índice Banco de Dados Delphi Editorial Banco de Dados Delphi Dicas Legenda Para quem trabalha com desenvolvimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "índice Banco de Dados Delphi Editorial Banco de Dados Delphi Dicas Legenda Para quem trabalha com desenvolvimento"

Transcrição

1 março 2011

2 março 2011

3 índice Editorial Delphi Banco de Dados Para quem trabalha com desenvolvimento de sistemas Intraweb 04 comerciais, o banco de dados utilizado no sistema é parte fundamentall... Delphi no Delphi XE - Primeiros Passos 05 Autor: Antonio Spitaleri Banco de Dados Instalando e configurando o SQL Server 2008 Express Edition with Tools Autor:Thiago Cavalheiro Montebugnoli Dicas 10 Crie um preeview customizado e imprima registros selecionados em um DBGrid Autor:Luciano Pimenta Apresentando o novo Interbase XE - - parte 2 25 Autor: Felipe Santos Dicas Delphi Legenda Iniciante Intermediário Avançado março

4 Bem-vindo Para quem trabalha com desenvolvimento de sistemas comerciais, o banco de dados utilizado no sistema é parte fundamental do processo. A escolha do banco deve ser feita levando-se em conta quais recursos o banco oferece em confronto com as necessidades do sistema. Para ajuda-los na escolha de um banco de dados e também para mantêlos atualizados sobre as novidades dessa área, temos esse mês dois artigos sobre bancos de dados: No primeiro, nosso colaborador, Thiago Montebugnoli, nos traz como instalar, configurar e começar a usar o Sql Server Express 2008 no artigo: Instalando e configurando o Sql Server Express Edition 2008 with Tools. No segundo artigo, Felipe Santos prossegue nos mostrando as novidades do Interbase XE, no artigo: Apresentando o novo Interbase XE parte 2. Para quem gosta de se aventurar pelo universo da programação Web, trago esse mês, no artigo: IntraWeb XE Primeiros Passos, as principais novidades do framework Intraweb no Delphi XE e também como podemos iniciar no desenvolvimento com Intraweb criando uma aplicação simples com o mesmo. Para finalizar, Luciano Pimenta nos mostra como podemos personalizar e agregar recursos aos previews dos principais geradores de relatório utilizados com o Delphi no artigo: Crie um preview personalizado e imprima registros selecionados em um DBGrid. Av. Profº Celso Ferreira da Silva, 190 Jd. Europa - Avaré - SP - CEP Informações: (14) Suporte: (14) Internet Cadastro: Suporte: Informações: Skype Cadastro: theclub_cadastro Skype Suporte: theclub_linha1 theclub_linha2 theclub_linha3 Copyright The Club Megazine 2009 Diretor Técnico Marcos César Silva Diagramação e Arte Vitor M. Rodrigues Revisão Tassiane Fileto Colunistas Antonio Spitaleri Neto Bruno Alcarás Felipe Santos Luciano Pimenta Thiago Cavalheiro Montebugnoli É isso. Boa leitura a todos e até o próximo mês! Impressão e acabamento: GRIL - Gráfica e Editora Taquarituba-SP - Tel. (14) Reprodução A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento em banco de dados, sob qualquer forma ou meio, de textos, fotos e outras criações intelectuais em cada publicação da revista The Club Megazine são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais. Antonio Spitaleri Neto - Editor Chefe Delphi é marca registrada da Borland International, as demais marcas citadas são registradas pelos seus respectivos proprietários. 04 março 2011

5 Delphi Intraweb no Delphi XE Primeiros Passos Quem trabalha com desenvolvimento Delphi está quase sempre envolvido em programas Desktop, que rodam em máquina local. O acesso a banco de dados, embora possa ser feito de forma remota, não torna a aplicação algo online, ou seja, acessada comumente pelos usuários de uma rede em uma interface única. O desenvolvedor Delphi, quando vê seu projeto aumentar em termos de recursos, começa a vislumbrar a possibilidade de colocá-lo para rodar online, seja em rede local ou até mesmo internet. Nessas situações, vem a dúvida: Como fazer isso? Como converter minha aplicação para que ela se torne online? Para a solução dessa questão, precisamos atentar inicialmente para alguns tópicos: - Existem linguagens que foram criadas nati- vamente para trabalhar em ambiente Web, como Java e PHP. Estas linguagens possuem recursos específicos para o ambiente da internet. - No caso de um sistema já pronto, utilizar as linguagens acima descritas seria inviável, já que a conversão seria mais complexa que um projeto desenvolvido do zero. - Desenvolver do zero com uma linguagem para ambiente Web então é a solução? É uma hipótese, porém para quem trabalha com Delphi já há alguns anos, o aprendizado de uma nova linguagem implica em um gasto de tempo que deverá ser investido nesse aprendizado. No ambiente concorrente do mercado de software, nem sempre o investimento de tempo em uma nova linguagem pode ser viável. - Como proceder então? Embora pouco divulgado e até mesmo utilizado pela comunidade Delphi, o Delphi possui um recurso para desenvolvimento de aplicações conhecido como Intraweb. A tecnologia Intraweb existe há bastante tempo integrado ao Delphi e permite o desenvolvimento de aplicações para rodar em ambiente Web. E o melhor: O desenvolvimento de uma aplicação Intraweb é idêntico ao de uma aplicação Desktop Delphi. Nenhum aprendizado extra de linguagem é necessário. Com Intraweb desenvolvemos nossa aplicação utilizando todos os recursos que normalmente utilizamos em aplicações Desktop, com a ressalva que os componentes visuais temos de utilizar os componentes específicos para Intraweb presentes no Delphi. No Delphi XE, a tecnologia IntraWeb segue presente nos permitindo criar aplicações para Web de forma fácil. Veremos algumas questões relacionadas ao IntraWeb na sequencia: -Conexão a banco de dados: março

6 O Intraweb suporta todas as formas de conexão existentes no Delphi. Ou seja, não precisamos alterar nossa forma de trabalho em relação a conexão com bancos de dados para trabalhar em Intraweb. -Acesso de múltiplos usuários à aplicação: O Intraweb em Delphi XE possui em seu framework todas as rotinas para realizar o controle de vários usuários em ambiente Web. O desenvolvedor não precisa realizar codificação extra para controlar múltiplos acessos, pois todo o controle está embutido no Intraweb. -Estilos e JavaScript: Com Intraweb podemos utilizar CSS para aplicar estilos de formatação a nossas páginas, conseguindo um visual mais profissional e ganhando em agilidade, já que com CSS necessitamos definir o arquivo com as configurações de estilo apenas uma vez. Quaisquer alterações que precisarem ser feitas em relação ao visual das páginas quando fazemos uso de CSS são realizadas no arquivo de configuração CSS e automaticamente se aplicarão a todas as páginas que fizerem uso de um mesmo arquivo CSS. Além do CSS para definir estilos, podemos também incorporar funções JavaScript às nossas aplicações Intraweb. Com JavaScript, trazemos parte da codificação da página para o lado cliente, ganhando em agilidade nas requisições e em alguns eventos disparados pelo usuário. necessitarmos rodar nossa aplicação em ambiente Web e não tivermos acesso aos recursos de outras linguagens. Nesse artigo estaremos iniciando no desenvolvimento IntraWeb, criando uma aplicação simples que irá exibir dados provenientes de um banco de dados Firebird no browser. Mãos à obra! Criando a aplicação: Inicie o Delphi XE. Selecione o menu File New Other. Será exibida a seguinte tela: Veja a figura 1. Na TreeView do lado esquerdo selecione VCL for the Web, no lado direito, selecione VCL for the Web Application Wizard. Será exibida a tela a seguir: Veja a figura 2. Nessa tela temos as opções principais para a criação de nossa aplicação Intraweb: - Application Type: Aqui escolhemos o tipo de aplicação que desejamos, temos as opções: StandAlone Application: Essa forma de aplicação gera um executável (.exe) Delphi. Possui maior peso em memória, pois roda em espaço próprio de memória, porém a compatibilidade e posterior configuração em servidores Web como o IIS e Apache é mais tranquila. ISAPI Extension: Gera uma DLL no padrão ISAPI. Dessa forma temos uma aplicação que rodará em espaço compartilhado de memória, ocupando assim menos memória. Porém algumas versões de servidores não possuem boa compatibilidade com esse tipo de aplicação. Para nosso exemplo escolheremos StandAlone Application. - Options: Aqui definimos se queremos que nossa aplicação Intraweb gerencie conexões ao banco de dados utilizando pooling. Deixaremos marcada essa opção em nosso exemplo. Em Project Name e Project Directory definimos nome e caminho onde a aplicação será salva respectivamente. Clique em OK. Serão criados os formulários e a - Ambiente de testes integrado: O Delphi possui um servidor web interno para a execução via IDE dos projetos Intraweb. Ou seja, em ambiente de desenvolvimento, não é necessário colocar nossa aplicação em um servidor Web como Apache ou IIS para testar se tudo está correto. Basta executar a aplicação da mesma forma como fazemos com as aplicações Desktop e o servidor Web de teste integrado será iniciado para que possamos ver o resultado de nossa aplicação no browser. Intraweb é uma boa alternativa para quando Figura 1 06 março 2011

7 estrutura básica de nossa aplicação Intraweb. Três units com seus respectivos formulários foram criadas: - Unit1: Essa unit é igual à unit e seu formulário correspondente em uma aplicação Desktop. Será a página principal de nosso projeto. É esse formulário que irá aparecer no Browser do usuário quando ele executar o projeto. Claro que iremos alterar o nome desse formulário, para que fique clara qual a função dele no projeto. No exemplo, irei alterar seu nome para MainForm. -DataModuleUnit: Assim como nas aplicações Desktop, o Datamodule é o formulário não visual que contém os componentes de conexão com o banco de dados. Como será o único em nosso exemplo, não iremos alterar seu nome. -UserSessionUnit: O UserSession é o formulário e unit onde colocaremos variáveis e funções que serão exclusivas por instância para cada usuário. Um exemplo prático dessa funcionalidade será a criação do DataModule, que será feita no User- Session e irá garantir que cada usuário tenha sua conexão com o banco independente dos demais. Com o UserSession, a administração de usuários no IntraWeb é bastante tranquila e não exige codificação complexa. Figura 2 No MainForm faremos o layout da aplicação como aparecerá para o usuário. Esse layout deverá ficar como na figura a seguir: Veja a figura 3. Veja que temos uma IWLabel da aba IWStandard com o caption: Employees List e um IWDbGrid da aba IWData. Figura 3 Criando a conexão com o banco de dados Acesse no Delphi o menu View DataExplorer. Clique com o botão direito sobre o driver Firebird e selecione Add New Connection. Configure a tela que segue: Com a conexão criada, clique com o botão direito sobre a mesma no DataExplorer e selecione Modify Connection. Será apresentada a tela a seguir: Veja a figura 5. Em DataBase Name coloque o caminho do arquivo de banco de dados. Para este exemplo, estou fazendo uso do banco de dados Employee março

8 que acompanha a instalação do Firebird. UserName e Password não necessitam de alterações salvo os casos em que a senha do SYSDBA no servidor Firebird houver sido alterada. Clique em Ok para salvar a conexão. No DataModule da aplicação, coloque um componente SqlConnection da aba DBExpress e altere sua propriedade ConnectionName para EMPLOYEE, que foi a conexão que criamos a pouco. Insira ainda no DataModule um componente SqlDataSet e configure sua propriedade SqlConnection para o SqlConnection inserido anteriormente. Em sua propriedade CommandText coloque: SE- LECT * FROM EMPLOYEE. Insira um componente DataSetProvider da aba DataAccess e sete sua propriedade DataSet para o SqlDataSet recém-criado. Para finalizar a construção do DataModule, insira um componente ClientDataSet e altere sua propriedade ProviderName para o DataSetProvider existente no DataModule. UserSession Abra a unit do UserSession. Nessa unit, a principal codificação a fazer é a sobrescrita de seu construtor para que juntamente com o UserSession seja criada uma instância do DataModule. Como mencionado anteriormente, o User- Session representa objetos, variáveis e funções exclusivas da instância de usuário. A criação do DataModule vinculado ao UserSession garante que teremos a separação da conexão por usuário. Veja a codificação da unit do UserSession já com a criação do DataModule: unit UserSessionUnit; { This is a DataModule where you can add components or declare fields that are specific to ONE user. Instead of creating global variables, it is better to use this Figura 5 datamodule. You can then access the it using UserSession. } interface uses IWUserSessionBase, SysUtils, Classes,DataModuleUnit; type TIWUserSession = class(tiwusersessionbase) private { Private declarations } public { Public declarations } constructor Create( AOwner:TComponent);overri de; var DM:TDataModule1; implementation {$R *.dfm} { TIWUserSession } // Sobrescrita do construtor do UserSession constructor TIWUserSession. Create(AOwner: TComponent); inherited; DM:=TDataModule1. Create(Self); end. Abra o design do UserSession e insira nele um componente DataSource. Ligue este DataSource ao ClientDataSet existente no DataModule. Volte ao formulário principal e ligue o IWDB- Grid ao DataSource que inserimos no UserSession. Não se esqueça de adicionar na uses do formulário principal a unit do UserSession. Pressione F9 para executar o projeto. Será exibida a tela do servidor de testes IntraWeb: 08 março 2011

9 Nessa tela pressione novemente F9 para ver o projeto em execução no Browser padrão da máquina. Veja nosso exemplo em execução: Veja a imagem 7. Conclusão Nesse artigo mostrei a criação e configuração de um projeto Intraweb. Como pode ser visto, Intraweb oferece ao desenvolvedor a possibilidade de criação de aplicativos on-line de forma fácil e com todas as características de uma aplicação Desktop. Em artigos posteriores estarei mostrando os demais recursos do Intraweb no Delphi XE, incluindo o uso de JavaScript e a integração com DataSnap. Figura 7 Sobre o autor Antonio Spitaleri Neto Consultor Técnico The Club. Então até a próxima e aproveitem os recursos do Delphi XE! março

10 Instalando e Configurando o SQL Server 2008 Express Edition With Tools Uma breve introdução Estarei utilizando o Windows Seven Ultimate 32 Bits com todas as atualizações críticas instaladas para este artigo. É importante ressaltar que esta versão do SQL Server é gratuita e altamente recomendada para aplicações de pequeno e médio porte, abaixo algumas características do mesmo: - É um sistema de gerenciamento de dados avançado e confiável; - Oferece um conjunto rico de recursos para desenvolvimento; - Proteção aos dados e um alto desempenho para clientes de aplicativos incorporados e aplicativos da Web; - Implantação fácil; - Custo zero e com liberdade de distribuí-lo junto com os aplicativos desenvolvidos; - Suporta 1 CPU (com suporte a Multi-Core); - 1GB de RAM e com bases de dados até 4GB; - Com suporte a rede. Neste artigo iremos acompanhar sua instalação junto com o seu gerenciador de Banco de Dados. Realizando o download Abaixo estão os programas necessários em caso da utilização do Windows Xp Service Pack 3. Passo 1: Faça o download e instale o Microsoft Net Framework 3.5 SP1. Passo 2: Faça o download e instale o Windows Installer Passo 3: Faça o download e instale o Windows PowerShell Caso utilize o Windows Seven Ultimate com todas as atualizações críticas instaladas ignore esta etapa. Agora faremos o download do Banco de Dados junto com seu gerenciador SQL Server Management Studio Express, importante ressaltar que em nosso caso baixaremos a versão 32 Bits, segue abaixo o link: CB2-454E-B908-E805E9BD4E28&displayLang=pt-br 10 março 2011

11 Requisitos Necessários Sistemas Operacionais Suportados: Windows Seven, Windows Server 2003, Windows Server 2008, Windows Server 2008 R2, Windows Vista, Windows XP Os sistemas de 32 bits - Computador com processador Intel ou compatível com 1 GHz ou processador mais rápido. Os sistemas de 64 bits Computador com Processador de 1,4 GHz ou mais rápido. Mínimo de 512 MB de RAM (2 GB ou mais é recomendado). 2,2 GB de espaço disponível em disco rígido Figura 01: Central de Instalação do SQL Server. Realizando a Instalação Depois de baixado iremos instalar o mesmo, veremos como é simples a instalação junto com sua configuração. Execute o arquivo SQLEXPRWT_ x86_ptb.exe e veremos a tela conforme a Figura 01. Veja a figura 1. Nesta tela escolheremos a opção Instalação e em seguida o primeiro item, como poderemos ver na Figura 02. Veja a figura 2. Esta opção indica para uma instalação de uma nova instancia do SQL Server, sendo a mesma que iremos utilizar em nosso artigo. A próxima etapa poderá ver na Figura 03. Veja a imagem 3. Figura 02: Opção Nova Instalação SQL Server. Verificamos que não encontramos nenhum problema em nosso Sistema Operacional, portanto continuemos com a instalação. Clique no botão Ok e prosseguimos com a tela seguinte, Figura 04. Veja a imagem 4. Como estamos trabalhando com a versão gratuita do SQL Server, não precisamos informar nenhuma chave. Em seguida clique em Avançar. Figura 05. Veja a imagem 5. É importante dar uma lida nos termos de Licença para uso, em seguida clique em Aceito os termos de licença e prosseguiremos com a instalação clicando no botão Avançar. Em seguida verificaremos os Arquivos de Suporte à instalação, no meu caso apareceram dois alertas, como podemos ver na imagem 06 abaixo: Figura 03: Regras de Suporte à Instalação. março

12 Veja a imagem 6. O primeiro diz respeito à segurança de Aplicativo do Microsoft.NET, que poderemos resolver facilmente clicando em Status no item Aviso e Baixando o arquivo solicitado, e o outro alerta está dizendo que o Firewall do Windows está habilitado (Mais tarde iremos criar exceções para permitir sua conexão em rede). Continuando, clique em avançar. Na tela abaixo iremos selecionar todos os recursos, mas neste artigo estaremos abordando apenas o Serviço do SQL Server e de seu gerenciador de Banco de Dados. Em artigos futuros poderemos abordar outros recursos do mesmo. Confiram a Imagem 07 abaixo. Veja a imagem 7. Por Padrão o SQL Server é instalado no diretório C:\ Arquivos de Programas, Clique em avançar para continuarmos a instalação. Figura 04: Instalação do SQL Server. Na tela seguinte iremos utilizar as configurações padrões, no caso do SQL Server a instancia será criada com o mesmo nome SQLExpress, esta etapa define o nome pelo qual seu servidor SQL irá responder. Veja a imagem 08 para melhores detalhes. Veja a imagem 8. Já no próximo passo o instalador faz a análise do espaço em disco, no nosso caso o teste foi positivo e passamos assim para outra fase da instalação que seria a parte para configuração do Servidor. Vejamos na imagem seguinte. Veja a imagem 9. Deixemos as configurações padrões, alterando apenas o Nome da Conta para AUTORIDADE NT\SISTEMA que estaremos apenas utilizando em uma máquina como exemplo. É importante informar que em casos onde o seu SQL Server utilizar recursos de rede será necessário utilizar uma conta de domínio. Figura 05: Termos de Licença. O próximo passo é muito importante, seria onde definiremos a senha para acessar o banco de dados, escolha a opção Modo Misto, que possibilita autenticação do SQL Server e do Windows, em seguida defina uma senha e especifique os administradores do mesmo. No nosso caso clicaremos no botão Adicionar usuário Atual para adicionar o usuário que está sendo utilizado no momento. As abas Diretório de Dados e FileStream deixaremos definidas como padrões. Em seguida clique em avançar para darmos continuidade com a instalação, veja Figura 10. Veja a imagem 10 A próxima tela da instalação diz respeito aos relatórios de Erro e Uso, eu sempre deixo marcadas estas opções para a fim de aprimorar futuras versões do SQL Server. Não é obrigatório deixar checado estas opções. Veja a imagem 11. Figura 06: Regras de suporte à instalação. 12 março 2011

13 A Figura 11 representa todas as regras para determinar se o processo de instalação será executado com sucesso, no nosso caso todas as regras foram definidas corretamente. Clique em Avançar e na próxima tela aparecerá uma árvore com os recursos do SQL Server 2008 a ser instalado, clique em avançar novamente para procedermos com a instalação. A instalação concluirá em pouco tempo e apresentará uma tela parecida com a Figura 12. Prontinho, a instalação do SQL Server 2008 com sua Ferramenta Management Studio foi executada facilmente e sem nenhum segredo. Veja a imagem 12. Configurando o SQL Server para Trabalhar em rede Figura 07: Seleção de Recursos. Por padrão o SQL Server 2008 vem com a opção para se conectar em rede desabilitada por motivos de segurança de acesso, fazendo com que não aceite conexões vindas de outras estações de uma rede, portanto ao instalá-lo conseguiremos criar uma conexão apenas na estação onde o mesmo foi instalado. Para habilitar estas opções devemos seguir alguns passos, vejamos a seguir. O SQL Server Configuration Manager é o utilitário responsável por gerenciar os serviços relacionados às instâncias locais do SQL Server e os protocolos de conexões permitidos. Podemos encontrá-lo no item do menu Ferramentas de Configurações. Em seguida observaremos algumas configurações interessantes, conforme ilustra a Figura 13. Figura 08: Escolhendo a Instância SQLExpress. Figura 13: SQL Server Configuration Manager. O SQL Server Configuration Manager gerencia três características. - Serviços do SQL Server: É responsável por todos os serviços relacionados ao Banco de Dados, permitindo Iniciar, Pausar ou Reiniciar o mesmo. Podemos também configurar várias propriedades destes serviços. No nosso exemplo deixaremos o serviço SQL Server e o Navegador do SQL Server iniciado. É recomendável deixar estes serviços para iniciar automaticamente. Figura 9: Configuração do Servidor. março

14 - Configuração de Rede do SQL Server: Esta opção permite ao Administrador configurar os protocolos de rede que o SQL Server irá aceitar, no nosso caso habilitaremos o protocolo TCP/IP. - Configuração do SQL Native Client 10.0: Define a ordem dos protocolos utilizados pelos clientes que acessam o SQL Server e a criação de Alias de conexões. O SQL Express suporta os seguintes protocolos de rede: Veja a tabela 1. Voltando ao assunto, para habilitar o protocolo TCP/IP, clique em Configurações de Rede/ Protocolos para SQL Express e com o botão direito escolha Propriedades. Na aba Protocolo deixe Sim para a propriedade Habilitado. Veja Figura 14. Figura 10: Configurações do Mecanismo de Banco de Dados. Figura 14: Propriedades TCP/IP. Na aba endereços IP, no item IPAll altere o mesmo para porta 1433, isto fará com que esta porta servirá para todos os IPs configurados em seu computador. Caso precise configurar uma porta para apenas um IP específico, localize o IP desejado (IP1, IP2, IP3...) e siga o mesmo procedimento. Ver Figura 15. Figura 11: Regras de Instalação. Figura 15: Endereços IP. Figura 12: Instalação Concluída. 14 março 2011

15 Faça a mesma configuração para Configuração do SQL Native Client Não esqueça que sempre quando é feita uma alteração na configuração do Banco de Dados é necessário reiniciar os serviços relacionados. Importante: Crie exceções no Firewall para permitir a conexão remota do SQL Server, para quem não sabe, basta entrar no Painel de Controle e no item Firewall do Windows adicione duas portas, a 1433 como TCP e outra como UDP e a 1434 como TCP e UDP. Veja na Figura 17 o resultado de nossas configurações. Protocolo de rede Descrição Padrão Memória Permite conectar a uma instância do SQL Server Express rodando no Habilitado Compartilhada mesmo computador. TCP/IP Permite que outras estações se conectem ao SQL Server Express por especificar Desabilitado o nome do servidor e o nome da instância (default SQLExpress) ou o endereço IP e o nome da instância. Pipes Nomeados Permite que outras estações se conectem ao SQL Server Express por Desabilitado suportar vários protocolos de rede, incluindo NetBEUI, TCP/IP e IPX/SPX. Ele seleciona o protocolo de rede automaticamente baseado na configuração do cliente. VIA Protocolo específico para redes de sistema. Nesta rede, os dados trafegam Desabilitado em alta velocidade e são utilizadas para a comunicação entre servidores e/ou clusters. Tabela 1 Veja a imagem 16 Utilizando o SQL Server Management Studio Para realizar os testes abra o SQL Server Management e coloque o IP ou o nome do servidor e em seguida o nome da instância do SQL Server, no meu caso o IP onde o Banco de Dados está instalado é o e o nome da instância é a SQLExpress. Escolha o tipo de Autenticação do SQL Server seguido de seu usuário e senha cadastrado quando fizemos a instalação do mesmo. A Figura 18 ilustra este procedimento. Pronto, estamos trabalhando com o Banco de Dados em rede. Figura 16: Configurações no Firewall do Windows. poderosos para manipulação e armazenamento de dados de uma forma rápida e segura. Nos próximos artigos procurarei abordar outros assuntos relacionados ao SQL Server a fim de poder compartilhar meu conhecimento com os senhores. Vou ficando por aqui e até o mês que vem. Fonte de Informações Figura 17: Conectar ao Servidor. Conclusão Vimos neste artigo à instalação e configuração deste poderoso Banco de Dados utilizado por muitas pequenas e médias empresas. Foram apresentadas algumas características e funcionalidades com intuito de trazer uma gama de informações úteis aos senhores associados. Apesar de ser uma versão gratuita não deixa de fornecer recursos Sobre o autor Thiago Cavalheiro Montebugnoli Thiago Cavalheiro Montebugnoli é tecnólogo, formado pela Faculdade de Tecnologia de Botucatu SP (FATEC) foi consultor técnico do The Club, já desenvolveu softwares utilizando a plataforma.net, Delphi junto com Banco de Dados SQL Server e Firebird. Atualmente trabalha no Centro de Processamento de Dados da Prefeitura Municipal de Itaí-SP. Possui as seguintes certificações: MCP - Microsoft Certified Professional, MCTS - Microsoft Certified Technology Specialist, MCAD - Microsoft Certified Application Developer e MCSD - Microsoft Certified Solution Developer. março

16 Crie um preeview customizado e imprima registros selecionados em um DBGrid Vou mostrar nesse artigo, algumas dicas de geradores de relatórios presentes no Delphi. Veremos dicas de Rave Reports, Quick Report e Report Builder. Primeiramente, vamos customizar um preeview dos geradores de relatórios, que na sua versão original possui várias opções: navegação entre as páginas, impressão, configuração de páginas, entre muitas outras. Mas muitos desenvolvedores sentem falta de algumas funcionalidades que não estão presentes em alguns, como exportação (PDF, HTML, DOC, TXT etc), pesquisa de textos entre outras. Veremos ainda nesse artigo, como imprimir somente os itens selecionados em um DBGrid, demanda muito pedida pelos clientes. Preparando o ambiente Neste artigo vou usar o Delphi 2010, pois os geradores que possuo estão disponíveis apenas nessa versão. Mas, tenho certeza que você pode usar qualquer versão recente do Delphi ou dos geradores de relatórios. Algumas opções podem não estar presentes em todos os previews, como por exemplo, a exportação, onde para o Quick Report temos apenas para TXT, CSV e HTML, enquanto o Rave Reports tem as opções para PDF, HTML, RTF e TXT. Já no Report Builder a exportação para TXT e PDF, e também pode ser feita em mais opções usando componentes de terceiro. Preview no Quick Report Vamos criar um projeto no Delphi e salvar o mesmo em um diretório de sua preferência. Crie um novo formulário e dê o nome de frmpreview e salve como ufrmpreview.pas. No preview adicione uma Toolbar e uma StatusBar. Na barra, adicione 10 botões para as principais funcionalidades. Adicione um PopupMenu que será responsável por mostrar as opções de exportação no Salvar da barra de ferramentas, onde configuramos a propriedade DropDownMenu apontando para o PopupMenu. Adicione um QRPreview da paleta QReport e altere a propriedade Align para alclient para que o controle ocupe todo o espaço do formulário. Na Figura 1 temos os botões com suas respectivas imagens, bem como todo o layout do formulário de preview. Figura 1. Layout do preview 16 março 2011

17 Fique a vontade para mudar o layout e colocálo de sua preferência. Dica: Você pode, e eu acredito que deve, usar um ActionList para concentrar seu código e propriedades em botões e menus, e trabalhar por exemplo, com permissões, sendo mais fácil de desabilitar/habilitar botões e menus. Após o layout pronto, vamos ao código. Para os botões de navegação e de zoom temos o código da Listagem 1. Listagem 1. Botões de navegação e zoom do relatório do Quick Report Primeiro QRPreview1.PageNumber := 1; Anterior QRPreview1.PageNumber := QRPreview1.PageNumber - 1; Próximo QRPreview1.PageNumber := QRPreview1.PageNumber + 1; Último QRPreview1.PageNumber := QRPreview1.QRPrinter. PageCount; Mais Zoom QRPreview1.Zoom := QRPreview1.Zoom + 10; Menos Zoom QRPreview1.Zoom := QRPreview1.Zoom - 10; usamos o código da Listagem 2. Listagem 2. Exportando para HTML e TXT HTML QRPreview1.QRPrinter.Expor ttofilter(tqrghtmldocument Filter.Create( exportacao.html )); TXT QRPreview1.QRPrinter.Expor ttofilter(tqrasciiexportfi lter.create( exportacao.txt )); Veja que é bem simples, onde ainda temos a possibilidade de exportar para CSV (simplesmente trocando o parâmetro para TQRCommaSeparatedFilter). No código, temos a exportação com o nome do arquivo, para melhorar, coloque um SaveDialog e dê a opção do usuário escolher o local onde o arquivo será salvo. Mostrando o relatório no preview Para finalizar, precisamos exibir o relatório do Quick Report no preview criado. Para isso, abra o relatório e no evento OnPreview do mesmo e adicione o seguinte código: uses QRPrntr, ufrmpreview;... frmpreview := TfrmPreview. Create(Application); frmpreview.qrpreview1. QRPrinter := TQRPrinter(Sender); frmpreview.showmodal; No OnPreview instanciamos o formulário e repassamos para a propriedade QrPrinter do QR- Preview, o relatório. Para chamar o relatório, use o seguinte código: QuickReport2 := TQuickReport2. Create(self); try QuickReport2. PreviewModal; finally QuickReport2.Free; Note que precisamos chamar o método PreviewModal no lugar o Preview. Execute o projeto e veja como na Figura 2 o preview do Quick Report. Veja a figura 2. Ainda precisamos coloca o seguinte código no evento OnClose do formulário do preview para liberar o mesmo da memória, assim não teremos mensagem de erro quando tentar chamar o relatório pela segunda vez: Action := cafree; frmpreview := nil; Acredito que o código é simples e de fácil entendimento. Para imprimir o relatório, o código é mais simples ainda, onde precisamos apenas chamar QRPrinter.Print do QRPreview: QRPreview1.QRPrinter. Print; Agora vamos as opções de exportação, incluindo no formulário os componentes QRTextFilter e QRHTMLFilter. Para exportar, simplesmente Figura 2. Relatório do Quick Report no preview março

18 Nota: a versão do Quick Report que acompanha o Delphi em versões anteriores possui poucas funcionalidades no preeview. Versões profissionais, já possuem funcionalidades a mais em seu preeview, como veremos mais adiante neste artigo. Preview no Rave Reports Para o Rave Reports o formulário de preview pode ter os mesmos botões, mas para a exportação teremos duas opções a mais: PDF e DOC. Então crie um novo formulário, adicione os mesmos componentes, apenas trocando o QRPreview por RvRenderPreview e os componentes de exportação: RvRenderPDF, RvRenderHTML, RvRenderRTF e RvRenderText. O RvRenderPreview mostra o relatório, utilizando um ScrollBox, portanto adicione um ao formulário (altere a propriedade Align para alclient) e faça a vinculação através da propriedade ScrollBox do RvRenderPreview. Para os botões de navegação e zoom, use o código da Listagem 3. Listagem 3. Botões de navegação e zoom do relatório do Rave Primeiro RvRenderPreview1. RenderPage(1); Anterior RvRenderPreview1. PrevPage; Próximo RvRenderPreview1. NextPage; Último RvRenderPreview1. RenderPage (RvRenderPreview1. LastPage); Mais Zoom RvRenderPreview1.ZoomIn; Menos Zoom RvRenderPreview1. ZoomOut; A diferença em relação ao Quick Report esta nos nomes dos métodos, pois a funcionalidade é a mesma. Para a exportação, adicione um RvNDRWriter ao formulário e digite o código da Listagem 4 nos respectivos botões, responsável pela exportação do relatório. Listagem 4. Exportando relatórios no Rave Reports HTML RvRenderHTML1. PrintRender(RvNDRWriter1. Stream, arquivo.html ); DOC RvRenderRTF1. PrintRender(RvNDRWriter1. Stream, arquivo.rtf ); PDF RvRenderPDF1. PrintRender(RvNDRWriter1. Stream, arquivo.pdf ); TXT RvRenderText1. PrintRender(RvNDRWriter1. Stream, arquivo.txt ); Também podemos dar a opção para o usuário escolher o nome do arquivo e diretório. Para impressão do relatório precisamos adicionar um RvRenderPrinter e um RvNDRWriter ao formulário e adicionar o seguinte código no botão de imprimir: RvRenderPrinter1. Render(RvNDRWriter1. Stream); Para visualizar o relatório do Rave no preview, vamos adicionar o código da Listagem 5, que subscreve o construtor do formulário: Listagem 5. Código para exibir o relatório constructor Create(AOWner: TComponent; Relatorio: TMemoryStream); reintroduce;... constructor TfrmPreview. Create(AOWner: TComponent; Relatorio: TMemoryStream); inherited Create(AOWner); RvNDRWriter1.Stream := Relatorio; RvRenderPreview1. Render(RvNDRWriter1. Stream); O código, recebe como parâmetro um TMemoryStream que será repassado para a propriedade Stream do RvNRDWrite. Após, o RvRenderPreview mostra o relatório chamando o Render, passando como parâmetro o stream do RvNDRWriter. Para finalizar, precisamos criar um relatório no Rave Reports. Após criar o mesmo, no formulário para chamar o relatório, adicione um RvProject (vinculado ao arquivo de projeto RAV) e um RvN- DRWriter, vinculando a propriedade Engine do RvProject com o RvNDRWriter1. Após, use o código da Listagem 6 para abrir o formulário de preview com o relatório. Listagem 6. Chamando o preview para o Rave Reports var stream: TMemoryStream; stream := TMemoryStream. Create; RvNDRWriter1.StreamMode := smuser; RvNDRWriter1.Stream := stream; RvProject1. ExecuteReport( Report1 ); frmpreview := TfrmPreview.Create(Self, stream); try frmpreview.showmodal; finally frmpreview.release; frmpreview := nil; 18 março 2011

19 No código anterior, criamos uma variável do tipo TMemoryStream que preenche a propriedade Stream do RvNDRWriter e será passada como parâmetro no construtor do formulário do preview. Ao rodar a aplicação, temos o relatório do Rave no nosso preview (Figura 3) com as opções de exportação. Veja a figura 3. Preview no Report Builder Novamente, o formulário de preview para o Report Builder pode ter os mesmos botões, onde modificaremos apenas alguns componentes. Você pode baixar uma versão trial do Report Builder no endereço download. Neste exemplo, usaremos a versão Enterprise para Delphi 2010, mas temos suporte para praticamente todas as versões do Delphi. Após baixar, instale e crie um novo projeto no Delphi, onde podemos verificar os componentes adicionados na paleta RBuilder (Figura 4). Figura 3. Exibindo relatório do Rave no preview Primeiro ppviewer1.firstpage Anterior ppviewer1.priorpage; Próximo ppviewer1.nextpage; Último ppviewer1.lastpage; Mais Zoom ppviewer1.zoompercentage := ppviewer1. ZoomPercentage + 10; Menos Zoom ppviewer1.zoompercentage := ppviewer1. ZoomPercentage - 10; TComponent; areport; out appreport: TppReport); reintroduce;... constructor TfrmPreview. Create(AOWner: TComponent; out appreport: TppReport); inherited Create(AOWner); areport := appreport; ppviewer1.report := appreport; appreport. PrintToDevices; Figura 4. Componentes do Report Builder instalados no Delphi No formulário de preview, adicione um ppviewer e um ppdesigner. Altere a propriedade Align para alclient do ppviewer. Novamente para os botões de navegação e zoom temos o código da Listagem 7. Listagem 7. Botões de navegação e zoom do relatório do Report Builder Para imprimir o relatório, precisamos simplesmente usar o seguinte código: ppviewer1.print; Para visualizar o relatório, vamos novamente subscrever o Create do formulário, usando o código da Listagem 8. Listagem 8. Código para abrir o relatório no Report Builder uses ppreport;... constructor Create(AOWner: O código preenche uma variável declarada na seção private do formulário, que será usada na exportação, e repassa o ppreport passado como parâmetro, para o ppviewer. A seguir, chamamos o PrintToDevices para mostrar o relatório. Para a exportação, vamos usar o código da Listagem 9 onde temos a opção para texto e PDF. Listagem 9. Exportação para o Report Builder Arquivo Texto with areport do AllowPrintToFile := True; DeviceType := março

20 dttextfile; TextFileName := arquivo.txt ; Print; PDF with areport do AllowPrintToFile := True; DeviceType := dtpdf; TextFileName := arquivo.pdf ; Print; O Report Builder apresenta uma tela de impressão (Figura 5), pois usamos a propriedade AllowPrintToFile configurada como True. Isso facilita a vida do usuário, pois ele pode configurar nome e diretório para o arquivo de exportação. Veja a figura 5. Existe um componente de terceiro (TExtraDevice) que exporta relatórios para Excel, HTML, RTF, entre outras. Para finalizar, precisamos criar um relatório no Report Builder. Após criar o mesmo, no formulário para chamar o relatório, use o código da Listagem 10. Figura 5. Tela de impressão do Report Builder Execute o projeto e veja na Figura 6 como deve ficar o projeto onde temos o arquivo de exportação no formato PDF. Veja a figura 6. Imprimindo registros selecionados A grande utilização de relatórios em um projeto necessita do reaproveitamento dos mesmos, senão teremos uma quantidade muito grande de arquivos onde os dados apresentados podem ser os mesmos. Um exemplo: um relatório onde constam parcelas das vendas do seu cliente. Ele precisa verificar em situações diferentes as parcelas pagas, não pagas, vencidas, há vencer etc. se você imaginou fazer Listagem 10. Chamando o preview do Report Builder frmpreview := TfrmPreview. Create(Self, ppreport1); try frmpreview.showmodal; finally frmpreview.free; No código, o formulário de preview recebe como parâmetro um ppreport, componente responsável pela criação do relatório. Os relatórios do Report Builder podem ser gerados como arquivos externos (com a extensão RTM), então é possível adaptar o preview para carregar os arquivos externos, passando como parâmetro o nome do mesmo. Figura 6. Exibindo e exportando relatórios do Report Builder 20 março 2011

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 1 Levante e ande - Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Ano: 02/2011 Nesta Edição

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Este tutorial mostra a instalação e configuração passo a passo do SQLServer 2008 express R2. Antes de instalar o SQL Server 2008 Express R2 Antes

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 1 Em qualquer profissão é importante que se conheça bem as ferramentas que serão usadas para executar o trabalho proposto. No desenvolvimento de software não é

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação

www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação www.neteye.com.br NetEye Guia de Instalação Índice 1. Introdução... 3 2. Funcionamento básico dos componentes do NetEye...... 3 3. Requisitos mínimos para a instalação dos componentes do NetEye... 4 4.

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012).

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Instalação do SQL 2005. - Primeiro baixo o instalador do SQL nesse link: http://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=184 - Execute o arquivo

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-client MSI Versão: 4.2.3 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 19/11/2010 Documento destinado à: Clientes e Parceiros Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android

Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android Cadastro de Orçamento Utilizando Tablet Android Instalação, configuração e manual 1 Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Instalação, configuração e manual

Instalação, configuração e manual Cardápio Moura Instalação, configuração e manual Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS no WINDOWS 8... 15 Windows 7...

Leia mais

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA:

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA: Este tutorial parte do princípio que seu usuário já possua conhecimentos básicos sobre hardware, sistema operacional Windows XP ou superior, firewall, protocolo de rede TCP/IP e instalação de software.

Leia mais

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO Antes de criarmos um novo Banco de Dados quero fazer um pequeno parênteses sobre segurança. Você deve ter notado que sempre

Leia mais

CURSO PRÁTICO. Módulo 2 Pré-requisitos. Application Virtualization 5.0. Nível: Básico / Intermediário

CURSO PRÁTICO. Módulo 2 Pré-requisitos. Application Virtualization 5.0. Nível: Básico / Intermediário CURSO PRÁTICO Application Virtualization 5.0 Nível: Básico / Intermediário Módulo 2 Pré-requisitos Índice Configurações Suportadas... 3 Management Server... 3 Publishing Server... 3 Reporting Server...

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

INSTALANDO SQL SERVER 2008

INSTALANDO SQL SERVER 2008 VERSÃO 2 INSTALANDO SQL SERVER 2008 Pré-requisitos para instalação do SQL SERVER 2008 Antes de iniciar o instalador do SQL SERVER 2008 é necessário instalar os seguintes componentes: Microsoft Windows

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 09/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Varuna Tecnologia Ltda. Av. Antônio Olímpio de Morais, 545 - Sala 1305. Centro. Divinópolis, MG. suporte@varuna.com.br 37

Leia mais

Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório

Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório Fortes Report Parte 1 1 Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório Amigos, fazer relatórios é o famoso mal necessário, que particularmente eu não me incomodo em desenvolver, até porque, geralmente

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema...

Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema... Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema... 3 1.1 Console de Administração Small Office... 3 1.2 Gerenciamento

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Atualizaça o do Playlist Digital

Atualizaça o do Playlist Digital Atualizaça o do Playlist Digital Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

Manual de Instalação ProJuris8

Manual de Instalação ProJuris8 Manual de Instalação ProJuris8 Sumário 1 - Requisitos para a Instalação... 3 2 - Instalação do Firebird.... 4 3 - Instalação do Aplicativo ProJuris 8.... 8 4 - Conexão com o banco de dados.... 12 5 - Ativação

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2

Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2 Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2 Artigo escrito por Walter Teixeira wteixeira.wordpress.com Sumário Cenário Proposto... 3 Preparação do Servidor SQL Server

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS

COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS ZIM TECHNOLOGIES DO BRASIL COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS Próx Antes de Iniciar O objetivo deste documento é apresentar os passos necessários para instalar a versão mais recente do Zim 8.50 para Windows.

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-server Versão: 4.5 Versão do Doc.: 1.0 Autor: César Dehmer Trevisol Data: 13/12/2010 Aplica-se à: Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento de Alteração

Leia mais

Manual de instalação

Manual de instalação Conteúdo Declaração de Propriedade Intelectual 3 Contato 3 A quem se destina 3 FAC - Perguntas mais frequentes 3 Antes de começar a instalação Netcontroll 4 Instale o.net Framework 4.5.1 (Verificar a versão

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS FORMULÁRIOS COM ABAS Trabalhar com abas (ou guias) é um recurso

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide

Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide Resumo Este é um guia passo a passo para instalar o SQL Server 2005 Express Edition como base de dados para o Print Audit 6. Pré-Requisitos

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução SCIM 1.0 Guia Rápido Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal Introdução Nesta Edição O sistema de Controle Interno administra o questionário que será usado no chek-list

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-control MSI Versão: 4.6 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 17/06/2011 Público-alvo: Clientes e Parceiros NDDigital Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração e Configuração MyABCM 4.0 Versão 4.00-1.00 2 Copyright MyABCM. Todos os direitos reservados Reprodução Proibida Índice Introdução... 5 Arquitetura, requisitos e cenários de uso do MyABCM... 7 Instalação

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Instalação Microsoft SQL Server Express 2008 Guia de Referência Rápida

Instalação Microsoft SQL Server Express 2008 Guia de Referência Rápida APRESENTAÇÃO Obrigado por escolher a Solid Invent. Este guia tem como objetivo explicar como deve ser realizada a instalação do Microsoft SQL Server Express 2008 R2 SP2, banco de dados utilizado pelos

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS Manual de Instalação Tempro Software StavTISS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3. INSTALAÇÃO... 4 4.

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Versão 30/06/2014 FOR Segurança Eletrônica Rua dos Lírios, 75 - Chácara Primavera Campinas, SP (19) 3256-0768 1 de 12 Conteúdo A cópia total ou parcial

Leia mais

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010.

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Manual de Configuração Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução

Leia mais

Instalando o Internet Information Services no Windows XP

Instalando o Internet Information Services no Windows XP Internet Information Services - IIS Se você migrou recentemente do Windows 95 ou 98 para o novo sitema operacional da Microsoft Windows XP, e utilizava antes o Personal Web Server, deve ter notado que

Leia mais

Manual de uso do Gerente

Manual de uso do Gerente Manual de uso do Gerente Manual do Hypnobox: www.hypnobox.com.br/manual Índice Acessar o Hypnobox Endereço o www Login e Senha Tela Principal Perfil de acesso Editar Dados pessoais Fila de corretores Gerenciar

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1

Manual de. instalação. Certificado Digital A1 ou S1 Manual de instalação Certificado Digital A1 ou S1 Sumário O que é? 3 Aplicação 3 Preparando sua máquina 4 1ª configuração: Sistemas Homologados 4 2ª configuração: Perfil de usuário 4 3ª configuração: Hierarquias

Leia mais

HP Mobile Printing para Pocket PC

HP Mobile Printing para Pocket PC HP Mobile Printing para Pocket PC Guia de Iniciação Rápida O HP Mobile Printing para Pocket PC permite imprimir mensagens de e-mail, anexos e arquivos em uma impressora Bluetooth, de infravermelho ou de

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2

Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 AULA Conhecendo o Visual FoxPro 8.0 Parte 2 Na aula anterior, vimos sobre: a) Janela de comando b) Gerenciador de Projetos c) Database Designer e Table Designer Prosseguiremos então a conhecer as ferramentas

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

Manual de Instalação, Configuração e Uso

Manual de Instalação, Configuração e Uso Manual de Instalação, Configuração e Uso Este Manual destina-se ao usuário do sistema Smart Manager. É proibida a duplicação ou reprodução, no todo ou em parte, sob quaisquer formas ou qualquer meio, sem

Leia mais

G-Bar IGV. Instalação Versão 4.0

G-Bar IGV. Instalação Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço IGV Software Interpretador/ Gerenciador/ Visualizador de dados digitais de projetos CAD-TQS Instalação Versão 4.0 Manual do Usuário

Leia mais

Manual Instalação, Configuração e Atualização FullCopyConvert Data FullCopyConvertService

Manual Instalação, Configuração e Atualização FullCopyConvert Data FullCopyConvertService Manual Instalação, Configuração e Atualização FullCopyConvert Data FullCopyConvertService Revisão: Maio / 2015 Sumário Bem-vindo ao FullCopyConvert! Estas instruções irá guiá-lo através da instalação do

Leia mais