RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ"

Transcrição

1 RECONHECIMENTO DE GÊNERO ATRAVÉS DA VOZ Marcela Ribeiro Carvalho IFG/Câmpus Goiânia Hipólito Barbosa Machado Filho IFG/Câmpus Goiânia Programa Institucional de Bolsa de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação /PIBITI, Edital 06/2013 Resumo O trabalho utiliza Rede Neural Artificial no procedimento do reconhecimento do gênero. A amostra é obtida capturando a voz dos participantes via microfone quando pronunciado "casa bonita". Deve aplicar sobre o sinal capturado a Transformada Rápida de Fourier - FFT para que o sinal esteja representado no domínio da frequência. Fora utilizado a Rede Backpropagation [1] aplicando a técnica de Levenberg-Marquardt para otimização de erros [1]. A utilização de RNA é atrativa devido a sua característica de aprendizagem e a Rede Backpropagation se destaca por permitir que sejam ajustados os pesos sinápticos através da retropropagação do erro. Efetuou-se o processamento com e pontos. Após o treinamento utilizando o toolbox de redes neurais do Matlab, é possível verificar a eficiência do grupo de voz de teste. O projeto é um estudo inicial sobre o reconhecimento da voz humana, que ao se expandir pode vir a se tornar prático em, por exemplo, bancos ou residências. Sua aplicação está relacionada a reforço de segurança, sendo um método a mais a limitar acesso de pessoas a determinados ambientes ou objetos. Palavras-Chave: Rede Neural, reconhecimento. 1

2 Objetivos O objetivo geral é criar um sistema capaz de reconhecer gênero através de padrões utilizando Redes Neurais Artificiais- RNA. Os objetivos específicos são: capturar e digitalizar amostras de voz de pessoas de ambos os gêneros para treinamento do RNA, analisar a sensibilidade dos parâmetros da matriz de entrada no RNA para o reconhecimento dos padrões das vozes, e determinar e comparar o resultado do processamento com e amostras. Justificativa/Fundamentação teórica Inicia-se o processamento de sinais obtendo amostras das vozes de pessoas escolhidas aleatoriamente no IFG Câmpus Goiânia. Para armazenamento dos dados, inicialmente capturados, utiliza-se o formato WaveformAudio File Format - WAV, que é um formato não comprimido, ou seja, permite qualidade máxima e não modifica nenhum bit do sinal original. Segundo Fausett [3], uma rede neural é um sistema de processamento de informação que possui algumas características de desempenho em comum com uma rede neural biológica. O RNA recebe entradas, integra-as segundo uma regra e fornece uma saída que é dada por uma função (de transferência) do valor integrado. Redes neurais artificiais processa a informação através de elementos simples denominados neurônios, cada neurônio aplica uma função de ativação (usualmente não linear) à soma dos produtos dos sinais de entrada com os respectivos pesos associados. 2

3 Dentre os vários modelos de redes neurais propostos, destacamos a Rede Perceptron de Múltiplas Camadas PMC, nesta utilizou o algoritmo de retropropagação do de erro chamada Rede Backpropagation. As redes PMC têm arquitetura feedforward de camadas múltiplas, ou seja, realiza um treinamento de forma supervisionada. Esta possui fluxo de dados em dois sentidos, na fase foward a rede recebe estímulos na entrada e apresenta os resultados na saída, já na fase backward, o algoritmo backpropagation efetua ajustes dos pesos sinápticos para a diminuição do erro quadrático. Para o aprendizado supervisionado os resultados finais são comparados a um valor padrão já estabelecido, desta forma nos é dado um erro, para este ser minimizado há a retropopagação, ou seja, o processo será repetido até a diminuição do erro. Dessa forma as vozes capturadas e tratadas pela FFT foram divididas em treinamento e teste, o aprendizado é realizado com as amostras de treinamento, já as amostras de teste servem para visualizar o quão eficiente fora o aprendizado. A FFT é necessária de modo que esta decompõe a matriz de um sinal de amplas frequências e fornece resultados com um padrão de leitura suficiente para a Rede Neural detectar e codificar. O método de ajuste dos pesos da rede PMC leva a rede a convergir lentamente, ocasionando maior esforço computacional. Para combater este problema utiliza o algoritmo de Levenberg-Marquardt LM, que é o método gradiente de segunda ordem [2], baseado no método dos mínimos quadrados para modelos não-lineares. Metodologia O procedimento para obter os resultados consiste inicialmente em coletar e armazenar as vozes, em seguida ocorre uma transformação para o domínio da 3

4 frequência com a execução da FFT. Após a transformação é executado o toolbox de redes neurais do Matlab utilizando o método Backpropagation. Os parâmetros de backpropagation são ajustados através da configuração da rede. A configuração de melhor resultado foi a de três camadas constituídas de 12, 2 e 1 neurônios respectivamente. A função de ativação foi a tangente sigmoide e na redução do erro aplicou-se o algoritmo de Levenberg-Marquardt. Resultados e discussão Como o objetivo foi a identificação do gênero, utilizou-se, no treinamento, para diferenciar o gênero, o target com valor 1 e 0 para vozes masculinas e femininas respectivamente. Foram utilizadas 22 vozes (8 vozes para treinamento e 14 vozes, de gênero desconhecido pela rede neural, para testes). Ao tratar as vozes é gerada uma matriz de pontos que excede a capacidade de execução da Rede Neural, portanto fora realizado dois testes com e pontos iniciais referentes a cada voz. Nos treinamentos o erro quadrático foi determinado em 10-5, entretanto, os erros médios quadráticos obtidos foram inferiores ao especificado, ou seja, o desempenho da rede neural no processo de treinamento foi melhor que o determinado. A rede neural utilizando sinais de pontos teve 63,64% de acerto, já o uso de sinais com pontos fora aproximadamente 81,81%. Considerações finais Os resultados obtidos surpreenderam, uma vez que as amostras não passaram por filtros para a retirada de ruídos, sons indesejáveis, e não foi utilizada nenhuma técnica adicional de processamento de voz. Foi observado que o processo de treinamento requer tempo considerável. Porém, uma vez realizada esta fase, o 4

5 teste de uma amostra é rápido. Consideramos então que o reconhecimento do gênero após o treinamento da rede é rápido e o seu resultado é eficiente. Referências [1] R. P. Lippmann. An Introduction to Computing with Neural Nets, IEEE ASSP Magazine, Vol. 3. No. 4, 1987, pp [2] I. N. da Silva. D. H. Spatti, R. A. Flauzino. Redes Neurais Artificiais para engenharia e ciências aplicadas, Artliber, 2010, 399 p. [3] L. Fausett. Fundamentals of Neural Networks Architectures, Algorithms, and Applications Prentice Hall International, NJ, 1994, 461 p. 5

3 Redes Neurais Artificiais

3 Redes Neurais Artificiais 3 Redes Neurais Artificiais 3.1. Introdução A capacidade de implementar computacionalmente versões simplificadas de neurônios biológicos deu origem a uma subespecialidade da inteligência artificial, conhecida

Leia mais

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva

Redes Neurais Artificiais. Professor: Juan Moises Villanueva Redes Neurais Artificiais Mestrando: Lucas Nicolau Email: lucasfnicolau@gmail.com Professor: Juan Moises Villanueva Sumário 1. Sistemas Inteligentes 2. Introdução as Redes Neurais Artificias Neurônio Biológico

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL REDES NEURAIS Caracterização Intuitiva: Em termos intuitivos, Redes Neurais Artificiais (RNAs) são modelos matemáticos inspirados nos princípios de funcionamento dos neurônios biológicos

Leia mais

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação

Redes Neurais: MLP. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Redes Neurais: MLP DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1 Tópicos Redes diretas de múltiplas

Leia mais

Introdução às Redes Neurais Artificiais

Introdução às Redes Neurais Artificiais Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Introdução às Redes Neurais Artificiais DCA0121 Inteligência Artificial Aplicada Heitor Medeiros 1 Tópicos

Leia mais

Multi-Layer. Perceptrons. Algoritmos de Aprendizado. Perceptrons. Perceptrons

Multi-Layer. Perceptrons. Algoritmos de Aprendizado. Perceptrons. Perceptrons Algoritmos de Aprendizado Regra de Hebb Perceptron Delta Rule (Least Mean Square) Back Propagation Multi-Layer Perceptrons Redes de apenas uma camada só representam funções linearmente separáveis Redes

Leia mais

Protótipo de Software para Reconhecimento de Impressões Digitais

Protótipo de Software para Reconhecimento de Impressões Digitais Protótipo de Software para Reconhecimento de Impressões Digitais Aluno: Alex Sandro da Silva Orientador: Paulo de Tarso Mendes Luna Semestre - 99/1 Roteiro da Apresentação INTRODUÇÃO CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

PREVISÃO CLIMÁTICA DE PRECIPITAÇÃO USANDO REDE NEURAL

PREVISÃO CLIMÁTICA DE PRECIPITAÇÃO USANDO REDE NEURAL PREVISÃO CLIMÁTICA DE PRECIPITAÇÃO USANDO REDE NEURAL Juliana A. ANOCHI 1, Sabrina B. M. SAMBATTI 1, Eduardo F. P. da LUZ 1, Haroldo F. de CAMPOS VELHO 1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE

Leia mais

Protótipo de Software de Reconhecimento de Voz Para Navegação em Jogos, Utilizando Rede Neural Artificial

Protótipo de Software de Reconhecimento de Voz Para Navegação em Jogos, Utilizando Rede Neural Artificial Protótipo de Software de Reconhecimento de Voz Para Navegação em Jogos, Utilizando Rede Neural Artificial Orientando: Derlei Brancher Orientador: Prof. Jacques Robert Heckmann - Mestre 1. Introdução Roteiro

Leia mais

Inteligência Computacional

Inteligência Computacional Inteligência Computacional INTRODUÇÃO ÀS REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Renato Dourado Maia Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros Fundação Educacional Montes Claros Na Aula Passada... O que é uma

Leia mais

UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA

UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA UM MODELO NEURAL PARA A PREVISÃO DA DEMANDA DE ENERGIA ELÉTRICA NA CIDADE DE FRANCA SOUZA, REGIANE MÁXIMO YOSHINO, RUI TADASHI HANISC,H, WERNER SIEGFRIED ETO, REGINA FUMIE Palavras-chaves: Artificial Neural

Leia mais

Introdução às Redes Neurais Artificiais

Introdução às Redes Neurais Artificiais Introdução às Redes Neurais Artificiais Mapas Auto-Organizáveis Prof. João Marcos Meirelles da Silva http://www.professores.uff.br/jmarcos Departamento de Engenharia de Telecomunicações Escola de Engenharia

Leia mais

PREVISÃO DE CASOS DE DENGUE EM ITAJAÍ SC UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM SAÍDAS RECORRENTES ÀS ENTRADAS

PREVISÃO DE CASOS DE DENGUE EM ITAJAÍ SC UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM SAÍDAS RECORRENTES ÀS ENTRADAS PREVISÃO DE CASOS DE DENGUE EM ITAJAÍ SC UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS COM SAÍDAS RECORRENTES ÀS ENTRADAS Munyque Mittelmann 1, Lucas Grigolon Varela 1, Daniel Gomes Soares 1 1 Instituto Federal

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Inteligência Artificial Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 21 Projeto de RNA Projeto de Redes Neurais Projeto de Redes Neurais Baseado apenas em dados Exemplos para treinar uma rede devem ser compostos por

Leia mais

RECONHECIMENTO DE TRAJETÓRIA COM REDES NEURAIS

RECONHECIMENTO DE TRAJETÓRIA COM REDES NEURAIS 1 RECONHECIMENTO DE TRAJETÓRIA COM REDES NEURAIS Giovanni Crestan Leonardo Enomoto Araki Thiago Antonio Grandi De Tolosa Wânderson de Oliveira Assis Wilson Carlos Siqueira Lima Júnior IMT Instituto Mauá

Leia mais

USO DE TÉCNICAS DE RECONHECIMENTO DE PADRÃO EM UM PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ALUMINA PARA AUXÍLIO NO CONTROLE AMBIENTAL

USO DE TÉCNICAS DE RECONHECIMENTO DE PADRÃO EM UM PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ALUMINA PARA AUXÍLIO NO CONTROLE AMBIENTAL Trabalho apresentado no CMAC-Sul, Curitiba-PR, 2014. USO DE TÉCNICAS DE RECONHECIMENTO DE PADRÃO EM UM PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ALUMINA PARA AUXÍLIO NO CONTROLE AMBIENTAL Ruy Gomes da Silva Programa de

Leia mais

Rede Neural Artificial Aplicada em um Reconhecimento Automático de Voz Independentemente do Locutor

Rede Neural Artificial Aplicada em um Reconhecimento Automático de Voz Independentemente do Locutor PAPER 131 Rede Neural Artificial Aplicada em um Reconhecimento Automático de Voz Independentemente do Locutor Luiz Eduardo da SILVA 1, Germano LAMBERT-TORRES 2, Wagner S. VIEIRA 2, Ciro R. SANTOS 2, Rômulo

Leia mais

Algoritmos de Aprendizado. Formas de Aprendizado. Aprendizado Batch x Incremental. Aprendizado Batch x Incremental

Algoritmos de Aprendizado. Formas de Aprendizado. Aprendizado Batch x Incremental. Aprendizado Batch x Incremental Algoritmos de Aprendizado Regra de Hebb Perceptron Delta Rule (Least Mean Square Back Propagation Formas de Aprendizado Existe dois métodos básicos de aplicação do algoritmo Back Propagation: Aprendizado

Leia mais

Décimo Quinto Encontro Regional Ibero-americano do CIGRÉ Foz do Iguaçu-PR, Brasil 19 a 23 de maio de 2013

Décimo Quinto Encontro Regional Ibero-americano do CIGRÉ Foz do Iguaçu-PR, Brasil 19 a 23 de maio de 2013 UTILIZAÇÃO DE REDES NEURAIS PARA MODELAGEM DO COMPORTAMENTO DE ISOLADORES A. H. Reiner* L. H. Meyer* F. H. Molina** *Fundação Universidade Regional de Blumenau ** Centrais Elétricas de Santa Catarina S/A

Leia mais

Reconhecendo Instrumentos Musicais Através de Redes Neurais Artificiais

Reconhecendo Instrumentos Musicais Através de Redes Neurais Artificiais Reconhecendo Instrumentos Musicais Através de Redes Neurais Artificiais Carlos Roberto Ferreira de Menezes Júnior, Eustáquio São José de Faria, Keiji Yamanaka Faculdade de Engenharia Elétrica (Programa

Leia mais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais

Inteligência Artificial. Redes Neurais Artificiais Curso de Especialização em Sistemas Inteligentes Aplicados à Automação Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais Aulas Práticas no Matlab João Marques Salomão Rodrigo Varejão Andreão Matlab Objetivos:

Leia mais

3 Modelos Comparativos: Teoria e Metodologia

3 Modelos Comparativos: Teoria e Metodologia 3 Modelos Comparativos: Teoria e Metodologia Para avaliar o desempenho do modelo STAR-Tree, foram estimados os modelos Naive, ARMAX e Redes Neurais. O ajuste dos modelos ARMAX e das redes neurais foi feito

Leia mais

CÁLCULO DO EQUILIBRIO DE TROCA-IÔNICA DO SISTEMA Na + -Pb 2+ -Cu 2+ USANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS.

CÁLCULO DO EQUILIBRIO DE TROCA-IÔNICA DO SISTEMA Na + -Pb 2+ -Cu 2+ USANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. CÁLCULO DO EQUILIBRIO DE TROCA-IÔNICA DO SISTEMA Na + -Pb 2+ -Cu 2+ USANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. A. B. B. GIOPATTO 1, E. A. SILVA 2, T. D. MARTINS 1 1 Universidade Federal de São Paulo, Departamento

Leia mais

Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais

Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Inteligência Artificial Redes Neurais Artificiais João Marques Salomão Rodrigo Varejão Andreão Arquitetura e composição das RNAs Uma rede neural artificial é composta

Leia mais

serotonina (humor) dopamina (Parkinson) serotonina (humor) dopamina (Parkinson) Prozac inibe a recaptação da serotonina

serotonina (humor) dopamina (Parkinson) serotonina (humor) dopamina (Parkinson) Prozac inibe a recaptação da serotonina Redes Neurais O modelo biológico O cérebro humano possui cerca 100 bilhões de neurônios O neurônio é composto por um corpo celular chamado soma, ramificações chamadas dendritos (que recebem as entradas)

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO GÊNERO DO LOCUTOR USANDO A TRANSFORMADA RÁPIDA DE FOURIER

DETERMINAÇÃO DO GÊNERO DO LOCUTOR USANDO A TRANSFORMADA RÁPIDA DE FOURIER Revista Ciências Exatas ISSN: 1516-893 Vol. 1 Nº. Ano 015 Natanael M. Gomes Universidade de Taubaté Marcio Abud Marcelino Universidade Estadual Paulista Universidade de Taubaté Francisco José Grandinetti

Leia mais

1 INTRODUÇÂO. 1.1.Motivação

1 INTRODUÇÂO. 1.1.Motivação 22 1 INTRODUÇÂO 1.1.Motivação Duas componentes formam as perdas globais das empresas distribuidoras: perdas técnicas e perdas comerciais também denominadas perdas não técnicas. As perdas técnicas são,

Leia mais

ESTUDO DE ALGORITMO MLP COMO APROXIMADOR DE FUNÇÃO

ESTUDO DE ALGORITMO MLP COMO APROXIMADOR DE FUNÇÃO Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia CONTECC 2016 Rafain Palace Hotel & Convention Center- Foz do Iguaçu - PR 29 de agosto a 1 de setembro de 2016 ESTUDO DE ALGORITMO MLP COMO APROXIMADOR

Leia mais

Detecção e Correção Automáticas de Olhos Vermelhos

Detecção e Correção Automáticas de Olhos Vermelhos Setor de Tecnologia da Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Elétrica TE 072 Processamento Digital de Sinais Detecção e Correção Automáticas de Olhos Vermelhos Trabalho elaborado pelo aluno

Leia mais

Paradigmas de Aprendizagem

Paradigmas de Aprendizagem Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação Paradigmas de Aprendizagem Redes Neurais Artificiais Site: http://jeiks.net E-mail: jacsonrcsilva@gmail.com

Leia mais

Detecção de Faces Humanas em Imagens Coloridas Utilizando Redes Neurais Artificiais

Detecção de Faces Humanas em Imagens Coloridas Utilizando Redes Neurais Artificiais Detecção de Faces Humanas em Imagens Coloridas Utilizando Redes Neurais Artificiais Wellington da Rocha Gouveia Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de São Carlos Departamento de Engenharia Elétrica

Leia mais

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS NA PREVISÃO DE PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA NA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO COM BASE EM VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS NA PREVISÃO DE PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA NA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO COM BASE EM VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS NA PREVISÃO DE PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA NA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO COM BASE EM VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS MAEDA, Emerson Yoshio (PIBIC/FA), FECILCAM, mathmaeda@gmailcom

Leia mais

Algoritmos 3/17/ Algoritmos como área de estudo e investigação

Algoritmos 3/17/ Algoritmos como área de estudo e investigação Algoritmos e Complexidade Ana Teresa Freitas INESC-ID/IST ID/IST 3/17/2005 1 O que é um algoritmo? Algoritmos: Sequência de instruções necessárias para a resolução de um problema bem formulado [passíveis

Leia mais

Automação Inteligente

Automação Inteligente Curso de Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal da Paraíba Período 2016-2 Automação Inteligente Prof. Juan Moises Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br www.cear.ufpb.br/juan Informações

Leia mais

Transformação de Imagens Digitais em Código CNC Aprimoradas com Redes Neurais Artificiais

Transformação de Imagens Digitais em Código CNC Aprimoradas com Redes Neurais Artificiais Transformação de Imagens Digitais em Código CNC Aprimoradas com Redes Neurais Artificiais Abstract. Jader Teixeira 1, Alex Vinícios Telocken 1 1 Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ) jader033139@unicruz.edu.br,

Leia mais

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto Processamento de Imagem Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Filtragem de Imagens A utilização de filtros tem como objetivo melhorar a qualidade das imagens através da: ampliação

Leia mais

Sistemas Inteligentes

Sistemas Inteligentes Sistemas Inteligentes UNIDADE 5 Redes Neurais Artificiais (Perceptron Multicamadas Conceitos) Prof. Ivan Nunes da Silva. Rede Perceptron Multicamadas Aspectos de arquitetura Redes Perceptron de Múltiplas

Leia mais

ESTIMAÇÃO DA VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO DE UMA ESTEIRA TRANSPORTADORA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS

ESTIMAÇÃO DA VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO DE UMA ESTEIRA TRANSPORTADORA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS ESTIMAÇÃO DA VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO DE UMA ESTEIRA TRANSPORTADORA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Samuel Vieira DIAS (1); Geraldo Luis Bezerra RAMALHO (2); (1) Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

READING DIGITS IN NATURAL IMAGES WITH UNSUPERVISED FEATURE LEARNING

READING DIGITS IN NATURAL IMAGES WITH UNSUPERVISED FEATURE LEARNING READING DIGITS IN NATURAL IMAGES WITH UNSUPERVISED FEATURE LEARNING Fernanda Maria Sirlene READING DIGITS IN NATURAL IMAGES WITH UNSUPERVISED FEATURE LEARNING NIPS Workshop on Deep Learning and Unsupervised

Leia mais

Introdução às Redes Neurais Artificiais. Eduardo Simas

Introdução às Redes Neurais Artificiais. Eduardo Simas Introdução às Redes Neurais Artificiais Eduardo Simas (eduardo.simas@ufba.br) Sumário O que são as Redes Neurais Artificiais? Para que servem? Processamento da Informação Tipos de Redes Neurais Modos de

Leia mais

DCBD. Avaliação de modelos. Métricas para avaliação de desempenho. Avaliação de modelos. Métricas para avaliação de desempenho...

DCBD. Avaliação de modelos. Métricas para avaliação de desempenho. Avaliação de modelos. Métricas para avaliação de desempenho... DCBD Métricas para avaliação de desempenho Como avaliar o desempenho de um modelo? Métodos para avaliação de desempenho Como obter estimativas confiáveis? Métodos para comparação de modelos Como comparar

Leia mais

Algoritmos de Aprendizado. CONTEÚDO Introdução Motivação, Objetivo, Definição, Características Básicas e Histórico. Regra de HEBB.

Algoritmos de Aprendizado. CONTEÚDO Introdução Motivação, Objetivo, Definição, Características Básicas e Histórico. Regra de HEBB. CONTEÚDO Introdução Motivação, Objetivo, Definição, Características Básicas e Histórico Conceitos Básicos Neurônio Artificial, Modos de Interconexão Processamento Neural Recall e Learning Regras de Aprendizado

Leia mais

4 Redes Neurais Artificiais

4 Redes Neurais Artificiais 4 Redes Neurais Artificiais Inteligência computacional pode ser definida como um conjunto de modelos, algoritmos, técnicas, ferramentas e aplicações em sistemas computadorizados que emulem características

Leia mais

REDES NEURAIS. É um conjunto complexo de células que determina o funcionamento e comportamento dos seres vivos. Sua unidade fundamental é o neurônio

REDES NEURAIS. É um conjunto complexo de células que determina o funcionamento e comportamento dos seres vivos. Sua unidade fundamental é o neurônio REDES NEURAIS Sistema Nervoso 2 O que é? É um conjunto complexo de células que determina o funcionamento e comportamento dos seres vivos Engloba o cérebro Sua unidade fundamental é o neurônio Se diferencia

Leia mais

Ambiente MATLAB. Redes Neurais. Tela Principal do MATLAB MATLAB 6.5. MATLAB MATrix LABoratory. Programação baseada em Matrizes

Ambiente MATLAB. Redes Neurais. Tela Principal do MATLAB MATLAB 6.5. MATLAB MATrix LABoratory. Programação baseada em Matrizes Redes Neurais MATLAB 6.5 Ambiente MATLAB MATLAB MATrix LABoratory Programação baseada em Matrizes Vetores e escalares também podem ser considerados matrizes, xn, Nx, x Tela Principal do MATLAB Tela Principal

Leia mais

ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NA REGIÃO DO MACIÇO DE BATURITÉ: ABORDAGEM VIA REDES NEURAIS ARTIFICIAIS.

ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NA REGIÃO DO MACIÇO DE BATURITÉ: ABORDAGEM VIA REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NA REGIÃO DO MACIÇO DE BATURITÉ: ABORDAGEM VIA REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. Arini de Menezes Costa 1, Kaio Martins Ramos 2, Hugo Hermano da Costa Castro 3, Antonio Alisson P.

Leia mais

Algoritmo Genético. Inteligência Artificial. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto

Algoritmo Genético. Inteligência Artificial. Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Algoritmo Genético Inteligência Artificial Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estrutura 1. Introdução 2. Conceitos Básicos 3. Aplicações 4. Algoritmo 5. Exemplo Introdução São técnicas de busca

Leia mais

Parâmetros importantes de um Analisador de Espectros: Faixa de frequência. Exatidão (frequência e amplitude) Sensibilidade. Resolução.

Parâmetros importantes de um Analisador de Espectros: Faixa de frequência. Exatidão (frequência e amplitude) Sensibilidade. Resolução. Parâmetros importantes de um Analisador de Espectros: Faixa de frequência Exatidão (frequência e amplitude) Sensibilidade Resolução Distorção Faixa dinâmica Faixa de frequência: Determina as frequências

Leia mais

Soluções de Equações Diferenciais Usando Redes Neurais de Múltiplas camadas com os métodos da Descida mais íngreme e Levenberg-Marquardt.

Soluções de Equações Diferenciais Usando Redes Neurais de Múltiplas camadas com os métodos da Descida mais íngreme e Levenberg-Marquardt. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Brigida Cristina Fernandes Batista Soluções de Equações Diferenciais Usando Redes

Leia mais

Curso de Engenharia Elétrica Processamento Digital de Sinais II Exercícios sobre filtros não recursivos Data de entrega: 17/11/2015

Curso de Engenharia Elétrica Processamento Digital de Sinais II Exercícios sobre filtros não recursivos Data de entrega: 17/11/2015 Curso de Engenharia Elétrica Processamento Digital de Sinais II Exercícios sobre filtros não recursivos Data de entrega: 17/11/2015 1) Projete um filtro FIR passa baixas de 3 etapas com frequência de corte

Leia mais

Redes Neurais: Uma Aplicação na Previsão de Vendas

Redes Neurais: Uma Aplicação na Previsão de Vendas Redes Neurais: Uma Aplicação na Previsão de Vendas Angela P. Ansuj Maria Emília Camargo Deoclécio Gomes Petry Programa de Pós-Graduação em Métodos Quantitativos Departamento de Estatística - Centro de

Leia mais

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida

Matlab - Neural Networw Toolbox. Ana Lívia Soares Silva de Almeida 27 de maio de 2014 O que é a Neural Networw Toolbox? A Neural Network Toolbox fornece funções e aplicativos para a modelagem de sistemas não-lineares complexos que não são facilmente modelados com uma

Leia mais

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro

Sistemas de Informação e Decisão. Douglas Farias Cordeiro Sistemas de Informação e Decisão Douglas Farias Cordeiro Decisão Tomamos decisões a todo momento! O que é uma decisão? Uma decisão consiste na escolha de um modo de agir, entre diversas alternativas possíveis,

Leia mais

4 Desenvolvimento dos Modelo

4 Desenvolvimento dos Modelo 68 4 Desenvolvimento dos Modelo Neste capítulo são desenvolvidos três modelos para previsão da velocidade do vento, a saber: modelo estatístico que combina a metodologia do modelo Box&Jenkins com a regressão

Leia mais

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Tipos de Problemas 1. Dada uma variedade de alimentos, escolher uma dieta de menor custo que atenda as necessidades nutricionais de um indivíduo?

Leia mais

Inteligência Artificial. IA Conexionista: Perceptron de Múltiplas Camadas Mapas Auto-Organizáveis. Renan Rosado de Almeida

Inteligência Artificial. IA Conexionista: Perceptron de Múltiplas Camadas Mapas Auto-Organizáveis. Renan Rosado de Almeida Inteligência Artificial IA Conexionista: Redes Neurais Artificiais Perceptron de Múltiplas Camadas Mapas Auto-Organizáveis Renan Rosado de Almeida rralmeida@inf.ufrgs.br Perceptron de Múltiplas Camadas

Leia mais

APLICAÇÃO DAS REDES NEURAIS DE BASE RADIAL NA METEOROLOGIA. PALAVRAS-CHAVE: Redes Neurais Artificiais; Rede Neural de Base Radial; Meteorologia.

APLICAÇÃO DAS REDES NEURAIS DE BASE RADIAL NA METEOROLOGIA. PALAVRAS-CHAVE: Redes Neurais Artificiais; Rede Neural de Base Radial; Meteorologia. APLICAÇÃO DAS REDES NEURAIS DE BASE RADIAL NA METEOROLOGIA Emerson Yoshio Maeda (IC, FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA), (UNESPAR/FECILCAM), math.maeda@gmail.com Juliano Fabiano da Mota (OR), (UNESPAR/FECILCAM), jfmota@fecilcam.br

Leia mais

CONTROLE DE SISTEMAS NÃO LINEARES: UM ESTUDO DE CASO NA GRADUAÇÃO

CONTROLE DE SISTEMAS NÃO LINEARES: UM ESTUDO DE CASO NA GRADUAÇÃO CONTROLE DE SISTEMAS NÃO LINEARES: UM ESTUDO DE CASO NA GRADUAÇÃO Kamila P. Rocha kamila.rocha@member.isa.org Nathalie M. Panoeiro nathalie.panoeiro@member.isa.org Lindolpho O. de Araujo Júnior lindolpho@leopoldina.cefetmg.br

Leia mais

Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica

Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica Identificação de Caracteres com Rede Neuronal Artificial com Interface Gráfica João Paulo Teixeira*, José Batista*, Anildio Toca**, João Gonçalves**, e Filipe Pereira** * Departamento de Electrotecnia

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS FINANCEIRAS

ESTUDO COMPARATIVO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS FINANCEIRAS ESTUDO COMPARATIVO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS FINANCEIRAS David Gabriel de Barros Franco Pontifícia Universidade Católica do Paraná david.barros@pucpr.br Maria Teresinha

Leia mais

REDE NEURAL DE ELMAN APLICADA NA PREVISÃO DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS

REDE NEURAL DE ELMAN APLICADA NA PREVISÃO DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS REDE NEURAL DE ELMAN APLICADA NA PREVISÃO DE PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS Renan Pires de Araújo 1 ; Adrião Duarte Dória Neto 2 1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa de Pós-Graduação em Ciência

Leia mais

Estruturando redes neurais artificiais paralelas e independentes para o controle de próteses robóticas

Estruturando redes neurais artificiais paralelas e independentes para o controle de próteses robóticas Estruturando redes neurais artificiais paralelas e independentes para o controle de próteses robóticas Daniel Cristiano Serafim 1 Prof. Dr. Antonio Joaquim da Silva Neto 2 RESUMO O objetivo deste artigo

Leia mais

Um Sistema Distribuído para Treinamento de Redes Neurais

Um Sistema Distribuído para Treinamento de Redes Neurais Um Sistema Distribuído para Treinamento de Redes Neurais JOSÉ REINALDO LEMES JÚNIOR UFLA - Universidade Federal de Lavras DCC Departamento de Ciência da Computação Cx Postal 3037 CEP 37200-000 Lavras (MG)

Leia mais

O reconhecimento facial é dividido em três etapas: i) detecção da face, ii) extração de características e iii) reconhecimento da face.

O reconhecimento facial é dividido em três etapas: i) detecção da face, ii) extração de características e iii) reconhecimento da face. ESTUDO SOBRE MÉTODOS DE RECONHECIMENTO FACIAL EM FOTOGRAFIAS DIGITAIS Ana Elisa SCHMIDT¹, Elvis Cordeiro NOGUEIRA² ¹ Orientadora e docente do IFC-Campus Camboriú; ² Aluno do curso de Bacharelado em Sistemas

Leia mais

INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM INTRODUÇÃO

INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM INTRODUÇÃO INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM Autores: Giulia Denise Kujat VIEIRA; Milene Karine GUBETTI. Identificação autores: Estudantes do Curso Técnico em Informática

Leia mais

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA REPRESENTAR O COMPORTAMENTO VISCOELÁSTICO

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA REPRESENTAR O COMPORTAMENTO VISCOELÁSTICO APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA REPRESENTAR O COMPORTAMENTO VISCOELÁSTICO Marcelo Massarani Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Departamento de Engenharia Mecânica, Av. Prof. Mello

Leia mais

Emails: slsnazario@aluno.feis.unesp.br, hcbo@cin.ufpe.br, kitano@dee.feis.unesp.br, jacira@agr.feis.unesp.br, tokio@dee.feis.unesp.

Emails: slsnazario@aluno.feis.unesp.br, hcbo@cin.ufpe.br, kitano@dee.feis.unesp.br, jacira@agr.feis.unesp.br, tokio@dee.feis.unesp. CLASSIFICAÇÃO DO TEOR DE GORDURA EM LEITE UHT UTILIZANDO TÉCNICAS DE ULTRA-SOM E REDES NEURAIS EM FUNÇÃO DA TEMPERATURA Sérgio Luiz Sousa Nazario, Humberto Cesar Brandao de Oliveira, Claudio Kitano, Jacira

Leia mais

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto

Processamento de Imagem. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto Processamento de Imagem Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Filtragem de Imagens A utilização de filtros tem como objetivo melhorar a qualidade das imagens através da: ampliação

Leia mais

Inteligência Artificial RNA

Inteligência Artificial RNA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FLORESTAIS Engenheiro Florestal (UFMG) Mestrando em Ciências Florestais (UESB) Linha de Pesquisa: Manejo Florestal Área

Leia mais

UMA ESTRATÉGIA NEURAL PARA DIAGNÓSTICO DE CURTO-CIRCUITO ENTRE ESPIRAS NO ENROLAMENTO DE ESTATOR EM MÁQUINAS DE INDUÇÃO TRIFÁSICAS

UMA ESTRATÉGIA NEURAL PARA DIAGNÓSTICO DE CURTO-CIRCUITO ENTRE ESPIRAS NO ENROLAMENTO DE ESTATOR EM MÁQUINAS DE INDUÇÃO TRIFÁSICAS UMA ESTRATÉGIA NEURAL PARA DIAGNÓSTICO DE CURTO-CIRCUITO ENTRE ESPIRAS NO ENROLAMENTO DE ESTATOR EM MÁQUINAS DE INDUÇÃO TRIFÁSICAS PAULO BRONIERA JUNIOR, ALESSANDRO GOEDTEL, CLAYTON LUIZ GRACIOLA Universidade

Leia mais

PMR2560 ELEMENTOS DE ROBÓTICA 2016 TRABALHO DE VISÃO COMPUTACIONAL CALIBRAÇÃO DE CÂMERAS E VISÃO ESTÉREO

PMR2560 ELEMENTOS DE ROBÓTICA 2016 TRABALHO DE VISÃO COMPUTACIONAL CALIBRAÇÃO DE CÂMERAS E VISÃO ESTÉREO PMR2560 ELEMENTOS DE ROBÓTICA 2016 TRABALHO DE VISÃO COMPUTACIONAL CALIBRAÇÃO DE CÂMERAS E VISÃO ESTÉREO Esse trabalho consiste de três partes. Na primeira parte do trabalho você vai calibrar duas câmeras

Leia mais

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À PREVISÃO DE VAZÕES SAZONAIS ATRAVÉS DA RELAÇÃO CHUVA-VAZÃO

REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À PREVISÃO DE VAZÕES SAZONAIS ATRAVÉS DA RELAÇÃO CHUVA-VAZÃO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS À PREVISÃO DE VAZÕES SAZONAIS ATRAVÉS DA RELAÇÃO CHUVA-VAZÃO Camila da Cruz Santos¹, Jacson Hudson Inácio Ferreira², Keiji Yamanaka³, José Roberto Camacho³ ¹Instituto

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO. Lamartine N. F. Guimarães.

INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO. Lamartine N. F. Guimarães. INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL EM AMBIENTES DE PROCESSAMENTO PARALELO Lamartine N. F. Guimarães. Roteiro Inteligência Computacional: Problemas. Os BEOWULFS do IEAv. Possibilidades de Paralelismo. Redes neurais:

Leia mais

40. SBAI- Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente, São Paulo, SP, de Setembro de 1999

40. SBAI- Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente, São Paulo, SP, de Setembro de 1999 RECONHECIMENTO DE FIGURAS GEOMÉTRICAS UTILIZANDO-SE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS INVARIANTES À ROTAÇÃO DE 10 E A TRANSLAÇÃO Aderlon Mareelino Queiroz * e Edna Lúcia Flôres ** * Departamento de Ciência da

Leia mais

RECONHECIMENTO FACIAL UTILIZANDO EIGENFACES

RECONHECIMENTO FACIAL UTILIZANDO EIGENFACES Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia Programa de Engenharia de Sistemas e Computação Rio de Janeiro, RJ Brasil RECONHECIMENTO

Leia mais

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva

Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações. Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva Algoritmos Genéticos Fundamentos e Aplicações Prof. Juan Moisés Mauricio Villanueva jmauricio@cear.ufpb.br Conteúdo Introdução Inteligência Artificial (IA) Algoritmos Genéticos Aplicações de Algoritmos

Leia mais

Uso de Redes Neurais Artificiais na Determinação dos Zeros de Funções Polinomiais

Uso de Redes Neurais Artificiais na Determinação dos Zeros de Funções Polinomiais Revista Tecnologias em Proeção v n p 8-5 dez 8 Uso de Redes Neurais Artificiais na Determinação dos Zeros de Funções Polinomiais Ircílio Chissolucombe Resumo A Inteligência Artificial tem sido muito utilizada

Leia mais

Porta Lógica XOR Digital Neural

Porta Lógica XOR Digital Neural Anais do 12 o Encontro de Iniciação Científica e Pós Graduação do ITA XII ENCITA/2006 Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José dos Campos, SP, Brasil, Outubro, 16 a 19, 2006 Porta Lógica XOR Digital

Leia mais

Tabela 4.1 Distribuição dos indicadores por tipo Tipo de Indicador No. de indicadores. Indicadores de Evento 93. Indicadores de Tendência 37

Tabela 4.1 Distribuição dos indicadores por tipo Tipo de Indicador No. de indicadores. Indicadores de Evento 93. Indicadores de Tendência 37 4 Estudo de Casos A metodologia proposta no capítulo 3 foi aplicada em casos reais coletados de equipamentos Caterpillar da Sotreq. As falhas aqui estudadas são referentes a dois componentes do caminhão:

Leia mais

Filtros de Média Movente

Filtros de Média Movente Processamento Digital de Sinais Filtros de Média Movente Prof. Dr. Carlos Alberto Ynoguti Características É o filtro ótimo para a tarefa de remover ruído aleatório de um sinal, e manter uma resposta a

Leia mais

APLICAÇÃO DE REDE NEURAL NARX PARA A PREVISÃO DO PREÇO DA SOJA

APLICAÇÃO DE REDE NEURAL NARX PARA A PREVISÃO DO PREÇO DA SOJA João Pessoa/PB, Brasil, de 3 a 6 de outubro de 26 APLICAÇÃO DE REDE NEURAL NARX PARA A PREVISÃO DO PREÇO DA SOJA Leticia Biagi Vilela (UFMS ) leticiabiagiufms@gmailcom Tiago Henrique de Abreu Mateus (UFMS

Leia mais

APLICAÇÃO DE REDE RECORRENTE NA PREVISÃO DA VELOCIDADE DOS VENTOS

APLICAÇÃO DE REDE RECORRENTE NA PREVISÃO DA VELOCIDADE DOS VENTOS IV Conferencia Latino Americana de Energía Solar (IV ISES_CLA) y XVII Simposio Peruano de Energía Solar (XVII- SPES), Cusco, 1-5.11. APLICAÇÃO DE REDE RECORRENTE NA PREVISÃO DA VELOCIDADE DOS VENTOS Francisco

Leia mais

RECONHECIMENTO DE OBJETOS GEOMÉTRICOS EM IMAGENS

RECONHECIMENTO DE OBJETOS GEOMÉTRICOS EM IMAGENS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO RECONHECIMENTO DE OBJETOS GEOMÉTRICOS EM IMAGENS Flavio da Silveira Pepino

Leia mais

REGRESSÃO LOGÍSTICA E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS:UM PROBLEMA DE ESTRUTURA DE PREFERÊNCIA DO CONSUMIDOR E CLASSIFICAÇÃO DE PERFIS DE CONSUMO

REGRESSÃO LOGÍSTICA E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS:UM PROBLEMA DE ESTRUTURA DE PREFERÊNCIA DO CONSUMIDOR E CLASSIFICAÇÃO DE PERFIS DE CONSUMO REGRESSÃO LOGÍSTICA E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS:UM PROBLEMA DE ESTRUTURA DE PREFERÊNCIA DO CONSUMIDOR E CLASSIFICAÇÃO DE PERFIS DE CONSUMO Alexandre Zanini TD. Mestrado em Economia Aplicada FEA/UFJF 007/2007

Leia mais

Mineração de Dados e Aprendizado de Máquinas. Rodrigo Leite Durães.

Mineração de Dados e Aprendizado de Máquinas. Rodrigo Leite Durães. Mineração de Dados e Aprendizado de Máquinas. Rodrigo Leite Durães. O que é mineração de dados Mineração de Dados é um passo no processo de KDD que consiste na aplicação de análise de dados e algoritmos

Leia mais

Comparação de Modelos Neurais Aplicados a Resistência de Fornos de Redução do Alumínio Primário

Comparação de Modelos Neurais Aplicados a Resistência de Fornos de Redução do Alumínio Primário Trabalho apresentado no DINCON, Natal - RN, 2015. Proceeding Series of the Brazilian Society of Computational and Applied Mathematics Comparação de Modelos Neurais Aplicados a Resistência de Fornos de

Leia mais

PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE ACESSO DE FUNCIONÁRIOS UTILIZANDO REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE IMPRESSÃO DIGITAL

PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE ACESSO DE FUNCIONÁRIOS UTILIZANDO REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE IMPRESSÃO DIGITAL PROTÓTIPO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE ACESSO DE FUNCIONÁRIOS UTILIZANDO REDES NEURAIS PARA IDENTIFICAÇÃO DE IMPRESSÃO DIGITAL Aluna: Alexsandra Zaparoli Orientador: Jomi Fred Hubner Banca: Roberto Heinzle

Leia mais

Algoritmos Genéticos. Estéfane G. M. de Lacerda DCA/UFRN Outubro/2008

Algoritmos Genéticos. Estéfane G. M. de Lacerda DCA/UFRN Outubro/2008 Estéfane G. M. de Lacerda DCA/UFRN Outubro/2008 Introdução São técnicas de busca e otimização. É a metáfora da teoria da evolução das espécies iniciada pelo Fisiologista e Naturalista inglês Charles Darwin.

Leia mais

Comparação de Abordagens de Classificação para um Problema de Mineração de Dados Meteorológicos

Comparação de Abordagens de Classificação para um Problema de Mineração de Dados Meteorológicos Comparação de Abordagens de Classificação para um Problema de Mineração de Dados Meteorológicos Glauston Roberto Teixeira de Lima, Stephan Stephany, INPE Laboratório Associado de Computação e Matemática

Leia mais

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAS PARA REDUÇÃO DA VARIABILIDADE NO PROCESSO PRODUTIVO DE UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA

APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAS PARA REDUÇÃO DA VARIABILIDADE NO PROCESSO PRODUTIVO DE UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA APLICAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAS PARA REDUÇÃO DA VARIABILIDADE NO PROCESSO PRODUTIVO DE UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA Lee Vinagre Monteiro (PUC) lee_vinagre@hotmail.com Mariana Pereira Carneiro (UEPA)

Leia mais

DIAGNÓSTICO AUTOMATIZADO DE DOENÇAS NO COLO DO ÚTERO BASEADO EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS

DIAGNÓSTICO AUTOMATIZADO DE DOENÇAS NO COLO DO ÚTERO BASEADO EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS DIAGNÓSTICO AUTOMATIZADO DE DOENÇAS NO COLO DO ÚTERO BASEADO EM REDES NEURAIS ARTIFICIAIS E PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS Edroaldo Lummertz da Rocha 1 Evânio Ramos Nicoleit 2 Merisandra Cortes de Mattos

Leia mais

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR 495 Arquitetura de Redes TCP/IP 3 3 Ao final da disciplina o estudante será capaz de: - Reconhecer e compreender os principais conceitos e aplicações em TCP/IP - Compreender os fundamentos da interconexão

Leia mais

Transformada Rápida de Fourier (FFT)

Transformada Rápida de Fourier (FFT) Transformada Rápida de Fourier (FFT) A FFT é um algoritmo eficiente para calcular a DFT A DFT de uma sequência x n de comprimento finito N é definida como: N 1 N 1 X k = x n e j2π N kn = x n W N kn, 0

Leia mais

3 INTERVALOS DE CONFIANÇA

3 INTERVALOS DE CONFIANÇA 3 INTEVALOS DE CONFIANÇA 3.1 Introdução A estimativa de intervalos de confiança é utilizada para se obter medidas de incerteza dos dados analisados. A análise da incerteza de uma previsão, por exemplo,

Leia mais

Redução de ruído e Interpolação

Redução de ruído e Interpolação Redução de ruído e Interpolação 18 de Maio de 2010 Joana Nunes Nº 58497 Grupo 10 João Marques Nº 58513 Processamento Digital de Sinais Engenharia Biomédica 2º Semestre 2009/2010 1. Visualização do sinal

Leia mais

Redes Neurais no WEKA

Redes Neurais no WEKA Redes Neurais WEKA http://www.cs.waikato.ac.nz/ml/weka/ Redes Neurais no WEKA Introdução ao WEKA Base Benchmark Estudo de Casos Análise de Crédito Bancário 1 Redes Neurais no Weka WEKA (Waikaito Environment

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS

UTILIZAÇÃO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES TEMPORAIS UILIAÇÃO DE REDES NEURAIS ARIFICIAIS PARA PREVISÃO DE SÉRIES EMPORAIS Aida Araújo Ferreira(1); Elvis Gonçalves de Lira(2) (1) Instituto Federal de Educação, Ciência e ecnologia (IFPE), Av. Prof Luiz Freire,

Leia mais

Utilização de Redes Neurais Artificiais para Interpolação de Resultados do Método de Elementos Finitos

Utilização de Redes Neurais Artificiais para Interpolação de Resultados do Método de Elementos Finitos Utilização de Redes Neurais Artificiais para Interpolação de Resultados do Método de Elementos Finitos Leandro M. de Souza Resumo Neste artigo, é proposta uma metodologia que utiliza Redes Neurais Artificiais

Leia mais

Tratamento estatístico de observações

Tratamento estatístico de observações Tratamento estatístico de observações Prof. Dr. Carlos Aurélio Nadal OBSERVAÇÃO: é o valor obtido durante um processo de medição. DADO: é o resultado do tratamento de uma observação (por aplicação de uma

Leia mais

CARACTERÍSTICAS ESTÁTICAS DE SISTEMAS DE MEDIÇÃO

CARACTERÍSTICAS ESTÁTICAS DE SISTEMAS DE MEDIÇÃO DETERMINAÇÃO DA DERIVA DO ZERO: ENSAIO: Manter P o = 0 e variar a temperatura T dentro da faixa de temperaturas ambientes [T max, T min ] previstas para uso do SM. Os ensaios feitos em CÂMARA de temperatura

Leia mais