DBA Júnior Laboratórios Extra

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DBA Júnior Laboratórios Extra"

Transcrição

1 DBA Júnior Laboratórios Extra Hugo Torralbo Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta licença, visite 1

2 Windows Server 2 2

3 Teoria: Versões e Edições Versões - Windows NT Windows NT 4 - Windows 2000 Server - Windows Server Windows Server 2003 R2 - Windows Server Windows Server 2008 R2 - Windows Server 2012 Edições Windows Foundation - Essentials - Standard - Datacenter 3 3

4 Prática: Instalação Windows 2008 R2 4 4

5 Prática: Instalação Windows 2008 R2 5 5

6 Prática: Instalação Windows 2008 R2 6 6

7 Prática: Instalação Windows 2008 R2 7 7

8 Prática: Instalação Windows 2008 R2 8 8

9 Prática: Instalação Windows 2008 R2 9 9

10 Prática: Instalação Windows 2008 R

11 Prática: Instalação Windows 2008 R

12 Prática: Instalação Windows 2008 R

13 Prática: Instalação Windows 2008 R

14 Prática: Instalação Windows 2008 R

15 Prática: Instalação Windows 2008 R

16 Prática: Particionamento e Filesystem 16 16

17 Prática: Particionamento e Filesystem 17 17

18 Prática: Particionamento e Filesystem 18 18

19 Prática: Particionamento e Filesystem 19 19

20 Prática: Particionamento e Filesystem 20 20

21 Prática: Particionamento e Filesystem 21 21

22 Prática: Particionamento e Filesystem 22 22

23 Prática: Particionamento e Filesystem 23 23

24 Prática: Particionamento e Filesystem 24 24

25 Prática: Particionamento e Filesystem 25 25

26 Prática: Particionamento e Filesystem 26 26

27 Prática: Particionamento e Filesystem 27 27

28 Prática: Particionamento e Filesystem 28 28

29 Prática: Particionamento e Filesystem 29 29

30 Prática: Particionamento e Filesystem 30 30

31 Prática: Services 31 31

32 Prática: Services 32 32

33 Prática: Services 33 33

34 Prática: CMD 34 34

35 Prática: CMD C:\Users\Administrator> cd.. C:\Users> cd Adm<TAB> C:\Users\Administrator> cd \ C:\> mkdir teste C:\> dir C:\> cd teste C:\teste> notepad teste.txt Escreva algo no arquivo e salve-o. C:\teste> copy teste.txt teste02.txt C:\teste> more teste02.txt C:\teste> type teste02.txt C:\teste> cd.. C:\> dir C:\> xcopy teste C:\> dir C:\> del teste.txt C:\> help 35 35

36 Prática: CMD C:\Users\Administrator> NET STOP Spooler C:\Users\Administrator> NET START Spooler C:\Users\Administrator> HOSTNAME C:\Users\Administrator> TASKLIST C:\Users\Administrator> DISKPART DISKPART> LIST DISKPART> LIST DISK DISKPART> EXIT 36 36

37 Prática: Programação BAT C:\> set MEUDIRETORIO=C:\teste C:\> set C:\> echo %MEUDIRETORIO% C:\> cd %MEUDIRETORIO% C:\teste> notepad teste02.txt Deixe apenas estas duas linhas no arquivo teste02.txt e salve-o. set MEUDIRETORIO=C:\teste dir %MEUDIRETORIO% C:\teste> REN teste02.txt teste.bat C:\teste> teste.bat Acrescente esta linha no final do arquivo teste.bat e salve-o. teste C:\teste> teste.bat O que aconteceu? 37 37

38 Prática: Agendamento de Tarefas Abra o Task Scheduler. Start -> Administrative Tools -> Task Scheduler Em Create Basic Task, crie um agendamento para executar diariamente o programa teste.bat

39 Prática: Usuários, Grupos, Domínios 39 39

40 Prática: Verificação de Desempenho Inicie o Task Manager. Start, Run, taskmgr Clique em Resource Monitor. Que informações o Resource Monitor possui, e o Task Manager não? Inicie o Performance Monitor. Start -> Administrative Tools -> Performance Monitor Adicione 5 contadores úteis ao Performance Monitor

41 Prática: Event Viewer Inicie o Event Viewer. Start -> Administrative Tools -> Event Viewer Analisando o Event Viewer, quando o computador foi inicializado? Analisando o Event Viewer, quando o segundo disco foi adicionado? 41 41

42 Teoria: Documentação / Livros Documentação Windows Server Livro Windows Internals

43 Teoria: Certificações / Mercado de Trabalho - Microsoft Certified Solutions Associate (MCSA) - Microsoft Certified Solutions Expert (MCSE) - Microsoft Certified Solutions Master (MCSM) 43 43

44 SQL Server 44 44

45 Teoria: Versões e Edições Edições - Compact - Developer - Express - Standard - Business Intelligence - Enterprise Versões 1.0 (OS/2) 1989 SQL Server (OS/2) 1991 SQL Server (WinNT) 1993 SQL Server SQL Server SQL Server SQL Server SQL Server SQL Server bit Edition SQL Server SQL Server SQL Server 2008 R SQL Server

46 Prática: Instalação SQL Server 46 46

47 Prática: Instalação SQL Server 47 47

48 Prática: Instalação SQL Server 48 48

49 Prática: Instalação SQL Server Habilite o Network Discovery. Pressione a tecla F5 no ambiente de rede, até VBOXSRV aparecer. Copie o instalador do SQL Server para a VM, e execute-o. Após a finalização da extração, execute o programa setup

50 Prática: Instalação SQL Server 50 50

51 Prática: Instalação SQL Server Inicie o PowerShell. Start -> All Programs -> Acessories -> Windows PowerShell Habilite o.net 3.5. PS C:\Users\Administrator> Import-Module ServerManager PS C:\Users\Administrator> Add-WindowsFeature as-net-framework Reexecute o programa setup

52 Prática: Instalação SQL Server 52 52

53 Prática: Instalação SQL Server 53 53

54 Prática: Instalação SQL Server 54 54

55 Prática: Instalação SQL Server 55 55

56 Prática: Instalação SQL Server 56 56

57 Prática: Instalação SQL Server 57 57

58 Prática: Instalação SQL Server 58 58

59 Prática: Instalação SQL Server 59 59

60 Prática: Instalação SQL Server 60 60

61 Prática: Instalação SQL Server 61 61

62 Prática: Instalação SQL Server 62 62

63 Prática: Instalação SQL Server 63 63

64 Prática: Instalação SQL Server 64 64

65 Prática: Instalação SQL Server 65 65

66 Prática: Instalação SQL Server 66 66

67 Prática: Instalação SQL Server 67 67

68 Prática: Instalação SQL Server 68 68

69 Prática: Instalação SQL Server 69 69

70 Prática: Instalação SQL Server 70 70

71 Prática: Serviços 71 71

72 Prática: Conexão Inicie o Microsoft SQL Server Management Studio (SSMS). Efetue logon com SQL Server Authentication, e com o usuário sa. O que deve ser colocado em Server Name? Como você pode se conectar no SQL Server do vizinho? Clique em New Query. Na tela que se abrir, digite sp_who, e depois pressione F5. Inicie o CMD. C:\Users\Administrator> sqlcmd -e 1> sp_who 2> go Como você pode se conectar no SQL Server com sa via sqlcmd? Como você pode se conectar no SQL Server do vizinho via sqlcmd? C:\Users\Administrator> sqlcmd -? 72 72

73 Teoria: Arquitetura 73 73

74 Prática: Parâmetros Instância No SSMS, clique com o botão direito na instância e selecione Properties

75 Prática: Parâmetros Instância 75 75

76 Prática: Parâmetros Instância 76 76

77 Prática: Parâmetros Instância 77 77

78 Prática: Parâmetros Instância 78 78

79 Prática: Parâmetros Instância 79 79

80 Prática: Parâmetros Instância 80 80

81 Prática: Parâmetros Instância 81 81

82 Prática: Banco de Dados 82 82

83 Prática: Banco de Dados 83 83

84 Prática: Parâmetros Banco de Dados 84 84

85 Prática: Parâmetros Banco de Dados 85 85

86 Prática: Modos de Proteção Simple Recovery Model Bulk-logged Recovery Model Full Recovery Model Altere o modo de Proteção do banco de dados que você criou para Full

87 Teoria: Estruturas físicas File Group Primary data files Secondary data files Log files Logical File Name OS File Name 87 87

88 Teoria: Estruturas lógicas Database File Group (Tablespace) Schema Objects (Tables, Indexes, Views, Procedures, Functions, Triggers, etc.) 88 88

89 Prática: Segurança User Login Roles 89 89

90 Teoria: Query, DML, DDL, DCL DDL (Data Definition Language) CREATE ALTER DROP TRUNCATE DCL (Data Control Language) GRANT REVOKE DML (Data Manipulation Language) SELECT INSERT UPDATE DELETE TCL (Transaction Control Language) COMMIT SAVEPOINT ROLLBACK SET TRANSACTION 90 90

91 Prática: Tabelas, Índices, Views CREATE TABLE Employee (EmployeeID int, EmpName nvarchar(100), DeptID int); CREATE TABLE Dept (DeptID int, DeptName nvarchar(100)); CREATE CLUSTERED INDEX IX_Employee ON Employee (EmployeeID); CREATE NONCLUSTERED INDEX IX_EmployeeName ON Employee (EmpName); CREATE VIEW EmployeesList AS SELECT EmpName FROM Employee; 91 91

92 Teoria: Procedures Criação USE Nerv; GO CREATE PROCEDURE int AS SET NOCOUNT ON; SELECT Name FROM Employee WHERE EmployeeID GO Execução USE Nerv; EXECUTE = 1 GO 92 92

93 Teoria: Functions Criação USE Nerv; GO CREATE FUNCTION NumberOfEmployees int) int AS BEGIN AS int ; = SUM(EmployeeID) FROM Employee WHERE DeptID END; GO Execução SELECT * FROM NumberOfEmployees (2) GO 93 93

94 Teoria: Triggers Criação USE Nerv; CREATE TRIGGER Reminder ON Dept AFTER INSERT, UPDATE AS RAISERROR ('Notify Manager', 16, 10); GO 94 94

95 Prática: PK, FK, Unique, Check, NOT NULL PK CREATE TABLE Employee (EmployeeID int PRIMARY KEY CLUSTERED, EmpName nvarchar(100), DeptID int); FK CREATE TABLE Employee (EmployeeID int, EmpName nvarchar(100), DeptID int REFERENCES Dept(DeptID); UNIQUE CREATE TABLE Employee (EmployeeID int PRIMARY KEY, EmpName nvarchar(100) NONCLUSTERED, DeptID int); CHECK CREATE TABLE Employee (EmployeeID int CHECK (EmployeeID >= 1), EmpName nvarchar(100), DeptID int); NOT NULL CREATE TABLE Employee (EmployeeID int, EmpName nvarchar(100) NOT NULL, DeptID int); Combine todos estes recursos em seu banco de dados de testes

96 Prática: INSERT, UPDATE, DELETE, SELECT Exemplos INSERT INTO Employee (EmployeeID, EmpName, DeptID) VALUES (1, 'Ricardo Portilho Proni', 1); UPDATE Employee SET EmpName = 'Portilho' WHERE EmployeeID = 1; DELETE FROM Employee WHERE EmployeeID = 2; SELECT EmpName, DeptID FROM Employee WHERE EmployeeID = 1; Execute INSERT de 10 registros, UPDATE de 2, DELETE de 2, e 2 SELECTs diferentes

97 Prática: Transações e Isolamento Execute um UPDATE de seu modelo de dados, em todas os registros da Employee. Abra outra sessão, e execute SELECT em todos os dados da tabela. O que aconteceu? Repita a operação, mas antes do UPDATE, coloque como abaixo. BEGIN TRANSACTION UPDATE... GO O que aconteceu? 97 97

98 Prática: Activity Monitor Pressione Control + Alt + A Esta visualização é similar a que outra ferramenta? Execute novamente o cenário de concorrência, e observe o Activity Monitor. Execute a procedure sp_who. Execute a procedure sp_who2. Qual a diferença das duas procedures? Que informações estas duas procedures possem do Activity Monitor? 98 98

99 Prática: Backup Clique com o botão direito no banco de dados de testes, e execute um backup. Execute o backup também via linha de comando. BACKUP DATABASE Nerv TO DISK = 'C:\temp\Nerv.BAK' GO BACKUP LOG Nerv TO DISK = 'C:\temp\Nerv.TRN' GO 99 99

100 Prática: Rotinas de Manutenção No SSMS, clique em Management -> Maintenance Plans. Crie um Plano que faça um backup e valide a estrutura do banco de dados de teste

101 Prática: Error Log

102 Prática: Error Log

103 Teoria: Alta Disponibilidade Backup e Restore Log Shipping Database Mirroring (async e sync) AlwaysOn Failover Cluster AlwaysOn Availability Group (async e sync)

104 Teoria: Documentação / Livros Livros SQL Server Internals SQL Server Blogs

105 Teoria: Certificações / Mercado de Trabalho Atuais Microsoft Certified Solutions Associate (MCSA) Microsoft Certified Solutions Expert - Data Platform (MCSE) Microsoft Certified Solutions Expert - Business Intelligence (MCSE) Microsoft Certified Solutions Master - Data Platform(MCSM) Antigos MCTS: SQL Server 2008, Implementation and Maintenance MCTS: SQL Server 2008, Database Development MCTS: SQL Server 2008, Business Intelligence Development and Maintenance MCITP: Database Administrator 2008 MCITP: Database Developer 2008 MCITP: Business Intelligence Developer 2008 Microsoft Certified Master (MCM) Microsoft Certified Architect (MCA) MCTS: SQL Server 2005 MCTS: Microsoft SQL Server 2005, Business Intelligence Development MCITP: Database Developer on SQL Server 2005 MCITP: Database Administrator on SQL Server 2005 MCITP: Business Intelligence Developer on SQL Server 2005 Microsoft Certified Database Administrator SQL Server

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER

EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER EXEMPLOS DE COMANDOS NO SQL SERVER Gerenciando Tabelas: DDL - DATA DEFINITION LANGUAG Criando uma tabela: CREATE TABLE CLIENTES ID VARCHAR4 NOT NULL, NOME VARCHAR30 NOT NULL, PAGAMENTO DECIMAL4,2 NOT NULL;

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Procedimento de Configuração. Database Mirroring. SQL Server

Procedimento de Configuração. Database Mirroring. SQL Server Procedimento de Configuração Database Mirroring SQL Server 1 Sumário 1. Histórico do Documento 3 2. Introdução 4 3. Requisitos Mínimos 4 4. Modos de operação do Database Mirroring 5 5. Configurando o Database

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração e Configuração MyABCM 4.0 Versão 4.00-1.00 2 Copyright MyABCM. Todos os direitos reservados Reprodução Proibida Índice Introdução... 5 Arquitetura, requisitos e cenários de uso do MyABCM... 7 Instalação

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

FRWTC-530 ADMINISTRAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER

FRWTC-530 ADMINISTRAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER FRWTC-530 ADMINISTRAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER SOBRE A FRAMEWORK A Framework (www.frwtc.com) atua diretamente com profissionais do segmento de tecnologia em busca de capacitação, atualização e certificação,

Leia mais

MySQL para DBAs Oracle

MySQL para DBAs Oracle MySQL para DBAs Oracle Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta licença,

Leia mais

Replicação de servidores de banco de dados

Replicação de servidores de banco de dados Replicação de servidores de banco de dados Cresce cada vez mais dentro das organizações a necessidade de garantir a alta disponibilidade das informações. Como a base de dados de qualquer empresa é seu

Leia mais

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br PostgreSQL www.postgresql.org André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br Características Licença BSD (aberto, permite uso comercial) Multi-plataforma (Unix, GNU/Linux,

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS Fábio Roberto Octaviano Conceitos da arquitetura Oracle e da Linguagem SQL Recuperar dados por meio de SELECT Criar relatórios de dados classificados

Leia mais

Formação em Banco de Dados. Subtítulo

Formação em Banco de Dados. Subtítulo Formação em Banco de Dados Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

trigger insert, delete, update

trigger insert, delete, update 1 Um trigger é um conjunto de instruções SQL armazenadas no catalogo da BD Pertence a um grupo de stored programs do MySQL Executado quando um evento associado com uma tabela acontece: insert, delete,

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37 7 Sumário Agradecimentos... 6 Sobre o Autor... 6 Prefácio... 13 Capítulo 1 Instalação e Configuração... 15 Instalação em Linux... 15 Instalação e Customização do Red Hat Advanced Server 2.1... 16 Preparativos

Leia mais

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL Banco de Dados Exercícios SQL 1 TRF (ESAF 2006) 32. Analise as seguintes afirmações relacionadas a Bancos de Dados e à linguagem SQL: I. A cláusula GROUP BY do comando SELECT é utilizada para dividir colunas

Leia mais

INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR. (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian)

INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR. (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian) INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR QUANDO JÁ EXISTE UM OUTRO SERVIDOR (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian) 1) No servidor novo, máquina

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS

RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS No Instituto Federal do Paraná tounou-se necessário o armazenamento de certas informações para controle de pessoal. Para armazenar tais dados é necessário saber que:

Leia mais

BANCO DE DADOS: SQL. Edson Anibal de Macedo Reis Batista. 27 de janeiro de 2010

BANCO DE DADOS: SQL. Edson Anibal de Macedo Reis Batista. 27 de janeiro de 2010 BANCO DE DADOS: SQL UERN - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Departamento de Ciências da Computação. 27 de janeiro de 2010 índice 1 Introdução 2 3 Introdução SQL - Structured Query Language

Leia mais

LINGUAGEM SQL. DML - Linguagem de Manipulação de Dados

LINGUAGEM SQL. DML - Linguagem de Manipulação de Dados LINGUAGEM SQL Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL, é uma linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional (base de dados relacional). Muitas das características

Leia mais

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura Banco de Dados Conversão para o Banco de Dados SisMoura Objetivo : Converter as informações contidas em um determinado banco de dados para o banco de dados do Sismoura. Restaurar Banco de Dados em branco

Leia mais

Oracle Zero Downtime Migration (com Golden Gate)

Oracle Zero Downtime Migration (com Golden Gate) Oracle Zero Downtime Migration (com Golden Gate) Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para

Leia mais

Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL)

Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL) Transações Seguras em Bancos de Dados (MySQL) Índice Entendendo os storage engines do MySQL 5 1 As ferramentas 1 Mais algumas coisas que você deve saber 1 Com a mão na massa 2 Mais ferramentas Usando o

Leia mais

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Para efetuar com sucesso os exemplos que serão mostrados a seguir é necessário que exista no SQL Server uma pessoa que se conecte como Administrador,

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Oracle PL/SQL Overview

Oracle PL/SQL Overview Faculdades Network Oracle PL/SQL Overview Prof. Edinelson PL/SQL Linguagem de Programação Procedural Language / Structured Query Language Une o estilo modular de linguagens de programação à versatilidade

Leia mais

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL.

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2012 Edição 7 Listando e Gravando Listando itens em ComboBox e gravando os dados no

Leia mais

Formação em Banco de Dados

Formação em Banco de Dados Formação em Banco de Dados Sobre a KTEC A KTEC Escola de Tecnologia oferece uma série de cursos, para os que procuram uma base sólida no aprendizado, com foco nas boas práticas que fazem a diferença no

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide

Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide Print Audit 6 - SQL Server 2005 Express Edition Installation Guide Resumo Este é um guia passo a passo para instalar o SQL Server 2005 Express Edition como base de dados para o Print Audit 6. Pré-Requisitos

Leia mais

AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO 0. INTRODUÇÃO 1

AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO 0. INTRODUÇÃO 1 AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO XV XVII 0. INTRODUÇÃO 1 1. INTRODUÇÃO AO SQL SERVER 2008 5 1.1 A plataforma SQL Server 2008 5 1.2 As potencialidades do SQL Server 2008 6 1.2.1 As novidades 13 1.2.1.1

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) Structured Query Language (SQL) SQL-Breve Histórico : # CREATE, ALTER e DROP; # BEGIN TRANSACTION, ROLLBACK e COMMIT; # GRANT, REVOKE e DENY; 1 Structured Query Language (SQL) Desenvolvida pelo departamento

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS Esclarecimento Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2012 da NRSYSTEM COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA-ME, consiste de uma compilação de diversos materiais entre livros,

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

SQL. Hélder Antero Amaral Nunes

SQL. Hélder Antero Amaral Nunes SQL Hélder Antero Amaral Nunes 2 Introdução Desenvolvida pelo departamento de pesquisa da IBM na década de 1970 (System R); Linguagem padrão de BD Relacionais; Apresenta várias padrões evolutivos: SQL86,

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 13/11/2009 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Passos para a instalação do SQL Server O MS SQL Server Conceitos relacionais Bancos de dados

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.ºH CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO MULTIMÉDIA ANO LECTIVO 2013/2014 6. LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO IV Pré-requisitos: - Planificar e estruturar bases

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração e Configuração MyABCM 4.2 Versão 4.20-1.00 2 Copyright MyABCM. Todos os direitos reservados Reprodução Proibida Índice Introdução... 5 Arquitetura, requisitos e cenários de uso do MyABCM... 7 Instalação

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Apostila 3 Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 30/09/2011 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Exclusão de registros Consultas por Dados de Resumo Group by / Having Funções

Leia mais

Projeto de Banco de Dados: Empresa X

Projeto de Banco de Dados: Empresa X Projeto de Banco de Dados: Empresa X Modelo de negócio: Empresa X Competências: Analisar e aplicar o resultado da modelagem de dados; Habilidades: Implementar as estruturas modeladas usando banco de dados;

Leia mais

PostgreSQL 8.0. Diogo Biazus

PostgreSQL 8.0. Diogo Biazus PostgreSQL 8.0 Diogo Biazus PostgreSQL 7.X Totalmente ACID MVCC Tipos e operadores customizáveis Diversas linguagens procedurais Hot backup Código aberto (BSD) Facilidade de extensão PL/pgSQL, PL/Python,

Leia mais

SQL. Curso Prático. Celso Henrique Poderoso de Oliveira. Novatec

SQL. Curso Prático. Celso Henrique Poderoso de Oliveira. Novatec SQL Curso Prático Celso Henrique Poderoso de Oliveira Novatec 1 Introdução Desde o início da utilização dos computadores, sabemos que um sistema é feito para aceitar entrada de dados, realizar processamentos

Leia mais

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia A linguagem SQL Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia 1 Structure Query Language O SQL foi desenvolvido originalmente no início dos anos 70 nos laboratórios da IBM em San Jose, dentro do projeto System

Leia mais

MER e Conceitos gerais

MER e Conceitos gerais MER e Conceitos gerais IBGE 1)O Modelo de Entidades Relacionamentos, segundo Paulo Cougo, descreve o mundo como:... cheio de coisas que possuem características próprias e que se relacionam entre si. Essas

Leia mais

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito)

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) 8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) Nos itens anteriores vimos transações do tipo explícitas, ou seja, aquelas que iniciam com BEGIN TRANSACTION. As outras

Leia mais

Sou um especialista em SQL Server em todas as funções existentes: DBA, programação T SQL, BI, SSAS, SSIS

Sou um especialista em SQL Server em todas as funções existentes: DBA, programação T SQL, BI, SSAS, SSIS CV de Nuno Teixeira Resumo Olá, Sou um especialista em SQL Server em todas as funções existentes: DBA, programação T SQL, BI, SSAS, SSIS e SSRS. Tenho tido muita experiência hands on com o SQL Server,

Leia mais

Tarefa Orientada 19 Triggers

Tarefa Orientada 19 Triggers Tarefa Orientada 19 Triggers Objectivos: Criar triggers AFTER Criar triggers INSTEAD OF Exemplos de utilização Os triggers são um tipo especial de procedimento que são invocados, ou activados, de forma

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

Sumário Agradecimentos... 19 Sobre.o.autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo.1..Bem-vindo.ao.MySQL... 22

Sumário Agradecimentos... 19 Sobre.o.autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo.1..Bem-vindo.ao.MySQL... 22 Sumário Agradecimentos... 19 Sobre o autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo 1 Bem-vindo ao MySQL... 22 1.1 O que é o MySQL?...22 1.1.1 História do MySQL...23 1.1.2 Licença de uso...23 1.2 Utilizações recomendadas...24

Leia mais

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD Oracle SGBD Oracle Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD Oracle Introdução aos SGBD Base de Dados Colecção de dados que descrevem alguma realidade Sistema de

Leia mais

Banco de Dados. Structured Query Language SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr 1. www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. Structured Query Language SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr 1. www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados Structured Query Language SQL Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Comandos SQL Os comandos do SQL são classificados em três grupos,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ARTEFATO 02 AT02 Diversos I 1 Indice ESQUEMAS NO BANCO DE DADOS... 3 CRIANDO SCHEMA... 3 CRIANDO TABELA EM DETERMINADO ESQUEMA... 4 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRIAÇÃO E MODIFICAÇÃO

Leia mais

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Banco de Dados I Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Plano de Aula SQL Definição Histórico SQL e sublinguagens Definição de dados (DDL) CREATE Restrições básicas em SQL ALTER DROP 08:20 Definição de

Leia mais

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período:

Disciplina: Unidade V: Prof.: E-mail: Período: Encontro 17 Disciplina: Sistemas de Banco de Dados Unidade V: Introdução à Linguagem SQL Prof.: Mario Filho E-mail: pro@mariofilho.com.br Período: 5º. SIG - ADM 13. Introdução à Linguagem SQL Introdução

Leia mais

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências Bases de Dados 2007/2008 Aula 1 Sumário 1. SQL Server 2000: configuração do acesso ao servidor. 1.1. SQL Server Service Manager. 1.2. SQL Server Enterprise Manager. 1.3. SQL Query Analyzer. 2. A base de

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada Desvendando Estatísticas do SQL Server Parte 1 Nesta série de artigos vamos dar um mergulho profundo nas Teorias Probabilísticas (mais conhecido como estatísticas) do SQL Server. Introdução Estatísticas

Leia mais

Computação Móvel 2007/2008

Computação Móvel 2007/2008 Computação Móvel 2007/2008 Tutorial 2 Criação de uma nova publicação de base de dados no SQL Server 2005 Standard Edition / Enterprise Edition / Developer Edition No computador cliente: 1. Estabelecer

Leia mais

Introdução ao SQL. O que é SQL?

Introdução ao SQL. O que é SQL? Introdução ao SQL 1 O que é SQL? Inicialmente chamada de Sequel, SQL (Structured Query Language), é a linguagem padrão utilizada para comunicar-se com um banco de dados relacional. A versão original foi

Leia mais

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso):

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso): TRANSAÇÕES 1. Visão Geral Uma transação é uma unidade lógica de trabalho (processamento) formada por um conjunto de comandos SQL cujo objetivo é preservar a integridade e a consistência dos dados. Ao final

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

Bases de Dados 2007/2008. Aula 9

Bases de Dados 2007/2008. Aula 9 Bases de Dados 2007/2008 Aula 9 1. T-SQL TRY CATCH 2. TRATAMENTO ERROS RAISERROR 3. TRIGGERS 4. EXERCÍCIOS Sumário Referências http://msdn2.microsoft.com/en-us/library/ms189826.aspx (linguagem t-sql) http://www.di.ubi.pt/~pprata/bd/bd0405-proc.sql

Leia mais

Banco de Dados II. Triggers e Functions. Prof. Moser Fagundes. Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas

Banco de Dados II. Triggers e Functions. Prof. Moser Fagundes. Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Banco de Dados II Triggers e Functions Prof. Moser Fagundes Curso TSI Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Sumário da aula Functions (funções) Triggers (gatilhos) Atividades Functions

Leia mais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais 1 LINGUAGEM SQL SQL Server 2008 Comandos iniciais SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação.

Leia mais

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo CONCORRÊNCIA 1. Introdução Recursos exclusivos Não necessita controle Abundância de recursos compartilhados Controle necessário mas mínimo Harmonia, provavelmente não haverá conflito Recursos disputados

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Linguagem SQL (Parte I)

Linguagem SQL (Parte I) Universidade Federal de Sergipe Departamento de Sistemas de Informação Itatech Group Jr Softwares Itabaiana Site: www.itatechjr.com.br E-mail: contato@itatechjr.com.br Linguagem SQL (Parte I) Introdução

Leia mais

Backup On-line. 1 de 6. Introdução

Backup On-line. 1 de 6. Introdução 1 de 6 Backup On-line Introdução O Backup do banco de dados nada mais é que a cópia dos arquivos necessários para recupera-los em caso de perda do mesmo no menor tempo possível. Isso pode ser devido à

Leia mais

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Energias Alternativas e Renováveis - CEAR Departamento de Eng. Elétrica DEE BANCO DE DADOS CONCEITOS BÁSICOS Isaac Maia Pessoa Introdução O que é um BD? Operações

Leia mais

Criar o diagrama entidade associação do exemplo do hotel no Oracle Designer

Criar o diagrama entidade associação do exemplo do hotel no Oracle Designer Criar o diagrama entidade associação do exemplo do hotel no Oracle Designer 1 escolher o tipo de dados de cada atributo 2 escolher as chaves Gerar as tabelas Correr o "Database Design Transformer" 3 Seleccionar

Leia mais

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Guia: Manual de instalação do Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Data do Documento: novembro de 2012 1 Conteúdo 1. Sobre este manual... 3 2. Requisitos de Sistema...

Leia mais

ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS

ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS Sumário 1. Finalidade... 2 2. Justificativa para contratação... 2 3. Premissas para fornecimento e operação

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma Neste STK apresentaremos como configurar seu servidor Windows 2008 R2 para abrir diretamente sua aplicação ao

Leia mais

--------------------------------------------------------------------------------------- SERVIÇOS WINDOWS 2000

--------------------------------------------------------------------------------------- SERVIÇOS WINDOWS 2000 --------------------------------------------------------------------------------------- SERVIÇOS WINDOWS 2000 2000S/2000P O Win2000 utiliza Serviços para realizar algumas tarefas. Eles são bastante úteis

Leia mais

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS Fábio Roberto Octaviano Controlando Acesso dos Usuários Após o término do Capítulo: Diferenciar privilégios de sistema e privilégios de objetos.

Leia mais

SQL e PL/SQL Oracle Dicas de preparação para certificação

SQL e PL/SQL Oracle Dicas de preparação para certificação - 1 - SQL e PL/SQL Oracle Dicas de preparação para certificação Selection: para escolher linhas em uma tabela Projection: para escolher colunas em uma tabela Join: pode trazer simultaneamente dados que

Leia mais

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server SGBD SQL Server Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server Criação da Ligação ao SGBD Entrar no Microsoft SQL Server / Enterprise Manager Criar

Leia mais

Fórum Internacional Software Livre 8.0. PEAR::MDB2_Schema. Igor Feghali [ifeghali@php.net]

Fórum Internacional Software Livre 8.0. PEAR::MDB2_Schema. Igor Feghali [ifeghali@php.net] Fórum Internacional Software Livre 8.0 PEAR::MDB2_Schema Igor Feghali [ifeghali@php.net] Quem sou eu? Graduando em Engenharia de Computação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) Participante

Leia mais

SISTEMAS GERENCIADORES DE BANCO DE DADOS 1

SISTEMAS GERENCIADORES DE BANCO DE DADOS 1 SISTEMAS GERENCIADORES DE BANCO DE DADOS 1 AULA 01 1. Qual das seguintes linguagens deu origem à atual SQL (Strututured Query Language)? a) COBOL b) FORTRAN c) SEQUEL d) C e) C++ 2. Sistema Gerenciador

Leia mais

Nota de Aplicação. Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão:

Nota de Aplicação. Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão: Nota de Aplicação Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Software: Versão: Vijeo Citect 7.40 SP 2 SQL Server 2012 Suporte

Leia mais

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015

SQL - Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados. Professor: José Antônio. José Antônio - CEFET-RN 23/09/2015 SQL - Banco de Dados 1 Disciplina: Banco de Dados Professor: José Antônio 2 Tópicos de discussão Criando um banco de dados Incluindo, atualizando e excluindo linhas nas tabelas Pesquisa básica em tabelas

Leia mais

Data de Aplicação. Reconhecer a estrutura de um sistema operativo. Definir um plano de instalação de um servidor de rede local.

Data de Aplicação. Reconhecer a estrutura de um sistema operativo. Definir um plano de instalação de um servidor de rede local. FICHA TÉCNICA Exercício nº 21 NOME DO EXERCÍCIO DESTINATÁRIOS Duração Pré Requisitos Recursos / Equipamentos Orientações Pedagógicas OBJECTIVOS Resultado Esperado Administração de BDs SQL 90 minutos Tipo

Leia mais

Mercado de Trabalho para DBAs

Mercado de Trabalho para DBAs Mercado de Trabalho para DBAs Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta

Leia mais

2015.1- INF1340 - BD2. SGBD Grupo: Amanda Christian Gustavo

2015.1- INF1340 - BD2. SGBD <Oracle> Grupo: Amanda Christian Gustavo SGBD Grupo: Amanda Christian Gustavo Breve Histórico Larry Ellison e amigos fundam a SDL(Software Development Laboratories) Primeira versão do oracle (Oracle V1) foi desenvolvida mas nunca lançada

Leia mais

António Rocha Nuno Melo e Castro

António Rocha Nuno Melo e Castro António Rocha Nuno Melo e Castro !"#$ Excepção: condição de erro; quando ocorre o erro é levantada uma excepção que interrompe o fluxo normal de execução do programa e o direcciona para uma rotina de tratamento

Leia mais

FAPLAN - Faculdade Anhanguera Passo Fundo Gestão da Tecnologia da Informação Banco de Dados II Prof. Eder Pazinatto Stored Procedures Procedimento armazenados dentro do banco de dados Um Stored Procedure

Leia mais

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33 Preço R$ 129.00 Compre aqui SUPER PACOTÃO 3 EM 1: 186 Vídeoaulas - 3 dvd's - 10.5 Gybabyte. 1) SQL 2) Banco de Dados (Oracle 10g, SQL Server 2005, PostgreSQL 8.2, Firebird 2.0, MySQL5.0) 3) Análise e Modelagem

Leia mais

SQL Structured Query Language. SQL Linguagem de Definição de Dados. SQL Structured Query Language. SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language. SQL Linguagem de Definição de Dados. SQL Structured Query Language. SQL Structured Query Language Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Definição de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre

Leia mais

AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO 0. INTRODUÇÃO 1

AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO 0. INTRODUÇÃO 1 Índice AGRADECIMENTOS COMO UTILIZAR ESTE LIVRO Top XIV XV 0. INTRODUÇÃO 1 1. INTRODUÇÃO AO SQL SERVER 2012 5 1.1 SQL Server 5 1.2 Plataforma do SQL Server 2012 5 1.3 Potencialidades do SQL Server 2012

Leia mais

um mecanismo, chamado de perfil, para controlar o limite desses recursos que o usuário pode

um mecanismo, chamado de perfil, para controlar o limite desses recursos que o usuário pode 1 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS NO SGBD ORACLE 11G JUVENAL LONGUINHO DA SILVA NETO 1 IREMAR NUNES DE LIMA 2 Resumo: Este artigo apresenta como criar, modificar e excluir usuários, privilégios, atribuições

Leia mais

Triggers em PostgreSQL. Linguagem de Programação de Banco de Dados. Triggers em PostgreSQL. Triggers em PostgreSQL

Triggers em PostgreSQL. Linguagem de Programação de Banco de Dados. Triggers em PostgreSQL. Triggers em PostgreSQL Prof. Ms. Luiz Alberto Contato: lasf.bel@gmail.com Linguagem de Programação de Banco de Dados Triggers em PostgreSQL Todos os bancos de dados comerciais possuem uma linguagem procedural auxiliar para a

Leia mais

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 Exercícios Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 1. A linguagem SQL apresenta uma série de comandos que permitem a definição dos dados, chamada de DDL (Data Definition Language). Assinale a alternativa

Leia mais