MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 65/2009 ESCLARECIMENTO 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 65/2009 ESCLARECIMENTO 1"

Transcrição

1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 65/2009 Data: 12/11/2009 Objeto: Contratação de pessoa jurídica especializada na prestação de serviços de assistência médica, ambulatorial e hospitalar, fisioterápica, psicológica e farmacêutica na internação, em âmbito nacional, compreendendo partos, tratamentos, realizados exclusivamente no país, com padrão de enfermaria, centro de terapia intensiva, ou similar, quando necessária a internação hospitalar, das doenças listadas na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, da Organização Mundial de Saúde, a fim de atender servidores ativos e inativos da ANEEL, seus dependentes, agregados e pensionistas, nos termos do art. 230 da Lei nº /1990, da Portaria Normativa SRH/MP nº. 03 de 30 de julho de 2009, dos procedimentos vigentes determinados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, das Resoluções do CONSU Conselho de Saúde Suplementar. Prezados Senhores, PREGÃO ELETRÔNICO N. 65/2009 ESCLARECIMENTO 1 1. Em atenção aos pedidos de esclarecimentos enviados por empresas que retiraram o edital em referência, segue em anexo a resposta. 2. O presente esclarecimento passa a integrar o Pregão Eletrônico n. 65/2009, devendo seus termos ser obrigatoriamente considerados pelas proponentes que vierem a participar do certame. 3. A presente mensagem está disponível no site e também no site da ANEEL (www.aneel.gov.br). EMANUEL CÂMARA DE ARAÚJO Pregoeiro

2 Esclarecimento n 01 Qual a empresa prestadora dos serviços, objeto da presente licitação? Há quanto tempo o contrato está vigente? Quantos planos o presente contrato contempla e qual o seu valor mensal liberado em orçamento? Resposta n 01 A empresa atualmente contratada é a Medial Saúde S/A, com vigência contratual de 01/01/2008 a 31/12/2009. A tabela a seguir apresenta planos oferecidos para titulares, seus dependentes e seus agregados, (no entanto o edital do pregão em tela possibilitará um plano para titulares e dependentes e outro para agregados): Esclarecimento n 02 PLANO FAIXA PLANO PLANO Com ETÁRIA Enfermaria Apartamento reembolso 0 a 18 anos 60,23 69,26 157,49 19 a 23 anos 74,00 85,10 193,48 24 a 28 anos 94,27 108,41 246,48 29 a 33 anos 110,63 127,22 289,27 34 a 38 anos 121,81 140,08 318,50 39 a 43 anos 128,05 147,26 334,78 44 a 48 anos 150,16 172,68 392,56 49 a 53 anos 172,67 198,57 451,45 54 a 58 anos 198,55 228,33 519,17 59 anos ou mais 238,25 273,99 622,98 Para que possamos ofertar valores justos, pedimos que nos informe qual a Sinistralidade (Utilização X Valores pagos) dos últimos 12 meses do presente contrato? Resposta n 02 A atual contratada informou que a sinistralidade do contrato atingiu o percentual de 96,94% no período de janeiro a dezembro de Ressalta-se que o contrato vigente disponibiliza um único plano (com três opções de acordo com padrões de conforto ou reembolso) para os titulares, seus dependentes e seus agregados. Neste último grupo, 58% encontram-se na faixa etária acima de 54 anos. Por este motivo, o presente edital contará com duas modalidades que não se comunicarão entre si e terão inclusive valores diferenciados. Esclarecimento n 03 No contrato em vigor existem usuários/beneficiário afastados do trabalho, em Home Care ou pacientes internados? Se as respostas forem afirmativas, pedimos a gentileza de nos informar os CID s. 2/8

3 Resposta n 03 Não possuímos essa informação. O contrato atual não prevê que a Contratada informe CID s à Contratante. Esclarecimento n 04 Sabendo que os usuários farão a escolha do recurso hospitalar para realização dos procedimentos que necessitem de internação, gostaríamos de saber se para o melhor atendimento dos beneficiários, visando o resultado positivo do contrato, podemos remanejar estes beneficiários para um recurso hospitalar credenciado/referenciado em condições similares ou superiores ao do recurso escolhido pelo usuário, desde que o mesmo concorde? Resposta n 04 Sim, desde que respeitados as condições exigidas pelo Edital. Para os casos de remoção, segundo consta nas OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA, cláusula QUINTA do anexo III do edital, será obrigação da contratada: 5.6 Garantir a continuidade dos serviços que vinham sendo prestados pela anterior contratada, aos beneficiários internados ou em tratamento hospitalar/domiciliar quando da assinatura do contrato, cuja interrupção venha a prejudicar sua recuperação, observando as seguintes hipóteses: pacientes passíveis de remoção (com base em parecer de médico especialista): serão transferidos para estabelecimentos credenciados à nova Contratada; pacientes com impossibilidade de remoção: caberá à nova Contratada o custeio integral até o final do tratamento ou até que seja possível a transferência do usuário para um hospital credenciado; pacientes em tratamento de patologias graves, incluindo neoplasia maligna e outros em que a mudança do médico assistente importe grave dano ao paciente: haverá o custeio integral do tratamento pela nova Contratada até o seu encerramento, inclusive quanto aos honorários médicos; pacientes em uso de equipamentos domiciliares: caberá à nova Contratada a substituição dos equipamentos por seus próprios, desde que semelhantes ou superiores, ou, ainda, o custeio integral da manutenção dos instalados. Dessa forma, há então a possibilidade de remoção, desde que atendidos os critérios acima. Especificamente no caso do item 5.6.1, a remoção, fundamentada em parecer de médico especialista, poderá ser realizada para estabelecimentos de condições semelhantes ou superiores ao original. Esclarecimento n 05 Favor especificar a modalidade de contratação: Plano Coletivo Empresarial (adesão compulsória, com ingresso da totalidade ou a maioria absoluta dos usuários) ou Plano Coletivo por 3/8

4 Adesão (adesão espontânea e opcional dos usuários). Caso a resposta seja Plano Coletivo por Adesão, de acordo com Art 9, inciso VII da Resolução Normativa n 195 da ANS, a ANEEL só pode oferecer Plano Coletivo por Adesão mediante autorização da Diretoria de Normas e Habilitação de operadoras DIOPE da ANS. A ANEEL tem essa autorização? Resposta n 05 A sistemática de funcionamento será de adesão espontânea e opcional dos usuários e a modalidade de contratação é a de Plano Coletivo Empresarial, cuja definição consta no art.5 da Resolução Normativa n 195 da ANS de 14/07/2009 da seguinte forma: Plano privado de assistência à saúde coletivo empresarial é aquele que oferece cobertura da atenção prestada à população delimitada e vinculada à pessoa jurídica por relação empregatícia ou estatutária. Ressalte-se que, diferentemente do citado nesse questionamento, a resolução da ANS diferencia o Plano Coletivo Empresarial do Plano Coletivo por Adesão em razão do tipo de vínculo (empregatício ou estatutário no primeiro e caráter profissional, classista ou setorial no segundo) e não ao tipo de adesão (compulsória ou espontânea). Resta claro então a forma de adesão dos beneficiários, explicitada no item do Anexo I do Edital, conforme segue: Considera-se uma adesão de 80% (oitenta por cento) do quadro total estimado de beneficiários de acordo com análise histórica de adesão nas contratações de plano de saúde anteriores e ressalta-se que a modalidade do plano é por adesão voluntária. Para efeito de modelo de proposta de preços deverá ser considerado o quantitativo estimado na Adesão Prevista. (grifo nosso). Esclarecimento n 06 Favor informar se os beneficiários inscritos na operadora atual contribuem com o plano de assistência à saúde. Em caso afirmativo, favor especificar os percentuais, bem como a data de início da contribuição. Resposta n 06 Os beneficiários pagam os valores da assistência médica de acordo com a faixa etária e tipo de plano selecionado (padrões de conforto ou reembolso). A ANEEL é responsável pelo repasse de R$ 70,00 (setenta reais) por titular e dependente legal a título de cota-parte. No caso de agregados, o pagamento da mensalidade do plano é feito de forma integral pelo servidor titular. O contrato atual não prevê percentuais de co-participação financeira na utilização dos serviços de assistência médica por parte dos beneficiários a não ser o pagamento da mensalidade previamente fixada por faixa etária. Esclarecimento n 07 Favor informar o percentual de beneficiários que aderiu ao Plano Especial (Apartamento). Resposta n 07 Aproximadamente 80% dos titulares estão inscritos no plano com padrão de conforto tipo apartamento. 4/8

5 Esclarecimento n 08 Os titulares e seus dependentes e agregados estarão alocados no mesmo plano? Resposta n 08 Existirão duas modalidades: um plano só para os titulares e seus dependentes legais e outra só para seus agregados, de acordo com a descrição dos serviços constante no Termo de Referência: Plano básico para Titulares e Dependentes: a operadora deverá apresentar proposta para cobertura, em todo o território nacional, dos serviços especificados neste termo de referência com acomodação em enfermaria e com atendimento eletivo e de urgência/emergência para os titulares e dependentes. Plano básico Familiar para Agregados: a operadora deverá apresentar proposta para cobertura, em todo o território nacional, dos serviços especificados neste termo de referência com acomodação em enfermaria e com atendimento eletivo e de urgência/emergência para agregados. Esclarecimento n 09 Podemos entender que o atendimento farmacêutico previsto no item 1 do Termo de Referência do Edital em epígrafe só deve ser assegurado no caso de internação, uma vez que essa é disposição da Portaria n. 03 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão que irá regulamentar a presente contratação? Resposta n 09 Sim, o atendimento farmacêutico previsto no Edital é assegurado no caso de internação segundo consta no art. 3 da Portaria Normativa MP n. 03 de 30/07/2009. Esclarecimento n 10 De acordo com o item do Edital em tela, uma das condições de habilitação do presente certame é apresentação de Rede Credenciada em todas as regiões geográficas do País; abrangendo no mínimo 1113 cidades, considerando a seguinte divisão: Região Norte - no mínimo, 90 cidades; Região Nordeste - no mínimo 359 cidades; Região Sudeste - no mínimo, 334 cidades; Região Sul - no mínimo, 238 cidades; Região Centro-Oeste - no mínimo, 93 cidades. Ocorre que, as exigências, das regiões Norte e Nordeste estão desproporcionais, em relação à infra-estrutura de médicos, hospitais, clínicas e laboratórios dessas regiões, pois ambas não têm condições de oferecer atendimento particular na quantidade de cidades exigidas. Como, exemplos podem citar a Região Norte, que só comporta atendimento médico em aproximadamente 50 cidades. Para elucidar essa informação podemos citar os registros do Site do Ministério da Saúde no Estado do Acre, onde se verifica que nesse Estado existe atendimento médico particular, apenas nas cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Em face do exposto, podemos entender que as exigências de Rede para essas regiões devem ser desconsideradas, sendo obrigatório oferecimento de Rede Credenciada, apenas naquelas cidades que dispõem de infra-estrutura para oferecer atendimento de assistência à saúde suplementar? Resposta n 10 Os quantitativos foram alterados na republicação do Edital. 5/8

6 Esclarecimento n 11 De acordo com o item a operadora interessado no certame em referência deverá comprovar credenciamento com no mínimo 300 (trezentos) médicos. Dessa forma, podemos entender quê as exigências desse item podem ser atendidas através do corpo médico das clínicas credenciadas desta operadora? Resposta n 11 A exigência de rede credenciada ou contratada com no mínimo 300 (trezentos) médicos pode ser atendida pelo corpo médico de clínicas credenciadas pela operadora desde que sejam também credenciados (ou seja desde que atendam pelos planos). Essa exigência tem sido mantida nas últimas contratações sem ter inviabilizado o processo licitatório. Esclarecimento n 12 De acordo com o item do presente Edital uma das exigências de Rede Credenciada do presente certame é a comprovação de credenciamento com no mínimo 20 laboratórios, de análises clínicas no Distrito Federal. Assim, podemos entender a apresentação de 2b postos, não necessariamente de CNPJ's distintos atenderá a essa exigência? Resposta n 12 A comprovação de credenciamento de no mínimo 20 laboratórios não necessariamente deverá ser de CNPJ s distintos. Essa exigência tem sido mantida nas últimas contratações sem ter inviabilizado o processo licitatório. Esclarecimento n 13 Podemos entender que todas as coberturas do presente certame serão de acordo com as disposições da RN 167/2007 da ANS, da Portaria n. 03/2009 do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão e da Lei 9.656/98? Resposta n 13 Todas as coberturas serão de acordo com as disposições contidas na Lei n de 03/06/1998, na Portaria MP n 03/2009 de 30/07/2009, nos procedimentos vigentes determinados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS, das Resoluções do CONSU Conselho de Saúde Suplementar e de acordo com as especificações do Edital. Esclarecimento n 14 De acordo com o item do Termo de Referência do presente Instrumento Convocatório é facultada a inclusão do titular ou de seus dependentes em planos diferentes. No entanto, operacionalmente isso é inviável, pois a exclusão do titular sempre gera exclusão dos seus dependentes. Dessa forma, podemos entender que os dependentes serão incluídos no mesmo plano que o titular? 6/8

7 Resposta n 14 Os dependentes serão incluídos no mesmo plano que o titular (o edital foi alterado). Esclarecimento n 15 Podemos entender que os limites de preços constantes do item do presente edital só deverão ser cumpridos após a conclusão das fases de lances e negociação? Resposta n 15 As propostas de preços terão seus valores apreciados de acordo com os critérios de aceitabilidade estimados no item do Edital. Esclarecimento n 16 De acordo com a Cláusula Décima Quinta de Minuta do Contrato os preços poderão ser repactuados, desde que seja observado o interregno mínimo de 01 (um) ano. Ocorre que, nesta redação houve uma fusão entre o reajuste e a repactuação, no entanto trata-se de institutos diferentes, onde o primeiro tem a finalidade de Jazer face às variações do mercado e à desvalorização da moeda e o segundo tem o fim de manter o equilíbrio econômico-financeiro do contrato. Assim, podemos entender que o reajuste do contrato oriundo desse certame será regulado pelo índice da ANS que é o órgão competente para regular as contratações de saúde suplementar, como também que a repactuação será de acordo com a sinistralidade do contrato, ou seja, se o mesmo apresentar sinistralidade superiora 75% poderá ser repactuado, tendo em vista que essas disposições são as praticadas nos contratos que têm como objeto prestação de serviços de saúde suplementar? Resposta n 16 A cláusula sobre repactuação foi alterada na republicação do Edital. Esclarecimento n 17 Quantos beneficiários do atual plano encontram-se internados ou em tratamento crônico? Qual a patologia? Resposta n 17 dados. Não possuímos essa informação. O contrato atual não prevê que a Contratada informe esses Esclarecimento n 18 Qual a sinistralidade do atual contrato? Resposta n 18 A atual contratada informou que a sinistralidade do contrato atingiu o percentual de 96,94% no período de janeiro a dezembro de Ressalte-se que o contrato vigente disponibiliza um único plano 7/8

8 (com três opções de acordo com padrões de conforto ou reembolso) para titulares, dependentes e agregados Neste último grupo, 58% encontram-se na faixa etária acima de 54 anos. Por este motivo, o presente edital contará com duas modalidades que não se comunicarão entre si e terão inclusive valores diferenciados. 8/8

PREGÃO 22/10 ESCLARECIMENTO

PREGÃO 22/10 ESCLARECIMENTO Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SERGIPE PREGÃO 22/10 ESCLARECIMENTO HAPVIDA ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA, CNPJ 63.554.067/0001-98, representada por Nara Rubenívea Lima Farias, INTERODONTO SISTEMA

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº XXXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2008.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº XXXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2008. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº XXXXX, DE XX DE XXXXXX DE 2008. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação

Leia mais

1. RELATÓRIO. É o relatório. 2. ADMISSIBILIDADE. 2.1 - Tempestividade.

1. RELATÓRIO. É o relatório. 2. ADMISSIBILIDADE. 2.1 - Tempestividade. PREGÃO ELETRÔNICO n. 07/2013 OBJETO: Contratação de pessoa jurídica de direito privado que opere plano de assistência à saúde, devidamente registrada e ativa na Agência Nacional de Saúde Suplementar, para

Leia mais

TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PME ALTO TIETÊ - PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PME ALTO TIETÊ - PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS JAN/10 TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PME ALTO TIETÊ - PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS O presente aditamento é parte integrante do Contrato de Assistência Médica

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 61/2008 ESCLARECIMENTO 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 61/2008 Data: 17/12/2008 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução informatizada e integrada para o acompanhamento

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DOS ARTIGOS 30 E 31 DA LEI Nº 9.656, DE 1998

REGULAMENTAÇÃO DOS ARTIGOS 30 E 31 DA LEI Nº 9.656, DE 1998 REGULAMENTAÇÃO DOS ARTIGOS 30 E 31 DA LEI Nº 9.656, DE 1998 Dezembro, 2011 Mauricio Ceschin Diretor-Presidente Art. 30 da Lei nº 9.656/98 Art. 30. Ao consumidor que contribuir para produtos de que tratam

Leia mais

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Ministério da Saúde ANS Resolução Normativa RN Nº. 279, de 24.11.2011: Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU Nº. 20 e

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Operadora: Unimed Curitiba Sociedade Cooperativa de Médicos CNPJ: 75.055.772/0001-20 Nº de registro na ANS: 30470-1 Site: http://www.unimedcuritiba.com.br Tel:(41) 3019-2000 Exclusivo para liberações de

Leia mais

PORTO SEGURO SEGURO SAÚDE

PORTO SEGURO SEGURO SAÚDE Prezados Senhores, Em 25/11/2011, a Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS publicou a Resolução Normativa nº 279, a qual regulamenta os artigos 30 e 31 da Lei 9656/98, tendo revogado as Resoluções

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE - PAS/SERPRO PERGUNTAS E RESPOSTAS Para que todos os empregados possam ter suas dúvidas esclarecidas, os questionamentos recebidos pela Comissão Saúde serão respondidos

Leia mais

Com 30 participantes ou mais

Com 30 participantes ou mais MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE CUNHA ODONTOLOGIA S/S LTDA CNPJ n : 06.216.938/0001-20 N de registro na ANS: 41695-9 Site: www.cunhaodontologia.com.br Tel: Serviços: (62) 3945.5673

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a regulamentação dos artigos 30 e 31 da Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, e revoga as Resoluções do CONSU nºs 20 e 21, de 7 de

Leia mais

1 Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos

1 Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos Cartilha de Extensão de Benefício do Plano de Saúde Coletivo Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou RN nº 279, da ANS, de 24 de novembro de 2011, a qual

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS Operadora: ELOSAÚDE - CNPJ: 11.593.821/0001-03 03 - N ANS: 41729-7 - Site: www.elosaude.com.br - Tel.: (48) 3298-5555 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE DIFERENÇAS ENTRE PLANOS INDIVIDUAIS

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do. Beneficiários Contributários Demitidos. ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou. Aposentados

Cartilha de Extensão de Benefício do. Beneficiários Contributários Demitidos. ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou. Aposentados Cartilha de Extensão de Benefício do Seguro-saúde Empresarial aos Beneficiários Contributários Demitidos ou Exonerados Sem Justa Causa e/ou Aposentados Dezembro / 2013 Índice Introdução... 02 1. Definições...

Leia mais

COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015

COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015 COMUNICADO 2 CREDENCIAMENTO TSE Nº 1/2015 Respostas aos questionamentos da Unimed Seguros PERGUNTA 1: Podemos entender que poderão participar do processo de credenciamento todas as empresas interessadas

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE.

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE. Operadora: Unimed Campo Grande MS Cooperativa de Trabalho Médico. CNPJ: 03.315.918/0001-18 Nº de registro na ANS: 312851 Site: http://www.unimedcg.com.br

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde Operadora: Prodent Assistência Odontológica Ltda CNPJ: 61.590.816/0001-07 N de registro na

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO. Edição: 25/02/14

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO. Edição: 25/02/14 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO Edição: 25/02/14 Direito de migrar para plano individual ou familiar aproveitando carência do plano coletivo empresarial Os beneficiários

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS

ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS ADITIVO CONTRATUAL DE MANUTENÇÃO DE SEGURADOS DEMITIDOS OU APOSENTADOS Este aditivo é parte integrante do Seguro Saúde contratado pelo Estipulante abaixo indicado, bem como de suas Condições Gerais. Número

Leia mais

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR CASU/UFMG INFORMAÇÕES PARA OS DOCENTES SOBRE O PROCESSO DE ADESÃO AO PLANO IFES III Com esta mensagem, a Pró-Reitoria de Recursos Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP

SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP SULAMÉRICA TRT 2ª REGIÃO / SP 1. OBJETO: 1.1. A presente proposta tem por objeto disponibilizar seguros saúde da Sul América Seguros Saúde S.A., operadora registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO Operadora: GreenLine Sistema de Saúde - LTDA CNPJ: 61.849.980/0001-96 Nº de Registro na ANS: 32.507-4 Site: http://www.greenlinesaude.com.br Tel: 0800-776 - 7676 Manual de Orientação

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de Plano de Saúde

Manual de Orientação para contratação de Plano de Saúde Operadora: Allianz Saúde CNPJ: 04.439.627/0001-0 Nº de registro na ANS: 00051-5 Nº de registro do produto: conforme contratado pelo estipulante Site: www.allianz.com.br Telefone: 0800 7228148 Manual de

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação para

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 2009. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação para contratação

Leia mais

A ALLCARE ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS, interessada em participar deste processo licitatório, encaminha o seguinte pedido de esclarecimentos.

A ALLCARE ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS, interessada em participar deste processo licitatório, encaminha o seguinte pedido de esclarecimentos. PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS ALL CARE BENEFÍCIOS SOLICITAÇÃO DE ESCLARECIMENTOS Prezados senhores, A ALLCARE ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS, interessada em participar deste processo licitatório, encaminha o

Leia mais

GUIA DE CONTRATAÇÃO DE PLANOS ODONTOLÓGICOS

GUIA DE CONTRATAÇÃO DE PLANOS ODONTOLÓGICOS GUIA DE CONTRATAÇÃO DE PLANOS ODONTOLÓGICOS GUIA DE CONTRATAÇÃO DE PLANOS ODONTOLÓGICOS 2 Diferenças entre planos individuais e coletivos: Os planos com contratação individual ou familiar são aqueles contratados

Leia mais

Lei nº 13.003/14 e resoluções. Contratualização entre OPS e prestadores

Lei nº 13.003/14 e resoluções. Contratualização entre OPS e prestadores Lei nº 13.003/14 e resoluções Contratualização entre OPS e prestadores Normas aplicáveis: Lei nº 13.003/2014 altera a Lei nº 9.656/98 ANS: RN nº 363/2014 regras pra celebração de contratos RN nº 364/2014

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PORTARIA Nº 4.247, DE 04 DE AGOSTO DE 2015. Dispõe sobre o Programa de Assistência Médica, Ambulatorial e Hospitalar no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. A PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

Segundo o disposto na lei dos planos de saúde, o direito de permanência no contrato coletivo requer a presença de três requisitos:

Segundo o disposto na lei dos planos de saúde, o direito de permanência no contrato coletivo requer a presença de três requisitos: Blumenau, 01 de Junho de 2.012 Às Empresas Contratantes Ref.: Novas Regras para demitidos e aposentados Prezados Senhores A Lei dos Planos de Saúde (Lei n 9.656/98) confere direito de permanência nos contratos

Leia mais

PRESIDÊNCIA - PR ASSESSORIA ESPECIAL DE SUPRIMENTOS - PRS

PRESIDÊNCIA - PR ASSESSORIA ESPECIAL DE SUPRIMENTOS - PRS NOTA DE ESCLARECIMENTO N.º 001 DATA DE EXPEDIÇÃO: 27/01/2012 ÀS EMPRESAS INTERESSADAS NO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 072/2012 Contratação de empresa seguradora para prestação de serviços e emissão de Apólice

Leia mais

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de

www.santahelenasuade.com.brmecanismos de 1 www.santahelenasuade.com.brmecanismos de Regulação 2 A CONTRATADA colocará à disposição dos beneficiários do Plano Privado de Assistência à Saúde, a que alude o Contrato, para a cobertura assistencial

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR. Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC)

A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR. Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC) 1 A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO E DA CONTRATUALIZAÇÃO EM SAÚDE SUPLEMENTAR 2 CONCEITOS 3 SAÚDE SUPLEMENTAR: atividade que envolve a operação de planos privados de assistência à saúde sob regulação do Poder

Leia mais

4. A impugnação veio acompanhada da respectiva procuração da signatária.

4. A impugnação veio acompanhada da respectiva procuração da signatária. Decisão de Pregoeiro n 0011/2014-SLC/ANEEL Em 24 de outubro de 2013. Processo: 48500.004544/2014-40 Licitação: Pregão Eletrônico nº 040/2014 Assunto: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada pela AMIL

Leia mais

Art. 2º - Para fins de contratação, os planos privados de assistência à saúde classificam-se em:

Art. 2º - Para fins de contratação, os planos privados de assistência à saúde classificam-se em: RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação para

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários.

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Contributários demitidos ou exonerados sem justa causa e/ou aposentados. www.saolucassaude.com.br 01_ DIREITOS E DEVERES DO BENEFICIÁRIO

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 46/2014 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 46/2014 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 46/2014 Data: 15/12/2014 Objeto: Contratação de pessoa jurídica especializada em gestão de ambulatórios para a prestação de serviços

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 018/2011

ATO CONVOCATÓRIO 018/2011 ATO CONVOCATÓRIO 018/2011 Processo de Contratação de Serviços MODALIDADE: CONCORRÊNCIA ESPECIAL CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO e CAPACIDADE TÉCNICA DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 21/07/2011

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE UNIMED CASCAVEL Nº 155/13

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE UNIMED CASCAVEL Nº 155/13 TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE UNIMED CASCAVEL Nº 155/1 ADERENTE: CNPJ: Endereço: CEP: Cidade: UF: Representante legal: CPF: RG: Endereço: CEP: Cidade: CLÁUSULA PRIMEIRA: A ADERENTE, doravante

Leia mais

Resposta Área Técnica: Sim. Desde que atendam aos pré-requisitos constantes no Edital.

Resposta Área Técnica: Sim. Desde que atendam aos pré-requisitos constantes no Edital. Advocacia-Geral da União Secretaria-Geral de Administração Superintendência de Administração no Distrito Federal Coordenação de Compras Licitações e Contratos Divisão de Compras e Licitações ESCLARECIMENTO

Leia mais

1. Tipos de contratação: QUE TIPO DE PLANO DE SAÚDE VOCÊ PODE TER?

1. Tipos de contratação: QUE TIPO DE PLANO DE SAÚDE VOCÊ PODE TER? FIQUE ATENTO! A operadora é obrigada a divulgar os planos de saúde que comercializa em sua página na internet. 1. Tipos de contratação: QUE TIPO DE PLANO DE SAÚDE VOCÊ PODE TER? Individual ou Familiar

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 89/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 89/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 89/2009 Data: 17/12/2009 Objeto: Contratação de organização física e lógica de processos e documentos, correção da instrução de processos,

Leia mais

Diferenças entre adaptação e migração nos planos privados de assistência à saúde

Diferenças entre adaptação e migração nos planos privados de assistência à saúde Diferenças entre adaptação e migração nos planos privados de assistência à saúde ADAPTAÇÃO MIGRAÇÃO Conceito É a alteração (aditamento) do contrato antigo, assinado antes de janeiro de 1999, para adequá-lo

Leia mais

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS

IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS IV FÓRUM ÉTICO LEGAL EM ANÁLISES CLÍNICAS Brasília, 08 de junho de 2010. Cumprimento de Contratos das Operadoras com os Laboratórios Clínicos. DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL - DIDES Gerência de

Leia mais

São Paulo, 04 de Maio de 2015 Ofício SINOG 022/2015

São Paulo, 04 de Maio de 2015 Ofício SINOG 022/2015 São Paulo, 04 de Maio de 2015 Ofício SINOG 022/2015 À Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos - DIPRO Gerente-Geral de Estrutura e Operação dos Produtos

Leia mais

Lei nº 13.003/2014. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, Dezembro de 2014

Lei nº 13.003/2014. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, Dezembro de 2014 Lei nº 13.003/2014 Coletiva de Imprensa Rio de Janeiro, Dezembro de 2014 As metas da ANS Melhores resultados em saúde Aumenta a qualidade na prestação de serviços na saúde suplementar Garantia da rede

Leia mais

Lei nº 13.003/2014. Jacqueline Torres Gerente Executiva. GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores

Lei nº 13.003/2014. Jacqueline Torres Gerente Executiva. GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores Lei nº 13.003/2014 Jacqueline Torres Gerente Executiva GERAR Gerência Executiva de Aprimoramento do Relacionamento entre Operadoras e Prestadores O porquê de uma nova lei O mercado de planos de saúde organiza-se

Leia mais

ASSISTÊNCIA À SUPLEMENTAR DO SERVIDOR

ASSISTÊNCIA À SUPLEMENTAR DO SERVIDOR ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR DO SERVIDOR AMPARO LEGAL Lei 8.112/90 (RJU) Art. 230 A assistência à saúde do servidor, ativo ou inativo, e de sua família compreende assistência médica, m hospitalar, odontológica,

Leia mais

Em resposta aos esclarecimentos solicitados pela UnimedBH, elencamos as seguintes respostas:

Em resposta aos esclarecimentos solicitados pela UnimedBH, elencamos as seguintes respostas: Belo Horizonte, 14 de maio de 2013 Em resposta aos esclarecimentos solicitados pela UnimedBH, elencamos as seguintes respostas: Questionamento nº 1 Resposta: Trata o edital do Pregão 07/2013 em seu item

Leia mais

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio

Guia Prático. do seu PLANO DE SAÚDE. Rio Guia Prático do seu PLANO DE SAÚDE Rio Bem -vindo à ALIANÇA ADMINISTRADORA! Sumário Informações Importantes...3 Guia de Leitura Contratual...6 Manual de Orientação para Contratação de Plano de Saúde...8

Leia mais

Guia Prático de Utilização do Plano

Guia Prático de Utilização do Plano Guia Prático de Utilização do Plano Aqui você tem o que há de melhor para a sua saúde. O QUE É A UNIMED APRESENTAÇÃO Sua finalidade é prestar assistência médica e hospitalar de alto padrão, dentro do sistema

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 017/2009

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 017/2009 2º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 017/2009 1) Todos os beneficiários estimados estão cobertos por algum plano de saúde atualmente? Inclusive os dependentes agregados? 1.1 Se afirmativo,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA

TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA SEGURO DE VIDA 1- Objeto da Licitação: Prestação de serviço para contratação de seguro de vida em grupo para os empregados da Empresa Municipal de Informática S.A - IplanRio, visando

Leia mais

Apresentação. Prezado beneficiário,

Apresentação. Prezado beneficiário, LANOIII Apresentação Prezado beneficiário, Visando dar continuidade à prestação dos melhores serviços em saúde e promover uma melhor qualidade de vida ao beneficiário, a CompesaPrev apresenta o CompesaSaúde

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 052/2010 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 052/2010 Data: 19/11/2010 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados de atendimento remoto e presencial a usuários de tecnologia

Leia mais

Dispõe sobre o agrupamento de contratos coletivos de planos privados de assistência à saúde para fins de cálculo e aplicação de reajuste.

Dispõe sobre o agrupamento de contratos coletivos de planos privados de assistência à saúde para fins de cálculo e aplicação de reajuste. RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 309, DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre o agrupamento de contratos coletivos de planos privados de assistência à saúde para fins de cálculo e aplicação de reajuste. A Diretoria

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/022 ESCLARECIMENTOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/022 ESCLARECIMENTOS Esclarecimento II PERGUNTA 1: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/022 ESCLARECIMENTOS Solicitamos o envio da relação de funcionários/colaboradores, em formato Excel, com as informações: data de nascimento salário

Leia mais

QUESTIONAMENTOS 16.05.2014. Ref. Pregão nº 012/2014.

QUESTIONAMENTOS 16.05.2014. Ref. Pregão nº 012/2014. QUESTIONAMENTOS 16.05.2014 Ref. Pregão nº 012/2014. Pergunta nº. 48 No item 20.5 da Minuta do contrato, cita Apólice, porém o documento que é assinado entre as partes é o contrato, correto? O contrato

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS NORMA OPERACIONAL Nº 001/2009 DIREH, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para o ressarcimento, mediante auxílio

Leia mais

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto.

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto. 1- INTERCÂMBIO A negociação entre as UNIMEDS do País, que geram relações operacionais específicas e normatizadas para atendimento de usuários na área de ação de uma cooperativa ou contratados por outra

Leia mais

ANEXO I Pregão Presencial nº 010/2014 ESPECIFICAÇÕES PLANO COLETIVO EMPRESARIAL PLANO DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR

ANEXO I Pregão Presencial nº 010/2014 ESPECIFICAÇÕES PLANO COLETIVO EMPRESARIAL PLANO DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR ANEXO I Pregão Presencial nº 010/2014 ESPECIFICAÇÕES PLANO COLETIVO EMPRESARIAL PLANO DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR 1. DEVERÁ OFERECER AS SEGUINTES MODALIDADES: a) Plano com acomodação em ENFERMARIA

Leia mais

5. O Plano do funcionário sofrerá reajuste?

5. O Plano do funcionário sofrerá reajuste? PERGUNTAS E RESPOSTAS REAJUSTE ANUAL E DENÚNCIA DE CONVÊNIOS E MENSALIDADES REAJUSTADAS JULHO DE 2014 REAJUSTE ANUAL 1. O que é um reajuste anual e qual é sua base legal? O reajuste anual é um mecanismo

Leia mais

TERMO DE ACORDO Nº 01/2013 - Credenciamento Administradoras de Benefícios

TERMO DE ACORDO Nº 01/2013 - Credenciamento Administradoras de Benefícios TERMO DE ACORDO, SEM ÔNUS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, E A ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS PARA DISPONIBILIZAÇÃO DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA AOS SEUS SERVIDORES

Leia mais

Reajuste de mensalidade

Reajuste de mensalidade Reajuste de mensalidade Conceitos básicos Reajuste por variação de custos Reajuste por mudança de faixa etária SÉRIE PLANOS DE SAÚDE CONHEÇA SEUS DIREITOS Reajuste de mensalidade SÉRIE PLANOS DE SAÚDE

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas

LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas LEI 13003 Manual Perguntas e Respostas APRESENTAÇÃO A Federação Baiana de Hospitais e a Associação de Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia, cumprindo com a função de orientar e assessorar hospitais,

Leia mais

Seção II Das Definições

Seção II Das Definições RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 310, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre os princípios para a oferta de contrato acessório de medicação de uso domiciliar pelas operadoras de planos de assistência à saúde.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA ANEXO VI MINUTA DE CONTRATO CONTRATO que entre si fazem o DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA e a empresa xxxxxxxx, para seguro contra terceiros para os veículos deste Departamento. O DEPARTAMENTO

Leia mais

PORTARIA Nº 4.896, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2005. (Republicação) (Texto compilado com as alterações da Portaria nº 2.592/2015)

PORTARIA Nº 4.896, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2005. (Republicação) (Texto compilado com as alterações da Portaria nº 2.592/2015) PORTARIA Nº 4.896, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2005. (Republicação) (Texto compilado com as alterações da Portaria nº 2.592/2015) Institui, no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, o Programa

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA RN Nº 195, DE 14 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre a classificação e características dos planos privados de assistência à saúde, regulamenta a sua contratação, institui a orientação para

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA Secretaria Geral de Governo

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA Secretaria Geral de Governo Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA Secretaria Geral de Governo DECRETO EXECUTIVO Nº 593/02, DE 31.12.2002. NORMATIZA A ADESÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS AOS PLANOS DE

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado( nome da operadora), com sede na rua..., n o...,bairro..., em(nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

Lei nº 13.003/2014. Novembro de 2015

Lei nº 13.003/2014. Novembro de 2015 Lei nº 13.003/2014 Novembro de 2015 Informações Gerais 1173 operadoras com beneficiários cadastrados 72 milhões de beneficiários - planos de assistência médica e/ou planos odontológicos Receita bruta de

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar os valores do plano privado de assistência a saúde - coletivo empresarial na DIRF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar os valores do plano privado de assistência a saúde - coletivo empresarial na DIRF Como informar os valores do plano privado de assistência a saúde - coletivo empresarial na DIRF 14/05/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 Referência : Correio eletrônico, de 10/12/2014. Protocolo AUDIN-MPU nº 2308/2014. Assunto

Leia mais

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes.

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes. COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROMOVER ESTUDOS E PROPOSIÇÕES VOLTADAS À REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO TERCEIRIZADO NO BRASIL SUGESTÃO DE SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 4.330, DE 2004 Dispõe sobre o contrato

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA No-48, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015 Dispõe sobre o acompanhamento e avaliação da garantia de atendimento dos beneficiários pelas operadoras de planos de assistência à saúde, regulamenta

Leia mais

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS

Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS Nota de Acompanhamento do Caderno de Informações da Saúde Suplementar - NACISS 29ª Edição Agosto de 214 SUMÁRIO EXECUTIVO Número de beneficiários de planos médico-hospitalares (Mar/14): 5.722.522; Taxa

Leia mais

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde

Manual de Orientação para contratação de planos de saúde Manual de Orientação para contratação de planos de saúde nós somos a casembrapa Funcionamento de um plano de autogestão: Somos uma operadora de saúde de autogestão. Uma entidade sem fins lucrativos, mantida

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No- 187, DE 9 DE MARÇO DE 2009 Estabelece normas para a geração, transmissão e controle de dados cadastrais de beneficiários

Leia mais

INTERCOMPANY CONSULTORIA E CORRETORA DE SEGUROS LT At Comissão de Licitações,

INTERCOMPANY CONSULTORIA E CORRETORA DE SEGUROS LT At Comissão de Licitações, INTERCOMPANY CONSULTORIA E CORRETORA DE SEGUROS LT At Comissão de Licitações, A INTERCOMPANY CONSULTORIA E CORRETORA DE SEGUROS LTDA, empresa brasileira de direito privado, inscrita no CNPJ 06.101.319/0001-90,

Leia mais

Instrumento de Comercialização de Planos de Saúde

Instrumento de Comercialização de Planos de Saúde De 30 à 99 vidas Com Coparticipação 1. DAS PARTES: 1.1. Celebra(m) o presente instrumento, na qualidade de CONTRATANTE(S), a(s) pessoa(s) jurídica(s) abaixo qualificada(s): RAZÃO SOCIAL: NOME FANTASIA:

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 389, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 (Em vigor a partir de 01/01/2016) Dispõe sobre a transparência das informações no âmbito da saúde suplementar, estabelece a obrigatoriedade da

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 265, DE 19 DE AGOSTO DE 2011

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 265, DE 19 DE AGOSTO DE 2011 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 265, DE 19 DE AGOSTO DE 2011 Dispõe sobre a concessão de bonificação aos beneficiários de planos privados de assistência à saúde pela participação em programas para Promoção

Leia mais

ANEXO: ANEXO II DADOS DO PRODUTO

ANEXO: ANEXO II DADOS DO PRODUTO ANEXO: ANEXO II DADOS DO PRODUTO A comercialização dos produtos estabelecidos no inciso I do art. 1º da lei nº 9.656/98 deverá seguir os procedimentos definidos em Instrução Normativa específica, com as

Leia mais

NOVOS PLANOS. Gerência Executiva de Negócios - GEN

NOVOS PLANOS. Gerência Executiva de Negócios - GEN NOVOS PLANOS Gerência Executiva de Negócios - GEN Necessidade de ajuste nos planos Adequação a resolução ANS RN 254 de 05.05.2011; Tabelas dos planos antigos em desacordo com o Estatuto do Idoso e do adolescente;

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) I CONTRATANTE : Nome Operadora de Saúde Endereço: R...., nº... Bairro... - Cidade/ Capital

Leia mais

BREVE ANÁLISE ACERCA DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS NA LEI N O 9.656, DE 03 DE JUNHO DE 1998, PELA LEI N O 13.003, DE 24 DE JUNHO DE 2014

BREVE ANÁLISE ACERCA DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS NA LEI N O 9.656, DE 03 DE JUNHO DE 1998, PELA LEI N O 13.003, DE 24 DE JUNHO DE 2014 BREVE ANÁLISE ACERCA DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS NA LEI N O 9.656, DE 03 DE JUNHO DE 1998, PELA LEI N O 13.003, DE 24 DE JUNHO DE 2014 Guilherme Portes Rio de Janeiro 08 de agosto de 2014 Advogado e Sócio

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

R E S O L V E: Art. 2º Os beneficiários do Plano de Saúde classificam-se em titulares e dependentes.

R E S O L V E: Art. 2º Os beneficiários do Plano de Saúde classificam-se em titulares e dependentes. PORTARIA TRT Nº. 4.896, de 17 de novembro de 2005. Institui, no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, o Programa de Assistência Médica Hospitalar e Ambulatorial. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE REGULAMENTADOS

PLANOS DE SAÚDE REGULAMENTADOS PLANOS DE SAÚDE REGULAMENTADOS Com relação a este tema, vamos explanar onde tudo começou: O Estatuto do Idoso (Lei n 10.741, de 01.10.03), reconhecendo a hipossuficiência do idoso, trouxe algumas conseqüências

Leia mais

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA COLETIVO EMPRESARIAL

CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATO DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA COLETIVO EMPRESARIAL Atendimento ao Cliente Central 24 Horas Tel.: (11) 32172008 Fax: (11) 31186500 Proposta de Adesão composta pelas Condições

Leia mais

PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009. ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento)

PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009. ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento) PROCESSO Nº 70100.001996/2009-74 CONVOCAÇÃO Nº 01/2009 ATA DE ABERTURA DE CONVOCAÇÃO N. 01/2009 (Invólucro de credenciamento) Aos 22 (vinte e dois) dia do mês de dezembro de 2009, na Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 64/2008 ESCLARECIMENTO 4

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 64/2008 ESCLARECIMENTO 4 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 4 Referência: Pregão Eletrônico n. 64/2008 Data: 17/11/2008 Objeto: Aquisição de certificado digital, na hierarquia da ICP-Brasil, do tipo A3 para pessoa física (e-cpf)

Leia mais