Subjects on this conversation: Nathanael s first contact with Portuguese and his experience living in Brazil.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Subjects on this conversation: Nathanael s first contact with Portuguese and his experience living in Brazil."

Transcrição

1 Subjects on this conversation: Nathanael s first contact with Portuguese and his experience living in Brazil. Context: In this conversation André talks to his friend Nathanael, who has lived in Brazil years ago! André asks him how he got in Brazil and what it was like. Key Vocab and Cultural Insights coming soon! Here s André and Nathanael: Transcrição: André: Pessoal, sejam muito bem-vindos a mais um episódio do Real Brazilian Conversations, hoje eu vou conversar com o meu amigo lá dos Estados Unidos, o Nathanael e aqui no Brasil eu chamo ele de Nathanael. E aí Nathanael, beleza?

2 Nathanael: Beleza, tudo bem? André: Beleza! Nathanael, cê teve aqui no Brasil em 2012 (dois mil e doze), né? Nathanael: É, Não, era 2013!? André: É, alguma coisa assim. Ah, aí você ficou aqui por seis meses, mais ou menos, né? Nathanael: Sim, mais ou menos! André: Me conta um pouquinho da sua experiência, porque que você veio pra cá, onde que você ficou, como que foi a experiência pra você de vir aqui, os lugares que você visitou aqui no Brasil Nathanael: Claro, é pois quando eu fui no Brasil eu não falava português, quase nada! Então eu morava em Valparaíso de Goiás, que fica pertinho ah Brasília, que é a capital do país e eu estudei na Universidade, lá em Brasília. Então, foi muito diferente. Foi tudo muito diferente porque aqui todo mundo anda em carro, todo mundo tem carro, estão acostumados disso para andar (?) mas no Brasil não é tão comum. Tem mais ônibus, tem outros sistemas de trânsito, né?

3 Então isso foi a primeira coisa que eu, eu tinha que tomar ônibus, nunca na minha vida é tomei um ônibus ah então, é foi um pouco, um pouco difícil né? Porque eu não falava o português, então, é ninguém falava espanhol, nem inglês. Então, eu tive que aprender! André: Uhum! Nathanael: É como usar o sistema daqui! André: Uhum! Então foi imersão total, né? Nathanael: Foi! Eu morava com uma família brasileira. Ah, um deles falava inglês, mas a maioria da família não falava nada de inglês nem nada, então eu tinha que falar português e tal, o tempo todo! André: Hum, entendi. Legal! E por que que você decidiu vir pro Brasil e aprender português? Nathanael: Ah, boa pergunta mano! (risos) É eu tinha esse interesse em aprender idiomas. Eu já falava Espanhol, é tinha estudado espanhol na Espanha, né? E eu queria eu queria trabalhar no América do Sul. Então, eu falei: Nossa, pois se eu vou trabalhar na América do Sul, o português é bem importante, porque Brasil é um país muito grande. É um país que tem uma

4 economia muito forte, então, é é muito importante poder falar espanhol e português também! André: Uhum! Nessa época você já sabia que o Brasil não falava espanhol, né? Porque tem muito gringo que acha que a língua do Brasil é o espanhol (risos). Nathanael: (risos) Eu sabia, mas isso foi uma coisa que eu não sabia sempre, sabe? É, eu encontrei essa informação quando estava estudando espanhol, porque estava olhando as opções para os países pra estudar e falei: Ah, o Brasil seria legal, né?. E alguém me falou: É, mas não fala espanhol no Brasil!. Ah, é?" (risos). André: Ah! Tem gente que, inclusive, acha que a capital do Brasil é Buenos Aires, não sei porque, mas existem essas confusões aí. Nathanael: É, existe! Na verdade, é dá vergonha cara, mas tem muita gente aqui nos Estados Unidos que não sabe nada do mundo, não sabe nada de, é geografia. André: É verdade! Uma vez eu fiquei sabendo de um menino que achava que o Brasil ficava na Europa, cara. Nathanael: Ah, isso é normal. Quando eu era professor de idiomas nos Estados Unidos, eu perguntei para os meus estudantes: Ah,

5 onde fica a Espanha?. É América do Sul!, Não, tá na Europa!. André: E, Nathanael, me fala uma coisa rapidinho. Cê lembra quando a gente se conheceu, né? Nathanael: Lembro sim, como não? André: Você achava que eu era um cara famoso aqui na internet! Nathanael: (risos) É que você é um cara famoso na internet! (risos). André: É, talvez eu to ficando de novo, né? Mas, num sei amo ver como é que vai ser! Nathanael: É, cara eu sempre lembro isso, porque foi muito engraçado, né? Porque eu tinha escutado o podcast, estava aprendendo a falar ( Ah, nossa eu gosto muito desse podcast! ) e depois você me mandou essa mensagem pelo skype, é no site The Mixer, né? André: Uhum! André: E você estava falando e e falei: Nossa, o voz dele é eu não sei como que eu conheço ele, mas eu não conheço ele!. E fiquei muito estranho, porque eu reconheci a voz de você mas eu falei Não, mas, claro que eu não conheço esse cara!. E depois eu

6 falei: Ah, é o cara do podcast!. E assim: Ah, agora eu tenho um amigo famoso!. André: (risos) É, bem não era tão famoso assim não! Mas tudo bem (risos). Nathanael: (risos) É, foi legal! André: E, Nathanael, pra gente já ir finalizando aqui, me fala uma coisa. Você mencionou que cê estudou lá na Espanha e que você foi estudar espanhol, na Espanha, né? E depois que você foi aprender português. Me conta se foi difícil pra você aprender o português ou se ter aprendido espanhol antes ajudou ah, e como que você lida com, ah falar as duas línguas? Atualmente Nathanael: É, eu acho que ajudou sim ajudou, é porque a gramática é bem parecida. Eu acho que o português é mais complicado do que o espanhol. André: Ah, né não cara. Português é fácil! Ahm, continua Nathanael: (risos) É, é mais complexo, tem mais sonos tem mais coisas no português, mas André: Mas hermoso también!

7 Nathanael: (risos) É, los dos son hermosos, si? Ah, mas eu gosto de falar português. É o português é mais divertido, eu acho, mas tem mais coisas que você tem que aprender no português, ah mas eu acho que ajuda sim, porque, na verdade, eu aprendi o português bem rápido. Eu aprendi falar mais ou menos bem em três meses (eu fiquei cinco meses). Então, é com o espanhol era mais aprender a diferença que aprender de novo um idioma, sabe? André: Uhum! Nathanael: Então, é mas mesmo assim, é as vezes você acha que sabe mais português por causa do espanhol, mas por exemplo a palavra escritório, é em espanhol é mesa. É diferente escritório, em espanhol seria "oficina, então tem muitas palavras que você acha que sabe, que não sabe, tem outro significado. Então essas são as coisas que, que ficam mais difícil. Agora, falando espanhol e português, é mais difícil mudar de espanhol para o português, do que inglês para português, por exemplo. André: Entendi! Nathanael: Porque são muito parecidos, então às vezes eu mesclo os idiomas.

8 André: Uhum! É, eu percebo que a maioria das pessoas que, como você aprenderam espanhol primeiro, ah, as vezes tem muita dificuldade na pronúncia do português, principalmente português brasileiro não sei o português europeu, Ah mas vocês tendem a falar como se fosse um pessoa hispânica falando português. Nathanael: (risos). André: Entendeu? Nathanael: Aham! É, isso que estou falando, que o som é bem diferente, o sotaque é bem diferente, então essas, essas diferenças são os que que são os mais difíceis, né para aprender e pra mudar. Mas, se eu fico uns dias no Brasil André: Já melhora? Nathanael: É, é mais difícil falar espanhol depois, sabe? André: Ah (risos). Nathanael: Então, é depende da situação. André: Entendi! Beleza Nathanael. Nosso tempo tá acabando, mas eu queria te agradecer muito por ter tido essa conversa comigo e espero que a gente possa gravar outras em breve.

9 Nathanael: Claro, muito obrigado André. André: É nóis, mano! Nathanael: (risos) Tchau mano! André: Um abraço aí pra você. Té mais! Nathanael: Abraço. Tchau.

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: How it is like to live in Uberlândia MG. Context: In this conversation André talks to his aunt Edmárcia, about the city of Uberlândia, in Minas Gerais state. She tells us

Leia mais

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde PERGUNTAS METALINGUÍSTICAS Doc.: J. quais são as línguas que você fala " Inf.: eu " (+) inglês né falo

Leia mais

Real Brazilian Conversations #20 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #20 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: The city of Belo Horizonte Minas Gerais state. Context: In this conversation André and Guilherme talk about the city of Belo Horizonte, in Minas Gerais state. Cultural notes,

Leia mais

Real Brazilian Conversations #22 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #22 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: Board Games Context: In this conversation Guilherme talks to his friend Anderson about board games. Anderson explains when some board games first appeared, their Brazilian

Leia mais

Anexo 2.2- Entrevista G1.2

Anexo 2.2- Entrevista G1.2 Entrevistado: E1.2 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 53 anos Masculino Cabo-Verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: 4ª classe Imigrações prévias : -- Língua materna: Outras línguas: Agregado

Leia mais

Foster: Então tá, gente! Hoje, o episódio do podcast vai ser um pouquinho diferente. Por quê?

Foster: Então tá, gente! Hoje, o episódio do podcast vai ser um pouquinho diferente. Por quê? carioca connection teaching English in Brazil Transcription Alexia: Olá! Foster: Então tá, gente! Hoje, o episódio do podcast vai ser um pouquinho diferente. Por quê? Alexia: Sou eu que mando! Foster:

Leia mais

Porque só entendo o que o meu professor de Inglês diz?

Porque só entendo o que o meu professor de Inglês diz? Porque só entendo o que o meu professor de Inglês diz? Você já se perguntou porque é mais complicando entender estrangeiros falando Inglês do que o seu professor? Ou seja, ao ter contato com outras pessoas

Leia mais

TODO AMOR TEM SEGREDOS

TODO AMOR TEM SEGREDOS TODO AMOR TEM SEGREDOS VITÓRIA MORAES TODO AMOR TEM SEGREDOS TODO AMOR TEM SEGREDOS 11 19 55 29 65 41 77 87 121 99 135 111 145 É NÓIS! 155 11 12 1 2 10 3 9 4 8 7 6 5 TODO AMOR TEM SEGREDOS. Alguns a

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

Real Brazilian Conversations #23 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #23 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: The Luxemburgo neighborhood, Elections and Cellphones. Context: In this conversation André and Guilherme talk about moving to Belo Horizonte, how the 2016 elections were

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Real Brazilian Conversations #24 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #24 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: The flu, fears and drinks. Context: In this conversation André and Guilherme talk a little bit about what is like to get a cold, their main fears, and also what they like

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: ######## 66 Leitura e Mediação Pedagógica AC Pesquisador: Paula Maria Cobucci Ribeiro Dias Transcrição (1) P: As coisas mudam ou não mudam? Olha só: tem umas coisas boas. Olha só.

Leia mais

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984.

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984. museudapessoa.net P/1 Então, vamos lá. Eu queria que você me falasse seu nome completo. R Meu nome é Karen Fisher. P/1 E onde você nasceu, Karen? R Eu nasci aqui no Rio, Rio de Janeiro. P/1 Na cidade mesmo?

Leia mais

AI-011-CAS.doc. Doc.: sexo masculino/idade: 28 anos/escolaridade: Superior Data da entrevista 12/11/2006 Duração (em minutos) 16 minutos e 20 segundos

AI-011-CAS.doc. Doc.: sexo masculino/idade: 28 anos/escolaridade: Superior Data da entrevista 12/11/2006 Duração (em minutos) 16 minutos e 20 segundos Amostra Tipo de textos coletados Dados do informante e do documentador AI-011 Transcrição Arquivos de som AI-011-CAS.doc AI-011-CAS.wav Inf.: sexo feminino/idade: 23 anos/escolaridade: Superior Doc.: sexo

Leia mais

Anexo Entrevista G2.5

Anexo Entrevista G2.5 Entrevista G2.4 Entrevistado: E2.5 Idade: 38 anos Sexo: País de origem: Tempo de permanência em Portugal: Feminino Ucrânia 13 anos Escolaridade: Imigrações prévias: --- Ensino superior (professora) Língua

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

Real Brazilian Conversations #27 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #27 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: Fridges and Brazilian Music. Context: André and Guilherme talk about Brazilian music, styles, artists, what they like the most and so on. They also describe what s in their

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II

Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II Grupo II Informantes idade Sexo profissão escolaridade Tempo de imigração em Portugal Língua materna E2.1 42 Masc. Jardineiro 12º 12 anos Ucraniano E2.2 62 Fem.

Leia mais

INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França? Foi assim de um dia para o outro? Como é que decidiu vir para cá?

INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França? Foi assim de um dia para o outro? Como é que decidiu vir para cá? Transcrição da entrevista: Informante: nº9 Célula: 3 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 1ª Idade: 63 Sexo: Feminino Tempo de gravação: 11.58 minutos INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França?

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

Ministro Eliseu Padilha pede licença do governo para cirurgia

Ministro Eliseu Padilha pede licença do governo para cirurgia O advogado José Yunes, amigo do presidente Michel Temer, disse em depoimento ao Ministério Público que recebeu um envelope em 2014 a pedido de Eliseu Padilha, hoje ministro da Casa Civil. Em entrevista

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Alexia: Hoje a gente vem com mais uma diferença entre brasileiros e americanos.

Alexia: Hoje a gente vem com mais uma diferença entre brasileiros e americanos. carioca connection casamento Transcription Alexia: Hoje a gente vem com mais uma diferença entre brasileiros e americanos. Foster: É um tema que a gente toca muito, né? Alexia: Sim. Casamento, gente! Foster:

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r Série Ao infinito e além... Sua vida além das estrelas! 4 a 8 anos Aprendendo a Viver! Conceito Viver a vida como se fosse o melhor presente. Versículo-chave Não desperdicem nenhum pouco desta maravilhosa

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 12 por

Leia mais

coleção Conversas #5 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #5 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #5 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo de facilitar diálogos que muitas vezes podem

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada.

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada. DESABITUAÇÃO (Duas mulheres e um homem estão em volta de algo que não podemos ver. Os três olham para a presença ausente, um mesmo ponto fixo no chão. Durante a cena, todos agem com uma naturalidade banal,

Leia mais

Na Internet Gramática: atividades

Na Internet Gramática: atividades Na Internet Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia os documentos Modo subjuntivo geral e Presente do subjuntivo, no Banco de Gramática. 1. No trecho a seguir, extraído da

Leia mais

Provavelmente você já passou por 1 ou mais das situações abaixo:

Provavelmente você já passou por 1 ou mais das situações abaixo: Oi, tudo bem? Me chamo Manuel Gonçalves e eu sou o diretor da maior rede de escolas de Inglês Intensivo do Brasil, a Qualify Inglês em 3 Meses. Se você chegou até esse e-book, com certeza está precisando

Leia mais

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 Integração entre Serviços e Benefícios VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 A desproteção e a vulnerabilidade são multidimensionais

Leia mais

Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1

Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1 Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1 Grupo I Informantes idade Sexo profissão Escolarida de Tempo de imigração em Portugal Língua materna E1.1 51 anos Masc. -- 6ª classe 40 anos Crioulo cv E1.2 53 anos

Leia mais

Caderno da Semana dos Povos Indígenas do COMIN POVOS INDÍGENAS EM ESPAÇOS URBANOS

Caderno da Semana dos Povos Indígenas do COMIN POVOS INDÍGENAS EM ESPAÇOS URBANOS 1 Caderno da Semana dos Povos Indígenas do COMIN POVOS INDÍGENAS EM ESPAÇOS URBANOS ENTREVISTA COM DOROTHY MAYRON TAUKANE Entrevista: Equipe do GTME Transcrição: Cledes Markus MAYRON: Trabalhar na Aldeia

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

Em uma tarde, Carlinhos recebeu uma ligação! Vamos ver como foi?

Em uma tarde, Carlinhos recebeu uma ligação! Vamos ver como foi? Em uma tarde, Carlinhos recebeu uma ligação! Vamos ver como foi? Trim!! Trim!! Filho, você pode atender o telefone, por favor? Claro, mamãe!! Pode deixar que eu atendo! Alô? Quem fala? Sou, eu, Carlinhos!

Leia mais

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele.

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. O IRMÃO WALDEN CAMILO DE CARVALHO meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. o frio está ficando meio bravo. assim é capaz do pessoal

Leia mais

Você não precisa decorar nada

Você não precisa decorar nada Que aprender inglês é importante e vai mudar a sua vida você já sabe, mas como aprender inglês e como fazer isso por conta própria? Nós separamos abaixo algumas dicas inéditas e que sem dúvida vão fazer

Leia mais

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô.

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô. Parabéns para o Dan Tocou o telefone lá em casa. Meu pai atendeu na sala. Alô. Meu avô, pai do meu pai, do outro lado da linha, fez voz de quem não gostou da surpresa. Eu liguei pra dar parabéns ao Dan.

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: ######## 36 Leitura e Mediação Pedagógica J Pesquisador: Keila Núbia de Jesus Barbosa Transcrição 01) P: Hoje é dia 19 de agosto, é o nosso terceiro encontro, não é isso, /J/? É

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume III 05 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME III (05 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL 2012

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA

PESQUISA DIAGNÓSTICA ESCOLA MUNICIPAL JOEL MARCELINO DE OLIVEIRA Goiânia, junho de 2013. Orientador Formador Rafael Vieira de Araújo PESQUISA DIAGNÓSTICA Em 2013 a nossa escola está organizada de forma diferente. Passou a

Leia mais

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest.

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. Doido pelo Rio Transcrição em Português Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. É a primeira vez que tu vem? Não, não, eu vem muitas vezes. Ah, é mesmo?

Leia mais

Lesson 22: Why. Lição 22: Por Quê? Por Que?

Lesson 22: Why. Lição 22: Por Quê? Por Que? Lesson 22: Why Lição 22: Por Quê? Por Que? Reading (Leituras) Why are you tired? (Por que você está cansado?) Why is your boss angry? (Por que o seu chefe está bravo?) Why was he late? (Por que ele estava

Leia mais

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara UM DIA CHEIO Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara Tudo começou quando eu queria pescar com meu avô. Ele tinha

Leia mais

14:35 15:10 -Persona, Jornada e Analogia + Cases 15:10 15:20 Sharing com cluster 15:30 16:00 Persona 16:00 16:30 Jornada 16:30 16:50 Analogia +

14:35 15:10 -Persona, Jornada e Analogia + Cases 15:10 15:20 Sharing com cluster 15:30 16:00 Persona 16:00 16:30 Jornada 16:30 16:50 Analogia + AQUECIMENTO 14:35 15:10 -Persona, Jornada e Analogia + Cases 15:10 15:20 Sharing com cluster 15:30 16:00 Persona 16:00 16:30 Jornada 16:30 16:50 Analogia + Redefinição Desafio 16:50 17:00 D.Brief em grupos

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

Lesson 21: Who. Lição 21: Quem

Lesson 21: Who. Lição 21: Quem Lesson 21: Who Lição 21: Quem Reading (Leituras) Who are your friends? (Quem são seus amigos?) Who is your new boss? (Quem é o seu novo chefe?) Who is your English teacher? (Quem é o seu professor de inglês?)

Leia mais

SEMANA ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 4

SEMANA ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 4 SEMANA ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 4 O que é exatamente a Semana do Espanhol de Verdade? A Semana do Espanhol de Verdade é um série de 5 aulas online e exclusivas que eu, Driéli Sonaglio,

Leia mais

Uma boa notícia: alguns especialistas garantem que é possível aprender os recursos

Uma boa notícia: alguns especialistas garantem que é possível aprender os recursos Os segredos para aprender um novo idioma (rapidamente) A ideia de tentar um emprego no exterior sempre o atraiu, mas aprender novos idiomas não é o seu forte? Ou aquela vaga dos sonhos exige um domínio

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Lesson 35: Gerund 2. Lição 35: Gerúndio 2

Lesson 35: Gerund 2. Lição 35: Gerúndio 2 Lesson 35: Gerund 2 Lição 35: Gerúndio 2 Reading (Leituras) His job is driving a bus. (O trabalho dele é dirigir um ônibus.) Thank you for choosing my lesson. (Obrigada por escolher a minha lição.) Her

Leia mais

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS?

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? Você sente que está patinando em seu conhecimento de inglês? Essa sensação é bastante comum. Na verdade, no começo do curso sentimos que estamos tendo

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 3 Data: 18/10/2010 Hora: 19h00 Duração: 22:25 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 2 CENA 01. CAPELA / CASAMENTO. INTERIOR.

Leia mais

literatura de cordel autor: MARCELO D2

literatura de cordel autor: MARCELO D2 nada pode me parar x nada pode me parar x nada pode me parar x nada pode me parar x nada pode me parar x nada pode me parar x literatura de cordel autor: MARCELO D2 NADA PODE ME PARAR autor: MARCELO D2

Leia mais

TABUADA DAS OBJEÇÕES

TABUADA DAS OBJEÇÕES TABUADA DAS OBJEÇÕES Você já sentiu acuada, sem palavras ao ouvir alguma objeção de sua potencial iniciada!? As pessoas que você vai abordar são tão especiais quanto você e se elas disserem não, lembre-se

Leia mais

Lesson 07: Verb + Not, Verb +? Lição 07: Verbo + Não, Verbo +?

Lesson 07: Verb + Not, Verb +? Lição 07: Verbo + Não, Verbo +? Lesson 07: Verb + Not, Verb +? Lição 07: Verbo + Não, Verbo +? Reading (Leitura) I do not run. (Eu não corro.) We do not go to the park. (Nós não vamos ao parquet.) You do not dance. (Você não dança.)

Leia mais

Daniel Duarte. 1 a edição

Daniel Duarte. 1 a edição Daniel Duarte 1 a edição Rio de Janeiro 2016 Agradecimentos Agradeço ao Thiago, que me encontrou pela internet adentro e acreditou neste projeto, e que em tão pouco tempo se tornou uma pessoa muito especial

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 10

Transcrição de Entrevista nº 10 Transcrição de Entrevista nº 10 E Entrevistador E10 Entrevistado 10 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Informática E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante o

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Leitura e Mediação Pedagógica

Leitura e Mediação Pedagógica Protocolo Colaborador: 23 Leitura e Mediação Pedagógica S. Pesquisador: Helen Danyane Soares Caetano de Souza 04-set-10 Dentro de casa tem Transcrição (1) P: Bom dia S.? (2) C: Bom dia. (3) P: Tudo bem?

Leia mais

Protocolo da Entrevista a Anália

Protocolo da Entrevista a Anália Protocolo da Entrevista a Anália 1 Pedia-lhe que me contasse o que lhe aconteceu de importante desde que acabou a licenciatura até agora. Então, eu acabei o 4.º ano da licenciatura e tinha o 5.º ano que

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília:

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Gabriele Fernanda Cordeiro Barbosa Um amor inacabado Você sente algo por ela sim. Vai falar com ela! Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Vamos, Ceci, vai lá falar

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: SEXO: IDADE: ESCOLARIZAÇÃO: LOCALIDADE: PROFISSÃO: DOCUMENTADORA: TRANSCRITORA: DIGITADORA: DURAÇÃO:

FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: SEXO: IDADE: ESCOLARIZAÇÃO: LOCALIDADE: PROFISSÃO: DOCUMENTADORA: TRANSCRITORA: DIGITADORA: DURAÇÃO: FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: M.A.M.B. SEXO: Masculino IDADE: 27 anos - Faixa II ESCOLARIZAÇÃO: 9 a 11 anos (2º grau incompleto) LOCALIDADE: Batateira - Zona Urbana PROFISSÃO: Comerciante DOCUMENTADORA:

Leia mais

Priscila foi passear com a sua mamãe! Lá no parque, a pequena Priscila viu alguém um tanto diferente... Vamos ver quem foi?

Priscila foi passear com a sua mamãe! Lá no parque, a pequena Priscila viu alguém um tanto diferente... Vamos ver quem foi? Priscila foi passear com a sua mamãe! Lá no parque, a pequena Priscila viu alguém um tanto diferente... Vamos ver quem foi? Mamãe! Mamãe! Vamos no balanço? Vamos, filha! Espera só um instantinho que a

Leia mais

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho A conta-gotas Ana Carolina Carvalho Agradeço a Regina Gulla pela leitura atenta e pelas sugestões. Para minha mãe, pela presença. Para Marina, minha afilhada, que quis ler o livro desde o começo. 1 A

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

OPERAÇÃO LAVA JATO INFORMAÇÃO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA Nº

OPERAÇÃO LAVA JATO INFORMAÇÃO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA Nº MJ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DELEFIN/DRCOR/SR/DPF/PR OPERAÇÃO LAVA JATO INFORMAÇÃO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA Nº 199-16 Do: APF ADRIANO

Leia mais

Era mais uma das frases de Hannah. Quando perguntei pra ela o que fazer se alguém viesse comprar briga comigo, ela res pondeu: Ninguém vai matar

Era mais uma das frases de Hannah. Quando perguntei pra ela o que fazer se alguém viesse comprar briga comigo, ela res pondeu: Ninguém vai matar Billie EU ESTAVA ME COMPORTANDO bem fazia uma semana. Só tinha me metido em uma briga, o que devia ser um recorde pra mim. Estava na cara que aquilo não ia durar muito. Estava passando pelo estacionamento

Leia mais

SEMANA DO ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 2

SEMANA DO ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 2 SEMANA DO ESPANHOL DE VERDADE MATERIAL DE APOIO AULA 2 O que você vai encontrar neste material? Hola! Neste material complementar da Aula 2 da Semana do Espanhol de Verdade eu vou te mostrar : Revisão

Leia mais

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC.

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. UFAC RBR-AC 31.10.2011 Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. [Se identificou, identificou o setor e o Diretor

Leia mais

Àhistória de uma garota

Àhistória de uma garota Àhistória de uma garota Gabriele é uma menina cheio de sonhos ela morava com sua mãe Maria seu pai Miguel Gabriele sofre muito ela tem apena 13 anos e já sofre Deus de quando ela era pequena a história

Leia mais

Comportamento de Doação do Consumidor no Varejo

Comportamento de Doação do Consumidor no Varejo 29 de Março de 2017 Comportamento de Doação do Consumidor no Varejo Processo 2015/16217-4, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) Rede de Pesquisa e Conhecimento Aplicado - FGV OBJETIVO

Leia mais

saltar e pregar partidas.

saltar e pregar partidas. MI G UE L VA L E DE AL M E IDA 26 A escola do arco-íris Como é costume dizer-se, "era uma vez"... Era uma vez uma escola chamada Escola do Arco-Íris. A professora Ana gostava muito das crianças e estas

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Sonia Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 5 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais?

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais? Bem-vindo(a) ao módulo 1: Cuidando do caixa. Aqui estudaremos sobre como se faz o preenchimento da Planilha de Controle de Caixa e sobre a importância do uso do Controle de Caixa para a adequada gestão

Leia mais

DOMINGO. Acordei cedo hoje, ainda tava escuro. É domingo, dia de descanso... Só que não! Quer saber como foi o meu dia? Marque as alternativas:

DOMINGO. Acordei cedo hoje, ainda tava escuro. É domingo, dia de descanso... Só que não! Quer saber como foi o meu dia? Marque as alternativas: Meu diário DOMINGO Acordei cedo hoje, ainda tava escuro. É domingo, dia de descanso... Só que não! Quer saber como foi o meu dia? Marque as alternativas: 1)Fazer compras no supermercado 2)Fazer o almosso

Leia mais

COMO JUNTAR FRASES EM INGLÊS

COMO JUNTAR FRASES EM INGLÊS Guia Englishtown: COMO JUNTAR FRASES EM INGLÊS MELHORANDO SUA COMUNICAÇÃO EM INGLÊS Um dos principais objetivos quando estamos aprendendo inglês é conseguirmos nos comunicar de forma clara nessa língua.

Leia mais

Para onde a gente está indo?

Para onde a gente está indo? Segunda-feira Para onde a gente está indo? Para a reunião da família Zumbi respondeu minha mãe. Ah, cara, que coisa horrível! Achei que ia passar o resto do verão só jogando video game e comendo bolo.

Leia mais

P/1 Eu queria que você começasse falando o seu nome completo, onde você nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Eu queria que você começasse falando o seu nome completo, onde você nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Eu queria que você começasse falando o seu nome completo, onde você nasceu e a data do seu nascimento. R Eu sou Janine Anastácia Dutra, nasci em Itaboraí, nasci no dia 17 de março

Leia mais

o casamento do fazendeiro

o casamento do fazendeiro o casamento do fazendeiro ERA uma fez um fazendeiro que ele sempre dia mania de ir na cidade compra coisas mais ele tinha mania de ir sempre de manha cedo um dia ele acordou se arrumou e foi pra cidade,

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 18 por

Leia mais

5 Princípios do Pense Antes de Dirigir

5 Princípios do Pense Antes de Dirigir A Bridgestone tem como uma de suas prioridades a segurança no trânsito. Por isso, em 2005, a empresa lançou a campanha Pense Antes de Dirigir, uma ação global de segurança no trânsito desenvolvida pela

Leia mais

Lesson 28: Other Prepositions. (by, about, like, of, with, without) Lição 28: Outras preposições. Como usar outras preposições.

Lesson 28: Other Prepositions. (by, about, like, of, with, without) Lição 28: Outras preposições. Como usar outras preposições. Lesson 28: Other Prepositions (by, about, like, of, with, without) Lição 28: Outras preposições Como usar outras preposições. Reading (Leituras) I go to school by bus. (Eu vou à escola de ônibus.) We came

Leia mais