Fonte: Interfarma, 2008 baseado em dados do World Phamarceutical Market Review 2006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fonte: Interfarma, 2008 baseado em dados do World Phamarceutical Market Review 2006"

Transcrição

1 Oportunidades Fonte: Interfarma, 2008 baseado em dados do World Phamarceutical Market Review 2006

2 Oportunidades Sucesso de P&D da Indústria Farmacêutica COMPETÊNCIAS 34 Especialistas Antagonistas de Cálcio Termos Relacionados: hipertensão arterial, diabetes 154 Especialistas- Estatinas Termos Relacionados: Diabetes, arterosclerose, HDL 41 Especialistas Terapia combinada - Cardiovasculares Termos Relacionados: Hipertensão arterial, diabetes, angiotensina 160 Especialistas - Betabloqueadores Termos Relacionados: Tratamento Insuficiência Cardíaca, Cardiomiopatia 3 Especialistas Inibidores ECA Termos Relacionados: Insuficiência, Cardiomiopatia, Patologia

3 Vendas de Genéricos nas Farmácias Em milhões de Unidades

4 Faturamento do mercado de genéricos em US$ milhões

5 Participação dos Genéricos no total das vendas Em unidades (%) Em dólares (%)

6 Entraves ou Alavancagem ao desenvolvimento do mercado de genéricos Expansão das campanhas de esclarecimentos, como as de criação do mercado em 2000 Classes A e B representam 30% dos que usam genéricos e as classes D e E têm peso de 34% Faixas Etárias de Consumo: 42% dos que têm entre 18 e 30 anos somente 6% dos que têm mais de 60 anos Grande desconhecimento da população a respeito dos aspectos legais que garantem os genéricos no mercado (Bioequivalência) 44% dos profissionais de saúde, de um universo de 55 entrevistados declararam que os genéricos não têm a mesma confiabilidade dos medicamentos de referência Dentre os que confiam, 17% não costumam prescrevê-los Fonte: Valor Análise Setorial Indústria Farmacêutica, 2006

7 Oportunidades Prospecção de Futuros Genéricos no Brasil: Patenteamento

8 Prospecção de Futuros Genéricos na Base Internacional Derwent Innovation Index Patentes Químico Farmacêutico no Mundo Formulação; Formulação & Síntese; Síntese; Patentes Encontradas pela Classificação de Patentes (IPC): C07: Síntese (Química Orgânica) A61K: Formulação (Preparações para Finalidades Médicas, Odontológicas ou Higiênicas)

9 Prospecção de Futuros Genéricos na Base Internacional Derwent Innovation Index Patentes Químico Farmacêutico no Brasil Formulação; 429 Formulação & Síntese; 554 Síntese; 1901 Patentes Encontradas pela Classificação de Patentes (IPC): C07: Síntese (Química Orgânica) A61K: Formulação (Preparações para Finalidades Médicas, Odontológicas ou Higiênicas) Obs.: Referente à Patentes Internacionais com Depósito no Brasil

10 Classificação A61K - PREPARATIONS FOR MEDICAL, DENTAL, OR TOILET PURPOSES

11 Exercício Expandindo e Refinando a Classificação no Foco: A61K - Formulação (Preparações para Finalidades Médicas, Odontológicas ou Higiênicas) A61K Preparações para Finalidades Médicas com Ingredientes Ativos Orgânicos A61K Preparações para Finalidades Médicas com Ingredientes Ativos Inorgânicos A61K Preparações para Finalidades Médicas com Produtos de Constituição Indeterminada A61K Preparações para Finalidades Médicas com Peptídeos

12 Exercício Mundo : 1991: Formulação (A61K) & Síntese (C07) patentes A61K focado (31, 33, 35 e 38) + C07 (Síntese) patentes Brasil (a partir de depósitos internacionais ): 1991): Formulação (A61K) & Síntese (C07) 554 patentes A61K focado (31, 33, 35 e 38) + C07 (Síntese) 445 patentes

13 Intensificando o Refinamento Brasil (a partir de depósitos internacionais ): 1991): A61K focado (31, 33, 35 e 38) + C patentes Considerando Classificação Prioritária* como A61K focado (31, 33, 35 e 38) 175 patentes *Primeira Classificação dentre A61K focado (31, 33, 35 e 38) ou secundária após A61K-000

14 Análise das 175 Patentes Empresas Considerando fusões de atuais DEPOSITANTES PATENTES PFIZER INC 12 HOECHST AG 10 ELF SANOFI 10 ISIS PHARM INC 6 AMERICAN HOME PROD CORP 5 BEECHAM GROUP LTD 4 GLAXO WELLCOME INC 4 LILLY & CO ELI 4 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH 3 HOECHST MARION ROUSSEL INC 2 SMITHKLINE BEECHAM CORP 2 ASTRA AB 2 ZENECA LTD 2 ROUSSEL-UCLAF 1 SMITH KLINE FRENCH LAB 1 BOEHRINGER INGELHEIM ITALIA 1 ROUSSEL-UCLAF 1 HOECHST MARION ROUSSEL INC - 2 HOECHST AG - 10 HOECHST MARION ROUSSEL INC (HMRI) 13 BEECHAM GROUP LTD 4 SMITH KLINE FRENCH LAB 1 SMITHKLINE BEECHAM CORP 2 SMITHKLINE BEECHAM CORP 7 ASTRA AB 2 ZENECA LTD 2 ASTRAZENECA AB 4 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH 3 BOEHRINGER INGELHEIM ITALIA 1 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH 4 PATENTES DEPOSITANTES 13 HOECHST MARION ROUSSEL INC 12 PFIZER INC 10 ELF SANOFI 6 ISIS PHARM INC 5 AMERICAN HOME PROD CORP 4 ASTRAZENECA 4 BEECHAM GROUP PLC 4 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH 4 GLAXO WELLCOME INC 4 LILLY & CO ELI 4 SMITHKLINE BECKMAN CORP Empresas que apresentam acima de 4 depósitos de patente no período: TOTAL: 69 Patentes

15 Análise das 175 Patentes ROUSSEL-UCLAF (ROUS) 1 HOECHST MARION ROUSSEL INC (HMRI) 2 HOECHST AG (FARH) - 10 HOECHST MARION ROUSSEL INC (HMRI) 13 BEECHAM GROUP LTD (BEEC) 4 SMITH KLINE FRENCH LAB (SMIK) 1 SMITHKLINE BEECHAM CORP (SMIK) 2 SMITHKLINE BEECHAM CORP (SMIK) 7 ASTRA AB (ASTR) 2 ZENECA LTD (ZENE) 2 ASTRAZENECA AB (ASTR) 4 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH (BOEH) 3 BOEHRINGER INGELHEIM ITALIA (BOEH) 1 BOEHRINGER INGELHEIM GMBH (BOEH) 4

16 69 patentes no Brasil As 69 patentes depositadas no mundo no período de 1989 a 1991, compreende dois subconjuntos depositadas no Brasil: 32 Patentes depositadas anteriormente à Lei ( ) 1989 Nenhuma Patente patentes 37 Patentes depositadas após à Lei (após 1996)

17 Patentes Internacionais da Hoechst depositadas também no Brasil Patentes depositadas anteriormente à Lei ( ) 37 Patentes depositadas após à Lei (após 1996)

18 Patentes da Hoechst

19 Patentes Internacionais da Hoechst depositadas também no Brasil Título New retro:virus protease-inhibiting oligopeptide derivs. - for treatment of retro-viral infection e.g. AIDS Anticancer drug containing new and known isoxazole-4-carboxamide(s) - and hydroxy:alkylidene cyano:acetamide(s), also useful for treating rheumatic diseases N'N'-di:(nitroxyalkyl) pyridine-2,4- and -2,5-di:carboxamide derivs. - used as proline and lysine hydroxylase inhibitors for use a immuno:suppressive, fibro-suppressive and collagen biosynthesis inhibitors New imidazole-sulphonamide and sulphonic acid derivs. derivs. - used to treat e.g. micro-circulation disorders, inflammatory muscle conditions and thrombosis and to inhibit cancer metastasis New hydantoin derivs. that inhibit thrombocyte aggregation - for treating thrombosis and re-occlusion during heart infarction, and for preventing arteriosclerosis and cancer Prepn. of new 3,5-disubstituted 2-isoxazoline(s) and isoxazole(s) - useful as N-methyl-D-asparaginase receptor antagonists for treating stroke New 9-tri:methyl furano-(3,4-j) (1,2)-benzo:dioxepin derivs. - have antimalarial and antiviral activity New oxalyl-amino acid derivs. - useful as reversible inhibitors of prolyl-hydroxylase in treatment of e.g. atherosclerosis, and as immunosuppressant New 8-aza:bi:cyclo (3.2.1)octyl:alkyl-4-thiazolidinone derivs. - block apomorphine induced climbing in mammals, used for treating psychoses New 1,2-di:amino-indane derivs. - useful as analgesics, antiarrhythmic agents, diuretics and anti-ischaemic agents. pós Lei (1996) New 3-alkyl- or phenylsulphonyl benzoyl guanidine derivs. - useful as antiarrhythmic agents, and in the treatment of cancer and cerebral edema. pós Lei (1996) New and known benzopyran-4-one derivs. - for use in kinase inhibitors, esp. antitumour agents. pós Lei (1996) N-(aryloxy-alkyl)-hetero:aryl-piperidine(s) and piperazine(s) - used as antipsychotic and/or analgesic medicaments. pós Lei (1996)

20 Patentes da Hoechst no Brasil Número de Patente Número do Pedido Título Status BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI BR A PI COMPOSTO, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO, SUA APLICAÇÃO E COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA AMIDAS DE ÁCIDO ISOXAZOL-4-CARBOXÍLICO E AMIDAS DE ÁCIDO HIDROXIALQUILIDENO-CIANOACÉTICO, MEDICAMENTOS CONTENDO ESTES COMPOSTOS E SUA APLICAÇÃO APLICAÇÃO DE DI-(NITROXIALQUIL)AMIDAS DE ÁCIDO PIRIDINO-2,4- E -2,5-DICARBOXÍLICO, COMPOSTOS, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO, MEDICAMENTOS E PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO COMPOSTOS DE IMIDAZOL, AMIDA DE ÁCIDO N-(2-MORFOLINOETIL)- 1-METIL-2-IMIDAZOLSULFÔNICO, PROCESSO PARA A PREPARAÇÃO DE COMPOSTOS, MEDICAMENTOS, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO, APLICAÇÃO Indeferido Indeferido Arquivado Arquivado As patentes da Hoechst depositadas no Brasil de 1990 a 1991 foram indeferidas ou arquivadas. Fonte: INPI COMPOSTO, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO, SUAS APLICAÇÕES, E PREPARADO FARMACÊUTICO COMPOSTO, PROCESSO PARA SUA OBTENÇÃO, MEDICAMENTO, PROCESSO PARA SUA OBTENÇÃO, E UTILIZAÇÃO DE TAL COMPOSTO COMPOSTOS, PROCESSO PARA SUA PRODUÇÃO, PRODUTO FARMACÊUTICO, PROCESSO PARA SUA PRODUÇÃO, APLICAÇÃO DOS DITOS COMPOSTOS, E PROCESSOS PARA TRATAMENTO DE MALÁRIA E DOENÇAS VIRÓTICAS DERIVADOS DE OXALIL-AMINOÁCIDO, MEDICAENTO E UTILIZAÇÃO DESSES DERIVADOS COMPOSTO, COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA, APLICAÇÃO DO REFERIDO COMPOSTO E PROCESSO PARA A PREPARAÇÃO DO REFERIDO COMPOSTO Arquivado Arquivado Arquivado Indeferido Arquivado

21 Patentes da Hoechst no Brasil pós Lei (1996) Número de Patente Número do Pedido Título Status BR A3 PI BR A3 PI BR A3 PI BR A3 PI BR A3 PI NOVOS COMPOSTOS OTICAMENTE ATIVOS DERIVADOS DO INDANO, SUA APLICAÇÃO COMO MEDICAMENTOS E AS COMPOSIÇÕES FARMACÊUTICAS QUE OS CONTÊM BENZOILGUANIDINAS, PROCESSO PARA A SUA PREPARAÇÃO, A SUA UTILIZAÇÃO COMO MEDICAMENTO, BEM COMO UMA COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA QUE AS CONTÉM HETEROARILPIPERIDINAS, PIRROLIDINAS E PIPERAZINAS E SEU USO COMO ANTIPSICÓTICOS E ANALÉTICOS EMPREGO DE DERIVADOS DE 4H-1- BENZOPIRAN-4-ONA, NOVOS DERIVADOS DE 4H-1-BENZOPIRAN-4-ONA E MEDICAMENTOS CONTENDO OS MESMOS (4-HETEROARIL)-1-[2,3-DIHIDRO-1H-ISOINDOL- 2-IL) ALQUIL] PIPERAZINAS E COMPOSTOS RELACIONADOS E UTILIDADE TERAPÊUTICA DOS MESMOS Arquivado Deferido Deferido Indeferido Deferido As patentes da Hoechst de que foram depositadas no Brasil após 1996 foram em sua maioria deferidas. Fonte: INPI

22 Patentes Pfizer

23 Patentes da Pfizer New 1-substd.-3-di:phenyl:methyl-pyrrolidine derivs. - useful as muscarinic receptor antagonists, useful for treating e.g. irritable bowel syndrome. Título New 2-(8-azabicyclo(3.2.1)oct-8-yl)-alkanol(s) - for treating CNS degenerative diseases such as parkinson's, huntington's and alzheimer's disease and stroke. New 2-pyrimidyl or pyridyl-octa:hydro-1h- pyrido(1,2-a)pyrazine derivs - useful as antidepressant and anxiolytic agents. New 3-amino:piperidine(s) are related N-contg. heterocycles - are substance P-antagonists for treating inflammatory, vascular, CNS, immune and rheumatic disorders. New 3-piperidino-4-hydroxy:chroman derivs. - are used to treat cns disorders e.g. stroke, alzheimer's parkinson's and Huntington's diseases. New 5-(1-hydroxy-2-piperidinopropyl)2-(1H,3H)-indolone derivs. - used in treatment of stroke, traumatic brain injury and degenerative CNS disorders. New aza:bi:cyclo:quinolone carboxylic acids - having antibacterial activity, used to treat bacterial infections, partic. of gram-positive strains. New lipoxygenase inhibiting hydroxamic acid and N-hydroxy:urea derivs - used for treating inflammatory conditions, allergies, cardiovascular diseases, skin disorders and rheumatoid arthritis etc.. New phenyl-imidazo (4,5-c) pyridine derivs. - as PAF and LTD4 antagonists for treatment of asthma, arthritis, inflammation, etc.. New prostaglandin H2 synthase inhibiting aza-oxa-indole derivs. - for treating asthma, bronchitis, pulmonary hypertension and hypoxia, arthritis, inflammatory bowel disease, and cardiovascular spasm, etc.. New tri:cyclic amine cholinesterase inhibitors - used to treat or prevent dementia or alzheimer's disease. Synergistic treatment of hypertension and congestive heart failure - by co-administration of renin- and angiotensin converting enzymeinhibitors and angiotensin antagonist.

24 Patentes da Pfizer no Brasil Número de Patente Número do Pedido Título Status BR A PI COMPOSTO, ISÓTOPO RADIOATIVO DO MESMO, COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA, MÉTODO DE TRATAMENTO OU PREVENÇÃO DE ESTADOS DE MAMÍFEROS Indeferido BR A PI DERIVADOS DE AZAOXINDOLE, COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA E PROCESSO PARA O TRATAMENTO DE MAMÍFEROS Indeferido BR A PI COMPOSTO Indeferido BR A PI COMPOSTO, COMPOSIÇÃO FARMACÊUTICA, MÉTODO PARA INIBIÇÃO DE COLINESTERASE EM UM MAMÍFERO E MÉTODO PARA MELHORAR A MEMÓRIA OU TRATAR OU PREVENIR A DOENÇA DE ALZHEIMER Indeferido BR A PI ÁCIDOS E N-HIDROXIURÉIAS ANTI-INFLAMATÓRIAS Indeferido BR A PI INDOLONA NEUROPROTETORA E DERIVADOS CORRELATOS Indeferido BR A PI IMIDAZO(4,5-C) PIRIDINAS COM ATIVIDADE ANTAGONISTA AO PAF Indeferido BR A PI PROCESSO PARA SE CONSEGUIR UM EFEITO TERAPÊUTICO SINERGÍSTICO EM UM MAMÍFERO E COMPOSIÇÕES TERAPÊUTICAS Indeferido As patentes da Pfizer depositadas no Brasil de 1990 a 1991 foram indeferidas. Fonte: INPI

25 Patentes da Pfizer no Brasil após Lei (1996) Número de Patente Número do Pedido Título Status BR A3 PI DERIVADOS DE PIRROLIDINA Deferido BR A3 PI Acidos carboxílicos de azabiciclo quinolona e naftiridinona Deferido* BR A3 PI AGENTES ANSIOLÍTICOS BIS-AZA-BICÍCLICOS Extinto BR A3 PI DERIVADOS DE NORTROPIL-1-ALCANOL COMO AGENTES ANTIISQUÊMICOS Deferido As patentes da Hoechst de que foram depositadas no Brasil após 1996 foram em sua maioria deferidas, porém com uma extinção por renúncia. *Obs.:válida até 2009 por determinação da justiça Fonte: INPI

PI S NÃO ANUÍDOS PELA ANVISA

PI S NÃO ANUÍDOS PELA ANVISA PI S NÃO ANUÍDOS PELA ANVISA Processos Decididos Após a Inversão De Fluxo Determinada Pelo Relatório Final Apresentado Pelo Grupo De Trabalho Interministerial Constituído Pela Portaria Interministerial

Leia mais

Patentes San a ofi Si S s i t s em e a m d e e I n I f n o f rm r a m ção s o s br b e r e a I n I d n ús ú t s ri r a i Qu í Qu m í i m c i a

Patentes San a ofi Si S s i t s em e a m d e e I n I f n o f rm r a m ção s o s br b e r e a I n I d n ús ú t s ri r a i Qu í Qu m í i m c i a Patentes Sanofi Patentes Sanofi 1989-1991 Título New 2-acylamino-thiazole derivs. - cholecystokinin and gastrin antagonists useful in treatment of irritable bowel syndrome, gastric ulcers dyskinesia and

Leia mais

Brasil é reconhecido por...

Brasil é reconhecido por... Brasil é reconhecido por... Fonte: Pesquisa Industrial Anual (IBGE); Sistema Alice (MDIC); Elaboração própria Fonte: Pesquisa Industrial Anual (IBGE); Sistema Alice (MDIC); Elaboração própria Fonte: Pesquisa

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr. Eduardo Tavares Vianna Juiz de Direito de Coronel Fabriciano 0060337-30.2014.8.13.0194 DATA 04 de agosto de 2014 SOLICITAÇÃO Senhor (a) Diretor

Leia mais

3. Visão Geral do Mercado Farmacêutico

3. Visão Geral do Mercado Farmacêutico 3. Visão Geral do Mercado Farmacêutico 3.1. Introdução A saúde, estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas ausência de enfermidade, é uma das necessidades básicas da espécie humana.

Leia mais

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004.

Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Artigo comentado por: Dr. Carlos Alberto Machado Prevalência, Conhecimento, Tratamento e Controle da Hipertensão em Adultos dos Estados Unidos, 1999 a 2004. Kwok Leung Ong, Bernard M. Y. Cheung, Yu Bun

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Técnica N 23/2012 Brasília, maio de 2012. Princípio Ativo: cloridrato de memantina. Nomes Comerciais 1 : Ebix,Clomenac,Heimer,Zider,Alois. Medicamento de Referência: Ebix. Medicamentos Similares:

Leia mais

PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA DOS MEDICAMENTOS PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Prof. Pedro Rolim PANORAMA

Leia mais

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Disciplina: Farmacologia Curso: Enfermagem TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Professora: Ms. Fernanda Cristina Ferrari Controle da Pressão Arterial Sistêmica Controle Neural estimulação dos

Leia mais

COMO PREVENIR A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA

COMO PREVENIR A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA COMO PREVENIR A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA HOW TO PREVENT CONGESTIVE CARDIAC INSUFFICIENCY Autores : Wilson Coelho Pereira Filho * André Luis Marassi ** Bruno Augusto Goulart Campos ** Frederico

Leia mais

Ao longo da década de 90, Pfizer ampliou sua presença na Ásia oriental com a construção de uma planta farmacêutica em Dalian (China), reintroduziu-se

Ao longo da década de 90, Pfizer ampliou sua presença na Ásia oriental com a construção de uma planta farmacêutica em Dalian (China), reintroduziu-se PFIZER INC. A Pfizer é uma empresa de origem norte-americana que pesquisa, desenvolve, produz e comercializa produtos nas áreas de saúde humana e animal e de consumo. Possui 100 unidades industriais espalhadas

Leia mais

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS Porção de 100g (1/2 copo) Quantidade por porção g %VD(*) Valor Energético (kcal) 64 3,20 Carboidratos 14,20 4,73 Proteínas 1,30 1,73 Gorduras

Leia mais

Promoção da Atividade Física e Saúde na Empresa

Promoção da Atividade Física e Saúde na Empresa Simpósio Internacional de Pesquisa em estilos de vida e saúde Minicurso-1 Promoção da Atividade Física e Saúde na Empresa Profa. Dra. Priscila M Nakamura Profa.Dra. Caroline de O Martins Profa.Dra. Elusa

Leia mais

Gerson Rosenberg 2 Maria da Graça Derengowski Fonseca 3 Luiz Antonio d Avila 4. Resumo

Gerson Rosenberg 2 Maria da Graça Derengowski Fonseca 3 Luiz Antonio d Avila 4. Resumo Análise comparativa da concentração industrial e de turnover da indústria farmacêutica no Brasil para os segmentos de medicamentos de marca e genéricos 1 Gerson Rosenberg 2 Maria da Graça Derengowski Fonseca

Leia mais

Relatório COMPLEXO DA SAÚDE INDÚSTRIA FARMACÊUTICA. Acompanhamento. Setorial VOLUME I. Agosto Junho de 2008

Relatório COMPLEXO DA SAÚDE INDÚSTRIA FARMACÊUTICA. Acompanhamento. Setorial VOLUME I. Agosto Junho de 2008 Relatório de Acompanhamento Setorial COMPLEXO DA SAÚDE INDÚSTRIA FARMACÊUTICA VOLUME I Agosto Junho de 2008 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SETORIAL COMPLEXO DA SAÚDE INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Volume I Equipe:

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina

RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina SOLICITANTE Dra. Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira. Juiza de Direito NÚMERO DO PROCESSO 13 007501-7 DATA 07/11/2013

Leia mais

Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio

Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio Prevenção da Angina e do Infarto do Miocárdio A doença arterial coronária (DAC) é a causa mais freqüentes de mortalidade na América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia. Desde 1980, no entanto,

Leia mais

Patentes na Indústria Farmacêutica

Patentes na Indústria Farmacêutica Patentes na Indústria Farmacêutica 1. PATENTES 2. O MERCADO FARMACÊUTICO 3. COMPETIVIDADE DO SETOR 4. A IMPORTÂNCIA DAS PATENTES NO MERCADO FARMACÊUTICO PATENTES PATENTES Definiçã ção o ( LEI 9.279 DE

Leia mais

Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas

Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas As doenças crónicas não transmissíveis são responsáveis por 63% das causas de morte no mundo Fonte: WHO; Global status report on noncommunicable diseases, 2010 O

Leia mais

A Urgência de Centros de Pesquisa Pré-Clínica e Clínica

A Urgência de Centros de Pesquisa Pré-Clínica e Clínica Complexo Econômico-Industrial de Saúde Em Busca de Uma Articulação entre Inovação, Acesso e Desenvolvimento Industrial. Infra-Estrutura de Inovação no Brasil: A Urgência de Centros de Pesquisa Pré-Clínica

Leia mais

3ª Oficina do Observatório Tecnológico em Saúde Oncológicos Parceria FIOCRUZ-INPI Apoio INCA. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2016

3ª Oficina do Observatório Tecnológico em Saúde Oncológicos Parceria FIOCRUZ-INPI Apoio INCA. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2016 3ª Oficina do Observatório Tecnológico em Saúde Oncológicos Parceria FIOCRUZ-INPI Apoio INCA Rio de Janeiro, 27 de abril de 2016 Roteiro Introdução (importância da parceria) Contextualização (motivação

Leia mais

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X) SAÚDE

Leia mais

O uso da informação tecnológica como ferramenta em estudos de infometria

O uso da informação tecnológica como ferramenta em estudos de infometria Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cienciometria, Rio de Janeiro, 2008 O uso da informação tecnológica como ferramenta em estudos de infometria Rita Pinheiro-Machado Coordenadora da Academia de Propriedade

Leia mais

Protocolo de Dor Torácica / Doença Arterial Coronariana (DAC)

Protocolo de Dor Torácica / Doença Arterial Coronariana (DAC) Protocolo de Dor Torácica / Doença Arterial Coronariana (DAC) 1 - Epidemiologia No Brasil, as doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de mortalidade. Calcula-se que existam 900.000

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

MAPEAMENTO DE TECNOLOGIAS PATENTEÁVEIS COM O USO DA HECOGENINA MONITAING OF THE PATENT TECHNOLOGIES OF HECOGENIN. maiserafini@hotmail.

MAPEAMENTO DE TECNOLOGIAS PATENTEÁVEIS COM O USO DA HECOGENINA MONITAING OF THE PATENT TECHNOLOGIES OF HECOGENIN. maiserafini@hotmail. MAPEAMENTO DE TECNOLOGIAS PATENTEÁVEIS COM O USO DA HECOGENINA MONITAING OF THE PATENT TECHNOLOGIES OF HECOGENIN Mairim Russo Serafini 1 ; Jullyana de Souza Siqueira Quintans 2, Ângelo Roberto Antoniolli

Leia mais

Sumário. Data: 19/11/2013 NTRR 224/2013. Medicamento X Material Procedimento Cobertura

Sumário. Data: 19/11/2013 NTRR 224/2013. Medicamento X Material Procedimento Cobertura NTRR 224/2013 Solicitante: Dr. João Batista Simeão da Silva Comarca de Bom Despacho Minas Gerais Data: 19/11/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Número do processo: 0035442-11.2013.8.13.0074

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 853, DE 2003 (Do Sr. JOSÉ DIVINO) Dispõe sobre o teor máximo permitido de Alcatrão, Nicotina e Monóxido de Carbono (CO) por cigarro produzido e consumido em todo território Nacional.

Leia mais

Mudanças recentes no mercado farmacêutico. Recent changes in the pharmaceutical market. Revista da FAE. Resumo. Abstract

Mudanças recentes no mercado farmacêutico. Recent changes in the pharmaceutical market. Revista da FAE. Resumo. Abstract Revista da FAE Mudanças recentes no mercado farmacêutico Recent changes in the pharmaceutical market Lucídio Cristóvão Fardelone* Bruna Angela Branchi** Resumo A indústria farmacêutica brasileira está

Leia mais

PROGRAMA CIENTÍFICO FEV 13:00 14:00 15:30. ABERTURA DAS EXPOSIÇÕES: Técnica, Científica e Cultural SIMPÓSIO BAYER 16:30 17:30

PROGRAMA CIENTÍFICO FEV 13:00 14:00 15:30. ABERTURA DAS EXPOSIÇÕES: Técnica, Científica e Cultural SIMPÓSIO BAYER 16:30 17:30 PROGRAMA CIENTÍFICO 17 QUINTA-FEIRA 13:00 Abertura do Secretariado Secretary Opening 14:00 COMUNICAÇÕES POSTERS POSTER SESSION SALAS NEPTUNO PÉGASO GÉMINI 15:30 ABERTURA DAS EXPOSIÇÕES: Técnica, Científica

Leia mais

As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos

As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos Seminário As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos Dando sequência a quatro seminários em 2011 sobre patentes e inovação, o Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Câmara dos

Leia mais

Receita de sucesso. Três anos após a efetiva adoção BALANÇO DE TRÊS ANOS MOSTRA QUE GENÉRICOS VIERAM PARA FICAR, MAS É PRECISO CONSOLIDAR CONQUISTAS

Receita de sucesso. Três anos após a efetiva adoção BALANÇO DE TRÊS ANOS MOSTRA QUE GENÉRICOS VIERAM PARA FICAR, MAS É PRECISO CONSOLIDAR CONQUISTAS CIÊNCIA SAÚDE Receita de sucesso BALANÇO DE TRÊS ANOS MOSTRA QUE GENÉRICOS VIERAM PARA FICAR, MAS É PRECISO CONSOLIDAR CONQUISTAS Três anos após a efetiva adoção no país, os genéricos atendem a mais de

Leia mais

Campanha Tratar a Pressão Alta é um ato de Fé na Vida

Campanha Tratar a Pressão Alta é um ato de Fé na Vida Campanha Tratar a Pressão Alta é um ato de Fé na Vida Organização Sociedade Brasileira de Hipertensão Categoria Relações Pública e Terceiro Setor Profissional Responsável Fernanda Dabori 1. Contexto da

Leia mais

Consumo de medicamentos em patologias seleccionadas

Consumo de medicamentos em patologias seleccionadas MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO Consumo de medicamentos em patologias seleccionadas O objectivo do presente estudo, produzido com contributos dos Gabinetes do Ministro da Saúde e do Secretário

Leia mais

3 MERCADO FARMACÊUTICO BRASILEIRO

3 MERCADO FARMACÊUTICO BRASILEIRO 3 MERCADO FARMACÊUTICO BRASILEIRO 3.1 Panorama Geral do Setor A indústria farmacêutica representa 33% da produção mundial de químicos, o que constitui cerca de US$ 280 bilhões. A distribuição por origem

Leia mais

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98 IX ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA DA SAÚDE DA ABRES Utilização de Serviços em uma Operadora de Plano de Saúde que Desenvolve Programas de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças Cardiovasculares Danielle

Leia mais

2013 Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial ABDI Qualquer parte desta obra pode ser reproduzida, desde que seja citada a fonte.

2013 Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial ABDI Qualquer parte desta obra pode ser reproduzida, desde que seja citada a fonte. 2013 Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial ABDI Qualquer parte desta obra pode ser reproduzida, desde que seja citada a fonte. Supervisão Maria Luisa Campos Machado Leal - ABDI Equipe Técnica

Leia mais

Indústria Farmacêutica e Farmoquímica

Indústria Farmacêutica e Farmoquímica Capa Indústria Farmacêutica e Farmoquímica A indústria farmacêutica mundial é composta por mais de 10 mil empresas. A cadeia farmacêutica tem se destacado como uma das mais inovadoras entre os setores

Leia mais

Tecnologias para doenças hipertensivas

Tecnologias para doenças hipertensivas Centro de Disseminação da Informação Tecnológica - Cedin Radar Tecnológico - Patentes Tecnologias para doenças hipertensivas Tecnologias para doenças hipertensivas Rio de Janeiro Agosto / 2014 Instituto

Leia mais

Apresentação Biominas. Capital Empreendedor e Oportunidades em Biotecnologia. Eduardo Emrich Soares Diretor Presidente Fundação Biominas

Apresentação Biominas. Capital Empreendedor e Oportunidades em Biotecnologia. Eduardo Emrich Soares Diretor Presidente Fundação Biominas Apresentação Biominas Capital Empreendedor e Oportunidades em Biotecnologia Eduardo Emrich Soares Diretor Presidente Fundação Biominas 1 Capital Semente 2 Estágios das Empresas + Receita com Vendas e Fluxo

Leia mais

VII REPICT ANPROTEC - II WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL

VII REPICT ANPROTEC - II WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL VII REPICT ANPROTEC - II WORKSHOP DE PROPRIEDADE INTELECTUAL A PATENTE COMO FONTE DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA PARA AS EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA - INOVAÇÃO 2004 - PARTE I e PARTE II Leila da Luz Lima Cabral

Leia mais

OBTENHA UM RAIO X DOS SEUS KOL

OBTENHA UM RAIO X DOS SEUS KOL OBTENHA UM RAIO X DOS SEUS KOL RAIO X DE UM KOL Classe Terapêutica Dr.: Clínica Médica SP: Especialidade Cancerologia - Oncologia Bela Vista - São Paulo A FAVOR MEDICAMENTOS LABORATÓRIOS TERAPIAS Morfina

Leia mais

MUDANÇAS NO MERCADO BRASILEIRO PARA O TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL INTERCORRENTES DA QUEBRA DA PATENTE DO CITRATO DE SILDENAFILA (Viagra )

MUDANÇAS NO MERCADO BRASILEIRO PARA O TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL INTERCORRENTES DA QUEBRA DA PATENTE DO CITRATO DE SILDENAFILA (Viagra ) MUDANÇAS NO MERCADO BRASILEIRO PARA O TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL INTERCORRENTES DA QUEBRA DA PATENTE DO CITRATO DE SILDENAFILA (Viagra ) Luiz Marques Campelo 1, Marcelo Gurgel Carlos da Silva 1, Maria

Leia mais

Hoje 10:00 às 11:30: Parceria entre Academia e Indústria para o Desenvolvimento de Novos Medicamentos no Brasil

Hoje 10:00 às 11:30: Parceria entre Academia e Indústria para o Desenvolvimento de Novos Medicamentos no Brasil Curso III Prof. Dr. Eduardo Pagani Médico (USP), Mestre (UNIFESP), Doutor (USP) Gerente de Pesquisa Clínica do Lab. Cristália Diretor de Educação da SOBRAFITO Hoje 10:00 às 11:30: Parceria entre Academia

Leia mais

DCI Nome de fantasia Dosagem Forma farmacêutica. Kemény kapszula. Capsules

DCI Nome de fantasia Dosagem Forma farmacêutica. Kemény kapszula. Capsules Anexo I Lista dos nomes, formas farmacêuticas, dosagens dos medicamentos, vias de administração, titulares das autorizações de introdução no mercado nos estados-membros 1 Estado- Membro UE/EEE Áustria

Leia mais

O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP. Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP

O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP. Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP Potenciais Conflitos de Interesse Resolução CFM nº 1.595/2000

Leia mais

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas

Linha de Cuidado da Obesidade. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Linha de Cuidado da Obesidade Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas Evolução do excesso de peso e obesidade em adultos 0,8% (1.550.993) da população apresenta obesidade grave 1,14% das

Leia mais

Como se insere a Farmacologia?

Como se insere a Farmacologia? Seminário sobre Formação de RH para CT&I: A Formação em Farmácia - Perspectivas e necessidades na área de Medicamentos Novas Drogas e Patentes Como se insere a Farmacologia? Giles Alexander Rae (UFSC)

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 1.922, DE 1999 Inclui a invenção de medicamentos para prevenção e tratamento da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida SIDA/AIDS e de seu processo

Leia mais

Ácido nicotínico 250 mg, comprimido de liberação Atorvastatina 20 mg, comprimido; Bezafibrato 400 mg, comprimido; Pravastatina 20 mg, comprimido;

Ácido nicotínico 250 mg, comprimido de liberação Atorvastatina 20 mg, comprimido; Bezafibrato 400 mg, comprimido; Pravastatina 20 mg, comprimido; DISLIPIDEMIA PARA A PREVENÇÃO DE EVENTOS CARDIOVASCULARES E PANCREATITE (CID 10: E78.0; E78.1; E78.2; E78.3; E78.4; E78.5; E78.6; E78.8) 1. Medicamentos Hipolipemiantes 1.1. Estatinas 1.2. Fibratos Atorvastatina

Leia mais

PRINCIPAIS MERCADOS DE ESPECIALIDADES FARMACÊUTICAS(P OR PAÍS)* US$ BILHÕES

PRINCIPAIS MERCADOS DE ESPECIALIDADES FARMACÊUTICAS(P OR PAÍS)* US$ BILHÕES PRINCIPAIS MERCADOS DE ESPECIALIDADES FARMACÊUTICAS(P OR PAÍS)* US$ BILHÕES Estados Unidos 150 Japão 58 Alemanha 17 França 16 Italia 11 Reino Unido 11 Canadá 6 Espanha 6 México 5,6 Brasil 5,4 PRINCIPAIS

Leia mais

MEDICAMENTOS SIMILARES

MEDICAMENTOS SIMILARES MEDICAMENTOS SIMILARES Fica assegurado o direito de registro de medicamentos similares a outros já registrados, desde que satisfaçam as exigências estabelecidas nesta Lei. (Art. 21 da Lei 6360/76) MEDICAMENTOS

Leia mais

Identificar como funciona o sistema de gestão da rede (espaços de pactuação colegiado de gestão, PPI, CIR, CIB, entre outros);

Identificar como funciona o sistema de gestão da rede (espaços de pactuação colegiado de gestão, PPI, CIR, CIB, entre outros); ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PLANO DE AÇÃO REGIONAL DAS LINHAS DE CUIDADO DAS PESSOAS COM HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA, COM DIABETES MELLITUS E/OU EXCESSO DE PESO NO CONTEXTO DA REDE DE ATENÇÃO

Leia mais

ÓLEO DE CHIA REGISTRO:

ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Ficha técnica ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Registro no M.S. nº 6.5204.0100.001-9 CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171286926 EMBALAGEM: Plástica, metálica e vidro. APRESENTAÇÃO COMERCIALIZADA: Embalagem de lata metálica

Leia mais

Doenças Crônicas. uma nova transição. Paulo A. Lotufo. FMUSP Coordenador do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica da USP

Doenças Crônicas. uma nova transição. Paulo A. Lotufo. FMUSP Coordenador do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica da USP Doenças Crônicas uma nova transição Paulo A. Lotufo Professor Titular de Clínica Médica FMUSP Coordenador do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica da USP esclarecimentos O termo doença crônica pode

Leia mais

CALENDÁRIO DA SAÚDE JANEIRO

CALENDÁRIO DA SAÚDE JANEIRO JANEIRO 02 - Dia do Sanitarista 04 - Dia do Hemofílico 14 - Dia do Enfermo 19 - Dia do Terapeuta Ocupacional 20 - Dia do Farmacêutico 24 - Dia Mundial do Hanseniano FEVEREIRO 05 - Dia Estadual do Médico

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

Sumário. Data: 17/12/2012

Sumário. Data: 17/12/2012 Nota Técnica: 53 /2012 Solicitante: Des. Vanessa Verdolim Hudson Andrade 1ª Câmara Cível TJMG Numeração: 1.0439.12.014415-9/001 Data: 17/12/2012 Medicamento Material X Procedimento Cobertura TEMA: Uso

Leia mais

Epidemiologia DIABETES MELLITUS

Epidemiologia DIABETES MELLITUS Epidemiologia DIABETES MELLITUS 300 milhões / mundo ( 5,9% população adulta) / Brasil : > 10 milhões Aumento progressivo : Longevidade, Síndrome metabólica Mortalidade anual : 3,8 milhões AVC, IAM... Amputação

Leia mais

4º Congresso Internacional dos Hospitais. Reposicionamento do Hospital no contexto da saúde

4º Congresso Internacional dos Hospitais. Reposicionamento do Hospital no contexto da saúde 4º Congresso Internacional dos Hospitais Reposicionamento do Hospital no contexto da saúde Impacto dos grupos de doenças por regiões 60% das mortes são relacionadas com as DCN The top-10 leading causes

Leia mais

DESAFIOS e RUMOS. da Saúde Suplementar

DESAFIOS e RUMOS. da Saúde Suplementar e RUMOS da Saúde Suplementar Perspectivas de Saúde Suplementar Na visão de uma Seguradora Especializada Operadoras O Mercado de Saúde Suplementar Modalidade Qtde. Beneficiários (%) Receita (%) Despesa

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CEFET/RJ

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CEFET/RJ CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CEFET/RJ DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA DISSERTAÇÃO PROTEÇÃO PATENTÁRIA DE

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2008

PROJETO DE LEI N o, DE 2008 PROJETO DE LEI N o, DE 2008 (Do Srs. Paulo Teixeira e Dr. Rosinha) Acrescenta incisos ao art. 10 da Lei n 9.279, de 14 de maio de 1996, que regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial.

Leia mais

Farmácias: Estratégia e Diferenciação

Farmácias: Estratégia e Diferenciação Seminário GVcev Farmácias: Estratégia e Diferenciação Evolução e Tendências do Mercado de Farmácias Paulo Paiva IMS Health do Brasil Brasil Retail Market 2 O mercado vive hoje um bom momento Evolução mercado

Leia mais

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida

Colesterol O que é Isso? Trabalhamos pela vida Colesterol O que é Isso? X O que é o Colesterol? Colesterol é uma gordura encontrada apenas nos animais Importante para a vida: Estrutura do corpo humano (células) Crescimento Reprodução Produção de vit

Leia mais

GUIA AVANÇADO PARA BUSCAS ESPECÍFICAS

GUIA AVANÇADO PARA BUSCAS ESPECÍFICAS GUIA AVANÇADO PARA BUSCAS ESPECÍFICAS Tutorial Específico 1: Compostos Químicos Centro de Disseminação da Informação Tecnológica Cedin cedin@inpi.gov.br Abril/2015 ATENÇÃO: Por ser continuação do Guia

Leia mais

FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR FURP SETRM 2015 USP/GAESI

FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR FURP SETRM 2015 USP/GAESI FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR FURP SETRM 2015 USP/GAESI FLAVIO VORMITTAG Médico pediatra FMUSP Especialização Medicina Farmacêutica UNIFESP Mestrado em Administração de Empresas FEA USP FURP - Superintendente

Leia mais

INDÚSTRIA VETERINÁRIA

INDÚSTRIA VETERINÁRIA PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA VETERINÁRIA Luciana Xavier de Lemos Capanema Luciano Otávio Marques de Velasco José Oswaldo Barros de Souza Mariana Barbosa Noguti* * Respectivamente, gerente setorial,

Leia mais

MEDICAMENTOS GENÉRICOS

MEDICAMENTOS GENÉRICOS MEDICAMENTO GENÉRICO Uma importante conquista para a saúde pública no Brasil 15 anos 15 anos , 15 ANOS DE BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA. Ao completar 15 anos de existência no país, os medicamentos

Leia mais

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc Insuficiência Cardíaca Conceito É a incapacidade do coração em adequar sua ejeção às necessidades metabólicas do organismo, ou fazê-la

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. RICARDO IZAR)

PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. RICARDO IZAR) PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. RICARDO IZAR) O Congresso Nacional decreta: Regulamenta o direito à informação quanto ao uso de animais vivos na obtenção de produtos e substâncias. Art. 1º Esta lei regulamenta

Leia mais

Open Innovation Conceitos

Open Innovation Conceitos Open Innovation Conceitos Conceitos Modelo Fechado de Inovação Modelo Fechado Características Pesquisa Desenvolvimento tempo O modelo fechado de inovação foi o que prevaleceu durante quase todo o século

Leia mais

PERFIL DAS DEMANDAS JUDICIAIS POR MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, 1999-2009

PERFIL DAS DEMANDAS JUDICIAIS POR MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, 1999-2009 V Jornada Nacional de Economia da Saúde PERFIL DAS DEMANDAS JUDICIAIS POR MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, 1999-2009 Apresentação: Orozimbo Henriques Campos Neto Mestrando em Saúde Pública pela

Leia mais

(RISK SHARING): ) COMO ESTE CONCEITO SE APLICA AO MODELO DE SAÚDE DO BRASIL? João Paulo dos Reis Neto Diretor de Previdência e Assistência

(RISK SHARING): ) COMO ESTE CONCEITO SE APLICA AO MODELO DE SAÚDE DO BRASIL? João Paulo dos Reis Neto Diretor de Previdência e Assistência COMPARTILHAMENTO DE RISCOS (RISK SHARING): ) COMO ESTE CONCEITO SE APLICA AO MODELO DE SAÚDE DO BRASIL? João Paulo dos Reis Neto Diretor de Previdência e Assistência Declaração de potencial conflito de

Leia mais

Elevação dos custos do setor saúde

Elevação dos custos do setor saúde Elevação dos custos do setor saúde Envelhecimento da população: Diminuição da taxa de fecundidade Aumento da expectativa de vida Aumento da demanda por serviços de saúde. Transição epidemiológica: Aumento

Leia mais

ANS 3º Workshop Regional de Promoção de Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças Brasília/DF 09/10/2014

ANS 3º Workshop Regional de Promoção de Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças Brasília/DF 09/10/2014 ANS 3º Workshop Regional de Promoção de Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças Brasília/DF 09/10/2014 ANS Panorama dos Programas para Promoção de Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças na Saúde Suplementar

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES:

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS - CGIC Teste de Competência em Leitura em Língua Estrangeira INGLÊS Edital 109/2012 (Aplicação: 21/10/2012) LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES:

Leia mais

DIABETES MELLITUS NO BRASIL

DIABETES MELLITUS NO BRASIL DIABETES MELLITUS NO BRASIL 17º Congresso Brasileiro Multidisciplinar em Diabetes PATRÍCIA SAMPAIO CHUEIRI Coordenadora d Geral de Áreas Técnicas DAB/MS Julho, 2012 DIABETES MELITTUS Diabetes é considerado

Leia mais

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS)

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS) ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS) A Organização Mundial da Saúde (OMS), com sede em Genebra, tem como órgão principal a Assembleia Mundial da Saúde, composta por delegações de todos os Estados-membros

Leia mais

3 O mercado farmacêutico

3 O mercado farmacêutico 3 O mercado farmacêutico Este capítulo contempla os conceitos básicos do mercado farmacêutico, a estrutura da cadeia produtiva farmacêutica e o arcabouço legal e regulatório aplicado ao setor. Aborda,

Leia mais

ATACAND candesartana cilexetila

ATACAND candesartana cilexetila ATACAND candesartana cilexetila I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ATACAND candesartana cilexetila APRESENTAÇÕES Comprimidos de 8 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 16 mg em embalagens com

Leia mais

PERFIL MEDICAMENTOSO DE SERVIDORES HIPERTENSOS DA UEPG

PERFIL MEDICAMENTOSO DE SERVIDORES HIPERTENSOS DA UEPG 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: SAÚDE PERFIL MEDICAMENTOSO DE SERVIDORES HIPERTENSOS DA UEPG HEDLER, Priscila 1 HALILA, Gerusa Clazer 2 MADALOZZO, Josiane Cristine Bachmann

Leia mais

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e a obesidade Arenque é o peixe mais rico em ômega 3. Esses ácidos graxos são chamados de essenciais,

Leia mais

MONOCORDIL mononitrato de isossorbida APRESENTAÇÕES

MONOCORDIL mononitrato de isossorbida APRESENTAÇÕES MONOCORDIL mononitrato de isossorbida APRESENTAÇÕES Comprimidos simples de 20 mg cartucho com 20 ou 30 comprimidos. Comprimidos simples de 40 mg cartucho com 30 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

TEMA: Cloridrato de Memantina para tratamento de Alzheimer

TEMA: Cloridrato de Memantina para tratamento de Alzheimer NTRR 80/2013 Solicitante: Juiz de Direito: Alexsander Antenor Penna Silva Número do processo: 0091428-11.2013.8.13.0183 Data: 30/04/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Impetrato: Estado

Leia mais

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012)

Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) Administração dos riscos cardiovasculares Resumo de diretriz NHG M84 (segunda revisão, janeiro 2012) traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem

Leia mais

PROCESSOS JUDICIAIS SOLICITANDO MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS 2005/2006

PROCESSOS JUDICIAIS SOLICITANDO MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS 2005/2006 PROCESSOS JUDICIAIS SOLICITANDO MEDICAMENTOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS 2005/2006 Francisco de Assis Acúrcio 1,2 ; Marina Amaral de Ávila Machado 1 ; Isabella Vitral Pinto 1 ; Cristina Mariano Ruas Brandão

Leia mais

Abordagem terapêutica para o tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica

Abordagem terapêutica para o tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica Abordagem terapêutica para o tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica Mariana de Oliveira Almeida 1 Flávia Lúcia Abreu Rabelo 2 Claudmeire Dias Carneiro de Almeida 3 Fabiana de Almeida 4 Júlia Maria

Leia mais

CHILE Elaborado por Inteligência Comercial margarete_psi@abiquifi.org.br Abiquifi Tel: +55 11 3897.9779 Maio de 2012

CHILE Elaborado por Inteligência Comercial margarete_psi@abiquifi.org.br Abiquifi Tel: +55 11 3897.9779 Maio de 2012 CHILE Elaborado por Inteligência Comercial margarete_psi@abiquifi.org.br Abiquifi Tel: +55 11 3897.9779 Maio de 2012 1. Dados Sócio Econômicos: O Chile é um país situado na América do Sul, localizando-se

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA.

EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA. 1 EXERCÍCIO FÍSICO: ESTRATÉGIA PRIORITÁRIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DA QUALIDADE DE VIDA. Tales de Carvalho, MD, PhD. tales@cardiol.br Médico Especialista em Cardiologia e Medicina do Esporte; Doutor em

Leia mais

"ANÁLISE DO CUSTO COM MEDICAMENTOS E DO RISCO CARDIOVASCULAR EM PACIENTES MORBIDAMENTE OBESOS ANTES E APÓS A REALIZAÇÃO DA CIRURGIA BARIÁTRICA"

ANÁLISE DO CUSTO COM MEDICAMENTOS E DO RISCO CARDIOVASCULAR EM PACIENTES MORBIDAMENTE OBESOS ANTES E APÓS A REALIZAÇÃO DA CIRURGIA BARIÁTRICA "ANÁLISE DO CUSTO COM MEDICAMENTOS E DO RISCO CARDIOVASCULAR EM PACIENTES MORBIDAMENTE OBESOS ANTES E APÓS A REALIZAÇÃO DA CIRURGIA BARIÁTRICA" SHOSSLER ¹, T.S.; FREITAS ¹, G.; LOPES ², E.; FRASNELLI ¹,

Leia mais

FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA

FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA FARMACOLOGIA APLICADA À ODONTOLOGIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA Maria Beatriz Cardoso Ferreira Departamento de Farmacologia Instituto de Ciências Básicas da Saúde - UFRGS Paciente de 68 anos procura atendimento

Leia mais

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013)

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) grupo de estudos NHG-fibrilação atrial traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para

Leia mais

45 3 OP - Aspectos elementares dos processos de neurotransmissão.

45 3 OP - Aspectos elementares dos processos de neurotransmissão. Código Disciplina CH CR Nat Ementa BIQ808 BIOQUÍMICA CELULAR (DOMÍNIO CONEXO) BIQ826 TÓPICOS DE BIOQUÍMICA AVANÇADA EFI804 FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO FAE914 DIDÁTICA ENSINO SUPERIOR FAR815 IMUNOFARMACOLOGIA

Leia mais

Hepatotoxicidade Induzida por Estatinas

Hepatotoxicidade Induzida por Estatinas Hepatotoxicidade Induzida por Estatinas Aécio Flávio Meirelles de Souza Mestre em Gastroenterologia pelo Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas em Gastroenterologia (IBEPEGE). São Paulo, SP Professor

Leia mais

Diabetes Mellitus: Nefropatia

Diabetes Mellitus: Nefropatia Diabetes Mellitus: Nefropatia Elaboração Final: 30 de setembro de 2004 Participantes: Bathazar APS, Hohl A Autoria: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia O Projeto Diretrizes, iniciativa

Leia mais

Monitoramento de Doença Crônica

Monitoramento de Doença Crônica Monitoramento de Doença Crônica 1 Definição CONCESSIONÁRIA DO SETOR DE SERVIÇOS PÚBLICOS, ATUANDO NA GERAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM 30 MUNICÍPIOS DO RIO DE JANEIRO E UM EM SÃO PAULO. UMA

Leia mais

Mapeamento Tecnológico de Astaxantina

Mapeamento Tecnológico de Astaxantina Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola de Química Programa de Pós Graduação em Processos Químicos e Bioquímicos Mapeamento Tecnológico de Astaxantina Autores: Camila de Morais Lima, Suzana Borschiver

Leia mais