THE EFFECT OF FOREST FRAGMENTATION ON BIODIVERSITY IN THE ATLANTIC FOREST DOMAIN, IN BRAZIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "THE EFFECT OF FOREST FRAGMENTATION ON BIODIVERSITY IN THE ATLANTIC FOREST DOMAIN, IN BRAZIL"

Transcrição

1 THE EFFECT OF FOREST FRAGMENTATION ON BIODIVERSITY IN THE ATLANTIC FOREST DOMAIN, IN BRAZIL Maria das Graças Ferreira Reis (Ph.D, Geraldo Gonçalves dos Reis (Ph.D, José Salmito de Almeida Junior (M.Sc., Agostinho Lopes de Souza Cassiano Louzada Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Minas Gerais, Brasil Four small forest fragments within the Atlantic Forest domain, in Minas Gerais state, Brazil, were analyzed based on their floristic composition. The point centered quarter method was used for sampling tree species with total height greater than 3 m. The average circularity index of fragments 1 (11 ha) and 2 (13 ha) was 0.51 and of fragments 3 (23 ha) and 4 (18 ha) was The average perimeter-area ratio was 200 (fragments 1 and 2) and 124 (fragments 3 and 4). It was sampled 57 species in the fragment 1, 77 in the fragment 2 and 85 in the fragments 3 and 4. In the most degraded fragment (fragment 1), it was observed that Mabea fistulifera Mart Euphorbiaceae, a pioneer species, presented a very high importance value (17 % of the total). The top 5 species represented 46.6 % of the total importance value in this fragment, and it was lower than 31 % in the other fragments. Tree mortality decreased from fragment 1 to 4 (10.5 to 6.8 %) and the proportion of trees with lianas was about the same in all fragments (>87 %). The proportion of the pioneer species individuals of the elongated and smaller fragments (1 and 2) was 92 % and of the round and larger fragments (3 and 4) was 70 %. The greatest perimeter-area ratio in fragments 1 and 2 partially explains the dominance of pioneer and initial secondary species. These results indicate that all four fragments are degraded and in a quite initial stage of succession. There should be an effort to implement protection of these small fragments, such as by using fences to avoid cattle grazing, in order to favor natural regeneration and increase biodiversity. Introduction Forest fragmentation has occurred around the world due to road construction, urbanization, establishment of pasture, agricultural crops and planted forests, wood products exploitation and others. In Brazil, the original cover of the Atlantic Forest, located in the most populated region of the country, was drastically reduced (SOS MATA ATLÂNTICA, 1998). Actually, most of the forest cover in this ecosystem is constituted by a large number of secondary forest fragments in different stages of succession. These fragments are usually small, isolated and degraded (Pereira, 1999) but they play a very important role in biodiversity conservation as the original forest almost disappeared. Since 1988, the Atlantic Forest ecosystem has been protected forced by Brazilian laws, and, there is pressure to increase its forest cover by natural regeneration and, or, by planting native trees species. Considering that secondary forest fragments are highly degraded due to selective exploitation and cattle grazing, it is important to use specific management techniques to facilitate its recovery. These interventions should take into account the floristic of the local vegetation.

2 Most studies on natural forest structural characteristics in Brazil have been undertaken after the decade of 90. The floristic composition of the semideciduous forests in Minas Gerais State, in the domain of the Atlantic Forest, was reported by Oliveira et al. (1997), Silva et al. (2000), Paula et al. (2002), Ribas et al. (2003), Silva et al (2004), Higuchi et al. (2006), Ferreira Junior (2007), Camargos et al (2008), among others. It has been observed that plant diversity varies with the size of the fragment. Silva et al. (2004) sampled 161 species in a 194 ha fragment while Ribas et al (2003) reported 69 species in a five hectares fragment. This study was undertaken to evaluate the floristic composition of four fragments of different size and form in the montane semideciduous seasonal forest in the domain of the Atlantic Forest. Methods The study was conducted in four fragments of secondary montane semideciduous seasonal forest, in the Atlantic Forest domain, in the vicinity of Viçosa, Minas Gerais State (20 45 S, ). Fragments characteristics are presented in Table 1. The relief of the region is mountainous. The climate is classified as Cwb, according to Köppen classification, with hot and rainy summer. Mean annual temperature is 19 C and mean annual rainfall is 1221 mm, mostly concentrated in the period of October to April (Silva et al., 2004). The fragments studied suffered different degrees of anthropogenic interventions, which included selective wood exploitation, and clearcut for pasture and agriculture establishment and subsequent abandonment. The point centered quarter method was used for vegetation sampling. The distance between sampling point in a transect was 12 m and between transects was 48 m. The direction of the quadrants was determined by spinning a cross over each sampling point. Three plant size classes were taken into account: dbh < 5 cm and height > 3 m; dbh between 5 and 10 cm, and dbh > 10 cm. The distance from the random point to center of the nearest individual per quarter was measured for each size class, i.e., three individuals were sampled in each quadrant. Common name and dbh were obtained for all individuals. Relative density, relative dominance and relative frequency were calculated to obtain the species importance value (IV), in each size class and for all classes together. The species were classified into ecological groups (pioneer, initial secondary, late secondary and climax) according to Budowski (1965) based on classifications already published and reviewed by Pezzopane (2001) and Louzada (2002). Results and Discussion The smallest number of species and individuals were sampled in fragment 1, being 40.5% of the individuals from pioneer species (Table 2). Mabea fistulifera (Euphorbiaceae), a pioneer species, presented the highest IV (16.9%), being the IV of the subsequent species much smaller (Table 3). This species still presents high regeneration as the IV(1) is very high (Table 3). This fragment has a low circularity index (Table 1), high anthropogenic influence, is not protected by fences, favoring cattle grazing, and was invaded by the grass Melinis minutiflora Beav which may be arresting the succession and, consequently, reducing biodiversity.

3 The difference between the highest IV in fragment 2 is smaller than for fragment 1 and most of the individuals (63.2 %) are from initial secondary species. It can also be observed a higher proportion of individuals of late secondary species in this fragment as compared to fragment 1. Fragment 2 is also characterized by low circularity index (0.54). The average circularity index of fragment 1 and 2 is very low, which increases the border effect, and may explain the high tree mortality and predominance of individuals from pioneer and initial secondary species. Fragments 3 and 4 are larger, with a higher circularity index as compared to fragments 1 and 2 (Table 1), which may explain the greatest proportion of species and individuals of late secondary species (Table 2). The largest fragments also present a greater proportion of climax species. The IV value of Ocotea odorifera (Lauraceae), a late secondary species, is the third one in fragment 3 and first in fragment 4 (Table 3). It can be observed that this species in the fragment 4 presents a high IV in the two lowest plant size classes indicating that there are good conditions for its natural regeneration. The natural regeneration (plants with dbh < 5 cm) of the pioneer (Xylopia sericea) and initial secondary species (Apuleia leiocarpa, Brosimum guianense and Matayba elaeagnoides) in this fragment is low, probably because light transmittance is low, benefiting late secondary and climax species. This fragment is the least degraded one, with low external disturbances and it is located close to the largest (196 ha) forest fragment in the region, favoring gene flow. In general, all fragments studied are highly infested by lianas (Table 2). High liana densities are typical of disturbed areas with high radiation transmittance such as the edges of the fragments or highly disturbed areas inside the fragment (Oliveira Filho et al., 1997). In the vicinity of the studied areas, in Viçosa, MG, about 72% of the forest fragments are smaller than 10ha, the size of 20% of the fragments ranges from 10.1 to 40ha, they are mostly isolated and presents a low circularity index and a great border influence (Pereira, 1999), impoverishing biodiversity. In the present study, the number of species varied from 57 to 85, with high predominance of pioneer and initial secondary species. A study undertaken in the largest fragment that is located close to fragment 4, Silva et al. (2004) sampled 161 species, being 97 initial secondary, 40 late secondary and 24 pioneer species. Although most fragments in the Atlantic forest are very small, they play important role in biodiversity conservation and can be used as nuclei of germplasm (Tabanez and Viana, 2000). A plan to manage the forest remnants of the Atlantic Forest to increase biodiversity should include, among others, protection of the fragments from fire, cattle grazing and other disturbances. Also, it should include the establishment of corridors to connect small fragments to large ones.

4 Acknowledgments We are grateful to the Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), the Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), the Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (CAPES) and the Universidade Federal de Viçosa (UFV) for the support to develop this study, both in field and lab settings. We also thank the team of the Laboratório de Ecologia e Fisiologia Florestal da UFV.

5 References Budowski, G Distribution of tropical american rain forest species in the light of successional processes. Turrialba, v.15, n.1, p Camargos, V.L. et al Inflência de fatores edáficos sobre variações florísticas na Floresta Estacional Semidecídua no entorno da Lagoa Carioca, Parque Estadual do Rio Doce, MG, Brasil. Acta Botanica Brasilica v. 22, n. 1, p Ferreira Junior, W.G. et al Composição florística da vegetação arbórea de um trecho de Floresta Estacional Semidecídua em Viçosa, Minas Gerais, e espécies de maior ocorrência na região. Revista Árvore, v.31, n.6, p Higuchi, P. et al Composição florística da regeneração natural de espécies arbóreas ao longo de oito anos em um fragmento de floresta etacional semidecidual, em Viçosa, MG. Revista Árvore, v.30, no.6, p Louzada, C Composição florística e estrutura de vegetação arbórea em diferentes condições fisiográficas de um fragmento de floresta estacional semidecidual secundária, na Zona da Mata de Minas Gerais. Dissertação (MSc em Ciência Florestal) Viçosa, MG, Brasil, Universidade Federal de Viçosa, 149p. Oliveira Filho, A.T. et al Effects of past disturbance and edges on tree community structure and dynamics within a fragment of tropical semideciduous forest in south-eastern Brazil over a five-year period ( ). Plant Ecology, v.131, p Paula, A. et al Alterações florísticas ocorridas num período de quatorze anos na vegetação arbórea de uma Florestal Estacional Semidecídua em Viçosa- MG. Revista Árvore, v.26, n.6, p Pereira, R.A Mapeamento e caracterização de fragmentos de vegetação arbórea e alocação de áreas preferenciais para sua interligaçaão no Município de Viçosa, MG. Tese (D.Sc. em Ciência Florestal). Viçosa, MG, Brasil, Universidade Federal de Viçosa, 203p. Pezzopane, J.E.M. Caracterização fitossociológica, microclimática e ecofisiológica em uma floresta estacional semidecidual secundária Tese (DS em Ciência Florestal). Viçosa, MG, Brasil, Universidade Federal de Viçosa, 225p. Ribas, R.F. et al Composição florística de dois trechos em diferentes etapas serais de uma Floresta Estacional Semidecidual, em Viçosa, Minas Gerais. Revista Árvore, v.27, no. 6, p Silva, A. F. et al Composição florística e estrutura horizontal do estrato arbóreo de um trecho da Mata da Biologia da Universidade Federal de Viçosa Zona da Mata de Minas Gerais. Revista Árvore, v.24, n.4, p Silva, C.T. et al Avaliação temporal da florística arbórea de uma floresta secundária no município de Viçosa, Minas Gerais. Revista Árvore v.28, p SOS MATA ATLANTICA Evolução dos remanescentes florestais e ecossistemas associados do domínio Mata Atlântica no período São Paulo, Fundação SOS Mata Atlântica/INPE. Tabanez, A.A.J.; Viana, V.M Patch structure within Brazilian Atlantic forest fragments and implications for conservation. Biotrópica, v.32, n.4, p Volpato, M.M.L Regeneração natural em uma floresta secundária no domínio de Mata Atlântica: uma análise fitossociológica. Dissertação (MSc em Ciência Florestal) Universidade Federal de Viçosa, 123p

6 Table 1: Size, perimeter and circularity index of the forest fragments studied Fragment number Size (ha) Perimeter (m) Circularity index

7 Table 2: Number of species and individuals, proportion (%) of species and individuals in each ecological group, proportion (%) of trees infested by lianas and tree mortality, in four forest fragments, in the domain of the Atlantic forest, in southeastern Brazil. Fragment number Total number of species Pioneer (%) Initial secondary (%) Late secondary (%) Clímax (%) Total number of individuals Pioneer (%) Initial secondary (%) Late secondary (%) Clímax (%) Trees infested by lianas (%) Tree mortality (%)

8 Table 3: Importance value (%) for five species with the highest values in four forest fragments in the domain of the Atlantic forest, in southeastern Brazil Species (Family) Ecological group Fragment 1 IV(1) IV(2) IV(3) IV Mabea fistulifera Mart. (Euphorbiaceae) Pioneer Apuleia leiocarpa MacBride. Initial secondary (Caesalpinaceae) Myrcia fallax DC. (Myrtaceae) Initial secondary Xylopia sericea A. St. Hil. (Annoaceae) Initial secondary Lacistema pubescens Mart. (Lacistemataceae) Initial secondary Fragment 2 Lacistema pubescens Mart. Initial secondary (Lacistemataceae) Myrcia fallax DC. (Myrtaceae) Initial secondary Apuleia leiocarpa MacBride. Initial secondary (Caesalpinaceae) Erythroxylum pelleterianum A. St. Hil. Initial secondary (Erythroxylaceae) Miconia tristis Spring. Ex Mart. (Melastomataceae) Pioneer Aparisthmium cordatum Baill. (Euphorbiaceae) Pseudopiptadenia contorta (DC.) Lewis & P. M. de Lima (Mimosaceae) Ocotea odorífera (Vell.) J. G. Rohwer (Lauraceae) Jacaranda macrantha Cham. (Bignoniaceae) Tapira guianensis Aubl. (Anacardiaceae) Fragment 3 Pioneer Initial secondary Late secondary Initial secondary Initial secondary Fragment 4 Ocotea odorífera (Vell.) J. G. Rohwer Late secondary (Lauraceae) Apuleia leiocarpa MacBride. Initial secondary (Caesalpinaceae) Brosimum guianense Huber. Ex Ducke Initial secondary (Moraceae) Xylopia sericea A. St. Hil. (Annoaceae) Pioneer Matayba elaeagnoides Raelk Initial secondary (Sapindacea) IV (1) IV (3) - Importance value for each plant size class being (1) dbh < 5 cm and height > 3 m, (2) dbh between 5 and 10 cm, and (3) dbh > 10 cm; IV Importance value taking into account plants from all three size classes

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

EFEITO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL SELETIVA EM UMA FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL 1

EFEITO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL SELETIVA EM UMA FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL 1 Trab-778-01 (6 páginas) PROVA GRÁFICA Efeito da Exploração Florestal Seletiva em uma Floresta... 65 EFEITO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL SELETIVA EM UMA FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL 1 Sueli Sato Martins

Leia mais

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB)

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) F. D. A. Lima 1, C. H. C. da Silva 2, J. R. Bezerra³, I. J. M. Moura 4, D. F. dos Santos 4, F. G. M. Pinheiro 5, C.

Leia mais

Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots. Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil)

Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots. Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil) Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil) Forest cover South America the greatest concentration of tropical forests in the world Amazonian

Leia mais

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry LABORATÓRIO NACIONAL DE METROLOGIA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES IRD- Instituto de Radioproteção e Dosimetria Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry Karla C. de Souza Patrão, Evaldo S. da Fonseca,

Leia mais

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos.

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos. RESUMO O futsal é um esporte intermitente com muitas substituições e pausas durante a partida, o que possibilita a recuperação de variáveis fisiológicas durante esses momentos, proporcionando ao jogador,

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education *5148359301* PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking Role Play Card One 1 March 30 April 2013 No

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009 Recebido em: 1/3/211 Emitido parece em: 23/3/211 Artigo inédito UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 29 Leandro

Leia mais

Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science ISSN: 1980-993X ambi-agua@agro.unitau.br Universidade de Taubaté Brasil

Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science ISSN: 1980-993X ambi-agua@agro.unitau.br Universidade de Taubaté Brasil Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science ISSN: 1980-993X ambi-agua@agro.unitau.br Universidade de Taubaté Brasil Figueiredo Alves, Rafael; Teixeira Dias, Herly Carlos; de Oliveira

Leia mais

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D.

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. Pró-Reitora de Pós-Graduação / Graduate

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis TEODORO B. K.; ROBERTO T. N.; BRASIL D. M. E SOUZA L. B.; SOUZA M. C.; PAULETTO M. C. A. C.; MAMED J. A.; SBRAVATE-MARTINS C.

Leia mais

RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL, SALDO DE RADIAÇÃO E FLUXO DE CALOR NO SOLO EM CULTIVO CONSORCIADO CAFÉ/COQUEIRO-ANÃO VERDE 1

RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL, SALDO DE RADIAÇÃO E FLUXO DE CALOR NO SOLO EM CULTIVO CONSORCIADO CAFÉ/COQUEIRO-ANÃO VERDE 1 RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL, SALDO DE RADIAÇÃO E FLUXO DE CALOR NO SOLO EM CULTIVO CONSORCIADO CAFÉ/COQUEIRO-ANÃO VERDE 1 PEZZOPANE, J.R.M. 2 ; GALLO, P.B. 3 ; PEDRO JÚNIOR, M.J. 4 1 Trabalho parcialmente financiado

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking/Listening Role Play Card One No Additional Materials are

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS

INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS 1) Este caderno contém cinco questões discursivas. Caso apresente defeito de impressão ou falta de questão, o candidato deverá solicitar ao

Leia mais

METODOLOGIAS ESTATÍSTICAS APLICADAS A DADOS DE ANÁLISES QUÍMICAS DA ÁGUA PRODUZIDA EM UM CAMPO MADURO DE PETRÓLEO

METODOLOGIAS ESTATÍSTICAS APLICADAS A DADOS DE ANÁLISES QUÍMICAS DA ÁGUA PRODUZIDA EM UM CAMPO MADURO DE PETRÓLEO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA CT CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE PETRÓLEO - PPGCEP DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

Desenvolvimento de nova função densidade de probabilidade para avaliação de regeneração natural

Desenvolvimento de nova função densidade de probabilidade para avaliação de regeneração natural SAULO HENRIQUE WEBER Desenvolvimento de nova função densidade de probabilidade para avaliação de regeneração natural Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em

Leia mais

Sazonalidade da temperatura do ar e radiação solar global em cidades de diferentes portes na Amazônia Brasileira.

Sazonalidade da temperatura do ar e radiação solar global em cidades de diferentes portes na Amazônia Brasileira. Sazonalidade da temperatura do ar e radiação solar global em cidades de diferentes portes na Amazônia Brasileira. Ingrid Monteiro Peixoto de Souza 1, Antonio Carlos Lôla da Costa 1, João de Athaydes Silva

Leia mais

MATERIAIS E METODOLOGIA

MATERIAIS E METODOLOGIA QUANTIFICAÇÃO DA PRECIPITAÇÃO E A RELAÇÃO COM A PRESSÃO ATMOSFÉRICA EM UMA ÁREA DE CULTIVO DE MANGA NO MUNICÍPIO DE CUIARANA-PA SILVA, F. M. 1 ; TORRES, C.S.C. 2 ; SOUSA, A. M. L. 3 ; NUNES, H. G. G. C.

Leia mais

Simulação Gráfica e Visão Computacional. Soraia Raupp Musse

Simulação Gráfica e Visão Computacional. Soraia Raupp Musse Simulação Gráfica e Visão Computacional Soraia Raupp Musse Objetivo Analisar exemplos comerciais e do estado-da-arte científicos que utilizam dados reais para aprimorar a qualidade de simulações e animações.

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON WELLINGTON LUNZ INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON Dissertação apresentada à Universidade Federal de Viçosa, como parte das exigências

Leia mais

Ontology Building Process: The Wine Domain

Ontology Building Process: The Wine Domain Ontology Building Process: The Wine Domain João Graça, Márcio Mourão, Orlando Anunciação, Pedro Monteiro, H. Sofia Pinto, and Virgílio Loureiro Summary Context Ontology Wine Domain Existing Wine Ontologies

Leia mais

1Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. 2Flávio Flôres Britto 1 ; Cláudio Lúcio Fernandes Amaral 1

1Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. 2Flávio Flôres Britto 1 ; Cláudio Lúcio Fernandes Amaral 1 1Britto, F.F., Amaral, C.L.F. 2015. Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. In: 2 Congresso Brasileiro de Processamento mínimo e Pós-colheita de frutas, flores e hortaliças,

Leia mais

AVALIAÇÃO SILVICULTURAL DE ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS REGENERANTES EM UM POVOAMENTO FLORESTAL

AVALIAÇÃO SILVICULTURAL DE ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS REGENERANTES EM UM POVOAMENTO FLORESTAL AVALIAÇÃO SILVICULTURAL DE ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS REGENERANTES EM UM POVOAMENTO FLORESTAL Wendy Carniello Ferreira 1, Marciel José Ferreira 2, Rodrigo Couto Santos 3, Danival Vieira de Freitas 4, Christiano

Leia mais

Um Estudo sobre o Comportamento dos Preços da Soja no Mercado Brasileiro: Uma Abordagem pelo Método de Reversão à Média com Saltos

Um Estudo sobre o Comportamento dos Preços da Soja no Mercado Brasileiro: Uma Abordagem pelo Método de Reversão à Média com Saltos Cristiane Batista Rodrigues Um Estudo sobre o Comportamento dos Preços da Soja no Mercado Brasileiro: Uma Abordagem pelo Método de Reversão à Média com Saltos Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PROCESSO SUCESSIONAL EM ÁREA DE CAATINGA SOB RECUPERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO

AVALIAÇÃO DO PROCESSO SUCESSIONAL EM ÁREA DE CAATINGA SOB RECUPERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO AVALIAÇÃO DO PROCESSO SUCESSIONAL EM ÁREA DE CAATINGA SOB RECUPERAÇÃO NO CARIRI PARAIBANO Maria da Gloria Lopes Fragoso 1, Alecksandra Vieira de Lacerda 2, Silvia Maria Dantas 3 Karlla Karem da silva 4

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ

Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ Stephanie Freitas Couto de Magalhães Samara Salamene Tom Adnet Moura Viviane Costa Elias

Leia mais

MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ

MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ JONAS GALDINO 1, WILIAN DA S. RICCE 2, DANILO A. B. SILVA 1, PAULO H. CARAMORI 3, ROGÉRIO T. DE FARIA 4 1 Analista de Sistemas,

Leia mais

MUDANÇAS CLIMÁTICAS DOS EVENTOS SEVEROS DE PRECIPITAÇÃO NO LESTE DE SANTA CATARINA DE ACORDO COM O MODELO HADRM3P

MUDANÇAS CLIMÁTICAS DOS EVENTOS SEVEROS DE PRECIPITAÇÃO NO LESTE DE SANTA CATARINA DE ACORDO COM O MODELO HADRM3P MUDANÇAS CLIMÁTICAS DOS EVENTOS SEVEROS DE PRECIPITAÇÃO NO LESTE DE SANTA CATARINA DE ACORDO COM O MODELO HADRM3P Gilson Carlos da Silva, 1,2 André Becker Nunes 1 1 UFPEL Brazil Pelotas gilson.carloss@ig.com.br

Leia mais

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental 15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental Comparação da temperatura de brilho de superfície do período seco com o chuvoso no Distrito Federal calculada a partir de imagens do Landsat

Leia mais

Análise temporal da ação antrópica sobre diferentes fitofisionomias da Mata Atlântica nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro

Análise temporal da ação antrópica sobre diferentes fitofisionomias da Mata Atlântica nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro Análise temporal da ação antrópica sobre diferentes fitofisionomias da Mata Atlântica nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro Ana Carolina Moreira Pessôa 1 Flávio Jorge Ponzoni 1 1 Instituto Nacional

Leia mais

Códigos INID. Identificação da origem/propriedade

Códigos INID. Identificação da origem/propriedade Códigos INID Identificação da origem/propriedade (70) a (76) Identificação de partes relacionadas com o documento; (71) Nome do depositante (quem recebeu a patente); (72) Nome do inventor, se conhecido;

Leia mais

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1.

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1. weaker people. This definition includes three important components:1. Bullying is aggressive behavior that involves unwanted, negative actions. 2. Bullying involves a pattern of behavior repeated over

Leia mais

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Naira da Costa Muylaert Lima Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

V 2 O 5 /TiO 2, especificamente, o vanádio encontra-se altamente disperso. Os resultados de XPS indicaram a presença de íons V 4+ e V 5+ nos

V 2 O 5 /TiO 2, especificamente, o vanádio encontra-se altamente disperso. Os resultados de XPS indicaram a presença de íons V 4+ e V 5+ nos Resumo Os óxidos mistos V 2 O 5 /SiO 2, V 2 O 5 /TiO 2 e V 2 O 5 /Al 2 O 3 foram sintetizados pelo método sol-gel, bem como seus correspondentes óxidos puros, SiO 2, TiO 2 e Al 2 O 3. Os óxidos mistos

Leia mais

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO)

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) 4th scientific meeting of the ORE-HIBAM. September 2011 4a Scientific Meeting ORE-HYBAM

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 4 2012 www.scientiaplena.org.br

SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 4 2012 www.scientiaplena.org.br SCIENTIA PLENA VOL. 8, NUM. 4 2012 www.scientiaplena.org.br Análise da estrutura vegetacional em uma área de transição Cerrado-Caatinga no município de Bom Jesus-PI T. M.Oliveira 1 ; A. R. Alves 2 ; G.

Leia mais

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação

Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Diogo Silveira Mendonça Análise Probabilística de Semântica Latente aplicada a sistemas de recomendação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA THALES FREDERICO RIBEIRO FONSECA O SIGNIFICADO DAS VIVÊNCIAS E PERCEPÇÕES DE PACIENTES

Leia mais

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Federal University of Pernambuco Recife PE - Brazil ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Juciela C. SANTOS and Andrea F.T

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS FLUXOS DE ENERGIA NOS ECOSSISTEMAS DE FLORESTA TROPICAL, FLORESTA DE TRANSIÇÃO E PASTAGEM PELO MODELO DE BIOSFERA TERRESTRE IBIS

CARACTERIZAÇÃO DOS FLUXOS DE ENERGIA NOS ECOSSISTEMAS DE FLORESTA TROPICAL, FLORESTA DE TRANSIÇÃO E PASTAGEM PELO MODELO DE BIOSFERA TERRESTRE IBIS CARACTERIZAÇÃO DOS FLUXOS DE ENERGIA NOS ECOSSISTEMAS DE FLORESTA TROPICAL, FLORESTA DE TRANSIÇÃO E PASTAGEM PELO MODELO DE BIOSFERA TERRESTRE IBIS CHARACTERIZATION OF ENERGY FLUX IN TROPICAL FOREST, TRANSITION

Leia mais

Biogas from coffee waste

Biogas from coffee waste Biogas from coffee waste Two case studies Problem about 4 ton/day of coffee waste (solid content between 13 e 22%) from coffee substitutes production Inicially disposed on land Waste composition Waste

Leia mais

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dayves Pereira Fernandes de Souza Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

A importância dos levantamentos florístico e fitossociológico para a conservação e preservação das florestas

A importância dos levantamentos florístico e fitossociológico para a conservação e preservação das florestas V. 9, n. 2, p. 42-48, abr - jun, 2013. UFCG - Universidade Federal de Campina Grande. Centro de Saúde e Tecnologia Rural - CSTR. Campus de Patos - PB. www.cstr.ufcg.edu.br Revista ACSA: http://www.cstr.ufcg.edu.br/acsa/

Leia mais

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL

ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANÁLISE DO ALINHAMENTO ENTRE O BALANÇO SOCIAL E O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DOS TRÊS MAIORES BANCOS EM ATIVIDADE NO BRASIL ANALYSIS OF ALIGNMENT AMONG SOCIAL BALANCE AND SUSTAINABILITY REPORT OF THREE

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1

TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1 TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1 ELIAKIM M. ARAÚJO 2, JOAQUIM B. DE OLIVEIRA 3, ITALO N. SILVA 4, EDMILSON G. CAVALCANTE JÚNIOR 4, BRUNO M. DE ALMEIDA 4 1 Parte do TCC do primeiro

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SOFTWARE DE ADMINISTRAÇÃO RURAL EM MATO GROSSO

UTILIZAÇÃO DE SOFTWARE DE ADMINISTRAÇÃO RURAL EM MATO GROSSO 65 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARE DE ADMINISTRAÇÃO RURAL EM MATO GROSSO SIMIÃO, Sérgio Adão 1 RESUMO: A agropecuária no Estado de Mato Grosso tem apresentado altos índices de crescimento em área e produtividade

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013 Carlos Souza & Cristina Silva Population: 10,6 million. According to INE (National Institute of Statistics) it is estimated that more than 2 million

Leia mais

Uso e cobertura das terras do Município de Campinas para análise da urbanização na área rural

Uso e cobertura das terras do Município de Campinas para análise da urbanização na área rural Uso e cobertura das terras do Município de Campinas para análise da urbanização na área rural Ivan André Alvarez 1 Carlos Fernando Quartaroli 1 Sérgio Gomes Tosto 1 Nathan Yuri Machado Zanqueta 2 Mateus

Leia mais

Uso de sensoriamento remoto na análise da fragmentação da Mata Atlântica no litoral norte de Pernambuco, Brasil

Uso de sensoriamento remoto na análise da fragmentação da Mata Atlântica no litoral norte de Pernambuco, Brasil Uso de sensoriamento remoto na análise da fragmentação da Mata Atlântica no litoral norte de Pernambuco, Brasil Michelle Bandeira Trindade 1 Sandro Barbosa Figueira 2 Hernande Pereira da Silva 2 Ana Carolina

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES

DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Palavras cognatas, palavras repetidas e marcas tipográficas UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ DEPARTAMENTO DE LETRAS INGLÊS TÉCNICO E CIENTÍFICO PROFESSOR: WELLINGTON BORGES Fatos: A língua inglesa teve origem

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana

Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Motricidade Humana O Método Pilates e os seus Efeitos em Termos de Autoeficácia na Musculatura do Pavimento Pélvico em Mulheres com Incontinência Urinária de

Leia mais

Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1

Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1 Normas Gráficas do Símbolo e Logótipo aicep Portugal Global aicep Portugal Global Symbol and Logo Graphic Guidelines Capítulo 1 Chapter 1 Introdução Introduction Normas Gráficas Este manual fornece os

Leia mais

EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO

EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO Thieres G. F. da SILVA 1,4, José Edson F. de MORAIS 1, Wellington J. da S. DINIZ 1, Jannaylton E.

Leia mais

EVAPORAÇÃO EM TANQUE DE CIMENTO AMIANTO

EVAPORAÇÃO EM TANQUE DE CIMENTO AMIANTO EVAPORAÇÃO EM TANQUE DE CIMENTO AMIANTO GERTRUDES MACARIO DE OLIVEIRA 1, MÁRIO DE MIRANDA VILAS BOAS RAMOS LEITÃO, ANDREIA CERQUEIRA DE ALMEIDA 3, REGIANE DE CARVALHO BISPO 1 Doutora em Recursos Naturais,

Leia mais

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil.

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Valéria M. Azeredo Passos, Janaina Caldeira Pereira, Sandhi Maria Barreto INTRODUCTION Type 2 diabetes

Leia mais

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil

Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil Revista de Biologia e Ciências da Terra ISSN: 1519-5228 revbiocieter@yahoo.com.br Universidade Estadual da Paraíba Brasil de Almeida Neto, Jorge Xavier; Silva, Humberto; Coelho Dantas, Ivan Avaliação dos

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

Sistema de Reciclagem da Água dos Restos de Concreto

Sistema de Reciclagem da Água dos Restos de Concreto Águas de Restos de Concretos Reciclagem Notas de aula Prof. Eduardo C. S. Thomaz Sistema de Reciclagem da Água dos Restos de Concreto Exemplo: Firma Sohnt / USA - Concrete Reclaimer Conjunto do Sistema

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE PROCEDIMENTOS DE AMOSTRAGEM PARA AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DE UM REMANESCENTE DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL MONTANA

COMPARAÇÃO ENTRE PROCEDIMENTOS DE AMOSTRAGEM PARA AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DE UM REMANESCENTE DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL MONTANA COMPARAÇÃO ENTRE PROCEDIMENTOS DE AMOSTRAGEM PARA AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DE UM REMANESCENTE DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL MONTANA José Marcio de Mello 1 Ary Teixeira de Oliveira-Filho 1 José Roberto

Leia mais

MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA).

MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA). MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA). Poços de Caldas / MG 2014 MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL MOURA, A. L. A. 1 ; SÁ, L. A. C. M 2 RESUMO - A presente pesquisa está sendo desenvolvida com o objetivo de formular uma base de dados espaciais

Leia mais

LEVANTAMENTO DA COBERTURA FLORESTAL NATURAL DA MICRORREGIÃO DE VIÇOSA, MG, UTILIZANDO-SE IMAGENS DE LANDSAT 5 1

LEVANTAMENTO DA COBERTURA FLORESTAL NATURAL DA MICRORREGIÃO DE VIÇOSA, MG, UTILIZANDO-SE IMAGENS DE LANDSAT 5 1 17 LEVANTAMENTO DA COBERTURA FLORESTAL NATURAL DA MICRORREGIÃO DE VIÇOSA, MG, UTILIZANDO-SE IMAGENS DE LANDSAT 5 1 Danilo José da Silva Coelho 2, Agostinho Lopes de Souza 3 e Cláudia Maria Lourenço de

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Cyclic loading. Yield strength Maximum strength

Cyclic loading. Yield strength Maximum strength Cyclic Test Summary Results SAFECAST Project Yield strength Maximum strength Cyclic loading Yield displacement (d y ) Ultimate displacement Total energy dissipated by the connection Total energy dissipated

Leia mais

Análise do comportamento da temperatura e da umidade relativa do ar em diferentes locais da cidade de Mossoró-RN durante as quatro estações do ano.

Análise do comportamento da temperatura e da umidade relativa do ar em diferentes locais da cidade de Mossoró-RN durante as quatro estações do ano. Análise do comportamento da temperatura e da umidade relativa do ar em diferentes locais da cidade de Mossoró-RN durante as quatro estações do. JOSÉ ESPÍNOLA SOBRINHO 1, HIDERALDO BEZERRA DOS SANTOS 2,

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

Rumo a uma legislação racional, cientificamente robusta e eficaz:

Rumo a uma legislação racional, cientificamente robusta e eficaz: Rumo a uma legislação racional, cientificamente robusta e eficaz: Contribuições da Espeleobiologia Prof. Dr. Eleonora Trajano Instituto de Biociências Universidade de São Paulo TRES ASPECTOS: Ω Conceitos

Leia mais

Workshop Maximização dos serviços do ecossistema vinha. UTAD, 13 e 14 de Novembro de 2013 DIVERSITY MANAGER

Workshop Maximização dos serviços do ecossistema vinha. UTAD, 13 e 14 de Novembro de 2013 DIVERSITY MANAGER Workshop Maximização dos serviços do ecossistema vinha. UTAD, 13 e 14 de Novembro de 2013 DIVERSITY MANAGER Development of a management tool for enhancing functional diversity in Wine landscapes DIVERSITY

Leia mais

Figura 1: Localização geográfica da área de estudo com a composição colorida do sensor TM (R3, G2 e B1).

Figura 1: Localização geográfica da área de estudo com a composição colorida do sensor TM (R3, G2 e B1). MUDANÇA DA PAISAGEM AMAZÔNICA NA ÁREA DO PROJETO DE ASSENTAMENTO DIRIGIDO SANTA LUZIA, EM CRUZEIRO DO SUL, AC Rafael C. DELGADO 1, Leonardo P. de SOUZA 1, Ian W. R. da SILVA 1, Evaldo de P. LIMA 2, Ricardo

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

Variabilidade Temporal das Formigas e suas relações com a baixa Atmosfera na Flona de Caixuanã-pa

Variabilidade Temporal das Formigas e suas relações com a baixa Atmosfera na Flona de Caixuanã-pa Variabilidade Temporal das Formigas e suas relações com a baixa Atmosfera na Flona de Caixuanã-pa Sérgio Rodrigo Quadros dos Santos 1, Maria Isabel Vitorino² e Ana Y. Harada 3 Aluno de graduação em Meteorologia

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Campos extraídos diretamente Título Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Huang, Chin-Yu and Lin, Chu-Ti Ano de publicação 2006 Fonte de publicação

Leia mais

Cyro José Matavelli 1. Rua Jerônimo Coelho, 185, Sala 901, Centro - 88010-030 - Florianópolis - SC, Brasil cyro.matavelli@fns.incra.gov.

Cyro José Matavelli 1. Rua Jerônimo Coelho, 185, Sala 901, Centro - 88010-030 - Florianópolis - SC, Brasil cyro.matavelli@fns.incra.gov. Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011, INPE p.1660 Planejamento e execução do inventário florestal em reflorestamentos homogêneos

Leia mais

REVISTA EPISTEME TRANSVERSALIS V. 3, N. 1, 2012

REVISTA EPISTEME TRANSVERSALIS V. 3, N. 1, 2012 FITOSSOCIOLOGIA E FLORÍSTICA DO COMPONENTE ARBÓREO DE UM REMANESCENTE DE MATA ATLÂNTICA NO CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE, CAMPUS BARRA DO PIRAÍ, RJ RESUMO Guilherme Castilho da Silva 1 Durante

Leia mais

ESPAÇAMENTO DAS MUDAS DE CAFÉ NA COVA (*)

ESPAÇAMENTO DAS MUDAS DE CAFÉ NA COVA (*) ESPAÇAMENTO DAS MUDAS DE CAFÉ NA COVA (*) HÉLIO JOSÉ SCARANARI Engenheiro-agrônomo, Divisão de Agronomia, Instituto Agronômico RESUMO Quatro distâncias entre as mudas na mesma cova foram estudadas, com

Leia mais

VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1

VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1 VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1 Lázara Fernanda Moraes de Carvalho UFG-CampusJataí lazarafernanda@hotmail.com Regina Maria Lopes UFG lopesgeo@yahoo.com.br

Leia mais

the douro Valley o Vale do Douro

the douro Valley o Vale do Douro o Vale do Douro O Vale do Rio Douro está localizado no Norte de Portugal e é famoso pelo cultivo de oliveiras, amendoeiras e especialmente uvas para a produção de Vinho do Porto. Também os Vinhos do Douro

Leia mais

Avaliação de Método Expedito de Determinação do Nível do Mar como Datum Vertical para Amarração de Perfis de Praia

Avaliação de Método Expedito de Determinação do Nível do Mar como Datum Vertical para Amarração de Perfis de Praia Revista Brasileira de Geomorfologia, Ano 4, Nº (2003) 3-7 Avaliação de Método Expedito de Determinação do Nível do Mar como Datum Vertical para Amarração de Perfis de Praia 2 3 Dieter Muehe, Rosuita Helena

Leia mais

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii

Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Dedico este trabalho às minhas filhas à minha esposa pelo apoio em todos os projetos. iii Agradecimentos Um trabalho destes só é possível com a colaboração, participação e esforço conjugado de um elevado

Leia mais

APLICAÇÃO DE REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA PARA PREVISÃO MENSAL DE PRECIPITAÇÃO EM MACEIÓ

APLICAÇÃO DE REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA PARA PREVISÃO MENSAL DE PRECIPITAÇÃO EM MACEIÓ APLICAÇÃO DE REGRESSÃO LINEAR MÚLTIPLA PARA PREVISÃO MENSAL DE PRECIPITAÇÃO EM MACEIÓ Washington Luiz Félix Correia Filho 1 2 ; Alexandre Silva dos Santos 1 ; José Ueliton Pinheiro 1 ; Paulo Sérgio Lucio

Leia mais

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 2ª Reunião Extraordinária da Câmara Setorial de Alimentos Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O MONITORAMENTE E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE FRIO Luis Madi / Eloísa

Leia mais

Evandro Luiz Mendes. Uma Metodologia para Avaliação da Satisfação do Consumidor com os Serviços Prestados pelas Distribuidoras de Energia Elétrica

Evandro Luiz Mendes. Uma Metodologia para Avaliação da Satisfação do Consumidor com os Serviços Prestados pelas Distribuidoras de Energia Elétrica Evandro Luiz Mendes Uma Metodologia para Avaliação da Satisfação do Consumidor com os Serviços Prestados pelas Distribuidoras de Energia Elétrica Tese de Doutorado Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação

Leia mais

AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE BIOGÁS EM REATORES ANAERÓBIOS NO TRATAMENTO DE DEJETOS DE SUÍNOS EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO

AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE BIOGÁS EM REATORES ANAERÓBIOS NO TRATAMENTO DE DEJETOS DE SUÍNOS EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE BIOGÁS EM REATORES ANAERÓBIOS NO TRATAMENTO DE DEJETOS DE SUÍNOS EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO Dal Mago, A.* 1 ; Gusmão, M.C. 2 ; Belli Filho, P. 3 ; Oliveira, P.A.V. 4 ; Gosmann,

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE O DESEMPENHO NO VESTIBULAR E O RENDIMENTO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS DA UFSCAR

RELAÇÕES ENTRE O DESEMPENHO NO VESTIBULAR E O RENDIMENTO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS DA UFSCAR RELAÇÕES ENTRE O DESEMPENHO NO VESTIBULAR E O RENDIMENTO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE MATERIAIS DA UFSCAR Walter Libardi libardi@power.ufscar.br Pedro Ferreira Filho

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

science fair, high school students, non-formal education.

science fair, high school students, non-formal education. 1 Science and Technology Fair M. S. Dahmouche, V. Cascon (presenter), V. F. Guimarães, S. P. Pinto and P.C. B. Arantes Fundação CECIERJ Rua Visconde de Niterói, 164 Mangueira 2094-001 Rio de Janeiro/RJ

Leia mais