Networking do Pega Cloud

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Networking do Pega Cloud"

Transcrição

1 Networking do Pega Cloud O Pega Cloud oferece um conjunto robusto de controles de networking e de segurança que permite que os clientes tirem proveito do poder da Pega 7 Platform e de aplicativos estratégicos como um serviço fornecido em nuvem. Seu serviço é implementado em uma nuvem privada virtual (virtual private cloud, VPC) dedicada que inclui ambientes de teste e de produção. Uma VPC dedicada assegura um networking isolado e seguro, e você pode agendar o trabalho sem afetar outros clientes. Como se conectar ao Pega Cloud Você tem acesso a aplicativos e a serviços de integração implementados na VPC por meio de uma conexão segura à Internet. O Pega Cloud fornece suporte aos seguintes métodos de conectividade: Internet apenas Internet e conexão privada Conexão privada apenas Internet apenas Esta opção fornece suporte ao acesso seguro à Internet para todo o tráfego de usuários, como aplicativos hospedados e Designer Studio, assim como o tráfego de serviços de integração.

2 Internet e conexão privada Esta opção inclui acesso seguro à Internet para todo o tráfego de usuários, conforme descrito acima, assim como a opção de conectar a VPN à sua rede privada para o tráfego de serviços de integração.

3 Conexão privada apenas Para a conectividade de rede privada, uma conexão de VPN IPSec opcional entre sites para todo o tráfego também está disponível.

4 Acesso seguro à Internet Todo o tráfego de aplicativos hospedados é direcionado, por definição, para um gateway de Internet seguro para acesso via HTTPS ao Pega Cloud. Para assegurar o nível mais elevado de segurança do perímetro, o Pega Cloud 2.1 exige o uso do TLS 1.2 apenas para o acesso interno via HTTPS. Endereçamento IP e DNS O ambiente de cada cliente tem uma série de recursos de computação de aplicativos da Pegasystems compatível com ele. Cada nó da Web tem um endereço IP privado e um endereço IP público. O tráfego interno está desabilitado por definição e é permitido somente com base nas necessidades de aplicativos de cada cliente durante o processo de descoberta da integração. A Pegasystems permite, por definição, todo o tráfego externo para cada instância. Os dados e nós de aplicativos atualmente não usam um esquema de endereço IP estático. Todos os endereços IP públicos são atribuídos dinamicamente visando à configuração mais segura, flexível e escalonável.

5 O Pega Cloud usa um serviço de DNS baseado em nuvem para a comunicação entre todos os ambientes gerenciados pela Pega e com a Internet pública. A VPC de cada cliente do Pega Cloud recebe a atribuição de um único domínio público para acesso público à Internet. Além disso, o Pega Cloud mantém uma zona de hospedagem privada para comunicações internas. Use as seguintes nomenclaturas para cada domínio: Acesso seguro à Internet: <nome do cliente>.pegacloud.io Zona de hospedagem privada: <identificação do cliente>.internal Para o acesso remoto de servidores privados ou serviços privados dos clientes por meio da VPN do Pega Cloud, o Pega Cloud pode adicionar entradas de DNS personalizadas à zona de hospedagem privada. Para assegurar a integração privada segura, HTTPS é recomendado para serviços REST e SOAP. O certificado SSL para cada domínio privado, no entanto, deve corresponder ao certificado no servidor gerenciado pelo cliente. Para a integração do Pega Cloud, você pode proteger sua rede ao inserir endereços IP do Pega Cloud em uma lista aprovada de IPs. Envie uma solicitação de serviço para um conjunto de endereços IP estáticos para conexões externas entre seu ambiente do Pega Cloud e endpoints em sua rede interna, e, em seguida, adicione esses endereços à sua lista aprovada de IPs visando à máxima segurança.

Domínio Personalizado 1 Não aplicável. Largura de Banda

Domínio Personalizado 1 Não aplicável. Largura de Banda Serviço Cloud SAP Fiori Serviço Cloud SAP Fiori, edição premium Termos e Condições Suplementares Estes termos e condições suplementares ("Suplemento") fazem parte de um contrato de aquisição de certos

Leia mais

Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade

Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade Volnys B. Bernal (c) 1 Tecnologia de Redes NAT e Masquerade Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys Volnys B. Bernal (c) 2 Agenda Introdução NAT Masquerade Introdução Volnys

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO. Conexões VPN SSL (Rede a Rede)

GUIA DE CONFIGURAÇÃO. Conexões VPN SSL (Rede a Rede) GUIA DE CONFIGURAÇÃO Conexões VPN SSL (Rede a Rede) 1 Conexões VPN SSL (Rede a Rede) 1- Introdução Uma VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) é, como o nome sugere, uma rede virtual, criada

Leia mais

Guia Primeiros Passos da Bomgar B400

Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Guia Primeiros Passos da Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por usar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Nível de segurança de uma VPN

Nível de segurança de uma VPN VPN Virtual Private Network (VPN) é uma conexão segura baseada em criptografia O objetivo é transportar informação sensível através de uma rede insegura (Internet) VPNs combinam tecnologias de criptografia,

Leia mais

Guia de instalação. McAfee Web Gateway Cloud Service

Guia de instalação. McAfee Web Gateway Cloud Service Guia de instalação McAfee Web Gateway Cloud Service COPYRIGHT Copyright 2017 McAfee LLC ATRIBUIÇÕES DE MARCA McAfee e o logotipo da McAfee, McAfee Active Protection, epolicy Orchestrator, McAfee epo, Foundstone,

Leia mais

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO

DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO DISCIPLINA: TELEPROCESSAMENTO E REDES CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 6. SEMESTRE PROFESSOR: ANTONIO P. NASCIMENTO FILHO Nome: LISTA 3 Máscara de sub-rede 1 Objetivos: Este exercício se concentra nas máscaras

Leia mais

Estruturas básicas de redes Internet Padronização e Protocolos

Estruturas básicas de redes Internet Padronização e Protocolos Estruturas básicas de redes Internet Padronização e Protocolos Universidade Católica de Pelotas Cursos de Engenharia da Computação Disciplina: Rede Computadores I 2 Agenda Estruturas básicas de redes A

Leia mais

Introdução...xiii. Instruções de configuração... xiii Utilização do CD... xv Agradecimentos...xviii Suporte técnico...xviii

Introdução...xiii. Instruções de configuração... xiii Utilização do CD... xv Agradecimentos...xviii Suporte técnico...xviii Sumário Introdução....................................xiii Instruções de configuração.................................. xiii Utilização do CD........................................... xv Agradecimentos..........................................xviii

Leia mais

Redes de Computadores I Seminário Novas Tecnologias em Redes. VPN-Virtual Private Network. Anderson Gabriel

Redes de Computadores I Seminário Novas Tecnologias em Redes. VPN-Virtual Private Network. Anderson Gabriel Redes de Computadores I Seminário Novas Tecnologias em Redes VPN-Virtual Private Network Anderson Gabriel Introdução Crescimento tecnológico, necessidade de segurança VPNs - Virtual Private Network (Redes

Leia mais

Como Instalar Nagios 4 E Monitorar Seus Servidores no Ubuntu 14 Introdução

Como Instalar Nagios 4 E Monitorar Seus Servidores no Ubuntu 14 Introdução Nagios e NRPE Como Instalar Nagios 4 E Monitorar Seus Servidores no Ubuntu 14 Introdução Neste tutorial, cobriremos a instalação do Nagios 4, um sistema de monitoramento de código livre muito popular,

Leia mais

Support Assistant. Guia do Usuário e Instalação

Support Assistant. Guia do Usuário e Instalação Support Assistant Guia do Usuário e Instalação Abril de 2016 2016 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa, ConnectKey, WorkCentre e ColorQube são marcas da

Leia mais

Introdução ao Windows Server 2008

Introdução ao Windows Server 2008 Introdução ao Windows Server 2008 Bem vindo(a), Nesta primeira aula apresentaremos as características do Windows Server 2008, seus papeis e para que servem. Após essa aula você será capaz de: Identificar

Leia mais

Boas práticas de gerenciamento de redes

Boas práticas de gerenciamento de redes Boas práticas de gerenciamento de redes virtuais e endereçamento IP no Microsoft Azure MDC306 Palestra Quem são os palestrantes? Daniel Mauser Senior Techical Advisor LATAM Escalation Team Lead Email:

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

DESCRITIVO DO SERVIÇO VPN IP (MPLS) (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS)

DESCRITIVO DO SERVIÇO VPN IP (MPLS) (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) DESCRITIVO DO SERVIÇO VPN IP (MPLS) (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) 1. DESCRIÇÃO 1.1. O Serviço VPN IP (MPLS)(Rede Virtual Privada) é utilizado para interconexão de redes locais entre

Leia mais

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento

Capítulo 6: Roteamento Estático. Protocolos de roteamento Capítulo 6: Roteamento Estático Protocolos de roteamento 1 Capítulo 6 6.1 Implementação de roteamento estático 6.2 Configurar rotas estáticas e padrão 6.3 Revisão de CIDR e de VLSM 6.4 Configurar rotas

Leia mais

NSG100 Gateway de segurança Nebula gerenciado em nuvem

NSG100 Gateway de segurança Nebula gerenciado em nuvem Gateway de segurança Nebula gerenciado em O gateway de segurança gerenciado em Zyxel Nebula foi projetado com gerenciamento remoto e segurança robusta para organizações com um número crescente de locais

Leia mais

SAP Hybris Commerce, edição na nuvem e SAP Hybris Commerce, edição na nuvem Edge. Termos e Condições Suplementares

SAP Hybris Commerce, edição na nuvem e SAP Hybris Commerce, edição na nuvem Edge. Termos e Condições Suplementares SAP Hybris Commerce, edição na nuvem e SAP Hybris Commerce, edição na nuvem Edge Termos e Condições Suplementares Estes termos e condições suplementares ("Suplemento") fazem parte de um contrato de aquisição

Leia mais

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Etapa 1. Obtenha o plug-in de Java

Leia mais

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação

Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação Funcionalidade e Protocolos da Camada de Aplicação Network Fundamentals Capítulo 3 1 Aplicações A Interface entre usuário e Rede de Dados A Camada de aplicação provê recursos para enviar e receber dados

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Fundamentos de Redes II Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Fundamentos de Redes II Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Endereçamento IP Euber Chaia Cotta

Leia mais

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP

Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Guia Planejando a Infra-estrutura de Rede Privada TCP/IP Sumário Introdução... 2 Definindo a Classe IP... 2 Modelo de Rede Privada 1 Única Rede... 4 Etapas... 4 Configurações da Rede Privada... 4 Roteador...

Leia mais

Guia para Acesso Remoto

Guia para Acesso Remoto Termostato Web Controlador de Temperatura com Acesso Remoto Modelos CTR-101 e CTR-102 Guia para Acesso Remoto Versão 1.0 Julho/2016 1 1- Descrição O Termostato Web é um controlador digital de temperatura

Leia mais

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Configuração de VPN para os sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7 Windows X Mac *Atenção: Em caso

Leia mais

Conectar a uma LAN sem fio utilizando a configuração manual

Conectar a uma LAN sem fio utilizando a configuração manual Observe que neste documento são mencionadas páginas do manual sobre função Wi-Fi. Consulte o site da Canon do Brasil para baixar o documento completo em formato PDF. Selecionar a Rede Sem Fio Quando [Encontrar

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network)

Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network) Auditoria e Segurança de Sistemas -VPN (Virtual Private Network) Adriano J. Holanda 2/9/2016 VPN (Virtual Private Network) É a extensão de uma rede privativa que passa por compartilhamentos ou rede pública

Leia mais

ADVANCED CUSTOMER SERVICES PARA SUN ORACLE EXADATA

ADVANCED CUSTOMER SERVICES PARA SUN ORACLE EXADATA ADVANCED CUSTOMER SERVICES PARA SUN ORACLE EXADATA O Oracle Advanced Customer Services (ACS) oferece serviços flexíveis relacionados ao Sun Oracle Database Machine e ao Sun Oracle Exadata Storage Server

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

Princípios da infraestrutura centrada em aplicativos

Princípios da infraestrutura centrada em aplicativos White Paper Princípios da infraestrutura centrada em aplicativos Resumo Uma das principais inovações em ACI (Application Centric Infrastructure, infraestrutura centrada em aplicativos) é a introdução de

Leia mais

Corrija o serviço da reputação do arquivo na nuvem é erro inacessível recebido para o ampère

Corrija o serviço da reputação do arquivo na nuvem é erro inacessível recebido para o ampère Índice Introdução Corrija o serviço da reputação do arquivo na nuvem é erro inacessível recebido para o ampère Troubleshooting Informações Relacionadas Introdução Este documento descreve o alerta atribuído

Leia mais

O Curso PfSense Vantage é o mais completo e avançado, focado na aplicação imediata do aprendizado, ministrado por instrutores certificados.

O Curso PfSense Vantage é o mais completo e avançado, focado na aplicação imediata do aprendizado, ministrado por instrutores certificados. O Curso PfSense Vantage é o mais completo e avançado, focado na aplicação imediata do aprendizado, ministrado por instrutores certificados. A Vantage é considerada a maior empresa de soluções Open Source

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com SUÍTE TCP 1 Camada de aplicação Protocolo Hypertext Transfer Protocol 2 HTTP Uma página WWW

Leia mais

Acesso Ethernet, através de roteadores implementador por PCs com 2 interfaces de rede FastEthernet.

Acesso Ethernet, através de roteadores implementador por PCs com 2 interfaces de rede FastEthernet. TCP - EXEMPLOS UFCG Campus-CPV Núcleo/distribuição (core) GigabitEthernet, composto de sete SwitchRouters ExtremeNetworks x450-24t: backplane Ethernet de 160 Gbps; 4 interfaces 1000baseX, 24 interfaces

Leia mais

Segurança na Internet

Segurança na Internet Segurança na Internet Muito do sucesso e popularidade da Internet é por ela ser uma rede global aberta Por outro lado, isto faz da Internet um meio não muito seguro É difícil identificar com segurança

Leia mais

Uso de Site externo e Webmikrotik

Uso de Site externo e Webmikrotik Uso de Site externo e Webmikrotik Pro: O sistema webmikrotik deixa disponível um website integrado com webmail, disco virtual, central do cliente, etc. Contra: Poucas opções de templates/temas; Alguns

Leia mais

IBM Managed Security Services para Reimplementação e Reativação do Agente

IBM Managed Security Services para Reimplementação e Reativação do Agente Descrição dos Serviços IBM Managed Security Services para Reimplementação e Reativação do Agente 1. Escopo dos Serviços O IBM Managed Security Services para Reimplementação e Reativação do Agente (denominado

Leia mais

Endereçamento IPv4. Banda Larga Móvel. Banda Larga Fixa. Trânsito Internet. VPN IP Móvel Fixa IPTV. Alocação na Vivo

Endereçamento IPv4. Banda Larga Móvel. Banda Larga Fixa. Trânsito Internet. VPN IP Móvel Fixa IPTV. Alocação na Vivo IPv6 na Vivo 01 Endereçamento IPv4 Alocação na Vivo A Vivo possui amplo portfólio de serviços baseados em IP, tanto para usuários domésticos quanto corporativos: Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Trânsito

Leia mais

Solução para habilitar para a web aplicações Windows. White Paper

Solução para habilitar para a web aplicações Windows. White Paper Solução para habilitar para a web aplicações Windows White Paper 1. Introdução O Thinfinity VirtualUI oferece uma solução de acesso a interfaces remotas para aplicações Windows desenvolvidas in house,

Leia mais

Arquitetura da Internet TCP/IP

Arquitetura da Internet TCP/IP Arquitetura da Internet TCP/IP A Internet Internet é a rede mundial de computadores, à qual estão conectados milhões de computadores do mundo todo; A idéia de concepção de uma rede mundial surgiu nos Estados

Leia mais

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) CONCURSO: TRE AMAZONAS DATA: 31/01/2010 QUESTÃO 01 - O transporte de páginas Web entre um servidor e um cliente da Internet é realizado pelo protocolo (A) TCP.

Leia mais

TRABALHO DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO VIRTUAL PRIVATE NETWORK VPN

TRABALHO DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO VIRTUAL PRIVATE NETWORK VPN TRABALHO DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO VIRTUAL PRIVATE NETWORK VPN Equipe: Virtual Private Network Rede Privada Virtual ou Virtual Private Network, ou seja, é uma rede de comunicações privada(com o acesso restrito)

Leia mais

*pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC.

*pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC. O E.A.D pfsense é o primeiro treinamento on-line de pfsense da Vantage Brazil. Onde aluno ficará capacitado a aplicar configurações em cenários de implantação, regras de firewall, configurações gerais

Leia mais

Manual de Instalação. e-tam

Manual de Instalação. e-tam Manual de Instalação e-tam Índice 1. INTRODUÇÃO... pág. 2 2. Softwares Compatíveis... pág. 3 3. Pre Requisitos... pág. 4 4. Configurações de Internet... pág. 5 4.1. Configurações de Zona......pág.6 4.2.

Leia mais

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos O Que É VRRP? Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP Sincronização das Configurações Introdução

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

Roteamento Prof. Pedro Filho

Roteamento Prof. Pedro Filho Roteamento Prof. Pedro Filho Definição Dispositivo intermediário de rede projetado para realizar switching e roteamento de pacotes O roteador atua apenas na camada 3 (rede) Dentre as tecnologias que podem

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Redes de Computadores e Telecomunicações. A camada da aplicação serve como a janela na qual os utilizadores e processos da aplicação podem

Leia mais

Oracle PaaS and IaaS Public Cloud Services D O C U M E N T A Ç Ã O D O P I L L A R J U L H O D E

Oracle PaaS and IaaS Public Cloud Services D O C U M E N T A Ç Ã O D O P I L L A R J U L H O D E Oracle PaaS and IaaS Public Cloud Services D O C U M E N T A Ç Ã O D O P I L L A R J U L H O D E 2 0 1 6 Índice Escopo 1 Política de Objetivo de Nível de Cloud Service da Oracle: Meta de Tempo de Atividade

Leia mais

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Para instalar e desinstalar o Deployment Plug-in em computadores-cliente O Deployment Solution está instalado no Symantec Management Platform.

Leia mais

E-Guide A GESTÃO DE PLATAFORMAS UNIFICADAS PARA UC EM NUVENS HÍBRIDAS É UMA NECESSIDADE

E-Guide A GESTÃO DE PLATAFORMAS UNIFICADAS PARA UC EM NUVENS HÍBRIDAS É UMA NECESSIDADE E-Guide A GESTÃO DE PLATAFORMAS UNIFICADAS PARA UC EM NUVENS HÍBRIDAS É UMA NECESSIDADE A s i n s t a l a ç õ e s m a i s maduras de comunicações unificadas em nuvem híbrida oferecem um equilíbrio entre

Leia mais

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO!

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! - Primeiramente, antes de colocar um DVR na rede, para acesso, você precisa saber, qual a estrutura da rede, quantos micros estão conectados, se é uma rede simples, de uma

Leia mais

Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi

Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi Índice Introdução Pré-requisitos Componentes Utilizados Configuração Distribua um molde OVF Potência sobre e iniciação completa Configurar

Leia mais

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações de Apoio Configurar Etapa 1. Configurar o agente de usuário da potência de fogo para Único-Sinal-em Etapa 2. Integre o centro

Leia mais

Virtualização do System302 em ambiente VMWARE

Virtualização do System302 em ambiente VMWARE GUIA DO USUÁRIO Virtualização do System302 em ambiente VMWARE ABR / 17 SYSTEM302 DOC-0149-00 smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO III Modelo do Ministério Público do Trabalho Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. PREMISSAS... 3 3. SOLUÇÃO

Leia mais

Esta nota apresenta como definir o SSL VPN no roteador Vigor.

Esta nota apresenta como definir o SSL VPN no roteador Vigor. Como configurar o SSL para VPN Esta nota apresenta como definir o SSL VPN no roteador Vigor. Dividiremos o tutorial em cinco partes: Parte A: Como criar uma conta de SSL. Parte B: Como configurar a segurança

Leia mais

e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.governoeletronico.gov.br www.eping.e.gov.br

e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.governoeletronico.gov.br www.eping.e.gov.br e-ping - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico www.governoeletronico.gov.br www.eping.e.gov.br e PING: Segmentação Interconexão Segurança Meios de acesso Organização e intercâmbio de informações

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA APPLIANCE VIRTUAL GRAVITYZONE

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA APPLIANCE VIRTUAL GRAVITYZONE MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA APPLIANCE VIRTUAL GRAVITYZONE Para instalar e configurar a Appliance Virtual: 1. Importe a imagem da Appliance Virtual GravityZone em seu ambiente virtualizado. 2.

Leia mais

Seminário Transição do IPv4 para o IPv6: Acesso, Privacidade e Coibição de Ilícitos BRASÍLIA, 07 DE DEZEMBRO DE 2015 ALEXANDER CASTRO

Seminário Transição do IPv4 para o IPv6: Acesso, Privacidade e Coibição de Ilícitos BRASÍLIA, 07 DE DEZEMBRO DE 2015 ALEXANDER CASTRO Seminário Transição do IPv4 para o IPv6: Acesso, Privacidade e Coibição de Ilícitos BRASÍLIA, 07 DE DEZEMBRO DE 2015 ALEXANDER CASTRO Quem somos Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços

Leia mais

PROPOSTA DE ALOJAMENTO WEB

PROPOSTA DE ALOJAMENTO WEB Estrada Lar do Patriota - Luanda 926 207 576 / 917 376 986 info@angoweb.net www.angoweb.net PROPOSTA DE ALOJAMENTO WEB Soluções de Alojamento de Sites & Aplicativos na Internet Índice Quem Somos - 03 Sobre

Leia mais

REDE PRIVADA VIRTUAL (VPN)

REDE PRIVADA VIRTUAL (VPN) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DCT - CITEx 5º CENTRO DE TELEMÁTICA DE ÁREA (C P D 4 / 1 9 7 8 ) REDE PRIVADA VIRTUAL (VPN) INTRODUÇÃO A Rede Privada Virtual (Virtual Private Network VPN) ou Acesso

Leia mais

Servidor Proxy armazenamento em cache.

Servidor Proxy armazenamento em cache. Servidor Proxy Servidor Proxy Um modo bastante simples de melhorar o desempenho de uma rede é gravar páginas que foram anteriormente acessadas, caso venham a ser solicitadas novamente. O procedimento de

Leia mais

Configurando Redes no OpenStack com o Neutron

Configurando Redes no OpenStack com o Neutron Configurando Redes no OpenStack com o Neutron Ao criar uma instância no OpenStack é necessário informar uma rede onde ela irá funcionar. Dependendo da aplicação da instância, esta rede pode ser completamente

Leia mais

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR

Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR Nome : Sabrina Tavera Rodrigues Prontuário: 1580248 Lista de Exercícios Endereçamento IPv4 VLSM/CIDR OBS: Respondi até o exercício 7, pois os outros não consegui fazer! 1) Dada a seguinte máscara IP 255.252.0.0,

Leia mais

Administração de Sistemas (ASIST)

Administração de Sistemas (ASIST) Administração de Sistemas (ASIST) Redes privadas virtuais Novembro de 2014 1 Rede privada virtual ( VPN Virtual Private Network ) Uma VPN é um túnel seguro (autenticação, confidencialidade e integridade)

Leia mais

Informática Básica. Aula 03 Internet e conectividade

Informática Básica. Aula 03 Internet e conectividade Informática Básica Aula 03 Internet e conectividade O Protocolo de comunicação O TCP (Transmission Control Protocol) e o IP (Internet Protocol) são dois protocolos que inspiraram o nome da rede. Eles englobam

Leia mais

KASPERSKY ENDPOINT SECURITY FOR BUSINESS Select Ferramentas para capacitar uma equipe de trabalho móvel, garantir a conformidade com políticas de segurança de TI e bloquear malware. O nível Select da Kaspersky

Leia mais

IWAN. Índice. Sumário do projeto Sumário da fase DMVPN Cisco relacionado apoia discussões da comunidade

IWAN. Índice. Sumário do projeto Sumário da fase DMVPN Cisco relacionado apoia discussões da comunidade Índice Sumário do projeto Sumário da fase DMVPN Cisco relacionado apoia discussões da comunidade IWAN Cisco WAN inteligente (IWAN) é um sistema que aumente a Colaboração e o desempenho do aplicativo da

Leia mais

McAfee Network Security Platform

McAfee Network Security Platform McAfee Network Security Platform Uma abordagem exclusivamente inteligente para a segurança de redes Principais vantagens Prevenção incomparável contra ameaças avançadas Análise de malware avançado sem

Leia mais

IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS

IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Configurar

Leia mais

ADMINISTRANDO O WINDOWS SERVER 2012

ADMINISTRANDO O WINDOWS SERVER 2012 20411 - ADMINISTRANDO O WINDOWS SERVER 2012 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo 1: Configurando e Solucionando problemas de sistema de nome de domínio Este módulo explica como configurar e solucionar problemas

Leia mais

GIOV Divisão INTRAGOV

GIOV Divisão INTRAGOV GIOV Divisão INTRAGOV INTRAGOV Agenda Números da INTRAGOV Contrato PRO.00.6563 Informações sobre a INTRAGOV Novidades da INTRAGOV IV Próximas etapas Site INTRAGOV Números da INTRAGOV Unidades ativas =

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 - PERITO PF QUESTÕES

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 - PERITO PF QUESTÕES Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Perito da Polícia Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

Agenda. Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade. Introdução. Introdução. Firewalls. Introdução NAT Masquerade

Agenda. Tecnologia de Redes. NAT e Masquerade. Introdução. Introdução. Firewalls. Introdução NAT Masquerade 1 2 Agenda Tecnologia de Redes e Masquerade Masquerade Rafael Freitas Reale reale@ifba.edu.br http://www.rafaelreale.net Cedido por: Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Segurança em Comunicações Protocolos de Segurança VPN 2 1 Comunicações Origem Destino Meio Protocolo 3 Ataques Interceptação Modificação Interrupção Fabricação 4 2 Interceptação

Leia mais

Manual Básico de Configuração para Acesso Remoto ao Portal de Periódicos CAPES Versão 1.0

Manual Básico de Configuração para Acesso Remoto ao Portal de Periódicos CAPES Versão 1.0 Manual Básico de Configuração para Acesso Remoto ao Portal de Periódicos CAPES Versão 1.0 NTI Núcleo Técnico de Informações Março/2012 Manual Básico de Configuração para Acesso Remoto ao Portal de Periódicos

Leia mais

GATEPLUS SISTEMA HOTSPOT DE GESTÃO E CONTROLE DE INTERNET

GATEPLUS SISTEMA HOTSPOT DE GESTÃO E CONTROLE DE INTERNET GATEPLUS 2.2 - SISTEMA HOTSPOT DE GESTÃO E CONTROLE DE INTERNET O GATEPLUS 1.5 POSSUI SISTEMA DE CONTROLE DE USUÁRIOS, PODE SER INTEGRADO AOS PRINCIPAIS PMS S ASSOCIANDO TARIFAS PAGAS OU GRÁTIS DE INTERNET

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection)

Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection) Proxy e FIREWALL Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection) As primeiras gerações de firewall eram ditos "stateless". Cada pacote é analisado individualmente, sem levar em conta pacotes anteriores

Leia mais

# Início Instalação e Configuração Servidor Antivírus Symantec Endpoint #

# Início Instalação e Configuração Servidor Antivírus Symantec Endpoint # ------------------------------ # Início Instalação e Configuração Servidor Antivírus Symantec Endpoint # ------------------------------ O Symantec Endpoint Protection 11.0 combina o Symantec AntiVirus

Leia mais

rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO

rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO rsf.a06 Resolução de Nomes PROFº RICARDO JOSÉ BATALHONE FILHO Endereçamento e Nomes Dispositivos de rede possuem ambos um Nome e um Endereço atribuídos a eles; Nomes são independentes de localidade e se

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER)

GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) GUIA DE CONFIGURAÇÃO CONEXÕES VPN SSL (CLIENT TO SERVER) Conexões VPN SSL (Client to Server) 1- Introdução Uma VPN (Virtual Private Network, ou rede virtual privada) é, como o nome sugere, uma rede virtual,

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Web Server Apache. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Web Server Apache. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Web Server Apache Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Introdução Principais características Conceitos Instalação Arquivos de configuração

Leia mais

USUÁRIO: TÉCNICO REVISÃO

USUÁRIO: TÉCNICO REVISÃO MANUAL DO APLICATIVO GERADOR DE SENHAS PARA ECF USUÁRIO: TÉCNICO REVISÃO 1.7.2 1. Introdução 3 2. Acesso ao aplicativo 3 2.1. Login 4 2.2. Tela principal 4 3. Descrição das funções 5 3.1. Gerar senha ECF

Leia mais

Fichas técnicas. Ficha técnica: validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos. Os principais recursos incluem:

Fichas técnicas. Ficha técnica: validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos. Os principais recursos incluem: Fichas técnicas Ficha técnica: validar a conectividade da rede em menos de 10 segundos Os principais recursos incluem: Rápido e fácil de usar Entenda se um problema de conectividade de rede está no computador

Leia mais

GERENCIAMENTO DE IDENTIDADES DO OFFICE 365 E SERVIÇOS

GERENCIAMENTO DE IDENTIDADES DO OFFICE 365 E SERVIÇOS 20346 - GERENCIAMENTO DE IDENTIDADES DO OFFICE 365 E SERVIÇOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo 1: Preparando-se para o Office 365 Este módulo de clientes e recursos do Office 365, identifica as recentes melhorias

Leia mais

Administração de Redes I (LI) Ano, Semestre: 2, 1

Administração de Redes I (LI) Ano, Semestre: 2, 1 Administração de Redes I (LI) Ano, Semestre: 2, 1 Pedro M. M. Marques pedromarques.eng@gmail.com 1 OBJECTIVOS Estudar mecanismos de conectividade no acesso à Internet e no acesso remoto; Estudar estratégias

Leia mais

Erro de conexão seguro da mobilidade de AnyConnect: O cliente VPN era incapaz de setup a filtração IP

Erro de conexão seguro da mobilidade de AnyConnect: O cliente VPN era incapaz de setup a filtração IP Erro de conexão seguro da mobilidade de AnyConnect: O cliente VPN era incapaz de setup a filtração IP Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações de Apoio O serviço de

Leia mais

ENDEREÇAMENTO PRIVADO PROXY E NAT

ENDEREÇAMENTO PRIVADO PROXY E NAT ENDEREÇAMENTO PRIVADO PROXY E NAT MOTIVAÇÃO PARA O ENDEREÇAMENTO IP PRIVADO Crescimento do IPv4 07/2007 490 milhões de hosts 01/2008 542 milhões de hosts IPv4 permite endereçar 4 bilhões de hosts. PREVISÃO

Leia mais

Configurando a central de alarme e aplicativo AMT Mobile V3 para se comunicarem

Configurando a central de alarme e aplicativo AMT Mobile V3 para se comunicarem Configurando a central de alarme e aplicativo AMT Mobile V3 para se comunicarem Santa Rita do Sapucaí, 11 de Agosto de 2017 Neste tutorial estão os passos para configurar a conexão do aplicativo AMT Mobile

Leia mais

Hypertext Transfer Protocol

Hypertext Transfer Protocol Hypertext Transfer Protocol HTTP Celso Rabelo M Pinto Novembro, 2016 1 / 12 Agenda Introdução Windows XAMPP 2 / 12 Introdução 1. O http é o protocolo utilizado para a comunicação através da Internet; 2.

Leia mais

Informática. Cloud Computing e Storage. Professor Márcio Hunecke.

Informática. Cloud Computing e Storage. Professor Márcio Hunecke. Informática Cloud Computing e Storage Professor Márcio Hunecke www.acasadoconcurseiro.com.br Informática COMPUTAÇÃO EM NUVEM Cloud Computing ou Computação em Nuvem pode ser definido como um modelo no

Leia mais

edição do Windows 10 Descubra qual é ideal para você. Experiência comercial Produtividade e experiência do usuário Gerenciamento e implantação

edição do Windows 10 Descubra qual é ideal para você. Experiência comercial Produtividade e experiência do usuário Gerenciamento e implantação Experiência comercial Produtividade e experiência do usuário Experiência do usuário familiar e produtiva Home Pro Enterprise Education Continuum para telefones 1 Cortana 2 Windows Ink 3 Menu Iniciar e

Leia mais

Apresentação de Serviço Internet Fixa Biz

Apresentação de Serviço Internet Fixa Biz Apresentação de Serviço Internet Fixa Biz queres Índice Apresentação do Serviço... 2 Principais Características e Vantagens...2 Tarifário... 3 Serviços Incluídos e Condições Especiais...3 Aditivo Router

Leia mais

BT Assure DDoS Mitigation

BT Assure DDoS Mitigation Serviços on-premise e em nuvem O que é DDoS? Os ataques DDoS (Distributed Denial of Service) são ataques cibernéticos bastante comuns que têm o propósito de sobrecarregar um dispositivo ou aplicação com

Leia mais

Forcepoint AVANCE SEM MEDO

Forcepoint AVANCE SEM MEDO Forcepoint AVANCE SEM MEDO Forcepoint AVANCE SEM MEDO As empresas modernas precisam conectar com segurança muitos tipos de diferentes usuários (incluindo trabalhadores móveis, pessoal de escritório, parceiros

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Usar o arquivo default.rcf

Usar o arquivo default.rcf Usar o arquivo default.rcf Sobre o arquivo default.rcf Como o Cliente de VPN Global usa o default.rcf Implantar o arquivo default.rcf Criar o arquivo default.rcf Arquivo de default.rcf de exemplo Solução

Leia mais