Direito Processual Penal

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito Processual Penal"

Transcrição

1 Prof. Marcelo Valdir Monteiro Direito Processual Penal Prof. Marcelo Valdir Monteiro

2 denúncia Pública Ação Penal incondicionada Representação da vítima condicionada Requisição Min. Justiça Propriamente dita ou exclusiva Privada queixa personalíssima Subsidiária da pública

3 Ritos Processuais Regra Geral (Lei /08): Rito Ordinário = pena > 4 anos Rito Sumário = pena < 4 anos Rito Sumaríssimo = pena < 2 anos Rito do Júri = crime doloso contra a vida, consumado ou tentado

4 Rito Ordinário arts. 394/405, CPP (encerramento em 60 dias) flagrante IP (10 d. preso; 30 d. solto); oferecimento da denúncia (5 d. preso; 15 d. solto); Recebimento da denúncia ou queixa Citação do réu Resposta escrita (até 8 testemunhas) Juiz pode absolver sumariamente (art. 397)

5 Rito ordinário Audiência de instrução, debates e julgamento: Declarações do ofendido (vítima); Oitiva das test. de acusação e defesa; Esclarecimentos dos peritos; Acareações; Reconhecimento de pessoas e coisas; Interrogatório; Requerimento de diligências; Alegações finais (debates orais: 20 min. + 10); Sentença (ou em 10 dias)

6 Citação Real ou pessoal mandado (art. 351, CPP); carta precatória (art. 353) carta de ordem (órgão de jurisdição superior); requisição (art. 358) carta rogatória (art. 368 e 369) ficta ou presumida por edital; por hora certa

7 Citação por edital (ficta) Réu em local incerto e não sabido (pz. 15 d.); Obs.1: art. 366 (citado por edital + não comparece à audiência + não constitui advogado = suspensão do processo e do prazo prescricional) Obs.2: réu em local inacessível; réu com identidade incerta (analogia CPC?)

8 Citação ficta ou presumida por hora certa (art. 362, CPP, Lei nº /08) - réu se oculta para não ser citado; - Art. 227 a 229, CPC É constitucional? Art. 5º, LV, CF = Ampla defesa? Decr. 678/92, art. 8º, nº 2, b, Pacto de San Jose da Costa Rica?

9 Resposta escrita (art. 396-A, CPP) Prazo: 10 dias (P.: qual a data inicial do prazo?) R.: ver art. 798, CPP e Súm. 710, STF Conteúdo: - alegar preliminares; - toda matéria de interesse à defesa; - oferecer docs. e justificações; - especificar provas pretendidas; - arrolar testemunhas.

10 Não houve resposta escrita? Nomeia-se defensor (art. 396-A, 2º)

11 Art. 397, CPP: Absolvição sumária: I - a existência manifesta de causa excludente da ilicitude do fato; II - a existência manifesta de causa excludente da culpabilidade do agente, salvo inimputabilidade; III - que o fato narrado evidentemente não constitui crime; ou IV - extinta a punibilidade do agente. É declaratória e não absolutória!! (Ver Súm. 18, STJ)

12 Exceções (art. 95/111) Defesa - Direta - Indireta - Exceção peremptória - Exceção dilatória

13 Exceções (art. 95/111) Suspeição incompetência do juízo litispendência ilegitimidade de parte coisa julgada

14 Medidas assecuratórias Art. 125/144 sequestro = bens móveis ou imóveis proventos do crime hipoteca legal = bens imóveis licitos arresto = bens móveis ou imóveis

15 Incidentes Incidente de falsidade (art. 145/148) incidente de insanidade mental (art. 149/154)

16 Apresentada resposta à acusação e não sendo caso de absolvição sumária Dia e hora para a audiência (art. 399) Prazo de 60 dias (art. 400) para audiência

17 Lei /08 - Provas Art Juiz não pode fundamentar decisão exclusivamente no IP; Art Produção antecipada de provas Art Provas ilícitas Art Exame de corpo de delito realizado por apenas um perito oficial (Assistente técnico e quesitos).

18 Art. 201, 2 - informações ao ofendido quanto ao ingresso e saída do acusado da prisão (internet). Art. 212 cross examination perguntas formuladas diretamente às testemunhas (depois o juiz) art vídeo conferência para testemunha (só se não for possível que o réu é retirado da sala)

19 Prova testemunhal (art. 202/225) Legitimidade = ser humano obrigações = falar a verdade dispensados de depor proibidos de depor não prestam compromisso oralidade surdo-mudo? estrangeiro?

20 Prova testemunhal Testemunhas referidas Individualidade dos depoimentos Perguntas pelas partes (art. 212 c/ redação Lei nº /08) contradita pelas partes condução coercitiva art. 221: local, dia e hora previamente ajustadas

21 Rito sumário (art. 531 a 538, CPP) flagrante IP (10 d. preso; 30 d. solto); oferecimento da denúncia (5 d. preso; 15 d. solto); Recebimento da denúncia ou queixa Citação do réu Resposta escrita (até 5 testemunhas) Juiz pode absolver sumariamente (art. 397)

22 Rito sumário Audiência de instrução, debates e julgamento: Declarações do ofendido (vítima); Oitiva das test. de acusação e defesa; Esclarecimentos dos peritos; Acareações; Reconhecimento de pessoas e coisas; Interrogatório; Alegações finais (debates orais: 20 min. + 10); Sentença

23 Diferenças nos ritos Ordinário (art. 394/405): - Pena máxima > 4 anos - Pz = 60 d. - 8 testemunhas - Req. de diligências - Conversão de debates em aleg. escritas - Possibilidade de sentença em 10 dias. Sumário (art. 531/538): - Pena máxima < 4 anos - Pz = 30 d. - 5 testemunhas

24 Rito sumaríssimo Lei nº 9.099/95 = pena até 1 ano (Estadual) Lei nº /01 = pena até 2 anos (Federal) Lei nº /06 alterou art. 61 da Lei nº 9.099/95 Crime de menor potencial ofensivo: - qualquer contravenção penal; - crimes cuja pena máxima não supere 2 anos

25 Rito Sumaríssimo TCO Audiência preliminar 1ª fase: composição civil dos danos 2ª fase: transação penal oferecimento de denúncia oral citação

26 Rito sumaríssimo Audiência palavra ao defensor; recebe ou não a denúncia ou queixa; oitiva da vítima; testemunhas de acusação; testemunhas de defesa; interrogatório do acusado; debates orais por 20 minutos; sentença

27 Disposições Gerais da Lei 9.099/95 Dependem de representação: Lesões corporais leves e culposas (art. 88) Justiça Militar: não se aplica o JECrim (art. 90-A)

28 Suspensão do Processo (art. 89) -Pena mínima igual ou inferior a 1 ano; -Suspensão por 2 a 4 anos; -Proposta do MP -Não está sendo processado por outro crime; -Não foi condenado por outro crime -Presentes requisitos do art. 77, CP

29 Preenchidos os requisitos o MP não propõe a suspensão? Súmula 696, STF (= art. 28, CPP) Aceita a proposta, o juiz recebe a denúncia e fixa condições do período de prova: -Reparação do dano; -Proibição de frequentar lugares; -Proibição de ausentar-se da comarca; -Comparecimento mensal em juízo

30 Revogação da suspensão do processo Obrigatória (art. 89, 3º) -For processado por outro crime; -Não efetuar a reparação do dano, sem motivo justificado Facultativa (art. 89, 4º) -For processado por contravenção penal; -Descumprir qualquer outra condição

31 Sentença - Espécies de sentença -condenatória; -Absolutória -Absolutória imprópria - Outros atos judiciais -despachos; -Decisões interlocutórias -Decisões definitivas -simples; -mista

32 Natureza jurídica da sentença -condenatória; -Declaratória; -Constitutiva; -Mandamental Conteúdo das sentenças (art. 361, CPP) -relatório; -Fundamentação -dispositivo

33 Hipóteses de absolvição (art. 386, CPP) 1- Provada a inexistência do fato; 2- Não haver prova da existência do fato; 3- não constituir o fato infração penal; 4- provado que o réu não concorreu para a infração penal; 5- não existir prova que o réu concorreu para a infração penal; 6- existir circunstâncias que excluam o crime ou isentem o réu de pena ou dúvida sobre sua existência; 7- não existir prova suficiente para a condenação.

34 Rito do Tribunal do Júri Art. 5º, XXXVIII, CF: é reconhecida a instituição do júri, com a organização que lhe der a lei, assegurados : a) plenitude de defesa; b) o sigilo das votações; c) a soberania dos veredictos; d) a competência (mínima) para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida. Art. 406/497, CPP - Lei nº /08

35 Rito do tribunal do júri 1ª fase flagrante IP (10 d. preso; 30 d. solto); oferecimento da denúncia (5 d. preso; 15 d. solto); Recebimento da denúncia ou queixa Citação do réu resposta escrita (10 d. e 8 testemunhas) Réplica do MP (5 d.) diligências (10 d.) audiência de instrução, debates e julgamento

36 Rito do tribunal do júri 1ª fase Audiência de instrução, debates e julgamento decisão de: pronúncia (art. 413, CPP); impronúncia (art. 414, CPP); desclassificação (art. 419, CPP); absolvição sumária (art. 415, CPP)

37 Rito do tribunal do júri 2ª fase Rol de test. pela acusação e defesa (até 5 test.); diligências e saneamento de nulidades; Intimação da data do julgamento Júri (sessão plenária).

38 Júri: sessão plenária instalação com anúncio do processo; sorteio dos jurados; entrega de cópias (pronúncia e relatório); vítima (se possível) e testemunhas de acusação; testemunhas de defesa; Interrogatório do acusado debates orais (1 h.30 min. + 1 h. se + de 1 réu) réplica e tréplica (1 h. + 1 h se + de 1 réu) sala especial: votação dos quesitos; sentença

39 Organização do júri Alistamento (art. 439, CPP) + 1 milhão hab. 800/1500 jurados mil hab. 300/700 jurados mil hab. 80/400 jurados lista provisória em outubro lista definitiva até 10 de novembro

40 Benefícios dos jurados: Serviço público relevante; presunção de idoneidade moral; prisão especial; preferência nas licitações e no provimento de cargo ou função ou promoção.

41 Requisitos para ser jurado: Cidadão; maior de 18 anos; notória idoneidade

42 Isentos do júri (art. 437) Pres. da República e ministros de estado; Governadores de estado e secretários; Membros do CN, Assembléias Legislativas e Câmaras municipais e distritais; Prefeitos magistrados, membros do MP e Def. Públ.; Servidores do Poder Judiciário, MP e Def. Publ. autoridades e servidores da polícia e seg. públ.;

43 Isentos do júri Militares em serviço ativo; cidadãos maiores de 70 anos (mediante req.) os que requererem mediante justo impedimento

44 Impedidos (art. 448) Marido e mulher; ascendente e descendente; sogro e genro ou nora; irmãos e cunhados, durante o cunhadio; tio e sobrinho; padrasto, madrasta ou enteado

45 Suspeitos (art. 254,CPP) Amigo íntimo ou inimigo capital; CAD respondendo por processo análogo; credor ou devedor; tutor ou curador de qualquer das partes.

46 Jurisdição e competência (art. 69/91, CPP) -Conceito; -Princípios: -Juiz natural; -Investidura; -Devido processo legal; -Inércia da jurisdição -Características da jurisdição: -Substitutividade -Definitividade

47 Competência material Competência funcional -Ratione materiae; -Ratione personae; -Ratione loci -Fase do processo; -Objeto do juízo; -Grau de jurisdição Prorrogação de competência -Prorrogação de foro; -Delegação; -Desaforamento

48 Organograma do Poder Judiciário STF STJ TST STM TSE TRF TJ TRT TM TRE Juiz Federal Juiz de Direito Juiz do Trabalho Juiz Auditor Militar Juiz Eleitoral Colégio Recursal Juizados Especiais

49 Competências determinadas pelo CPP: 1- pelo lugar da infração; 2- pelo domicílio do réu; 3- pela natureza da infração; 4- por distribuição; 5- por conexão*; 6- por continência; 7- por prevenção; 8- por prerrogativa de função

50 Competência por conexão I- Intersubjetiva - Por simultaneidade; - Por concurso; - Por reciprocidade II- Objetiva, lógica ou material - Teleológica; - Consequencial III- Instrumental ou probatória

51 Recursos (art. 574 e ss., CPP) Origem Fundamentos Psicológico; Arbítrio; Erro.

52 Fundamento constitucional Princípio da fungibilidade Princípio da unirrecorribilidade das decisões Juízo de admissibilidade

53 Recursos previstos no CPP Apelação (art. 593/603) Recurso em sentido estrito (art. 581/592) Embargos de declaração (art. 382 e 619/620) Embargos infringentes e de nulidade (art. 609, par. ún.) Carta testemunhável (art. 639/646)

54 Outros recursos criminais Correição parcial (Lei 5.010/66) Agravo em Execução (art. 197, LEP) Recuso Especial (art. 105, III, CF) Recurso Extraordinário (art. 102, III, CF) Rec. Ordinário Constitucional (art. 102, e 105, II, CF) Ações Penais autônomas Revisão Criminal (art. 621/631, CPP) Habeas Corpus (art. 647/667, CPP e art. 5º, LXVIII, CF) Mandado de Segurança (art. 5º, LXIX, CF)

55 Recurso de apelação (art. 593/603) Espécies de decisão: - despacho de mero expediente = irrrecorrível - sentença definitiva (condenatória ou absolutória) - decisões interlocutórias: - simples; - juiz singular; - juiz presidente do Júri = RSE - mista - terminativa; - não terminativa = se não for RSE cabe apelação

56 Recurso de apelação (art. 593/603) Tantum devolutum quantum appellatum Prazo: 5 dias, para interposição 8 dias para as razões Apelação subsidiária (V ou CADI) - Súmula 448, STF Obs.: JECrim = Pz. 10 dias para Colégio Recursal

57 Recurso de apelação (art. 593/603, CPP) Tribunal do Júri Obs.1: absolvição sumária e impronúncia (Lei nº /08) Obs.2: soberania dos veredictos Hipóteses no julgamento plenário (art. 593, III, CPP): a) nulidade posterior à pronúncia; b) sentença contrária à lei expressa ou à decisão dos jurados; c) erro ou injustiça no tocante à aplicação da pena ou MS; d) decisão dos jurados manifestamente contrária à prova dos autos.

58 Recurso de apelação (art. 593/603, CPP) - tramitação no juízo a quo e ad quem - efeitos do recurso - fuga do réu e deserção da apelação - Proibição da reformatio in pejus - Proibição da reformatio in pejus indireta

59 Recurso em sentido estrito (art. 581, CPP) Prazo: 5 dias para interposição 2 dias para razões 2 dias para contra-razões 2 dias para retratação do juiz Exceção: art. 581, XIV, CPP

60 I - que não receber a denúncia ou a queixa; II - que concluir pela incompetência do juízo; III - que julgar procedentes as exceções, salvo a de suspeição; IV - que pronunciar o réu (redação dada pela lei nº /08);

61 V - que conceder, negar, arbitrar, cassar ou julgar inidônea a fiança, indeferir requerimento de prisão preventiva ou revogá-la, conceder liberdade provisória ou relaxar a prisão em flagrante;

62 VI - revogado pela lei /08; VII - que julgar quebrada a fiança ou perdido o seu valor; VIII - que decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta a punibilidade;

63 IX - que indeferir o pedido de reconhecimento da prescrição ou de outra causa extintiva da punibilidade; X - que conceder ou negar a ordem de habeas corpus; XI - que conceder, negar ou revogar a suspensão condicional da pena;

64 XII - que conceder, negar ou revogar livramento condicional; XIII - que anular o processo da instrução criminal, no todo ou em parte; XIV - que incluir jurado na lista geral ou desta o excluir; XV - que denegar a apelação ou a julgar deserta;

65 XVI - que ordenar a suspensão do processo, em virtude de questão prejudicial; XVII - que decidir sobre a unificação de penas; XVIII - que decidir o incidente de falsidade;

66 XIX - que decretar medida de segurança, depois de transitar a sentença em julgado; XX - que impuser medida de segurança por transgressão de outra; XXI - que mantiver ou substituir a medida de segurança, nos casos do art. 774;

67 XXII - que revogar a medida de segurança; XXIII - que deixar de revogar a medida de segurança, nos casos em que a lei admita a revogação; XXIV - que converter a multa em detenção ou em prisão simples.

68 Protesto por novo Júri REVOGADO PELA LEI nº /08 Art. 607/608, CPP Prazo: 5 dias Pressupostos: sentença condenatória; pena de reclusão; pena maior ou igual a 20 anos pena imposta por um único crime; pena imposta pelo juiz presidente do Tribunal do Júri

69 Embargos infringentes Art. 609, parágrafo único, CPP embargos infringentes = matéria de mérito embargos de nulidade = matéria processual Prazo: 10 dias.

70 Embargos de declaração Art. 382, 619 e 620, CPP ambigüidade, obscuridade, contradição ou omissão Prazo: 2 dias (interrompe pz p/ outro rec.)

71 Embargos de declaração JECrim (art. 83, Lei nº 9.099/95) obscuridade, contradição, omissão ou dúvida Prazo: 5 dias (suspende pz. p/ outro rec.)

72 Carta testemunhável Art. 639/646, CPP Pressuposto: Denegar ou impedir seguimento: RSE; (protesto por novo júri); agravo em execução

73 Carta testemunhável Procedimento: 48 hs. do despacho; endereçado ao escrivão; 2 dias para Razões; 2 dias para contra-razões 2 dias para juízo de retratação sobe para o Tribunal

74 Correição Parcial DL /44 Lei Estadual 8.040/63 DL-Estadual 3/69 Lei Federal 5.010/66 Pressuposto: inversão tumultuária, sem recurso específico

75 Correição Parcial Legitimidade: qualquer das partes Procedimento: agravo de instrumento do cível recurso em sentido estrito do crime

76 Recurso Ordinário Constitucional Endereçamento: STF ou STJ 1- STF - art. 102, II, a e b, CF MS; HC; HD e MI decisão denegatória em única instância pelo STJ Crime político

77 ROC 2- STJ - art. 105, II, a e b, CF HC denegatório em única ou última instância pelos Tribunais de 2ª instância MS denegatório em única instância pelos Tribunais de 2ª instância Prazo: 5 dias (15 para MS) ao Presidente do Tribunal recorrido

78 Organograma do Poder Judiciário STF STJ TST STM TSE TRF TJ TRT TM TRE Colégio Recursal Juiz Federal Juiz de Direito Juiz do Trabalho Juiz auditor militar Juiz eleitoral Juizados Especiais

79 Recurso Especial Art. 105, III, CF; Lei nº 8.038/90 Art. 255, 1º e 2º RISTJ Pressupostos: - decisão proferida pelos Tribunais em única ou última instância (Súm 203, STJ); - questão já prequestionada (Súm 282 e 356, STF e 320, STJ); -não se admite o reexame de prova (Súm. 7, STJ); - esgotamento das vias recursais

80 Hipóteses de Cabimento do REsp (art. 105, III, CF) a) Decisão recorrida contrariar tratado ou lei federal ou negar-lhes vigência; b) Decisão que julgar válido ato de governo local contestado em face de lei federal; c) Decisão que der a lei federal interpretação divergente da que lhe haja atribuído outro Tribunal.

81 Recurso Extraordinário Art. 102, III, CF; Lei nº 8.038/90 Pressupostos: - decisão proferida em única ou última instância; - Questão tenha sido prequestionada (Súm 282); - Não se admite o reexame de prova (Súm 279, STF); - Demonstrar a repercussão geral das questões constitucionais.

82 Hipóteses de cabimento de RExt (art. 102, III, CF) a) Decisão que contrariar dispositivo da CF; b) Decisão que declarar a inconstitucionalidade de tratado ou lei federal; c) decisão que julgar válida lei ou ato de governo local contestado em face da CF; d) Julgar válida lei local contestada em face de lei federal.

83 Repercussão Geral para R Extr. (art. 102, 3º, CF) Art. 543-A, CPC - em preliminar questões relevantes do ponto de vista: - econômico; - político; - social ou; - jurídico

84 Múltiplos Recursos Extr (ou especial) sobre idêntica matéria -Art. 543-B, 1º, CPC (R Extr.); -Art. 543-C, CPC (R Esp.) -Recursos representativos da controvérsia -Juízo de retratação

85 Revisão Criminal Art. 621/631, CPP Finalidade: corrigir injustiça; rescisão do julgado Prazo: qualquer tempo, após o trânsito

86 Revisão Criminal Hipóteses: quando a sentença: contrariar texto expresso da lei ou à evidência dos autos; se fundar em depoimentos, exames ou documentos comprovadamente falsos; descobrirem novas provas de inocência do condenado ou circunstância que autorize diminuição de pena.

87 Habeas Corpus Art. 5º, LXVIII, CF; art. 647/667, CPP Espécies liberatório (repressivo) preventivo Obs.: suspender atos processuais que importem em prisão (Súm. 693, STF)

88 Habeas corpus Sujeitos do HC: Impetrante: qualquer pessoa Paciente: quem sofre a coação (pessoa física); Coator: quem exerce a coação (autoridade ou particular)

89 Hipóteses de cabimento (art. 648, CPP) 1- quando não há justa causa; 2- preso por mais tempo do que a lei permite; 3- incompetência de quem ordenou a coação; 4- já houver cessado o motivo que autorizou a coação; 5- quando não se admitir fiança nos casos em que a lei prevê; 6- processo manifestamente nulo; 7- quando já extinta a punibilidade

90 Requisitos da petição do HC (art. 654, 1º, CPP) 1- nome do paciente (ou características); 2- nome do coator (ou cargo); 3- especificar qual a ilegalidade do constrangimento; 4- assinatura do impetrante e designação de sua residência

91 Competência (art. 650, 1º, CPP) Coator -Particular; delegado Juízo competente Juiz de 1ª instância - Juiz do Jecrim Turma Recursal - Turma recursal TJ ou TRF - Juiz ou membro MP TJ ou TRF - TJ / TRF / Governador STJ - Min. STJ STF

92 Possíveis recursos sobre a decisão de HC: -Recurso em sentido estrito (art. 581, X, CPP); -Recurso oficial (art. 574, I, CPP); -ROC ( art. 102, II, a = STJ e art. 105, II, a = STF); -Outro Habeas Corpus

93 Processamento - HC em 1ª instância; - HC em 2ª instância Observações gerais: - Estado de sítio (art. 139, CF) e transgressão militar (art. 142, 2, CF) -Reiteração de HC; -Invalidação de provas e dilação probatória; -Indeferimento de liminar (Súm. 691, STF)

94 Mandado de Segurança Art. 5º, LXIX, CF; Lei /09 -Direito líquido e certo; -Coator (art. 6º, 3º); -Legitimidade ativa

95 Vedações ao uso do MS -Liberdade de locomoção = HC; -Direito à informação = HD -Art. 5º, Lei /09: a) Cabível recurso administrativo com efeito suspensivo, independente de caução; b) Decisão judicial que caiba recurso com efeito suspensivo (ver Súm. 267, STF); c) Decisão transitada em julgado (ver Súm 268, STF)

96 - Competência para processo e julgamento -Natureza jurídica Eficácia da decisão em MS -cautelar; -constitutiva; -declaratória

97 -Procedimento do MS em 1ª instância; -Recursos da decisão de MS; -Casos mais comuns de MS em matéria criminal

98 Reclamação Art. 102, I, l, CF = STF; Art. 105, I, f, CF = STJ; Art. 13 e ss., Lei 8.038/90

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões SUMÁRIO 1. APLICAÇÃO DO DIREITO PROCESSUAL PENAL 1.1 A lei processual no espaço 1.2 A lei processual no tempo (irretroatividade) 1.3 A lei processual em relação às pessoas 1.3.1 Imunidades 1.3.2 Imunidade

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5 Sumário Capítulo 1 Introdução... 1 Capítulo 2 Processo Penal... 3 Capítulo 3 Ação Penal... 5 3.1. Considerações Gerais...5 3.1.1. Ação penal pública incondicionada...5 3.1.2. Ação penal pública condicionada

Leia mais

Sumário CAPÍTULO I CAPÍTULO II

Sumário CAPÍTULO I CAPÍTULO II Sumário CAPÍTULO I Introdução ao processo penal... 17 1. Conceito e função do processo penal... 17 2. Ação. Processo. Procedimento... 18 3. Princípios do processo penal... 19 3.1. Devido processo legal...

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Índice Geral Código de Processo Penal Decreto-lei 3.689, de 3 de outubro de 1941... 13 Súmulas Criminais do STF e do STJ Comentadas... 1645 Índice Alfabético-Remissivo... 1905 Bibliografia... 1923 Índice

Leia mais

SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE...

SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE... SUMÁRIO PARTE 1 PEÇAS PRÁTICO-PROFISSIONAIS E TEORIA ASSOCIADA CAPÍTULO 1. PEÇAS DE LIBERDADE... 19 1. Primeiro passo: identificar qual a peça ou instituto o caso concreto apresenta ou requer... 19 1.1.

Leia mais

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS QUEIXA CRIME CABIMENTO FUNDAMENTO LEGAL ENDEREÇAMENTO PRAZO PEDIDOS AÇÃO PENAL PRIVADA AÇÃO PENAL PRIVADA SUBSIDIÁRIA DA PÚBLICA ART. 30 E 41, CPP SÓ PODE SER OFERECIDA A UM JUIZ

Leia mais

Aula 13. Art Caberá recurso em sentido em estrito, da decisão, despacho ou sentença:

Aula 13. Art Caberá recurso em sentido em estrito, da decisão, despacho ou sentença: Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 13 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 13 RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (RSE) Art. 581, CPP. Art. 581.

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito SUMÁRIO Introdução Capítulo 1 PRINCÍPIOS INFORMADORES DO PROCESSO PENAL 1.1 Devido processo legal (due process of law) ou justo processo 1.2 Publicidade dos atos processuais 1.3 Presunção de inocência,

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Título I Disposições preliminares (Arts. 1º a 3º)... 3 Título II Do inquérito policial

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO AGRADECIMENTOS NOTA À 5ª EDIÇÃO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO...

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO AGRADECIMENTOS NOTA À 5ª EDIÇÃO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO... Sumário Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 19 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 21 AGRADECIMENTOS... 23 NOTA À 5ª EDIÇÃO... 25 APRESENTAÇÃO... 27 PREFÁCIO... 29 Capítulo I SUJEITOS NO PROCESSO PENAL...

Leia mais

SUMÁRIO A ȃ.!... A ȃ.x.! A...

SUMÁRIO A ȃ.!... A ȃ.x.! A... SUMÁRIO... 23 1. ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA FUNÇÃO DE ADVOGADO... 23 2. O ADVOGADO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL... 24 3. LEI DE REGÊNCIA DA CARREIRA DE ADVOGADO E A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL... 24 3.1.

Leia mais

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL...

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL... Sumário CapítuloI SUJEITOS NO PROCESSO PENAL... 29 1. NOÇÕES GERAIS... 29 2. JUIZ... 30 2.1. Breves noções... 30 2.2. O papel do juiz moderno... 30 2.3. O princípio da identidade física do juiz (art. 399,

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Procedimento comum: ordinário e sumário. Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Procedimento comum: ordinário e sumário. Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017 Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Procedimento comum: ordinário e sumário Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017 PLANO DA AULA 1. Comparação dos procedimentos ordinários 2. Procedimento

Leia mais

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO 1)Cabe recurso de apelação das decisões em que a) julgarem procedentes as exceções, salvo a de suspeição b) decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta

Leia mais

Teoria Geral do Processo

Teoria Geral do Processo Arno Melo Schlichting Teoria Geral do Processo Concreta - Objetiva - Atual Livro 2 3 a Edição SUMÁRIO Apresentação 9 Identificação 11 Natureza... 13 Objetivo... 13 1 Teoria Geral das Ações 15 1.1 Ação,

Leia mais

GUILHERME DE SOUZA NUCCI Juiz de Direito em São Paulo. Professor da PUC-SP, da UNIP, da Escola Paulista da Magistratura e da UniToledo (Araçatuba).

GUILHERME DE SOUZA NUCCI Juiz de Direito em São Paulo. Professor da PUC-SP, da UNIP, da Escola Paulista da Magistratura e da UniToledo (Araçatuba). STJ00061439 GUILHERME DE SOUZA NUCCI Juiz de Direito em São Paulo. Professor da PUC-SP, da UNIP, da Escola Paulista da Magistratura e da UniToledo (Araçatuba). NÁILA CRISTINA FERREIRA NUCCI Advogada em

Leia mais

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO

Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO Sumário PARTE I TEORIA CAPÍTULO 1 TEORIA PASSO A PASSO 1.º PASSO COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. Qual o crime tratado pelo problema 2. Qual é a ação penal 2.1 Quais os tipos de ação penal 2.1.1 Ação penal

Leia mais

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL CRIMINAIS Conceito Vem do latim recursos, é o oposto de processo (procedere caminhar para frente), significa caminho de volta, caminhar para trás. É o mecanismo processual destinado

Leia mais

Júri moderno: Inglaterra - Willian o conquistador/ jurados. *Papa Inocente III, 1215, 4º Concílio de Latrão, proibiu o uso das ordálias

Júri moderno: Inglaterra - Willian o conquistador/ jurados. *Papa Inocente III, 1215, 4º Concílio de Latrão, proibiu o uso das ordálias PROCEDIMENTO DO TRIBUNAL DO JÚRI Histórico Tribunal da Heliéia: Grécia antiga Heliastas Júri moderno: Inglaterra - Willian o conquistador/1066-12 jurados *Papa Inocente III, 1215, 4º Concílio de Latrão,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 02/03 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV dias. i)- Sentença em audiência ou no prazo de 10 - Prazo para encerramento da Primeira Fase do

Leia mais

SUMÁRIO. Resumos p Conc v13 -Mendonca -Proc Penal-1ed.indd 9 25/04/ :35:43

SUMÁRIO. Resumos p Conc v13 -Mendonca -Proc Penal-1ed.indd 9 25/04/ :35:43 Capítulo 1 Da aplicação da Lei Processual Penal... 17 1. Lei processual penal no espaço... 17 2. Lei processual penal no tempo... 19 3. Imunidades (aplicação da lei processual quanto às pessoas)... 21

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Inquérito Policial

SUMÁRIO. Capítulo I Inquérito Policial SUMÁRIO Capítulo I Inquérito Policial 1. Conceito 2. Finalidade 3. Fundamento legal 4. Pontos relevantes 4.1 Perfil 4.2 Prazo de conclusão 4.3 Início e término 4.4 Indiciamento 4.5 Individualização do

Leia mais

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231).

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231). NO PROCESSO PENAL No processo penal todos os prazos correrão em cartório e serão contínuos e peremptórios, não se interrompendo por férias, domingo ou feriado (CPP, art. 798). Não se computará, no prazo,

Leia mais

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO 2015 EDITORA S UMÁRIO Introdução... 13 CAPÍTULO 1 PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA NO CÓDIGO CIVIL 1.1. Da Prescrição... 17 1.2. Do Instituto da prescrição... 18 1.3. Dos Requisitos

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO PASSO A PASSO

IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO PASSO A PASSO IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO PASSO A PASSO a) CONTRAVENÇÕES PENAIS b) CRIMES DO CÓDIGO PENAL Procedimento Sumaríssimo da Lei 9099/95, ainda que tenham previsão de Procedimento Especial em Leis Esparsas

Leia mais

LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito

LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito STJ00065953 LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito NULIDADES NO PROCESSO PENAL Editora Verbo Jurídico Porto Alegre, 2006 CATALOGAÇÃO NA FONTE Constantino, Lucio Santoro

Leia mais

03/05/2017 DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL

03/05/2017 DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL 1 LIVRO I TÍTULO VII CAPÍTULO I e II DO JUIZ, DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ACUSADO E DEFENSOR, DOS ASSISTENTES E AUXILIARES DA JUSTIÇA Arts.

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Procedimento Comum e Ordinário Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal PROCEDIMENTO COMUM E ORDINÁRIO LIVRO II Dos Processos em Espécie

Leia mais

Petições Penais Anotadas

Petições Penais Anotadas Paulo Alves Franco Petições Penais Anotadas Questões e Testes para Concurso Sumário Prefácio... 13 Apresentação... 15 Abreviaturas... 17 DOUTRINA Definição... 23 O Direito Processual Penal como ramo do

Leia mais

OAB 2º Fase Tributário Prof. Lucas Morais TEORIA GERAL DOS RECURSOS. Recurso Ordinário Constitucional. Recurso Especial. Recurso Extraordinário

OAB 2º Fase Tributário Prof. Lucas Morais TEORIA GERAL DOS RECURSOS. Recurso Ordinário Constitucional. Recurso Especial. Recurso Extraordinário OAB 2º Fase Tributário Prof. Lucas Morais TEORIA GERAL DOS RECURSOS Recurso Ordinário Constitucional Recurso Especial Recurso Extraordinário RECURSOS - CARACTERÍSTICAS Interposição na mesma relação processual

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sentença Penal. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sentença Penal. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Sentença Penal Gustavo Badaró aula de 04.08.2015 1. Conceito PLANO DA AULA 2. Classificação e denominações 3. Elementos da sentença 4. Sentença penal absolutória

Leia mais

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto;

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; 2. Evolução História do Processo Penal 2.1 Processo penal no Brasil; 2.2 Sistemas

Leia mais

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios.

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 08 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Revisão Criminal. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Revisão Criminal. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Revisão Criminal Gustavo Badaró aula de 10.11.2015 PLANO DA AULA 1. Noções gerais 2. Condições da ação 3. Pressupostos processuais 4. Procedimento 1. NOÇÕES

Leia mais

PONTO 1: Introdução PONTO 2: Parte geral dos Recursos continuação PONTO 3: Recursos em espécie. 1. Introdução:

PONTO 1: Introdução PONTO 2: Parte geral dos Recursos continuação PONTO 3: Recursos em espécie. 1. Introdução: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Introdução PONTO 2: Parte geral dos Recursos continuação PONTO 3: Recursos em espécie 1. Introdução: 1) Remição: - Art. 126, LEP (Lei 7210/84) Art. 126. O condenado

Leia mais

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1

LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Sumário LIVRO I Do Processo de Conhecimento...1 Capítulo 1 Da Jurisdição...3 1.1. Conceito de Jurisdição... 5 1.2. Exercício da Jurisdição Quem Exerce a Jurisdição?...15 1.3. Características da Jurisdição...17

Leia mais

Pode ser apresentada em memoriais escritos no prazo de cinco dias (art. 404, CPP)

Pode ser apresentada em memoriais escritos no prazo de cinco dias (art. 404, CPP) Atualizado em 29/03/2012 ADITAMENTO DA QUEIXA 3 dias. Art. 46, 2º. ALEGAÇÕES FINAIS 20 minutos prorrogáveis por mais 10 minutos; Caso haja assistente de acusação este terá 10min para alegações finais,

Leia mais

Procedimento dos crimes dolosos contra a vida Tribunal do Júri I

Procedimento dos crimes dolosos contra a vida Tribunal do Júri I Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Procedimento dos crimes dolosos contra a vida Tribunal do Júri I Gustavo Badaró aulas de 3, 10 e 17 de maio de 2017 PLANO DA AULA Tribunal do Júri 1. Noções

Leia mais

19/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II

19/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II II 4ª - Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 II Acessem!!!!!! www.rubenscorreiajr.blogspot.com 2 1 Conteúdo programático UNIDADE I PROCESSOS E PROCEDIMENTOS PENAIS: Tribunal do júri, comum, sumário,

Leia mais

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad ROTEIRO REVISÃO Prof. Nidal Ahmad 1) RELAXAMENTO DE PRISÃO I) BASE LEGAL: art. 310, inciso I, CPP e art. 5º, LXV da Constituição Federal/88 II) CONTEÚDO: A) DA ILEGALIDADE MATERIAL Exemplos: * Ausência

Leia mais

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MARCAÇÃO DO CÓDIGO de PROCESSO PENAL conforme o EDITAL

Leia mais

Aula 14. EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo único, CPP)

Aula 14. EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo único, CPP) Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 14 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 14 EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE (art. 609, parágrafo

Leia mais

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3

Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Sumário Parte I Introdução... 1 Capítulo 1. A Interdisciplinaridade do Direito Tributário... 3 Parte II Petição inicial e contestação... 7 Capítulo 1. Introdução... 9 Capítulo 2. Estrutura da petição inicial...

Leia mais

CAPÍTULO 5 PEÇAS ACUSATÓRIAS

CAPÍTULO 5 PEÇAS ACUSATÓRIAS Sumário CAPÍTULO 1 O PROCESSO PENAL BRASILEIRO 1.1. Conceito e finalidade 1.2. Fontes do direito processual penal 1.3. Sistemas processuais penais 1.3.1. Sistema acusatório 1.3.2. Sistema inquisitório

Leia mais

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios

Conclusão Peças de informação e outros procedimentos investigatórios Sumário 1 A REDAÇÃO JURÍDICA 1.1 A nova redação jurídica 1.2 Síntese, clareza e objetividade 1.3 Orações intercaladas 1.4 Introdução, desenvolvimento e conclusão 1.5 Redação impessoal 1.6 Copiar e colar

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 18/05 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV 2.3 PROCEDIMENTO DA LEI DE DROGAS (Lei 11.343/06) - Procedimento Previsto nos artigos 54 a 59 da

Leia mais

TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1-Normatiza o art. 274 do Código de Processo Penal: as

Leia mais

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO 1. Administração pública e terceiro setor... 15 2. Administração direta e indireta... 31 3. Regulação, concessões e parcerias... 53 4. Intervenção do estado na propriedade...

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL (JECRIM)

JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL (JECRIM) JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL (JECRIM) Tem competência para conciliação, julgamento e execução das infrações penais de menor potencial ofensivo (contravenções penais e crimes com pena máxima cominada em 2

Leia mais

Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal Cabimento Espécies de ritos do processo do

Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal Cabimento Espécies de ritos do processo do Sumário Manual de Prática Trabalhista Título I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal... 19 Cabimento... 19 Espécies de ritos do processo do trabalho... 19 Rito sumário...

Leia mais

Sumário. Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL PENAL Capítulo II PRINCÍPIOS DO PROCESSO PENAL... 31

Sumário. Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL PENAL Capítulo II PRINCÍPIOS DO PROCESSO PENAL... 31 Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL PENAL... 27 1. Noções gerais sobre o Direito Processual Penal... 27 2. Fontes do Direito Processual Penal... 28 Capítulo II PRINCÍPIOS DO PROCESSO PENAL... 31

Leia mais

TEORIA GERAL DOS RECURSOS

TEORIA GERAL DOS RECURSOS TEORIA GERAL DOS RECURSOS FUNDAMENTO, CONCEITO E NATUREZA JURIDICA Fundamentos: A necessidade psicológica do vencido irresignação natural da parte A falibidade humana do julgador Razões históricas do próprio

Leia mais

Manual de Processo Penal Volume II

Manual de Processo Penal Volume II Manual de Processo Penal Volume II Sumário para a Prova de Delegado da Polícia Federal Referência: Marcação em amarelo leitura obrigatória Marcação em verde programa de processo penal constante do edital

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I: TEORIA GERAL DOS RECURSOS. Capítulo I Teoria geral dos recursos Modalidades recursais e competência legislativa...

SUMÁRIO. Parte I: TEORIA GERAL DOS RECURSOS. Capítulo I Teoria geral dos recursos Modalidades recursais e competência legislativa... SIGLAS... 25 INTRODUÇÃO... 27 Parte I: TEORIA GERAL DOS RECURSOS Capítulo I Teoria geral dos recursos... 31 1. Introdução e conceito... 31 2. Modalidades recursais e competência legislativa... 32 3. Características...

Leia mais

SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...19 PREFÁCIO...23

SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...19 PREFÁCIO...23 SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...19 PREFÁCIO...23 CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL PENAL...27 1. Noções gerais sobre o Direito Processual Penal...27 2. Fontes do Direito Processual

Leia mais

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL SUMÁRIO Título I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal... 15 Cabimento... 15 Espécies de ritos do processo do trabalho... 16 Rito sumário... 16 Rito sumaríssimo... 16

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31 SUMÁRIO Capítulo I PROCURAÇÃO AD JUDICIA... 19 1. Conceito... 19 2. Extensão dos poderes conferidos pelo outorgante ao advogado... 21 3. Modelo da procuração ad judicia com poderes para o foro em geral...

Leia mais

Prof. Luis Fernando Alves

Prof. Luis Fernando Alves 1 Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 PARTE I - TEORIA 1º PASSO - COMPREENDENDO O PROBLEMA 1. DICAS INICIAIS 3 Compreensão do problema: é a partir dos dados nele contidos que

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal II Código

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Citação e intimações. Gustavo Badaró aula de 08 e

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Citação e intimações. Gustavo Badaró aula de 08 e Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Citação e intimações Gustavo Badaró aula de 08 e 15.03.2017 PLANO DA AULA 1. Questões terminológicas 2. Classificação das citações 3. Citação por mandado

Leia mais

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal Princípio da territorialidade...

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal Princípio da territorialidade... Manual de Prática Penal - 8ª Edição Sumário Título I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Capítulo I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 39 Princípio da territorialidade... 39

Leia mais

PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI

PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI 1 PROCESSO PENAL PROCESSO PENAL PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI A Lei 11.689/08 modificou

Leia mais

SUMÁRIO PARTE 1 PARTE 2 DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA...17 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO...23

SUMÁRIO PARTE 1 PARTE 2 DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA...17 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO...23 SUMÁRIO PARTE 1 DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA...17 PARTE 2 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO...23 2.1. Gratuidade de justiça...23 2.2. Honorários advocatícios...24 2.3. Homologação

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional 1. REGRAS DE COMPETÊNCIA O habeas corpus deve ser interposto à autoridade judicial

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Sujeitos Processuais Gustavo Badaró aula de 11.10.2016 1. Noções Gerais 2. Juiz PLANO DA AULA Peritos, interpretes e auxiliares da justiça 3. Ministério

Leia mais

ÍNDICE VOLUME 1. 1.Compreensão e interpretação de textos; 2 Tipologia Textual... 01/44

ÍNDICE VOLUME 1. 1.Compreensão e interpretação de textos; 2 Tipologia Textual... 01/44 Polícia Militar de Pernambuco Oficiais da Polícia Militar QOPM 1. LÍNGUA PORTUGUESA ÍNDICE VOLUME 1 1.Compreensão e interpretação de textos... 01 2.Tipologia textual... 04 3.Ortografia oficial... 09 4.Acentuação

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Correlação entre acusação e sentença Gustavo Badaró aula de 11.08.2015 1. Noções Gerais PLANO DA AULA 2. Distinção entre fato penal e fato processual penal

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA DIA 03 DE MARÇO DE 2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA DIA 03 DE MARÇO DE 2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL III AULA DIA 03 DE MARÇO DE 2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Superada a questão da rejeição da peça inaugural acusatória, caberá ao magistrado,

Leia mais

PRINCÍPIOS PIOS RECURSOS RECURSOS CRIMINAIS PRESSUPOSTOS

PRINCÍPIOS PIOS RECURSOS RECURSOS CRIMINAIS PRESSUPOSTOS RECURSOS CRIMINAIS Aspectos Conceituais Meio à disposição das partes e inconformismo; Busca corrigi-la, modificá-la ou confirmá-la; Meio pelo qual busca o reexame da decisão; Necessidade psicológica, própria

Leia mais

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II

26/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II II 5ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 II Acessem!!!!!! www.rubenscorreiajr.blogspot.com 2 1 RASCUNHAO DO PROFESSOR RUBENS 2 Lei 9.099 de setembro de 1995; Todas as contravenções penais; Os crimes

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal I Código

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07...

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07... DIREITO CIVIL ÍNDICE CAPÍTULO 01... 9 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro - LINDB... 9 Introdução...9 Disposições da LINDB...9 CAPÍTULO 02... 12 Das Pessoas... 12 Introdução...12 Pessoas

Leia mais

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR.

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR. PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR asjunior2004@uolcombr JURISDIÇÃO Poder Judiciário: garantir a realização dos direitos através de seus órgãos; Órgãos devem ter jurisdição (função de conhecer os

Leia mais

Juizado Especial Criminal Prof. Gladson Miranda.

Juizado Especial Criminal Prof. Gladson Miranda. Juizado Especial Criminal Prof. Gladson Miranda www.gladsonmiranda.jur.adv.br Fundamento Normativo (98 da CF) Infrações de menor potencial ofensivo Princípios: 1-Oralidade. Redução a termo do que for essencial

Leia mais

PONTO 1: Recursos em Espécie

PONTO 1: Recursos em Espécie 1 PROCESSO PENAL PROCESSO PENAL PONTO 1: Recursos em Espécie CONTINUAÇÃO SOBRE RECURSOS: PRAZO EM DOBRO PARA RECORRER: No processo penal os prazos são comuns, conta-se da data da intimação do último réu.

Leia mais

NOVO PROCEDIMENTO PENAL - RITO ORDINÁRIO

NOVO PROCEDIMENTO PENAL - RITO ORDINÁRIO NOVO PROCEDIMENTO PENAL - RITO ORDINÁRIO AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO (p/ réus presos em 60 dias) OITIVA DO OFENDIDO OITIVA DAS TESTEMUNHAS DE ACUSAÇÃO (8) DENÚNCIA OU QUEIXA RECEBIMENTO REJEIÇÃO

Leia mais

MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA

MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA 1 DIREITO PENAL 1.1 APLICAÇÃO DA LEI PENAL 1.1.1 Aplicação da lei penal no tempo 1.1.2 Aplicação da lei penal no espaço 1.2 PRINCÍPIOS PENAIS 1.1.1

Leia mais

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que:

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO PROCESSUAL PENAL 1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: I - De acordo com o Código de Processo Penal, as

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Nulidades. Gustavo Badaró aulas de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Nulidades. Gustavo Badaró aulas de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Nulidades Gustavo Badaró aulas de 25.08.2015 01.09.2015 15.09.2015 PLANO DA AULA 1. Noções Gerais 2. Atos inexistentes 3. Nulidades Absolutas 4. Nulidades

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá o examinando requerer, em preliminar, o desentranhamento das provas ilícitas.

Em primeiro lugar, deverá o examinando requerer, em preliminar, o desentranhamento das provas ilícitas. OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE PENAL PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL O recurso cabível é o recurso em sentido estrito, na forma do art. 581, IV, do Código de Processo Penal, dirigido ao Juiz da 1ª

Leia mais

Relação de peças Ao longo das aulas, no Exame Final, faremos mais de 50 peças profissionais, porque, como não trabalharemos com apostas e adivinhações, preferimos fazer uma abordagem mais ampla para deixar

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO TERMO CIRCUNSTANCIADO TERMO CIRCUNSTANCIADO -Substitui o inquérito policial, é utilizado para crimes de menor potencial ofensivo (pena máxima

Leia mais

Sumário MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA

Sumário MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA Sumário MANDAMENTOS PARA A APROVAÇÃO CONHEÇA E RESPONDA A PROVA 1 DIREITO PENAL 1.1 APLICAÇÃO DA LEI PENAL 1.1.1 Aplicação da lei penal no tempo 1.1.2 Aplicação da lei penal no espaço 1.2 PRINCÍPIOS PENAIS

Leia mais

FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO II - ACTOS PROCESSUAIS DAS PARTES

FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO II - ACTOS PROCESSUAIS DAS PARTES Prática Processual Civil I FASE DE FORMAÇÃO INICIAL - PROGRAMA DE PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL I I - ACESSO AO DIREITO Modalidades do acesso ao direito e à justiça. O conceito de insuficiência económica. Revogação

Leia mais

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda CITAÇÃO, INTIMAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Arts. 351 ao 372) CITAÇÃO Conceito Finalidade da Citação art. 396 do CPP FORMAS DE CITAÇÃO 1) Citação real realizada por

Leia mais

PAS DE NULLITÉ SANS GRIEF.

PAS DE NULLITÉ SANS GRIEF. NULIDADES Natureza: 1 - Fernando Capez: é vício processual 2 - José Frederico Marques: é sanção 3 - Mirabete: é vício e sanção Sistemas: 1 Formalista: sempre que o ato não praticado pela forma determinada

Leia mais

TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel

TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel TJ-SP Escrevente Técnico Judiciário Prof. Guilherme Rittel EDITAL DIREITO PROCESSUAL PENAL: Código de Processo Penal - com as alterações vigentes até a publicação do Edital - artigos 251 a 258; 261 a 267;

Leia mais

SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA. Profa. Luanna Tomaz

SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA. Profa. Luanna Tomaz SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA Profa. Luanna Tomaz INTRODUÇÃO Origem: Surge na França em 1884. Medida judicial que determina o sobrestamento da pena, preenchidos determinados requisitos. Natureza Jurídica:

Leia mais

Aula 10. Qual o vício quando o Ministério Público oferece denúncia em face de agente que possui apenas 17 anos?

Aula 10. Qual o vício quando o Ministério Público oferece denúncia em face de agente que possui apenas 17 anos? Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 10 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 10 NULIDADES EM ESPÉCIE Art. 564. A nulidade ocorrerá nos seguintes

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC EMBARGOS DE DECLARAÇÃO

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC EMBARGOS DE DECLARAÇÃO OFICINA DO NOVO CPC EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Artigos 1.022 a 1.026 do Código de Processo Civil 1. Conceito Os embargos declaratórios são opostos contra qualquer decisão que contenha obscuridade, omissão,

Leia mais

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Semana. Tipo de aula UNIDADE I

Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Semana. Tipo de aula UNIDADE I PLANO DE CURSO DISCIPLINA: LABORATÓRIO DE PRÁTICA JURÍDICA IV - PENAL (CÓD. ORES 60160) ETAPA: 10ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades

Leia mais

Prática Processual Civil. Programa

Prática Processual Civil. Programa ORDEM DOS ADVOGADOS COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I - A CONSULTA JURÍDICA 1.1 - A consulta ao cliente 1.2 - Tentativa de resolução amigável 1.3 - A gestão do

Leia mais

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ Posição legal Momento processual Necessidade, finalidade, objeto e limites Natureza jurídica Liquidação na pendência de recurso Liquidação concomitante com execução Modalidades Liquidação de sentença Sumário

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Sumário Capítulo 1 A Situação Concreta... 1 1.1. Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Capítulo 2 Petições Cíveis: Procedimento Comum... 7 2.1. Petição Inicial...7

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO PARTE I TEORIA GERAL DOS RECURSOS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO PARTE I TEORIA GERAL DOS RECURSOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 19 PARTE I TEORIA GERAL DOS RECURSOS CAPÍTULO I MEIOS DE IMPUGNAÇÃO, CONCEITO, CLASSIFICAÇÃO E DIREITO INTERTEMPORAL... 25 1. Meios de impugnação... 25 2. Conceito de recurso...

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19

SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19 SUMÁRIO 7 SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19 1. Atos administrativos... 19 2. Bens públicos... 24 3. Concurso público... 26 4. Desapropriação...

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Recursos III agravo de instrumento e embargos de declaração. Prof. Andre Roque

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Recursos III agravo de instrumento e embargos de declaração. Prof. Andre Roque DIREITO PROCESSUAL CIVIL Recursos III agravo de instrumento e embargos de declaração Prof. Andre Roque 1. Agravo de instrumento: cabimento Somente cabe AI das decisões interlocutórias do CPC, 1015 I -

Leia mais