Mediação de seguros vale mais que mediação imobiliária

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mediação de seguros vale mais que mediação imobiliária"

Transcrição

1 ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO N.º 5964 DE 15 DE JULHO DE 2014 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE Quem é Quem nos CORRETORES de SEGUROS Índice 02 José Almaça, Instituto de Seguros de Portugal: Nova directiva quer reforçar protecção dos consumidores 04 Entrevista a Luís Cervantes e José David Nunes: A afronta da banca à mediação é total 06 Opinião: Pedro Seixas Vale, presidente da Associação Portuguesa de Seguradores 08 Saiba como a MDS aumentou número de clientes através da integração de agentes em todo o país. 11 Quem é quem entre os corretores Mediação de seguros vale mais que mediação imobiliária Em 2012, comissões passaram os 447 milhões de euros. IRINA MARCELINO Chris Ratcliffe / Bloomberg Associações do sector da mediação de seguros querem criar um selo que ateste a qualidade do trabalho. Os temas mais actuais para a mediação de seguros estiveram em discussão a 1 de Julho em Lisboa, numa iniciativa da Associação Portuguesa da Mediação Profissional de Seguros (APROSE). Com um peso de 447 milhões de euros na economia portuguesa (valor de comissões do ano 2012, segundo estudo do regulador Instituto de Seguros de Portugal), a mediação de seguros profissional vale hoje mais que a mediação imobiliária ou do que a distribuição automóvel, lembrou Luís Cervantes, presidente da APROSE. Ainda assim, a sua imagem na sociedade não é marcante como a destes outros segmentos que se dedicam à mediação. Aumentar o impacto que a mediação profissional de seguros tem na sociedade é, por isso, um dos vários desafios apresentados pela associação, que anunciou, na conferência decorrida na FIL, em Lisboa, a convergência com a outra associação que representa agentes e mediadores, a Associação Nacional de Agentes e Corretores de Seguros (ANACS). A ANACS e a APROSE têm definido convergências em comum. A mediação está unida e convergente, afirmou Luís Cervantes. É com essa união de forças que os mediadores de seguros, onde se incluem agentes colectivos e individuais e ainda corretores de seguros e resseguros, querem enfrentar vários dos seus desafios. Uma das formas escolhidas para aumentar esse reconhecimento é, além da maior aposta em formas de comunicação, a criação de uma credenciação, um selo de qualidade que ateste a qualidade do trabalho de venda e pós venda dos mediadores, selo este que seria registado na própria APROSE. A credenciação >> PUB

2 II Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS Conferência na FIL, em Lisboa Foi a uma sala cheia de mediadores e seguradores que foi anunciada a convergência entre APROSE e ANACS. Fotos: Paulo Alexandre Coelho Portugal tem particularidades que o distingue do resto da Europa. Comparase muito o sector segurador com o bancário pela excessiva presença da banca no sector segurador. ( ) Há uma série de grupos financeiros portugueses a sair do sector e isto vai ser uma transformação na actividade. ANTÓNIO BELO, Administrador Delegado da Mapfre O número de reclamações do sector segurador é mínimo para um sector que tem milhões de contratos. A litigiosidade do sector segurador não é muito elevada. O nível de litigiosidade é de 1%. Passou de um dos maiores utilizadores de tribunal para um dos menores. PEDRO SEIXAS VALE, Presidente da Associação Portuguesa de Seguradores Na mediação profissional somos poucos, produzimos muito, mas não faz sentido duas associações. É verdade que não somos iguais, que temos associados diferentes, mas também é verdade que em tão poucos mediadores profissionais não faz sentido duas associações. JOSÉ DAVID NUNES, Presidente da ANACS Enquanto sector de serviços profissionais, se não consegue articular valor com os seus clientes terá nos próximos tempos grande dificuldade em ser sustentável e em ser capaz de crescer. A questão da credenciação é um factor preponderante e determinante. PEDRO PENALVA, Administrador Delegado da AON Portugal Três associações juntas para futura memória: Luís Cervantes, da APROSE, José David Nunes, da ANACS, Pedro Seixas Vale, da APS. A proposta de revisão da directiva tem como principais objectivos reforçar a protecção dos consumidores de seguros, assegurar condições equitativas de concorrência entre todos os participantes envolvidos na comercialização de produtos de seguros e aumentar o grau de integração dos mercados. JOSÉ ALMAÇA, Presidente do Instituto de Seguros de Portugal Peso dos prémios por canal de distribuição >> APROSE levaria a dar um outro passo, o do aperfeiçoamento de código de conduta que incentive a auto-regulação. Os mediadores e corretores querem assim provar a sua qualidade e capacidade face às outras opções disponíveis no mercado, como é o caso dos mediadores ligados individuais e colectivos, que habitualmente não são mediadores a tempo inteiro. Há 22 mil pessoas estão habilitadas a prestar serviços de mediação. Mas não existem 22 mil mediadores profissionais. Os que são profissionais têm de se poder distinguir. Os mediadores ligados individuais são irrelevantes em termos de peso de volume de negócios mas ajudam a confundir os consumidores, considera Luís Cervantes. Sobre este tema, António Côrrea, CEO da Luso Atlântica, líder de mercado entre os corretores, defenderia posteriormente em entrevista a este Quem é Quem a existência no mercado de apenas mediadores e corretores face aos mais de 20 mil actuais. No final da conferência da APROSE, José Almaça, o presidente do Instituto Português de Seguros, lembraria também que na última década o número de mediadores passou de 40 mil para cerca de 25 mil. Quem não se mostrou de acordo com o argumento da necessidade de redução de mediadores ligados foi o presidente da Associação Portuguesa de Seguradores (APS), Pedro Seixas Vale, lembrando a baixa representatividade dos mediadores ligados (ver tabelas). A sala, onde estavam presentes várias centenas de profissionais, quer os presidentes das associações, lembraram ainda outra questão de suma importância para estes profissionais: a concorrência feita no ramo vida pela banca. Habituámo-nos, nos últimos 20 anos, a ter o banco como vendedor de seguros de vida quando se subscreve algum dos seus produtos. Hoje, 74% dos produtos vida são comercializados ao balcão do banco, disse o presidente da APROSE, que assume querer trazer o tema para cima da mesa. Apesar de não bastar uma lei que proíba os bancos de vender seguros. Mas uma nova lei da mediação deve ser aplicada de igual forma a todos os mediadores, o que faria com que as pessoas pudessem ter escolher. Para as seguradoras, no entanto, esta concorrência assumida como afronta por mediadores e corretoras não é clara, já que os vendedores de seguros nos bancos regras e formação específica e que lhes dá capacidade para vender. As seguradoras são gestoras multicanais e vão continuar a ser, afirmou ainda. Outro dos temas em destaque foi o da directiva europeia que vai regular o sector da mediação de seguros. Várias perguntas e dúvidas surgiram tanto na plateia como na mesa Seixas Vale afirmou mesmo que este é um tema a que todos os mediadores devem estar atentos -, mas Luís Cervantes garantiu que a discussão da directiva ainda está no seu início e que os países do Sul da Europa estão unidos em relação a uma série de questões. Uma das novidades da directiva é o facto de deixar de dizer apenas respeito à mediação de seguros, passando a abranger todas as formas de distribuição de seguros. Agentes Corretores NO RAMO NÃO VIDA Mediadores ligados individuais Banca Venda directa seguradoras Venda directa telefone Venda directa internet Outros Fonte: APS, Outubro de 2013 NO RAMO VIDA 54% 17,10% 17,10% 1,30% 2,30% 0,6% 15,30% 74,10% 8,30% 6,60% 2,10% 0,30% 0,60% 0,30%

3 PUB

4 IV Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS ENTREVISTA LUÍS CERVANTES, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DA MEDIAÇÃO PROFISSIONAL DE SEGUROS E DAVID PEREIRA, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE AGENTES E CORRETORES DE SEGUROS A afronta da banca à mediação é total e em todas as frentes Associações de mediadores querem unir-se e lutar contra a concorrência dos bancos. IRINA MARCELINO No final da conferência realizada pela Associação Portuguesa da Mediação Profissional de Seguros (APROSE), Luís Cervantes,o seu presidente, e o presidente da ANACS, falaram ao Diário Económico sobre os temas que mais os preocupam. Sobre a directiva europeia que deve ser transposta, notou-se um grande burburinho na sala. Mas as opiniões dos oradores eram divergentes. Afinal, o que é que vai acontecer? As empresas devem estar assustadas? David Pereira (DP): A directiva ainda está numa fase prematura, ainda é um embrião e ainda pertence ao futuro. Mas vai começar a ser discutida em 2015, que é dentro de cinco meses DP: Sim, esperemos. Mas ainda estamos em E os temas que aqui trouxemos, como a união das associações, a relação com a banca, a evolução digital, estes temas são actuais, são mais importantes para a credibilização destes profissionais. Um dos temas sobre os quais se falou pouco e os nossos parceiros de mesa evitaram o tema, mas notou-se o incómodo na plateia, tem a ver com a relação dos mediadores com a banca. Há uma afronta permanente à mediação profissional. Ela existe e não se pode escamotear. E o que é que a associação, ou as associações, pretendem fazer para melhorar essa relação com a banca? Luís Cervantes (LC): Existe mal-estar, mas um mal-estar que não é do mediador mas sim da parte do próprio consumidor. Quando alguém quer mudar o seu seguro, que fez no banco, tem dificuldade. E nós temos de pôr o dedo na ferida. Se uma pessoa quiser mudar o seguro que fez junto de um mediador, Se uma pessoa quiser mudar o seguro que fez junto de um mediador, pode fazê-lo com toda a liberdade, com uma carta em que assina a transferência. Então porque é que quando alguém tem os seus produtos no banco sofre retaliações quando quer mudar. Paulo Alexandre Coelho pode fazê-lo com toda a liberdade e com bastante facilidade, com uma carta em que assina a transferência de mediação. Então porque é que quando a pessoa tem os seus produtos no banco sofre retaliações quando quer mudar? Queremos por isso ter uma abordagem conjunta, pô-la à discussão e levá-la ao limite a uma transposição do ponto de vista legal para maior protecção dos clientes. No patamar actual, os clientes desistem dessa abordagem, o cliente está resignado a essa barreira. E o que nós queremos é que essa barreira não seja uma limitação. Mas claro que muita coisa tem de alterar. Nós sabemos que são discussões fortes e que precisam de ir para cima da mesa. E sabemos que quanto mais fortes e unidos forem os representantes associativos, maior pressão podemos exercer junto da tutela. DP: Normalmente, quando se fala dos clientes referimo-nos aos individuais. Mas acontece que neste momento a banca saiu do foro dos clientes individuais e passou a sua atenção para os clientes empresariais. Ou seja, quando financiam as empresas, passam também a fazer-lhes seguros. DP: Sim. E exigem às empresas coisas que não têm nada que ver com os empréstimos. Uma empresa precisa de dinheiro para a sua actividade, para o seu investimento, a curto prazo. E a banca exige seguros de acidentes de trabalho, de multirriscos que nada têm que ver com a banca! A afronta à mediação profissional é total e em todas as frentes, não só no campo individual como nas empresas e sociedades. Eles também são mediadores. Mas não usam as mesmas regras desta plateia, que tem regras democrática interpares. Os clientes dos mediadores têm liberdade total, porque a mediação de seguros é uma actividade democrática, livre. Quando se fala na mediação bancária, a pessoa vai numa situação diminuída porque precisa de crédito, precisa de alguma coisa. E é trucidado pela máquina bancária, que o obriga a abrir contas, a comprar cartões. E agora descobriram que o mundo dos seguros é o paradigma. E obrigam a fazer seguros, entrando em confronto directo. E ainda há um pormenor que ninguém referiu: quando se faz um seguro de crédito à habitação, adere-se a um seguro colectivo e nunca mais se consegue sair. Como assim? DP: O banco é que é cliente da seguradora. Ou seja, o credor, que manda em tudo. E se o mediador quiser fazer a alteração daquele seguro, não pode, porque o credor é que é cliente do seguro.

5 Terça-feira 15 Julho 2014 Diário Económico V José David Nunes e Luís Cervantes acusam a banca de prender os clientes aos seus seguros, ameaçando com o aumento de spreads se os clientes quiserem mudar. Os reguladores Banco de Portugal e Instituto de Seguros, no entanto, não consideram a prática abusiva. Profissionais devem unir-se numa única e forte associação O alinhamento de opiniões das associações sobre os desafios da mediação uniu os representantes. Como vai funcionar a convergência entre a APROSE e a ANACS? DP: É uma viragem, onde o que importa é partir, é começar. Como vai acontecer, iremos os dois convergir no sentido de uma unificação das duas associações, a contento dos associados da ANACS e a contento dos associados da APROSE. Mas é necessário que a nossa actividade e que os profissionais estejam unidos numa única e forte associação. LC: A convergência foi fácil quando começamos a trocar impressões. Há um alinhamento completo do que são os desafios da mediação. Nesta primeira fase estamos a trabalhar em conjunto, mas o objectivo é ir mais longe. Claro que há alguns detalhes que vamos ter de ultrapassar, mas a caminhada é feita e estou convencido que num curto espaço de tempo vamos ter uma só voz. Vimos hoje [terça-feira dia 1 de Julho] que as preocupações são convergentes, e não vão ser os processos formais e os processos jurídicos que nos vão impedir de ter uma voz só no mercado. Complicado é trazer mais vezes estas plateias a discutir o sector de actividade e ganhar notoriedade junto da sociedade. O que é que separava mediadores e corretores? LC: Na verdade, ambas as associações tinham mediadores e corretores. Mas houve um processo de cisão há 20 anos, em que associados da APROSE fundaram a ANACS. Mas tal como existiu um processo de cisão, há uma convergência no presente e um futuro comum. Mas há diferenças em relação ao que preocupa mediadores e corretores? LC: Há diferenças, mas têm de ser percepcionadas pelo consumidor. O consumidor deve saber que, quando quer comprar os seus seguros, se optar por uma marca, existe um mediador que a representa; e que se escolher por uma solução mais lata tem outros correctores que têm uma panóplia de oferta muito mais vasta. Com esta união, queremos também passar a ideia para a sociedade sobre o que é exactamente a mediação profissional. I.M. PUB Pode explicar melhor? DP: Quando as apólices de multirriscos e de vida crédito imobiliário são tituladas pelo próprio banco, o cliente passa a ser um mero aderente dessas apólices. Quer isto dizer que se o cliente, um dia, pretender transferir a mediação dos seus seguros efectuados no banco para um mediador profissional, ocorrência normal entre mediadores e permitida pela Lei, nunca o conseguirá porque, para a seguradora, o titular da apólice é o banco e não o cliente do banco. Dito de outra maneira, o cliente bancário deixou de ser um indivíduo livre num país livre, antes um escravo do sistema bancário e, pior de tudo, com a complacência da tutela e das seguradoras. Mas mesmo assim, se o cliente insistir em retirar os seguros do banco porque facilmente consegue melhores preços na mediação profissional, logo surge o banco a ameaçar com o aumento de taxas, o aumento do spread e outras acções semelhantes. Moral da história: perante este quadro o cliente acaba por desistir resignado. Por isso defendo que a actividade de mediação é uma actividade perfeitamente democrática, em que os clientes são livres de exercerem os seus direitos de cidadania e de liberdade, por oposição à atitude ditatorial da mediação bancária. Números ANACS 103 A ANACS tem 103 associados, representando um volume de negócios de cerca de 370 milhões de euros. APROSE A APROSE tem associados, entre corretores e agentes de seguros, representando 22% do mercado de mediação não vida.

6 VI Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS OPINIÃO PEDRO SEIXAS VALE, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SEGURADORES A importância que um corretor tem para uma seguradora A indústria seguradora mundial e a portuguesa têm uma tradição secular de utilizar redes de distribuição não suas proprietárias. A mais antiga e tradicional é a rede de mediação formada por agentes e corretores. Actualmente e em Portugal, as seguradoras a operar no nosso país utilizam também redes de distribuição próprias as suas agências / delegações bem como outras como as redes dos bancos, dos CTT. Utilizam ainda formas de captação de clientes via soluções de base telefónica ou internet. Os corretores distinguem-se pelo carácter independente, ao contrário do agente com que exercem a actividade de mediação de seguros face às companhias de seguros, analisando de forma imparcial os contratos de seguros (âmbito e preço) que considerem aconselhável aos seus clientes. Não é de estranhar que, assim, a exigência de qualifi cação profi ssional seja bastante mais acentuada do que a outros mediadores, o que se refl ecte também, normalmente, num custo de intermediação mais elevado. Daí que atenta a sua vocação profi ssional sobretudo orientada para o segmento de clientes empresas, torne os corretores de seguros em mediadores bastante qualifi cados, exigentes em relação às companhias de seguros em termos de qualidade de serviço e de preços para os seus clientes. É assim muito importante para os seus clientes, e também para as seguradoras, as funções de análises dos riscos pessoais, patrimoniais e de responsabilidades que os corretores desenvolvem na sua actividade normal. Susana Gonzalez / Bloomberg Cinco líderes representam 41,90% do mercado Ranking do Instituo de Seguros mostra que o peso das corretoras tem vindo a aumentar nos últimos anos. O último ranking das corretoras de seguros, disponibilizado pelo Instituto de Seguros de Portugal (ISP), referente a 2012 (o de 2013 deverá ser publicado muito brevemente), dá conta que as cinco líderes do sector representam 41,90% do mercado, o equivalente a mais de 44,1 milhões de euros em termos de remunerações. O peso das empresas tem vindo a subir, uma vez que em 2011 as mesmas representavam 38,90% do mercado, ou seja, 41,2 milhões de euros e em 2010, 35,40% e as remunerações 38,3 milhões. O primeiro e o segundo lugar mantiveram-se nos dois anos, com a MDS a ser a líder e a Luso- Atlântica a ocupar a segunda posição. Porém, no que respeita ao terceiro lugar, se em 2012, foi ocupado pela Marsh, em 2011 foi a AON, com o quarto lugar, a ser nos dois anos alternados pelas duas corretoras. De frisar que o quinto lugar é desde 2010 da Villas Boas ACP. A diferença entre a líder, a MDS e a Luso Atlântica, a segunda, em termos de remunerações e de quota de mercado, é significativa. É que, segundo o ranking, e relativamente às quotas de mercado, a MDS representava em ,7%, mais 1,1 pontos percentuais que em 2011, atingindo os 12,2 milhões de euros em remunerações. Em 2010, a quota foi, como em 2011, de 10,6%. Já a Luso Atlântica tinha, em 2012, uma quota de 8,7%, tendo ultrapassado os 9,1 milhões de euros em remunerações. Em 2011, esse valor subiu para os 9,3 milhões (quota de mercado de 8,8%). Já a Marsh passou os 8,7 milhões de euros em 2012 e uma quota de 8,3%, com a AON a representar 7,7% do mercado em 2012, o que equivale a 8,1 milhões de euros. Se tivermos em conta as dez primeiras corretoras do ranking, as mesmas representavam em 2012, 59,20% do sector. Em 2011, o valor foi de 56,70% e em 2010, 53,90%. A quinta do ranking tem vindo a ser há três anos a Villas Boas ACP. Em 2012, a corretora detinha 5,5% da quota de mercado, tendo em conta os mais de 5,8 milhões de euros em remunerações. Em 2011 esse valor tinha sido de 5,4 milhões, o que representou uma quota de 5,1%. No top 10 é ainda de realçar a presença assídua da Willis, que desde 2010 tem ganho importância no sector, tendo ocupado nesse ano a nona posição, passando para oitavo lugar em 2011 e ocupando o sexto lugar em Também a Costa Duarte e a João Mata corretores têm marcado presença constante no ranking do ISP, ocupando o sétimo e o oitavo lugar em 2012, respectivamente, tendo por isso a João Mata caído dois lugares relativamente a Os outros três lugares do top ten têm vindo a ser ocupados pela RS Reinsurance Solutions, Credite EGS e AVS. R.C. Dados estatísticos sobre mediadoras serão divulgados nas próximas semanas. Ranking 1 MDS A corretora detida em 50,1% pela Sonae é líder destaca há três no sector. Pertence ao grupo multinacional MDS, tendo ainda como accionista a empresa brasileira Suzano. 2 LUSO ATLÂNTICA Fundada em 1990 e refundada em 5 de janeiro de 2009 pelos actuais accionistas, a Luso Atlântica tem escritórios em Lisboa, Porto e Portimão. 3 MARSH A Marsh está presente no mercado nacional desde a década de 60. A corretora ocupou em 2012 o terceiro lugar do ranking, subindo uma posição. 4AON Especialista em análise de risco, a AON é uma presença assídua no top cinco das maiores corretoras a actuar no mercado nacional. 5 VILLAS-BOAS ACP A corretora que pertence ao grupo ACP está em Portugal desde 1944.

7 PUB

8 VIII Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS MDS Ricardo Pinto dos Santos, administrador da MDS Portugal, corretora de seguros do grupo Sonae. Luso Atlântica Chegar aos 70 milhões de euros de carteira é o objectivo para 2014 António Corrêa Figueira, CEO da Luso Atlântica. Paulo Figueiredo MDS cresce a dois dígitos todos os anos Em 2013, corretora apostou numa rede de agentes e reforçou a apostana área de gestão de risco e gestão de cativas 2013 foi um bom ano. A MDS cresceu e desenvolveu-se. Quem o diz é Ricardo Pinto dos Santos, administrador da MDS Portugal, corretora de seguros do grupo Sonae. Nos últimos dois anos a nossa receita cresceu a um ritmo de dois dígitos por ano e expandimos também a nossa base de clientes, afirma o administrador, salientando a aposta no investimento em componentes estratégicas, aumentando a área de agentes e conseguindo assim incrementar o número de carteiras sobre gestão e de clientes. A aposta na integração de agentes ao longo do país, através da MDS Partners, representou uma clara diversificação para um novo canal de distribuição, salienta Ricardo Pinto dos Santos, informando que esta decisão potenciou o crescimento da MDS para um Brokerslink tipo de cliente e para geografias que tinham ainda margem de expansão. Isto porque a empresa tem escritórios no Porto, Lisboa e Coimbra e com a inclusão de vários agentes no país, aumentou a sua presença noutras cidades do país. A carteira de prémios gerida pela MDS, que é líder entre as corretoras, ultrapassava os 140 milhões de euros em prémios em O responsável dá ainda ênfase à aquisição da corretora Accive, que tem uma rede de mais de 50 profissionais de seguros em todo o país. A estratégia de crescimento passou ainda pelo Na aposta internacional, há mais dois importantes negócios dignos de registo: a criação da Brokerslink, em 2004, actualmente uma das maiores organizações globais de corretores de seguros, e que permite a presença directa da corretora em todos os continentes, e uma participação importante no capital da Cooper Gay, que reforça o negócio do resseguro. investimento na área da gestão de risco, através da HERCO, que faz consultoria e análise de riscos e na gestão de cativas, com a criação da HighDome PCC, uma companhia de seguros que aluga células para onde os clientes podem transferir riscos, explica o administrador. Em entrevista ao Diário Económico, o administrador considerou que parte do sucesso está relacionado com o facto da corretora desenvolver áreas de negócio diferentes e inovadoras como o brand insurance e a integração de agentes. A MDS é líder em Portugal, mas tem na internacionalização um dos seus grandes motores de desenvolvimento. A primeira aventura internacional deu-se em 2000, com uma parceria no Brasil. A escolha por este país não é de estranhar uma vez que a corretora é detida em 50,01% pela Sonae e em 49,99% pela brasileira Suzano, sendo igualmente importante referir que o Grupo MDS detém 100% da MDS Brasil. Em 2001, a MDS entrou em França, adquirindo uma participação num corretor francês especializado na área dos grupos de afinidade, explica Ricardo Pinto dos Santos. E em 2013, decidiu entrar em Angola, onde quer ser líder, mas também, consolidar o triângulo virtuoso Angola Moçambique e Cabo Verde. Há ainda a ambição de entrar no mercado espanhol já em 2015, abrindo assim as portas para a América Latina e Central. R.C. Paulo Figueiredo Com 14 mil clientes e um volume de negócios de prémios cobrados de carteira sob gestão na ordem dos 65,7 milhões de euros em 2013, menos 6,6% do que em 2012, a Luso Atlântica quer este ano alcançar de novo os 70 milhões de euros, revelou António Corrêa Figueira, CEO, ao Diário Económico. O responsável assume que, apesar da forte contenção económica e financeira, a corretora conseguiu aumentar o número de clientes, particularmente ao nível das PME e microempresas. O CEO da corretora que ocupa a segunda posição do ranking do Instituto de Seguros de Portugal (ISP) relativo a 2012, diz que a estratégia de crescimento da empresa é sempre feita numa lógica de médio e longo prazo, sendo as decisões tomadas sempre pensando, em primeiro lugar, na garantia de credibilidade e capacidade permanente em oferecer as melhores soluções e níveis de serviços. António Côrrea Figueira confessa, por isso, que a decisão de expansão é lenta, mas sustentada, não fechando a porta a novos negócios, nomeadamente a fusões e aquisições, assim existam oportunidades e interesses que se conjuguem para este tipo de operações e se consigam encontrar soluções mutuamente interessantes para viabilizar o fecho das mesmas. Quanto a planos de internacionalização, diz que se tem pautado pela procura dos melhores parceiros, corretores como nós, em diferentes países. Actualmente, está presente em mais de 18 países, entre os quais, Estados Unidos, Espanha, França, Suíça, Alemanha, Reino Unido, Holanda, Turquia, Índia, Brasil, Colômbia, Marrocos, Tunísia, Argélia, Senegal, Angola, Moçambique e Cabo Verde. A presença nestes países é feita através de global brokers com escritórios e representações locais em cada um dos países. R.C. Números 14 mil CLIENTES A corretora liderada por António Côrrea Figueira atingiu os 14 mil clientes em 2014, tendo crescido nas PME e nas microempresas. 6,6% A Luso Atlântica atingiu os 65,7 milhões de euros de carteiras sob gestão em 2013, menos 6,6% do que em Este ano, pretende chegar aos 70 milhões.

9 PUB

10 X Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS Marsh Marsh aumenta número de clientes e receita Pedro Castro Director Geral da Marsh Portugal. AON AON Portugal cresce em média e por ano mais de 5% Espanha, Reino Unido, Estados Unidos e Brasil são os países mais representativos na actividade internacional da Marsh, terceira no ranking de 2012 do ISP. Mas a corretora multinacional, que pertence ao grupo Marsh & McLennan Companies, está presente em mais de 100 países. Pedro Castro, director geral da Marsh Portugal, considera que a forte presença mundial permite-lhe apoiar em todas as áreas os clientes, principalmente numa fase em que apostam cada vez mais em processos de internacionalização. Uma actividade que diz ser relevante reforçar uma vez que ao apostarem em mercados externos, as empresas têm riscos muito específicos e que se não forem bem geridos podem colocar em causa grandes investimentos. Esta é, por isso, uma das áreas a que a corretora está mais atenta, a par de uma clara aposta em grandes áreas de especialização, como é o caso da gestão de sinistros, do risco de crédito e das áreas de finantial institutions & professional liabilies, conhecidas como FINPRO. Em Portugal, no ano passado a Marsh aumentou a sua carteira de clientes, tendo atingido uma taxa de retenção de 92%, e crescendo 3% da receita face a O director geral da empresa não tem dúvidas que 2013 foi para a Marsh Portugal um ano de sucesso, e revela que no contexto da crise, a corretora teve que se reinventar de forma a poder responder aos desafios dos clientes e às disponibilidades do mercado. Entre as medidas tomadas constou o alargamento do leque de serviços e produtos, explorando novos mercados, diz, mas também a adequação da estrutura, reforçando a oferta em áreas grandes áreas de especialização. A corretora lançou ainda novidades na área do risco de crédito & político, e seguro de responsabilidade civil para administradores e financeiros ( directors & officers - D&O), além de responsabilidade ambiental. R.C. Números em destaque 92% MAIS CLIENTES O ano passado, a corretora conseguiu uma taxa de retenção de 92% e aumentou a carteira de clientes. 3% MAIS RECEITA A empresa cresceu 3% a receita em 2013, comparativamente a Paulo Alexandre Coelho Paula Nunes Pedro Penalva Administrador Delegado da AON Portugal. Nos últimos anos a Aon Portugal tem crescido a uma taxa média superior a 5% ao ano. Em 2013, o crescimento orgânico foi de 5,4%, o que se explica pela retenção de clientes na ordem dos 96% e, acima de tudo, por uma excelente execução ao nível da aquisição de novos clientes, informa Pedro Penalva, administrador delegado. Este crescimento permitiu à corretora reforçar a presença em vários segmentos estratégicos, sendo parte do sucesso o enfoque nos clientes, na gestão de capital humano e na capacidade de inovação e desenvolvimento de soluções. O sucesso da quarta maior corretora em 2012 deve-se também à facilidade de adaptação aos cenários de crise. Pedro Penalva garante que antecipar cenários menos favoráveis, identificar riscos, determinar impactos, estabelecer modelos de mitigação e assegurar estratégias de transferência de riscos permitiram à corretora oferecer as melhores soluções e produtos às empresas, ajudando-as a proteger o seu balanço e a reduzir a volatilidade dos resultados. O tema internacionalização tem, aliás, tido muita importância na actividade da empresa, que lançou a Export Pack, solução que permite identificar e transferir para um produto de fácil acesso, os principais riscos que as empresas enfrentam quando se deslocam para um mercado externo. Importante destacar a criação, em 2013, da Aon Hewitt em Portugal, unidade de negócio que representa 40% da Aon em todo o mundo e que se dedica a apoiar clientes na gestão do seu capital humano e da sua capacidade de atrair, desenvolver e reter colaboradores. Em Portugal, a AON tem apostado fortemente no talento português. Só encontrando as pessoas certas reforçamos a nossa posição no mercado, considera o administrador. R.C. Números em destaque 5,4% MAIS CLIENTES A empresa registou o ano passado um crescimento orgânico de 5,4%, tendo também conseguido cativar novos clientes. 96% RETENÇÃO Além de novos clientes, a empresa conseguiu, em 2013, reter os seus clientes a uma taxa acima dos 96%.

11 Terça-feira 15 Julho 2014 Diário Económico XI Aon Portugal Corretores de Seguros, S.A Costa Duarte PEDRO PENALVA Administrador- -Delegado CEO Chief Executive Officer Pedro Penalva Chief Broking Officer Ricardo Santos New Business Manager Filipe Pimenta da Gama O Grupo Aon é uma organização global e diversificada que presta serviços especializados de consultoria de gestão de riscos, corretagem de seguros e resseguros e gestão de capital humano, através da sua rede mundial localizada em mais de 120 países. Para se ter sucesso a longo prazo no actual ambiente empresarial, não é apenas necessário ter visão, mas também o suporte de um parceiro que possa acrescentar valor desenvolvendo estratégias e garantindo a sua execução, de forma totalmente alinhada com os objectivos dos nossos clientes. O Grupo Aon possui a expertise, os recursos globais e as ferramentas necessárias para a concretização da sua visão. A Aon está em Portugal desde 1989, com sede em Lisboa e escritório no Porto, contando com mais de 80 colaboradores, com clara dedicação, compromisso e vocação de longo prazo para com os seus clientes. A Aon Portugal trabalha com as suas equipas de gestão desenvolvendo estratégias integrais de gestão de riscos, corretagem de seguros, suporte à implementação de estratégias de affinities e consultoria em benefícios sociais. CONTACTOS Morada: Lisboa Av. da Liberdade, 249 2º Lisboa Porto Av. da Boavista, ºPiso Sala Porto Tel. Geral: Fax: Site: MIGUEL COSTA DUARTE Presidente A COSTA DUARTE - Corretor de Seguros, S.A. é uma das principais empresas portuguesas de corretagem e consultoria de seguros, aliando a experiência de mais de 90 anos no mercado nacional ao acesso privilegiado a um conjunto de parceiros internacionais. Sendo uma empresa 100% portuguesa, a COSTA DUARTE dedica particular atenção ao acompanhamento das empresas nacionais em internacionalização, no meadamente nos mercados brasileiro, angolano e espanhol, assegurando através de equipas próprias um apoio local efetivo aos seus Clientes. Conheça mais sobre o Grupo Costa Duarte e visite-nos em: Administradores Executivos: Miguel Costa Duarte Presidente João Costa Duarte Catarina Câmara e Freitas Henrique Araújo Assessoria da Administração: Martim Costa Duarte Director Áreas de Especialidade Benefícios Sociais, Crédito, Energia, Media, Riscos Industriais, Turismo CONTACTOS Lisboa Av. António Augusto Aguiar, º Lisboa Tel.: Fax: Porto Aviz Trade Center Rua Eng. Ferreira Dias, 924, 1.º, E Porto Tel.: Fax: /393 Site: GRUPO SABSEG Marsh Lda MIGUEL MACHADO Presidente O Grupo SABSEG tem o seu core business no aconselhamento e soluções de gestão do risco depessoasebens,atravésdacorretagem e mediação de seguros. Presente em 5 Países e 3 Continentes, conta com 29 escritórios espalhadosporportugal,moçambique (Maputo e Beira), Angola (Luanda),Brasil(SãoPaulo,Riode Janeiro,BeloHorizonte,Fortaleza e Porto Alegre) e Espanha (MadrideBarcelona). Volume de comissões no ano 2013 das empresas que compõem o Grupo SABSEG em Portugal: euros Presidente Miguel Machado Administração Luís Cervantes Inácio Sousa António Nestor Ribeiro Fernando Araújo José António Pereira Diretor Geral Fernando Rocha Internacional SABSEG.AO (Angola) João Paulo Neves SABSEG.MZ (Moçambique) Pedro Rato SABSEG.BR (Brasil) Carlos Lopes SABSEG.ES (Espanha) Ricardo Soller CONTACTOS LISBOA Morada: Avenida Almirante Gago Coutinho, Lisboa Tel.: Fax: BRAGA Morada: Praça Conde de Agrolongo,nº Braga Tel.: Fax: PEDRO CASTRO Director-Geral Directores Pedro Castro Director Geral Luís Gomes Director Lisboa Eduardo Bicho Director Porto Raul Neves Director Placement Miguel de Pape Director Comercial Áreas de Actuação Serviços: A Marsh é líder mundial em corretagem de seguros e em consultoria de riscos. Com presença em mais de 100 países, dispomos de equipas especializadas com conhecimentos e experiências acumuladas a nível internacional em corretagem de seguros e consultoria de riscos, com áreas específicas de actuação. Corretagem de Seguros Desenho, Colocação e Gestão de Programas de Seguros Capacidade de Intervenção e Acesso a Mercados Seguradores e Resseguradores Internacionais Gestão de Sinistros e de Frotas Consultoria de Riscos Avaliação dos Programas de Seguro existentes Análises de Risco Desenho e Implementação de Planos de Contingência e de Gestão de Crises CONTACTOS Morada Lisboa: Av. Fontes Pereira de Melo, n.º 51 6.E; Apartado Lisboa Tel.: Fax: Morada Porto: Rua Gonçalo Sampaio, º Esq; Apartado Porto Tel.: Fax:

12 XII Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS JOSÉ MANUEL DIAS DA FONSECA MDS Group MDS A MDS é o grupo português de corretagem referência no mundo. Líder em Portugal, Top 3 no Brasil e presente em Angola desde 2013, opera à escala global através de uma das maiores organizações globais de corretores de seguros a Brokerslink, a qual lidera e de que é acionista de referência. Atua também no mercado de resseguro e wholesale através da Cooper Gay Swett & Crawford, onde é também acionista. O Grupo MDS integra igualmente uma seguradora - a HighDome, uma Protected Cell Company domiciliada em Malta, e a HERCO, empresa dedicada à gestão integrada de risco. O grupo aposta fortemente em soluções tecnológicas avançadas e state of the art, catalisadores de um serviço e desempenho superiores. Carolina Afonso Leticia Borges SOCIAL TARGET Administradores José Manuel Dias da Fonseca MDS Group Jacqueline Legrand MDS Group Ricardo Pinto dos Santos Portugal Hélio Novaes Brasil Tiago Mora Angola CONTACTOS Portugal Porto: Lisboa: Brasil São Paulo: Rio de Janeiro: Angola Luanda: Site: Disponível em A. MARINHO CRUZ, LDA. Rua Nova Do Almada, 80 - S/L Lisboa Telef: Site: A. MARTINS CORRETORES DE SEGUROS, S. A. Av. Moscavide, 36 A Loures Telef: A. MORAIS CORRETORES & CONSULTORES SEGUROS, LDA. Rua Diu, 5 A Alverca Do Ribatejo Telef: Site: ACCIVE INSURANCE MEDIAÇÃO DE SEGUROS, S.A Rua António Nicolau Almeida, Nr. 45, 2º Andar - Sala Porto Telef: Site: ACTASEGUROS, CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Rua São Ciro 79A Lisboa Telef: /3 Site: AMÂNDIO O. PINTO, LDA. Rua Santa Maria, Nr Apartado Sta. Maria Lamas Telef: Site: AMBITO SOCIEDADE CORRETORA DE SEGUROS, LDA. Av. 25 De Abril, 43-1ºd Almada Telef: Site: AMPLITUDE SEGUROS CORRETORES SEGUROS, LDA. Rua Conde Da Covilhã, Porto Telef: Site: ANTONIO A. BRITO MESQUITA, LDA. R. Dr. Ricardo Jorge, 55 2º Esq Porto Telef: /945 Site: ANTONIO MARQUES CORRETOR DE SEGUROS, EIRL Rua António José Batista, nº 16-2º dtº Setúbal Telef: Site: AON PORTUGAL CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Av. Da Boavista, ºpiso Sala Porto Telef: Site: ART CORRETORES SEGUROS SA Rua Almirante Reis, Albergaria-A-Velha Telef: Site: ASAL AGENCIA SEGUROS E ASSISTENCIA, LDA. Rua Joaquim Pedro Monteiro, Nr Vila Franca De Xira Telef: Site: ASSURGEST CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Rua Álamos, 32 - R/C Ourém Telef: Site: ATLAS SEGUROS CONSULTORES E CORRETORES, SA Rua Santa Catarina 706, 3.º E 4.º Porto Telef: Site: AVS - CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Rua Julieta Ferrão, Nº º, Lisboa Telef: Site: BEJA - CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Rua Nicolau Coelho, Nr Agualva Cacém Telef: / Site: BROQUERAJE SOCIEDADE CORRETORA DE SEGUROS, LDA Av. João Crisostomo, 41-5º Lisboa

13 Terça-feira 15 Julho 2014 Diário Económico XIII Telef: Site: CBK AÇORES - CORRETORES SEGUROS, LDA. Rua Dr. Caetano De Andrade, Ponta Delgada Telef: Site: CEGREL - CORRETORES SEGUROS, LDA. R. Alfredo Mirante 12 A, Apartado Elvas Telef: Site: CORBROKER - CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Avenida Da Liberdade, Nr. 144/156 6º Esq Lisboa Telef: Site: S. Mamede de Infesta Telef: /77 Site: EMILIO LOUREIRO & CIA., LDA. Travessa De Antero De Quental, Porto Telef: Site: EMPREMEDIA - CORRETORES SEGUROS, SA. Rua De S. José,35-2º A Lisboa Telef: Site: EUROPAMUT S.A. Rua Castilho, Nº 39, 12º A Lisboa Telef: Site: GRUMESE - CORRETORES SEGUROS, LDA Largo Comandante Augusto Madureira, 6-B Algés Telef: Site: GRUPO SABSEG Praça Conde De Agrolongo, Nº Braga Telef: Site: HOMEM CARDOSO CORRETORES SEGUROS, LDA. Av. Defensores De Chaves, 42 - R/C Dto. T Lisboa Telef: Site: Telef: /545 Site: MAIS SEGURO CORRETORA DE SEGUROS, S.A. Rua da Cintura do Porto de Lisboa 20-2º Andar Lisboa Telef: Site: MARSH, LDA. Av. Fontes Pereira De Melo, 51-6.º E Apartado Lisboa Telef: Site: COSTA DUARTE - CORRETOR DE SEGUROS, S.A. Av. António Augusto Aguiar, 130-4º Lisboa Telef: Site: CREDITE EGS CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Av. Columbano Bordalo Pinheiro, 87 6º / 7º Lisboa Telef: Site: CROWN PIER CORRETORES SEGUROS LDA Rua Nova dos Mercadores, n.º M Parque das Nações, Lisboa Telef: Site: CUSTODIO A. RODRIGUES, LDA. Rua 12, 583-1º - Apartado Espinho Telef: Site: DIAGONAL - CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Av. Álvaro Pais, Lisboa Telef: Site: DIAS DA COSTA, CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Rua Aquilino Ribeiro, 135 F. REGO - CORRETORES SEGUROS, S.A. Av. Da República, 740 2º, Salas 23/25 Apt V.N.Gaia Telef: Rua Camilo Castelo Branco, Edifício Miroir, 44 Sala Lisboa Telef: Site: FERREIRA & MACEDO, S.A. Estrada De Benfica, 474-A Lisboa Telef: Site: G. A. - CORRETORES DE SEGUROS, LDA Rua Abade Martins De Faria, Nr. 202 Beiriz Apartado Póvoa De Varzim Telef: Site: GABINETE CORRETORES SEGUROS OLIMPIO MAGALHÃES, LDA Rua de Camões, 218-5º Salas 3, 4 e 5 Edifício Via Trindade Porto Telef: Site: GABINETE CORRETORES SEGUROS V Rua De Camões, 218-5º Salas 3, 4 E 5 Edifício Via Trindade Porto Telef: Site: ILIDIO MAIA CASAIS CORRETORES SEGUROS, LDA. Pcta. Dr. Francisco Sá Carneiro, Lt Parede Telef: Site: IPERSEG - CORRETORES SEGUROS, LDA. Avenida Da República, Nr Faro Telef: Site: JOÃO MATA, LDA. R. Camilo Castelo Branco, 2-1º Lisboa Telef: Site: LUIS FERRAZ CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Praceta Eng.º Adelino Amaro da Costa, 728-3º - s/ Apartado EC Galiza Porto Telef: Site: LUSO-ATLANTICA CORRETOR DE SEGUROS, S.A. Rua Silva E Albuquerque, 17 A E B Lisboa Telef: Site: M. S. B. CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Avenida 25 de Abril, 24 A - Massamá Queluz MDS CONSULTORES DE SEGUROS E RISCO, S.A. Av. Boavista, 1277/ 81, 2º Porto Telef: Site: MEDIAN - CORRETORES SEGUROS, S.A. Av. Júlio Dinis, 6-3º - Apartado Lisboa Telef: Site: MEDIATOR SOCIEDADE CORRETORA SEGUROS, S.A. Av. Fontes Pereira Demelo, 17-1º Lisboa Telef: Av. Júlio Saúl Dias, Nº Lj Vila Do Conde Telef: Site: MEDIBROKER CORRETOR E CONSULTOR DE SEGUROS, S.A. Rua Diogo Macedo, 114-3º A E B (Edifício Mélia Hotel Gaia) Vila Nova De Gaia Telef: Site: MENDES & SILVA, CORRETORES E CONSULTORES SEGUROS,LDA. Rua Nossa Senhora das Dores, 71A, Loja D Boavista Leiria Telef:

14 XIV Diário Económico Terça-feira 15 Julho 2014 QUEM É QUEM NOS CORRETORES DE SEGUROS Site: MOLINARI, LDA. REINSURANCE BROKER Rua Rodrigo Da Fonseca, 56 R/C Lisboa Telef: Site: MSE CORRETORES E CONSULTORES DE SEGUROS, S.A. Av. Fontes Pereira de Melo, Nr.51-7ºE Lisboa Telef: Site: OTS, CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Av. António José Gomes, 64 - B - 1º Almada Telef: Site: PAIXÃO - CORRETORES SEGUROS, LDA. Avenida 25 De Abril, 82 - R/C Peniche Telef: Rua Do Comércio, Bombarral Telef: / Site: PINTO & VITAL, LDA. Av. Dr. Seabra Dinis, 187 1º F Sangalhos Telef: Site: PLC - CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Rua 9 De Abril, 3-3ª Sala S. Pedro Do Estoril Telef: Site: PREVISEGURO - CORRETORA V Rua Fermando Namora, 46 B, Escritório Lisboa Telef: /05 Site: PRIVY CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Rua Alves Redol, Porto Telef: Site: PUBLISEGUR - CORRETORES DE SEGUROS Largo S. João Garden Shopping Center Loja 43 A Guarda Telef: Site: RADICAL - MEDIAÇÃO DE SEGUROS, LDA. Rua Fradesso Da Silveira, Nº 2-3º B Complexo Alcântara Rio, Apartado Lisboa Telef: Site: RAMALHO S - CORRETORES SEGUROS, LDA. Avenida Do Estádio, 213/ Gulpilhares Vngaia Telef: Site: RAUL CARVALHO, LDA. Rua José Narciso Martins Da Costa, 594/596 Apartado S. Martinho Do Campo Telef: Site: RS-REINSURANCE SOLUTIONS, S.A. Av. Da Liberdade, 69 4º C Lisboa Telef: Site: SAM CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Rua Do Marquês De Sá Da Bandeira, 311-6º Vila Nova De Gaia Telef: Site: SCAL - MEDIAÇÃO DE SEGUROS, S.A. Rua Cidade Da Covilhã, Nr Santarém Telef: Site: SECOSE - CORRETORES SEGUROS, S.A. Av. Miguel Bombarda. 61-7º Lisboa Telef: Avª Boavista, ª, Sala Porto Telef: Site: SECRE - CORRETORES SEGUROS, S.A. Av. Da Igreja, Lisboa Telef: Site: SEGUITEX - CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Avenida Do Fojo,Nr Este S. Pedro - Braga Telef: Site: SEGURAMOS - CORRETORES V Edifício Capitólio, Avenida De França, 256 Loja Porto Telef: Site: SEGURASSISTE - CORRETORES E CONSULTORES DE SEGUROS, S.A. Rua De S. José, Nr. 15 2º Lisboa Telef: Site: SEQUEIRA, LIMA, CORRETORES SEGUROS, LDA. Rua da Misericórdia N Sobral de Monte Agraço Telef: /560 Site: SETSEGUROS - CORRETORES Avenida Do Alentejo, Nr. 1 - Monte Belo Setúbal Telef: Site: SOCIEDADE ORGANIZADORA DE SEGUROS, LDA. Rua de Camões, 219 2º Drtº Porto Telef: /5/6/7 Site: SOLARSEGURA - CORRETORES V Rua José Veríssimo Duarte Edificio O Solar Loja Bombarral Telef: Site: solarsegura.com SOLUÇÃO - CORRETORES E CONSULTORES DE SEGUROS, S.A. Rua Julieta Ferra, 10 14º Lisboa Telef: Rua Monte Dos Burgos, 482 3º N Porto Telef: Site: SOS - SOCIEDADE ORGANIZADORA DE SEGUROS, LDA. Rua De Camões, º Dto Porto Telef: /5/6 Site: SOSEL CORRETORES DE SEGUROS, SA Av. Dr. António José Almeida, Nr Oliveira De Frades Telef: Site: UNIVERSAL CORRETORA SEGUROS, LDA. Rua Das Pretas, Funchal Telef: Site: VIGUES CORRETORES SEGUROS, LDA. Av Camilo de Matos, 332-1º Esq. Apartado Vale de Cambra Telef: / Site: VILLAS BOAS (MADEIRA) CORRETORES SEGUROS, S.A. Rua Da Sé, Nº Funchal Telef: Site: VILLAS-BOAS ACP - CORRETORES V Av. Liberdade, Nr Lisboa Telef: Site: VILLAS-BOAS ACP, ARCHER & CAMACHO CORRETORES & CAMACHO - CORRETORES Rua Do Campo Alegre, 606-3º, Sala Porto Telef: Site: porto.villasboasacp.pt VITAL - SEGUROS CORRETORES E CONSULTORES, S.A. Av. Infante D. Henrique, Viseu Telef: Site: VITOR CALÇÃO CORRETORES DE SEGUROS, LDA. Rua Fundo Da Gandra, Vale De Cambra Telef: Site: WILLIS CORRETORES, S.A. Av. Liberdade, 49-4º Lisboa Telef: Site:

seguros seguros sexta-feira, 4 de julho 2014 5

seguros seguros sexta-feira, 4 de julho 2014 5 4 sexta-feira, 4 de julho 2014 seguros seguros sexta-feira, 4 de julho 2014 5 Conferência APROSE debateu desafios de seguros Mediação profissional une-se pela valorização da atividade Ampliar o reconhecimento

Leia mais

Quem é Quem nos corretores. Saiba quem são os líderes entre os corretores de seguros

Quem é Quem nos corretores. Saiba quem são os líderes entre os corretores de seguros ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO Nº 5712 DE 11 DE JULHO DE 2013 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE Quem é Quem nos corretores de SEGUROS Saiba quem são os líderes entre os corretores

Leia mais

Quem é quem nos CORRETORES

Quem é quem nos CORRETORES ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO Nº 5476 DE 27 DE JULHO DE 2012 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE Quem é quem nos CORRETORES de SEGUROS Martin Poole/moodboard/Corbis/VMI Crise

Leia mais

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA ORDEM DE TRABALHOS

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA ORDEM DE TRABALHOS CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA Ao abrigo do n.º 5 e do n.º 2 do artigo 17º, dos artigos 16º, 34º e da alínea a) do n.º 2 do artigo 23º dos Estatutos, convoco os senhores Associados para uma

Leia mais

A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA.

A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA. Exchange A EXCHANGE Quem somos A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA. Resulta de uma Parceria de Sucesso entre o Grupo Onebiz, referência no desenvolvimento de

Leia mais

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Albufeira Loja de Albufeira Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127 Alcobaça Agente ACORDO - COMÉRCIO DE EQUIPA Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Seg. a Sex.

Leia mais

Jorge Cruz - Cartório: Rua Vitor Cordon, 14, - 1249-103 LISBOA - Telef. 21 3475020 - Telefax 21 3421885 e 21 3424583 - E-mail: jpcruz@mail.telepac.

Jorge Cruz - Cartório: Rua Vitor Cordon, 14, - 1249-103 LISBOA - Telef. 21 3475020 - Telefax 21 3421885 e 21 3424583 - E-mail: jpcruz@mail.telepac. AGENTES OFICIAIS DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Os Agentes Oficiais da Propriedade Industrial, como tal reconhecidos pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial, podem promover actos e termos do processo

Leia mais

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras SEDE Serviço de Estrangeiros e Fronteiras Rua Conselheiro José Silvestre Ribeiro, 4 1649-007 LISBOA Telefone: 21 7115000 Fax: 21 7161595 Direcções e Delegações Regionais DIRECÇÃO REGIONAL DO CENTRO Director

Leia mais

PUBLIC SERVICE BUREAUS OF THE IMMIGRATION AND BORDERS SERVICE [SEF] TO PROCESS THE PAPERWORK OF FOREIGN CITIZENS

PUBLIC SERVICE BUREAUS OF THE IMMIGRATION AND BORDERS SERVICE [SEF] TO PROCESS THE PAPERWORK OF FOREIGN CITIZENS PUBLIC SERVICE BUREAUS OF THE IMMIGRATION AND BORDERS SERVICE [SEF] TO PROCESS THE PAPERWORK OF FOREIGN CITIZENS SEF - North Address Available from: CNAI do Porto Rua do Pinheiro, n.º 9 4050-484 Porto

Leia mais

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS ABRANTES ALGUEIRÂO ALJUSTREL ALMADA ALVERCA ANGRA DO HEROÍSMO AVEIRO BARCELOS BARREIRO AGOSTINHO J.G. FIGUEIRAS PEDRO GEIRINHAS UNIPESSOAL, LDA ELECTRO CRUZ DIMATECNICA,LDA

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPDJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Antiga Estação de Comboios Av. D. João IV Urgeses 4810-534 Guimarães Tel.

Leia mais

Que é Quem nos Corretores de Seguros

Que é Quem nos Corretores de Seguros ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO Nº 6266 DE 24 DE SETEMBRO DE 2015 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE Que é Quem nos Corretores de Seguros Conheça as vantagens de trabalhar comumcorretor

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Rua de Santa Margarida, n.º 6 4710-306 Braga Tel: 253 204 250 Fx: 253 204 259

Leia mais

SEGUROS. Sector acelera crescimento em 2015. Produção de seguros cresce 11,6% até Setembro.

SEGUROS. Sector acelera crescimento em 2015. Produção de seguros cresce 11,6% até Setembro. ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO DIÁRIO ECONÓMICO Nº 6054 DE 19 DE NOVEMBRO DE 2014 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE O ramo Vida continua a ser o grande impulsionador do sector de seguros em

Leia mais

A MEDIAÇÃO DE SEGUROS

A MEDIAÇÃO DE SEGUROS 3 A MEDIAÇÃO DE SEGUROS 3 A MEDIAÇÃO DE SEGUROS 3.1. Caracterização dos mediadores de seguros No final de 28 operavam no mercado nacional 27.424 mediadores de seguros (não incluindo os que actuavam em

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas 2 Apresentação JOÃO MATA, Angola - Corretores e Consultores de Seguros, é um novo projeto profissional que se afirma na atividade seguradora Angolana, associando a experiência e especialização da sua casa

Leia mais

João Mata Moçambique

João Mata Moçambique 2 Apresentação João Mata Moçambique Corretores e Consultores Seguros Lda, é um novo projecto profissional que se afirma na actividade seguradora Moçambicana, associando a experiência e especialização da

Leia mais

A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA Telef.: 213 173 630 Fax: 213 173 654

A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA Telef.: 213 173 630 Fax: 213 173 654 A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA Telef.: 213 173 630 Fax: 213 173 654 M.A. Morgado & Faria, Lda. Rua da Industria Corticeira, 17 2870-271 MONTIJO Telef.: 212 309 600 Fax: 212 309

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização)

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Ace Europe Group Limited Sucursal em Portugal Departamento de gestão de reclamações e qualidade de negócio Quinta da Fonte

Leia mais

Apoio à Internacionalização das Empresas

Apoio à Internacionalização das Empresas Apoio à Internacionalização das Empresas 26 de Novembro de 2009 Apoio à internacionalização das empresas Moçambique: Dados Gerais O Sector Financeiro em Moçambique O Grupo Caixa Geral de Depósitos Soluções

Leia mais

Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email

Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email Carga Horária 1/2 Palavras Rua da Igreja, Lote 682 2685-061 Ferrão Ferro-Seixal Setúbal 212121722 www.ummeiodepalavras.pt

Leia mais

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Índice 1. Retenção de risco o porquê 2. A solução Cativa 3. PCC o conceito 4. Apresentação da HighDome 4.1. A empresa 4.2. Mercado-alvo 4.3. Serviços 4.4. Subscrição

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

Ponta Delgada Gente de Palmo e Meio Rua de Lisboa, nº 14 Ponta Delgada www.palmoemeio.com

Ponta Delgada Gente de Palmo e Meio Rua de Lisboa, nº 14 Ponta Delgada www.palmoemeio.com Acordos celebrados com instituições com valência de 1º Ciclo do Ensino Básico Lisboa Colégio Alfragide Rua Ribeiro Vasconcelos Alfragide calfragide.grupolusofona.pt Colégio Luso Suiço Rua de Santo Amaro,

Leia mais

B Relação dos créditos reconhecidos, nos termos do nº 2 do artigo 129º do Código

B Relação dos créditos reconhecidos, nos termos do nº 2 do artigo 129º do Código Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 3242/12.2TJVNF Insolvência de Temas Simples Estampagem, Unipessoal, Lda. Apenso da

Leia mais

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS A LOGISTEL S.A. é uma Sociedade Anónima de que são Accionistas o Grupo

Leia mais

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização)

Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Função autónoma responsável pela gestão de reclamações (Lista em atualização) Ace Europe Group Limited Sucursal em Portugal Departamento de e Qualidade de Negócio Quinta da Fonte Edf. D. Manuel I Piso

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

Unidade de Apoio Especializado

Unidade de Apoio Especializado Unidade de Apoio Especializado Equipa de Apoio às Escolas Lezíria do Tejo Telef.: 243352425 Escolas Fazendas de Almeirim - Almeirim Escola Básica Fazendas de Almeirim Unidade de Apoio Especializado Fazendas

Leia mais

CONTACTOS ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA EQUIPA PARLAMENTO DOS JOVENS. Marlene Viegas Freire Coordenadora. Maria Cecília Themudo Barata Assessora

CONTACTOS ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA EQUIPA PARLAMENTO DOS JOVENS. Marlene Viegas Freire Coordenadora. Maria Cecília Themudo Barata Assessora CONTACTOS ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA EQUIPA PARLAMENTO DOS JOVENS Marlene Viegas Freire Coordenadora Maria Cecília Themudo Barata Assessora Paula Faria Assessora Maria Manuela Matos Técnica de Apoio Parlamentar

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Carina Coelho Cariologia/Med. dentária Preventiva Dentisteria Operatória 1 11 15h00-16h00 Investigação Isabel Roçadas Pires Cariologia/Med.

Leia mais

BOLSA DE PROJETISTAS

BOLSA DE PROJETISTAS BOLSA DE PROJETISTAS 1. DANIEL COELHO MARIA TÉCNICO DE CONSTRUÇÃO CIVIL Rua Ilha da Madeira, n.º 25 1.º Direito 2620-045 Olival Basto Tel.: 214 046 541 965 013 554 E-mail: daniel.maria@lycos.com Site:

Leia mais

Grant Thornton & Associados SROC, Lda. Apresentação da Firma

Grant Thornton & Associados SROC, Lda. Apresentação da Firma Grant Thornton & Associados SROC, Lda. Apresentação da Firma A nossa competência e experiência e a qualidade dos nossos serviços ao seu serviço A Grant Thornton assenta a sua estratégia no desenvolvimento

Leia mais

SONAE MUDAR PARA CONTINUAR A CRESCER

SONAE MUDAR PARA CONTINUAR A CRESCER SONAE MUDAR PARA CONTINUAR A CRESCER 1. ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS CORPORATIVAS 1. ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS CORPORATIVAS 2. NOVA ORGANIZAÇÃO DO PORTEFÓLIO 3. NOVA ORGANIZAÇÃO DE GESTÃO 1. ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS

Leia mais

J1 Processo nº 1054/14.8TBFAF Insolvência de VENDILIMA Investimentos Imobiliários, Lda. Apenso da Reclamação de Créditos

J1 Processo nº 1054/14.8TBFAF Insolvência de VENDILIMA Investimentos Imobiliários, Lda. Apenso da Reclamação de Créditos Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 1ª Secção de Comércio da Instância Central de Guimarães J1 Processo nº 1054/14.8TBFAF Insolvência de VENDILIMA Investimentos Imobiliários, Lda. Apenso da

Leia mais

Resultados de Inquérito de Satisfação

Resultados de Inquérito de Satisfação Flaviense na Ilha da Madeira. Joao Feijao, Lisboa Ricardo Domingues. Matosinhos Elementar Vector unip. Lda, Matosinhos José Velosa, Madeira JPM - Cabanas - Palmela Pedro Oliveira, sintra Marisa, Moita

Leia mais

https://www.portaldaempresa.pt/registoonline/services/certidaopermanente/consult...

https://www.portaldaempresa.pt/registoonline/services/certidaopermanente/consult... Page 1 of 9 Acesso à Certidão Permanente Certidão Permanente de Registos Voltar Sair Certidão Permanente Código de acesso: 4578-7086-8157 A entrega deste código a qualquer entidade pública ou privada dispensa

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

ENTIDADES INTERESSADAS EM COLABORAR NA REABILITAÇÃO URBANA

ENTIDADES INTERESSADAS EM COLABORAR NA REABILITAÇÃO URBANA ENTIDADES INTERESSADAS EM COLABORAR NA REABILITAÇÃO OUTRAS S CONTACTOS 686 CONSTRUÇÕES, LDA. REABILITAÇÃO, ESTRUTURAS BETÃO ARMADO, PARQUES ESTACIONAMENTO MORADA: R RODRIGUES SAMPAIO, 31, 5º DTO., 1150-278

Leia mais

VIDA E ACTIVIDADES DO INSTITUTO (IUDPS)

VIDA E ACTIVIDADES DO INSTITUTO (IUDPS) VIDA E ACTIVIDADES DO INSTITUTO (IUDPS) ESTÁGIOS CURRICULARES Os Estágios Curriculares no ano lectivo 2001/2002 Ao longo do ano lectivo de 2001/2002, a Comissão Coordenadora dos Estágios desenvolveu mais

Leia mais

III Curso de Pós-Graduação em Direito dos Seguros 2015-2016

III Curso de Pós-Graduação em Direito dos Seguros 2015-2016 III Curso de Pós-Graduação em Direito dos Seguros 2015-2016 Módulo I - Seguro: direito, economia e não discriminação (10 horas) 30/11/2015 Sessão inaugural: 1.O seguro e law and economics Professor Doutor

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2)

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2) Camp. Nac. Juniores - Sul D 3 de abril de 2014 1301 21:30 Paço d'arcos Benfica Paço d'arcos Jorge Ventura (Lisboa) 4 de abril de 2014 Camp. Nac. Juniores - Norte B 1242 22:15 Académico Carvalhos Porto

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

A ALD Automotive no mundo

A ALD Automotive no mundo DOSSIER DE IMPRENSA A ALD Automotive no mundo A ALD Automotive é uma empresa de Aluguer Operacional e Gestão de Frotas que integra o Grupo Société Générale, um dos grupos líderes em serviços financeiros

Leia mais

7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS. Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações. 15 de Outubro de 2010

7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS. Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações. 15 de Outubro de 2010 7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações 15 de Outubro de 2010 Sessão Solene de Abertura Gostaria de começar por felicitar a APROSE pela

Leia mais

https://www.saudeoral.min-saude.pt/sisoral/services/printmedicosaderentes.jsp

https://www.saudeoral.min-saude.pt/sisoral/services/printmedicosaderentes.jsp Página Web 1 de 5 Lista s Aderentes ao PNPSO em 2009/11/27 Lista Ordenada por Área Geográfica: - Distrito: Leiria; - Concelho: Leiria; - : Todas; susana sofia lages vasco paulo fernando castelo pinto MARA

Leia mais

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F Lista de Resultados da ase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 106 2165 02291253122165975318 Abílio Fernando Bragança Milheiro 15,250 14,050 18,400 12,000 12,900

Leia mais

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL 38 PME Líder SOLUÇÕES FINANCEIRAS BES Helen King/CORBIS APOIO FINANCEIRO ÀS EMPRESAS O BES disponibiliza uma vasta oferta de produtos financeiros e serviços, posicionando-se como o verdadeiro parceiro

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Outras conclusões: Recrutamento na área de Marketing Digital registou crescimento de 15%. Área de E- commerce cresceu 6% Remuneração dos profissionais

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Judicial de Penafiel 4º Juízo Processo nº 1555/10.7TBPNF Insolvência de Beyond Home, S.A. V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da

Leia mais

UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL. -25% Rua da Escola Secundária, nº 104 www.ginasiosdavinci.com alcochete@davinci.com.

UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL. -25% Rua da Escola Secundária, nº 104 www.ginasiosdavinci.com alcochete@davinci.com. UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL ALCOCHETE -condicionado à disponibilidade de vaga e horário. Informações Rua da Escola Secundária, nº 104 alcochete@davinci.com.pt ALFORNELOS ALMADA AMORA

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

BANIF - SGPS S.A. ASSEMBLEIA GERAL DE 14 DE OUTUBRO DE 2011 Alínea b) do n.º 1 do Art.º 289.º do CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

BANIF - SGPS S.A. ASSEMBLEIA GERAL DE 14 DE OUTUBRO DE 2011 Alínea b) do n.º 1 do Art.º 289.º do CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS BANIF - SGPS S.A. Sociedade Aberta Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Funchal Sede Social: Rua de João Tavira, 30 9004 509 Funchal Capital Social: 570.000.000 Euros * Número único de

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas Aviso n.º 6326/2003 (2.ª série). O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas faz publicar por círculos

Leia mais

Portuguese Immigration Offices

Portuguese Immigration Offices Portuguese Immigration Offices Source: http://www.sef.pt October 2011 These are the Immigration Offices in each region: REGION OF THE NORTH Porto Rua D. João IV, 536 Apartado 4819 4013 Porto Telephone:

Leia mais

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us.

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. Constituída em 1993 a AB é uma das maiores Sociedades de Advogados portuguesas

Leia mais

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro Lusoflora 2015 Crédito Agrícola Santarém, 27 de Fevereiro Agenda 1. Quem somos 2. Proposta Valor 3. Soluções Crédito Agrícola para EMPRESAS/ ENI 4. CA Seguros 2 Quem somos O Grupo Crédito Agrícola é um

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT 1001415 Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de D. Inês de Castro de Alcobaça Alcobaça Leiria 1001811 Escola Básica do 2º e 3º Ciclos com Secundária de D. Pedro I Escolas D. Pedro I Alcobaça

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 3 Henrique Silva Pereira 05 Clube Naval de Rabo de Peixe 57.46 4 Dinis da Silva Marques 04 Clube Naval de Ponta Delgada NT Prova 2 Femin., 50m Mariposa Absolutos Série

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

SERVIÇOS E ORGANISMOS DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

SERVIÇOS E ORGANISMOS DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA SERVIÇOS E ORGANISMOS DO Administração Direta do Estado SECRETARIA GERAL Secretário Geral: Raúl Capaz Coelho Secretária Geral Adjunta: Purificação Pais Secretária Geral Adjunta: Ana Almeida Avª 5 de Outubro,

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Mota-Engil Indústria e Inovação e a Caixa Capital celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado Internacionalizar

Leia mais

O SEU PARCEIRO SEGURO

O SEU PARCEIRO SEGURO Seg de Crédito Seg Empresas Seg Particulares O SEU PARCEIRO SEGURO Desde 1997 a procurar as melhores soluções para si! AS NOSSAS SOLUCOES EMPRESAS PARTICULARES Group Group Group QUEM SOMOS A empresa MT

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TRANCOSO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TRANCOSO Horário da turma: 5.º A 12 9 12 12 12 9 12 12 9 12 9 12 9 12 9 12 9 12 12 12 12 12 12 RC 12 12 12 12 RC Anabela Maria Fonseca Machado e Cunha, Graça Maria Almeida Diogo,,, Paula Isabel Pereira Marques,

Leia mais

Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência

Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência [alínea b) do n.º 1 do artigo 35.º da Lei n.º 18/2003, de 11 de Junho] 12/09/2005 1 DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO PROCESSO

Leia mais

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email Escola Secundária Raul Proença, Caldas da Rainha Caldas da Rainha Leiria Escola Secundária de Santa Maria do Olival, Tomar Tomar Santarém Insignare Associação de Ensino e Formação (Sede) Ourém Santarém

Leia mais

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts CIRCUITO PORTUGAL TOUR 0 ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 0.0.0 APRENDIZ - 00 + NOVOS Prova- corrida 00 mts + natação 0 mts + corrida 00 mts A LUISA CUNHA Casa Benfica de Abrantes 00 0:: A0 INÊS IACHIMOVSCHI

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA. M.A. Morgado & Faria, Lda. Rua da Industria Corticeira, 17 2870-271 MONTIJO

A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA. M.A. Morgado & Faria, Lda. Rua da Industria Corticeira, 17 2870-271 MONTIJO A. Reis Valle, Lda. Rua Tomás Ribeiro, 95 1050-227 LISBOA M.A. Morgado & Faria, Lda. Rua da Industria Corticeira, 17 2870-271 MONTIJO Laboratório Aeminium, Lda. Rua Dr. Paulo Quintela, 27 3030-393 COIMBRA

Leia mais

Manuel Fonseca. contactos úteis

Manuel Fonseca. contactos úteis Manuel Fonseca contactos úteis António Cunha contactos úteis (por ordem alfabética) Associações Empresariais do Sector do Turismo: AHP Associação dos Hotéis de Portugal Av. Duque de Ávila, 75 1.º andar

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DO PORTO TRANSFERÊNCIAS 2010/2011

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DO PORTO TRANSFERÊNCIAS 2010/2011 162.024 Renata Sofia Mendes Barbosa Infantil Assoc. Rec. Luz e Vida Gondomarense Alunos de Meirim Futebol Clube 157.431 Bruno Manuel Ribeiro da Silva Juvenil Futebol Clube do Porto Alunos de Meirim Futebol

Leia mais

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países MGI Internacional Presença em mais de 80 países Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores associações internacionais de empresas independentes

Leia mais

Nota introdutória. PME em Números 1 IAPMEI ICEP

Nota introdutória. PME em Números 1 IAPMEI ICEP PME em Números PME em Números 1 Nota introdutória De acordo com o disposto na definição europeia 1, são classificadas como PME as empresas com menos de 250 trabalhadores cujo volume de negócios anual não

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Insolvência Pessoa Coletiva Cateri III Acontecimentos e Cateri, Lda. Proc. nº 381/13,6TYLSB Tribunal do Comércio de Lisboa 4º Juízo LISTA PROVISÓRIA DE CRÉDITOS RECLAMADOS (ART. 154º C.I.R.E.) Nº Registo

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março GERAL 1 1 129 00817 Herculano Lopes do Nascimento 8 C.C. Matosinhos S 25 24 25 25 1 99 2 113 00540 Rodrigo Dourado Fernandes 10 C.T. S. Pedro de Rates S 25 25 24 25 0 99 3 88 00588 Carlos Augusto Torres

Leia mais

Private & Business Clients. Partnership Banking

Private & Business Clients. Partnership Banking Private & Business Clients Partnership Banking Contas A Nossa Oferta As Contas Deutsche Bank foram especialmente desenhadas para dar acesso a todas as vantagens que um Banco global especialista em investimentos

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais