Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição"

Transcrição

1 FICHA DE CADASTRO PESSOA FÍSICA Código Assessor Informações Gerais Nome Completo Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF CPF Estado Civil Sexo Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição Filiação: Pai Mãe Nome do (a) Cônjuge Endereço Residencial nº Complemento Bairro Cidade Estado País CEP Telefone (DDD+nº) Celular (DDD+nº) Empresa onde trabalha Ocupação Profissional (cargo-função) Endereço Comercial nº Complemento Bairro Cidade Estado País CEP Telefone (DDD+nº) Fax (DDD+nº) Fontes de Referência Bancária Bancos 1) Nome Nº do Banco Agência Nº Conta Corrente Esta conta é conjunta? Sim Não Você é o titular desta conta? Sim Não Nome do titular ou co-titular CPF do titular ou co-titular 2) Nome Nº do Banco Agência Nº Conta Corrente Esta conta é conjunta? Sim Não Você é o titular desta conta? Sim Não Nome do titular ou co-titular CPF do titular ou co-titular 3) Nome Nº do Banco Agência Nº Conta Corrente Esta conta é conjunta? Sim Não Você é o titular desta conta? Sim Não Nome do titular ou co-titular CPF do titular ou co-titular Informações sobre a Situação Patrimonial e Financeira Bens Imóveis (tipo) Endereço Cidade UF Valor atual

2 Outros Bens e Direitos (inclusive aplicações financeiras) Descrição Valor atual Salário / pró-labore: R$ Outros Rendimentos: R$ Quanto você pretende investir junto a CM Capital Markets: R$ Nomes das Pessoas Autorizadas e Emitir Ordens Nome Completo CPF Declarações e Autorizações do Cliente 1) Opero por conta própria? SIM NÃO Em caso negativo, informe para quem opera: 2) Sou vinculado à CM Capital Markets? SIM NÃO Art. 1º, item VI da Instrução CVM 505/ ) Sou vinculado à outra instituição SIM NÃO Qual 4) Autorizo a transmissão de ordens por procurador ou representante? SIM NÃO Em caso positivo anexar a procuração específica, comprometendo-se a informar por escrito à Corretora no caso de eventual revogação de mandato. 5) Estou ciente de que na condição de PPE pessoa Politicamente Exposta (OC 463/2008 BM&FBovespa) devo preencher e assinar a declaração da página 7. 6) São consideradas válidas somente as ordens transmitidas: Verbalmente Por escrito (carta / / fax) 7) Não estou impedido de operar no mercado financeiro. 8) Concordo que a carteira própria da CM Capital Markets ou de pessoas a ela vinculadas possa atuar como contraparte das operações que ordenar. (caso a opção seja não concordo, providenciar correspondência assinada explicitando a opção) 9) Tenho conhecimento e concordo com o disposto nas Instruções CVM nºs 301/99, 505/11, 506/11 e 523/12, com as Regras e Parâmetros de Atuação da CM Capital Markets, com as normas do Fundo de Garantia, com o Manual de Procedimentos Operacionais da Câmara de Compensação de Liquidação de Operações de Derivativos da BM&FBovespa, e com o Código de Ética e Conduta da BM&FBovespa, estas aplicáveis na forma da regulamentação vigente, editadas pelas Bolsas e pelas Câmaras de Compensação e Liquidação, as quais estão disponíveis nos sites da BM&FBovespa e da CM Capital Markets ( ( 10) Autorizo a CM Capital Markets, caso existam débitos pendentes em meu nome, a liquidar em bolsa ou em câmaras de compensação e liquidação, os contratos, direitos e ativos adquiridos por minha conta e ordem, bem como a executar bens e direitos dados em garantia das operações, ou que estejam em poder da CM Capital Markets, aplicando o produto da venda no pagamento dos débitos pendentes, independentemente de notificação judicial ou extrajudicial. 11) Estou ciente e concordo que as conversas com os representantes da CM Capital Markets acerca de quaisquer assuntos relativos às minhas operações poderão ser gravadas, podendo, ainda, o conteúdo ser usado como prova no esclarecimento de questões relacionadas à minha conta e às minhas operações nesta corretora. 12) Atesto sob as penas da Lei que são verdadeiras as informações fornecidas para o preenchimento deste cadastro e comprometo-me a informar por escrito, no prazo de 10 (dez) dias quaisquer alterações que vierem a ocorrer em meus dados cadastrais, apresentando os correspondentes documentos comprobatórios. 2

3 13) Estou ciente dos termos do Contrato de Intermediação que assinei. Tenho ciência que o referido contrato é amplo e genérico, por contemplar quaisquer operações e Bolsas. No entanto, às operações por mim ordenadas serão aplicáveis e surtirão efeitos tão somente aquelas cláusulas do contrato pertinentes a tais operações e ordens. 14) Autorizo desde já, que todas e quaisquer informações ora prestadas sejam conferidas pela CM Capital Markets, especialmente as informações referentes à minha situação financeira e patrimonial. 15) Mediante este documento adiro aos termos do Contrato de Prestação de Serviços de Custódia Fungível de Ativos da CBLC, firmados pela CM Capital Markets, outorgando à CBLC poderes para, na qualidade de proprietário fiduciário, transferir para seu nome, nas companhias emitentes, os ativos de minha propriedade. 16) Atuo em conformidade com as regras de prevenção à lavagem de dinheiro dispostas na Lei de 3 de março de 1998 e legislação correlata, especialmente à Instrução CVM nº 301, e, ainda, toda a legislação emanada por qualquer órgão ou autoridade a quem compete o poder de fiscalizar, constituir e regular o funcionamento de minha atividade, e estou ciente de que qualquer operação suspeita será devidamente apurada pela CM Capital Markets e comunicada aos órgãos reguladores, de acordo com a política de prevenção à lavagem de dinheiro adotada por esta. 17) Conheço as normas de funcionamento do mercado de títulos e valores mobiliários, bem como os riscos envolvidos nas operações realizadas em Bolsas de Valores e Entidades de Mercados de Balcão Organizados. 18) Estou ciente de que não devo entregar ou receber, por qualquer razão, numerário, título ou valores mobiliários, ou quaisquer outros valores por meio de agentes autônomos de investimentos ou prepostos da CM Capital Markets, bem como de que eles não poderão ser meus procuradores. 19) Reconheço que esta Ficha Cadastral bem como todos e quaisquer documentos a ela pertinentes, notadamente o Contrato de Intermediação, foram firmados respeitando-se os princípios de probidade e de boa-fé, por livre, consciente e firme manifestação da vontade das partes, em perfeita relação de equidade. 20) Declaração de Propósito Em consonância com que o dispõe a Instrução nº 553 da Comissão de Valores Mobiliários, declaro que pretendo manter relação de negócios com a CM Capital Martets de natureza financeira e com o (s) seguinte (s) propósito(s): Operações em Bolsa de Valores (BM&FBOVESPA) Investimentos em Fundos/Clubes Investimentos em Títulos Públicos Investimentos em Títulos Privados Outro: 21) Opto pelo envio de minha correspondência para o endereço: ( ) residencial ( ) comercial ( ) outro (especificar abaixo) 3

4 Análise de perfil de investidor API Suitability 1 - Qual sua idade? 1 ( ) mais de 65 anos 2 ( ) entre 55 e 65 anos 3 ( ) entre 35 e 55 anos 4 ( ) menos de 35 anos 2 Seus investimentos no mercado financeiro representam qual percentual de seu patrimônio? 1 ( ) até 25% 2 ( ) de 26% a 50% 3 ( ) de 51% a 75% 4 ( ) acima de 76% 3 Quando você pretende resgatar estes investimentos? 1 ( ) em até 6 meses 2 ( ) de 7 a 12 meses (até 1 ano) 3( ) de 13 a 24 meses (até 2 anos) 4 ( ) acima de 25 meses (acima de 2 anos) 4 - Qual sua expectativa quanto ao valor da sua carteira de investimentos daqui a um ano? 1 ( ) Me preocupo que seja menor que a atual 2 ( ) Pelo menos igual a atual 3( ) Moderadamente maior da que a atual 4 ( ) Significativamente maior que a atual 5 Qual a finalidade das suas aplicações? 1 ( ) consumo 2 ( ) proteção do capital contra a inflação 3( ) aposentadoria 4( ) crescimento do patrimônio 6 Sua experiência em investimentos é mais bem descrita como sendo: 1( ) Nula: Não tenho nenhum conhecimento em nenhum tipo de investimento 2( ) Limitada: Tenho pouca experiência em investimentos, além de poupança e cdi. 3( ) Moderada: Tenho alguma experiência em investimentos, mas gostaria de receber esclarecimentos 4 ( ) Extensa: Sou um investidor ativo e experiente, sinto-me confortável em tomar minhas próprias decisões de Investimento. 7 Que afirmativa melhor caracteriza o seu acompanhamento do mercado financeiro? 1 ( ) Não costumo acompanhar notícias sobre economia e mercados 2 ( ) Acompanho somente notícias de mercado que oferecem mais destaques 3 ( ) Acompanho semanalmente todas as notícias de mercado disponíveis 4 ( ) Sim, acompanho diariamente por meio de materiais especializados 8 Qual é o maior direcionamento dos seus recursos? 1 ( ) Trata-se do meu primeiro investimento, estou verificando qual pode me proporcionar maior rentabilidade 2 ( ) Poupança 3( ) Renda fixa (CDB, fundos de renda fixa) 4 ( ) Renda variável (ações ou fundos de ações) 9 Possui dependentes? Quantos? 1 ( ) Três ou mais dependentes 2 ( ) Dois dependentes 3( ) Um dependente 4( ) Nenhum dependente 10 Qual é a sua sensibilidadde para a relação existente entre risco e rentabilidade nos investimentos? 1 ( ) Não pretendo assumir riscos 2 ( ) Aceito uma rentabilidade menor por um investimento que apresente baixo risco 3 ( ) Aceito um determinado risco por um investimento que possibilite uma rentabilidade maior 4 ( ) Aceito um risco maior por um investimento que possibilite elevada rentabilidade 4

5 11 Qual é a frequência de suas operações no mercado financeiro? 1 ( ) Nunca operei 2 ( ) Semestrais ou mais 3 ( ) Mensais 4 ( ) Diárias 12 Com relação às operações passadas, foram realizadas há quanto tempo? 1 ( ) Nunca operei 2 ( ) Há mais de três anos 3 ( ) Há mais de um ano 4 ( ) Até um ano 13 Em seus investimentos pessoais, qual parcela você irá precisar de liquidez imediata nos próximos 12 meses? 1 ( ) 81% a 100% 2 ( ) 51% a 80% 3 ( ) 26% a 50% 4 ( ) 0% a 25% 14 Quanto a sua experiência profissional: 1 ( ) Nunca trabalhei no mercado financeiro 2 ( ) Trabalho ou já trabalhei no mercado financeiro 15 Quanto a sua formação acadêmica: 1 ( ) Não possuo 2 ( ) Não há relação com o mercado financeiro 3 ( ) Há relação com o mercado financeiro Total de pontos: Tipo de Perfil De 15 a 28 pontos = Conservador De 29 a 43 pontos = Moderado De 44 a 57 pontos = Agressivo Os produtos de investimento indicados para os perfis podem ser consultados no site da CM Capital Markets na opção Produtos. 5

6 DECLARAÇÃO DO CLIENTE Pessoa Politicamente Exposta Em atendimento às exigências da Instrução CVM nº 463, de 8 de Janeiro de 2.008, declaro que sou pessoa politicamente exposta porque exerço (exerci): ( ) SIM ( ) NÃO ( ) Nos últimos 5 (cinco) anos, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, no Brasil ou em outros países, territórios e dependências estrangeiros, assim como meus representantes, familiares e outras pessoas de meu relacionamento próximo [enteado(a)]; ( ) Cargo, emprego ou função pública relevante como chefes de estado e de governo, político de alto nível, alto servidor dos poderes públicos, magistrado ou militar de alto nível, dirigente de empresas públicas ou dirigente de partidos políticos; ( ) Meus parentes na linha direta (pai, mãe, filhos, cônjuge ou companheiro) exercem (exerceram) Obs: devem ser contados 5 (cinco anos), retroativamente, a partir da data de início da relação de negócio. São consideradas, no Brasil, pessoas politicamente expostas: I - os detentores de mandatos eletivos dos Poderes Executivo e Legislativo da União; II - os ocupantes de cargo, no Poder Executivo da União: a) de Ministro de Estado ou equiparado; b) de natureza especial ou equivalente; c) de Presidente, Vice-Presidente e diretor, ou equivalentes, de autarquias, fundações públicas, empresas públicas ou sociedades de economia mista; ou d) do grupo direção e assessoramento superiores - DAS, nível 6, e equivalentes; III - os membros do Conselho Nacional de Justiça, do Supremo Tribunal Federal e dos tribunais superiores; IV - os membros do Conselho Nacional do Ministério Público, o Procurador-Geral da República, o Vice-Procurador-Geral da República, o Procurador-Geral do Trabalho, o Procurador-Geral da Justiça Militar, os Subprocuradores-Gerais da República e os Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal; V - os membros do Tribunal de Contas da União e o Procurador-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União; VI - os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Presidentes de Tribunal de Justiça, de Assembleia Legislativa e de Câmara Distrital e os Presidentes de Tribunal e de Conselho de Contas de Estados, de Municípios e do Distrito Federal; e VII - os Prefeitos e Presidentes de Câmara Municipal de capitais de Estados. (Local e Data), de de Para uso da CM Capital Markets Assinatura do Cliente Declaração do Responsável na Corretora pelo Cadastramento do Cliente Responsabilizo-me pela exatidão das informações prestadas nesta ficha, à vista dos originais dos documentos de identificação e outros comprobatórios dos demais elementos de informações apresentados, sujeitando-me ao disposto no art. 64 da Lei de 30/12/

7 Declaração de condição de Pessoa Não Domiciliada nos EUA ( Non US Person ) Ou Pessoa Domiciliada nos EUA ( US Person ) Bens e rendimentos sujeitos à tributação nos Estados Unidos da América ( EUA ) Nome País(es) no(s) qual(quais) é cidadão País(es) no(s) qual(quais) é residente para fins fiscais Informar n de identificação para fins fiscais do(s) país(es) Nos termos da regulamentação tributária dos EUA, e para possibilitar a determinação correta pela CM Capital Markets da condição e da qualificação do cliente para os propósitos da tributação dos EUA, na qualidade de Non-US Person ou US Person, o cliente, neste ato, declara e confirma à CM Capital Markets: 1 Condição a) É cidadão dos EUA? (nacionalidade única ou dupla) Sim Não b) É residente permanente dos EUA? ( US resident alien ) Sim Não Residente permanente nos termos da legislação dos EUA; por exemplo, titular de green card, ou qualquer pessoa que atenda aos requisitos do teste de presença física substancial 1. b.1) Possui Visto de Residência Permanente ( Green Card )? Sim Não c) Nasceu nos EUA? Sim Não Se nasceu nos EUA e, mesmo assim, acredita não ser uma US Person, de acordo com os princípios tributários daquele país, indique o motivo e apresente documentação escrita que comprove sua renúncia à nacionalidade dos EUA: d) Entrega declaração de imposto dos EUA ( US tax return ) por qualquer motivo? (por exemplo, dupla residência, cônjuge que declara em conjunto como residente permanente dos EUA etc.) Não Sim Motivo: 1 Considera-se residente permanente dos EUA a pessoa que atender aos requisitos do teste de presença substancial. Esse teste exige presença física nos EUA durante, pelo menos, 31 dias no ano corrente e 183 dias em três anos, que incluem o ano corrente e os dois anos imediatamente anteriores. Para saber mais sobre a contagem dos dias para essa finalidade, consulte o site da Receita Federal dos EUA (IRS): 7

8 2. Titularidade O cliente abaixo assinado declara, neste ato, que é titular, de acordo com os princípios tributários dos EUA, dos bens e rendimentos registrados em sua(s) conta(s) junto à CM Capital Markets e que não é uma US Person de acordo com os princípios tributários daquele país, em relação aos quais a resposta afirmativa sim deveria ter sido assinalada nos itens 1(a), 1(b), 1(c) ou 1(d) acima. 3. Alteração de circunstâncias em relação à condição de Non-US Person Enquanto mantiver a condição de cliente, o cliente abaixo assinado se compromete a notificar a CM Capital Markets no prazo de 30 dias, caso sua condição (e/ou a de quaisquer outros titulares da conta) de Non-US Person seja alterada para a condição de US Person. 4. Descoberta posterior de condição de US Person Concordo em notificar imediatamente a CM Capital Markets, por escrito, caso haja alguma alteração na minha condição de Non- US Person, aqui declarada. O não preenchimento da declaração de condição de Pessoa Não Domiciliada nos EUA ou Domiciliada nos EUA implica na impossibilidade de relacionamento com a CM Capital Markets. O cliente, neste ato, na qualidade de US Person, autoriza a CM Capital Markets reportar informações cadastrais e financeiras às autoridades competentes. Assinatura do cliente 8

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição

Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF. Documento Apresentado (tipo) Nº Órgão Expedidor Data da Expedição FICHA DE CADASTRO PESSOA FÍSICA Código Assessor Data: / / Informações Gerais Nome Completo Data de Nascimento Nacionalidade Local de Nascimento UF CPF Estado Civil Sexo Documento Apresentado (tipo) Nº

Leia mais

Endereço Principal nº Complemento. Bairro Cidade Estado País CEP. Denominação dos Controladores / Administradores

Endereço Principal nº Complemento. Bairro Cidade Estado País CEP. Denominação dos Controladores / Administradores FICHA DE CADASTRO PESSOA JURÍDICA NÃO FINANCEIRA Código Assessor Informações Gerais Denominação / Razão Social Data de Fundação CNPJ Nº Identificação do Registro Empresarial -NIRE Atividade Principal Forma

Leia mais

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET Código do cliente: FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET Assessor: PESSOA JURÍDICA F.P07.003.06 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CLIENTE Razão Social Completa (sem abreviações) CNPJ Inscrição Estadual Nº Registro e Órgão

Leia mais

a) nome completo, sexo, data de nascimento, naturalidade, nacionalidade, estado civil, filiação e nome do cônjuge ou companheiro;

a) nome completo, sexo, data de nascimento, naturalidade, nacionalidade, estado civil, filiação e nome do cônjuge ou companheiro; Instrução CVM 301/99. DA IDENTIFICAÇÃO E CADASTRO DE CLIENTES Art. 3º Para os fins do disposto no art. 10, inciso I, da Lei nº 9.613/98, as pessoas mencionadas no art. 2º (DENTRE OUTRAS, CORRETORAS DE

Leia mais

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA

FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA FICHA CADASTRAL MIRAE ASSET PESSOA JURÍDICA Código do cliente: Assessor: F.P07.003.05 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CLIENTE Razão Social Completa (sem abreviações) CNPJ Inscrição Estadual Nº Registro e Órgão

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 506, DE 27 DE SETEMBRO DE 2011

INSTRUÇÃO CVM Nº 506, DE 27 DE SETEMBRO DE 2011 Altera a Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999. Revoga o art. 12 da Instrução CVM nº 14, de 17 de outubro de 1980. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM torna público que o Colegiado,

Leia mais

Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente

Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente Seus projetos para o futuro começam a ser construídos no presente Um plano de previdência comprometido com o seu Caro(a) colaborador(a), futuro Este Termo de Adesão é o caminho para que você se torne um

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Autorização

Leia mais

Classificação do Cliente Tipo de Cliente Tipo de pessoa PJ Denominação / Razão Social. Complemento Bairro Cidade Estado

Classificação do Cliente Tipo de Cliente Tipo de pessoa PJ Denominação / Razão Social. Complemento Bairro Cidade Estado SANTANDER CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2235 e 2041-24º andar, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA Código do Distribuidor (uso interno): FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA Código do Cliente (uso interno): Parte I Dados do Titular (1) Nome do Investidor: Data de Nascimento: Nacionalidade: Local

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A UMUARAMA S/A C.T.V.M, denominada simplesmente Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e

Leia mais

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12.

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12. TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12. Dispõe sobre a identificação, o cadastro, o registro, as operações,

Leia mais

Classificação do Cliente Tipo de Cliente Tipo de pessoa J Denominação / Razão Social. Complemento Bairro Cidade Estado

Classificação do Cliente Tipo de Cliente Tipo de pessoa J Denominação / Razão Social. Complemento Bairro Cidade Estado SANTANDER CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2235 e 2041-24º andar, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM No 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA INSTRUÇÃO CVM Nº 463/08 E 506/11.

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM No 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA INSTRUÇÃO CVM Nº 463/08 E 506/11. TEXTO INTEGRAL DA, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA INSTRUÇÃO CVM Nº 463/08 E 506/11. Dispõe sobre a identificação, o cadastro, o registro, as operações, a comunicação, os limites e a responsabilidade

Leia mais

Contribuir, mensalmente, para o Plano de Aposentadoria com:

Contribuir, mensalmente, para o Plano de Aposentadoria com: PLANO DE APOSENTADORIA - INSCRIÇÃO Nome Completo (em letra de forma): Empresa / Matrícula: Telefone p/ Contato: E-Mail: CPF: Instruções para Preenchimento O preenchimento de todos os campos é obrigatório;

Leia mais

Ficha Cadastral/Proposta de abertura de conta de depósito Pessoa Física

Ficha Cadastral/Proposta de abertura de conta de depósito Pessoa Física Ficha Cadastral/Proposta de abertura de conta de depósito Pessoa Física Identificação do cliente Nome completo (sem abreviações) Sexo Endereço Residencial M Nº F Bairro Cidade UF CEP País Telefone E-mail

Leia mais

DOU N 250, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2014 SEÇÃO I, PÁG 23. SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA

DOU N 250, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2014 SEÇÃO I, PÁG 23. SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA DOU N 250, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2014 SEÇÃO I, PÁG 23. SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA INSTRUÇÃO Nº 18, DE 24 DE DEZEMBRO DE 2014 Estabelece orientações e procedimentos

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 1 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BOVESPA TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. nº 4-3 com sede no Município de São

Leia mais

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12.

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12. TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM Nº 301, DE 16 DE ABRIL DE 1999, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM Nº 463/08, 506/11 E 523/12. Dispõe sobre a identificação, o cadastro, o registro, as operações,

Leia mais

Ficha Cadastral de Cliente Pessoa Física

Ficha Cadastral de Cliente Pessoa Física SANTANDER CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2235 e 2041-24º andar, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA FICHA CADASTRAL PESSOA FÍSICA DADOS GERAIS DO TITULAR 01. NOME 02. Nº PF (USO MODAL) 03. DATA ABERTURA (USO MODAL) 04. CPF 05. IDENTIDADE 06. ÓRGÃO EXPED. 07. UF EXPED. 08. DATA EXPED. 09. DATA NASCIMENTO

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A OLIVEIRA FRANCO SOCIEDADE CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, em atenção ao quanto disposto na Instrução CVM n. 505, de 27/09/2011, define por este documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

RESOLVEU: I - probidade na condução das atividades no melhor interesse de seus clientes e na integridade do mercado;

RESOLVEU: I - probidade na condução das atividades no melhor interesse de seus clientes e na integridade do mercado; Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações em bolsas de valores e dá outras providências. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS torna público que o Colegiado, em sessão

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.461. 1º As políticas de que trata o caput devem: VI - receber ampla divulgação interna.

CIRCULAR Nº 3.461. 1º As políticas de que trata o caput devem: VI - receber ampla divulgação interna. CIRCULAR Nº 3.461 Consolida as regras sobre os procedimentos a serem adotados na prevenção e combate às atividades relacionadas com os crimes previstos na Lei nº 9.613, de 3 de março de 1998. A Diretoria

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução;

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução; RESOLUÇÃO Nº 2689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais.

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. RESOLUCAO 2.689 --------------- Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro

Leia mais

Sinistro de Morte Natural do Segurado Titular

Sinistro de Morte Natural do Segurado Titular Sinistro de Morte Natural do Segurado Titular Os documentos desta lista marcados com (*) não se aplicam a seguros individuais ou contratados pelo próprio segurado titular, mas somente a seguros corporativos,

Leia mais

NOVAS REGRAS DE COMBATE À LAVAGEM DE DINHEIRO NO BRASIL

NOVAS REGRAS DE COMBATE À LAVAGEM DE DINHEIRO NO BRASIL NOVAS REGRAS DE COMBATE À LAVAGEM DE DINHEIRO NO BRASIL Adriana Maria Gödel Stuber A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou recentemente a Instrução CVM nº 463, de 8 de janeiro de 2008, que altera

Leia mais

~ W SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

~ W SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A W SITA REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6 da Instrução no 387/03 da CVM, define através

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BM&F TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. Nº 04, com sede no Município de São Paulo,

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO GOLDMAN SACHS DO BRASIL CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Goldman Sachs do Brasil Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. ( Corretora ), em atenção à Instrução

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA A CM Capital Markets Corretora de Títulos e Valores Mobiliários LTDA, em atenção ao disposto no art.

Leia mais

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1 Manual do Usuário Pré-Cadastro de Participantes 08.11.2004 Versão 1.1 Índice 1. Introdução ao Pré-Cadastro...3 1.1. Pré-Cadastro de pessoa Física...3 1.1.1. Termo...3 1.1.2. Dados de identificação...4

Leia mais

Lembramos que quanto mais transparentes forem as respostas, mais facilmente identificaremos seus objetivos de investimento.

Lembramos que quanto mais transparentes forem as respostas, mais facilmente identificaremos seus objetivos de investimento. São Paulo, de de 20 Nome: Perfil de Risco: Conta Cliente: Prezado Cliente, Atendendo as melhores práticas de mercado, apresentamos abaixo 13 questões, que nos permitirão compreender melhor o seu perfil

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO NOVA FUTURA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA,

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Autorização

Leia mais

Documento de Identificação (Número) Tipo Data de emissão Órgão Expedidor Estado Sexo Masculino Feminino

Documento de Identificação (Número) Tipo Data de emissão Órgão Expedidor Estado Sexo Masculino Feminino Cadastro Novo Alteração Cadastral Renovação Cadastral DADOS CADASTRAIS DO COTISTA TITULAR Nome do Cotista Titular Brasileira Outra (especificar): Telefone Residencial (DDD+Número) Telefone Celular (DDD+Número)

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente;

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente; INSTRUÇÃO CVM N o 382, 28 DE JANEIRO DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e de

Leia mais

Solicitação de Resgate de Cotas do BB ETF S&P Dividendos Brasil Fundo de Índice CNPJ/MF: 17.817.528/0001-50 (FUNDO)

Solicitação de Resgate de Cotas do BB ETF S&P Dividendos Brasil Fundo de Índice CNPJ/MF: 17.817.528/0001-50 (FUNDO) Solicitação de Resgate de Cotas do BB ETF S&P Dividendos Brasil Fundo de Índice CNPJ/MF: 17.817.528/0001-50 (FUNDO) Nome do Cotista CNPJ/CPF Telefone/e-mail Agente Autorizado Situação Tributária do Cotista:

Leia mais

Como investir na Bolsa em

Como investir na Bolsa em 6 Como investir na Bolsa em s Para você investir com mais segurança e conhecimento, a Bolsa oferece um guia a facilitando sua entrada no mundo de ações. Siga o guia dos 6 s da Bolsa para investir no mercado

Leia mais

Perfil de investimentos

Perfil de investimentos Perfil de investimentos O Fundo de Pensão OABPrev-SP é uma entidade comprometida com a satisfação dos participantes, respeitando seus direitos e sempre buscando soluções que atendam aos seus interesses.

Leia mais

GOLDMAN SACHS DO BRASIL BANCO MÚLTIPLO S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

GOLDMAN SACHS DO BRASIL BANCO MÚLTIPLO S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO GOLDMAN SACHS DO BRASIL BANCO MÚLTIPLO S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Goldman Sachs do Brasil Banco Múltiplo S.A., CNPJ 04.332.281/0001-30 (doravante INSTITUIÇÃO ), objetivando atuar na qualidade

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Declaração

Leia mais

MANUAL DE NEGOCIAÇÃO E INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES

MANUAL DE NEGOCIAÇÃO E INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES 1. OBJETIVO MANUAL DE NEGOCIAÇÃO E INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES O objetivo deste manual é servir de referência para demonstrar o funcionamento operacional dos serviços da Orla DTVM, relativo à sua mesa de

Leia mais

FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act

FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act FATCA - Foreign Account Tax Compliance Act CARTILHA PARA CLIENTES Julho de 2014 Breve descrição sobre a legislação norte-americana denominada FATCA (Foreign Account Tax Compliance Act) formulada para combater

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM e demais normas expedidas pela BM&F BOVESPA, define através deste documento, suas

Leia mais

Perguntas Frequentes - Tributação

Perguntas Frequentes - Tributação 1. Tributação do Ganho de Capital Perguntas Frequentes - Tributação 1.1 - Como é feita a tributação dos ganhos obtidos com a alienação de ações? A tributação é feita em bases mensais, ou seja: o ganho

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Declaração

Leia mais

CIRCULAR Nº 3461. 1º As políticas de que trata o caput devem:

CIRCULAR Nº 3461. 1º As políticas de que trata o caput devem: CIRCULAR Nº 3461 Consolida as regras sobre os procedimentos a serem adotados na prevenção e combate às atividades relacionadas com os crimes previstos na Lei nº 9.613, de 3 de março de 1998. A Diretoria

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE OLHO D ÁGUA DAS FLORES CNPJ: nº 12.251.468/0001-38 Avenida 02 de Dezembro, nº 426 - Centro. Fone/Fax: (82) 3623.1280 e-mail: prefeituraoaflores@ig.com.br DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

Proposta de Inscrição PGBL/VGBL MetLife Primeiros Passos

Proposta de Inscrição PGBL/VGBL MetLife Primeiros Passos Página 1 de 6 / 1ª Via MetLife / 2ª Via Proponente Proposta de Inscrição PGBL/VGBL MetLife Primeiros Passos Tipo (Preenchimento Obrigatório): PGBL VGBL DADOS DO PROPONENTE (Preenchimento Obrigatório) Nome

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. A J.P. Morgan Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários S.A. (a Corretora ), em atenção ao disposto no art.

Leia mais

Política de Suitability

Política de Suitability Política de Suitability Outubro 2015 1. OBJETIVO O objetivo da Política de Suitability ( Política ) é estabelecer procedimentos formais que possibilitem verificar a adequação do investimento realizado

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. CNPJ 02.328.280/0001-97 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.238.280/0001-97 Rua Ary Antenor de Souza, nº 321,

Leia mais

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/Senacon Fundo 157 Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor Secretaria Nacional do Consumidor Ministério da Justiça Apresentação Com frequência são

Leia mais

Ficha Cadastral Pessoa Física

Ficha Cadastral Pessoa Física 1 - Identificação do Cliente CPF: Endereço Residencial: Número: Complemento Endereço Correspondência/Carnê Número: Complemento RG: Data de Expedição: UF: Órgão Emissor: Naturalidade: Data Nascimento: /

Leia mais

POLÍTICA DE SUITABILITY

POLÍTICA DE SUITABILITY POLÍTICA DE SUITABILITY VERIFICAÇÃO DA ADEQUAÇÃO DOS PRODUTOS, SERVIÇOS E OPERAÇÕES AO PERFIL DO INVESTIDOR Julho/2015 RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO Este Manual/Relatório foi elaborado pela ATIVA com fins

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986.

INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986. INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986. Regulamenta a concessão de financiamento para compra de ações pelas Sociedades Corretoras e Distribuidoras. O Presidente da Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS DA CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A.

NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS DA CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A. As normas de procedimento descritas a partir desta página, são para conhecimento do cliente, não sendo obrigatório o envio para a Credit Suisse Hedging-Griffo. NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS

Leia mais

Sistema Bradesco de Escrituração de Ativos Ordem detransferência deativo Fora de Bolsa dos Acionistas do BICBANCO

Sistema Bradesco de Escrituração de Ativos Ordem detransferência deativo Fora de Bolsa dos Acionistas do BICBANCO Ordem detransferência deativo Fora de Bolsa dos Acionistas do BICBANCO Exercício do direito de retirada em consonância com a Oferta Pública Unificada de Aquisição de Ações Ordinárias e Preferenciais de

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

TRIBUTAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO TRIBUTAÇÃO As informações apresentadas abaixo constituem um resumo das principais considerações fiscais da legislação brasileira que afetam o Fundo e seus investidores e não têm o propósito de ser uma

Leia mais

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Av. Brigadeiro Faria Lima, 3400 6º andar 04538-32 São Paulo, SP - Brasil Tel. (55 ) 288-4000 Fax: (55 ) 288-4074 Merrill Lynch S.A. Corretora

Leia mais

Endereço do Administrador do COTISTA (Rua, Avenida, Praça, etc.) Número Complemento Bairro CEP

Endereço do Administrador do COTISTA (Rua, Avenida, Praça, etc.) Número Complemento Bairro CEP Cadastro Novo Alteração Cadastral Renovação Cadastral DADOS CADASTRAIS DO FUNDO DE INVESTIMENTO (COTISTA) Nome do COTISTA do COTISTA Razão Social do Administrador do COTISTA do Administrador do COTISTA

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 531, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2013

INSTRUÇÃO CVM Nº 531, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2013 Altera dispositivos da Instrução CVM nº 356, de 17 de dezembro de 2001 e da Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM torna público que o Colegiado,

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. A J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. (a Corretora ), em atenção ao disposto no art.

Leia mais

Regras de Atuação da CSHG nos Mercados Organizados de Valores Mobiliários Administrados PELA Cetip S.A. Mercados Organizados

Regras de Atuação da CSHG nos Mercados Organizados de Valores Mobiliários Administrados PELA Cetip S.A. Mercados Organizados CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A. Regras de Atuação da CSHG nos Mercados Organizados de Valores Mobiliários Administrados PELA Cetip S.A. Mercados Organizados Outubro de 2013 Regras

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 1. OBJETIVO, ADESÃO E ADMINISTRAÇÃO 1.1 - A presente Política de Negociação tem por objetivo estabelecer

Leia mais

FICHA CADASTRAL - PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL - PESSOA FÍSICA Código Cadastro (Uso exclusivo da Mellon) DADOS DO RESPONSÁVEL (QUANDO APLICÁVEL) Situação Legal do CLIENTE Menor Emancipado Interdito Outros Dados do Responsável pelo CLIENTE menor, incapaz ou pela movimentação

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CADASTRAMENTO DE CLIENTES

PROCEDIMENTO PARA CADASTRAMENTO DE CLIENTES PROCEDIMENTO PARA CADASTRAMENTO DE CLIENTES Gestores: BNY MELLON ARX, JGP, BBM e POLLUX 1) PESSOA FÍSICA: 1.1) Ficha Cadastral: (i) Dados do Titular (1): preencher todos os campos. (ii) Informações Profissionais:

Leia mais

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 14 CAPÍTULO XXVI DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES 26.1 DA FICHA CADASTRAL 26.1.1 As Sociedades Corretoras deverão manter cadastros atualizados de seus clientes, contendo,

Leia mais

TERMO DE DECLARAÇÃO RELATIVO AO PREÇO OPÇÃO I E AO CONTRATO DE GARANTIA PARA AQUISIÇÕES SUPERVENIENTES

TERMO DE DECLARAÇÃO RELATIVO AO PREÇO OPÇÃO I E AO CONTRATO DE GARANTIA PARA AQUISIÇÕES SUPERVENIENTES TERMO DE DECLARAÇÃO RELATIVO AO PREÇO OPÇÃO I E AO CONTRATO DE GARANTIA PARA AQUISIÇÕES SUPERVENIENTES Fazemos referência ao Edital de Oferta Pública Unificada de Aquisição de Ações Ordinárias e Preferenciais

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: devidamente preenchido e assinado. Formulário de Declaração

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE SERVIÇO DE EMPRÉSTIMO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ÂMBITO E FINALIDADE SERVIÇO DE EMPRÉSTIMO DE VALORES MOBILIÁRIOS Dispõe sobre empréstimo de valores mobiliários por entidades de compensação e liquidação de operações com valores mobiliários, altera as Instruções CVM nºs 40, de 7 de novembro de 1984 e 310, de 9 de julho

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DO SEGMENTO BOVESPA: AÇÕES, FUTUROS E DERIVATIVOS DE AÇÕES. Capítulo Revisão Data

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DO SEGMENTO BOVESPA: AÇÕES, FUTUROS E DERIVATIVOS DE AÇÕES. Capítulo Revisão Data 4 / 106 DEFINIÇÕES AFTER-MARKET período de negociação que ocorre fora do horário regular de Pregão. AGENTE DE COMPENSAÇÃO instituição habilitada pela CBLC a liquidar operações realizadas pelas Sociedades

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO. Salvamento e Recuperação de Dados Parciais... 02. Ficha Cadastral Pessoa Jurídica... 04. Ficha Cadastral Pessoa Física...

MANUAL DE PREENCHIMENTO. Salvamento e Recuperação de Dados Parciais... 02. Ficha Cadastral Pessoa Jurídica... 04. Ficha Cadastral Pessoa Física... MANUAL DE PREENCHIMENTO Salvamento e Recuperação de Dados Parciais... 02 Ficha Cadastral Pessoa Jurídica... 04 Ficha Cadastral Pessoa Física... 15 1 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO FICHA CADASTRAL PESSOA JURÍDICA

Leia mais

Ficha cadastral / Proposta de abertura de conta - Pessoa Jurídica

Ficha cadastral / Proposta de abertura de conta - Pessoa Jurídica Ficha cadastral / Proposta de abertura de conta - Pessoa Jurídica Razão Social (sem abreviações) CNPJ Endereço Sede Nº Complemento Bairro Cidade UF CEP Capital Social R$ Patrimônio Líquido R$ Faturamento

Leia mais

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários m Av. Brigadeiro Faria Lima, 3400 16º andar 04538-132 São Paulo, SP - Brasil Tel. (55 11) 2188-4000 Fax: (55 11) 2188-4074 Merrill Lynch S.A.

Leia mais

Regras e Parâmetros de Atuação

Regras e Parâmetros de Atuação Regras e Parâmetros de Atuação A Renascença Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda, ora designada Renascença, em atendimento ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03, de 28 de abril de

Leia mais

SONHOS AÇÕES. Planejando suas conquistas passo a passo

SONHOS AÇÕES. Planejando suas conquistas passo a passo SONHOS AÇÕES Planejando suas conquistas passo a passo Todo mundo tem um sonho, que pode ser uma viagem, a compra do primeiro imóvel, tranquilidade na aposentadoria ou garantir os estudos dos filhos, por

Leia mais

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais.

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais. RESOLUCAO 2.689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9. da Lei n. 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO PERMANÊNCIA AO EDUCANDO PROEJA Autorizado pela Resolução n 05/2010,

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS ÉTICA, CONDUTA E INVESTIMENTO PESSOAL

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS ÉTICA, CONDUTA E INVESTIMENTO PESSOAL 1. 1. Ética e Conduta 1.1 Ética O princípio maior visa atos respaldados em valores éticos, respeitando os direitos da corretora e dos clientes, visando honrar seus compromissos. O cliente está em primeiro

Leia mais

NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ ENDEREÇO CIDADE UF CEP

NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ ENDEREÇO CIDADE UF CEP CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS E POR ENTIDADES DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ

Leia mais

REGRAS APLICÁVEIS AOS AGENTES AUTONOMOS DE INVESTIMENTOS NA LEROSA

REGRAS APLICÁVEIS AOS AGENTES AUTONOMOS DE INVESTIMENTOS NA LEROSA Este documento vem em atendimento a Instrução CVM 497, de 03 de junho de 2011 e tem a finalidade de regular as atividades entre os agentes autônomos de investimentos e a LEROSA (ESCRITÓRIO LEROSA S/A CORRETORES

Leia mais

VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.

VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A Corretora, em atendimento ao disposto no art 6 da Instrução n 387, de 28 de abril de 2003, da Comissão de Valores

Leia mais

Regras e Parâmetros de Atuação da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários. Operações efetuadas por meio da Internet/Home Broker

Regras e Parâmetros de Atuação da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários. Operações efetuadas por meio da Internet/Home Broker Regras e Parâmetros de Atuação da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Operações efetuadas por meio da Internet/Home Broker É propósito da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003

INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003 INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e de

Leia mais

C O N F I D E N C I A L FORMULÁRIO DE SINDICÂNCIA DA VIDA PREGRESSA E INVESTIGAÇÃO SOCIAL I. DADOS PESSOAIS

C O N F I D E N C I A L FORMULÁRIO DE SINDICÂNCIA DA VIDA PREGRESSA E INVESTIGAÇÃO SOCIAL I. DADOS PESSOAIS 1/15 FORMULÁRIO DE SINDICÂNCIA DA VIDA PREGRESSA E INVESTIGAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÕES 1. O preenchimento deste formulário (Edital 1/2012, subitem 11.5) será manuscrito e deverá ser em letra de forma legível;

Leia mais

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma:

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: As inscrições para as bolsas da 1º e 2º chamada e lista de espera do Prouni

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS Nome (Cliente): RG: CPF/ CNPJ: Endereço: Cidade: UF: CEP: Profissão: Estado Civil: Nacionalidade: Classificação

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física 11ª Região - Mato Grosso do Sul

Conselho Regional de Educação Física 11ª Região - Mato Grosso do Sul Informações necessárias para registro de Pessoa Jurídica: Cópia do comprovante de inscrição no CNPJ atualizado; Cópia da declaração de firma individual ou do contrato social, ata ou estatuto que a constituiu;

Leia mais

( ) Coobrigado*, assinalar grau de parentesco: ( ) Pai, ( ) Mãe, ( ) Cônjuge

( ) Coobrigado*, assinalar grau de parentesco: ( ) Pai, ( ) Mãe, ( ) Cônjuge CONSÓRCIO AUTOMÓVEL FICHA CADASTRAL - PESSOA FÍSICA GRUPO (s) COTA (s) Gentileza informar os dados de todas as cotas que serão utilizadas nesta operação. INFORME QUAL A SUA PARTICIPAÇÃO (Apenas uma opção

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Credenciamento do Proponente Manual

Leia mais

Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda.

Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda. Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda. Regras e Parâmetros de Atuação nos Mercados Administrados pela BM&F BOVESPA e nos Mercados de Balcão. CNPJ 60.783.503/0001-02 A Safra Corretora de Valores e Câmbio

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão 1. As definições utilizadas no presente instrumento têm os significados que lhes são atribuídos

Leia mais