CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o"

Transcrição

1 EMENTA - Sentença em Geral; - Sentença Absolutória; - Sentença Condenatória; - Publicação e Intimação de Sentença; - Coisa Julgada de Sentença; - Instrução Criminal dos Procedimentos Ordinário e Sumário; - Processo e Julgamento dos Crimes de Responsabilidade dos Funcionários Públicos; - Processo e Julgamento dos Crimes contra a Honra; - Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos; - Recursos em Geral; - Recurso em Sentido Estrito; - Recurso de Apelação; - Recurso de Embargos (Declaração e Infringentes); - Procedimento dos Recursos em Sentido Estrito, Apelações e Embargos; - Revisão Criminal; - Carta Testemunhável; - Habeas Corpus; - Nulidades Processuais. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Princípios Aplicáveis ao Processo Penal; Abordagem do Processo e Procedimento Penal; Procedimento Comum Ordinário. Definição e Aplicabilidade; Procedimento Comum Sumário. Definição e Aplicabilidade; Procedimentos Especiais. Definição e Aplicabilidade; Critério Subsidiário para Definição do Procedimento; Do Procedimento Ordinário e Sumário. Art. 395 C.P.P.. Rejeição da Denúncia ou Queixa; Do Procedimento Ordinário e Sumário. Art. 396 C.P.P.. Recebimento da Denúncia ou Queixa e Citação do Acusado; Procedimento Ordinário e Sumário. Art. 396-A C.P.P.. Resposta à Acusação; Procedimento Ordinário e Sumário. Art. 397 C.P.P.. Absolvição Sumária; Procedimento Ordinário e Sumário. Art. 399 C.P.P.. Designação de Audiência de Procedimento Ordinário. Art. 400 C.P.P.. Audiência de Instrução e Julgamento; Procedimento Ordinário. Art. 401 C.P.P.. Limite de Testemunhas e Aspectos Correlatos; Procedimento Ordinário. Art. 402 C.P.P.. Requerimento de Diligências; Procedimento Ordinário. Art. 403 C.P.P.. Alegações Finais Orais; Procedimento Ordinário. Art. 404 C.P.P.. Memoriais Decorrentes de Determinação de Diligências; Procedimento Ordinário. Art. 405 C.P.P.. Registro dos Fatos da Audiência; Procedimento Sumário. Art. 531 C.P.P.. Audiência de Instrução e Julgamento; Procedimento Sumário. Art. 532 C.P.P.. Limite de Testemunhas; Procedimento Sumário. Art. 533 C.P.P.. Concentração e Indeferimento de Provas; Procedimento Sumário. Art. 534 C.P.P.. Alegações Finais Orais; Procedimento Sumário. Art. 535 C.P.P.. Concentração e Inexistência de Memoriais; Procedimento Sumário. Art. 536 C.P.P.. Ordem de Inquirição; Procedimento Sumário. Art. 537 C.P.P.. Competência Alternativa; Funcionários Públicos. Art. 513 C.P.P.. Aspectos Preliminares; Funcionários Públicos. Art. 514 C.P.P.. Notificação do Acusado; Funcionários Públicos. Art. 515 C.P.P.. Autos em Cartório e Resposta do Acusado; Funcionários Públicos. Art. 516 C.P.P.. Rejeição da Peça Acusatória. 1

2 Funcionários Públicos. Art. 517 C.P.P.. Recebimento da Peça Acusatória e Citação; Funcionários Públicos.Art. 518 C.P.P.. Subsidiariedade do Rito Comum (recebimento da queixa); Procedimentos Especiais. Processo e Julgamento dos Crimes contra a Honra. Art. 519 C.P.P.. Subsidiariedade do Rito Comum; Procedimentos Especiais. Processo e Julgamento dos Crimes contra a Honra. Art. 520/522 C.P.P. Oferecimento de Queixa e Tentativa de Reconciliação; Procedimentos Especiais. Processo e Julgamento dos Crimes contra a Honra. Art. 523 C.P.P.. Oferecimento de Exceção da Verdade ou da Notoriedade; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 541 C.P.P.. Aspectos Preliminares; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 542 C.P.P.. Audiência de Restauração; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 543 C.P.P.. Diligencias de Restauração; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 544 C.P.P.. Prazo para Diligências e Conclusão; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 545 C.P.P.. Isenção de Custas Judiciais para quem Não deu Causa; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 546 C.P.P.. Pagamento de Custas em Dobro pelos Responsáveis; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 547 C.P.P.. Substituição dos Autos Originais; Procedimentos Especiais. Processo de Restauração de Autos Extraviados ou Destruídos. Art. 548 C.P.P.. Não Suspensão dos Efeitos da Sentença dos Autos Extraviados; Nulidades. Aspectos Gerais; Nulidades. Art. 563 C.P.P.. Princípio da Prejudicialidade; Nulidades. Art. 564 C.P.P.. Casos de Nulidades; Nulidades. Art. 565 C.P.P.. Princípio do Interesse; Nulidades. Art. 566 C.P.P.. Princípio da Instrumentalidade das Formas; Nulidades. Art. 567 C.P.P.. Incompetência e Anulação apenas de Atos Decisórios; Nulidades. Art. 568 C.P.P.. Ilegitimidade do Representante da Parte e Convalidação; Nulidades. Art. 569 C.P.P.. Omissões e Convalidação; Nulidades. Art. 570 C.P.P.. Defeito na Citação, Intimação e Notificação e sua convalidação; Nulidades. Art. 571 C.P.P.. Prazo para Arguição das Nulidades; Nulidades. Art. 572 C.P.P.. Saneamento Expresso de Nulidades; Nulidades. Art. 573 C.P.P.. Princípio da Sequencialidade das Nulidades; Sentença. Aspectos Preliminares e Gerais; Sentença. Art. 381 C.P.P.. Conteúdo da Sentença; Sentença. Art. 383 C.P.P.. Emendatio Libelli; Sentença. Art. 384 C.P.P.. Mutatio Libelli; Sentença. Art. 385 C.P.P.. Não Necessidade de Vincular a Decisão ao Requerimento de uma das Partes; Sentença. Art. 386 C.P.P.. Sentença Absolutória; Sentença. Art. 387 C.P.P.. Sentença Condenatória; Sentença. Art. 388 C.P.P.. Sentença Física; Sentença. Art. 389 C.P.P.. Publicação da Sentença; Sentença. Art. 390 C.P.P.. Intimação do Ministério Público; Sentença. Art. 391 C.P.P.. Intimação do Querelante e do Assistente; Sentença. Art. 392 C.P.P.. Das Demais Formas de Intimação da Sentença; Sentença. Art. 393 C.P.P.. Efeitos Automáticos da Sentença Condenatória Recorrível; Coisa Julgada: Formal, Material e Coisa Soberanamente Julgada; Recursos. Aspectos Preliminares e Gerais; Recursos. Art. 574 C.P.P.. Voluntariedade e Oficiosidade dos Recursos; 2

3 Recursos. Art. 575 C.P.P.. Desvio da Administração Pública; Recursos. Art. 576 C.P.P.. Indisponibilidade do Ministério Público; Recursos. Art. 577 C.P.P.. Legitimidade para Interposição; Recursos. Art. 578 C.P.P.. Requisitos para Interposição; Recursos. Art. 579 C.P.P.. Fungibilidade dos Recursos; Recursos. Art. 580 C.P.P.. Teoria Unitária ou Monística; Recursos. Art. 581 C.P.P.. Recurso em Sentido Estrito. Cabimento; Recursos. Art. 582 C.P.P.. RESE. Destinatário dos Recursos; Recursos. Art. 583 C.P.P.. RESE. Subida do Recurso nos Autos; Recursos. Art. 584 C.P.P.. RESE. Hipóteses de Efeito Suspensivo; Recursos. Art. 585 C.P.P.. RESE. Requisito para Recurso de Pronúncia; Recursos. Art. 586 C.P.P.. RESE. Prazo para Interposição; Recursos. Art. 587 C.P.P.. RESE. Subida do Recurso por Instrumento e Peças Indispensáveis; Recursos. Art. 588 C.P.P.. RESE. Prazo para Oferecimento de Razões e Contra-Razões Recursais; Recursos. Art. 589 C.P.P.. RESE. Juízo de Retratação; Recursos. Art. 590 C.P.P.. Dilação do Prazo para Traslado; Recursos. Art. 591 C.P.P.. Prazo para Subida dos Autos ao Tribunal ad quem; Recursos. Art. 592 C.P.P.. Prazo para Descida dos Autos ao Juízo a quo; Recursos. Art. 593 C.P.P.. Apelação. Cabimento e Prazo para Interposição; Recursos. Art. 595 C.P.P.. Apelação. Deserção por Fuga do Réu; Recursos. Art. 596 C.P.P.. Apelação. Efeito Unicamente Devolutivo da Sentença Absolutória; Recursos. Art. 597 C.P.P.. Apelação. Efeito Suspensivo da Sentença Condenatória e Exceções; Recursos. Art. 598 C.P.P.. Apelação. Supletiva; Recursos. Art. 599 C.P.P.. Apelação. Total e Parcial; Recursos. Art. 600 C.P.P.. Apelação. Prazo para Apresentação das Razões e Contra Razões; Recursos. Art. 601 C.P.P.. Apelação. Remessa dos Autos ao Tribunal ad quem e Inexistência de Juízo de Retratação; Recursos. Art. 602 C.P.P.. Prazo para Remessa ao Tribunal ad quem; Recursos. Art C.P.P.. Apelação. Subida nos Autos Originais; Recursos. Art. 382 C.P.P.. Embargos de Declaração de Sentença. Cabimento e Prazo; Recursos. Art. 619 C.P.P.. Embargos de Declaração de Acórdão. Cabimento e Prazo; Recursos. Art. 620 C.P.P.. Embargos de Declaração de Acórdão. Conteúdo; Recursos. Art. 609, Parágrafo Único C.P.P.. Embargos Infringentes. Prazo e Cabimento; Recursos. Art. 609 C.P.P.. Do Processo e Julgamento dos Recursos em Sentido Estrito e das Apelações, nos Tribunais de Apelação; Recursos. Art. 610 C.P.P.. Do Processo e Julgamento do Recurso em Sentido Estrito. Prazos e Movimentações; Recursos. Art. 612 C.P.P.. Do Processo e Julgamento do Habeas Corpus. Julgamento na Primeira Sessão; Recursos. Art. 613 C.P.P.. Do Processo e Julgamento da Apelação. Prazos e Movimentações; Recursos. Art. 614 C.P.P.. Impossibilidade de Observância dos Prazos; Recursos. Art. 615 C.P.P.. Critério de Julgamento; Recursos. Art. 616 C.P.P.. Diligências Requeridas pelo Tribunal ad quem; Recursos. Art. 617 C.P.P.. Vinculação das Decisões dos Tribunais; Recursos. Art. 618 C.P.P.. Da Competência Residual dos Regimentos Internos; Recursos. Art. 621 C.P.P.. Revisão Criminal. Cabimento; Recursos. Art. 622 C.P.P.. Revisão Criminal. Prazo; Recursos. Art. 623 C.P.P.. Revisão Criminal. Legitimidade Ativa; Recursos. Art. 624 C.P.P.. Revisão Criminal. Competência para Julgamento; Recursos. Art. 625 C.P.P.. Revisão Criminal. Procedimento; Recursos. Art. 626 C.P.P.. Revisão Criminal. Efeitos Automáticos do Julgamento Procedente; Recursos. Art. 627 C.P.P.. Revisão Criminal. Efeitos do Julgamento Procedente; Recursos. Art. 628 C.P.P.. Revisão Criminal. Competência Residual dos Regimentos Internos; Recursos. Art. 629 C.P.P.. Revisão Criminal. Certidão do Acórdão e sua Juntada; 3

4 Recursos. Art. 630 C.P.P.. Revisão Criminal. Direito a Indenização; Recursos. Art. 631 C.P.P.. Revisão Criminal. Morte do Recorrente; Recursos. Art. 639 C.P.P.. Carta Testemunhável. Cabimento; Recursos. Art. 640 C.P.P.. Carta Testemunhável. Prazo; Recursos. Art. 641 C.P.P.. Carta Testemunhável. Prazo para Entrega da Carta; Recursos. Art. 642 C.P.P.. Carta Testemunhável. Do Embaraço do Recurso por parte do Escrivão; Recursos. Art. 643 C.P.P.. Carta Testemunhável. Do Procedimento para Oferecimento de Razões e Contra-Razões; Recursos. Art. 644 C.P.P.. Carta Testemunhável. Da Opção por Julgar a Carta ou o Recurso Originário; Recursos. Art. 645 C.P.P.. Carta Testemunhável. Procedimento a ser seguido; Recursos. Art. 646 C.P.P.. Carta Testemunhável. Da Vedação do Efeito Suspensivo; Recursos. Art. 647 C.P.P.. Habeas Corpus. Aspectos Gerais e Cabimento; Recursos. Art. 648 C.P.P.. Habeas Corpus. Definição de Coação Ilegal; Recursos. Art. 649/650 C.P.P.. Habeas Corpus. Competência Jurisdicional; Recursos. Art. 651 C.P.P.. Habeas Corpus. Concorrência com o Processo Original; Recursos. Art. 652 C.P.P.. Habeas Corpus. Nulidade do Processo; Recursos. Art. 653 C.P.P.. Habeas Corpus. Procedência e Ônus de Pagar Custas; Recursos. Art. 654 C.P.P.. Habeas Corpus. Legitimidade Ativa; Recursos. Art. 655 C.P.P.. Habeas Corpus. Embaraço e Responsabilidades; Recursos. Art. 656 C.P.P.. Habeas Corpus. Oitiva do Paciente Preso; Recursos. Art. 657 C.P.P.. Habeas Corpus. Exceção à Apresentação do Paciente Preso; Recursos. Art. 658 C.P.P.. Habeas Corpus. Detentor e Mandante da Prisão; Recursos. Art. 659 C.P.P.. Habeas Corpus. Prejudicialidade do Pedido; Recursos. Art. 660 C.P.P.. Habeas Corpus. Prazo para Decisão; Recursos. Art. 661 C.P.P.. Habeas Corpus. Competência Originária do Tribunal; Recursos. Art. 662 C.P.P.. Habeas Corpus. Regras Regimentais; Recursos. Art. 663 C.P.P.. Habeas Corpus. Indeferimento da Liminar e Remessa ao Órgão Colegiado; Recursos. Art. 664 C.P.P.. Habeas Corpus. Celeridade no Julgamento; Recursos. Art. 665 C.P.P.. Habeas Corpus. Comunicação da Decisão; Recursos. Art. 666 C.P.P.. Habeas Corpus. Competência Residual dos Regimentos Internos; Recursos. Art. 667 C.P.P.. Habeas Corpus. Competência Originaria do S.T.F.. BIBLIOGRAFIA BÁSICA: BONFIN, Edílson Mougenot. Curso de Direito Processo Penal. 8.ed. São Paulo: Saraiva, CAPEZ, Fernando. Curso de Processo Penal. 20.ed. São Paulo: Saraiva,

5 JESUS, Damásio Evangelista de. Código de Processo Penal Anotado. 17. ed. São Paulo: Saraiva COMPLEMENTAR: GRECO FILHO, Vicente. Manual de Processo Penal. 9.ed.rev.atu. São Paulo: Saraiva, NUCCI, Guilherme de Souza. Código de Processo Penal Comentado. 9.ed.rev.atu.amp. São Paulo: Revista dos Tribunais, PACHECO, Denílson Feitoza. Direito Processual Penal. Belo Horizonte: Impetus RANGEL, Paulo. Direito Processual Penal. 16.ed.rev.amp.atu. Rio de Janeiro: Lúmen Iuris, TOURINHO FILHO, Fernando da Costa. Manual de Processo Penal. 15.ed.rev. São Paulo: Saraiva,

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 11 Capítulo I PROVAS... 13 1. Introdução... 13 2. Das provas aspectos gerais (arts. 155 a 157 do CPP)... 13 3. Ônus da prova, provas antecipadas e provas de ofício... 14 4. Prova

Leia mais

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ!

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ! Olá CONCENTRADOS! Como está a sua preparação para a 2ª fase da OAB? Muito estudo e dedicação? Sabemos como é difícil conseguir conciliar tudo nesta fase, o período é curto, a matéria longa e você precisa

Leia mais

RECURSOS NO PROCESSO PENAL

RECURSOS NO PROCESSO PENAL ESTUDO RECURSOS NO PROCESSO PENAL RECURSOSRE Ribamar Soares Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional

Leia mais

Capítulo I INQUÉRITO POLICIAL E AÇÃO PENAL Seção I REQUERIMENTO DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO POLICIAL (OU NOTITIA CRIMINIS )

Capítulo I INQUÉRITO POLICIAL E AÇÃO PENAL Seção I REQUERIMENTO DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO POLICIAL (OU NOTITIA CRIMINIS ) Manual de Prática Penal Sumário Manual de Prática Penal Capítulo I INQUÉRITO POLICIAL E AÇÃO PENAL Seção I REQUERIMENTO DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO POLICIAL (OU NOTITIA CRIMINIS ) Fundamento Legal... 33

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal II Código

Leia mais

1. PRINCÍPIOS DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS art. 62 da Lei 9.009/95 2. OBJETIVOS DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

1. PRINCÍPIOS DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS art. 62 da Lei 9.009/95 2. OBJETIVOS DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL 1 PROCESSO PENAL PROCESSO PENAL PONTO 1: Princípios dos Juizados Especiais Criminais PONTO 2: Objetivos PONTO 3: Competência PONTO 4: Fase Policial PONTO 5: Fase Judicial PONTO 6: Recursos PONTO 7: Atos

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARTE I PROCEDIMENTO ORDINÁRIO

PROCEDIMENTOS PARTE I PROCEDIMENTO ORDINÁRIO PROCEDIMENTOS PARTE I PROCEDIMENTO ORDINÁRIO PROCEDIMENTOS PROCESSO instrumento utilizado para resolução dos conflitos de interesses, formado por um conjunto de atos, exige a conjugação de dois fatores:

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Petição inicial: Queixa-crime. Endereçamento: Vara Criminal da Comarca de São Paulo SP. Vara criminal comum, visto que as penas máximas abstratas, somadas, ultrapassam dois anos. Como

Leia mais

TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS UNIFICADA - JUSTIÇA ESTADUAL

TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS UNIFICADA - JUSTIÇA ESTADUAL TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS UNIFICADA - JUSTIÇA ESTADUAL ELIMI JUIZADOS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE 547 Seção Cível 1385 Cartas 1450 Carta de ordem 1451 Carta Precatória 1455 Incidentes 10969

Leia mais

Sumário. Nota do autor para a terceira edição... 31

Sumário. Nota do autor para a terceira edição... 31 Nota do autor para a terceira edição... 31 APRESENTAÇÃO... 33 ABREVIATURAS E SIGLAS... 35 Capítulo I Introdução ao direito eleitoral... 37 1. Introdução ao Direito Eleitoral... 37 1.1. Conceito de Direito

Leia mais

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários:

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários: CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL Proposta de programa a desenvolver em sumários: I Do inicio do processo o crime e sua natureza. - Crimes públicos, semi-públicos e particulares;

Leia mais

EGREGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

EGREGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL MINISTERIO PUBLIC() FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERMS EGREGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL PRE/PA/2013 RC RECURSO CRIMINAL N 384-41.2012.6.13.0302 RECORRENTE: Ministerio Public Eleitoral

Leia mais

DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 2

DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 2 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 O candidato deverá discorrer sobre os conceitos dos elementos do tipo penal (objetivos, normativos e subjetivos), dando os exemplos constantes no Código

Leia mais

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO...

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...19 DEDICATÓRIA...21 CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 23 1. Antecedentes históricos da função de advogado...23 2. O advogado na Constituição Federal...24 3. Lei de

Leia mais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais

Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciências Penais Direito Processual Penal (Ritos) Carga Horária: 28 H/A 1 -Ementa A atual

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL PÚBLICA tem início através de uma peça que se chama denúncia. Essa é a petição inicial dos crimes

Leia mais

- PARA CRIMES CUJA PENA MÁXIMA SEJA IGUAL OU SUPERIOR A QUATRO ANOS: PROCEDIMENTO ORDINÁRIO;

- PARA CRIMES CUJA PENA MÁXIMA SEJA IGUAL OU SUPERIOR A QUATRO ANOS: PROCEDIMENTO ORDINÁRIO; ESQUEMA DE ESTUDO PROCEDIMENTOS PENAIS PROFESSOR: PIETRO CHIDICHIMO JUNIOR NOVA FORMA DE ESCOLHA DOS PROCEDIMENTOS COMUNS COM O ADVENTO DA LEI N.º 11.719/08. EXCEÇÕES: PROCEDIMENTO DE FUNCIONÁRIO E HONRA

Leia mais

PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual.

PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual. PRESSUPOSTOS SUBJETIVOS DE ADMISSIBILIDADE RECURSAL: - Legitimidade - art. 499 CPC: - Possui legitimidade para recorrer quem for parte na relação jurídica processual. Preposto é parte? Pode recorrer? NÃO.

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS...

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 13 Processo X procedimento... 13 Ritos no processo de cognição... 13 Procedimento comum... 14 Procedimento especial... 14 Atividade jurisdicional estrutura...

Leia mais

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto 4. APELAÇÃO (art. 593 a 603 do CPP) 4.1 Conceito: É o recurso interposto da sentença definitiva ou com força de definitiva para a segunda instância, com o fim de que se proceda ao reexame da matéria, com

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

Liberdade provisória sem fiança.

Liberdade provisória sem fiança. Liberdade provisória sem fiança. OBJETIVO DESSE AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SERÁ A APRESENTAÇÃO DO INSTITUTO DA LIBERDADE PROVISÓRIA SEM FIANÇA LIBERDADE PROVISÓRIA LIBERDADE PROVISÓRIA A liberdade

Leia mais

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP)

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2.1. Conceito O Recurso em Sentido Estrito para Espínola Filho se constitui (por ato da parte interessada ou em virtude de determinação legal)

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 25/05/2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV Procedimento Sumaríssimo (Lei 9.099/95) - Estabelece a possibilidade de conciliação civil,

Leia mais

MEDIDA DE SEGURANÇA MACAPÁ 2011 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO MATERIAL DIDÁTICO

MEDIDA DE SEGURANÇA MACAPÁ 2011 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE DIREITO MATERIAL DIDÁTICO MEDIDA DE SEGURANÇA DIREITO PENAL 4º SEMESTRE PROFESSORA PAOLA JULIEN OLIVEIRA DOS SANTOS ESPECIALISTA EM PROCESSO. MACAPÁ 2011 1 MEDIDA DE SEGURANÇA 1. Conceito: sanção penal imposta pelo Estado, na execução

Leia mais

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL SUMÁRIO Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 17 Guia de leitura da Coleção... 19 Agradecimentos... 21 Nota à 4ª edição... 23 Apresentação... 25 Prefácio... 27 Capítulo I SUJEITOS NO PROCESSO PENAL...

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA - STJ

JURISPRUDÊNCIA - STJ JURISPRUDÊNCIA - STJ Processo HC 36429 / MG ; HABEAS CORPUS 2004/0090499-1 Ministro HÉLIO QUAGLIA BARBOSA (1127) T6 - SEXTA TURMA 24/11/2004 DJ 17.12.2004 p. 598 HABEAS CORPUS. CRIME DE ABUSO DE AUTORIDADE.

Leia mais

DEFENSOR - AM - 2011 c) Cabe revisão criminal das sentenças absolutórias impróprias, mas não cabe da sentença de pronúncia do réu.

DEFENSOR - AM - 2011 c) Cabe revisão criminal das sentenças absolutórias impróprias, mas não cabe da sentença de pronúncia do réu. DEFENSOR - AM - 2011 Julgue as alternativas sobre revisão criminal e assinale a correta. a) Poderá ser requerida em qualquer tempo, desde que antes da extinção da pena. b) A absolvição em sede de revisão

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal I PLANO DE ENSINO Código

Leia mais

RECURSOS E AÇÕES IMPUGNATIVAS AUTÔNOMAS NO PROCESSO PENAL

RECURSOS E AÇÕES IMPUGNATIVAS AUTÔNOMAS NO PROCESSO PENAL RECURSOS E AÇÕES IMPUGNATIVAS AUTÔNOMAS NO PROCESSO PENAL Aula ministrada na Verbo Jurídico em 31/10/12 para os cursos de Analista - DPE/RS e Procurador do Município de Porto Alegre Professor: Thiago Pedro

Leia mais

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME 2ª Fase OAB/FGV Direito Processual Penal Monitoria Penal Karina Velasco EXERCÍCIO 1 O juiz, ao proferir sentença condenando João por furto qualificado, admitiu, expressamente, na fundamentação, que se

Leia mais

Ambos os recursos de estrito direito têm a sua causa de pedir prevista na Constituição Federal

Ambos os recursos de estrito direito têm a sua causa de pedir prevista na Constituição Federal Interposição: perante o órgão prolator da decisão Recurso Especial Nomenclatura: REsp Competência: Superior Tribunal de Justiça STJ Prazo para interposição 15 dias; Recurso Extraordinário Nomenclatura:

Leia mais

1. RECURSO DE APELAÇÃO

1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. RECURSO DE APELAÇÃO 1. 1 HIPÓTESES DE CABIMENTO - Sentença condenatória. - Sentença absolutória. - Sentença de absolvição sumária no âmbito do Tribunal do Júri, nos termos do art. 415 do CPP. - Decisão

Leia mais

Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1. Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3

Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1. Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3 Sumário Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3 Capítulo 3 Aplicação da Lei processual penal... 9 Capítulo 4 Princípios do Processo Penal...

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso.

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. Por que se diz instrumento: a razão pela qual o recurso se chama agravo de

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais

Metodologia: 1.1. Instrumentos: Debates, pesquisas, provas, trabalhos e leitura complementar.

Metodologia: 1.1. Instrumentos: Debates, pesquisas, provas, trabalhos e leitura complementar. Curso: Bacharelado em Ciências Jurídicas (DIR31030) Carga Horária: 80 Professor DAVID ALVES MOREIRA (Dr). Disciplina: Direito Processual Penal III Período: 7º - Ano: 2015/1 Semestre Bacharel em Direito

Leia mais

ESCOLA DO DIREITO. CARGA HORÁRIA: - 40(quarenta) horas. - Reconhecidas integralmente, como atividade complementar, para aluno UnP.

ESCOLA DO DIREITO. CARGA HORÁRIA: - 40(quarenta) horas. - Reconhecidas integralmente, como atividade complementar, para aluno UnP. CURSO PRÁTICO DE LICITAÇÕES - FILIPE GUSTAVO BARBOSA MAUX Advogado militante e Consultor Jurídico na área de Licitações e Contratos. Professor de Direito Administrativo da graduação e da pós-graduação

Leia mais

SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO: momento processual para a aceitação do benefício MARCIO FRANCISCO ESCUDEIRO LEITE

SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO: momento processual para a aceitação do benefício MARCIO FRANCISCO ESCUDEIRO LEITE SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO: momento processual para a aceitação do benefício MARCIO FRANCISCO ESCUDEIRO LEITE PROMOTOR DE JUSTIÇA ASSESSOR DO CENTRO DE APOIO OPERACIONAL CRIMINAL DO MINISTÉRIO PUBLICO

Leia mais

1. PROCESSO E PROCEDIMENTO. 2. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO.

1. PROCESSO E PROCEDIMENTO. 2. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. 1. PROCESSO E PROCEDIMENTO. O procedimento é modo como os atos se desenvolvem (coordenam) no tempo. O Processo pode ser de conhecimento, execução ou cautelar. A lei 11.719/2008 alterou a ritualística penal,

Leia mais

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO E O JULGAMENTO POR E-MAIL

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO E O JULGAMENTO POR E-MAIL O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO E O JULGAMENTO POR E-MAIL Ana Victoria de Paula Souza Souza, Ana Victoria de Paula. O tribunal de justiça do Estado de São Paulo e o julgamento por e-mail.

Leia mais

1. Introdução: - RMS 21.884 (STF) Questão do preso em regime fechado que passou no vestibular e matriculou-se no curso de direito na Universidade.

1. Introdução: - RMS 21.884 (STF) Questão do preso em regime fechado que passou no vestibular e matriculou-se no curso de direito na Universidade. 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Introdução PONTO 2: Recursos em espécie continuação: - Recurso em Sentido Estrito - Apelação - Protesto por Novo Júri - Embargos Infringentes - Embargos Declaratórios

Leia mais

Juizados Especiais. Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br.

Juizados Especiais. Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br. Juizados Especiais Aula 13 (21.05.13) Vinicius Pedrosa Santos (magistrado e professor) e-mail: vinipedrosa@uol.com.br Ementa da aula Juizado Especial Criminal Competência Princípios JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL

Leia mais

CONTEÚDO / ATIVIDADES Data CH

CONTEÚDO / ATIVIDADES Data CH 1 SOPECE-FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE PERNAMBUCO-PINTO FERREIRA CURSO DE DIREITO-Ética Geral e Profissional-2º Ano-Manhã-2016 Professora: Sueli Gonçalves de Almeida Site: www.loveira.adv.br/material

Leia mais

CÉSAR AUGUSTO MICHELI

CÉSAR AUGUSTO MICHELI TABELAS COM A DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES, QUANTIDADE DE ATIVIDADES E QUANTIDADE DE HORAS DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO, DO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU (FIB)

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR

: MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR MEDIDA CAUTELAR NO HABEAS CORPUS 125.768 SÃO PAULO RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) PROC.(A/S)(ES) COATOR(A/S)(ES) : MIN. DIAS TOFFOLI :PAULO RODRIGUES LOPES :DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção de São Paulo SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ. Atualizado em 08/09/2015

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção de São Paulo SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ. Atualizado em 08/09/2015 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ Atualizado em 08/09/2015 RESOLUÇÃO STJ/GP N. 3 DE 5 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Processual Penal I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO EMENTA Direito

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2013 Disciplina: Direito Processual Civil II Departamento V Direito Processual Civil Docente Responsável: Profa. Iris Pedrozo Lippi Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo:

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2010 Visitas Orientadas 72 Horas 36 horas para atividades

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 830.395 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. LUIZ FUX RECDO.(A/S) :BIG WALL COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS LTDA ME : CRISTIANO PRESTES BRAGA E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS

DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS ESMEG ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE GOIÁS Prof. e Des. Romeu Pires de Campos Barros DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS PONTO V - PROCESSO PENAL, SISTEMAS PROCESSUAIS PENAIS E PRINCÍPIOS

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação

Plano de Ensino. Identificação Identificação Plano de Ensino Curso: direito Disciplina: processo penal I Ano/semestre: 2012/1º Carga horária: Total: 80h Semanal: 8h Professor: Breno José Bermudes Brandão Período/turno: 6 periodo A e

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira RELATÓRIO Trata-se de recurso em sentido estrito interposto por Célio Bispo Kojuch contra sentença proferida pelo Juízo da 14.ª Vara da SJRN que denegou ordem de habeas corpus através da qual era objetivada

Leia mais

Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico

Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico José Ricardo Simões Rodrigues Estágio extracurricular I: Relatórios de audiências, júri e estágio em órgão jurídico Cacoal - RO Dezembro de 2007 José Ricardo Simões Rodrigues Estágio extracurricular I:

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :DUILIO BERTTI JUNIOR

: MIN. DIAS TOFFOLI :DUILIO BERTTI JUNIOR HABEAS CORPUS 117.934 SÃO PAULO RELATOR PACTE.(S) : MIN. DIAS TOFFOLI :DUILIO BERTTI JUNIOR IMPTE.(S) :EDUARDO VON ATZINGEN DE ALMEIDA SAMPAIO E OUTRO(A/S) COATOR(A/S)(ES) :RELATOR DO HC Nº 269.477 DO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: Recursos Trabalhistas. Execução Trabalhista. Dissídio Coletivo. Procedimentos Especiais. OBJETIVOS GERAIS Proporcionar ao aluno o conhecimento sobre o processamento dos recursos, execução, dissídio

Leia mais

Número: 0020259-07.2013.5.04.0751

Número: 0020259-07.2013.5.04.0751 Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região - 2º Grau PJe - Processo Judicial Eletrônico Consulta Processual Número: 0020259-07.2013.5.04.0751 Classe: RECURSO ORDINÁRIO - Relator: JURACI GALVAO JUNIOR 09/07/2014

Leia mais

SENTENÇA CRIMINAL (art. 381-CPP)

SENTENÇA CRIMINAL (art. 381-CPP) SENTENÇA CRIMINAL (art. 381-CPP) Natureza jurídica. É um ato de jurisdição. Na sentença consuma-se a função jurisdicional do Estado, aplicando-se a lei ao caso concreto controvertido. Conceito. É o momento

Leia mais

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto

FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ Núcleo de Curitiba Professor: Armando Antonio Sobreiro Neto 3. DO RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (art. 581 a 592 do CPP) 3.1 Conceito: É o recurso interposto da decisão judicial, nos estritos casos especificados em lei, com o fim de que se proceda ao reexame da matéria,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.226.283 - PR (2011/0000570-6) RELATORA RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRA LAURITA VAZ : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL : C C C : EDUARDO TERGOLINA TEIXEIRA - DEFENSOR PÚBLICO E

Leia mais

CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA:

CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMENTÁRIOS DA PROVA Questões da prova de Oficial de Justiça PJ-H/2014 Questão 48 (art. 325) Questão 47 (art. 312 parágrafo segundo) QUESTÃO 48 - GABARITO: D QUESTÃO 47 - GABARITO: C CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade...

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... Sumário Título I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Capítulo I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... 35 Capítulo II APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL

Leia mais

ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência

ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência Dezembro/2012 Sumário 1. Introdução... 4 2. Conteúdo... 4 3. Premissas... 4 4. Alterações de impacto global... 5 i. Comportamento

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS Í N D I C E Código Disciplina Página DIR 06-00231 Teoria Geral do Processo I 2 DIR 06-00404 Teoria Geral do Processo II 3 DIR 06-00896 Direito Processual Civil I 4 DIR 06-01080

Leia mais

Professor: Rodrigo J. Capobianco

Professor: Rodrigo J. Capobianco Professor: Rodrigo J. Capobianco 1. Critérios de Avaliação Independente dos critérios específicos de cada prova, a OAB sempre analisa os exames tendo base alguns fatores: 1. Critérios de Avaliação a)

Leia mais

Cód. VALOR (R$) CUSTAS (Atos da Secretaria do Tribunal): Classes processuais - Justiça Estadual (2ºGRAU) - Cód.

Cód. VALOR (R$) CUSTAS (Atos da Secretaria do Tribunal): Classes processuais - Justiça Estadual (2ºGRAU) - Cód. CUSTAS (Atos da Secretaria do Tribunal): Classes processuais - Justiça Estadual (2ºGRAU) - Cód. Cód. Pai Artigo VALOR (R$) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS 1198 1 Correição Extraordinária 1303 1198 Isento

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça

Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Procuradoria Geral de Justiça CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE PROMOTOR DE JUSTIÇA SUBSTITUTO (EDITAL Nº 001/2014/MP-MT) (publicado no DOE em 14/02/2014 páginas 183 a 188) ANEXO I PROGRAMAS DOS GRUPOS TEMÁTICOS PARA O CONCURSO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 780.354 BAHIA RELATORA RECTE.(S) RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :BARRA VILLE INCORPORADORA LTDA :BARÃO DE ITAPOAN INCORPORADORA LTDA :

Leia mais

SUMÁRIO 1ª PARTE ASPECTOS GERAIS CAPÍTULO I DIREITO PROCESSUAL DISCIPLINAR 1. Introdução 2. Conceito 3. Acepções 4. Divisão 5. Aplicação por analogia

SUMÁRIO 1ª PARTE ASPECTOS GERAIS CAPÍTULO I DIREITO PROCESSUAL DISCIPLINAR 1. Introdução 2. Conceito 3. Acepções 4. Divisão 5. Aplicação por analogia SUMÁRIO 1ª PARTE ASPECTOS GERAIS DIREITO PROCESSUAL DISCIPLINAR 2. Conceito 3. Acepções 4. Divisão 5. Aplicação por analogia 6. Normas de aplicação nacional FONTES DO DIREITO PROCESSUAL DISCIPLINAR 2.

Leia mais

TEORIA GERAL DOS RECURSOS

TEORIA GERAL DOS RECURSOS TEORIA GERAL DOS RECURSOS PRINCÍPIOS RECURSAIS FUNGIBILIDADE Também chamado de princípio da conversibilidade ou da instrumentalidade das formas, uma vez que sobreleva o conteúdo do recurso ao seu aspecto

Leia mais

As Principais Modificações no Processo Civil. Pedro Henrique Pedrosa Nogueira

As Principais Modificações no Processo Civil. Pedro Henrique Pedrosa Nogueira As Principais Modificações no Processo Civil Pedro Henrique Pedrosa Nogueira PARTE GERAL E PROCEDIMENTO COMUM Valorização do contraditório Distribuição dinâmica do ônus da prova Gestão do procedimento

Leia mais

RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR):

RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR): fls.1/6 RELATÓRIO O EXMO. SR. JUIZ TOURINHO NETO (RELATOR): 1. Trata-se de apelação interposta por JOÃO ARCANJO RIBEIRO contra decisão proferida pelo MM. Juiz Federal Substituto Marcel Peres de Oliveira,

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014. 1.4 Série: 3ª Turmas: A e B Turno: Diurno

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014. 1.4 Série: 3ª Turmas: A e B Turno: Diurno FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014 1. INFORMAÇÕES GERAIS: 1.1 Professor: Décio Antônio Piola 1.2 Departamento: Direito Público 1.3 Disciplina: Direito Processual Penal I 1.4 Série: 3ª

Leia mais

1. DOS RECURSOS 1.1. PARTE GERAL

1. DOS RECURSOS 1.1. PARTE GERAL 1. DOS RECURSOS 1.1. PARTE GERAL 1.1.1. Conceito O recurso é o procedimento através do qual a parte, ou quem esteja legitimado a intervir na causa, provoca o reexame das decisões judiciais, a fim de que

Leia mais

CARLOS EDUARDO DE CAMARGO ROSSETTI RECURSO DE APELAÇÃO NO PROCESSO PENAL

CARLOS EDUARDO DE CAMARGO ROSSETTI RECURSO DE APELAÇÃO NO PROCESSO PENAL FUNDAÇÃO DE ENSINO EURÍPIDES SOARES DA ROCHA CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM GRADUAÇÃO EM DIREITO CARLOS EDUARDO DE CAMARGO ROSSETTI RECURSO DE APELAÇÃO NO PROCESSO PENAL MARÍLIA 2008

Leia mais

Manual Prático de Rotinas das Varas Criminais e de Execução Penal

Manual Prático de Rotinas das Varas Criminais e de Execução Penal Manual Prático de Rotinas das Varas Criminais e de Execução Penal Elaborado de acordo com o plano de gestão para o funcionamento das varas criminais e de execução penal Sumário 1. Fase pré-processual:

Leia mais

Faculdade de Direito de Franca. Processo Penal II. I Plano de ensino. II - Programa

Faculdade de Direito de Franca. Processo Penal II. I Plano de ensino. II - Programa Faculdade de Direito de Franca Processo Penal II I Plano de ensino II - Programa 2015 2 I PLANO DE ENSINO 1. INFORMAÇÕES GERAIS: 1.1 Professor: Antonio Milton de Barros 1.2 Departamento: Direito Público

Leia mais

EXECUÇÃO DE SENTENÇAS PENAL, ARBITRAL E ESTRANGEIRA (ART. 475-N, PARÁGRAFO ÚNICO, DO CPC) PROCESSO DE EXECUÇÃO OU EXECUÇÃO SINCRETIZADA (CUMPRIMENTO)?

EXECUÇÃO DE SENTENÇAS PENAL, ARBITRAL E ESTRANGEIRA (ART. 475-N, PARÁGRAFO ÚNICO, DO CPC) PROCESSO DE EXECUÇÃO OU EXECUÇÃO SINCRETIZADA (CUMPRIMENTO)? 84 EXECUÇÃO DE SENTENÇAS PENAL, ARBITRAL E ESTRANGEIRA (ART. 475-N, PARÁGRAFO ÚNICO, DO CPC) PROCESSO DE EXECUÇÃO OU EXECUÇÃO SINCRETIZADA (CUMPRIMENTO)? J.E. Carreira Alvim Doutor em Direito pela UFMG;

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR NOVO CPC: PERSPECTIVAS PARA A JUSTIÇA BRASILEIRA DO SÉCULO XXI

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR NOVO CPC: PERSPECTIVAS PARA A JUSTIÇA BRASILEIRA DO SÉCULO XXI » Pedro Henrique Meira Figueiredo NOVO CPC: PERSPECTIVAS PARA A JUSTIÇA BRASILEIRA DO SÉCULO XXI O ano de 2010 marcou a comunidade jurídica com a divulgação dos tão esperados anteprojetos do novo Código

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA RECURSO ORDINÁRIO E TERCEIRIZAÇÃO

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA RECURSO ORDINÁRIO E TERCEIRIZAÇÃO COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA RECURSO ORDINÁRIO E TERCEIRIZAÇÃO ESTRUTURA DO RECURSO ORDINÁRIO 1ª PEÇA: PETIÇÃO DE INTERPOSIÇÃO OU PEÇA DE ENCAMINHAMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

4. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL NO ESPAÇO E NO TEMPO - INTERPRETAÇÃO DO DIREITO PROCESSUAL

4. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL NO ESPAÇO E NO TEMPO - INTERPRETAÇÃO DO DIREITO PROCESSUAL 1. SOCIEDADES E TUTELA JURÍDICA 1.1 Sociedade e direito 1.2 Conflitos e insatisfações 1.3 Solução dos conflitos e insatisfações 1.3.1 Conceito de lide 1.3.2 Formas de composição dos litígios 1.3.2.1 Autodefesa

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Processual do Trabalho SEMESTRE DE ESTUDO: 9º Semestre. CH total: 108h

DISCIPLINA: Direito Processual do Trabalho SEMESTRE DE ESTUDO: 9º Semestre. CH total: 108h DISCIPLINA: Direito Processual do Trabalho SEMESTRE DE ESTUDO: 9º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 108h CÓDIGO: DIR160 1. EMENTA: Organização da Justiça do Trabalho. Princípios gerais do processo

Leia mais

Instrução Normativa nº 03, de 11 de setembro de 2006.

Instrução Normativa nº 03, de 11 de setembro de 2006. Instrução Normativa nº 03, de 11 de setembro de 2006. Dispõe sobre o Sistema Integrado de Protocolização e Fluxo de Documentos Eletrônicos do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (e-doc). O Juiz-Presidente

Leia mais

GRUPO I DIREITO PENAL

GRUPO I DIREITO PENAL CONTEÚDO DA APOSTILA GRUPO I DIREITO PENAL MODELOS DE DIREITO PENAL. ESCOLAS DE DIREITO PENAL. PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS PENAIS. RELAÇÃO ENTRE DIREITO PENAL, CRIMINOLOGIA E POLÍTICA CRIMINAL. TEORIAS

Leia mais

VISÃO PANORÂMICA DO CPC 2015 DIVISÃO

VISÃO PANORÂMICA DO CPC 2015 DIVISÃO VISÃO PANORÂMICA DO CPC 2015 DIVISÃO O CPC 2015 é dividido em três partes, que são: a) Parte Geral (arts. 1º a 317): b) Parte Especial (arts. 318 a 1.044); c) Livro Complementar (arts. 1.045 a 1.072).

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Processual Penal I. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º.

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Processual Penal I. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º. PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Direito Processual Penal I Código PRO0065 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º II Ementário O direito processual penal. A norma: material

Leia mais

PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA DEFENSORIA PÚBLICA

PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA DEFENSORIA PÚBLICA PRINCÍPIOS INSTITUCIONAIS DA Caio Cezar Buin Zumioti 1 A Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 05 de outubro de 1988, em seu art. 5º, inciso LXXIV, diz que o Estado prestará assistência

Leia mais

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti IB Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO 200.2006.018796-6/ 002

Leia mais

Segundo as mesas de Processo Penal da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo recurso é:

Segundo as mesas de Processo Penal da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo recurso é: 1/11 1. Considerações iniciais: 1.1. Conceito: Prática Processual Penal X II. T EO RIA GE RAL DOS RE CURSOS Recurso é a providência legal imposta concedida à parte interessada, consistente em um meio de

Leia mais

COMPETÊNCIA CAPÍTULO VIII 1. NOÇÕES GERAIS

COMPETÊNCIA CAPÍTULO VIII 1. NOÇÕES GERAIS COMPETÊNCIA CAPÍTULO VIII COMPETÊNCIA SUMÁRIO 1. Noções gerais; 2. Competência territorial (ratione loci); 2.1. O lugar da infração penal como regra geral (art. 70 CPP); 2.2. O domicílio ou residência

Leia mais

SlPt. - mm um um,,, n... um um mu.,... ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

SlPt. - mm um um,,, n... um um mu.,... ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO SlPt má PODER JUDICIÁRIO DE SÃO ACÓRDÃO PAULO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N - mm um um,,, n... um um mu.,... *01917152* Vistes, relatados e discutidos estes autos de Habeas

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE

CONTROLE DE CONTEÚDO EXAME DE ORDEM OAB 1ª FASE 1 Teoria Geral da Constituição / Separação de Poderes 2 Direitos e deveres individuais e coletivos 3 Nacionalidade 4 Direitos políticos/ Partidos Políticos 5 Organização Político-Administrativa 6 Poder

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011 DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL PENAL II PROFESSOR: GUSTAVO SENNA MIRANDA TURMA: 3º AI UNIDADES

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM CURSO DE DIREITO 2º BIMESTRE 1º SEMESTRE - 1º A/B LINGUAGEM JURÍDICA I - PROF.

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM CURSO DE DIREITO 2º BIMESTRE 1º SEMESTRE - 1º A/B LINGUAGEM JURÍDICA I - PROF. CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM CURSO DE DIREITO 2º BIMESTRE 1º SEMESTRE - 1º A/B LINGUAGEM JURÍDICA I - PROF. OSVALDO ESTUDO DE PEÇAS JURÍDICAS PROCURAÇÃO AD JUDICIA JUÍZO. PROCURAÇÃO

Leia mais