ROTEIRO DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PARA ANALISTA DO BACEN NOÇÕES GERAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PARA ANALISTA DO BACEN NOÇÕES GERAIS"

Transcrição

1 ROTEIRO DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PARA ANALISTA DO BACEN NOÇÕES GERAIS 1) Espécies de Entidade familiar a. Família matrimonial (casamento). b. Família informal (união estável). c. Família monoparental (um dos pais e descendentes). i. Família monoparental atípica: ascendente em grau superior aos pais (como avôs) e seus descendentes. Maria Berenice não emprega o adjetivo atípica. d. Outras entidades familiares: i. Família anaparental: sem relação de ascendência. Ex.: irmãos, tios, primos, sobrinhos. ii. Família pluriparental, mosaico ou reconstituída: pessoas com filho de relacionamentos anteriores. Padrasto ou madrastas com seu enteado. 2) Família paralelas: duas ou mais relações afetivas com ciência e aceitação de todos. Baseia-se no poliarismo. a. STJ não admite uniões estáveis paralelas ou simultâneas. 3) Concubinato (impuro): não é entidade familiar (art. 1727, NCC) a. Teoria da sociedade de fato. 4) Casamento e união homoafetivas (STF e STJ). UNIÃO ESTÁVEL (art e ss) 5) Legislação: a. Art e ss, CC. b. Lei nº 9.278/96. c. Lei 8.971/94. 6) Requisitos da união estável. a. Duas pessoas. b. Convivência pública, contínua e duradoura. c. Objetivo de constituir família. d. Dispensável a vivência sob o mesmo teto (Súmula n. 382/STF: "a vivência sob o mesmo teto, more uxorio, não é indispensável à caracterização do concubinato").

2 7) União estável por pessoa casada, apenas se estiver separada de fato ou judicialmente (art , 1º, CC). 8) Conversão da união estável em casamento: pedido ao juiz (art , CC). 9) Contrato de convivência: define regime de bens (art , CC). CASAMENTO (art a 1.590) 10) Caracteres do casamento: a. Solenidade (formalidades). b. Dissolubilidade (divórcio). 11) Pressupostos matrimonias ( = requisitos de existência). a. Manifestação de vontade. Silêncio não é suficiente. b. Pessoas, ainda que do mesmo sexto. c. Celebração propriamente dita. d. Autoridade celebrante materialmente competente. i. Se a incompetência for territorial, tem-se anulabilidade (art. 1550, VI, CC). Obs.: mesmo no caso de inexistência, pode-se aplicar regras de casamento putativo (art , CC). 12) Requisitos matrimoniais ( = requisitos de validade) a. Nulidade: art , CC. b. Anulabilidade: art , CC. 13) Processo de habilitação de casamento (arts e ss, cc) a. 4 fases: i. Documentação (art , CC). ii. Publicação de proclamas. iii. Certificado de habilitação. iv. Registro da habilitação no cartório. 14) Impedimentos matrimoniais (art , CC). a. Nulidade (art , CC). 15) Causas suspensivas (art , CC). a. Casamento irritual ou irregular: casamento sob causa suspensiva. b. Sanções: i. Regime da separação legal (art , I, CC). ii. No caso da causa suspensiva do art , III, haverá hipoteca legal em proveito do filho (art , II, CC).

3 16) Espécies de casamento: a. Inexistente. b. Nulo. c. Anulável. d. Irritual ou irregular. e. Putativo (art ). f. Nuncupativo, in extremis ou in articulo mortis (arts e 1.541, CC). g. No caso de moléstia grave (art , CC). h. Por procuração (art , CC) 17) Extinção do vínculo conjugal (art e ss, CC). a. Extinção do vínculo conjugal: i. Invalidade ii. Morte iii. Divórcio b. Separação: só extingue sociedade conjugal, mas não vínculo conjugal. i. EC 66/2010: controvérsia sobre extinção da separação. Prevalece a corrente da sua revogação. c. Relevância da discussão de culpa: i. Alimentos necessários ou naturais (art , 2º, e 1704, pu, CC. ii. Perda do sobrenome de casado (art , CC). 18) Efeitos do casamento. a. Social: constituição de uma família. b. Pessoal: estado civil de casado e acréscimo de sobrenome. c. Patrimonial: mútua assistência, dever de sustento dos filhos, regime de bens, sucessão, usufruto sobre bens dos filhos. RELAÇÕES DE PARENTESCO (art e ss, CC) Disposições gerais 19) Parentesco: a. É ilimitado na linha reta (art , CC). b. Estende-se até o quarto grau na linha colateral ou transversal (art , CC). c. Cônjuge e companheiro não são parentes. São institutos próprios de direito de família.

4 20) Parentesco natural (= por consanguinidade) e civil (= outra origem). Art , CC. a. Parentesco civil: i. Adoção. ii. Parentalidade socioafetiva. iii. Parentesco decorrente de reprodução assistida, como na inseminação artifical heteróloga. 21) Parentesco por afinidade (art , 2º, CC). a. Ilimitado na linha reta. Jamais se extingue, mesmo após dissolução do casamento ou da união estável. b. Estende-se até irmãos do cônjuge ou do companheiro (cunhados). Filiação 22) Mater semper certa est et pater is est quem nuptia demonstrant (a maternidade é sempre certa, e a paternidade é presumida). a. Flexibilização: certeza do DNA, trocas de recém-nascidos em maternidade, reprodução assistida. 23) Presunção de paternidade (art e 1.599, CC). a. Só para casamentos. b. Controvérsia sobre extensão à união estável, especialmente se esta tiver sido registrada no RCPN. c. CNJ admite registro do filho fruto de reprodução assistida mediante declaração de apenas um dos companheiros, desde que este apresente o termo de consentimento sobre a reprodução assistida com a assinatura do outro companheiro (provimento CNJ 52/2016). Reconhecimento de filhos 24) Imprescritibilidade da ação de investigação de paternidade (art. 27, ECA). 25) Art , CC e a ação negatória de paternidade a. Decadência de 4 anos: desnecessidade investigar paternidade verdadeira. b. Após os 4 anos seguintes à maioridade ou à emancipação: cancelamento da paternidade registral tem de ser consequência da procedência de investigação de paternidade contra o verdadeiro pai. 26) Recusa ao exame de DNA. a. Presunção relativa (Súmula n. 301/STJ e arts. 231 e 232, CC). b. Deve haver prova indiciária mínima do relacionamento íntimo. 27) Adoção à brasileira e paternidade socioafetiva.

5 ALIMENTOS (arts e ss) 28) Classificação dos alimentos. a. Quanto à natureza: i. Alimentos civis ou côngruos (art , caput). ii. Alimentos naturais ou necessários (art , 2º, e 1.704, pu, CC). iii. Alimentos compensatórios. 29) Maioridade do filho não implica cancelamento automático da pensão alimentícia, que, com a extinção do poder familiar, poderá ser devida por força da relação de parentesco (arts , IV, 1.579, e do NCC). Antes, o dever alimentar decorria do poder familiar. Daí porque o cancelamento de pensão alimentícia de filho que atingiu a maioridade está sujeito à decisão judicial, mediante contraditório, ainda que nos próprios autos (Súmula n. 358/STJ).

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos Direito Matrimonial o Conceito: o Natureza jurídica do casamento: o Finalidades do casamento: o Princípios do casamento: o Esponsais

Leia mais

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento Sumário 1 Introdução ao Direito de Família 1.1 Compreensão 1.2 Lineamentos Históricos 1.3 Família Moderna. Novos Fenômenos Sociais 1.4 Natureza Jurídica da Família 1.5 Direito de família 1.5.1 Características

Leia mais

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85 Sumário Nota do Autor à lfi edição, xiii 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 2 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da

Leia mais

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO DE FAMÍLIA Temas recorrentes FAMÍLIA casamento; regime de bens partilha Alteração SUCESSÕES vocação

Leia mais

Conceito: é a relação afetiva ou amorosa entre homem e mulher, não adulterina ou incestuosa, com estabilidade e durabilidade, vivendo ou não sob o

Conceito: é a relação afetiva ou amorosa entre homem e mulher, não adulterina ou incestuosa, com estabilidade e durabilidade, vivendo ou não sob o União Estável Conceito: é a relação afetiva ou amorosa entre homem e mulher, não adulterina ou incestuosa, com estabilidade e durabilidade, vivendo ou não sob o mesmo teto, com o objetivo de constituir

Leia mais

DCV 0411 Direito de Família. Critério de Correção da Prova Bimestral 1º semestre de Turma 21

DCV 0411 Direito de Família. Critério de Correção da Prova Bimestral 1º semestre de Turma 21 DCV 0411 Direito de Família Critério de Correção da Prova Bimestral 1º semestre de 2016 Turma 21 1. Casamento nuncupativo é o que se realiza quando algum dos contraentes estiver em iminente risco de vida,

Leia mais

Sumário 1.1. A FAMÍLIA ATRAVÉS DOS TEMPOS: DA GESTÃO MASCULINA AUTÔ- NOMA À INGERÊNCIA ESTATAL... 21

Sumário 1.1. A FAMÍLIA ATRAVÉS DOS TEMPOS: DA GESTÃO MASCULINA AUTÔ- NOMA À INGERÊNCIA ESTATAL... 21 Sumário 1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DE FAMÍLIA... 21 1.1. A FAMÍLIA ATRAVÉS DOS TEMPOS: DA GESTÃO MASCULINA AUTÔ- NOMA À INGERÊNCIA ESTATAL... 21 1.2. O AVANÇO DA INTERVENÇÃO ESTATAL E SUA INEFICIÊNCIA...

Leia mais

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Direito de Família Prof. Marcio Pereira Direito de Família O Direito de Família divide-se em quatro espécies: direito pessoal, direito patrimonial, união estável, tutela e curatela. Casamento

Leia mais

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 1 ANO: 2016 C/H: 33 AULAS: 40 PLANO DE ENSINO

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 1 ANO: 2016 C/H: 33 AULAS: 40 PLANO DE ENSINO CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 1 ANO: 2016 C/H: 33 AULAS: 40 DISCIPLINA: DIREITO CIVIL V PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: Entender o Direito de Família, obtendo uma formação crítica e social diante

Leia mais

AULA 14. União estável. Concubinato. Arts a 1.727, CC. Art. 226, 3º, CF. Leis nº 9.278/96 e nº 8.971/94. 1

AULA 14. União estável. Concubinato. Arts a 1.727, CC. Art. 226, 3º, CF. Leis nº 9.278/96 e nº 8.971/94. 1 Quem junta com fé, casado é. (Sabedoria popular) AULA 14 União estável. Concubinato. Arts. 1.723 a 1.727, CC. Art. 226, 3º, CF. Leis nº 9.278/96 e nº 8.971/94. 1 BREVE HISTÓRICO CC/1916: UNIÃO ESTÁVEL

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 Disciplina: Direito Civil V Departamento II: Direito Privado Docente Responsável: Daniele Cristina Pavin Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 5º Ano Objetivos:

Leia mais

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO PALESTRA CASAMENTO 1 1. VISÃO CONSTITUCIONAL - A Constituição Federal de 1988 inovou ao estabelecer novas formas constitutivas de família, além do casamento; - A família só era constituída pelo casamento;

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007 PROJETO DE LEI N.º, DE 2007 Regulamenta o artigo 226 3º da Constituição Federal, união estável, institui o divórcio de fato. O Congresso Nacional decreta: DA UNIÃO ESTAVEL Art. 1º- É reconhecida como entidade

Leia mais

Prof. Rodrigo Miranda Pereira; Profa Teodolina Batista da S. C. Vitório, Prof. Leandro Soares Lomeu DOCENTE CARGA HORÁRIA

Prof. Rodrigo Miranda Pereira; Profa Teodolina Batista da S. C. Vitório, Prof. Leandro Soares Lomeu DOCENTE CARGA HORÁRIA CURSO DISCIPLINA DOCENTE PERÍODO CARGA HORÁRIA EMENTA OBJETIVOS DIREITO Direito de Família Prof. Rodrigo Miranda Pereira; Profa Teodolina Batista da S. C. Vitório, Prof. Leandro Soares Lomeu 5 P 80 h Família.

Leia mais

Direito de Família. 2. Princípios de direito de família:

Direito de Família. 2. Princípios de direito de família: Direito de Família 1. Aspectos Constitucionais do direito de família: Houve uma constitucionalização do direito civil, como referido entre outras aulas. Ela começa pelo art. 226 da CRFB 1, o qual possui

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 2742 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: DIREITO CIVIL VI - FAMILIA Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: NOITE Período: 8 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL 60

Leia mais

UNIÃO ESTÁVEL. Profª. Danielle Nunes

UNIÃO ESTÁVEL. Profª. Danielle Nunes UNIÃO ESTÁVEL Profª. Danielle Nunes 1 PRIMEIRAS NORMAS Decreto lei nº. 7.036/1944, que reconheceu a companheira como beneficiária de indenização no caso de acidente de trabalho de que foi vítima o companheiro.

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO

ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR PRÓLOGO Capítulo I DIREITO DE FAMÍLIA 1. Conceito 2. Divisão 3. Natureza do direito de família 4. Fontes do direito de família 5. A família 6. Autonomia da comunhão de

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR317 Direito de família e sucessões

Programa Analítico de Disciplina DIR317 Direito de família e sucessões Catálogo de Graduação 01 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA DIREITO CIVIL - FAMÍLIA PROF: FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS DATA: 10/02/2011

DIREITO DE FAMÍLIA DIREITO CIVIL - FAMÍLIA PROF: FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS DATA: 10/02/2011 DIREITO DE FAMÍLIA Antes da Constituição de 1988 a família se constituía somente pelo casamento. A Constituição de 1988 adotou o princípio da pluralidade das famílias, prevendo, no art. 226 1 três espécies

Leia mais

Do Casamento Conceito clássico. Do Casamento. Do Casamento Conceito. Do Casamento Conceito. Do Casamento Natureza Jurídica. Do Casamento Conceito

Do Casamento Conceito clássico. Do Casamento. Do Casamento Conceito. Do Casamento Conceito. Do Casamento Natureza Jurídica. Do Casamento Conceito Do Casamento Conceito clássico Do Casamento O casamento é ato solene pelo qual duas pessoas de sexos diferentes se unem para sempre sob a promessa recíproca de fidelidade no amor e da mais estreita comunhão

Leia mais

Pós-Graduação. Direito das Famílias e das Sucessões

Pós-Graduação. Direito das Famílias e das Sucessões Pós-Graduação Direito das Famílias e das Sucessões - 2017 Disciplinas: 1) Evolução Histórica do Direito das Famílias: do Patriarcalismo à Afetividade, Avanços e Retrocessos 2) Contornos Contemporâneos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Das várias espécies de casamento Marcus Vinícius Pessoa Cavalcanti Villar* Da celebração do casamento Com a habilitação, os interessados requererão ao juiz competente pela legislação

Leia mais

Caderno Eletrônico de Exercícios Direito de Família

Caderno Eletrônico de Exercícios Direito de Família 1) Com quantos anos uma pessoa atinge a maioridade civil? a) 15 anos b) 18 anos c) 65 anos d) 21 anos 2) Os impedimentos de casamento estão relacionados no art.1521 do C.C. Sua infração causa a nulidade

Leia mais

Estrutura familiar e dinâmica social

Estrutura familiar e dinâmica social Estrutura familiar e dinâmica social Introdução Neste trabalho pretendendo tratar minuciosamente sobre o conceito e relevância social do parentesco; a família enquanto grupo específico e diferenciado de

Leia mais

Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Invalidade do Casamento Casamento Nulo Art. 1.548. É nulo

Leia mais

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Do Regime de Bens Prof. Marcio Pereira Regime de Bens É o estatuto patrimonial que vigora entre os cônjuges durante o casamento. São aplicáveis os seguintes princípios: Princípio da variedade

Leia mais

Natureza jurídica da família:

Natureza jurídica da família: Família Conceito de família família é um grupo de pessoas ligadas entre si por relações pessoais e patrimoniais resultantes do casamento, da união estável e do parentesco ( 4º do art. 226, CF). Comentários

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Conceito de família; Conteúdo e Conceito do Direito de Família; Natureza da Divisão; Divisão da matéria; Eficácia horizontal dos

Leia mais

Direito de Família. 1. Princípios do Direito de Família:

Direito de Família. 1. Princípios do Direito de Família: Direito de Família 1. Princípios do Direito de Família: a. Dignidade da Pessoa Humana (art.1º, III, CF/88) 1 : a pessoa humana deve ser tratada com dignidade. No âmbito do direito de família ressalta-se

Leia mais

1 Considerações Iniciais:

1 Considerações Iniciais: DISSOLUÇÃO DA SOCIEDADE CONJUGAL E DO CASAMENTO: Prof.a Dra Cíntia Rosa Pereira de Lima 1 Considerações Iniciais: CC/16: indissolubilidade do vínculo matrimonial. - desquite: fim dever de fidelidade e

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Os direitos dos companheiros na união estável. Sandra Ressel * A União estável é um instituto que consiste na união respeitável, a convivência contínua, duradoura e pública, entre

Leia mais

Capítulo 1 Introdução ao Direito de Família. Capítulo 2 Noção de Família. Capítulo 3 Direitos Fundamentais e Princípios de Direito de Família

Capítulo 1 Introdução ao Direito de Família. Capítulo 2 Noção de Família. Capítulo 3 Direitos Fundamentais e Princípios de Direito de Família Capítulo 1 Introdução ao Direito de Família 1.1. O Direito de Família e o Código Civil 1.2. A descodificação do Direito de Família 1.3. A organização jurídica da família 1.4. A diversidade familiar 1.4.1.

Leia mais

7. Casamento inválido. 7. Casamento inválido -> Casamento Inexistente. São de três espécies: Requisitos de Exisitência:

7. Casamento inválido. 7. Casamento inválido -> Casamento Inexistente. São de três espécies: Requisitos de Exisitência: 7. Casamento inválido São de três espécies: A) Casamento Inexistente B) Casameto Nulo 7. Casamento inválido -> Casamento Inexistente Requisitos de Exisitência: 1. Deferença de sexo 2. Consentimento 3.

Leia mais

Modificações no Estatuto das Famílias

Modificações no Estatuto das Famílias Modificações no Estatuto das Famílias Projeto de Lei 2.285/2007, apensado ao PL 675/2007 PROJETO ORIGINAL deputado Sérgio Barradas (PT-BA) Art. 91 Constituindo os pais nova entidade familiar os direitos

Leia mais

Caderno de apoio Master MASTER /// JURIS

Caderno de apoio Master MASTER /// JURIS Turma e Ano: Master A (2015) Matéria/Aula: Direito Civil Família e Sucessões Aula 10 Data: 09.04.2015 Professor: Andréa Amin Conteúdo: Art 1727; Parentesco e filiação; Ação negatória Monitora: Carmen Shimabukuro

Leia mais

O CONCEITO DE FAMÍLIA E SUA ORGANIZAÇÃO JURÍDICA Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka

O CONCEITO DE FAMÍLIA E SUA ORGANIZAÇÃO JURÍDICA Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka Sumário Capítulo 1 O CONCEITO DE FAMÍLIA E SUA ORGANIZAÇÃO JURÍDICA... 27 Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka 1.1. Breve histórico do Direito de Família... 28 1.2. Evolução legislativa... 30 1.3. A

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 016/2017

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 016/2017 PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 016/2017 A DEFENSORA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ, no exercício de suas atribuições legais, promove a abertura de

Leia mais

ÍNDICE GERAL PARTE GERAL

ÍNDICE GERAL PARTE GERAL ÍNDICE GERAL Nota à 2.a edição... 7 Preâmbulo...9 Advertência... 11 Principais abreviaturas...13 Quadro I - Sistematização do Código C ivil...15 Quadro II - Direito da Fam ília...17 PARTE GERAL CAPÍTULO

Leia mais

DA CELEBRAÇÃO E DA PROVA DO CASAMENTO (ARTIGOS AO 1.547, DO CC)

DA CELEBRAÇÃO E DA PROVA DO CASAMENTO (ARTIGOS AO 1.547, DO CC) DA CELEBRAÇÃO E DA PROVA DO CASAMENTO (ARTIGOS 1.533 AO 1.547, DO CC) DA CELEBRAÇÃO DO CASAMENTO A Celebração do Casamento é um ato formal, público e solene, que envolve a manifestação livre e consciente

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: DIREITO CIVIL VII Código da Disciplina: JUR 302 Curso: DIREITO Semestre de Oferta da Disciplina: 8º Faculdade Responsável: DIREITO Programa em vigência a partir de: 2015

Leia mais

DEBATE SOBRE HOMOAFETIVIDADE. Ms. Raquel Schöning; Ms Anna Lúcia Mattoso Camargo; Ms. Gislaine Carpena e Ms. Adriana Bina da Silveira.

DEBATE SOBRE HOMOAFETIVIDADE. Ms. Raquel Schöning; Ms Anna Lúcia Mattoso Camargo; Ms. Gislaine Carpena e Ms. Adriana Bina da Silveira. DEBATE SOBRE HOMOAFETIVIDADE Ms. Raquel Schöning; Ms Anna Lúcia Mattoso Camargo; Ms. Gislaine Carpena e Ms. Adriana Bina da Silveira. Temáticas: Casamento União estável: efeitos (Bina); Novas famílias

Leia mais

STJ ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

STJ ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ~d c:~ FAMÍLIA SUCESSÕES INVENTÁRIO PARTILHA ADOçÃO ALIMENTOS DIVÓRCIO INVESTIGAÇÃO DE PATERNIDADE UNIÃO ESTÁVEL CONCUBINATO ~ ~ 2015,,~ CRONÜS EDITORA CRONUS 2015 Revisão:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 113/2016

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 113/2016 PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 113/2016 A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ, no exercício de suas atribuições legais, promove a abertura

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL - Este documento deve ser preenchido pelo dono do imóvel -

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL - Este documento deve ser preenchido pelo dono do imóvel - ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL - Este documento deve ser preenchido pelo dono do imóvel - Nome: Estado Civil: Profissão:, inscrito (a) no CPF sob o nº, portador(a) do RG nº, residente e domiciliado(a)

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br As Espécies De Famílias E Ampliação Do Conceito De Entidade Familiar Com A Constituição Federal De 1988 E O Código Civil De 2002. Mariana Brasil Nogueira * A disciplina legal da

Leia mais

Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 3 Tribunal de Justiça: composição, órgãos, competência.

Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 3 Tribunal de Justiça: composição, órgãos, competência. Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 1 Divisão e organização judiciária do Estado da Bahia. 2 Comarcas. 2.1 Classificação, sede. 2.2 Distritos judiciários.

Leia mais

I (revogado); II (revogado); III (revogado)...

I (revogado); II (revogado); III (revogado)... REDAÇÃO ATUAL Art. 3º São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil: I - os menores de dezesseis anos; II - os que, por enfermidade ou deficiência mental, não tiverem o necessário

Leia mais

INTRODUÇÃO. BIBLIOGRAFIA: Curso, p (a actualizar em função das alterações resultantes da Lei 23/2010)

INTRODUÇÃO. BIBLIOGRAFIA: Curso, p (a actualizar em função das alterações resultantes da Lei 23/2010) INTRODUÇÃO A. Noção jurídica de família 1. Noção geral 2. As "fontes" de relações jurídicas familiares a) casamento (remissão) b) parentesco (especial relevo da filiação - remissão) c) afinidade d) adopção

Leia mais

DIREITO CIVIL ALIMENTOS

DIREITO CIVIL ALIMENTOS DIREITO CIVIL ALIMENTOS Atualizado em 27/10/2015 Direito Civil Aula Professor André Barros 1 União Estável: 1. Conceito: Art. 1.723, CC: É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem

Leia mais

ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO

ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO ALGUNS ASPECTOS QUE DIFERENCIAM A UNIÃO ESTÁVEL DO CASAMENTO José Ricardo Afonso Mota: Titular do Ofício do Registro Civil e Tabelionato de Notas da cidade de Bom Jesus do Amparo (MG) A união estável,

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Código Civil Lei , 10 de Janeiro de 2002

Código Civil Lei , 10 de Janeiro de 2002 Código Civil Lei 10.406, 10 de Janeiro de 2002 DA PERSONALIDADE E DA CAPACIDADE Art. 1o Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil. Art. 2o A personalidade civil da pessoa começa do nascimento

Leia mais

Casamento é o vínculo jurídico entre homem e a mulher que se unem material e espiritualmente para constituírem família.

Casamento é o vínculo jurídico entre homem e a mulher que se unem material e espiritualmente para constituírem família. 1 EDUARDO DE OLIVEIRA EUCLIDES DE OLIVEIRA 2 LEITE 1 Conjunto de regras aplicáveis às relações entre pessoas ligadas pelo casamento, pela união estável, pelo parentesco, pela afinidade e pela adoção. A

Leia mais

A mulher casada antes e depois do 25 de Abril:

A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: A evolução da sua situação jurídica em Alexandra Teixeira de Sousa Maio de 2011. A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: evolução da situação jurídica

Leia mais

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Toda a sucessão legítima observará uma ordem de vocação hereditária que, no Código Civil, está prevista no artigo 1.829. Art. 1.829.

Leia mais

EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA

EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA 1. São impedidos de casar a) os parentes colaterais até o quarto grau. b) os afins em linha reta e em linha colateral. c) o adotante com quem foi cônjuge do adotado e o adotado

Leia mais

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN RODRIGO TOSCANO DE BRITO Doutor e Mestre em Direito Civil pela PUC-SP. Professor de Direito Civil da UFPB e da Escola da Magistratura.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL Nº 086/2016

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL Nº 086/2016 PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL Nº 086/2016 A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ, no exercício de suas atribuições legais, torna

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação 2007/1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO CIVIL VI Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito 111111111111111111111111111111111111111

Leia mais

Direito de Família Civil V Resumo para Provas

Direito de Família Civil V Resumo para Provas Direito de Família Civil V Resumo para Provas O Direito de família é o que mais sofre influência da doutrina e da jurisprudência. Também sofre influência dos costumes e das mudanças da sociedade. Tem influência

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 3 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da família, 7 1.5 Direito de família, 9 1.5.1

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento. 1. Direito de família introdução:

PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento. 1. Direito de família introdução: 1 PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento 1. Direito de família introdução: O direito de família é relacionado com o casamento

Leia mais

Direito Civil Professor Grevi Bôa Morte Júnior. Direito de Família DIREITO DE FAMÍLIA

Direito Civil Professor Grevi Bôa Morte Júnior. Direito de Família DIREITO DE FAMÍLIA Direito Civil Professor Grevi Bôa Morte Júnior Direito de Família DIREITO DE FAMÍLIA Conceito de Direito de Família: o ramo do Direito Civil que disciplina as relações jurídicas (pessoais e patrimoniais)

Leia mais

S u m á r i o O Direito Civil Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (Decreto-Lei n o 4.657/1942)... 1

S u m á r i o O Direito Civil Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (Decreto-Lei n o 4.657/1942)... 1 S u m á r i o Capítulo 1 Introdução e Parte Geral... 1 1.1. O Direito Civil... 1 1.2. Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (Decreto-Lei n o 4.657/1942)... 1 1.2.1. A existência da lei... 2

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Divórcio Direto Juliana Fernandes Altieri* 1.Conceito Segundo Maria Helena Diniz 1, o divórcio é a dissolução de um casamento válido, ou seja, a extinção do vínculo matrimonial,

Leia mais

Família e o mundo jurídico: repercussão do Código Civil de 2002 nas relações familiares.

Família e o mundo jurídico: repercussão do Código Civil de 2002 nas relações familiares. BuscaLegis.ccj.ufsc.br Família e o mundo jurídico: repercussão do Código Civil de 2002 nas relações familiares. Rebeca Ferreira Brasil Bacharela em Direito pela Universidade de Fortaleza -Unifor Os direitos

Leia mais

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa DIREITO DE REPRESENTAÇÃO 1. Direito de representação: Por direito próprio: o Herdeiros descendentes recebem de forma direta, sucedendo por cabeça ou por direito próprio, sem nenhuma representação entre

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 024/2016

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 024/2016 PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 024/2016 A DEFENSORA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ, no exercício de suas atribuições legais, promove a abertura de

Leia mais

Mater Ecclesiae. Liturgia 2 Aula 12 Matrimônio fatores de nulidade

Mater Ecclesiae. Liturgia 2 Aula 12 Matrimônio fatores de nulidade Mater Ecclesiae Liturgia 2 Aula 12 Matrimônio fatores de nulidade Introdução Nulidade matrimonial Impedimentos (ou impedimentos dirimentes) são proibições legais em circunstâncias objetivas de caráter

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 004/2017

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 004/2017 PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO EDITAL Nº 004/2017 A DEFENSORA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ, no exercício de suas atribuições legais, promove a abertura de

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias 2ª edição (à guisa de apresentação) Apresentação Prefácio... 27

Sumário. Palavras Prévias 2ª edição (à guisa de apresentação) Apresentação Prefácio... 27 Sumário Palavras Prévias 2ª edição (à guisa de apresentação)... 19 Apresentação... 25 Prefácio... 27 Capítulo I Introdução ao direito das sucessões... 29 1. A sucessão enquanto fenômeno jurídico... 30

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI N o 674, DE 2007 (Apensos: PL1.149, de 2007; PL 2.285, de 2007; PL 3.065, de 2008; PL 3.112, de 2008; de 2008; PL 3.780, de 2008; PL 4.508,

Leia mais

Substitutivo (2) aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Substitutivo (2) aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Substitutivo (2) aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PROPOSIÇÃO ORIGINAL Art. 1.º Este Estatuto regula os direitos e deveres no âmbito das entidades familiares.

Leia mais

TÍTULO I DO DIREITO PESSOAL SUBTÍTULO I DO CASAMENTO CAPÍTULO X DA DISSOLUÇÃO DA SOCIEDADE E DO VÍNCULO CONJUGAL Art

TÍTULO I DO DIREITO PESSOAL SUBTÍTULO I DO CASAMENTO CAPÍTULO X DA DISSOLUÇÃO DA SOCIEDADE E DO VÍNCULO CONJUGAL Art Curso de Direito Parte Especial Livro IV Do Direito de Família Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 7 DA DISSOLUÇÃO DA SOCIEDADE E DO VÍNCULO CONJUGAL P A R T E E S P E C I A L LIVRO IV DO DIREITO

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação)

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação) Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO SUMÁRIO (continuação) I. DIREITO DE FAMÍLIA 5. FILIAÇÃO 5.2. Tipos de reconhecimento 5.3. Ação investigatória de paternidade 5.3.1.

Leia mais

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões.

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões. Belo Horizonte 2015 No Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais são registrados os atos mais importantes da vida de uma pessoa, como o nascimento, o casamento e o óbito, além da emancipação, da

Leia mais

Direito Civil IV Profª Débora 1º bimestre Renata Valera 4º BN. Caderno de Direito Civil IV Direito de Família Professora Débora 1º bimestre SUMÁRIO

Direito Civil IV Profª Débora 1º bimestre Renata Valera 4º BN. Caderno de Direito Civil IV Direito de Família Professora Débora 1º bimestre SUMÁRIO Caderno de Direito Civil IV Direito de Família Professora Débora 1º bimestre SUMÁRIO DIREITO DE FAMÍLIA... 2 CONCEITO...2 ASPECTOS PRELIMINARES... 2 CONSTITUCIONALIZAÇÃO DO DIREITO DE FAMÍLIA...2 DIVÓRCIO

Leia mais

Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz

Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz Visão Geral do Livro IV do Novo Código Civil Maria Luiza Póvoa Cruz Há muito que o nosso vigente modelo codificado (Lei nº 3.071, de 01 de janeiro de 1916), não atendia às demandas sociais e, via de conseqüência,

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA - FAMÍLIA: João Paulo de Carvalho Cruz 1

DIREITO DE FAMÍLIA - FAMÍLIA: João Paulo de Carvalho Cruz 1 DIREITO DE FAMÍLIA João Paulo de Carvalho Cruz 1 - FAMÍLIA: 1- CONCEITO: denomina-se família o grupo de pessoas que possuem um vínculo, seja ele consanguíneo ou afetivo, baseado no eudemonismo, em outras

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Casamento homossexual Marcelo Augusto Paiva Pereira Como citar este artigo: PEREIRA, Marcelo Augusto Paiva. Casamento Homossexual. Disponível em http://www.iuspedia.com.br 15 fev.

Leia mais

TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel

TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel TJ-SP Escrevente Técnico Judiciário Prof. Guilherme Rittel EDITAL DIREITO PROCESSUAL PENAL: Código de Processo Penal - com as alterações vigentes até a publicação do Edital - artigos 251 a 258; 261 a 267;

Leia mais

VÍNCULOS / MOTIVOS DECLARAÇÕES E DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DE DEPENDÊNCIA ESPOSO(A)

VÍNCULOS / MOTIVOS DECLARAÇÕES E DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DE DEPENDÊNCIA ESPOSO(A) CONCESSÃO ANEXO B TABELA DE VÍNCULOS, MOTIVOS, DECLARAÇÕES E DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS VÍNCULOS / MOTIVOS DECLARAÇÕES E DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DE DEPENDÊNCIA ESPOSO(A) DD, DBA, Certidão de Casamento.

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO CONSENSUAL DPC III - Prof. ANA PAULA L. SAKAUIE 1 SEPARAÇÃO/DIVÓRCIO CONSENSUAL CONSIDERAÇÕES INICIAIS REFERÊNCIA LEGISLATIVA: ARTS. 731/734, NCPC HAVENDO LITÍGIO

Leia mais

DIREITO CIVIL MARATONA OAB SUPER REVISÃO PARA O XX EXAME DE ORDEM PROFESSORA RAQUEL BUENO DIREITO CIVIL

DIREITO CIVIL MARATONA OAB SUPER REVISÃO PARA O XX EXAME DE ORDEM PROFESSORA RAQUEL BUENO DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL MARATONA OAB SUPER REVISÃO PARA O XX EXAME DE ORDEM PROFESSORA RAQUEL BUENO DIREITO CIVIL 1 2 O DIÁRIO DE LAURA LEDA E ADÃO LANCE ALIMENTOS GRAVÍDICOS LEI 11.804/2008 LAURINHA REGISTRO CIVIL

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento

GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento GUIA PRÁTICO DO DIVÓRCIO Do começo ao Fim de um Casamento Dra. Deborah Calomino - Advogada calomino@lostadocalomino.com.br Pág. 1 Lostado & Calomino - Advogados Contato Fone: (13) 3222-5688 Fone: (11)

Leia mais

1 - PROCESSO COLETIVO E SUAS PECULIARIDADES

1 - PROCESSO COLETIVO E SUAS PECULIARIDADES RESUMO DE EMENTAS 1 - PROCESSO COLETIVO E SUAS PECULIARIDADES 1. Análise das principais ações coletivas e sua aplicabilidade no cotidiano Forense. 2. As ações coletivas e a sua legitimidade. 3. As ações

Leia mais

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TO

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TO FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DA FAMÍLIA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DA FAMÍLIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DA FAMÍLIA ÁREA DO CONHECIMENTO Direito. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO DE FAMÍLIA. AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC O curso

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA MATERIAL DE AULA II

DIREITO DE FAMÍLIA MATERIAL DE AULA II CASAMENTO 1. Conceito Segundo Pontes de Miranda, casamento é o contrato de direito de família que regula a união entre marido e mulher. 2. Celebração - Compreende-se a isenção de taxas, emolumentos e custas.

Leia mais

AÇÃO DE ANULAÇÃO DE CASAMENTO PELO DIREITO CANÔNICO

AÇÃO DE ANULAÇÃO DE CASAMENTO PELO DIREITO CANÔNICO AÇÃO DE ANULAÇÃO DE CASAMENTO PELO DIREITO CANÔNICO Jaqueline de Oliveira BEIJAMIM 1 RESUMO: O presente artigo analisou o aspecto do matrimônio no Direito Canônico, onde foi definido seu conceito. Proporcionou

Leia mais

STJ ARN()LT)() 'VALI) Doutor em Direito pela Faculdade Nacional de Direíro do Rio de Janeiro. Advogado militante.

STJ ARN()LT)() 'VALI) Doutor em Direito pela Faculdade Nacional de Direíro do Rio de Janeiro. Advogado militante. ARN()LT)() 'VALI) Doutor em Direito pela Faculdade Nacional de Direíro do Rio de Janeiro. Advogado militante. Professor Cateddtico de Direito Civil da Priscila M. P. Corrêa da Fonseca Advogada e Professora

Leia mais

O PLURALISMO FAMILIAR E A LIBERDADE DE CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNHÃO DA VIDA FAMILIAR

O PLURALISMO FAMILIAR E A LIBERDADE DE CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNHÃO DA VIDA FAMILIAR O PLURALISMO FAMILIAR E A LIBERDADE DE CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNHÃO DA VIDA FAMILIAR 104 Ana Paula de Araujo Carina Ana de Oliveira Elieser Leal Germano Tatiane Alves Salles dos Santos. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Nota à 4ª edição... XXI Nota à 3ª edição... XXIII Prólogo... XXV

ÍNDICE GERAL. Nota à 4ª edição... XXI Nota à 3ª edição... XXIII Prólogo... XXV ÍNDICE GERAL Nota à 4ª edição................................................................... XXI Nota à 3ª edição................................................................... XXIII Prólogo.......................................................................

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO 2017 1. INFORMAÇÕES GERAIS Professor: Dr. Frederico Thales de Araújo Martos Departamento: Direito Privado Disciplina: Direito Civil V Série: 5ª Turmas: A

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 Altera a Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 Código Civil, a Lei nº 5.869, de 11 de janeiro de 1973 Código de Processo Civil, e revoga as Leis nº 8.971, de 29 de

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 14 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) Falecimento motivado por acidente de qualquer natureza ou doença profissional

Leia mais

Conteúdo: Divórcio e Espécies. Concubinato e União Estável: Pressupostos, Natureza Jurídica, Efeitos Pessoais, Efeitos Patrimoniais.

Conteúdo: Divórcio e Espécies. Concubinato e União Estável: Pressupostos, Natureza Jurídica, Efeitos Pessoais, Efeitos Patrimoniais. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Família e Sucessões / Aula 08 Professor: Andreia Amim Conteúdo: Divórcio e Espécies. Concubinato e União Estável: Pressupostos, Natureza Jurídica, Efeitos Pessoais,

Leia mais