ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE"

Transcrição

1 ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE MODELOS E REUTILIZAÇÃO EM ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE Alunos: Felyppe Rodrigues da Silva (Mestrado) Gabriella Castro Barbosa Costa (Doutorado) Professor: Toacy Cavalcante de Oliveira Disciplina: Reutilização de Software

2 AGENDA 1. Introdução Tipos de ECOSs Definições Taxionomia de ECOSs 2. Ecossistema / App Analisados Android App DiaDia 3. Modelos Introdução Software Supply Network (SSN) 4. Plano de Reutilização em ECOSs Introdução Diagramas 5. Referências Bibliográficas 2

3 1. INTRODUÇÃO Tipos de Ecossistemas Ecossistemas de Negócios? Ecossistemas Sociais Ecossistemas de Software 3

4 1. INTRODUÇÃO Definições (1/3) Um ECOS consiste em um conjunto de atores funcionando como uma unidade que interage com um mercado distribuído entre software e serviços, juntamente com as relações entre estas entidades. Estas relações são frequentemente apoiadas por uma plataforma tecnológica ou por um mercado comum e realizadas pela troca de informação, recursos e artefatos. JANSEN et al.,

5 1. INTRODUÇÃO Definições (1/3) Um ECOS consiste em um conjunto de atores funcionando como uma unidade que interage com um mercado distribuído entre software e serviços, juntamente com as relações entre estas entidades. Estas relações são frequentemente apoiadas por uma plataforma tecnológica ou por um mercado comum e realizadas pela troca de informação, recursos e artefatos. JANSEN et al.,

6 1. INTRODUÇÃO Definições (2/3) Ecossistemas de Software são redes sociotécnicas de desenvolvimento de produtos e serviços de software relacionados, formadas por um conjunto de componentes, conhecidos ou não, que se relacionam para realizar a engenharia e o gerenciamento de uma ou mais plataformas e para gerar valor e inovação na indústria de software SANTOS,

7 1. INTRODUÇÃO Definições (2/3) Ecossistemas de Software são redes sociotécnicas de desenvolvimento de produtos e serviços de software relacionados, formadas por um conjunto de componentes, conhecidos ou não, que se relacionam para realizar a engenharia e o gerenciamento de uma ou mais plataformas e para gerar valor e inovação na indústria de software. SANTOS,

8 1. INTRODUÇÃO Definições (3/3) Um ECOS é uma interação de um conjunto de atores sobre uma plataforma tecnológica comum, que resulta em um número de soluções ou serviços de software. Cada ator é motivado por um conjunto de interesses ou modelos de negócio e está conectado aos demais atores e ao ECOS como um todo por meio de relacionamentos simbióticos. Por sua vez, a plataforma tecnológica está estruturada para permitir o envolvimento e a contribuição dos diferentes atores. 8 MANIKAS e HANSEN, 2012

9 1. INTRODUÇÃO Definições (3/3) Um ECOS é uma interação de um conjunto de atores sobre uma plataforma tecnológica comum, que resulta em um número de soluções ou serviços de software. Cada ator é motivado por um conjunto de interesses ou modelos de negócio e está conectado aos demais atores e ao ECOS como um todo por meio de relacionamentos simbióticos. Por sua vez, a plataforma tecnológica está estruturada para permitir o envolvimento e a contribuição dos diferentes atores. 9 MANIKAS e HANSEN, 2012

10 1. INTRODUÇÃO Taxionomia de ECOSs Taxonomia dos ECOSs BOSCH,

11 2. ECOSSISTEMA / APP ANALISADOS Android 11

12 2. ECOSSISTEMA / APP ANALISADOS Android Interdependência entre usuários, desenvolvedores e fabricantes de equipamentos Um não pode existir sem o outro Os usuários compram dispositivos e aplicações Fabricantes de equipamentos vendem dispositivos, às vezes junto com aplicações Desenvolvedores compram dispositivos, em seguida, fazem/vendem aplicativos. 12

13 2. ECOSSISTEMA / APP ANALISADOS DiaDia Sistema de gerenciamento de glicemias e auxílio no tratamento de pacientes diabéticos para smartphones Registro de glicemias e extração de informações úteis destes resultados Proporciona uma maneira simples de armazenar glicemias e acompanhar variações no desempenho do tratamento do usuário. 13 SILVA, 2013

14 2. ECOSSISTEMA / APP ANALISADOS DiaDia 14 Diagrama de Casos de Uso SILVA, 2013

15 2. ECOSSISTEMA / APP ANALISADOS DiaDia 15 Tela Inicial do Aplicativo Exemplo de Gráfico SILVA, 2013

16 3. MODELOS Introdução a) Software Supply Network (SSN): Atores e seus relacionamentos. b) SECO: SSNs e seus relacionamentos. c) SECOs: SECOs e seus relacionamentos. 16 BOUCHARAS et al., 2009

17 3. MODELOS Introdução Tipos de papéis chave nos ECOSs 17 HANSSEN, 2012

18 3. MODELOS Software Supply Network (SSN) Notação 18 BOUCHARAS et al., 2009

19 3. MODELOS Software Supply Network (SSN) Notação 19 BOUCHARAS et al., 2009

20 3. MODELOS SSN DiaDia 20

21 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO Introdução Visão do ECOSs em três dimensões 21 CAMPBELL e AHMED, 2010

22 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO Introdução Framework 3+1 para E&G de ECOSs 22 WERNER et al., 2012

23 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO 23

24 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO Configuração do Ambiente de Desenvolvimento 24

25 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO Configuração do Ambiente de Desenvolvimento 25

26 4. PLANO DE REUTILIZAÇÃO Desenvolvimento do Aplicativo 26

27 5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BOSCH, J., 2009, From Software Product Lines to Software Ecosystem, In: Proceedings of 13th International Software Product Line Conference, pp. 1-10, San Francisco, CA, USA, August. BOUCHARAS, V., JANSEN, S., BRINKKEMPER, S., 2009, Formalizing Software Ecosystem Modeling, In: Proceedings of the 1st International Workshop on Open Component Ecosystems, ACM SIGSOFT Symposium on the Foundations of Software Engineering, pp , Amsterdam, The Netherlands, August. CAMPBELL, P.R.J., AHMED, F., BOSCH, J. & JANSEN, S., 2010, 2nd International Workshop on Software Ecosystems (EcoSys), In: Proceedings of the Fourth European Conference on Software Architecture, 2nd International Workshop on Software Ecosystems, pp , Copenhagen, Denmark, August. HANSSEN, G.K., 2012, A Longitudinal Case Study of an Emerging Software Ecosystem: Implications for Practice and Theory, Journal of Systems and Software, v. 85, n. 7 (July), p JANSEN, S., FINKELSTEIN, A., BRINKKEMPER, S., 2009, A Sense of Community: A Research Agenda for Software Ecosystems, In: Proceedings of the 31st International Conference on Software Engineering, New and Emerging Research Track, pp , Vancouver, BC, Canada, May. MANIKAS, K., HANSEN, K.M., 2012, Software Ecosystems A Systematic Literature Review, Journal of Systems and Software. 27

28 5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SANTOS, R. P., 2013, Engenharia e Gerenciamento de Ecossistemas de Software. Exame de Qualificação de Doutorado, COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. SILVA, F. R., 2013, Sistema de gerenciamento de glicemias e auxílio no tratamento de diabetes para smartphones. Trabalho de Conclusão de Curso, UERJ, Nova Friburgo, RJ, Brasil. WERNER, C.M.L., SANTOS, R.P., ALVES, C.F., 2012, Ecossistemas de Software: Estágio Atual, Direções de Pesquisa e a Prática na Indústria de Software, In: Anais do III Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática, Tutoriais, pp , Natal, RN, Brasil, Setembro. 28

29 ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE MODELOS E REUTILIZAÇÃO EM ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE Alunos: Felyppe Rodrigues da Silva (Mestrado) Gabriella Castro Barbosa Costa (Doutorado) Professor: Toacy Cavalcante de Oliveira Disciplina: Reutilização de Software

Um Modelo para Negociação de Requisitos em Ecossistemas de Software

Um Modelo para Negociação de Requisitos em Ecossistemas de Software Um Modelo para Negociação de Requisitos em Ecossistemas de Software George Valença, Carina Alves Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Recife, Brasil {gavs,cfa}@cin.ufpe.br Abstract.

Leia mais

Ecossistema de Software no Contexto do Poder Judiciário - Apontamentos Sobre o ECOS Projudi no Estado do Paraná

Ecossistema de Software no Contexto do Poder Judiciário - Apontamentos Sobre o ECOS Projudi no Estado do Paraná Ecossistema de Software no Contexto do Poder Judiciário - Apontamentos Sobre o ECOS Projudi no Estado do Paraná Rebeca Teodoro da Silva 1, 2, Luiz Gustavo Ferreira Aguiar 1,2, Elias Canhadas Genvigir 1

Leia mais

ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE. Rodrigo Pereira dos Santos

ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE. Rodrigo Pereira dos Santos ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE ECOSSISTEMAS DE SOFTWARE Rodrigo Pereira dos Santos Exame de Qualificação apresentado ao Programa de Pós-graduação em Engenharia de Sistemas e Computação, COPPE, da Universidade

Leia mais

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Ricardo Terra 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Campus da Pampulha 31.270-010

Leia mais

Agenda da Aula. Resumo dos Padrões (Aula 4) Padrões Arquiteturais. Arquitetura Cliente-Servidor. Arquitetura Cliente-Servidor

Agenda da Aula. Resumo dos Padrões (Aula 4) Padrões Arquiteturais. Arquitetura Cliente-Servidor. Arquitetura Cliente-Servidor Reuso de Software Aula 05 Agenda da Aula Linha de Produtos de Software Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo reuso.software@gmail.com 19 Março 2012 Padrões arquiteturais Cliente-Servidor

Leia mais

Histórico: Linha de Produção. Linha de Produtos de Software. Reuso vs. Customização. Mercado Competitivo. Linha de Produtos de Software

Histórico: Linha de Produção. Linha de Produtos de Software. Reuso vs. Customização. Mercado Competitivo. Linha de Produtos de Software DCC / ICEx / UFMG Histórico: Linha de Produção Linha de Produtos de Software Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Produtos em geral eram feitos manualmente Com o crescimento do consumo,

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE E COMPUTAÇÃO EM NUVEM COMO SERVIÇO

ENGENHARIA DE SOFTWARE E COMPUTAÇÃO EM NUVEM COMO SERVIÇO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2015.2 ENGENHARIA DE SOFTWARE E COMPUTAÇÃO EM NUVEM COMO SERVIÇO Aluna: Marcela Pereira de Oliveira Orientador:

Leia mais

Uma Abordagem de Engenharia de Requisitos Para Linhas de Produtos de Software

Uma Abordagem de Engenharia de Requisitos Para Linhas de Produtos de Software Uma Abordagem de Engenharia de Requisitos Para Linhas de Produtos de Software Gabriela Guedes de Souza, Jaelson Castro e Carla Silva ggs@cin.ufpe.br, jbc@cin.ufpe.br, carla@dce.ufpb.br DEPARTAMENTO DE

Leia mais

Uma Abordagem Socio-técnica para Apoiar Modelagem e Análise de Ecossistemas de Software

Uma Abordagem Socio-técnica para Apoiar Modelagem e Análise de Ecossistemas de Software Uma Abordagem Socio-técnica para Apoiar Modelagem e Análise de Ecossistemas de Software Thaiana Maria Pinheiro Lima Projeto Final de Curso submetido ao Departamento de Engenharia Eletrônica e de Computação

Leia mais

CONSEGI 2010. Marcus Vinicius Brandão Soares. Aspectos Legais de Cloud Computing

CONSEGI 2010. Marcus Vinicius Brandão Soares. Aspectos Legais de Cloud Computing Marcus Vinicius Brandão Soares Mestre e Doutorando COPPE-Sistemas Perito Judicial Cível e do Trabalho RJ e Campos dos Goytacazes Membro do Grupo de Pesquisa Justiça e Direito Eletrônicos Escola Judicial

Leia mais

Investigando aspectos da geração de novos produtos de software. Daniel Arcoverde (dfa@cin.ufpe.br)

Investigando aspectos da geração de novos produtos de software. Daniel Arcoverde (dfa@cin.ufpe.br) Investigando aspectos da geração de novos produtos de software Daniel Arcoverde (dfa@cin.ufpe.br) Estrutura Parte1. Inovação é igual em software? Parte 2. Processo de Desenvolvimento de Novos Produtos

Leia mais

Análise de Dados Qualitativos

Análise de Dados Qualitativos 2 Objetivo Análise de Dados Qualitativos Uma breve Introdução a Grounded Theory cleidson de souza cdesouza@ufpa.br! Você já está há 1 mês coletando documentos, fazendo observações, conduzindo entrevistas

Leia mais

Um Componente de Gerenciamento de Execução de Workflow Segundo a Abordagem de Linha de Produto de Software

Um Componente de Gerenciamento de Execução de Workflow Segundo a Abordagem de Linha de Produto de Software Um Componente de Gerenciamento de Execução de Workflow Segundo a Abordagem de Linha de Produto de Software Itana M. S. Gimenes 1 itana@din.uem.br Radames J. Halmeman 1 radames@cm.cefetpr.br Fabrício R.

Leia mais

Especificação de Uma Abordagem para Desenvolvimento Distribuído de Software Utilizando SPEM

Especificação de Uma Abordagem para Desenvolvimento Distribuído de Software Utilizando SPEM Especificação de Uma Abordagem para Desenvolvimento Distribuído de Software Utilizando SPEM Gislaine Camila Lapasini Leal, Elisa Hatsue Moriya Huzita Tania Fatima Calvi Tait e César Alberto da Silva Universidade

Leia mais

Um Processo de Engenharia de Domínio com foco no Projeto Arquitetural Baseado em Componentes

Um Processo de Engenharia de Domínio com foco no Projeto Arquitetural Baseado em Componentes Um Processo de Engenharia de Domínio com foco no Projeto Arquitetural Baseado em Componentes Ana Paula Blois 1, 2, Karin Becker 2, Cláudia Werner 1 1 COPPE/UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro,

Leia mais

ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS

ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS ADAPTANDO UMA APLICAÇÃO PARA CLOUD: UMA ANÁLISE ENTRE OS ESFORÇOS UTILIZADOS Cleverson Nascimento de Mello¹, Claudete Werner¹, Gabriel Costa Silva² ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil

Leia mais

Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software

Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software Uma Abordagem para Condução de Iniciativas de Melhoria de Processos de Software Mariano Montoni, Cristina Cerdeiral, David Zanetti, Ana Regina Rocha COPPE/UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Leia mais

Governança de Ativos em Ecossistemas de Software na Biblioteca Brechó

Governança de Ativos em Ecossistemas de Software na Biblioteca Brechó Governança de Ativos em Ecossistemas de Software na Biblioteca Brechó Leonardo Antunes dos Rios Projeto Final de Curso submetido ao Departamento de Engenharia Eletrônica e de Computação da Escola Politécnica

Leia mais

UMA ABORDAGEM DE PROJETO ARQUITETURAL BASEADO EM COMPONENTES NO CONTEXTO DE ENGENHARIA DE DOMÍNIO

UMA ABORDAGEM DE PROJETO ARQUITETURAL BASEADO EM COMPONENTES NO CONTEXTO DE ENGENHARIA DE DOMÍNIO 231 UMA ABORDAGEM DE PROJETO ARQUITETURAL BASEADO EM COMPONENTES NO CONTEXTO DE ENGENHARIA DE DOMÍNIO Ana Paula Terra Bacelo Resumo Reuso de software é considerada uma forma eficiente de aumentar a produtividade

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS CORPORATIVOS

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS CORPORATIVOS PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS CORPORATIVOS SUA EMPRESA PRECISA DE SOLUÇÕES MÓVEIS? O NOVO PERFIL DO CLIENTE Aumento do número de Smartphones com acesso a dados;" Migração de Buscas no PC

Leia mais

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS

CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS CLOUD COMPUTING: COMPARANDO COMO O MUNDO ONLINE PODE SUBSTITUIR OS SERVIÇOS TRADICIONAIS João Antônio Bezerra Rodrigues¹, Claudete Werner¹, Gabriel Costa Silva² ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí

Leia mais

Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação

Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação Valdemar Vicente GRACIANO NETO 1 ; Juliano Lopes DE OLIVEIRA 1 1 Instituto de Informática

Leia mais

OBJETOS DE APRENDIZAGEM E A ENGENHARIA DE SOFTWARE

OBJETOS DE APRENDIZAGEM E A ENGENHARIA DE SOFTWARE OBJETOS DE APRENDIZAGEM E A ENGENHARIA DE SOFTWARE LEARNING OBJECTS AND SOFTWARE ENGINEERING Bruna Cassilha Chueiri Centro Universitário da Filadélfia de Londrina UniFil Bruno Henrique Coleto Centro Universitário

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento de Sistemas para Web

Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento de Sistemas para Web Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento de Sistemas para Web } Com o forte crescimento do comércio eletrônico por

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência

Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência Milena Alexandre dos Santos Baesso (Mestranda em Engenharia Elétrica) Agenda Ciclo de Vida de um Sistema A Fase de Análise Análise Orientada à Objetos Diagramas

Leia mais

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4 DMS Documento de Modelagem de Sistema Versão: 1.4 VERANEIO Gibson Macedo Denis Carvalho Matheus Pedro Ingrid Cavalcanti Rafael Ribeiro Tabela de Revisões Versão Principais Autores da Versão Data de Término

Leia mais

BPMN - Business Process Modeling and Notation

BPMN - Business Process Modeling and Notation BPMN - Business Process Modeling and Notation AGENDA Notação Conceito Visão Geral da Notação BPMN Notação BPMN no Escritório de Processos NOTAÇÃO - CONCEITO Segundo o dicionário: Ação de indicar, de representar

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID Maik Olher CHAVES 1 ; Daniela Costa Terra 2. 1 Graduado no curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Identificando a Formação de Ilhas de Conhecimento em Projetos de Software

Identificando a Formação de Ilhas de Conhecimento em Projetos de Software Identificando a Formação de Ilhas de Conhecimento em Projetos de Software Francisco Vanderson de Moura Alves 1, Pedro de Alcântara dos Santos Neto 1, Werney Ayala Luz Lira 1, Ricardo de Andrade Lira Rabêlo

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA EMPRESAS

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA EMPRESAS PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA EMPRESAS SUA EMPRESA PRECISA DE SOLUÇÕES MÓVEIS? O NOVO PERFIL DO CLIENTE Aumento do número de Smartphones com acesso a dados; Migração de Buscas no PC

Leia mais

UMA PROSTA DE ADEQUAÇÃO DO MS VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM (VSTS) PARA O MPS.BR NÍVEIS F e G

UMA PROSTA DE ADEQUAÇÃO DO MS VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM (VSTS) PARA O MPS.BR NÍVEIS F e G 1082 X Salão de Iniciação Científica PUCRS UMA PROSTA DE ADEQUAÇÃO DO MS VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM (VSTS) PARA O MPS.BR NÍVEIS F e G Agner Macedo Paiva, Bernardo Copstein (orientador) FACIN, PUCRS, Centro

Leia mais

: TV Linear TV para todos. os dispositivos. SSPI Maio 2013. Jurandir Pitsch

: TV Linear TV para todos. os dispositivos. SSPI Maio 2013. Jurandir Pitsch os dispositivos : TV Linear TV para todos SSPI Maio 2013 Jurandir Pitsch Escopo: : Satelite para todos os dispositivos IP? 2 Solução 3 Conceito SAT>IP fará com que os serviços satélites: 1. estejam disponíveis

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite

Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite Utilização da plataforma Ning para o desenvolvimento de rede social temática para o agronegócio do leite Leonardo Mariano Gravina Fonseca 1, Myriam Maia Nobre 1, Denis Teixeira da Rocha 1, Elizabeth Nogueira

Leia mais

Engenharia de Linha de Produtos de Software e o Processo de Análise Automática: uma visão geral

Engenharia de Linha de Produtos de Software e o Processo de Análise Automática: uma visão geral Engenharia de Linha de Produtos de Software e o Processo de Análise Automática: uma visão geral Cristiano Politowski - pesquisador Dr. Fabrícia Roos Frantz - orientadora Agenda SPLE Engenharia de Linha

Leia mais

Segurança na Cadeia Logística

Segurança na Cadeia Logística Workshop- GIE de Logística Segurança na Cadeia Logística Gustavo Costa 1 Agenda 1 Abertura 2 Transporte Marítimo 3 Análise dos Programas 4 ISO 28000 5 Conclusão 2 Agenda 1 Abertura 2 Transporte Marítimo

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E

M O D E L O E U R O P E U D E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada MANUEL DIAS FERREIRA LIMA, RUI 50, Rua José Maria Rodrigues, 4710-080 BRAGA, Gualtar, PORTUGAL Telefone +351 939741239

Leia mais

Um Framework para definição de processos de testes de software que atenda ao nível 3 do TMM-e

Um Framework para definição de processos de testes de software que atenda ao nível 3 do TMM-e JEANE MENDES DA SILVA SANTOS Um Framework para definição de processos de testes de software que atenda ao nível 3 do TMM-e Plano de Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Universidade Federal de

Leia mais

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO DOS PARTICIPANTES EXTERNOS

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO DOS PARTICIPANTES EXTERNOS PLATAFORMA SUCUPIRA Emitido em 08/10/2014 às 11:18 Portal do Coordenador RELATÓRIO DE PRODUÇÃO DOS PARTICIPANTES EXTERNOS Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS (UFG) Programa: CIÊNCIA DA

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO REPRESENTAÇÃO NO BRASIL SOLICITAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE

Leia mais

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Marco T. A. Rodrigues*, Paulo E. M. de Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal de Educação Tecnológica de

Leia mais

Uma Abordagem Dinâmica de Linha de Produto para Gestão de Processos de Negócio

Uma Abordagem Dinâmica de Linha de Produto para Gestão de Processos de Negócio Uma Abordagem Dinâmica de Linha de Produto para Gestão de Processos de Negócio Trabalho de Mestrado Roberto dos Santos Rocha (Aluno), Marcelo Fantinato (Orientador) Programa de Pós-graduação em Sistemas

Leia mais

Instituto de Computação, Universidade Federal do Amazonas (UFAM) Manaus-AM, Brasil

Instituto de Computação, Universidade Federal do Amazonas (UFAM) Manaus-AM, Brasil Elicitação de Requisitos a partir de Modelos de Processos de Negócio e Modelos Organizacionais: Uma pesquisa para definição de técnicas baseadas em heurísticas Marcos A. B. de Oliveira 1, Sérgio R. C.

Leia mais

I Seminário dos Grupos de Pesquisa da UNISC Ficha de Inscrição do Grupo de Pesquisa. Nome do Grupo: GPSEM Grupo de Projeto de Sistemas Embarcados e

I Seminário dos Grupos de Pesquisa da UNISC Ficha de Inscrição do Grupo de Pesquisa. Nome do Grupo: GPSEM Grupo de Projeto de Sistemas Embarcados e I Seminário dos Grupos de Pesquisa da UNISC Ficha de Inscrição do Grupo de Pesquisa Nome do Grupo: GPSEM Grupo de Projeto de Sistemas Embarcados e Microeletrônica Área: Sistemas de Computação Nome do Líder:

Leia mais

Introdução à Engenharia de Software

Introdução à Engenharia de Software Introdução à Engenharia de Software Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Imagem Clássica Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma visão sobre o que é a engenharia

Leia mais

Uma Ferramenta para Visualização de Relacionamentos de Rastreamentos

Uma Ferramenta para Visualização de Relacionamentos de Rastreamentos Uma Ferramenta para Visualização de Relacionamentos de Rastreamentos Iago Luiz Teixeira de Moraes Orientador: Gilberto A. de A. Cysneiros Filho Plano de Trabalho Individual do Bolsista submetido para o

Leia mais

Automação de Teste de Software: Incremento de Qualidade e Produtividade em Sistemas de Faturamento Telecom

Automação de Teste de Software: Incremento de Qualidade e Produtividade em Sistemas de Faturamento Telecom Automação de Teste de Software: Incremento de Qualidade e Produtividade em Sistemas de Faturamento Telecom Sindo Vasquez Dias Analista de Sistemas sindo@cpqd.com.br Encontro da Qualidade e Produtividade

Leia mais

19 Congresso de Iniciação Científica CAPACITAÇÃO EM SISTEMA CAD DE GRANDE PORTE E EM SISTEMA PDM

19 Congresso de Iniciação Científica CAPACITAÇÃO EM SISTEMA CAD DE GRANDE PORTE E EM SISTEMA PDM 19 Congresso de Iniciação Científica CAPACITAÇÃO EM SISTEMA CAD DE GRANDE PORTE E EM SISTEMA PDM Autor(es) ANDRE BERTIE PIVETTA Orientador(es) KLAUS SCHÜTZER Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ 1. Introdução

Leia mais

Engenharia de Software e Software Livre

Engenharia de Software e Software Livre Tudo a Ver! terceiro@dcc.ufba.br Abril de 2008 fisl9.0 Agenda O que é Engenharia de Software 1 O que é Engenharia de Software 2 3 4 5 Agenda O que é Engenharia de Software 1 O que é Engenharia de Software

Leia mais

Introdução a INGENIAS:

Introdução a INGENIAS: Universidade do Estado do Rio Grande do Norte UERN Universidade Federal Rural do Semi-Árido UFERSA Mestrado em Ciência da Computação MCC Disciplina: Engenharia de Software Orientada a Agentes Professores:

Leia mais

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes

MARACATU. A component search tool. Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes MARACATU A component search tool Especificação, Projeto e Implementação de uma Arquitetura para um Engenho de Busca de Componentes Vinicius Cardoso Garcia July 29, 2005 Agenda Introdução Especificação

Leia mais

Usando RDL para Derivação de Produtos em uma Linha de Produtos de Software

Usando RDL para Derivação de Produtos em uma Linha de Produtos de Software Usando RDL para Derivação de Produtos em uma Linha de Produtos de Software Juliano Dantas Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro COPPE - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa

Leia mais

Um Arcabouço open source em Python para DBC com

Um Arcabouço open source em Python para DBC com Um Arcabouço open source em Python para DBC com Suporte à Evolução Dinâmica não Antecipada Yguaratã C. Cavacanti 1, Hyggo Oliveira de Almeida 1, Evandro Costa 2 1 Instituto de Computação Universidade Federal

Leia mais

Projeto de Pesquisa. Uma Agenda de Pesquisa para a Engenharia de Software Baseada em Buscas Heurísticas

Projeto de Pesquisa. Uma Agenda de Pesquisa para a Engenharia de Software Baseada em Buscas Heurísticas Projeto de Pesquisa Área de Conhecimento: Ciências Exatas e da Terra Sub-área de Conhecimento: Ciência da Computação Especialidade: Metodologia e Técnicas da Computação Engenharia de Software Uma Agenda

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Sistemas de Informação e Tecnologia em 3º Semestre Análise Orientada aos Objetos Modelagem de Casos de Uso Objetivo: Apresentar

Leia mais

Um Processo para a Engenharia de Domínio e de Aplicações Multiagente: As Fases de Projeto de Domínio e de Aplicações

Um Processo para a Engenharia de Domínio e de Aplicações Multiagente: As Fases de Projeto de Domínio e de Aplicações Um Processo para a Engenharia de Domínio e de Aplicações Multiagente: As Fases de Projeto de Domínio e de Aplicações Adriana Leite 2, Rosario Girardi 1 1 DEINF/GESEC - Universidade Federal do Maranhão

Leia mais

MIT CDOIQ Symposium 2014. Os temas mais abordados

MIT CDOIQ Symposium 2014. Os temas mais abordados IV Conferência Internacional em Qualidade da Informação MIT CDOIQ Symposium 2014 Os temas mais abordados Evolução MIT Information Quality Program Pesquisa, Ensino, Publicações, Conferências, Certificação

Leia mais

Análise qualitativa do processo de workflow da ouvidoria do IFMG campus Bambuí: um estudo de caso

Análise qualitativa do processo de workflow da ouvidoria do IFMG campus Bambuí: um estudo de caso Análise qualitativa do processo de workflow da ouvidoria do IFMG campus Bambuí: um estudo de caso Estefânia Paula da SILVA¹; Lígia Maria SOARES PASSOS² ¹ Aluna do curso de Engenharia de Produção do IFMG

Leia mais

Internet das Coisas: Previsões e facilitadores. Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil

Internet das Coisas: Previsões e facilitadores. Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil Internet das Coisas: Previsões e facilitadores Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil Agenda Visão GSMA Números e previsões Facilitadores: Redes seguras para a IoT Embedded SIM: aprovisionamento remoto Ambiente

Leia mais

Uma Arquitetura de Linha de Produto Baseada em Componentes para Sistemas de Gerenciamento de Workflow

Uma Arquitetura de Linha de Produto Baseada em Componentes para Sistemas de Gerenciamento de Workflow Uma Arquitetura de Linha de Produto Baseada em Componentes para Sistemas de Gerenciamento de Workflow Itana M. S. Gimenes 1 itana@din.uem.br Fabrício R. Lazilha 2 fabricio@cesumar.br Edson A. O. Junior

Leia mais

Software $uplementa Certo: Benefício/Custo da Suplementação na Seca

Software $uplementa Certo: Benefício/Custo da Suplementação na Seca Software $uplementa Certo: Benefício/Custo da Suplementação na Seca Campo Grande - MS 1 Resumo A aplicação $uplementa Certo é fruto da parceria EMBRAPA Gado Corte e Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Um Framework de Engenharia de Requisitos para Desenvolvimento de Produtos de Software

Um Framework de Engenharia de Requisitos para Desenvolvimento de Produtos de Software Um Framework de Engenharia de Requisitos para Desenvolvimento de Produtos de Software Carina Alves Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Caixa Postal 50732-970 Recife PE Brazil

Leia mais

Plano de Trabalho de Bolsista

Plano de Trabalho de Bolsista Programa: PRH-ANP/MCT N 0 34 Formação de Engenheiros nas Áreas de Automação, Controle e Instrumentação para a Indústria do Petróleo e Gás Universidade Federal de Santa Catarina Plano de Trabalho de Bolsista

Leia mais

Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN

Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br BPMN Benefícios da modelagem Em uma organização orientada a processos, modelos de processos são o principal meio para medir o desempenho

Leia mais

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores 1/7 Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores Instruções: Este procedimento deverá ser executado em seu Tablet ou Smartphone pessoal que utiliza a rede wireless Univates-Professores. Como

Leia mais

Frameworks. Pasteur Ottoni de Miranda Junior

Frameworks. Pasteur Ottoni de Miranda Junior Frameworks Pasteur Ottoni de Miranda Junior 1-Definição Apesar do avanço das técnicas de desenvolvimento de software, a construção de software ainda é um processo extremamente complexo.a reutilização tem

Leia mais

Aula 02 Conceitos básicos elipse. INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com

Aula 02 Conceitos básicos elipse. INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com Aula 02 Conceitos básicos elipse INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com 1. Introdução O Elipse E3 trabalha totalmente orientado para a operação

Leia mais

Sistema de Entrega para Suporte Varejista Utilizando a Metaheurística GRASP

Sistema de Entrega para Suporte Varejista Utilizando a Metaheurística GRASP Sistema de Entrega para Suporte Varejista Utilizando a Metaheurística GRASP Gil Romeu A. Pereira 1, Ivairton M. Santos 1 1 Universidade Federal de Mato Grosso(UFMT) Campus Universitário do Araguaia Instituto

Leia mais

Process Tailoring. Ana Luiza Dallora Moraes Felipe Madureira Fonseca. COS723 - Reutilização de Software Toacy Oliveira

Process Tailoring. Ana Luiza Dallora Moraes Felipe Madureira Fonseca. COS723 - Reutilização de Software Toacy Oliveira Process Tailoring Ana Luiza Dallora Moraes Felipe Madureira Fonseca COS723 - Reutilização de Software Toacy Oliveira Agenda 1. Conceituação 2. Artigos Reutilizáveis de Processo 3. Pesquisa sobre Reuso

Leia mais

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente 1 Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente Clarisse Sieckenius de Souza SERG - Semiotic Engineering Research Group Departamento de Informática, PUC-Rio clarisse@inf.puc-rio.br http://www.serg.inf.puc-rio.br

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software

Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software Critérios para Apoiar a Decisão Sobre o Momento de Parada dos Testes de Software Victor Vidigal Ribeiro Guilherme Horta Travassos {vidigal, ght}@cos.ufrj.br Agenda Introdução Resultados da revisão Corpo

Leia mais

CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE

CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE A proposta para o ambiente apresentada neste trabalho é baseada no conjunto de requisitos levantados no capítulo anterior. Este levantamento, sugere uma

Leia mais

Vitor Freitas e Souza. ECOS PL-Science: Uma Arquitetura para Ecossistemas de Software Científico Apoiada por uma Rede Ponto a Ponto

Vitor Freitas e Souza. ECOS PL-Science: Uma Arquitetura para Ecossistemas de Software Científico Apoiada por uma Rede Ponto a Ponto UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Vitor Freitas e Souza ECOS PL-Science: Uma Arquitetura para Ecossistemas de Software Científico

Leia mais

Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado

Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado Análise da vantagem de adoção e uso de sistemas ERP código aberto em relação aos sistemas ERP código fechado Louis Albert Araujo Springer Luis Augusto de Freitas Macedo Oliveira Atualmente vem crescendo

Leia mais

Cordis-FBC: um Ambiente Configurado TABA com Gerência do Conhecimento

Cordis-FBC: um Ambiente Configurado TABA com Gerência do Conhecimento Cordis-FBC: um Ambiente Configurado TABA com Gerência do Conhecimento Karina Villela, Ana Regina Rocha, Alvaro Rabelo Jr, Guilherme Travassos COPPE/UFRJ e Fundação Bahiana de Cardiologia Objetivos e Justificativas

Leia mais

Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas

Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas Tânia Eiko Eishima 1, Jandira Guenka Palma 1 1 Departamento de Computação Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

Desenvolvimento híbrido versus desenvolvimento nativo de aplicativos móveis

Desenvolvimento híbrido versus desenvolvimento nativo de aplicativos móveis Desenvolvimento híbrido versus desenvolvimento nativo de aplicativos móveis Mariana Ribeiro MENDES¹; Itagildo Edmar GARBAZZA 2, Daniela Costa TERRA 3 ¹Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Leia mais

Autor(es) BARBARA STEFANI RANIERI. Orientador(es) LUIZ EDUARDO GALVÃO MARTINS, ANDERSON BELGAMO. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1.

Autor(es) BARBARA STEFANI RANIERI. Orientador(es) LUIZ EDUARDO GALVÃO MARTINS, ANDERSON BELGAMO. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1. 19 Congresso de Iniciação Científica ESPECIFICAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE UMA FERRAMENTA AUTOMATIZADA DE APOIO AO GERSE: GUIA DE ELICITAÇÃO DE REQUISITOS PARA SISTEMAS EMBARCADOS Autor(es) BARBARA STEFANI

Leia mais

Análise dos Sistemas de Medição do Consumo de Energia Elétrica em Plantas Industriais

Análise dos Sistemas de Medição do Consumo de Energia Elétrica em Plantas Industriais UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA Análise dos Sistemas de Medição do Consumo de Energia Elétrica em Plantas Industriais Proposta de Trabalho

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS Lilian R. M. Paiva, Luciene C. Oliveira, Mariana D. Justino, Mateus S. Silva, Mylene L. Rodrigues Engenharia de Computação - Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Leia mais

João Arthur Brunet Monteiro. Março de 2008

João Arthur Brunet Monteiro. Março de 2008 Revisão Bibliográfica em Automação de Testes João Arthur Brunet Monteiro Universidade Federal de Campina Grande Março de 2008 João Arthur Brunet Monteiro (UFCG) Revisão Bibliográfica em Automação de Testes

Leia mais

Modelagem do Processo de Gerenciamento da Configuração de Software para um Ambiente Integrado

Modelagem do Processo de Gerenciamento da Configuração de Software para um Ambiente Integrado Modelagem do Processo de Gerenciamento da Configuração de Software para um Ambiente Integrado Martha A. D. Abdala Centro Técnico Aeroespacial (CTA) martha@iae.cta.br Resumo Os processos utilizados na engenharia

Leia mais

Uma Arquitetura de Controle Distribuída para um Sistema de Visão Computacional Propositada.

Uma Arquitetura de Controle Distribuída para um Sistema de Visão Computacional Propositada. Uma Arquitetura de Controle Distribuída para um Sistema de Visão Computacional Propositada. Reinaldo A. C. Bianchi 1 Anna H. R. C. Rillo 2 1 Divisão de Automação e Inteligência Artificial - Laboratório

Leia mais

O que é o Android? O que é o Android

O que é o Android? O que é o Android O que é o Android? O Android é um sistema operacional para dispositivos móveis, baseado em uma plataforma de código aberta sob a licença apache, permitindo que os fabricantes possam modificar seu código

Leia mais

O Padrão Arquitetural Auto-Adaptável

O Padrão Arquitetural Auto-Adaptável MAC5715 - Tópicos Avançados em POO O Padrão Arquitetural Auto-Adaptável Raphael Y. de Camargo e Carlos Alexandre Queiroz 30 de outubro de 2003 1 Intenção O padrão auto-adaptável permite o desenvolvimento

Leia mais

Inovação corporativa por meio de Reuso de Componentes

Inovação corporativa por meio de Reuso de Componentes Inovação corporativa por meio de Reuso de Componentes Simpósio Brasileiro de Qualidade de Software Reuso de Componentes Agenda 1 2 3 Apresentação Institucional Cases de Sucesso com Reuso de Componentes

Leia mais

Software Architecture Recovery based on Dynamic Analysis. Aline Vasconcelos Cláudia Werner

Software Architecture Recovery based on Dynamic Analysis. Aline Vasconcelos Cláudia Werner Software Architecture Recovery based on Dynamic Analysis Aline Vasconcelos Cláudia Werner Agenda Contexto e Motivações Trabalhos Relacionados Processo Proposto Estudo de Caso Conclusões Contexto Engenharia

Leia mais

PL-SCIENCE: CONECTANDO ONTOLOGIAS E MODELOS DE FEATURES EM UMA LINHA DE PRODUTO PARA APLICAÇÕES CIENTÍFICAS

PL-SCIENCE: CONECTANDO ONTOLOGIAS E MODELOS DE FEATURES EM UMA LINHA DE PRODUTO PARA APLICAÇÕES CIENTÍFICAS PL-SCIENCE: CONECTANDO ONTOLOGIAS E MODELOS DE FEATURES EM UMA LINHA DE PRODUTO PARA APLICAÇÕES CIENTÍFICAS Gabriella Castro Barbosa Costa gabriellacbc@gmail.com Orientadores Regina Maria Maciel Braga

Leia mais

Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum

Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum Audrey B. Vasconcelos, Iuri Santos Souza, Ivonei F. da Silva, Keldjan Alves Centro de Informática Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I PROF. MSC. MARCOS BARBOSA DÓSEA BRUNO PAIXÃO FABRÍCIO BARRETO LEONALDO ANDRADE

Leia mais

Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial

Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial Aplicação de um Metamodelo de Contexto a uma Tarefa de Investigação Policial Lucas A. de Oliveira, Rui A. R. B. Figueira, Expedito C. Lopes Mestrado em Sistemas e Computação Universidade de Salvador (UNIFACS)

Leia mais

Proposta para Grupo de Trabalho. GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados. Roberto Samarone dos Santos Araujo

Proposta para Grupo de Trabalho. GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados. Roberto Samarone dos Santos Araujo Proposta para Grupo de Trabalho GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados Roberto Samarone dos Santos Araujo Agosto/2011 1 Título GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de

Leia mais

Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM

Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM VEM Uma Análise da História do VEM, WBVS e WMSWM Renato Novais, Thiago S. Mendes, Fernando Teles Instituto Federal da Bahia (IFBA) Salvador Bahia Brasil {renato,thiagosouto,fernandoteles}@ifba.edu.br Abstract.

Leia mais