Tiago Pasa Projeto Rede Wireless Indoor Thielen Health Center

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tiago Pasa 14-06-2015 Projeto Rede Wireless Indoor Thielen Health Center"

Transcrição

1 Tiago Pasa Projeto Rede Wireless Indoor Thielen Health Center Este prédio possui quatro pavimentos, sendo que o primeiro é o subsolo com apenas duas salas, o segundo e o terceiro possuem salas e laboratórios do centro de estudos e o último pavimento possui somente uma sala e um salão grande. Atualmente a instituição não possui uma rede wireless e necessitará suportar um acesso de em média 350 usuários simultâneos. Foi calculado o número de APs com objetivo de abranger todos os andares do prédio atendendo todos os usuários previstos e considerando o pior caso em que todas as paredes internas sejam construídas de alvenaria com 15 cm de espessura, pois não existe na planta em dwf qualquer referência do material utilizado mesmo quando aberto no AutoCAD.

2 Área térreo: 172,57 m² Área 1º pavimento: 1805,21 m² Área 2º pavimento: 996 m² Área 3º pavimento: 284,3 m² Área total 3258,08 m² A rede wireless será totalmente independente da atual rede de computadores da instituição com seus próprios equipamentos, switch, servidor central de autenticação e access points. Será necessária a utilização de dois racks, sendo que um rack de 24u ficará no primeiro pavimento que é onde se concentra o maior número de salas e no segundo pavimento um rack de 9u. Ambos racks ficarão em salas específicas para está função e fechadas.

3 Rede elétrica e lógica A rede elétrica e lógica que será utilizada neste projeto será toda nova. A elétrica será derivada do quadro geral (QG) principal trifásico que atende todo prédio até o CD elétrico da sala do rack. Todas as instalações elétricas serão devidamente dimensionadas conforme a norma técnica NBR Foi previsto um nobreak de 6kva para atender todos ativos de rede previstos no projeto. No cabeamento estruturado serão utilizados cabos UTP cat6, bem como na interligação dos switchs entre os andares. Dimensionamento circuitos elétricos Circuitos Equipamentos Consumo (W) Disjuntor Mono (A) Tensão (V) CKT 1 Rack1 (2 Server + 1 SW) A 220 CKT 2 Rack2 (1 SW) 40 16A 220 CKT 3 19 APs (5W cada) 95 16A 220 CKT 4 19 APs (5W cada) 95 16A 220 Aterramento O aterramento realizado atenderá as normas NBR-13571:1996 e NBR 6524:1998. Para a realização do aterramento serão utilizadas três hastes de aço revestidas de cobre interligadas por um cabo de cobre nu de 25mm², fixado nas hastes por grampos de pressão e estendido até a caixa de equipotencialização situada na sala do rack 24u. Posteriormente será feita a derivação do aterramento dos circuitos elétricos e aterramento de todas as estruturas metálicas presentes.

4 Sala rack principal 24u 1º Pavimento Sala rack secundário 9u 2º Pavimento

5 Servidores O projeto contará com dois servidores, um para realizar monitoramento de todos ativos com Cacti e outro com a distribuição pfsense instalada com a função servidor DHCP, autenticação, controle de banda e monitoramento de todos os acessos realizados através dos access points, disponibilizando para os usuários um Captive Portal para autenticação que será feita por radius através de um pacote instalado no pfsense chamado FreeRADIUS. Os servidores ficarão posicionados dentro do rack central de 24u. Exemplo de utilização com radius:

6 Exemplo de Captive Portal Access Points Serão utilizados Access Points TP Link 740ND 20 dbm (100mW) com antena 5dBi com firmware modificado OpenWRT para poder operar em modo bridge, também com diversas possibilidades de customizações como ajuste de potência de 0 a 30dBm, utilização VLANs. Com a possibilidade de ajuste um maior número de APs poderá ser instalado em um espaço menor sem interferir no funcionamento um do outro e atendendo um número maior de usuários. Conceito utilizado no projeto SciFi da Universidade Federal Fluminense. Os canais do APs serão configurados em automático e programado na cron do OpenWRT para realizar reboot todos os dia às 5 horas da madrugada. Os APs não terão criptografia, podendo qualquer dispositivo wireless se associar ao AP sem necessidade de senha. Para verificar o real alcance do AP foram realizado testes com configurações de 20 dbm o mesmo conseguiu cobrir uma área de 452,16 m² barreiras sem obstáculos com sinal de -55dBm e uma área aproximada de 120m² com obstáculos com sinal pior sinal de -66dBm (testes realizados com celular Samsung e App Wifi Analyzer), com base nesse valor aplica-se as perdas de db conforme as tabelas de atenuação conforme o tipo de material que se terá como obstáculo. 12m R = π * r² R = 3,14 * 12² R = 452,16 m²

7 Firmware OpenWRT

8 Opções de seleção de potência

9 Mapa dos Access Points

10

11

12

13 VLANs VLAN ID Network Mask Escopo /23 DHCP (APs Térreo/1º Pavimento) /23 DHCP (APs 2º/3º Pavimento) /24 Gerenciamento Ativos Identificação dos Access Points AP SSID Potência Vlan ID IP Address Mask Local 1 wifi-thielen1 20dBm 10/ /24 Térreo 2 wifi-thielen2 20dBm 10/ /24 Térreo 3 wifi-thielen3 20dBm 10/ /24 Térreo 4 wifi-thielen4 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 5 wifi-thielen5 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 6 wifi-thielen6 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 7 wifi-thielen7 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 8 wifi-thielen8 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 9 wifi-thielen9 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 10 wifi-thielen10 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 11 wifi-thielen11 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 12 wifi-thielen12 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 13 wifi-thielen13 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 14 wifi-thielen14 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 15 wifi-thielen15 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 16 wifi-thielen16 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 17 wifi-thielen17 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 18 wifi-thielen18 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 19 wifi-thielen19 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 20 wifi-thielen20 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 21 wifi-thielen21 20dBm 10/ /24 1º Pavimento 22 wifi-thielen22 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 23 wifi-thielen23 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 24 wifi-thielen24 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 25 wifi-thielen25 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 26 wifi-thielen26 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 27 wifi-thielen27 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 28 wifi-thielen28 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 29 wifi-thielen29 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 30 wifi-thielen30 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 31 wifi-thielen31 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 32 wifi-thielen32 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 33 wifi-thielen33 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 34 wifi-thielen34 20dBm 20/ /24 2º Pavimento 35 wifi-thielen35 20dBm 20/ /24 3º Pavimento 36 wifi-thielen36 20dBm 20/ /24 3º Pavimento 37 wifi-thielen37 20dBm 20/ /24 3º Pavimento 38 wifi-thielen38 20dBm 20/ /24 3º Pavimento

14 Identificação dos Ativos Ativo Vlans ID IP Address Mask Local Servidor PfSense 10/20/ /24 1º Pavimento Servidor Cacti /24 1º Pavimento Switch1 10/ /24 1º Pavimento Switch2 20/ /24 2º Pavimento Nobreak /24 1º Pavimento Custos

GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA

GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA Applied Science IOWA STATE UNIVERSITY,

Leia mais

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Gestão de rede wireless no campus

Gestão de rede wireless no campus Gestão de rede wireless no campus SCIFI e os desafios de uma rede sem fio na Universidade Roteiro o que é o SCIFI Evolução A Rede Wifi-UFF Mobilidade Gerência de identidade Próximos passos 3 O que é o

Leia mais

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT

Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT Laudo de Viabilidade Técnica e Econômica para Rede Wireless do CDT 1. Pré Requisitos Com base no que foi proposta, a rede wireless do Bloco K da Colina deve atender aos seguintes requisitos: Padrão IEEE

Leia mais

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00 WIRELESS STATION MAIT0078R00 Manual do usuário 8 1 Especificações Técnicas PQPL-24XX CPE Proeletronic Frequência Ganho VSWR Relação Frente/costa OE/OH Polarização cruzada Impedância PQPL-2412 PQPL-2417

Leia mais

Parte II: Projeto Executivo de Implantação

Parte II: Projeto Executivo de Implantação Data: 17/04/2009 V 2.0 PROJETO EXECUTIVO INTELIG CLUSTER CENU Parte II: Projeto Executivo de Implantação IMPLANTAÇÃO DE CLUSTER PARA ATENDIMENTO À REDE INTELIG COM SOLUÇÃO MOTOROLA/CANOPY Cluster SPO CENU

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br)

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br) Vários modelos de aplicação O sistema e controlado via WEB Sistema SLP WiSurf Internet controlada para locais públicos. O melhor sistema de controle de internet utilizado pelas grandes redes hoteleira

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria Engenharia Informática e Comunicações WRAN Wireless Regional Access Network Fornecimento de Internet à população da Freguesia de Memória Orador: Tiago Mira

Leia mais

Parte II: Projeto Executivo de Implantação

Parte II: Projeto Executivo de Implantação Parte II: Projeto Executivo de Implantação IMPLANTAÇÃO DE CLUSTER PARA ATENDIMENTO À REDE INTELIG COM SOLUÇÃO MOTOROLA/CANOPY REVISÃO DO DOCUMENTO: DATA DA REVISÃO RESPONSÁVEL REVISÃO 7/02/ Gleice Guimarães

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ESTUDO TÉCNICO PRELIMINAR DA CONTRATAÇÃO 1. DESCRIÇÃO DA SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Aquisição de equipamentos para infraestrutura de redes de todo o IFRO 2. DEFINIÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS

Leia mais

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação.

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação. Este produto pode ser configurado utilizando qualquer navegador web atual, como por ex. Internet Explorer 6 ou Netscape Navigator 7 ou superior. DSL-2730B Roteador ADSL Wireless Antes de começar Certifique-se

Leia mais

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação Projeto de consultoria na área de Tecnologia da Informação 1 2 3 Grupo: Empresa: Integrantes do Grupo Número Função TCM 2013 Professor William Andrey Índice 1. Objetivo... 2 2. Nomes e Abreviaturas...

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DO RIO GRANDE GABINETE DE COMPRAS E LICITAÇÕES PÚBLICAS ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DO RIO GRANDE GABINETE DE COMPRAS E LICITAÇÕES PÚBLICAS ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA DA NECESSIDADE DA CONTRATAÇÃO Para atender a solicitação expressa ao processo digital 30719/2012, AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE REDE DE DADOS WIRELESS, COM INSTALAÇÃO,

Leia mais

LNET-SURVEY SITE SURVEY-WIRELESS

LNET-SURVEY SITE SURVEY-WIRELESS LNET-SURVEY SITE SURVEY-WIRELESS INTRODUÇÃO: O Site Survey é uma metodologia aplicada para inspeção técnica e minuciosa do local que será objeto da instalação de uma nova infra-estrutura de rede, na avaliação

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas EQUIPAMENTOS PASSIVOS DE REDES Ficha de Trabalho nº2 José Vitor Nogueira Santos FT13-0832 Mealhada, 2009 1.Diga

Leia mais

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação

Projeto de consultoria na área de. Tecnologia da Informação Projeto de consultoria na área de Tecnologia da Informação 1 2 3 Grupo: Empresa: Integrantes do Grupo Número Função TCM 2014 Professor William Andrey Índice 1. Objetivo... 2 2. Nomes e Abreviaturas...

Leia mais

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens:

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: Redes Sem Fio Instalação Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: O Projetista é o responsável: Cálculo dos link e perdas Site survey (levantamento em campo das informações)

Leia mais

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO IMPORTANTE: Não instale o KIT no mastro sem antes conhecer bem o SOFTWARE (firmware) de gerenciamento. Configure a placa AP e faça todos os testes possíveis,

Leia mais

OBJETIVOS DO PROJETO OILBRAS

OBJETIVOS DO PROJETO OILBRAS OBJETIVOS DO PROJETO OILBRAS O objetivo deste projeto é de desenvolver uma rede lógica e estruturada para interconexão dos diversos setores da empresa através de comutadores. Dentro deste contexto procurou-se

Leia mais

INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO

INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO ELETROCALHAS A instalação das eletrocalhas em uma infra-estrutura para suportar os cabos lógicos e elétricos devem seguir algumas normas para que não

Leia mais

DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS)

DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) 1. Descritivo e Considerações Gerais O serviço Colocation Telefônica permite à CONTRATANTE a colocação de

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO OBRA: SUBESTAÇÃO 500KVA PROPRIETÁRIO: TRT TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO 12ºREGIÃO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. EMERSON CESAR PADOIN PADOIN ENGENHARIA E PROJETOS LTDA MEMORIAL

Leia mais

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Projeto Lógico de Rede Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição 1.0 10/10/2011

Leia mais

KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA

KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA 1 Parabéns, você acaba de adquirir o equipamento mais avançado e de melhor relação custo/ benefício do mercado para compartilhamento de Internet via

Leia mais

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES

índice 02 CONDIÇÕES BÁSICAS Prezado cliente, REDE DE ACESSO PARA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ACOMODAÇÕES DE EQUIPAMENTOS CABOS E CONEXÕES Prezado cliente, índice Bem-vindo à GVT. Agora sua empresa conta com soluções inovadoras de voz, dados e Internet com o melhor custo-benefício. Para garantir a qualidade dos serviços e aproveitar todos

Leia mais

Descritivo Técnico BreezeACCESS-VL

Descritivo Técnico BreezeACCESS-VL Broadband Wireless Access -Visualização da linha de produtos BreezeACCESS VL- Solução completa ponto multiponto para comunicação Wireless em ambiente que não tenha linda de visada direta, utiliza a faixa

Leia mais

Interferências Eletromagnéticas em Data Centers

Interferências Eletromagnéticas em Data Centers Interferências Eletromagnéticas em Data Centers Dr. Paulo S. Marin, Engº. www.paulomarin.com 1 Objetivo avaliar o nível de emissões dentro do data center a interferência eletromagnética ambiente proveniente

Leia mais

Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS

Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS Julho/2010 Objetivo Este tutorial tem como objetivo fornecer informações técnicas e recomendações na utilização de roteadores 3G para implantação

Leia mais

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia PROJETO BÁSICO Serviço de Comunicação Multimídia xxxxxxxxxx, xx de xxxxx de 2009 PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. n 272 da Anatel - SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) O B J E T O SOLICITAÇÃO DE

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores Projeto Integrador Projeto de Redes de Computadores IMPLEMENTAÇÃO DO PROTOCOLO 802.1x UTILIZANDO SERVIDOR DE AUTENTICAÇÃO FREERADIUS Aluno: Diego Miranda Figueira Jose Rodrigues de Oliveira Neto Romário

Leia mais

Planejamento 2011 Diretoria de TI

Planejamento 2011 Diretoria de TI Planejamento 2011 Diretoria de TI ITIL / COBIT / Definição de Processos Inicio: 01/2011 Prioridade: Alta Repositório Institucional Inicio: 07/2010 UPGRADE Prioridade: Média Política de Utilização de Recursos

Leia mais

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO OUTORGA DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM sendo um serviço fixo de telecomunicações de interesse

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

1- Vamos começar pelo que será configurado como AP: Aba Wireless:

1- Vamos começar pelo que será configurado como AP: Aba Wireless: Como fazer P2P e PmP entre produtos Airmax Ubiquiti Como exemplo, faremos uma ponto-a-ponto com um Rocket M2 e um Bullet M2, ambos com a versão de firmware v5.5.8, porém é válido para qualquer equipamento

Leia mais

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6 Índice 1. Introdução 1.1 Conteúdo da Embalagem...3 1.2 Descrição...3 1.3 Principais Recursos...4 1.4 Especificações...5 2. Instalação 2.1 Conexão do Hardware...6 2.2 Configuração do Computador...8 3. Assistente

Leia mais

RESPOSTA À PEDIDO DE ESCLARECIMENTO REF.: PREGÃO Nº 073/2015

RESPOSTA À PEDIDO DE ESCLARECIMENTO REF.: PREGÃO Nº 073/2015 Estância Turística de Paraguaçu Paulista, 09 de outubro de 2015. RESPOSTA À PEDIDO DE ESCLARECIMENTO REF.: PREGÃO Nº 073/2015 Prezados Senhores. Tendo em vista, e-mail enviado a esse Departamento pela

Leia mais

RIT Roteiro de Instalação Técnica

RIT Roteiro de Instalação Técnica 1. DADOS DO EQUIPAMENTO Nome do Equipamento Modelo Fabricante Nº RIT Wi-Fi Air-LAP1131AG-A-K9 Cisco RIT035 Responsável pela elaboração Data da elaboração Rafael Vidal 04/10/2011 Aprovador Data da aprovação

Leia mais

E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO

E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO E.E.P SENAC PELOTAS CENTRO HISTÓRICO Alexsandra Corrêa da Rosa Andresa Cordeiro da Silva Gabrielly Duarte da Silveira Pamela da Silveira Barreto Pelotas, 2013 Alexsandra Corrêa da Rosa Andresa Cordeiro

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR Projeto de Redes de Computadores 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Henrique Machado Heitor Gouveia Gabriel Braz GOIÂNIA 2014-1 RADIUS

Leia mais

COMO CONFIGURAR UM ROTEADOR

COMO CONFIGURAR UM ROTEADOR COMO CONFIGURAR UM ROTEADOR Os equipamentos de sua conexão (computador, modem, roteador, etc.) são muito sensíveis às oscilações de energia. Por isso, sempre que possível, mantenha os ligados a um estabilizador

Leia mais

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET Tiago Rodrigues Chaves Orientador: Ricardo Augusto Rabelo de Oliveira 16 de

Leia mais

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO:

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: GRUPO 1 Item Quant. Descrição item R$ unitário R$ total 01 123 SWITCH TIPO 01: Equipamento tipo Switch Gigabit Ethernet com capacidade de operação

Leia mais

Impressão digital Sistema de eleição SisElege. Projeto Lógico de Rede

Impressão digital Sistema de eleição SisElege. Projeto Lógico de Rede Sistema de eleição SisElege Projeto Lógico de Rede Brasilia DF 25/10/2014 Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição Localização 1.0 27/SET/2010 Grupo 3 Versão Inicial www.siselege.com.br 1.1 28/SET/2010

Leia mais

Plano de Reestruturaça o CEU-II

Plano de Reestruturaça o CEU-II Plano de Reestruturaça o CEU-II Sumário Sumário... 1 Objetivos... 1 Objetivos específicos... 1 Instalação de infraestrutura para rede lógica... 1 Descritivo da solução... 2 Limitações... 2 Orçamento...

Leia mais

Primeiramente, conecte o cabo do seu computador em uma das portas numeradas (LAN) localizado atrás do seu roteador.

Primeiramente, conecte o cabo do seu computador em uma das portas numeradas (LAN) localizado atrás do seu roteador. 1 de 7 22/5/2013 18:48 Home A TP-Link Distribuidores Suporte Contato Suporte Tutoriais Roteador - Série N Completo: WDS - repetidor (Série N) Completo: WDS - repetidor (Série N) WDS (Série N) O WDS é realizado

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC-F Versão 1.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização da CIANET.

Leia mais

TE155-Redes de Acesso sem Fios Cabos e Acessórios

TE155-Redes de Acesso sem Fios Cabos e Acessórios Cabos e Acessórios Ewaldo Luiz de Mattos Mehl Universidade Federal do Paraná Departamento de Engenharia Elétrica mehl@ufpr.br Cabos e Assessórios Cabos Coaxiais Conectores e Pigtails Cabos Coaxiais Irradiantes

Leia mais

Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral.

Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral. DVR Veicular Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral. Dentro do menu Geral, clique em rede, como mostra a figura.

Leia mais

LINKSYS SPA3102 E PAP2T

LINKSYS SPA3102 E PAP2T CONFIGURANDO TELEFONE PONTO A PONTO COM LINKSYS SPA3102 E PAP2T Infottecnica Telecom & infor www.infottecnica.com.br Pirapora MG Tel. 38 8404-4430 1 CONFIGURANDO SPA3102 e PAP2T Conteúdo: 1 Apresentação

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PQWS-5817M

MANUAL DE INSTRUÇÕES PQWS-5817M MANUAL DE INSTRUÇÕES PQWS-5817M Parabéns, você acaba de fazer uma excelente escolha adquirindo um produto com a qualidade e a garantia PROELETRONIC. Esta CPE emprega tecnologia de ponta em hardware e software

Leia mais

WirelessHART Manager

WirelessHART Manager Descrição do Produto O uso de tecnologias de comunicação de dados sem fio em sistemas de automação industrial é uma tendência em crescente expansão. As vantagens do uso de tecnologia sem fio são inúmeras

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico

Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Noções de Cabeamento Estruturado Metálico Roteiro Parâmetros elétricos Cuidados com cabos metálicos Normas 568 / 606 Elementos do cabeamento estruturado Cabeamento Embora pareça uma questão simples, um

Leia mais

Faculdade de Tecnologia Senac-RS FATEC Senac Pelotas Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática

Faculdade de Tecnologia Senac-RS FATEC Senac Pelotas Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática Faculdade de Tecnologia Senac-RS FATEC Senac Pelotas Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática EMILENE RIBEIRO CARDOSO SILVEIRA, SABRINE IEPSEN WESTPHAL, GUILHERME

Leia mais

I DE NT PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT DETALHE DE MONTAGEM DAS TOMADAS S/ESCALA S/ESCALA CONDUTORES: Planta Baixa - Instalações Elétricas Novas ESCALA 1/75 Odontologia C2 C2 Abrigo Sala de

Leia mais

Anexo I. Projeto: Infraestrutura de sistema integrado IP de Dados, Voz e Imagens para Parque Aquático da Cidade da Criança

Anexo I. Projeto: Infraestrutura de sistema integrado IP de Dados, Voz e Imagens para Parque Aquático da Cidade da Criança Anexo I Projeto: Infraestrutura de sistema integrado IP de Dados, Voz e Imagens para Parque Aquático da Cidade da Criança Cabeamento Óptico Cabeamento de telecomunicações na área de implantação do Parque

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02

COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 COMUNICADO TÉCNICO Nº 02 Página 1 de 1 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL 1.OBJETIVO Visando a redução de custos de expansão do sistema

Leia mais

AULA 9: REDES SEM FIO

AULA 9: REDES SEM FIO AULA 9: REDES SEM FIO Objetivo: Detalhar conceitos sobre a aplicação, configuração, métodos utilizados para autenticação de usuários e segurança de acesso a redes sem fio. Ferramentas: - Emuladores de

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Wireless nas Escolas

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Wireless nas Escolas ATA DE REGISTRO DE PREÇO Wireless nas Escolas Ata de Registro de Preços referente ao Projeto de Provimento de Equipamentos Ativos de Rede de Dados e Serviços de Instalação Correlatos para Redes sem fio

Leia mais

SANTOS, BRUNA VIANA, ISMAEL SPITZER RELATÓRIO FINAL DE PROJETO

SANTOS, BRUNA VIANA, ISMAEL SPITZER RELATÓRIO FINAL DE PROJETO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática ANDRESSA SANTOS, BRUNA VIANA, ISMAEL

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO 1 MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO CLIENTE: OBRA: LOCAL: BNDES RETROFIT DESUL AV. JUSCELINO KUBITSCHEK,

Leia mais

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Tecnologia em redes de computadores Estudos de casos Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Contratante: Ademar de Barros Jr. (pessoa física) Exigências do cliente

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

TRABALHO DE REDES TRABALHO 3 - TOPOLOGIA DE UMA REDE Francisco Panis Kaseker (GRR20071909) Fábio Augusto Pierin (GRR20081951)

TRABALHO DE REDES TRABALHO 3 - TOPOLOGIA DE UMA REDE Francisco Panis Kaseker (GRR20071909) Fábio Augusto Pierin (GRR20081951) TRABALHO DE REDES TRABALHO 3 - TOPOLOGIA DE UMA REDE Francisco Panis Kaseker (GRR20071909) Fábio Augusto Pierin (GRR20081951) Para a elaboração da topologia da rede foram tomados alguns cuidados: - Escolha

Leia mais

Solução Acesso Internet Áreas Remotas

Solução Acesso Internet Áreas Remotas Solução Acesso Internet Áreas Remotas Página 1 ÍNDICE GERAL ÍNDICE GERAL... 1 1. ESCOPO... 2 2. SOLUÇÃO... 2 2.1 Descrição Geral... 2 2.2 Desenho da Solução... 4 2.3 Produtos... 5 2.3.1 Parte 1: rádios

Leia mais

LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO!

LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO! LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO! Manual de uso Interface Lumikit WiFi 2015 Lumikit Sistemas para Iluminação rev 0 15/03/2015 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 Considerações importantes,

Leia mais

A. Modos de operação. Introdução. 1.1 - Repetidor Wireless N. Configurações mínimas. 1.2 - Repetidor Wireless N + cabo RJ-45. A embalagem contém

A. Modos de operação. Introdução. 1.1 - Repetidor Wireless N. Configurações mínimas. 1.2 - Repetidor Wireless N + cabo RJ-45. A embalagem contém Introdução O Repetidor Wi-Fi N - 300 Mbps com 2 portas de rede (1 porta LAN + 1 porta WAN/LAN) Comtac modelo WN9254 foi desenvolvido para usuários que buscam ampliar a cobertura de uma rede Wireless existente

Leia mais

ConneXium TCSESM, TCSESM-E Managed Switch

ConneXium TCSESM, TCSESM-E Managed Switch ConneXium TCSESM, TCSESM-E Managed Switch Exemplo de configuração de VLAN s com portas compartilhadas e bloqueio das portas por endereçamento IP utilizando as ferramentas Ethernet Switch Configurator e

Leia mais

Guia de Instalação Rápida

Guia de Instalação Rápida Guia de Instalação Rápida 1. Instalação Elétrica a. Conecte o Plug da tomada de energia na porta DC do POE b. Conecte uma ponta de um cabo UTP (rede) paralelo na porta LAN do rádio e a outra ponta na porta

Leia mais

Câmerasystem. Aplicação: Indicado para proteger câmeras, multiplexadores, quads e monitores.

Câmerasystem. Aplicação: Indicado para proteger câmeras, multiplexadores, quads e monitores. Câmerasystem Os protetores Antirraio da Linha FLEX, foram desenvolvidos para proteger a rede: elétrica, telefônica, de dados, de sinais, de equipamentos eletroeletrônicos instalados em empresas, indústrias,

Leia mais

Videoconferência Samsung Modelo VC240. Outubro de 2014 - versão-001

Videoconferência Samsung Modelo VC240. Outubro de 2014 - versão-001 Suporte Videoconferência Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC Office: +55 53 3240 5432 #8505 Email: vconf@ntic.unipampa.edu.br Webpage: www.ntic.unipampa.edu.br/vconf

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO. NanoStation5

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO. NanoStation5 MANUAL DE CONFIGURAÇÃO NanoStation5 NanoStation5 AAP Versão 1.0 Português Brasil HOMOLOGAÇÃO / CERTIFICAÇÃO Certificado de Homologação Nº 2805-08-4940 Este produto esta homologado pela Anatel de acordo

Leia mais

Instalando o software Access Manager... 2. Configurando o terminal NAC-2500... 7. Configurando o software Access Manager e registrando o NAC-2500...

Instalando o software Access Manager... 2. Configurando o terminal NAC-2500... 7. Configurando o software Access Manager e registrando o NAC-2500... Guia rápido de instalação do NAC-2500 S Conteúdo Instalando o software Access Manager... 2 Configurando o terminal NAC-2500... 7 Configurando o software Access Manager e registrando o NAC-2500... 8 Inserindo

Leia mais

Instalação da Rede sem fio da UFMG Instalação da Rede sem fio da UFMG

Instalação da Rede sem fio da UFMG Instalação da Rede sem fio da UFMG www.ufmg.br/dt Instalação da Rede sem fio da UFMG Instalação da Rede sem fio da UFMG Apresentação IX WTICIFES Belo Horizonte Centro de Computação Divisão de Redes de Comunicação 04/08/2015 Tópicos Histórico

Leia mais

Aviso antes da instalação

Aviso antes da instalação Aviso antes da instalação Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. Não coloque a câmara de rede próximo de fontes de calor como, por exemplo, um televisor ou um forno. Mantenha

Leia mais

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA Routerboard RB 433 Routerboard RB 750 Routerboard RB 1100 AH Redes Wireless Wireless, provém do inglês: wire (fio, cabo); less (sem); ou seja: sem fios. Utiliza

Leia mais

Sumário. 4. Clique no botão Salvar & Aplicar para confirmar as alterações realizadas no. Reiniciar o SIMET- BOX

Sumário. 4. Clique no botão Salvar & Aplicar para confirmar as alterações realizadas no. Reiniciar o SIMET- BOX Manual do usuário Sumário Introdução... 3! Instalar o SIMET-BOX... 4! Primeiro acesso ao SIMET-BOX... 5! Estado Atual... 7! Visão Geral... 7! Gráficos... 8! Rede... 9! Rede sem fio... 9! Ativar rede sem

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

WiFi.UFSM. Projeto Básico

WiFi.UFSM. Projeto Básico WiFi.UFSM Projeto Básico Sistema Básico de Acesso Wireless Rede Institucional Acesso à internet Serviço LDAP Serviço de 802.1x UFSM INTERNET Portal de PONTO DE ACESSO Acesso limitado à internet Rede Pública

Leia mais

GUIA RÁPIDO de INSTALAÇÃO e CONFIGURAÇÃO

GUIA RÁPIDO de INSTALAÇÃO e CONFIGURAÇÃO GUIA RÁPIDO de INSTALAÇÃO e CONFIGURAÇÃO ROTEADORES WIRELESS 802.11G Modelos s: TL-WR541G/ TL- -WR542G/ TL- -WR641G/ TL- -WR642G 1. 2. 3. 4. 5. As 1. 2. 3. 4. 5. As 1. 2. 3. 4. 5. As As As s s ções ções

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 26430 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC.S.PERNAMBUCANO 158149 - INST.FED.EDUC.CIENC.E TEC.SERTãO PERNAMBUCANO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - EQUIPAMENTO

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

HP Router Advanced Implementation

HP Router Advanced Implementation HP Router Advanced Implementation Dados técnicos O HP Router Advanced Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto ao Cliente e na análise dos equipamentos existente,

Leia mais

GUIA RÁPIDO. Roteador Wireless. 150Mbps. Wireless 150Mb. PN-RT150M 150Mbps ANO 1GARANTIA. www.pacificnetwork.com.br

GUIA RÁPIDO. Roteador Wireless. 150Mbps. Wireless 150Mb. PN-RT150M 150Mbps ANO 1GARANTIA. www.pacificnetwork.com.br GUIA RÁPIDO Roteador Wireless 150Mbps Wireless 150Mb PN-RT150M 150Mbps ANO 1GARANTIA www.pacificnetwork.com.br Guia de Instalação Rápida PN-RT150Mbps - Roteador Wireless 1- Conectando o Roteador Antes

Leia mais

ANEXO VIII - CATÁLAGO DE SERVIÇOS E PRAZOS DE SOLUÇÃO - NMS

ANEXO VIII - CATÁLAGO DE SERVIÇOS E PRAZOS DE SOLUÇÃO - NMS TODOS OS MÓDULOS DA SOLUÇÃO Emitir relatórios técnicos Atuar na consolidação de informações do Emitir relatórios gerenciais período para emissão de documentos Emitir relatórios parametrizados (técnicos

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice Wireless Network Global Solutions WiNGS Wireless Gateway Manual Índice Pagina Características Técnicas 3 Descrição do Aparelho 4 Quick Start 5 Utilizando a interface de administração WEB 7 Login 7 Usuários

Leia mais

Link Budget. TE155-Redes de Acesso sem Fios

Link Budget. TE155-Redes de Acesso sem Fios Cálculo de perdas e ganhos nas instalações físicas Link Budget ( Contabilidade do Link) Ewaldo Luiz de Mattos Mehl Universidade Federal do Paraná Departamento de Engenharia Elétrica mehl@eletrica.ufpr.br

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA 5dBi BIVOLT Roteador Wireless 150 Mbps GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.: 6813-0 1. Introdução: O Roteador Wireless 150 Mbps, modelo GWR-110 é um dispositivo que combina redes com/sem fio e foi projetado

Leia mais

Receptor Wi-Fi 11N USB com Antena Destacável

Receptor Wi-Fi 11N USB com Antena Destacável Receptor Wi-Fi 11N USB com Antena Destacável Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração)

Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração) 1.0 Exigências de Sistema Apple ipad ( ipad Primeira Geração, ipad 2, ou ipad terceira geração) Yamaha M7CL ou LS9 ou CL series Ponto de acesso Wi-Fi ( preferencialmente com 802.11n, 5GHz, embora 2.4GHz

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROFESSORA: Marissol Martins AUTENTICAÇÃO DE MAQUINAS USANDO SERVIDOR FREERADIUS ALEXANDRE WILLIE EDER VERISSIMO HANANNY GIANINNY Goiânia GO Dezembro/2014

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS REDE INTERNA E EXTERNA SUMÁRIO. Página 2 de 12

CATÁLOGO DE PRODUTOS REDE INTERNA E EXTERNA SUMÁRIO. Página 2 de 12 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 03 2 REDE INTERNA... 04-05 2.1 DADOS E TELEFONIA... 04 2.2 BÁSICO PARA INSTALAÇÕES... 04 2.3 RACK's PDU's (ITENS)... 05 3 ELÉTRICOS... 06 4 LINHA RF... 07 5 LINHA ÓPTICA... 07-08

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais. Aterramento. Prof. Msc. Getúlio Teruo Tateoki

Instalações Elétricas Prediais. Aterramento. Prof. Msc. Getúlio Teruo Tateoki Prof. Msc. Getúlio Teruo Tateoki Conceito Instalações Elétricas Prediais -É a Ligação intencional de um condutor à terra. -Significa colocar instalações de estruturas metálicas e equipamentos elétricos

Leia mais