CONTRATO. Portador do Cartão: Nome* : Escola / Empresa: N.º processo** :

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO. Portador do Cartão: Nome* : Escola / Empresa: N.º processo** :"

Transcrição

1 CONTRATO Entre: Micro I/O Serviços de Electrónica, Lda., pessoa colectiva n.º , com sede na Zona Industrial de Taboeira, Lote 31-D, AVEIRO; e: Cliente: Nome: Morada: Localidade: Nº BI / Cartão do cidadão: NIF: Código postal: Telefone: Na qualidade de: Funcionário Professor Aluno maior de Idade Encarregado de Educação como segundo Outorgante e responsável pelo Cartão SIGE ou UniCard : Portador do Cartão: Nome* : Escola / Empresa: N.º processo** : Data Nascimento: * Preencher apenas se diferente do segundo outorgante. ** Processo nas Escolas, nº mecanográfico nas Empresas. Nº BI / Cartão do Cidadão: Cláusula 1ª O presente contrato tem por objecto regular a adesão do segundo Outorgante ao sistema de carregamentos de cartões SIGE ou UNICARD através da rede MULTIBANCO (MB) e a posterior utilização deste sistema, de acordo com as condições constantes do folheto (versão 1.1 de Setembro de 2010) anexo a este contrato que, desde já, faz parte integrante do mesmo. Cláusula 2ª A Micro I/O obriga-se creditar no saldo do cartão SIGE ou UNICARD associado à Entidade/Referência fornecida, num prazo máximo de 24h (excluindo Sábados, Domingos e Feriados) após o carregamento MB, o valor deste deduzido do pagamento dos serviços, conforme folheto anexo. Exceptua-se o primeiro carregamento o qual corresponde ao pagamento dos custos de adesão/ renovação. Cláusula 3ª O contrato entra em vigor após a recepção pela Micro I/O do contrato assinado pelo cliente e do carregamento inicial, devendo o serviço ser disponibilizado no prazo de 24 horas. O contrato termina caso haja denúncia pela Escola ou Empresa do contrato SIGE ou UNICARD correspondente. Não ocorrendo essa situação o contrato termina em 31 de Julho subsequente ao seu início.

2 Cláusula 4ª Para a resolução de qualquer conflito decorrente deste contrato estabelece-se como primeiro critério a via negocial com intermediação da Escola ou Empresa. Caso se frustre esta iniciativa estabelece-se como foro competente o da Comarca do Baixo Vouga. Cláusula 5ª A Micro I/O elege como seu domicílio o correspondente à sua sede social, local para onde deverão ser dirigidas todas e quaisquer comunicações. O segundo Outorgante elege como seu domicílio convencionado o indicado na identificação deste contrato, local para onde deverão ser dirigidas todas e quaisquer comunicações. Todas as convenções adicionais ou derrogatórias do presente contrato revestirão necessariamente a forma escrita. Pel'A Micro I/O O Cliente (Assinatura)

3 CONTRATO Entre: Micro I/O Serviços de Electrónica, Lda., pessoa colectiva n.º , com sede na Zona Industrial de Taboeira, Lote 31-D, AVEIRO; e: Cliente: Nome: Morada: Localidade: Nº BI / Cartão do cidadão: NIF: Código postal: Telefone: Na qualidade de: Funcionário Professor Aluno maior de Idade Encarregado de Educação como segundo Outorgante e responsável pelo Cartão SIGE ou UniCard : Portador do Cartão: Nome* : Escola / Empresa: N.º processo** : Data Nascimento: * Preencher apenas se diferente do segundo outorgante. ** Processo nas Escolas, nº mecanográfico nas Empresas. Nº BI / Cartão do Cidadão: Cláusula 1ª O presente contrato tem por objecto regular a adesão do segundo Outorgante ao sistema de carregamentos de cartões SIGE ou UNICARD através da rede MULTIBANCO (MB) e a posterior utilização deste sistema, de acordo com as condições constantes do folheto (versão 1.1 de Setembro de 2010) anexo a este contrato que, desde já, faz parte integrante do mesmo. Cláusula 2ª A Micro I/O obriga-se creditar no saldo do cartão SIGE ou UNICARD associado à Entidade/Referência fornecida, num prazo máximo de 24h (excluindo Sábados, Domingos e Feriados) após o carregamento MB, o valor deste deduzido do pagamento dos serviços, conforme folheto anexo. Exceptua-se o primeiro carregamento o qual corresponde ao pagamento dos custos de adesão/ renovação. Cláusula 3ª O contrato entra em vigor após a recepção pela Micro I/O do contrato assinado pelo cliente e do carregamento inicial, devendo o serviço ser disponibilizado no prazo de 24 horas. O contrato termina caso haja denúncia pela Escola ou Empresa do contrato SIGE ou UNICARD correspondente. Não ocorrendo essa situação o contrato termina em 31 de Julho subsequente ao seu início.

4 Cláusula 4ª Para a resolução de qualquer conflito decorrente deste contrato estabelece-se como primeiro critério a via negocial com intermediação da Escola ou Empresa. Caso se frustre esta iniciativa estabelece-se como foro competente o da Comarca do Baixo Vouga. Cláusula 5ª A Micro I/O elege como seu domicílio o correspondente à sua sede social, local para onde deverão ser dirigidas todas e quaisquer comunicações. O segundo Outorgante elege como seu domicílio convencionado o indicado na identificação deste contrato, local para onde deverão ser dirigidas todas e quaisquer comunicações. Todas as convenções adicionais ou derrogatórias do presente contrato revestirão necessariamente a forma escrita. Pel'A Micro I/O O Cliente (Assinatura)

5 Anexo ao Contrato: Portador do Cartão: Nome* : Escola / Empresa: N.º processo** : Entidade/Referência MULTIBANCO Pagamento da Taxa de Emissão da Entidade/Referência Para efectuar o pagamento da Adesão (Emissão da Entidade/Referência) através da Rede MULTIBANCO, seleccione a operação PAGAMENTOS e depois PAGAMENTOS DE SERVIÇOS/COMPRAS. Utilize os seguintes dados: Entidade Referência Montante Guarde o comprovativo da operação como prova do pagamento. Carregamentos de Cartão SIGE ou Unicard Para efectuar um carregamento do cartão SIGE ou Unicard através da Rede MULTIBANCO, seleccione a operação PAGAMENTOS e depois PAGAMENTOS DE SERVIÇOS/COMPRAS. Utilize os seguintes dados: Entidade Referência Montante Guarde o comprovativo da operação como prova do carregamento. Este serviço estará disponível desde o pagamento da Taxa de Emissão de Entidade/Referência até ao final do ano lectivo. Portal do Utilizador Login: Password: Código de recuperação da password: Toda a informação sobre os carregamentos estará disponível no portal do Carregamento MB, em Neste portal, utilizando o login e password, acima fornecidos, poderá consultar o valor dos carregamentos efectuados e as respectivas comissões.

6

7

Instrução n. o 10/2015 BO n. o 7 15-07-2015

Instrução n. o 10/2015 BO n. o 7 15-07-2015 Instrução n. o 10/2015 BO n. o 7 15-07-2015 Temas Mercados Mercados Monetários Índice Texto da Instrução Anexo I Reporte de informação estática Anexo II Comunicação de operações de política monetária (em

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO Dança com as Estrelas 3ª Edição

REGULAMENTO CONCURSO Dança com as Estrelas 3ª Edição REGULAMENTO CONCURSO Dança com as Estrelas 3ª Edição Concurso Publicitário nº 36 / 2015, autorizado pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna 1. OBJECTIVOS. 1.1. O Dança com Estrelas

Leia mais

Perguntas mais frequentes

Perguntas mais frequentes Estas informações, elaboradas conforme os documentos do Plano de Financiamento para Actividades Estudantis, servem de referência e como informações complementares. Para qualquer consulta, é favor contactar

Leia mais

O presente caderno aborda um conjunto de informação considerada relevante sobre a abertura e movimentação de contas de depósito bancário.

O presente caderno aborda um conjunto de informação considerada relevante sobre a abertura e movimentação de contas de depósito bancário. O presente caderno aborda um conjunto de informação considerada relevante sobre a abertura e movimentação de contas de depósito bancário. Por não serem contas de depósito bancário, as Contas de Depósito

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CARTÃO REFEIÇÃO PASS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CARTÃO REFEIÇÃO PASS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CARTÃO REFEIÇÃO PASS Pelo presente instrumento particular, na qualidade de CONTRATANTE, a empresa qualificada no preâmbulo deste contrato ou conforme indicada na Proposta

Leia mais

Guia de Utilização. Sistema Integrado de Registo da Agência Portuguesa do Ambiente 08-05-2012

Guia de Utilização. Sistema Integrado de Registo da Agência Portuguesa do Ambiente 08-05-2012 2012 Guia de Utilização Sistema Integrado de Registo da Agência Portuguesa do Ambiente 08-05-2012 2 ÍNDICE Índice... 2 Histórico de Revisões... 7 O que é o SIRAPA... 8 Quem se deve registar no SIRAPA...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES VISA E MASTERCARD E INSTRUMENTO DE PAGAMENTO PARA TRANSAÇÕES SEGURAS EM COMÉRCIO ELETRÓNICO

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES VISA E MASTERCARD E INSTRUMENTO DE PAGAMENTO PARA TRANSAÇÕES SEGURAS EM COMÉRCIO ELETRÓNICO CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DE CARTÕES VISA E MASTERCARD E INSTRUMENTO DE PAGAMENTO PARA TRANSAÇÕES SEGURAS EM COMÉRCIO ELETRÓNICO BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta - Sede: Praça D. João

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Diário da República, 1.ª série N.º 7 10 de janeiro de 2013 137 b) Relativamente aos ETM, no posto de segundo-sargento na data do início do estágio. Artigo 34.º Regulamento da Escola do Serviço de Saúde

Leia mais

I - Partes 1 - Designado TRIBANCO

I - Partes 1 - Designado TRIBANCO I - Partes 1 - Designado TRIBANCO CONVÊNIO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SISTEMA TRIBANCO Banco Triângulo S.A., com a sede na Avenida Cesário Alvim, nº. 2.209 - Bairro Aparecida - Uberlândia/MG - Inscrito no

Leia mais

Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez

Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Manual para inscrição on-line dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Processo de Matricula - Alunos 1º Ano 1ª Vez O processo de matrícula consiste em 3 passos: 1. Pagamento e entrega de documentos (nos

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES PERGUNTAS MAIS FREQUENTES Quais os documentos que tenho de entregar? Os documentos a entregar são os solicitados através da notificação enviada para o e-mail ou morada do candidato. Poderá consultar Listagem

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO Portaria nº 985/2009, de 4 de setembro, com a redação que lhe foi dada pela Portaria n.º 58/2011, de 28 de janeiro

Leia mais

Regulamento Pecúlio por Morte 01/2011

Regulamento Pecúlio por Morte 01/2011 102 Regulamento Pecúlio por Morte 01/2011 ÍNDICE 1) DAS CARACTERÍSTICAS 05 2) DO objetivo 06 3) DAS definições 06 4) DAS CONDIÇÕES DE INGRESSO 10 5) DO PAGAMENTO DA CONTRIBUIÇÃO, MANUTENÇÃO E DO CANCELAMENTO

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA CONTROLE

CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA CONTROLE CONTRATO DE ADESÃO AO PLANO ALTERNATIVO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO DA LINHA CONTROLE Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Rua Martiniano de Carvalho, nº

Leia mais

28. Convenção sobre os Aspectos Civis do Rapto Internacional de Crianças

28. Convenção sobre os Aspectos Civis do Rapto Internacional de Crianças 28. Convenção sobre os Aspectos Civis do Rapto Internacional de Crianças Os Estados signatários da presente Convenção, Firmemente convictos de que os interesses da criança são de primordial importância

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO (SEM TERMO) MODELO

CONTRATO DE TRABALHO (SEM TERMO) MODELO CONTRATO DE TRABALHO (SEM TERMO) MODELO Observações: 1. O presente modelo de contrato de trabalho destina-se apenas aos contratos de trabalho sem termo, sendo permitido o acréscimo e a eliminação de cláusulas

Leia mais

3886 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 184 10 de Agosto de 2000 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

3886 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 184 10 de Agosto de 2000 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA 3886 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 184 10 de Agosto de 2000 Jogos da SCML, independentemente do número de ordens de compra emitidas durante a operação. 2 Em caso de insuficiência de saldo disponível

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO GeADAP

MANUAL DE ACESSO AO GeADAP MANUAL DE ACESSO AO GeADAP OBJETIVO DO MANUAL O objectivo deste manual é explicar como pode um utilizador aceder ao GeADAP. 1 ENDEREÇOS DE ACESSO AO GeADAP 1.1. Serviços da Administração Central Os utilizadores

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO INDIVIDUAL DE PENSÃO AO CÔNJUGE OU COMPANHEIRA(O) ÍNDICE

REGULAMENTO DO PLANO INDIVIDUAL DE PENSÃO AO CÔNJUGE OU COMPANHEIRA(O) ÍNDICE ÍNDICE DAS CARACTERÍSTICAS... 2 DO OBJETIVO... 2 DAS DEFINIÇÕES... 2 DAS CONDIÇÕES DE INGRESSO... 4 DO PAGAMENTO DA CONTRIBUIÇÃO, MANUTENÇÃO E DO CANCELAMENTO DA COBERTURA... 6 DA ATUALIZAÇÃO... 7 DA APLICABILIDADE

Leia mais

MANUAL DE APOIO AO UTILIZADOR

MANUAL DE APOIO AO UTILIZADOR MANUAL DE APOIO AO UTILIZADOR AUTORIDADE NACIONAL DE PROTECÇÃO CIVIL ABRIL DE 2012 ÍNDICE PARTE I... 5 1. ENQUADRAMENTO LEGAL DO RNBP... 5 2. O QUE É O RNBP... 5 3. QUEM SÃO OS UTILIZADORES RNBP... 5 4.

Leia mais

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO AO SISTEMA ACQIO PAGAMENTOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO AO SISTEMA ACQIO PAGAMENTOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO AO SISTEMA ACQIO PAGAMENTOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Por este instrumento, a pessoa física ou a pessoa jurídica qualificada no Cadastro de Identificação

Leia mais

CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS Aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro

CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS Aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS Aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro Alterações introduzidas pelos : - Decreto-Lei nº 278/2009, de 2 de Outubro; - Lei n.º 3/2010, de 27 de Abril, com início

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS quadro de referência estratégico nacional Deliberações CMC QREN: 18/09/2009, 20/04/2010, 21/01/2011 e 21/12/2011 REGULAMENTO GERAL DO FUNDO EUROPEU DE Entrada em vigor DA ÚLTIMA ALTERAÇÃO em 21/12/2011

Leia mais

20.Em alternativa à entrega de impresso em papel, é possível proceder à entrega electrónica da declaração de início de actividade para efeitos

20.Em alternativa à entrega de impresso em papel, é possível proceder à entrega electrónica da declaração de início de actividade para efeitos 1. Que associações podem ser constituídas nos balcões "Associação na Hora"?... 3 2. Que documentos preciso apresentar para constituir uma "Associação na Hora"?... 3 Pessoas Singulares 3 Pessoas colectivas

Leia mais

VENDAS AO DOMICÍLIO, VENDAS POR CORRESPONDÊNCIA E «VENDAS AGRESSIVAS» Decreto-Lei n.º 272/87. de 3 de Julho

VENDAS AO DOMICÍLIO, VENDAS POR CORRESPONDÊNCIA E «VENDAS AGRESSIVAS» Decreto-Lei n.º 272/87. de 3 de Julho VENDAS AO DOMICÍLIO, VENDAS POR CORRESPONDÊNCIA E «VENDAS AGRESSIVAS» Decreto-Lei n.º 272/87 de 3 de Julho Na ordem jurídica portuguesa a protecção do consumidor alcançou uma marcante expressão com a lei

Leia mais

Este documento é interativo. Aceda às opções com um só clique.

Este documento é interativo. Aceda às opções com um só clique. Este documento é interativo. Aceda às opções com um só clique. I CONSIDERAÇÕES GERAIS - Pagamento de documentos de cobrança - Pagamentos através de Multibanco - Pagamentos por cheque - Pagamentos a partir

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS).

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS). REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DE ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA CONTROLADAS POR MEIOS MECÂNICOS (PARCÓMETROS). Legislação habilitante - Considerando o artigo 64, nº 1, al u) da Lei 169/99, de

Leia mais

ACIS em colaboração com GTZ APSP e SAL & Caldeira Advogados e Consultores, Lda. 1

ACIS em colaboração com GTZ APSP e SAL & Caldeira Advogados e Consultores, Lda. 1 ACIS em colaboração com GTZ APSP e SAL & Caldeira Advogados e Consultores, Lda. 1 CONTEÚDO 1. Introdução... 3 2. Glossário de termos... 4 3. Análise Geral do Quadro Constitucional e Estatutário... 5 4.

Leia mais

ESTATUTOS DO SINDICATO DOS JORNALISTAS. CAPÍTULO I Dos princípios gerais

ESTATUTOS DO SINDICATO DOS JORNALISTAS. CAPÍTULO I Dos princípios gerais ESTATUTOS DO SINDICATO DOS JORNALISTAS CAPÍTULO I Dos princípios gerais Artigo 1.º O Sindicato dos Jornalistas é uma organização livremente constituída que visa integrar todos os jornalistas que trabalham

Leia mais

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO BASEADOS NO ENVIO DE MENSAGEM REGISTO PARA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE Pessoa Coletiva (Decreto-Lei n.º 177/99, de 21 de maio, na redação dada pela Lei n.º 95/2001, de 1 de

Leia mais