Behaviour-Driven Development com RSpec e RSpec on Rails. Danilo Sato

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Behaviour-Driven Development com RSpec e RSpec on Rails. Danilo Sato www.dtsato.com"

Transcrição

1 Behaviour-Driven Development com RSpec e RSpec on Rails Danilo Sato 1

2 Quem sou eu? Graduação/Mestrado no IME/USP AgilCoop Fundador do ThoughtWorks UK 2

3 Programar Testar Ponto de vista... 3

4 Testar Programar Ponto de vista... 3

5 <<RUP-man>> 4

6 Programador, aqui está sua especificação... <<RUP-man>> 4

7 Programador, aqui está sua especificação... <<RUP-man>> Recognize Poker Winner Player 4

8 RSpec 5

9 Mas como se joga poker? RSpec 5

10 Programador nunca entende nada! <<RUP-man>> Mas como se joga poker? RSpec 5

11 preste atenção... <<RUP-man>> Recognize Poker Winner Player 6

12 preste atenção... Straight flush ganha de quadra. <<RUP-man>> Quadra ganha de full house Empata no straight flush quando os índices são iguais Desempate no straight flush pela carta maior 6

13 Ah! Acho que esse diagrama deve te ajudar... <<RUP-man>> 7

14 Ah! Acho que esse diagrama deve te ajudar... <<RUP-man>> Hand 1 * rank suit Card 7

15 Mas o que faz uma carta? e a mão? Como as construo?... RSpec 8

16 Ai ai... <<RUP-man>> Mas o que faz uma carta? e a mão? Como as construo?... RSpec 8

17 preste atenção... <<RUP-man>> Hand 1 * rank suit Card 9

18 preste atenção... Uma Carta deve ter índice, naipe <<RUP-man>> e é construída a partir de uma String. A Mão deve ter cartas (ordenadas) e um rank calculado com base nas suas cartas 9

19 Hmm... acho que consigo representar isso em código RSpec 10

20 Story "I can rank poker hands", %(As a game player I want to rank a poker hand So that I can decide a winner for the prize) do Scenario "Straight flush wins Four of a kind" do Given "A hand", :black, "2H 3H 4H 5H 6H" Given "A hand", :white, "AC AH AD AS KC" Then "Black should win" end Scenario "Four of a kind wins Full house" do Given "A hand", :white, "2C 2H 2D 2S AC" Given "A hand", :black, "AC AH AD KS KC" Then "White should win" end end Hmm... acho que consigo representar isso em código RSpec 10

21 describe Card do it 'should parse rank' it 'should parse suit' it 'should compare based on rank' end describe Hand do it 'should have cards' it 'should sort cards' it 'should have rank' it 'should compare based on rank' it 'should detect straight' it 'should detect flush' it 'should detect full house' end Hmm... acho que consigo representar isso em código RSpec 10

22 E isso é código executável! RSpec 11

23 Test-Driven Development Teste JUnit (Test::Unit) 12

24 Behaviour-Driven Development Teste JUnit (Test::Unit) 12

25 Behaviour-Driven Development Especificação (Executável) JUnit (Test::Unit) 12

26 Behaviour-Driven Development Especificação (Executável) RSpec 12

27 Behaviour-Driven Development Especificação (Executável) RSpec Documentação 12

28 13

29 # spec/card.rb require 'rubygems' require 'spec' require 'lib/card' describe Card do it 'should parse rank' do end Card.new('2H').rank.should == 2 Card.new('TS').rank.should == 10 Card.new('JC').rank.should == 11 Card.new('QD').rank.should == 12 Card.new('KC').rank.should == 13 Card.new('AS').rank.should == 14 it 'should parse suit' do Card.new('2H').suit.should == 'H' Card.new('3S').suit.should == 'S' Card.new('4C').suit.should == 'C' Card.new('5D').suit.should == 'D' end end it 'should compare based on rank' do Card.new('AS').should > Card.new('KH') Card.new('QS').should == Card.new('QC') Card.new('TD').should < Card.new('JH') end 13

30 # spec/card.rb require 'rubygems' require 'spec' require 'lib/card' describe Card do it 'should parse rank' do end Card.new('2H').rank.should == 2 Card.new('TS').rank.should == 10 Card.new('JC').rank.should == 11 Card.new('QD').rank.should == 12 Card.new('KC').rank.should == 13 Card.new('AS').rank.should == 14 it 'should parse suit' do Card.new('2H').suit.should == 'H' Card.new('3S').suit.should == 'S' Card.new('4C').suit.should == 'C' Card.new('5D').suit.should == 'D' end # lib/card.rb CARDS = ' TJQKA' class Card include Comparable end attr_reader :rank, :suit def = CARDS.index(str[0, = str[1,1] end def <=>(other) return rank <=> other.rank end end it 'should compare based on rank' do Card.new('AS').should > Card.new('KH') Card.new('QS').should == Card.new('QC') Card.new('TD').should < Card.new('JH') end 13

31 # spec/card.rb require 'rubygems' require 'spec' require 'lib/card' describe Card do it 'should parse rank' do end end Card.new('2H').rank.should == 2 Card.new('TS').rank.should == 10 Card.new('JC').rank.should == 11 Card.new('QD').rank.should == 12 Card.new('KC').rank.should == 13 Card.new('AS').rank.should == 14 it 'should parse suit' do Card.new('2H').suit.should == 'H' Card.new('3S').suit.should == 'S' Card.new('4C').suit.should == 'C' Card.new('5D').suit.should == 'D' end it 'should compare based on rank' do Card.new('AS').should > Card.new('KH') Card.new('QS').should == Card.new('QC') Card.new('TD').should < Card.new('JH') end # lib/card.rb CARDS = ' TJQKA' class Card include Comparable end attr_reader :rank, :suit def = CARDS.index(str[0, = str[1,1] end def <=>(other) return rank <=> other.rank end $ spec spec/card.rb -f specdoc --colour Card - should parse rank - should parse suit - should compare based on rank Finished in seconds 3 examples, 0 failures $ 13

32 RSpec on Rails Instalação: $ ruby script/plugin install svn://rubyforge.org/var/ svn/rspec/tags/current/rspec $ ruby script/plugin install svn://rubyforge.org/var/ svn/rspec/tags/current/rspec_on_rails $ ruby script/generate rspec 14

33 RSpec on Rails Permite especificar camadas isoladas: Model - View - Controller Helpers Testes de integração com story tests Integração com RCov (cobertura) 15

34 Isolamento de Camadas Controller Model View 16

35 Isolamento de Camadas Controller Model View 16

36 Isolamento de Camadas Controller Model View 16

37 Isolamento de Camadas Controller Model View DB 16

38 Isolamento de Camadas Controller View 16

39 Isolamento de Camadas Controller Model View 16

40 Stubs Mocks 17

41 Stubs Mocks Respostas Default (nil, false, 0,...) 17

42 Stubs Mocks Respostas Default Verifica chamadas (nil, false, 0,...) 17

43 RSpec on Rails CÓDIGO!! 18

44 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante 19

45 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante Palestra 1 0 Palestra 2 2 Palestra

46 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante /lectures/vote_for/1?vote=1 Palestra 1 0 Palestra 2 2 Palestra

47 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante Palestra 1 0 /lectures/vote_for/1?vote=1 Palestra 2 2 lectures_controller.rb Palestra

48 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante Palestra 1 0 /lectures/vote_for/1?vote=1 Palestra 2 2 lectures_controller.rb Palestra 3 1 lecture.rb 19

49 História #1 Como um conferencista Gostaria de dar uma avaliação positiva ou negativa para a palestra que acabei de assistir Pois quero dar um feedback para o palestrante Palestra 1 0 /lectures/vote_for/1?vote=1 Palestra 2 2 lectures_controller.rb Palestra 3 1 lecture.rb 19

50 História #2 Como um conferencista Gostaria de destacar a palestra atual Para facilitar a identificação na hora de votar 20

51 História #2 Como um conferencista Gostaria de destacar a palestra atual Para facilitar a identificação na hora de votar Palestra 1 14:00-14:00 0 Palestra 2 15:00-17:00 3 Palestra 3 17:00-18:

52 História #3 Como um conferencista Gostaria de votar mais rápido Pois dar um refresh na página inteira demora muito 21

53 História #3 Como um conferencista Gostaria de votar mais rápido Pois dar um refresh na página inteira demora muito 21

54 RSpec on Rails O que está acontecendo no trunk: Story tests (RBehave) Plain-text story tests Editor de histórias web Integração com Rails

55 Dúvidas? Danilo Sato groups.google.com/group/dojo_sp AgilCoop 23

Lições Aprendidas sobre Testes

Lições Aprendidas sobre Testes Lições Aprendidas sobre Testes Danilo Sato Rails Summit Latin America www.dtsato.com 16/Out/2008 Um pouco sobre vocês Será que estou na palestra certa? Minha história com testes automatizados Era uma vez

Leia mais

Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD)

Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD) Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD) Cursos de Verão 2010 www.agilcoop.org.br Hugo Corbucci O que é Desenvolvimento Dirigido por Testes? Entenderam? Copyleft AgilCoop 2010 2 Testes a priori Conhecer

Leia mais

Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD)

Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD) Desenvolvimento Dirigido por Testes (TDD) Cursos de Verão 2008 www.agilcoop.org.br Mariana & Paulo O que é Desenvolvimento Dirigido por Testes? Dúvidas? Copyleft AgilCoop 2008 2 Testes a priori Conhecer

Leia mais

Test-driven Development no Rails Começando seu projeto com o pé direito. 2007, Nando Vieira http://simplesideias.com.br

Test-driven Development no Rails Começando seu projeto com o pé direito. 2007, Nando Vieira http://simplesideias.com.br Test-driven Development no Rails Começando seu projeto com o pé direito 2007, Nando Vieira http://simplesideias.com.br O que iremos ver? slides = Array.new slides

Leia mais

Desenvolvimento Guiado por Testes

Desenvolvimento Guiado por Testes Desenvolvimento Guiado por Testes Test-Driven Development (TDD) Guilherme Chapiewski http://gc.blog.br gc@mandic.com.br O que é TDD? Regras fundamentais do TDD: Escreva o teste da implementação ANTES de

Leia mais

Por que não (não testar)? Danilo Sato www.dtsato.com

Por que não (não testar)? Danilo Sato www.dtsato.com Por que não (não testar)? Danilo Sato www.dtsato.com Quem sou eu? Graduação/Mestrado no IME-USP AgilCoop ThoughtWorks UK Fundador do Dojo@SP Por que não testar? Por que não testar? É muito difícil / Eu

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada Disciplina de Mineração de Dados

Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada Disciplina de Mineração de Dados Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada Disciplina de Mineração de Dados Prof. Celso Kaestner Poker Hand Data Set Aluno: Joyce Schaidt Versão:

Leia mais

Considerações: 1) Coletânea de Músicas

Considerações: 1) Coletânea de Músicas Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Lista 5 Introdução a Programação Prof: Adriano Sarmento Data: 2/08/13 Data de entrega: 14/08/13 Considerações: Leia a lista toda, o quanto antes,

Leia mais

Test-Driven Development no Rails: Unit Tests

Test-Driven Development no Rails: Unit Tests Test-Driven Development no Rails: Unit Tests 11/05/07 Tags:, Ruby, Ruby on Rails, TDD, Teste Unitário, Unit Tests Todo mundo fala que Test-Driven Development aumenta sua produtividade, reduz a quantidade

Leia mais

Entendendo Rails. Fabio Akita Surgeworks Brazil Rails Practice Manager www.akitaonrails.com

Entendendo Rails. Fabio Akita Surgeworks Brazil Rails Practice Manager www.akitaonrails.com Entendendo Rails Fabio Akita Surgeworks Brazil Rails Practice Manager www.akitaonrails.com 37signals Criado por David Heinemeier Hansson, em 2004 Extraído do aplicativo Basecamp Feito em Ruby, em vez de

Leia mais

Agile Methods for the Traditional Guy

Agile Methods for the Traditional Guy Agile Methods for the Traditional Guy Conexão Java 07 Danilo Sato www.dtsato.com (Agradecimento: Mariana Bravo) Danilo Sato BCC/Mestrado - IME/USP AgilCoop Fundador do Dojo@SP ThoughtWorks UK Modelo? Quem

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA A ECONOMIA E FINANÇAS

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA A ECONOMIA E FINANÇAS N.º 32 9-8-2010 BOLETIM OFICIAL DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU I SÉRIE 611 215/2006 $21,454,680.00 28/20096/2006 215/2006 2006...$ 6,436,404.00 2007...$ 12,872,808.00 2010...$ 2,145,468.00

Leia mais

Programação Web Aula 10 - Testes, Javascript, Ajax

Programação Web Aula 10 - Testes, Javascript, Ajax Programação Web Aula 10 - Testes, Javascript, Ajax Bruno Müller Junior Departamento de Informática UFPR 28 de Abril de 2014 1 Ambientes de Execução 2 Testes Um exemplo Acrescentando Validação Validação

Leia mais

II Semana de Tecnologia da Informação. Rails Framework

II Semana de Tecnologia da Informação. Rails Framework II Semana de Tecnologia da Informação Rails Framework Rails Instalação Ruby versão 1.8.7 Linux: ftp://ftp.ruby-lang.org/pub/ruby/1.8/ruby-1.8.7-p174.tar.gz ou apt-get install ruby (Debian/Ubuntu) Windows:

Leia mais

第 61/2004 號 經 濟 財 政 司 司 長 對 外 規 範 性 批 示. Artigo 7.º 第 七 條 賠 率. prémios: Ao jogador que ganha pertencem o valor da aposta e os seguintes

第 61/2004 號 經 濟 財 政 司 司 長 對 外 規 範 性 批 示. Artigo 7.º 第 七 條 賠 率. prémios: Ao jogador que ganha pertencem o valor da aposta e os seguintes 724 澳 門 特 別 行 政 區 公 報 第 一 組 第 20 期 2004 年 5 月 17 日 第 七 條 賠 率 博 彩 者 中 注, 除 原 注 碼 外, 依 下 列 得 賠 率 : ( 一 ) 壹 個 號 碼 孤 丁 1 賠 35; ( 二 ) 兩 個 號 碼 兩 門 騎 1 賠 17; ( 三 ) 三 個 號 碼 三 門 一 列 1 賠 11; ( 四 ) 四 個 號 碼 四 門 騎

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO

REGULAMENTO TÉCNICO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO Art. 2º - O Torneio de POKER dos XIII JOIDS será disputado nas instalações que será informado através de boletim oficial, informando o dia, horário e local com caráter

Leia mais

Ajax com R ails, interatividade e usabilidade ao alcance de todos

Ajax com R ails, interatividade e usabilidade ao alcance de todos Ajax com R ails, Por Rodrigo Urubatan Ferreira Jardim Rodrigo Urubatan: SCJP 1.4 e SCWCD; Trabalha com arquitetura de sistemas J2EE e treinamento; Já desenvolveu projetos utilizando as linguagens Delphi,

Leia mais

: : www.mundoj.com.br : :

: : www.mundoj.com.br : : : : www.mundoj.com.br : : Marcelo Zeferino (marceloczeferino@gmail.com): formado em análise de sistemas, atua com TI desde 1999 e já participou de projetos de software para grandes organizações como Fundação

Leia mais

Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1

Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1 Just Java 2009 Novas Ferramentas de Teste na plataforma Java Jorge Diz Workshop de testes para aplicativos web Slide 1 Quem sou eu? Jorge Alberto Diz ( 95 Mestre em Eng. Elétrica (UNICAMP ( 89 Bach. em

Leia mais

Versão 0.1. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com

Versão 0.1. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Versão 0.1 Manual FoRc Última Atualização: Maio/2007 Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Sumário 1. O que é FoRc?... 3 2. O que é Adobe Flex?... 3 3. O que é Ruby on Rails?... 3 4. Flex + Ruby on Rails?...

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO NORTE Programação de Computadores Um pouco de diversão - libgosu O exemplo desenvolvido nesta apresentação é o mesmo do tutorial GOSU,

Leia mais

Começando com Ruby on Rails @gibsongabriel

Começando com Ruby on Rails @gibsongabriel Começando com Ruby on Rails @gibsongabriel Yukiriho 'Matz' Matsumoto http://ruby-lang.org/pt/ Ruby é uma linguagem de programação interpretada, com tipagem forte e dinâmica, que tem como foco a simplicidade

Leia mais

Práticas de Desenvolvimento de Software

Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 3. 09/03/2015. Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 3 - Introdução à linguagem de programação Ruby Oferecimento Ruby (1) Ruby Ruby (2) Ruby Linguagem de programação dinâmica, de código aberto,

Leia mais

Miguel Riscado. Super Poker. Como começar a ganhar no Poker em 4 dias!!! Prefácio de Liv Boeree

Miguel Riscado. Super Poker. Como começar a ganhar no Poker em 4 dias!!! Prefácio de Liv Boeree Miguel Riscado Super Poker Como começar a ganhar no Poker em 4 dias!!! Prefácio de Liv Boeree Como ler este livro O Super Poker é um livro sobre Poker (Texas Hold em) que aborda os conceitos fundamentais

Leia mais

Ruby. Conceitos básicos. Prof. Ms. Leonardo Botega. Diego Gabriel Pereira

Ruby. Conceitos básicos. Prof. Ms. Leonardo Botega. Diego Gabriel Pereira Ruby Conceitos básicos Prof. Ms. Leonardo Botega Diego Gabriel Pereira Quem somos nós Leonardo Botega Bacharel em Ciência da Computação UNIVEM Mestre em Ciência da Computação UFSCar Doutorando em Ciência

Leia mais

FRWTC800 - Desenvolvimento Web com Ruby on Rails

FRWTC800 - Desenvolvimento Web com Ruby on Rails FRWTC800 - Desenvolvimento Web com Ruby on Rails SOBRE A FRAMEWORK A Framework (www.frwtc.com) atua diretamente com profissionais do segmento de tecnologia em busca de capacitação, atualização e certificação,

Leia mais

MAT 461 Tópicos de Matemática II Aula 3: Resumo de Probabilidade

MAT 461 Tópicos de Matemática II Aula 3: Resumo de Probabilidade MAT 461 Tópicos de Matemática II Aula 3: Resumo de Probabilidade Edson de Faria Departamento de Matemática IME-USP 19 de Agosto, 2013 Probabilidade: uma Introdução / Aula 3 1 Probabilidade Discreta: Exemplos

Leia mais

Versão 0.1.0. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com

Versão 0.1.0. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Versão 0.1.0 Manual FoRc Última Atualização: Maio/2007 Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Sumário 1. O que é FoRc?... 3 2. O que é Adobe Flex?... 3 3. O que é Ruby on Rails?... 3 4. Flex + Ruby on Rails?...

Leia mais

Aplicações desktop a jato com JRuby e Netbeans

Aplicações desktop a jato com JRuby e Netbeans c a p a Aplicações desktop a jato com JRuby e Netbeans Construindo aplicações Swing combinando as melhores técnicas e ferramentas de Java e Ruby Demetrius Nunes (me@demetriusnunes.com): formado em Engenharia

Leia mais

1. O valor da inscrição (Buy-in) será de R$ 7,00 para sócios e R$10,00 para não sócios da ATEQA (1500 pontos em fichas).

1. O valor da inscrição (Buy-in) será de R$ 7,00 para sócios e R$10,00 para não sócios da ATEQA (1500 pontos em fichas). Regulamento do I Wolrd Series ATEQA de Poker No Limit Texas Hold'em VALORES DE INSCRIÇÃO, REBUY E ADD-ON 1. O valor da inscrição (Buy-in) será de R$ 7,00 para sócios e R$10,00 para não sócios da ATEQA

Leia mais

REGRAS DO POKER. Link:http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-poker.html

REGRAS DO POKER. Link:http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-poker.html REGRAS DO POKER Link:http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-poker.html Com mais de 100 milhões de jogadores em todo o planeta, a modalidade de poker Texas Hold'em No Limits também pode ser jogada aqui

Leia mais

O Framework Rails. Diego Rubin http://diegorubin.com @diegorubin

O Framework Rails. Diego Rubin http://diegorubin.com @diegorubin O Framework Rails Diego Rubin http://diegorubin.com @diegorubin Introdução David Heinemeier Hansson (DHH) 2004 MVC Restful Meta-Framework Convention over configuration Rails 3.1 Ferramentas Rake Bundler

Leia mais

3 0 0 A 120 incorreto 3 431 A 130 incorreto A 200 incorreto 5 A 100 correto B 110 incorreto B 111 correto C 200 correto D 300 incorreto

3 0 0 A 120 incorreto 3 431 A 130 incorreto A 200 incorreto 5 A 100 correto B 110 incorreto B 111 correto C 200 correto D 300 incorreto Universidade Federal Fluminense - UFF Pólo Universitário de Rio das Ostras - PURO Faculdade Federal de Rio das Ostras - RFR Departamento de Ciência e Tecnologia - RCT Curso: Programação de Computadores

Leia mais

Ruby. Simplicidade e produtividade

Ruby. Simplicidade e produtividade Ruby Simplicidade e produtividade Ruby é... Uma linguagem de tipagem dinâmica e forte, com gerenciamento de memória automático, open source com foco na simplicidade e na produtividade. Tem uma sintaxe

Leia mais

Nos Trilhos com RAILS. Sylvestre Mergulhão

Nos Trilhos com RAILS. Sylvestre Mergulhão Nos Trilhos com RAILS Sylvestre Mergulhão Necessidades Desenvolver para a web Desenvolver para a web de forma organizada Desenvolver para a web de forma fácil de manter Desenvolver para a web de forma

Leia mais

Pôquer. Pôquer Fechado. Distribuição

Pôquer. Pôquer Fechado. Distribuição Pôquer A origem do Pôquer é muito antiga e está ligada a vários outros jogos que também se baseiam em combinações de cartas do mesmo valor e que apresentam um sistema de apostas muito semelhante ao do

Leia mais

Rails & Javascript Faça isso direito! Dicas de como organizar o javascript em apps Rails não SPA

Rails & Javascript Faça isso direito! Dicas de como organizar o javascript em apps Rails não SPA Rails & Javascript Faça isso direito! Dicas de como organizar o javascript em apps Rails não SPA $ whoami Cezinha Anjos. Comecei programando num Apple II e gravando programas em fitas cassetes há 26 anos

Leia mais

Programação extrema (XP)

Programação extrema (XP) Programação extrema (XP) Cursos de Verão 2010 - IME/USP Alfredo Goldman Departamento de Ciência da Computação www.agilcoop.org.br Agenda Primeira versão de XP Segunda versão de XP Perguntas durante a apresentação

Leia mais

Tutorial de instalação do ambiente Ruby, Ruby on Rails e MySQL no Ubuntu 10.04.

Tutorial de instalação do ambiente Ruby, Ruby on Rails e MySQL no Ubuntu 10.04. Tutorial de instalação do ambiente Ruby, Ruby on Rails e MySQL no Ubuntu 10.04. Neste tutorial vamos instalar um ambiente completo para desenvolvimento Ruby, Rails e MySQL no Ubuntu 10.04. É necessário

Leia mais

Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress.

Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress. Parte II Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress.com Rails - Instalação Windows gem install rails Plataformas

Leia mais

TESTANDO ARQUITETURAS DE MICRO-SERVIÇOS

TESTANDO ARQUITETURAS DE MICRO-SERVIÇOS TESTANDO ARQUITETURAS DE MICRO-SERVIÇOS Renan Martins @renan89 1 Recife, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre 2 #TWnaMTC2015 @thoughtworks_pt 3 AGENDA 4 FALAREMOS SOBRE 1. O que são micro-serviços?

Leia mais

Estratégias para testes: a metáfora da pirâmide alimentar

Estratégias para testes: a metáfora da pirâmide alimentar Estratégias para testes: a metáfora da pirâmide alimentar Jorge Diz Instrutor Globalcode Kleber Xavier Instrutor Globalcode 1 Agenda > O que são testes? > Tipos de testes > A pirâmide de testes (Huggins)

Leia mais

Alunos. Hudson Martins da Silva Laércio Pedro Hoppe

Alunos. Hudson Martins da Silva Laércio Pedro Hoppe Alunos Hudson Martins da Silva Laércio Pedro Hoppe Desenvolvida no Japão em 1995, por Yukihiro "Matz" Matsumoto. Linguagem de script. Mais poderosa do que Perl, e mais orientada a objetos do que Python.

Leia mais

De Zero a Sessenta: Introdução ao Rails

De Zero a Sessenta: Introdução ao Rails CAPÍTULO 1 De Zero a Sessenta: Introdução ao Rails Quando escrevemos a primeira versão deste livro, Rails estava apenas começando a se conceituar como framework. Agora, esta excepcional plataforma de desenvolvimento

Leia mais

ABC do Poker Edgard B. Damiani

ABC do Poker Edgard B. Damiani ABC do Poker Edgard B. Damiani Novera Sumário Agradecimentos... 15 Prefácio... 17 Parte I Fundamentos...21 Capítulo 1 Introdução... 23 Objetivo do poker... 24 A importância da estratégia e da tática...

Leia mais

Tutorial Ruby versão 0.3 djalmaoliveira@gmail.com SOBRE O TUTORIAL

Tutorial Ruby versão 0.3 djalmaoliveira@gmail.com SOBRE O TUTORIAL SOBRE O TUTORIAL Este tutorial cobre alguns aspectos da linguagem Ruby, mostra de forma simples algumas de suas características através de exemplos e curtas descrições de conceitos, não se propondo ser

Leia mais

Testes Automatizados. : : COLUNA Cinto de Utilidades: :

Testes Automatizados. : : COLUNA Cinto de Utilidades: : : : COLUNA Cinto de Utilidades: : Alexandre Gazola (alexandregazola@gmail.com / Twitter: @alexandregazola): é bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e mestre em Informática

Leia mais

Automação de testes Web

Automação de testes Web Automação de testes Web Ruby + Watir + Test::Unit + PageObject Alex Warmling alex@chaordic.com.br Fausto Siqueira siqueira@chaordic.com.br Agenda Apresentação Expectativas Introdução ao teste de software

Leia mais

Aplication blackboxing

Aplication blackboxing Aplication blackboxing Além da mentalidade monolítica Diogo Terror escalabilidade de código? escalabilidade de código! Diogo Terror Real Terror Estamos contratando recrutamento@boo-box.com Features++

Leia mais

Produtividade na web com Groovy e Grails

Produtividade na web com Groovy e Grails Produtividade na web com Groovy e Grails Quem somos? Lucas Aquiles / @lucas_aquiles ADS / IFPI lucasaquiles@gmail.com lucasaquiles.com.br/blog Fco Marcos / @fcomarcosrocha ADS / IFPI Colaborador LAPESI

Leia mais

1º passo: Instalando a rvm.

1º passo: Instalando a rvm. Tutorial de instalação de múltiplos ambientes Ruby 1.8.7 e 1.9.2, Ruby on Rails 2.3.11 e 3.0.7 e MySQL no Ubuntu 10.04. Nem sempre é fácil a preparação de um ambiente de desenvolvimento web completo. Às

Leia mais

Mini-Curso Agile Testing

Mini-Curso Agile Testing Mini-Curso Agile Testing Como funciona na prática? contato@qualister.com.br (48) 3285-5615 twitter.com/qualister facebook.com/qualister linkedin.com/company/qualister Instrutor Elias Nogueira

Leia mais

art 2º. A fase eliminatória ocorrerá no dia 28, com início às 22 horas, e a fase final no dia 29, com início às 23 horas.

art 2º. A fase eliminatória ocorrerá no dia 28, com início às 22 horas, e a fase final no dia 29, com início às 23 horas. Torneio de POKER Clube do Interior 2009 Comissão organizadora do torneio: Dr. Marcelo E. Montandon Júnior Dr. José Wesley Benício Soares Dr. Carlos Ximenes Filho Data e local: art 1º. O Torneio de Poker-Clube

Leia mais

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Autores Eduardo Zancul (USP), Sergio Scheer (UFPR), Roseli Lopes (USP), Paulo Blikstein (Stanford University) A atividade de projeto de engenharia é realizada

Leia mais

Processamento de dados XML

Processamento de dados XML Processamento de dados XML César Vittori cvittori@inf.ufrgs.br Outubro de 2000 Resumo Considerações no desenvolvimento de software para processar dados XML. Processamento de uma DTD para interpretar marcação

Leia mais

Breve introdução. Uma breve introdução. Simplicidade e Poder. Rápido Dinâmico Robusto

Breve introdução. Uma breve introdução. Simplicidade e Poder. Rápido Dinâmico Robusto Breve introdução Uma breve introdução Rápido Dinâmico Robusto Simplicidade e Poder Linguagem dinâmica Arquitetura Mapeamento Objeto Relacional Convenção DRY YAGNI KISS Groovy MVC Hibernate Sobre configuração

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais

Verificação, Validação e Testes. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Verificação, Validação e Testes. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Verificação, Validação e Testes Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br O que é? Herrar é Umano!!! Mas nossos usuários não tem culpa Precisamos fazer o máximo para entregar software de qualidade

Leia mais

Letra da música Gypsy da Lady Gaga em Português

Letra da música Gypsy da Lady Gaga em Português Letra da música Gypsy da Lady Gaga em Português Letra da música Gypsy da Lady Gaga em Português Cigana Às vezes uma história não tem fim Às vezes acho que nós poderíamos ser apenas amigos Porque eu sou

Leia mais

Tutorial Básico. Instalando e testando o Ruby on Rails no Windows

Tutorial Básico. Instalando e testando o Ruby on Rails no Windows Tutorial Básico Instalando e testando o Ruby on Rails no Windows Ana Luiza Dias Organização do Tutorial: Passos para a instalação...pág 2 Passos para a criação de um projeto rails...pág 3 Passos para acompanhar

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO NORTE Programação de Computadores Mais objetos e organização o programa Copyright 2013 IFRN O que veremos hoje? Objetos compostos de objetos

Leia mais

Ruby e Ruby on Rails

Ruby e Ruby on Rails Ruby e Ruby on Rails Universidade Federal de São Carlos Anderson Kenji Mise kenji@vardump.com Ruby? linguagem de programação orientada a objetos (tudo é objeto) Ruby on Rails? RoR é um framework para desenvolvimento

Leia mais

CADERNO DE PROBLEMAS

CADERNO DE PROBLEMAS CADERNO DE PROBLEMAS Arquivo: album.[cpp/c/java] Cor: azul Limite de tempo: 1s Descrição do problema PROBLEMA A: ÁLBUM DE FIGURINHAS Aldo e Beto colecionam figurinhas do maior álbum de figurinhas do mundo!

Leia mais

Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD

Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD Especificação e Automação Colaborativas de Testes utilizando a técnica BDD Rafael Chiavegatto¹, Vanilton Pinheiro¹, Andréia Freitas Vieira¹, João Clineu¹, Erbett Hinton Oliveira¹, Ellen Barroso¹, Alexandre

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

Evolução do Design através de Testes e o TDD

Evolução do Design através de Testes e o TDD c a p a Lucas Souza (lucas.souza@caelum.com.br): é bacharel em Engenharia da Computação pela Universidade de Ribeirão Preto, possui a certificação SCJP e trabalha com Java há 4 anos. Atualmente é desenvolvedor

Leia mais

(In)segurança Utilizando Software Livre. Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br

(In)segurança Utilizando Software Livre. Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br (In)segurança Utilizando Software Livre Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br Agenda Introdução Quem sou eu? Porque aprender sobre (in)segurança? Ferramentas nmap Scanner de rede iptables Firewall

Leia mais

J550 Testes em Aplicações Web com Cactus

J550 Testes em Aplicações Web com Cactus J550 Testes em Aplicações Web com Cactus Helder da Rocha (helder@acm.org) www.argonavis.com.br 1 Sobre este módulo Este módulo descreve um framework - o Jakarta Cactus - que pode ser utilizado para testar

Leia mais

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Este roteiro tem como objetivo apresentar o projeto final do curso. Você deverá elaborar um projeto para

Leia mais

Partial View: Um padrão para reutilização de views na arquitetura MVC

Partial View: Um padrão para reutilização de views na arquitetura MVC Partial View: Um padrão para reutilização de views na arquitetura MVC RICARDO VIANA, Universidade Federal do Ceará THALISSON OLIVEIRA, Universidade Federal do Ceará FERNANDO TRINTA, Universidade Federal

Leia mais

O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE O CONCEITO DE TDD NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Renan Leme Nazário, Ricardo Rufino Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil renazariorln@gmail.com, ricardo@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Sockets em Ruby. Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes

Sockets em Ruby. Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes Sockets em Ruby Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Programação para Redes Sockets em Ruby A biblioteca padrão de Ruby oferece um conjunto de classes para a manipulação de sockets. require socket

Leia mais

Bruno Jurkovski Lucas Fialho Zawacki. Site do curso: www.inf.ufrgs.br/pet/cursos/ruby

Bruno Jurkovski Lucas Fialho Zawacki. Site do curso: www.inf.ufrgs.br/pet/cursos/ruby Bruno Jurkovski Lucas Fialho Zawacki Site do curso: www.inf.ufrgs.br/pet/cursos/ruby Recapitulando... Escopos Constantes Tipagem Métodos Input Estruturas de Controle e Repetição Classes Nativas Blocos

Leia mais

Rails 3 Básico Cloves Carneiro Jr. Rida Al Barazi

Rails 3 Básico Cloves Carneiro Jr. Rida Al Barazi Rails 3 Básico Cloves Carneiro Jr. Rida Al Barazi Novatec Original English language edition published by Apress Inc., 2560 Ninth Street, Suite 219, Berkeley, CA 94710 USA. Copyright 2009 by Apress, Inc..

Leia mais

Weather Search System

Weather Search System Weather Search System PROJECTO DE COMPUTAÇÃO EM NUVEM RELATÓRIO Grupo 2 Gonçalo Carito - Nº57701 Bernardo Simões - Nº63503 Guilherme Vale - Nº64029 Índice Weather Search System...1 1. A Solução Implementada...3

Leia mais

Módulo Básico. Assando Sites. Relacionamentos, Validação, Consultas e Páginas Dinâmicas. Assando Sites http://assando-sites.com.

Módulo Básico. Assando Sites. Relacionamentos, Validação, Consultas e Páginas Dinâmicas. Assando Sites http://assando-sites.com. Assando Sites Relacionamentos, Validação, Consultas e Páginas Dinâmicas Módulo 4 Dê adeus aos JOINs 1 Relações entre Models 1.1 Definição Relações O CakePHP te dá quatro formas de relacionar (ligar) os

Leia mais

YesSQL. Como os recursos avançados do PostgreSQL podem ajudar o desenvolvedor de aplicações rails. quinta-feira, 3 de novembro de 11

YesSQL. Como os recursos avançados do PostgreSQL podem ajudar o desenvolvedor de aplicações rails. quinta-feira, 3 de novembro de 11 YesSQL Como os recursos avançados do PostgreSQL podem ajudar o desenvolvedor de aplicações rails. mas antes de mais nada... Essa palestra não é...... um início de uma guerra com os entusiastas de opções

Leia mais

História. Nasceu em 1993, numa discussão entre Yuhikiro Matsumoto e um colega.

História. Nasceu em 1993, numa discussão entre Yuhikiro Matsumoto e um colega. 1 1. Overview 2 História Nasceu em 1993, numa discussão entre Yuhikiro Matsumoto e um colega. Matz procurava por uma linguagem de script orientada a objetos. A primeira versão estável de Ruby (1.2) foi

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Testes de Software Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Introdução Teste é um conjunto de atividades que pode ser planejado antecipadamente

Leia mais

Matemática em Toda Parte II

Matemática em Toda Parte II Matemática em Toda Parte II Episódio: Matemática nas Brincadeiras Resumo O episódio Matemática nas Brincadeiras explora o mundo dos jogos para identificar o uso dos conceitos de combinatória e probabilidade.

Leia mais

Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais

Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais André Fichel Nascimento Avaliação de Investimentos em Tecnologia da Informação: uma Perspectiva de Opções Reais Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Engenharia

Leia mais

SOLID através de BDD um guia prático para rubistas. Lucas Húngaro software developer

SOLID através de BDD um guia prático para rubistas. Lucas Húngaro software developer SOLID através de BDD um guia prático para rubistas Lucas Húngaro software developer SOLID Conjunto de princípios desenvolvidos por Bob Martin que devem ser aplicados para melhorar a qualidade do código

Leia mais

V1.1 SITE EM UM SITE 11/2015 MINUTOS APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM.

V1.1 SITE EM UM SITE 11/2015 MINUTOS APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM. 11/2015 UM SITE SITE EM EM UM 3 APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS MINUTOS V1.1 WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM.BR ELIELBARONE RUBY ON RAILS O que é? Ruby on Rails é um framework,

Leia mais

Ruby on Rails. Aprendizado evolutivo do Ruby até o desenvolvimento de aplicações em Rails

Ruby on Rails. Aprendizado evolutivo do Ruby até o desenvolvimento de aplicações em Rails on Rails Aprendizado evolutivo do até o desenvolvimento de aplicações em Rails on Rails Aprendizado evolutivo do até o desenvolvimento de aplicações em Rails http://www.hut8.com.br/minicursos Roteiro Primeiro

Leia mais

AUTONOMIA NA APRENDIZAGEM DE LÍNGUA NO CONTEXTO ACADÊMICO

AUTONOMIA NA APRENDIZAGEM DE LÍNGUA NO CONTEXTO ACADÊMICO Anais do 6º Encontro Celsul - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul AUTONOMIA NA APRENDIZAGEM DE LÍNGUA NO CONTEXTO ACADÊMICO Gustavo Bueno FRANZ Bolsista UCPEL Wagner Roberto Nolasco SOUZA BIC/UCPel

Leia mais

Como melhorar a Qualidade de Software através s de testes e nua. Cláudio Antônio de Araújo 22/11/2008

Como melhorar a Qualidade de Software através s de testes e nua. Cláudio Antônio de Araújo 22/11/2008 Como melhorar a Qualidade de Software através s de testes e integração contínua. nua. Cláudio Antônio de Araújo 22/11/2008 Objetivos Fornecer uma visão geral da área de testes de software, com ênfase em

Leia mais

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Teste de Software

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Teste de Software Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE Teste de Software Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Introdução Teste é um conjunto de atividades que pode ser planejado antecipadamente

Leia mais

Introdução a Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software

Introdução a Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Introdução a Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Curso de Verão Centro de Competência em Software Livre Departamento de Ciência da Computação - IME / USP Realização: AgilCoop Verão Ágil 2010 Copyleft

Leia mais

Python. 17 Maio 2005, Teste e Qualidade de Software. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Ferramentas de teste para a linguagem.

Python. 17 Maio 2005, Teste e Qualidade de Software. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Ferramentas de teste para a linguagem. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto 17 Maio 2005, Teste e Qualidade de Software Estrutura da apresentação 1 à 2 Ferramentas para testes unitários 3 Ferramentas para cobertura de 4 Ferramentas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA NICHOLAS TAIRA NAMIKAWA. Poker: Uma Análise Pela Economia Comportamental

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA NICHOLAS TAIRA NAMIKAWA. Poker: Uma Análise Pela Economia Comportamental UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA NICHOLAS TAIRA NAMIKAWA Poker: Uma Análise Pela Economia Comportamental Florianópolis, 2014 NICHOLAS TAIRA NAMIKAWA Poker: Uma Análise Pela Economia Comportamental

Leia mais

Tutorial Rápido para Quizlet - em português!

Tutorial Rápido para Quizlet - em português! Tutorial Rápido para Quizlet - em português! Site: Quizlet.com 1. Fazendo login Há duas formas de se fazer login no Quizlet: Login pelo facebook - Se você já tem uma conta no Facebook, não precisa criar

Leia mais

Testes de Software. Por quê testar? 3/28/2011. Andrew Diniz da Costa. andrew@les.inf.puc-rio.br. Manter alta qualidade. Prevenir e encontrar defeitos

Testes de Software. Por quê testar? 3/28/2011. Andrew Diniz da Costa. andrew@les.inf.puc-rio.br. Manter alta qualidade. Prevenir e encontrar defeitos Testes de Software Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Por quê testar? Manter alta qualidade Prevenir e encontrar defeitos Ganhar confiança sobre o nível de qualidade e prover informações.

Leia mais

Introdução ao Maven. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Introdução ao Maven. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Introdução ao Maven Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Sistemas de Gestão de Construção Controla a transformação de itens fonte em itens derivados Faz a gestão de dependências dos módulos

Leia mais

Regras do No-Limit Texas Hold em

Regras do No-Limit Texas Hold em 1 Regras do No-Limit Texas Hold em O jogo Texas Hold em é um membro relativamente novo da família do poker, mas é a variante do jogo de poker mais popular no mundo nos últimos anos. Por esse motivo Texas

Leia mais

PHP Conference Brasil

PHP Conference Brasil CakePHP Elton Luís Minetto Agenda O que é o CakePHP Conceitos básicos Requisitos Instalação Configuração Aplicação de exemplo O que é o CakePHP Cake é um framework para PHP que usa padrões de desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INTRODUÇÃO A TESTES AUTOMATIZADOS EM RUBY ON RAILS. Thiago Cifani Ayres Escola

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INTRODUÇÃO A TESTES AUTOMATIZADOS EM RUBY ON RAILS. Thiago Cifani Ayres Escola UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INTRODUÇÃO A TESTES AUTOMATIZADOS EM RUBY ON RAILS Thiago Cifani Ayres Escola Cabo Frio 2011 THIAGO CIFANI AYRES ESCOLA INTRODUÇÃO A

Leia mais

HDS MAX Nobreak Interativo.

HDS MAX Nobreak Interativo. + - 4 4 Nobreak Interativo. 600VA - 1200VA HDS MAX A HDS é referência no mercado de energia, agora oferece linha de nobreaks de pequeno porte, visando atender pequenas e médias empresas e uso residencial.

Leia mais

Aula 11: Análise Dinâmica - 2a. parte

Aula 11: Análise Dinâmica - 2a. parte Aula 11: Análise Dinâmica - 2a. parte Nesta aula, continuaremos nossa discussão a respeito da análise dinâmica, focando na atividade de teste. Iremos dar uma breve olhada em algumas das noções básicas

Leia mais

RUBY ON RAILS. Entrar nos carris. Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010

RUBY ON RAILS. Entrar nos carris. Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010 RUBY ON RAILS Entrar nos carris + Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010 TÓPICOS Ruby REST MVC Rails Ecossistema Resumo Ruby REST MVC Rails Ecossistema Resumo RUBY, UMA JÓIA DE LINGUAGEM Linguagem dinâmica,

Leia mais

Manual Dashboard XD. (Versão 0.91 Beta)

Manual Dashboard XD. (Versão 0.91 Beta) Manual Dashboard XD (Versão 0.91 Beta) Conteúdo Introdução... 3 Registo e ativação... 4 Login... 5 Menu Principal... 6 Configuração de servidores... 7 Visualizar Gráficos... 8 Personalização dos gráficos

Leia mais