TÉCNICOS. Dados DEFINIÇÃO. Fixação por Adesão. Fixação por Acomodação FUNCIONAMENTO DOS FIXADORES. Fixação por Expansão. Fixação por Reação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÉCNICOS. Dados DEFINIÇÃO. Fixação por Adesão. Fixação por Acomodação FUNCIONAMENTO DOS FIXADORES. Fixação por Expansão. Fixação por Reação"

Transcrição

1 Dados TÉCNICOS As informações e dados disponíveis neste catálogo foram obtidas através de estudos, análises e testes. Procuramos aliar nossa experiência para disseminar o conhecimento sobre Sistemas de Fixação para Construção Civil. Leia, consulte e faça bom uso deste material. DEFINIÇÃO Chumbadores são elementos para fixação de componentes em diversos tipos de materiais base. Podemos dividi-los da seguinte maneira: Chumbadores de pré-concretagem: Elementos de ancoragem posicionados antes da concretagem e somente submetidos a esforço, após a cura do concreto. Fixação por Adesão Fixação caracterizada pela aderência de barra roscada ou vergalhão no furo do material base, através da utilização de compostos químicos. Este tipo de ligação é indicada para substratos maciços densos, mas também pode ser utilizada em bases leves e ocas, com auxilio de camisa de injeção. Chumbadores de pós-concretagem: Elementos de ancoragem aplicados em concreto curado ou eventualmente em alvenaria e podem ser divididos em 2 grupos: - Mecânicos: Chumbadores que atuam por ação mecânica. - Químicos: Chumbadores cuja resistência a esforços decorre da ação de aderência e endurecimento de resinas. FUNCIONAMENTO DOS FIXADORES Para cada situação há um produto ou processo específico para gerar uma ancoragem. A partir disso, apresentamos o funcionamento dos fixadores que atuam no material base e são classificados da seguinte maneira: Fixação por Acomodação Esta fixação se baseia pela criação de uma base de suporte, ou seja, o fixador acomodando-se na parte vazada ou oca por trás da superfície do material base, criando um suporte. Este processo pode ser feito com fixador mecânico ou químico. Fixação por Expansão Esta fixação se caracteriza pela expansão radial do fixador, imposta por um encunhamento que comprime as paredes do furo, gerando forças de atrito para resistir aos esforços e consequentemente a fixação. Também conhecida como fixação por atrito. Fixação por Reação Esta fixação se caracteriza quando há introdução do fixador, deslocando o material de base maciça ao seu redor. Quando o fixador cessa a penetração, imediatamente a base tende a voltar ao estado inicial comprimindo-o e gerando a fixação. 84

2 Fixação por Interferência O sistema de fixação por interferência se caracteriza pela ação de um parafuso auto atarraxante no material base, sua rosca em contato com a parede no furo lamina (forma) o material base, formando uma zona continua de interferência e assim distribuindo a carga por toda a extensão do parafuso chumbador. Carga Combinada São aplicações onde os fixadores sofrem esforços combinados de tração e cisalhamento. ESCOLHA DO FIXADOR Para escolher e dimensionar fixadores é fundamental o conhecimento de alguns fatores que influenciam diretamente a fixação. Para a escolha da melhor solução, devemos considerar: Cargas de trabalho Tipo de montagem Material base Ambiente CARGAS Coeficiente de segurança Tipos de acabamento Agentes corrosivos As cargas estruturais são forças aplicadas a um componente da estrutura ou à estrutura como uma unidade. Em sistemas de fixação usamos o termo carga ou esforços para toda força atuante sobre uma ancoragem. Podemos classificar as cargas quanto a sua direção e dinamismo: Cargas segundo a direção: Tração É a carga aplicada em sentido axial, perpendicularmente à superfície de corte, ou chamado de arrancamento do fixador. Flexão Quando temos uma carga desalinhada ao eixo do fixador aplicada a uma distância da superfície do material base. Cargas segundo o dinamismo: Cargas Estáticas São cargas inoperantes ou cargas de baixa variação. Cargas Dinâmicas São cargas que sofrem variações significativas devido a diferentes ciclos de carga. Cisalhamento É a carga aplicada perpendicularmente ao eixo do fixador, em paralelo à superfície do material base, ou chamado de corte. Cargas de Impacto São cargas dinâmicas que sofrem variações intensas, repentinas e periódicas. Distribuição de Cargas - Quando mais de uma ancoragem está suportando a mesma carga estática, temos uma distribuição dos esforços entre cada ponto. Em dúvida ou para mais informações quanto ao tipo de carga e a escolha da ancoragem ideal, consulte o departamento de engenharia da Âncora. 85

3 REV86-1 TIPOS DE MONTAGEM Existem três tipos de instalação de chumbadores: fixação pré-instalada ou de superfície, passante e distante. Superfície Passante Distante Montagem de superfície ou préinstalada é aquela em que o fixador é instalado e depois, retira-se a porca ou parafuso para posicionamento da peça a fixar. MATERIAIS BASE (SUBSTRATOS) Como o próprio nome diz, a peça a fixar é posicionada e o fixador é instalado através desta. É a montagem em que a peça a fixar fica distante da base de ancoragem. Esta montagem é normalmente utilizada em instalação de fachadas, pele de vidro e para o nivelamento de bases de estruturas metálicas e equipamentos. Na indústria da construção existe uma variedade muito grande de materiais bases ou substratos. Diferentes tipos de concreto, alvenaria, painéis, entre outros, tem influência direta em um sistema de fixação. A resistência do material base que receberá a fixação, deve ser primariamente considerada na escolha do fixador. Descrevemos a seguir os principais materiais base encontrados pelo Brasil, mostramos uma explanação e exemplos. Verifique na página 96 uma lista completa de aplicações de nossos produtos por material base. Ambiente Os fatores ambientais como temperatura, umidade e agentes químicos presentes na atmosfera têm influencia direta nas ancoragens. Temperatura A temperatura do ambiente tem influência nas ancoragens químicas durante sua aplicação, tanto em seu tempo de trabalho, cura e desempenho. Em ancoragens mecânicas apenas teremos influência se as temperaturas forem extremas. Umidade A umidade é a quantidade de vapor de água presente na atmosfera. Em regiões onde essa concentração é muito elevada, a incidência de danos à superfície do fixador é grande. Nesses casos, é necessário indicar chumbadores com revestimentos superficiais próprios para suportar esses efeitos ou mesmo utilizar-se de materiais em inox. Agentes Químicos na atmosfera Geralmente concentrados em grandes capitais ou polos 86

4 industriais, os agentes químicos dispersos na atmosfera são provenientes da poluição do ar. Na mesma situação da umidade, em regiões onde essa concentração é muito elevada, a incidência de danos à superfície do fixador é mais agressiva. Nesses casos também é necessário indicar chumbadores com revestimentos superficiais próprios para suportar esses efeito ou mesmo utilizar se de materiais em inox. Corrosão A proteção contra a corrosão é essencial na seleção do material para aplicação de uma ancoragem. A corrosão pode reduzir a capacidade de carga de um componente pela redução do seu tamanho (seção transversal) ou por ataque localizado (pitting) que além de reduzir a seção transversal na região atacada pode aumentar a tensão do material, iniciando a formação de trincas. O tipo mais comum de tratamento superficial utilizado é a galvanização eletrolítica (zincagem). Este processo garante durabilidade do material sendo que o mesmo poderá ser aplicado em varias áreas da construção civil. Em casos especiais onde há a necessidade de ancoragens expostas à condições adversas, pode-se especificar tartamentos diferenciados: Bi-Cromatizado Zinco-Níquel Zinco-Ferrro Organo-metálicos Galvanização à fogo Ainda há a opção do fornecimento das ancoragens em aço inoxidável: ABNT 304 ABNT 316 Para outras configurações, consulte o nosso departamento de engenharia. Materiais Além dos aços inoxidáveis comentados acima e dos aços ABNT1010/20, disponibilizamos outros materiais para confecção de fixadores: Descrição Classificação (Norma) Tensão de Escoamento Aços de Baixo Carbono ABNT 1010/20, A N/mm² Aços de Médio Carbono ABNT 1045, A N/mm² Aços Liga ABNT N/mm² Aços Inoxidáveis ABNT N/mm² ABNT 316, ABNT 316 L 240 N/mm² COEFICIENTE DE SEGURANÇA Dado as variações do material base e as mais diversas condições de aplicação, usamos coeficientes de segurança que são resultantes de todos os fatores que interferem no sistema de ancoragem. O coeficiente de segurança depende do tipo de carregamento e do grau de risco que possui o sistema. Cargas Últimas são os valores máximos de carga atingidos durante os ensaios até a ruptura. Cargas Permissíveis são os resultados encontrados através da aplicação de um fator de segurança às cargas últimas apresentadas por uma ancoragem, através da média obtida em ensaios. Neste catálogo, adotamos o fator de segurança 4 (ou conforme destacado em cada produto) sobre as cargas últimas obtidas em ensaios. Observar outros fatores de redução em função dos critérios de instalação e situações específicas. CRITÉRIOS DE INSTALAÇÃO DADOS TÉCNICOS Definição Critérios de instalação são referências que formam uma sequência dos principais procedimentos a serem seguidos para a realização de uma fixação ideal. Dentre esses critérios são definidos: Material base Profundidade de embutimento (h ef ) Espessura do concreto (h) Distância da borda (c) Distância entre ancoragens (s) Fatores de redução em projetos de Ancoragens Furação Alinhamento de ancoragem Torque Material base tem influência direta no desempenho de uma fixação. Deve se levar em conta o tipo de base (ex: concreto maciço, alvenaria ou painéis) e sua capacidade de resistência. 87

5 Profundidade de embutimento (h ef ) - A profundidade de embutimento efetiva (h ef ) tem influência direta na capacidade de carga máxima de cada ancoragem. O embutimento é medido a partir da superfície do material base até a extremidade inferior do fixador. Em ancoragens mecânicas o embutimento é medido da superfície do material base até o foco da expansão. Para cada modelo e dimensão de fixador, há um embutimento mínimo recomendado, coerente para a correta instalação e desempenho adequado. Espessura do concreto (h) - A espessura da base de concreto, h, tem influência indireta para cargas de tração. Porém se a espessura é menor do que a necessária, falha por fissuração pode ocorrer durante a instalação e a capacidade de carga prevista não será alcançada. Por isso é necessário o uso de uma espessura mínima da base de concreto, (hmin), que é tipicamente 150% da profundidade de embutimento usada na ancoragem. Torque - A maioria das aplicações são realizadas sem o uso do torquímetro. Porém encontramos situações onde o torque é especificado e o uso do torquímetro é necessário. O torque também é importante em praticamente todas as fixações para eliminar a folga ( jogo ) entre o fixador, peça e base. Excesso de torque aplicado ao chumbador na instalação, pode comprometer sua estrutura e o material base, e a falta dele não provocar a expansão necessária. Nas informações técnicas dos produtos encontram-se os dados necessários para aplicação do torque. CONE DE CONCRETO Conforme ensaios de arrancamento, constatou-se que quando o chumbador é arrancado do concreto, normalmente traz com ele uma massa de concreto em forma de cone. Conforme o tipo ou modelo do fixador, este cone tem um raio (R) de aprox. 1,5 vezes o comprimento do embutimento efetivo (hef) do chumbador. Distância da borda (c) - A distância da borda é medida entre o centro de um fixador e a borda da base de concreto. Distância entre ancoragens (s) - Ou espaçamento entre ancoragens, (S), é a distância entre dois fixadores medida entre seus centros. Fatores de redução em projetos de ancoragens - Conforme descrito anteriormente, existem diversos fatores que reduzem a capacidade de carga última de uma ancoragem e pode-se calcular o fator de redução total. Para mais detalhes, consulte nosso departamento de engenharia. Furação - Na instalação de um chumbador, realizar a furação de maneira correta é primordial para garantir o desempenho da ancoragem. Por esse motivo, existem brocas específicas para furar cada tipo de material base. Material de Base Ocos, maciços porosos ou de baixa resistência Maciço compacto normal Maciço compacto denso Tipo de Furação Rotação Rotação com impacto Rotação com impacto Furo Diamantado A correta furação e sua limpeza tem influência direta sobre o desempenho do fixador, assim como uma furação desalinhada pode comprometer completamente a fixação. O diâmetro e a profundidade do furo no material base variam de acordo com o tipo e dimensão do fixador. A Âncora dispõe de uma gama completa de brocas de alta performance e qualidade para atender sua necessidade. Posicionamento de ancoragem - As ancoragens devem ser instaladas perpendicularmente à superfície do material base. O alinhamento é importante para o bom aperto do parafuso ou porca e principalmente para garantir que nenhuma força de flexão indesejada seja criada. Para evitarmos influências entre cones e entre o cone e a borda, devemos respeitar parâmetros de instalação. Nas tabelas dos produtos, apresentamos informações padrões para as instalações onde são informadas as distâncias mínimas entre fixador e bordas. Para situações diferentes, consulte o departamento de engenharia. SISTEMA DE FIXAÇÃO À PÓLVORA Fixação à pólvora é um sistema que faz um grande número de fixações em condição rápida e de segurança, para cargas leves, sem o uso de energia elétrica ou de trabalho especializado. Este sistema se divide em 2 tipos: AÇÃO DIRETA e AÇÃO INDIRETA. Ação Direta Também chamada de Alta Velocidade, é o sistema onde o fincapino é deflagrado e libera energia que atua diretamente sobre o pino, provocando o seu deslocamento pelo cano da 88

6 ferramenta e a penetração na base com alta velocidade e potência, conforme figura na sequência: CARGAS (Fincapinos) Existem diferentes cargas para cada sistema. As cargas de Ação Direta são unitárias e identificadas pelo seu tamanho e cores na ponta do cartucho: Vermelho - C22 - Curta - Carga média Amarelo - L22 - Longa - Carga forte Ação Indireta Também chamada de Baixa Velocidade, é o sistema onde o fincapino é deflagrado e libera energia que atua sobre o êmbolo, deslocando e empurrando-o contra o pino provocando sua penetração na base com baixa velocidade e alta potência conforme figura na sequência. As cargas de ação indireta são disponibilizadas em magazines com 10 unidades. As potências destes também são identificadas pelas suas cores: Verde - VD 27 - Carga Leve Amarelo - AM 27 - Carga Média Vermelho - VM 27 - Carga forte Considerações sobre a fixação em concreto Escolha e Dimensionamento Para utilização e especificação correta, deve ser efetuado o teste prático em cada situação devido as grandes variações de bases e situações existentes. Para determinar uma perfeita fixação, devemos verificar: Espessura e resistência do material de base Dimensões do pino a ser utilizado Carga do fincapino Sistema ou modelo de ferramenta a ser utilizada. Após avaliadas as condições de aplicação é necessário que haja uma combinação entre as dimensões do pino e carga do fincapino. Quando não for corretamente observado e dimensionado, poderá ocorrer: Quebra ou dobramento do pino Rompimento do concreto Baixa resistência ao arrancamento Quando um pino é introduzido na base, ele desloca o concreto a sua volta. Quando o movimento do pino cessa, imediatamente a base tende a voltar ao estado inicial comprimindo-o e gerando a fixação. Carga de trabalho As cargas de trabalho para o sistema de fixação a pólvora em concreto são consideradas conforme tabela: Embutimento (mm) Carga Permissível* (kgf) Tração Corte Valores para concreto de 30 Mpa * Coeficiente de segurança 8. IMPORTANTE: A fixação por pinos não é indicada para cargas dinâmicas. 89

7 Profundidade de penetração A profundidade de penetração é decisiva para escolha do pino e está relacionada diretamente à resistência do concreto: Resistência à compressão (mpa) Prenetração P (mm) Considerações sobre a fixação em aço Quando um pino é introduzido na base, ele desloca o aço a sua volta. Quando o movimento do pino cessa, imediatamente a base tende a voltar ao estado inicial comprimindo-o e gerando a fixação Com base nesta tabela e mais a espessura da peça (E) a fixar conseguimos determinar o comprimento da haste do pino (L) Nos pinos com rosca, temos que considerar a espessura da peça e a altura da porca para determinar o comprimento da rosca sendo: R E+H. Especificação do comprimento Para determinarmos o comprimento do pino (L) nesta situação, levamos em conta a espessura da peça (E) a fixar, a espessura de penetração (P) e também adicionamos 6 mm. Nos pinos com rosca, temos que considerar a espessura da peça e a altura da porca para determinar o comprimento da rosca sendo: R E+H + 6. Espessura da base, distância entre pinos e da borda. h - Espessura da base = 3 x profundidade de penetração C - Distância mínima da borda = 50 mm* S - Distância mínima entre os pinos = 80 mm * Pode variar mediante a teste prático Espessura de penetração A fixação à pólvora pode ser utilizada em chapas de 3 a 12,7mm e é necessário que o pino atravesse esta base. Carga de trabalho As cargas de trabalho para o sistema de fixação a pólvora em aço são consideradas conforme tabela: Espessura da chapa (mm - pol) Tração (kgf) Carga Permissível* Corte (kgf) 4,8-3/ ,4-1/ ,5-3/ Valores para concreto de 30 Mpa * Coeficiente de segurança 5. 90

8 Disposições gerais Cuidados Deve-se manter as ferramentas sempre em perfeitas condições de uso e utilizar apenas peças originais para não comprometer a segurança. Nas ferramentas de ação direta o conjunto PROTETOR é um dos mais importantes itens de segurança, e portanto, ele nunca deve ser retirado. As ferramentas não disparam se não estiverem comprimidas contra superfícies rígidas, evitando disparo acidental. O pino e o fincapino só devem ser colocados no momento do uso. Caso desista do uso retire imediatamente o pino e o fincapino. Segurança Antes de carregar a ferramenta verifique se o cano está desobstruído. Use sempre o capacete de segurança, óculos de proteção e protetores auriculares. Ao trabalhar sobre escadas e andaimes mantenha sempre uma posição de equilíbrio e empunhe a ferramenta frontal e firmemente. Não permita a presença de pessoas nas regiões que circundam a área de fixação, por causa de eventuais desprendimentos de fragmentos do concreto ou o próprio pino. Conheça sempre o material onde irá aplicar o pino. Não tente fixar um pino onde outro tenha falhado. FIXAÇÃO EM BASES OCAS Definição Com a utilização de bases ocas (blocos de concreto, blocos cerâmico) e placas (gesso acartonado, placas cimentícias, OSB) na construção civil em geral, foi necessária a criação de sistemas de fixação, de forma a gerar pontos de resistência capazes de suportar esforços provenientes de uma fixação. O sistema de acomodação é dividido em: Sistema Químico (Injeção) Sistema Mecânico ( e chumbador CBN) Sistema de Injeção (Químico) Quando existe a necessidade de cargas elevadas em bases ocas, utiliza-se o sistema de injeção de resina bicomponente com características tixotrópicas (não escorre), como os chumbadores Âncora AQI 380 PRO e QPO 300. A introdução da resina é realizada em camisas plásticas perfuradas que, em bases ocas, proporcionam a acomodação no lado oposto do material base, gerando um ponto de ancoragem. Sistema Mecânico () Indicado quando existe a necessidade de suporte de cargas leves e moderadas em ambientes ocos, o sistema de acomodação utiliza-se de buchas fabricadas em poliamida (nylon) ou em aço que, com o auxílio de parafusos, se expandem a um tamanho maior que o do furo nominal proporcionando a acomodação no lado oposto do material base, gerando um ponto de ancoragem. No caso da bucha TAB, composta pela junção de tiras plástica com um elemento metálico formando uma bucha basculante. Seu funcionamento se dá através da compressão do elemento metálico contra o lado oposto do material base através da força exercida pelo parafuso após o travamento da bucha. Características do Material O material utilizado para a fabricação da jaqueta do CBN e das buchas BUR, KT, A, Oco e UN é a poliamida (nylon), considerado um plástico de engenharia devido a suas características quanto à resistência e durabilidade. Recomendações para Para uma correta instalação de buchas em bases ocas, devem-se levar em conta alguns fatores importantes como: Furação correta Torque de aplicação Escolha do parafuso Furação Correta Para a correta expansão e posterior fixação, as buchas dependem do atrito com o material base. Para que isso aconteça o diâmetro do furo deve ser igual ao diâmetro nominal da bucha. No caso da utilização em bases maciças, além do diâmetro do furo também deve ser considerada a profundidade mínima de embutimento. Torque de Aplicação Quando tratamos de buchas fabricadas em poliamida (nylon), é indispensável à atenção no torque aplicado. Por ser um material deformável, o aperto excessivo pode danificar tanto o material base quanto o corpo da bucha. 91

9 Escolha do Parafuso O uso do modelo incorreto de parafuso pode causar uma deficiência na expansão resultanto em uma fixação incorreta. Os parafusos utilizados com as buchas podem ser do tipo madeira, auto-atarrachante ou para aglomerado (chipboard), seguindo os seguintes critérios: Sua ação se dá pelo processo de interferência no concreto, pois no momento da aplicação o parafuso-chumbador, devido o seu perfil, lamina a rosca no concreto, atingindo altas cargas, devida a distribuição da mesma por toda a extremidade do chumbador (cada fio de rosca é um ponto de travamento). Para bases maciças é recomendada a utilização de parafusos do tipo madeira ou auto-atarraxante. Para bases ocas é recomendada a utilização de parafusos para aglomerado (chipboard), pois seu desenho auxilia na tração e posterior deformação da bucha nessas bases. Para dimensionar corretamente o parafuso para as buchas expansivas (KT, A, Oco, UN), devem se observar os seguintes fatores: Verificar o diâmetro máximo especificado na tabela de produtos para cada tipo de bucha. O comprimento do parafuso deverá ser considerado somando-se o comprimento da bucha, a espessura do componente a ser fixado e acrescentando-se mais 15 mm, em média, para garantir a total expansão da bucha. Tipos de parafuso-chumbador Diferenciamos os tipos conforme a base de aplicação: PCA - Parafusos para concreto e bloco oco. PARAFUSO PARA CONCRETO Conceito O sistema de fixação mecânica auto atarraxante é um parafuso e chumbador. Produzido em aço de médio carbono, temperado, revenido e tratado superficialmente. PCE - Parafusos para concreto. Cuidados na aplicação Para a instalação deste tipo de sistema deve se levar em conta: - Furo é sempre correspondente diâmetro nominal (indicado na referência) do chumbador. - No embutimento mínimo a ser perfurado deve ser acrescentado mais 15 mm para depósito do pó produzido pela laminação do concreto. 92

10 Fitas de Suspensão Fitas de suspensão são elementos geralmente utilizados em instalações hidráulicas e elétricas para realizar a sustentação de eletrocalhas, tubulações de água e gás, entre outros. São fabricadas em chapa de aço 1010 / 1020 galvanizado em espessura e comprimentos variados. Âncora dispõe de suportes e acessórios variados para auxiliar na sua instalação. Exemplo de Montagem: Fita perfurada Temos o compromisso de desenvolver, capacitar e disseminar o conhecimento sobre Sistemas de Fixação para Construção Civil e por isso disponibilizamos informações treinamentos à todos os profissionais da Construção Civil (em campo ou em nosso Centro de Treinamento em Vinhedo - SP). Caso você tenha interesse em conhecer mais ou deseje mais informações entre em contato conosco: 93

11 Aplicação por segmento Construção Civil Broca SDS PLUS ARS 36 AQV 23 Broca SDS MAX 52 ARXS 37 Hastes/Barras Roscadas OCO e UN 46 URA 38 Acessórios Químicos 25 KT e BUR 47 ARX 39 Fixação à Pólvora Indireta 55 Bucha TAB 48 PBI 40 Tela Amarração 68 Parafuso para concreto 09 Fixagran 42 Telas Reforço 69 CBA 28 Elementos especiais de fixação 41 Arames 70 CBN 30 AQI380PRO 16 Pregos de Aço 82 PBA 32 QEP Silicones 12 AF 34 QPO Adesivo 13 OM 35 AQA 22 Espumas 14 Instalações Barras Roscadas 72 OCO, UN e TAB CBN 30 Fitas metálicas e suportes 73 Bucha KT e BUR 47 PBI 40 Broca SDS PLUS CBA 28 Fixação à Pólvora Indireta 55 Indústria Brocas SDS PLUS Brocas SDS MAX 50 PBA 32 Hastes/Barras 51 Roscadas PBI 40 Acessórios Químicos 25 OCO e UN 46 Elementos especiais de fixação 41 Silicones 12 Parafuso para concreto 09 AQI380PRO 16 Rebites e Rebitadores CBA 28 QEP AF 34 CBN 30 AQA 22 OM 35 94

12 Aplicação por segmento Construção à Seco Fitas Drywall 83 Parafuso para Concreto 08 Parafusos Drywall Brocas SDS PLUS AQI380PRO 16 Parafuso Telha 81 OCO e UN 46 Parafuso Placa Cimentícia/OSB 80 Pregos de Aço 82 KT e BUR 47 Fixação à Pólvora Indireta 55 Silicones 12 Bucha TAB 48 Fixação à Pólvora Direta 61 Adesivo 13 CBA 28 Arames 70 Espumas 14 PBA 32 Brocas widea Cilíndricas Rebites e Rebitadores Aço e Metal Brocas SDS PLUS Elementos especiais de fixação 41 Acessórios Químicos 25 Brocas SDS MAX 52 AQI380PRO 16 Linha Pesada ASTM 10 Parafuso para concreto 08 QEP Parafuso Telha 81 CBA 28 QPO Silicones 12 CBN 30 AQA 22 Espumas 14 PBA 32 AQV 23 Rebites e Rebitadores PBI 40 Hastes/Barras Roscadas Paraf. Brocantes (DLB e PSB) 79 Bucha A 48 OCO e UN 46 Acabamento Brocas SDS PLUS CBA 28 Pregos de Aço 82 OCO e UN 46 CBN 30 Silicones 12 KT e BUR 47 Fixagran 42 Adesivo 13 Bucha TAB 48 QPO Espumas 14 95

13 Aplicação por materiais REV96-1 Utilize a tabela abaixo para identificar a aplicação de cada produto por material base. MATERIAL BASE PRODUTO Concreto Bloco Concreto Bloco Cerâmico Bloco Estrutural* Tijolo Maciço CBA a a a a a CBN a a a a a a a PBA a a PBI a a PCE a a PCA a a a a ARS / URA a a AF / OM a a a a a a ARX / ARXS a a FIXAGRAN a a a a a a a QPO a a a a a a AQI a a a a a a QEP a a a a AQA a a AQV a a Pedra Metal Madeira Drywall Cimentícia OSB BUCHA KT a a a BUCHA BUR BUCHA TAB a a a a a BUCHA A a a a a a a BUCHA OCO a a a a a a a a BUCHA UN a a a a a a a a PARAFUSO CHIPBOARD a a FIXAÇÃO À PÓLVORA a a PARAFUSO DRYWALL DTA / DLA PARAFUSO DRYWALL DTB / DLB PARAFUSO TELHA PARAF. CIMENTÍCIA (PPC32) PARAF. OSB (PPCSA32) PREGO a a a a a a a a a a a SILICONE NEUTRO a a a a a a a a a a a SILICONE ACÉTICO a a a a a a a a a SELANTE ACRÍLICO a a a a a a a a a a a ADESIVO AA366 a a a a a a a a a a a ESPUMA a a a a a a a a a a a * Bloco preenchido com graute. Caso deseje mais informações ou não tenha encontrado alguma fixação específica, contate a Equipe de Engenharia da Âncora. Painéis a a 96

Bucha BNK. Bucha Universal. Código da Linha - 740. Código da Linha - 739 TABELA DE PREÇOS. Dimensões (mm) Preço bruto por cento em Real

Bucha BNK. Bucha Universal. Código da Linha - 740. Código da Linha - 739 TABELA DE PREÇOS. Dimensões (mm) Preço bruto por cento em Real Bucha BNK da Linha - 7 TABELA DE PREÇOS (d nom ) (h ) ø 70-3 29,97 730-7 55 3,7 7-5 0 5 0 77,2 Aplicação: Instalacões gerais em concreto, concreto celular, gesso, pedras calcárias, todos os materiais de

Leia mais

HARDCAP VI 11 CHUMBADOR QUÍMICO BASE VINILÉSTER 1 APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição

HARDCAP VI 11 CHUMBADOR QUÍMICO BASE VINILÉSTER 1 APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição HARDCAP VI 11 CHUMBADOR QUÍMICO BASE VINILÉSTER 1 APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição HARDCAP VI 11 é um adesivo estrutural bicomponente, em cápsula de vidro e base viniléster com alta resistência à cargas de

Leia mais

BT 0184 BOLETIM TÉCNICO - HARDFIX EPÓXI PRO

BT 0184 BOLETIM TÉCNICO - HARDFIX EPÓXI PRO BT 0184 BOLETIM TÉCNICO - HARDFIX EPÓXI PRO Elaborador: Verificadores: Aprovador: Hardfix Epóxi Pro Chumbador químico base epóxi. Descrição É um adesivo estrutural

Leia mais

Prof. Célio Carlos Zattoni Maio de 2008.

Prof. Célio Carlos Zattoni Maio de 2008. - FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO: HIDRÁULICA E SANEAMENTO CURSO: HIDRÁULICA E SANEAMENTO AMBIENTAL DIMENSIONAMENTO DE CHUMBADORES PÓS-FIXADOS Prof. Célio Carlos Zattoni Maio de 2008.

Leia mais

Fixações em geral - Buchas

Fixações em geral - Buchas Fixações em geral Buchas 0 Marca Serviço Inovação. Líder de mercado na maioria dos países europeus.. O mais alto nível de atenção ao cliente da indústria.. Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros

Leia mais

Lançamento para a Construção Civil

Lançamento para a Construção Civil É fornecido pré-montado com parafuso, arruela, jaqueta e cone. O prolongador é opcional, conforme o comprimento. Chumbador OMC - com Parafuso TABEA DE PREÇOS da inha - : - : 9 referência da rosca - F.P.P.

Leia mais

BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT

BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT Elaborador: Verificadores: Aprovador: DIEGO RAFAEL CAMERA DANILO P. P. DE ALMEIDA DIEGO RAFAEL CAMERA WEDGE-BOLT Chumbador mecânico, tipo parafuso. Descrição Wedge-Bolt

Leia mais

Walsywa Fixação para Construção Civil

Walsywa Fixação para Construção Civil atálogo Técnico de Fixação Mecânica A empresa: Serviços e Garantias Serviços A Walsywa mantém hoje a disposição dos clientes uma equipe de técnicos para assessorar e orientar a especificação adequada dos

Leia mais

Chumbadores Mecânicos

Chumbadores Mecânicos Chumbadores Mecânicos Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros de estruturas e

Leia mais

Novo Chumbador Químico. Uma inovação que veio para transformar.

Novo Chumbador Químico. Uma inovação que veio para transformar. Novo Chumbador Químico Uma inovação que veio para transformar. Novo Chumbador Químico FIS SB Superbond Resina Injetável Êmbolo Duplo Barra Roscada FTR Ampola Ampolas Minis ETA-12/0258 ETAG 001-5 Option

Leia mais

LANÇAMENTO MARÇO 2015 CHUMBADOR QUÍMICO WIT-P 200

LANÇAMENTO MARÇO 2015 CHUMBADOR QUÍMICO WIT-P 200 LANÇAMENTO MARÇO 2015 CHUMBADOR QUÍMICO WIT-P 200 Descrição do produto O Chumbador Químico WIT-P 200 possui excelente propriedade de fixação e ancoragem em substratos maciços e ocos, com rápido tempo

Leia mais

Uma gama completa de Buchas e Parafusos para os mais diversos tipos de material base, desenvolvidos com qualidade e tecnologia fischer.

Uma gama completa de Buchas e Parafusos para os mais diversos tipos de material base, desenvolvidos com qualidade e tecnologia fischer. Buchas de Nylon Buchas de Nylon Uma gama completa de Buchas e Parafusos para os mais diversos tipos de material base, desenvolvidos com qualidade e tecnologia fischer. A tabela abaixo relaciona as buchas

Leia mais

MATERIAIS BASE PLACAS ALVENARIA PEDRA NATURAL CONCRETO FIXAÇÃO MECÂNICA

MATERIAIS BASE PLACAS ALVENARIA PEDRA NATURAL CONCRETO FIXAÇÃO MECÂNICA 29 30 Há muitas formas de se realizar uma fixação mecânica em concreto, alvenaria e outros materiais base. Às vezes torna-se difícil determinar qual é o processo mais apropriado, pois, na maioria dos casos

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

tecfix EP quartzolit Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi Boletim Técnico tecfix EP quartzolit Pág. 1 de 7

tecfix EP quartzolit Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi Boletim Técnico tecfix EP quartzolit Pág. 1 de 7 Pág. 1 de 7 Adesivo para ancoragem à base de resina epóxi 1. Descrição: Produto bicomponente, pré-dosado, à base de epóxi, isento de estireno e não retrátil, disposto em bisnaga com câmaras independentes,

Leia mais

Walsywa Fixação para Construção Civil

Walsywa Fixação para Construção Civil Catálogo Técnico de Fixação Química A empresa: Serviços e Garantias Serviços A Walsywa mantém hoje a disposição dos clientes uma equipe de técnicos para assessorar e orientar a especificação adequada dos

Leia mais

DADOS TÉCNICOS.

DADOS TÉCNICOS. www.ancora.com.br 99 Fixação por Adesão As informações e dados disponíveis neste catálogo foram obtidas através de estudos, análises e testes. Procuramos aliar nossa experiência para disseminar o conhecimento

Leia mais

Elementos Táteis de Alerta Linha Dome - Mozaik

Elementos Táteis de Alerta Linha Dome - Mozaik Elementos Táteis de Alerta Linha Dome - Mozaik APRESENTAÇÃO Os elementos táteis Mozaik foram projetados para a sinalização tátil de pisos executados em praticamente quaisquer tipos de materiais de revestimento,

Leia mais

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus Speedhammer 37 39 41 41 42 Brocas para Concreto Brocas para furação de paredes de concreto,

Leia mais

Informações Técnicas Uso Orientativo

Informações Técnicas Uso Orientativo Parafusos X Buchas de ylon Buchas º Auto-atarraxante s aplicáveis Madeira Sextavado soberba Parafusos mais utilizados 4 2,2 2,2 a 2,8 2,8 x 25-2,8 x 30 5 2,9 a 3,5 2,2 a 3,8 2,8 x 30-3,2 x 40-3,5 x 45

Leia mais

FIXAÇÃO À PÓLVORA FIXAÇÃO À PÓLVORA TABELA DE CARGAS ADMISSÍVEIS SISTEMA DE AÇÃO DIRETA SISTEMA A PISTÃO. RESISTÊNCIA DO CONCRETO (MPa)

FIXAÇÃO À PÓLVORA FIXAÇÃO À PÓLVORA TABELA DE CARGAS ADMISSÍVEIS SISTEMA DE AÇÃO DIRETA SISTEMA A PISTÃO. RESISTÊNCIA DO CONCRETO (MPa) FIXAÇÃO À PÓLVORA FIXAÇÃO À PÓLVORA Fixação à Pólvora é um sistema de trabalho com grande agilidade na aplicação, pois dispensa furações prévias, colocação de buchas e aperto de parafusos. Com uma única

Leia mais

Uma gama completa de Buchas e Parafusos para os mais diversos tipos de material base, desenvolvidos com qualidade e tecnologia fischer.

Uma gama completa de Buchas e Parafusos para os mais diversos tipos de material base, desenvolvidos com qualidade e tecnologia fischer. Buchas de Nylon Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros de estruturas e arquitetos

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

Walsywa. Catálogo Técnico Drywall

Walsywa. Catálogo Técnico Drywall Catálogo Técnico Drywall A empresa: Serviços e Garantias Serviços A Walsywa mantém hoje a disposição dos clientes uma equipe de técnicos para assessorar e orientar a especificação adequada dos produtos

Leia mais

123

123 123 DEFINIÇÃO Chumbadores são elementos de ancoragem para fi xação de componentes em diversos tipos de materiais base. Podemos dividí-los da seguinte maneira: Chumbadores pré-instalados: Elementos de ancoragem

Leia mais

Chumbadores Químicos

Chumbadores Químicos Chumbadores Químicos Marca Serviço Inovação Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

Brocas, buchas e mandris

Brocas, buchas e mandris Brocas, buchas e mandris Para fixação de elementos, cada material exige broca e bucha específicos. Saiba quais são os tipos corretos para cada necessidade Fixações em parede de alvenaria, concreto ou drywall

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA

EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL,ARQUITETURA E URBANISMO Departamento de Estruturas EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA RAFAEL SIGRIST PONTES MARTINS,BRUNO FAZENDEIRO DONADON

Leia mais

Adesivo Stop Pregos. Adesivo MS Ultra Express. Excelente aderência em diversos tipos de material base.

Adesivo Stop Pregos. Adesivo MS Ultra Express. Excelente aderência em diversos tipos de material base. Produtos Químicos Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros de estruturas e arquitetos

Leia mais

Manual de Montagem Casa 36m²

Manual de Montagem Casa 36m² Manual de Montagem Casa 36m² cga -gerência de desenvolvimento da aplicação do aço Usiminas - Construção Civil INTRODUÇÃO Solução para Habitação Popular - é uma alternativa econômica, simples e de rápida

Leia mais

Soluções para Alvenaria

Soluções para Alvenaria Aços Longos Soluções para Alvenaria BelgoFix Tela BelgoRevest Murfor BelgoFix Telas Soldadas Galvanizadas para Alvenaria BelgoFix : marca registrada da Belgo Bekaert Arames BelgoFix são telas soldadas

Leia mais

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas 10/11/2009 Carlos Chaves LOG Gestão de Obras Subsistemas Deus está nos detalhes Mies van der Rohe (1886-1969) Pavilhão alemão na Feira Mundial de Barcelona

Leia mais

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson Brocas para Madeira Brocas de 3 Pontas Brocas de 3 Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas em Aço Cromo 46 47 48 48 Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de

Leia mais

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME Gesso O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato de cálcio hidratado.

Leia mais

Gesso Acartonado CONCEITO

Gesso Acartonado CONCEITO CONCEITO As paredes de gesso acartonado ou Drywall, são destinados a dividir espaços internos de uma mesma unidade. O painel é composto por um miolo de gesso revestido por um cartão especial, usado na

Leia mais

REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS

REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS E CONSTRUÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM CONSTRUÇÃO CIVIL REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS MÔNICA DANTAS

Leia mais

Alta produtividade Engenharia de projetos Qualidade assegurada Certificado de garantia Sigilo industrial Confiabilidade.

Alta produtividade Engenharia de projetos Qualidade assegurada Certificado de garantia Sigilo industrial Confiabilidade. Há mais de 46 anos no mercado, a Torcisão iniciou as suas atividades no desenvolvimento de materiais para a indústria automobilística, que exigia um rigoroso controle técnico e de qualidade. Em 2006, com

Leia mais

D S E C S R C I R ÇÃ Ç O Ã E E C AR A AC A T C ER E Í R ST S ICAS A S TÉC É N C I N CAS

D S E C S R C I R ÇÃ Ç O Ã E E C AR A AC A T C ER E Í R ST S ICAS A S TÉC É N C I N CAS 1984 / 2014 30 anos DESCRIÇÃO E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Resistência do vidro a Choque Térmico As diferenças de temperatura entre dois pontos de um mesmo vidro, provocam sobre ele tensões que podem ocasionar

Leia mais

PARAFUSO DRYWALL CABEÇA DE TROMBETA

PARAFUSO DRYWALL CABEÇA DE TROMBETA 21 FIXAÇÃO CONSTRUÇÃO A SECO PARAFUSO DRYWALL CABEÇA DE TROMBETA PONTA AGULHA CÓDIGO Ø ROSCA COMPRIMENTO EMBALAGEM 363721 #6-3,5 mm 25 mm (GN25) CX. 1000 PÇS 363734 #6-3,5 mm 35 mm (GN35) CX. 1000 PÇS

Leia mais

SISTEMAS DE ANCORAGENS QUÍMICAS

SISTEMAS DE ANCORAGENS QUÍMICAS SISTEMAS DE ANCORAGENS QUÍMICAS HARDINC VI 1101 PREMIUM Ø 3/8 - Ø 1.1/4 CONFIANÇA ALTA PERFORMANCE HARDINC VI 1101 é um adesivo estrutural bicomponente injetável e base viniléster de alta performance com

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa

INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa www.spdcutferramentas.com.br (11) 2762 5114 Disco Diamantado 110mm Linha Profissional Disco de alto rendimento Disco Diamantado 110mm para corte a seco com alta durabilidade

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES. Disciplina: Projeto de Estruturas. Aula 7

CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES. Disciplina: Projeto de Estruturas. Aula 7 AULA 7 CURSO TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES Disciplina: Projeto de Estruturas CLASSIFICAÇÃO DAS ARMADURAS 1 CLASSIFICAÇÃO DAS ARMADURAS ALOJAMENTO DAS ARMADURAS Armadura longitudinal (normal/flexão/torção) Armadura

Leia mais

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br

Informativo Técnico. 11 3207-8466 vendas@indufix.com.br www.indufix.com.br Informativo Técnico Descrição Os fixadores contidos neste informativo são normalizados pela incorporadora de normas ASTM (American Society for Testing and Materials), com finalidade fixação e união de

Leia mais

Chumbadores Químicos

Chumbadores Químicos Chumbadores Químicos Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros de estruturas e

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

www.ancora.com.br Âncora Sistemas de Fixação Catálogo Técnico 2015

www.ancora.com.br Âncora Sistemas de Fixação Catálogo Técnico 2015 Âncora Sistemas de Fixação Catálogo Técnico 2015 O Catálogo Técnico 2015 é uma publicação da Âncora Chumbadores Ltda. Este material foi desenvolvido em nosso Centro Especializado, localizado em Vinhedo,

Leia mais

Construção. Mangueira para Injeção utilizada para o selamento de juntas de construção em estruturas estanques. Descrição do produto

Construção. Mangueira para Injeção utilizada para o selamento de juntas de construção em estruturas estanques. Descrição do produto Ficha de Produto Edição 09/04/2014 Identificação no: 02 07 03 06 001 0 000002 SikaFuko Eco 1 Mangueira para Injeção utilizada para o selamento de juntas de construção em estruturas estanques Descrição

Leia mais

Soluções para Alvenaria

Soluções para Alvenaria Aços Longos Soluções para Alvenaria BelgoFix Tela BelgoRevest Produtos Murfor BelgoFix Telas Soldadas Galvanizadas para Alvenaria BelgoFix são telas soldadas produzidas com fio de 1,65 mm de diâmetro e

Leia mais

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I SISTEMAS DE VEDAÇÃO VERTICAL SISTEMA DE VEDAÇÃO Um subsistema

Leia mais

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Índice Capítulo Título Página 1 Informações Gerais 3 2 Segurança 4 3 Especificações Técnicas 5 4 Ferramentas, Instrumentos e Materiais 6

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br. Brocas para Concreto. www.irwin.com.

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br. Brocas para Concreto. www.irwin.com. Rua do Manifesto, 2 Ipiranga São Paulo Fone: +55 (11) 22713211 www.irwin.com.br Rua do Manifesto, 2 Ipiranga São Paulo Fone: +55 (11) 22713211 FURANDO CONCRETO Furar concreto é uma tarefa muito diferente

Leia mais

TABELA DE QUÍMICOS ENCONTRE O PRODUTO IDEAL PARA CADA APLICAÇÃO

TABELA DE QUÍMICOS ENCONTRE O PRODUTO IDEAL PARA CADA APLICAÇÃO 50 TABELA DE QUÍMICOS ENCONTRE O PRODUTO IDEAL PARA CADA APLICAÇÃO AMPOLA INJEÇÃO CONVENCIONAL INJEÇÃO PLUS WQA WQI 44 WQE 500 WQI 44 PLUS WQE 500 PLUS FIXAÇÃO QUÍMICA RESINA BÁSICA VINILÉSTER VINILÉSTER

Leia mais

Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão. Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode.

Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão. Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode. Disciplina: Resistência dos Materiais Unidade I - Tensão Professor: Marcelino Vieira Lopes, Me.Eng. http://profmarcelino.webnode.com/blog/ Referência Bibliográfica Hibbeler, R. C. Resistência de materiais.

Leia mais

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos ANCORAS METALICAS Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de andorinha / Grampo Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de

Leia mais

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra A U A UL LA Corte e dobra Introdução Nesta aula, você vai ter uma visão geral de como são os processos de fabricação por conformação, por meio de estampos de corte e dobra. Inicialmente, veremos os princípios

Leia mais

SDS-MAX SDS-PLUS CINZÉIS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO RESISTÊNCIA GARANTIDA.

SDS-MAX SDS-PLUS CINZÉIS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO RESISTÊNCIA GARANTIDA. CINZÉIS SDS-MAX SDS-PLUS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO www..pt RESISTÊNCIA GARANTIDA. PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO Adquiriu a melhor ferramenta, agora compre o melhor acessório para o seu trabalho

Leia mais

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor 1. Junta de expansão de fole com purga de vapor d água Em juntas de expansão com purga da camisa interna, para

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO 012310/1-0

MEMORIAL DE CÁLCULO 012310/1-0 1 SSC MEMORIAL DE CÁLCULO 012310/1-0 ANDAIME FACHADEIRO CONTRATANTE: Nopin Brasil Equipamentos para Construção Civil Ltda ENDEREÇO: Rodovia RS 122 nº 7470 Pavilhões 10 e 11 95110-310 Caxias do Sul - RS

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

HUS-P 6 / HUS-I 6 Fixação por parafuso para aplicação em lajes de núcleo vazado pré-esforçadas pré-fabricadas

HUS-P 6 / HUS-I 6 Fixação por parafuso para aplicação em lajes de núcleo vazado pré-esforçadas pré-fabricadas HUS-P 6 / HUS-I 6 Fixação por para aplicação pré-esforçadas pré-fabricadas Versão da ancoragem HUS-P 6 Parafuso para betão em aço carbono HUS-I 6 Parafuso para betão em aço carbono com rosca interna M8

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: AIRES, LUMIAR FÊNIX, FÊNIX CONTR PETIT Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o

Leia mais

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo.

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Prof. Milton Fatec Itaquera Prof. Miguel Reale / 2014 Introdução Torneamento Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Tornos Tornos são máquinas-ferramenta que permitem

Leia mais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais 3.1 O ensaio de tração e compressão A resistência de um material depende de sua capacidade de suportar uma carga sem deformação excessiva ou ruptura. Essa

Leia mais

Casas com paredes de concreto Reportagem: Jamila Venturini

Casas com paredes de concreto Reportagem: Jamila Venturini Casas com paredes de concreto Reportagem: Jamila Venturini O sistema de construção com paredes de concreto moldadas in loco permite executar com agilidade e economia obras de grande escala como condomínios,

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: WIND MDF/PLAST. WIND LIGHT MDF/PLAST. COMERCIAL Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 04 Isolamento térmico AQUECIMENTO DE TUBULAÇÕES Motivos Manter em condições de escoamento líquidos de alta viscosidade ou materiais que sejam sólidos

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Buchas Guias Mancais de Deslizamento e Rolamento Buchas Redução de Atrito Anel metálico entre eixos e rodas Eixo desliza dentro da bucha, deve-se utilizar lubrificação.

Leia mais

Blocos de. Absorção de água. Está diretamente relacionada à impermeabilidade dos produtos, ao acréscimo imprevisto de peso à Tabela 1 Dimensões reais

Blocos de. Absorção de água. Está diretamente relacionada à impermeabilidade dos produtos, ao acréscimo imprevisto de peso à Tabela 1 Dimensões reais Blocos de CONCRETO DESCRIÇÃO: Elementos básicos para a composição de alvenaria (estruturais ou de vedação) BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO SIMPLES COMPOSIÇÃO Cimento Portland, Agregados (areia, pedra, etc.)

Leia mais

Sistema epóxi estrutural para ancoragens

Sistema epóxi estrutural para ancoragens Ficha de Produto Edição 08/10/2012 Identificação no: 02 04 02 06 001 0 000030 Sikadur AnchorFix-4 Sistema epóxi estrutural para ancoragens Descrição do Produto Sikadur AnchorFix-4 é um sistema epóxi bicomponente,

Leia mais

Propriedades do Concreto

Propriedades do Concreto Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais Propriedades do Concreto EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Profa. Nívea Pons PROPRIEDADES DO CONCRETO O concreto fresco é assim considerado até

Leia mais

Definições. Armação. Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura.

Definições. Armação. Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura. Definições Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura. Armadura: associação das diversas peças de aço, formando um conjunto para um

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II E ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II MÉTODO EXECUTIVO Cuidados no Recebimento Formas de Instalação

Leia mais

pro-part Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes

pro-part Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Ficha técnica pro-part Perfil decorativo para revestimentos cerâmicos; alternativa à tradicional faixa cerâmica decorativa. Adequados para o remate de esquinas e transições entre ladrilhos cerâmicos. pro-part

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro.

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro. e MANUAL TÉCNICO ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR e ANDAIME TUBULAR Objetivo Estabelecer os procedimentos que devem ser obedecidos na liberação de montagem / desmontagem de andaimes com a finalidade de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 33,de 22 de janeiro de 2004. O PRESIDENTE

Leia mais

MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA

MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA MEMÓRIA DESCRITIVA PÓRTICO METÁLICO COM PONTE GRUA INSTITUTO POLITÉCNICO DE BRAGANÇA! "# $&%(')*&,+ -.,/!0 1 2 23 Índice: 1- Informações gerais sobre o projecto e cálculo...1 2- Tipologia estrutural...2

Leia mais

Soldagem de manutenção II

Soldagem de manutenção II A UU L AL A Soldagem de manutenção II A recuperação de falhas por soldagem inclui o conhecimento dos materiais a serem recuperados e o conhecimento dos materiais e equipamentos de soldagem, bem como o

Leia mais

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira 1 7 FURAÇÃO 7.1 Furadeira A furadeira é a máquina ferramenta empregada, em geral, para abrir furos utilizando-se de uma broca como ferramenta de corte. É considerada uma máquina ferramenta especializada

Leia mais

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções.

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções. Manual de instruções. PORTA DE ABRIR A Atimaky utiliza, na fabricação das janelas, aço galvanizado adquirido diretamente da Usina com tratamento de superfície de ultima geração nanotecnologia (Oxsilan)

Leia mais

Facear Concreto Estrutural I

Facear Concreto Estrutural I 1. ASSUNTOS DA AULA Durabilidade das estruturas, estádios e domínios. 2. CONCEITOS As estruturas de concreto devem ser projetadas e construídas de modo que, quando utilizadas conforme as condições ambientais

Leia mais

Art. n.º Designação do artigo QE QU Preço/QU [EUR]

Art. n.º Designação do artigo QE QU Preço/QU [EUR] Tabela de preços MÜPRO Ancoragens Buchas de bater em aço, galvanizadas 129092 Bucha de bater em aço, M6 x 30 mm galvanizada 100 unid. 0.007 129093 Bucha de bater em aço, M8 x 30 mm galvanizada 0.012 129088

Leia mais

Versão da ancoragem. HUS-H Parafuso para betão em aço carbono. Betão leve autoclavado

Versão da ancoragem. HUS-H Parafuso para betão em aço carbono. Betão leve autoclavado HUS-H Fixação por Versão da ancoragem HUS-H Parafuso para betão em aço carbono Vantagens - Instalação rápida e fácil - Baixas forças de expansão no material base - Instalação através do material a fixar

Leia mais

Chapas de gesso acartonado

Chapas de gesso acartonado VERDE INOVAÇÃO CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL Chapas de gesso acartonado Ideal para paredes, forros, revestimentos e mobiliário fixo. Panel Rey é um Sistema com mais de 25 Anos de Experiência As chapas de gesso

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

Manual para trabalhos em altura.

Manual para trabalhos em altura. Manual para trabalhos em altura. Montagem de andaimes. O trabalho de montagem de andaimes possui características peculiares, pois em geral, os pontos de ancoragem são o próprio andaime, o que requer uma

Leia mais

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Mancais TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Introdução à Mancais O mancal pode ser definido como suporte ou guia em que se apóia o eixo; No ponto

Leia mais

Pedra Natural em Fachadas

Pedra Natural em Fachadas Pedra Natural em Fachadas SELEÇÃO, APLICAÇÃO, PATOLOGIAS E MANUTENÇÃO Real Granito, S.A. Índice Características típicas dos diferentes tipos de Rochas Ensaios para a caracterização de produtos em Pedra

Leia mais

2 Revisão bibliográfica

2 Revisão bibliográfica 2 Revisão bibliográfica Os sistemas de ancoragem para concreto podem ser classificados em duas grandes categorias: sistemas de pré-concretagem, que são posicionados na fôrma antes da concretagem, e os

Leia mais

Grupo 30.24 A - Material de construção

Grupo 30.24 A - Material de construção O catálogo do grupo 30.24 A contém as especificações de material de construção. Os itens que estão destacados com a mesma coloração significam que possuem a mesma descrição, no entanto, possuem diferentes

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA Orçamento Unidade Básica de Saúde - Fronteira Estrutura para o acesso e identificação do

Leia mais

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO Pág.:1 MÁQUINA: MODELO: NÚMERO DE SÉRIE: ANO DE FABRICAÇÃO: O presente manual contém instruções para instalação e operação. Todas as instruções nele contidas devem ser rigorosamente seguidas do que dependem

Leia mais