TCP/IP Internet não segue o modelo OSI. É anterior a ele.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TCP/IP Internet não segue o modelo OSI. É anterior a ele."

Transcrição

1 TCP/IP Internet não segue o modelo OSI. É anterior a ele. UTP - UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Arquitetura de Redes de Computadores II Prof. André Luiz

2 PROGRAMA 1. Conceitos Básicos de Rede 2. Camada de Interface 3. Camada de Rede Protocolo IP Protocolo ICMP 3. Camada de Transporte Protocolo TCP Protocolo UDP 4. Camada da Aplicação

3 O que é uma rede? Dois ou mais computadores conectados com o objetivo de compartilhar informações.

4 O que é uma rede? Divisão das tarefas de comunicação em várias camadas funcionais, entre aplicações residentes em computadores distintos, interconectados por meio de rede. Stefania Stiubiener Conjunto de computadores autônomos interconectados. Tanenbaum, 1997 Um conjunto de módulos processadores (MPs) capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sistema de comunicação. Um sistema de comunicações de dados que permite que um número de dispositivos independentes que se comunique diretamente entre si, dentro de uma área geográfica com tamanho moderado e através de um canal de comunicação de taxas de dados razoáveis.

5 Por que ter uma rede? Compartilhamento de arquivos e programas; Aumento de produtividade; Redução de custos de operação; Melhoria na comunicação da empresa; Informações atualizadas.

6 Redes Comutadas Comutação de Circuitos - Um caminho de comunicação dedicado é estabelecido entre duas entidades; - A transmissão é realizada sem atrasos; - Exemplo: Rede telefônica

7 Redes Comutadas Comutação de Pacotes - Não existe um caminho dedicado - Dados enviados como um conjunto de pacotes - Pacotes passam de nodo a nodo na direção da entidade destino - Em cada nodo, o pacote é recebido, armazenado e transmitido para o próximo nodo - Exemplo: RENPAC

8 Modelo de Camadas Modelo de camadas: referência para solução para um problema. Problema: Durante o almoço da família um Jovem sente vontade de comer arroz, mas o arroz está distante dele não pode alcançar. Primeira camada, o jovem tem a idéia: Quero comer arroz (Vontade, desejo...). Segunda Camada, temos a representação da idéia (Como?): Português falado. Na terceira camada, o método de expressão/transporte da idéia: "Ei, você" o jovem verifica quem está mais próximo a travessa para dirigir a comunicação aquele que pode satisfazer sua vontade (abre uma sessão) e passa para a última camada. Finalmente na última camada, o meio: Falar (som) e agarrar (ação física) a travessa de arroz.

9 Modelo de Camadas Modelo de camadas: referência para solução para um problema. Problema: O jovem recebe a travessa de arroz, que ele havia solicitado - O que fazer? Quarta camada, o meio: Recebe a travessa, passo ao nível de superior. Terceirta camada, transporte: Encerro a sessão ( Obrigado. ) e repassa a camada superior. Segunda camada: Ao fechar a sessão o jovem pode passar a saciar a vontade do sentido que solicitou a ação e sobe para a primeira camada. Primeira camada: a sua idéia virou realidade e sua vontade de comer arroz é saciada pelas camadas inferiores.

10 O que é internet? A Internet é uma rede mundial de computadores, constituída LAN 3 por um conjunto muito vasto de máquinas (de diferentes fabricantes e com diferentes configurações) e de redes dispersas todas ligadas entre si, tendo unicamente em comum a utilização de um protocolo de comunicação - TCP/IP. LAN 1 LAN 2 (Transmission Control Protocol/Internet Protocol).

11 Arquitetura em Camadas Arquitetura de Redes Distribuídas em camadas (níveis) Função de cada camada Protocolo nível N Interface entre níveis SDU (Service Data Units) PDU (Protocol Data Units) Número ideal de níveis

12 Modelo OSI Data Units Aplicação Aplicação APDU Apresentação Apresentação PPDU Sessão Sessão SPDU Transporte Sub Rede de Comunicações Transporte TPDU Rede Rede Enlace Enlace Físico Físico Host 1 Nó 1 Nó 2 Host 2

13 Modelo OSI Níveis OSI Aplicação Apresentação Sessão Transporte Rede Enlace Físico Função Aplicações de rede tais como uma transferência de arquivos ou emulação de terminais Formatação dos dados e encriptação Estabelecimento e manutenção das sessões Transporte confiável de dados entre origem e destino Entrega de pacotes de dados (inclui roteamento) Transporte de unidades de dados (correção de erros) Transmissão de dados binários em um meio

14 Publicações Oficiais IAB (Internet Activities Board Internet Architecture Board): IRTF (Internet Research Task Force); IETF (Internet Engineering Task Force); Internet Society InterNIC (Network Information Centers World Wide Web Consortium (W3C)

15 Publicações Oficiais - RFC Qualquer pessoa pode projetar uma Proposta de Padrão; A idéia básica deve ser explicada em um RFC e despertar o interesse da comunidade; P/ tornar-se um Draft Standard, o padrão proposto precisa ser completamente testado por no mínimo 2 sites independentes durante 4 meses; Se o IAB for convencido de que a idéia é viável, pode atribuir à RFC o status de Padrão Internet.

16 Publicações Oficiais RFCs - Request for Comments: IP RFC 791 IP Subrede RFC 950 ICMP RFC 792 ARP RFC 829 Telnet RFC 854 e muitas outras SNMP RFC 1155, 1156, 1157, 1213 (e outras)

17 Arquitetura TCP/IP Aplicação Transporte Inter-rede Rede Mensagens da aplicação Datagramas IP HDLC, X.25, PPP, SLIP, Ethernet, Token-Ring, FDDI, ATM, LLC, NDIS,...

18 ORIGEM Criação dos protocolos e do modelo TCP/IP [ Cerl e Kahn]. Em 1983 o TCP/IP tornou-se o protocolo oficial da ARPANET, levando a uma das primeiras definições de Internet, como sendo um conjunto de rede conectadas via TCP/IP; nessa mesma época foi feita na Universidade de Berkeley, a implantação do protocolo ao sistema operacional Unix. A ISO lança em 1984, o modelo de referência OSI. Internet não segue o modelo OSI. É anterior a ele.

19 Arquitetura TCP/IP O TCP/IP foi especificado para um ambiente normal nos dias atuais mas extremamente futurista na sua concepção, na década de 70; Os protocolos TCP/IP foram projetados para conectar equipamentos de fabricantes diferentes utilizando meios e enlaces não confiáveis;

20 Arquitetura TCP/IP O objetivo do TCP/IP é integrar redes e sub-redes em um único ambiente chamado internet, onde usuários tem a capacidade de acessar aplicativos genéricos; O TCP/IP também foi especificado com a habilidade de conectar novas redes sem a interrupção do serviço na internet;

21 Arquitetura TCP/IP A necessidade de independência em relação a tecnologia do meio e do crescimento da rede pela adição de segmentos, na modalidade plug-andplay, determinou a decisão de transportar os dados acomodados em pacotes e de encaminhar cada pacote como uma unidade independente

22 Arquitetura TCP/IP As funções que asseguram a confiabilidade da transmissão dos dados são realizadas nos processadores de origem e destino Fabricantes de equipamentos (routers) centram os seus esforços em melhorar performance e desenvolver tecnologias mais eficientes para o transporte de dados

23 Arquitetura TCP/IP Os procedimentos operacionais para obter confiabilidade na troca de dados entre computadores são: Empacotar os dados Determinar o caminho a ser utilizado pelos pacotes Transmitir pacotes via um meio físico

24 Arquitetura TCP/IP Controlar a taxa de transferência de acordo com a disponibilidade de banda e a capacidade do receptor em absorver os dados Reconstruir a forma original dos dados transferidos verificando se todos os segmentos foram recebidos estão na seqüência correta Encapsulamento

25 Arquitetura TCP/IP Verificar se não foram recebidos segmentos duplicados Notificar ao equipamento de origem o último segmento da transmissão foi recebido corretamente Entregar os dados para a aplicação correta Administrar erros e a ocorrência de problemas

26 Arquitetura TCP/IP O software necessário para administrar todos estes procedimentos não é simples Um modelo hierárquico facilita o agrupamento de funções relacionadas e o desenvolvimento do software em uma estrutura modular

27 Arquitetura TCP/IP A estrutura para o TCP/IP foi criada por comunidades acadêmicas e militares O IP faz o que é necessário para agrupar tipos diferentes de redes em uma internet O TCP administra a confiabilidade da transferência dos dados

28 TCP/IP Intra-Rede/Física Meio Físico Administra o meio de propagação, conectores e sinais que representam os 0s e 1s que estão sendo transmitidos Cartões de interface Ethernet e Token Ring, por exemplo, executam funções do nível físico

29 TCP/IP Intra-Rede/Física Meio Físico Largura de Banda Meio de Acesso

30 TCP/IP Intra-Rede/Enlace Enlace Modela processos como numa fila de um caixa de mercado: - as pessoas chegam - esperam - são atendidas - saem

31 TCP/IP Intra-Rede/Enlace Enlace Os dados são organizados em unidades chamadas quadros (frames) Cada quadro tem um prólogo (header) que inclui endereços e informações de controle e um epílogo (trailler) utilizado para correção de erros

32 TCP/IP Intra-Rede/Enlace Formato do Quadro do TCP/IP Header do Quadro Endereçamento e Controle Informações Transmitidas Trailer do Quadro Detecção de Erros

33 Níveis TCP/IP - Enlace O cabeçalho dos quadros em redes locais contém os endereços físicos de origem e destino que identificam os cartões de interface na rede O cabeçalho de um quadro transmitido através de uma rede frame relay (WAN) contém o identificador do circuito no campo de endereço

34 Níveis TCP/IP - Inter-rede Rede O Internet Protocol (IP) é o responsável pelas funções do nível de rede; O IP executa o roteamento entre sistemas utilizando enlaces simples ou uma série de enlaces em uma internet; As unidades de dados são chamados de datagramas;

35 Níveis TCP/IP - Inter-rede Datagramas contém um cabeçalho IP com informações de endereçamento nível 3 Os Routers utilizam o endereço de destino do cabeçalho IP para orientarem os datagramas na rede

36 Níveis TCP/IP - Inter-rede Formato do Quadro do TCP/IP Header IP Endereço IP Origem Endereço IP Destino Informações Transmitidas

37 Níveis TCP/IP - Inter-rede O Nível IP é chamado de sem conexão (connectionless) porque cada datagrama é roteado de forma independente sem garantir a entrega ou ordem de entrega dos quadros O IP roteia o tráfego sem analisar a relação do datagrama com a aplicação

38 Níveis TCP/IP - Inter-rede

39 Níveis TCP/IP - Inter-rede Version (versão): Indica qual é a versão do IP que está sendo usado. (normalmente IPv4). Header Length (comprimento do cabeçalho): Indica quantas palavras de 4 bytes existem no cabeçalho. Type of Service-TOS (tipo de serviço): Indica o nível de serviço associado ao datagrama (Urgência, retardo, taxa de envio e confiabilidade. Datagram Length (comprimento do datagrama): comprimento, em bytes, do datagrama - incluindo o cabeçalho (max 65,535 bytes). Datagram Identification (identificação do datagrama): Identifica, univocamente, um datagrama enviado para um host.

40 Níveis TCP/IP - Inter-rede Flags: bits indicadores. O primeiro não é usado. O Don t Fragment (DF) e More Fragment (MF) controlam o modo como um datagrama é fragmentado Fragment Offset: Indica qual é o fragmento Time to Live (TTL): Indica por quantos roteadores um datagrama pode passar antes de ser descartado (max TTL é 255) Protocol: Indica qual é o protocolo de camada superior que usa o datagrama IP Header Checksum: Armazena o resultado de um cálculo efetuado sobre os bits do cabeçalho. Tem por objetivo permitir que o destino averigue a integridade dos dados recebidos

41 Níveis TCP/IP - Inter-rede Source/Destination IP Addresses (Endereços IP fonte/destino): Endereços IP (32bits) do host que envia o datagrama (fonte) e do host que receberá o datagrama (destino) Options (opções): As opções atualmente definidas raramente são usadas. Existem opções para segurança, armazenamento de rota, roteamento mandatório, timestamp, etc. Data (dados): São os dados transportados pelo datagrama IP. São atribuídos pelos protocolos de camadas superiores

42 Níveis TCP/IP - Inter-rede Protocolo ICMP O protocolo ICMP é um protocolo auxiliar ao IP, que carrega informações de controle e diagnóstico, informando falhas como TTL do pacote IP expirou, erros de fragmentação, roteadores intermediários congestionados e outros. Uma mensagem ICMP é encapsulada no protocolo IP, conforme ilustrado na figura abaixo. Apesar de encapsulado dentro do pacote IP, o protocolo ICMP não é considerado um protocolo de nível mais alto.

43 Níveis TCP/IP - Inter-rede Protocolo ICMP A mensagem ICMP é sempre destinada ao host origem da mensagem, não existindo nenhum mecanismo para informar erros aos roteadores no caminho ou ao host destino. As mensagens ICMP possuem um identificar principal de tipo (TYPE) e um identificador de sub-tipo (CODE) Octeto 1 Octeto 2 Octeto 3 Octeto 4 TYPE (8 ou 0) CODE (0) CHECKSUM IDENTIFIER SEQUENCE NUMBER OPTIONAL DATA...

44 Níveis TCP/IP - Inter-rede Protocolo ICMP TTL Expired = Esta mensagem é utilizada pelo programa traceroute (ou tracert no Windows) para testar o caminho percorrido por um pacote. O programa funciona da seguinte forma: - É enviada uma mensagem ICMP Echo Request para um endereço IP destino. Esta mensagem é enviada com TTL = 1. - Quando chega ao primeiro roteador, este decrementa o valor de TTL da mensagem IP e retorna uma mensagem ICMP TTL Expired. O programa armazena o endereço IP do roteador que enviou a mensagem TTL Expired. - O programa envia outra mensagem ICMP Echo Request para o endereço IP destino. Esta mensagem é enviada desta vez com TTL=2. - A mensagem atravessa o primeiro roteador e tem o TTL decrementado para 1. Quando chega ao segundo roteador, o TTL torna-se 0 e este roteador envia uma mensagem ICMP TTL Expired para a máquina origem. Esta armazena o endereço do segundo roteador. - Esta operação prossegue até que a máquina destino responda. Todos os roteadores no caminho são registrados.

45 Níveis TCP/IP - Transporte Existem dois métodos de organização de transferência dos dados em uma rede Com Conexão Sem Conexão

46 Protocolo TCP um serviço de transporte fim a fim orientado a conexão confiável controle de erros controle de fluxo seqüenciação multiplexação fragmentação

47 Níveis TCP/IP - Transporte Transporte O Transmission Control Protocol (TCP) é o responsável pelas funções do nível de transporte O TCP assegura a confiabilidade da conexão para os aplicativos de níveis superiores

48 Níveis TCP/IP - Transporte O TCP tem controles que garantem que os dados são entregues no destino sem erros, sem omissões e na seqüência correta - Confiabilidade. O aplicativo (uma transferência de arquivos, por exemplo) entrega os dados para o TCP que adiciona um cabeçalho formando um conjunto chamado segmento - Segmentação.

49 Níveis TCP/IP - Transporte O TCP entrega os segmentos para o IP que utilize técnicas de roteamento para enviá-los ao seu destino O TCP recebe segmentos do IP, determina qual o aplicativo de destino e repassa as informações na mesma ordem que foram transmitidos - Multiplexação.

50 Níveis TCP/IP - Transporte

51 Níveis TCP/IP - Transporte Source Port/Destination Port: 16-bit port number do host origem e do host destino Sequence Number: 4-byte number assinalado pelo TCP, começando com um valor randômico. Acknowledgement Number: Confirma o último segmento enviado pelo host Header Length: Tamanho do cabeçalho em palavras de 4-bytes

52 Níveis TCP/IP - Transporte Flags: usados para negociar e gerenciar uma conexão: URG: Indica que segmento enviado tem caráter de urgência ACK: Indica que o ack no segmento é válido PSH: (PUSH) indica que os dados devem ser passados para a aplicação assim que possível RST: Reseta a conexão SYN: Sincroniza número de seqüência para iniciar uma conexão. FIN: Encerramento normal de conexão 16-Bit Window Size: O número de bytes que o receptor está disposto a aceitar, sem confirmação.

53 Níveis TCP/IP - Transporte 16-Bit TCP Checksum: um checksum do segmento TCP 16-Bit Urgent Pointer: usado somente se o flag URG estiver acionado Options: A opção mais comum é o Maximum Segment Size (MSS) que determina o maior tamanho de segmento que o host origem pode receber Data: opcional. Quando conexões estão sendo estabelecidas, nenhum dado é enviado

54 Níveis TCP/IP - Transporte SYN / ACK SYN Client ACK 1: Envia SYN ISN=x Server 2: Envia SYN ISN=y, ACK x+1 3: Envia ACK ISN y+1 4: Conexão estabelecida

55 Níveis TCP/IP - Transporte O UDP (User Datagram Protocol) pode ser utilizado quando os aplicativos necessitam transferir mensagens isoladas e curtas O UDP adiciona um cabeçalho próprio criando uma unidade de transporte (pelo IP) chamada UDP Datagram ou UDP Message

56 Níveis TCP/IP - Transporte O UDP transfere mensagens ou datagramas para o IP O UDP recebe mensagens e datagramas do IP e os encaminha para o aplicativo adequado UDP é um protocolo sem conexão, útil em consultas simples a bancos de dados

57 Níveis TCP/IP - Transporte

58 Níveis TCP/IP - Transporte Source Port Number: 16-bit port number do host origem. Usa portas randômicas (acima de 1024) Destination Port Number: 16-bit port number do host destino. Usa portas conhecidas 16-Bit UDP Length: Indica o comprimento do datagrama UDP, incluindo o cabeçalho 16-Bit UDP Checksum: checksum calculado a partir de todo datagrama UDP

59 Níveis TCP/IP - Aplicações Aplicativos O conjunto de protocolos TCP/IP inclui aplicativos padronizados como, por exemplo, terminais de acesso (Telnet), transferência de arquivos (FTP), correio eletrônico (Mail), administração de formatos multimídia (WWW) e consultas de endereços (DNS)

60 Pacote de Dados O termo genérico que define a combinação dos dados com os cabeçalhos de controle é Protocol Data Unit (PDU) O segmento TCP é um PDU do nível transporte O datagrama IP é um PDU do nível rede

61 Composição do Pacote Aplicação Dados Dados Transporte Segmento TCP Header TCP Dados Transporte Mensagem UDP Header UDP Dados Rede Datagrama Header IP Header TCP/UDP Dados Enlace Frame Header do Frame Header IP Header TCP/UDP Dados Trailer do Frame

62 Camadas: OSI & Internet Application Presentation Session Transport Network Link Physical FTP ASCII/Binary TCP IP Ethernet Application Transport Network Link The 7-layer OSI Model The 4-layer Internet model

63 Protocolos Embora as interfaces para usuários baseados em texto para transferência de arquivos, terminais de acesso e consultas aos DNS (Domain Name Systems) não sejam padronizadas formalmente, praticamente todos os fornecedores oferecem cópias do conjunto incluído no pacote do Berkeley Software Distribution Unix

64 Conjunto de Protocolos TCP/IP Interfaces dos Usuários WWW News FTP Telnet SMTP NFS DNS SNMP TCP Conexões ponto a ponto UDP Mensagens Simples IP Roteamento de Datagramas Ethernet Comunicações nos Níveis Inferiores Token Ring FDDI ATM Point to Point Frame Relay

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas. Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. TCP/IP x ISO/OSI

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas. Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. TCP/IP x ISO/OSI Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas TCP/IP x ISO/OSI A Internet não segue o modelo OSI. É anterior a ele. Redes de Computadores

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

robustez; confiabilidade; e comunicação de dados independente de fornecedores.

robustez; confiabilidade; e comunicação de dados independente de fornecedores. HISTÓRICO! 1969, Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA) cria um projeto de pesquisa para criar uma experimental de comutação de pacotes ARPANET que deveria prover: robustez; confiabilidade;

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Filosofia da Internet

Arquitetura TCP/IP. Filosofia da Internet Arquitetura TCP/IP Filosofia da Internet foi projetada p/: ser aberta o bastante p/ permitir a execução em uma grande variedade de equipamentos de resistir a possíveis danos que prejudicassem seu funcionamento

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Camada Conceitual APLICATIVO TRANSPORTE INTER-REDE INTERFACE DE REDE FÍSICA Unidade de Dados do Protocolo - PDU Mensagem Segmento Datagrama /Pacote Quadro 01010101010100000011110

Leia mais

1. PRINCIPAIS PROTOCOLOS TCP/IP

1. PRINCIPAIS PROTOCOLOS TCP/IP 1. PRINCIPAIS PROTOCOLOS TCP/IP 1.1 IP - Internet Protocol RFC 791 Esse protocolo foi introduzido na ARPANET no início dos anos 80, e tem sido utilizado juntamente com o TCP desde então. A principal característica

Leia mais

Redes de Computadores. Camada de Transporte

Redes de Computadores. Camada de Transporte Redes de Computadores Camada de Transporte Objetivo! Apresentar as características da camada de transporte da arquitetura TCP/IP! Apresentar os serviços fornecidos pela camada de transporte! Estudar os

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Parte VI Entrega de pacotes sem conexão (IP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares

Arquitetura TCP/IP. Parte VI Entrega de pacotes sem conexão (IP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Arquitetura TCP/IP Parte VI Entrega de pacotes sem conexão (IP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Tópicos Conceitos Pacote (ou datagrama) IP Formato Campos do cabeçalho Encapsulamento Fragmentação e

Leia mais

Introdução ao Protocolo TCP/IP. Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL

Introdução ao Protocolo TCP/IP. Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL Introdução ao Protocolo TCP/IP Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL Introdução ao Protocolo TCP/IP Protocolo Inter Redes Histórico Estrutura do Protocolo TCP/IP Equipamentos de Interconexão Endereçamento

Leia mais

robustez; confiabilidade; e comunicação de dados independente de fornecedores.

robustez; confiabilidade; e comunicação de dados independente de fornecedores. HISTÓRICO 1969, Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA) cria um projeto de pesquisa para criar uma rede experimental de comutação de pacotes ARPANET que deveria prover: robustez; confiabilidade;

Leia mais

TCP-IP - Introdução. Aula 02. Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122

TCP-IP - Introdução. Aula 02. Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122 TCP-IP - Introdução Aula 02 Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122 História 1969 - Advanced Research Project Agency (ARPA) financia a pesquisa e o

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet.

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet. Origem: Surgiu na década de 60 através da DARPA (para fins militares) - ARPANET. Em 1977 - Unix é projetado para ser o protocolo de comunicação da ARPANET. Em 1980 a ARPANET foi dividida em ARPANET e MILINET.

Leia mais

7 Introdução ao TCP/IP

7 Introdução ao TCP/IP APÊNDICE 7 7 Introdução ao TCP/IP 7.1 Histórico A arquitetura TCP/IP (ou Internet) teve seu início quando a Agência de Projetos Avançados de Pesquisa em Defesa (Defense Advanced Research Projects Agency

Leia mais

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama Interconexão de Redes Parte 2 Prof. Dr. S. Motoyama 1 Software IP nos hosts finais O software IP nos hosts finais consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain name system)

Leia mais

Protocolo IP (Internet Protocol) Características do

Protocolo IP (Internet Protocol) Características do Protocolo IP (Internet Protocol) Características do Protocolo IP Serviço de datagrama não confiável Endereçamento Hierárquico Facilidade de Fragmentação e Remontagem de pacotes Identificação da importância

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos Arquiteturas de Rede 1 Sumário Introdução; Modelo de Referência OSI; Modelo de Referência TCP/IP; Bibliografia. 2/30 Introdução Já percebemos que as Redes de Computadores são bastante complexas. Elas possuem

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade III Apresentar as camadas de Transporte (Nível 4) e Rede (Nível 3) do

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Marcelo Gonçalves Rubinstein Programa de Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica Faculdade de Engenharia Universidade do Estado do Rio de Janeiro Ementa Introdução a Redes de

Leia mais

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE

Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE Capítulo 7 CAMADA DE TRANSPORTE SERVIÇO SEM CONEXÃO E SERVIÇO ORIENTADO À CONEXÃO Serviço sem conexão Os pacotes são enviados de uma parte para outra sem necessidade de estabelecimento de conexão Os pacotes

Leia mais

Introdução. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados

Introdução. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados Introdução Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados 1 Objetivo Apresentar os conceitos básicos do: Modelo de referência OSI. Modelo de referência TCP/IP.

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 5-1. A CAMADA DE TRANSPORTE Parte 1 Responsável pela movimentação de dados, de forma eficiente e confiável, entre processos em execução nos equipamentos conectados a uma rede de computadores, independentemente

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 1 Elmano R. Cavalcanti Redes de Computadores Camada de Rede elmano@gmail.com facisa-redes@googlegroups.com http://sites.google.com/site/elmano Esta apresentação contém slides fornecidos pela Editora Pearson

Leia mais

Camada de Transporte, protocolos TCP e UDP

Camada de Transporte, protocolos TCP e UDP Camada de Transporte, protocolos TCP e UDP Conhecer o conceito da camada de transporte e seus principais protocolos: TCP e UDP. O principal objetivo da camada de transporte é oferecer um serviço confiável,

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Visão geral da arquitetura do roteador

Visão geral da arquitetura do roteador Visão geral da arquitetura do roteador Duas funções-chave do roteador: Executar algoritmos/protocolos (RIP, OSPF, BGP) Comutar os datagramas do link de entrada para o link de saída 1 Funções da porta de

Leia mais

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet)

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet) Protocolos da Camada de Inter- (Internet) IP Protocolo da Internet. Não Confiável; Não Orientado à conexão; Trabalha com Datagramas; Roteável; IPv 4 32 bits; IPv 6 128 bits; Divisão por Classes (A,B,C,D,E);

Leia mais

A Camada de Rede. A Camada de Rede

A Camada de Rede. A Camada de Rede Revisão Parte 5 2011 Modelo de Referência TCP/IP Camada de Aplicação Camada de Transporte Camada de Rede Camada de Enlace de Dados Camada de Física Funções Principais 1. Prestar serviços à Camada de Transporte.

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Redes de Computadores Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Internet G G G Introdução Protocolo: Conjunto de regras que determinam como o hardware e o software de uma rede devem interagir para

Leia mais

Protocolos. Prof. Wladimir da Costa

Protocolos. Prof. Wladimir da Costa Prof. Wladimir da Costa Introdução Até o presente momento discutimos sobre a infraestrutura de redes (hardware, sistema operacional e cabeamento). Agora vamos ver como realmente é feito a troca de informação

Leia mais

3. Arquitetura TCP/IP

3. Arquitetura TCP/IP 3. Arquitetura TCP/IP A arquitetura internet foi criada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, com o objetivo de se ter uma rede interligando várias universidades e órgãos do governo de maneira

Leia mais

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback Modelos de Camadas Professor Leonardo Larback Modelo OSI Quando surgiram, as redes de computadores eram, em sua totalidade, proprietárias, isto é, uma determinada tecnologia era suportada apenas por seu

Leia mais

Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Modelo de referência TCP/IP Prof. MSc. Hugo Souza É uma pilha de protocolos de comunicação formulada em passos sequenciais de acordo com os serviços subsequentes das camadas pela

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos

Fundamentos de Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos Fundamentos de Redes de Computadores Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos Histórico O TCP/IP é um padrão de comunicação entre diferentes computadores e diferentes

Leia mais

Protocolos Hierárquicos

Protocolos Hierárquicos Protocolos Hierárquicos O que é a Internet? Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais Executando aplicações distribuídas Enlaces de comunicação fibra, cobre, rádio,

Leia mais

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 53 Roteiro (1 / 2) O Que São Protocolos? O TCP/IP Protocolos de Aplicação Protocolos de Transporte Protocolos

Leia mais

Introdução ao Protocolo TCP/IP

Introdução ao Protocolo TCP/IP Introdução ao Protocolo TCP/IP Gil Pinheiro UERJ-FEN-DETEL Introdução ao Protocolo TCP/IP Protocolo Inter Redes Histórico Estrutura do Protocolo TCP/IP Equipamentos de Interconexão Endereçamento na Rede

Leia mais

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET protocolos TCP/IP são um conjunto de standards que permitem que computadores de todas marcas e feitios comuniquem entre si Algumas datas históricas: 1968

Leia mais

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Software de IP nos hosts finais O software de IP consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain

Leia mais

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Protocolos ARP e ICMP Aula 18 A camada de rede fornece um endereço lógico Uniforme, independente da tecnologia empregada pelo enlace

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

Serviço de datagrama não confiável Endereçamento hierárquico. Facilidade de fragmentação e remontagem de pacotes

Serviço de datagrama não confiável Endereçamento hierárquico. Facilidade de fragmentação e remontagem de pacotes IP Os endereços IP são números com 32 bits, normalmente escritos como quatro octetos (em decimal), por exemplo 128.6.4.7. A primeira parte do endereço identifica uma rede especifica na interrede, a segunda

Leia mais

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Redes de Computadores Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Endereços e nomes Quaisquer duas estações

Leia mais

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur 1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur TCP/IP O protocolo TCP/IP atualmente é o protocolo mais usado no mundo. Isso se deve a popularização da Internet, a rede mundial de computadores, já que esse

Leia mais

Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 10 - Conceitos Básicos de Roteamento e de Sub-redes 1 Protocolos Roteáveis e Roteados Protocolo roteado: permite que o roteador encaminhe dados entre nós de diferentes redes. Endereço de rede:

Leia mais

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto Computadores Digitais 2 Linguagens de Programação DEL-Poli/UFRJ Prof. Miguel Campista ATENÇÃO Esta apresentação foi retirada e adaptada dos seguintes trabalhos: Notas de aula do Prof. Miguel Campista da

Leia mais

Modelo OSI x Modelo TCP/IP

Modelo OSI x Modelo TCP/IP Modelo OSI x Modelo TCP/IP OSI TCP/IP 7 Aplicação 6 Apresentação 5 Aplicação 5 Sessão 4 3 2 1 Transporte 4 Transporte Rede 3 Internet Enlace 2 Link de dados Física 1 Física Modelo de Referência OSI/ISO

Leia mais

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1)

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1) Cenário das redes no final da década de 70 e início da década de 80: Grande aumento na quantidade e no tamanho das redes Redes criadas através de implementações diferentes de hardware e de software Incompatibilidade

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Camada de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Camada de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Camada de Rede Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Internet Protocol IP; Fragmentação do Datagrama IP; Endereço IP; Sub-Redes; CIDR Classes Interdomain Routing NAT Network Address Translation

Leia mais

Camada de Transporte

Camada de Transporte Camada de Transporte Conceitos Básicos Redes de Computadores A. S. Tanenbaum Mário Meireles Teixeira. UFMA-DEINF Protocolos Protocolo: Conjunto de regras e formatos usados para comunicação entre entidades,

Leia mais

Foi inicialmente desenvolvido como parte de um

Foi inicialmente desenvolvido como parte de um PROTOCOLO TCP/IP 1 INTRODUCÃO Foi inicialmente desenvolvido como parte de um projeto incentivado pela DARPA; Tinha como objetivo desenvolver tecnologias para que as máquinas interligadas em rede continuassem

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº7

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº7 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº7 Análise do tráfego na rede Protocolos TCP e UDP Objectivo Usar o Ethereal para visualizar

Leia mais

Redes de computadores e a Internet. A camada de rede

Redes de computadores e a Internet. A camada de rede Redes de computadores e a Internet Capitulo Capítulo 4 A camada de rede A camada de rede Objetivos do capítulo: Entender os princípios dos serviços da camada de rede: Roteamento (seleção de caminho) Escalabilidade

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes FIREWALLS Firewalls Definição: Termo genérico utilizado para designar um tipo de proteção de rede que restringe o acesso a certos serviços de um computador ou rede de computadores pela filtragem dos pacotes

Leia mais

Redes de computadores. Redes para Internet

Redes de computadores. Redes para Internet Redes de computadores Redes para Internet Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais Executando aplicações distribuídas Enlaces de comunicação fibra, cobre, rádio, satélite

Leia mais

P L A N O D E D I S C I P L I N A

P L A N O D E D I S C I P L I N A INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ SC CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES / REDES DE COMPUTADORES P L A N O D E D I S C I P L I N A DISCIPLINA: Redes de Computadores Carga Horária: 95 HA

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

Camada de rede. Camada de enlace. Meio Físico

Camada de rede. Camada de enlace. Meio Físico Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Redes Básicas S-12 Modelo OSI Camada de Transporte Responsável pela transferência eficiente, confiável e econômica

Leia mais

Internet e TCP/IP. Camada de Rede: Objetivos. Encapsulamento. Redes de Computadores. Internet TCP/IP. Conceitos Básicos Endereçamento IP

Internet e TCP/IP. Camada de Rede: Objetivos. Encapsulamento. Redes de Computadores. Internet TCP/IP. Conceitos Básicos Endereçamento IP Camada de Rede Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Redes de Computadores Conceitos Básicos Endereçamento IP Internet e TCP/IP Internet Conjunto de redes de escala mundial, ligadas pelo protocolo IP TCP/IP

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA LISTA DE EXERCÍCIOS DE REDES. 1 Nas afirmações abaixo, marque CERTO (C) ou ERRADO (E).

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA LISTA DE EXERCÍCIOS DE REDES. 1 Nas afirmações abaixo, marque CERTO (C) ou ERRADO (E). UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA Disciplina : Comunicação de Dados Professor : Hugo Santana Lima LISTA DE EXERCÍCIOS DE REDES 1 Nas afirmações abaixo, marque CERTO (C) ou ERRADO (E). (E) Protocolo

Leia mais

Unidade 2.1 Modelos de Referência. Bibliografia da disciplina. Modelo OSI. Modelo OSI. Padrões 18/10/2009

Unidade 2.1 Modelos de Referência. Bibliografia da disciplina. Modelo OSI. Modelo OSI. Padrões 18/10/2009 Faculdade INED Unidade 2.1 Modelos de Referência Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Fundamentos de Redes Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 2 Bibliografia da disciplina Bibliografia

Leia mais

Comunicando através da rede

Comunicando através da rede Comunicando através da rede Fundamentos de Rede Capítulo 2 1 Estrutura de Rede Elementos de comunicação Três elementos comuns de comunicação origem da mensagem o canal destino da mensagem Podemos definir

Leia mais

Introdução à Redes de Computadores

Introdução à Redes de Computadores Introdução à Redes de Computadores 1 Agenda Camada 4 do modelo OSI 2 1 Camada 4 do modelo OSI 3 Camada 4 - Transporte O termo "qualidade de serviço" é freqüentemente usado para descrever a finalidade da

Leia mais

Unidade 2.1 Modelos de Referência

Unidade 2.1 Modelos de Referência Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.1 Modelos de Referência 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Avaya Networking Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Programação 1. Introdução (02/set - 10:00) 2. Conceitos básicos I (16/set - 10:00) 3. Conceitos básicos II (07/out - 10:00) 4. Conhecimento

Leia mais

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Módulo 11 Camada de Transporte TCP/IP Camada de Aplicação

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Módulo 11 Camada de Transporte TCP/IP Camada de Aplicação CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 11 Camada de Transporte TCP/IP Camada de Aplicação Camada de Transporte TCP/IP 2 Introdução à Camada de Transporte As responsabilidades principais da camada de

Leia mais

7.1 Modelo TCP / IP Departamento de Engenharia, Electrónica, Telecomunicações e Computadores Redes de Computadores

7.1 Modelo TCP / IP Departamento de Engenharia, Electrónica, Telecomunicações e Computadores Redes de Computadores 7.1 Modelo TCP / IP Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia, Electrónica, Telecomunicações e Computadores Redes de Computadores Historial Inicio dos anos 60 : Arpanet Motivação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Redes de Computadores Nível de Rede Redes de Computadores 2 1 Nível de Rede Internet Nível de Rede na Internet O ambiente inter-redes: hosts conectados a redes redes interligam-se

Leia mais

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos

MÓDULO 7 Modelo OSI. 7.1 Serviços Versus Protocolos MÓDULO 7 Modelo OSI A maioria das redes são organizadas como pilhas ou níveis de camadas, umas sobre as outras, sendo feito com o intuito de reduzir a complexidade do projeto da rede. O objetivo de cada

Leia mais

Modulo 4. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados

Modulo 4. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados Modulo 4 Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados 1 Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol 2 ICMP Internet Control Message Protocol IP funciona

Leia mais

Regras de funcionamento (Unreliable Delivery, etc.) Método de roteamento (Sem conexão) Formato dos dados em um datagrama

Regras de funcionamento (Unreliable Delivery, etc.) Método de roteamento (Sem conexão) Formato dos dados em um datagrama IP - Internet Protocol Histórico O protocolo internet (IP), definido e aprovado pelo DoD (Departamento de Defesa Americano), foi concebido para uso em sistemas de computação interconectados através de

Leia mais