Diretoria de Marketing

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diretoria de Marketing"

Transcrição

1 Proposta de Candidatura Diretoria de Marketing Lucas Ferreira Rios

2 1. Dados Básicos de Identificação Nome: Lucas Ferreira Rios Idade: 25 anos Cargo Atual: Auxiliar Executivo de Marketing Ingresso na Empresa: Dezembro de 2011 Curso: Zootecnia Período: 8º Contato: (32) Histórico na Agrobio Me tornei membro efetivo da Agrobio em Dezembro de 2011, assumindo o cargo de auxiliar executivo de Projetos e Qualidade. Entretando com a desistência de um membro da empresa, a diretoria de marketing ficou sobrecarregada e me voluntarei em assumir o cargo de Auxiliar Executivo de Marketing. Desde então tenho buscado aprimorar minhas habilidades nesta área e oferecer serviços de qualidade para que a marca Agrobio se torne conhecida e bem conceituada no setor agropecuário e dentro do meio acadêmico. Atuando na divulgação dos serviços e eventos oferecidos pela empresa e na busca de novos parceiros, necessários ao sucesso da empresa. Para o aprimoramento das habilidades necessárias à diretoria de Marketing, realizei dois cursos de capacitação oferecidos pela CENJE (Criação de Slogans e Corel Draw). Esses cursos foram essenciais para que eu pudesse auxiliar o Diretor de Marketing, Douglas Oliveira, na parte criativa para a elaboração de cartazes e folders. Juntamente com ele tentei elaborar o logotipo para a CENJE, o que me ajudou na fixação dos conteúdos aprendido, nos treinamentos da CENJE. Estive presente em todas os treinamentos internos oferecidos pela Agrobio. Como o treinamento de atendimento aos clientes, no Projeto de Solos e recentemente no

3 treinamento de interpretação da Análise do Solo. Desta forma prestei consultoria a uma propriedade, que solicitou os servições de coleta do solo, pela Agobio. Durante o primeiro semestre de 2012, busquei estabelecer uma parceria com o Sindicato Rural de São Joao del-rei e o SENAR. Esta parceria obteve sucesso, pois com eles, a Agrobio obteve co-patrocínio e um palestrante para I Semana do Desenvolvimento Rural, que ocorreu em Dezembro de Durante o tempo que assumi o cargo de Auxiliar Executivo de Marketing, estive envolvido com a elaboração de folders para divulgação da empresa e para o Projeto de Solos. Revisando os textos, criando Slogans e frases capazes de atrair nosso público alvo. No segundo semestre de 2012 a Agrobio esteve empenhada na realização da I Semana do Desenvolvimento Rural. Durante este evento consegui atrair (juntamente com o Diretor-Presidente, Caio Monteiro) dois co-patrocinadores ( Sindicato Rural e Calcinação Vitória), dois palestrantes e entrei em contato com editoras especializadas no setor agropecuário, no qual contribuíram para enriquecer nosso evento com brindes, que foram adicionados ao kit distribuído aos participantes. Durante este evento finalizei o cartaz e atuei na sua divulgação, por meio da internet e fixação de cartazes. Desde que assumi o cargo de Auxiliar Executivo de Marketing, sou o responsável pelo conteúdo postado no endereço eletrônico da Empresa e nas midias sociais (facebook). Venho postando conteúdos que ajudem nossos clientes/ parceiros a desenvolverem suas habilidades profissionais e pessoais. 3. Candidatura 3.1 Justificativa Neste momento a Agrobio passa por um momento de reestruturação nas políticas organizacionais e de recursos humanos. Houve desligamentos e desistências de alguns membros e a empresa reduziu-se a um menor número de membros. Por estar na diretoria de Marketing desde o início de 2012, tenho conhecimento das ações de planejamento estratégico que faltaram ou ficaram aquém do objetivo desejado. Resultando em erros e falhas na promoção da marca Agrobio (dentro e fora da empresa) e na captação de recursos e parceiros. Mesmo assim, foi possível aprender utilizar:

4 softwares; desenvolver banners, folders, cartazes e logotipos; e a divulgar o material produzido para o público alvo. Fora a experiência que adquiri na diretoria, através de erros e acertos. Acredito ser um membro da empresa com grande motivação e desejo de que a empresa conquiste seu espaço nos setores agropecuários e de meio ambiente. Se tornando referência dentro da região. Contribuindo dessa forma para o desenvolvimento teórico-prático, administrivo e social da comunidade acadêmica e do setor agropecuário da região. 3.2 Objetivos Me candidato a diretoria de Marketing, com o objetivo de continuar mantendo o bom seu funcionamento e a boa relação entre os membros existentes, além de buscar mais conhecimento teórico envolvendo o marketing e diminuindo a ocorrência de ações baseadas unicamente pelo feeling. Por isso as ações da diretoria serão baseadas em planos estratégicos, que serão documentados e relatados através de cases. De forma que o conhecimento adquirido após estudos e experiências profissionais não sejam perdidos a cada gestão. 4. Resultados esperados Manual de Marketing da Agrobio (cases) Nele serão relatados todas as iniciativas, projetos ou experiência (que deram certo ou errado) dentro da diretoria. Serão incluídos conceitos essenciais a área de marketing e que foram debatidos por todos membros, através de discussões e seminários. De forma que o membro recém ingressado seja capaz de saber todo o histórico da Diretoria de Marketing e possa conseguir se localizar no ambiente empresarial em um curto período de tempo. O manual de marketing será completado após a execução de alguma atividade que traga alguma experiência/ consideração para a Diretoria de Marketing. Será completado a cada 15 dias.

5 Treinamento contínuo em divulgação e propaganda Serão desenvolvidos treinamentos para que os membros que compõe a diretoria sejam capazes de desenvolver ações que divulguem a marca Agrobio. Os treinamentos serão baseados em troca de informações entre todos os membros da diretoria, sendo revistos periodicamente conhecimentos a respeito de softwares como o Corel Draw e Photoshop. Também serão promovidas ações que estimulem na criatividade de todos os envolvidos na área. O que ajudará na construção de uma imagem sólida da empresa no ambiente em que se encontra. Os treinamentos serão executados após o fim do Processo de Seleção de Novos Trainees. Sendo realizados posteriormente e periodicamente, quando houver necessidade. Debates Quinzenalmente serão desenvolvidos debates, na forma de pequenos seminários, a respeito da área de marketing. Desta forma serão debatidos conceitos da área e as principais tendências de mercado. Cada debate ocorrerá de forma breve no início de cada reunião. Está ação visa melhorar o planejamento estratégico da diretoria, de forma que evite que as ações sejam executadas de forma empírica, o que aumenta as chances de falhas acontecerem, durante a execução de alguma tarefa. Com o tempo acredito que a diretoria de Marketing se tornará mais amadurecida e menos empírica, se tornando gradativamente mais capaz de representar o marketing da Agrobio perante toda a CENJE. Endomarketing e Marketing Externo Com o objetivo de favorecer a comunicação interna e aumentar a motivação entre todos os membros da Agrobio. A diretoria de marketing irá promover uma parceria com a Diretoria de RH, para que todos os membros saibam o que esta acontecendo dentro da empresa e desta forma garantindo a participação de todas atividades propostas pela Presidência da Agrobio e assuntos referentes a CENJE. Aumentando desta forma a possibilidade de todos membros de contemplarem a possibilidade de sucesso da empresa.

6 O marketing externo continuará a ser através do site, das mídias sociais e divulgações de folders, cartões e cartazes. Serão planejados novos materiais e formas de divulgação para o Serviço de Análise de Solos, com a finalidade de atrair novos clientes e expandir a marca Agrobio na região de São João del-rei. Confraternizações Internas da Diretoria de Marketing Uma vez por mês será feito, ainda em um local não especificado, uma confraternização. Durante a confraternização serão propostos jogos e atividades recreativas e motivacionais. Favorecendo desta forma que todos membros da diretoria criem laços de amizade e afinidade. Garantindo desta forma mais motivação, respeito e confiança dentro da Diretoria de Marketing. Além de favorecer que todos desenvolvam mais liberdade para propor novas ideias durante as reuniões da empresa. 5. Considerações Finais Quando entrei para a Diretoria de Marketing, no cargo de Auxiliar Executivo de Marketing não tinha a visão de continuidade. Vejo que a função de diretor não se limita a coordernar sua diretoria e fazer com que o planejamento estratégico da empresa seja cumprido, mas sim passar seus conhecimentos e experiência profissional a qualquer membro. Assim, à partir do momento que assumir a diretoria, estarei pensando em passar adiante meu cargo para um diretor capaz de assumir uma diretoria mais experiente e funcional. Por isso irei contribuir para que qualquer membro da minha diretoria seja capaz de assumir cargos de confiança dentro da Agrobio e da CENJE. Desta forma me dedicarei para que o crescimento da diretoria reflita no crescimento da Agrobio. Durante a minha gestão desenvolverei metas, objetivos e atividades nem muito pequenas e nem muito grandes, apenas o necessário para que a diretoria se sinta motivada a crescer e a cumprir os objetivos estabelecidos para o crescimento da empresa Agrobio. Por isso espero que a Diretoria de Marketing continue se desenvolvendo, por meio da qualificação, aprimoramento e experiência dos membros na área de marketing. Criatividade, conhecimento, liderança e pró-atividade serão qualidades que buscarei

7 desenvolver dentro da diretoria para que a Agrobio continue a crescer e a se consolidar no mercado. Agradeço, aos meus companheiros de diretoria e de empresa junior, Douglas Oliveira e Isabella Assunção e ao diretor-presidente, Caio Rodrigues, pelo incentivo, aprendizado e amizade dentro da empresa Junior Agrobio; e aos demais membros da Agrobio pela confiança e amizade.

8 6. Cronograma de Execuções Manual de Marketing- Agrobio Treinamento de Divulgação e Propagada Debates Endomarketing e marketing externo Confraternizações Internas de Diretoria Fevereiro Março Abril Junho Julho 1ª Quinzena 2ª Quinzena 1ª Quinzena 2ª Quinzena 1ª Quinzena 2ª Quinzena 1ª Quinzena 2ª Quinzena 1ª Quinzena 2ª Quinzena

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO APOIO CONSULTORIA 2014.1

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO APOIO CONSULTORIA 2014.1 EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO APOIO CONSULTORIA 2014.1 A Apoio Consultoria, Empresa Júnior dos cursos de Administração e Gestão da Informação da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), torna público

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) torna pública, através da Diretoria de Inovação e Empreendedorismo (DINE) da Pró-Reitoria para Assuntos de

Leia mais

Karla Juliana Lopes. Plano de Candidatura. Diretoria de Gestão de Pessoas. Viçosa MG. Julho de 2015.

Karla Juliana Lopes. Plano de Candidatura. Diretoria de Gestão de Pessoas. Viçosa MG. Julho de 2015. Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal de Viçosa Viçosa (MG) - CEP 36570-000 CNPJ: 07.245.367/0001-14 Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Universidade Federal

Leia mais

Sumário. 1. Apresentação do histórico... 2. 2. Objetivo de candidatura... 3. 3. Contatos... 4. 4. Resultados esperados... 5

Sumário. 1. Apresentação do histórico... 2. 2. Objetivo de candidatura... 3. 3. Contatos... 4. 4. Resultados esperados... 5 Juliana Rodrigues Alves Agrobio Consultoria Júnior 23/01/2013 Sumário 1. Apresentação do histórico... 2 2. Objetivo de candidatura... 3 3. Contatos... 4 4. Resultados esperados... 5 5. Considerações Finais...

Leia mais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais http://aguiavirtual.com.br/ Por Tiago Bastos 1 10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais Ao longo dos últimos 4 anos, venho trabalhando na internet de forma profissional. Já errei muito e acertei

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) torna pública, através da Diretoria de Inovação e Empreendedorismo (DINE) da Pró-Reitoria para Assuntos de

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Consultoria em. Marketing Digital. Diagnóstico, planejamento e execução. COMPROMISSO COM O RESULTADO DESIGN BRANDING DIGITAL

Consultoria em. Marketing Digital. Diagnóstico, planejamento e execução. COMPROMISSO COM O RESULTADO DESIGN BRANDING DIGITAL Consultoria em Marketing Digital Diagnóstico, planejamento e execução. COMPROMISSO COM O RESULTADO DESIGN BRANDING DIGITAL Chega de ações isoladas, sem foco no resultado. É hora de criar um plano de negócios

Leia mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais sz propaganda um novo começo. propaganda sz um novo começo. sz consulting maximizando resultados sz branding além da marca sz design e muito mais sz webdesign sem portas fechadas Planejamento estratégico,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

PROJETO IMAGINAR CONTADORES DE HISTÓRIA DA UNICARIOCA

PROJETO IMAGINAR CONTADORES DE HISTÓRIA DA UNICARIOCA PROJETO IMAGINAR CONTADORES DE HISTÓRIA DA UNICARIOCA A UniCarioca, por meio do Núcleo de Ação Socioambiental (NASA) convida seus alunos a participarem da SEGUNDA EDIÇÃO do projeto IMAGINAR (inicialmente

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria;

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria; POLÍTICA DE ELEIÇÕES DO PMI RIO I ABRANGÊNCIA Esta política se aplica ao processo de Eleições bianual promovido pelo PMI RIO em acordo com o Estatuto do chapter. II - REQUISITOS PARA O CREDENCIAMENTO:

Leia mais

Educação Empresarial/Executiva

Educação Empresarial/Executiva PROGRAMAÇÃO DE CURSOS IEL-ES OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014 Educação Empresarial/Executiva www.iei-es.org.br OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO CURSOS VITÓRIA QUEM PARTICIPA, APROVA! "O curso me trouxe muitos benefícios,

Leia mais

CONCURSO PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O BIRÔ EMPREENDEDOR EDITAL Nº 01/ 2013.2. Secção I Das Disposições Gerais

CONCURSO PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O BIRÔ EMPREENDEDOR EDITAL Nº 01/ 2013.2. Secção I Das Disposições Gerais CONCURSO PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O BIRÔ EMPREENDEDOR EDITAL Nº 01/ 2013.2 Secção I Das Disposições Gerais Dispõe sobre o concurso para seleção de alunos do curso de administração para o Birô Empreendedor.

Leia mais

O que é? pode ser chamado de Recrutamento e Seleção.

O que é? pode ser chamado de Recrutamento e Seleção. Processo Seletivo O que é? O Processo Seletivo é um conjunto de técnicas e instrumentos, empregados para avaliação de materiais, técnicas ou candidatos visando identificar as habilidades, tendências e

Leia mais

DESCRITIVO DE CARGOS. Diretor Presidente

DESCRITIVO DE CARGOS. Diretor Presidente Experiência mínima requerida: Acessor de Departamento Diretor de Departamento Competências Específicas: DESCRITIVO DE CARGOS Diretor Presidente Humildade Respeito Companheirismo Senso de justiça com bases

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

PROGRAMA: AP A R P E R N E D N E D N E D N O D O LO L G O Í G ST S I T CA C

PROGRAMA: AP A R P E R N E D N E D N E D N O D O LO L G O Í G ST S I T CA C PROGRAMA: APRENDENDO LOGÍSTICA APRESENTAÇÃO A proposta foi construída a partir do Programa de Qualificação Técnica Profissional - SEDU. Os empresários do Conselho de Logística concordam que a grade curricular

Leia mais

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Guia Fundamental para Gestão de Qualidade em Serviços Objetivo Capacitar os participantes a interpretarem os requisitos da Norma ISO 9001:2008, relacionados aos

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

FACULDADE PROJEÇÃO DE CEILÂNDIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014

FACULDADE PROJEÇÃO DE CEILÂNDIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 FACULDADE PROJEÇÃO DE CEILÂNDIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 A Direção da Escola de Negócios da Faculdade Projeção de Ceilândia,

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução. Os princípios Éticos que formam a consciência e fundamentam nossa imagem no segmento de recuperação de crédito e Call Center na conduta de nossa imagem sólida e confiável. Este

Leia mais

FACULDADE PROJEÇÃO DE SOBRADINHO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS SEGUNDO SEMESTRE DE 2014

FACULDADE PROJEÇÃO DE SOBRADINHO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 FACULDADE PROJEÇÃO DE SOBRADINHO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INOVE CONSULTORIA JÚNIOR DA ESCOLA DE NEGÓCIOS SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 A Direção da Escola de Negócios da Faculdade Projeção de Sobradinho,

Leia mais

SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO

SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO MESTRADO SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO Justificativa A equipe do mestrado em Direito do UniCEUB articula-se com a graduação, notadamente, no âmbito dos cursos de

Leia mais

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas PPG - Programa de Profissionalização da Gestão Pequenas e Médias Empresas 2010 Comunidade de interesse em Gestão Empresarial + Convidados Discutir novas idéias e estimular o uso de conceitos e práticas

Leia mais

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo.

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo. ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO CULTURAIS A Fundação Cultural do Estado da Bahia tem como missão fomentar o desenvolvimento das Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, Circo, Audiovisual, Culturas

Leia mais

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas (Produto 1) TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA BAHIA PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE EXTERNO DOS ESTADOS, DISTRITO FEDERAL E MUNICÍPIOS

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho PUBLICIDADE IT. 40 09 1 / 4 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a execução das atividades de publicidade do Crea GO. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PO. 08 Avaliação da satisfação do cliente 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 PACHECO, Jean Alves 2 ; CARDOSO, Fernando Assunção 3 ; YAMANAKA, Lie 4 Palavras-chaves: Empresa Júnior, extensão,

Leia mais

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada.

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. ASSIM É O A IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO DOS EXECUTIVOS DOS SEAC S E SINDESP S

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO PLANEJAMENTO E MODELOS DE E-COMMERCE Uma das principais características do CE é permitir a criação de novos modelos de negócio. Um modelo de negócio é um método que permite

Leia mais

endereço eletrônico) OPCIONAL: http://www.coacavo.com.br/gestao_pdf/avaliacao_desempenho_360grau s.pdf

endereço eletrônico) OPCIONAL: http://www.coacavo.com.br/gestao_pdf/avaliacao_desempenho_360grau s.pdf AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Gestão de Recursos Humanos DISCIPLINA: Ferramentas de Gestão de Recursos Humanos ALUNO(A):Aline de Souza MATRÍCULA:51811 Ribeiro da Rocha NÚCLEO REGIONAL: DATA:

Leia mais

Prepare-se para uma viagem em

Prepare-se para uma viagem em Prepare-se para uma viagem em que você poderá:. conhecer diversas culturas e perspectivas,. desenvolver novas competências,. participar de uma organização estadual,. obter uma rede de contatos diferenciada,

Leia mais

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente.

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. .a agência A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. Nosso compromisso é auxiliar empresas e organizações

Leia mais

Planejamento de Marketing

Planejamento de Marketing Planejamento de Marketing Histórico da Empresa Segmento: Coaching Conceito: Ajudar o cliente a utilizar da melhor maneira todas as suas habilidades para alcançar os seus objetivos. Coaching Integrativo

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Mostra de Projetos 2011 CASU

Mostra de Projetos 2011 CASU Mostra de Projetos 2011 CASU Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo não preenchido). Cidade: Londrina. Contato:

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA Nº 04

TERMO DE REFERENCIA Nº 04 TERMO DE REFERENCIA Nº 04 CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA APOIO NA ELABORAÇÃO DE PRODUTO REFERENTE À AÇÃO 02 DO PROJETO OBSERVATÓRIO LITORAL SUSTENTÁVEL - INSTITUTO PÓLIS EM PARCERIA COM A PETROBRAS. Perfil:

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

A conquista do sucesso depende do bom atendimento!

A conquista do sucesso depende do bom atendimento! Um excelente atendimento faz toda a diferença numa empresa porque é um dos fatores fundamentais para se destacar em qualquer tipo de negocio. Por isto os profissionais de Atendimento e de Vendas precisam

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2015. Edital de seleção de membros - Associação Atlética Acadêmica do Direito da Universidade Federal de Viçosa AAAD UFV

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2015. Edital de seleção de membros - Associação Atlética Acadêmica do Direito da Universidade Federal de Viçosa AAAD UFV EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2015 Edital de seleção de membros - Associação Atlética Acadêmica do Direito da Universidade Federal de Viçosa AAAD A AAAD torna públicas as normas do processo de seleção de membros.

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE. Especialista em Vendas, Inovação e Liderança.

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE. Especialista em Vendas, Inovação e Liderança. APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE Especialista em Vendas, Inovação e Liderança. Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Paraíba, com MBA em Marketing & Vendas pelo INPG Business

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas Ano I Número 6 setembro 2014 3 Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias página 4 6 Encontro Prêmio São Paulo

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material elaborado por Taís Vieira e Marley Rodrigues

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material elaborado por Taís Vieira e Marley Rodrigues Faccat Faculdades Integradas de Taquara Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda Disciplina: Planejamento e Assessoria em Comunicação Profª Me. Taís Vieira ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO **Material

Leia mais

A Tecnologia da Informação aplicada no Desenvolvimento do Turismo na região Centro Oeste: Contextualização.

A Tecnologia da Informação aplicada no Desenvolvimento do Turismo na região Centro Oeste: Contextualização. Apresentação Condomínio de TI é a entidade de empresas ligadas a Tecnologia da Informação (TI) provendo um conjunto de todas as atividades e soluções providas por recursos de computação que visam permitir

Leia mais

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são:

O IDEC é uma organização não governamental de defesa do consumidor e sua missão e visão são: 24/2010 1. Identificação do Contratante Nº termo de referência: TdR nº 24/2010 Plano de aquisições: Linha 173 Título: consultor para desenvolvimento e venda de produtos e serviços Convênio: ATN/ME-10541-BR

Leia mais

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas.

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas. INTRODUÇÃO Você, provavelmente, já sabe que colaboradores felizes produzem mais. Mas o que sua empresa tem feito com esse conhecimento? Existem estratégias que de fato busquem o bem-estar dos funcionários

Leia mais

Plano de Gestão 2013-2015

Plano de Gestão 2013-2015 Plano de Gestão 2013-2015 CANDIDATAS DIRETORA: MARIA MAGARI INDA DA ROCHA VICE-DIRETORA: LUCI MEIRE RISSO BARBOSA PLANO DE GESTÃO A escola onde trabalho está baseada nos valores humanistas, tendo como

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

A Jointware conseguiu criar uma nova imagem no mercado. Uma consultoria realmente voltada aos nossos Clientes.

A Jointware conseguiu criar uma nova imagem no mercado. Uma consultoria realmente voltada aos nossos Clientes. acerte o alvo Institucional Jointware: Quando o Próprio Nome Significa União A Jointware é uma empresa de consultoria em soluções, criada em 1996, para suprir a necessidade do mercado em consultorias voltadas

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 10.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 10.15 sob contratação em regime

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi 1- Objetivo Geral Capacitar profissionais para o exercício da consultoria empresarial com qualidade, possibilitando assim um melhor atendimento as demandas das empresas paraenses por estes serviços. Disseminar

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa Ricardo Pereira Antes de começar por Ricardo Pereira Trabalhando na Templum Consultoria eu tive a rara oportunidade

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

R$ 281 milhões de ebitda 52

R$ 281 milhões de ebitda 52 R$ 281 milhões de ebitda 52 Líder e pioneira em seu mercado, a Ultragaz evoluiu em 2009 na implementação de programas de eficiência operacional destinados ao mercado domiciliar, o UltraLevel, e ao mercado

Leia mais

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL Por quê o lado humano dos negócios está emergindo como uma indispensável vantagem competitiva? Era Industrial Taylor e Fayol Era do Conhecimento Tecnologia

Leia mais

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos.

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos. Plano de Ação 2013 Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias Objetivos Origem dos Recursos Infraestrutura Público Alvo Capacidade de Atendimento Recursos Financeiros Utilizados Recursos

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV)

PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV) PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV) Termo de Referência para contratação de Gestor de Projetos Pleno 14 de Agosto de 2015 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE GESTOR DE PROJETOS PLENO O presente

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Edital Impact Hub BH

Edital Impact Hub BH Edital Impact Hub BH Chamada Pública de Empreendedores de Impacto Objetivo Dar suporte ao desenvolvimento de negócios de impacto através do que oferecemos no Impact Hub: espaço compartilhado de trabalho,

Leia mais

MARKETING MUSIC SUSTENTABILIDADE

MARKETING MUSIC SUSTENTABILIDADE MARKETING MUSIC SUSTENTABILIDADE CRIATIVIDADE E ESTRATÉGIA Poderíamos usar centenas de efeitos mirabolantes para vendermos a sua idéia. Mas não funciona assim. Pessoas são feitas de experiências, expectativas

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA CAPACITAÇÃO INTERNA FACILITADOR PEDAGÓGICO 1 Função no Projeto Facilitação especializada em metodologias pedagógicas

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

Palavras-chaves: Empresa Júnior da Fadergs, Critérios PGPK, site, divulgação.

Palavras-chaves: Empresa Júnior da Fadergs, Critérios PGPK, site, divulgação. 1 Estudo de caso: aplicação dos critérios do PGPK com a implantação do site da Empresa Júnior da Fadergs Melissa Schiavon Lima RESUMO Este estudo em andamento apresenta um estudo de caso relacionando os

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE MQ SGQ 01-10

MANUAL DA QUALIDADE MQ SGQ 01-10 SUMÁRIO: Apresentação da ACEP 2 Missão da Empresa 3 Escopo e Justificativas de Exclusão 4 Comprometimento da Direção 5 Política da Qualidade 7 Objetivos de Qualidade 7 Fluxo de Processos 8 Organograma

Leia mais

10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal

10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal 10 Ideias de Promoções infalíveis para o Natal Ou para qualquer outra data que você desejar uma boa promoção! Este é um BÔNUS Grátis oferecido pelo Blog: Introdução Várias datas comemorativas representam

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular do Curso de Administração

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

Manual do Voluntário da ABRH-PR

Manual do Voluntário da ABRH-PR Manual do Voluntário da ABRH-PR Elaborado por: Arlete Zagonel Galperin Laísa Weber Prust Curitiba, abril de 2014. 1 O que é ser voluntário na ABRH O voluntário ABRH é um profissional que acredita que o

Leia mais

Anderson Junior Freitas

Anderson Junior Freitas Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal de Viçosa Viçosa (MG) - CEP 36570-000 CNPJ: 07.245.367/0001-14 Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Universidade Federal

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Instituto Nacional de Pós Graduação INPG Sustentare

Instituto Nacional de Pós Graduação INPG Sustentare Instituto Nacional de Pós Graduação INPG Sustentare O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO CORPORATIVA E A FIDELIZAÇÃO DE SEUS PÚBLICOS ESTRATÉGICOS Vitor Roberto Krüger Gestão da Comunicação Empresarial e Relações

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

GESTÃO DA DIRETORIA DE MARKETING ATRAVÉS DE UMA DIVISÃO ESTRATÉGICA: OTIMIZANDO PROCESSOS E CAPACITANDO PESSOAS PRÁTICA INTERNA. Temática: Marketing

GESTÃO DA DIRETORIA DE MARKETING ATRAVÉS DE UMA DIVISÃO ESTRATÉGICA: OTIMIZANDO PROCESSOS E CAPACITANDO PESSOAS PRÁTICA INTERNA. Temática: Marketing GESTÃO DA DIRETORIA DE MARKETING ATRAVÉS DE UMA DIVISÃO ESTRATÉGICA: OTIMIZANDO PROCESSOS E CAPACITANDO PESSOAS PRÁTICA INTERNA Temática: Marketing Resumo: Identificada a sobrecarga de atividades na diretoria

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA LIGA ACADÊMICA DE REABILITAÇÃO EM ORTOPEDIA DA FACULDADE MONTES BELOS Francisco Dimitre Rodrigo Pereira Santos Marillia Pereira Cintra Sintia

Leia mais

CRA/RN realiza primeira Reunião Plenária de 2014

CRA/RN realiza primeira Reunião Plenária de 2014 Nº 1, Ano II, 24/01/2014 CRA/RN realiza primeira Reunião Plenária de 2014 Realizou-se no último dia 29 de janeiro a primeira Reunião Plenária do CRA/RN em 2014. As reuniões possuem periodicidade mensal

Leia mais