PARTE II Modelagem de Processos de Negócios 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARTE II Modelagem de Processos de Negócios 1"

Transcrição

1 FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Auditoria em Sistemas de Informação Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. Carga Horária: 4h Semanal 88h Total PARTE II Modelagem de Processos de Negócios 1 BPM Business Process Management Copyright Prof. Fabio Ferrer 2 1

2 BPM Motivação Para que Gerência de Processos de Negócios? Todos querem gerir melhor seus negócios; A tecnologia de suporte já está mais madura; Os funcionários entendem melhor os objetivos de um projeto desta natureza; Consultores já aprenderam mais sobre o enfoque adequado; Há experiências bem sucedidas; Está na moda. Copyright Prof. Fabio Ferrer 3 Evolução da Tecnologia da Informação Tecnologia Tecnologia aplicada Tecnologia aplicada aos Negócios 1980s Início 90s Fim 90s Aplicações Acesso (Web) Processos Negócios Dados/Informação Foco no acesso aos dados Foco em automação / decisões Foco no acesso amplo Foco no processo de negócio Copyright Prof. Fabio Ferrer 4 2

3 Gestão do Conhecimento - problema nas organizações Cenário 1: Como funciona a organização e como posso fazê-la funcionar melhor? Nas organizações os processos existem mas nem sempre são explícitos... Como melhorar algo que eu não conheço bem? Como resolver ambigüidades se eu não sei onde elas estão? Como tratar inconsistências se eu não sei se elas existem e porque? Solução: Gerência de Processos de Negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 5 Gestão do Conhecimento - problema nas organizações Cenário 2: Que sistemas desenvolver/contratar e para que? Nas organizações existe demanda constante para desenvolvimento de sistemas para as suas diversas áreas de atuação... Qual o escopo do sistema a ser desenvolvido? Como ele se relaciona com outros sistemas e com as áreas de negócios? Qual o conteúdo do documento a ser gerado para o desenvolvimento ou tomada de preços? Solução: Gerência de Processos de Negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 6 3

4 Gestão do Conhecimento - problema nas organizações Cenário 3: Gostaria de automatizar o controle dos meus processos mas não sei por onde começar. Nas organizações os processos existem, mas nem sempre são explícitos... Como tratar ambigüidades e inconsistências que eu sei que existem nos meus processos? Será que eu vou conseguir resolver o meu problema com os processos da organização iniciando um movimento de automatização do controle (workflow)? Para que processos eu devo priorizar a automatização e que tenho que fazer antes de implantar um workflow? Solução: Gerência de Processos de Negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 7 O que são processos de negócios? Processos de Negócios Uma série de passos repetitíveis adotados por uma organização para produzir um resultado desejável. DNA da Corporação Processos Genéricos Processos únicos /específicos Copyright Prof. Fabio Ferrer 8 4

5 Gerência de Processos (BPM) Codificar e induzir aos bons hábitos corporativos, enquanto reduz ou elimina os maus hábitos. BPM - Agente de Mudanças Copyright Prof. Fabio Ferrer 9 BPM Definição BPM define, possibilita, gerencia a troca de informaçõ ções da corporaçã ção através s da visão o semântica dos processos de negócios, que envolvem empregados, clientes, parceiros, aplicaçõ ções e bancos de dados. A gerência deve ser capaz de modelar um processo, intermediar sua execuçã ção, monitorar seus resultados e gerenciá-lo. AberdeenGroup Copyright Prof. Fabio Ferrer 10 5

6 Porque processos de negócios? Processos de Negócios Processos Administrativos Processos Ad-hoc Processos de Negócios são aqueles voltados para a realização de operações com clientes, parceiros e fornecedores. Devem ser executados de forma bem objetiva e clara. Devem ser compreendidos e adotados por todos que lidam com os negócios da corporação. Copyright Prof. Fabio Ferrer 11 Aplicações do BPM Para o melhor entendimento da organização Para conscientizar a organização sobre sua importância Para possibilitar a reengenharia ou a melhoria contínua dos processos Para identificar atividades candidatas à automação e sua relação com outras atividades Para automatizar o controle de execução de processos Copyright Prof. Fabio Ferrer 12 6

7 BPM - Benefícios Reduçã ção o de custos Reduçã ção o de tempo de execuçã ção Melhor Qualidade Copyright Prof. Fabio Ferrer 13 Os 10 Pilares do BPM A gerência superior deve estar preparada para modificar rapidamente os processos de negócios, mas muito freqüentemente a infra- estrutura de TI não consegue acompanhar a velocidade das mudanças. Tanto a área de negócios, quanto a gerência de TI serão beneficiadas por uma solução flexível para a gerência dos processos de negócios. Tyler McDaniel, EAI Journal, 11/2001 Source: Hurvitz Group Copyright Prof. Fabio Ferrer 14 7

8 <!DOCTYPE Invoice SYSTEM " CBL.dtd"> <Invoice> <InvoiceHead er> <InvoiceDat e> </invoicedate> <!-- May 17th, > <ContractN umb er> ABC 124</C ontractnumb er> <PriceListNumber> 5 </PriceListNumber> <Bu yerscat alogn umb er>56</bu yerscat alogn umb er> <SupplierOrderNumb er> az152</supplierord ernumb er> <Bu yerord ern umb er> 12_df_1567 </Bu yerord ern umb er> <InvoiceCurren cy>u SD</InvoiceCurren cy> </InvoiceHead er> <InvoiceParties> <Bu yer> <NameAddress> <Name1>Ralph` s Automotive Part s</name1> <Country>U S</Country> </NameAddress> </Bu yer> <ListOfInvoiceD etail> <InvoiceDet ail> <BaseItemD etail> <LineItemNum> 1</Lin eitemnum> <SupplierPartNum> <PartNu m> <PartID> SKU 123</PartID> </PartNu m> </SupplierPartNum> <Quantit y> <Qty> 10</Qt y> </Quantit y> </BaseItemD etail> <InvoiceUnitPrice>13.95</InvoiceUnit Price> </InvoiceDet ail> <InvoiceSu mmary> <SubTot al>328.50</subtotal> <Tax> <TaxableAmount>328.50</T axableamount> </Tax> <Total> </T otal> </InvoiceSu mmary> </Invoice> Os 10 Pilares do BPM 1. Modelo unificado do processo Sistemas e ações individuais (sem suporte) 2. Ambiente integrado de execução Modelagem é um dos passos. Integração total é desejável 3. Gerência de estados Informação precisa sobre o status dos processos 4. Capacidade de lidar com exceções tornando-as as parte das regras e oferecendo flexibilidade 5. Monitoramento operacional e análise Detectar e analisar problemas e anomalias rapidamente 6. Modelo aninhado de processos Suporte ao reuso de sub-processos 7. Suporte à execução paralela de processos e sub-processos Paralelizar e juntar atividades independentes 8. Padrões 9. Escalabilidade 10. Confiabilidade Copyright Prof. Fabio Ferrer 15 Processos, Documentos, Integração O Triângulo Mágico Automação Workflow Monitoramento Análise Melhoria Controle Exists START Check Account STOP!Exists Add Account Processos de Negócios Documentos do Negócio Autoria Ciclo de Vida Arquivamento Recuperação Workflow Troca CORBA ERP COM CRM MSG Integração do Negócio Alavancagem Copyright Prof. Fabio Ferrer 16 Host Fluxo de dados Adaptação Roteamento Transformação Bancos de Dados 8

9 BPM Condições necessárias Definições dos Processos BPM Gerência do Processo de Negócios Envolvimento das Pessoas Infra-estrutura Existente Copyright Prof. Fabio Ferrer 17 Porque fazer modelagem de negócios? Benefícios para o Negócio Um melhor entendimento do negócio como ele é e como ele deve ser Processos de negócios de sistemas de suporte estão integrados As aplicações (construídas ou compradas) são geradas a partir dos Requisitos do Negócio Benefícios para a Tecnologia da Informação Constrói uma parceria com a comunidade de negócios Requisitos mais claros tornam o desenvolvimento de projetos mais fácil de gerenciar Aplicações são entregues dentro do prazo e do orçamento Os modelos de processos de Negócio podem ser usados para analisar e melhorar os processos de negócio Menos trabalho de manutenção Copyright Prof. Fabio Ferrer 18 9

10 Benefícios e Oportunidades (I) Só é possível melhorar aquilo que se conhece O conhecimento só é generalizado quando é tornado explícito A representação de processos é uma excelente oportunidade de tornar o conhecimento tácito em explícito (externalização) A melhoria vem da combinação de conhecimentos explícitos e da conseqüente internalização Copyright Prof. Fabio Ferrer 19 Benefícios e Oportunidades (II) Processos que passaram por melhorias são mais viáveis de ter seu controle automatizado Evita os fenômenos: pavimentação do caminho das vacas caos em alta velocidade As vantagens do uso de Sistemas de Workflow tornam-se mais evidentes Copyright Prof. Fabio Ferrer 20 10

11 Benefícios e Oportunidades (III) Com a definição de processos é mais fácil identificar as atividades que devem ter um suporte computacional (automação) A especificação dos sistemas a serem desenvolvidos são mais naturais Sistemas melhor especificados são mais baratos e mais adequados à realidade dos negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 21 Relação entre BPM x Groupware Processos de negócios requerem a participação e cooperação de diversas pessoas para atingir um objetivo A formulação / definição de um processo de negócio é uma atividade cooperativa (editor de processos cooperativo ver CEPE) Em qualquer dos 3 cenários o resultado da modelagem de negócios é um ponto de partida para outras etapas do trabalho: reengenharia / melhoria, automatização (workflow), ou automação (sistema) Copyright Prof. Fabio Ferrer 22 11

12 Modelagem, Análise e Execução Modelagem Análise Business Process Improvement Melhoria Business Process Optimisation Business Process Modelling Integraçã ção Business Process Execution Business Process Integration Execuçã ção Projeto & implementaçã ção Copyright Prof. Fabio Ferrer 23 BPM é inevitável By 2005, at least 90% of large enterprises will have BPM Enterprises that continue to hard-code all flow product, or insist on manual process steps and do not incorporate BPM s benefits, will lose out to competitors that adopt BPM.? Gartner Group 2001 Copyright Prof. Fabio Ferrer 24 12

13 BPM O tamanho do mercado 2001 US$2,26 bilhões em produtos 75% (1,7 bilhões) serviços de integração Cerca de 40 fornecedores IBM líder (16,4 % - WebSphere) FileNet (8,5 %) Staffware (7,2 %) Por regiões EUA 1,47 Europa 0,58 América Latina 14 milhões (0,014) 1/100 EUA Copyright Prof. Fabio Ferrer 25 Por onde começar???????????? 1. Entendimento dos processos 2. Prática de modelagem, melhoria e automatização 3. Monitoramento Copyright Prof. Fabio Ferrer 26 13

14 BPM Funções chaves Modelagem de Processos Separar a lógica do negócio da lógica da aplicação Execução do Processo (Instanciação) Gerenciar a execução operacional dos processos Monitoramento dos Processos Acompanhar o status da execução e as estatísticas Copyright Prof. Fabio Ferrer 27 Sumário A adoção de uma gestão de processos de negócios é estratégico para a organização BPM deve ser uma prática inserida na cultura da organização para funcionar efetivamente O caminho é longo e pleno de desafios riscos oportunidades Métodos e ferramentas adequadas ajudam a reduzir riscos e potencializar as oportunidades Uma mistura de ousadia e cautela é recomendável Copyright Prof. Fabio Ferrer 28 14

15 Modelagem de Processos Definições, Método e Ferramentas Copyright Prof. Fabio Ferrer 29 Modelagem de Processos em Organizações Objetivo: Entendimento da da organização através da da representação dos seus processos de de negócios. Copyright Prof. Fabio Ferrer 30 15

16 Processo de Trabalho Sequência de de atividades realizadas para para atingir atingir um um objetivo de de trabalho Gerente de Recursos Humanos Gerente inicia processo de Seleção 1 2 currículo Secretário recebe currículos e encaminha para analistas Secretário Analista avalia currículo 3 avaliação 4 Copyright Analista Prof. de Fabio RH Ferrer 31 Processo de Negócio Cadeia de Valor Tempo Lucro Tecnologia Atividade Atividade Atividade Fornecedores Informação Clientes Procedimento onde onde documentos, informações e tarefas tarefas são são passadas entre entre participantes de de acordo acordo com com um um conjunto de de regras regras definidas a serem serem alcançadas ou ou realizadas para para o objetivo do do negócio Copyright Prof. Fabio Ferrer 32 16

17 Processos de Negócio Processos de Relação c/ Fornecedores Processos Internos à Organização Processos de Atendimento a Clientes FORNECEDORES CLIENTES Uma coleção de tarefas de trabalho interrelacionadas, iniciada em resposta a um evento, atingindo um determinado resultado para o cliente e os demais interessados no processo. Copyright Prof. Fabio Ferrer 33 Elementos de um Processo Trabalho/Processo = objetivo direcionado Revisão de de Currículos de de candidatos a emprego Copyright Prof. Fabio Ferrer 34 17

18 Elementos de um Processo Objetivo = razão para realização do trabalho Seleção criteriosa de empregados Revisão de de Currículos de de candidatos a emprego Copyright Prof. Fabio Ferrer 35 Elementos de um Processo Atividades = decomposição do trabalho em tarefas a serem realizadas Seleção criteriosa de empregados Revisão de de Currículos de de candidatos a emprego Revisão de Currículo Envio de Carta de Recusa Agendamento Copyright Prof. Fabio Ferrer de Entrevista 36 18

19 Elementos de um Processo Atores/Agentes = se encarregam das atividades Habilitações = conhecimento necessário aos atores para realização das atividades Seleção criteriosa de empregados Revisão Revisão de de Currículos de de candidatos a a emprego Revisão de Currículo Gerente de Recursos Humanos Envio de Carta de Recusa Secretária Modelo da Organização Agendamento de Entrevista Secretária Copyright Prof. Fabio Ferrer 37 Elementos de um Processo Entradas/Saídas = produtos necessários/gerados a cada atividade/processo Seleção criteriosa de empregados Revisão Revisão de de Currículos de de candidatos a a emprego currículo Revisão de Currículo Gerente de Recursos Humanos Envio de Secretária Carta de Recusa currículo, Modelo da Organização carta de Agendamento recusa de Entrevista Copyright SecretáriaProf. Fabio Ferrer currículo 38 19

20 Elementos de um Processo Regras = dependência entre atividades Início Seleção criteriosa de empregados Revisão Revisão de de Currículos de de candidatos a a emprego currículo Revisão de Currículo Gerente de Recursos Humanos Modelo Workflow Candidato Qualificado? Sim Não Envio de Carta de Recusa Secretária currículo, carta de recusa Modelo da Organização Secretária Agendamento de Entrevista currículo Copyright Prof. Fabio Ferrer 39 FIM Modelo de Negócio da Organização Quem? Onde? Modelo de Interação do Negócio Modelo da Organização Modelo de Localização Quando? Como? Porque? Modelo de Eventos Modelo Workflow Modelo de Processos Modelo de Objetivos O que? Quem são as pessoas da organização Como o trabalho é realizado Como os objetivos se ligam aos processos de negócios Produtos/serviços gerados pelos processos Modelo de Objetos de Copyright Prof. Fabio Ferrer Negócio 40 20

21 Objetivo da Modelagem de Processos Copyright Prof. Fabio Ferrer 41 As organizações conhecem seus processos? Copyright Prof. Fabio Ferrer 42 21

22 Modelagem de Processos em Organizações Onde se quer chegar: Entendimento uniforme do negócio Como: Representação e descrição do Modelo de Negócios da Organização Conhecimento e uso disseminado pela organização Copyright Prof. Fabio Ferrer 43 Modelo de Negócio da Organização Quem? Onde? Modelo de Interação do Negócio Modelo da Organização Modelo de Localização Quando? Como? Porque? Modelo de Eventos Modelo Workflow Modelo de Processos Modelo de Objetivos O que? Quem são as pessoas da organização Como o trabalho é realizado Como os objetivos se ligam aos processos de negócios Produtos/serviços gerados pelos processos Modelo de Objetos de Copyright Prof. Fabio Ferrer Negócio 44 22

23 Modelos de Negócio (Organização) O Modelo da da organização permite permite visualizar a estrutura da da organização até até o nível nível de de função. função. Os Os elementos da da organização serão serão usados usados nos nos demais demais modelos. Copyright Prof. Fabio Ferrer 45 Modelos de Negócio (Objetivos) Objetivos da Organização O Modelo de de objetivos permite permite a organização explicitar seus seus objetivos e ligalolos aos aos processos de de liga- negócios e à estrutura organizacional. Copyright Prof. Fabio Ferrer 46 23

24 Modelos de Negócio (Processos) Atividades Domínio dos Processos Relacionamento Com o Cliente Processos O Modelo de de processos permite permite modelar a estrutura de de processos e atividades que que serão serão associadas para para modelar o workflow dos dos processos. Copyright Prof. Fabio Ferrer 47 Modelos de Negócio (Workflow) Os Os processos que que apoiam apoiama estratégia do do negócio são são detalhados no no Modelo de de Workflow. Esta Esta visão visão detalhada do do modelo modelo de de negócios ajuda ajuda a visualizar e analisar como como as as várias várias unidades organizacionais trabalham em em conjunto através através da da avaliação das das suas suas atividades internas e as as concessões de de uma uma para para outra. outra. Copyright Prof. Fabio Ferrer 48 24

25 Modelos de Negócio (Interação) O Modelo de de Interação do do Negócio permite permite representar a relação relação da da organização com com os os seus seus clientes, fornecedores, competidores e com com os os elementos da da sua sua estrutura interna. Este Este modelo modelo provê provê uma uma visão visão estratégica do do negócio que que pode pode ser ser avaliada e modelada em em detalhes pelos pelos demais demais modelos. Copyright Prof. Fabio Ferrer 49 Modelos de Negócio (Casos de Uso) Cada Cada atividade do do modelo modelo de de processos pode pode ser ser detalhado com com o Modelo de de Casos Casos de de Uso. Uso. O modelo modelo de de Casos Casos de de Uso Uso permite permite o entendimento das das principais interações entre entre o sistema e o usuário, que que ocorrem nos nos processos. Copyright Prof. Fabio Ferrer 50 25

26 Modelo do Negócio define Conhecimento da Organização Modelo do Negócio Visão Unificada Divisão Divisão Divisão Divisão Copyright Prof. Fabio Ferrer 51 Memória Organizacional Memória Organizacional Dados produzidos na organização que possam ser utilizados em decisões presentes e futuras Copyright Prof. Fabio Ferrer 52 26

27 Entendimento da Organização Quem, Quando, Onde, Porque, e Como Elicitação e Explicitação do Conhecimento Explicitação das discordâncias Identificação de duplicidades Identificação de inconsistências Identificação de aspectos obscuros Guia de entendimento para novos colaboradores Clarificação dos próximos passos Copyright Prof. Fabio Ferrer 53 Modelo do Negócio define Conhecimento da Organização Induz a Melhoria Contínua Modelo do Negócio define Processos Visão Unificada Implementação Divisão Divisão Divisão Divisão Copyright Prof. Fabio Ferrer 54 27

28 Método Copyright Prof. Fabio Ferrer 55 Modelo, Método e Ferramentas Como desenvolver um projeto de modelagem de processos? Copyright Prof. Fabio Ferrer 56 28

29 Abordagem Emoldurar Emoldurar Processos Processos Construir o mapa geral do processo: um conjunto de processos relacionados Selecionar e descrever os processos alvo Eventos, resultados, clientes, atores Compreender Compreender o o processo processo como como está está (as-is) (as-is) Construção de diagramas Com o máximo possível de detalhes, até que o comportamento do processo seja compreendido Avaliação do modelo obtido Projetar Projetar o o processo processo desejado desejado (to (to be) be) Determinar as características do processo Decidir quanto à uma abordagem: Abandonar, contratar, manter como está, melhorar, redesenhar. Documentar a missão, estratégia, Gerar idéias metas e objetivos da organização Definir características do Avaliação inicial dos processos pelos processo desejado patrocinadores, atores, donos/gerentes Eliminar idéias que não irão funcionar Descrever as metas dos processos: Avaliar sugestões junto a Percepções dos patrocinadores, todos os participantes objetivos quantitativos, diferencial Consolidação e seleção das características finais Descrição do ambiente: Cultura, especializações e estilo de gerência Copyright Prof. Fabio Ferrer 57 Ferramentas de Suporte Copyright Prof. Fabio Ferrer 58 29

30 Ferramentas Trabalham com modelos capazes de representar visões estrutura organizacional processos funções dados referentes aos processos de negócios da organização Podem estar relacionadas a uma metodologia específica Copyright Prof. Fabio Ferrer 59 Ferramentas Copyright Prof. Fabio Ferrer 60 30

31 Copyright Prof. Fabio Ferrer 61 Provison Workbench (Proforma) Copyright Prof. Fabio Ferrer 62 31

32 Outras Funcionalidades Ferramenta de planejamento Planejamento da implementação e estratégia de execução Ferramenta de análise da Organização Mapear e planejar a mudança da organização Ferramenta de Modelagem e Análise Modelar o presente, o futuro e especular ( what what-if ) Ferramenta de avaliação de custos das atividades Avaliar o custo das atividades do processo (recursos e tempo) Ferramenta de Simulação gráfica do modelo Medir a produtividade, qualidade e outras medidas Ferramenta de Análise de Benchmark Comparar com processos de outras organizações Copyright Prof. Fabio Ferrer 63 Modelagem de Negócios Quem? Onde? Modelo de Interação do Negócio Modelo da Organização Modelo de Localização Quando? Como? Porque? Modelo de Eventos Modelo Workflow A Modelagem de Negócios permite que a organização visualize, analise, e otimize os seus negócios. A organização precisa compreender e explicitar: Modelo de Processos O que? Modelo de Objetivos Quem são as pessoas da organização Como o trabalho é realizado Como os objetivos se ligam aos processos de negócios Produtos/serviços gerados pelos processos Modelo de Objetos Copyright Prof. Fabio Ferrer de Negócio (Casos 64 de Uso) 32

33 Modelagem de Processos Modelagem de Processos: Identificação (Elicitação) Representação Disseminação Uso: Melhoria (ou Reengenharia) Implantação dos novos processos Automatização do Controle (Workflow) Automação das Atividades (Sistemas) Melhoria Contínua (Qualidade) Copyright Prof. Fabio Ferrer 65 Objetivo da modelagem de Processos Copyright Prof. Fabio Ferrer 66 33

34 Gerência de Processos de Negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 67 Gerência de Processos de Negócios Copyright Prof. Fabio Ferrer 68 34

35 Gerência de Processos de Negócios Entendimento e melhoria dos processos de negócios Uso apropriado da Tecnologia de Informação Gerência de Conhecimento Aquisição de conhecimento Distribuição de informação Interpretação da informação Memória organizacional Copyright Prof. Fabio Ferrer 69 35

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor.

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Módulo 6 Módulo 6 Desenvolvimento do projeto com foco no negócio BPM, Análise e desenvolvimento, Benefícios, Detalhamento da metodologia de modelagem do fluxo de trabalho EPMA. Todos os direitos de cópia

Leia mais

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Vanice Ferreira 12 de junho de 2012 GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais DE QUE PROCESSOS ESTAMOS FALANDO? GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais

Leia mais

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva Apresentação Executiva 1 O treinamento de BPM e BPMN tem como premissa capacitar o aluno a captar as atividades relativas a determinado processo da empresa, organizá-las, gerando um fluxograma de atividades/processos,

Leia mais

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho.

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. AULA 07 - ATPS Prof. Leonardo Ferreira 1 A Estrutura Funcional X Horizontal Visão

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO. Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Guia de Estudo Vamos utilizar para a nossa disciplina de Modelagem de Processos com BPM o guia

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

PROCESSOS DE NEGÓCIOS: UMA VISÃO GERAL

PROCESSOS DE NEGÓCIOS: UMA VISÃO GERAL Universidade Federal de Santa Maria Sistemas de Informação ELC1093 Modelagem de Processos de Negócio PROCESSOS DE NEGÓCIOS: UMA VISÃO GERAL Profa. Lisandra Manzoni Fontoura Objetivos da Aula: Processos

Leia mais

Obtendo Qualidade com SOA

Obtendo Qualidade com SOA Obtendo Qualidade com SOA Daniel Garcia Gerente de Prática BPM/SOA daniel.garcia@kaizen.com.br 11 de Novembro de 2009 Copyright 2009 Kaizen Consultoria e Serviços. All rights reserved Agenda Sobre a Kaizen

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Aula 03 CMMI Capability Maturity Model Integration Parte II Agenda sumária dos Processos em suas categorias e níveis de maturidade

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO

BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO João Felipe D Assenção Faria Arquiteto JEE Especialista SOA/BPM JOÃO FELIPE D ASSENÇÃO FARIA Arquiteto JEE (12 anos) Especialista SOA/BPM (aprox. 4 anos)

Leia mais

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves

BPM Congress 27 e 28-11-2012. Palestrante: Ranussy Gonçalves BPM Congress 27 e 28-11-2012 Palestrante: Ranussy Gonçalves O SEBRAE-MG Mais de 700 funcionários Orçamento para 2012 de mais de R$ 185 milhões 130 mil empresas atendidas em 2011 e 150 mil para 2012 O início

Leia mais

PARTE III Auditoria Conceitos Introdutórios

PARTE III Auditoria Conceitos Introdutórios FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Auditoria em Sistemas de Informação Prof. Fabio Costa

Leia mais

PARTE III Introdução à Consultoria Empresarial

PARTE III Introdução à Consultoria Empresarial FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.

Etapas e Desafios. plataforma de BPM corporativa. BPMS Showcase 2014. Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com. BPMS Showcase 2014 Etapas e Desafios na seleção de uma plataforma de BPM corporativa Apresentado por: Kelly Sganderla Consultora de Processos, CBPP Kelly.sganderla@iprocess.com.br Apresentando a iprocess

Leia mais

Gerenciamento de Processos de Negócio

Gerenciamento de Processos de Negócio Gestão por Processos By Alan Lopes +55 22-99202-0433 alopes.campos@mail.com http://prof-alan-lopes.weebly.com Gerenciamento de Processos de Negócio - Conceitos e fundamentos - Modelagem de processo - Análise

Leia mais

Wesley Vaz, MSc., CISA

Wesley Vaz, MSc., CISA Wesley Vaz, MSc., CISA Objetivos Ao final da palestra, os participantes deverão ser capazes de: Identificar e compreender os princípios do Cobit 5; Identificar e conhecer as características dos elementos

Leia mais

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos

SIMPROS 2001. Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Experiência de implantação da norma ISO 9001:2000 a partir da utilização da ISO/IEC TR 15504 (SPICE) para Melhoria de Processos Adilson Sérgio Nicoletti Blumenau, SC - setembro de 2001 Conteúdo Apresentação

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Case APESC. Assessoria de Desenvolvimento Organizacional

Case APESC. Assessoria de Desenvolvimento Organizacional Case APESC Assessoria de Desenvolvimento Organizacional PROGRAMA Assessoria de Desenvolvimento Organizacional DO Gestão de Processos na APESC Metodologia Novo Olhar Benefícios e desafios Sistema de Gestão

Leia mais

A Importância do ECM na Otimização dos Recursos Corporativos. Palestrante: Charles Dal Gallo CIO (Latin America)

A Importância do ECM na Otimização dos Recursos Corporativos. Palestrante: Charles Dal Gallo CIO (Latin America) A Importância do ECM na Otimização dos Recursos Corporativos Palestrante: Charles Dal Gallo CIO (Latin America) Charles Dal Gallo CIO (Latin America) Responsável por toda operação na América Latina. Gestão

Leia mais

Introdução à Bonita BPM

Introdução à Bonita BPM WHITE PAPER Introdução à Bonita BPM Como começar a usar o Bonita BPM para capturar um processo conceitual e transformá-lo em um diagrama de processo Charlotte Adams, Alexandre Bricout e Maria Picard, Bonitasoft

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 6 ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Leia mais

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br Workflow como Proposta de Automação Flexível O Gerenciamento de Processos Planejamento do BPM Diretrizes e Especificações Seleção de processo críticos Alinhamento de processos à estratégia www.iconenet.com.br

Leia mais

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1

MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 MRedPN tt : Metodologia para Redesenho de Processos de Negócios com Transferência Tecnológica - Versão 1.1 Prof. Dr. Jorge Henrique Cabral Fernandes (jhcf@cic.unb.br) Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Agenda Sobre a Ferrettigroup Brasil O Escritório de Processos Estratégia Adotada Operacionalização do Escritório de Processos Cenário Atual Próximos Desafios

Leia mais

BUSINESS PROCESS MAGANENT (BPMS): PADRONIZAÇÃO DE PROCESSOS CORPORATIVOS.

BUSINESS PROCESS MAGANENT (BPMS): PADRONIZAÇÃO DE PROCESSOS CORPORATIVOS. BUSINESS PROCESS MAGANENT (BPMS): PADRONIZAÇÃO DE PROCESSOS CORPORATIVOS. CASTRO, Gabriela Jorge; REIS, Luciana de Cássia; GIROTTO, Márcia; MARTINS, Murilo Mello; TAMAE,Rodrigo Yoshio RESUMO O artigo analisa

Leia mais

Gestão Estratégica da Informação

Gestão Estratégica da Informação Valorizando o Rio de Janeiro Gestão Estratégica da Informação Visão e Aplicações Palestrante: Prof.: Marcelo Almeida Magalhães "Many of us underestimated just how fast business process modeling would become

Leia mais

Disciplina: GESTÃO DE PROCESSOS E QUALIDADE Prof. Afonso Celso M. Madeira

Disciplina: GESTÃO DE PROCESSOS E QUALIDADE Prof. Afonso Celso M. Madeira Disciplina: GESTÃO DE PROCESSOS E QUALIDADE Prof. Afonso Celso M. Madeira 3º semestre CONCEITOS CONCEITOS Atividade Ação executada que tem por finalidade dar suporte aos objetivos da organização. Correspondem

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos Este curso é ideal para quem está buscando sólidos conhecimentos em como desenvolver com sucesso um projeto de BPM. Maurício Affonso dos

Leia mais

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug & Play Options Integrating Systems Flávio De Nadai Desenvolvimento de Negócios Utilities & Telecom

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos. Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos

Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos. Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos Posicionamento Estratégico do Escritório de Processos Gupo GOL SAOXN Gerência Geral de Análise de Processos GOL Um Breve Histórico GOL Linhas Aéreas Inteligentes De 2000 a 2002 Criada em 1 de agosto de

Leia mais

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga

Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil. Automação de Processos. Jones Madruga Liderança em idéias, métodos e resultados em BPM no Brasil Automação de Processos Jones Madruga Promover melhorias e inovações que efetivamente criam valor não é simples... Apresentação Ø Organização PRIVADA

Leia mais

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0 O que é BABok? O BABok 2.0, Corpo de Conhecimento de Análise de Negócios, é considerado como um Guia Referência de Práticas de Análise de Negócio. Este guia é publicado e mantido pelo IIBA. O guia BABok

Leia mais

Título do Slide Máximo de 2 linhas. Aprimorando o Gerenciamento de Projetos com Mapeamento de Processos

Título do Slide Máximo de 2 linhas. Aprimorando o Gerenciamento de Projetos com Mapeamento de Processos Título do Slide Aprimorando o Gerenciamento de Projetos com Mapeamento de Processos Título Palestrante do Slide Renato Borges de Souza Diretor de Comunicação PMI AM, Chefe da Divisão de Produtos e Negócios

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group

Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group Escritório de Projetos e Escritório de Processos: Diferenças e Tendências ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619 Agenda Algumas confusões práticas As funções básicas do(s) escritório(s) de

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA Palestrante: Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc. eduardo@quaddract.com.br 25/08/2009 1 Objetivo Geral APL Brasília Capital Digital Desenvolver entre as empresas

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Metodologia de Modelagem de Processos

Metodologia de Modelagem de Processos Metodologia de Modelagem de Processos Sugestão de Frame Work Metodologia de Modelagem de Processos O termo metodologia é formado pela fusão de método e lógica. Metodologia é a forma de direcionar os esforços

Leia mais

A onda atual de BPM une conceitos que vão da estratégia à automação de processos de negócio

A onda atual de BPM une conceitos que vão da estratégia à automação de processos de negócio ELO Group A onda atual de BPM une conceitos que vão da estratégia à automação de processos de negócio Fonte: Paul Harmon, BPTrendsAssociates, 2009 2º Seminário Internacional de BPM ELO Group & Michael

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding

IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding Unindo a estratégia às operações com sucesso Visão Geral O Scorecarding oferece uma abordagem comprovada para comunicar a estratégia de negócios por toda a

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Integração entre práticas de gestão: Processos, Projetos e Gestão da Rotina

Integração entre práticas de gestão: Processos, Projetos e Gestão da Rotina Integração entre práticas de gestão: Processos, Projetos e Gestão da Rotina Palestrante: Marlene Silva Gerente de Gestão Quem Somos Marca líder no segmento de higiene e limpeza no Brasil, a Ypê possui

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso Uma única plataforma BPM que oferece total visibilidade e gerenciamento de seus processos de negócios 2 IBM Business Process Manager Simples

Leia mais

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Por quê? INOVAÇÃO Então O que é um portal mesmo? Serviços de Apresentação

Leia mais

Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI)

Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI) Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI) (The Instructional Design (ID) Domains, Competencies and Performance Statements) International Board of Standards for Training,

Leia mais

Gestão de Programas Estruturadores

Gestão de Programas Estruturadores Gestão de Programas Estruturadores Fevereiro/2014 DEFINIÇÕES Rede de Desenvolvimento Integrado Arranjos que estimulam e proporcionam um comportamento (em rede) cooperativo entre agentes governamentais

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MECANISMOS PARA IMPLEMENTAÇÃO DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O Ciclo da Governança de T.I. ALINHAMENTO

Leia mais

Processos como elo entre a TI e estratégia

Processos como elo entre a TI e estratégia RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Processos como elo entre a TI e estratégia Leandro Jesus Copyright ELO Group 2012 - Confidencial Quem é a ELO Group? Consultoria de Transformação 1. Desdobramento

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Planejamento, implantação e gerenciamento da Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 5 1 Implantação empreendimento de longo prazo. Requisitos básicos: Liderança

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde

Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde Projeto de governança automatiza e agiliza processos na Ouro Verde Perfil A Ouro Verde Locação e Serviço S.A. é uma empresa paranaense com mais de 40 anos de mercado, trabalhando com gestão e terceirização

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

Fábrica de Software 29/04/2015

Fábrica de Software 29/04/2015 Fábrica de Software 29/04/2015 Crise do Software Fábrica de Software Analogias costumam ser usadas para tentar entender melhor algo ou alguma coisa. A idéia é simples: compara-se o conceito que não se

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System

Definições. BPM - Business Process Management. BPMN Business Process Modeling Notation. BPMS Business Process Management System Definições BPM - Business Process Management BPMN Business Process Modeling Notation BPMS Business Process Management System Erros da Gestão de Processos / BPM 1. Fazer a Gestão sem Automação Desenho,

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

O desafio de uma visão mais ampla

O desafio de uma visão mais ampla com SAP NetWeaver BPM Descrição de Solução A competição acirrada tem levado as organizações a adotar novas disciplinas de gestão e empregar recursos tecnológicos avançados, a fim de atingir melhores índices

Leia mais

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

INFORMAÇÕES ADICIONAIS APRENDA SOBRE GOVERNANÇA DE TI Programa de Qualificação COBIT 5 Presencial ou EAD O COBIT 5 define as necessidades das partes interessadas da empresa como ponto de partida das atividades de governança

Leia mais

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações.

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações. GRC - Governança, Riscos e Compliance já é uma realidade nas organizações. Sua adoção, no entanto, implica no desenvolvimento e na manutenção de um framework que viabilize a integração e colaboração entre

Leia mais

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 Planejar e Organizar Gerenciar Projetos Pedro Rocha http://rochapedro.wordpress.com RESUMO Este documento trás a tradução do objetivo de controle PO10 (Gerenciamento

Leia mais

Justificativas para Adoção de BPM Melhores Práticas deseleção de Casos e Metodologia de Desenvolvimento

Justificativas para Adoção de BPM Melhores Práticas deseleção de Casos e Metodologia de Desenvolvimento Justificativas para Adoção de BPM Melhores Práticas deseleção de Casos e Metodologia de Desenvolvimento Leonardo Vieiralves Azevedo CMO Habber Tec 15 de Agosto de 2013 AGENDA 1. JUSTIFICATIVAS E CRITÉRIOS

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

ENCONTRO DA FRENTE DE INOVAÇÃO

ENCONTRO DA FRENTE DE INOVAÇÃO ENCONTRO DA FRENTE DE INOVAÇÃO Outubro 2015 AGENDA PMIMF Frente de Inovação Frente de Projetos - Plano de Comunicação - Painel Patrocinador - Case da SPE (Implantação do Escritório de Projetos) -Nova Versão

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Disciplina: Automação de Processos de Negócio

Disciplina: Automação de Processos de Negócio Disciplina: Automação de Processos de Negócio PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PROCESSOS DE NEGÓCIO Professor: Eros Viggiano Ementa da disciplina Viabilização da otimização de processo através da

Leia mais

Sobre o Professor e os Discentes

Sobre o Professor e os Discentes FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 04 Como se organizar para o sucesso em BI Dinâmica Organizacional Complexa Cria o maior ônus para o sucesso de BI

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP)

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Evolução da TI nas Organizações Estágios de Evolução da TI nas Organizações

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO Indicadores e Diagnóstico para a Inovação Primeiro passo para implantar um sistema de gestão nas empresas é fazer um diagnóstico da organização; Diagnóstico mapa n-dimensional

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 Índice 1. Importância do ERP para as organizações...3 2. ERP como fonte de vantagem competitiva...4 3. Desenvolvimento e implantação de sistema de informação...5

Leia mais

RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL

RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL Diretoria de Soluções em Tecnologia da Informação DSI Departamento Projetos, Processos e Requisitos - DEPR Unidade Operacional de Projetos e Processos UOPP RELATÓRIO DE ENTREGA DO PROJETO DE BPM ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO-EMPREL

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM 1 Fase 1: Contextualização Fase 2: Revisão do Plano Estratégico da Organização Fase 3: Revisão do Portfólio de Produtos Fase 4: Definição da Visão e dos Objetivos do CRM Fase

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com marcosmoraisdesousa.blogspot.com Sistemas de informação Engenharia de Software II Gerenciamento de Qualidade CMMI e MPS.BR

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Especialização em Gerência de Projetos de Software Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto

Leia mais

Roadmap para implantação de um Escritório de Processos

Roadmap para implantação de um Escritório de Processos - Promovendo a inovação organizacional e a governança de BPM - Introdução... 2 A necessidade de governança das ações de BPM... 3 O papel do Escritório de Processos como promotor da inovação organizacional

Leia mais