Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24 A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24 A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro."

Transcrição

1 INFORMAÇÃO DE PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Psicologia B ANO LETIVO 2012/2013 TIPO DE PROVA: Escrita CÓDIGO DA PROVA: 240 ANO: 12º Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24 A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características do exame de equivalência à frequência do Ensino Secundário da disciplina de Psicologia B, a realizar em 2013 pelos alunos do 12º ano de escolaridade, com planos curriculares aprovados pelos devidos suportes legais. Este documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova: objeto de avaliação, características e estrutura, critérios de classificação, material e duração. 2. OBJETO DE AVALIAÇÃO A prova tem por referência o programa de Psicologia B do 12ºano do ensino secundário. A prova permite avaliar os domínios e os conteúdos, passíveis de avaliação numa prova escrita de duração limitada, a saber: A)Objetivos Definir hereditariedade; Caracterizar os agentes responsáveis pela transmissão das características genéticas; Distinguir hereditariedade individual e hereditariedade específica; Distinguir genótipo de fenótipo; Distinguir os conceitos de preformismo e epigénese; Indicar fatores que interferem no meio pré-natal e pós-natal; Distinguir os conceitos de filogénese e ontogénese; Explicar o papel da seleção natural na evolução das espécies; Distinguir os conceitos de programa aberto e programa fechado; Relacionar os conceitos de prematuridade e neotenia; Analisar o contributo do inacabamento biológico do ser humano para a sua complexidade. Caracterizar os elementos estruturais e funcionais básicos do sistema nervoso humano; Distinguir as funções do sistema nervoso central e periférico; Descrever a constituição do neurónio; Descrever a sinapse; Diferenciar nervos motores e sensoriais; Indicar as principais funções da espinal medula e do cérebro; Explicar o funcionamento sistémico dos hemisférios cerebrais; Página 1 8

2 Diferenciar áreas primárias de áreas secundárias; Caracterizar as funções de cada um dos lobos do córtex cerebral; Explicar a função de suplência; Explicar a unidade funcional do cérebro; Analisar a relação entre o cérebro humano e a capacidade de adaptação e autonomia do ser humano; Definir o conceito de socialização; Distinguir socialização primária de socialização secundária; Definir o conceito de cultura; Definir padrões culturais; Explicar o papel dos ambientes no tornar-se humano; Explicar em que sentido o ser humano é uma criação sócio-cultural; Identificar valores, normas e modelos específicos de diferentes culturas; Diferenciar herança genética de herança cultural; Caracterizar as relações precoces; Identificar as competências básicas do bebé; Relacionar aprendizagem social e competências maternais; Descrever a experiência de Harlow acerca da necessidade do contacto-conforto; Relacionar vinculação e autonomia; Apresentar as fases segundo as quais, se desenrolam, na opinião de Bowlby, as perturbações nas crianças privadas do convívio social; Indicar o contributo das observações de Spitz para o reconhecimento da necessidade de vinculação mãe-filho; Explicar o papel do convívio social no tornar-se humano. Definir impressões; Relacionar impressão e categorização; Caracterizar os fatores explicativos da formação das impressões; Definir expectativas; Explicar o efeito das expectativas; Definir atitude; Relacionar atitudes e comportamento; Identificar fatores responsáveis pela formação e mudança de atitudes; Esclarecer o sentido da dissonância cognitiva; Definir representações sociais; Explicar as principais funções das representações sociais; Enunciar os critérios que permitem destacar o caráter social das representações; Definir norma social; Definir normalização; Definir conformismo; Descrever a experiência de Asch sobre o conformismo; Inventariar os fatores do conformismo; Definir obediência; Descrever a experiência de Milgram sobre a obediência; Página 2 8

3 Enumerar os fatores da obediência; Evidenciar aspetos positivos do inconformismo e da desobediência; Indicar os diferentes sentidos do conceito de atração; Enumerar os fatores de atração interpessoal; Definir agressão; Distinguir as diversas formas de agressão; Conhecer as conceções sobre a agressividade; Identificar fatores que induzem à agressão; Reconhecer a importância do conceito de intimidade; Definir relação de amizade; Mostrar a importância do amor; Identificar as três dimensões do amor segundo R. Sternberg; Definir estereótipo social; Enunciar as principais características dos estereótipos; Definir preconceito social; Explicar a origem dos preconceitos; Reconhecer que a discriminação é um mecanismo de defesa relativamente ao grupo visado; Explicar a origem dos conflitos segundo Sherif; Relacionar os conceitos de conflito, cooperação e relação; Identificar os diferentes contextos ou ambientes de existência dos indivíduos; Caracterizar microssistema, mesossistema, exossistema, macrossistema e cronossistema; Reconhecer a importância das inter-relações entre os contextos de vida; Caracterizar rede social; Identificar os elementos que integram as redes sociais; Reconhecer a importância dos contextos e comportamento individual. Definir processo cognitivo; Referir os principais processos cognitivos; Definir perceção; Mostrar o caráter bipolar da perceção; Explicar a estabilidade do mundo percetivo; Definir memória; Mostrar que aprendizagem e memória são processos indissociáveis; Caracterizar memória a curto prazo e a longo prazo; Mostrar que o esquecimento é um processo normal; Caracterizar os fatores explicativos do esquecimento; Definir aprendizagem; Indicar os elementos caracterizadores da aprendizagem; Descrever a experiência de Pavlov acerca do condicionamento clássico; Descrever a experiência de Skinner acerca do condicionamento operante; Explicar as diferenças entre condicionamento clássico e condicionamento operante; Definir o conceito de aprendizagem social segundo Bandura; Reconhecer a importância da aprendizagem com recurso a símbolos e representações; Página 3 8

4 Compreender as capacidades mentais do ser humano emoção; Diferenciar sentimento e emoção nas perspetivas clássica e de António Damásio; Identificar os componentes da emoção; Mostrar a especificidade dos processos conativos; Estabelecer a relação entre o desejo e a ação; Definir motivação; Distinguir motivação intrínseca de motivação extrínseca; Compreender a motivação e o seu papel no comportamento humano; Definir pensamento; Apresentar as principais etapas da resolução de problemas; Relacionar pensamento e ação; Definir criatividade; Descrever as etapas do pensamento criador; Relacionar pensamento, imaginação e criatividade; Distinguir pensamento convergente e pensamento divergente; Compreender que a identidade é um processo que especifica cada ser humano a partir da história da sua mente; Reconhecer a importância da construção da identidade; Definir identidade pessoal; Explicar em que medida a infância e a adolescência são momentos cruciais na construção da história de vida. Caracterizar o papel de Wundt no arranque da psicologia científica; Caracterizar a perspetiva estruturalista de Wundt; Explicar em que consiste o método introspetivo; Indicar as limitações do método introspetivo; Descrever a conceção psicanalítica da mente; Caracterizar as instâncias do eu segundo Freud; Explicar a dinâmica interna da personalidade; Explicar em que consiste o método psicanalítico; Definir o comportamento segundo Watson; Explicitar os pressupostos básicos segundo Watson; Explicar como é que, na perspetiva de Piaget, se processa a adaptação ao meio; Enumerar os principais fatores do desenvolvimento cognitivo; Caracterizar os estádios de desenvolvimento na perspetiva de Piaget; Conhecer a perspetiva de Bruner quanto à cognição; Indicar os principais argumentos de Bruner contra a perspetiva computacional da mente; Indicar o pressuposto em que assenta a conceção de António Damásio sobre a mente; Explicar em que medida se pode considerar atualmente a psicologia como a ciência dos significados; Conhecer as dicotomias que atravessam a Psicologia: inato/adquirido; interior/exterior; continuidade/descontinuidade; Página 4 8

5 Explicitar o significado da revolução cognitiva; Explicar a importância das significações; Conhecer a mente como um produto cultural Explicar a narrativa como construtora de identidade; Distinguir psicologia teórica de psicologia aplicada; Enumerar as principais áreas em que trabalham os psicólogos em Portugal; Caracterizar a psicologia educacional; Identificar as principais funções do psicólogo organizacional; Caracterizar a orientação vocacional e profissional; Caracterizar a psicologia clínica, forense e desportiva; Caracterizar o conceito de situação de prática desportiva; Diferenciar psicólogo clínico, psiquiatra, psicanalista e psicoterapeuta; Enumerar os principais processos usados na psicoterapia; Indicar os pressupostos da técnica psicanalítica; Distinguir intervenção preventiva de intervenção remediativa; Esclarecer o conceito de desenvolvimento; Relacionar os conceitos de desenvolvimento e competências; Explicar o conceito de promoção de desenvolvimento; Relacionar os conceitos de adaptação e desenvolvimento. 1. Antes de mim 1.1. A genética 1.2. O cérebro 1.3. A cultura B)Conteúdos 2. Eu com os outros 2.1. Relações Precoces 2.2. Relações interpessoais A influência social Processos de relação entre indivíduos e os grupos 3. Eu nos contextos 3.1.Modelo ecológico do desenvolvimento. 4. Eu A mente 4.1. Os processos cognitivos 4.2. Os processos emocionais As emoções 4.3. Os processos conativos A conação Página 5 8

6 4.4. O pensamento 4.5. A construção da identidade 5. Problemas e conceitos teóricos estruturadores da Psicologia 5.1. As conceções de Homem 5.2. Dicotomias na explicação do comportamento humano 5.3.Tendências da Psicologia na atualidade 6. Psicologia aplicada em Portugal técnicos de saúde mental 3. CARACTERIZAÇÃO DA PROVA A prova é constituída por 3 grupos, correspondentes a conteúdos lecionados ao longo do 12ºano de escolaridade. A prova contém os seguintes tipos de itens: O Grupo I é constituído por vinte itens de escolha múltipla e testa objetivos de conhecimento, de compreensão e de análise. O Grupo II é constituído por seis itens de resposta curta e objetiva e testa objetivos de conhecimento e de compreensão. Cada item compreende uma instrução específica introduzida por uma ideia que enquadra a temática em causa. O Grupo III é constituído por um item de resposta extensa e orientada e testa objetivos de análise e de síntese. Este item compreende o desenvolvimento de um tema. A prova é cotada para 200 pontos. QUADRO 1 VALORIZAÇÃO RELATIVA AOS GRUPOS DE QUESTÕES A valorização dos temas assim como a cotação por item apresentam-se no Quadro 1. Grupos COTAÇÃO (EM PONTOS) Grupo I 60 Grupo II 90 Grupo III 50 Página 6 8

7 A tipologia de itens, o número de itens e a cotação por item apresentam-se no Quadro 2. QUADRO 2 TIPOLOGIA, NÚMERO DE ITENS E COTAÇÃO TIPOLOGIA DE ITENS NÚMERO DE ITENS COTAÇÃO POR ITEM (EM PONTOS) Grupo I Escolha múltipla 20 3 Grupo II Resposta curta e objetiva 6 15 GrupoIII Resposta longa e orientada CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO A classificação a atribuir a cada resposta resulta da aplicação dos critérios gerais e dos critérios específicos de classificação apresentados para cada item e é expressa por um número inteiro, previsto na grelha de classificação. As respostas ilegíveis ou que não possam ser claramente identificadas são classificadas com zero pontos. No entanto, em caso de omissão ou de engano na identificação de uma resposta, esta pode ser classificada se for possível identificar inequivocamente o item a que diz respeito. Se o examinando responder a um mesmo item mais do que uma vez, não eliminando inequivocamente a(s) resposta(s) que não deseja que seja(m) classificada(s), deve ser considerada apenas a resposta que surgir em primeiro lugar. Até ao ano letivo 2013/2014, na classificação das provas, continuarão a ser consideradas corretas as grafias que seguirem o que se encontra previsto quer no Acordo de 1945, quer no Acordo de 1990 (atualmente em vigor), mesmo quando se utilizem as duas grafias numa mesma prova. Grupo I 1. Escolha múltipla Cada item apresenta quatro alternativas, identificadas com as letras A, B, C e D. O examinando deverá selecionar a resposta correta e escrever na sua folha de respostas, de forma inequívoca, a letra correspondente. Grupo II 2. Resposta curta e objetiva - 80% da pontuação será atribuída aos conteúdos programáticos expressos. - 20% da pontuação será atribuída à forma como a resposta estiver estruturada: clareza, sequência lógica das ideias e correção da expressão escrita. Grupo III 3. Resposta extensa e orientada - 80% da pontuação será atribuída aos conteúdos programáticos expressos. - 20% da pontuação será atribuída à forma como a resposta estiver estruturada: clareza, sequência lógica das ideias e correção da expressão escrita. Quadro 3 Descritores do domínio da comunicação escrita Página 7 8

8 Níveis Descritores 3 Texto bem estruturado e linguisticamente correto*, ou com falhas esporádicas que não afetem a inteligibilidade do discurso. 2 Texto bem estruturado, mas com incorreções linguísticas que conduzam a alguma perda de inteligibilidade do discurso. OU Texto bem estruturado, mas com incorreções linguísticas que conduzam a alguma perda de inteligibilidade do discurso. 1 Texto com deficiências de estruturação e com incorreções linguísticas, embora globalmente inteligível. * Por «texto linguisticamente correto» entende-se um texto correto nos planos da sintaxe, da pontuação e da ortografia. No caso de a resposta não atingir o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina, não é classificado o desempenho no domínio da comunicação escrita em língua portuguesa. 5. MATERIAL O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. As respostas são registadas em folha própria, fornecida pelo estabelecimento de ensino (modelo oficial). Não é permitido o uso de corretor. 6. DURAÇÃO DA PROVA A prova tem a duração de 90 minutos, a que acresce a tolerância de 30 minutos. Aprovada em Conselho Pedagógico do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado em 08 / 05 / 2013 O(A) Coordenador(a) O Presidente da CAP Página 8 8

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caraterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caraterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência Psicologia B Prova 340 2015 Tipo de Prova Escrita Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Despacho Normativo n.º 6-A/2015, de 5 de março Para: Reprografias Portal do Agrupamento Diretores de

Leia mais

2. Eu. A mente e a integração das dimensões cognitiva, emocional e conativa.

2. Eu. A mente e a integração das dimensões cognitiva, emocional e conativa. Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência Psicologia B Prova 340 2015 12 º ano de escolaridade Objeto de avaliação A prova a que esta informação se refere incide nos

Leia mais

NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Ano letivo de 2015/2016

NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Ano letivo de 2015/2016 MÓDULO 1 (1º Período) NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Tema 1. EU NOS CONTEXTOS O modelo ecológico do desenvolvimento Compreender as capacidades do ser humano de relação com os contextos Caracterizar

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015 1. INTRODUÇÃO 340 Psicologia B O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino secundário, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina ENSINO SECUNDÁRIO PSICOLOGIA B 12º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

Informação-Exame de Equivalência à Frequência Psicologia 12ºano. PROVA 340 /2015 Secundário

Informação-Exame de Equivalência à Frequência Psicologia 12ºano. PROVA 340 /2015 Secundário AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO Informação-Exame de Equivalência à Frequência Psicologia 12ºano 1. INTRODUÇÃO PROVA 340 /2015 Secundário O presente

Leia mais

Ano letivo de 2014/2015. Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO

Ano letivo de 2014/2015. Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO Direcção Regional de Educação do Norte Centro de Área Educativa de Bragança ESCOLA E B 2, 3 / S DE VILA FLOR 346 184 Ano letivo de 2014/2015 Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO Psicologia B - 12º ano TEMA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Planificação Psicologia º Ano ANO LETIVO 2015/2016 º GRUPO B MÓDULO 1- Descobrindo a Psicologia 26 1. Especificidade da Psicologia

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS 2015 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS. Discussão / debate. Análise de textos

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS. Discussão / debate. Análise de textos ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Psicologia B ANO:12 ANO 2010/2011 COMPETÊNCIAS UNIDADE 1: A Entrada na Vida Tema 1. Antes de Mim - Mostrar compreender o processo de

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ano Letivo 2012/2013 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Disciplina: ECONOMIA C Prova/Código: 312 Ano(s) de Escolaridade: 12º Ano 1. Introdução A prova

Leia mais

INFORMAÇÃO- EXAME EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO 2012

INFORMAÇÃO- EXAME EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO 2012 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEIRO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA INFORMAÇÃO- EXAME EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO 2012 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 2ºCiclo - 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Informação - Prova final de Português

Informação - Prova final de Português Informação - Prova final de Português Necessidades Educativas Especiais de Carácter Permanente 3.º Ciclo do Ensino Básico 2014 9 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 201 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340. CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340. CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE / PORTUGUÊS INTRODUÇÃO O presente documento divulga informação relativa à prova final a nível

Leia mais

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos Roque Gameiro INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita + oral 2014/201 2º Ciclo do Ensino Básico INGLÊS CÓD. 06 (Decreto-Lei n.º 139/2012, de de julho)

Leia mais

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915 Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915 INFORMAÇÃO - PROVA FINAL DE CICLO A NÍVEL DE ESCOLA PORTUGUÊS Prova 51 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Português Abril 2015

Português Abril 2015 Direção Geral de Estabelecimentos Escolares AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915 Informação Prova Final de ciclo a nível de escola Português Abril 2015 Prova 81/ 2015 3.º Ciclo do Ensino

Leia mais

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA [INGLÊS]

PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA [INGLÊS] INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS ANO DE ESCOLARIDADE: 10º E 11º ANOS ANO LETIVO: 2012 2013 TIPO DE PROVA: DURAÇÃO: CÓDIGO DA PROVA: MATERIAL NECESSÁRIO/PERMITIDO: ESCRITA 90 MINUTOS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 6º Ano Abril de 2015 Prova 06* 2015 Inglês Prova escrita (Decreto-Lei 3/2008, de 7 de janeiro)

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico I. INTRODUÇÃO

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 2014 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga a informação relativa à prova de Equivalência

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS PROVA 16 / 2015 9 º ANO 3 º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final a nível de escola,

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina Francês Tipo de Prova Escrita e oral Ano letivo 2014/2015 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA INTERNA NA MODALIDADE DE FREQUÊNCIA NÃO PRESENCIAL. Ensino Secundário Recorrente por Módulos

MATRIZ DA PROVA DE AVALIAÇÃO SUMATIVA INTERNA NA MODALIDADE DE FREQUÊNCIA NÃO PRESENCIAL. Ensino Secundário Recorrente por Módulos OBJETIVOS/ COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS ESTRUTURA E ITENS DE AVALIAÇÃO COTAÇÃO (200 PONTOS) TOTAL 1. Compreender a especificidade do ser humano do ponto de vista dos fatores biológicos, cerebrais e culturais.

Leia mais

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015. Duração: 90 minutos

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015. Duração: 90 minutos INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 10 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita Duração: 90 minutos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE GEOGRAFIA PROVA 18/ 2015 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ciências Naturais Código da Prova: 10/2015 9º Ano de Escolaridade

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ciências Naturais Código da Prova: 10/2015 9º Ano de Escolaridade Disciplina Ciências Naturais Código 10 2014/2015 Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ciências Naturais Código da Prova: 10/2015 9º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho,

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo 2014/2015 Ensino Secundário - 1ª e 2ª Fase Disciplina de ESPANHOL (INICIAÇÃO BIENAL) - 375 Informação Prova de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Física Código da Prova: 315 2014 12.º Ano de Escolaridade

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Física Código da Prova: 315 2014 12.º Ano de Escolaridade Disciplina - Física Código - 315 2013/2014 Informação - Prova de Equivalência à Frequência Física Código da Prova: 315 2014 12.º Ano de Escolaridade 1. Introdução As informações sobre a prova apresentadas

Leia mais

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 MATRIZ DA PROVA DE AVALIAÇÃO INTERNA PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 5 Páginas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar informação relativa à prova de avaliação interna

Leia mais

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO 1. INTRODUÇÃO INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO Ano Letivo 2014-2015 O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova final do 3.º ciclo do ensino básico da disciplina de História,

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015 Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 1ª e 2ª Fase Prova 16 2015 9ºAno/3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita/Oral Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 2015 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS D. ANTÓNIO FERREIRA GOMES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS 2º CICLO ANO 2015 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

INGLÊS cont. Código 367 abril 2015

INGLÊS cont. Código 367 abril 2015 Direção Regional de Educação do Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915 PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS cont. Código 367 abril 2015 11º Ano de escolaridade (Decreto Lei 139/

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915 Informação Exame de Equivalência a Frequência (Decreto lei 139/2012, de 5 de julho) Inglês 6ºAno Modalidade: Prova Escrita Prova Oral: 15 minutos 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Projeto Testes Intermédios 2012/2013

Projeto Testes Intermédios 2012/2013 Projeto Testes Intermédios 2012/2013 3.º Ciclo GEOGRAFIA Informação n.º 2 Ano de escolaridade 9.º ano Data 27 de fevereiro de 2013 OBJETO DE AVALIAÇÃO O teste intermédio de Geografia tem por referência

Leia mais

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: INGLÊS (LE I) Prova Oral e Prova Escrita

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: INGLÊS (LE I) Prova Oral e Prova Escrita Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: INGLÊS (LE I) Prova Oral e Prova Escrita 2º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

MÓDULOS 1, 2, 3 e 4. 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário. Componente de Formação Científica. Ano lectivo 2015-2016

MÓDULOS 1, 2, 3 e 4. 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário. Componente de Formação Científica. Ano lectivo 2015-2016 Planificação Anual da Disciplina de Psicologia MÓDULOS 1, 2, 3 e 4 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário Componente de Formação Científica Ano lectivo 2015-2016 MÓDULO

Leia mais

As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida, e do Programa da disciplina.

As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida, e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO MUSICAL Abril de 2015 Prova 12 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Prática Duração:

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS

Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS Informação Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de FRANCÊS Prova 16 2015 3º Ciclo do Ensino Básico Despacho normativo n.º 6-A/2015 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Espanhol (Prova Escrita + Oral)

Espanhol (Prova Escrita + Oral) Informação-Prova de Equivalência à Frequência Espanhol (Prova Escrita + Oral) Prova 15 2015 9º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos (escrita) 15 minutos (oral) O presente documento visa divulgar

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO Ciências Naturais Código 10 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Ano letivo de 2012/2013

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Ano letivo de 2012/2013 ESCOLAS COM ENSINO BÁSICO DA AP10 Agrupamentos de Escolas: Carcavelos, Ibn Mucana, Parede, S. João Estoril Escola Salesiana de Manique INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Francês nível 3 (16)

Leia mais

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova:

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova: Informação sobre Prova de Equivalência à Frequência de Inglês Data: 10 de abril de 2013 Prova nº 21 2013 3º Ciclo do Ensino Básico Despacho Normativo n.º 24-A/2012 Agrupamento de Escolas de Vallis Longus-Valongo

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós Informação-Prova de Equivalência à Frequência Prova de Equivalência à Frequência de Inglês (Escrita + Oral) Prova Código 06-2015 2º Ciclo do Ensino Básico - 6ºano de escolaridade 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015

MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Planificação Anual da Disciplina de Psicologia. MÓDULOS 1, 2, 3 e 4. 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário

Planificação Anual da Disciplina de Psicologia. MÓDULOS 1, 2, 3 e 4. 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário Planificação Anual da Disciplina de MÓDULOS 1, 2, 3 e 4 10º Ano de escolaridade (10º D) Curso Profissional de Nível Secundário Componente de Formação Científica Ano lectivo 2013-2014 1 MÓDULO 1 - DESCOBRINDO

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação-Exame de equivalência à frequência de Francês (prova escrita) Prova 16 2013 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência

Leia mais

Assim, constituem objeto de avaliação, na prova, as aprendizagens a seguir especificadas:

Assim, constituem objeto de avaliação, na prova, as aprendizagens a seguir especificadas: Informação-Prova de Equivalência à Frequência Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho Prova Escrita de Equivalência à Frequência Geografia C Prova 319 2013

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015 Prova de Biologia Prova 302 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino secundário, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram

Leia mais

1. Conhecimento e compreensão de dados, conceitos, modelos e teorias; 3. Mobilização e utilização de dados, conceitos, modelos e teorias;

1. Conhecimento e compreensão de dados, conceitos, modelos e teorias; 3. Mobilização e utilização de dados, conceitos, modelos e teorias; INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA Março de 2015 Prova 302 2015 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015. Secundário. [Despacho normativo n.º6/2012 de 10 de abril]

INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015. Secundário. [Despacho normativo n.º6/2012 de 10 de abril] AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015 Secundário [Despacho normativo n.º6/2012 de

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS LE I (2 anos) 2015 Prova 06 / 2015 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PSICOLOGIA B Março 2017

PSICOLOGIA B Março 2017 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PSICOLOGIA B Março 2017 2017 340 Prova Ensino Secundário (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) 1. Objeto de Avaliação A prova a que esta informação se

Leia mais

Informação-Prova de PSICOLOGIA B Prova º Ano de Escolaridade

Informação-Prova de PSICOLOGIA B Prova º Ano de Escolaridade ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOSÉ AFONSO Informação-Prova de PSICOLOGIA B Prova 340 2014 12º Ano de Escolaridade Objeto de avaliação A prova a que esta informação se refere incide nos conhecimentos e nas competências

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETO DE AVALIAÇÃO

1. INTRODUÇÃO 2. OBJETO DE AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO-Prova de Equivalência à Frequência 2º Ciclo do Ensino Básico Despacho Normativo nº 6-A/2015 de 5 de março Disciplina: INGLÊS Código: 06 Tipo de Prova: ESCRITA E ORAL (Língua Estrangeira I, Nível

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência INGLÊS Abril 2015 2ºCiclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Prova 06/2015 Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90 minutos + 15 minutos

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Geral Continuação) Código da Prova: 367 2014 10.º e 11.º Anos de Escolaridade

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Geral Continuação) Código da Prova: 367 2014 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Disciplina Inglês (Cont.) Código - 367 2013/2014 Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Geral Continuação) Código da Prova: 367 2014 10.º e 11.º Anos de Escolaridade 1. Introdução As informações

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2014. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2014. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358 DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 358 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina.

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina. Agrupamento de Escolas de Barrancos INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO INGLÊS abril de 2015 Prova 21 2015 1ª/2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico Tipo de Prova: Escrita + Oral

Leia mais

Agrupamentos de Escolas: Carcavelos, Ibn Mucana, Parede, S. João Estoril Escola Salesiana de Manique, Associação Escola 31 de Janeiro

Agrupamentos de Escolas: Carcavelos, Ibn Mucana, Parede, S. João Estoril Escola Salesiana de Manique, Associação Escola 31 de Janeiro ESCOLS COM ENSINO BÁSICO D P10 grupamentos de Escolas: Carcavelos, Ibn Mucana, Parede, S. João Estoril Escola Salesiana de Manique, ssociação Escola 31 de Janeiro INFORMÇÃO PROV DE EQUIVLÊNCI À FREQUÊNCI

Leia mais

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caracterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caracterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência Psicologia B Prova 340 2016 Tipo de Prova Escrita Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Para: Reprografias Portal do Agrupamento Diretores de Turma Associação de Pais e Encarregados de Educação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE SERPA INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE 3.º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE SERPA INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE 3.º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº DE SERPA INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE 3.º CICLO Ano Letivo de 204/205 Modalidade da Prova: Escrita Disciplina: INGLÊS (Língua Estrangeira I) Duração: 90

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Abação. Escola Básica de Abação

Agrupamento de Escolas de Abação. Escola Básica de Abação Agrupamento de Escolas de Abação Escola Básica de Abação Informação n.º 1 ---------------------------------------------------- Data: 07/05/2014 Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico (Alunos

Leia mais

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março)

(Nos termos do Despacho Normativo 6-A/2015, de 5 de março) Código: 345921 Escola Básica e Secundária de Melgaço Sede do Agrupamento de Escolas de Melgaço INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 10 E 11º ANOS DE ESCOLARIDADE INGLÊS (Nos termos do Despacho

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Informação - Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de Aplicações Informáticas B

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Informação - Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de Aplicações Informáticas B Prova 303 2015 Informação - Prova de Equivalência à Frequência da disciplina de Aplicações Informáticas B 12º Ano de Escolaridade Despacho normativo n.º 6-A/2015 1. Introdução O presente documento visa

Leia mais

Aplicações Informáticas B

Aplicações Informáticas B Prova de Exame Nacional de Aplicações Informáticas B Prova 703 2008 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Para: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspecção-Geral

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas Informação -Exame de Equivalência à Frequência (Ao abrigo da alínea b) do n.º 20 do anexo 2 da Portaria n.º 18/2010 de 17 de Fevereiro) Curso(s)/Componente de Formação: Ano Letivo 2014/2015 X Ciências

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês (Prova escrita e oral) 1.ª e 2.ª Fases 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) As informações

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA SOCIOLOGIA (CÓDIGO 344 ) 12ºAno de Escolaridade (Dec.-Lei nº74/2004) (Duração: 90 minutos)

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA SOCIOLOGIA (CÓDIGO 344 ) 12ºAno de Escolaridade (Dec.-Lei nº74/2004) (Duração: 90 minutos) 1. Unidades temáticas, conteúdos e objetivos/competências I O que é a Sociologia Unidades temáticas/conteúdos* 1. Sociologia e conhecimento sobre a realidade social 1.1. Ciências Sociais e Sociologia 1.2.

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês Informação-Prova de Equivalência à Frequência Prova Escrita de Inglês Prova 21 2015 9.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 CICLO: 2º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 6º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 2015 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

Prova Escrita + Oral de Inglês

Prova Escrita + Oral de Inglês Informação-Prova de Equivalência à Frequência Prova Escrita + Oral de Inglês Prova 367 2015 11º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos (sem tolerância); Oral: 25 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012,

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Informação-Prova de Equivalência à Frequência Informação-Prova de Equivalência à Frequência 2º Ciclo do Ensino Básico Prova de Equivalência à Frequência de Língua Estrangeira I Inglês Escrita e Oral Prova 06/ 2013 Despacho normativo nº 5/ 2013, de

Leia mais

História da Cultura e das Artes

História da Cultura e das Artes Prova de Exame Nacional de História da Cultura e das Artes Prova 724 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral de Educação e Ciência Direções Regionais de Educação

Leia mais

Planificação Anual. Psicologia e Sociologia. 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional de Técnico de Secretariado. Ano Letivo 2014/2015

Planificação Anual. Psicologia e Sociologia. 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional de Técnico de Secretariado. Ano Letivo 2014/2015 Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas Planificação Anual Psicologia e Sociologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional de Técnico de Secretariado Ano Letivo 2014/2015 Prof. João Manuel

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2015 / 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova (06) 2016 2º Ciclo do Ensino Básico O presente documento

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Informação-Prova de Equivalência à Frequência Informação-Prova de Equivalência à Frequência ENSINO SECUNDÁRIO PROVA ESCRITA E ORAL Prova de Equivalência à Frequência de Espanhol, 11º ano (Iniciação) Prova 375 (ter como referência quadro III do Desp.Norm.5/2013)

Leia mais

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de São Pedro do Sul INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO: 2014/2015 1 ª /

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CARNAXIDE - 171487 EDUCAÇÃO FÍSICA PROVA 311 2014 12.º ANO DE ESCOLARIDADE 1. INTRODUÇÃO O presente documento divulga informação

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional. Ano Letivo 2013/2014

Escola Básica e Secundária de Velas. Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional. Ano Letivo 2013/2014 Escola Básica e Secundária de Velas Planificação Anual Psicologia 10º Ano de Escolaridade Curso Profissional Ano Letivo 2013/2014 Professor Mário Miguel Ferreira Lopes PRIMEIRO PERÍODO MÓDULO 1: DESCOBRINDO

Leia mais

PSICOLOGIA B 12.º ANO

PSICOLOGIA B 12.º ANO ANO LETIVO DE 2011/2012 PLANIFICAÇÃO ANUAL de PSICOLOGIA B 12.º ANO I. A entrada na vida Tema 1 - Antes de mim A genética, o cérebro e a cultura Objetivo geral Compreender as capacidades genéticas do ser

Leia mais

INGLÊS-CONT. abril de 2015. Ensino Secundário. Prova 367 2015 Prova Escrita e Oral. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INGLÊS-CONT. abril de 2015. Ensino Secundário. Prova 367 2015 Prova Escrita e Oral. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Mod. AECISTER.EX.INF002 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-CONT. abril de 2015 Prova 367 2015 Prova Escrita e Oral Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho e Decreto-Lei

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Básico Informação Prova de Equivalência à Frequência INGLÊS (LE I) Prova escrita e oral Prova 21 2015 do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame

Leia mais

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Tipo de Prova: Escrita e Oral Disciplina: Inglês. ENSINO SECUNDÁRIO 11º Ano 2015

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Tipo de Prova: Escrita e Oral Disciplina: Inglês. ENSINO SECUNDÁRIO 11º Ano 2015 INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CÓDIGO: 367 / 6 Págs. Fases: 1ª e 2ª Tipo de Prova: Escrita e Oral Disciplina: Inglês ENSINO SECUNDÁRIO 11º Ano 2015 1. Introdução O presente documento visa

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2015. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 367

Informação Prova de Equivalência à Frequência - 2015. Agrupamento de Escolas de ANTÓNIO NOBRE. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 367 DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DA PROVA: 367 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 11º Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. Metas COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. Metas COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Informação Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de: 2ª Fase 2015 6º Ano de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 2º Ciclo - 6.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais

português língua não materna (a2) Dezembro de 2013

português língua não materna (a2) Dezembro de 2013 Informação prova final / Exame Final Nacional português língua não materna (a2) Dezembro de 2013 Prova 63/93/739 2014 6.º Ano, 9.º Ano ou 12.º Ano de Escolaridade O presente documento divulga as características

Leia mais

Matemática para as Artes

Matemática para as Artes Informação Prova de Equivalência à Frequência Prova 95 014 Disciplina 11º e 1º Anos de Escolaridade Matemática para as Artes 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. A) Competências COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. A) Competências COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de: Prova 21 2015 9º Ano de

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE REDONDO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. HERNÂNI CIDADE INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA)

AGRUPAMENTO VERTICAL DE REDONDO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. HERNÂNI CIDADE INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) 1. INTRODUÇÃO ENSINO BÁSICO 2ºCICLO O presente documento visa divulgar as características do Exame de Equivalência à Frequência Escrita e

Leia mais