NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ"

Transcrição

1 NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

2 Dispõe sobre a autorização para prestação de serviço voluntário no âmbito da Universidade Federal de Itajubá, nos termos da Lei Nº 9.608/1998. Art. 1º - Esta norma institui, nos termos da Lei nº 9.608, de 18/02/1998, o Serviço Voluntário na UNIFEI. Art. 2º - Para os fins desta norma, considera-se Serviço Voluntário o exercício não remunerado pela UNIFEI de atividades de ensino, pesquisa e extensão, prestadas por pessoa física, doravante denominado voluntário, de forma espontânea e sem percebimento de contraprestação financeira ou qualquer outro tipo de remuneração, não gerando vínculo de emprego nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária, tributária ou outra afim. Parágrafo Único - Para participar deste programa o voluntário deve comprovar que possuí fontes de renda para prover sua subsistência e ainda ter atuação técnica, acadêmica, produção científica, filosófica e/ou artística compatíveis com os interesses da UNIFEI. Art. 3º - Ao voluntário é vedado o exercício de atividades de natureza administrativa e de representação, ministrar disciplinas como professor responsável, compor colégios eleitorais para escolha de representantes em órgãos colegiados ou para consultas à comunidade promovidas pelos diversos organismos da Universidade. Art. 4º A proposta do interessado em participar do programa de serviços voluntários deverá ser entregue no órgão onde deseja desenvolver as atividades contendo: a) pedido do voluntário; b) plano de atividades com especificação clara e objetiva dos serviços a serem atendidos; c) datas de inicio e fim da participação no programa e respectiva carga horária semanal; d) curriculum vitae; e) comprovação dos meios de subsistência.

3 Art. 5º - O ingresso dependerá da aprovação: a) do grupo de área de atuação, da assembleia da unidade acadêmica e da Câmara Superior de Gestão de Pessoas, quando do exercício de atividades de ensino, pesquisa e extensão; b) da pró-reitoria correspondente e da Câmara Superior de Gestão de Pessoas, na hipótese de atividades culturais, esportivas e assistenciais quando não puderem ser abrigadas em uma Unidade Acadêmica. Parágrafo Único - A aprovação dependerá do julgamento do plano de trabalho apresentado, da qualificação acadêmica e profissional, tendo em vista o interesse institucional. Art 6º - O responsável pelo órgão envolvido deverá designar um servidor de seu quadro permanente para acompanhar e supervisionar o voluntário no âmbito de suas atividades. Art 7º - Compete ao Supervisor do voluntário: a) Supervisionar o andamento da prestação de serviço voluntário com o propósito de observar o fiel e estrito cumprimento do plano de trabalho; b) Comunicar imediatamente à chefia do órgão qualquer descumprimento do termo de adesão; c) Deliberar sobre as despesas a serem ressarcidas ao voluntário; d) Orientar sobre os procedimentos acadêmicos e administrativos da UNIFEI; e) Assinar o relatório final das atividades juntamente com o voluntário; f) Solicitar renovação, quando desejável, do termo de serviço voluntário com pelo menos 30 dias antes do término; g) Indicar os co-orientadores no caso de orientações de alunos da graduação e pós-graduação; h) Assinar o Termo de Serviço Voluntário e suas renovações. Art. 8º - O Serviço Voluntário será exercido por até 24 (vinte e quatro) meses e sua formalização ocorrerá por meio de Termo de Adesão ao Serviço Voluntário, na forma do Anexo I, celebrado entre a UNIFEI e o voluntário, junto à Diretoria de Pessoal. Art. 9º - A prestação de serviço voluntário poderá ser renovada, condicionada à avaliação do desempenho das atividades do voluntário e à manifestação favorável do órgão ao qual o mesmo está vinculado. Parágrafo Único - A renovação obedecerá ao disposto nos artigos 4º, 5º e 6º, concluída com a assinatura de novo Termo de Adesão.

4 Art O Termo de Adesão poderá ser rescindido, a qualquer tempo, por descumprimento do plano de trabalho e por manifestação escrita do voluntário ou da UNIFEI. Parágrafo Único - No caso descumprimento do plano de trabalho, não será permitida nova adesão do voluntário na UNIFEI. Art Ao voluntário e qualquer órgão da UNIFEI não será permitido o estabelecimento de outras condições além das explicitamente acordadas no Termo de Adesão ao Serviço Voluntário. Art. 12 Para o desenvolvimento das atividades descritas no Plano de Trabalho, o voluntário terá assegurado o direito de uso das bibliotecas, do e- mail institucional e de ambiente com equipamentos e material de consumo necessário. Parágrafo único - O voluntário deverá obedecer à legislação federal vigente, ao Estatuto, Regimento-Geral, normas e regulamentos da UNIFEI, devendo, ainda, acolher de forma receptiva a coordenação e a supervisão de suas atividades, mantendo assuntos confidenciais em absoluto sigilo, bem como dos bens públicos colocados à sua disposição. Art O voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que, comprovadamente, realizar no desempenho das atividades voluntárias, desde que expressamente autorizadas pela UNIFEI. Art. 14 O voluntário e o supervisor sujeitar-se-ão à responsabilização administrativa, civil e penal quantos aos atos praticados, de acordo com a legislação vigente. Art. 15 A titularidade, a confidencialidade e os ganhos econômicos relacionados à criação intelectual, decorrentes da prestação de serviços como voluntário, estarão sujeitos, em matéria de direito de propriedade intelectual, a aplicação das disposições legais vigentes idênticas às disciplinadas para os servidores da Universidade. Art. 16 Findo o período estabelecido no Termo de Adesão, o voluntário deverá encaminhar um relatório ao responsável pelo órgão onde foi lotado, descrevendo as atividades por ele desenvolvidas, assinado também pelo supervisor dos trabalhos. Parágrafo Único - O voluntário fará jus à declaração das atividades realizadas, emitida pela Diretoria de Pessoal.

5 Art. 17 Os casos omissos serão resolvidos pelo CEPEAd. Art. 18 Revogam-se as disposições contrárias em especial o Regulamento para o Serviço Voluntário na UNIFEI, aprovado pelo CEPEAd em 20/12/2006, na 36ª Reunião Ordinária, 303ª Resolução. Art. 19 Esta Norma entrará em vigor na data de sua aprovação pelo CEPEAd e respectiva publicação no Boletim Interno Semanal. Aprovado pela 303ª Resolução, na 36ª Reunião Ordinária, em 20/12/2006. Alterada pela 39ª Resolução, na 08ª Reunião Ordinária, em 19/04/2017. Professor Dagoberto Alves de Almeida Reitor

6 Anexo I Serviço Voluntário da UNIFEI Termo de Adesão nº.../ano Pelo presente, a Universidade Federal de Itajubá, Campus..., doravante denominada UNIFEI campus..., representada pelo seu Diretor de Pessoal (nome do diretor), e, portador do CPF nº e do RG nº, residente e domiciliado na Rua, na (cidade), doravante denominado VOLUNTÁRIO, resolvem, de comum acordo e nos termos da Norma aprovada pela Resolução nº /XXXX, do CEPEAd, com fundamento na Lei nº 9.608/1998, celebrar o presente TERMO DE ADESÃO, mediante as seguintes condições: CLÁUSULA PRIMEIRA: O VOLUNTÁRIO realizará na UNIFEI, junto ao...(especificar área)..., no período de / / a / /, as atividades descritas no respectivo Plano de Trabalho, o qual, sob a forma de Anexo, integra-se a este Termo. CLÁUSULA SEGUNDA: O VOLUNTÁRIO compromete-se a desenvolver unicamente as atividades descritas no respectivo plano de trabalho, com zelo, eficiência e lealdade, subordinando-se à execução do presente Termo, à legislação federal vigente, ao Estatuto, Regimento-Geral, normas e regulamentos da UNIFEI, em especial ao contido na Norma XXXX. CLÁUSULA TERCEIRA: O Serviço Voluntário será realizado de forma espontânea, sem percebimento de contraprestação financeira ou qualquer outro tipo de remuneração, não gerando vínculo de emprego nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária, tributária ou outra afim, na forma da legislação vigente. CLÁUSULA QUARTA: O VOLUNTÁRIO, para o desenvolvimento das atividades descritas no Plano de Trabalho, terá assegurado o direito de uso das Bibliotecas, institucional e de ambiente com equipamentos e material de consumo necessário. CLÁUSULA QUINTA: O VOLUNTÁRIO poderá ser ressarcido pelas despesas que, comprovadamente, realizar no desempenho das atividades voluntárias, desde que expressamente autorizadas pela UNIFEI. CLÁUSULA SEXTA: Qualquer produção técnica ou científica decorrente das atividades de Voluntário, durante a vigência do Termo de Adesão, deverá

7 mencionar o serviço prestado à UNIFEI, bem como ceder à UNIFEI os direitos relativos à propriedade intelectual. CLÁUSULA SÉTIMA: O VOLUNTÁRIO sujeitar-se-á à responsabilização administrativa, civil e penal quanto aos atos praticados, de acordo com a legislação vigente. CLÁUSULA OITAVA: Findo o período estabelecido nesse Termo de Adesão, o voluntário deverá encaminhar um relatório ao responsável pelo órgão onde foi lotado, descrevendo as atividades por ele desenvolvidas, assinado também pelo supervisor dos trabalhos CLÁUSULA NONA: Para dirimir as questões oriundas deste Termo de Adesão, será competente o foro da Justiça Federal de Minas Gerais/Pouso Alegre, renunciando as partes contratantes a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. E, por estarem de pleno acordo, assinam o presente Termo de Adesão na presença das testemunhas abaixo, em cinco vias de igual teor e forma, para que surta seus efeitos legais. (Cidade), de de. Voluntário Diretor de Pessoal Supervisor Testemunha 1 Testemunha 2

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE Art.1º- O presente Regulamento destina-se a fixar diretrizes

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº. 01/2011 de 25 de março de 2011

DELIBERAÇÃO Nº. 01/2011 de 25 de março de 2011 Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Conselho Universitário PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DELIBERAÇÃO Nº. 01/2011 de 25 de março de 2011 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

ICMS SÃO PAULO. Livro EXCELL.indd 44 10/04/14 17:11

ICMS SÃO PAULO. Livro EXCELL.indd 44 10/04/14 17:11 ICMS SÃO PAULO Livro EXCELL.indd 44 10/04/14 17:11 INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA DE CREDITOS DE ICMS - ESTADO DE SÃO PAULO DE FORMA ONEROSA contratante, CNPJ. Endereço, cidade, estado, na cidade

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Mangaratiba Gabinete do Prefeito

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Mangaratiba Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 3442, DE 07 OUTUBRO DE 2015. ESTABELECE NORMAS PARA O REQUERIMENTO DE LICENÇA TEMPORÁRIA PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS EM GERAL, NO MUNICÍPIO DE MANGARATIBA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO

Leia mais

CONTRATO DE RATEIO N 1/2015. l - PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE RATEIO N 1/2015. l - PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE RATEIO N 1/2015. l - PARTES CONTRATANTES O MUNICÍPIO DE CASTELO, inscrito no CNPJ sob N 27.165.638/0001-39, com sua sede administrativa na Prefeitura Municipal, situada na Av. Nossa Senhora

Leia mais

CONVÊNIO N O 0.07/2 O O 9

CONVÊNIO N O 0.07/2 O O 9 ~-PODER LEGISLATIVO SENADO FEDERAL CONVÊNIO N O 0.07/2 O O 9 Que entre si celebram o SENADO FEDERAL e a CAIXA ECON6MICA FEDERAL. A UNIÃO, por intermédio do SENADO FEDERAL, CNPJ no00.530.279/0001-15, doravante

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO MENOR DE PASSO FUNDO SEPLAN 054/2007 O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO PRESENCIAL N. 015/2016 CONTRA TO DE FORNECIMENTO DE PRODUTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS Contrato N. 019.2016, que entre si celebram o Município de São Francisco do Brejão -

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 139/2009/CONEPE Aprova alteração nas Normas Específicas do Estágio

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-Doutorado em Administração Diretrizes Gerais

Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-Doutorado em Administração Diretrizes Gerais Pós-Doutorado em Administração Diretrizes Gerais Outubro de 2003 1 1. Apresentação O Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais (CEPEAD), criado em 1992

Leia mais

Colégio de Procuradores de Justiça

Colégio de Procuradores de Justiça RESOLUÇÃO nº 003/2009/CPJ Colégio de Procuradores de Justiça Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do Ministério Público do Estado do Tocantins. O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA,

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DO ESTAGIÁRIO JULHO 2015 abatista@fatecbt.edu.br 03 a 14/08/2015 Matrícula de Estágio Supervisionado para os alunos que não constam no SIGA. 03 a 14/08/2015 Confirmação da

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Exatas Departamento de Ciências Contábeis

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Exatas Departamento de Ciências Contábeis Edital 02/2014 PROCESSO SELEIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: CONTABILIDADE RURAL. O da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (DCCO/UFVJM), nos termos

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO DECRETO Nº 11.887, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre o Estágio Remunerado de estudantes matriculados em Instituições Públicas ou Privadas de Ensino Superior e Médio Profissionalizante e dá outras

Leia mais

TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO PARA FORMAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO, VENDAS DE COTAS DE CONSÓRCIO, E DE AUTOS NOVOS EM GRUPOS DE CONSÓRCIOS.

TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO PARA FORMAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO, VENDAS DE COTAS DE CONSÓRCIO, E DE AUTOS NOVOS EM GRUPOS DE CONSÓRCIOS. TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO PARA FORMAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO, VENDAS DE COTAS DE CONSÓRCIO, E DE AUTOS NOVOS EM GRUPOS DE CONSÓRCIOS. Pelo presente termo de acordo e compromisso para administração, de um

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 03, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Conselho Universitário -CONSU RESOLUÇÃO Nº 03, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012. Dispõe sobre a utilização de espaços físicos do

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL CRM-ES Nº. 002/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL CRM-ES Nº. 002/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL CRM-ES Nº. 002/2014 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1. Pregão Presencial Tipo Menor Preço Global para contratação de Empresa Especializada para prestação de serviços de limpeza

Leia mais

Lei de Criação 372 13/02/1992

Lei de Criação 372 13/02/1992 CONTRATO N. º 002/CMM/2014 Estado de Rondônia Câmara Municipal de Ministro Andreazza Lei de Criação 372 13/02/1992 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO A CÂMARA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA RO, E

Leia mais

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012

SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS RESOLUÇÃO Nº 05/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br RESOLUÇÃO

Leia mais

3.1. Para execução dos SERVIÇOS objeto do presente CONTRATO, o CLIENTE deverá pagar à LIGHT o montante de R$ [XXXX] (xxxx por extenso xxxx).

3.1. Para execução dos SERVIÇOS objeto do presente CONTRATO, o CLIENTE deverá pagar à LIGHT o montante de R$ [XXXX] (xxxx por extenso xxxx). CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM, LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A, DE UM LADO, E XXXXXXXXXXX, DE OUTRO LADO. LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A, com sede na Av. Marechal Floriano

Leia mais

CONVÊNIO Nº XXX/ANO UNEMAT (Conforme ordem cronológica / controle interno da Coordenadoria de Contratos e Convênios)

CONVÊNIO Nº XXX/ANO UNEMAT (Conforme ordem cronológica / controle interno da Coordenadoria de Contratos e Convênios) CONVÊNIO Nº XXX/ANO UNEMAT (Conforme ordem cronológica / controle interno da Coordenadoria de Contratos e Convênios) CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO EDUCACIONAL QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE, A FUNDAÇÃO

Leia mais

Processo n. 126.677/09 Acordo de Cooperação n.º 2011/051.0

Processo n. 126.677/09 Acordo de Cooperação n.º 2011/051.0 Processo n. 126.677/09 Acordo de Cooperação n.º 2011/051.0 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA DOS DEPUTADOS, A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA (CNI), O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL Tendo em vista desenvolver esforços conjuntos nos domínios da cooperação e intercâmbio técnico e cultural, o CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE, pessoa

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 010/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LETRAS HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA MODALIDADE EaD. A Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas básicas das

Leia mais

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE PESQUISA

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 022/2009

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 022/2009 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 022/2009 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSUNI Nº 28/2014

RESOLUÇÃO CONSUNI Nº 28/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO CONSUNI Nº 28/2014 Cria o Laboratório de Análises Clínicas e Ensino em Saúde, Órgão Complementar do Instituto de Ciências Biológicas, e aprova

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

Instrução Normativa do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional

Instrução Normativa do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional Instrução Normativa do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional Instrução Normativa PPGA nº 05 de 05/04/2016 Aprova as Normas para Apresentação da Dissertação do Programa de Pós-graduação

Leia mais

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013

EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 EDITAL Nº 124/2013 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 008/2013 O MUNICÍPIO DE SERAFINA CORRÊA, RS, comunica aos interessados que está procedendo o CHAMAMENTO PÚBLICO, a contar de 21 de junho de 2013, no horário compreendido

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO PARA USO DE ESPAÇO PARA EVENTO

CONTRATO DE LOCAÇÃO PARA USO DE ESPAÇO PARA EVENTO CONTRATO DE LOCAÇÃO PARA USO DE ESPAÇO PARA EVENTO (minuta) Pelo presente instrumento, de um lado SINDICATO DOS SERVENTUÁRIOS DA JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ, CNPJ 84.409.051/0001-61, representada neste

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES CEP/HUOL REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONTRATO ADMINISTRATIVO PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DE ALAMBRADO NO ASILO BETEL, QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE CASTILHO e a empresa A. a Z. COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS Educar pela Pesquisa CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECOLÓGICA DA BAHIA COORDENAÇÃO TÉCNICA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA NORMAS COMPLEMENTARES PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO CEFET-BA Normas adicionais

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005.

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE UBERABA-MG CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. Aprova o Regulamento de Estágio dos Cursos do Centro Federal de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS DA ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO SECRETARIA GERAL DOS CONSELHOS DA ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 15/98 EMENTA: Revoga a Resolução Nº 71/89 deste Conselho e estabelece normas sobre afastamento para Pós-Graduação no Brasil e no Exterior dos servidores da UFRPE. O Presidente do Conselho

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado (nome da operadora), com sede na rua..., nº..., bairro..., em (nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

EDITAL N.º028/2016 INSCRIÇÕES E MATRICULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE DE 2016

EDITAL N.º028/2016 INSCRIÇÕES E MATRICULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE DE 2016 EDITAL N.º028/2016 INSCRIÇÕES E MATRICULAS PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE DE 2016 Prof. Me. João Batista Gomes de Lima, Magnífico Reitor do Centro Universitário São Camilo, no uso

Leia mais

Edital Interno 002/2016

Edital Interno 002/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ALUNOS BOLSITAS, PARA ATUAREM NO CURSO DE INGLÊS INSTRUMENTAL PREPARATÓRIO PARA O TESTE ANPAD, VOLTADO PARA SERVIDORES PÚBLICOS (DOCENTES E TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS)

Leia mais

MUNICÍPIO DE COQUEIRO BAIXO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Município da Canção Italiana

MUNICÍPIO DE COQUEIRO BAIXO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Município da Canção Italiana CONTRATO ADMINISTRATIVO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LAVAÇÃO DE VEÍCULOS E AFINS Nº61/2015 O MUNICIPIO DE COQUEIRO BAIXO-RS, pessoa jurídica de direito privado, com sede na Avenida Itália, nº1660, na

Leia mais

Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal RESOLUÇÃO PPGCA Nº 10/2014

Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal RESOLUÇÃO PPGCA Nº 10/2014 Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal RESOLUÇÃO PPGCA Nº 10/2014 A coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (PPGCA) da Universidade Estadual

Leia mais

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0

Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 Processo n. 109.169/07 CONTRATO N. 2008/225.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A CAPITAL EMPRESA DE SERVIÇOS GERAIS LTDA., PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MICROFILMAGEM E DIGITALIZAÇÃO DE

Leia mais

CONTRATO N. 020/2013 02 DO OBJETO

CONTRATO N. 020/2013 02 DO OBJETO Estado de Mato Grosso CÂMARA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS CNPJ. 00.177.279/0001-83 INSTRUMENTO CONTRATUAL de prestação de serviços de interprete de libras na Termo de Dispensa nº 03/2013. CONTRATO N. 020/2013

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO CONTRATO Nº 09/2002

DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO CONTRATO Nº 09/2002 DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO Processo nº 08038.002328/2001-34 CONTRATO Nº 09/2002 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO SITUADO NA CIDADE DE PALMAS, ESTADO DE TOCANTINS, QUE CELEBRAM DE UM LADO A UNIÃO,

Leia mais

CNPJ nº 04.446.959/0001-06. Rua Dr. Lauro Pinto, 245 - Lagoa Nova - CEP 59064-250 - Natal/RN. TERMO DE CONTRATO nº /2009

CNPJ nº 04.446.959/0001-06. Rua Dr. Lauro Pinto, 245 - Lagoa Nova - CEP 59064-250 - Natal/RN. TERMO DE CONTRATO nº /2009 CNPJ nº 04.446.959/0001-06. Rua Dr. Lauro Pinto, 245 - Lagoa Nova - CEP 59064-250 - Natal/RN. TERMO DE CONTRATO nº /2009 Pelo presente instrumento particular de Contrato para Convênio Comercial, de um

Leia mais

GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ

GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ DA DEFINIÇÃO MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Art. 1 - O GRUPO SOLIDARIEDADE DA ASSOCIAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS APOSENTADOS DO PARANÁ

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO STJ/GP N. 2 DE 3 DE MARÇO DE 2016. Regulamenta o porte de arma de fogo para os servidores que exercem funções de segurança no Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE

Leia mais

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 24 de abril de 2014.

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 24 de abril de 2014. RESOLUÇÃO CAS Nº 04/2014 DISPÕE A CRIAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO DO NÚCLEO DE PRÁTICAS CONTÁBEIS VINCULADO AO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DAS FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS FEMA. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016/FCNSV/DG

EDITAL Nº 001/2016/FCNSV/DG EDITAL Nº 001/2016/FCNSV/DG A Diretora Geral e a Vice-Diretora Geral da Faculdade Católica Nossa Senhora das Vitórias, no uso de suas atribuições e tendo como fundamento o Regimento Interno da Instituição,

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO Art. 1º O Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH (NAPMED-BH) foi criado

Leia mais

EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA INSTITUCIONAIS A SEREM DESENVOLVIDOS NOS CAMPI DO SISTEMA CEFET/RJ EDITAL APP-CAMPI 2014

EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA INSTITUCIONAIS A SEREM DESENVOLVIDOS NOS CAMPI DO SISTEMA CEFET/RJ EDITAL APP-CAMPI 2014 EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE PESQUISA INSTITUCIONAIS A SEREM DESENVOLVIDOS NOS CAMPI DO SISTEMA CEFET/RJ 1. INFORMAÇÕES GERAIS EDITAL APP-CAMPI 2014 A Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação (DIPPG) e o

Leia mais

EDITAL ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO PROGRAMA ADVOGADO JÚNIOR

EDITAL ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO PROGRAMA ADVOGADO JÚNIOR EDITAL ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO PROGRAMA ADVOGADO JÚNIOR Estão abertas, de 25 de Fevereiro a 07 de março do corrente ano, as inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Estágio

Leia mais

CONTRATO Nº 189/2012

CONTRATO Nº 189/2012 CONTRATO Nº 189/2012 Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa Jurídica de Direito Público, com sede na Av. Pereira Rego, 1665, representada neste ato por seu, Sr. LAURO MAINARDI,

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA DE MEDICINA ESPORTIVA Capítulo I da Liga e seus fins Art. 1º A Liga de Medicina Esportiva é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão da da Universidade

Leia mais

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA CONTRATO Nº Pelo presente instrumento particular de CONTRATO PARA CREDENCIAMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016.

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital para abertura das inscrições, visando à seleção

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016

SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016 SECRETARIA DE ESTADO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS - SEJUDH EDITAL SEC/SADH/SEJUDH Nº. 004/2016 EDITAL DE ELEIÇÃO DOS MEMBROS DA SOCIEDADE CIVIL DO CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DOS DIREITOS DA PESSOA COM

Leia mais

PET Humanidades Centro das Humanidades/UFOB Rua Prof. José Seabra, S/N, Centro, 47850-100, Barreiras, Ba. E-mail: pet-humanidades@ufob.edu.

PET Humanidades Centro das Humanidades/UFOB Rua Prof. José Seabra, S/N, Centro, 47850-100, Barreiras, Ba. E-mail: pet-humanidades@ufob.edu. PET Humanidades Centro das Humanidades/UFOB Rua Prof. José Seabra, S/N, Centro, 47850-100, Barreiras, Ba. E-mail: pet-humanidades@ufob.edu.br EDITAL PET BI Humanidades/Centro das Humanidades 2014 SELEÇÃO

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO DE IBIRAPUITÃ, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

Despacho n.º /2015. Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)

Despacho n.º /2015. Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) Despacho n.º /2015 Regulamento Académico dos Cursos de Pós-Graduação não Conferentes de Grau Académico do Instituto (IPLeiria) Preâmbulo Nos termos do n.º 1 do artigo 15.º da Lei n.º 46/86, de 14.10 1,

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006 MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PORTARIA Nº 754, DE 3 DE OUTUBRO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da

Leia mais

M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS

M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS CONTRATO 172/2014 CREDOR VALOR 32.010,00 DATA 23.10.2014 M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS ARTESIANOS CONTRATO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA MT E A EMPRESA M.S PRESTADORA DE SERVIÇOS EM POÇOS

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 002, de 28 de fevereiro de 2000

RESOLUÇÃO n o 002, de 28 de fevereiro de 2000 RESOLUÇÃO n o 002, de 28 de fevereiro de 2000 Aprova Regimento da Assessoria Jurídica da FUNREI ASJUR O Presidente do Conselho Deliberativo Superior da Fundação de Ensino Superior de São João del-rei FUNREI,

Leia mais

CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO DE FUNDO DE ARRECADAÇÃO

CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO DE FUNDO DE ARRECADAÇÃO CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO DE FUNDO DE ARRECADAÇÃO CONTRATADA: Comissão Organizadora dos Eventos de Formatura do mês de Dezembro de 2010 do curso de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, denominada

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA - FAEPU, no uso

Leia mais

ANEXO III CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO III CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO III CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO QUE ENTRE SI FORMALIZAM, DE UM LADO O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO - RS E, DE OUTRO, A EMPRESA XXXXXXXXXX PARA O FIM QUE NELE SE DECLARA.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011.

RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. RESOLUÇÃO Nº 46/2011, de 03 de novembro de 2011. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO AO ENSINO E PESQUISA

FUNDAÇÃO DE AMPARO AO ENSINO E PESQUISA e-mail: faep@faep.org.br - CEP: 08780-2 - Mogi das Cruzes SP CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÃO DE PESQUISADORES- BOLSISTAS Nº001 /2014 POR FORÇA DO CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE A UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES E A

Leia mais

EDITAL Nº 003/2016-PROPPG, de 07 de março de 2016.

EDITAL Nº 003/2016-PROPPG, de 07 de março de 2016. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À TRADUÇÃO PARA LÍNGUA ESTRANGEIRA E PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS DE SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (PIPART/IFG) EDITAL Nº 003/2016-PROPPG,

Leia mais

Art. 5º - A operação do SIDS será executada segundo as diretrizes enunciadas no art. 4º da Lei nº 13.968, de 2001.

Art. 5º - A operação do SIDS será executada segundo as diretrizes enunciadas no art. 4º da Lei nº 13.968, de 2001. Institui o Sistema Integrado de Defesa Social de que trata o inciso I do art. 2º, da Lei Delegada nº 56, de 29 de janeiro de 2003, no âmbito da Secretaria de Estado de Defesa Social. O Governador do Estado

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 528, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. Estabelece procedimentos relacionados com a instrução de processos de autorização para funcionamento, alterações

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 0558-2009-01 MÉDICO FISIATRA DS/REABILITAÇÃO R$ 4.105,18-20 horas semanais SESI-SP

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 0558-2009-01 MÉDICO FISIATRA DS/REABILITAÇÃO R$ 4.105,18-20 horas semanais SESI-SP EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 0558-2009-01 MÉDICO FISIATRA DS/REABILITAÇÃO R$ 4.105,18-20 horas semanais SESI-SP A Diretoria de Recursos Humanos do SESI-SP abre inscrições para candidatos interessados

Leia mais

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS - IIP PROGEPE Nº 001/2016 PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Dispõe sobre os procedimentos para afastamento parcial, no país, ou integral, no país ou no

Leia mais

ClRe CONSÓRCIO INTERMUNICIP AL DA REGIÃO

ClRe CONSÓRCIO INTERMUNICIP AL DA REGIÃO ClRe CONSÓRCIO INTERMUNICIP AL DA REGIÃO ~~âi~~~ CENTRO DO ESTADOIRS - CIICENTRO. -.': ->,. "'--t.. CONTRATO DE PROGRAMA W 26/2015 Contrato de Programa que, nos termos do autorizado no Contrato do Consórcio

Leia mais

Regulamento do Auditor Padi

Regulamento do Auditor Padi 1 de 7 1. OBJETIVO Caracterizar os auditores externos do Padi Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem, classificando-os e definindo os critérios de sua seleção, suas qualificações, competências

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo

Prefeitura do Município de Carapicuíba Estado de São Paulo EDITAL Nº 16/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Dispõe sobre abertura das inscrições de Oficineiros, previstos na Lei Municipal nº 3184 de 21 de 2013, para ministração de oficinas no Projeto JOVENS

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSELHO SUPERIOR Nº 01 de 30 de setembro de 2.010. Aprova normas para preenchimento dos cargos da Diretoria Executiva da FUNDECT.

DELIBERAÇÃO CONSELHO SUPERIOR Nº 01 de 30 de setembro de 2.010. Aprova normas para preenchimento dos cargos da Diretoria Executiva da FUNDECT. DELIBERAÇÃO CONSELHO SUPERIOR Nº 01 de 30 de setembro de 2.010 Aprova normas para preenchimento dos cargos da Diretoria Executiva da FUNDECT. O Conselho Superior da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento

Leia mais

Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS

Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS Regulamento de Estágios da ESTBarreiro/IPS Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento define o regime de estágios curriculares aplicável aos cursos: a) De Especialização Tecnológica; b) De Licenciatura;

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS EDITAL N 001/2014 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LETRAS:

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016

EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016 EDITAL Nº 01/2016, DE 07 DE JUNHO DE 2016 SELEÇÃO DE SERVIDORES TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DO ACRE PARA AFASTAMENTO INTEGRAL PARA QUALIFICAÇÃO NO ANO DE 2016 A Reitora do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1113/2014 - CONSU, de 06 de outubro de 2014.

RESOLUÇÃO Nº 1113/2014 - CONSU, de 06 de outubro de 2014. Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará - UECE Secretaria dos Órgãos de Deliberação Coletiva - SODC RESOLUÇÃO Nº 1113/2014 - CONSU,

Leia mais

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013

SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL/2013 EDITAL N 005/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO JOÃO DOS PATOS DIRETORIA GERAL NÚCLEO DE ASSISTENCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE ASSISTENCIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA UNILAB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA UNILAB RESOLUÇÃO N 19/2015, DE 06 DE NOVEMBRO DE 2015. Dispõe sobre a criação do Programa de Professor(a) Colaborador(a) Voluntário(a) (PPCV) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE (COEMA) RESOLUÇÃO COEMA Nº 016/09

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE (COEMA) RESOLUÇÃO COEMA Nº 016/09 GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE (COEMA) 1 RESOLUÇÃO COEMA Nº 016/09 Publicada no DOE Nº. 4634 de 04/12/2009. Regulamenta as pesquisas científicas nas Unidades de Conservação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA NOME DO CENTRO NOME DO DEPARTAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR POR PRAZO DETERMINADO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA NOME DO CENTRO NOME DO DEPARTAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR POR PRAZO DETERMINADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA NOME DO CENTRO NOME DO DEPARTAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR POR PRAZO DETERMINADO EDITAL N 01/2016 A Chefe do Departamento de Direito, do Centro

Leia mais

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MANUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU APRESENTAÇÃO A disputa por uma vaga no mercado de trabalho está cada vez mais intensa, tornando os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu indispensáveis. Fazê-los em uma

Leia mais

1. DO OBJETIVO 2. DOS REQUISITOS

1. DO OBJETIVO 2. DOS REQUISITOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS SETOR DE BOLSAS ESTUDANTIS AUXÍLIO TRANSPORTE 1º SEMESTRE EDITAL Nº. 011/2016, 20 DE ABRIL DE 2016 A Pró-Reitora de Assuntos Estudantis,

Leia mais

CONTRATO 012/2010. Contratação de empresa para fornecimento de Refeições (Almoço), para atividades

CONTRATO 012/2010. Contratação de empresa para fornecimento de Refeições (Almoço), para atividades PROCESSO Nº 129710/2010 PREGÃO Nº 002/2010 UNIOESTE/CAMPUS DE TOLEDO CONTRATO 012/2010 CLÁUSULA PRIMEIRA OBJETO Contrato objetivando a seleção de propostas visando registro de preços de serviços de Alimentação

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA Convênio n 05/2015/MPGO CONVÊNIO CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS E A UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL LTDA, Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012

CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 CONVÊNIO ICMS 108, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 Autoriza o Estado de São Paulo a dispensar ou reduzir multas e demais acréscimos legais mediante parcelamento de débitos fiscais relacionados com o ICM e o

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA ANEXO II REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES I Das Atividades Artigo 1º As Atividades Complementares estão de acordo com as políticas do Conselho Nacional de Educação

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL PERMANENTE/ EQUIPAMENTOS PARA ÁUDIO, VÍDEO E FOTO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES

Leia mais

EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA

EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR VOLUNTÁRIO ÁREA DE CONHECIMENTO: EVOLUÇÃO DOS SERES VIVOS E ECOLOGIA O Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha

Leia mais

TERMO DE CREDENCIAMENTO CONTRATO N. 380/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013

TERMO DE CREDENCIAMENTO CONTRATO N. 380/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 TERMO DE CREDENCIAMENTO CONTRATO N. 380/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 TERMO DE CREDENCIAMENTO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE, AMBULATORIAIS E HOSPITALARES.

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO Pelo presente instrumento particular, Os administradores da Companhia de Tecidos Norte de Minas COTEMINAS, companhia aberta com sede na cidade de Montes Claros, Estado de Minas Gerais, na Av. Magalhães

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2015/PEQ Dispõe sobre os procedimentos para seleção

Leia mais