UTILIZAÇÃO DE RECURSOS ERGOGÊNICOS POR PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM UMA LOJA DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS EM APUCARANA, PR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UTILIZAÇÃO DE RECURSOS ERGOGÊNICOS POR PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM UMA LOJA DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS EM APUCARANA, PR"

Transcrição

1 UTILIZAÇÃO DE RECURSOS ERGOGÊNICOS POR PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM UMA LOJA DE SUPLEMENTOS ESPORTIVOS EM APUCARANA, PR Autores: ASEVEDO, F. M.; MARIN, T. Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar a utilização de suplementos nutricionais, bem como os tipos mais consumidos, fontes de orientação, frequência e finalidade do consumo. A pesquisa foi realizada por meio de um questionário respondido por 50 clientes de uma loja de suplementos em Apucarana, Pr. Os resultados demonstram que 80% dos consumidores pertencem ao sexo masculino, o principal objetivo é a hipertrofia para ambos os sexos e a classe de suplementos proteicos é a mais utilizada. Palavras-Chave: Suplemento esportivo, nutrição desportiva, atividade física. Abstract: The present study aimed to analyze the use of nutritional supplements as well as the most consumed types, sources of guidance, purpose and frequency of consumption. The survey was conducted through a questionnaire answered by 50 customers a supplements store in Apucarana, Pr. Results show that 80% of consumers were males, the main goal is hypertrophy for both sexes and the class protein supplements is the most used. Keywords: Sports supplement, sports nutrition, physical activity Introdução: A utilização de suplementos para fins ergogênicos e estéticos vem se expandindo de uma maneira rápida, porém muitos não procuram orientação de um nutricionista (SILVA, et al. 2012). Na busca de um corpo perfeito muitas pessoas nem se quer sabem o que estão consumindo e como utilizar os suplementos alimentares (KREMER & KREMER, 2013).Observa-se que esses produtos são vendidos em: farmácias, internet por meio de redes sociais ou sites de compras, academias de musculação, lojas especializadas e por meio de importações, mas também é nítida a falta de conhecimento dos consumidores e de que precisa de mais profissionais capacitados na área da nutrição esportiva para fazer orientações corretas sobre o uso do suplemento.há uma preocupação importante com as possíveis reações adversas relacionadas ao uso de suplementos, onde os consumidores na maioria das vezes não conhecem seus ingredientes, sua função e os possíveis riscos se utilizados de forma exagerada (HIRSCHBRUCH, 2008). O objetivo do

2 presente estudo foi investigar utilização de recursos ergogênicos por praticantes de atividade física. Foi aplicado um questionário contendo 13 perguntas, sendo três questões abertas e oito questões fechadas relacionada ao uso de suplementos alimentares, esteróides anabolizantes, freqüência e finalidade do uso desses produtos, quais são mais utilizados, fontes de indicação e satisfação com a imagem corporal por parte dos praticantes de atividade física. A pesquisa foi realizada com 50 clientes de uma loja especializada em suplementos esportivos da cidade de Apucarana-PR. Os participantes assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Referências Teórico-metodológico: É fato que uma nutrição adequada é essencial para melhora do desempenho físico, juntamente à melhora do rendimento, redução da fadiga e ainda evita a perda de massa magra, entretanto, devido à dificuldade que as pessoas encontram atualmente, em se alimentar de maneira correta, aumenta o interesse e a comercialização de produtos que prometem benefícios equivalentes de uma alimentação adequada, ou seja, os suplementos alimentares (MONTEIRO, 2006). Sendo assim os suplementos devem ser consumidos quando a necessidade nutricional não está sendo atingida pela alimentação, como é o caso de atletas profissionais, que são submetidos ao estresse do exercício, aumentando muito o seu metabolismo, e como consequência suas necessidades nutricionais (OLIVEIRA & ANDRADE, 2007). É dito como suplementos alimentares, substâncias adicionadas à dieta, principalmente: vitaminas, minerais, ervas e botânicos, aminoácidos, metabólicos, constituintes, extratos ou combinações de qualquer desses ingredientes (WILLIANS, 2004). Os suplementos são considerados por alguns praticantes de exercício físico produtos indispensáveis para o aumento do desempenho esportivo e consequentes melhorias estéticas. De acordo com Williams (2004), a maioria dos suplementos utilizados na prática esportiva é considerada seguro, entretanto, diversos consumidores acreditam que fazendo uso excessivo dos produtos terão melhores resultados, colocando em dúvida essa segurança, podendo trazer danos à saúde, e provocar efeitos indesejáveis. Sendo assim a suplementação deve ser feita de maneira adequada, orientada por profissionais competentes, que estarão aliando a suplementação à dieta, e possivelmente substituindo alimentos por suplementos (MARQUES, 2006). Para Araújo et. al. (2008), os frequentadores de academias são, em geral, indivíduos com alto nível de escolaridade, acesso a internet, jornais, revistas, possuem motivação e recursos para a prática de atividades físicas, e também uma alimentação saudável. Rocha e Pereira (1998) demonstraram que grande parte tem menos de trinta anos, são profissionais liberais, prestadores de serviços ou estudantes. Hirschbruch et. al. (2008), relata que a falta de tempo, associada à impaciência em atingir os resultados esperados e a vontade de demonstrar seu melhor, tornam indivíduos suscetíveis a consumir qualquer produto que se apresente como atalho para atingir o padrão da beleza imposto pela mídia e sociedade. A

3 comercialização dos suplementos alimentares é estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). No Brasil a portaria nº. 222 de março de 24 de março de 1998, aprovou o regulamento técnico relacionado a alimentos para praticantes de atividade física, referindo-se a suplementos como alimentos especialmente formulados e elaborados para praticantes de atividade física, desde que não apresentem ação tóxica ou terapêutica (BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE, 1998). Conclusão: No presente estudo foi visto que o maior objetivo do treinamento entre o sexo feminino e o masculino é a hipertrofia, sendo para as mulheres 64% e para os homens 57%. Para Colusso et. al. (2014) as mulheres, vem procurando o objetivo de aumentar a massa muscular (84,61%) e definição (53,84%). Para os homens o objetivo de aumento da massa muscular (76,47%), melhora do desempenho físico (41,18%), definição (35,29%) e qualidade de vida (17,64%). Os suplementos esportivos mais utilizados pelo sexo feminino foram o whey protein e o BCAA, onde 17% das mulheres consomem estes produtos,13%vitaminas e minerais, 9% albumina, dextrose e glutamina, 4% termogênicos, 2% L-Carnitina, e 6% queimadores de gordura. Para os homens, 22% consomem whey protein, 17% BCAA, 11% albumina e dextrose e 9% creatina. Em um estudo semelhante realizado por Colusso et. al. (2014) 84,61% das mulheres utilizam suplementos protéicos, 38,46% aminoácidos e queimadores de gordura e 23,07% carboidratos, vitaminas e minerais. Dos homens 73,54% utilizam suplementos protéicos, 50% carboidratos, 44,11% aminoácidos, 38,23% vitaminas e minerais, 32,35% queimadores de gordura e 8,82% fazem uso de outros tipos de suplementos. Foi constatado que pelas mulheres há uma maior indicação de suplemento esportivo por parte do profissional da nutrição (64%), 18% delas utilizam os produtos por iniciativa própria, 9% com indicação de instrutor personal e 9% por indicação do vendedor de loja especializada. Para os homens a maior fonte de indicação de suplementos esportivos também foi o nutricionista com 29%, 24% por instrutor personal, 24% por iniciativa própria, 11% com vendedor de suplementos, 7% com amigos e 2% academia de musculação. Resultados consideravelmente diferentes foram relatados em uma pesquisa realizada por Pereira et. al. (2003), onde a fonte mais utilizada de recomendação de suplementos foi a de instrutores e professores (31,1%), seguida de amigos (15,6%), auto-indicação (15,6%), nutricionista (11,1%) e médico (10,0%). Contudo é possível concluir que a utilização de suplementos esportivos de um modo seguro não trará malefícios aos consumidores. Devido a grande indicação de suplementos esportivos por partes dos nutricionistas, é nítido que o mercado de trabalho está crescendo e que tem cada vez mais profissionais competentes na área.

4 Referências Bibliográficas ARAÚJO, L. R; ANDREOLO, J; SILVA, M. S. Utilização de suplemento alimentar e anabolizante por praticantes de musculação nas academias de Goiânia-GO. Rev. Bras. Ciên. e Mov. v. 10, n. 3, p.13-18, BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria da Vigilância Sanitária. Aprova o regulamento técnico referente a alimentos para praticantes de atividade física, constante do anexo dessa portaria. portaria Nº 222, de 24 de março de COLUSSO, A. M. A; NASSIF, J. M; BOUÇAS, R. I. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais e queimadores de gordura por praticantes de atividade física em academias de ginástica do munícipio de São Paulo. Science in Health, v. 5, n. 2, p.61-78, maio-ago, HIRSCHBRUCH, M. D; FISBERG, M; MOCHIZUKI, L.Consumo de suplementos por jovens freqüentadores de academias de ginástica em São Paulo. Rev. Bras. Med. Esporte, v. 14, n. 6, nov/dez KREMER, A. S; KREMER, G. S. Suplementação alimentar: análise de consumidores em academias de musculação. XXI seminário de iniciação científica, Rio Grande do Sul, MARQUES, N. C. F. R. Alimentação funcional na atividade física. Nutrição saúde e performance, Anuário de nutrição esportiva funcional, v. 7, n. 32, p.19-23, MONTEIRO, S. M. N, Glutamina e exercício: Metabolismo, Imunomodulação e Suplementação, Nutrição saúde e performance, Anuário de nutrição esportiva funcional, v. 7, n. 32, p.34-37, OLIVEIRA, J. V. F; ANDRADE, E. C. B. Bebidas energéticas e isotônicas por que são consumidas? Nutrição Brasil, v. 6, n. 1, jan/fev PEREIRA, R. F; LAJOLO, F. M; HIRSCHBRUCH, M. D. Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo. Rev. Nutr. v. 16, n. 3, p ROCHA, L. P; PEREIRA, M. V. L. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercícios físicos em academias. Rev. Nutr, v. 11, p.76-82, 1998.

5 SILVA, R. K. et al. Consumo de ergogênicos nutricionais por praticantes de musculação de diversas academias de ginástica de Resende-RJ. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 6, n. 36, nov/dez WILLIAMS, M. Suplementos dietéticos e desempenho esportivo: Resumo. Nutrição em Pauta, nov/dez

RECURSOS ERGOGÊNICOS. Nutti. MSc. Elton Bicalho de Souza

RECURSOS ERGOGÊNICOS. Nutti. MSc. Elton Bicalho de Souza RECURSOS ERGOGÊNICOS Nutti. MSc. Elton Bicalho de Souza Definição Recursos ergogênicos são substâncias ou artifícios utilizados visando a melhora da performance do esportista. A palavra ergogênico derivada-se

Leia mais

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica

Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica 55 AVALIAÇÃO DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS EM ACADEMIAS DA ZONA SUL DE BELO HORIZONTE, MG, BRASIL EVALUATION OF THE CONSUMPTION OF NUTRITIONAL SUPPLEMENTS IN GYM OF THE SOUTH ZONE OF BELO HORIZONTE,

Leia mais

USO DE SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR COM PROTEÍNAS E AMINOÁCIDOS POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI-PR

USO DE SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR COM PROTEÍNAS E AMINOÁCIDOS POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI-PR Artigo Original Cinergis ISSN 1519-2512 USO DE SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR COM PROTEÍNAS E AMINOÁCIDOS POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE IRATI-PR RESUMO Scheila Daniele Trog 1, Eduardo Teixeira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS EDITAL Nº 02 DE 29/04/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS EDITAL Nº 02 DE 29/04/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS EDITAL Nº 02 DE 29/04/2016 CONCURSO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA O Departamento de Educação Física

Leia mais

Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividade física do município de Monte Azul Paulista

Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividade física do município de Monte Azul Paulista 1 Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividade física do município de Monte Azul Paulista (Consumption s evaluation of nutritional supplements by physical activities practitioners

Leia mais

Perfil dos consumidores de suplementos alimentares praticantes de musculação em academias nas cidades de Curitiba e Pinhais

Perfil dos consumidores de suplementos alimentares praticantes de musculação em academias nas cidades de Curitiba e Pinhais LEANDRO CLARO DOS SANTOS Perfil dos consumidores de suplementos alimentares praticantes de musculação em academias nas cidades de Curitiba e Pinhais Artigo apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

CONSUMO DE SUPLEMENTO ALIMENTAR POR HOMENS PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO, NAS ACADEMIAS CENTRAIS DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA/PR

CONSUMO DE SUPLEMENTO ALIMENTAR POR HOMENS PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO, NAS ACADEMIAS CENTRAIS DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA/PR Os textos são de responsabilidade de seus autores. CONSUMO DE SUPLEMENTO ALIMENTAR POR HOMENS PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO, NAS ACADEMIAS CENTRAIS DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA/PR Edson Luis Quintiliano 1 Orientador:

Leia mais

Palavras Chave: Suplementos Nutricionais, Atividade Física, Performance atlética

Palavras Chave: Suplementos Nutricionais, Atividade Física, Performance atlética AVALIAÇÃO DO GRAU DE CONHECIMENTO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES EM ESTUDANTES DO 1º E 7º SEMESTRE, DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO AMPARENSE - UNIFIA Mari Uyeda Aira Pagan Zogaib RESUMO

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO ABRAN EM NUTROLOGIA DO EXERCÍCIO

CURSO DE CAPACITAÇÃO ABRAN EM NUTROLOGIA DO EXERCÍCIO CURSO DE CAPACITAÇÃO ABRAN EM NUTROLOGIA DO EXERCÍCIO Prof. Dr. Milton Mizumoto MD Prof. Dr. Guilherme Giorelli MD, MSc Médico Nutrólogo pela ABRAN Especialização em Medicina do Esporte pela Sociedade

Leia mais

PREVALÊNCIA DE USO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES EM ACADEMIAS NAS CIDADES DE BARBALHA, CRATO E JUAZEIRO DO NORTE-CE

PREVALÊNCIA DE USO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES EM ACADEMIAS NAS CIDADES DE BARBALHA, CRATO E JUAZEIRO DO NORTE-CE PREVALÊNCIA DE USO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES EM ACADEMIAS NAS CIDADES DE BARBALHA, CRATO E JUAZEIRO DO NORTE-CE Victor Pinheiro Gomes e Albuquerque 25, Ravenna Gleica Machado Lopes 1, Suellem Coriolano

Leia mais

Consumo de suplementos alimentares por clientes de uma clínica de nutrição esportiva de São Paulo

Consumo de suplementos alimentares por clientes de uma clínica de nutrição esportiva de São Paulo Artigo Original Consumo de suplementos alimentares por clientes de uma clínica de nutrição esportiva de São Paulo Consumption of dietary supplements by clients from a clinical sports nutrition of São Paulo

Leia mais

A PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM 1 MOLAR DE CRIANÇAS DE 6 A 12 ANOS: uma abordagem no Novo Jockey, Campos dos Goytacazes, RJ

A PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM 1 MOLAR DE CRIANÇAS DE 6 A 12 ANOS: uma abordagem no Novo Jockey, Campos dos Goytacazes, RJ 1 A PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA EM 1 MOLAR DE CRIANÇAS DE 6 A 12 ANOS: uma abordagem no Novo Jockey, Campos dos Goytacazes, RJ Luciano Bárbara dos Santos 1 1 Cirurgião-dentista, aluno do curso de pós-graduação

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL, PRETENSÕES E CUSTO ENTRE JOVENS DO INTERIOR E LITORAL PAULISTA EXPERIÊNTES EM TREINAMENTO RESISTIDO

SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL, PRETENSÕES E CUSTO ENTRE JOVENS DO INTERIOR E LITORAL PAULISTA EXPERIÊNTES EM TREINAMENTO RESISTIDO Recebido em: 17/2/2012 Emitido parece em: 04/04/2012 Artigo original SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL, PRETENSÕES E CUSTO ENTRE JOVENS DO INTERIOR E LITORAL PAULISTA EXPERIÊNTES EM TREINAMENTO RESISTIDO Leandro

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Suplementos Alimentares; Academias.

PALAVRAS-CHAVE: Suplementos Alimentares; Academias. O USO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES ENTRE FREQUENTADORES DE UMA ACADEMIA DA CEILÂNDIA SUL DF. Maíza Tolentino Ferreira* Luiz Antonio de Oliveira Rocha** RESUMO: A portaria nº. 222 de 24 de março de 1998 refere-se

Leia mais

Graduanda do Curso de Nutrição FACISA/UNIVIÇOSA. E-mail: renatachequer@yahoo. com.br. 2

Graduanda do Curso de Nutrição FACISA/UNIVIÇOSA. E-mail: renatachequer@yahoo. com.br. 2 AVALIAÇÃO DO PERFIL DAS CONDIÇÕES ERGONÔMICAS DE TRABALHO EM UMA UNIDADE PRODUTORA DE REFEIÇÃO NA CIDADE DE VIÇOSA, MG Renata Chequer de Souza 1, Veydiana Costa Condé 2, Rayane Terezinha Teixeira 3, Cristiane

Leia mais

O ESTILO DE VIDA E A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA DOS FUNCIONÁRIOS DA REITORIA / UFAL PARTICIPANTES DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL

O ESTILO DE VIDA E A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA DOS FUNCIONÁRIOS DA REITORIA / UFAL PARTICIPANTES DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL O ESTILO DE VIDA E A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA DOS FUNCIONÁRIOS DA REITORIA / UFAL PARTICIPANTES DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL ANDRÉA BENTO DOS SANTOS¹ CASSIO HARTMANN² (1)GRADUADA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave: Proteínas. Treinamento de força. Hipertrofia. Suplementos.

RESUMO. Palavras-chave: Proteínas. Treinamento de força. Hipertrofia. Suplementos. 1 ESTIMATIVA DO CONSUMO DE PROTEINAS E SUPLEMENTOS POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM UMA ACADEMIA DA BAIXADA FLUMINENSE, RIO DE JANEIRO Thais Oliveira Alves 1 2 Patrícia Eleutério de Matos 1 2 Kátia Veronica

Leia mais

FAT PRECISION RM-MG2009 MANUAL DE INSTRUÇÕES

FAT PRECISION RM-MG2009 MANUAL DE INSTRUÇÕES FAT PRECISION RM-MG2009 MANUAL DE INSTRUÇÕES Índice 1. CUIDADOS... Erro! Indicador não definido. 2. LIMPEZA... Erro! Indicador não definido. 3. AJUSTES... Erro! Indicador não definido. 4. DICAS PARA MEDIR

Leia mais

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária.

Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. Dos Serviços de Obras, Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Sanitária. - Planejar, programar, executar, avaliar, capacitar, orientar e fiscalizar as atividades relacionadas à análise, avaliação e aprovação

Leia mais

CONSUMPTION EVALUATION OF NUTRITIONAL SUPPLEMENTS AND FAT BURNERS BY PHYSICALLY ACTIVE PEOPLE IN GYMS OF THE CITY OF SÃO PAULO.

CONSUMPTION EVALUATION OF NUTRITIONAL SUPPLEMENTS AND FAT BURNERS BY PHYSICALLY ACTIVE PEOPLE IN GYMS OF THE CITY OF SÃO PAULO. Science in Health maio-ago 2014; 5(2): 61-78 AVALIAÇÃO DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS E QUEIMADORES DE GORDURA POR PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM ACADEMIAS DE GINÁSTICA DO MUNICÍPIO DE SÃO

Leia mais

PRESCRIÇÃO DE ATIVIDADE FÍSICA PARA PORTADORES DE DIABETES MELLITUS

PRESCRIÇÃO DE ATIVIDADE FÍSICA PARA PORTADORES DE DIABETES MELLITUS PRESCRIÇÃO DE ATIVIDADE FÍSICA PARA PORTADORES DE DIABETES MELLITUS Acadêmica de medicina: Jéssica Stacciarini Liga de diabetes 15/04/2015 Benefícios do exercício físico em relação ao diabetes mellitus:

Leia mais

DOSSIER INSTITUCIONAL

DOSSIER INSTITUCIONAL DOSSIER INSTITUCIONAL Na Kellogg s assumimos compromissos com... Inovação Investigação Informação nutricional Marketing responsável Vida saudável INOVAÇÃO Inovação Elaboração e comercialização de produtos

Leia mais

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 2015 Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 Junta de Freguesia de Fermentelos Índice NOTA JUSTIFICATIVA... 2 CAPÍTULO I... 3 Missão... 3 Artigo 1º... 3 CAPÍTULO II... 3 Objeto... 3 Artigo 2º...

Leia mais

Todas as crianças, tenham ou não deficiências, têm direito a educação. enhuma criança deve ser considerada ineducável.

Todas as crianças, tenham ou não deficiências, têm direito a educação. enhuma criança deve ser considerada ineducável. TRECHOS DA PALESTRA DE MARIA AMELIA VAMPRÉ XAVIER, DA SEADS E DA FEDERAÇÃO ACIO AL DAS APAES, O ROTARY CLUBE-AEROPORTO, EM 3 DE OVEMBRO DE 2009 SOBRE O TEMA: A SITUAÇÃO DAS CRIA ÇAS O MU DO E SEU DIREITO

Leia mais

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA 1 / 8 1 OBJETIVO: Este procedimento visa sistematizar a realização de auditorias de Meio Ambiente por parte da SANTO ANTÔNIO ENERGIA SAE / Diretoria de Sustentabilidade DS, sobre as obras executadas no

Leia mais

SUPLEMENTO ALIMENTAR COMO RECURSO ERGOGENICO POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM ACADEMIAS Evelini Veras de Jesus 1 Maria das Dores Borges da Silva 2

SUPLEMENTO ALIMENTAR COMO RECURSO ERGOGENICO POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM ACADEMIAS Evelini Veras de Jesus 1 Maria das Dores Borges da Silva 2 SUPLEMENTO ALIMENTAR COMO RECURSO ERGOGENICO POR PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM ACADEMIAS Evelini Veras de Jesus 1 Maria das Dores Borges da Silva 2 1 Pós-Graduada em Treinamento Físico-Desportivo 2 Professora

Leia mais

A ATIVIDADE FÍSICA COMO UMA PRÁTICA NORTEADORA DA LONGEVIDADE NA TERCEIRA IDADE.

A ATIVIDADE FÍSICA COMO UMA PRÁTICA NORTEADORA DA LONGEVIDADE NA TERCEIRA IDADE. A ATIVIDADE FÍSICA COMO UMA PRÁTICA NORTEADORA DA LONGEVIDADE NA TERCEIRA IDADE. RESUMO O envelhecimento é um processo biológico que acarreta alterações e mudanças estruturais no corpo. Por ser um processo

Leia mais

ARTIGO ORIGINAL RESUMO INTRODUÇÃO ABSTRACT ISSN 2177-4005. Patrícia Andréia Jost 1, Fabiana Assmann Poll 1 1

ARTIGO ORIGINAL RESUMO INTRODUÇÃO ABSTRACT ISSN 2177-4005. Patrícia Andréia Jost 1, Fabiana Assmann Poll 1 1 ISSN 2177-4005 Revista do Departamento de Educação Física e Saúde e do Mestrado em Promoção da Saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul / Unisc >> Acesse; http://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis

Leia mais

CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIO- NAIS E ANABOLIZANTES DE FREQUENTA- DORES DE ACADEMIA DE NOVA ALIANÇA/ SP

CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIO- NAIS E ANABOLIZANTES DE FREQUENTA- DORES DE ACADEMIA DE NOVA ALIANÇA/ SP CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIO- NAIS E ANABOLIZANTES DE FREQUENTA- DORES DE ACADEMIA DE NOVA ALIANÇA/ SP AUTORES Vinicius Rosa Discente UNILAGO Fabiana Perina Docente UNILAGO RESUMO A suplementação esta

Leia mais

COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda.

COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda. COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda. Período coberto pela sua Comunicação de Progresso (COP) De: 02/02/2016 A: 31/12/2016 Declaração de Apoio 02/02/2015 Aos participantes do Pacto Global: Tenho o prazer

Leia mais

Avaliação dos rótulos de suplementos de carboidrato

Avaliação dos rótulos de suplementos de carboidrato Vol. 1, No. 1, Março, 2012, 16 20 Avaliação dos rótulos de suplementos de carboidrato Ioná Zalcman Zimberg 1, Monique C. Leitão 2, Deise H. Yamauchi 3, Isa de Pádua Cintra 4. Autor de correspondência:

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013

RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013 RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013 SP Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 4º andar Itaim Bibi São Paulo SP CEP: 04542000 Tel: (11) 30737400 Fax: (11) 30737404

Leia mais

5Cs. Criação de Bezerras. do sucesso para AGRIPOINT. por: Carla Maris Machado Bittar. agripoint.com.br/curso CURSOS ONLINE

5Cs. Criação de Bezerras. do sucesso para AGRIPOINT. por: Carla Maris Machado Bittar. agripoint.com.br/curso CURSOS ONLINE 5Cs do sucesso para por: Carla Maris Machado Bittar agripoint.com.br/curso Você sabia que muitas propriedades de sucesso na criação de bezerras utilizam protocolos baseados nos 5 Cs da criação? Para auxiliar

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO IX PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2015

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO IX PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2015 REGULAMENTO IX PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2015 CAPÍTULO I - DA CRIAÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DA INSTITUIÇÃO Artigo 1 º O PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO foi instituído pelo Plenário

Leia mais

PERCEPÇÃO DE APOIO SOCIAL PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA EM INDIVÍDUOS OBESOS

PERCEPÇÃO DE APOIO SOCIAL PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA EM INDIVÍDUOS OBESOS 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PERCEPÇÃO DE APOIO SOCIAL PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES

FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES I CONGRESSO PARAIBANO DE NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS CAPÍTULO I

Leia mais

Título do Case: Categoria: Temática: Resumo: Introdução:

Título do Case: Categoria: Temática: Resumo: Introdução: Título do Case: Diagnóstico Empresarial - Vendendo e Satisfazendo Mais Categoria: Prática Interna. Temática: Mercado Resumo: Na busca por uma ferramenta capaz de auxiliar na venda de mais consultorias

Leia mais

Características da Suplementação Alimentar por Amostra Representativa de Acadêmicos da Área de Educação Física.

Características da Suplementação Alimentar por Amostra Representativa de Acadêmicos da Área de Educação Física. 278 ARTIGO Características da Suplementação Alimentar por Amostra Representativa de Acadêmicos da Área de Educação Física. Bianca Miarka Universidade Estadual de Londrina UEL GEPLAM, Grupo de Estudo e

Leia mais

Laudo de Análise Fiscal/Laboratóri o 3859.00/2013 Instituto Adolfo Lutz (IAL) Irregularidades. fabricante

Laudo de Análise Fiscal/Laboratóri o 3859.00/2013 Instituto Adolfo Lutz (IAL) Irregularidades. fabricante Laudo de Análise Fiscal/Laboratóri o 3859.00/2013 Instituto Adolfo Lutz (IAL) Produto marcasuper Nitro Whey NO2 American Line Suplements, lote 006 01/05/2013, data de 21/04/2015 Empresa fabricante Fabricado

Leia mais

XIV COPA SMEL DE FUTSAL 2016

XIV COPA SMEL DE FUTSAL 2016 XIV COPA SMEL DE FUTSAL 2016 Regulamento Geral XIV COPA SMEL DE FUTSAL CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIV COPA SMEL DE FUTSAL tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes

Leia mais

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura

BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes dos portugueses perante Leitura e o Plano Nacional de Leitura António Firmino da Costa Elsa Pegado Patrícia Ávila CIES-ISCTE 2008 BARÓMETRO DE OPINIÃO PÚBLICA: Atitudes

Leia mais

PROGRAMA SULGÁS DE QUALIDADE DE VIDA

PROGRAMA SULGÁS DE QUALIDADE DE VIDA COMPANHIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Gerência Executiva de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde PROGRAMA SULGÁS DE QUALIDADE DE VIDA PROJETO 2014 Julho de 2014 1. DADOS DA COMPANHIA Razão

Leia mais

POPULARIDADE DA INTERNET

POPULARIDADE DA INTERNET POPULARIDADE DA INTERNET Inayara Soares da Silva Atualmente, a população encontra grande facilidade no acesso à internet. Tal facilidade e popularização da rede vem atraindo de jovens a idosos, que não

Leia mais

More information >>> HERE <<<

More information >>> HERE <<< More information >>> HERE

Leia mais

PREVALÊNCIA DO USO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS ENTRE PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA REVISÃO DE LITERATURA

PREVALÊNCIA DO USO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS ENTRE PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA REVISÃO DE LITERATURA PREVALÊNCIA DO USO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS ENTRE PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA REVISÃO DE LITERATURA Maryella Laryssa Matias de Araújo 1 Marilia de Lima dos Santos 2 Ávilla Monalisa Silva de Oliveira

Leia mais

2 Workshop processamento de artigos em serviços de saúde Recolhimento de artigos esterilizados: é possível evitar?

2 Workshop processamento de artigos em serviços de saúde Recolhimento de artigos esterilizados: é possível evitar? 2 Workshop processamento de artigos em serviços de saúde Recolhimento de artigos esterilizados: é possível evitar? 3 Farm. André Cabral Contagem, 19 de Maio de 2010 Rastreabilidade É definida como a habilidade

Leia mais

Projeto de Incentivo à Vigilância e Prevenção de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde

Projeto de Incentivo à Vigilância e Prevenção de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde Projeto de Incentivo à Vigilância e Prevenção de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde PROJETO SAÚDE É O QUE INTERESSA Guarantã do Norte - Mato Grosso Estado de Mato Grosso Município

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE ACADEMIAS A CÉU ABERTO COMO POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS NA PROMOÇÃO DA SAÚDE POPULACIONAL

UTILIZAÇÃO DE ACADEMIAS A CÉU ABERTO COMO POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS NA PROMOÇÃO DA SAÚDE POPULACIONAL ANAIS ELETRÔNICOS DA I CIEGESI / I ENCONTRO CIENTÍFICO DO PNAP/UEG 22-23 de Junho de 2012 - Goiânia, Goiás. UTILIZAÇÃO DE ACADEMIAS A CÉU ABERTO COMO POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS NA PROMOÇÃO DA SAÚDE

Leia mais

Suplemento alimentar só pode ser indicado por médico ou nutricionista

Suplemento alimentar só pode ser indicado por médico ou nutricionista Suplemento alimentar só pode ser indicado por médico ou nutricionista Educador físico não pode fazer recomendação a alunos nas academias. Anvisa classifica produtos para atletas em seis categorias diferentes.

Leia mais

O JOVEM COMERCIÁRIO: TRABALHO E ESTUDO

O JOVEM COMERCIÁRIO: TRABALHO E ESTUDO O JOVEM COMERCIÁRIO: TRABALHO E ESTUDO O comércio sempre foi considerado como porta de entrada para o mercado de trabalho sendo, assim, um dos principais setores econômicos em termos de absorção da população

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2010 (Do Sr. Homero Pereira)

PROJETO DE LEI N o, DE 2010 (Do Sr. Homero Pereira) PROJETO DE LEI N o, DE 2010 (Do Sr. Homero Pereira) Dispõe sobre a obrigatoriedade de informação nos dispositivos sonoros portáteis dos limites nocivos à audição e dá outras providências. O Congresso Nacional

Leia mais

Avaliação do uso de ergogênicos por praticantes de academia no Noroeste e Nordeste do estado de São Paulo

Avaliação do uso de ergogênicos por praticantes de academia no Noroeste e Nordeste do estado de São Paulo ARTIGO ORIGINAL Avaliação do uso de ergogênicos por praticantes de academia no Noroeste e Nordeste do estado de São Paulo Evaluation of ergogenic use by practitioners in gyms in the Northwest and Northeast

Leia mais

PERFIL SOCIAL E DA APTIDÃO FUNCIONAL DE IDOSOS RESIDÊNTES NO MUNICÍPIO DE TRIUNFO - PE

PERFIL SOCIAL E DA APTIDÃO FUNCIONAL DE IDOSOS RESIDÊNTES NO MUNICÍPIO DE TRIUNFO - PE PERFIL SOCIAL E DA APTIDÃO FUNCIONAL DE IDOSOS RESIDÊNTES NO MUNICÍPIO DE TRIUNFO - PE INTRODUÇÃO JOSÉ MORAIS SOUTO FILHO SESC, Triunfo,Pernambuco, Brasil jmfilho@sescpe.com.br O Brasil vem sofrendo nas

Leia mais

PEN TA CAM PEÃO TREINO DE

PEN TA CAM PEÃO TREINO DE 22 TREINO DE Phil Heath conquistou seu quinto título do Mr. Olympia. Confira uma etapa da sua periodização de treino e dieta para esta temporada Julianne Cerasoli São cinco títulos do Mr. Olympia. E contando.

Leia mais

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 1 VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 2 3 Como muitas mulheres, Ângela Helena tem uma vida corrida. Ela trabalha, cuida da família, faz cursos e também reserva um tempo para cuidar

Leia mais

CAMPANHA SPOLETO JORNAL EXTRA REGULAMENTO

CAMPANHA SPOLETO JORNAL EXTRA REGULAMENTO CAMPANHA SPOLETO JORNAL EXTRA REGULAMENTO 1. Esta campanha é uma promoção realizada em parceria pela INFOGLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. (Infoglobo), empresa sediada na capital do estado do Rio

Leia mais

Como utilizar a tecnologia a favor da sua central de atendimento

Como utilizar a tecnologia a favor da sua central de atendimento Como utilizar a tecnologia a favor da sua central de atendimento Conheça algumas tecnologias que podem melhorar a sua central de atendimento. URA: Como utilizar a tecnologia a favor da sua central de atendimento

Leia mais

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO. Sila Carneiro da Silva 1

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO. Sila Carneiro da Silva 1 DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO Sila Carneiro da Silva 1 O interesse pela produção animal em pastagens tem crescido bastante nos últimos

Leia mais

10 dicas. Desvendar Rótulos. A ordem dos ingredientes altera o produto

10 dicas. Desvendar Rótulos. A ordem dos ingredientes altera o produto 10 dicas Desvendar Rótulos 1 A ordem dos ingredientes altera o produto Os ingredientes são apresentados em ordem decrescente de quantidade. Isso significa que o primeiro ingrediente é o de maior quantidade,

Leia mais

Programa Saúde na Escola

Programa Saúde na Escola Encontro com Referencias Estaduais de Alimentação e Nutrição Programa Saúde na Escola Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição / Departamento de Atenção Básica/ Secretaria de Atenção à Saúde Ministério

Leia mais

XVIII CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 19 a 23 de outubro de 2009

XVIII CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 19 a 23 de outubro de 2009 AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE NUTRIÇÃO E SUPLEMENTAÇÃO DE INSTRUTORES QUE ATUAM EM ACADEMIAS WILSON CÉSAR DE ABREU 1, ALESSANDRA BOUERI LAZARINI 2, CARLA MICHELLE FERREIRA DE ABREU 3 RESUMO: O presente

Leia mais

CIBERESPAÇO E O ENSINO: ANÁLISE DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL II NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR VIANA

CIBERESPAÇO E O ENSINO: ANÁLISE DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL II NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR VIANA 203 CIBERESPAÇO E O ENSINO: ANÁLISE DAS REDES SOCIAIS NO ENSINO FUNDAMENTAL II NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR VIANA INTRODUÇÃO ¹ Elias Barbosa de Lima filho ² Dr. Flamarion Dutra Alves ¹ eliasbarbosalima141@gmail.com

Leia mais

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista ç Sinais da ç Boa Nutrição Alice Silveira Granado CRN 3 : 17638 Nutricionista Crescimento Adequado Funcionamento Regular do Intestino Dentes Fortes e Saudáveis Bom Apetite Boa Imunidade Peso Adequado Pele

Leia mais

O TAMANHO DO PROBLEMA

O TAMANHO DO PROBLEMA O TAMANHO DO PROBLEMA Doenças cardiovasculares Total de mortes: 281.695/ano AVC 89.489 80% DAC 84.798 40% Outras DCV 107.408 Hipertensão Fonte: Datasus 2001 Dados Mundiais Mortes em 2000 atribuíveis a

Leia mais

Ciências atuariais aplicadas à previdência

Ciências atuariais aplicadas à previdência Ciências atuariais aplicadas à previdência Máris Caroline Gosmann Prof. Coordenadora do Curso de Ciências Atuariais da UFRGS Atuária, Economista e Nutricionista Mestre em Atuária PESQUISAS CEGOV: Centro

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013

RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013 RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013 Março, 2014 AGENDA O RANKING 2014 EM NÚMEROS ANÁLISE DO SETOR RESULTADOS DO ESTUDO ANÁLISE DE EXPECTATIVAS DO SETOR INVESTIMENTOS RANKING ABAD NIELSEN 2013 2 O RANKING

Leia mais

O efeito placebo dos recursos ergogênicos nas academias de musculação numa perspectiva socioantropológica

O efeito placebo dos recursos ergogênicos nas academias de musculação numa perspectiva socioantropológica O efeito placebo dos recursos ergogênicos nas academias de musculação numa perspectiva socioantropológica Prof. Dr. Rafael Mattos Prof. Adjunto IEFD/UERJ profmattos2010@gmail.com 1 Objetivo: esboçar uma

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Capoeira - menino Pé no Chão Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação Casa

Leia mais

NABARRETE, Tatiane Souza 1 <fabrimana@gmail.com> BARELLA, Lauriano Antonio² <barella28@hotmail.com> 1 INTRODUÇÃO

NABARRETE, Tatiane Souza 1 <fabrimana@gmail.com> BARELLA, Lauriano Antonio² <barella28@hotmail.com> 1 INTRODUÇÃO 125 UTILIZAÇÃO DA CONTABILIDADE GERENCIAL PARA A TOMADA DE DECISÃO NAS EMPRESAS DO RAMO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS NO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA - MT 1 INTRODUÇÃO NABARRETE, Tatiane Souza 1

Leia mais

Detalhamento da Pesquisa

Detalhamento da Pesquisa Projeto Voluntariado Brasil 2011 Job 11/0274 09/12/2011 Detalhamento da Pesquisa Contexto: Estudo geral: Estudo específico: Contribuir com a produção de conhecimento em 2001+10, marcando os 10 anos do

Leia mais

Balança Digital BEL - 00237

Balança Digital BEL - 00237 Balança Digital BEL - 00237 l l! Instrumento não submetido a aprovação de modelo/verifi cação. Não legal para uso no comércio. Não legal para prática médica. Conforme portaria INMETRO 236/94 Plebal Plenna

Leia mais

FUNCTIONAL TRAINING COACH I (JAN 2016) - PORTO

FUNCTIONAL TRAINING COACH I (JAN 2016) - PORTO FUNCTIONAL TRAINING COACH I (JAN 2016) - PORTO Functional Training (FT) Coach traduz uma nova abordagem ao treino funcional, sendo reconhecido internacionalmente por unir os mundos do desporto e fitness

Leia mais

Também observamos pessoas que creditam todo o sucesso a um determinado suplemento. Por exemplo:

Também observamos pessoas que creditam todo o sucesso a um determinado suplemento. Por exemplo: Email: nutricionista_rodolfoperes@yahoo.com.br Rodolfo Peres nutricionista esportivo CRN8-2427 Quais os melhores suplementos alimentares do mercado? Tenho certeza de que muitos se fazem esta pergunta,

Leia mais

Concepções alternativas

Concepções alternativas Bioquímica e Biologia olecular: Realizações e Perspectivas - QBQ2500 Concepções alternativas Bayardo B. Torres Departamento de Bioquímica - USP Suplementos proteicos itos e Verdades 1. Para um treino de

Leia mais

Febre periódica, estomatite aftosa, faringite e adenite (PFAPA)

Febre periódica, estomatite aftosa, faringite e adenite (PFAPA) www.printo.it/pediatric-rheumatology/pt/intro Febre periódica, estomatite aftosa, faringite e adenite (PFAPA) Versão de 2016 1. O QUE É A PFAPA 1.1 O que é? PFAPA significa Febre Periódica, Estomatite

Leia mais

Avaliação Econômica Projeto de Inclusão Digital. Naercio Aquino Menezes Filho Centro de Políticas Públicas Insper FEA-USP e Fundação Itaú Social

Avaliação Econômica Projeto de Inclusão Digital. Naercio Aquino Menezes Filho Centro de Políticas Públicas Insper FEA-USP e Fundação Itaú Social Avaliação Econômica Projeto de Inclusão Digital Naercio Aquino Menezes Filho Centro de Políticas Públicas Insper FEA-USP e Fundação Itaú Social Estrutura da Apresentação 1) O que é a Avaliação Econômica?

Leia mais

Pesquisa Nacional Fiesp/IBOPE sobre o Perfil do Consumo de Alimentos no Brasil

Pesquisa Nacional Fiesp/IBOPE sobre o Perfil do Consumo de Alimentos no Brasil Pesquisa Nacional Fiesp/IBOPE sobre o Perfil do Consumo de Alimentos no Brasil São Paulo, 18 de maio de 2010 Objetivos gerais Avaliar o grau de aderência da sociedade brasileira às tendências internacionais

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Vitalipid N Infantil, associação, emulsão injectável Retinol, ergocalciferol, alfatocoferol, fitomenadiona Leia atentamente este folheto antes de utilizar

Leia mais

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil revela resultado da terceira edição

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONHECIMENTO DOS AGRICULTORES DO ASSENTAMENTO SANTA CRUZ, NO MUNICIPIO DE CAMPINA GRANDE - PB Autor: Josué Souza Martins Universidade Federal da Paraíba josué.mart@hotmail.com;

Leia mais

AMIGO DO MEIO AMBIENTE 2013. Casa do Adolescente AME Barradas SECONCI - OSS

AMIGO DO MEIO AMBIENTE 2013. Casa do Adolescente AME Barradas SECONCI - OSS IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO AMIGO DO MEIO AMBIENTE 2013 Casa do Adolescente AME Barradas SECONCI - OSS DATA 19/08/2013 Endereço: Av Almirante Delamare, 1534 Bairro: Cidade Nova Heliópolis TÍTULO: Mãos

Leia mais

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Seis em cada dez consumidores consideram-se felizes O estudo O consumo como alcance da felicidade, conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso feliz, busca compreender

Leia mais

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada PROCESSO: 716944 NATUREZA: CONSULTA CONSULENTE: Ronaldo Márcio Gonçalves PROCEDÊNCIA: Prefeitura Municipal de Pains ASSUNTO: Pagamento pelo Município, com recursos do FUNDEF, de curso superior para os

Leia mais

MODELAGENS. Modelagem Estratégica

MODELAGENS. Modelagem Estratégica Material adicional: MODELAGENS livro Modelagem de Negócio... Modelagem Estratégica A modelagem estratégica destina-se à compreensão do cenário empresarial desde o entendimento da razão de ser da organização

Leia mais

REGULAMENTO HACKATHON KIMBERLY-CLARK EDIÇÃO HUGGIES

REGULAMENTO HACKATHON KIMBERLY-CLARK EDIÇÃO HUGGIES REGULAMENTO HACKATHON KIMBERLY-CLARK EDIÇÃO HUGGIES Este regulamento contém as regras aplicáveis ao Hackathon Kimberly-Clark Edição Huggies ( Evento ), promovida pela KIMBERLY-CLARK BRASIL INDÚSTRIA E

Leia mais

Professores: Roberto Calmon e Thiago Fernandes

Professores: Roberto Calmon e Thiago Fernandes Professores: Roberto Calmon e Thiago Fernandes Nesta aula iremos aprender sobre o conceito, as causas e as consequências da obesidade e a importância da atividade física para a prevenção e controle desta

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG 1. DO OBJETIVO Promover concurso de trabalhos a serem apresentados nas formas de pôster

Leia mais

Maio 2011. Mais saúde e bem estar para você e seus colaboradores. Maior produtividade para sua empresa.

Maio 2011. Mais saúde e bem estar para você e seus colaboradores. Maior produtividade para sua empresa. Maio 2011 Mais saúde e bem estar para você e seus colaboradores. Maior produtividade para sua empresa. O que comer antes e após a atividade física? Alimentação e exercício Importância da alimentação saudável

Leia mais

Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011. O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar

Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011. O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar Farias Pereira de Sousa Brasilia, 25 de Novembro de 2011 O Corretor no Cenário da Saúde Suplementar A Saúde Privada no Brasil A Lei 9.656/98 Corrigiu distorções, introduziu regras e obrigações importantes

Leia mais

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento

Prémio Hire.me app. Campanha nacional eskills for Jobs 2016. Regulamento Prémio Hire.me app Campanha nacional eskills for Jobs 2016 Regulamento Na prossecução das suas atribuições legais no domínio da Sociedade de Informação e do Conhecimento em Portugal, em particular ao nível

Leia mais

REGULAMENTO. 1. DO TEMA 1.1. O tema a ser desenvolvido é Proteja nossas crianças e adolescentes.

REGULAMENTO. 1. DO TEMA 1.1. O tema a ser desenvolvido é Proteja nossas crianças e adolescentes. 3º CONCURSO CULTURAL 18 DE MAIO O 3º Concurso Cultural 18 de Maio promovido pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social, por meio do CREAS Centro de Referência Especializado de Assistência

Leia mais

MUNICÍPIOS DA PENÍNSULA DE SETÚBAL ASSOCIAÇÕES ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA PENÍNSULA DE SETÚBAL ASSOCIAÇÕES ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Basquetebol dos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da Câmara

Leia mais

CP60/2008. Proposta de Regulamento Técnico de Alimentos para Atletas. www.anvisa.gov.br. Agência Nacional de Vigilância Sanitária

CP60/2008. Proposta de Regulamento Técnico de Alimentos para Atletas. www.anvisa.gov.br. Agência Nacional de Vigilância Sanitária CP60/2008 Proposta de Regulamento Técnico de Alimentos para Atletas 1 Situação atual Alimentos para fins Especiais Port. 29/98 Alimentos para dietas com restrição de nutrientes Alimentos para ingestão

Leia mais

CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES POR PRATICANTES DE JIU-JÍTSU EM CRICIÚMA (SC)

CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES POR PRATICANTES DE JIU-JÍTSU EM CRICIÚMA (SC) UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE NUTRIÇÃO BRUNO LUIZ DA SILVA PIERI CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES POR PRATICANTES DE JIU-JÍTSU EM CRICIÚMA (SC) CRICIÚMA, JULHO DE 2009. BRUNO

Leia mais

O PLANO BRASIL SEM MISÉRIA

O PLANO BRASIL SEM MISÉRIA O PLANO BRASIL SEM MISÉRIA A adoção de uma estratégia multidimensional coordenada, com objetivos e metas claros e mensuráveis, é uma das iniciativas mais importantes dos países que buscam reduzir seus

Leia mais

AÇAÍ FROOTY GUGA KUERTEN COM PROTEÍNAS E VITAMINA C

AÇAÍ FROOTY GUGA KUERTEN COM PROTEÍNAS E VITAMINA C 2 O AÇAÍ DO CAMPEÃO O comportamento dos brasileiros sofreu importantes mudanças nos últimos anos, influenciando de maneira direta o mercado de alimentos. Mais conectados às redes sociais, informações nutricionais

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Mintzberg Define planejamento estratégico como sendo processo gerencial que possibilita ao executivo estabelecer o rumo a ser seguido pela empresa, com vistas a obter um nível

Leia mais

REGULAMENTO. 2 - DO PERCURSO - O percurso será de 8 km, 4 km e 1 km (infanto-juvenil). (consultar site: www.veloxsports.com.br)

REGULAMENTO. 2 - DO PERCURSO - O percurso será de 8 km, 4 km e 1 km (infanto-juvenil). (consultar site: www.veloxsports.com.br) REGULAMENTO O EVENTO DIA DE SAÚDE, será um evento esportivo com o objetivo de conscientizar a população de um modo geral para a preocupação dos benefícios de uma prática esportiva. Será uma iniciativa

Leia mais