MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações"

Transcrição

1 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática MAT 140 (Cálculo I) 2017/I Lista de Derivadas e Aplicações 1) Determine a função derivada de f definida por: a) ( ) 4 b) ( ) e c) ( 2 + 4) 2 d) sec (6) e) cot(10) f) cos( ) 2) Determine d d. a) = 1 b) 2 2 = g) h) i) 3 2 j) e k) ln( 2 + 2) l) tg(ln()) c) = 4 2 d) = 5 3) Determine uma equação da reta tangente à curva = 32 no ponto (1, 2). 4) Determine f n (), em que:

2 a) f() = , n = 3. ( ) 2 1 b) f() =, n = 2. c) f() = cos(), n = 3. d) f() = sen(2), n = 50. 5) Seja f : R R derivável e seja g(t) = f(t 2 +1). Supondo f (2) = 5, calcule g (1). 6) Resolva os seguintes problemas de taas relacionadas: a) Uma escada de 6 m de comprimento está apoiada em uma parede vertical. Se a base da escada começa a deslizar horizontalmente, à razão de 0,6 m/s, com que velocidade o topo da escada percorre a parede, quando está a 4 m do solo? b) Dois carros, um dirigindo-se para o leste à taa de 72 km/h e o outro para o sul à taa de 54 km/h estão viajando em direção ao cruzamento de duas rodovias. A que taa os carros se aproimam um do outro, no instante em que o primeiro estiver a 400 m e o segundo estiver a 300 m do cruzamento? c) Ao ser aquecida uma chapa circular de metal, seu diâmetro varia à razão de 0,01 cm/min. Determine a taa à qual a área de uma das faces varia quando o diâmetro está em 30 cm. d) Um incêndio em um campo aberto se alastra em forma de círculo. O raio do círculo aumenta à razão de 1 m/min. Determine a taa à qual a área incendiada está aumentando quando o raio é de 20 m. e) Uma luz está no alto de um poste de 5 m. Um menino de 1,6 m se afasta do poste à razão 1,2 m/s. A que taa aumenta o com-

3 primento de sua sombra quando ele está a 6 m do poste? A que taa se move a ponta de sua sombra? f) A areia que vaza de um depósito forma uma pilha cônica cuja altura é sempre igual ao raio. Se a altura da pilha aumenta à razão de 15 cm/min, determine a velocidade com que a areia está escoando quando a altura da pilha é 25 cm. g) Suponha que uma bola de neve esférica é formada de tal maneira que seu volume aumenta à taa de 8 dm 3 /min. Determine a taa a qual o raio é aumentado quando a bola de neve tem 4 dm de diâmetro. h) As etremidades de um cocho horizontal de 8 m de comprimento são trapézios isósceles de bases de 2 m e 1 m. A altura do cocho é de 0,6 m. Se o nível da água está subindo à razão de 0,1 cm/min, quando a profundidade da água é de 0,3 m com que velocidade a água está entrando no cocho? i) Às 8 h o navio A está a 25 km ao sul do navio B. Se o navio A está navegando para o oeste a uma velocidade de 16 km/h e o navio B está navegando para o sul a 20 km/h, determine a razão em que a distância entre os navios está variando às 8h30min. j) Um farol giratório completa uma volta a cada 15 segundos. O farol está a 60 m de P, o ponto mais próimo em uma praia retilínea. Determine a razão em que um raio de luz do farol está se movendo ao longo da praia em um ponto, Q, a 150 m de P. 7) Calcule as derivadas das seguintes funções

4 a) = arc sen b) = (1 + arc cos 3) 3 c) = ln(arc tg 2 ) arc sen 3 d) = 3 arc tg e) (tg ) 8) Assuma em função de e determine por derivação implícita. a) = sen b) e cos = e c) 2 + arc sen = e 9) Determine os pontos críticos da função f. a) f() = b) f() = c) g() = d) f(t) = (t 2 4) 2 3 e) h() = f) f() = 2 9 g) f() = sen 2 (3) h) g() = ( 2) 3 ( + 1) 2 10) Determine os valores de máimos e mínimos (locais e globais) de f no intervalo indicado. a) f() = em [ 2, 3]. b) g() = em [ 2, 1]. 11) Determine máimos e mínimos locais e globais de f.

5 a) f() = b) f() = ) Determine os intervalos de crescimento e de decrescimento de f. a) f() = b) f() = ) Ache os máimos e mínimos relativos da função dada usando o teste da derivada segunda, quando aplicável. Quando ele não for aplicável, use o teste da derivada primeira. Use a derivada segunda para encontrar os pontos de infleão do gráfico da função e determine onde o gráfico é côncavo para cima e onde é para baio. a) f() = b) f() = ) Resolva os seguintes problema de otimização: a) Um fabricante de caias de papelão de base quadrada deseja fazer caias abertas de pedaços de papelão de 12 m de lado, cortando quadrados iguais nos quatro cantos e dobrando os lados. Encontre o comprimento do lado do quadrado que se deve cortar para obter uma caia cujo volume seja o maior possível. b) Um campo retangular vai ser cercado ao longo da margem de um rio, e não se eige cerca ao longo do rio. Se o material da cerca custa R$ 2,00 por metro para os etremos e R$ 3,00 por metro para o lado paralelo ao rio, encontre as dimensões do campo de maior área possível que pode ser cercado com um custo de R$ 480,00.

6 c) Os pontos A e B são opostos um ao outro nas margens de um rio reto que mede 3km de largura. O ponto C está na mesma margem que B, mas a 6 km rio abaio, de B. Uma companhia telefônica deseja estender um cabo de A a C. Se o custo por km de cabo é 25% mais caro sob a água do que em terra, que linha de cabo seria menos cara para a companhia? d) Se uma lata fechada de estanho, de volume específico, deve ter a forma de um cilindro circular reto, encontre o quociente da altura pelo raio da base se em sua fabricação será usada a menor quantidade de material possível. e) Um laranjal produz 600 laranjas por ano se não mais de 20 laranjeiras forem plantadas por acre. Para cada laranjeira plantada a mais por acre, a produção por laranjeira diminui em 15 laranjas. Quantas laranjeiras por acre devem ser plantadas a fim de se obter o maior número de laranjas? f) Uma folha de papel para um cartaz tem 1 metro quadrado de área. As margens superior e inferior valem 10 cm e as margens laterais 5 cm. Determine as dimensões da folha, sabendo que a área impressa é máima. g) Uma ilha está situada no ponto A, 8 km de distância da praia medidos a partir do ponto B mais próimo num trecho reto de litoral. Uma mulher na ilha deseja ir ao ponto C, 9 km praia abaio a contar do ponto B. A mulher pode alugar um barco por R$ 1,00 o quilômetro e viajar por mar até um ponto P situado entre B e C, e daí tomar um tái a R$ 0,6 o quilômetro e viajar por uma estrada retilínea de P a C. Calcule a rota menos

7 dispendiosa do ponto A ao ponto C. h) Um chalé tem a forma de um triângulo isósceles de 12 m de altura e 9 m de base. A iluminação na parede dos fundos é feita através de uma única janela retangular que vai até o chão. Ache as dimensões para que a área da janela seja a maior possível. i) Deve-se construir um canteiro com a forma de um setor circular. Qual deve ser o raio do setor para que a área do canteiro seja a maior possível? Sabendo que dispomos de 360 m de fio para cercá-lo com três voltas? Qual é essa área máima? j) Qual é o comprimento do menor caminho entre os pontos A = (0, 1) e B = (3, 2), passando pelo eio? k) Uma pessoa se acha em um bote a 2 km de distância do ponto mais próimo em uma praia retilínea e deseja-se atingir uma casa a 6 km praia abaio. Se a pessoa pode remar a razão de 3 km/h e andar a razão de 5 km/h determine o tempo mínimo que levará para atingir a casa. l) Uma pessoa deseja construir e cercar um jardim retangular com 400 m 2. Ela necessita saber a largura do terreno de tal forma que a quantidade de material para cercá-lo seja mínimo. m) De todos os retângulos com área m 2, qual o de menor perímetro? n) De todas as latas cilíndricas de volume 300 m 3, qual a que pode ser fabricada com menor quantidade de material? o) Uma rede de água potável ligará uma central de abastecimento situada à margem de um rio de 500 metros de largura a um con-

8 p) junto habitacional situado na outra margem do rio, 2000 metros abaio da central. O custo da obra através do rio é de R$640,00 por metro, enquanto, em terra, custa R$ 312,00. Qual a forma mais econômica de se instalar a rede de água potável? À 1 hora da tarde o navio A está a 30 km ao Sul do navio B e navega rumo ao Norte a 15 km/h.se o navio B navega para Oeste a 10 km/h, determine o instante em que a distância entre os dois navios é mínima. q) Dois postes verticais de 2 m e 2,5 m de altura distam 3 m um do outro. Determine o comprimento do menor cabo que, partindo do topo de um poste, toque o solo e termine no topo do outro poste. r) Uma imobiliária possui 180 apartamentos tipo econômico, que estão todos alugados por R$ 300,00 mensais. A imobiliária estima que, para cada R$ 10,00 de aumento no aluguel, 5 apartamentos ficarão vazios. Qual o aluguel que deve ser cobrado para se obter renda mensal máima? 15) Faça o esboço do gráfico das funções abaio. a) f() = 3 2 b) f() = 2 4 c) f() = e 2 d) f() = ) Esboce o gráfico de f, sabendo-se que:

9 a) D(f) = R, f(0) = 0 Ponto(s) crítico(s): { 1, 1} Crescente: [ 1, 1] Decrescente: (, 1] [1, + ) Ponto de máimo: (1, 2) Ponto de mínimo: ( 1, 2) Convea: [ 2, 0] [2, + ) Côncava: (, 2] [0, 2] Ponto(s) de infleão: {( 2, 1), (0, 0), (2, 1)} Assíntota Vertical: não tem Assíntota Horizontal: = 0 Côncava: ( 1, 1) Ponto(s) de infleão: não tem Assíntotas Verticais: = 1 e = 1 Assíntota Horizontal: não tem c) D(f) = R, f(0) = 0 Ponto(s) crítico(s): {1} Crescente: (, 1] Decrescente: [1, + ) Ponto de máimo: (1, 1) Ponto de mínimo: não tem Convea: [2, + ) Côncava: (, 2] Ponto(s) de infleão: b) D(f) = R { 1, 1}, f(0) = 0 Ponto(s) crítico(s): {0} Crescente: (, 0] Decrescente: [0, + ) Ponto de máimo: (0, 0) Ponto de mínimo: não tem Convea: (, 1) (1, + ) {(2, 1/2) Assíntota Vertical: não tem Assíntota Horizontal: = 0 d) D(f) = R { 1, 1}, f(0) = 0 Ponto(s) crítico(s): { 2, 0, 2}

10 Crescente: (, 2] [2, + ) Decrescente: [ 2, 2] Ponto de máimo: ( 2, 3) Ponto de mínimo: (2, 3) Convea: ( 1, 0] (1, + ) Côncava: (, 1) [0, 1) Ponto(s) de infleão: {(0, 0)} Assíntotas Verticais: = 1 e = 1 Assíntota Horizontal: não tem 17) Dado o gráfico de f e sabendo-se que f(0) = 0, f(1) = 5, f( 1) = 6, f(3) = 6, f( 1/2) = 4, f(2) = 0, e que os etremos de f ocorrem em = 1/2 e em = 2, determine: a) os pontos críticos de f. b) os intervalos de crescimento e decrescimento de f. c) os intervalos em que f é côncava os intervalos em que f é convea. d) o gráfico de f f 18) Uma função real f tem as seguintes características: D(f) = R {2}, f(3) = 2, lim 2 2 f() = + e lim f() = + ; lim + Os gráficos de f e de f são dados abaio: f() = lim f() = + 2 f

11 2 3 f Determine: a) intervalos onde f é crescente e os etremos relativos de f, se eistirem. b) intervalo onde f é côncava para cima e pontos de infleão, se eistirem. c) as assíntotas horizontal e vertical, se eistirem. d) o gráfico de f. 19) Para cada uma das funções abaio determine: O domínio de f. Os pontos críticos de f. O(s) intervalo(s) em que f é crescente e o(s) intervalo(s) em que f é decrescente. Os etremos relativos de f, se eistirem. O(s) intervalo(s) em que f é côncava para cima e o(s) intervalo(s) em que f é côncava para baio. Os pontos de infleão do gráfico de f, se eistirem.

12 As assíntotas horizontais e verticais do gráfico de f, se eistirem. Um esboço do gráfico de f. a) f() = b) f() = 1 c) f() = 2 1 d) f() = e) f() = f) f() = e g) f() = 3 2 h) f() = ( + 1)( 1) 3 Gabarito 1) a) 4( ) 3 (2 + 4) b) e( ) e 1 ( ) c) 2( 2 + 4) 3 (2) d) 6sec (6)tg (6) e) 10 csc(10) f) 6sen ( ) 2) a) d d = 2 2 b) d d = g) h) 4( ) 1 2 i) 2 3 (2) 2 3 j) e k) l) 1 sec 2 (ln()) c) d d = ) = )

13 a) f () = 48 b) f () = 6 4 c) f () = sen () d) f (50) () = 2 50 sen(2) 5) g (1) = 10 6) a) m/s b) 90 Km/h c) 15π cm 2 /min d) 40π m 2 /min e) 1, 764 m/s 0, 564m/s f) 9375π cm 3 /min g) 0.5π dm/min h) 0, 84 dm/min i) Km/h j) 3480π m/min 7) a) b) (1 + arc cos 3) c) 2 (1 + 4 )arc tg 2 d) 3 ln 3 2 arc sen ( e) (tg ) arc tg cot sec arc tg + sen 8) a) 1 cos b) e cos e e sen + e ) ln(tg ) 1 + 2

14 c) 9) a) 5, (e arc sen 2) b) 3, 1, 1 c) 0, 2 d) 2, 0, 2 e 1 2 e) não tem f) não tem g) 1 6kπ, k Z h) 1, 1/5, 2 10) a) f( 2) = 7 valor máimo; f(3) = 87 4 valor mínimo b) f( 2) = 27 valor mín.; f(1) = 0 valor máimo. 11) a) (1, f(1)) é ponto máimo global; ( 1, f( 1)) é ponto de mínimo global. b) (0, f(0)) e (2, f(2)) ponto de mínimos globais; (1, f(1)) é ponto de máimo local. 12) a) estritamente crescente em ], ] e [ 1 3, + [ estritamente decrescente em [ 1, 1 3 ] b) estritamente crescente em ], ] e [1, + [ estritamente decrescente [ 1, 0[ e ]0, 1]. 13) a) mínimo relativo: ( 1 3, 2 3 ); côncavo em todo domínio. b) máimo relativo: ( 3 2, 81 4 ), mínimo relativo: ( 1, 11); ponto de infleão: ( 1 4, 37 8 ) conveo em (, 1 4 ); côncavo em (1 4, ) 14) a) O lado paralelo ao rio deve ser de 80m e os outros dois de 60m.

15 b) 5km por água e 2 km por terra. c) h = 2r=diâmetro d) 30 laranjeiras. e) cm e 50 2 cm f) Ir 10 km de barco e 3 km de tái. g) 9 2 m e 6 m. h) r = 30 m e A = 900 m 2 i) j) h k) largura de 20 m. l) Quadrado de lado 100 m. m) Área de raio 5 3 π m altura 12 3 π. n) Tubulação de 65 4 m em terra. o) h após às 13 h. p) m q) Aluguel deve ser de R$ 330,00. r) 3 2 s) 4 + π t) 33 2 π 15)

16 (c) (b) (a) (d) ) a) c) b) d) 17) D(f) = R, f(0) = 0 Crescente: [ 1, 1] [3, + ) Ponto(s) crítico(s): { 1, 1, 3} Decrescente: (, 1] [1, 3]

17 Ponto de máimo: (2, 0) Ponto de mínimo: ( 1/2, 4) Convea: (, 1/2] [2, + ) Côncava: [ 1/2, 2] 18) a) Crescente: [3, + ) Ponto de mínimo (3, 2) b) Convea: (, 0] [2, + ) Ponto de infleão: (0, 0) c) Assíntota horizontal em = 0. 19) a) f() = D(f) = R {(1, 2)} Ponto(s) crítico(s): {0, 2} Crescente: (, 0] [2, + ) Assíntota Vertical: não tem Assíntota Horizontal: não tem Decrescente: [0, 2]) Ponto de máimo: (0, 0) Ponto de mínimo: (2, 4) Convea: [1, + ) Côncava: (, 1] Ponto(s) de infleão:

18 3 b) f() = 1 D(f) = R {1} Ponto(s) crítico(s): não tem Decrescente: R {1} Não tem pontos etremos Convea: (1, + ) Côncava: (, 1) 1 1 Ponto(s) de infleão: não tem Assíntota Vertical: = 1 Assíntota Horizontal: = 1 c) f() = 2 1 D(f) = R { 1, 1} Ponto(s) crítico(s): não tem Crescente: Decrescente: R { 1, 1}

19 Ponto de máimo: não tem Ponto de mínimo: não tem Convea: ( 1, 0] (1, + ) Côncava: (, 1) [0, 1) Ponto(s) de infleão: {(0, 0)} Assíntota Vertical: = 1 e = 1 Assíntota Horizontal: = d) f() = D(f) = R Ponto(s) crítico(s): { 1, 1} Assíntota Vertical: não tem Assíntota Horizontal: = 0 Crescente: [ 1, 1] Decrescente: (, 1] [1, + ) Ponto de máimo: (1, 1/2) Ponto de mínimo: ( 1, 1/2) Convea: ( 3, 0] [ 3, + ) Côncava: [0, 3] (, 3] Ponto(s) de infleão: {( 3, 3 4 ), (0, 0), ( 3, 3 4 )}

20 e) f() = D(f) = R { 1, 1} Ponto(s) crítico(s): {0} Crescente: (, 1) ( 1, 0] Decrescente: [0, 1) (1, + ) Ponto de máimo: (0, 0) Ponto de mínimo: não tem Convea: (, 1) (1, + ) Côncava: ( 1, 1) Ponto(s) de infleão: não tem Assíntota Vertical: = 1 e = 1 Assíntota Horizontal: = f) f() = e

21 D(f) = R Ponto(s) crítico(s): {1} Crescente:(, 1] Decrescente: [1, + ) Ponto de máimo: (1, 1/e) Ponto de mínimo: não tem Convea: [2, + ) Côncava: (, 2] Ponto(s) de infleão: {(2, 1/e 2 )} Assíntota Vertical: não tem Assíntota Horizontal: = 0 g) f() = 3 2 D(f) = R Ponto(s) crítico(s): {2} Não tem assíntota Vertical ou Horizontal Crescente: R Decrescente: Ponto de máimo: não tem Ponto de mínimo: não tem Convea: (, 2] Côncava: [2, + ) Ponto(s) de infleão: {(2, 0)}

22 2 h) f() = ( + 1)( 1) 3 D(f) = R Ponto(s) crítico(s): { 1/2, 0} Crescente: [ 1/2, + ) Decrescente: (, 2]) Ponto de máimo: não tem Ponto de mínimo: ( 1/2, 27/16) Convea: (, 0] [1, + ) Côncava: [0, 1] Ponto(s) de infleão: {(0, 1), (1, 0)} Não tem assíntota Vertical ou Horizontal

= ; a = -1, b = 3. 1 x ; a = -1, b = 0. M > 0 é um número real fixo. Prove que quaisquer que sejam x, y em I temos f ( x) < x.

= ; a = -1, b = 3. 1 x ; a = -1, b = 0. M > 0 é um número real fixo. Prove que quaisquer que sejam x, y em I temos f ( x) < x. INSTITUTO DE MATEMÁTICA -UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA LIMITES E DERIVADAS MAT B a LISTA DE EXERCÍCIOS - 008. - Prof a Graça Luzia Dominguez Santos. Prove que entre duas raízes consecutivas de uma função

Leia mais

Lista de Exercícios 3 1

Lista de Exercícios 3 1 Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Matemática MTM122 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I 1 Encontre os pontos críticos das funções a seguir: Lista de Eercícios 1 a f = + 7 2 5 b g = 7/ +

Leia mais

Lista de Exercícios 03: Derivadas e Aplicações

Lista de Exercícios 03: Derivadas e Aplicações Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Centro de Ciências e Tecnologias Agroalimentar - CCTA Unidade Acadêmica de Ciências e Tecnologia Ambiental - UACTA Disciplina: Cálculo Professor: Paulo Pamplona

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas 5ª Lista de Exercícios de MAT140 Cálculo /2

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas 5ª Lista de Exercícios de MAT140 Cálculo /2 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática Centro de Ciências Eatas e Tecnológicas 5ª Lista de Eercícios de MAT Cálculo / ) Resolva as integrais definidas abaio a) ( + )d c) (5 ) d e) +

Leia mais

MAT Cálculo I - POLI a Lista de Exercícios

MAT Cálculo I - POLI a Lista de Exercícios MAT 453 - Cálculo I - POLI - 003 a Lista de Eercícios. Calcule a derivada indicada em cada caso: a) y se y = ; b) y se y = ( ) d ; c) ; d + ( d) d d 3 + ); e) d500 3 d 500 (3 3 79 + 4).. Calcule dy por

Leia mais

TRABALHO 1 CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: =, no ponto x = 2?

TRABALHO 1 CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: =, no ponto x = 2? TRABALHO CURSO DE VERÃO CÁLCULO I NOME DO ACADÊMICO: Questão 0 Ache a derivada das seguintes funções: 0 y 0 y 5 5 y e) y y Questão 0 Qual é a derivada da função, no ponto? Questão 0 Se, calcule () f Questão

Leia mais

Boa Prova! arcsen(x 2 +2x) Determine:

Boa Prova! arcsen(x 2 +2x) Determine: Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Centro de Ciências e Tecnologia - CCT Unidade Acadêmica de Matemática e Estatística - UAME - Tarde Prova Estágio Data: 5 de setembro de 006. Professor(a):

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA VIÇOSA - MG BRASIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA VIÇOSA - MG BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 6571-000 - VIÇOSA - MG BRASIL 8 o e 9 o ROTEIRO DE MAT 096 TUTORIA EM CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I ASSUNTO: Problemas de Otimização

Leia mais

1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que n é a reta normal a f(x) = e x no ponto x o = 1. Figura 1: Exercício 1

1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que n é a reta normal a f(x) = e x no ponto x o = 1. Figura 1: Exercício 1 Lista 5: Derivada como taxa de variação e Diferencial - Cálculo Diferencial e Integral I Professora: Elisandra Bär de Figueiredo 1. Calcule a área do triângulo retângulo ABC na Figura 1, sabendo-se que

Leia mais

Lista de Exercícios do capítulo 4

Lista de Exercícios do capítulo 4 Lista de Eercícios do capítulo 4 1. Eplique a diferença entre um mínimo local e um mínimo absoluto. 2. Nos gráficos abaio, diga se a função tem um máimo local, um mínimo local, um máimo absoluto, um mínimo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Quarta lista de Eercícios de Cálculo Diferencial e Integral I - MTM 1 1. Nos eercícios a seguir admita

Leia mais

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: RESUMO 1

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: RESUMO 1 UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU DATA: CURSO: ENGENHARIA TURMA: Nº DE ORDEM: DISCIPLINA: CÁLCULO I Prof. Ms Rogério Lobo PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO MÁXIMOS E MÍNIMOS Observe a função y = f(x), contínua e derivável,

Leia mais

1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm?

1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm? MAT 001 1 ō Sem. 016 IMC UNIFEI Lista 4: Aplicações da Derivação 1. O raio de uma esfera está aumentando a uma taxa de 4 mm/s. Quão rápido o volume da esfera está aumentando quando o diâmetro for 80 mm?.

Leia mais

Aula 25. Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil

Aula 25. Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil Assíntotas, Esboço de Gráfico e Aplicações Aula 25 Alexandre Nolasco de Carvalho Universidade de São Paulo São Carlos SP, Brazil 09 de Maio de 2014 Primeiro Semestre de 2014 Turma 2014106 - Engenharia

Leia mais

Prof. Me. Armando Paulo da Silva paginapessoal.utfpr.edu.br/armando

Prof. Me. Armando Paulo da Silva paginapessoal.utfpr.edu.br/armando Prof. Me. Armando Paulo da Silva armando@utfpr.edu.br paginapessoal.utfpr.edu.br/armando Taxa de Variação Relacionada 1 Exemplo A: Um quadrado se expande de modo que seu lado varia a razão de 5 cm/s. Achar

Leia mais

Derivada de funções na forma paramétrica

Derivada de funções na forma paramétrica Derivada de funções na forma paramétrica Sejam ( t) y y( t) (1) duas funções da mesma variável t [a,b]. Tomando e y como as coordenadas de um ponto P, podemos dizer que a cada valor de t, corresponde um

Leia mais

1 Definição de Derivada

1 Definição de Derivada Departamento de Computação é Matemática Cálculo I USP- FFCLRP Prof. Rafael A. Rosales 5 de março de 2014 Lista 5 Derivada 1 Definição de Derivada Eercício 1. O que é f (a)? Eplique com suas palavras o

Leia mais

Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas.

Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas. Lista de Exercícios sobre relações métricas na circunferência, comprimento da circunferência e razões trigonométricas. 1) Determine o valor de x nas seguintes figuras: 2) Determine o valor de x nas seguintes

Leia mais

1. Seja V o volume de um cilindro tendo altura h e raio r e suponha que h e r variam com o tempo.

1. Seja V o volume de um cilindro tendo altura h e raio r e suponha que h e r variam com o tempo. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA DISCIPLINA: MAT0339 - Cálculo e Geometria Analítica para Arquitetos PROFESSOR: Vilmar Trevisan

Leia mais

Matemática Exercícios

Matemática Exercícios 03/0 DIFERENCIAÇÃO EM R Matemática Eercícios A. Regras de Derivação Calcular a derivada de f( considerando que toma unicamente os valores para os quais a fórmula que define f( tem significado:. f ( 3 5

Leia mais

CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer.

CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer. LISTA DE EXERCICIOS - ESTUDO PARA A PROVA PR1 3ºTRIMESTRE PROF. MARCELO CONTEÚDO: Razões trigonométricas no Triangulo Retângulo e em Triângulo qualquer. (seno, cosseno e tangente; lei dos senos e lei dos

Leia mais

Limites, derivadas e máximos e mínimos

Limites, derivadas e máximos e mínimos Limites, derivadas e máimos e mínimos Psicologia eperimental Definição lim a f ( ) b Eemplo: Seja f()=5-3. Mostre que o limite de f() quando tende a 1 é igual a 2. Propriedades dos Limites Se L, M, a,

Leia mais

Unidade 3 Geometria: semelhança de triângulos

Unidade 3 Geometria: semelhança de triângulos Sugestões de atividades Unidade Geometria: semelhança de triângulos 9 MTEMÁTI 1 Matemática 1. (Unirio-RJ) eseja-se medir a distância entre duas cidades e sobre um mapa, sem escala. Sabe-se que 80 km e

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas

Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas Cálculo Diferencial e Integral 1 Lista de Exercícios Aplicação de Derivadas 1) Esboce o gráfico da função f(x) = x + e responda qual é a taxa de variação média dessa função quando x varia de 0 para 4?

Leia mais

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO. Um ponto c do domínio de uma função f é chamado de ponto crítico da f se f (c) = 0 ou f (c) não existe.

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO. Um ponto c do domínio de uma função f é chamado de ponto crítico da f se f (c) = 0 ou f (c) não existe. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Matemática - Departamento de Matemática Cálculo I - 2006 PONTO CRÍTICO ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE UMA FUNÇÃO Um ponto c do domínio de

Leia mais

1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização

1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Cálculo Diferencial e Integral II Prof. Robson Rodrigues www.robson.mat.br email: robsonmat@uol.com.br 1ª Lista de Exercícios - Problemas de Otimização Problema 1. Utilizando 40 m de tela e um muro como

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA OLÉGIO FRNO-RSILEIRO NOME: N : TURM: PROFESSOR(): NO: 9ª DT: / 07 / 014 EXERÍIOS DE REUPERÇÃO DE MTEMÁTI 1) alcule: a) 7 7 b) 1 + 1 1 ) alcule: 1 1 a). 8. 8 b) ) alcule: a) 1 7 1 ( ) 64 9 1 b) 0 4) Resolva

Leia mais

Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e

Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e Lista Mínima de Exercícios - Esboço de Gráfico/Máximos e Mínimos Exercício 1 Determine os intervalos de crescimento e de decrescimento, calcule todos os limites necessários e esboce o gráfico de f, onde

Leia mais

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane

Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane Exercícios de Revisão para a Prova Final 9º ano Matemática Profª Tatiane 1) Um terreno quadrado tem 289m 2 de área. Parte desse terreno é ocupada por um galpão quadrado e outra, por uma calçada de 3m de

Leia mais

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 (

Escola Naval 2010 ( ) ( ) 8 ( ) 4 ( ) 4 ( Escola Naval 0 1. (EN 0) Os gráficos das funções reais f e g de variável real, definidas por f(x) = x e g(x) = 5 x interceptam-se nos pontos A = (a,f(a)) e B = (b,f(b)), a b. Considere os polígonos CAPBD

Leia mais

de h(x) = f(x) no sistema de coordenadas dado abaixo. Indique as intersecções com os eixos x e y, bem como assíntotas. b) Idem para g(x) = f(2x).

de h(x) = f(x) no sistema de coordenadas dado abaixo. Indique as intersecções com os eixos x e y, bem como assíntotas. b) Idem para g(x) = f(2x). UFRGS Instituto de Matemática DMPA - Depto. de Matemática Pura e Aplicada MAT 01 353 Cálculo e Geometria Analítica I A Gabarito da 1 a PROVA fila A de setembro de 005 Questão 1 (1,5 pontos). Seja f uma

Leia mais

Lista 8. Bases Matemáticas. Funções Quadráticas, Exponenciais, Logarítmicas e Trigonométricas. Funções Quadráticas

Lista 8. Bases Matemáticas. Funções Quadráticas, Exponenciais, Logarítmicas e Trigonométricas. Funções Quadráticas Lista 8 Bases Matemáticas Funções Quadráticas, Eponenciais, Logarítmicas e Trigonométricas Funções Quadráticas Esboce o gráfico das seguintes funções, indicando em quais intervalos as funções são crescentes

Leia mais

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é:

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é: EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - 3ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Função Polinomial

Leia mais

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas.

2) Na figura abaixo, sabe se que RS // DE e que AE = 42 cm. Nessas condições, determine as medidas x e y indicadas. Lista de exercícios Prof Wladimir 1 ano A, B, C, D 1) A figura abaixo nos mostra duas avenidas que partem de um mesmo ponto A e cortam duas ruas paralelas. Na primeira avenida, os quarteirões determinados

Leia mais

MAT CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I. IME & Física 2016 (2 a Lista de Exercícios)

MAT CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I. IME & Física 2016 (2 a Lista de Exercícios) MAT - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I IME & Física 6 ( a Lista de Eercícios). Verifique para as funções abaio se eistem números c, com a < c < b e tais que f(b) f(a) = f (c)(b a). Em caso afirmativo eiba-os.

Leia mais

4.1 Funções Deriváveis

4.1 Funções Deriváveis 4. Funções Deriváveis 4.A Em cada caso, encontre a derivada da função y = f (), usando a de nição. (a) y = + (b) y = 3 (c) y = 5 (d) y = 3 (e) y = +

Leia mais

Instituto de Matemática - IM/UFRJ Cálculo Diferencial e Integral I - MAC238 Respostas da Prova de Final - 20/12/2013

Instituto de Matemática - IM/UFRJ Cálculo Diferencial e Integral I - MAC238 Respostas da Prova de Final - 20/12/2013 Página de 8 Instituto de Matemática - IM/UFRJ Cálculo Diferencial e Integral I - MAC38 Respostas da Prova de Final - 0//03 Questão : ( pontos) (a) Dado o gráfico da função f, esboce o gráfico da função

Leia mais

QUESTÕES DE CÁLCULO (2) = 2 ( ) = 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo:

QUESTÕES DE CÁLCULO (2) = 2 ( ) = 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo: 1. O valor do limite L = lim se encontra no intervalo: a) 0 L 1 b) 1 L c) L 3 d) 3 L 4 e) L 4. A função f(x) é continua em x= quando f() vale: = + 3 10 () = a) - b) -5 c) d) 5 e) 7 3. A derivada da função

Leia mais

LISTA TRIGONOMETRIA ENSINO MÉDIO

LISTA TRIGONOMETRIA ENSINO MÉDIO LISTA TRIGONOMETRIA ENSINO MÉDIO 1. Um papagaio ou pipa, é preso a um fio esticado que forma um ângulo de 45 com o solo. O comprimento do fio é de 100 m. Determine a altura do papagaio em relação ao solo.

Leia mais

Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D. Professora: Elisandra Bär de Figueiredo

Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D. Professora: Elisandra Bär de Figueiredo Lista 8: Análise do comportamento de funções - Cálculo Diferencial e Integral I - Turma D Professora: Elisandra Bär de Figueiredo 1. Seja f() = 5 + + 1. Justique a armação: f tem pelo menos uma raiz no

Leia mais

COLÉGIO CARDEALARCOVERDE REDE REDE DIOCESANA DE EDUCAÇÃO

COLÉGIO CARDEALARCOVERDE REDE REDE DIOCESANA DE EDUCAÇÃO Série: 9ºANO Turma: Disciplina: GEOMETRIA Professor: Mozart William EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO II SEMESTRE 1) Num triângulo retângulo, a razão entre as projeções dos catetos sobre a hipotenusa é 16 9. Sabendo

Leia mais

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005

Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Cálculo I - Curso de Matemática - Matutino - 6MAT005 Prof. Ulysses Sodré - Londrina-PR, 17 de Abril de 008 - provas005.te TOME CUIDADO COM OS GRÁFICOS E DETALHES DA SUBSTITUIÇÃO UTILIZADA.....................................................................................................

Leia mais

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação;

CÁLCULO I. 1 Taxa de Variação. Objetivos da Aula. Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas. Denir taxa de variação; CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida Aula n o 10: Taxa de Variação, Velocidade, Aceleração e Taxas Relacionadas Objetivos da Aula Denir taxa de variação; Usar as regras de derivação

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi

LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi LISTA DE EXERCÍCIOS Cálculo I -A- Humberto José Bortolossi http://www.professores.uff.br/hjbortol/ 17 Crescimento e decrescimento de funções, máximos e mínimos globais, máximos e mínimos locais, o teorema

Leia mais

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, = 1m, D = 8m e D = 4m. alcule a medida do segmento D. LIST DE EXERÍIOS GEOMETRI PLN PROF. ROGERINHO 1º Ensino Médio Triângulo retângulo, razões trigonométricas,

Leia mais

Material de Apoio. Roteiro para Esboçar uma Curva 1

Material de Apoio. Roteiro para Esboçar uma Curva 1 Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Matemática Disciplina: Cálculo M I Prof a Yane Lísle Material de Apoio Roteiro para Esboçar uma Curva A lista a seguir pretende servir como um guia

Leia mais

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA Data: 01/06/2016 Disciplina: Matemática LISTA 10 Trigonometria no triângulo retângulo Período: 2 o Bimestre Série/Turma: 2 a série EM Professor(a): Wysner Max Valor:

Leia mais

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75

MATEMÁTICA 3 ( ) A. 17. Sejam f(x) = sen(x) e g(x) = x/2. Associe cada função abaixo ao gráfico que. 2 e g.f 3. O número pedido é = 75 MATEMÁTICA 3 17. Sejam f() sen() e g() /2. Associe cada função abaio ao gráfico que melhor a representa. Para cada associação feita, calcule i k, onde i é o número entre parênteses à direita da função,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULO II INTEGRAL DEFINIDA E SUAS APLICAÇÕES

LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULO II INTEGRAL DEFINIDA E SUAS APLICAÇÕES 008 LISTA DE EXERCÍCIOS CÁLCULO II INTEGRAL DEFINIDA E SUAS APLICAÇÕES. Calcular a soma superior e inferir de f ( =. sen( no intervalo [0,] com divisões.,86 u.a. e,6 u.a.. Esboce o gráfico e aproime com

Leia mais

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c

Onde: É no triângulo retângulo que vale a máxima Pitagórica: O quadrado da. a b c 1 Sumário TRIGONOMETRIA... GEOMETRIA ESPACIAL...8 Geometria Plana Fórmulas Básicas...8 Prismas... 11 Cilindro... 18 Pirâmide... 1 Cone... 4 Esferas... 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS... TRIGONOMETRIA Trigonometria

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Terra - Departamento de Geomática Prof a Regiane Dalazoana

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Terra - Departamento de Geomática Prof a Regiane Dalazoana 1 Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Terra - Departamento de Geomática Prof a Regiane Dalazoana CAPÍTULO 1 - REVISÃO MATEMÁTICA GA069 - TOPOGRAFIA I LISTA DE EXERCÍCIOS a) Transforme os

Leia mais

REVISÃO ENEM 2013 Professor: FABRÍCIO MAIA

REVISÃO ENEM 2013 Professor: FABRÍCIO MAIA REVISÃO ENEM 013 Professor: FABRÍCIO MAIA ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: Problema 01 Para trocar uma lâmpada, Roberto encostou uma escada na parede de sua casa, de forma que o topo da escada

Leia mais

Atividades Práticas Supervisionadas (APS)

Atividades Práticas Supervisionadas (APS) Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba epartamento Acadêmico de Matemática Prof: Lauro César Galvão Cálculo II Entrega: junto com a a parcial ATA E ENTREGA: dia da a PROVA (em sala

Leia mais

x = 4 2sen30 0 = 4 2(1/2) = 2 2 e y = 4 2 cos 30 0 = 4 2( 3/2) = 2 6.

x = 4 2sen30 0 = 4 2(1/2) = 2 2 e y = 4 2 cos 30 0 = 4 2( 3/2) = 2 6. CURSO DE PRÉ CÁLCULO ONLINE - PET MATEMÁTICA / UFMG LISTA DE EXERCÍCIOS RESOLVIDOS: Exercício 1 Calcule o valor de x e y indicados na figura abaixo. Solução: No triângulo retângulo ABD, temos que AD mede

Leia mais

Nome: nº 1º Ano Ensino Médio Professor Fernando. Lista de Recuperação de Geometria. Trigonometria

Nome: nº 1º Ano Ensino Médio Professor Fernando. Lista de Recuperação de Geometria. Trigonometria Nome: nº 1º no Ensino Médio Professor Fernando Lista de Recuperação de Geometria Trigonometria 1 ) Determine as medidas dos catetos do triângulo retângulo abaio. Use : Sen 37º = 0,60 os 37º = 0,80 tg 37º

Leia mais

IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA. Resolução de triângulos retângulos

IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA. Resolução de triângulos retângulos IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA Resolução de triângulos retângulos 1. A polícia federal localizou na floresta amazônica uma pista de

Leia mais

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas

Resolução dos Exercícios sobre Derivadas Resolução dos Eercícios sobre Derivadas Eercício Utilizando a idéia do eemplo anterior, encontre a reta tangente à curva nos pontos onde e Vamos determinar a reta tangente à curva nos pontos de abscissas

Leia mais

Semelhança e Relações Métricas no Triângulo

Semelhança e Relações Métricas no Triângulo 1. Seja ABC um triângulo retângulo cujos catetos AB e BC medem 8 cm e 6 cm, respectivamente. Se D e um ponto sobre AB e o triângulo ADC e isósceles, calcule a medida do segmento AD, em cm: 2. No retângulo

Leia mais

3ª série EM - Lista de Questões para a RECUPERAÇÃO FINAL - MATEMÁTICA

3ª série EM - Lista de Questões para a RECUPERAÇÃO FINAL - MATEMÁTICA 3ª série EM - Lista de Questões para a RECUPERAÇÃO FINAL - MATEMÁTICA 01. Um topógrafo pretende calcular o comprimento da ponte OD que passa sobre o rio mostrado na figura abaio. Para isto, toma como referência

Leia mais

MAT146 - Cálculo I - Problemas de Otimização

MAT146 - Cálculo I - Problemas de Otimização Alexandre Miranda Alves Anderson Tiago da Silva Edson José Teixeira Um problema de otimização é aquele onde se procura determinar os valores extremos de uma função, isto é, o maior ou o menor valor que

Leia mais

x lim, sendo: 03. Considere as funções do exercício 01. Verifique se f é contínua em x = a. Justifique.

x lim, sendo: 03. Considere as funções do exercício 01. Verifique se f é contínua em x = a. Justifique. INSTITUTO DE MATEMÁTICA DA UFBA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CÁLCULO A 008. A LISTA DE EXERCÍCIOS 0. Esboce o gráfico de f, determine f ( ), f ( ) e, caso eista, f ( ) : a a a, >, e a) f ( ) =, = (a = )

Leia mais

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO

PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO (Tóp. Teto Complementar) PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO 1 PROBLEMAS DE OTIMIZAÇÃO Este teto estuda um grupo de problemas, conhecido como problemas de otimização, em tais problemas, quando possuem soluções, é

Leia mais

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =.

1ª Avaliação. 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f =. 1ª Avaliação 1) Obtenha a fórmula que define a função linear f, sabendo que (3) 7 f. ) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 3 3 8 9 + 14 3) Determine o domínio da função abaio. f ( ) 1 ( 3)( ) 4)

Leia mais

Exercícios sobre Trigonometria

Exercícios sobre Trigonometria Universidade Federal Fluminense Campus do Valonguinho Instituto de Matemática e Estatística Departamento de Matemática Aplicada - GMA Prof Saponga uff Rua Mário Santos Braga s/n 400-40 Niterói, RJ Tels:

Leia mais

Importante: i. As cinco páginas seguintes contém

Importante: i. As cinco páginas seguintes contém Lista 2: Cinemática Bi e Tridimensional NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. As cinco páginas seguintes contém problemas para serem resolvidos e entregues. ii. Ler os enunciados com atenção.

Leia mais

FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS

FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS Introdução Considere os seguintes enunciados: O volume V de um cilindro é dado por V r h onde r é o raio e h é a altura. Um circuito tem cinco resistores. A corrente deste circuito

Leia mais

9. Derivadas de ordem superior

9. Derivadas de ordem superior 9. Derivadas de ordem superior Se uma função f for derivável, então f é chamada a derivada primeira de f (ou de ordem 1). Se a derivada de f eistir, então ela será chamada derivada segunda de f (ou de

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaio. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE MATEMÁTICA

Leia mais

A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função

A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função A Segunda Derivada: Análise da Variação de Uma Função Suponhamos que a função y = f() possua derivada em um segmento [a, b] do eio-. Os valores da derivada f () também dependem de, ou seja, a derivada

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Lista de Exercícios - 9º ano - Matemática - 3º trimestre Aluno: Série: Turma: Data:

Questão 1. Questão 2. Lista de Exercícios - 9º ano - Matemática - 3º trimestre Aluno: Série: Turma: Data: Lista de Exercícios - 9º ano - Matemática - 3º trimestre Aluno: Série: Turma: Data: Questão 1 Demonstre que, em um triângulo equilátero de lado l, a área é dada por. Questão 2 Faça o que se pede nos itens

Leia mais

Exercícios de Razões Trigonométricas. b) Considerando o triângulo retângulo ABC da figura, determine as medidas a e b indicadas.

Exercícios de Razões Trigonométricas. b) Considerando o triângulo retângulo ABC da figura, determine as medidas a e b indicadas. Exercícios de Razões Trigonométricas a) No triângulo retângulo da figura abaixo, determine as medidas de x e y indicadas (Use: sen 65 = 0,91; cos 65 = 0,42 ; tg 65 = 2,14) b) Considerando o triângulo retângulo

Leia mais

Lista de exercícios Derivadas

Lista de exercícios Derivadas Lista de exercícios Derivadas 1 - (ENADE 2011) - Os analistas financeiros de uma empresa chegaram a um modelo matemático que permite calcular a arrecadação mensal da empresa ao longo de 24 meses, por meio

Leia mais

A Determine o comprimento do raio da circunferência.

A Determine o comprimento do raio da circunferência. Lista de exercícios Trigonometria Prof. Lawrence 1. Um terreno tem a forma de um triângulo retângulo. Algumas de suas medidas estão indicadas, em metros, na figura. Determine as medidas x e y dos lados

Leia mais

a) ( ) 1/999 b) ( ) 1/989 c) ( ) 1/99 d) ( ) 1/98 e) ( ) 1/97

a) ( ) 1/999 b) ( ) 1/989 c) ( ) 1/99 d) ( ) 1/98 e) ( ) 1/97 01) Para facilitar a contagem de germes de uma determinada amostra de leite, foram feitas duas diluições, ambas em água destilada. Na primeira, misturou-se 1 cm 3 de leite em 99 cm 3 de água. Depois, diluiu-se

Leia mais

Aluno: N. Data: / /2011 Série: 9º EF. Disciplina: Matemática Exercícios Trigonometria no triângulo retângulo.

Aluno: N. Data: / /2011 Série: 9º EF. Disciplina: Matemática Exercícios Trigonometria no triângulo retângulo. Aluno: N Data: / /2011 Série: 9º EF COLÉGIO MIRANDA SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prof.: Disciplina: Matemática Exercícios Trigonometria no triângulo retângulo. 1ª bateria: 2ª bateria: 3ª bateria: 1. Um terreno

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Conteúdo: Recuperação do Bimestre Matemática Prof. Leandro Capítulo : Função eponencial: potenciação; função eponencial; gráfico; equações eponenciais; inequações

Leia mais

(UFG GO/2005/1ª Fase) Preparou-se gelatina que foi colocada, ainda em estado líquido, em recipientes, como mostram as figuras abaixo.

(UFG GO/2005/1ª Fase) Preparou-se gelatina que foi colocada, ainda em estado líquido, em recipientes, como mostram as figuras abaixo. (UFG GO/2005/1ª Fase) Preparou-se gelatina que foi colocada, ainda em estado líquido, em recipientes, como mostram as figuras abaixo. Sabendo que toda a quantidade de gelatina que foi preparada coube em

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Uesc 2011) Considere um móvel que percorre a metade de uma pista circular de raio igual a 10,0m em 10,0s. Adotando-se 2 como sendo 1,4 e π igual a 3, é correto afirmar: a) O espaço percorrido pelo

Leia mais

MATEMÁTICA MARATONA AFA 2012 SIMULADO AFA

MATEMÁTICA MARATONA AFA 2012 SIMULADO AFA MARATONA AFA 0 SIMULADO AFA. Duas cidades A e B, que distam entre si 6 km, estão ligadas por uma estrada de ferro de linha dupla. De cada uma das estações, partem trens de 3 em 3 minutos. Os trens trafegam

Leia mais

FUNÇÕES QUADRÁTICAS. Mottola. 1) A lei da função do gráfico é 3/2 3

FUNÇÕES QUADRÁTICAS. Mottola. 1) A lei da função do gráfico é 3/2 3 FUNÇÕES QUADRÁTICAS 1) A lei da função do gráfico é y 3/ 3 9 (a) y = + 3-9 (b) y = - + 3-9 (c) y = - 3-9 (d) y = - - 3-9 (e) y = + 3 + 9 ) O vértice da parábola y = + b + 6 está no ponto (, k). O valor

Leia mais

QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO

QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO QUESTÕES TRIÂNGULO RETÂNGULO 1. (Ita 015) Seja ABCD um trapézio isósceles com base maior AB medindo 15, o lado AD medindo 9 e o ângulo ADB ˆ reto. A distância entre o lado AB e o ponto E em que as diagonais

Leia mais

MATEMÁTICA Questões de 01 a 20

MATEMÁTICA Questões de 01 a 20 1ª Série 2013 MATEMÁTICA MATEMÁTICA Questões de 01 a 20 1) (FGV/MODIFICADA) O lucro mensal de uma empresa é dado por L(x) = x 2 + 30x 5, em que x é a quantidade mensal vendida. Qual é lucro mensal máximo

Leia mais

Calculândia Escola de Reforço para Ensino Médio e Fundamental Exercícios Resolvidos MATEMÁTICA UFPR 2014/2015 1ª fase

Calculândia Escola de Reforço para Ensino Médio e Fundamental Exercícios Resolvidos MATEMÁTICA UFPR 2014/2015 1ª fase 55 - O motivo de uma pessoa ser destra ou canhota é um dos mistérios da ciência. Acredita-se que 11% dos homens e 9% das mulheres são canhotos. Supondo que 4% da população brasileira é constituída de homens,

Leia mais

6. Considere. igual a : (A) f (x) + 2x f(x) = 0 (B) f (x) x f(x) = 0 (C) f (x) + f(x) = 0 (D) f (x) f(x) = 0 (E) f (x) 2x f(x) = 0

6. Considere. igual a : (A) f (x) + 2x f(x) = 0 (B) f (x) x f(x) = 0 (C) f (x) + f(x) = 0 (D) f (x) f(x) = 0 (E) f (x) 2x f(x) = 0 QUESTÃO ÚNICA 0,000 pontos distribuídos em 50 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item.. O valor da área, em unidades de área, limitada

Leia mais

Bateria de Exercícios Matemática II

Bateria de Exercícios Matemática II Sem limite para crescer Colégio: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM Turma: Data: / /2013 Desconto Ortográfico: Nota: Bateria de Exercícios Matemática II 1. Represente graficamente a solução das seguintes

Leia mais

7. Diferenciação Implícita

7. Diferenciação Implícita 7. Diferenciação Implícita ` Sempre que temos uma função escrita na forma = f(), dizemos que é uma função eplícita de, pois podemos isolar a variável dependente de um lado e a epressão da função do outro.

Leia mais

Cálculo - James Stewart - 7 Edição - Volume 1

Cálculo - James Stewart - 7 Edição - Volume 1 Cálculo - James Stewart - 7 Edição - Volume. Eercícios. Eplique com suas palavras o significado da equação É possível que a equação anterior seja verdadeira, mas que f? Eplique.. Eplique o que significa

Leia mais

CPV - especializado na ESPM

CPV - especializado na ESPM - especializado na ESPM ESPM NOVEMBRO/006 PROVA E MATEMÁTICA 0. Entre as alternativas abaixo, assinale a de maior valor: a) 8 8 b) 6 c) 3 3 d) 43 6 e) 8 0 Das alternativas a) 8 8 = 3 3 b) 6 = 8 c) 3 3

Leia mais

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ENSINO FUNDAMENTAL 9º ano LISTA DE EXERCÍCIOS PT 3º TRIM PROF. MARCELO DISCIPLINA : MATEMÁTICA PARTE 1 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ) Para

Leia mais

RESOLUÇÃO MATEMÁTICA 2ª FASE

RESOLUÇÃO MATEMÁTICA 2ª FASE RESOLUÇÃO MATEMÁTICA ª FASE UFPR 01. Encontre o conjunto solução em IR das seguintes inequações: a) 5 x x. 5 x x x 3 (-1) 3 x 3 S x R / x b) 3x 1 3. 3x 1 3 3 3x 1 3 3x 1 3 e 3x 1 3 3x 4 3x 4 x x 3 3 4

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Matemática MTM131 - T84 Geometria Analítica e Cálculo Vetorial Cônicas - Tiago de Oliveira

Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Matemática MTM131 - T84 Geometria Analítica e Cálculo Vetorial Cônicas - Tiago de Oliveira Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Matemática MTM11 - T8 Geometria Analítica e Cálculo Vetorial Cônicas - Tiago de Oliveira 1. Determine a equação geral da elipse que satisfaça as condições

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 6 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 6 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Fgv 97) No plano cartesiano, os vértices de um triângulo são A (5,2), B (1,3) e C (8,-4). a) Obtenha a medida da altura do triângulo, que passa por A. b) Calcule a área do triângulo

Leia mais

Física - vetores. Página 1 de 9

Física - vetores. Página 1 de 9 1. (Ita) Um barco leva 10 horas para subir e 4 horas para descer um mesmo trecho do rio Amazonas, mantendo constante o módulo de sua velocidade em relação à água. Quanto tempo o barco leva para descer

Leia mais

Lista 7 Funções de Uma Variável

Lista 7 Funções de Uma Variável Lista 7 Funções de Uma Variável Aplicações de Integração i) y = sec 2 (x) y = cos(x), x = π x = π Áreas 1 Determine a área da região em cinza: Ache a área da região delimitada pela parábola y = x 2 a reta

Leia mais

Composição de Movimento - Anual

Composição de Movimento - Anual Questão 01 - (UFRN/2011) Considere um grande navio, tipo transatlântico, movendo-se em linha reta e com velocidade constante (velocidade de cruzeiro). Em seu interior, existe um salão de jogos climatizado

Leia mais

Lista de exercícios 06. Aluno (a) : Série: 2º ano (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática

Lista de exercícios 06. Aluno (a) : Série: 2º ano (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática Lista de exercícios 06 Aluno (a) : Série: 2º ano (Ensino médio) Professor: Flávio Disciplina: Matemática No Anhanguera você é + Enem Observações: Data da entrega: 26/09/2015. A lista deverá apresentar

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. (a) (b) (c) (d)

LISTA DE EXERCÍCIOS. Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. (a) (b) (c) (d) LISTA DE EXERCÍCIOS Pré-Cálculo Humberto José Bortolossi ttp://www.professores.uff.br/jbortol/ 02 Funções reais (domínio, imagem e gráfico), modelagem. [01] Para cada uma das figuras abaixo, determine

Leia mais

Geometria Analítica - AFA

Geometria Analítica - AFA Geometria Analítica - AFA x = v + (AFA) Considerando no plano cartesiano ortogonal as retas r, s e t, tais que (r) :, (s) : mx + y + m = 0 e (t) : x = 0, y = v analise as proposições abaixo, classificando-

Leia mais

9º ano. Matemática. 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g)

9º ano. Matemática. 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g) 9º ano Matemática 01. Nas figuras, a // b // c, calcule o valor de x. a) b) c) d) e) e) f) g) Matemática Avaliação Produtiva 02. Determine x e y, sendo r, s, t e u retas paralelas. a) b) c) d) 03. Determine

Leia mais

Velocidade (Instantânea)

Velocidade (Instantânea) FAP5 - Fundamentos de Mecânica. Terceira Lista de exercícios. Março de 9. Velocidade (Instantânea) Entregar as soluções dos exercícios e, apresentando todas as etapas necessárias para conseguir resolvê-los;

Leia mais