad Após-Venda Serviços Móveis BMW Motorrad Após-Venda Pelo prazer de conduzir Serviços Móveis BMW Motorrad Mobile Care. BMW Motorrad Mobile Care. A Garantia de Mobilidade BMW Motorrad em toda

Leia mais

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA 1. O CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL POR DANOS CAUSADOS AS MERCADORIAS TRANSPORTADAS NO EXERCICIO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTADOR DE MERCADORIAS.

CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL POR DANOS CAUSADOS AS MERCADORIAS TRANSPORTADAS NO EXERCICIO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTADOR DE MERCADORIAS. CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL POR DANOS CAUSADOS AS MERCADORIAS TRANSPORTADAS NO EXERCICIO DA ACTIVIDADE DE TRANSPORTADOR DE MERCADORIAS. COBERTURA ARTIGO 1º 1.1. O Objecto desta cobertura

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA INSTITUTO DA DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático - Subsídio

Leia mais

MEMO. Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes

MEMO. Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes COMISSÃO EUROPEIA MEMO Bruxelas, 15 Maio 2013 Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes Um alto nível de proteção da saúde; o direito de beneficiar de

Leia mais

Dúvidas Frequentes. 1) Qual o prazo que o passageiro tem para processar a companhia aérea?

Dúvidas Frequentes. 1) Qual o prazo que o passageiro tem para processar a companhia aérea? Dúvidas Frequentes 1) Qual o prazo que o passageiro tem para processar a companhia aérea? R. O prazo é, em geral, de 3 (três) anos contados da data da ocorrência do problema com a mesma de acordo com o

Leia mais

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Em que consiste, razões para a existência do programa e benefício principal Quem pode beneficiar do programa Como beneficiar do programa

Leia mais

INFORMATIVO VISTOS OBRIGATÓRIOS PARA OS EMIRADOS ÁRABES TEMPORADA 2010/2011

INFORMATIVO VISTOS OBRIGATÓRIOS PARA OS EMIRADOS ÁRABES TEMPORADA 2010/2011 INFORMATIVO VISTOS OBRIGATÓRIOS PARA OS EMIRADOS ÁRABES TEMPORADA 2010/2011 Os Emirados Árabes exigem que um determinado número de nacionalidades devem estar de posse de um visto antes da chegada no país.

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Redes onde o cartão é aceite 1. Anuidades 1 1.º Titular Outros Titulares 2. Emissão de cartão 1 3. Substituição de cartão 2 4. Inibição do cartão 5. Pagamentos

Leia mais

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1.º Titular Outros Titulares de (5) (1) 5. Recuperação de valores em divida (6) Millennium bcp Business Silver 28,85 19,23 26,44 Millennium

Leia mais

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL Changing lives. Opening minds. Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL ERASMUS + Uma porta aberta para a Europa : O novo programa

Leia mais

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE 9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2

Leia mais

Direito do Consumidor Turista. Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná

Direito do Consumidor Turista. Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná Direito do Consumidor Turista Seja muito bem-vindo ao Estado do Paraná No Brasil os direitos do consumidor são regulamentados pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8078/90). A lei é aplicada quando

Leia mais

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa

Uma Rede de apoio à competitividade das empresas. 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Uma Rede de apoio à competitividade das empresas 30 de abril de 2014, ISCTE-IUL, Lisboa Quem somos Quem somos? Onde estamos? Criada pela Comissão Europeia no âmbito do Programa Quadro para a Competitividade

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente. Nome Completo B.I./ Cartão Cidadão Nº Contribuinte Código Repartição Finanças Morada de residência

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente. Nome Completo B.I./ Cartão Cidadão Nº Contribuinte Código Repartição Finanças Morada de residência 1 Proposta de Adesão de Crédito - Particulares Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ Identificação do titular Nome Completo B.I./ Cidadão Nº Contribuinte

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação Banco BPI, Sociedade

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático -Subsídio para Assistência a Filho

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO: OLÁ BRASIL!

REGULAMENTO DO CONCURSO: OLÁ BRASIL! REGULAMENTO DO CONCURSO: OLÁ BRASIL! 1.- Entidade organizadora. - A entidade organizadora deste sorteio é a empresa Vacaciones edreams, S.L. Sociedad Unipersonal (a partir desde momento designada como

Leia mais

O TRABALHO TEMPORÁRIO NÃO É UMA FORMA DE TRABALHO PRECÁRIA Razões para lutar contra 10 equívocos sobre o Trabalho Temporário

O TRABALHO TEMPORÁRIO NÃO É UMA FORMA DE TRABALHO PRECÁRIA Razões para lutar contra 10 equívocos sobre o Trabalho Temporário O TRABALHO TEMPORÁRIO NÃO É UMA FORMA DE TRABALHO PRECÁRIA Razões para lutar contra 10 equívocos sobre o Trabalho Temporário Equívoco 1: O Trabalho Temporário não proporciona segurança no trabalho Em muitos

Leia mais

Letónia. Informação cultural

Letónia. Informação cultural Informação cultural Informação cultural Índice Índice Sobre o país 2 Factos-chavets Gastronomia típica, hábitos e costumes Preparar a viagem 4 Viajar no Espaço Schengen e UE La Seguros de saúde na Números

Leia mais

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESTUDAR NO CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA 1 1. O CENTRO REGIONAL DO PORTO DA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável. Informações de Logística

Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável. Informações de Logística Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável Data: 14 a 18 de Setembro de 2015 Local: Heden Golf Hotel e Instalações do Banco Africano de Desenvolvimento,

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa REDE EURES http://www.youtube.com/watch?v=-b-cf05oo7y&list=plw_7qqldjbjd-uce36bl25dpvwljlyxfq&index=93 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business 43,27 43,27

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) ( ÍNDICE) 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Comissão pela recuperação de valores em dívida 6. Não pagamento até à data limite Cartão Business Estrangeiro:

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Conheça os seus direitos em caso de: Recusa de embarque Cancelamento de voo Atrasos prolongados Colocação em classe inferior Viagens organizadas

Conheça os seus direitos em caso de: Recusa de embarque Cancelamento de voo Atrasos prolongados Colocação em classe inferior Viagens organizadas OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO AS NOVAS REGRAS Dia 17 de Fevereiro entra em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que

Leia mais

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES A emissão de bilhetes aéreos, através do resgate de Pontos Multiplus, combinados com o pagamento de parcela em dinheiro, é denominado Pontos + Dinheiro ou Produto, e oferecido

Leia mais

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE Durante muito tempo os países da Europa andaram em guerra. A segunda Guerra Mundial destruiu grande parte do Continente Europeu. Para evitar futuras guerras, seria

Leia mais

Política de Viagens e Procedimentos

Política de Viagens e Procedimentos Política de Viagens e Procedimentos A Maxgen desenvolveu uma política de viagens e procedimentos para permitir que cada funcionário possa fazer uma contribuição substancial para a rentabilidade do seu

Leia mais

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz Serviços Adicionais 12400 - Portal de Voz Descrição Totoloto, Totobola, Lotarias e Euro Milhões Pode conhecer os números do Euro Milhões meia hora antes do sorteio na TV. Saiba os resultados e o valor

Leia mais

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem GUIA DE CANDIDATURA PARA MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA ESTÁGIOS ERASMUS+ (SMP)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS Visto para estudante na Suíça Para os estudantes aceitos em uma instituição de ensino ou curso, por um período de estudos superior a 90 dias. Formulário de visto preenchido e assinado em três vias originais.

Leia mais

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente

Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente 1 Proposta de Adesão Particulares Cartão de Crédito Miles & More Gold da Caixa (para residentes no estrangeiro) Agência Nº Conta de Depósitos à Ordem Nº Cliente _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Leia mais

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR Jorge Jacob Agenda: 1 Sinistralidade Rodoviária um flagelo mundial 2 Organização Mundial MACRO 3 WHO The Decade of Action for Road Safety 4 OCDE/ITF - IRTAD 5 UE/Comissão Europeia 6 Portugal: 6.1 Situação

Leia mais

Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil

Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil A Boom! trabalha com a ISIS Brasil por sua excelente qualidade e reputação no mercado. As informações contidas aqui são apenas uma referência sobre os serviços

Leia mais

Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM

Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM RECOMENDAÇÕES A BRASILEIROS QUE VIAJAM PARA O EXTERIOR Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM Faça uma viagem SEGURA Entenda o produto Assistência Viagem. Situações inesperadas podem

Leia mais

PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais nas eleições europeias de 2009

PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais nas eleições europeias de 2009 Direção-Geral da Comunicação Unidade do Acompanhamento da Opinião Pública Bruxelas, 13 de novembro de 2012 PESQUISA DOCUMENTAL SOBRE AS ELEIÇÕES EUROPEIAS DE 2009 Abstenção e comportamentos eleitorais

Leia mais

POLÍTICA DE BAGAGEM NA CABINE

POLÍTICA DE BAGAGEM NA CABINE HORÁRIOS DO CHECK-IN Os balcões de check-in da Emirates em todo o mundo abrem no mínimo três horas antes do embarque. Os passageiros da Primeira Classe e da Classe Executiva devem se dirigir aos balcões

Leia mais

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito

Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Preçário ONEY - INSTITUIÇÃO FINCEIRA DE CRÉDITO, S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA OS ALUNOS QUE VISITAM MALTA E GOZO PARA ESTUDAR INGLÊS

INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA OS ALUNOS QUE VISITAM MALTA E GOZO PARA ESTUDAR INGLÊS INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA OS ALUNOS QUE VISITAM MALTA E GOZO PARA ESTUDAR INGLÊS INTRODUÇÃO Bem-vindo. Esta brochura fornece alguns conselhos práticos e informações úteis para quando estiver a estudar e a

Leia mais

É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu!

É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu! F É UM CIDADÃO EUROPEU A RESIDIR NA BÉLGICA? Então venha votar no dia 25 de Maio de 2014 para o Parlamento Europeu! 1 QUEM PODE VOTAR A 25 DE MAIO DE 2014? Para poder participar nesta eleição na qualidade

Leia mais

Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015. Geografia

Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015. Geografia Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 8ºgeo303r PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015 Geografia 3º TRIMESTRE EUROPA: Aspectos econômicos, Bloco econômico, Aspectos físicos e População

Leia mais

SERVIÇOS CONSULARES: GUIA DOS VISTOS. Nasceu nos Estados Unidos ou algum dos seus progenitores tinha cidadania americana à data do seu nascimento?

SERVIÇOS CONSULARES: GUIA DOS VISTOS. Nasceu nos Estados Unidos ou algum dos seus progenitores tinha cidadania americana à data do seu nascimento? Nasceu nos Estados Unidos ou algum dos seus progenitores tinha cidadania americana à data do seu nascimento? SIM ou NÃO Se nasceu nos Estados Unidos ou se algum dos seus progenitores tinha a cidadania

Leia mais

Impostos com relevância ambiental em 2013 representaram 7,7% do total das receitas de impostos e contribuições sociais

Impostos com relevância ambiental em 2013 representaram 7,7% do total das receitas de impostos e contribuições sociais Impostos e taxas com relevância ambiental 2013 31 de outubro de 2014 Impostos com relevância ambiental em 2013 representaram 7,7% do total das receitas de impostos e contribuições sociais O valor dos Impostos

Leia mais

ALBUFEIRA SOL HOTEL APARTAMENTO & SPA ****

ALBUFEIRA SOL HOTEL APARTAMENTO & SPA **** Cadeia de hotéis: Conforhoteis Tema Hotel: All Inclusive & Beach Hotel Rua da Corcovada, Areias de São João 8200-664 Albufeira Coordenadas GPS: 37.093595, -8,222262 Telefone: +351 289 587 496 Fax: +351

Leia mais

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI Tratado de Lisboa A Europa rumo ao século XXI O Tratado de Lisboa Índice 1. Contextualização 1.1. Porquê um novo Tratado? 1.2. Como surgiu o Tratado de Lisboa? 2. O que mudará com o Tratado de Lisboa?

Leia mais

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00 AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados.

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados. Benefícios VISA Serviço oferecido pela Visa à todos os portadores de cartão. Está disponível 24horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano e oferece assistência em espanhol, inglês e português.

Leia mais

Fusões e cisões transfronteiras

Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Consulta organizada pela Comissão Europeia (DG MARKT) INTRODUÇÃO Observações preliminares O presente questionário tem por objetivo recolher

Leia mais

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP)

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porte e Norte de Portugal (ERTPNP) e o Aeroporto Sá Carneiro, realizou o estudo do perfil

Leia mais

VIAJE LEGAL. www.viajelegal.turismo.gov.br

VIAJE LEGAL. www.viajelegal.turismo.gov.br Aqui você encontra dicas para viajar sem problemas. Afinal, uma viagem legal é aquela que traz boas recordações. Palavra do Ministro Prezado leitor, O turismo é uma atividade que envolve expectativas e

Leia mais

APRESENTAÇÃO ACORDO COMERCIAL

APRESENTAÇÃO ACORDO COMERCIAL APRESENTAÇÃO ACORDO COMERCIAL A CP LONGO CURSO celebra Acordos Comerciais para venda de bilhetes em regime de tarifário especial, proporcionando aos colaboradores e associados das Entidades a aquisição

Leia mais

GUIA PRÁTICO PEDIDO DE PENSÃO COM APLICAÇÃO DE INSTRUMENTOS INTERNACIONAIS INVALIDEZ, VELHICE E MORTE

GUIA PRÁTICO PEDIDO DE PENSÃO COM APLICAÇÃO DE INSTRUMENTOS INTERNACIONAIS INVALIDEZ, VELHICE E MORTE GUIA PRÁTICO PEDIDO DE PENSÃO COM APLICAÇÃO DE INSTRUMENTOS INTERNACIONAIS INVALIDEZ, VELHICE E MORTE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/17 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Pedido de

Leia mais

Orientaça o sobre Vistos

Orientaça o sobre Vistos Orientaça o sobre Vistos UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS FEDERAÇÃO RUSSA Capital: Moscou Língua oficial: Russo Moeda: Rublo (RUB) Permanência até 90 dias Turismo Cidadãos

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2014 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 23 6 44

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2014 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 23 6 44 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 24 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 2 46 2 78 Empresas de seguros de direito português 5 23 6 44 Empresas de seguros 5 2

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp)

GUIA DE CANDIDATURA PARA. ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) GUIA DE CANDIDATURA PARA ESTÁGIOS ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMp) INTRODUÇÃO 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extra-curricular) efectuada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO CONDIÇÕES GERAIS INTRODUÇÃO As presentes condições gerais fazem parte integrante do programa / catálogo / documento informativo em que se inserem, constituindo, na ausência de documento autónomo, o contrato

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ADOÇÃO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ADOÇÃO GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO POR ADOÇÃO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/16 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio por Adoção (3011 v1.15) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P.

Leia mais

CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL

CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL abril 2015 Ficha Técnica Autor Direção-Geral da Segurança

Leia mais

Formação Profissional. Mobilidade. www.ebridge2.eu. Cursos de Línguas elearning. Informação Cultural. Aplicações Móveis.

Formação Profissional. Mobilidade. www.ebridge2.eu. Cursos de Línguas elearning. Informação Cultural. Aplicações Móveis. Formação Profissional Mobilidade Cursos de Línguas elearning Informação Cultural Aplicações Móveis e-comunidade www.ebridge2.eu O projecto E-bridge 2 apresenta-se como uma resposta à falta de competências

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: Nº de inscrição: Documento de identificação: Nº: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os candidatos

Leia mais